Issuu on Google+

INTRODUÇÃO

A opção por elaborar um e-portefolio para a disciplina de Técnicas e Dinâmicas de Grupos surge não só como aliada à ideia de portefolio de aprendizagem como portefolio de avaliação, visto ter como objectivo primordial não só a avaliação da disciplina mas também descobrir o que se aprendeu de novo e o que pode contribuir para o futuro pessoal e profissional. Este e-portefolio é, assim, um espaço de reflexão de tudo aquilo que foi apresentado e tratado nas aulas do professor João Gouveia e Professor Luís. “O portefolio reflexivo é (…) uma estratégia na qual a avaliação formativa continuada e personalizada garante o refazer das aprendizagens e potencia a sua qualidade final percebida como produto (…) o portfolio (…) conta uma história de aprendizagem, pessoal e sempre única (…)” (SáChaves, I.:2004). Este e-portefolio permitirá mostrar de uma forma dinâmica utilizando ferramentas variadas, interessantes e inovadoras competências adquiridas nesta disciplina; permitirá ainda a interactividade e a constante reformulação e reconstrução no futuro.


Sá-Chaves (2000) refere que o portefolio permite “…um fluir do pensamento à medida que se vai (ou não) sendo capaz de analisar criticamente as suas práticas, desde o nível técnico ao ético e de se autoanalisar como sujeito responsável na transformação das situações e no sentido dos valores que fundam e dignificam a condição humana e, nela, o inquestionável valor diferenciador de cada um”. É minha intenção aliar questões do percurso pessoal e profissional com o propósito de uma reflexão critica.

INSTANTE

Tendo a disciplina de Técnicas e Dinâmicas de grupo os seguintes objectivos: - Saber gerir equipas no âmbito de projectos TIC – problematizar as características do líder: traços pessoais versus situação. - Compreender a teoria dos três estilos de liderança e a teoria da liderança de Blake e Mouton. - Saber aplicar o processo de liderança segundo o modelo situacional de Blanchard. - Gerir equipas em função de objectivos – aplicar metodologias de planeamento de projectos por objectivos. - Gerir a motivação das equipas de trabalho – saber comunicar de forma assertiva e aumentar o grau de satisfação profissional com base na utilização dos princípios de motivação de colaboradores.


Procurei elaborar um trabalho pertinente que abordasse as temáticas trabalhadas; Ver blog em: www.tecnicasdinamicasdegrupo.blogspot.com Ver podcasts em: http://cristinagoncalves.podOmatic.com

BIBLIOGRAFIA BRANCO, M. E. C. (2000). Vida, Pensamento e obra de João dos

Santos. Livros Horizonte. BARRETO. Luísa (2000). Pelo Caminho das Fadas. Colecção OMNIA. Centro Lusitano de Unificação Cultural. CHAVES, Idália Sá (2000). Portefolios Reflexivos: estratégias de

formação e de supervisão. Aveiro: Universidade de Aveiro. CHAVES, Idália Sá (2004). Discutindo sobre portefolios nos processos de formação. Olhar de Professor. Ponta Grossa. 7(2): 09-17. PÉREZ, J. F. B. (2009). Coaching para Docentes: motivar para o

sucesso. Porto: Porto Editora. Manuais dos Professores João Gouveia e José Luís Gonçalves


Técnicas e Dinâmicas de grupo