Page 1

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

VERÃO

2010


Editorial

João Prates Director

a projectos de solidariedade social;

entre outras, toda a força expressionista

damos vantagens aos seus familiares

das serigrafias de Engrácia Cardoso e as

directos, defendendo a Arte como

especiais propostas de Mestre Marçal,

um contínuo valor e apresentamos

António Carmo, Jorge Calero, Miguel

uma obra de José de Guimarães a

Barbosa, Helena Justino e Teresa

uma importância simbólica, enquanto

Ribeiro.

oportunidade 25 Anos CPS, para que convide mais amigos para o seu Centro

Estimado Sócio.

de Arte.

A Arte é um legado para as gerações vindouras.

E ainda, a singular proposta Mirrorcities que regista em fotografia o tema do dia, em duas distantes cidades (Sara

Depois da primeira gravura feita em

Godinho em Tóquio e Patrícia Ramalho

Portugal pelo robot autónomo Izu,

em Lisboa). Pedro Kaliambai introduz

Com esta revista estamos ainda mais

Leonel Moura apresenta uma Serigrafia

um novo conceito: convida as crianças

próximos de si, das suas expectativas

inédita criada pelo seu robot que se

a

e do futuro dos seus. Duplicamos o

encontra no Museu de História Natural

numeradas e assinadas, originando uma

número de páginas, alargando as suas

de Nova Iorque, inovando, uma vez

generosa obra de co-autoria.

possibilidades de escolha; agradecemos

mais, no campo da obra gráfica. Sofia

a sua antiguidade e fidelidade com

Areal mostra a série “Gosto de Ti” onde,

melhores

condições;

em plena escuridão, faz cintilar o brilho

distintas

e

apresentamos

marcantes

propostas

do coração. Gabriel Garcia desenvolveu

editoriais que potenciam o valor de cada

uma trilogia notável de gravuras, dando

uma das técnicas usadas pelos artistas

asas à sua prodigiosa fantasia, também

no Atelier CPS; damos-lhe conta das

patente nas exímias linóleo-gravuras de

nossas parcerias e do nosso apoio

Maria João Worm. Nas novas edições,

participar

nas

suas

serigrafias,

A Arte é um legado para ser vivido: agora e pelas gerações vindouras. Obrigado.

João Prates

EDIÇÕES DE SUBSCRIÇÃO

EDIÇÕES EXTRA-SUBSCRIÇÃO

As Edições de Subscrição são exclusivas para os Sócios CPS e beneficiam da gentileza e condições especiais por parte dos artistas. São sempre válidas por um determinado e indicado número de quotas mensais (4M, 6M, 8M, …) de acordo com o valor de mercado. Assim, como exemplo, as Obras de Subscrição 4M, 4 meses de quotas, têm o valor comercial entre

Na sua maioria são obras não editadas pelo CPS, consignações ou edições sem condições especiais por parte dos artistas. Nas obras que assim o indicarem poderá descontar o valor acumulado em quotas.

€220 e € 295; as 6M entre €320 e €395 e as 8M entre €430 e €510.

SOBRE AS VARIANTES Cada edição realizada pelo CPS resulta de um processo criativo desenvolvido pelo artista, em estreita colaboração e envolvimento com o cada vez mais experiente Atelier CPS. Neste diálogo, alguns artistas têm privilegiado a multiplicidade de uma mesma edição, enriquecendo-a com várias variantes de cor ou forma. Estas variantes são efectuadas em tiragem de menor número (não ultrapassando, no seu total, os limites estabelecidos para a edição), o que lhes confere um valor acrescido.

LEGENDA DAS OBRAS Técnica Referência Dimensão da obra Preço de Venda ao Público - PVP

Preço de Sócio Validade para sócio (Quotas necessárias para adquirir a Obra - Ex. 4M = 4 Meses de Quotas)

% Percentagem de dedução em quotas sobre o preço de sócio

Edições de Fotografia com o apoio de Epson Portugal

FICHA TÉCNICA: Edição e Coordenação - João Prates, Ana Pacheco Design - Rua do Loreto Design / Ana Pacheco; Paginação - Ana Pacheco, Alexandra Silvano; Fotografia - Francisco Palma; Revisão - Elisabete Nogueira, Fátima Ramos; Crítica de Arte - Maria João Fernandes – membro da AICA (Associação Internacional de Críticos de Arte) e professora universitária. Organizou e prefaciou numerosas exposições. Escreve para diversas revistas de arte e é colaboradora regular do JL – Jornal de Letras, Artes e Ideias. Tiragem - 8.000 exemplares Impressão - Costa & Valério EQUIPA CPS Administração: António Prates; Direcção Geral e Editorial: João Prates; Direcção Financeira e Compras: Amélia Félix; Adjunta de Direcção e Eventos: Paula Borges; Direcção de Galerias e Edições: Alexandra Silvano; Marketing e Comunicação: Ana Pacheco; Gestão de Sócios e Clientes: Ana Soares, Mariana Pinto; Stocks e transportes: Abel Félix, Francisco Palma; Assistência a Sócios e Clientes: Sede CPS – Elisabete Nogueira, Fátima Ramos; Galeria CPS no CCB – Catarina Restani, João Rodrigues, Mafalda Vassalo; Galeria CPS Twin Towers – Ana Sofia Patrício, Cátia Guimarães, João Matias; Edições de Serigrafia: Rui Alves, Rosária Graça, Leandro Santos, Sara Rodrigues, Rui Silva; Edições de Fotografia e Digital Print: Luís Azevedo, Edições de Gravura e Litografia: Humberto Marçal, Rui Marçal, Pedro Marçal; Crítica de Arte: Maria João Fernandes; Consultadoria: João Torres Pereira

www.cps.pt www.artcps.blogspot.com

contacto@cps.pt


Leonel Moura

Ref. S937C

Ref. S937A

SERIGRAFIA 70 x 100 cm I PVP 1.000 € Sócio 750 € I 100% Ded. em quotas

EDIÇÃO DE APENAS 19 EXEMPLARES

serigrafia, um processo “inventado” por RAP o robô que se encontra no Museu de História Natural de Nova Iorque. Os quatro desenhos na origem destes trabalhos criados por um dos seus robôs pintores, utilizando a base CMYK: Cyan, Magenta, Amarelo (Yellow) e Preto (Black), oferecem-nos efeitos ópticos de grande energia e perturbador fascínio.

Verão 2010

Dando continuidade à sua muito particular e inovadora concepção da arte que implica a relação arte/ciência, Leonel Moura que se integra no contexto internacional da Bio Arte de que é entre nós o principal expoente, apresenta-nos hoje o múltiplo DOTBOT, em quatro versões. O artista explica a rara ligação de concepção e erro na base da técnica da mancha presente na actual

3

DOTBOT, A SERIGRAFIA DO ROBÔ CRIATIVO DE LEONEL MOURA


ENTREVISTA

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

“A técnica do borrão, que foi utilizada nesta serigrafia, não foi pensada por mim.

DOTBOT

LEONEL MOURA

Um múltiplo original

CPS: O que tem esta serigrafia de especial? LEONEL MOURA: Foi criada por uma máquina. CPS: Mas não são todas as serigrafias feitas com máquinas? O próprio conceito de múltiplo definese pela utilização de uma máquina de impressão que produz vários exemplares do original criado pelo artista. LM: Só que aqui foi também uma máquina que criou o original. CPS: Explique isso melhor. LM: A edição de múltiplos varia bastante conforme a técnica. Na litografia o artista desenha o que pretende reproduzir numa pedra, com um lápis gorduroso. Na gravura em metal pode riscar-se a superfície, a chamada ponta seca, ou utilizar ácidos, os mordentes, para criar gradações. Outro método, menos utilizado, é a xilogravura, em que se escava numa placa de madeira o que não se pretende que apareça. Faz-se uma espécie de negativo. De qualquer modo estas técnicas são essencialmente manuais e realizadas quase sempre pelos próprios artistas. A serigrafia é diferente, pois deriva da fotografia. Pode trabalhar-se directamente na rede de seda, mas é raro e não se aproveita o essencial do processo. Normalmente pega-se na imagem pretendida, que pode ser uma pintura feita à mão, uma fotografia, colagem ou qualquer outra coisa gráfica, separam-se as cores através de um processo fotográfico e de seguida imprimese uma de cada vez em camadas sobrepostas. Ou seja, a serigrafia tem menos mão, mais fotografia e mais máquina. Por esse facto, o conservadorismo habitual do meio artístico começou por recusar o processo.

Foi inventada pelo robô que está em Nova Iorque no Museu de História Natural.”

Dizia-se que era uma técnica de reprodução, mas sem arte. A pop arte dos anos 60 mostrou que não era bem assim. A serigrafia DOTBOT vai mais longe. O original também foi criado por uma máquina, um dos meus robôs pintores. Ele fez quatro desenhos utilizando uma técnica que cria borrões de tinta, e já falo disto mais adiante. Cada um desses desenhos foi impresso segundo o processo chamado CMYK, que usa as cores base Cyan, Magenta, Amarelo e Preto para produzir praticamente toda a gama de colorido. A combinação permitiu gerar quatro versões diferentes. CPS: Porquê tanto interesse pelos robôs? LM: Estas máquinas são muito criativas. Muitas pessoas pensam que elas só fazem o que eu mando, o que eu programo, mas não é assim. Por exemplo: a técnica do borrão, que foi utilizada nesta serigrafia, não foi pensada por mim. Foi inventada pelo robô que está em Nova Iorque no Museu de História Natural. De tempos a tempos eles mandam-me os desenhos feitos por esse robô, o RAP. Um dia recebi uma série de desenhos cheios de borrões. Fiquei realmente surpreendido. Não há nada na programação que possa sugerir esse comportamento. Depois de ponderar o que podia ter acontecido, julgo que se trata de uma rara combinação de decisão e erro. É decididamente uma forma de criatividade artificial. Por outro lado, a história da arte não acabou. Mais do que pintar quadros bonitos, fazer esculturas ou conceber instalações interessantes, eu quero mudar a arte. Quero fazer hoje aquela que será a arte do futuro. Daqui a uns anos vão perceber isto. JUNHO 2010


“INVERNO”

Leonel Moura Outras obras editadas pelo CPS SÉRIE “VORONOI” 5

Série baseada nos algoritmos do matemático russo Georgy Voronoi

Verão 2010

SERIGRAFIA 95 x 70 cm I PVP 445 € Sócio 312 € I 8M Ref. S572

EDIÇÃO DE APENAS 99 EXEMPLARES

“outono”

Ref. S575

“primavera”

Ref. S574

Ref. S573

“VERAO”

“COLORIR PARA CRIANÇAS CRIATIVAS” Formas abstractas para colorir que estimulam a criatividade das crianças 16 DESENHOS PARA COLORIR + 1 SERIGRAFIA + CAIXA DE LÁPIS Ref. DV13 I 30 x 24 cm PVP 49 € I Sócio 37,50 €

EDIÇÃO DE APENAS 200 EXEMPLARES


Sofia Areal

SÉRIE “GOSTO DE TI”

Ref. S932B

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

CALIGRAFIAS DE AMOR Sofia Areal surpreende-nos com o lirismo explosivo da sua série “Gosto de Ti”, onde parece reinventar a longa e muito prestigiada entre nós tradição das cartas de amor no feminino. Só que esta artista do século XXI não se limita a expressar a onda de emoções que transborda nos seus trabalhos com rara beleza na aparente contenção do branco, do negro e do vermelho. Ela reinventa a forma nas suas caligrafias de amor e transforma-as em “graffitis” de um coração, solitário caçador de afectos.

EM EXPOSIÇÃO: “QUATRO” SOFIA AREAL, MANUEL CASIMIRO JORGE MARTINS. NIKIAS SKAPINAKIS TEATRO MUNICIPAL DA GUARDA 29 MAIO A 25 DE JULHO 2010

BRILHAM NO ESCURO!


7

Verão 2010 Ref. S932A Ref. S932C

SERIGRAFIA 64 x 90 cm I

PVP 460 € I Sócio 322 € I 8M

EDIÇÃO DE 50 EXEMPLARES CADA


Ref. G229

Gabriel Garcia A INOCÊNCIA DE BOSCH

GRAVURA 38 x 29 cm PVP 110 € I Sócio 77 € I 2M

EDIÇÃO DE APENAS 100 EXEMPLARES

Ref. G226

Se fosse possível transformar o fantástico e apocalíptico universo de Bosch (o génio da pintura holandesa dos séculos XV e XVI) conferindo-lhe a inocência do olhar mágico de uma criança, o resultado seria talvez este caleidoscópio de figuras saídas de fábulas antigas, do tempo em que os animais falavam e os homens não tinham ainda sido despojados de uma disponibilidade para os íntimos mistérios da natureza e da sua natureza. Gabriel Garcia seduz-nos nestas suas criações em gravura com uma atmosfera onírica, cenário maravilhoso onde assistimos ao desfilar dos medos ancestrais e dos sonhos futuros da humanidade, travestidos com o figurino de uma fantasia inocente e mágica.

Ref. G227

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

SÉRIE “O MEU IMPÉRIO FICA NUM PAÍS DISTANTE”


9

Verão 2010 Ref.G238

Ref. G237

CADA GRAVURA I 84,5 x 64,5 cm PVP unit. 490 € I Sócio unit. 50 € + 8M I Sócio Conj.3 150 € + 20M

EDIÇÃO DE APENAS 75 EXEMPLARES

Gravura distinguida com a Menção Honrosa Fine Papers Prémios Papies 2010

GRAVURA I Ref. G216 I 50 x 71 cm I PVP 295 € I Sócio 207 € I 4M EDIÇÃO DE APENAS 100 EXEMPLARES


Engrácia Cardoso EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

SÉRIE “ESTÓRIAS PARA CONTAR DEVAGAR” Na proximidade do universo de Paula Rego, Engrácia Cardoso conta-nos as suas muito particulares estórias para contar devagar ao ouvido de uma infância perdida com os medos e os fantasmas de um tempo de perplexidade e dúvida perante o caos e a desordem de emoções desconhecidas.

“ESTÓRIAS PARA CONTAR DEVAGAR - SURICATA”

“ESTÓRIAS PARA CONTAR DEVAGAR -INUNDAÇÃO”

SERIGRAFIA

SERIGRAFIA

Ref. S911 I 100 x 70 cm I PVP 395 € I Sócio 277 € I 6M

Ref. S918 I 100 x 70 cm I PVP 365 € I Sócio 256 € I 6M

EDIÇÃO DE APENAS 85 EXEMPLARES

EDIÇÃO DE APENAS 120 EXEMPLARES


Jorge Calero

“ALVOROÇO”

SERIGRAFIA S/ TELA Ref. S936 I 70 x 100 cm I PVP 580 € I Sócio 200 € + 6M EDIÇÃO DE APENAS 75 EXEMPLARES

SERIGRAFIA S/ PAPEL Ref. S935 I 70 x 100 cm PVP 365 € I Sócio 256 € I 6M EDIÇÃO DE 125 EXEMPLARES

EM EXPOSIÇÃO: CAE - CENTRO DE ARTES E ESPECTÁCULOS DA FIGUEIRA DA FOZ 29 JUNHO A 18 DE JULHO 2010

Verão 2010

Jorge Calero faz-nos, como Lewis Carroll, transpor o espelho do nosso real quotidiano para uma dimensão que nos abre o encantamento de um paraíso ao alcance da fantasia e do sonho. Floresta e jardim secreto de uma vinha com os rubros bagos da paixão pela plenitude de visível que se desdobra em íntimos tesouros e voos audazes de pássaros azuis enamorados da pura vibração do espaço.

11

A FLORESTA DO NOSSO ENCANTAMENTO


António Carmo

HISTÓRIA SECRETA DO PINTOR Depois da sua revisitação a alguns dos grandes mestres da pintura do século XX, como Gauguin e Matisse em exposições recentes, António Carmo visita agora o atelier do pintor, espaço que resume a sua história, onde, além do labirinto dos objectos carregados de energias secretas, e dos materiais, se agita o turbilhão das ideias criativas concentradas no olhar sonhador, atento e complacente, da figura ao centro. Uma paleta sábia e subtil de contrastes suaves e consonantes em quatro variantes de cor restitui-nos um universo lírico e sensível a que já nos habituou o artista.

Ref. S908C

Ref. S908D

Ref. S908A

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

“A HISTÓRIA DO PINTOR”

SERIGRAFIA 50 x 70 cm I PVP 350 € I Sócio 245 € I 6M

Ref. S908B

EDIÇÃO DE 50 EXEMPLARES


Miguel Barbosa RENOVANDO A TRADIÇÃO DA TAUROMAQUIA Poeta e pintor, Miguel Barbosa prolonga e renova a importante tradição da tauromaquia, motivo privilegiado das artes plásticas, de Goya a Manet e Picasso. O touro, motivo plástico e simbólico, na sua ligação ao cavalo, evoca dualidades fundamentais, o masculino e o feminino, o sol e a lua, a morte e a vida, a matéria e o espírito. Figura das grandes pulsões interiores, da energia sexual e cósmica, torna-se no presente trabalho o emblema do movimento e da força vital igualmente conotados pelo vermelho sangue dominante na composição.

Verão 2010

13

“o contraditório”

SERIGRAFIA Ref. S909 I 50 x 70 cm PVP 350 € I Sócio 245 € I 6M

Ref. PS32B

PALAVRAS QUE FALAM DE AMOR

Ref. PS32A

Álbum composto por uma serigrafia, um livro de poemas e um CD com músicas originais de Bernardo Sasseti, Luis Pedro Fonseca e Rui Serôdio para os poemas ditos por Luis Machado, com a participação especial de Irene Cruz e Sofia Sá da Bandeira. ÁMBUM: SERIGRAFIA + CD + LIVRO DE POEMAS Ref. PS32A/B I 35,5 x 25 cm I PVP 305 € I Sócio 214 €

O Museu de História Natural de Sintra que inaugurou no Verão de 2009, contém um acervo único composto por milhares de fósseis de valor cultural e científico incalculável que o coleccionador Miguel Barbosa e a sua mulher reuniram durante cerca de 50 anos.


Humberto Marçal

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

O MESTRE DA GRAVURA CONTEMPORÂNEA Responsável pelo apuro técnico das edições de Gravura e Litografia do CPS, no percurso de Humberto Marçal incluem-se uma sólida formação em conservação e restauro com prestações no Museu Calouste Gulbenkian, estágios de litografia em Paris e Barcelona e a frequência das Academias Reais de Belas Artes de Bruxelas e de Liège. As suas gravuras foram editadas por prestigiadas entidades, estando incluídas em importantes colecções particulares e oficiais. Os presentes trabalhos resumem grande parte do sentido e do encanto da sua obra onde se unem o rigor técnico e a expressão poética da natureza, com os seus ritmos e mágicos ciclos de luz.

“COMPLETA SERENIDADE”

Homenagem do artista à visita do representante máximo do mundo cristão, celebrando um dos mais belos símbolos do Renascimento italiano, a cúpula da basílica de S. Pedro, em Roma. COM APLICAÇÃO A FOLHA DE OURO

EDIÇÃO PERSONALIZADA Cada obra será especificamente efectuada em função de cada pedido, com a dedicatória do artista a quem assim desejar.

GRAVURA COM APLICAÇÃO A FOLHA DE OURO Ref. G235 I 70 x 50 cm I PVP 475 € I Sócio 333 € EDIÇÃO DE APENAS 50 EXEMPLARES


Diálogo com os artistas GRAVURA Ref. G228 I 70,5 x 75,5 cm I PVP 510 € I Sócio 357 € I 100% Ded. em quotas EDIÇÃO DE 95 EXEMPLARES

“NOSTALGIA DE VIDA”

GRAVURA Ref. G193 I 71 x 49,5 cm I PVP 460 € I Sócio 322 € I 8M EDIÇÃO DE 100 EXEMPLARES

Humberto Marçal tem sido, desde 1994, um dos grandes responsáveis pelo sucesso das edições do CPS, pela excelente qualidade das suas realizações de mestre gravador. Este aspecto reflecte-se no trabalho actualmente apresentado e justifica a justa homenagem do CPS que realça hoje a importância do diálogo de Mestre Marçal com os artistas, muitos dos que privaram com ele ao longo dos tempos e testemunharam a sua qualidade humana e o seu excepcional talento. É justamente o caso de alguns Mestres da pintura portuguesa como Manuel Cargaleiro, Cruzeiro Seixas, Helena Abreu, Manuel Batista, Raúl Perez ou Malangatana, que devem uma parte do brillho das suas obras à colaboração amiga e competente de Mestre Marçal.

Verão 2010

Humberto Marçal em diálogo com Manuel Cargaleiro no Atelier CPS

15

“ESPLENDOR CÓSMICO II”


José Faria UMA NOVA VISÃO DO SAGRADO

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Mestre da ponta seca, professor de desenho, gravura e pintura, José Faria mereceu à crítica de arte espanhola Lourdes Jiménez, comissária da exposição dos 26 anos da sua obra gráfica, em 2007, em Málaga, as seguintes palavras: “me gustaria rendir sentido homenage de admiración por su obra grabada, por sus puntas secas inigualables, y su poética figurativa (…)” Uma figuração que neste caso incide sobre uma imagem pouco tradicional do sagrado e que evoca o dramatismo e a dimensão humana do sacrifício numa descida da cruz a que o preto e branco conferem uma aura de solenidade e um mistério muito particulares e próprios do universo do artista.

Gravura distinguida com a Grande Prémio Fine Papers Prémios Papies 2010

GRAVURA Ref. G231 I 68 x 83 cm PVP 540 € I Sócio 378 € I 10M EDIÇÃO DE 100 EXEMPLARES

PÁSSARO CEGO Manuel Paulo Nancy Vieira Edição Especial com serigrafia de João Ribeiro Projecto multidisciplinar onde se reúnem serigrafia, disco e livro com a música de Manuel Paulo, as letras de João Monge, a voz de Nancy Vieira, as fotografias de Nana Sousa Dias e as pinturas de João Ribeiro. Parceria com Arthouse, Grupo Valentim de Carvalho Multimédia. SERIGRAFIA + CD Ref. ES212 | 35,5 x 25 cm PVP 77€ I Sócio 57€ ou 1 Quota + 20€ EDIÇÃO ESPECIAL LIMITADA A 200 EXEMPLARES


“NATUREZA MORTA”

Helena Justino A VIDA DA NATUREZA MORTA

Verão 2010

17

A grande tradição da natureza morta actualmente celebrada em importante exposição da Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa, acha em Helena Justino uma intérprete de excepção. Através da mestria de uma composição orientada pelos ritmos da cor e da luz que libertam as formas ao centro, saborosos frutos da imagem, a artista confere-lhes beleza e uma plasticidade maravilhosas transformando a natureza morta em verdadeira natureza viva. SERIGRAFIA Ref. S934 I 55,5 x 72,5 cm I PVP 295 € I Sócio 207 € I 4M

Teresa Ribeiro

“O REVERSO DO ESPELHO”

DIÁLOGOS COM A SOLIDÃO: O REVERSO DO ESPELHO

SERIGRAFIA Ref. S907 I 70 x 50 cm I PVP 280 € I Sócio 196 € I 4M

Segundo a sua autora, “O Reverso do Espelho”, título da serigrafia que apresentamos, baseia-se no ciclo da sua pintura “Ecos e Ressonâncias”. Se do som fica a sua ressonância que o ouvido capta e a memória guarda, também os estados de alma retratados pela artista vibram em todo o diapasão das emoções mais subtis e dos sonhos mais íntimos. Sonhos de amor, ou o seu reverso, diálogos com a solidão que esta imagem parece retratar, onde na figura ao centro dois rostos confundidos se desfazem sem verdadeiramente se unirem.


FOTOGRAFIA

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Patrícia Ramalho

LISBOA - TÓQUIO

Sara Godinho

O projecto Mirrorcities nasceu da vontade de duas amigas e colegas continuarem a trabalhar juntas, quando uma delas partiu para o Japão para desenvolver uma pesquisa nesse país ao abrigo de uma bolsa da Fundação Oriente. O Mirrorcities é um projecto fotográfico com um conceito simples: duas cidades (Lisboa e Tóquio), uma pessoa em cada uma das cidades, um tema por dia. Cada dia tinha um tema específico e cada uma das autoras tinha que procurar na sua cidade fotografar esse tema. Diariamente eram seleccionadas duas fotos e colocadas num site online. Os temas mudavam todos os dias e os resultados eram sempre inesperados, umas vezes pela sintonia das imagens, outras pelo contraste. O projecto desenvolveu-se ao longo de cerca de 5 meses até perfazer 150 temas para 150 dias.

/// MIRRORCITIES /// PROJECTO QUE CONTOU COM O APOIO E ESTEVE EM EXPOSIÇÃO NO MUSEU DO ORIENTE DE 1 DE OUTUBRO A 2 DE NOVEMBRO DE 2009

DIA 25 “LUNCH” (ALMOÇO) Ref. F062

DIA 101 “COLORFUL PETALS” (PÉTALAS COLORIDAS) Ref. F061

Página Oficial do Projecto: http://www.mirrorcities.blogspot.com


DIA 97 “BY NIGHT” (À NOITE)

Verão 2010

19

Ref. F065

DIA 68 “FOOD STANDS” (BANCAS DE COMIDA) Ref. F060

DIA 35 “DRUGSTORES” (DROGARIAS) Ref. F064

DIA 71 “FROM DE SKY” (VISTO DO CÉU) Ref. F063

FOTOGRAFIA (cada) 30 x 61 cm I PVP 220 € I Sócio 180 € I 100% Ded. em quotas EDIÇÃO DE 10 EXEMPLARES


EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

António Segui

Ivan Messac SÉRIE “FERNANDO PESSOA”

SERIGRAFIA

SERIGRAFIA

Ref. S496 I 60 x 80 cm I PVP 750 € I Sócio 525 € I 12M

Ref. S807 I 75,5 x 56 cm I PVP 490 € I Sócio 343 € I 8M EDIÇÃO DE 50 EXEMPLARES

Carlos Carreiro

Klaus Zylla

SERIGRAFIA Ref. S450 I 50 x 70 cm I PVP 380 € I Sócio 266 € I 6M

SERIGRAFIA Ref. S778 I 70 x 50 cm I PVP 335 € I Sócio 250 € I 6M


“BUSTER KEATON ET LE LAPIN”

Verão 2010

21

Bernard Rancillac

SERIGRAFIA

SERIGRAFIA

Ref. S681 I 53,5 x 64 cm I PVP 640 € I Sócio 448 € I 10M

Ref. S515 I 70 x 50 cm I PVP 565 € I Sócio 396 € I 8M

EDIÇÃO DE 100 EXEMPLARES

Ken Rinaldo “ORGANELL”

Ref. ED07

Ref. ED08

“MITOCHON”

“PHOSPHOLIP”

Ref. ED06

Ref. ED04

“ADIPOPSE”

ESTAMPA DIGITAL 59,5 x 42 cm I PVP 550 € I Sócio 450 € I 100% Ded. em quotas EDIÇÃO DE 15 EXEMPLARES CADA


Manuel Figueira

Joana Latka

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

“MARINA”

GRAVURA Ref. G205 I 70 x 100 cm I PVP 445 € I Sócio 312 € I 8M EDIÇÃO DE 75 EXEMPLARES

LITOGRAFIA Ref. l016 I 71,5 x 50 cm I PVP 475 € I Sócio 333 € I 8M EDIÇÃO DE 100 EXEMPLARES

Rogério Ribeiro

Lydia Reinhold

SERIGRAFIA

SERIGRAFIA

Ref. S703 I 56 x 76 cm I PVP 565 € I Sócio 396 € I 75% Ded. em quotas

Ref. S603 I 61 x 50 cm I PVP 265 € I Sócio 186 € I 4M

EDIÇÃO DE 150 EXEMPLARES


Eurico Gonçalves

Manuel Gamboa

Verão 2010

23

“FLORES DE DOMINGO”

SERIGRAFIA Ref. S416 I 50 x 70 cm I PVP 295 € I Sócio 207 € I 4M

SERIGRAFIA (VERSÃO S/ PAPEL) Ref. S759 I 81 x 70 cm I PVP 540 € I Sócio 410 € I 10M EDIÇÃO DE 125 EXEMPLARES

Rodrigo Ferreira

João Alfaro

SERIGRAFIA

SERIGRAFIA

Ref. S809 I 56 x 76 cm I PVP 460 € I Sócio 322 € I 8M

Ref. S307 I 70 x 50 cm I PVP 265 € I Sócio 186 € I 4M


Óscar Alves

Darocha

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

“ALÉM DA FLORESTA”

SERIGRAFIA SERIGRAFIA/ GRAVURA

Ref. S305 I 70 x 100 cm I PVP 460 € I Sócio 322 € I 8M

Ref. S891 I 70 x 50 cm PVP 335 € I Sócio 235 € I 6M EDIÇÃO DE 100 EXEMPLARES

Paulo Óscar “SOMBRA VERMELHA”

Dimas Macedo “HOMENAGEM A MATISSE II”

SERIGRAFIA Ref. S255 I 50 x 70 cm I PVP 295 € I Sócio 207 € I 4M

SERIGRAFIA Ref. S905 I 60 x 50 cm I PVP 250 € I Sócio 175 € I 4M EDIÇÃO DE 75 EXEMPLARES


25

Verão 2010

CPS EXPLORA O SEU PRÓPRIO POTENCIAL ARTÍSTICO

Ref. S912A

Novo projecto editorial com a assinatura CPS

Ref. S915B Ref. S917B

Ref. S913B Ref. S917A

Ref. S915A

Ref. S913A

Toda a equipa CPS com mais de 25 anos de vivência criativa e apoiada nos saberes dos mestres e nas mais clássicas ferramentas de impressão, coloca ao seu dispor esta valiosa colecção em momentos de referência. Assim, demos início a esta obra de perfume musical referenciada pelos Dias da Música no CCB. O assinalável sucesso desta colecção encoraja toda a equipa a dar seguimento a este novo projecto.

SERIGRAFIA 22 x 25 cm I PVP 22,5 € I Sócio 15 € EDIÇÃO DE APENAS 60 EXEMPLARES

A SERIGRAFIA AINDA MAIS ACESSÍVEL


ILUSTRAÇÃO

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Artistas Premiados O PRÉMIO NACIONAL DE ILUSTRAÇÃO é um prémio atribuído desde 1996 pelo Ministério da Cultura e a APPLIJ (Associação Portuguesa para a Promoção do Livro Infantil e Juvenil) – Secção Portuguesa do IBBY (Internacional Board on Books for Young People) -, com o objectivo de promover a ilustração de livros para a infância e a juventude originalmente editados em Portugal. As edições dos ilustradores premiados não só contribuem para a qualidade e diversidade editorial do CPS como reforçam a criatividade de uma disciplina cada vez mais afirmada pela sua singularidade.

Bernardo Carvalho PRÉMIO NACIONAL DE ILUSTRAÇÃO 2009 “COR DE LARANJA”

André Letria MENÇÃO ESPECIAL NA BIENAL ILUSTRARTE 2005 PRÉMIO NACIONAL DE ILUSTRAÇÃO 1999 “BORDEAUX”

SERIGRAFIA Ref. S814 I 50 x 35 cm I PVP 125 € I Sócio 88 € I 2M EDIÇÃO DE APENAS 100 EXEMPLARES

José Manuel Saraiva MENÇÃO ESPECIAL NA BIENAL ILUSTRARTE 2003 “VERDE MAR”

SERIGRAFIA Ref. S817 I 50 x 35 cm I PVP 125 € I Sócio 88 € I 2M EDIÇÃO DE APENAS 100 EXEMPLARES

SERIGRAFIA Ref. S822 I 50 x 35 cm I PVP 125 € I Sócio 88 € I 2M EDIÇÃO DE APENAS 100 EXEMPLARES


Danuta Wojciechowska PRÉMIO NACIONAL DE ILUSTRAÇÃO 2003

Verão 2010

27

“ESTRELAS”

Teresa Lima PRÉMIO NACIONAL DE ILUSTRAÇÃO 1998 e 2006 “ZEBRAS”

SERIGRAFIA Ref. S616 I 50 x 61,5 cm I PVP 265 € I Sócio 186 € I 4M

Alain Corbel PRÉMIO NACIONAL DE ILUSTRAÇÃO 2002 “AS GÉMEAS”

SERIGRAFIA Ref. S618 I 70 x 50 cm I PVP 265 € I Sócio 186 € I 4M

SERIGRAFIA Ref. S615 I 50 x 70 cm I PVP 280 € I Sócio 196 € I 4M


Ref. G242

Ref. G240

Maria João Worm

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

ILUSTRAÇÃO

SÉRIE “OS INADAPTADOS” - DA VIDA À FÁBULA Pintora e ilustradora, Maria João Worm cria na actual série de linóleogravuras todo um friso de personagens da grande fábula da vida, cujo sentido é “emprestado” por algumas figuras do reino animal. Os seus “inadaptados” não são mais do que os protagonistas de uma rebelião que nos é bem familiar, a de todos aqueles que recusam seguir os estereótipos impostos por uma sociedade materialista e castradora.

O que é?

Gravura em relevo realizada sobre placa de linóleo. Trata-se de um material industrial moderno, concebido para ser usado como revestimento de chão. É brando, de densidade muito uniforme e permite o talhe com facas e goivas em todas as direcções, conseguindo-se obter pormenores bastante finos. Também se usa o vocábulo linoleografia.


Ref. G244

Verão 2010

29

Ref. G245

Ref. G241 Ref. G243

LINÓLEOGRAVURA I 50 x 35,5 cm (cada) PVP Conj. 2 265 € I Sócio 186 € I 4M PVP Conj. 6 475 € I Sócio 333 € I 8M EDIÇÃO DE APENAS 75 EXEMPLARES

Cada linóleogravura é manuscrita pela autora


EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Pedro Kaliambai

ILUSTRAÇÃO

SE tu tambEm o artista! O Pedro Kaliambai quer que TU completes os seus desenhos, pintando e dando vida às suas personagens. Quer que tu também sejas o artista! Anda daí!

Pedro Kaliambai e Maria

SERIGRAFIA I 30 x 21 cm I PVP 37 € I Sócio 26 € TODOS OS DESENHOS FORAM DESENVOLVIDOS PARA SEREM FINALIZADOS PELO SEU DETENTOR, NUMA CO-AUTORIA. EDIÇÃO ASSINADA E NUMERADA DE APENAS 100 EXEMPLARES

Pedro Kaliambai e gabriel

Conj. 12 I PVP 350 € I Sócio 245 € I 6M Conj. 6 I PVP 185 € I Sócio 130 € I 3M


Ref. S922

Ref. S923

Ref. S924

Ref. S920

Ref. S929

Ref. S921

Ver達o 2010

Ref. S927

Ref. S928

Ref. S925

31

Ref. S930

Ref. S926

Ref. S919


g eração futu ro_ A CRESCER COM ARTE

Crie uma colecção de Arte para as gerações futuras, tornando os seus filhos, netos, sobrinhos ou mesmo afilhados, Sócios do CPS em condições únicas que lhes são dedicadas.

“A Arte é um legado para as gerações vindouras”


Três Va nta g e n s 1. Inscrição grátis

Enquanto Sócio CPS, ao inscrever o seu familiar (filho, neto, sobrinho ou afilhado), o mesmo ficará isento do pagamento da inscrição de €57

2. Mesmo valor da sua quota O novo membro beneficia da sua antiguidade no CPS. O valor da quota do jovem Sócio será idêntico à sua.

3. Serigrafia de Sofia Areal de oferta Na inscrição, o novo Sócio recebe como oferta de boas-vindas, uma serigrafia com um simbolismo especial da Série “Gosto de Ti” da artista Sofia Areal, de valor até €460! Caso prefira, poderá optar por seleccionar uma obra de valor até €395 / 6M entre as Edições de Subscrição do CPS. Ref. S932A

Ref. S932B

Ref. S932C

Série “Gosto de Ti” Oferta exclusiva

g eração futu ro_

O Sócio Familiar Proponente deverá ter as quotas em dia.

SÓCIO FAMILIAR PROPONENTE Nº ___________ NOME ___________________________________

INSCRIÇÃO DE SÓCIO CPS

DADOS PESSOAIS DO NOVO SÓCIO

g e ração futu ro_

Filho

Neto

Outro: ______________

Localidade___________________________________________Cód. Postal__________________

INSCRIÇÃO: €57 Grátis

Entidade

1 0 1 8 9 3

Ç

Morada__________________________________________________________________________

AUTORIZAÇÃO DE PAGAMENTO - DÉBITO DIRECTO* / CARTÃO DE CRÉDITO

Ç

Nome___________________________________________________________________________

Tel. 21 3933260 Fax 213933269

QUOTA MENSAL: €____,____

(A preencher pelos serviços do CPS)

Referência

(A preencher pelos serviços do CPS)

Telefone________________Telemóvel __________________Data Nascimento_____________

TITULAR DO PAGAMENTO:

Contribuinte______________ Profissão_____________________Empresa__________________

Por débito da minha/nossa conta abaixo indicada, autorizo que procedam ao pagamento das importâncias que lhes forem apresentadas pelo CPS - Centro Português de Serigrafia, Lda (NIB: 0033 0000 00013282587 41), de acordo como contrato entre nós celebrado:

E-mail___________________________________________________________________________

RECEBEREI UMA SERIGRAFIA DE SOFIA AREAL COMO OFERTA NA MINHA INSCRIÇÃO. ASSINALO A MINHA PREFERÊNCIA: Ref. S932A

Ref. S932B

Ref. S932C

Outra opção: _________________

ENTREGA DA OBRA DE OFERTA

Solicito que me reservem a obra referida. Irei levantar em: CPS no CCB

CPS Twin Towers

Cartão de Crédito Nº

CPS Arrábida

Loja M. Minuto:

3 últimos dígitos do verso do cartão

CVV

(Veja os contactos na última página)

Solicito que me enviem por correio, para a morada indicada, a obra referida, ficando os portes a meu cargo. CPS Sede

Conta Bancária / NIB Banco _____________________Agência______________________Outro Titular _____________________________ Mês Ano

Validade

Data ___ /___/___________ Ass. _____________________________________________________________________ *Em cumprimento do aviso 10/2005 do Banco de Portugal, informa-se que é dever do devedor, conferir, através de procedimentos electrónicos, nomeadamente no multibanco, os elementos que compõem as autorizações de débito em conta concedidas. Permanência mínima obrigatória como Sócio: 18 meses.

Recorte e envie para:

Remessa Livre nº 27028, EC. D Luis I 1201-950 Lisboa (não necessita de selo postal)


FIDELIZAÇÃO = + VANTAGENS

A IMPORTÂNCIA HISTÓRICA DA SUA ILUSTRAÇÃO DA DIVINA COMÉDIA

Purgatório, Canto XIX ‘Mulher pálida”

Purgatório, Canto IX ‘O Anjo porteiro”

Purgatório, Canto VIII ‘Os Anjos guardiães do vale’ Ref. EX903

Ref. EX958

Inferno, Canto III “Caronte”

anos do nascimento do poeta. Este trabalho foi o resultado de 101 aguarelas produzidas por Dalí a partir de uma encomenda do governo italiano. A edição concretizou-se entre 1959 e 1963 com os editores de Paris Joseph Foret e Jean Estrade. 3500 blocos de madeira permitiram a impressão de 100 singulares ilustrações, uma para cada Canto da Divina Comédia. Ref. EX906

Ref. EX907

Ref. EX917

Salvador Dalí (1904-1989) inscreve-se na genealogia dos grandes artistas que ilustraram a Divina Comédia de Dante (1265-1321), um dos grandes marcos da literatura ocidental, de Sandro Botticelli a Miguel Ângelo, William Blake e Gustave Doré. O CPS reapresenta alguns exemplares ainda disponíveis da edição histórica e quase esgotada, comemorativa dos 700

Ref. EX867

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Salvador Dalí

Paraíso, Canto XXVII ‘São Pedro e Dante”

Purgatório, Canto V ‘Virgílio adverte Dante”


Verão 2010

35

Ref. EX959

Paraíso, Canto XXVIII “A lealdade dos Anjos”

OBRAS ASSINADAS A VERMELHO POR SALVADOR DALÍ E ACOMPANHADAS DE CERTIFICADO INDIVIDUAL DE AUTENTICIDADE

GRAVURA EM MADEIRA 22,5 x 18,5 cm I PVP 3.500 € I Sócio 2.995 €

Sócio 2.845 €

Sócio 2.695 €

Sócio 2.545 €

VEJA EXPLICAÇÃO NA PÁGINA SEGUINTE


FIDELIZAÇÃO = + VANTAGENS

Premiamos a sua Confiança Quanto maior for a sua antiguidade como Sócio, maior o seu desconto.

Ref. EX1132 28 x 38 cm PVP 520 € Sócio 390 € Sócio 370 € Sócio 350 € Sócio 332 €

Júlio Resende LITOGRAFIA Ref. EX1146 I 18 x 25 cm I PVP 325 € I Sócio 250 € Sócio 237 €

Sócio 225 €

Sócio 212 €

LITOGRAFIA I Ref. EX1119 I 73 x 54 cm I PVP 1.450 € I Sócio 1.100 € Sócio 1.045 €

FIDELIZAÇÃO = + VANTAGENS Preço para Sócios inscritos entre

2001 e 2005

Preço para Sócios inscritos entre

1996 e 2000

Sócio 990 €

Sócio 935 €

Noronha da Costa

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

LITOGRAFIA

Preço para Sócios inscritos

até 1995

ESTAMPA DIGITAL Ref. ED15 I 49 x 54 cm I PVP 650 € I Sócio 455 € Sócio 432 €

Sócio 410 €

Sócio 385 €


Verão 2010

37

Ref. S873

Ref. S874

Cruzeiro Seixas

SERIGRAFIA C/ GRAVURA A SECO I 83,5 x 65,5 cm I PVP 900 € I Sócio 720 € Sócio 648 €

Sócio 612 €

José de Guimarães

Sócio 684 €

GRAVURA Ref. EX319 I 45,5 x 62,8 cm I PVP 1.450 € I Sócio 1.150 € Sócio 1.092 €

GRAVURA Ref. EX322 I 62,8 x 45,5 cm I PVP 1.450 € I Sócio 1.150 € Sócio 1.092 €

Sócio 1.035 €

Sócio 975 €

Sócio 1.035 €

Sócio 975 €


Carlos Calvet

SERIGRAFIA Ref. S362 I 50 x 70 cm PVP 540 € I Sócio 378 € I 100% Ded. em quotas Sócio 360 €

SERIGRAFIA Ref. S507 I 70 x 50 cm I PVP 565 € I Sócio 396 € Sócio 375 €

Sócio 355 €

Sócio 335 €

Sócio 340 €

Sócio 320 €

SERIGRAFIA Ref. S597 I 75,5 x 56 cm I PVP 640 € I Sócio 485 € Sócio 460 €

Sócio 435 €

Sócio 412 €

Nadir Afonso

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

FIDELIZAÇÃO = + VANTAGENS

SERIGRAFIA Ref. S757 I 35 x 46 cm PVP 650 € I Sócio 455 € Sócio 432 € Sócio 385 €

Sócio 410 €


Verão 2010

39

Júlio Pomar

Jorge Martins

SERIGRAFIA Ref. EX116 I 76 x 56 cm PVP 1.395 € I Sócio 1.045 € I 50% Ded. em quotas

SERIGRAFIA Ref. S511 I 76 x 56 cm

Sócio 992 €

Sócio 940 €

Sócio 890 €

PVP 720 € I Sócio 504 € I 75% Ded. em quotas Sócio 455 €

Sócio 430 €

Jan Voss

Sócio 480 €

SERIGRAFIA Ref. S794 I 56 x 76 cm PVP 900 € I Sócio 725 € I 50% Ded. em quotas Sócio 690 € Sócio 615 €

Sócio 650 €


PARCERIAS

PARCERIA:

EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Catarina Dias MYSTIC DIVER BANDA SONORA + SERIGRAFIA Mystic Diver é o título da exposição de Catarina Dias patente no Pavilhão Preto do Museu da Cidade de Lisboa até 13 de Junho. O CPS, em colaboração com a Agência de Arte Vera Cortês que representa a artista, editou a serigrafia e a capa do Vinil LP da banda sonora criada por Sofia Dias e Alex Impey para esta exposição. LP VINIL COM SERIGRAFIA Ref. ES217 I PVP 120 € I Sócio 100 € EDIÇÃO DE 100 EXEMPLARES

PARCERIA:

EXPOSIÇÃO COLECTIVA DE ARTISTAS CONTEMPORÂNEOS BRITÂNICOS E PORTUGUESES, UM OLHAR ACTUAL SOBRE A DISCIPLINA DA OBRA GRÁFICA: EXPOSIÇÕES / PALESTRAS / MASTERCLASSES PERFORMANCES / RESIDÊNCIAS / CONVERSAS / VISITAS GUIADAS Museu da Cidade - Pavilhão Preto e jardins: 23 de Junho a 5 de Setembro de 2010 Adam James, Adam Knight, Ana Fonseca, Andrea Jespersen, Ann-Marie LeQuesne, Barton Hargreaves, Bob Matthews, Bronwen Sleigh, Carlos Noronha Feio e Martinha Maia, Cristina Ataíde, Dick Jewell, Edd Pearman, Francisco Sousa Lobo, George Charman, Graça Pereira Coutinho, Jane Ward, Jessie Brennan, Jo Stockham, José Carlos Teixeira, Liz Collini, Mark Hampson, Mónica de Miranda, Nuno Vicente, Orlando Franco, Paula Roush, Pedro Valdez Cardoso, Richard Healy, Rui Horta Pereira, Susanne Themlitz, Tom Smith.

O CPS é mais uma vez um parceiro num grande evento que enaltece a obra gráfica original contemporânea. “... and then again...” é uma exposição colectiva de artistas portugueses e ingleses que tomam como ponto de partida o universo da impressão (gravura, serigrafia, litografia, entre outros) para realizar trabalhos segundo técnicas

variadas e híbridas. Duplicação, espelhamento e repetição são temas recorrentes, enfatizando o potencial do universo da impressão como processo de produção da imagem múltipla, sendo hoje porventura mais relevante do que nunca no acelerado contexto da era digital.


Estas obras “auto-vivenciais” estiveram patentes na mostra INDUTOR em 2009 no Palácio Galveias, Lisboa.

PARCERIA:

Artur Moreira

Retrato de Pedro Cabrita Reis no âmbito da sua exposição

”OS OUTROS”

SERIGRAFIA Ref. S939 I 100 x 70 cm I PVP 235 € I Sócio 165 € I 4M EDIÇÃO DE APENAS 25 EXEMPLARES

SERIGRAFIA Ref. S933A I 70 x 50 cm I PVP 220 € I Sócio 154 € I 4M EDIÇÃO DE APENAS 45 EXEMPLARES

Francisco Guerra

SERIGRAFIA - FORMATO “POSTAL” Ref. S931 I 19 x 24 cm I PVP 20 € I Sócio 15 € EDIÇÃO DE APENAS 120 EXEMPLARES

José Ribeiro

SERIGRAFIA

SERIGRAFIA

Ref. S938 I 70 x 70 cm I PVP 165 € I Sócio 116 € I 3M

Ref. S940 I 50 x 70 cm I PVP 165 € I Sócio 116 € I 3M

EDIÇÃO DE APENAS 16 EXEMPLARES

EDIÇÃO DE APENAS 25 EXEMPLARES

Verão 2010

“PEDRO CABRITA REIS” por ARTUR MOREIRA

41

apresentada no Pavilhão 28 no Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa.


EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

Jorge Nesbitt

PARCERIAS

“A rosa é uma rosa é uma rosa.” Gertrude Stein

ÁLBUM DE ARTE Ref. PS39 I 38,5 x 49 cm PVP 580 € I Sócio 480 € EDIÇÃO DE APENAS 25 EXEMPLARES CADA SÉRIE

O MUNDO É REDONDO VISÃO ILUSTRADA DA OBRA DE GERTRUDE STEIN EM EDIÇÃO ESPECIAL Em parceria com a Galeria João Esteves de Oliveira, o CPS apresenta a Edição Especial de “O Mundo é Redondo” de Gertrude Stein com seis serigrafias de Jorge Nesbitt, em duas séries distintas. Cada uma das séries inclui seis serigrafias em tiragem de apenas 25 exemplares. O livro inclui, além da língua original, a versão traduzida para português por Luisa Costa Gomes e é numerado e assinado pelo artista e pelos editores. Design Gráfico de João Brandão.

PARCERIA:


CPS SOLIDÁRIO

SOLIDARIEDADE / SOCIAL Haiti Para a tragédia do Haiti o CPS contribuiu com serigrafias e gravuras para leilão/venda. Os valores alcançados permitiuram a aquisição de uma Shelter Box.

1 Shelter Box permite: - Englobar todos os custos de produção, operação e logística - Acomodar com dignidade uma família de 10 Pessoas - Purificar água durante 6 meses - Agasalhar convenientemente, todos os membros - Dotar de utensílios vários (Cozinha, Educação, Ferramentas) para minimizar as necessidades, toda a família - Guardar e Transportar com segurança e comodidade os bens pessoais salvos

Outras Instituições e causas recentes que beneficiaram de donativos do CPS

Doação de obras para leilão à Operação Nariz Vermelho.

Doação de obras à Cruz Vermelha Portuguesa

Doação de obras para leilão no evento “Jazz pela Madeira: Concerto e Leilão de Arte” no Teatro da Malaposta.


CPS NOTÍCIAS

Uma outra gravura também editada pelo CPS, da autoria do jovem artista Gabriel Garcia, que utilizou a técnica de água-forte e água-tinta, foi também distinguida com uma Menção Honrosa Fine Papers. Os Prémios Papies atribuídos pela Revista Do Papel, visam premiar os melhores trabalhos gráficos do ano. Um júri designado avalia, por categoria, as propostas sem conhecimento da sua proveniência. A categoria Fine Papers foi patrocinada pela Antalis.

O CPS vai participar mais uma vez neste grande evento dedicado à Gravura que vai decorrer entre 10 de Agosto e 30 de Setembro. A participação do CPS contará com uma exposição permanente durante todo o evento no Auditório Municipal de Alijó. Site oficial: http://www.douro-gravura.org/

NOVOS PARCEIROS ACP E MOLDURA MINUTO AMPLIAM AS VANTAGENS DE SER SÓCIO CPS ACP NOVO! Isenção da jóia ACP + oferta de cheque de €25 d’A Moldura para trabalhos a partir de €100 www.acp.pt Moldura Minuto NOVO! 10% desc. nos trabalhos de emolduramento e 20% desc. na moldura “CPS7”. Entregas grátis ao domicílio nas zonas de Lisboa, Coimbra e Porto. Veja os contactos das lojas aderentes na última página

Fnac Oferta de 200 pontos (€10) na adesão ao cartão Fnac www.fnac.pt

ARTE CONTEMPORÂNEA NA BATALHA Esteve patente no mês de Maio na Galeria Mouzinho de Albuquerque, em parcercia com o Município da Batalha, a exposição “Arte Contemporânea”, reunindo um conjunto de 25 obras editadas pelo CPS de importantes e consagrados artistas portugueses contemporâneos, abarcando diferentes estilos e gerações.

CCB 20% desc. na adesão ao cartão amigo CCB www.ccb.pt A Moldura 15% desc. nos trabalhos de emolduramento Rua das Francesinhas, Lisboa Tel. 213 976 301 NOVA LOJA! Rua Sacadura Cabral, Lisboa Tel. 217 957 021

Rui Alberto - Espaço d’Arte 15% desc. nos trabalhos de emolduramento Arrábida Shopping, V.N.Gaia Tel. 223 707 318

45

O Centro Português de Serigrafia foi galardoado no dia 6 de Maio com o Grande Prémio Fine Papers Papies 2010 que premiou a qualidade da gravura “Questões Intemporais” de José Faria. A obra foi concebida pelo artista através da ponta seca (ver caixa), uma das mais exigentes técnicas da gravura onde o artista se tem destacado internacionalmente.

5ª BIENAL DE GRAVURA DO DOURO 2010 - ALIJÓ

Verão 2010

CPS GANHA MAIS UM PRÉMIO E MENÇÃO HONROSA


EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

O Centro Português de Serigrafia, actualmente a instituição com a mais vasta actividade editorial no campo da Obra Gráfica, tem seguido um modelo editorial eclético e formativo, apresentando aos Sócios, os mais consagrados artistas e os novos valores da arte contemporânea. Em Portugal a obra gráfica constitui um aspecto fundamental da expressão artística do nosso tempo, representando um veículo imprescindível de divulgação estética, pela sua qualidade e aperfeiçoamento técnico que tem vindo a conquistar. Esta qualidade é assegurada nos renovados Ateliers do CPS, pelo constante acompanhamento dos artistas por técnicos de reconhecido talento como o artista gravador Mestre Humberto Marçal ou o serígrafo Rui Alves, que garantem o apuro das edições, reconhecido pela atribuição de diversos prémios. Para este óptimo resultado, tem também contribuído a excelente relação com os artistas que fazem verdadeiramente parte de uma equipa, apostando na criatividade e no diálogo.

Humberto Marçal no Atelier CPS orientado a edição de litografia de Isabel Rasquinho. Ao fundo Manuel Gantes desenha outra pedra (foto à esq.). Francisco Simões verificando uma prova de estado da sua gravura (à dir.)

A realização das obras implica a intervenção directa do autor nas várias fases do processo criativo, o controlo qualitativo dos exemplares e sua autenticação final, de forma a garantir tanto a autoria como o carácter restrito e irrepetível das edições.


47

Verão 2010

Autenticidade Rigor e qualidade

A obra gráfica original é numerada e assinada, normalmente a lápis, pelo artista. Convenciona-se a assinatura à direita e a numeração à esquerda. Uma edição compreende todas as provas numeradas, (a numeração é feita por uma fracção, onde o número de baixo representa o total da edição e o de cima o número da cópia dentro desta edição. Ex. 1/50 a 50/50). Para além das Provas de Artista (P.A.), que correspondem geralmente a 10% da edição, existem também as provas H.C. designadas Hors Commerce, também 10% da edição, destinadas ao editor. Em Portugal estabeleceu-se como tiragem máxima a constituída por 200 exemplares de tiragem normal, 25 PA e 25 HC. A prova considerada pelo artista pronta para se dar inicio à edição é chamada Bon a Tirer (BAT).Todos os exemplares da edição devem ser rigorosamente iguais: o mesmo papel, a mesma medida de margem, a mesma qualidade de impressão.

Cruzeiro Seixas no Atelier CPS avaliando o resultado de uma prova de serigrafia (à esq.) e assinando cada exemplar depois de reconhecida a qualidade da edição (à dir.).

A matriz, depois de finalizada a edição, é anulada. Este cuidado evita edições paralelas que fogem do controlo do artista. Toda a variação na edição, como mudança de cor, por exemplo, deve também ser indicada. Além da assinatura e numeração pelo artista, a autenticidade de cada obra editada é ainda reforçada pelo selo branco do CPS, aposto sobre cada exemplar.


EDIÇÕES DE ARTE CONTEMPORÂNEA

A sua Colecção parte de si

Escolha nesta revista 1 obra até €395/6M* como oferta de inscrição

Construa a sua Colecção de Arte personalizada tornando-se Sócio do CPS.

Seleccione a sua oferta de boas-vindas e inscreva-se já utilizando o cupão na badana da revista. *Obra à escolha entre as Edições de Subscrição com validade até 6 meses de quotas (6M) - PVP até €395. Não acumulável com outras ofertas, descontos ou promoções em vigor e limitada ao número de exemplares disponível.


4. ACESSO A OBRAS DE CARÁCTER MUSEOLÓGICO / EXPOSIÇÕES E EVENTOS

O Sócio CPS constrói a sua colecção com base nas suas escolhas, usufruindo do acesso privilegiado à obra gráfica original - serigrafia, gravura, litografia, fotografia e estampa digital de criadores plásticos contemporâneos, portugueses e estrangeiros, em edições de arte limitadas e assinadas pelos autores.

Oportunidade de aquisição de obras de carácter museológico de obra gráfica que o CPS promove, designadamente nas exposições que organiza, sempre com condições e preço especial para Sócios. Em 2000 o CPS inaugurou o único espaço exclusivo de exposições de obra gráfica no país, onde tem apresentado exposições individuais de Picasso, Dali, Tàpiés ou Joseph Beuys, entre muitos outros.

2. UMA OBRA À SUA ESCOLHA DE 4 EM 4 MESES

5. UM CARTÃO QUE O LIGA À ARTE CONTEMPORÂNEA

Escolhe e recebe as suas obras de Arte preferidas, entre as Edições de Subscrição, de acordo com o número de quotas pagas acumuladas. Maioritariamente, as obras têm a validade de 4 meses de quotas (4M), o que significa que pode escolher, sem obrigatoriedade e sem mais custos, uma obra de 4 em 4 meses. Pode porém acumular mais quotas para obter uma obra de valor superior (6M, 8M, 10M, 12M...).

Recebe o seu cartão de Sócio Coleccionador de Arte que lhe permite beneficiar de um atendimento pessoal com aconselhamento permanente.

6. REVISTA “arte - edições de arte contemporânea” Recebe gratuitamente a Revista-catálogo “arte” do CPS, onde são apresentadas as mais recentes edições. De edição semestral, orienta e ajuda a decidir nas suas escolhas e preferências. Todas as obras disponíveis podem também ser consultadas em www.cps.pt.

3. DESCONTOS NAS OBRAS EXTRASUBSCRIÇÃO Usufrui de importantes descontos e da possibilidade de dedução do valor das quotas mesmo nas Obras ExtraSubscrição, na sua maioria obras não editadas pelo CPS, consignações ou edições sem condições especiais por parte dos artistas.

Novo Sócio CPS Condições de Admissão »

Inscrição: €57

»

Quota mensal: €37

Período mínimo de permanência como Sócio CPS: 18 meses. Todos os valores citados incluem Iva.

»

Oferta de Boas-Vindas: Escolha e receba de oferta, após a inscrição, a sua obra de Boas-Vindas de valor até €395 (com indicação até 6M). Seleccione a sua preferida nesta revista ou consulte www.cps.pt (Edições / Edições de Subscrição) e coloque o nome do artista e a ref. da obra no cupão na badana da revista.

Verão 2010

1. UMA COLECÇÃO DE ARTE PERSONALIZADA

49

Ser Sócio do CPS Descubra as vantagens


GALERIAS CPS

CPS - Sede (S.Bento)

Rua dos Industriais, 6 1249-023 Lisboa (transversal da D. Carlos I, junto à Assembleia da República) Tel: 213 933 260 E-mail: contacto@cps.pt Horário: Seg-Sex das 9h30 às 19h30 Sáb. das 13h00 às 19h00 Horário de Verão (19 Jul - 30 Set): Seg-Sex das 9h30 às 18h30 Sábados encerrado.

CPS no CCB

(Centro Cultural de Belém)

Centro Cultural de Belém, Loja 7 Praça do Império, 1449-003 Lisboa Tel: 213 162 175 E-mail: cpsccb@cps.pt Horário: Todos os dias das 10h00 às 21h00

CPS Twin Towers (Sete Rios)

Galerias Twin Towers, Loja 1.44 Rua de Campolide, 351C. 1070-034 Lisboa Tel: 217 220 484 E-mail: cpstwintowers@cps.pt Horário: Todos os dias das 10h00 às 22h00

A Moldura 2

Av. Sacadura Cabral, 19 - A/B Lisboa (à Av. de Roma) Tel. 217 957 021 962 417 249 - Seg. a Sab. 10-14; 15-19h

CPS Arrábida

Rui Alberto, Espaço de Arte, Arrábida Shopping piso 1, Loja 164. 4400-992 Vila Nova de Gaia Tel. Fax: 223 707 318

Moldura Minuto

Almada Fórum Tel. 212 595 219 Cascais Shopping Tel. 214 600 730 Loureshopping Tel. 219 838 106 RioSul Shopping Tel. 212 225 073 Fórum Montijo Tel. 212 310 458 Coimbrashopping Tel. 239 403 243 Dolce Vita Coimbra Tel. 239 402 218 Fórum Coimbra Tel. 239 813 092 Jumbo Maia Tel: 229 419 015 Norte Shopping Tel. 229 559 771

(NOVA LOJA)

(representante)

(representante)

As suas Obras podem ser levantadas nestes espaços


Esta obra de José de Guimarães pode ser sua! Por apenas

€200

SÉRIE “OCEANOS”

LITOGRAFIA Ref. EX062 I 50 x 59 cm I PVP 850 €

+ 1 Sócio

OFERTA ESPECIAL:

EDIÇÃO DE APENAS 199 EXEMPLARES

Receba esta obra de José de Guimarães por apenas €200 + 1 Sócio. O novo Sócio recebe, como habitualmente, uma serigrafia de valor até €395 PVP e validade até 6M que poderá escolher nesta revista ou em www.cps.pt. Campanha válida até 31 de Setembro de 2010 e não acumulável com outras ofertas, promoções, cheques-oferta ou descontos em vigor.


Revista CPS "arte" Verão 2010  

Revista-catálogo semestral com apresentação das mais recentes edições de arte contemporânea do CPS - Centro Português de Serigrafia. Conheça...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you