Issuu on Google+

ORIGEM E EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO DESIGN Curso Técnico de Design Trabalho Realizado por: Cristiana Afonso DDI 16_19


PETER BEHRENS Peter Behrens foi um arquitecto e um designer alemão. É considerado por muitos o primeiro designer da História e um dos primeiros designers freelancers. Foi também consultor artístico da AEG. Foi um dos arquitectos mais influentes da Alemanha e um dos fundadores da Werkbund.


DEUTSCHER WERKBUND Fundada na Alemanha em 1907, com o objetivo de reconciliar o esforço artístico com a produção industrial, aperfeiçoando o trabalho profissional integrando a arte, a indústria, o artesanato, a educação e a publicidade.

Principais representantes: - Peter Behrens - Theodor Fischer - Hans Poelzig - Hermann Muthesius - Walter Groupius - Bruno Paul Nasce o Design Industrial e a profissão do Designer com essa designação.


DEUTSCHER WERKBUND Caracteristicas: - Rumava-se numa nova direção estética; - As influências foram aplicadas ao sistema de produção em série; - A máquina é reconhecida como ferramenta útil.

A 1º Exposição foi a Exposição da Colônia em 1914 onde começou a surgir divisões no seio da associação, onde uns procuravam valorizar o produto e outros defendiam a estandardização. Esta exposição fora desmontada antes do previsto, devido à Primeira Guerra Mundial. “A arte não é apenas uma força estética, mas também uma força moral.” Fritz Schumacher


DEUTSCHER WERKBUND

“Procurava-se a beleza dos objetos na funcionalidade e na simplicidade das formas em detrimento da ornamentação...” “...este espirito de união da arte com a indústria, levou esta a contratar artistas para cuidarem da sua imagem...”


ARTS & CRAFTS As Arts & Crafts foi um movimento estético, surgido na Inglaterra, na segunda metade do século XIX. Defendia o artesanato criativo como alternativa à mecanização e à produção em massa e pôs fim a distinção entre o artesão e o artista. Fez frente aos avanços da indústria e pretendia que móveis e objetos obtivessem o traço do artesão-artista, que mais tarde seria conhecido como designer. Foi influenciado, pelas ideias do romântico John Ruskin e liderado pelo socialista e medievalista William Morris.


ARTS & CRAFTS Influências: - Baseava-se em motivos decorativos existentes, como elementos medievais e orientais, mas aplicados com simplicidade. -

Modelo Rústico (uso de materiais locais; métodos de construção muito simples e tradicionais e influências das casas de campo.

-

Natureza (naturalismo, plantas, aves e outros animais).

-

Culturas orientais e persa.


ARTS & CRAFTS


ARTS & CRAFTS Durou relativamente pouco tempo, mas influenciou o movimento francês da “Art Nouveau” – Arte Nova - e é considerado por diversos historiadores como uma das raízes do modernismo no design gráfico, desenho industrial e arquitectura. Foi também uma importante influência para o surgimento posterior da Bauhaus, que assim como os ingleses do século XIX, também acreditavam que o ensino e a produção do design deveria ser estruturado em pequenas comunidades de artesãos-artistas, sob orientação de um ou mais mestres.

“A arte de uma nação era sintoma da sua saúde moral...” “A Inglaterra deveria manter-se líder também na sua tradição...”


ARTS & CRAFTS


ARTS & CRAFTS - “RED HOUSE” A Red House localizada em Inglaterra, é o edifício chave na história do movimento das Arts & Crafts. A casa é do ano de 1859, tendo sido desenhada para William Morris, pelo amigo e arquitecto Philip Webb. Construída em tijolo vermelho, a casa pessoal de Morris é um exemplo de aplicação de ideias por si defendidas, o projecto de arquitectura orienta-se pelas linhas da arquitectura rural, no entanto também apresenta elementos góticos tais como, arcos em ogiva e telhados inclinados. William Morris pretendia assim mostrar que era possível produzir objectos necessários à vida sem uso da máquina, usando a sua própria casa como exemplo.


ARTE NOVA Art Nouveau ou Arte Nova é um estilo internacional de arquitetura e de artes decorativas – especialmente no ínicio da arte aplicada à indústria – que foi muito apreciado de 1890 até 1920. Este tipo de arte estava relacionada com o movimento das Arts & Crafts, tendo produzido obras de grande beleza e requinte, relacionando-se especialmente com a 2º Revolução Industrial em curso na Europa, com a exploração de novos materiais (como o ferro e o vidro) e os avanços tecnológicos na área gráfica.


ARTE NOVA Influências: - Arte Oriental (Pintura Japonesa) Linha de Contorno; Cores Planas; Movimento; Estilização das formas. -

Natureza Motivos vegetalistas (que se foram estilizando ao longo do movimento artístico); Elementos zoomórficos (borboletas, vespões, pavões, serpentes,...); Elementos antropomórficos (corpos femininos).


ARTE NOVA Influências: - Literatura Objetos com inscrições, citações de poetas. -

Romantismo e revivalismo

-

William Morris Unificação das artes menores, com as artes maiores; Valorização da quantidade dos materiais; Arte para o povo.


ARTE NOVA Características: - Na gravura há valorização da linha e das cores sólidas; - Não há volumes; - As formas são simplificadas; - Assimetria (ao contrário do Renascimento); - Ausência de claro-escuro, da ilusão do espaço e do volume; - Elementos lineares ondulantes e sem peso; - Linhas curvas em forma de planta trepadeira.


ARTE NOVA Características: - A mulher e as flores tornam-se os principais elementos da decoração; - Utilização de novos materiais: ladrilho cozido, ferro, betão, vidro, etc...; - Qualidade dos materiais; - Gosto por tudo o que é moderno; - Fascínio pela utilização da luz eléctrica; - Preocupações funcionalistas; - Carácter intelectual ligado ao simbolismo.


ARTE NOVA


BAUHAUS A Bauhaus foi uma escola de design, artes plásticas e arquitetura na Alemanha, em Weimar, fundada por Walter Gropius em 1919, antes da primeira guerra mundial. A intenção primária era fazer da Bauhaus uma escola combinada de arquitetura, artesanato e uma academia de artes, e isso acabou por ser a base de muitos conflitos internos e externos. Influências arísticas deste estilo: - Arts & Crafts - Arte Nova - Deutcher Werkbund


BAUHAUS Período Expressionista – Kandinsky – Até 1923 - Peças de Arte aliadas a peças artesanais A partir de 1923 - Gropius reorienta a estratégia “manter a Bauhaus aberta a contratos produtivos com a indústria”. Período Formal – 1922/1924 - Relevância ás formas; - Cores primárias


BAUHAUS Período Funcionalista – 1924/1928 Gropius contratou “Nagy” (um tecnicista) e orientou a Bauhaus para a triplicação e projeção de modelos para a produção industrial; Gropius, tentou separar a escola de qualquer ideologia politica, mas o Nacional – socialismo, exaltava a estética clássica... E a escola acaba por fechar em Weimar, em 1925. E reabre em Dessau... As dificuldades financeiras continuaram e começou a haver contestação.


BAUHAUS Para motivar os alunos, Gropius nomeia outro diretor – Hannes Meyer. Sob a direção de Hannes Meyer: - Surge um objetivo social – “A necessidade do povo primeiro, luxo depois.”; - Meyer privilegiou o departamento de arquitetura e mostrou-se fomentador da estandartização.


BAUHAUS Em 1930 Meyer demite-se... Segue-se, Mies Van der Rohe – Período Material -

Desvaloriza-se o Design Artistico e valoriza-se a teorização do Design, a aplicação das ciências técnicas; Os ateliers tem agora o objetivo de produzirem segundo os modelos industriais; A Bauhaus torna-se numa escola de Arquitetura e mantém alguns ateliers.

O crescimento político de direita força a saída do diretor da Bauhaus. Assim, transferindo a escola para Berlim, a Bauhaus torna-se numa empresa privada no comando de Mies Van der Rohe, passando a funcionar por mais um ano. Mas em 1933 foi definitivamente decretado o seu fecho devido a pressão dos nazistas.


BAUHAUS


ART DÉCO Art Déco é um movimento artístico que surgiu em França no séc. XX, na grande exposição internacional de paris (1929) – “Artes decorativas e industriais Modernas”. -

Paris passou a ser o centro mundial da moda; Onde surge vários momentos artísticos (na arte): construtivismo, dadaísmo, neoplaticismo e o abstraccionismo;

Afectou as artes decorativas, a arquitetura, o design de interiores e o design industrial, assim como as artes visuais, a moda, a pintura, as artes gráficas e o cinema.


ART DÉCO A Art Déco nasceu da combinação de movimentos variados do princípio do século XX, tais como Construtivismo, Cubismo, Modernismo, Bauhaus e Art Nouveau. Características: - Intensamente luxuoso (utiliza materiais caros); - Estilo frequentemente excessivo; - Decoração supérflua, originalmente elitista; - Preferência pelo rigoroso e geométrico (oposição à linha livre da arte nova); - A linha geométrica: ângulos, arestas vivas; - Referências ao exotismo: outras culturas, arte mexicana, egipcia, africana,...; - Língua industrial (pelo “vapor e a máquina”).


ART DÉCO


“Nos finais do séc XVIII a Inglaterra assistiu a profundas mudanças económicas, sociais e culturais.”


REVOLUÇÃO INDUSTRIAL A Revolução Industrial, foi a mudança das ferramentas pelas máquinas, e contribuiu para a consolidação do capitalismo como o modo de produção dominante. Antes da Revolução, a produção era totalmente artesanal, era um processo familiar, onde o artesão participava de todas as maneiras na atividade produtiva, até da obtenção da matéria-prima e da comercialização do produto.


REVOLUÇÃO INDUSTRIAL A Revolução Industrial deu-se em Inglaterra porque : -

-

Possui uma boa localização; Era um país que possuia muitas reservas de carvão mineral, ou seja, tinham a principal fonte de energia para que as máquinas e as locomotivas a vapor funcionassem; A burguesia inglesa tinha capital suficiente para abrir fábricas, financiá-las, comprar as máquinas, a matéria-prima e contratar empregados; E como a procura de emprego nas cidades inglesas era elevada, a mão-de-obra tornou-se ainda mais barata; Inglaterra tinha um vasto império colonial consumidor e fornecedor de outras matérias-primas.


FIM!


Origem e Evolução Histórica do Design