Page 1

ESPORTE

Rumo ao altar

DIVULGAÇÃO/LA COSTE

O argentino D’Alessandro é o novo contratado da gigante de materiais esportivos Adidas. O camisa 10 acertou contrato e passará a calçar as chuteiras e usar roupas da marca. “Sempre gostei da Adidas. Foi a marca que utilizei por quase dez anos, ainda na época em que jogava na Argentina e depois na Europa. Fiquei muito feliz por termos assinado”, afirma o jogador.

DIVULGAÇÃO/TRATO

E!

Com marca nova

Diego Forlán anunciou por meio de suas contas nas redes sociais que irá se casar nos próximos meses. A sua noiva é a uruguaia jogadora de hóquei sobre a grama, Paz Cardoso, de 22 anos. Eles iniciaram namoro no final do ano passado, durante as férias do jogador. “Estamos muito felizes por compartilhar esta notícia com vocês, vamos nos casar este ano”, publicou o atacante.

FOTOS ALEXANDRE LOPS/INTER

INTER

2

Muriel; Gabriel, Rodrigo Moledo, Juan e Fabrício; Aírton, Willians, Fred (Ygor) e D’Alessandro; Forlán (Caio) e Leandro Damião. Técnico – Dunga.

LAJEADENSE

1

Eduardo Martini; Márcio Gabriel, Micael, Gabriel e Márcio Goiano; Rudiero, Reinaldo, Ramon (Maicon) e Rennan Oliveira (Ricardo Maria); Josimar (Léo) e Jandson. Técnico - Flávio Campos. DETALHES - Local - Estádio Centenário, em Caxias do Sul. Arbitragem - Leandro Vuaden, auxiliado por Marcelo Barison e José Eduardo Calza. Público - 11.254.

EM ALTA

ESTÁDIO CENTENÁRIO: após grande defesa do goleiro Eduardo Martini, Juan apanhou rebote e colocou de perna direita para decretar a vitória

Um Don Juan colorado

Com a passagem para a semi, Inter está a dois jogos do título

Diz a lenda que, no século XV, na Espanha, Don Juan seduzia as suas vítimas para depois matá-las. Seus feitos correram o mundo, sua fama foi passada por gerações. Bom amante, fazia presas em sequência. Passados alguns séculos, Caxias do Sul conheceu um novo sedutor bem colorado. Em comum não só o nome, mas os feitos. O zagueiro Juan fez os dois gols da vitória por 2 a 1 sobre o Lajeadense. Com a cabeça no lugar ele empatou o jogo e com a frieza de um matador ele decretou a passagem colorada para a semifinal da Taça Farroupilha, quando enfrentará o Veranópolis. Faltam dois jogos para o Inter levantar a taça do Gauchão. Jogo a jogo, rodada a rodada, o time de Dunga vai acumulando vítimas. Se as atuações não empolgam e

loradas. Mais uma vez o intervalo fez bem ao time. Dunga corrigiu o posicionamento e o Inter passou a martelar o Lajeadense. Os gols de Juan aos 2 e 21min foram consequência da pressão exercida. D’Alessandro ainda acertou o poste em um belo lance. O adversário estava vencido muito antes do apito final de Leandro Vuaden. A passagem para a semifinal estava garantida na imposição técnica e física. Juan já vinha se impondo tecnicamente na sua área. Várias rodadas consecutivas ele foi o melhor em campo. Coincidentemente, Rodrigo Moledo, seu parceiro de defesa é quem foi convocado para a seleção, mas é o veterano de duas Copas que vem se destacando. Com a vitalidade de um júnior recémpromovido, o Don Juan colorado afirmou após o jogo: “Estou começando do zero.” Alguém duvida de sua capacidade de sedução?

EM BAIXA A tentativa de malandragem de Vitor Júnior lhe rendeu ontem um cartão amarelo. Em escanteio, como gandula, ele colocou a bola na marca para D’Alessandro cobrar, mas o lance foi invalidado

Sobrou até do banco

Vida dura - O centroavante Leandro Damião passou

o domingo em branco. Ele teve pela frente a dura marcação do zagueiro Micael, um dos destaques da partida. Mesmo sem fazer gol ele foi importante na bola aérea defensiva. O atacante colorado se apresenta hoje à seleção brasileira para a disputa do amistoso contra o Chile, na quarta-feira.

O meia Dátolo está perdendo espaço no grupo. Após perder a titularidade para Fred no setor de armação, o argentino ontem sequer ficou no banco de reservas. Mesmo que tenha viajado a Caxias do Sul, o jogador sobrou. Em má fase técnica, ele pode ser negociado no meio do ano.

Segunda-feira, 22.4.2013 / ESPORTE

CRISTOFER DE MATTOS

deixam o torcedor com um pé atrás quando estiverem pela frente desafiantes de peso, os resultados são inquestionáveis. A postura do time também. O Inter corre poucos riscos. A postura defensiva permite poucos espaços aos adversários, que vivem praticamente da bola parada. Foi desta forma que o Lajeadense até surpreendeu. Aos 12min, após cobrança de falta levantada na área, o zagueiro Gabriel se antecipou e fez de cabeça. Mas as chances do time do Vale do Taquari morreram por aí. O Inter teve sempre a posse de bola e o controle do jogo. Mesmo quando em desvantagem no marcador, os gols colorados eram mais certos que a chegada do dia e da noite. O empate só não saiu ainda no primeiro tempo devido ao goleiro Eduardo Martini – possivelmente o melhor do Gauchão. Ele salvou no primeiro tempo em quatro finalizações co-

A primeira convocação para a seleção brasileira confirmou o bom momento vivido por Rodrigo Moledo na carreira. Mesmo sem ser brilhante tecnicamente, ele se impõe pela força física e bom posicionamento

2

Um Don Juan colorado  

Crônica da vitória colorada sobre o Lajeadense pelas quartas de final da Taça Farroupilha, o segundo turno do Gauchão.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you