Page 1

Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Tortosendo

Reserva Natural Estuário do Tejo Ciências Naturais João Cleto

Nº9

Símbolo da Reserva

Ano Lectivo 2010/2011

8ºB


Designação da área protegida: Reserva Natural Estuário do Tejo Data de início: A Reserva Natural foi criada em 19 de Julho de 1976, abrangendo uma área de 14.192 hectares Localização Geográfica: A reserva está distribuída pelos concelhos de Alcochete, Benavente e Vila Franca de Xira, a reserva insere-se na zona mais a montante do estuário do Tejo que, estendendo-se por uma área de cerca de 32 km2, é o maior da Europa Ocidental.

Localização do Estuário do Tejo Localização Geográfica


O porquê da existência dessa área protegida: Esta área protegida foi criada tendo como objectivo a manutenção das funções naturais numa zona representativa do ecossistema estuarino (estuarino é a parte de um rio que se encontra em contacto com o mar) e a protecção do elevado número de aves migradoras que acorrem a este estuário sobretudo no Outono/Inverno e no período de passagens migratórias. Curiosidades: O Estuário do Tejo é utilizado como “infantário” por várias espécies piscícolas e inúmeras aves marinhas; O Estuário do Tejo é o maior Estuário da Europa Ocidental, com uma área molhada variando entre os 300 e os 350Km2, em função da maré. Estuário do Tejo tem condições para voltar a ter golfinhos dentro de algumas décadas Espécies animais (principais): Alfaiate( Recurvirostra avosetta); Flamingo (Phoenicopterus ruber) ; Ganso-bravo (Anser anser); Pilrito-de-peito-preto (Calidris alpina) ; Milherango (Limosa limosa ); Lambujinha (Lambujinha); Águia Sapeira (Circus aeruginosus)


Flamingo (Phoenicopterus ruber)

Ă guia Sapeira (Circus aeruginosus)


Ganso-bravo (Anser anser)

Pilrito-de-peito-preto (Calidris alpina)


Espécies exóticas: Bico-de-lacre (Estrilda astrild), Tecelão-de-cabeça-preta (Ploceus melanocephalus), Cacho-caldeirão ( Ploceus cucullatus), Arcebispo e o Bengali-vermelho (Amandava amandava) Espécies autóctones: Ostra portuguesa (Ostrea edulis) Espécies endémicas: Não há Espécie invasora: Caranguejo-chinês (Eriocheir sinensis)

Caranguejo-chinês (Eriocheir sinensis)


Espécies vegetais: Urzes (Erica arborea), Azinhais (Quercus rotundifolia), Carapeteiros (Pyrus bourgaeana).  Rochas existentes: Sedimentares 

Rochas sedimentares

Carapeteiros (Pyrus bourgaeana)


Webgrafia http://www.icn.pt/TurismoNatureza_anexos/RNET.pdf http://campus.fct.unl.pt/afr/ipa_9899/grupo0024_natureza/ http://www.arhtejo.pt/c/document_library/get_file?uuid=5afc5974-59794784-9f95-865b52554764&groupId=10225 http://co.fc.ul.pt/index.php? option=com_content&view=article&id=637%3Aexoticas-as-especies-queestao-a-invadir-o-nossomar&catid=80%3Adestaques&Itemid=242&lang=pt http://2.bp.blogspot.com/_OZ0AZhNT3g8/R18EXDB8LaI/AAAAAAAAA Zc/BuhDWrNnaLU/s320/P1000923.JPG

8B_JoãoC_29_05_Estuário do Tejo  

João Cleto Nº9 8ºB Ano Lectivo 2010/2011 Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Tortosendo Símbolo da Reserva Localização do Estuário do Tejo D...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you