Page 1

RELAÇÕES COM INVESTIDORES | 33 | ANO 6 | JULHO/AGOSTO DE 2010

Baldin coloca CPFL no negócio da biomassa

Usina gera energia elétrica através da queima do bagaço de cana mandou investimentos de R$ 104 milhões. A usina tem 45 MW de potência instalada, sendo 24 MW de potência exportável. O negócio ganha importância porque insere na CPFL uma nova matriz renovável e sinaliza para o mercado a postura sustentável da empresa. Atualmente a participação da bioeletricidade na matriz elétrica brasileira atinge 4,7%, índice equivalente a 5.600 MW. Em 2020, a previsão é que esse índice alcance 10% da matriz, com 14.400 MW de potência instalada.

Divulgação

A CPFL Energia firmou seu primeiro contrato de compra de energia de biomassa de cana-de-açúcar na década de 90 e logo se tornou a maior compradora de energia dessa matriz, posição que mantém até hoje através da compra de cerca de 250 MWmédios. A partir de agora, além de grande comprador, a CPFL passa a ser geradora de energia a partir do bagaço de canade-açúcar, com a entrada em operação de sua primeira usina de biomassa. A termelétrica Baldin foi construída em Pirassununga/SP e de-

Baldin, em operação comercial

Palavra do Presidente

Foz do Chapecó Acabamos de obter a Licença de Operação (LO) da UHE Foz do Chapecó, às margens do rio Uruguai, entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul e já estamos em processo de enchimento do reservatório. Dentro de muito pouco tempo vamos acrescentar mais 436,05 MW de potência instalada ao nosso parque gerador, que correspondem a nossa participação de 51% no empreendimento. Os investimentos realizados pela CPFL no empreendimento atingiram R$ 1,2 bilhão que

adicionarão em torno de R$ 290 milhões anuais à receita da companhia. Temos hoje 1.786 MW de potência instalada e pelo nosso planejamento estratégico atingiremos 2.805 MW até 2013, incluindo os empreendimentos de PCH, biomassa e eólica, um crescimento de 57%. Quando estiver operando plenamente, Foz do Chapecó gerará energia elétrica suficiente para atender a 25% do consumo de energia de Santa Catarina ou o consu-

mo residencial de uma cidade de mais de 5 milhões de habitantes. Foz do Chapecó é a nossa oitava usina hidrelétrica. O compromisso agora com nossos acionistas e investidores é continuar buscando novas oportunidades de crescimento em portfólios que sejam atrativos do ponto de vista de criação de valor. Os estudos não param. Estamos trabalhando para isso. Wilson Ferreira Jr. Presidente da CPFL Energia


Mercado de Capitais

Desempenho em bolsa Veja abaixo o gráfico com o desempenho das ações da CPFL Energia no período de 12 meses findos em julho de 2010, tanto na Bovespa (CPFE3) quanto na Bolsa de Nova Iorque (CPL) em comparativo com os principais índices de referência das respectivas bolsas.

Performance das ações Bovespa - 12 meses

Performance das ações Nyse - 12 meses

32,3% 18,6% 23,3% CPFE3 31/07/09 29,56 30/07/10 39,11 Var. 32,3% Fonte: Economática

IEE 20.975 24.870 18,6%

IBOV 54.765 67.515 23,3%

42,9% 23,5% 14,1% CPL 31/07/09 47,15 30/07/10 67,37 Var. 42,9%

DJBr20

DJIA

26.629 32.897 23,5%

9.172 10.466 14,1%

Variações com ajuste por proventos

Recomendações de analistas

Avaliação Analistas

As ações da CPFL Energia fecharam o mês de julho de 2010 com a cobertura de 28 instituições financeiras. Com relação às avaliações dessas instituições, 75% recomendam compra ou manutenção para os papéis de CPFL.

Avaliação

Interação online

No website de Relações com Investidores da CPFL Energia, as recomendações elaboradas por essas instituições financeiras estão disponíveis para consulta. Para conferir a tabela completa, visite o site www.cpfl.com.br/ri. No menu, escolha a seção “Informações aos Investidores” e clique na opção “Analistas e Consensus”.

Destaque em transparência

Avaliação feita com grandes empresas brasileiras que integram o Ibovespa, e que leva em conta a transparência como fator crítico de sucesso e elemento chave na confiança do investidor, colocou a CPFL Energia em primeiro lugar no segmento de energia. Na classificação geral, a empresa figurou na terceira posição. O resultado parte de um estudo promovido pela Management & Excellence, IBRI e revista Razão Contábil, que resulta no Ranking de Transparência em Sustentabilidade das empresas do Ibovespa. O índice obtido pela CPFL Energia atingiu 91,87% e nas três áreas avaliadas atingiu 100% em Responsabilidade Sócio Corporativa, 100% em Governança Corporativa e 88,24% em Sustentabilidade. sxc.hu

2


Apimec

CPFL Energia reúne investidores em Campinas

Fotos: Giancarlo Giannelli

Investidores acompanham atentos...

Investidores e analistas de mercado participaram do IV Encontro com Investidores da CPFL Energia em parceira com a Apimec SP, realizado dia 19 de agosto, em Campinas, na sede da CPFL energia. O evento reuniu mais de 100 participantes e alguns dos principais executivos da CPFL Energia que discutiram as tendências e as perspectivas para a empresa e para o setor elétrico, além dos resultados do segundo trimestre de 2010. O presidente da CPFL Energia, Wilson Ferreira Jr, em sua palestra abordou os cenários de mercado e regulatório, o direcionamento estratégico da empresa para as fontes alternativas de energia, bem como as perspec-

...a apresentação do presidente Wilson Ferreira Jr.

tivas de expansão do Grupo nos diferentes segmentos em que atua. Já o vice-presidente de Distribuição, Hélio Viana Pereira, afirmou que os investimentos da empresa visam a expansão da rede elétrica, assim como a sua modernização e manutenção. Miguel Abdalla Saad, vice-presidente de Geração, explicou que a licença de operação da hidrelétrica Foz do Chapecó estava prestes a sair. O documento foi obtido alguns dias depois do encontro. O ciclo de apresentações encerrou-se com a apresentação do vice-presidente de Gestão de Energia, Paulo Cezar Coe-

lho Tavares, que detalhou a expansão da CPFL Brasil na comercialização de energia e serviços desde a sua criação em 2003, e mostrou as perspectivas de crescimento do segmento de serviços até 2014, representando um salto nos resultados dessa área de negócio. Após o almoço os participantes dirigiram-se para Pirassununga e fizeram uma visita técnica à UTE Baldin, a primeira usina do Grupo movida a biomassa de bagaço de cana de açúcar. A usina possui dois geradores, um de 30 MW e outro de 15 MW, capazes de assegurar 24 MW de exportação de energia por safra ao Grupo.

Participantes conhecem instalações da UTE Baldin, em Pirassununga/SP 3


Sustentabilidade

CPFL é a menos intensiva em carbono no mundo em 2009 Estudo da Trucost baseou-se na geração convencional de energia Divulgação

A CPFL foi eleita pela consultoria britânica Trucost, especializada em avaliações de impactos ambientais, como a empresa que teve as menores emissões de carbono na categoria ‘conventional power generator’ no ano de 2009. O estudo divulgado recentemente analisou as emissões de gases de efeito estufa, dióxido de enxofre (SO2) e óxidos nitrogenosos (NOx), além de resíduos nucleares de 107 empresas de energia elétrica do mundo divididas em duas categorias – conventional power generator e renewable power generator. A matriz energética da CPFL Energia foi considerada mil vezes menos intensiva em carbono em comparação com a empresa de energia elétrica líder em emissões de carbono na categoria conventional power generator, uma empresa chinesa. Hidrelétricas são fontes renováveis de energia

Eólica

Leilão de Energia de Reserva

sxc.hu

A CPFL Energia comercializou 14 MWmédios de energia eólica no 3º Leilão de Energia de Reserva, realizado pela Câmara Comercializadora de Energia Elétrica (CCEE), que será gerado pelo parque eólico Campo dos Ventos II, no Rio Grande do Norte. O preço obtido nessa operação foi de R$ 126,19/MWh, que vai permitir uma receita bruta anual de R$ 16 milhões com contrato de 20 anos. Esse acréscimo no parque gerador da empresa se soma aos parques Eólicos Santa Clara e Eurus, com 188 MW de potência instalada, cuja operação está prevista para julho de 2012. A energia a ser gerada pela usina termelétrica CPFL Biopedra, em Serrana/SP, também foi comercializada no 3º Leilão de Reserva. A companhia comercializou 24,4 MWmédios de energia de biomassa de cana-de-açúcar. O preço obtido na operação foi de R$ 145,48/MWh em contrato válido por 15 anos a partir de 2012, adicionando R$ 31 milhões à receita bruta anual do Grupo.

Evento

Encontro de investidores em Piracicaba A CPFL Energia divulgou suas principais realizações e resultados financeiros do primeiro semestre de 2010 para mais de 200 investidores, em encontro promovido pelo Instituto Nacional de Investidores (INI), em Piracicaba/SP. O evento em 21 de agosto, foi voltado a investidores e profissionais do mercado, e promoveu a divulgação das empresas, a cultura do investimento de longo prazo e do investimento em ações.

INVESTIDOR é uma publicação da área de Relações com Investidores da CPFL Energia, editada pela Diretoria de Comunicação Empresarial e Relações Institucionais, Rodovia Campinas Mogi Mirim, Km 2,5 - Jd. Santana - Campinas/SP, CEP 13.088-900. Fone: (19) 3756-8197 Fax: (19) 3756-8040 - Vice-Presidente Financeiro e de Relações com Investidores: Wilson Ferreira Jr., Diretor de RMI: Gustavo Estrella, Diretor de Comunicação Empresarial: Augusto Rodrigues, Gerente de Jornalismo: Carlos Henrique Matos Ramos. Jornalista Responsável: Maria Helena Portinari MTB15577. Conteúdo e edição: Marcos Sambo. Design: Leonardo Castagna - site: Relações com Investidores: www.cpfl.com.br/ri - email: ri@cpfl.com.br.

4

Jornal_Investidor_33  

O Newsletter Investidor CPFL é uma publicação bimestral desenvolvida pela área de Relações com Investidores com o auxílio da Diretoria de Co...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you