Page 1


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA Cristina Maria Silva dos Santos

Orientadores: Doutora Ana Luísa Ferreira Doutor João Gouveia


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Finalidade

-

Promoção da leitura através de uma pedagogia do imaginário, utlizando textos semanticamente ricos, que apelem à cooperação interpretativa e sugiram múltiplos percursos de leitura.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Designação do Projecto -

Ausência de hábitos de leitura e níveis baixo de literacia: Sim-Sim & Ramalho (1993); Benavente et al (1996); Estudo Internacional de PISA 2000 (Ramalho, 2001); Costa (2002)...

-

Estamos perante uma turma do 2º ano de escolaridade, recentemente leitora.

-

Para formar leitores, não devemos oferecer-lhes excertos de textos, mas sim obras literárias infantis (Azevedo, 2006)


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Papel da Escola face à leitura -

À escola são-lhe exigido a aquisição e o desenvolvimento da competência leitora, de forma que as crianças possam desenvolver outras competências.

-

Um leitor competente é, na opinião de Sequeira e Sim-Sim (1989), autónomo e proficiente, pois compreende e interpreta o que lê, consegue relacionar textos entre si, sintetizando a informação, aplicando-a a novas situações.

-

A escola deve formar leitores críticos, competentes e reflexivos, que leiam por fruição.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Papel da Escola face à leitura -

Ao professor cabe o papel de mediador da leitura, de facilitador, de motivador e mentor neste processo, sendo-lhe proposta uma prática pedagógica informada e uma postura de abertura, organização, flexibilidade, envolvimento, entusiasmo e interesse. (Sloan, 1991)


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

A intertextualidade do imaginário -

São vários os autores que atestam a importância do contacto e interacção com os livros, com a literatura de forma a permitir que o leitor estabeleça um contacto com o texto, dialogando, inferindo, prevendo, comparando leituras, relacionando-as, interpretando-as e consequentemente construindo novos conhecimentos.

-

O leitor deve compreender as narrativas como receptáculos vivos de várias trocas de sentidos, pois o imaginário e a literatura formam um só.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

A intertextualidade do imaginário -

O imaginário deve ser um lugar privilegiado para a significação mítico – simbólica, valorizando, desta forma, a imaginação criadora.

-

A leitura do imaginário é uma leitura polissémica, de abertura ao outro e a outras realidades, permitindo aceder a uma intertextualidade dinâmica, aplicada a diferentes contextos e épocas de produção literária.

-

Intertextualidade, que no entender de Júlia Kristeva (1978), define uma dinâmica textual que engloba tanto o corpus de diferentes textos, como a sua inter-relação com os discursos polifónicos que o rodeiam.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

A intertextualidade do imaginário -

Esta intertextualidade só é conseguida a partir de uma leitura de textos literários de qualidade que, através da palavra de códigos simbólicos, antropológicos e imaginários (Azevedo, 2006) se demonstram essenciais para a formação de leitores literários.

-

Para a promoção de uma educação literária, junto das crianças, não é possível só como único recurso o manual escolar.

-

Segundo Dionísio (2005), o manual possui textos fechados, onde as práticas de interpretação são sugeridas por este e não realizadas pelos alunos, não os deixando entender a leitura como uma experiência cultural e estética, nem contribuindo para a promoção da educação literária ou para o fomento de hábitos de leitura.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

A intertextualidade do imaginário • Se um dos objectivos da educação literária é que os alunos consigam activar intertextos e desenvolver a competência enciclopédica (Roig-Rechou, 2006), a escola tem de oferecer aos seus alunos obras de literatura infantil, não para lerem apenas excertos que não concorrem para que o aluno possa ter uma leitura pessoal dos objectos textuais.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Destinatários e contexto de intervenção

• 21 alunos do 2º ano de escolaridade do 1º. Ciclo do Ensino Básico, com idades compreendidas entre os 7 e 8 anos, que frequentam o estabelecimento de ensino Externato Jardim Flori.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Percursos • Descrever e compreender as conceptualizações face à leitura por parte das crianças; • Compreender a importância de uma intertextualidade reflexiva na formação do leitor; • Reconhecer e compreender a importância da divulgação de um imaginário na literatura infanto-juvenil; • Identificar as principais dificuldades em criar hábitos de leitura.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Objectivos

• • • •

Promover a competência leitora; Criar hábitos de leitura e promover uma leitura autónoma; Promover a intertextualidade; Desenvolver a imaginação.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Inquietudes • Como promover a competência leitora? • Como criar hábitos de leitura aos nossos alunos? • Que desafios teremos para promover leitores autónomos e voluntários? • Como iremos promover a intertextualidade e ao mesmo tempo desenvolver a imaginação?

Questão geral • Tendo em conta uma ambivalência de textos, serão capazes as crianças de possuírem competências literácicas de forma a compreender mítico - simbolicamente as narrativas contemporâneas da literatura infanto-juvenil?


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Estratégia de intervenção • Investigação interpretativa : – “O investigador é um instrumento de recolha de dados: o sujeito reflexivo” (Radnor; 2001:30); – “A pesquisa interpretativa é transaccional: focaliza e relaciona os dados, desenvolvendo ideias” (Radnor; 2001:30); – “A pesquisa interpretativa é ética em acção: dignidade e respeito pelos participantes” (Radnor; 2001:30). É um processo de “interpretação, reflexão e re-interpretação”,


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Paradigma de investigação e opções metodológicas • Paradigma interpretativo com recurso à metodologia investigaçãoacção: - Investigação qualitativa; - Perspectiva holística; - Observações feitas pela própria interveniente no processo e que obedecem a critérios de natureza descritiva. - Técnicas a utilizar: questionários, observação directa, gravações, memorandos, relatórios… • A metodologia de investigação adoptada será o estudo de caso.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Faseamento do projecto

Calendarização


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Recursos • Humanos: - Professora/investigadora e os seus 21 alunos; -

Professores do mesmo ano lectivo que interagem directa ou indirectamente; Autores, ilustradores e/ou contadores de histórias que poderão interagir com as crianças.

• -

Materiais: Obras utilizadas neste estudo, como outras que se relacionem; Quadro interactivo, para projectar as histórias previamente digitalizadas.


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Considerações finais

Abrange dimensões

Desenvolve capacidades de construção de significados

Interfere na aquisição de saberes e conhecimento


A IMPORTÂNCIA DO IMAGINÁRIO NA INTERTEXTUALIDADE LEITORA

Considerações finais “O mundo é escuro e a luz é preciosa. Aproxima-te, querido leitor. Deves confiar em mim. Vou contar-te uma história.” (Kate Dicamillio, 2003)

Apresentação  

apresntacao de trabalho