Issuu on Google+

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

INVERNO

2013/14


Editorial que celebra actualmente 50 anos de carreira.

João Prates Director

Estimados Sócios, Com esta revista fazemos justa homenagem ao nome maior da cerâmica portuguesa, mestre Querubim Lapa, com duas séries de distintas edições. Uma exalta os seus históricos painéis de azulejo de 1956, da Escola Primária de Campolide, actualmente com o seu nome. A outra celebra o feminino numa série dedicada à Mulher, integrando uma serigrafia concebida pelo artista expressamente para acompanhar a edição especial, numerada e limitada, da escultura Mulher Caracol, em parceria com a Vista Alegre. A não perder.

O CPS não se responsabiliza por qualquer erro tipográfico nos preços ou referências que constem neste catálogo. As Condições de Inscrição de novos Sócios substituem e revogam as publicadas em edições anteriores.

Para levar para o futuro, e em condições de excepção, as serigrafias de um dos representantes máximos da pintura portuguesa, Júlio Pomar, em homenagem a Carlos do Carmo, a singular voz do fado,

Ken Rinaldo é um destacado artista americano do movimento Bio Arte, com instalações robotizadas nos centros mais vanguardistas da criação contemporânea. O artista inaugura o novo espaço da galeria do fundador do CPS, António Prates, motivo para comemorar com quatro edições para sócios, em tiragem reduzida, que bem reflectem o seu universo conceptual e criativo. Do nosso Atelier CPS continuam a provir novas edições, irrepetíveis e exclusivas, que atestam a diversidade criativa dos nossos artistas, em diálogo intergeracional. Na serigrafia, de Isabel Laginhas apresentamos uma nova obra de elevado apuro técnico onde brilham os ouros e as pratas de uma geometria secreta. A natureza primordial inspirou, com mestria no desenho, Engrácia Cardoso e a vibração da cor de Laura Cesana. De Ana Ventura apresentamos uma nova série que terá projecção internacional: faz parte de um livro a editar na Noruega e Manuela Bacelar, absoluta referência da ilustração portuguesa, desperta em nós o deslumbre da infância. Na gravura, as provas sábias e mágicas de

mestre Marçal, em tiragem reduzidíssima; a mão ancestral de Machiana em invulgar cromatismo; a figuração irónica e atenta do escultor Jorge Pé-Curto e a música oculta das paisagens em Nim Castanheira. Com obra pública pelo país, o escultor Diogo Rosa eleva o mármore, provocando a nossa imaginação. George Charman, reconhecido artista inglês, apresenta um notável conjunto de laboriosas gravuras, antigas só na aparência, para efectuar uma profunda e subtil reflexão sobre um tempo global, em ruínas. Bem se adequa uma frase, recente e de esperança, do grande mestre Cruzeiro Seixas, “estamos a assistir ao parto de um mundo novo”. Compete-nos fazer o futuro com mais Arte, mais criação e uma melhor humanidade. Com gratidão. Se há Arte, há futuro. Bem haja! João Prates

EDIÇÕES DE SUBSCRIÇÃO

EDIÇÕES EXTRA-SUBSCRIÇÃO

As Edições de Subscrição são exclusivas para os Sócios CPS e beneficiam da gentileza e condições especiais por parte dos artistas. São sempre válidas por um determinado e indicado número de quotas mensais (4M, 6M, 8M, …) de acordo com o valor de mercado. Assim, como exemplo, as Obras de Subscrição 4M, 4 meses de quotas, têm o valor comercial entre €220 e € 295; as 6M entre €320 e €395 e as 8M entre €430 e €510.

Na sua maioria são obras não editadas pelo CPS, consignações ou edições sem condições especiais por parte dos artistas. Nas obras que assim o indicarem, o Sócio CPS poderá descontar o valor acumulado em quotas.

SOBRE AS VARIANTES Cada edição realizada pelo CPS resulta de um processo criativo desenvolvido pelo artista, em estreita colaboração e envolvimento com o cada vez mais experiente Atelier CPS. Neste diálogo, alguns artistas têm privilegiado a multiplicidade de uma mesma edição, enriquecendo-a com várias variantes de cor ou forma. Estas variantes são efectuadas em tiragem de menor número (não ultrapassando, no seu total, os limites estabelecidos para a edição), o que lhes confere um valor acrescido.

LEGENDA DAS OBRAS Técnica Referência

Edições de Fotografia com o apoio de Epson Portugal

FICHA TÉCNICA: Edição e Coordenação - João Prates, Ana Pacheco, Alexandra Silvano; Design e Paginação - Rua do Loreto Design / Ana Pacheco; Fotografia - Francisco Palma; Revisão - Catarina Restani, Fátima Ramos. Crítica de Arte - Maria João Fernandes – membro da AICA (Associação Internacional de Críticos de Arte) e professora universitária. Organizou e prefaciou numerosas exposições. Escreve para diversas revistas de arte e é colaboradora regular do JL – Jornal de Letras, Artes e Ideias. Tiragem - 7.000 exemplares Impressão - Ocyan

Dimensão da obra Preço de Venda ao Público - PVP

Preço de Sócio Validade para sócio (Quotas necessárias para adquirir a Obra - Ex. 4M = 4 Meses de Quotas)

% Percentagem de dedução em quotas sobre o preço de sócio

Todos os valores apresentados incluem Iva (s/ margem, ao abrigo do DL - Nº 199/96 de 18 de Outubro, Regime Obras de Arte).

EQUIPA CPS Administração: António Prates; Direcção Geral e Editorial: João Prates; Adjunta de Direcção e Eventos: Paula Borges; Direcção de Galerias e Edições: Alexandra Silvano; Marketing e Comunicação: Ana Pacheco; Gestão de Sócios e Clientes: Ana Soares, Mariana Pinto; Stocks e transportes: Abel Félix, Francisco Palma; Assistência a Sócios e Clientes: Sede CPS – Elisabete Nogueira, Fátima Ramos, Catarina Restani; Galeria CPS no CCB – João Matias, Cátia Guimarães, Mafalda Vassalo; Edições de Serigrafia: Rui Alves, Rosária Graça, Leandro Santos, Sara Rodrigues, Rui Silva; Edições de Fotografia e Digital Print: Luís Azevedo, Edições de Gravura e Litografia: Humberto Marçal, Rui Marçal, Pedro Marçal; Crítica de Arte: Maria João Fernandes; Consultadoria: João Torres Pereira.

www.cps.pt facebook.com/CentroPortuguesdeSerigrafia www.artcps.blogspot.com


Querubim Lapa

SÉRIE “ESCOLA”

DIGITAL PRINT Ref. ED030 I 46 x 61,5 cm I PVP 430 € I Sócio 301 € I 8M EDIÇÃO DE 100 EXEMPLARES

Inverno 2013-14

A Primavera parece ser a estação da sabedoria na arte de Querubim Lapa plasmada nos grandes painéis de 1956 da Escola Primária de Campolide, agora Escola Mestre Querubim Lapa. Realidade e metáfora, o florescimento da natureza associa-se ao mundo em que o conhecimento igualmente floresce, toda uma natural lição de beleza e de harmonia. Sintonia do crescimento do espírito e da lição dos mágicos frutos de uma espécie de paraíso terrestre, indissociável património da infância. As letras e os números parecem brotar do coração solar das árvores e os livros conduzem os pássaros aos seus ninhos, morada de uma liberdade conquistada ao silêncio. A felicidade é o verdadeiro destino de todas as criaturas, de todos os reinos, parecem dizer-nos estes quadros de um bucolismo ingénuo e sábio, na doce sinfonia das cores, turquesas, esmeraldas e topázios crescendo em padrões de uma geometria secreta, verdadeira chave da inocência celebrada por deusas meninas coroadas de flores. Uma idade de ouro que permanece a mais sábia inspiração para o futuro.

3

OS PAINÉIS DE MESTRE QUERUBIM LAPA NA ESCOLA DE CAMPOLIDE EM LISBOA


EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

SÉRIE “ESCOLA”

DIGITAL PRINT Ref. ED029 I 44,5 x 78,5 cm I PVP 510 € I Sócio 357 € I 8M EDIÇÃO DE 100 EXEMPLARES

A Oficina do Mestre ‘Alquimista’ DIÁLOGO DE QUERUBIM

LAPA COM MARIA JOÃO FERNANDES

Maria João Fernandes - Quais são as grandes influências do seu trabalho, os Mestres que o marcaram? Querubim Lapa - Algumas das minhas referências fundamentais, que posso apontar: Cézanne, Columbano, Amadeo, Velásquez, Goya e Picasso. Como tantos outros artistas, aprendi a copiar os grandes mestres e também no convívio com os maiores artistas do meu tempo, nas conversas de café na Brasileira do Chiado onde se falava sobre arte, sem a formalidade da Escola. Por aí passaram o Almada Negreiros, o Bernardo Marques e o Eduardo Viana. Almada comprou-me um quadro num Salão da S.N.B.A., já tinha comprado um ao Júlio Pomar. O meu diálogo com Soares dos Reis foi interessante, em 1949 modelei algumas das suas peças (“A Inglesa”, “O Desterrado”) para reconstituir o cenário do seu atelier para um filme.

MJF - Como é que, da escultura que foi dominante nos seus inícios, partiu em 1954, para a cerâmica, que se tornou o aspecto mais emblemático do seu percurso? QL - Aluno do curso de escultura da Escola António Arroio (onde fui professor), o meu encontro com Martins Correia e a frequência do seu atelier, revelou-se marcante. Na verdade estava indeciso entre a pintura e a escultura. Fazia a pintura em casa e a escultura na Escola. Comecei a expôr ambas nas Gerais de Artes Plásticas. Foi um desafio do arquitecto Chorão Ramalho à porta da Brasileira que me fez descobrir a cerâmica. Propôs-me a decoração de um painel para um Centro Comercial no Restelo, o primeiro entre nós. Realizei na altura um padrão geométrico inserindo-me numa linha abstracta praticada então por Lanhas, Nadir Afonso ou Cargaleiro. No Atelier da Viúva Lamego, onde o painel


SÉRIE “ESCOLA”

era realizado, tomei então contacto com Jorge Barradas e com a cerâmica, que permitindo-me reunir a pintura e a escultura, se tornou a grande paixão da minha vida. Sob o estímulo de Jorge Barradas, comecei a experimentar a técnica da pintura e da escultura em cerâmica, a acompanhar a cozedura, a descobrir uma nova paleta de cores e a grande alquimia, a voluptuosidade da matéria. Os operários tornaram-se meus mestres. Aprendi a pintar e a vidrar os azulejos, a preparar os esmaltes para receberem os pigmentos de cor, a “enfornar”, a cozer as peças nos fornos de lenha.

5

MJF - Como conseguiu conciliar uma actividade pedagógica com a sua actividade como artista? Completam-se, interagem positivamente, ou uma limita por vezes a outra?

Inverno 2013-14

QL - A convite de Lino António, seu Diretor, comecei a dar aulas de desenho de letra na António Arroio e mais tarde, quando saiu o Cargaleiro, de Cerâmica. O ensino sempre completou positivamente e enriqueceu a minha obra criativa.

N

o Atelier da Viúva Lamego, onde o painel era realizado, tomei então contacto com Jorge Barradas e com a cerâmica, que permitindome reunir a pintura e a escultura, se tornou a grande paixão da minha vida.

DIGITAL PRINT Ref. ED031 I 57,5 x 46 cm I PVP 430 € I Sócio 301 € I 8M EDIÇÃO DE 100 EXEMPLARES

MJF - Que acção pedagógica terá exercido a presença da sua obra cerâmica na Escola que tem o seu nome em Campolide? QL - Penso que os meus painéis representaram ao longo dos anos um primeiro contacto dos alunos com uma expressão da arte moderna que sem dúvida teve um papel importante na sua formação. MJF - O que tem a dizer sobre as suas obras agora editadas pelo CPS, as estampas digitais que reproduzem o seu já histórico painel da Escola de Campolide e em parceria com a Vista Alegre “A Mulher Caracol” em serigrafia e em escultura, na bela cabeça em verde marinho vidrado? QL - Os painéis da Escola de Campolide foram realizados em 1956 a convite de Pires Martins, numa altura em que as escolas eram propriedade da Câmara Municipal de Lisboa e não do Ministério da Educação e foram pintados à mão durante dois anos num período em que artistas como Maria Keil, Júlio Pomar, Alice Jorge ou Sá Nogueira produziram também importante obra cerâmica. A edição do CPS é uma evocação magnífica desta minha obra e uma homenagem que muito me sensibiliza. A “Mulher Caracol”, por sua vez, assume verdadeiramente e com grande brilho nestas duas edições em serigrafia e em louça da Vista Alegre, o papel que de início lhes atribuí, o de uma dupla celebração da mulher e da natureza.

Os painéis de 1956 na Escola Primária Querubim Lapa em Campolide, Lisboa.


QUERUBIM LAPA Mulher Caracol

EM PARCERIA COM:

EDIÇÃO DE LUXO

ESCULTURA & SERIGRAFIA

Da parceria com a Vista Alegre, nasce uma edição de luxo, escultura e serigrafia, exclusiva para Sócios CPS. Beneficie do vantajoso preço de conjunto!

RESERVE JÁ PARA GARANTIR O SEU EXEMPLAR!

ESCULTURA 20,8 x 22,3 x 14 cm Porcelana vidrada em verde claro Edição de apenas 100 exemplares Numeração e reprodução da assinatura do artista na base da escultura

Um exclusivo da Vista Alegre para o CPS

D

a parceria estabelecida com a Vista Alegre, nasce a edição de luxo, em tiragem limitada, de Mulher Caracol, do prestigiado artista plástico e ceramista Mestre Querubim Lapa, em exclusivo para o CPS. Criada em fina porcelana, esta delicada e sumptuosa escultura vidrada em verde marinho, une-se à serigrafia homónima, evocando, nas palavras do autor, “a mulher que amava a metamorfose”, verdadeiro poema plástico. Um conjunto excepcional de rara beleza que fará toda a diferença na sua colecção particular.

SERIGRAFIA 70 x 50 cm Edição de apenas 100 exemplares numerados e assinados pelo artista

Conjunto da escultura e serigrafia “Mulher Caracol” em edição limitada de apenas 100 exemplares PREÇO ESPECIAL DE LANÇAMENTO PARA SÓCIOS (*) P.P: 690 € / 3 x 235 € / 6 x 120 € / 10 x 75 € (*) SÓ ATÉ 31 DE JANEIRO DE 2014

PVP 970 € / Preço de Sócio posterior: 780 € 25% ded. em quotas Ref. PS041


Júlio Pomar HOMENAGEM DE UM MESTRE DA PINTURA A CARLOS DO CARMO

‘CARLOS DO CARMO’ SERIGRAFIA

EDIÇÃO DE APENAS 100 EXEMPLARES

Cada: 70 x 50 cm I PVP 800 € I Sócio 560 €

CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA SÓCIOS (ATÉ 31 JAN/14):

10M + 129 €

“Duas grandes expressões, a voz e a pintura em sua casa.” OFERTA DE CD AUTOGRAFADO ÀS PRIMEIRAS 25 RESERVAS Oferta e condições possíveis com a cortesia dos artistas.

Inverno 2013-14

Ref. EX1541

Ref. EX1542

7

Nestas serigrafias, Júlio Pomar (n. 1926), um artista já histórico do século XX português e um dos Mestres da pintura actual, presta homenagem a um outro expoente do panorama artístico contemporâneo, o cantor Carlos do Carmo, grande intérprete da sensibilidade e do lirismo que marcam a nossa cultura. Estes magistrais retratos denotam o pendor figurativo de grande parte da obra do pintor ,subvertido pelo ímpeto de uma gestualidade aliada ao perfeito domínio de uma paleta, onde perfeitamente se harmonizam tons frios e quentes, marca de um estilo inconfundível.


© Foto: Lusa

Ref. G322B

Ref. G322A

‘CHORANDO A MORTE DO TOURO’

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Pé-Curto UM TEATRO DE SÍMBOLO

GRAVURA EM DUAS VARIANTES DE COR Cada: 50 x 35 cm I PVP 295 € I Sócio 207 € I 4M EDIÇÃO DE APENAS 35 EXEMPLARES

Ref. G336B

‘D. SEBASTIÃO NO MAR DA PALHA’

Ref. G336A

As gravuras de Jorge Pé-Curto em duas variantes de cor envolvem num clima de mistério situações de forte cariz narrativo e profunda dimensão simbólica, a que a mestria do desenho e a beleza plástica acrescentam especial sedução. A tristeza e o recolhimento do autor da morte do touro, imagem telúrica, no interior do claustro de uma catedral, conferem uma dimensão quase religiosa ao que parece a destruição de uma energia primordial. Por sua vez o cenário boschiano de D. Sebastião escoltado por um corvo e embarcado numa viagem sem rumo e sem retorno, remetenos para a errância e o absurdo que envolvem o destino humano.

GRAVURA EM DUAS VARIANTES DE COR Cada: 50 x 70 cm I PVP 335 € I Sócio 235 € I 6M EDIÇÃO DE APENAS 35 EXEMPLARES


Ref. G338

‘ENTRE DOIS MUNDOS’

9

Humberto Marçal Inverno 2013-14

O ESPLENDOR DO DIA Humberto Marçal, responsável pela área de gravura do CPS, com amplo curriculum no plano nacional e internacional, tem vindo a afirmar-se como um dos mais originais e talentosos autores de obra gráfica em Portugal. Nestes trabalhos que hoje nos apresenta, acentua-se e brilha com especial fulgor a vertente poética da sua criação, em paisagens inundadas de luz. Verdes refrescantes, vermelhos incêndios do dia, azuis onde se confundem as maravilhas do céu e do mar. Todas as delícias de um paraíso que parece ao nosso alcance, sob o signo de uma harmonia que o círculo evoca e expande. Ref. G339

Ref. G337C

Ref. G337B

Ref. G337A

‘UMA CERTA PAISAGEM’

‘ENTRE DOIS MUNDOS’

GRAVURA - PROVAS ÚNICAS Cada: 10 x 49,5 cm (mancha) PVP 320 € I Sócio 224 € I

4M + 50 €

Aplicando os seus sábios conhecimentos, Mestre Marçal explora as virtudes do processo da gravura na materialização de provas únicas a partir de uma matriz comum.

GRAVURA Cada: 78 x 60 cm I PVP 825 € I Sócio 660 € I 50% Ded. em quotas EDIÇÃO DE APENAS 5 EXEMPLARES


Engrácia Cardoso EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

EM BUSCA DO PARAÍSO PERDIDO Engrácia Cardoso (n. 1976), licenciada em artes plásticas pela Escola Superior Artística do Porto, expõe individual e colectivamente em Portugal e no estrangeiro, desde 2004, ano em que foi vencedora do VIII Grande Prémio de Pintura Fidelidade Mundial. No actual trabalho para serigrafia, jogando com o traço fino e com as manchas de cor em sobreposições audaciosas numa paleta que harmoniza tons frios e quentes realçados pelo negro, a artista oferece-nos a particular zoologia de um jardim que é o paraíso perdido de uma paz e de uma felicidade anteriores à nossa civilização e que deveriam inspirá-la. Animais da terra e do céu em tempos sobrepostos, arqueologia da memória que recupera uma espécie de Arca de Noé, sonho de uma Idade de Ouro que nos aproxima de uma natureza original, fonte de bem-estar e sabedoria.

‘CORES HABITADAS’

SERIGRAFIA Ref. S1127 I 56 x 72 cm I PVP 280 € I Sócio 196 € I 4M EDIÇÃO 200 EXEMPLARES


Isabel Laginhas

‘TENTAÇÃO’

SERIGRAFIA Ref. S1086 I 76 x 56 cm I PVP 350 € I Sócio 245 € I 6M EDIÇÃO DE APENAS 135 EXEMPLARES

Inverno 2013-14

Isabel Laginhas faz-nos descobrir neste seu trabalho para serigrafia uma geometria secreta cujo sentido está no entrecruzamento de várias figuras geométricas: o círculo, o quadrado, o triângulo e a elipse onde se conjugam e resolvem alquimicamente os sentidos possíveis que estruturam e comandam o destino humano. Sobre um fundo obscuro arde uma luz que parece deter o segredo deste encontro só aparentemente acidental.

11

UM ENCONTRO ACIDENTAL


Ref. G317

Ref. G316

Ref. G315

George Charman


SOLIDÃO ENTRE RUINAS

Ref. G319

Ref. G318

Ref. G314

Inverno 2013-14

13

Seguindo a tradição do artista italiano Giorgio Piranesi (1720-1778) com as suas perspectivas audaciosas e o seu dramatismo maneirista, George Charman, em vez de como este colher a sua inspiração nas ruínas romanas e na arquitectura barroca, achou no Terramoto de Lisboa, aliás contemporâneo do famoso arquitecto, o motivo condutor das suas poderosas metáforas de uma civilização em ruínas, a nossa. As gravuras, num misto de realidade e ficção, recriam os desenhos originais de M. Paris e T. Pedegache realizados em 1757 a partir de relatos de testemunhas. Colapso de uma cidade e dos ícones de um esplendor passado, solidão entre ruínas, que mais do que vestígios de arquitecturas em colapso, são reveladoras da fragilidade das obras do humano e da sua ausência, no apocalíptico e intemporal cenário da falência dos valores que representa.

GRAVURA Cada: 50 x 70 cm I PVP 335 € I Sócio 235 € I 6M I Conjunto de duas obras: 8M EDIÇÃO DE 85 EXEMPLARES


EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

‘CAPULANA’

Machiana UM CÂNTICO DAS RAÍZES AFRICANAS Fernando Machiana (n.1939), natural de Matalana, Moçambique foi inspirado por um outro grande nome da arte moçambicana, Malangatana. Tendo iniciado em 1965 o seu percurso artístico, especializou-se a partir de 2006 e justamente no CPS, nas técnicas de serigrafia e gravura. Numa expressão minuciosa e pontilhista que identifica o seu estilo, neste trabalho para serigrafia, evoca uma vez mais o meio rural e as tradições da sua terra natal. Verdadeiro cântico das suas raízes africanas devolve-nos um sentido de coesão e de partilha do quotidiano que não exclui uma certa melancolia e uma expectativa sentidas colectivamente.

GRAVURA PINTADA INDIVIDUALMENTE Ref. G305 I 99,5 x 35,5 cm I PVP 490 € I Sócio 343 € ou

6M + 50 €

EDIÇÃO DE APENAS 65 EXEMPLARES

Cada obra é pintada de forma individual e livremente criativa, tornando cada exemplar único e original.


r

r

r

r SUGESTÕES DE NATAL r

r

r

r

r

r

REF. EX102 SÉRIE B

r

r r

Oferecer diferente é uma Arte Oferecer arte contemporânea diz muito sobre si e dirá mais sobre o que valoriza. Marque a diferença pela originalidade e receba ainda obras de oferta com as suas compras de Natal!

r

r


Receba obras de oferta com as suas compras de Natal! REF. S

1061

r

r

r

REF. S1060

r

r r

SA NA RO

r

OFERTA EM COMPRAS A PARTIR DE €50

r

OFERTA DE AMBAS EM COMPRAS A PARTIR DE €80

0853

REF. S

ANA VENTURA

REF. S0786

DORINDO

REF. S0783

JOA

r

OFERTA EM COMPRAS A PARTIR DE €120

Receba de oferta uma obra “Pequeno Formato” à sua escolha!

r

r

Oferta não acumulável com outros descontos / campanhas / vouchers / promoções em vigor e limitada ao stock existente. Válida até 31-01-2014.


© Foto: Fundação Cupertino de Miranda

r SUGESTÕES DE NATAL

“Grandes Mestres” Pratos marcadores envolvidos por dois fios de ouro SÉRIE A

Cruzeiro Seixas

Mário Cesariny

Fernando Lanhas

REF. EX095

REF. EX096

REF. EX099

Carlos Calvet

Nadir Afonso

Júlio Pomar

REF. EX098

REF. EX097

REF. EX100

A Coleção de pratos marcadores intitulada “Grandes Mestres” reúne as criações intemporais de seis dos mais consagrados artistas portugueses: Cruzeiro Seixas, Mário Cesariny, Fernando Lanhas, Carlos Calvet, Nadir Afonso e Júlio Pomar.

r

Pratos marcadores envolvidos por 2 fios de ouro de lei de 24 quilates Assinatura dos artistas a ouro na aba Diâmetro: 30,7 cm Cada prato marcador está identificado no verso com o respectivo número, a assinatura do artista e os logótipos do CPS e do fabricante que atestam a sua exclusividade.

r

PVP 225 € I Sócio 195 € EDIÇÃO DE 250 EXEMPLARES


REF. ME101

REF. ME100

© Foto: Fundação Cupertino de Miranda

r SUGESTÕES DE NATAL

MÁRIO CESARINY Acompanhado de certificado de Autenticidade da Fundação António Prates

UMA EDIÇÃO:

r

Escultura em bronze 32 x 11 x 11 cm I PVP 750 € Sócio 590 € I 50% Ded. em quotas EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES

r

REF. NL61

CRUZEIRO SEIXAS

r

r

Sócio 190 € I 50% Ded. em quotas

REF. NL62

EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES

REF. NL60

Chávenas em porcelana fina Cada: PVP 29,90 € I Sócio 24,50 € Conjunto de três chávenas: PVP 79,90 € I Sócio 64,50 €

REF. NL72A

LEONEL MOURA

Escultura em cerâmica 30 x 14 x 9 cm I PVP 250 €

Chávenas em porcelana fina Cada: PVP 25 € I Sócio 21,50 € Conjunto de três chávenas: PVP 68 € I Sócio 54 €

REF. NL72B

REF. NL72C


r SUGESTÕES DE NATAL

REF. AZ13

QUERUBIM LAPA

20 x 20 cm I PVP 250 € I Sócio 175 € I 100% Ded. em quotas

r

Azulejo Cada: 20 x 20 cm I PVP 125 € I Sócio 110 € I 100% Ded. em quotas EDIÇÃO DE APENAS 150 EXEMPLARES

REF. DV002

MARIA JOÃO CRUZ

MALUDA

r

Baralhos de Cartas KEM PVP 120 € I Sócio 90 €

REF. AZ17

REF. AZ16

EDIÇÃO DE 150 EXEMPLARES

REF. AZ15

r

Azulejo


r SUGESTÕES DE NATAL ‘LA SIRENETTA’

r

VALÉRIO VIDALI

Gravura Ref. G211 I 50 x 50 cm

VENCEDOR DA ILUSTRARTE 2013

PVP 250 € I Sócio 175 € I 4M EDIÇÃO DE 100 EXEMPLARES

REF. S1089B

REF. S1089A

‘SONHO PARA AMÁLIA’

CARLOS BARROCO

r

Serigrafia Cada: 28 x 25 cm I PVP 95 € Sócio 70 € ou

1M + 30 €

EDIÇÃO 100 EXEMPLARES

MANUEL D’OLIVARES

r

‘DON’T’ REF. S0890

REF. S0889

‘MY OWN WAY’

Serigrafia Cada: 23 x 26 cm I PVP 75 € I Sócio 55 € ou EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES

1M + 10 €


r SUGESTÕES DE NATAL

JOÃO PRATES

SOFIA AREAL ‘LISBOA PESSOAS’

r

Serigrafia Ref: S1088 I 50 x 35 cm I PVP 235 € I Sócio 165 € I 4M

r

EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES

Serigrafia Ref: S1128 I 28 x 25 cm PVP 200 € I Sócio 140 € I 3M EDIÇÃO 200 EXEMPLARES

‘LISBOA, UM PORTO PARA A PAZ’

SILVA PALMEIRA

r Serigrafia

Ref. S1087 I 50 x 70 cm I PVP 430 € I Sócio 295 € I 6M EDIÇÃO 200 EXEMPLARES


Use o Cheque-prenda r nas suas compras de Natal

Cheque-Prenda AGO RA VÁLI DO TAM BÉM EM:

Exemplos de utilização:

EDIÇÕES PEQUENO FOR MATO

Com Cheque-prenda:

€100 €75 €50 VALE

€0 €0 €5

REF. S1067

GRACINDA CANDEIAS

Sócios CPS inscritos até

1999, inclusivé.

REF. S1068

VALE

Sócios CPS inscritos de

2000 a 2005, inclusivé.

VALE

SERIGRAFIA PEQUENO FORMATO 25 x 28 cm I PVP 75 € I Sócio 55 € ou 1M + 10 € EDIÇÃO 200 EXEMPLARES

Sócios CPS inscritos desd

e 2006, inclusivé.

MIGUEL ROCHA

Com Cheque-prenda:

REF. S0821

€0 €13 €38

Com Cheque-prenda:

DAVID DE ALMEIDA REF. AV47B

€20 €45 €70

SERIGRAFIA E GARRAFA DE VINHO DO PORTO RECCUA 10 ANOS CAVES VALE DO RODO SERIGRAFIA I 50 x 35 cm

Dimensão da Serigrafia: 29 x 47 cm

PVP 125 € I Sócio 88 € I 2M

PVP 150 € I Sócio 120 €

EDIÇÃO 100 EXEMPLARES

EDIÇÃO 200 EXEMPLARES


Manuela Bacelar

SERIGRAFIA Ref. S1125 I 50 x 70 cm I PVP 365 € I Sócio 256 € I 6M EDIÇÃO 200 EXEMPLARES

EM PARCERIA COM:

GALERIA PORTO ORIENTAL

Inverno 2013-14

“A primeira edição CPS de uma das maiores ilustradoras portuguesas.”

23

O MUNDO ENQUANTO FÁBULA Manuela Bacelar, uma das maiores ilustradoras portuguesas, senão a maior, tem vindo a dedicarse quer em Portugal, quer no estrangeiro às edições para crianças. A artista dá-nos neste trabalho mais uma prova do seu talento compondo plasticamente um universo entre a fábula e o maravilhoso, uma espécie de teatro de Guignol num cenário de conto de fadas com as suas coloridas e fascinantes personagens que nos transportam ao mágico tempo da infância.


Ref. S1118

Ana Ventura

© Foto: Patrícia Matias

Ref. S1117

As actuais serigrafias de Ana Ventura correspondem a ilustrações para o livro “Os pensamentos não fazem barulho”, com textos de Constance Ørbeck-Nilssen, que será brevemente lançado pela editora norueguesa Magikon Forlag. A artista cria nas suas imagens entre a ingenuidade e um surrealismo poético ao modo do belga Magritte, um novo código para a percepção que desfaz as fronteiras entre o real e o irreal, o visível e o invisível. Faznos viajar num território onde se subvertem as escalas e o insólito e o maravilhoso se reúnem “contaminando” positivamente os objectos e os seres das suas fábulas plásticas. Histórias para adultos que se recusam, como ela, a perder o mágico domínio da infância.

Ref. S1116

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

OS PENSAMENTOS NÃO FAZEM BARULHO


Ref. S1124

Conjunto de duas obras: 4M EDIÇÃO 75 EXEMPLARES

Visite a exposição retrospectiva da artista até 9 de fev. 2014 e veja todas as edições da sua autoria realizadas no CPS

Inverno 2013-14

Ref. S1119

25

Ref. S1120

Ref. S1122 Ref. S1123 Ref. S1121

SERIGRAFIA I Cada: 35 x 50 cm I PVP 150 € I Sócio 105 € I 3M


Laura Cesana A arte de Laura Cesana é uma aventura estética que decorre da “ingenuidade” a seu tempo definida por Almada, como o percurso do “nascido livre”, que é antes de mais, o poeta. A esta “ingenuidade” junta-se no seu caso, o sentido do maravilhoso, reunindo-se ambos para conferir à expressão plástica do seu lirismo, uma originalidade muito própria, bem visível em “Fiori per Te”. Como na pintura do Oriente, o gesto rápido do pincel é a síntese do mundo, cujo encanto, as flores vermelhas sobre uma cascata de luz branca, tão bem representam.

Ref. S1107

‘MUSICALMENTE III’

‘FIORI PER TE’ Ref. S1083

‘MUSICALMENTE II’

‘MUSICALMENTE I’ Ref. S1082

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

O GESTO, SÍNTESE POÉTICA DO MUNDO

SERIGRAFIA

SERIGRAFIA C/ PURPURINAS

Ref. S1081 I 50 x 70 cm I PVP 320 € I Sócio 224 € I 6M

Cada: 35 x 50 cm I PVP 220 € I Sócio 154 € I 4M

EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES

Conjunto de duas obras: 6M EDIÇÃO DE 70 EXEMPLARES


OS SONHOS DA NATUREZA Musicais tessituras de ritmos delicados e caudalosos, as gravuras de Nim Castanheira reproduzem a turbulência e a metamorfose alquímica dos elementos, a sua alma feita de um mágico fogo, de uma balsâmica luz interior, capazes de irem ao encontro da nascente primordial que alimenta os sonhos de uma natureza cúmplice e benfazeja. Ritmos originais da criação que transportam a cintilação e a graça de uma torrente de milagres.

GRAVURA Cada: 35 x 33 cm I PVP 140 € I Sócio 98 € I 2M EDIÇÃO DE APENAS 35 EXEMPLARES

27

Inverno 2013-14

Ref. G324 Ref. G326 Ref. G328

Ref. G325

Ref. G323

SÉRIE ‘SONHOS DA NATUREZA’

Ref. G327

Nim Castanheira

A artista é também autora de um livro recente, já na segunda edição, “História da Música - Uma Introdução”, com o nome de Teresa Castanheira, da editora de João Paulo Cotrim, Arranha Céus.


Diogo Rosa

“EVA”

Arquitecto e escultor, Diogo Rosa na simplicidade alada e vertical das suas formas, faz-nos evocar a obra do grande inventor da escultura moderna, o romeno Constantin Brancusi (1876-1957). Na verdade achamos nos seus múltiplos alguns aspectos da lição do grande Mestre, a leveza, a depuração orientada pela geometria e a vocação da matéria para a transfiguração, limiar das infinitas descobertas do espírito.

“PHISIS”

Ref. ME103B

Ref. ME104A

“PHISIS”

Ref. ME103A

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

SEDUÇÃO E POESIA

MÚLTIPLO DE ESCULTURA I 93 X 12 x 12 cm Ref. ME104A I Pedra mármore Rosa de Estremoz PVP 900 € I Sócio 750 € I 25% Ded. em quotas EDIÇÃO DE APENAS 7 EXEMPLARES

MÚLTIPLO DE ESCULTURA I 91 x 30 x 10 cm Ref. ME103A I Pedra mármore Rosa de Estremoz Ref. ME103B I Pedra mármore Ruivina PVP 900 € I Sócio 750 € I 25% Ded. em quotas EDIÇÃO DE APENAS 7 EXEMPLARES


g eração futu ro_

A CRESCER COM ARTE

Crie uma colecção de Arte para as gerações futuras, tornando os seus filhos, netos, sobrinhos ou mesmo afilhados, Sócios do CPS em condições exclusivas que lhes são dedicadas:

OFERTA A NOVOS SÓCIOS

1. Inscrição grátis Enquanto Sócio CPS, ao inscrever o seu familiar (filho, neto, sobrinho ou afilhado), o mesmo ficará isento do pagamento da inscrição de €57.

2. Mesmo valor da sua quota O Novo Membro beneficia da sua antiguidade no CPS. O valor da quota do jovem Sócio será idêntico à sua.

3. Serigrafia de oferta Na inscrição, o novo Sócio recebe como oferta de boas-vindas, uma serigrafia do artista João Murillo no valor de €280!

JOÃO MURILLO

Caso prefira, poderá optar por seleccionar uma obra de validade até 4M entre as Edições de Subscrição do CPS.

g eração futu ro_

O Sócio Familiar Proponente deverá ter as quotas em dia.

INSCRIÇÃO DE SÓCIO CPS

DADOS PESSOAIS DO NOVO SÓCIO

Filho

Ref. S1080

Neto

Outro: ______________

Localidade___________________________________________Cód. Postal__________________

INSCRIÇÃO: €59 Grátis

Entidade

1 0 1 8 9 3

Ç

Morada__________________________________________________________________________

Tel. 21 3933260 Fax 213933269

AUTORIZAÇÃO DE PAGAMENTO - DÉBITO DIRECTO* / CARTÃO DE CRÉDITO

Ç

Nome___________________________________________________________________________

SÓCIO FAMILIAR PROPONENTE Nº ___________ NOME ___________________________________

QUOTA MENSAL: €____,____

(A preencher pelos serviços do CPS)

Referência

(A preencher pelos serviços do CPS)

Telefone________________Telemóvel __________________Data Nascimento_____________

TITULAR DO PAGAMENTO:

Contribuinte______________ Profissão_____________________Empresa__________________

Por débito da minha/nossa conta abaixo indicada, autorizo que procedam ao pagamento das importâncias que lhes forem apresentadas pelo CPS - Centro Português de Serigrafia, Lda (NIB: 0033 0000 00013282587 41), de acordo como contrato entre nós celebrado:

E-mail___________________________________________________________________________

RECEBEREI A SERIGRAFIA DE JOÃO MURILLO COMO OFERTA NA MINHA INSCRIÇÃO. ASSINALO A MINHA PREFERÊNCIA: João Murillo Ref. S1080

Outra opção: ________________________________________

ENTREGA DA OBRA DE OFERTA

CPS Sede

CPS no CCB

CPS Arrábida

Banco _____________________Agência______________________Outro Titular _____________________________

Cartão de Crédito Nº

3 últimos dígitos do verso do cartão

CVV

(Veja os contactos na última página)

Solicito que me enviem por correio, para a morada indicada, a obra referida, ficando os portes a meu cargo. Solicito que me reservem a obra referida. Irei levantar em:

Conta Bancária / NIB

Mês Ano

Validade

Data ___ /___/___________ Ass. _____________________________________________________________________ *Em cumprimento do aviso 10/2005 do Banco de Portugal, informa-se que é dever do devedor, conferir, através de procedimentos electrónicos, nomeadamente no multibanco, os elementos que compõem as autorizações de débito em conta concedidas. Permanência mínima obrigatória como Sócio: 12 meses.

Recorte e envie para:

CPS - Centro Português de Serigrafia Rua dos Industriais, 6 1249-023 Lisboa


ESPECIAL

Brasil

Claudio Tozzi

‘ESCADA’

Márcio Ficko

SERIGRAFIA

SERIGRAFIA

Ref. S1090 I 75 x 56 cm I PVP 490 € I Sócio 343 € I 8M

Ref. S1094 I 70 x 50 cm I PVP 265 € I Sócio 186 € I 4M

EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES

EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES

Marcello Nitsche ‘ATELIER I’

‘ATELIER II’

SERIGRAFIA

SERIGRAFIA

Ref. S1091 I 70 x 50 cm I PVP 475 € I Sócio 333 € I 8M

Ref. S1092 I 70 x 50 cm I PVP 475 € I Sócio 333 € I 8M

EDIÇÃO 200 EXEMPLARES

EDIÇÃO 200 EXEMPLARES


ESPECIAL

Brasil

Ivald Granato ‘PAPO - 00X’

‘SILENCIOSAS’

SERIGRAFIA Ref. S1097 I 70 x 100 cm I PVP 475 € I Sócio 333 € I 8M EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES

SERIGRAFIA Ref. S1098 I 50 x 70 cm I PVP 395 € I Sócio 277 € I 6M EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES

Flávio Rossi

Patrícia Magano ‘CHAMPAGNE’

SERIGRAFIA Ref. S1096 I 56 x 76 cm I PVP 295 € I Sócio 207 € I 4M EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES

‘YELLOW BRICK ROAD’

SERIGRAFIA Ref. S1095 I 58 x 80 cm I PVP 395 € I Sócio 277 € I 6M EDIÇÃO DE 200 EXEMPLARES


CENTRO PORTUGUÊS DE SERIGRAFIA PARTILHANDO O VALOR DA ARTE DESDE 1985 O CPS é a instituição portuguesa com a mais vasta actividade editorial no campo da Obra Gráfica Original. Pautado pela máxima exigência e qualidade, desenvolve edições de Serigrafia, Gravura, Litografia, Fotografia e Arte digital em ateliers próprios, dirigidas em especial aos seus Sócios que têm assim vantagens exclusivas e acesso privilegiado a centenas de obras de arte. Dos grandes mestres portugueses do século XX, aos jovens artistas emergentes, o CPS segue um modelo editorial eclético e formativo e dispõe de uma colecção ímpar de mais de 2.000 obras de cerca de 500 artistas portugueses e estrangeiros, um verdadeiro documento da arte e da cultura dos nossos dias. Tem partilhado com os seus Sócios exposições individuais de obra gráfica de artistas fundamentais como Picasso, Dalí, Miró, Tàpies, Joseph Beuys, Le Corbusier ou Mimmo Rotella.

“ Mais de 2.000 obras de arte de cerca

de 500 artistas. ”

Sócios

“ Ser Sócio CPS? É ter vantagens

INSCRIÇÃO: €59 QUOTA MENSAL: €39

exclusivas e acesso privilegiado a centenas de obras de arte!

COMO FUNCIONA? Através do pagamento da quota mensal no valor de €39,00, o Sócio CPS escolhe e recebe as Obras de Arte da sua preferência, entre todas as Edições de Subscrição disponíveis, de acordo com o número de quotas pagas e acumuladas, sem custos adicionais.

“ Cada prova é numerada

e assinada pelo artista garantindo o seu carácter restrito e irrepetível.

“ Uma experiência de amor e paixão destinada a transformar cada prova numa obra de arte.

Representando hoje um selo de garantia de qualidade e autenticidade, fruto da sua experiência de 28 anos, orgulhase de já ter contribuído para o enriquecimento das colecções de mais de 12.000 Sócios e da promoção da arte portuguesa no exterior, com destaque para a edição “Estampa 2005” onde foi distinguido, entre 95 galerias de 14 países, como a Melhor Galeria do certame.

Dependendo da sua cotação, dimensão e complexidade técnica, as edições denominadas de Subscrição são válidas por um determinado número de quotas, partindo dos 2 Meses de quotas (2M - PVP até €175), podendo atingir os 12 meses de quotas (12M - PVP até €780,00). Como exemplo, as Obras 4M, de valor comercial até €295, correspondem para Sócios, a 4 meses de quotas (4 x €39), ou seja, cerca de 50% do seu valor! Nas restantes edições, Edições Extra-Subscrição (na sua maioria obras externas e/ou consignações), beneficia do desconto s/ PVP em vigor para Sócios. Nas obras que assim o indicarem, poderá descontar o valor acumulado em quotas. COMO ESCOLHER? Periodicamente, o CPS informa os Sócios das mais recente edições, através do envio gratuito da sua Revista “arte”. Essas informações estarão também online no site do CPS, em www. cps.pt. A partir desse momento, e estando no seu direito de escolha, o Sócio pode efectuar a sua encomenda online, por postal próprio, telefone, e-mail ou escolher directamente nas instalações do CPS - Sede, CCB ou delegação do Porto (Arrábida Shopping - Rui Alberto Espaço de Arte). COMO RECEBER? Directamente nos locais citados ou pelo correio ficando, nesse caso, os portes a cargo do destinatário. COMO PAGAR? Pague comodamente as suas quotas de sócio por débito direto ou cartão de crédito.

O período mínimo de permanência como Sócio é de 12 meses. Após este período, os Sócios são livres de cancelar a sua inscrição. Se desejarem cancelar mais cedo, deverão pagar antecipadamente o valor total de 12 quotas mensais.


Inicie a sua Colecção de Arte

Sócios

Torne-se Sócio CPS hoje mesmo!

OFERTA DE BOAS-VINDAS UMA OBRA À SUA ESCOLHA ATÉ 6M (PVP ATÉ €395)*

ACEDA BENEFICIE ENVOLVA-SE RECEBA USUFRUA CONTE

A EDIÇÕES EXCLUSIVAS E IRREPETÍVEIS

DAS MELHORES CONDIÇÕES UTILIZANDO AS SUAS QUOTAS

COM OS MAIS VARIADOS REGISTOS ESTÉTICOS DE ARTISTAS CONSAGRADOS E EMERGENTE

GRÁTIS A REVISTA-CATÁLOGO “ARTE”DO CPS

DE DESCONTOS E MOLDURAS E MUITO MAIS NA NOSSA REDE DE PARCEIROS

COM A QUALIDADE E AUTENTICIDADE FRUTO DA EXPERIÊNCIA DE 28 ANOS

(*) Seleccione a sua OBRA DE OFERTA nesta revista ou em www.cps.pt e coloque o Nome do artista e a Ref. da obra no cupão da badana da revista.


CPS NOTÍCIAS

CPS SEDE Rua dos Industriais, 6 1249-023 Lisboa (transversal da D. Carlos I, junto à Assembleia da República)

Tel: 213 933 260 E-mail: contacto@cps.pt Horário: Seg-Sex das 9h30 às 19h30. Sáb. das 13h00 às 19h00. Encerra Domingos e Feriados.

Fabriano no CPS O CPS, no dia 3 de Outubro de 2013, recebeu nas suas instalações, a visita da Fabriano, prestigiada marca de papéis Fine Art utilizados na grande maioria das suas edições, através do seu represente em Portugal, Sadipal. No âmbito desta visita, o CPS teve a oportunidade não só de conhecer alguns dos segredos de manufactura do papel de algodão Fabriano, como ainda de realizar uma obra coletiva. Para esta iniciativa foram convidados cinco artistas, Carlos Barroco, Lurdes Leite, Gabriel Garcia, Luísa Nogueira e João Prates para desenvolverem uma obra de diálogo com Mestre Marçal, responsável pelas edições de gravura do CPS. A partir da criação de Humberto Marçal, os restantes concretizaram as suas obras. O resultado será apresentado na próxima Revista do CPS.

CCB Centro Cultural de Belém, Loja 7 Praça do Império, 1449-003 Lisboa Tel: 213 162 175 E-mail: cpsccb@cps.pt Horário: Todos os dias das 10h00 às 21h00

ATELIER CPS Rua dos Industriais, 15 1249-023 Lisboa (transversal da D. Carlos I, junto à Assembleia da República) Tel: 213 930 032 E-mail: ruialves@cps.pt

www.cps.pt

/centroportuguesdeserigrafia

PARCEIROS MOLDURAS 15% DE DESCONTO PARA SÓCIOS CPS EM CIMA: João Prates, Gabriel Garcia, Luísa Nogueira, Rui Marçal, Carlos Barroco, Humberto Marçal, Lurdes Leite, Pedro Marçal, Giuseppe Prezioso, Ricardo Delgado e Josep Maria Buxo. © Fotos de Joaquim Correia

r

A Moldura 1

Rua das Francesinhas 23C Tel. 213 976 301

A Moldura 2

Av. Sacadura Cabral, 19 - A/B Lisboa (à Av. de Roma) Tel. 217 957 021 - Seg. a Sab. 10h-14h; 15h-19h

CPS Arrábida

Rui Alberto, Espaço de Arte, Arrábida Shopping piso 1, Loja 164. 4400-992 Vila Nova de Gaia Tel. Fax: 223 707 318


r

UM PRESENTE PARA SI

...com os votos de um excelente Ano de 2014! REF. NL60

OFERTA A SÓCIOS PROPONENTES

Conjunto de três chávenas em porcelana fina da autoria de Cruzeiro Seixas

REF. NL61

REF. NL62

CONJUNTO: PVP 79,90 € I Sócio 64,50 €

CRUZEIRO SEIXAS Nesta colecção de três magníficas chávenas de café em porcelana fina, criadas a partir de pinturas originais do grande Mestre surrealista Cruzeiro Seixas, vibra um universo onírico, com as suas figuras esfíngicas e compósitas entre o humano e o animal.

CONDIÇÕES DE ADMISSÃO DO NOVO SÓCIO: JÓIA DE INSCRIÇÃO: €59 OFERTA DE BOAS-VINDAS: Uma Obra de valor até €395 PVP e validade até 6M, à escolha entre todas as edições de subscrição disponíveis. ---------------------OFERTA AO SÓCIO PROPONENTE: Conjunto de 3 Chávenas de Cruzeiro Seixas (Refs. NL60, NL61, NL62). Campanha válida até 31 de Março de 2014. Mínimo de permanência como Sócio CPS: 12 meses. Oferta não acumulável com outras ofertas / promoções / vouchers / campanhas em vigor.


INAUGURAÇÃO DE NOVO ESPAÇO Av. António Augusto de Aguiar 58 D COM EXPOSIÇÃO INDIVIDUAL DE

KEN RINALDO ‘SEED STAR’

‘SEED FOUNTAIN’

‘SEED 777’

‘PRONTAY’

QUATRO NOVAS EDIÇÕES DE KEN RINALDO PARA OS SÓCIOS DO CPS Ken Rinaldo, inovador e conceituado artista americano da Bioarte e da instalação interactiva, tem investigado, emulado e construído instalações robóticas únicas, apresentadas em museus de referência e em exposições mundialmente aclamadas. Por ocasião desta importante mostra no novo espaço da Galeria António Prates, o artista criou exclusivamente para os Sócios CPS, quatro novas edições integradas na temática da exposição.

DIGITAL PRINT I 70 x 100 cm PVP 550 € I Sócio 450 € I 75% Ded. em quotas EDIÇÃO DE APENAS 30 EXEMPLARES

Obras na vanguarda da arte contemporânea, a não perder!

ANTÓNIO PRATES A

R

T

E

C

O

N

T

E

M

P

O

R

Â

Av . An t ón io A u g us t o d e Ag uiar 58 D. 1050-012 L I S B O A Tel. +35 1 2 13 5 71 167 F ax. +35 1 2 13 5 71 168

N

E

A

gale ria@ gale riaanto nio p rates .com


CPS arte Inverno 2013/14