Page 1

Cópia não autorizada

AGO 1998

NBR ISO 3108

Cabos de aço para uso geral Determinação da carga de ruptura real ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680 Rio de Janeiro - RJ Tel.: PABX (021) 210 -3122 Fax: (021) 220-1762/220-6436 Endereço Telegráfico: NORMATÉCNICA

Copyright © 1998, ABNT–Associação Brasileira de Normas Técnicas Printed in Brazil/ Impresso no Brasil Todos os direitos reservados

Origem: Projeto 07:000.09-008:1997 CB-07 - Comitê Brasileiro de Navios, Embarcações e Tecnologia Marítima CE-07:100.14 - Comissão de Estudo de Acessórios de Amarração e Movimentação de Cargas a Bordo NBR ISO 3108 - Steel wire ropes for general purposes - Determination of actual breaking load Descriptors: Wire. Wire rope Esta Norma é equivalente à ISO 3108:1974 Válida a partir de 30.09.1998 Palavra-chave: Cabos de aço

Sumário Prefácio 1 Objetivo e campo de aplicação 2 Comprimento para ensaio 3 Peça de ensaio 4 Ensaio 5 Relatório de ensaio

2 páginas

Esta Norma também pode ser utilizada para outros cabos, a menos que seu uso seja especificamente excluído pela norma em questão ou que seja indicado outro método por esta.

2 Comprimento para ensaio O comprimento para ensaio (distância entre as garras) deve ser conforme a tabela a seguir.

Prefácio Dimensões em milímetros A ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas - é o Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras, cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (CB) e dos Organismos de Normalização Setorial (ONS), são elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros). Os Projetos de Norma Brasileira, elaborados no âmbito dos CB e ONS, circulam para Votação Nacional entre os associados da ABNT e demais interessados.

1 Objetivo e campo de aplicação Esta Norma especifica um método de ensaio de resistência à tração até a ruptura, para se determinar a carga de ruptura real de cabos de aço para uso geral e de grande diâmetro, conforme a ISO 2408, Steel wire ropes for general purposes - Characteristics1 ).

1)

Para os efeitos de Norma Brasileira, utilizar a NBR 6327:1998.

Diâmetro do cabo d

Comprimento mínimo para ensaio C

d≤6

300

6 < d ≤ 20

600

d > 20

30 x d


Cópia não autorizada

NBR ISO 3108:1998

2

3 Peça de ensaio O comprimento mínimo da peça de ensaio é constituído do comprimento para ensaio acrescido do comprimento necessário para se fixar a peça. A peça de ensaio deve ser representativa do cabo como um todo e estar livre de defeitos. Antes da seleção, as extremidades da peça de ensaio devem ser amarradas para impedir o desenrolamento das pernas. Da mesma forma, o cabo do qual a peça de ensaio é retirada deve ser amarrado. Ao se cortar a peça de ensaio do cabo, a peça de ensaio e o cabo não devem ser danificados. Durante o ensaio, a peça de ensaio deve ser fixada de tal forma que todos os arames do cabo participem da solicitação da carga. Pode ser útil colocar soquetes cônicos na peça de ensaio. Se tais soquetes forem utilizados, deve-se assegurar que o material de fundição penetre bem para se garantir uma coesão íntima com os arames destorcidos.

4 Ensaio 4.1 Não é permissível aplicar rapidamente mais do que 80% da carga de ruptura mínima especificada na ISO 24081). A carga restante deve ser aplicada lentamente, a uma taxa de aplicação de tensão de aproximadamente 10 MPa por segundo.

1)

Para os efeitos de Norma Brasileira, utilizar a NBR 6327:1998.

4.2 A carga de ruptura real será alcançada quando não for mais possível o aumento da carga aplicada. 4.3 Os ensaios em que a ruptura ocorrer dentro ou ao lado das garras podem ser desprezados, a critério do fabricante, nos casos em que a carga de ruptura mínima não for atingida.

5 Relatório de ensaio O relatório de ensaio deve incluir as seguintes informações: a) referência ao método utilizado, isto é, esta Norma; b) resultados (em termos de magnitude e unidade); c) quaisquer características incomuns percebidas durante o ensaio; d) qualquer operação não incluída nesta Norma ou considerada opcional.

NBRISO3108  

Origem: Projeto 07:000.09-008:1997 CB-07 - Comitê Brasileiro de Navios, Embarcações e Tecnologia Marítima CE-07:100.14 - Comissão de Estudo...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you