Issuu on Google+

Revista do Conselho Regional de Farmácia do Estado de Santa Catarina Edição ESPECIAL DE ELEIÇÕES – Ano 03 – Outubro de 2013

eLEIÇÕES ONLINE O CRF-SC promove, em 2013, a primeira eleição via web. Serão escolhidos novos Conselheiros e a Diretoria. O voto é obrigatório a todos os farmacêuticos inscritos regularmente no CRF-SC. Veja nessa edição os candidatos e como votar online.


Voto pela WEB Veja quem deve votar e como votar nas ELEIÇÕES DO CRF-SC 2013

PELA INTERNET, o farmacêutico catarinense conseguirá votar pelo computador, celular, ou tablet, sem necessidade de ir até a sede ou seccional do CRF-SC. Esta eleição está submetida à segurança eletrônica, como espelhamento do banco de dados, criptografia das informações, alta capacidade de transações simultâneas e auditoria total do processo por consultoria independente. O VOTO É OBRIGATÓRIO para os farmacêuticos inscritos no CRF-SC, em situação cadastral regular, sem débitos vencidos até 23 de setembro, salvo para: 1) os maiores de 65 anos. 2) os declaradamente incapazes 3) os enfermos FARMACÊUTICO COM INSCRIÇÃO PROVISÓRIA também tem direito a voto. SÃO IMPEDIDOS DE VOTAR: 1) o farmacêutico militar, de acordo com o artigo 4º da Lei Federal nº 6681/79. 2) o farmacêutico com inscrição secundária no CRF-SC ( artigo 25 parágrafo 3º da Resolução CFF 521) O ELEITOR QUE DEIXAR DE VOTAR deverá apresentar a comprovação de justa causa ou impedimento até 60 dias após o pleito. Ao eleitor que faltar à sua obrigação será aplicada multa no valor correspondente a CADERNO ELEIÇÕES 2 OUTUBRO 2013

50% da anuidade em vigor no CRF, conforme determinado pelo CFF. CABE RECURSO à aplicação desta multa no plenário do CRF-SC. Da decisão regional, cabe recurso ao plenário do CFF no prazo de 5 dias. Após, será formalizado o competente executivo fiscal, conforme Lei Federal 3.820/60.

EM RAZÃO de alteração do regulamento eleitoral do CFF, não será possível regularizar pendências financeiras no dia do pleito, como ocorreu em eleições anteriores. Cada farmacêutico receberá pelo correio uma senha provisória para votação pela Internet, sem conhecimento ou acesso das partes envolvidas na eleição, a ser enviada com pelo menos 30 (trinta) dias de antecedência ao pleito, a qual deverá ser alterada previamente para uma definitiva, sendo vedado, uma vez digitado e confirmado o voto, alterá-lo. A votação poderá ser realizada em

qualquer computador com acesso seguro a Internet, durante o prazo ininterrupto de 9 (nove) horas do dia 7 de Novembro dia da eleição e serão computados os votos enviados eletronicamente pela Internet de 8h00min as 17h00min, horário local. O CRF disponibilizará aos farmacêuticos eleitores em sua sede pelo menos um computador com acesso a Internet durante o dia e horário da eleição, constituindo-se em seção eleitoral obrigatória. A votação online é segura, testada e auditada, garantindo sigilo, impossibilidade de votar mais de uma vez e transparência do processo. A chave para a segurança do voto online está em técnicas de criptografia. AS SENHAS PROVISÓRIAS PARA VOTAÇÃO SERÃO ENVIADAS ATÉ 30 DAIS ANTES DO INÍCIO DA VOTAÇÃO, PELOS CORREIOS. Caso você perca essa senha, pode requisitar envio por e-mail, desde que seu e-mail conste no arquivo do Colégio Eleitoral. Não é possível o cadastro de um novo e-mail. CASO VOCÊ TROQUE A SENHA PROVISÓRIA POR UMA NOVA SENHA E ESQUEÇA, o CRF-SC pode encaminhar outra provisória por e-mail, desde que seu endereço eletrônico conste no Colégio Eleitoral.


O mundo avança num click

P

ELO INSTRUMENTO DEMOCRÁTICO DO VOTO DIRETO, os farmacêuticos catarinenses vão escolher, em 2013, oito Conselheiros Regionais efetivos e três Conselheiros Regionais Suplentes. O mandato é para quatro anos: de 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2018. A Comissão Eleitoral Regional de Santa Catarina recebeu 18 inscrições para disputar essas vagas. A chapa de Diretoria tem mandato para dois anos: 2014/2015.

Nesse ano, a novidade é o conforto do farmacêutico votar em casa, pela internet, sem qualquer incômodo. Basta acessar o site: www.votafarmacêutico.org.br A votação poderá ser realizada em qualquer computador com acesso seguro a Internet, durante o prazo ininterrupto de 9 (nove) horas do dia 7 de Novembro, dia da eleição, e serão computados os votos enviados eletronicamente pela Internet de 8h00min as 17h00min, horário local. Caso preferir, a sede do CRF-SC em Florianópolis disponibilizará um computador com acesso a internet durante todo o dia e horário da eleição, constituindo-se assim em seção eleitoral obrigatória. Para além da obrigação, o voto é um instrumento de poder. Todos nós, brasileiros, ainda estamos sendo instruídos

na democracia, historicamente recente como prática política em nosso país. Estamos aprendendo a realidade de que esse momento de escolha decide toda uma política de atuação ao longo dos anos. Esse é o momento de cada farmacêutico participar efetivamente da construção desse destino. De acordo com as determinações do Conselho Federal de Farmácia, podem votar os farmacêuticos inscritos regularmente no CRF-SC e em situação cadastral regular – ou seja, sem débitos pendentes vencidos até 23 de setembro, conforme noticiado pelo CRF-SC por todos os meios de comunicação institucionais previstos: boletim eletrônico e site da autarquia. A escolha democrática dos seus representantes é uma das formas de garantir o fortalecimento da organização eleitoral. CADERNO ELEIÇÕES OUTUBRO 2013 3


OS CANDIDATOS FARMACÊUTICOS QUE CONCORREM Á FUNÇÃO DE CONSELHEIROS REGIONAIS EFETIVOS DO CRF-SC. Inscição

Nome

Número do CRF-SC

1

Robison Menin

3153

2

Antonio Walmir Nola

7957

3

Sandro Luiz Panasolo

2749

4

Patricia Virgilio Perazzoli

9291

5

Sara Rosângela Martins Rauen

1064

6

Emanuel Messias Camara

1831

7

Lúcio Joaquim Eller

3324

8

Arani Schroeder

3287

9

Glauciano Marcelo Mosca

3497

10

Hortência Salett Muller Tierling

2537

11

Paulo Sérgio Teixeira De Araujo

1867

12

Silvana Nair Leite Contezini

3268

13

Laércio Batista Junior

2056

14

José Miguel Do Nascimento Junior

1522

15

Fernanda Manzini

8314

16

Rafael Marin

5115

17

Cleidson Valgas

2735

18

João Jorge Geleski

8217

OS CURRÍCULOS A SEGUIR SÃO REPRODUZIDOS CONFORME INFORMAÇÕES PRESTADAS PELOS PRÓPRIOS CANDIDATOS AO COLÉGIO ELEITORAL. CADERNO ELEIÇÕES 4 OUTUBRO 2013


FARMACÊUTICOS QUE CONCORREM Á FUNÇÃO DE CONSELHEIROS REGIONAIS EFETIVOS DO CRF-SC. Robison Menin

Formado em Farmácia e Bioquímica pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1996; Pós-Graduado em Administração de Saúde Pública (2002); Atuando no ramo de farmácia comercial desde 1997; Eleito conselheiro do CRF no período de 2007 a 2010; Propostas: Preservar o espaço do farmacêutico e estimular sua ampliação no setor público e garantir a qualidade dos serviços de saúde; Trabalhar para que a farmácia seja reconhecida como estabelecimento de saúde; Garantir a continuidade de um CRF justo e democrático; Apoiar as ações que venham melhorar a empregabilidade e as condições de trabalho dos nossos profissionais farmacêuticos.

Antonio Walmir Nola

Brasileiro, casado, nascido em Meleiro – SC, em 18 de Novembro de 1960, domiciliado em Rio Maina – Criciúma – SC. Formado em Farmácia pela UNESC –Criciúma– SC em Dezembro de 2006. Sou presidente do conselho do SENAC, Criciúma há 3 anos e conselheiro do SENAC estadual há 3 anos. Fui presidente do Sindicato de farmácias de Criciúma e região por 18 anos. Sou sócio proprietário da rede Líder Farma, franquia de farmácias, da Siderafarma Ltda e da Drogaria São Victor Ltda. Desde 1987, estou lutando em prol da área de farmácias e drogarias, como presidente de sindicato ou como membro de diretoria, como conselheiro da Fecomércio de Santa Catarina. Cobrando sempre da classe política para melhorias do comércio farmacêutico. Por certo, como conselheiro estarei trabalhando pelos colegas farmacêuticos.

Sandro Luiz Panasolo

Graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina em 1994. Proprietário de farmácia por 6 anos (1996 a 2002). Membro da comissão de ética do CRF (1997).Trabalhando desde 2002 em farmácias comerciais. Propostas: Estimular a participação e ampliação do quadro de farmacêuticos na saúde pública, para que tenhamos uma maior qualidade e eficiência neste setor. Trabalhar para que a profissão farmacêutica tenha cada vez mais reconhecimento e respeito, por sua importância na preservação da saúde. Apoiar as decisões do Conselho, que tenham como objetivo melhorar as condições de trabalho de todos os farmacêuticos. Lutar por uma farmácia reconhecida como estabelecimento de saúde. CADERNO ELEIÇÕES OUTUBRO 2013 5


FARMACÊUTICOS QUE CONCORREM Á FUNÇÃO DE Patricia Perazzoli

Farmacêutica graduada pela UNOPAR- Universidade Norte do Paraná e pós-graduada em Farmacologia em UEM- Universidade Estadual de Maringá. Foi gerente administrativa da Farmácia Farmamed no Paraná e atualmente é gerente da Rede Farma Luciano em Itajaí.Busca intensificar a Atenção Farmacêutica implantando a farmácia clinica e agregando qualidade no atendimento ao paciente/usuário de medicamentos. É secretária da Sociedade Brasileira de Farmácia Comunitário Regional SC. Acredita no profissional farmacêutico e luta pelo seu reconhecimento.

Sara Rosângela Martins Rauen

Defende o aumento de rentabilidade do profissional, a possibilidade do exercício de múltiplas atividades de acordo com disponibilidade horária, o respeito ao exercício profissional com veiculação rápida das alterações de legislação, cursos e afins. Busca uma política de apoio ao profissional empreendedor e menos onerosa no valor das taxas/anuidades/ multas. Formada em Farmácia/Análises Clínicas na UFSC, trabalhou em laboratório clínico e em farmácia. Trabalha como consultora para desenvolvimento das farmácias médias/pequenas privilegiando o trabalho do farmacêutico. Presta consultoria gratuita sobre legislação sanitária, trabalhista na área farmacêutica e profere palestras em comunidades sobre o uso, guarda e descarte de medicamentos. Emanuel Messias Câmara

Tenho como foco um farmacêutico que pode ser bem-sucedido na sua caminhada profissional (satisfação, inclusive financeira). Acredito neste suceso e trabalho para isto. Busco um CRF composto por profissionais inteligentes que não permitam a contaminação por interesses partidários. Farmacêutico formado pela UFSC com especialização em Tecnologia de Alimentos. Atuou em desenvolvimento de produtos e CQT no sistema Coca-Cola. Especialista em sistema tratamento de água e água mineral. Foi gerente comercial e marketing Coca-cola, Diretor comercial da Farma e Farma, diretor proprietário de Farmácias em Florianópolis. Diretor Comercial fundador da Confarma. Diretor e conselheiro do CRF-SC. Ministrou palestras em Universidades de farmácias e centros farmacêuticos do Sul do País. CADERNO ELEIÇÕES 6 OUTUBRO 2013


E CONSELHEIROS REGIONAIS EFETIVOS DO CRF-SC. Lúcio Joaquim Eller

Formado em Farmácia na UFSC em 1998, onde era membro ativo do CA, participando de ENEFs em Recife e Florianópolis e Farmasul. Abriu sua Farmácia em fevereiro de 1998, em Santo Amado da Imperatriz, onde atua até hoje como Farmacêutico e proprietário. Sócio fundador da Rede Confarma, consultoria associativa que tem por objetivo levar a colegas farmacêuticos oportunidades de negócios para suas farmácias. Acredito no profissional Farmacêutico como agente de saúde, sendo reconhecido por sua comunidade como profissional capaz e responsável pela guarda e orientação dos medicamentos. Tendo liberdade para trabalhar em mais de uma farmácia conforme sua disponibilidade de horários. Tenho orgulho de ser farmacêutico, e faço desta profissão meu sustento minha vida, e desejo isto a todos colegas. Arani Schroeder

Arani Schroeder, formado pela Univali, fez a monografia que deu origem à Farma&Farma, da qual foi presidente em várias gestões; cursou Farmácia Clínica- Universidad de Chile, além do MBA-Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas.Foi Conselheiro Suplente do CRF-SC . Professor de Pós Graduação-I-BRAS. Consultor, palestrante na área de gestão do varejo farmacêutico. Fundador e Presidente da Sociedade Brasileira de Farmácia Comunitária de Santa Catarina-SBFC-SC. Proprietário de farmácia desde 1991. A minha experiência me habilita a representá-lo dentro dos anseios que você espera.Vou Lutar para :a)Fiscalização Orientativa e Humanizada; b) Ouvidoria Dirigida, c) Cursos dirigidos às necessidades da Classe; d) Exercermos múltiplas funções de acordo com a nossa disponibilidade de horário. Glauciano Marcelo Mosca

Formado pela Universidade Católica de Santos e Pós graduado em MKT e Negócios pelo INBRAPE. Fui farmacêutico e funcionário de outras farmácias por 6 anos e com muito trabalho, dedicação e humildade, proprietário de farmácia há 9 anos. Faço parte da diretoria do Sincofarma de Joinville e Norte Catarinense, sempre buscando a valorização e inserção do farmacêutico. Quero muito ajudar na valorização e humanização da farmácia em nosso estado. Buscaremos a fiscalização orientativa e humanizada. Formação administrativa desde a graduação. Alteração da grade curricular nas faculdades, capacitando e encorajando o farmacêutico para assumir a gestão farmacêutica. Só assim vamos dar início a nossa valorização como profissional de saúde. “Farmácia deve ser de farmacêutico”. Vamos assumir esse papel. CADERNO ELEIÇÕES OUTUBRO 2013 7


FARMACÊUTICOS QUE CONCORREM Á FUNÇÃO DE Hortência Salett Muller Tierling

Presidente do CRF-SC e Diretora do SindFar, é a cara do Movimento Superação. Desde que assumiu a Vigilância Sanitária em Chapecó, onde reside, tem se dedicado à luta pela valorização do farmacêutico. Graduada pela UFRGS, especialista em Saúde Pública, foi inspetora do Programa Nacional de Inspeção na Indústria Farmacêutica e coordenou o trabalho para inclusão dos farmacêuticos no SUS em SC, que levou a contratação de mais de 400 profissionais. Até então, apenas 36 prefeituras possuíam RT profissional no Estado, hoje são 278. Sua atuação é marcada pelo diálogo com atores como Ministério Público, universidades, gestores da saúde e conselhos profissionais de outras categorias. Tem apoiado o SindFar nas negociações com os sindicatos patronais que resistem em valorizar o salário do Farmacêutico. Paulo Sérgio Teixeira de Araújo

Habilitado em Análises Clínicas pela UFSC e mestre em Educação e Cultura pela UDESC. Foi Proprietário e Responsável Técnico de farmácia em São José, de 1991 a 2008 e farmacêutico bioquímico da Marinha do Brasil. Participou da fundação da Coperfarma, associação que congrega estabelecimentos pertencentes a profissionais farmacêuticos em vários estados brasileiros. Foi Conselheiro do Conselho Municipal de Saúde de São José e do Conselho Estadual de Saúde. É Membro da Comissão Parlamentar do CFF, desde 2012, e diretor do Sindfar. Um dos principais líderes da luta contra o Ato Médico, foi membro fundador da Frente Parlamentar Em Defesa da Saúde Pública em Santa Catarina. Como tesoureiro da atual gestão do CRF/ SC, vem demonstrando plena dedicação à gestão responsável dos recursos da entidade. Silvana Nair Leite

Graduada pela UNIVALI e doutora em Saúde Pública pela USP, a conselheira Silvana Nair Leite tem uma longa trajetória na formação de farmacêuticos e de participação na luta pela valorização dos farmacêuticos como profissionais da saúde. É uma liderança na formulação das práticas e educação farmacêutica com vistas à integral aplicação dos direitos preconizados pelo SUS. Diretora do SindFar/SC e gestora do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Inovação Farmacêutica, é presidente da Escola Nacional dos Farmacêuticos, professora do Departamento de Ciências Farmacêuticas da UFSC, coordenadora do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica, orientadora de mestrado e doutorado na área de Assistência Farmacêutica.

CADERNO ELEIÇÕES 8 OUTUBRO 2013


E CONSELHEIROS REGIONAIS EFETIVOS DO CRF-SC. Laércio Batista Junior

Tem mais de vinte e cinco anos de experiência em Drogaria e Farmácia com Manipulação. Formado pela Universidade Metodista de Piracicaba em 1988, especialista em farmácia clínica e atenção farmacêutica é proprietário de estabelecimento tradicional e um vigilante atento da boa conduta nas práticas farmacêuticas e comerciais. Atua pró-ativamente pela melhoria da assistência aos estabelecimentos farmacêuticos em todo o país. Por compreender a farmácia como estabelecimento de saúde, defende a qualificação profissional, especialmente na área dos serviços farmacêuticos e atenção a saúde, a fim de preparar o profissional para essa nova realidade é ministrante convidado do Projeto Excelência Farmacêutica do CFF. É conselheiro e atual diretor secretário-geral do CRFSC. José Miguel do Nascimento Junior

A biografia de José Miguel se confunde com a história do CRF/ SC. Farmacêutico, especialista e mestre em Saúde Pública, há mais de vinte anos, dedica-se à defesa da formação de qualidade para os profissionais e em prol da valorização da categoria. Suas gestões como presidente do CRF promoveram uma verdadeira virada na condução dos trabalhos do Conselho, transformou-o no órgão atuante que hoje conhecemos. Professor da Univali, também foi presidente do SindFar/SC, conselheiro do CFF e Diretor de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina. Atualmente, está à frente do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, onde tem capitaneado as discussões acerca da qualificação e ampliação do setor farmacêutico no país. Fernanda Manzini

Graduada em Farmácia na UFSC, vem militando junto à categoria desde a graduação. É especialista em Saúde da Família e mestre em Farmácia. Atua na coordenação técnica do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica, e tem viajado pelo país, acompanhando a discussão da qualificação e valorização do farmacêutico no SUS. É diretora do Sindfar/SC, aonde vem buscando a valorização do farmacêutico por meio de um piso salarial adequado e condições dignas de trabalho, tanto no setor privado quanto no público. É diretora da Escola Nacional dos Farmacêuticos e conselheira do Conselho Municipal de Saúde de Florianópolis. Jovem, comprometida com o papel do farmacêutico como profissional de saúde, vem ocupado espaços estratégicos na luta pela valorização da categoria e por uma saúde pública de qualidade. CADERNO ELEIÇÕES OUTUBRO 2013 9


FARMACÊUTICOS QUE CONCORREM Á FUNÇÃO DE CONSELHEIROS REGIONAIS EFETIVOS DO CRF-SC. Rafael Marin

Graduado Farmacêutico-Bioquímico pela UNIVALI em 2002, sempre atuou no segmento de Apoio Laboratorial. Traz na bagagem profissional experiências corporativas diversificadas e especializou-se em Gestão Empresarial, por entender que o profissional das Análises Clínicas, alia junto ao conhecimento técnico e humanização nos atendimentos aos pacientes, a direção administrativa e empresarial dos laboratórios. Desde o início de sua carreira, promove o associativismo para o desenvolvimento do setor em diversas frentes. Participa ativamente no desenvolvimento do Grupo de Laboratórios Reação, formado há 15 anos, por colegas do Sul de Santa Catarina, que desempenha papel fundamental no fomento associativista do segmento. Cleidson Valgas

Preocupado com a qualidade da formação do farmacêutico desde a graduação, e atuando como professor e coordenador do Curso de Farmácia da Unisul vêm participando da discussão da adequação e avaliação da formação farmacêutica ao novo contexto de saúde do Brasil. Em sua trajetória, tem ocupado espaços estratégicos onde luta pela valorização da categoria e por uma saúde pública de qualidade, como a presidência do Conselho Municipal de Saúde de Tubarão, e, atualmente, como conselheiro do Conselho Estadual de Saúde e vice-presidente do SindFar. Em 2011, ingressou no serviço público como bioquímico do Lacen e assumiu a presidência do Centro de Estudos, buscando a capacitação dos profissionais como forma de promover uma melhoria contínua na qualidade do serviço prestado à população catarinense.

João Jorge Geleski

Desde sua formação na Universidade Estadual de Ponta Grossa, possui experiência na atuação como farmacêutico em Drogaria e Farmácia com Manipulação. Desde 2008 é proprietário de farmácia em Lages. Nesse mesmo período, associou-se à Associação de Farmacêuticos e Bioquímicos (AFBA) da Associação dos Municípios da Região Serrana (AMURES), e, desde 2011, ocupa a presidência da associação. A sua candidatura representa os farmacêuticos pequenos proprietários de farmácia. Jorge tem buscado organizar a categoria e sua pratica profissional na direção de demonstrar para a Sociedade que é plenamente compatível fazer da Farmácia um prospero empreendimento econômico e um estabelecimento de Saúde. CADERNO ELEIÇÕES 10 OUTUBRO 2013


Proposta da chapa que concorre à Diretoria Chapa Superação e Renovação com Experiência O Movimento Superação nasceu dos anseios dos farmacêuticos catarinenses por VALORIZAÇÃO da categoria em todos os setores de atuação. Esse movimento construiu a mudança e fez do CRF-SC uma instituição reconhecida, forte e atuante. Para os farmacêuticos de Santa Catarina,

ampliou e garantiu o mercado de trabalho nos setores público e privado, com respaldo na ética profissional e na firme atuação do seu Conselho. Hoje contamos com um Conselho ATUANTE, sintonizado com as necessidades da categoria e da sociedade, que influencia nos debates técnicos

e políticos em SC e no Brasil. E é neste caminho que precisamos continuar evoluindo: com ética, valorização, melhores salários, reconhecimento social e melhores condições para o desenvolvimento do trabalho farmacêutico, em todo o seu âmbito.

Para a Diretoria, com mandato para o biênio 2014/2015, com vigência para o período de 1º de janeiro de 2014 e término no dia 31 de dezembro de 2015:

CHAPA 1 Nome

Inscição do CRF-SC

Cargo

Hortência Salett Muller Tierling

2537

Presidente

Silvana Nair Leite

3268

Vice-Presidente

Laércio Batista Junior

2056

Secretário-geral

Paulo Sérgio Teixeira de Araújo

1867

Tesoureiro

CADERNO ELEIÇÕES OUTUBRO 2013 11


EXPEDIENTE

Espaço Farmacêutico

Publicação do Conselho Regional de Farmácia de Santa Catarina ISSN 2175 - 134X Travessa Olindina Alves Pereira, 35 - Centro Florianópolis - SC Cx Postal 472 CEP 88020-100 Fone: (48) 3222.4702 Website: www.crfsc.org.br E-mail: crfsc@crfsc.org.br DIRETORIA Presidente: Hortência S. Müller Tierling Vice-presidente: Silvana Nair Leite Secretário Geral: Laércio Batista Júnior. Tesoureiro: Paulo Sérgio Teixeira de Araújo.

Voto em casa, pela rede O modelo de votação eletrô- em qualquer computador com nica deverá obedecer a seguinte acesso seguro a Internet, durante sequência: o prazo ininterrupto das 8h00min as 17h00min, horário local, do dia a) A relação dos candidatos à 07 de novembro de 2013. Acesse: Conselheiro Regional, no qual o www.votafarmaceutico.org.br eleitor será orientado a assinalar quantos candidatos forem as vaO CRF disponibilizará aos fargas disponíveis para Conselheiro Regional Efetivo, devendo ser macêuticos eleitores em sua sede, na precedido de números com dois Trav. Olindina Alves Pereira nº 35, dígitos para identificação; CEP 88.020-095, no município de Florianópolis/SC, pelo menos um b) A chapa completa da Dire- computador com acesso a Internet, toria, com nomes e funções. durante o dia e horário da eleição, constituindo-se em seção eleitoral A votação poderá ser realizada obrigatória.

CONSELHEIROS Ana Cláudia Scherer Monteiro, Indianara Toretti, Marco Aurélio Thiesen Koerich, José Miguel do Nascimento Júnior, Luiz Henrique da Costa, Laércio Batista Júnior, Silvana Nair Leite, Maria Elisabeth Menezes, Karen Berenice Denez, Hortência Tierling, Tércio Egon Paulo Kasten e Paulo Sérgio Teixeira de Araújo. Suplentes: Álvaro Luiz Parente, Carlos Roberto Merlin, Sara Rauen. Conselheiro Federal: Paulo Roberto Boff, Anna Paula de Borba Batschauer. COMISSÃO ELEITORAL Fernanda Mazzini Presidente Samara Jamile Mendes Membro Helia Terezinha Alves da Silva Membro ASSESSORIA TÉCNICA Ronald Ferreira dos Santos Elaine Cristina Huber Jornalista Responsável Iuri Luconi Grechi Mtb 7491- RS Tiragem 9.000 exemplares Ghana Branding Av. Almirante Tamandaré, nº 94 - sl. 702 CEP: 88080-160, Coqueiros - Florianópolis, SC. (48) 3248-9003


Espaço Farmacêutico - Edição Especial de Eleições