Issuu on Google+

revista

GENTE ANO 0 | EDIÇÃO 1 DEZEMBRO DE 2013

PAPAI NOEL Ações solidárias fazem o Natal mais Natal

viva o

VERÃO ao pé da letra! Nas roupas, nos detalhes e no comportamento, curta o melhor (somente o melhor!) da estação mais quente do ano BELEZA Dermatologista dá dicas de cuidados sob o sol intenso MODA Veja roupas, sapatos e acessórios da temporada CASA Ferramentas básicas para as pequenas emergências SAUDÁVEL Pai e filho dividem hobby da cerveja artesanal


Pรกgina 2

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

´

PĂĄgina 3


Página 4

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

ÍNDICE BELEZA & AFINS

MODA

corações

solidários Saiba como proteger seus cabelos do sol

16

8

Raphael Coneglian, conselheiro da ordem DeMolay

Ações voluntárias que trazem alegria para o Natal de muita gente

20

Jeremias dos Santos, funcionário público

Veja os modelos de unhas que são hits no verão

Dermatologista dá dicas de como curtir o verão sem traumas

18

Os looks que estão em alta nesta temporada

super

HOT!

30 Confira o ensaio com a coleção primavera/verão da Hot Wear

32

Bonés e chapéus voltam com estilo

34

SOCIAIS

Restaurantes: a evolução através dos tempos

48

Personalidades que foram notícia em novembro e dezembro

24

Abade comenta frutos do trabalho da LLFA

56


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 5


Página 6

suplemento mensal do jornal O ECO

revista

revista GENTE

DA REDAÇÃO

GENTE

André e Ana Júlia protagonizam ensaio da Hot Wear

Diretor responsável: Moisés Rocha – MTb 442-84 Coordenação de Produtos Editoriais: Conceição Giglioli Carpanezi – MTb 23.105 Saulo Adriano – MTb 25.605 Editor-Chefe: Vitor Godinho – MTb 55.736/SP Diagramação: Cristiano Guirado – MTb 44.324 Vanessa Martins de Almeida Produção e redação: Cristiano Guirado – MTb 44.324 Editora Centro Oeste www.editoracentrooeste.com.br Departamento Comercial: Manoel dos Santos Silva Maria Terezinha Ramos João Vitor Amorozino Ivanilto Pereira da Silva Arte-finalista Denis Juvêncio da Silva Fotografia Márcio Moreira – MTb 071-76/SP Administrativo Tiago Francisco Moreno Colaboração: Carlos Alberto Duarte, Angelo Neto, Priscila Pegatin, Welinton Barros, Vinícius Humberto Castro, Jerusa Natália Morelli, Natália Godoy, Pâmela Balber Carazzatto, Wanderley Fernando do Carmo e Sueli Aparecida Pereira. A Revista GENTE é uma publicação do Jornal O ECO, publicada pela Editora Folha Popular Ltda-ME (CNPJ 03.433.116/0001-02 – IE 416.043.125.113-ME). Rua Geraldo Pereira de Barros, 948, Centro Lençóis Paulista-SP CEP 18.680-020 Contato: (14) 3269 3311 Email oeco@jornaloeco.com.br Impressão: Mavina Duarte dos Reis ME - Gráfica Substrato/ JS Produções Gráficas Ltda - ME

Um verão literalmente

quente! A Revista Gente é um tempero a mais no calor deste verão, que chega com todas as cores, sabores, encantos e alegrias da estação mais Calor, comidas típicas, tendências de beleza, diversão (muita diversão) e a Revista Gente! Esses são alguns dos ingredientes confirmados para o verão 2013/2014 em Lençóis Paulista e região. O novo produto editorial do Jornal O ECO agrega todos os ingredientes para que a temporada de festas, férias e viagens seja vivida o mais intensamente possível. Seja para a beleza, seja para o bem estar, acertar no figurino é fundamental. Assim, nada mais propício que o Ensaio de Moda, neste mês destacando as principais peças da coleção primavera/verão 2014 da Hot Wear. A Revista Gente também traz uma série

quente do ano. Viva, ao pé da letra, todas as delícias desta temporada, com muita saúde e beleza, sem abrir mão do estilo e da praticidade de cada dia.

de dicas sobre sapatos, esmaltes, maquiagens, acessórios e afins que devem completar os looks que serão hits pelas noites quentes e dias ensolarados da região. E um desafio tão grande quanto manter a beleza nos meses quentes é atravessar a estação de calor sempre saudável. Nesta edição, sugestões de atitudes saudáveis: comer bem e praticar exercícios que garantam bom rendimento para o corpo e a alma. Além de outras informações importantes como proteger a pele, os cabelos, os bichos de estimação e até o carro da fúria nociva do sol. Tudo somado, o resultado será lembranças mais felizes

para todos. E, é claro, não poderia faltar uma coleção de informações úteis sobre o lugar onde o leitor é rei: sua casa. Nossa equipe editorial preparou uma série de matérias sobre como tornar sua casa um lugar mais organizado, mais bonito, mais econômico, mais confortável e melhor para viver bem. Um leque eclético de informações, tratadas com um único foco: o bem estar das pessoas que fazem o brilho e o sucesso das cidades no raio de circulação de O ECO. Tudo isso com o padrão de qualidade que só Um Senhor Jornal é capaz de oferecer. Boa leitura!


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 7


Página 8

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

BELEZA

cabelos UMA PREFERÊNCIA

NACIONAL No topo das preocupações das mulheres, os cabelos – assim como a pele – demandam cuidados

O

Cuidados básicos: manter os cabelos limpos é essencial no verão. Enxágue bem na saída da piscina ou da praia e faça hidratações regulares

s cabelos não vivem apenas de xampu, cremes e penteados. Precisam de cuidados específicos e rigorosamente de acordo com o contexto externo. Quando o verão bate à porta, as altas temperaturas trazem a necessidade de cuidados especiais para manter a beleza durante a estação mais quente do ano. Uma dica básica e simples é manter cabelo e couro cabeludo sempre limpos. Suor e umidade facilitam o surgimento de seborreia e caspa, por exemplo. Evite prender os cabelos úmidos e, se possível, não use químicas. Vai nadar? Enxágue bem os ca-

específicos para manter a beleza mesmo em altas temperaturas; saiba como cuidar dos fios no verão

Cabelos precisam de cuidados especiais contra os raios do sol, o sal do mar e a química das piscinas

belos ao sair, prevenindo danos aos fios causados pelo sal do mar ou por elementos químicos da piscina. Evite máscaras capilares quando for tomar sol e os proteja da radiação com bonés, chapéus e produtos com filtro de proteção solar. Por fim, faça hidratações regulares (no verão, os cabelos tendem a ressecar) e tenha bons hábitos alimentares, que interferem na saúde dos fios. E, o que é mais importante, o stress libera substâncias que fragilizam cabelo e peles. Portanto, aproveite o calor e relaxe.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 9


Página 10

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

BELEZA

MAQUIAGEM: OS

hits DA ESTAÇÃO

Tão importante quanto acertar no corte de cabelo e no figurino é estar maquiada de acordo com a ocasião e as tendências da

E

ncontrar o equilíbrio entre os conceitos criados e expostos pelos mais importantes estilistas e marcas do mundo é o principal desafio de quem não abre mão de andar na moda, da cabeça aos pés, inclusive na pele. O

estação; conheça os looks que nasceram nas passarelas das principais temporadas de desfiles e que têm tudo para ganhar as ruas neste verão fim das principais temporadas de desfiles nacionais e internacionais dita a maioria das tendências que vão sair das passarelas e ganhar as ruas no dia a dia. Conheça quatro estilos que vão passar por adaptações para o cotidiano no verão.

Olhos alongados

Olhos delineados

Côncavo marcado Minimalistas

Há uma dificuldade das mulheres na hora de delinear os olhos. É normal precisar apagar parte do make para correções. Os olhos alongados propõem acabar com a necessidade de perfeição! Basta alongar a aplicação da sombra, ultrapassando o limite dos olhos com um puxado em formato de “V”, direcionado ao final da sobrancelha.

Delinear é uma das formas mais práticas e eficazes de evidenciar a beleza dos olhos, além de modificar o olhar no formato e na mensagem transmitida. Dependendo apenas de leves mudanças, este tipo de maquiagem transpassa ares de inocência, ousadia, feminilidade, sensualidade ou até mesmo de anarquia!

Poucas foram as marcas que apostaram em côncavos marcados, tendência que não tão inovadora assim: advém da década de 60, com adaptações nos anos 70 e conclusão na década de 80 com cores inusitadas. Para 2014, remete ao vintage e deve ser uma tendência utilizada em larga escala.

Simples de fazer, fáceis de combinar e versáteis. Na correria do dia a dia e indecisão da alma feminina, apostar em looks com a simplicidade do minimalismo ou com a facilidade de um único tom dominante são excelentes alternativas para compor esse look, carinhosamente apelidado de ‘acordei bonita’.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 11


Página 12

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

BELEZA

FORA Indesejáveis: Pesadelo de dez a cada dez mulheres, olheiras podem ser amenizadas ou disfarçadas com receitas caseiras ou maquiagem rápida

M

uitos as acham charmosas. Convenhamos, na correria da vida moderna, as olheiras não são uma opção. Podem ter origem genética, mas usualmente é fruto de noites mal dormidas, cansaço ou herança de exageros da noite anterior. Fato é que elas são um incômodo para dez a cada dez mulheres. É possível amenizar o problema ou, em último caso, disfarçá-lo. Os melhores conselhos são

olheiras! Herança de noites mal dormidas, cansaço ou ressaca, as olheiras existem para ser evitadas ou, em último caso, disfarçadas; tão simples quanto impossíveis: em primeiro lugar, dormir bem. Em segundo, não se estressar e diminuir a importância das preocupações. No campo do que é possível, uma receita caseira pode disfarçar os efeitos dessa cinzenta coloração: máscara de alface, cenoura e laranja. A utilização é simples, basta bater no liquidificador algumas folhas de alface com um terço de cenoura e uma laranja descascada.

Olheiras podem ser genéticas, mas geralmente são heranças de exageros, estresse e noites mal dormidas

confira dicas de tratamentos caseiros ou truques de maquiagem que podem amenizar a ‘paisagem’ cansada do rosto feminino Coloque círculos de algodão embebidos com soro fisiológico gelado nos olhos. Essa preparação irá contrair os vasos e ajudará na manutenção da circulação local. Em seguida, aplique a pasta por cima do algodão, mantendo os olhos fechados por 20 minutos. Enxágue e aplique filtro solar. Rica em vitaminas C e K, a máscara é um antioxidante que reduz a inflamação e aspereza da pele. Compressas com água de

coco gelada por 20 minutos ameniza o aspecto de cansaço. Se você tem menos tempo, a maquiagem é a saída. Um corretivo rosado com o dedo ao redor dos olhos é o começo. Depois, deixe a pele uniforme, usando uma base no tom exato. Evite pó compacto, que marca os sinais e tira o brilho da pele. O lápis preto deixa o aspecto ainda mais pesado e tons frios de blush, batom e sombras, que ressaltam as olheiras.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 13


Página 14

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

BELEZA

As frutas da estação: Bergamota, blueberry e maçã são algumas das frutas que emprestaram fragrâncias para os perfumes que serão tendência no verão 2013/2014

VERÃO COM CHEIRINHO DE

frutas & flores Antes restritas ao mundo dos xampus e condicionadores, frutas viram foco das atenções da

E

les tornaram-se sinônimos de frescor e vão chegar com força para o verão 2013/2014. São os perfumes com tons frutais. Pera, bergamota, blueberry, maçã e muitas outras frutas estão nesse mostruário. É só escolher a sua preferida e a que mais combina com a sua personalidade. Antes usadas exclusivamente

em xampus, sabonetes em barra ou líquidos, as frutas hoje dominam a perfumaria e são sempre lembradas quando a temperatura começa a subir. Além de refrescar, remetem à cor e alegria. Segundo especialistas, o sucesso das notas frescas na fragrância tem total relação com o clima tropical. Informação atestada pelo fato de que boa parte da nova

perfumaria e fragrâncias frutais são tendência forte; tons cítricos e inspirados em flores nunca saem de moda

Suaves, frutais são perfeitos para o quente verão brasileiro

safra de lançamentos tem uma direção olfativa floral, que combina o frescor das frutas com a feminilidade das flores. Enfim, perfeitos para a mulher brasileira. Nas fragrâncias nacionais e importadas lançadas nos últimos seis meses, os toques cítricos estão presentes. Bergamota, mandarina e o limão siciliano também são opções de leveza e

frescor. No entanto, perfumes à base de flores nunca saem de moda e as empresas lançam novas linhas a cada temporada. A rosa e o jasmim, base da perfumaria feminina, continuam em alta, com fragrâncias intensas e marcantes. A doce e sensual flor de laranjeira está na lista de atrações desta estação de calor.

Sempre em alta: Doce e sensual, flor de laranjeira aparece como destaque de uma base que tem as fragâncias de rosas e jasmins como opções clássicas


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 15


Página 16

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

BELEZA

Fera: animal print é tendência também para as unhas

COM AS MÃOS EM DIA E COM

estilo Essencialmente femininas, as unhas são parte importante do figurino da mulher e podem ser o fiel da balança para o certo

P

ouco adianta acertar no visual dos pés à cabeça, se os esmaltes estão descascados ou fora do padrão do restante do figurino. Certo? Portanto, para começar a falar das “mãos” que vão estar na moda no verão 2013/2014, é importante ressaltar que as novas tendências quebram alguns paradigmas,

por exemplo, unhas brilhantes ou chamativas não estão mais restritas aos looks noturnos. Por ser uma estação quente, é recomendável usar sempre os melhores produtos. Do contrário, qualquer temperatura pode estragar seu acabamento. Os animal prints (desenhos com estampas de animais) estão em alta para roupas, calçados e

ou para o errado; confira o que está em pauta para este verão e escolha seus padrões sem medo de cometer gafes

Cores chamativas não estão mais restritas aos looks noturnos

chapéus. As unhas não ficam de fora dessa tendência. Esmaltes com glitter são uma boa opção e tem a vantagem de sempre estarem disponíveis em várias cores. Caso você não seja fã de decoração, pode usar unhas postiças ou até mesmo aderir aos adesivos de unhas. Há no mercado produtos de excelente qualidade. Para quem prefere se man-

ter mais discreta, tons pastéis são uma boa saída. Tons pastéis são uma saída para quem é tímida e não gosta de algo chamativo. Mas as tendências para decoração de unhas seguem os modelos apresentados nas passarelas, com cores fortes e vibrantes. A palavra de ordem é misturar, explorando cores e estampas.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 17


Página 18

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

BELEZA

APROVEITE O VERÃO SEM PRECISAR FUGIR DO

sol

Micoses, manchas, brotoejas e até queimaduras ou câncer de pele: grandes e pequenos, os perigos chegam junto com a

Cristiano Guirado

F

im de ano, festas, calor, praia, piscina... A época mais quente do ano tem os seus encantos, mas também seus perigos, que podem ser pequenos como micoses ou até queimaduras e com risco de câncer de pele. “Pessoas não acostumadas a tomar sol e que fazem longas exposições podem ter insolação e até queimaduras com formação de bolhas. Repetindo esse comportamento, em longo prazo, correm o risco de desenvolver um câncer de pele”, adverte a dermatologista Marisa Moretto. É um perigo generalizado, mas segun-

Cartilha do verão: Protetor solar é essencial e deve ser aplicado pelo menos 30 minutos antes da exposição ao sol; calor também pode causar alergias, manchas, micoses e queimaduras

estação mais quente do ano; dermatologista dá dicas de como preparar a pele para curtir o verão sem contratempos

O ideal é começar com dez minutos por dia e evitar o horário de sol mais forte, entre 10h e 16h.

do ela, existe um grupo de risco. “Pessoas com peles mais claras têm risco maior”. Marisa explica que é possível

“treinar” a pele para o verão, com exposições constantes por períodos menores. “O ideal é começar com dez minutos por dia e evitar o horário de sol mais forte, entre 10h e 16h. Isso acostuma a pele a produzir mais melanina”, diz. E esta é uma dica interessante, por exemplo, para quem está com viagem marcada para o Litoral. O protetor solar é um acessório que não pode faltar. “Tem que usar todos os dias, pelo menos 30 minutos antes da exposição ao sol. No mínimo, fator 20, mas como as pessoas acabam não usando a quantidade necessária, é normal o dermatologista indicar um fator mais alto”, finaliza.

Evite micoses e alergias em bebês e crianças O verão também é época de aumento de casos micose, por causa do calor e umidade do corpo. Virilhas, pés e axilas são os pontos mais afetados. Uma forma de evitar é tomar vários banhos ao dia, tomando o cuidado de enxugar bem as áreas ameaçadas. “E se notar algo diferente na pele, é preciso procurar tratamento, porque a tendência da micose é se espalhar pelo corpo”, diz Marisa Moretto.

As brotoejas, popularmente chamadas de “alergia ao calor”, são comuns nesta época do ano em bebês e crianças pequenas. “É uma reação do corpo ao aumento do suor, principalmente no pescoço e na cintura, região das fraldas”, explica a médica. “O ideal é deixar a criança bem à vontade, com roupas leves e se possível evitar fraldas, dar banho com água morna ou fria e dar bastante líquido”, orienta.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Casa da Vó Presentes e brinquedos

Feliz Natal e próspero Ano Novo! Venha nos visitar! Rua Coronel Joaquim Gabriel, nº300 - Centro - Lençóis Paulista

(14) 3263-2377

Página 19


Página 20

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

COTIDIANO

Papai Noel

existe

e vive aqui

É Natal!: Papai Noel entrega presentes para as crianças na Casa da Cultura

O espírito do Natal move a solidariedade no coração de pessoas comuns, que se doam para fazer crianças mais felizes;

conheça as histórias de alguns desses voluntários anônimos que garantem a alegria de muitos nas festas de final de ano


suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

Página 21

COTIDIANO Saulo Adriano

P

apai Noel existe e pode ser seu vizinho. Muitas vezes, ele passa despercebido enquanto, silencioso, realiza sonhos de Natal. Em Lençóis Paulista, Papai Noel tem muitos rostos e nomes. Entre tantos, ele atende por Sandra, Raphael, Jeremias e muitos outros voluntários anônimos. São pessoas comuns que têm uma vida normal até que se lançam ao trabalho voluntário de arrecadar produtos, organizar cestas e aparecer de surpresa na porta das casas de famílias carentes entregando presentes, esperança e sorrisos. Todos têm um único espírito: melhorar o Natal de quem tem pouco e depende da solidariedade alheia para sorrir. Sandra Borin Freitas, por exemplo, é Mamãe Noel o ano todo. Assistente social, ela coloca o coração na Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e pela Vida. Mês a mês, Sandra mobiliza voluntários – um pequeno exército que chega a 250 pessoas - para arrecadar alimentos que são colocados à mesa de 150 famílias carentes. No Natal, o volume de famílias atendidas dobra, leva 300 cestas para cerca de 1 mil pessoas. Além do básico, a cesta de Natal tem refrigerantes, panetones e guloseimas que fazem os olhos das crianças brilharem de um jeito diferente. Dos 16 anos da Ação da Cidadania na cidade, Sandra atua há dez na entidade que nasceu do objetivo claro de combater a fome entre as populações carentes na área urbana e zona rural. São atendidas famílias com renda mensal insuficiente para o sustento dos seus membros e a estrutura é mantida pela generosidade de instituições, empresas e pessoas comuns. Experiente no trabalho, Sandra revela que há comoção maior dos doadores para a época de Natal. “É o que possibilita montar cestas especiais, incrementadas com doces, refrigerantes e panetone. Isso é importante, porque há

“A coisa mais linda que se pode imaginar é a criança abrir o sorriso porque o Papai Noel visitou sua casa. Para a criança, Natal sem Papai Noel não é Natal completo.” Jeremias dos Santos, funcionário público

“Nosso trabalho é com as famílias carentes e nosso objetivo é atender com uma cesta básica mensal.” Sandra Borin Freitas, assistente social famílias que não têm condições de comprar um panetone para comer no Dia de Natal”, diz. A força que move Sandra é o amor. “Na entrega da cesta de Natal, a família vê os produtos diferentes e muitos choram. Adultos e crianças choram porque têm aquela necessidade, aquele desejo. É

Papai Noel existe, com muitos rostos e nomes

uma realidade que a gente conhece de perto e que, se você faz alguma coisa para melhorar, se sente meio que Mamãe Noel naquela hora”, conta e segura a própria emoção. Querido Papai Noel, Noel também é o outro nome do servidor público Jeremias

dos Santos, que há mais de uma década se engaja no projeto que seleciona cartas que as crianças escrevem pedindo presente de Natal. Ele se fantasiou de Papai Noel várias vezes para entregar os presentes doados pela comunidade, que escolhe uma cartinha e adota um afilhado a cada Natal.


Página 22

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

COTIDIANO Ao narrar sua experiência pessoal, Jeremias revela sua emoção. “A coisa mais linda que se pode imaginar é a criança abrir o sorriso porque o Papai Noel visitou sua casa. Para a criança, Natal sem Papai Noel não é Natal completo. A festa perde um pouco do brilho”, acredita. A cada ano, o número de cartas endereçadas a Papai Noel aumenta. Em Lençóis, chegam a centenas. Grande parte é atendida pela ação que busca doação dos presentes junto à comunidade. “Já chegamos a entregar 250 presentes em um Natal, de bicicletas e skates a bonecas e carrinhos. Para a criança, a emoção é sempre grande por receber seu presente de Natal. O momento é mágico e inesquecível”, afirma. Entre as tantas histórias que o Papai Noel Jeremias viveu e não consegue esquecer é a de uma criança que, após receber o presente, pediu outro que ele nem imaginava que pudesse entregar. “Ela me disse: eu quero sentir o cheiro do Papai Noel. É um mundo de fantasia que a criança vive como se fosse realidade. Fiquei tocado com aquilo”, conta.

“Quem recebe o verdadeiro presente somos nós, quando vemos nas famílias aquele sorriso que é verdadeiro, que é a forma de agradecimento que essas pessoas têm.” Raphael Coneglian, estudante do ensino médio

Solidariedade não tem idade A mesma experiência de Natal é compartilhada pelo adolescente Raphael Coneglian, de 17 anos, estudante do ensino médio. Ele é conselheiro da ordem DeMolay, movimento mundial da maçonaria que promove a filantropia. Raphael lidera uma ação social que já tem mais de dez anos, o projeto Natal Feliz. “Em Lençóis, somos um grupo de jovens com idades entre 12 e 21 anos que estuda sete virtudes: amor filial, reverência pelas coisas sagradas, cortesia, companheirismo, fidelidade, pureza e patriotismo. Nossa principal função é a filantro-

pia”, apresenta-se. O grupo segue o lema de que é preciso ser útil à sociedade. “O projeto Natal Feliz é nosso principal trabalho filantrópico, embora realizemos vários”, aponta. Os jovens DeMolays dedicam o segundo semestre do ano arrecadando donativos e levantando recursos para comprar cestas de alimentos e presentes, que são distribuídos às vésperas do Natal para famílias carentes. As famílias, pelo menos 15 a cada ano, são indicadas pelo Serviço Social do município. Todos na casa são presenteados pelos jovens que se vestem de Papai Noel e ajudantes. Os

Quem recebe o verdadeiro presente somos nós, quando vemos nas famílias aquele sorriso que é verdadeiro, que é a forma de agradecimento que essas pessoas têm

adultos da casa recebem a cesta para a ceia de Natal, com alimentos básicos, carnes e refrigerantes. As crianças ganham presentes individuais com o nome delas escritos na embalagem, geralmente brinquedos adequados à sua faixa etária. “A gente não espera nada em troca. Só queremos tornar o Natal daquelas famílias mais feliz”, resume. Os sentimentos que afloram nos encontros de Papai Noel com as famílias sempre são intensos. “Comove a gente quando a criança pega o refrigerante da cesta e fala: mãe, é Coca-Cola de verdade! Isso re-

nova a força para continuar e ampliar o projeto”, revela. Outro dia marcante para Raphael foi quando, na entrega em uma casa, a vizinha se aproximou e disse ao grupo que no ano anterior ela havia recebido o presente dos DeMolays e que aquele Natal fora inesquecível para sua família. “Isso acontece sempre, mas quem recebe o verdadeiro presente somos nós, quando vemos nas famílias aquele sorriso que é verdadeiro, que é a forma de agradecimento que essas pessoas têm”, finaliza Raphael.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 23


Página 24

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

NA MÍDIA

água que

tucano não bebe? Na primeira semana de dezembro, o vereador Manoel dos Santos Silva aceitou a missão de entregar uma garrafa da premiada cachaça lençoense, produzida pelo Engenho São Luiz, ao governador Geraldo Alckmin. Manezinho infiltrou-se entre as lideranças tucanas para chegar com a aguardente até o bicudo maior. Conseguiu! Alckmin visitava duas cidades da região - Agudos e Botucatu - na quinta-feira 5. Recebeu e agradeceu o presente.

lançamento

momentos

Na segunda-feira 9, os empresários Edmilson e Marisa Casagrande receberam amigos e convidados para o encontro de lançamento da edição 2013 da Festa da Uva e do Vinho, na Vinícola Casagrande. O evento teve cobertura do programa Sabor Brasil, da TV Preve. O diretor de Desenvolvimento, Geração de Emprego e Renda, Altair Toniolo, o Rocinha, prestigiou o evento, e aproveitou para fotografar ao lado dos anfitriões Edmilson e Marisa Casagrande.

marcantes Um dos eventos mais badalados do ano foi a apresentação do Coral Zillo Lorenzetti, que dominou os assuntos em todas as rodas de bate-papo e cujas fotos espocaram nas colunas sociais. Revisitamos o evento para evidenciar um momento especial registrado pelas nossas lentes: o encontro de duas amigas de longa data que compartilham do talento musical, a prefeita Bel Lorenzetti e a empresária Célia Gomes Bianchini.

confraternos Uma presença especial da noite: o chef internacional Gigio Coniglio, que foi atração da festa Melhores do Ano do jornal O ECO em 2011.

Final de ano é tempo de reunir equipes, renovar os laços de parceria e amizades conquistadas no trabalho e planejar sucessos futuros. Filosofia seguida à risca pela Zabet, que no começo de dezembro reuniu seu time para celebrar o ano que se encerra.

Na foto acima João Farias, Uilson, Elder e Alcides Carmelino; ao lado Rosangela, Sarita, Francielly, Henrique, Ademir e Kelvin


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 25


Pรกgina 26

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 27


Página 28

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

MODA

Confortáveis As rasteirinhas virão com força total neste verão e aparecem bastante incrementadas com brilho ou pedraria

tendências com os pés

cheios de cores Especialistas apontam os modelos coloridos como tendências para o verão e os mostruários serão repletos de

O

colorido é a aposta dos especialistas para o verão 2013/2014, para deleite dos fashionistas apaixonados por modelos em cores quentes e vibrantes. Nos pés, a estação de calor promete ser bastante acesa. Nas vitrines já é possível ver as coleções de calçados em cores chamativas e quentes. Para quem não gosta chamar a atenção, os tons neutros ou cores discretas como salmão podem ser opções.

cores chamativas e cartelas quentes; transparências e modelos metalizados também aparecem com força

No entanto, degradês, cores flúor e os tradicionais rosas, laranjas, azuis, verdes e amarelos ditam as preferências. As transparências são uma possibilidade, seja para sapato, sandália ou sapatilha com detalhes ou inteira transparente. Em plástico ou acrílico, essa tendência vai fazer a cabeça (e os pés) das mulheres descoladas. Outra forte tendência são os calçados metalizados, que apareceram em peso nos desfiles internacionais e estão

nos editoriais das grandes marcas. O dourado aparece um pouco, mas prateados e coloridos são as grandes vedetes. Amigas dos pés, as confortáveis rasteirinhas voltam com tudo e bem ricas em detalhes, com muito brilho ou pedrarias. São extremamente versáteis e podem ser usadas com qualquer roupa e em qualquer lugar, desde passeios a céu aberto a eventos mais formais. Os saltos ocupam lugar de destaque nas coleções, trabalhados e mais grossos.

Amigas As anabelas também serão aposta certa para a temporada de calor, rústicas (de cortiça ou madeira) e mescladas com cores vibrantes, elas vão ganhar os pés de muitas mulheres na estação

Novamente, a transparência aparece em saltos de acrílico colorido. As anabelas também vão marcar presença na próxima temporada, principalmente modelos com saltos em materiais rústicos como cortiça ou madeira. Por fim, os sapatos de bico fino estão entre os vips desta temporada primavera/verão. Além de clássico e elegante, o modelo tem a vantagem de alongar a silhueta. Perfeitos para as mulheres que gostam do estilo!


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

PĂĄgina 29

 AVIAMENTOS  TECIDOS  CAMA  MESA  BANHO  FANTASIAS INFANTIS (MASCULINO E FEMININO) Rua Geraldo P. de Barros, 719 Centro - Lençóis Paulista

(14) 3263-4478 (14) 3263-1701

Pensou em presente? Pensou em... -0+"

R. XV DE NOVEMBRO, Nº 398 - CENTRO t-&/¹*41"6-*45"

šŸŹ

Desejamos a todos um Feliz Natal e um PrĂłspero Ano Novo!

-0+"

R. XV DE NOVEMBRO, Nº 346 - CENTRO t-&/¹*41"6-*45"

$0/'*3"

0.&-)03 13&Âą0%" $*%"%&

-0+"

3(6"*"/";&4 /�Ź.0/5&";6t-&/¹*41"6-*45"


Página 30

suplemento mensal do jornal O ECO

MODA

CABEÇA FEITA E

protegida Milenares, os chapéus sempre voltam aos catálogos de moda com sua elegância e modernidade como aposta certa para o

P

ode perder a vergonha de prestar atenção em chapéus e bonés quando visitar uma loja de roupas e acessórios. Especialistas garantem que os milenares protetores contra o sol são apostas certeiras para os figurinos desta temporada primavera/verão. Principalmente com a previsão de um dos verões mais intensos dos últimos tempos. A proteção aos olhos, cabelos e rosto nuca esteve tão em alta e tão valorizada por médicos, especialistas em moda e – principalmente – pelo consumidor. Os bonés e chapéus estão bem democráticos e ecléticos.

figurino dos meses quentes; as previsões são de um verão intenso neste ano e o acessório ajuda na proteção do rosto e da cabeleira

Aposte em bonés diferenciados. Além dos tradicionais – dos quais os adolescentes gostam tanto –, os novos modelos deixam seu visual mais moderno, além de protegido. Vale até investir em peças com aplicações - seja de flores, laços ou tecidos ou com estampas de animais. O bom e velho chapéu de palha com abas largas continua em alta. Mas nesta temporada ele pode vir com detalhes, como fitas e fivelas, flores ou faixas de tecidos estampados. Para ambientes urbanos, os modelos mais indicados são o chapéu panamá ou de palha com abas mais estreitas.

Os bonés serão parte importante do vestuário feminino no verão (à dir.). Os bons e velhos chapéus de palha com abas largas (ao alto) continuam com tudo nesta estação. Chapéus panamá ou palha com abas curtas (acima) são indicados para ambientes urbanos

revista GENTE


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 31


Página 32

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

MODA

seu jeito Atualizada e sem perder

o estilo O calor chegou! Hora de atualizar o visual para o verão de acordo com a personalidade de cada um; conheça os

T

odas as impressões e comentários sobre moda, dicas de tendências e etc, de nada valem sem a interpretação pessoal de quem vai usar as roupas. Nós damos

Estampas Orientais Hoje, a moda diferente se volta para o oriente. Invista nas estampas com dragão de fogo, flor de lótus, peônia e hibiscos, uma tendência ousada que tem tudo para emplacar.

Listras As listras em todas as direções produzindo silhuetas gráficas continuam muito fortes nesta temporada. As cores em todos de cinza (ou verde e vermelho) caracterizam a tendência.

estilos e estampas que formam a tendência da moda para a estação e renove-se sem perder sua individualidade’ a dica, a sua tarefa é avaliar as peças e tendências de acordo com seu estilo pessoal, renovar seu figurino e andar sempre bonita na estação mais quente do ano.

Brilho dourado O dourado em bordados de lantejoula vai fazer a primavera/verão brilhar em casacos, vestidos e calças. O efeito espelhado é sexy, mas é preciso cuidado para fazer bonito.

Hawaii Babados De volta nessa temporada criando um efeito de super sensual sobre o decote, cintura e punhos.

As estampas havaianas estão em plena sintonia com a primavera. Pense em flores de hibisco, aves-do-paraíso, beija-flor e folhas de palmeira.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 33


Página 34

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

ENSAIO

o calor está na

MODA Confira a coleção PrimaveraVerão da Hot Wear e conheça as peças que são sucesso nos meses quentes do ano;

ela Ana Júlia Rossi Baptistella Geminiana Estudante Como hobby, gosta de cantar

aproveite a série de sugestões de looks para curtir e arrasar nas festas de final do ano, com conforto e estilo


suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

ENSAIO

ele André Luiz Bosi Gasparini Ariano Faz faculdade de educação física e trabalha na área esportiva Para se divertir, gosta de sair com os amigos

onde encontrar Hot Wear Rua Dr Antonio Tedesco, 281 - Lençóis Paulista Telefone (14) 3263 3263 Yes Boots Rua Dr Antonio Tedesco, 231 – Lençóis Paulista Telefone (14) 3263 3262

agradecimentos Fotos: Studio A Maquiagem: Juliana do salão Shirley – Cabelo & Beleza Cabelo: Shirley – Cabelo & Beleza

Página 35


Página 36

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

CASA

KIT BÁSICO DE

sobrevivência Cristiano Guirado

V

ocê finalmente tem sua própria casa? E agora? Você sabe qual o conjunto básico de ferramentas que precisa para manter seu lar funcionando no dia a dia? Gustavo Marques, vendedor da Ferragens São Carlos, dá uma lista de dez itens que são muito úteis (quando não, essenciais) para pequenos reparos do cotidiano. O primeiro item que ele cita é um alicate universal, instrumento usado tanto para apertos de grande pressão como para corte de fios e arame. E você ficaria surpreso de ver quantos parafusos existem em sua casa, nas paredes ou nos móveis.

Casou? Saiu de casa? Saiba quais são as ferramentas que não podem faltar e ajudam em pequenas Para isso, dois conjuntos de chaves (fenda e Philips) vão bastar. Uma chave ajustável, arco de serra e veda rosca podem garantir a qualidade do acabamento de uma troca de torneira ou encanamento. Um rolo de fita isolante vai dar segurança à fiação recém-reparada ou trocada. Lápis de carpinteiro, estiletes e

emergências; martelo, chaves de fenda e Philips, arco de serra e alicate: monte seu kit básico de sobrevivência doméstica

Com ferramentas certas, qualquer um escapa do aperto no dia a dia

trena vão ser muito úteis para decidir onde colocar um móvel novo ou como redecorar um ambiente. Eles também vão ajudar quando precisar fazer furos na parede para pendurar um quadro ou fixar uma prateleira. “Com essas ferramentas, a pessoa não passa aperto no dia a dia”, garante Marques, em entrevista à revista Gente. “Atende tranquila-

mente às necessidades, sem complicação”, continua. E o conjunto não sai caro. Dependendo das marcas, é vendido entre R$ 100 e R$ 150. “Se tiver uma furadeira, melhor”, acrescenta o vendedor. Neste caso, a compra pode ficar um pouco mais cara, mas nem tanto. O equipamento pode ser encontrado por valores a partir de R$ 110. Marques desaconselha, no entanto, amadores tentarem reparar danos graves nas partes hidráulica e elétrica da residência. “São situações que podem piorar com a intervenção de uma pessoa não especializada, no caso da parte elétrica, um acidente pode até levar a óbito”, finaliza.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 37


Página 38

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

CASA

S

ala, cozinha e banheiro. Sejam casados, solteiros ou divorciados, todo mundo que tem uma casa passa enorme parte do tempo dedicando-se à arrumação do ambiente onde se vive, tentando deixar esses três ambientes em ordem. E o que é pior, nem sempre os resultados são satisfatórios e isso só é percebido depois de um investimento muito grande de tempo e energia. No entanto, dicas úteis e simples podem trazer agilidade à tarefa de manter o lar em ordem e sempre confortável e aconchegante Na cozinha, pequenas alquimias fazem milagres. Por exemplo, algumas gotas de vinagre no recipiente do detergente aumentam o seu poder de tirar

Sala, cozinha e banheiro Dicas úteis facilitam a arrumação desses três cômodos fundamentais para que sua casa seja sempre um gordura e dar brilho às louças. Cheiro de alho, cebola ou água sanitária nas mãos é coisa do

ambiente agradável e harmônico; economize tempo e energia sem deixar de lado as obrigações com o lugar em que você vive

passado. Basta esfregar os dedos em uma peça de aço inoxidável sob água corrente.

No banheiro, não é o cesto de lixo o problema. O mau cheiro geralmente vem do cesto

de roupas sujas. O lugar delas é na lavanderia! Limpe bem a pia depois de escovar os dentes. Os resíduos de pasta secam e dão um ar desleixado ao espaço. Por fim, mantenha uma planta no cômodo, ajuda a circular a energia do ambiente. Finalmente na sala, prefira estofados da mesma cor da parede, eles deixam o ambiente mais aconchegante. Modismos de decoração devem ficar restritos aos detalhes, peças pequenas de fácil remoção quando o estilo sair de moda. Coloque um sofá de frente para o outro, facilita a comunicação entre as pessoas e lembre-se de acrescentar um pouquinho de açúcar (ou 1 aspirina) na água do vaso de flores. Vai mantê-las bonitas por muito mais tempo.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 39


Página 40

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

CASA Aconchegante, elegante e alegre, sua cozinha pode ser um dos lugares da casa que você mais gosta, mas pode esconder perigos de acidentes graves

CUIDADO COM A SUA

cozinha

Entre todos os cômodos da casa, a cozinha é um dos lugares onde há mais riscos de acidentes; saiba Uma das líderes nas estatísticas de acidentes domésticos, a cozinha, onde se prepara a comida para a família, deveria ser um lugar de boas inspirações. E pode ser assim com pequenas dicas de segurança que fazem uma enorme diferença. Fogo, água, energia elétrica, líquidos quentes, lâminas afiadas e objetos pontiagudos não perdoam em casos

como evitá-los para que a hora da refeição seja sempre um momento de boas lembranças

de descuido. Deixar o piso molhado para limpar mais tarde pode provocar quedas com fraturas ou lesões graves. O botijão de gás deve ficar fora da cozinha. As facas devem ser guardadas com o corte virado para baixo, protegendo-se da ponta afiada. Cuidado também ao deixar talheres sujos dentro da pia. Outra pessoa pode

se ferir mais tarde ao tentar manusear a louça. Jamais deixe ligados na tomada os eletrodomésticos de uso esporádico (como o liquidificador, por exemplo). Evite acomodar papéis, guardanapos ou qualquer tipo de tecido próximos ao fogão: você pode criar um foco de incêndio difícil de controlar no momento do acidente.

Protegendo a cozinha das crianças e as crianças da cozinha Para quem tem crianças em casa, por exemplo, o cuidado extra não é uma opção. O acesso dos pequenos tem que ser restrito. No fogão, dê preferência por usar as bocas de trás. Nunca esqueça dos cabos panela virados para a parede, dificultando o alcance dos pequenos. Na mesa de jantar,

cuidado com toalhas compridas, principalmente se tiver comida quente ou talheres em cima: as crianças podem se sentir tentadas a puxá-la. Gavetas de talheres devem, de preferência, ter um lacre de segurança. Louças e vidraçarias também devem ficar longe do alcance das mãozinhas curiosas.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 41


Página 42

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

CASA

Tradicional Na hora de decorar a casa para o Natal, consumidor lençoense se apega às tradições e prefere motivos nas cores verde, vermelho, branco e dourado

O Natal

DA ESTAÇÃO

Verde, vermelho, branco, ouro: na hora de decorar, lençoense tem preferência pelo que há de clássico em matéria de motivos

Cristiano Guirado

O

Natal é em maio? Para os comerciantes que reservam um espaço em suas lojas para expor e vender os enfeites natalinos, sim. É nesta época que acontecem as principais feiras do tema em São Paulo, demonstrando para os lojistas quais são as principais tendências para a celebração de dezembro. “Nas feiras são demonstrados os produtos que fizeram sucesso na Europa em outras temporadas. E cada comerciante analisa e aposta no que mais for agradar o seu público”, explica Eliana Marçal, da

Bia Decor. Segundo ela, em Lençóis Paulista e cidades da região, as cores e peças clássicas são as mais pedidas. “O que foge muito do vermelho, verde, branco e dourado tem pouca procura. O consumidor prefere a decoração tradicional”, afirma. Nesse tom, árvores de Natal e seus enfeiteis estão sempre no topo da lista. “Muitas pessoas que já tem árvores prontas de Natais passados não deixam de comprar um ou enfeite para incrementar a decoração”, revela. “Velas e imagens de santos também têm bastante procura, sem contar os presépios e a Sagrada Família, que nunca saem de moda”, completa.

natalinos; presépios e imagens sagradas continuam sendo as grandes pedidas para a celebração do Natal

Presépios e a Sagrada Família continuam entre os mais pedidos


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 43


Página 44

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

Os chuveiros continuam sendo os principais consumidores de energia elétrica, seguido pelas geladeiras

CASA

economizar sim, mas sem perder a

luz!

Você gosta da sua casa sempre bonita e bem iluminada, mas não quer sustos com a conta Apagar as luzes e ponto final? Vai longe o tempo em que essa era a principal medida para economizar energia elétrica em casa e reduzir a conta no final do mês. Sua casa e seus utensílios domésticos – tão úteis no dia a dia – escondem consumos que você desconhece e que pesam na hora de pagar a fatura. Desligar coisas continua sendo uma boa atitude. O computador, por exemplo, gasta uma

quantidade considerável. O monitor tradicional consome de 60% a 80% da energia usada pelo computador. A tela de cristal líquido pode economizar até 40% em relação ao total gasto pelo equipamento. As lâmpadas fluorescentes compactadas são mais caras. É verdade! Mas podem representar uma economia de até 80% de energia elétrica. E ainda tem a durabilidade maior, entre 8 mil

de energia elétrica? Atitudes simples são decisivas no gasto mensal de sua residência

e 10 mil horas, enquanto as incandescentes duram em média mil horas. O chuveiro é o eletrodoméstico que mais gasta energia em uma casa. Se possível, utilize um sistema de aquecimento solar, ao invés do chuveiro elétrico. A geladeira só perde para o chuveiro em questão de consumo. Deixá-la em local bem ventilado e fazer o degelo com regularidade são medidas que reduzem bem a energia

gasta pelo eletrodoméstico. O ferro de passar roupas também é um dos gastões de energia elétrica. Acumule a maior quantidade possível de roupas, para passá-las de uma só vez, porque o ferro consome mais energia no aquecimento inicial. Reserve as roupas leves (por exemplo, as feitas de nylon ou lingeries) para serem passadas logo que você desligar o ferro, pois ele permanecerá quente por mais 10 minutos pelo

menos. A regra é a mesma para a máquina de lavar: acumule o maior número possível de peças, use a capacidade máxima determinada pelo fabricante. Evite secadoras de louças ou de roupas. Prefira a luz solar, gratuita e bem mais saudável para realizar este serviço. Utilizar o forno micro-ondas para tudo também pode ser considerado um luxo. Para economizar, prefira o fogão a gás.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 45


Página 46

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

CASA

Especialista na arte de

presentear Com mais de 20 anos de atuação no comércio de Lençóis, Casa da Vó revive o pioneirismo de apostar nas listas de presentes para festas de casamento

– inclusive com bônus para os noivos – e respira nostalgia de ver as crianças de outrora presenteando seus filhos; “é muito gostoso isso”, diz Regina Gabriel Cristiano Guirado

Pioneiros Casa da Vó revive pioneirismo das listas de presentes para casamentos e investe em bonificação para os noivos

H

oje é comum acontecer em Lençóis Paulista e região de as pessoas deixarem uma lista de presentes em lojas especializadas e seus convidados (para festas infantis, de casamentos e bodas de prata ou ouro) comprarem os itens pré-marcados. Se hoje é normal é porque alguém, há tempos, adotou esse formato de atendimento do público. Esse “alguém”, no caso, é a Casa da Vó, que no dia 8 de dezembro completou 23 anos de atuação no comércio lençoense. “Sempre fizemos esse atendimento por listas de presentes. No começo, o pessoal não gostava. Os convidados achavam deselegante comprar o presente de uma lista”, conta a proprietária da Casa da Vó, a empresária Regina Gabriel. Paradigma totalmente superado. Atualmente, cerca de dez listas de festas infantis ou casamentos estão nos balcões da loja. Lembrança automática de quem pensa em comprar um brinquedo, a Casa da Vó ressal-

ta a aposta na linha de presentes para a casa toda. Inclusive, com um bônus para o presenteado: a loja vai dar um bônus de 5% do valor total da lista para os noivos. Por exemplo, de uma lista que totalize R$ 3 mil, os donos da festa serão bonificados em R$ 150. Segundo Regina Gabriel, quando o assunto é a festa de casamento, itens que nunca faltam nas listas são “presentes” para a casa. “Principalmente a parte de utilidades, como aparelho de jantar, baixelas, faqueiro e jogo de panelas. Quando o noivo vem junto para fazer a lista, é certeza que entrarão artigos para churrasco, jogos de cristal e copos de cerveja”, observa. Regina ressalta, ainda, um momento nostálgico vivido pela loja nos últimos anos. “Tem sido bastante comum pessoas que eram crianças na década de 1990 e ganhavam presentes daqui virem até a loja para comprar presentes para os seus filhos. E eles se lembram muitos dos brinquedos que saíram de linha e agora voltaram. É muito gostoso isso”, finaliza.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 47


Página 48

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

CASA

NOVOS TEMPOS

novos hábitos à mesa Gerente de restaurantes desde 1996, Gláucio Sasso analisa a evolução do setor em Lençóis e registra a mudança de

comportamento do consumidor; “antes, não havia essa preocupação, mas hoje as pessoas buscam vida mais saudável”, diz

Cristiano Guirado

Q

uem trabalha há muito tempo tem um ramo específico que consegue descrever a evolução técnica e estrutural de sua área de atuação. Quando se pensa em restaurantes em Lençóis Paulista, essa figura é Gláucio Sasso, gerente do restaurante Golden Grill, que desde 1996 milita no setor. “A tecnologia é muito importante, sempre digo que é como uma escada que nos permite colher os frutos mais bonitos, que ficam sempre no alto da árvore”, diz, em entrevista à revista Gente. “Em nossa área, existe muita preocupação com a qualidade e muita tecnologia. E essas duas coisas se tornaram essenciais”, avalia Sasso. “Não há mais espaço para improvisos no ramo de restaurantes e ninguém consegue começar um negócio se não estiver estruturado”, considera. Mudando de assunto –

Através dos tempos Com 17 anos de experiência no ramo, Gláucio Sasso observa evolução da atividade de restaurantes em Lençóis Paulista e a mudança nos hábitos de consumo

mas nem tanto –, Gláucio observa também a mudança no comportamento do consumidor ao longo dessas quase duas décadas em que ele trabalha no setor. Variação que obrigou os restaurantes a adaptarem seus cardápios. “As pessoas estão mais preocupadas em ter uma vida saudável”, anota. “Antes não havia essa preocupação. Hoje, apesar de sermos uma ‘grill’, não podemos deixar de ter uma boa mesa gourmet, comidas mais leves, frutas todos os dias”, revela. Segundo ele, a aceitação de alguns produtos são o termômetro desses novos tempos. “Antigamente, havia uma resistência do consumidor às carnes de peixe, por exemplo. Hoje, seguramente metade do total de carne que é consumida aqui no restaurante é de peixe. O arroz integral é outro produto que antes pouca gente conhecida e hoje ele é bem mais consumido que o arroz convencional”, finaliza.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 49


Página 50

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

CASA

Além de pessoas e animais, carros também sofrem com o verão e medidas de proteção podem aumentar a vida útil do seu veículo

carro também

sofre! Veículos precisam de cuidados especiais nos meses mais quentes do ano para que a contabilidade das férias não termine no vermelho; Protetor solar, hidratação intensiva, evitar horários de sol mais forte, roupas leves, alimentação adequada. A maioria das pessoas sabe de cor e salteado os cuidados mínimos com a pele que precisam tomar durante os meses mais quentes do ano. Mas, e o carro? Considerados membros da família, os veículos também sofrem como as temperaturas mais quentes. Sol forte, calor, chuva, maresia, umidade e os excessos do dono são os inimigos dos automóveis nesta época do ano. É importante não menospre-

sol forte, calor, chuva, maresia, umidade e excesso dos donos são ameaças à pintura, lataria, interior e, principalmente, ao motor

zar os danos que o verão causa no interior dos veículos. Não deixar o carro ao sol não é simples. Sem películas protetoras, além de aumentar a temperatura no interior do veículo, o sol resseca painel e estofamentos. Um painel de papelão ajuda muito. Lavar o carro no sol pode manchar a lataria. A lavagem tem que ser na sombra e em local arejado, com sabão neutro e esponja. Se você vai de carro para o Litoral, evite estacionar o veículo perto da areia. A maresia é altamente corrosiva e pode danificar a lataria. Alívio imediato ao calor,

o ar-condicionado deve ser constantemente revisado. Sem a devida manutenção, pode acumular fungos em seu sistema e causar alergias e doenças respiratórias nos usuários. Manter a calibragem em dia é importante. No calor, a borracha dos pneus amolece em contato com o chão e uma curva com maior desgaste para os pneus pode representar um grande risco. E atenção ao calibrar em dias muitos quentes, o calor aumenta e altera o valor da calibragem. O melhor é fazê-lo à noite ou pela manhã, bem cedo.


suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

Página 51

TODA LINHA DE RA ÇÃO E MEDICAMENTOS PA RA GATOS PEIXES E O CÃES UTROS

DISK RAÇÃO

agroaquarios@hotmail.com

(14) 3264.7805 Rua 15 de Novembro, 356 » Lençóis Paulista


Página 52

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

CASA

proteja seus

cães e gatos do calor Seres humanos não são os únicos em casa que precisam de cuidados especiais para enfrentar

as altas temperaturas; confira o que fazer para dar conforto aos pets neste verão

Cães e gatos desidratam com facilidade e precisam de atenção especial nos meses mais quentes do ano

O calor afeta a todos em uma casa de família. Os adultos sofrem, mas crianças e idosos são os mais frágeis aos males do aumento da temperatura. Assim como nós, cães e gatos não passam impunes pela estação mais quente do ano. E também demandam cuidados específicos. A hidratação é o mais importante. Cães (principalmen-

te) e gatos perdem líquido com muita facilidade e, com a perda de 10% dos fluídos corporais, eles já podem ficar desidratados. As consequências disso podem ser desastrosas. Evite isso deixando a vasilha sempre disponível e com a água trocada várias vezes ao dia, para ficar sempre fresca. Para as caminhadas, os cães

devem seguir os horários recomendados aos humanos: evitar o intervalo das 10h às 16h. O chão quente pode causar queimaduras graves nas almofadas das patas, com muita dor e desconforto. E é uma ferida que tem tendência a infeccionar, por ser uma região sensível, de muito atrito e de cicatrização complicada. Sem falar que

eles não estão livres do câncer de pele, em caso de exposição excessiva ao sol. Nem todos os animais sabem nadar. Portanto, donos: fiquem atentos em lugares onde tem piscina. Caso seu cão goste de água, é preciso tomar cuidado com os ouvidos. O canal auditivo molhado e abafado pode desenvolver otites, infla-

mações dolorosas que, se não tratadas, podem levar à perda de audição. Por fim, o animal deve ter um piso frio (azulejos, por exemplo) para poder se deitar. É uma forma que eles têm para se livrar do calor e baixar a temperatura interna do corpo. Cuidando disso, é só curtir seu animalzinho de estimação.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 53


Página 54

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

SAUDÁVEL

Manter o rendimento é preciso! É preciso atenção com a prática de atividades físicas em dias quentes, tanto para atletas de final de semana quanto para quem é acostumado à rotina de exercícios; horários, roupas e hidratação extra devem ser observados

A

tividades físicas fazem bem para a saúde. É fato! Mas isso desde que seja feita de forma adequada. Do contrário, vai deixar lembranças dolorosas e, no verão, um pouco mais severas. É preciso cuidado redobrado com os limites do corpo. Caso contrário, em vez das academias, os consultórios ficam cheios com pacientes com distensões ou contraturas, além de

queimaduras de pele, insolação e desidratação. Como o calor geralmente vem acompanhado de baixa umidade do ar, o corpo tende a perder mais água, processo que se acelera durante a prática de exercícios. Roupas adequadas e hidratação extra são fundamentais para não perder o ritmo de treinos, mesmo com temperaturas altas. O uso de roupas leves proporciona a perda de calor adequada do corpo e

Roupas adequadas e hidratação são fundamentais para não perder o ritmo

contribui para o aumento da tolerância ao esforço O ideal é que a prática aconteça sempre antes das 10h ou depois das 17h, períodos de temperatura mais baixa. Se você não tem disponibilidade nesses horários, considere praticar exercícios em ambientes climatizados. A exposição excessiva ao sol pode causar hipertermia, caracterizada pelo aumento da

temperatura do corpo acima de 40 graus. Essa condição interfere na pressão arterial e pode causar doenças graves. O ambiente é essencial para a qualidade da atividade física. Se for ao ar livre, bonés e filtro solar são fundamentais. Locais fechados precisam ser arejados. Também devem ser evitadas as ruas movimentadas, com grande concentração de veículos e pouca arborização.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 55


Página 56

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

SAUDÁVEL

UMA CIDADE QUE RESPIRA

O coordenador da Liga Lençoense de Futebol Amador, Cláudio Abade, comemora a estruturação da entidade e a colheita dos bons frutos do trabalho realizado há mais de uma década

futebol Coordenador técnico da Liga Lençoense de Futebol Amador, o ex-jogador Cláudio

Cristiano Guirado

H

á 12 anos, a LLFA (Liga Lençoense de Futebol Amador) ressurgia depois de um período de inatividade e com o propósito de ser um mecanismo para organizar a prática do esporte amador no município. Mais de uma década depois, os resultados vão além. “É uma entidade privada que está deixando um legado muito interessante para a cidade. Hoje, temos 22 clubes convidados a participar dos campeonatos e mais de 600 atletas cadastrados

nas escolinhas de futebol”, afirma o coordenador da entidade, o ex-jogador Cláudio Abade. Sem contar que as rodadas dos torneios amadores reúnem de 500 a 700 pessoas nos finais de semana no estádio Archângelo Brega, o Bregão. Em jogos decisivos, o público chega a ultrapassar 2 mil pessoas. Cláudio Abade também ressalta a consolidação do funcionamento institucional da LLFA, com a formação de uma Comissão Disciplinar atuante. “Juridicamente, a Liga está muito bem estruturada e a formação da Comissão

Não visamos à formação de atletas e, sim, à preparação de cidadãos. Sem dúvida, este trabalho social foi colocado em primeiro plano.

Abade comenta a ‘transformação’ que fez da cidade um novo pólo esportivo

Disciplinar foi muito importante. Tanto que nenhuma equipe de Lençóis se envolveu em confusão nas últimas temporadas”, avalia o dirigente. “Temos um calendário aprovado pela maioria das equipes. Isso fortalece a elaboração dos campeonatos e dá credibilidade às competições organizadas pela entidade”, continua. Por fim, o coordenador enaltece a qualidade do trabalho de base. Ele concedeu entrevista à revista Gente antes da final entre Expressinho e Santa Luzia, realizada no domingo 16 de dezembro. “Fazemos esse trabalho

de base há dez anos e, seguramente, mais de 90% dos atletas que vão disputar a final são formados nas escolinhas de futebol da entidade”, comemora. Cláudio Abade não se esquece da vertente social dos trabalhos da LLFA. “Não visamos à formação de atletas, mas, sim, a preparação de cidadãos. Sem dúvida alguma, este trabalho social foi colocado em primeiro plano”, diz. A Liga valoriza muito o jovem, não só aquele que sabe jogar futebol, mas também os que têm aptidões para serem bons cidadãos, acrescenta.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 57


Página 58

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

SAUDÁVEL

CERVEJA ARTESANAL EM

família Zé Tangerino e Murilo, pai e filho, compartilham um hobby pouco comum: a fabricação de cerveja artesanal; criação e

produção da fazenda Conquista, em Lençóis, têm nome alemão e são inspiradas nas melhores cervejas europeias

Zé Tangerino e o filho Murilo dividem o hobby de produzir cerveja artesanalmente; Eroberung foi inspirada nas cervejas especiais europeias Cristiano Guirado

O

nome é gringo e, mesmo para quem não conhece muito de geografia, dá a impressão de vir de longe, bem de longe. No entanto, a Eroberung Bier é idealizada, produzida e engarrafada artesanalmente em Lençóis Paulista, na fazenda Conquista. Os responsáveis são José Tangerino e o filho

Murilo, que a partir de um curso para cervejeiros amadores, em 2012, deram início a um hobby pouco usual e que acabou tomando proporções maiores. O nome, de fato, é estrangeiro. Eroberung é “conquista” em alemão, o nome da fazenda onde a cerveja é engarrafada. “Escolhemos um nome em alemão porque a Alemanha é o berço da cerveja”, explica Murilo. A ideia de fazer cerveja artesanal sur-

Escolhemos um nome em alemão porque a Alemanha é o berço da cerveja

giu justamente na busca por um passatempo. “Mostrei para o meu pai, ele topou na hora”, conta. O hobby foi se encorpando ao longo do ano e, hoje, os Tangerino engarrafam 450 litros por mês, em média. Por que cerveja? “Sempre gostei de tomar cervejas diferentes. Fizemos o curso e ficamos estagnados por um tempo. Até que um amigo nos incentivou e resolvemos dar continuidade. Compramos os

equipamentos e começamos a fazer”, revela Murilo. As inspirações são cervejas europeias de sabor forte e bem marcado, entre as quais ele cita Pilsner Urquel, Erdinger e Guinnes. Se o hobby pode tomar outras proporções, Zé Tangerino e Murilo garantem que não pensam muito nisso. “Vamos de acordo com a maré, sem muita expectativa”, finalizam.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 59


Página 60

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

SAUDÁVEL

Alimentos termogênicos aceleram a queima de calorias e facilitam a busca pelo emagrecimento

VOCÊ SABE O QUE SÃO ALIMENTOS

termogênicos? Melhor do que fazer dieta é comer alimentos que aceleram o metabolismo e a queima de calorias: Pense rápido, responda logo: é melhor comer para emagrecer ou maneirar na comida para perder peso? Não, a pergunta não é uma pegadinha. Existem, sim, alimentos que aceleram o metabolismo, a queima de calorias e a perda de peso. São os termogênicos e, para uma pessoa que quer emagrecer, sua ingestão duas vezes ao dia (pelo menos) é obrigatória. Os principais e mais comuns são a Pimenta Vermelha, Gengibre,

conheça os termogênicos, essa classe milagrosa de produtos que ajudam a emagrecer

Canela, Sardinha, Peru, Carne Bovina, Acelga e Couve. Para surtirem efeito, precisam ser consumidos com frequência, o que exige alguma criatividade em sua preparação. Todos os alimentos gastam energia para serem digeridos. Porém, os termogênicos induzem o metabolismo a trabalhar com ritmo acelerado, gastando mais calorias. Os alimentos termogênicos ajudam a emagrecer, mas não fazem milagre. É importante aliar seu consumo a uma disciplina

alimentar de acordo com a rotina da pessoa, necessariamente pobre em gorduras saturadas e açúcares. E não pode faltar, é claro, a prática frequente de exercícios físicos. Se consumidos em excesso, os termogênicos podem fazer mal, causando dor de cabeça, tontura, insônia e problemas gastrointestinais. Hipertensos, cardíacos e pessoas com problemas na tireoide devem ter mais cuidado, pois alguns desses alimentos fazem o coração trabalhar mais rápido.

PRINCIPAIS TERMOGÊNICOS Pimenta A pimenta vermelha (caiena) tem uma substância chamada capsiacina, cujo consumo frequente pode aumentar o metabolismo em até 20%.

Chá verde O chá verde possui muitos benefícios ao organismo, entre eles a prevenção de doenças e colabora com bom funcionamento do trânsito intestinal, além de acelerar o funcionamento do metabolismo.

Água gelada Beber de 8 a 10 copos de água gelada por dia queima cerca de 200 calorias, pois é preciso elevar a temperatura da água gelada no organismo e isso gera um gasto de energia maior.


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 61


Página 62

suplemento mensal do jornal O ECO

Obrigado por esse 2013 maravilhoso! O ano foi excelente e a Dav oi Inter net dev e isso a v ocê, cl iente fiel, que confia em nossos serv iços. É essa confiança que nos inspira a continuar trabalhando para garantir a todos os nossos clientes uma internet que não te deixa na mão.

A Davoi deseja a todos um feliz Natal e um 2014 cheio de realizações!

(14) 3263-4658 www. davoi .com.br

revista GENTE


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 63


Pรกgina 64

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Página 65

APOSENTADOS E O Ã ATENÇ PENSIONISTAS DO INSS Já estamos fazendo seu empréstimo com o aumento do salário Veja alguns exemplos de empréstimos SEU SALÁRIO R$ 722,90 R$ 900,00 R$ 1.100,00 R$ 1.500,00

E TEM MAIS

VALOR EMPRÉSTIMO

R$ 7.145,63 R$ 9.000,00 R$ 11.000,00 R$ 15.000,00

60 PARCELAS R$ 216,87 R$ 270,00 R$ 330,00 R$ 450,00

Estamos fazendo compra de dívidas do banco Cruzeiro do Sul, além de outros bancos e do seu cartão de crédito consignado

GRANDE PROMOÇÃO DE NATAL Ganhe brindes de Natal (cestas de Natal, panetones e almoço de Natal) Faça-nos uma visita! Cobrimos qualquer oferta.

R. Cel. Joaquim Gabriel, 130 $FOUSPt-FOÎØJT1BVMJTUB

(14)3264-2291

Desejamos a todos os clientes e amigos um

feliz natal e

QSØTQFSP ano novo!

um


Página 66

suplemento mensal do jornal O ECO

revista GENTE

IDEIA CRIATIVA INOVA MAIS UMA VEZ

(14) 3269-3300

ǁǁǁ͘ŝĚĞŝĂĐƌŝĂƟǀĂ͘ĐŽŵ͘ďƌ ZƵĂŶƚŽŶŝŽdĞĚĞƐĐŽ͕ϰϲͲ>ĞŶĕſŝƐWĂƵůŝƐƚĂ

ŽŵŽƐĞŵƉƌĞŽĐŽƌƌĞƵĞŵƐƵĂŚŝƐƚſƌŝĂ͕Ă/ĚĞŝĂƌŝĂƟǀĂ͕ĞŵƉƌĞƐĂĐŽŵŵĂŝƐĚĞϮϬĂŶŽƐ ĚĞ ŵĞƌĐĂĚŽ͕ ĞƐƚĄ ƐĞŵƉƌĞ ƉƌŽĐƵƌĂŶĚŽ ŽĨĞƌĞĐĞƌ ƵŵĂ ŐĂŵĂ ĚĞ ŶŽǀŽƐ ƉƌŽĚƵƚŽƐ͘ ZĞĐĞŶƚĞŵĞŶƚĞ͕ ƉĂƐƐŽƵ Ă ŽĨĞƌĞĐĞƌ ĂŽƐ ƐĞƵƐ ĐůŝĞŶƚĞƐ ĂůŐƵŵĂƐ ŶŽǀŝĚĂĚĞƐ͘ dƌĂƚĂͲƐĞ ĚĞ ƵŵĂ ƉƌŽĮƐƐŝŽŶĂů ĚĂ ĄƌĞĂ ĚĞ ĚĞƐŝŐŶĞƌ ĚĞ ŝŶƚĞƌŝŽƌĞƐ Ğ ĚŝǀĞƌƐŽƐ ŽƵƚƌŽƐ ƉƌŽĚƵƚŽƐ͕ ĚĞŶƚƌĞ ĞůĞƐ ĞƐƚĆŽ ƉƌŽũĞƚŽƐ Ğŵ D ƉĂƌĂ ĨĂĐŚĂĚĂ ĚĞ ůŽũĂƐ͕ ĚĞ ĞŵƉƌĞƐĂƐ Ğ ĐŽŵĠƌĐŝŽ Ğŵ ŐĞƌĂů͘ KƵƚƌĂƐŶŽǀŝĚĂĚĞƐŽĨĞƌĞĐŝĚĂƐƐĆŽƉƌŽĚƵƚŽƐĐŽŵŽƉĂƉĠŝƐĚĞƉĂƌĞĚĞWŽƌƚŽĞƐŝŐŶ͕ƌĞǀĞƐƟŵĞŶƚŽƐĚĞƉĂƌĞĚĞƚĞdžƚƵƌŝnjĂĚŽƐĞĐŽͲĮdžĞƉĂŝŶĠŝƐĚĞƉĂƌĞĚĞƐEĞǁůů͘DĂŶƚĞŶĚŽƐƵĂ ƚƌĂĚŝĕĆŽ͕Ă/ĚĞŝĂƌŝĂƟǀĂŐĂƌĂŶƚĞĂĂƉůŝĐĂĕĆŽĚŽŵĂƚĞƌŝĂůĚĞŵĂŶĞŝƌĂŝƌƌĞƚŽĐĄǀĞůĞƉĞƌĨĞŝƚĂŵĞŶƚĞĂĐĂďĂĚĂ͕ƉŽŝƐƉŽƐƐƵŝƵŵĂŵĆŽĚĞŽďƌĂƋƵĂůŝĮĐĂĚĂĞĞdžƉĞƌŝĞŶƚĞ͘

ACM: Oferecemos uma ŐĂŵĂ ĚĞ ƐĞƌǀŝĕŽ ĐŽŵƉůĞƚŽ ƵƟůŝnjĂŶdo ĐŚĂƉĂƐ ĚĞ D, desde a ĐŽŶĐĞƉĕĆŽ ĚŽ ƉƌŽũĞƚŽ͕ ĐŽŵŽĚĞƐĞŶǀŽůǀŝŵĞŶƚŽ͕ŝŶƐƚĂůĂĕĆŽĞŵĂŶƵƚĞŶĕĆŽ͘K DĠƵŵƌĞǀĞƐƟŵĞŶƚŽĞŵĂůƵŵşŶŝŽĚĞĂůƚĂƌĞƐŝƐƚġŶciaĞŝĚĞĂůƉĂƌĂƵƟůŝnjĂĕĆŽĞŵŐƌĂŶĚĞƐĚŝŵĞŶƐƁĞƐƉĂƌĂ ĂĐƌŝĂĕĆŽĚĞĂƌƚĞƐĞůĂLJŽƵƚƐĞdžĐůƵƐŝǀŽƐ.ŽŵƵŵĂŐĂŵĂ ĚĞĐŽƌĞƐ͕ƉĞƌŵŝƚĞŵĞůŚŽƌĞƐƐŽůƵĕƁĞƐƉĂƌĂĐƌŝĂĕĆŽĚĞ ĨĂĐŚĂĚĂƐ ĐŽŵĞƌĐŝĂŝƐ ͕ ƉŝůĂƌĞƐ͕ ŵĂƌƋƵŝƐĞƐ͕ ƚĞƐƚĞŝƌĂƐ Ğ͕ ĂŝŶĚĂ͕ƐŽůƵĕƁĞƐĞŵĐŽŵƵŶŝĐĂĕĆŽǀŝƐƵĂůĐŽŵŽĐŽůƵŶĂƐ͕ ƉſƌƟĐŽƐ͕ƉůĂĐĂƐĞƚŽƚĞŶƐ͘

WW/^WZ WKZdK^/'E KƉĂƉĞůĚĞƉĂƌĞĚĞĠƵŵĂĞdžĐĞůĞŶƚĞŽƉĕĆŽĞŵĚĞĐŽƌĂĕĆŽƋƵĞĂ/ĚĞŝĂƌŝĂƟǀĂĐŽůŽĐĂĂƐƵĂĚŝƐƉŽƐŝĕĆŽ͕ĐŽŵ ĚŝǀĞƌƐĂƐƉŽƐƐŝďŝůŝĚĂĚĞƐĚĞĐŽƌĂƟǀĂƐ͘KƐƉĂƉĠŝƐĚĞƉĂƌĞĚĞ ĚĂ WŽƌƚŽ ĞƐŝŐŶ ƉŽƐƐƵĞŵ ŝŶƷŵĞƌĂƐ ŽƉĕƁĞƐ Ğŵ ĐŽƌĞƐůŝƐĂƐ͕ĚĞĐŽƌĂĚĂƐ͕ƚĞdžƚƵƌŝnjĂĚĂƐĞĚĞďŽƌĚĞƐĐŽŽƌĚĞŶĂĚŽƐ͕ĞŶƚƌĞŽƵƚƌŽƐĚŝĨĞƌĞŶĐŝĂŝƐƋƵĞĐŽŵďŶĂŵĐŽŵ ŽƐŵĂŝƐĚŝǀĞƌƐŽƐĞƐƟůŽƐ

W/E/^WZEt>> WůĂĐĂƐĐŽŵƚĞdžƚƵƌĂƐĞdžĐůƵƐŝǀĂƐƉƌŽŶƚĂƐƉĂƌĂĂƉůŝĐĂĕĆŽ͕ŝĚĞĂůƉĂƌĂ ƵƟůŝnjĂĕĆŽ Ğŵ ŽďƌĂƐ ůŝŵƉĂƐ͕ ǀŽĐġ ĐŽŶƐĞŐƵĞ ŵŽŶƚĂƌ ƵŵĂ ƉĂƌĞĚĞ ĚĞƟũŽůŽƐ͕ƉĞĚƌĂƐ͕ďĂŵďƵ͕ĞŶƚƌĞŽƵƚƌŽƐ͕ĚĞĨŽƌŵĂƐŝŵƉůĞƐ͕ůŝŵƉĂ ĞƉƌĄƟĐĂ͕ŵĂŝƐĚĞϯϲƚĞdžƚƵƌĂƐĚŝĨĞƌĞŶƚĞƐ͕ĚŝƐƉŽŶşǀĞŝƐĞŵĚŝǀĞƌƐĂƐ ĐŽƌĞƐ͕ŝĚĞĂůƉĂƌĂƉƌŽũĞƚŽƐƋƵĞƚĞŵĐŽŶƐƚĂŶƚĞƐƌĞŶŽǀĂĕĆŽ͘

REVESTIMENTOS TEXTURIZADOS DECO-FIX Ͳ&ŝdž Ġ ƵŵĂ ůŝŶŚĂ ĚĞ ƌĞǀĞƐƟŵĞŶƚŽƐ ĂĚĞƐŝǀŽƐ ƉƌĞŵŝƵŵ ƋƵĞ ƐĞ ĂĚĂƉƚĂ ĨĂĐŝůŵĞŶƚĞ Ă ƋƵĂůƋƵĞƌ ĂŵďŝĞŶƚĞĞĂƉƌĞƐĞŶƚĂĞdžĐĞůĞŶƚĞĐƵƐƚŽͬďĞŶĞİĐŝŽ͕ƚĂŶƚŽƉĂƌĂ ĂƉůŝĐĂĕƁĞƐ ƚĞŵƉŽƌĄƌŝĂƐ ƋƵĂŶƚŽ ƉĂƌĂ ůŽŶŐĂ ĚƵƌĂĕĆŽ͘ sŽĐġ ƉŽĚĞƌĄ ƚĞƌ ŽƐ ĂƐƉĞĐƚŽƐ ĚŽƐ ƌĞǀĞƐƟŵĞŶƚŽƐ ŵĂŝƐ ƵƐĂĚŽƐ ŶŽ ŵĞƌĐĂĚŽ ĚĞ ĨŽƌŵĂ ƉƌĄƟĐĂ Ğ͕ ĂŝŶĚĂ͕  ŝŶŽǀĂƌ ĐŽŵ ƚĞdžƚƵƌĂƐ ŵŽĚĞƌŶĂƐ ĐŽŵŽ ĐŽƵƌŽ͕ ƉĂůŚĂ͕ ŵĂĚĞŝƌĂ͕ƚĞĐŝĚŽ͕ĐŽďƌĞ Ğ ŵĞƚĂů ƋƵĞ ƐĆŽ ŵĂƚĞƌŝĂŝƐ ĞdžſƚŝĐŽƐƉĂƌĂƐƵĂƐĂŵďŝĞŶƚĂĕƁĞƐĞĚĞĐŽƌĂĕƁĞƐ͘


revista GENTE

suplemento mensal do jornal O ECO

Pรกgina 67



Revista Gente Nº 01