Page 1

Viaje de férias em segurança CSJ 3035 Pneus de Todas as Marcas e Montagem

Semanário Regional de CSJ 3546

Oeiras

Cascais

Abertos Sábados de manhã das 9:30H às 13:00H

Quarta-feira 1495-701

Ano V | N.º 234 | €0,01 Diretor Henrique Jorge Santos

PUB.

Dafundo CSJ 2975

16 de maio de 2018

Coord. 38º 42' 1,47'' | w9º14'30,50'’

DIA INTERNACIONAL E NOITE EUROPEIA ASSINALADOS NA VILA A 18 E 19 DE MAIO

Pág. 03 TEC - Teatro Experimental de Cascais

Pág. 07

Pág. 09

Pág. 11

Pág. 15

Contracapa

Contracapa Publicidade

Museus de portas abertas em Cascais

Pág. 03

OEIRAS ESTEVE “À PROVA”

VEÍCULO AUTÓNOMO EM CASCAIS

VÊM AÍ AS FESTAS DA ROCHA

MARINA DE CASCAIS EM FESTA

O melhor do vinho e da gastronomia estiveram em destaque na sexta edição do “Há Prova em Oeiras”. Isaltino Morais destacou a importância do evento para a cultura e património do concelho. Cabe à autarquia “criar mais condições para que o património cultural esteja à disposição dos turistas”, afirma.

É de condução 100% autónoma e vai ser a grande novidade de um evento sobre mobilidade que irá decorrer no Centro de Congressos do Estoril no próximos dias 18 e 19 de maio. A oitava edição da World Shopper Conference Iberian exibirá ainda uma viatura a hidrogénio, que circula pela segunda vez em Portugal.

Não há festividades mais antigas no concelho de Oeiras. As Festas em Honra de Nossa Senhora da Conceição da Rocha decorrem em Linda-a-Pastora nos dois fins de semana. Quim Barreiros é o grande destaque no que à animação musical diz respeito. Mas haverá também uma vasta programaçao religiosa.

É já no próximo fim de semana que a Marina de Cascais vai acolher um evento no qual será possível fazer batismos de stand-up paddle, test-drives de motos e barcos e ainda a possibilidade de experimentar instrumentos musicais. O evento irá ainda proporcionar o batismo de duas rodas para crianças dos 5 aos 8 anos de idade

Pág. 02

gásRana

Silvino Nogueira Santo, Lda.

VENDADEGÁSBUTANO,PROPANO ETODOOTIPODEACESSÓRIOSPARAGÁS

Pág. 05

Pág 08.

Pág. 09

214521432

Entregas ao Domicílio de 2ª a 6ª das 9h às 21h - Sábado das 9h às 16h

CSJ 3922

Pág. 08

Rua do Comércio, 145-B - RANA - 2785-555 S. Domingos de Rana | Tm. 962 453 310 - 966 010 000 | sns.gas.rana@gmail.com | www.galpgasrana.com.pt


2

Informação Geral

Costa do Sol jornal

16 de maio de 2018

OPINIÃO

VINHOS E GASTRONOMIA

Isabel Magalhães

TRIBUTO ÀS MÃES DE CASCAIS

H

oje não vou falar sobre Cascais ou sobre política ou sobre como nos devemos organizar. Hoje vou falar sobre o que nos organiza. O inicio do nosso Eu, da nossa vida: a Mãe. É o tema base da psicanálise, é o tema base de cada um de nós, é o tema Universal que endeusa a Terra e a Alma. Maio, como que por milagre, que nem Fátima, de repente tornou-se o Mês das Mães. Celebra-se agora (no meu tempo de criança era a 8 de Dezembro), em maio, na maior parte do mundo, o dia da Mãe. Se em Portugal ou Espanha é no primeiro domingo, no Brasil ou Estados Unidos é no segundo e em França ou na Suécia é no último domingo de Maio. Percebe-se que Maio, mês da celebração máxima da Primavera, do gerar e do brotar da abundância, seja o mês próprio para celebrar a a figura materna. Todos nós sabemos, sobretudo se já não a temos, a importância que a nossa Mãe, pela positiva ou negativa, pode ter tido naquilo que somos. Muitas sabemos, porque somos Mães, o muito que condicionámos, positiva ou negativamente, os nossos filhos. Todos intuímos e sentimos que o amor de Mãe pode transportar em si uma incondicionalidade, mistério e dimensão inultrapassáveis.

Não devemos por isso estranhar que muitas de nós tenhamos agora vários dias da Mãe. O ímpeto, quanto a mim desadequado, que levou a que os nossos filhos se vissem obrigados a emigrar, pois não só não viram o seu mérito profissional devidamente reconhecido na sua Terra, em favor de uma sociedade virada para o carreirismo, arrivismo e compadrio, como as políticas não lhes criaram mecanismos de fixação, nomeadamente habitacional, teve como contrapartida (Deus não brinca em Serviço…) que tenhamos direito a vários dias da Mãe e às consequentes lembranças dos nossos filhos. Neste mês de Maio, o ser Mãe vale para mim, como para tantas outras Mães de Cascais, vários dias de festejo, ainda que limitados a várias mensagens e ligações via whatsapp . Mas aquilo que eu mais gostava, como as demais nas mesmas condições, é de periodicamente poder ter os meus filhos e netos à minha beira, com possibilidades de viverem perto de mim e um dia por ano festejar, com todos, o milagre de ser Mãe. Neste mês de Maio em que tive direito a tanto festejo enquanto mãe, não posso pois deixar de homenagear todas as Mães de Cascais, de agora e sempre, e de lhes agradecer pelo exemplo de amor, coragem e abnegação que souberam e sabem disseminar.

Publicidade

“HÁ PROVA EM OEIRAS” NA DEFESA DO PATRIMÓNIO Vinte e seis produtores de vinho e mais de uma dezena de restaurantes deram sabor a mais um “Há Prova em Oeiras”, uma iniciativa da Câmara de Oeiras e a Associação Comercial e Empresarial dos Concelhos de Oeiras e Amadora.

Esta mostra não é gastronómica e de vinicultura, é também de cultura e património”, afirmou Isaltino Morais no arranque da sexta edição do evento “Há Prova em Oeiras”, que decorreu no passado fim de semana nos jardins e no Palácio do Marquês de Pombal. Para o presidente da Câmara Municipal de Oeiras, cabe à autarquia “criar cada vez mais condições para que o nosso património cultural esteja à disposição dos turistas”. O município promove este evento todos os anos em parceria com a ACECOA (Associação Comercial e Empresarial dos Concelhos de Oeiras e Amadora). Segundo João Antunes, presidente desta associação, o “Há Prova em Oeiras” tem registado “uma evolução muito grande” desde que foi realizada a primeira edição. João Antunes destaca o aumento de restaurantes e produtores que procuram participar no evento, que é “muito importante para dinamizar o comércio e produtores mas também o próprio palácio”. Este ano foram 26 produtores de vinho e mais de dez restaurantes que marcaram a

sua presença no evento. Houve provas gastronómicas e provas de vinho, workshops, showcookings e ainda cinema ao ar livre. O “Há Prova em Oeiras” assinalou também o aniversário do Marquês de Pombal, nascido a 13 de maio de 1699, proprietário do monumento e um dos maiores impulsionadores do Vinho de Carcavelos, cujas vinhas se dividem pelos concelhos de Oeiras e Cascais.

NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

Vêm aí as Festas da Lage Mais uma tradição no concelho de Oeiras.

N

os dias 12, 18, 19 e 20 de maio decorrem as festividades em honra da Nossa Senhora do Rosário, na Lage. Estas festas têm uma vertente religiosa, cultural, social e popular. Do programa da festa fazem parte várias atrações: música, folclore, desporto, caminhada solidária, entre outros. Nos dias 19 e 20 de maio a festa decorrerá no parque urbano, onde não faltará banquinhas com artesanato, comida e inúmeras animações, tais como workshops de pintura, pinturas faciais, malabarismo e modelagem de balões. Na vertente religiosa destaque para o dia 12 (sábado) com a Missa seguida da procissão das velas percorrendo as ruas do bairro e no dia 20 (domingo) à tarde, a Procissão acompanhada pela banda da SIMPS, antecedida de Missa Solene. Destaque também para a Noite de Fados na sexta-feira dia 18 a partir das 21h00m no Centro Cultural.

A Funerária

São João das Lampas Quintino e Morais

25 anos de serviço com competência e honestidade

Funeral Social: 391,50€ Funeral Económico: 676,00€

www.funerariaquintinoemorais.pt E-mail: quintinoemorais@mail.telepac.pt

SEDE: Rua da Oliveira, 1 - Aldeia Galega 2705-416 S. João das Lampas - SINTRA Telef. 219 618 594 - Fax: 219 618 580 Telem. 964 059 106 / 965 804 826 FILIAL 1: Rua Moinho de Fanares, 10 2725-394 Mem Martins - SINTRA Telef. 219 214 340 - Fax: 219 260 134 FILIAL 2: Rua Visconde d’Asseca, 25 - MUCIFAL Telef. 219 282 395/6 - Fax: 219 282 397

BREVEMENTE NA TERRUGEM

CSJ 3324

Atendimento Permanente: 808 201 500


Informação Geral

16 de maio de 2018

DIAS 18 E 19 DE MAIO

CASCAIS CELEBRA DIA E NOITE DOS MUSEUS

Os espaços museológicos que integram o “Bairro dos Museus” em Cascais vão estar de portas abertas os próximos dias 18 e 19 de maio, datas em que assinalam o Dia Internacional dos Museus e a Noite Europeia dos Museus, respetivamente.

Costa do Sol jornal

3

UF ALGÉS E LINDA-A-VELHA

Mostra Social de 18 a 20 de maio “Liberdade em Segurança” é o tema da oitava edição deste evento.

E

ste fim de semana celebram os museus um pouco por todo o mundo. E Cascais não irá ficar atrás. O Dia Internacional dos Museus – 18 de maio – e a Noite Europeia dos Museus – 19 de maio – vão ser assinalados em vários equipamentos culturais da vila, no denominado “Bairro dos Museus”. Com entrada livre em todas as iniciativas e atividades, a Câmara Municipal de Cascais preparou uma programação que incluirá teatro, música e dança para escolas e público em geral. Na noite de 19 de maio, há 16 iniciativas para participar, com destaque para o videomapping em movimento no Centro Histórico e para o “ataque” ao Forte de S. Jorge de Oitavos.

O

O teatro, a dança e a música vão ter por palco os museus Condes de Castro Guimarães, do Mar e da Música Portuguesa. Pela mão de diversos grupos e também de atores vão ser apresentadas histórias de pescadores e de vidas palacianas para escolas e público em geral. Igualmente aberta ao público vai decorrer, o Centro Cultural de Cascais, a conferência “Património, Onde o Passado Encontra o Futuro”, que irá ter como oradores Carlos Vargas, jornalista, João Jacinto, artista plástico, Alexandre Delgado, compositor e violetista, e Salvato Teles de Menezes, administrador da Fundação D. Luís I. Este encontro terá lugar no dia 18, pelas 18h30m. Ainda na sexta, 18 de maio, Dia Internacional dos Museus, destaque para a visita encenada “O Palácio dos Condes – Uma Visita Improvável”, no Museu Condes de Castro Guimarães, e ainda para a peça de teatro “Paula de Papel”, na Casa das Histórias Paula Rego, a partir das 15h00m.

Evocando o património histórico haverá ainda a recriação histórica “O Forte foi Atacado”, no Forte S. Jorge de Oitavos, sábado, 19 de maio, a partir das 21h30m. Nesta ação vão participar atores da Escola Profissional de Teatro de Cascais, a Associação de Esgrima Lusitana Cascais e a Associação do Jogo

do Pau Português. Durante o dia de sábado, haverá ainda um “Museu a Céu Aberto”, no Jardim da Parada, e Sketchs musicais pela SMUP, no Museu da Música Portuguesa Casa Verdades de Faria. Destaque ainda para o “Há Jazz no Terraço”, na Casa de Santa Maria a partir das 21h00m, “Histórias de Encontrar”, um espetáculo de marionetas sobre as vivências entre gerações, no Museu da Música Portuguesa Casa Verdades de Faria, e ainda a proposta “Vamos Dormir no Museu”, ouvindo “O Pior Contador de Histórias do Mundo” numa sessão de contos relacionados com o mar, que permitirá explorar o museu à noite antes dos convidados dormirem no Museu do Mar Rei D. Carlos.

Parque Urbano de Miraflores, em Algés, acolhe a Mostra Social da União das Freguesias de Algés, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada/Dafundo entre os dias 18 a 20 de maio. Neste evento organizado pela Comissão Social de Freguesias, são várias as palestras e tertúlias que marcam o tema desta 8ª ddição: “Liberdade em Segurança”. Este evento de caráter social tem como objetivo “promover o encontro das instituições e associações locais com os cidadãos”, bem como ser um “espaço privilegiado para tomar contacto com os projetos desenvolvidos na comunidade, no âmbito social, desportivo, educacional e cultural”, revela a junta em comunicado. Para os amantes de desporto, são várias as demonstrações e aulas abertas previstas para o fim de semana. Yoga, Krav Maga, Karaté, Zumba e Minigolfe são apenas algumas atividades que poderá experimentar. Para as crianças haverá um contador de histórias, jogos tradicionais e em família, modelagem de balões e vários ateliers. Destaque ainda para a presença do Urban Market, feira de artesanato urbano, design e gourmet, e para uma zona de restauração de Street Food, onde poderá almoçar, lanchar ou jantar. A menos de 100 metros da Mostra Social, acontece Miraland, a Feira Mais Louca da União, com vários divertimentos destinados a miúdos e graúdos.

Publicidade

ByCaring.pt

Cuidamos com Afeto

Cuidados Continuados Domiciliários

CSJ 3892

910 352 325 Acordos:


4

Costa do Sol jornal

Informação Geral

Publicidade

DE 07 A 30 DE JUNHO

FESTAS DE OEIRAS ANUNCIAM CAMANÉ, DAMA E RESISTÊNCIA

NOVO SERVIÇO TERAPIA MANUAL

TRATAMENTOS - Calor com Minerais - Libertação Miofascial - Mobilização Neural - Drenagem Linfática - Técnicas Osteopáticas - Terapia Instrumental Quiropráxica - Massagem Terapêutica e Desportiva

16 de maio de 2018

Iniciativa da autarquia vai muito para além da música, incluindo o desporto e atividades para os mais jovens. Este ano, as Festas de Oeiras vão ter uma semana de duração a mais do que o habitual.

Cabeleireiro Unisexo, Estética & Ginásio

C

Cortes feminino e masculino Alisamentos • Hidratações

a iniciativa Portugal Eco Rally Oeiras (09 e 10), no centro histórico e na estrada Marginal. De 01 a 18 de junho, os visitantes beneficiarão de entrada gratuita nos equipamentos culturais do concelho, nomeadamente no Centro de Arte Manuel de Brito (Algés), no Centro Cultural Palácio do Egipto (Oeiras), no Museu da Pólvora Negra (Barcarena) e no Palácio Marquês de Pombal (Oeiras). Para os mais novos, além dos carrosséis e divertimentos instalados na feira do Jardim Municipal de Oeiras (07 a 30 de junho), há a destacar a realização do MÓ - Festival de Marionetas de Oeiras, que contará com a presença de companhias profissionais nacionais e de Espanha e Inglaterra. As festividades terminam no dia 30 de junho com a realização de um espetáculo Piromusical, no Porto de Recreio de Oeiras, pelas 00h00m. Com Lusa

TEATRO EM ALGÉS

“Um Forte Cheiro a Maça” até 2 de junho A Companhia de Actores apresenta a mais recente produção.

CSJ 3871

Av. Carolina Michaelis, 22 B | 2795-049 LINDA-A-VELHA 214 142 827 - 919 245 196 | divas-charme@hotmail.com |

CSJ 3911

Tratamento Rosto e Corpo Pedicure Podal

amané, Rodrigo Leão e Emanuel são alguns dos artistas que vão atuar na edição deste ano das festas de Oeiras, um evento que decorre entre os dias 07 e 30 de junho, anunciou a autarquia. Em comunicado, a Câmara Municipal de Oeiras refere que a edição deste ano vai contar com mais uma semana do que é habitual, fazendo parte do programa animação musical, desporto, artes e atividades para os mais novos. Na música, os destaques vão para as atuações de Camané (07 junho), Rodrigo Leão (08), Capicua (09), Resistência (17), DAMA (22), Nélson Freitas (23), Anjos (29) e Emanuel (30), entre outros artistas. Estas atuações vão decorrer em palcos montados nos jardins do Palácio do Marquês de Pombal e no Jardim Municipal de Oeiras. No desporto, a aposta vai para a realização dos habituais eventos Mexa-se na Marginal (10 junho) e Marginal à Noite (16), realizando-se este ano, pela primeira vez,

E

stá em exibição no Teatro Municipal Amélia Rey Colaço, em Algés, “Um Forte Cheiro a Maçã”. A peça produzida pela Companhia de Actores parte de um texto de Pedro Eiras e tem encenação de Tiago Fernandes e Pedro Giestas. Fazem parte do elenco os atores Afonso Lagarto, Alice Medeiros, Ana Baptista, Ana

Nave, Anabela Caetano, Bruno Bernardo, Cláudia Semedo, Duarte Estrela, Isaac Carvalho, Luís Moreira, Paulo Oom, Pedro Giestas, Sofia Nicholson e Tiago Fernandes. “Um Forte Cheiro a Maça” estará em cena de quarta a sábado, às 21h30m, até 2 de junho.


Informação Geral

16 de maio de 2018

Costa do Sol jornal

5

CONFERÊNCIA WORLD SHOPPER REALIZA-SE EM CASCAIS

FÁBRICA DA PÓLVORA

O evento que se realiza este fim de semana no Centro de Congressos do Estoril vai trazer algumas novidades ao nível da mobilidade e do setor automóvel.

Nos dias 19 e 20 de maio o Museu da Pólvora Negra vai promover um conjunto de atividades para assinalar a efeméride.

VEÍCULO 100% AUTÓNOMO PELA PRIMEIRA VEZ EM PORTUGAL

Noite dos Museus em Barcarena

V

U

m veículo de condução 100% autónoma vai ser a grande novidade do World Shopper Conference Iberian, um evento dedicado à inovação no setor automóvel e da mobilidade, que irá decorrer nos dias 18 e 19 de maio no Centro de Congressos do Estoril. A oitava edição da conferência contará com a 50 oradores de nove países. Para além do veículo autónomo, haverá ainda a exibição de uma viatura a hidrogénio, que circula pela segunda vez em Portugal. O evento que reúne profissionais do setor automóvel, profissionais da mobilidade, investidores e empreendedores vão debater a mobilidade e o setor automóvel. “Há ainda muitas e justificadas interrogações sobre os veículos autónomos. Tudo o que é novo gera dúvidas”, afirma Carlos Carreiras.

O presidente da Câmara Municipal de Cascais tem, porém, “algumas certezas”. Ou seja, “temos a certeza de que parte do futuro da mobilidade passa por eles, permitindo reinventar a forma como encaramos o transporte. Temos a certeza de que permitirão reorganizar a cidade, libertando-a do carro e dando prioridade aos cidadãos. Temos a certeza, por fim, que passará por eles o combate às alterações climáticas”. E acrescenta: “como concelho com um dos mais modernos sistemas de mobilidade, Cascais tem de ser dos primeiros a experimentar a mudança. Para a poder liderar”. O World Shopper vai contar com 50 oradores da Alemanha, França, Bélgica, Canadá, Portugal, Espanha, Brasil, Estados Unidos e Reino Unido. No dia 18, as apresentações dos oradores terão um caráter mais estratégico (Strategic Sessions), enquanto que no dia 19

serão conteúdos mais formativos (Learning Sessions), distribuídos pelos temas da mobilidade, setor automóvel e assuntos transversais. Em ambos os dias os participantes vão poder experimentar um dos mais inovadores conceitos da condução autónoma e das novas tecnologias de propulsão. A NAVYA disponibilizará demonstrações do Autonom Shuttle: um veículo autónomo, sem volante nem pedais, para utilização em cidades e grandes espaços privados. A Toyota Portugal proporcionará demonstrações do Toyota Mirai, a primeira berlina “Fuel-cell” produzida em grande série. A organização da World Shopper Conference Iberian iniciou este ano uma parceria com a Câmara Municipal de Cascais. O objetivo é fazer com que este evento e Cascais se tornem, cada vez mais, numa referência internacional de inovação em mobilidade.

em aí a Noite Europeia dos Museus e em Oeiras é na Fábrica da Pólvora em Barcarena que se concentram algumas das iniciativas. O Museu da Pólvora Negra associa-se mais uma vez a esta celebração e está a preparar um programa dedicado às famílias que terá lugar nos dias 19 e 20 de maio, com entrada gratuita, tal como a participação nas várias atividades. Na Fábrica da Pólvora de Barcarena, a manhã do dia 19 de maio será preenchida com desporto, através de uma aula de Tai-chi, às 11h00m, nos jardins e a Oficina História e tradições da Fábrica, com início à mesma hora, no Museu da Pólvora Negra, onde estarão personagens, objetos e cenários para recriar histórias e construir fantoches inspirados nas histórias da Fábrica. Esta oficina inclui o desenho e a construção de pequenos teatros de papel e fantoches de pau/vara. No sábado à tarde, às 15h00m terá início uma Visita orientada pela Fábrica da Pólvora, que dará a conhecer os principais edifícios onde foi produzida a pólvora em Barcarena e, às 16h00m, a Oficina Dançar a história da Fábrica, uma oficina interativa na área da dança criativa, inspirada na simbologia da Fábrica. A partir das 17h00m do dia 19 e até às 11h00m do dia 20, terá lugar Uma Noite no Museu - O Mistério da Fábrica da Pólvora, que convida o público infantil, dos 8 aos 12 anos, a dormir uma noite na Fábrica da Pólvora. Ainda no dia 19, entre as 10:00 e as 18:00, os visitantes podem passar pela Casa Aberta Associação A Reserva, no edifício 25,27,28 e 29, onde terá oportunidade de conhecer os artistas residentes e experimentar novas ideias e técnicas. No domingo, às 15h00m, realiza-se a atividade A Fábrica 3 em 1!, que inclui uma visita ao museu, para observação dos os elementos da natureza ali representados, uma sessão de yoga, para fazer exercício desfrutando dos espaços verdes da Fábrica e uma oficina dedicada à natureza e às artes. A música clássica também vai marcar presença nesta celebração da Noite Europeia dos Museus, com o Recital de Violoncellissimi, pelos violoncelistas Viktoria Chichkova, Tiago Ribeiro, Raquel Merrelho, Maxim Doujak, Sérgio Pliz, sob orientação da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, às 16:00. Serão tocadas obras de P. I. Tchaikovsky, C. Debussy, M. Ravel, D. Schostakovich, S. Rachmaninov, C. Saint-Säens, G. Rossini e D. Popper.

Publicidade

Mais de 25 anos a pensar em si!

Comércio de material elétrico das marcas mais representativas do sector, ao público em geral e aos profissionais na atividade das instalações elétricas.

COMPETÊNCIA • INTEGRIDADE • RIGOR COMPROMISSO • RAPIDEZ E INOVAÇÃO

Alameda António Sérgio, 77 B • 2795-024 Linda-a-Velha 214 142 476 • 214 209 595 • 964 541 566 | www.vitalluz.pt | geral@vitalluz.pt

CSJ 3910


6

Opinião

Costa do Sol jornal

“Palavras e sonhos”

Mais Cascais

Maria Clotilde Moreira

Luís Miguel Reis

O AR QUE RESPIRAMOS EM CASCAIS

A

16 de maio de 2018

A IMPORTAÇÃO DE LIXO

Organização Mundial de Saúde (OMS) revelou recentemente um estudo que posiciona Cascais como uma das cidades mais poluídas do país, ultrapassando o nível estabelecido de partículas finas inaláveis (PM2,5): não devendo ultrapassar as 10 microgramas por metro cúbico de ar, no nosso município este valor chega às 14mg/m3. Mais do que qualquer questão política, este tema vai para além da “espuma” noticiosa, na certeza de que deve ser uma preocupação de todos criar condições para a preservação da qualidade do ar que respiramos. As referidas partículas são muito finas e por esse mesmo motivo mais suscetíveis de serem inaladas. Ao infiltrarem-se nos organismos - nomeadamente nos pulmões e no sistema cardiovascular - potenciam doenças como derrames cerebrais, ataques de coração, obstruções pulmonares e infeções respiratórias. Ainda que os valores determinados pela OMS sejam mais restritivos do que os estabelecidos pela legislação europeia, não é esse fator que deverá aligeirar a nossa preocupação face aos resultados verificados. Antes pelo contrário, num concelho como o nosso, abençoado pela natureza, devemos procurar compreender quais as razões que nos levaram a ter um resultado pior que o obtido em Lisboa, ultrapassando em 40% o valor definido pela OMS. Mais ainda se considerarmos que o aparelho de medição foi “desviado” do centro nevrálgico de Cascais, no início de 2016 e na sequência da requalificação da envolvente do Mercado de Cascais, para outro local, junto da Escola Secundária da Cidadela. Apesar da curta distância entre locais (600 metros em linha reta), o ponto cotado de altimetria no Mercado de Cascais é de 7 m, enquanto o ponto cotado do novo local é de 40 metros de altitude, com menos barreiras físicas arquitetónicas e onde a ação dos ventos, vindos de norte, se faz sentir na maioria dos dias do ano, pelo que os resultados agora revelados se tornam ainda mais incompreensíveis. Uma vez que a atual gestão autárquica não resiste à tentação de efetuar comparações com Lisboa, mesmo quando a comparação não é a mais sensata, desta vez não posso deixar de o fazer. Esta opção equipara-se a, em Lisboa mudar o aparelho de medição da qualidade do ar da Avenida da Liberdade para um ponto alto do Parque Eduardo VII, com as alterações da medição que se compreende que daí resultem. Contudo o que podemos fazer? Como defendi na penúltima reunião de câmara, cabe-nos melhorar a informação obtida. Para o efeito é preciso garantir uma análise fina sobre os verdadeiros pontos críticos do concelho, perfeitamente mensuráveis, de modo a permitir que se tomem decisões adequadas e que naturalmente poderão ser corrigidas em função dos valores entretanto obtidos. No seguimento das questões que coloquei, fui informado da vontade da CMC em adquirir 10 novos medidores da qualidade do ar, de modo a mapear o concelho, atitude louvável se daí resultar uma estratégia promotora de um concelho cada vez mais sustentável e em pleno respeito pelos seus recursos naturais. De resto, o nosso município pode e deve dar o exemplo, promovendo a utilização de energias “limpas” nos seus edifícios, adaptando toda a sua frota automóvel a esta nova realidade, melhorando a rede viária, estabelecendo um plano de tráfego que permita uma fluidez que hoje não é sentida por quem circula em Cascais, estimulando a utilização dos transportes públicos muito para além da propaganda do MobiCascais e garantindo mais espaços verdes. Aí sim, estaremos no bom caminho.

H

á um programa aos sábados, depois do Telejornal das 20h00 com o titulo “100% Português” que, apesar de uma certa maneira mais cómica do que ponderada, nos vai chamando a atenção para a produção portuguesa de muita coisa que até muitos de nós ignorávamos que esteja acontecer. São produtos com muita aceitação no estrangeiro, feitos com materiais portugueses e mão-de-obra nossa. Este programa é alicerçado em chamamentos: comprem o que é nosso, o que é português é bom. É a nossa fruta, as nossas compotas, os nossos maravilhosos queijos, os azeites, os vinhos, móveis… e até roupa de burel. Já tenho ouvido muitas conversas sobre este programa e o cuidado que muitas pessoas começaram a ter de verificar a origem do que estão a comprar. Pelo menos estamos alertados que todos podemos e devemos ajudar a economia do nosso País. Mas há coisas que não consigo entender. A importação de lixo. A

economia portuguesa precisa de não deixar sair Euros mas continua-se a importar coisas que não interessam nada e que só estão a encher grandes armazéns. Por exemplo: há uma quantidade de lojas na baixa de Lisboa e em todas as vilas e aldeia onde os produtos são confeccionados em países do fim do mundo. Até imagens da Senhora de Fátima são feitas em países que nem devem saber onde fica Fátima. Para que precisamos de milhares de jarras, jarrinhos, caixas e caixinhas de loiça ou de metal ou madeira? E blusas e camisolas? E chinelos? E guardas chuvas que com uma ventania mais forte logo se viram e não servem para nada? Sabemos também que muito destes artigos são confeccionados lá longe onde uma certa escravatura está implementada e também na exploração de mão-de-obra infantil. Claro que muitos acreditam que comprando estão a ajudar essas pobres criaturas mas… a verdade é que eles

continuam escravizados e os “donos” é que vão aumentado as suas grandes fortunas com a “ajuda” dos países que se dizem civilizados. Devemos parar de comprar? Alguns de nós acham que sim principalmente não gastando o nosso dinheiro em coisas não necessárias que apenas deixam que outros sejam explorados e não enchendo o nosso País de armazéns de lixo… (não haverá entidades oficiais que verifiquem a segurança – ou melhor – a insegurança das zonas onde essas caves/armazéns estão situadas?) E muito mais importante comprar o que é português, gastando a nossa matéria-prima, os nossos produtos e dando trabalho à nossa mão-de-obra consolidando assim os números da baixa taxa de desemprego.

Reservas Manuel Machado

PODEROSA E MISTERIOSA...

A

gora que a edição deste ano do Festival da Eurovisão terminou, centremos o discurso não em intérpretes e autores, mas na própria arte, na música em si mesma. Nas sonoridades, nos ritmos, nos movimentos - e até nos instrumentos - pois tudo isto faz da música uma das reservas mais prestigiadas da humanidade. Sobre ela tanto há a dizer que, mesmo uma boa síntese seria ilusória. Começaria por enfatizar as civilizações antigas onde a música aparece unida a tudo quanto cabe no universo sensorial. Não tivesse sido ela tão considerada e certamente não nos teriam chegado tantas representações iconográficas onde abundam tocadores de lira, harpa e flauta! A própria personagem mítica de Orfeu concentra à sua volta energia, força e harmonia, inspirando compo-

sitores e fazendo com que a “música dos homens” fosse cada vez mais poderosa que a “música dos deuses”... Aliás Beethoven prova-o de forma extraordinária ao transformar a 9a. sinfonia num verdadeiro hino à humanidade. Num hino sinónimo de libertação. Bem, mas o texto ficaria incompleto sem duas outras abordagens: desde logo aos mistérios do som, sempre omnipresente, sempre veloz, mas sempre efémero. Harmonioso umas vezes, agressivo outras. Depois surge-nos, como que do nada, uma impressionante reserva patrimonial corporizada nos instrumentos musicais e nos seus prodigiosos construtores. Devo aqui abrir um breve parênteses, para salientar que as técnicas de fabrico do velhinho alaúde medieval não seriam tão rudimentares como à primeira vista se poderia imaginar. De resto, a época de ouro quanto

à criação de instrumentos musicais coincidiu justamente com a época medieval, contrariando a ideia tão corrente e tão errada que este foi um período sombrio para o velho continente. Regressemos à conversa para reescrever o que todos sabemos: a música potencia aprendizagens e abriga - tal como outras artes - uma notável capacidade de emocionar. Daí o justíssimo aplauso a todos os projectos, públicos ou privados, que venham a ser postos em prática na área da educação e da cultura no âmbito da iniciação ao estudo da música nos primeiros anos da escolaridade básica. Que deuses e Homens saibam sempre proteger todos os projectos ligados à música!

Ficha Técnica Costa do Sol jornal Semanário Regional de Oeiras e Cascais Proprietário e Editor: Labirinto de Páginas Unipessoal, Lda. • NIF: 510676448 Fundador: J. Elias Martins Morada da sede: Rua Instituto Conde Agrolongo, nº 5 - 2º Esqº 2770-081 Paço de Arcos Telefones: 21 156 99 42 | 91 250 48 82

Diretor: Henrique Jorge Santos Redação: Carlos Gaspar da Silva E-mail: noticiascostadosol@gmail.com Nº de registo na ERC: 126369 Nº depósito Legal: 360449/13 Opinião: Gabriela Canavilhas, Isabel Magalhães, José d’Encarnação, Maria Clotilde Moreira, Maria Margarida Rufino, Nuno Campilho, Nuno Piteira Lopes, Pedro de Sá, Rui

Rama da Silva, Sofia Pracana Secretariado: Deolinda Prada Martins Publicidade: Dina Oliveira e Bruno Antão Design Gráfico: Diana Prada Martins Distribuição: Agostinho Castanheira Periodicidade: Semanal • Preço: 0,01€ E-mail: publicidade.costadosol@sapo.pt Impressão: Gráfica Funchalense


CSJ 3921

16 de maio de 2018

Publicidade

Costa do Sol jornal

7


8

Costa do Sol jornal

Informação Geral

Publicidade

16 de maio de 2018

LINDA-A-PASTORA

QUIM BARREIROS NAS FESTAS DA ROCHA

Vão ser dois fins de semana de animação e de celebrações religiosas em Linda-a-Pastora.

E

stão de volta as festividades mais antigas do concelho de Oeiras. As Festas em Honra de Nossa Senhora da Conceição da Rocha regressam já no próximo dia 18 de maio no santuário em Linda-a-Pastora e vão animar a localidade durante dois fins de semana. As festas são uma iniciativa da União de Freguesias de Carnaxide e Queijas, que em 2015 revitalizaram as celebrações com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras. Este ano, o arranque das Festas em Honra de Nossa Senhora da Conceição da Rocha fica a cargo da DJ Merche Romero, com um espetáculo que terá início às 22h00m. No sábado, dia 19, haverá uma atuação das classes de dança do CCCD durante a tarde e, à noite, a atuação musical com de Paulo Gato. O primeiro fim de semana das festas em Linda-a-Pastora termina com a atuação do Estúdio de Dança de Carnaxide, a partir dos 16h00m, com a participação do Coro “Os Traquinas” - Centro Social e Paroquial de S. Romão de Carnaxide, às 17h00m, e a atuação do Grupo Coral e Musical LUPECA - Associação de Moradores Luta Pela Casa,

A TASCA da LINHA nasceu em Fevereiro de 2016 com poucas certezas do que seria o futuro, pois ambos os sócios vinham de um ramo completamente diferente (banca). A experiência que tinham a nível de restauração resumia-se à ótica do utilizador e isso fez a diferença. Hoje, mais que refeições, proporcionam experiências gastronómicas. A humildade, ambição e dedicação fizeram com que o enorme sonho se tornasse realidade. Volvidos 2 anos, têm uma “casa” e uma enorme família, amigos, clientes e seguidores. Continuam a querer crescer, com a qualidade de excelência que os identifica e o sorriso genuíno que os caracteriza. O espaço na Marina de Cascais continua bastante convidativo: um restaurante com boas dimensões, que permite um salutar e confortável convívio, com uma esplanada com vista privilegiada e um lounge que convida a ficar.

depois das 21h30m. As Festas em Honra de Nossa Senhora da Conceição da Rocha retomam no dia 25 de maio, sexta-feira. O grupo Distúrbios e os Dope Boyz são os artistas do dia. No sábado, destaque para atuação de Mila Ferreira. Já no domingo, 27 de maio, a atuação de Quim Barreiros, a partir das 22h00m, e a tarde de folclore vão marcar o encerramento das festas. Mas não é só de música que se fazem as celebrações. No programa religioso destacam-se as missas dos dias 26 e 27 de maio e ainda a procissão em honra de Nossa Senhora da Conceição da Rocha, acompanhada pela Banda da Sociedade Filarmónica Fraternidade de Carnaxide, que terá início às 16h30m do último dia das festas.

Publicidade

Marina de Cascais, Loja 27 A, 2750-800 Cascais Telefone: +351 215 889 858 E-mail: info@cookingmemories.pt

“Somos cada vez mais exigentes junto dos nossos fornecedores para continuarmos a proporcionar uma agradável experiência gastronómica a quem nos visita”. “Não somos perfeitos, pelo que cada opinião ou sugestão é levada muito a sério e ajuda-nos a crescer”.

Workshops Teambuilding Aulas Privadas e em Grupo

“Não nos comparem, pois quem nos visita sabe que não somos comparáveis.”

CSJ 3919

Almoços e Jantares Diariamente Jantares de Grupo e Festas

Pratos Africanos (por encomenda ou em fins de semana especificos)

Angola - Muamba, Mufete e Calulu

Marina de Cascais, Loja 39/40 • 2750-800 Cascais Reservas: 218 227 193 | http://www.tascadalinha.pt/

- Calulu Cabo Verde - Cachupa São Tomé e Príncipe

CSJ 3918


Informação Geral

16 de maio de 2018

DIAS 19 E 20 DE MAIO

MARINA DE CASCAIS ACOLHE YAMAHA EXPERIENCE

Batismos de stand-up paddle, test-drives de motos e barcos e a possibilidade de experimentar instrumentos musicais da marca são alguns dos atrativos deste evento.

A

Marina de Cascais vai receber nos próximos dias 19 e 20 de maio o Yamaha Experience. Trata-se de um evento que irá proporcionará ao público conhecer e experimentar a diversidade de produtos da marca. Motos, Scooters, SSV’s de competição, motores, waverunner, barcos e instrumentos musicais são alguns dos artigos da marca em exposição com a possibilidade de realização de test-drives de motos e barcos. A segurança é condição primordial do evento. Todas as experiências e atividades náuticas serão obrigatoriamente conduzidas por um skipper ou monitor profissional, que acompanhará cada participante, assim como todas as experiências de moto ou scooter por um Guia Yamaha.

CSJ 3920

Publicidade

Os test-drives de motos realizam-se das 10h00m às 18h00m, sendo obrigatória inscrição no

local. No caso das atividades marine e boat show, as atividades decorrem das 10h00m às

19h00m, e também é necessária inscrição. Esta é uma é uma iniciativa aberta ao público. Os interessados em participar nas experiências devem dirigir-se à receção Yamaha no local, observar o estipulado nos termos e condições de participação e proceder à respetiva inscrição. Para além das experiências em Motos de Água e de stand-up Paddle, haverá ainda a possibilidade de conhecer barcos com os novos motores fora de borda e barcos semirrígidos Yam para experimentação e iniciação náutica. O evento irá ainda proporcionar o batismo de duas rodas para crianças dos 5 aos 8 anos de idade, bem como o batismo de stand-up Paddle e Flyboard. A edição 2018 do Yamaha Experience conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais.

Costa do Sol jornal

9

SÃO DOMINGOS DE RANA

Museu Ilídio Carapeto celebra aniversário

Espólio do artesão está em exposição há cinco anos.

O

Espaço Museológico Ilídio Carapeto celebra o quinto aniversário e a Junta de Freguesia de São Domingos de Rana vai assinalar a data no próximo dia 18 de maio com um “Carcavelos de Honra”. Situado em Outeiro de Polima, o equipamento dá a conhecer o vasto espólio do artesão Ilídio Carapeto (1928 -2017), composto por mais de 300 miniaturas de embarcações, réplicas de instrumentos de navegação e altos e baixos relevos. Encerrando verdadeiras obras de arte, finamente talhadas em madeira e outros materiais, a coleção celebra o amor do mestre pela arte de navegar. “A minúcia com que reproduziu os mais pequenos pormenores dos modelos de embarcações é tão notável como a forma como se entregou ao estudo e à pesquisa histórica, que lhe permitiu obter os dados técnicos que credibilizaram as suas réplicas”, revela a junta de freguesia em comunicado.


CRÓNICA

10

Letras no ocaso Pedro de Sá

ÁLBUM DE FAMÍLIA

T

Empresas

Costa do Sol jornal

u lembras-te de quando nós dois, pela tardinha, deitados, confessávamos sonhos? Os meus caminhavam pelo mundo, com um passo seguro, os teus, hoje acho graça, na altura comecei em preocupações, acho que nem a este mundo pertenciam, vivias uma fantasia, mas quem te podia censurar? Estavas na altura das fantasias, eu deixava-te falar, às vezes, com uma indulgência de silêncio e anuências, os meus dedos no labirinto dos teus cabelos, tu perdido nessas ilusões de amanhãs sonhados, quando a saudade de mim te fazia regressar ao aqui, sempre me interroguei, passa-nos tanta coisa pela cabeça, não é verdade? Às vezes, penso que nos dizemos tão pouco, que acabamos por falar sempre do mesmo, mas, já me lembro, pois, dizia eu, que sempre me interroguei quem sentia mais amor pelo outro, como se isso fosse mensurável, não é? Porém, era povoada por pensamentos assim, nada podia fazer, olhava-te em busca de uma resposta, e ficava confortada por compreender a beleza da questão (sempre me interroguei quem sentia mais amor pelo outro?), quando te contava os meus sonhos, com vistas de rés-do-chão, percebia-te algum desalento, talvez desilusão mesmo, contudo, que podia fazer? Sonhava em terminar o curso, um emprego estável, casa, filhos, fins-de-semana de pipocas e cinema em família, por vezes, levar os filhos a visitar os avós, rever os álbuns de fotos de família, não sei porquê, mas sempre achei importante que os mais novos percebessem que os mais velhos já foram outros, e nem sempre neve sobre as suas cabeças, quando terminava, tu olhavas-me atomizado, como se te acabasse de relatar um hediondo pesadelo, abraçavas-me, parecias querer proteger-me de mim mesma, de certa forma, tinhas razão, os teus sonhos passavam pelo cinema, carreira desportiva, ir para a América, o que é isso comparado com uma vista de rés-do-chão, terminar o curso, um emprego estável, casa, filhos, fins-de-semana de pipocas e cinema em família, por vezes, levar os filhos a visitar os avós, de facto, eu estava errada, de sonhos percebias tu, e eras honesto na tua confissão, eu não falava de sonhos, mas de vida, do que queria para amanhã, e hoje, quando olho para trás, que saudade de quando nós dois, pela tardinha, deitados, confessávamos sonhos, os lençóis encapelados pela tormenta do nosso sentir, o calor ainda em nós e a toda à nossa volta, a respiração que tardava em se harmonizar, o estore, para baixo, a filtrar a tarde lá fora, como se nós, ali, habitássemos na ilha última das nossas coisas. Quando me olhavas, depois de, nada dizias, não era preciso, e tu sabia-lo, nesses segundos, de novo, em mim, aquela extenuada questão (sempre me interroguei quem sentia mais amor pelo outro?), à tua maneira, conseguiste pegar-me na mão, e de forma decidida, como sempre o foste, ensinar-me as alturas do sonho, afinal, é preciso tão pouco, basta um estore, para baixo, a filtrar a tarde lá fora, e eis a nossa ilha criada, rodeada pelos lençóis encapelados do nosso sentir, há uns tempos, já não me lembro a que propósito, tínhamos ido, com os miúdos, visitar os avós, rever os álbuns de fotos de família, percebes com certeza, e o teu nome surgiu, assim, do nada, nem me lembro de que assunto se falava, desculpa, fui incorrecta, o teu nome nunca pode surgir do nada, tu foste-me o tudo, e quando a vida te venceu, no teu caso, e é uma crença muito minha, não foi a morte que te levou, foi o excesso de vida, há pessoas para quem existir não basta, tu és uma delas, como estava a dizer, o teu nome surgiu e, logo em mim, a tua voz, o meu nome melodiado com aquele teu jeito, a minha mão pela tua, logo eu a sentir-me única, a habitar, de novo, na ilha última das nossas coisas, desculpa-me se te desiludi, sabes que nunca me ajeitei muito a sair deste rés-do-chão, e deixaste-me tão perdida, já foi há tanto, percebi-lhe incómodo aquando do teu nome, não, não penses nisso, é um bom homem, também um habitante dos pisos térreos, deu-me dois filhos, sim, terminei o curso, arranjei um emprego estável, casa, ele gosta de fins-de-semana de pipocas e cinema em família, por vezes, como hoje, levamos os filhos a visitar os avós, sinto-me constrangida a falar nisso, não queria, mas tu devias saber, melhor que ninguém, que o coração de uma mulher só tem uma Primavera, e se soubesses que saudade de quando nós dois, pela tardinha, deitados, confessávamos sonhos, os lençóis encapelados pela tormenta do nosso sentir, o calor ainda em nós e a toda à nossa volta, a respiração que tardava em se harmonizar, o estore, para baixo, a filtrar a tarde lá fora, nunca mais, na minha vida, um estore, para baixo, a filtrar a tarde lá fora, nunca mais, já agora, antes que os meus dedos se percam, de vez, no labirinto dos teus cabelos, diz-me uma coisa: quem sente mais amor pelo outro?

16 de maio de 2018

“ESPAÇO PARA TUDO”

Os mini armazéns mais versáteis em Portugal Empresa tem espaços na Abóboda e no Estoril.

A

“Espaço Para Tudo” foi criada em 1998 com o objetivo de colmatar a necessidade de espaços pequenos individuais de self-storage, conceito já existente nos Estados Unidos há muitos anos. Este conceito visa facilitar a vida de pessoas e empresas que estão sempre em mudanças, por variados fatores: mudança de casa, uma herança, aumento de stock sazonal, guarda de arquivo, entre outros. Na “Espaço para Tudo” é possível arrendar um armazém individual, com alarme individual, pelo tempo que necessitar (os contratos são mensais). Graças ao acesso 24h, torna-se uma extensão da sua casa ou

empresa. O cliente só paga o que precisa e os armazéns vão desde os 2m2 até aos 36m2. São controlados por vigilância CCTV , à qual pode aceder em qualquer dia, a qualquer hora. A “Espaço Para Tudo” arrenda o espaço que o cliente precisa no momento. Por exemplo, “se o cliente precisa de um armazém de 8m2, fazemos o arrendamento só dessa área, mas se passados três meses, por algum motivo, precisa só de 6m2, fazemos a troca para que o cliente não pague por área que não precise”, explicam os responsáveis. A equipa da “Espaço Para Tudo” está preparada

para explicar o produto para que o cliente perceba a nossa variedade de armazéns, que estão distribuídos por cinco condomínios fechados, quatro na zona da grande Lisboa, um na Amadora, junto às portas de Benfica, outro no Estoril, um em Albarraque, junto à Tabaqueira, na Abóboda, em frente aos CTT, e um no grande Porto, em Matosinhos. Com cerca de 20 colaboradores, a “Espaço Para Tudo” espera no futuro continuar a abrir condomínios de mini armazéns, de maneira “a aproximar o mais possível os clientes, com a qualidade que estão habituados, seja em limpeza ou em segurança”.

S. DOMINGOS DE RANA | Parque Industrial Meramar, Av. Salgueiro Maia, 979 | 2785-501 Abóboda (em frente ao Abóboda Parque - CTT) | Tel.: 211 348 158 | aboboda@espacoparatudo.pt | www.espacoparatudo.pt ALCOITÃO - 214 691 706 | CABRA FIGA - 219 255 257 | AMADORA - 210 043 850 | MATOSINHOS - 229 384 058

HÁ DEZ ANOS NO DAFUNDO

Oficina dá “Garantia Extra” na assistência automóvel Atendimento personalizado e sinceridade são alguns dos pilares desta oficina de assistência.

A

Garantia Extra é uma oficina de assistência técnica automóvel onde se podem encontrar serviços como diagnóstico automóvel, mecânica multi marcas, venda e montagem de pneus de todas as marcas, bate chapas, pintura, montagem de escapes e carregamento de ar condicionado. O destaque deste serviço é a preparação e a condução das viaturas à inspeção. A dirigir esta empresa está António Caldas que conta já com uma vasta experiência no ramo da mecânica automóvel. António começou por trabalhar aos 20 anos de idade

por conta própria numa oficina em Valejas. Em 2008 decidiu vir para o Dafundo e, em conjunto com um colega, abriu a Garantia Extra. “Neste momento somos dois a trabalhar na oficina. O João Monteiro já trabalha comigo há 11 anos e penso que o fundamental para se trabalhar em equipa é a amizade, o companheirismo e a honestidade. O segredo para o sucesso da empresa é um excelente atendimento, e acima de tudo a sinceridade para com os clientes e para com quem trabalha connosco” refere António Caldas. E finaliza, dizendo: “não estava nos meus horizontes começar esta aventura aos 40 anos, mas por tudo o que já passei ao longo da minha vida, só espero que a empresa continue a crescer e que continuemos a fazer um bom trabalho”. O horário de atendimento é de segunda a sexta das 8h30 às 13h e das 14h às 18h, aos sábados das 9h30 às 13h.

Rua Sacadura Cabral, nº 11 B - 1495-701 Dafundo (junto ao Centro de Saúde) Tel.: 21 414 07 20 - 91 303 34 16 | garantiaextra@sapo.pt


16 de maio de 2018

Publicidade

Costa do Sol jornal

11

ESPECIALISTAS EM MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

CSJ 3914

Mapei e Watchclimb reforçam parceria “A Mapei e a Watchclimb têm uma relação comercial excelente”. Quem o diz é Luca Sacripanti, responsável pelo marketing da Mapei Portugal, empresa de materiais para construção. Essa sinergia ficou bem patente no evento de fidelização de clientes, promovido pela Mapei nas instalações da Watchclimb, empresa especializada na comercialização e distribuição neste setor. Segundo Luca Sacripanti, “esta ação foi mais um motivo para carimbar o nome da Mapei ao lado do distribuidor”. Por outro lado, foi também uma for-

Isto porque, segundo o responsável da Mapei, “há algum défice na formação dos trabalhadores da construção em Portugal, principalmente ao nível dos aplicadores”. A operar desde 2001 em solo português, a Mapei tem atualmente uma fábrica em Anadia e a sede no Carregado. “Através destas duas unidades servimos o país inteiro, ilhas e PALOP’s”,

Mapei apresenta vários pontos diferenciadores em relação à concorrência: “por exemplo, tem uma gama alargada de produtos, com soluções para qualquer exigência na área da construção. Ou seja, quem tem Mapei não precisa de ter mais ninguém”. Depois, a especialização dos produtos. “São produtos divididos em 16 linhas, segmentados de acordo

díssimas marcas como seja a Mapei, Velux, Secil, Amop, Dyrup, entre outras”. A Watchclimb faz ainda “todo o tipo de entregas para onde for necessário, assim como tem loja aberta ao publico para os clientes poderem levantar”. Filipe Lagarto e Carlos Santos consideram que os objetivos passam por tornar a Watchclimb numa “empresa de referência no mercado”. E adiantam: “estamos neste momento a preparar um espaço renovado no parque Industrial da Cotai, na Abóboda, onde já nos encontramos sediados desde 2014, no qual

ma de dar ainda mais a conhecer os produtos da Mapei aos clientes da Watchclimb (prescritores, aplicadores, distribuidores e pequenos e médios empreiteiros). Esta iniciativa acaba por ir ao encontro da essência da Mapei Academy, “uma atividade que acontece ao longo do ano e que prevê uma série de formações para vários alvos do nosso setor, a começar pelos prescritores, passando pelos aplicadores e distribuidores”, explica Luca Sacripanti.

refere o diretor de Marketing. E acrescenta: “temos uma boa parte dos produtos que é produzida em Portugal, outra é comprada à filial de Espanha ou à casa-mãe em Itália”. Produtos esses que abrangem a cerâmica e materiais pétreos, a impermeabilização, os resilientes e têxteis, a reabilitação de edifícios em alvenaria, a construção subterrânea, o parqué, os adjuvantes para betão ou os isolamentos, entre muitos outros. Na opinião de Luca Sacripanti, a

com a sua função final”. E por fim “o respeito pelo ambiente e pela totalidade das normas europeias do setor”, conclui Luca Sacripanti. Durante o mesmo evento, Filipe Lagarto resumiu toda a dinâmica empresarial da Watchclimb, fundada em 2012. O sócio gerente da empresa distribuidora sublinha que “a Watchclimb revende todo o tipo de produtos para a construção e remodelação, e que representa varia-

iremos ter uma zona de exposição mais ampla e atual para podermos ter mais comodidade e qualidade para os nossos clientes”. Para o futuro, os responsáveis garantem “muito trabalho, dedicação e simpatia para que a Watchclimb possa atingir os objetivos a que diariamente se propõe”. Para isso existem dois valores fundamentais: “honestidade e respeito pelo próximo que, tal como na vida, deverá acompanhar-nos em tudo aquilo que fazemos”.

Avenida Salgueiro Maia, 1024 e 1025 | Parque Industrial da Cotai Rua G, Armazém 23 | Abóboda 2785-501 São Domingos de Rana Tel.: 214 455 731 Fax: 214 455 735 geral@watchclimb.pt | www.watchclimb.pt


Cultura DIA 19 DE MAIO

Os meus livros Jorge Fonseca de Almeida

“A TÁBUA DE FLANDRES”

U

m romance policial que procura através de um jogo de xadrez associado a uma pintura flamenga do século XV manter o leitor em suspense à espera que a próxima jogada nos aproxime da descoberta do assassino. Um quadro de Pieter van Huys encerra uma mensagem escondida denunciando o assassino de um cavaleiro da corte de Ostemburgo, um pequeno ducado situado entre a Borgonha e a França de então. Mas o que era um simples problema de análise retrospetiva para descobrir quem comeu o cavalo de num jogo de tabuleiro partida de xadrez transforma-se numa saga para descobrir um assassino em série que vai deixando uma série de pistas na forma de movimentos de xadrez. Excessivamente descritivo, repleto de erros quer de xadrez, quer de história, o livro conseguiu considerável divulgação entre os

16 de maio de 2018

leitores de língua espanhola, tendo mesmo sido realizado um filme com base na sua trama. De facto van Huys (1519-1584) viveu quase 100 anos depois de a Borgonha estar completamente submetida ao reino de França depois da derrota de Carlos o Temerário em 1477 na batalha de Nancy. O seu estilo próximo de Bosch era muito diferente do evidenciado pelo quadro descrito no livro. Por outro lado as jogadas de xadrez são consideradas de um nível de qualidade muito baixa e envergonhariam mesmo jogadores principiantes. Temos, enfim, um best-seller, que, como muitos outros e mau grado revelar um escritor talentoso, fica muito aquém da qualidade literária que se poderia esperar.

Publicidade

MIGUEL ARAÚJO NO CASINO ESTORIL

O álbum “Giesta” ocupará grande parte do alinhamento mas haverá espaço para os outros sucessos.

M

iguel Araújo vai subir ao palco do Salão Preto e Prata do Casino Estoril no próximo dia 19 de maio, a partir das 22h00m. O artista português irá interpretar temas do mais recente álbum, “Giesta”, bem como outros êxitos da sua carreira, como por exemplo “Os Maridos das Outras”, “Dona Laura” ou “Recantiga”. Após os sucessos registados com os discos “Cinco Dias e Meio”, em 2012, e “Crónicas da Cidade Grande”, em 2014, Miguel Araújo editou no ano passado “Giesta”, o seu terceiro álbum de originais. Miguel Araújo é um dos artistas mais completos da nova geração. É hoje considerado um dos grandes nomes da música portuguesa, destacando-se como compositor, letrista, cantor e músico, sendo bem-sucedido em cada uma destas vertentes que compõem a sua multi-facetada e eclética carreira. São já muitas as canções da sua autoria, cantadas por si e por outros que fazem parte do espólio das grandes canções populares portuguesas deste século.

Município de Oeiras Câmara Municipal

Alteração a Alvará de Loteamento

Município de Oeiras

GCOM.CMO 2018©

Costa do Sol jornal

GCOM.CMO 2018©

12

Câmara Municipal

Alteração a Alvará de Loteamento

AVISO ISALTINO AFONSO DE MORAIS, Licenciado em Direito e Presidente da Câmara Municipal de Oeiras. FAZ PÚBLICO que foi aprovada a alteração ao Alvará de Loteamento n.º 1/2014, requerido por FITA MÉTRICA – Investimentos Imobiliários, Ld.ª, com morada na Rua José Januário do Sacramento, n.º 26 – 3.º A em Queijas. Esta operação urbanística localiza-se na Avenida Duarte Pacheco, n.º 1 em Santo Amaro de Oeiras, na União das Freguesias de Oeiras e São Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias.

CSJ 3909

A alteração aprovada traduz-se no seguinte: - Aumento do número de fogos, de 10 para 12, com o acréscimo de área de construção de 450,00m2 (deixa de ser moradias em banda e passa a ser habitação multifamiliar); - Acréscimo das cedências para o domínio público de 297m2 para 1.072m2 (+ 774,00m2); - Acréscimo de área de construção para uma superfície comercial com 2.500,00m2; - Nova cave destinada a parqueamento afeto a comércio com 2.588,90m2.

AVISO ISALTINO AFONSO DE MORAIS, Licenciado em Direito e Presidente da Câmara Municipal de Oeiras. FAZ PÚBLICO que foi aprovada a alteração ao Alvará de Loteamento n.º 7/1996, requerido por Miguel Neves da Silva Landeiro Vaz e Outro, com morada na Calçada Conde de Tomar, nº 44 – 1495-202 Cruz Quebrada. Esta operação urbanística localiza-se na Rua Marquês Sá da Bandeira em Queijas, na União das Freguesias de Carnaxide e Queijas. A alteração aprovada traduz-se no seguinte: - Aumento da área de construção e implantação nos lotes A7 e A8.. E para constar se passou este e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares

E para constar se passou este e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares públicos do costume.

públicos do costume.

Paços do Concelho de Oeiras, aos 10 de maio de 2018

de 2018

CSJ 3915

O Presidente da Câmara Isaltino Morais

Paços do Concelho de Oeiras, aos 10 de maio

O Presidente da Câmara CSJ 3916

Isaltino Morais


Cultura

16 de maio de 2018

TEATRO EXPERIMENTAL DE CASCAIS

CARLOS AVILEZ ENCENA TEXTO INÉDITO

Guilherme Pelote tem 19 anos e foi o vencedor do concurso Teatro Jovem promovido pelo TEC.

Costa do Sol jornal

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DE BOMBEIROS DE PAREDE “AMADEU DUARTE”

CONVOCATÓRIA O Órgão de Administração convoca todos os sócios da Associação Humanitária de Bombeiros de Parede “Amadeu Duarte”, por falecimento do Sr. Presidente da Mesa da Assembleia Geral, nos termos do nº 1 do artigo 15° e do nº 4 do artº 21°, ambos da Lei 32/2007 de 13 de Agosto e ainda nos termos da alínea b) do nº 1 do artigo 33°, dos Estatutos, para se reunirem em Assembleia Geral Ordinária, na sede da Associação, no dia 05 de junho de 2018, pelas 20.00 horas, com a seguinte ordem de trabalhos: • Ponto 1 - Eleição extraordinária da Mesa da Assembleia Geral por inexistência de quórum deliberativo; • Ponto 2 - Leitura e votação da Ata da Assembleia Geral anterior; • Ponto 3 - Apreciação, discussão e votação do Relatório do Conselho de Administração, Balanço e Contas do ano de 2017 e do respetivo parecer do Conselho Fiscal; • Ponto 4 - Outros assuntos de interesse da Associação desde que sejam inscritos no início da Assembleia e aceites pela Mesa.

Um Rapaz Chamado Rupert Partiu-te o Nariz Com Um Pau?” vai estar em cena do Teatro Experimental de Cascais entre 18 e 27 de maio, com encenação de Carlos Avilez. O texto inédito de Guilherme Pelote venceu o concurso Teatro Jovem, promovido pelo Teatro Experimental de Cascais, no âmbito da Capital Europeia da Juventude – Cascais 2018. Na primeira obra, o jovem autor de 19 anos pretende explorar, através de referências contemporâneas, situações extravagantes, mas inerentes à condição humana. Nele, um jovem escritor desenvolve um alter-ego, enquanto espera o momento de embarcar num voo, apoiando-se em memórias diversas, tais como aquelas do dia em que um rapaz chamado Rupert lhe partiu o nariz com um pau. O espetáculo estreia no próximo dia 18 de maio, pelas 21h30, no Teatro Municipal Mirita Casimiro, contando com Bárbara Branco e José Condessa como protagonistas. No dia 19 de maio, após a sessão das 16h00m, a edição em livro do texto original será apresentada ao público com a presença do autor, do encenador e do dramaturgo Miguel Graça.

Não havendo, à hora marcada, número suficiente de sócios presentes, ficam desde já todos os sócios convocados para se reunirem em Assembleia Geral Ordinária, no mesmo dia 05 de junho de 2018, pelas 21.00 horas, no mesmo local, ao abrigo do disposto nos nºs 1 e 2 do artigo 34° dos Estatutos, sendo válidas todas as deliberações tomadas por maioria de votos dos associados presentes. NOTA: As listas para a Mesa da Assembleia Geral, elaboradas nos termos do nº 1 do artº 36° e do Capítulo VI dos Estatutos, deverão ser remetidas ao cuidado do Sr. Presidente do Conselho Fiscal, para o endereço eletrónico conselhofiscal.ahbpad@gmail.com até 10 dias antes da realização da Assembleia. Parede, sede da Associação Humanitária de Bombeiros de Parede “Amadeu Duarte”, em 10 de Maio de 2018. O Presidente do Conselho de Administração Manuel João Almeida Av. Bombeiros Voluntários, 142 | 2775-168 Parede | Tel.: 214 577 987 direcao@bombeirosparede.pt | www.bombeirosparede.pt

Publicidade

GRUPO INSTRUÇÃO MUSICAL E DESPORTIVO DA ABÓBODA Fundado em 01 de Abril de 1930

ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA CONVOCATÓRIA

Dir. Técnica. Dra. Isabel Alexandra R. C. M. Carreiro

Ponto Um – Discussão e aprovação do Relatório e Contas da Direcção e do Parecer do Conselho Fiscal, referente a 2017; Ponto Dois – Eleição dos novos Corpos Sociais para o Biénio 2018-2020; Ponto Três – Discussão outros assuntos relacionados com a vida da colectividade;

CSJ 3907

O Presidente da Assembleia Geral Joaquim Mateus Libânio dos Santos

CSJ 3912

NOTA: Se há hora marcada não houver quórum suficiente, a Assembleia iniciar-se-á meia hora depois, com qualquer número de sócios.

CSJ 2401

A pedido da Direcção e em conformidade com os poderes que os estatutos me conferem, convoco a Assembleia Geral Ordinária, a realizar na nossa Sede no dia 18 de Maio de 2018, pelas 21h00, com a seguinte ordem de trabalhos:

Abóboda, 4 de Maio de 2018

13

Testes de Glicémia, Colesterol e Triglicéridos Tensão Arterial  Testes de Gravidez Administração de Vacinas e outros Injetáveis Cuidados de Nutrição e Podologia Espaço Animal Horário: 2ª a 6ª das 9h às 20h - Sábados das 9h às 13h.


14

Desporto

Costa do Sol jornal

16 de maio de 2018

FUTEBOL | LIGA NOS

FUTSAL | LIGA SPORT ZONE

Faltou um golo para a salvação, Ivo Vieira deixa o Estoril Praia

Lombos-Benfica abre “Final 8”

N

ão aconteceu, pois bastava que uma bola entrasse nas redes do Feirense, na partida do passado domingo em Santa Maria da Feira, para que o Estoril Praia continuasse entre os grandes do Desporto-Rei mas, tal como foi visível ao longo da época o golo foi o maior problema da formação de Ivo Vieira. Jogar bem e bonito não chega, os canarinhos fizeram-no na maior parte dos encontros, no entanto faltou-lhes sempre a concretização, os golos que valiam os pontos da salvação, como aconteceu na derradeira partida em que o Estoril Praia foi a melhor equipa em campo. Agora, com a descida, o trajeto do Estoril Praia na divisão secundária não vai ser fácil pois muita coisa muda na vida do clube do concelho de Cascais, começando pela televisão, onde a entrada de euros é bem diferente, assim como vai refletir-se a falta das enchentes no António Coimbra da Mota com os três grandes, que conjuntamente com as visitas de alguns milhares de adeptos de equipas como o Braga, Guimarães, Belenenses e Setúbal, vão certamente fazer ‘mossa’ financeira no emblema estorilista. Resultados: Nacionais Masculinos/Juniores II Divisão/Manutenção – Pinhalnovense-AD Oeiras, 4-0; Portimonense-Sporting de Linda-a-Velha, 1-1. Nacionais Femininos/Seniores Taça de Portugal – Estoril Praia-Sporting CP, 1-6. Sub-19 – Atlético Ouriense-Estoril Praia, 0-6. Distritais/Pró-Nacional – Vila Franca do Rosário-Sporting de Linda-a-Velha, 0-3; FC Alverca-União de Tires, 3-0. Honra – Associação Murteirense-Dramático de Cascais, 1-1; Sporting Lourel-AD Oeiras, 1-2; AC Porto Salvo-Ericeirense, 0-0; Coutada-União de Algés, 1-0. I Divisão – GDR Fontainhas-Estoril Praia B, 0-3; UDR Santa Maria-GS Carcavelos, 1-2; Associação da Torre-Casa Pia B, 0-2. II Divisão – Malveira da Serra-SC Casainhos, 0-1; Bocal-Fundação Salesianos, 5-4; GIMD Abóboda-CD Belas, 4-1.

BODYBOARD

Jovens bodyboarders do Aqua Carca em evidência no Circuito Nacional

A

s águas que banham Vila do Conde foram o palco para a etapa inicial do “Circuito Nacional” de Esperanças/ Formação, prova em que os jovens da formação carcavelense Aqua Carca subiram ao pódio com destaque para Francisco Ferreira, vencedor em sub-12 e 2.º classificado em sub-14, escalão em que Vasco Ferreira finalizou na 5.ª posição. Em sub-14 femininos, Carolina Abreu foi segunda, seguida de Beatriz Pinto Coelho (3.ª), Mariana Padrela (4.ª) e Maria Padrela

(5.ª), com Margarida Ribeiro a fechar na 9.ª posição.

PATINAGEM ARTÍSTICA

Leões campeão nacional em Figuras Obrigatórias

O

Leões de Porto Salvo, emblema do concelho de Oeiras, volta a ser notícia na modalidade ao conquistar o título de campeão nacional de Figuras Obrigatórias, competição que decorreu em Sines sob a égide da Federação de Patinagem de Portugal, que contou ainda com a participação das formações da AD Oeiras e LMR Algés. O primeiro lugar no pódio por equipas foi conquistado pelas jovens porto-salvenses de Liliana Andrade com a soma de 62

pontos, com as oeirenses, com 17 pontos, e algesinas, com 6 pontos, a quedarem-se pela 8.ª e 13.ª posição entre os 19 emblemas participantes. Individualmente, destaque para a iniciada Joana Silva, campeã nacional, a infantil Joana Franco, vice-campeã, e a júnior Carolina Sol, medalha de bronze, todas do Leões de Porto Salvo, assim como para Mariana Silva, da AD Oeiras, que se sagrou campeã nacional em cadetes.

D

epois do interregno para a disputa da fase final da “Taça de Portugal”, onde nenhuma equipa de Cascais e Oeiras marcou presença, começa este sábado à tarde a luta pelo título nacional de 2017/2018, competição entre os oito primeiros da fase regular em que a formação do CRC Quinta dos Lombos marca presença pela primeira vez na história do emblema de Carcavelos. O jogo de abertura, já os restantes es-

tão apontados para as 16h00, vai pôr frente a frente o Lombos e o SL Benfica, partida marcada para as 15h00 no pavilhão dos auri-negros, um duelo cujo vencedor, à melhor de duas vitórias, passará às meias-finais, tudo apontando, até pela enorme diferença entre uma equipa amadora e outra profissional, que a formação de Rodrigo Barreiros entre de férias no fim de semana seguinte quando visitar o pavilhão da Luz, em Lisboa.

Resultados: Masculinos/Taça Nacional/Juvenis – GRAP-Futsal Oeiras, 3-2. Distritais/Seniores I Divisão – Casa Povo Arcena-Dramático de Cascais, 3-5; Futsal Oeiras-Fundação Salesianos, 4-0; CA Desportos-GRF Murches, 12-2; Atlético CP-CRC Quinta dos Lombos B, 3-3; Rangel-CDR “Os Vinhais”, 5-6.

Dura está de regresso ao Leões

F

inalizada a época e concretizada a manutenção da equipa técnica composta por Rodrigo Pais de Almeida e Nuno Duarte, e a substituição de Luís Brito por Rui Monteiro como treinador de guarda-redes, assim como a continuidade de Bebé, Hélder Fernandes, Bruno Marques, Diogo Santos, Rúben Santos, Ré, Danny, Fábio Aguiar, João Silva e Papa Unjanque, a direção do Leões de Porto Salvo presidida por Jorge Delgado iniciou a tarefa de substituir as saídas de Marinho, João Marçal, Teka, Cherif, Samuka, Dani e Ted. Dessa forma o Leões, para além da ascensão do jovem sub-20 Bruno Rodrigues ao plantel sénior, anunciou já o primeiro reforço para 2018/2019, o ala e ex-belenense Dura, um regresso a uma casa que bem conhece, falando-se que trás consigo de Belém o fixo André Nabais, faltando no

entanto mais dois ou três jogadores para completar o plantel.


Desporto

16 de maio de 2018

Costa do Sol jornal

CANOAGEM

CLUBE DO MAR COSTA DO SOL VENCE NOS AÇORES

15

ATLETISMO | TROFÉU CMO

Cerca de 700 no “GP da Outurela”

Depois da vitória caseira em meados de abril, na que foi a primeira etapa do “Campeonato Nacional de Canoagem de Mar”, o Clube do Mar Costa do Sol voltou domingo passado a subir ao lugar mais do pódio em São Miguel, Açores, naquela que foi a segunda etapa, que lhe permite liderar a tabela coletiva tendo em vista a revalidação do título.

A

vitória da formação oeirense na segunda etapa do campeonato foi conseguida com a soma de 106.530 pontos, deixando nos restantes lugares do pódio para as equipas

do CN Litoral Alentejano, com 6.025 pontos, e o CN Sesimbra, com 3.337 pontos, etapa que contou com a participação de cerca de 80 canoístas de 22 clubes e que decorreu na distância

de 14km nas águas do Porto da Caloura, na Água de Pau, concelho da Lagoa. Para além do título coletivo, nove atletas do Clube do Mar Costa do Sol subiram ao pódio nas diversas provas individuais com destaque para a vitória de Mafalda Vantacich, em SS1 Juniores femininos, competição em que Mariana Cabecinha foi segunda classificada. Nas restantes, Rafael Faria foi 2.º e Gonçalo Aires 3.º em SS1 Juniores masculinos, Alexandre Meyer-Candon alcançou a 2.ª posição em OC1, lugar que a dupla Pedro Vilagelim/Margarida Pinto conquistou em SS2 Misto, enquanto o par Manuel Henriques/Gabriel Pires cortaram a linha de chegada no 3.º lugar a prova de SS2 Juniores masculinos.

E

Os próximos grandes eventos desta disciplina realizam-se a 2 de junho, na já reconhecida travessia das Berlengas a Peniche, para a “Taça de Portugal”, no dia seguinte, 3 de junho, é a vez da a terceira etapa do “Campeonato Nacional”, em Setúbal e Sesimbra.

stá a caminhar para o fim a edição deste ano do “Troféu CMO-Corrida das Localidades”, a 10.ª e antepenúltima prova, o “Grande Prémio da Outurela”, numa organização conjunta da Associação 18 de Maio e Divisão de Desporto da Câmara Municipal de Oeiras, teve como as anteriores a vitória coletiva da Associação Desportiva NúcleOeiras, com 663 pontos, sendo ladeada no pódio pelos emblemas do costume, o GRCD Leião, com 460 pontos, e o Linda-a-Pastora SC, com 440 pontos. Os restantes lugares do ‘top 10’ da Linha foram ocupados na 4.ª posição pelo GRD Ribeira da Lage (273 pontos), na 5.ª pelo GRD ”Os Fixes” (219), na 6.ª pelo Valejas AC (197), na 7.ª pela SIMECQ (76), na 8.ª pelo Grupo Marcha e Corrida do Jamor (70), na 9.ª pela Associação de Pára-quedistas Tejo-Norte (56) e na 10.ª pela formação anfitriã da AM 18 de Maio 56).

Publicidade

APROVEITE A CAMPANHA! DESCONTOS até 60% NAS MARCAS

CSJ 2899

Materiais de Canalização e Electicidade . Ferragens . Ferramentas . Drogarias Diversas

Rua de Alvide 378A - Fontainhas - 2750-289 Cascais | Tel./Fax: 214 662 041 - Tlm.: 933 959 394 | E-mail: geral.nucleoduro@outlook.pt


Contracapa PREÇOS FANTÁSTICOS!

AB JÁ RI U

CSJ 3917

Aberto todos os dias. De 2ª a sábado: 8h-20h | Domingo 9h-19h. Visite-nos! Rua Francisco José Vitorino, 3 A • 2795-085 LINDA-A-VELHA | 937 838 888

CSJ 3913

Frutas e Legumes frescos Vinhos e Bebidas ao natural e frescas Mercearia • Pão • Bolos • Charcutaria Produtos de Higiene Pessoal, para a Casa e Jardim Produtos e Comida para Animais

Costa do Sol - Jornal | 16 de Maio  
Costa do Sol - Jornal | 16 de Maio  
Advertisement