Page 1

“Wave Hub: Nova infraestrutura para obtenção de energia elétrica, com impacto ambiental mínimo’’ http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=energia-dasondas&id=010115110908 Com informações da New Scientist - 08/09/2011 Júlia Liberatore Rodrigues Rosa Vitória Nadólskis Severine

“Energia das ondas: veja os projetos em implantação”

A maioria dos equipamentos indicados pelo artigo tentam simplificar o modo como a energia cinética das ondas e das marés (fonte de energia renovável) são aproveitadas e transformadas em energia elétrica.Estes esforços tem recentemente despertado o interesse de companhias de médio porte, principalmente na Europa, para projetar e construir sistemas de captação, transformação e geração de energia com baixo impacto ambiental. O projeto inicial surgiu na Grã-Bretanha devido o fato de ser rodeada por mares agitados. O objetivo dessa técnica é a produção de energia aproveitando a ‘matéria prima’ abundante, o mar. Uma das maiores preocupações destes equipamentos é referente ao custo. Nesta fase do seu desenvolvimento, as tecnologias necessárias a este campo envolvem um risco financeiro e infraestrutural significativo.A despesa total para uma operação desta está bem acima do que uma pequena ou media empresa pode suportar; existe a necessidade de um desenvolvimento estratégico em longo prazo, de forma a assegurar os investimentos feitos pela indústria.Os custos podem ser diminuídos se for alimentada à necessidade de partilha de conhecimento e experiências, atraindo investidores.


Outra preocupação é a referente ao rendimento. É um processo que depende muito da localização em que estiver inserido em questão de tal variação, valendo a pena ressaltar que a frequência da maré não é sempre a mesma, e que em mundo real, não se tem um equipamento que entregue 100% da energia que consome, sempre existirão perdas.‘Este é o desafio para a Engenharia, sempre estamos nos perguntando como fazer algo instável e difícil de equacionar (no caso as marés e a dinâmica das ondas em certas regiões) ser capaz de, através de um equipamento, fornecer energia de qualidade, de forma constante e com alto rendimento’, diz Thiago Dal Poz, Engenheiro Químico-CREA. A captação de energia dos mares é uma fonte estudada por contemplar variáveis que demandam investimentos de grande porte, o que é importante nas soluções energéticas para suprir a demanda de grandes massas populacionais. São equipamentos muito frágeis, uma vez que a tecnologia ainda está no início do seu desenvolvimento e o fato de, obrigatoriamente, ter de se localizar no mar. Se o potencial máximo for atingido, a energia das ondas pode potencialmente evitar a emissão de uma quantidade significativa de gás carbônico por ano. Não se deve esquecer, que, pode prejudicar a fauna e flora local. ‘Parece cada vez mais que a solução para geração de energia por métodos alternativos será formada pela variedade dos meios de transformação energética pelo mundo, aproveitando os recursos naturais da melhor forma em cada região’, diz Thiago.


Referência Bibliográfica: Thiago Dal Poz: Engenheiro Químico – CREA-SP: 260645548-7 http://oportaldaconstrucao.eu/files/guiastecnicos/energias_renovaveis_vol4.pdf

Wave Hub: Nova infraestrutura para obtenção de energia elétrica, com impacto ambiental mínimo  

resumo critico de fisica

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you