Page 1

CORREIO JUQUERY

Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013

Mairiporã, sexta-feira, 13 de dezembro de 2013 ANO IX - Nº 498 ● www.correiojuquery.com.br Distribuição gratuita ● R$ 1,00 (nas bancas)

MODA

FACULDADES

Com a mesma estampa, textura ou cor, conjuntinhos prometem ser um dos hits do verão. O que antes era considerado ‘over’ ou até mesmo fora de moda, agora voltou para o topo da lista de tendências, com modelagens mais moderninhas. PÁGINA 12

Nenhum curso de administração e ciências contábeis ministrados pelas faculdades da cidade e região foi suspenso pelo MEC. PÁGINA 4

140 VAGAS A Polícia Técnico-Científica abriu concurso para preencher 140 vagas de médico legista em todo o Estado de São Paulo. PÁGINA 4

IPTU terá repasse de 5,61% para o ano que vem e orçamento aprovado é de R$ 186 milhões A Secretaria Municipal da Fazenda divulgou ontem o percentual de repasse que será aplicado ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para o ano que vem: 5,61%. De acordo com a secretária Silvana Francinete da Silva, não se trata de reajuste, mas de repasse da inflação registrada entre novembro do ano passado e outubro último. “Não há aumento real no valor do imposto, nem mudança na alíquota. O prefeito sabe das dificuldades enfrentadas pela população e optou apenas pelo repasse inflacionário”, assinalou a secretária.

50 mil

é o número de carnês que serão entregues em janeiro

R$ 26 milhões é o total de receita

previsto com IPTU para 2014

BRINQUEDOS PRESENTES UTILIDADES DOMÉSTICAS ELETRÔNICOS

VENHA CONFERIR!

4419-2097 Rua XV de Novembro 270 - Centro

CEIA DE NATAL

Receitas para uma ceia deliciosa na sua noite de Natal: salada, bacalhau e cassata italiana. Ninguém vai resistir. Fáceis de preparar e deliciosas até para os paladares mais finos. PÁGINA 12

Ricardo Honorio

Os vereadores, reunidos pela última vez na terça-feira, 10, votaram a LOA (Lei Orçamentária Anual), cujo projeto estima a receita e fixa a despesa da administração municipal em 2014. A proposta enviada pelo Executivo, elaborada pela equipe econômica do governo, é de R$ 186 milhões, com percentuais maiores para as secretarias da Educação, Saúde e Obras e Urbanismo. A Câmara também autorizou o prefeito a remanejar recursos, sem autorização legislativa, até 30% do valor global. O Orçamento passa a valer em janeiro de 2014. PÁGINA 3 Ricardo Honorio

Assistência Social recebe recursos do Estado A secretária municipal de Assistência Social, Lúcia Naf, participou em São Paulo, semana passada, da solenidade de liberação de recursos por parte do Governo do Estado a municípios paulistas. Do total de R$ 1,5 milhão destinado a Mairiporã, R$ 50 mil foram para a secretaria, através de emenda do deputado André do Prado. PÁGINA 6

1

www.correiojuquery.com.br

Lúcia Naf, secretária municipal, e o deputado André do Prado, durante solenidade no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo

Complexo Juqueri será restaurado

Câmara tem recorde de indicações em 2013

Pelo menos 20 dos 30 edifícios que compõem o Complexo Psiquiátrico Juqueri, em Franco da Rocha, serão restaurados pelo Governo do Estado. As obras começam no ano que vem. As terras onde está localizado o complexo pertenceram a Mairiporã no início do século XX. PÁGINA 6

O número de trabalhos apresentados pelos vereadores superou a marca de 1.200 indicações somente nos 9 meses em que foram realizadas sessões ordinárias. O período também foi marcado por audiências públicas, em que foram discutidos importantes propostas para a cidade. PÁGINA 3

Decisão sobre contas do exprefeito ficaram para 2014 Manobras realizadas após a formação de um bloco parlamentar, que conta com seis vereadores, transferiram para 2014 a decisão sobre aprovar ou não as contas do ex-prefeito Antônio Aiacyda, relativas ao exercício de 2011. Analistas afirmam que o bloco pode chegar a 9 integrantes. PÁGINA 3

OPINIÃO COLUNA DO CORREIO EDITORIAL DELFIM NETTO ESSIO MINOZZI JR. DANIEL BONORA OZÓRIO MENDEZ FABIANO RODRIGUES

PÁGINA 2

UPA - Representando o prefeito Marcio Pampuri durante visita do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a Franco da Rocha, o vereador Marcinho da Serra cobrou a instalação de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Mairiporã. O vereador recordou ao ministro que pedido foi feito pessoalmente pelo prefeito, durante encontro recente em Brasília. PÁGINA 4


2

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013

OPINIÃO OZÓRIO MENDES drozorio@yahoo.com.br

Outras origens e razões

R

ecente pesquisa do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada) serve hoje de parâmetro para pôr um ponto final na ‘velha máxima’ de que a violência no país é resultado das desigualdades sociais. Aliás, autoridades, políticos, intelectuais e especialistas usam e abusam dessa máxima, como se ela encerrasse, em si, a motivação para a crescente criminalidade. Alardeado desde o início da era Lula como redutor das desigualdades no país, o Bolsa Família, mesmo com as críticas que lhe possam ser feitas, ajudou a reduzir a extrema pobreza em 28%, segundo a pesquisa, desde que foi criado há 10 anos. Ainda de acordo com os números, atende quase 14 milhões de famílias, que correspondem a mais de 80 milhões de brasileiros. Desses, 22 milhões saíram da situação de miséria. Os dados vão além, apontam que a renda dos mais pobres cresceu quatro vezes mais rápido na comparação com outros extratos sociais. Essas informações todas servem para, voltando à velha máxima, demonstrar que a violência nos dias hoje ocorre por inúmeros outros fatores. Enquanto a pobreza é combatida com a distribuição (ainda

que falha) de renda, a violência (homicídios, tráfico de drogas, seqüestros, estupros, roubos, furtos e assaltos) só faz aumentar e sua evolução leva a indicadores espantosos nas últimas três décadas, ao explodir em todo o país, na contramão do que seria plausível esperar: que o processo de democratização e redução de desigualdades sociais levassem ao respeito aos direitos humanos e a uma sociedade mais fraterna. Portanto, os intelectuais e aqueles que gostam de simplificar as razões pelas quais a sociedade brasileira está cada vez mais violenta, devem procurar explicações palpáveis para o porquê de o cidadão se sentir cada vez mais acuado e prisioneiro em sua própria casa. Um bom começo seria fazer cumprir a legislação, que até aqui se mostra leniente e pouco rigorosa contra aqueles que cometem crimes, inclusive os de ‘colarinho branco’. Os chamados ‘representantes da sociedade’, incluindo-se os daqui da nossa Mairiporã, precisam buscar soluções que ajudem a reduzir os índices assustadores que nos tornam impassíveis, e acreditar que isso tudo tem outras origens, outras razões.

Ozório MendeS é advogado e foi vereador na gestão 1983/1988

DANIEL BONORA

Ditos populares

F

inal de ano chegando e nesta edição do Correio decidi fazer algo mais descontraído, um pouco diferente dos temas de costume, mas que também diz respeito ao conhecimento, ao aprendizado, não na área jurídica, mas na área dos ditos populares. Por exemplo, no popular se diz: ‘Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho carpinteiro’.  Minha grande dúvida... Mas que bicho é esse que é carpinteiro, um bicho pode ser carpinteiro? Mas descobri que o correto é: ‘Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro’  NÃO SABIA. E VOCÊ? Outro clássico “Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão...” Enquanto o  correto é: “Batatinha quando nasce, espalha a rama  pelo chão.” Ora, e é o lógico, pois  se a batata é uma raiz, ou seja, nasce enterrada, como ela se esparrama pelo chão se ela nasce embaixo dele? Essa é boa: “Cor de burro quando foge.” Desde quando burro muda de cor quando foge? Qual cor ele fica? Porque ele muda de cor? O  correto é: “Côrro  (do

verbo correr) de burro quando foge! Esse foi o mais hilário de todos! ou seja, remete a uma situação de perigo. Outro que no popular todo mundo erra: ‘Quem tem boca vai a Roma.’ Bom, esse eu entendia, de um modo errado, mas entendia! Pensava que quem sabia se comunicar ia a qualquer lugar!  Mas pasmem! O  correto é:  “Quem tem boca vaia Roma.”  (Isso mesmo, do verbo vaiar - para vaiar Roma na época dos imperadores tinha que ter coragem). Outro que todo mundo diz errado: ‘Cuspido e escarrado’  - quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa. O  correto é:  “Esculpido em Carrara.” Carrara é um tipo de mármore, nos remete à beleza. OLHA QUE DIFERENÇA! Mais um famoso: “Quem não tem cão, caça com gato.” Entendia também, errado, mas entendia! Se não tem o cão para ajudar na caça, o gato ajuda! Tudo bem que o gato só faz o que quer, mas vai que o bicho estivesse de bom humor!” Mas o  correto é: “Quem não tem cão, caça como gato”... ou seja, sozinho! Espero que tenham gostado.

Daniel Bonora é advogado, vice-presidente da OAB de Mairiporã, presidente da Comissão de Assistência Judiciária e Assessor Técnico Parlamentar.

O

prefeito Marcio Pampuri não tem plano B para a área da Saúde no ano que vem. Ou acerta a mão, ou acerta a mão. Não há clima nem lugar para empurrar os problemas desse segmento emblemático da administração pública, menos ainda paciência por parte daqueles que necessitam de serviços médicos e ambulatoriais. Tudo de ruim que se registrou no setor, desde que a Prefeitura interveio no Hospital e Maternidade Mairiporã, há mais de dez anos, também afeta, de modo global, a Secretaria Municipal da Saúde, que andou capenga neste ano inicial de novo governo. O calcanhar de Aquiles é mesmo o Hospital, que passou à condição de ‘escoadouro do dinheiro público’ quando decidiram, lá atrás, em 2003, misturar dinheiro

EDITORIAL

2014 = saúde público (da Prefeitura) com privado (do próprio hospital), na transferência do PA (Pronto Atendimento) para dentro das instalações da entidade. Aí, virou bagunça, embora aquela meia-dúzia que sempre se locupletou com o ervanário da instituição tratasse do assunto com o maior interesse, mas interesse pessoal, do próprio bolso. O atendimento, que já era precário, ficou comprometido, de ruim passou a temerário, os problemas se agravaram, os interventores se sucederam (um mais incompetente que outro), o quadro de funcionários foi inflado com a contratação de cabos eleito-

rais e apadrinhados políticos, a rotatividade de médicos foi espantosa, inúmeros os casos registrados na polícia, enfim, um repertório digno de filme de terror. Pampuri, que é médico e conhece os problemas, tem agora em 2014 a chance de reverter todo esse quadro negro, tétrico e danoso ao segmento mais carente da sociedade. Não poderá errar. O primeiro ano de seu governo chega ao fim este mês, porém a situação da Saúde no município permaneceu a mesma, ou até piorou em alguns casos, como que a realçar a herança maldita deixada pelo governo tucano.

A transferência do Pronto Atendimento (PA) do hospital para a UPA, que promete o atual governo deverá ser construída no ano que vem no Jardim Celeste, se impõe como condição única para salvar o hospital e a própria Secretaria Municipal da Saúde, que também precisa passar por uma revisão geral, sob pena de seguir na inércia observada na administração anterior. Mairiporã, ao longo dos últimos 30, 40 anos, sofre de dois males que precisam ser extirpados ou, no mínimo, aplacados através de gestão inteligente e férrea vontade política: saúde e saneamento básico. E parece que o destino tramou, caprichosamente, de forma a entregar a um prefeito médico a solução dessas que são questões fundamentais para o povo.

ESSIO MINOZZI JR. essiominozzijr@terra.com.br

Orçamento 2014 e contrato com a Sabesp

M

ais que receitas e despesas, números e valores, um orçamento representa a definição das prioridades de um governo. Evidentemente que os valores definidos nas despesas em cada função de governo, a partir de como está organizada a administração, e das destinações do ano anterior, percebe-se as escolhas do gestor público. Com 6% de crescimento nas receitas, o orçamento municipal se propõe chegar a R$ 186,2 milhões em 2014. Nas despesas, algumas funções de governo crescem em relação ao ano anterior até 67%, caso da Cultura. O Desporto e Lazer e a Segurança crescem 64% e 59%, respectivamente. A despesa na função Assistência Social [-16,6%] e na Saúde

[-1,12%] seguirão caminho contrário. Na Educação o crescimento ficou abaixo dos 6%. Dos R$ 52,7 milhões de 2013 passou para R$ 53,9 milhões, crescendo 2,2%. Como proposto pelo Executivo, ficou autorizado o remanejamento de até 30% de suas despesas. O projeto de lei enviado pelo Executivo recebeu apenas uma emenda, de minha autoria, aprovada por unanimidade, que autoriza a concessão de vantagens ou aumento de remuneração como valorização dos servidores municipais. Essa foi uma demanda do Sindicato dos Servidores na Audiência Pública realizada pela Câmara. Com pessoal, o planejamento orçamentário proposto pelo

Executivo destina despesas de pouco mais de R$ 95 milhões [51%], que está dentro do limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Em recente reorganização administrativa criou-se a coordenadoria de Segurança e Mobilidade Urbana, contemplada com R$ 2,4 milhões, dos quais R$ 1,94 milhão serão destinados para a gestão da Guarda Municipal. Há ainda a expectativa de captação de recursos extra-orçamentários como, por exemplo, o da concessão onerosa do saneamento básico. Com autorização legislativa permitindo essa concessão à Sabesp, por mais trinta anos, o governo deseja receber recursos financeiros para investimento em

infra-estrutura urbana. A Audiência Pública para apresentar o teor desse contrato está sendo convocada pela Prefeitura para o próximo dia 16 de dezembro. As bases da parte onerosa da concessão giram em torno de R$18 milhões, além da implantação do Parque Linear no entorno da Represa Paiva Castro. No contrato, a Sabesp fica obrigada a cumprir com o Plano Municipal de Saneamento que prevê investimentos em torno de R$ 280 milhões. Esse contrato estará sob a regulação e fiscalização da Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) conforme previsto no ordenamento jurídico do abastecimento de água e esgotamento sanitário.

ESSIO MINOZZI JUNIOR é vereador do PR e professor, pós-graduado em Gestão Educacional UNICAMP em Gestão Publica - FUNDAP, e presidente da Câmara de Mairiporã

DELFIM NETTO contatodelfimnetto@terra.com.br

S

Cidadania responsável

ão conhecidas as objeções que muitas pessoas costumam fazer à necessidade da participação de todo cidadão virtuoso no processo político-partidário. Cidadãos eleitores que se acham bem informados não hesitam, muitas vezes, em execrar o sistema político porque ele não faz - na velocidade desejada - o que supõem seja o certo. São os mesmos, contudo, que freqüentemente sofrem crises de amnésia quando se lhes pede que digam os nomes do senador ou deputado que elegeram. Na realidade não mostram nenhuma disposição de se organizarem dentro dos partidos, ou apenas utilizarem uma pequena parte de seu tempo para influir nos seus programas e na escolha dos candidatos. Crêem que os partidos são domina-

dos por “desqualificados” que os usam para seus próprios interesses. Talvez haja alguma verdade nisso, mas é uma generalização perigosa. O problema é que continuará a ser assim, enquanto os “qualificados” não se organizarem (dentro deles) para diminuir o seu poder. Não significa que se vai inviabilizar o debate dos problemas econômicos ou impedir que as forças políticas representadas no Congresso construam eventuais acordos sobre questões fundamentais. No momento, por exemplo, uma das discussões mais espinhosas envolve o desempenho da política fiscal. A situação econômica não é tão boa como quer o governo, mas não é tão ruim como quer a oposição. Não a oposição política, propriamente, mas a que é inspirada na mídia pe-

los “analistas” dos mercados financeiros. No campo fiscal a situação é desconfortável principalmente pelas complicações que poderão advir da aprovação de projetos em discussão no Congresso que contenham importantes aumentos de gastos. Por essa razão, foi decisiva a promoção do Pacto de Responsabilidade Fiscal assinado pelas principais lideranças do governo no Congresso, assumindo o compromisso de não colocar na pauta de votações qualquer projeto que aumente despesa ou reduza receita, inclusive os que haviam sido propostos pelo próprio governo quando a situação da execução fiscal era diferente. É necessário dizer que o funcionamento do Congresso não é caos que parece a algumas pessoas. Uma

de suas convenções é que a palavra empenhada pelos líderes é sempre honrada. A violação desta regra imobiliza as decisões. As lideranças e o governo têm presente que o desrespeito ao compromisso pode ser um forte ingrediente para dar às famosas “agências de ratting”, no exterior, o incentivo para redução do risco soberano, com conseqüências desagradáveis para o bem estar dos brasileiros. Fato da maior importância é que, também por iniciativa da presidente Dilma Rousseff, tem havido progresso nas relações do Governo com o setor privado, promovendo o sucesso das concessões de infra-estrutura, como as que foram objeto dos leilões de rodovias nas duas últimas semanas, estimulando os investimentos e o crescimento da economia nos próximos anos.

Delfim Netto, é professor emérito da FEA-USP, ex-ministro da Fazenda, da Agricultura e Planejamento e colunista do Correio.

EMPRESA JORNALÍSTICA SANTOS & FERREIRA LTDA. Travessa Antonieta C. Spada, 26 CNPJ nº 05.785.139/0001-01 CEP 07600-000 – Mairiporã-SP – Telefone: (011) 4419-1842

DIRETOR EXECUTIVO Marcos Roberto Borges

REDAÇÃO Wagner Azevedo Lúcia Helena Juarez César Cláudio Cipriani

DIRETOR DE REDAÇÃO David da Cunha Boal Júnior

EDITOR DE TEXTO Jean César C. Pavão

DIRETOR PRESIDENTE Joyce Franciely dos Santos

As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste jornal

COLABORADORES Delfim Netto Éssio Minozzi Ozório Mendes Daniel Bonora Fabiano Rodrigues

REDAÇÃO E PUBLICIDADE Travessa Antonieta C. Spada, 26 Centro - Cep: 07600-000 Mairiporã - São Paulo SITE www.correiojuquery.com.br contato@correiojuquery.com.br correio.juquery@g.com.br

O jornal se reserva o direito de não editar publicidade sem fundamentar recusa

CORREIO JUQUERY. COM.BR


Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013

contato@correiojuquery.com.br

COLUNA DO CORREIO CONTAS (I)

Os vereadores alinhados com o governo municipal formaram um bloco parlamentar na sessão de terça-feira, 3, com o objetivo de assegurar que o projeto sobre as contas de 2011 do governo do então burgomestre Aiacyda fosse retirado para votação em outra oportunidade. O bloco, no entanto, não precisou agir, pois em plenário o requerimento sobre a transferência contou com 9 assinaturas. Ficou claro que o ex-prefeito não conseguirá evitar uma ampla derrota mais adiante. Se fosse votado naquele dia, corria-se o risco do ex-burgo ganhar a parada. Esse ‘abacaxi’ será descascado na primeira sessão ordinária de fevereiro de 2014. Até lá, muita água vai passar por debaixo da ponte e o que hoje, em tese, são 9 votos, no mês do Carnaval pode ser mais ou menos. Gaiato, nosso guru filosófico, sempre atento aos burburinhos legislativos, perguntou sem a intenção de ofender quem quer que seja: “esse blocão de nove significa que também temos um bloquinho de quatro?”

CONTAS (II)

Excetuando-se as ações a serem julgadas pelo Judiciário, por conta de seus oito anos como prefeito e dos muitos apartados considerados irregulares (dezenas de contratos), o ex-burgomestre Aiacyda não deveria se preocupar com a questão política da coisa. A esta mesma coluna, por reiteradas vezes, disse que nunca mais iria ser prefeito de Mairiporã, pois dois mandatos teriam sido suficientes e que em todo o período deu sua contribuição à cidade. Se ficar inelegível por oito anos, como parece plausível que ocorra, o ex-burgomestre não ficará triste, pois lá atrás disse, com todas as letras, que não quer mais ser prefeito.

CONTAS (III)

Porém, em se tratando de um político e de um ex-prefeito, é bom não considerar a fala de Aiacyda como definitiva. Já dizia o ex-vereador Valdecir Bueno: “em política, o que é hoje, não é amanha”. E em se tratando do ex-burgomestre, essa máxima é ainda mais verdadeira. Gaiato, nosso guru para assuntos filosóficos e eleitoreiros, deu o seu pitaco: “a maioria dos políticos nasceu na Itália, originária do mesmo pai: Gepeto”. Para quem não está ligando o nome à pessoa, vai a dica: Gepeto é o pai do Pinóquio.

CONTAS (IV)

As contas de 2011 do ex-presidente da Câmara, Eduardo Pereira dos Santos (Du), também vão ser julgadas, só que pelo Ministério Público. Não cabe ao Legislativo deliberar sobre ex-companheiros. Se constatadas irregularidades, é o Judiciário que vai intervir diretamente. Du e Aiacyda (uma dobradinha e tanto) têm ainda as contas de 2012 sem parecer definitivo do Tribunal de Contas.

DIA 20

Os maus pagadores e contumazes sonegadores devem estar atentos para agarrar mais uma oportunidade de tungar o erário público municipal: o prazo para parcelar ou reparcelar débitos como IPTU, vai até o próximo dia 20, sexta-feira. Quem ainda não se beneficiou de mais um Refis deve fazê-lo com rapidez. Aos bons pagadores, o carnê 2014 do IPTU chega em janeiro.

PASSOU

O Orçamento 2014 da Prefeitura foi aprovado na sessão de terça-feira, 10, com apenas uma emenda, do presidente da Câmara, Essio Minozzi Júnior, que incluiu no texto original a questão sobre aumento real de salários aos funcionários municipais. O Orçamento do ano que vem prevê receitas e despesas de R$ 186 milhões, mas a expectativa é que em dezembro chegue a R$ 210 milhões.

DESPEDIDA

A última sessão ordinária do ano, na terça-feira, foi morna. Nada de eloqüentes discursos, acaloradas discussões, arroubos democráticos ou desejos natalinos confessos. Poucos se atreveram a usar o parlatório e de lá disparar mensagens natalinas. A despedida foi branda, quase sonolenta.

CÃES & FLANELINHAS

Não bastassem os moradores de rua, que transformaram alguns pontos da cidade em moradia, sem pagar IPTU e outros tributos, agora a cidade também experimenta uma verdadeira invasão de cães, muitos dos quais já atacaram pessoas no Largo do Rosário, e flanelinhas, cujo contingente sobe em velocidade espantosa, sempre prontos a ‘cuidar’ com zelo dos automóveis que estacionam em toda a área central. Até quando a população terá que conviver com isso?

VAI SUBIR

Nem mesmo 2014 sendo um ano eleitoral vai conseguir brecar aumentos nos combustíveis. Segundo a Petrobras, o reajuste da semana retrasada ainda não foi suficiente para cobrir a defasagem em relação ao mercado internacional. O que o governo não pode prever, é se a equação aumento da gasolina + eleição, vai ou não prejudicar a candidatura Dilma.

REPROVADOS

Nada menos que 270 cursos de graduação em todo o país não poderão realizar vestibulares para o ano que vem, depois de obterem conceitos insatisfatórios na avaliação do MEC, por duas vezes consecutivas. No total, 44.069 vagas deixarão de ser ofertadas em 2014 no ensino superior. Dos cursos oferecidos na cidade e região, nenhum foi reprovado.

MÍNIMO

O salário mínimo deveria ter sido de R$ 2.761,58 em novembro, ou seja, 4,07 vezes o mínimo oficial em vigor, de R$ 678, conforme cálculos do Dieese, que levam em conta o custo apurado para a cesta básica mais cara no período e o preceito constitucional que estabelece que o salário mínimo deve suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. Em outubro, o mínimo necessário era ligeiramente menor e equivalia a R$ 2.729,24.

FRASE

“As oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu!” (William Shakespeare, escritor e dramaturgo inglês)

www.correiojuquery.com.br

3

POLÍTICA Câmara empurra decisão sobre contas de Aiacyda para o ano quer vem Claudio Cipriani Da Redação

A CÂMARA de Mairiporã empurrou a votação das contas de 2011 do ex-prefeito Antônio Aaicyda (PSDB) para o ano que vem. O relatório final, que foi aprovado pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), apontou uma série irregularidades que serão analisadas em forma de apartados, e que não foi incluído na ordem do dia da sessão ordinária do dia 3, penúltima do ano. A expectativa era de que as contas fossem votadas ainda

neste ano. Embora existam negativas, houve manobras regimentais para que a avaliação fosse transferida para 2014. A maioria dos vereadores, temerosa de que pudesse a matéria ser votada, criou um bloco parlamentar, formado pelos vereadores Marcinho da Serra e Osvaldo Loureiro Filho (PSD), Nil Dantas, Valdeci América e Marcos do Táxi (PV) e Alexandre Boava (PPS), que se fosse necessário pediria o adiamento. Mas não foi preciso, pois antes da sessão começar 9 assinaturas constavam de um requerimento

com o pedido de adiamento da discussão e votação da matéria por até três sessões. Derrota - Analistas políticos da cidade classificaram a manobra como uma derrota do ex-prefeito, que precisa de pelo menos 5 votos para manter o parecer do Tribunal. “A chance foi perdida e dificilmente quem não assinou o requerimento deixará de fazê-lo no ano que vem”, assinalou um dos analistas. Entre os situacionistas, a saída foi não confiar nos 9 votos necessários, limite considerado perigoso. Mas todos negam qualquer interferência do Paço ou orientação do

Orçamento Municipal para 2014 é aprovado com emenda sobre salário do funcionalismo Wagner Azevedo Da Reportagem A PREVISÃO orçamentária para o próximo ano é R$ 10 milhões superior a deste ano. O projeto da LOA (Lei Orçamentária Municipal) para 2014 foi discutido e votado na última sessão ordinária deste ano, na terça-feira, 10, e aprovado por unanimidade, com a inclusão de apenas uma emenda, de autoria do presidente da Casa, Essio Minozzi Júnior, que trata da concessão de aumento real de salários ao funcionalismo público municipal. Com receitas e despesas estimadas em R$ 186 milhões, o texto aprovado para o próximo exercício financeiro permite ao Executivo um remanejamento de recursos (sem necessidade de autorização legislativa) de até 30%. A estimativa de valores do orçamento é crescente nos últimos anos: R$ 149 milhões em 2012 e R$ 175 milhões este ano. A expectativa da Prefeitura é que o IPTU premiado e o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) possibilitem um crescimento de até 4% nos índices de arrecadação. A maior fatia dos recursos é oriunda dos governos estadual e federal.

CORREIO JUQUERY .COM.BR

prefeito no episódio. As contas do ex-prefeito Aiacyda tiveram parecer favorável do Tribunal de Contas nas questões ligadas à Saúde, Educação e Precatórios. Contratos com empreiteiras (mais de uma dezena), no entanto, foram considerados irregulares, muitos deles com nuances de ilegalidade. Com o encerramento do ano Legislativo, na terça-feira, 10, os vereadores só voltam a se reunir ordinariamente no dia 4 de fevereiro, quando as contas do ex-prefeito poderão ou não estar inclusas na pauta. J. L. Gonçalves

ORÇAMENTO MAIRIPORÃ

Por Unidade Orçamentária – 2014 (em R$)

Órgãos Câmara Municipal

7.576.500,00

Gabinete do Prefeito

1.293.760,00

Secretaria de Governo

7.412.000,00

Secretaria Assuntos Jurídicos

9.550.000,00

Secretaria da Fazenda

4.509.000,00

Secretaria da Educação

57.287.140,00

Secretaria da Saúde

37.618.100,00

Secretaria Assistência Social

4.137.000,00

Secretaria Obras, Serviços e Habitação

21.666.000,00

Secretaria Meio Ambiente e Turismo

1.216.500,00

Encargos gerais do município

11.367.000,00

Instituto de Previdência Municipal

22.567.000,00

Total

186.200.000,00

Essio Minozzi Júnior teve aprovada emenda em favor do funcionalismo municipal

IPTU terá reajuste de 5,61% em 2014 Juarez César Da Reportagem O REAJUSTE do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), principal tributo de arrecadação direta da Prefeitura, para o ano de 2014, será de 5,61%, segundo informações da Secretaria Municipal da Fazenda. O percentual foi atualizado com base no valor da variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A distribuição dos mais de 50 mil carnês deverá ter início na segunda quinzena de janeiro.

Os contribuintes poderão pagar em até 10 vezes o imposto de 2014. O pagamento (único ou primeira parcela) está previsto para o mês de março. Quem fizer a opção por quitar à vista, terá um desconto de 10%, que não será aplicado no caso do parcelamento. A estimativa para todo o próximo ano é que o IPTU gere receita de até R$ 26 milhões, do total de R$ 186 milhões previstos no Orçamento. Esse valor pode crescer através do Refis, proposto mês passado pelo Executivo na tentativa de receber impostos atrasados. Segundo o IBGE, Mairiporã tem

cerca de 25 mil imóveis. PGV - Reportagem recente publicada pelo Correio, assinala que a Prefeitura não dispõe de outros instrumentos para aplicar aumento real no valor venal dos imóveis em Mairiporã, com destaque para a Planta Genérica de Valores (PGV), que remonta os anos 1990. A PGV é uma tabela que fixa o valor venal do metro quadrado dos imóveis nas regiões da cidade, conforme determina a Lei Orgânica do Município. Nos últimos anos o IPTU não teve aumento, apenas reajustes com base na inflação.

Vereadores encerram Arrecadação da Prefeitura com impostos tem crescimento ano legislativo com recorde de indicações nominal de 5,46% até novembro Wagner Azevedo Da Redação A CÂMARA de Mairiporã encerrou as atividades parlamentares na noite de terça-feira, com a última sessão ordinária do ano. E registrou um recorde: o maior número de indicações apresentadas, superior até mesmo no período em que a Casa de Leis contava com 15 parlamentares. Ao longo do primeiro ano de gestão foram apresentadas 1.283 indicações (proposituras que solicitam obras e serviços encaminhadas ao Poder Executivo); 148 projetos de lei e 20 de leis complementares, dos quais 88 viraram lei; 39 emendas a projetos de lei, 30 atos legislativos e 43 moções endereçadas a pessoas e instituições. De acordo com informações da Coordenadoria de Comunicação da Câmara, em 2013 foram realizadas 11 audiências públicas que contemplaram os mais diversos setores da administração pública municipal: saúde, habitação, água e saneamento básico, segurança, educação, com ampla discussão de propostas importantes para a governabilidade do município, casos do Plano Plurianual (PPA), Lei Orçamentária Anual (LOA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), Plano de Resíduos Sólidos (PRS), dentre outros. O presidente Essio Minozzi Júnior afirmou, durante a última sessão, na terça-feira, 10, que o saldo foi positivo, com discussões e votações de projetos de autoria do Executivo, projetos de resolução que modificaram o Regimento Interno da Câmara, a instalação de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito), trabalhos em benefício da população. Mídia - Durante o primeiro ano da atual presidência a mídia legislativa teve destaque, com a criação da imprensa oficial (Jornal Câmara Mairiporã e Você), em que são publicados os atos oficiais e os trabalhos desenvolvidos pelos vereadores; a TV Câmara, que desde 2009 transmite ao vivo as sessões ordinárias das terças-feiras, que passou a exibir um compacto dos trabalhos através da ‘Vídeo Câmara’; reformulação do site oficial, com um maior número de informações e atualização das leis, que podem ser acessadas pelos cidadãos, e a inclusão do portal da transparência, mais a instalação da Ouvidoria, um canal aberto aos reclamos da população. “Foi um ano de grandes mudanças, com ênfase para aquelas inseridas no Regimento Interno da Casa, que nos permitiu tornar as sessões mais ágeis e interessantes para quem assiste. Tivemos um excelente relacionamento com o Poder Executivo e aprovamos tudo aquilo que resulta em benefício para toda a comunidade mairiporanense”, assinalou o presidente Essio Minozzi Júnior.

Juarez César Da Reportagem A ARRECADAÇÃO de impostos pela Prefeitura de Mairiporã teve um crescimento nominal (sem descontar a inflação) de 5,46% no período de janeiro a novembro deste ano. Só em novembro houve elevação da ordem de 23,54% em relação ao mesmo período de 2012, e a diferença entre o que estava programado (R$ 29,1 milhões) e o que foi arrecadado (R$ 30,7 milhões) foi de R$ 1,67 milhão a mais nos cofres do município. O resultado expressivo de novembro, contudo, deve-se ao número apresentado no ano passado, quando houve variação negativa em comparação ao mesmo mês em 2011. No total, a cidade arrecadou pouco mais de R$ 30 milhões. Descontada a inflação de 5,61%, no entanto, houve queda de 0,35% em relação somente ao mês de novembro. A expectativa para 2014, embora positiva, é de apenas 0,26% em termos reais. De acordo com a secretária da Fazenda, Silvana Francinete da Silva, tudo indica que a meta de dotação orçamentária de 2013 será atingida. Segundo disse, já tem mais de 94% do total do orçamento cumprido até novembro. O principal responsável pela alta na arrecadação municipal foi o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que é repassado pelo governo do Estado de São Paulo e tem quase 20% de participação na receita total. Até o momento, a cidade recebeu quase R$ 23 milhões em repasses do ICMS. Segundo Silvana, para o próximo ano a expectativa é de que a receita municipal cresça menos. Um dos motivos, afirma a secretária, é a queda na arrecadação do ICMS, que se dará em virtude do fim do financiamento desse imposto, efetivada pela esfera estadual. Outro problema, de acordo com ela, deve-se à atual conjuntura nacional. “Acreditamos que o ano que vem não será tão otimista, porque o PIB (Produto Interno Bruto) deve ter crescimento menor que o deste ano”, explica. No entanto, segundo

Divulgação

Silvana Francinete da Silva diz que a meta prevista para 2013 será atingida ela, a cidade está em um momento propício, com a atração de novas empresas e, conseqüentemente, o aumento na arrecadação. Gastos - De acordo com a secretária da Fazenda, mesmo com o crescimento na arrecadação, a Prefeitura está empenhada com a efetividade do gasto público. A iniciativa tem feito com que ocorra uma economia em torno de 5% para os cofres do município. “Não é apenas a redução do gasto, mas a melhoria nos serviços”, conta. Silvana explica que existe uma diferença entre a eficácia e a eficiência de um serviço. “Não basta você contratar a empresa de coleta de lixo, por exemplo, e ela fazer a coleta e você fazer o pagamento. Isso é eficácia: a Prefeitura pagou e a empresa recebeu. Agora, (é preciso perguntar se) a rua está limpa. É outro indicador. E isso é efetividade», diz. Segundo ela, a preocupação atual é fazer com que todo o gasto público seja efetivo e atinja seu objetivo.


4

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013

Marcinho da Serra cobra ministro sobre liberação de uma UPA para Mairiporã Ricardo Honorio

Da Redação

O VEREADOR Marcinho da Serra (PSD) representou o prefeito Marcio Pampuri no dia 30 de novembro último, na solenidade de inauguração de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade de Franco da Rocha, que contou com a presença do ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Ao final do evento, Marcionho e seu colega Valdeci América conversaram por cinco minutos

com o ministro, e cobraram dele a liberação de uma UPA para Mairiporã, cujo pedido foi feito meses atrás, durante visita do prefeito Pampuri ao ministério, em Brasília. Marcinho e Valdeci enfatizaram que a UPA iria melhorar o atendimento oferecido hoje à população carente, principalmente nos casos mais urgentes, já que a unidade possui toda a infra-estrutura de um Pronto Socorro e seu funcionamento é de 24 horas.

Valdeci América, Marcinho da Serra e o ministro Alexandre Padilha, durante solenidade em Franco

Projeto de Rafael Tadeu institui a LEITURA Semana do Servidor Público Municipal DINÂMICA

Saia do “enrolation”!

aprenda inglês

Da Redação

naturalmente, aulas práticas e dinâmicas

96739.6170

Pavimentação asfáltica para ruas do Jardim Odorico é pedida por Marcos do Táxi

PROJETO de lei de autoria do vereador Rafael Tadeu (PSDB), que institui no município a “Semana do Servidor Público”, foi aprovado na sessão legislativa de encerramento do ano, na terça-feira, 10. O texto do projeto detalha uma série de benefícios que o funcionalismo terá com a comemoração da semana, através de iniciativas conjuntas e programação elaborada com o Executivo. Três ofícios endereçados ao prefeito pedem a realização de serviços que beneficiam bairros da periferia. No primeiro, serviços de capina e limpeza nas ruas Peru (Jardim Tercasa) e

Correio Imagem

Vermelho e Garoupa (Parque Lagoa do Barreiro); em outro, a implantação de um redutor de velocidade na estrada da Concremix, bairro São Vicente, proximidades da escola Ramira Félix da Silva, unidade escolar que também deve ter reformado seu parque infantil, além da instalação de placas indicando ser o local uma área escolar. Através de indicações, solicitou pavimentação asfáltica ou de concreto nas ruas Yuriko

FACULDADES - Nenhum curso superior ministrado por faculdades da região (Mairiporã, Caieiras, Guarulhos, Atibaia e Bragança Paulista) aparece na lista de suspensos do MEC (Ministério da Educação) e que impede as instituições de realizar vestibulares. Sinal de que as faculdades e os cursos que atendem alunos de Mairiporã e cidades vizinhas têm preocupação com a qualidade do ensino e com o futuro dos estudantes. A maioria dos universitários locais estuda nas seguintes instituições da região: Imensu (Instituto Mairiporã de Ensino Superior), Faat (Faculdades Atibaia), USF (Universidade São Francisco, Bragança Paulista), UnG (Universidade Guarulhos) e FIG (Faculdades Integradas Guarulhos).

Yokomizo (Jardim Nippon) e Canadá e Peru (Jardim Tercasa), todas em Terra Preta, e a instalação de luminárias na estrada do Rio Acima, entre a Vila Davi e a Vila São José.

Correio Imagem

Da Redação

Ricardo Vieira auxilia na recuperação de área desmatada na Caceia

TRÊS ruas localizadas no Jardim Odorico, bairro próximo ao futuro complexo da Saúde do município, ainda não contam com pavimentação asfáltica. O vereador Marcos do Táxi (PV), na terça-feira, durante sessão ordinária, pediu que a Prefeitura leve o asfalto as ruas 1º de Maio, 25 de Dezembro e São Judas Tadeu, melhorando assim o tráfego de veículos e a circulação de pedestres. O vereador cobrou ainda que o departamento municipal competente realize vistoria na vazão dos tubos do córrego no Parque Residencial Reserva da Serra, que com freqüência transborda e inunda as residências, causando transtornos aos moradores. Também indicou a realização de serviços de capina e limpeza na estrada municipal da Capoavinha, pois a vegetação invadiu o leito carroçável.

Divulgação

Da Redação

JUNTAMENTE com moradores do bairro, o vereador Ricardo Vieira esteve na Caceia na última semana, para recuperar área desmatada. Atendendo aos pedidos formulados nas últimas semanas, o vereador conseguiu mudas para reflorestar área danificada, e para tanto contou com a ajuda da Secretaria Municipal do Meio Ambiente que forneceu 60 mudas de árvores nativas. Ricardo Vieira elogiou a iniciativa dos moradores e se disse sempre pronto a ajudar quando o assunto é a preservação do patrimônio natural. Agradeceu a ajuda da Secretaria do Meio Ambiente e o empenho de todos. O vereador fez questão de nominar os moradores que lutaram pela área: Ricardo Ribeiro ,Hélhen Caroline ,Felipe Miranda, Adrissa Ribeiro , Natalino Miranda , Elton Miranda, Eliana Ribeiro, Célio Jose dos Santos , Magno Miranda , Lucas Henrique, Kaique Silva e Miguel Lima.

Criação do Conselho Municipal da Cultura foi indicação do vereador Nil Vereador Professor Edio pede pintura de faixa na estrada do Rio Acima D R Correio Imagem

a

edação

OS VEREADORES aprovaram na sessão do dia 10 último, projeto de lei de autoria do prefeito, que cria o Conselho Municipal da Cultura. A nova lei, no entanto, foi objeto de indicação do vereador Nil Dantas (PV), ao chefe do Executivo, em 27 de fevereiro deste ano (nº 118), em que pedia a criação do Conselho, como forma de sistematizar a exigência para adesão do município ao Plano Nacional de Cultura. Segundo justificativa do vereador, naquela oportunidade, só através do Conselho seria possível receber recursos dos fundos nacional e estadual de Cultura, para ações que beneficiem a população. “Fiquei contente com a aprovação do projeto e cumprimento o prefeito pela iniciativa, que será benéfica para o desenvolvimento cultural da cidade”, disse o vereador.

ALUGA-SE Sobrado com 2 quartos + suíte, banheiro, sala ampla com wc, cozinha com copa, lavanderia, quintal e garagem para dois carros, para moradia ou comercial, R$1300,00 + IPTU. Interessados ligar para 996409531 (Priscila) ou 998653998 (Marcelo). Endereço Rua Fernão Lopes nº 120, JD Oliveira, próximo a APAE em frente a Sabesp.

Correio Imagem

Da Redação

NA ÚLTIMA sessão legislativa de 2013 o vereador professor Edio (PRB) apresentou três indicações, voltadas para a melhoria no atendimento à população. Pediu que a Prefeitura interceda junto ao DER, no sentido de se providenciar a pintura da faixa central que divide as pistas da Estrada do Rio Acima (SP 08), no trecho compreendido entre a Vila da Sabesp e a estrada que dá acesso ao Jardim Cinco Lagos. No local, segundo Edio, a faixa existente está desgastada, o que leva os veículos a invadirem a pista em sentido contrário, o que

CORREIO JUQUERY .COM.BR

O site mais lido da cidade

pode ocasionar acidentes. Em outra indicação solicitou do prefeito que determine ao Departamento de Trânsito colocar uma placa indicativa de existência de faixa de pedestre defronte ao Supermercado Ipanema, na avenida Pietro Petri, em Terra Preta. No local existe a faixa, porém a falta de uma placa indicativa não oferece condições de visibilidade da sinalização aos motoristas. O vereador também indicou a necessidade de limpeza e roçada de áreas próximas à ETEC e à Escola Nakamura Kikue Aiacyda, ambas no Jardim São Francisco I, em Terra Preta.

20 mil acessos / mês

ADMITE-SE MANICURE COM EXPERIÊNCIA

4604.2140 - 4419.6598

140 VAGAS - A Polícia Técnico-Científica abriu concurso para preencher 140 vagas de médico legista em todo o Estado de São Paulo. As inscrições podem ser feitas a partir de 24 de fevereiro do ano que vem, até 26 de março, pelo site da Vunesp. A taxa é de 63,92. O salário inicial para o cargo de médico legista de 3ª classe é de R$ 7.516,02, correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial (RETP). A maior parte das vagas será destinada à Capital e à Grande São Paulo (61 vagas). BOLSA-FAMÍLIA - O prazo para atualização dos dados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal vai até hoje, 13, para as famílias cadastradas. Quem não atender à convocação pode ficar sem receber o benefício a partir de janeiro de 2014. Deve se cadastrar novamente quem está há mais de dois anos sem atualizar as informações como mudança em relação aos dados pessoais e à situação familiar, como, por exemplo, alteração de endereço, nascimento de filho, casamento, viuvez, entre outros. SERVIÇOS - Até abril de 2014 estará concluída a parceria dos Correios com a empresa Valid, que vai criar uma empresa prestadora de serviços como certificação digital, impressão descentralizada e emissão eletrônica de documentos. Com a parceria, os clientes poderão receber, por exemplo, extratos bancários ou contas telefônicas por e-mail. A idéia é que no futuro, quem quiser poderá  receber a maioria das correspondências de forma eletrônica. MAIS CAROS - A adoção obrigatória de itens de segurança em todos os carros de passeio e comerciais leves produzidos no Brasil, vai trazer aumentos de até 9,6% no preço dos carros populares a partir de janeiro. A conta leva em consideração o novo IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), mais alto, e a instalação obrigatória de airbags e de freio ABS, que ainda não são de série nos carros mais baratos.

MAREA SX

2001/2002 Ótimo estado mecânica / funilaria

44845531 999347483 R$ 7.800,00


Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013

www.correiojuquery.com.br

LOCAL

5

Lojistas esperam boas vendas com horário ampliado de atendimento M. Borges

Da Reportagem COM horário ampliado desde a última semana, com expediente até as 22 horas, comerciantes da cidade, cujas lojas e supermercados estenderam o atendimento até aos domingos, têm expectativas de crescimento nas vendas deste final de ano entre 5% e 7% em comparação ao mesmo período do ano passado. Essa também é a visão da ACE (Associação Comercial e Empresarial de Mairiporã). Gerentes de lojas de eletrodomésticos, eletrônicos, roupas e calçados, brinquedos e móveis que conversaram com a reportagem, avaliam que as vendas começaram a subir logo na primeira semana de dezembro, e alguns falam em crescimento de até 18%. Muitas lojas

Supermercados esperam crescimento acima de 8% nas vendas de produtos natalinos

ainda estão contratando mão de obra temporária, apostando no cenário positivo do consumo de forma geral. Na avaliação do presidente da ACE, Rodrigo Barreta, boa parcela da população gosta de deixar as compras para a última hora. “Tornou-se um hábito: o consumidor enfrenta filas e calor nos dias 22, 23 e 24 para não deixar ninguém sem presente”, assinala Rodrigo, que diz ainda que o fluxo grande de clientes compensa o horário extra de funcionamento do comércio. Com o crescimento do setor comercial por toda a cidade, com recentes inaugurações de lojas, outra expectativa dos comerciantes é a de que se amplie o número de consumidores que façam a opção por efetuar suas compras de final de ano em Mairiporã.

Horário de verão e calor PEC propõe regulamentar a ajudam as vendas em alguns carreira de agentes de trânsito setores da economia Da Reportagem

Lúcia Helena Da Reportagem DOIS dos mais importantes setores da economia local, Comércio e Serviços, passaram a registrar movimento maior neste época do ano. Tudo por conta dos dias mais longos (horário de verão) e do calor, que este ano demoraram um pouco a chegar, mas que têm levado muita gente para a rua em busca de atividades físicas e de lazer. Academias de ginástica e musculação, agências de turismo, clubes, bares, sorveterias, lanchonetes, restaurantes, padarias, lojas de artigos esportivos e para piscinas são os locais preferidos. Happy-hour - O horário de verão e o calor são propícios ao happy-hour, denominação em inglês para um costume bem brasileiro,

o de emendar para um encontro com amigos num bar ou choperia, o final do expediente. Em tempos de lei seca para motoristas, é preciso tomar alguns cuidados, como convidar um amigo que não beba para dirigir. Este ano, o frio demorou mais e só em outubro, com a chegada do calor, o horário do happy-hour normalmente das 17h às 20h - viu crescer o movimento. Segundo os comerciantes, a freqüência nesse horário aumentou em torno de 15%, e fica maior em dias mais quentes. Os pedidos são geralmente por porções, sucos, refrigerantes e cervejas. Piscinas - Também desde outubro aumentou a procura por manutenção de piscinas e até de interessados em construir uma no quintal ou chácara, já prevendo o longo verão. Nas lojas especia-

lizadas, o movimento aumentou consideravelmente, devido à preocupação de quem tem piscina e prepará-la para o uso da família ou amigos. Nos clubes a movimentação também é grande, especialmente nos finais de semana. O Esporte Clube Mairiporã e o Clube de Campo, que possuem um complexo de piscinas, dizem estar preparados para receber volume maior de associados e visitantes. Outro item que registra crescimento nesta época do ano é a água. Lojas que vendem o produto em garrafões de 20 litros ou mesmo supermercados e padarias com embalagens de tamanhos variados, aumentaram seus estoques para atender o público. O mesmo vale para as sorveterias, sempre cheias.

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) de número 55, que tramita desde 2011 no Congresso Nacional, prevê disciplinar a carreira dos agentes públicos responsáveis pelo policiamento de trânsito em âmbito municipal. Segundo o texto, a alteração constitucional é exigida para promover melhorias na segurança da população e nas fiscalizações do trânsito nas cidades. A categoria reúne 25 mil profissionais no país. Representantes dos agentes de vários municípios estiveram em Brasília, no último dia 4, e reivindicaram a votação e aprovação da PEC, mas ficou claro que a categoria deseja alterar o

caráter da profissão, que hoje é mais fiscalizador do que educador. A inversão dessa lógica deve fazer parte do texto final. De acordo com deputados, a proposta que regulamenta a profissão tem apoio quase que unânime na Câmara e não causa impactos financeiros. A proposta de um piso remuneratório para a categoria foi retirado, para garantir a aprovação, que ainda não tem data para acontecer. Mairiporã - Ouvidos pela reportagem, diferentes segmentos da sociedade mairiporanense e também alguns agentes, gostaram da notícia, pois ela beneficiaria a categoria, que por falta de orientação ou por imposição da chefia, fizeram opção pela multa ao invés da educação.


6

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013

GERAL Assistência Social reuniu integrantes do Creas em festa de confraternização

R$ 33 MILHÕES Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 1.555 da Mega-Sena, realizado anteontem, e o prêmio acumulou em R$ 33 milhões para o sorteio de amanhã. Os números sorteados foram: 02 - 05 - 23 - 33 - 52 - 59. Ao todo 167 apostas fizeram a quina (R$ 16.791,74 cada) e outras 13.033 a quadra (R$ 307,37 cada).

Divulgação

Da Redação

EM SOLENIDADE no dia 4 último, no espaço das Obras Sociais de São José, a Secretaria Municipal de Assistência Social realizou festa confraternização entre crianças, adolescentes e pais atendidos pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), com a presença de Lucia Naf, secretária municipal de Assistência Social, Dalva Morgado Carlos (presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente - CMDCA), Leila Khairalla (diretora técnica), Simone Correia da Costa (coordenadora do Creas) e toda sua equipe. O encontro foi marcado por atividades especialmente destinadas às crianças, adolescentes e pais, além da entrega de presentes, um vídeo sobre superação e o show da cantora local Camila Jacob, que interpretou canções da MPB. O objetivo do encontro,

TEMPO HOJE Nublado pela manhã, com possibilidade de garoa. Tarde de sol com diminuição de nuvens. Noite com muita nebulosidade. Mínima de 16°C e máxima de 24°C. AMANHÃ Sol com muitas nuvens de manhã e pancadas de chuva à tarde. À noite a chuva pára. Temperaturas em elevação. Mínima de 17°C e máxima de 25°C. DOMINGO O dia começa com muito Sol e aumento de nuvens. Pancadas de chuva à tarde e também à noite. Temperaturas seguem subindo. Mínima de 17°C e máxima de 26°C. SEGUNDA A semana começa com dia chuvoso, que vai se estender pela tarde e também durante a noite. Mínima se mantém em 17°C, mas a máxima sofre queda: 22°C.

Crianças, adolescentes e familiares durante festa de confraternização no dia 4 último segundo Lúcia Naf, foi o de proporcionar momentos de alegria e descontração, pois as famílias chegam ao Creas fragilizadas, discriminadas e com baixa Correio Imagem

OBITUÁRIO 11/12- Amerópolis Baldi Rodrigues, aos 90 anos, viúva, deixa os filhos Osvaldo, Angélica, Áurea, Elenira, Glória e Ana Clara. Sepultada no Cemitério Jardim da Serra. 9/12- Maria José Barbosa, aos 82 anos, viúva, deixa os filhos Cláudio, João Antônio, Ari, Belmira, Dulce e Selma. Sepultada no Cemitério da Saudade. 6/12- José Moura Neto, aos 59 anos, casado com Maria Zélia Aguiar Moura, deixa os filhos Juliana e Junior. Sepultado no Cemitério Terra Preta. 6/12- Sebastião Vitório, aos 91 anos, viúvo, deixa os filhos Maria, Odete, Donizeti, Osmar e Valdemar. Sepultado no Cemitério Terra Preta. 5/12- Luiz Felipe Santos de Jesus, de apenas 3 anos de idade. Sepultado no Cemitério Terra Preta. 4/12- Antônio Aparecido de Souza, aos 43 anos, solteiro, não deixa filhos. Sepultado no Cemitério Terra Preta.

Complexo do Juqueri será recuperado pelo Governo do Estado Da Redação

06:00 06:30 06:50 07:00 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:30 12:15 13:00 14:00 15:00 16:00 16:30 17:00 17:15 17:30 17:45 18:00 18:15

18:30 18:45 19:00 19:20 19:40 20:00 20:30 21:00 21:30 22:00 22:40 22:55 23:00 23:05 23:15 23:59

05:00 05:30 06:00 06:30 07:00 07:40 08:00 08:45 09:45 12:45 14:15 16:45 18:15 22:00

06:30 07:10 07:30 08:30 09:00 09:30 10:00 10:45 13:45 15:30 17:45 19:30 23:00

04:30 05:10 05:30 05:45 06:00 06:15 06:30 06:45 06:50 07:00 07:15 07:45 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00 13:30

14:00 14:30 14:45 15:30 15:00 15:15 16:00 16:15 16:30 16:45 17:00 17:30 18:00 18:30 19:30 20:30 21:30

07:40 08:40 09:20 10:00 05:30 06:15 06:40 07:00 07:20 08:00 08:20 09:00 09:40 10:20 10:40 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00 13:30 14:00 14:30 15:00

6:45 17:00 17:15 17:30 17:45 18:00 18:20 18:40 19:00 19:30 20:15 21:00 22:00 22:20 23:00

EM REPORTAGEM do jornal O Estado de S. Paulo, edição de domingo, 8, foi anunciada a reforma e restauração do mais antigo hospital psiquiátrico em atividade no país, o Complexo Hospitalar do Juqueri, na cidade de Franco da Rocha. Orçados em R$ 41 milhões, os trabalhos devem começar no primeiro semestre do ano que vem e levar dois para a conclusão. De acordo com a notícia, deverão ser recuperados 20 dos 30 edifícios que integram o complexo, justamente os mais antigos, três deles assinados pelo arquiteto Francisco de Paula Ramos de Azevedo, erguidos entre 1902 e 1905.

O Juqueri começou a ser construído em 1895 e foi inaugurado três anos depois, com 80 pacientes. O médico psiquiatra Francisco Franco da Rocha foi quem convenceu o governo do Estado a comprar terras, que até então faziam parte do município de Mairiporã, para construir a colônia. O município de Franco da Rocha se formou muito tempo depois, separando-se do território mairiporanense, do qual também fazia parte a hoje cidade de Caieiras. A importância histórica arquitetônica acabou reconhecida em 2011, quando o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat), órgão estadual, tombou o complexo.

Ato solene comemora 15 anos do Conseg Da Redação

05:00 06:00 07:00 08:00 09:00 10:00 11:00 11:30 12:00 13:00 13:30

14:00 15:00 15:30 16:00 17:15 19:00 20:00 21:00 22:00 23:00

05:00 07:00 09:00 11:00 13:00 15:00 17:00 19:00 20:00 21:30 23:00

06:00 06:45 07:00 07:45 08:00 08:45 09:00 09:45 10:00 10:45 11:00 11:45 12:00 12:30 13:00 13:45 14:00 14:30 15:00

15:45 16:00 16:30 17:00 17:45 18:30 19:15 20:00 21:00 22:00 23:00 23:59

05:30 06:30 07:30 08:30 09:30 10:30 12:30 14:30 16:30 18:00

06:30 07:30 08:30 09:30 10:30 11:30 13:30 15:30 17:30 19:00

06:00 07:15 08:00 09:15 10:00 11:15 12:00 13:15 14:00 15:15 16:00

17:15 18:00 19:15 20:00 21:00 22:30 23:59

06:00 08:00 10:00 12:00 14:00 16:00 18:00

07:00 09:00 11:00 13:00 15:00 17:00 19:00

04:30 05:30 06:00 06:15 06:30 07:00 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30

04:45 05:30 06:00 06:15 06:30 07:00 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30

13:00 13:30 14:00 14:30 15:00 15:30 16:00 16:30 17:00 18:00 18:30 19:30 20:30 21:30

13:00 13:30 14:00 14:30 15:00 15:30 16:00 16:30 17:00 17:30 18:00 18:30 19:00 19:30 20:30 21:30

06:00 06:40 07:10 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00 13:30 14:00

14:30 15:00 15:30 16:00 16:30 17:00 17:30 18:00 18:30 19:00 19:30 20:15 21:00 22:00 23:00

06:00 06:40 07:10 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00 13:30 14:00

14:30 15:00 15:30 16:00 16:30 17:00 17:30 18:00 18:30 19:00 19:30 20:00 20:30 21:00 22:00 23:00

CRIADO em 1998 para funcionar como linha auxiliar da sociedade mairiporanense nas demandas sobre segurança, o Conseg comemora 15 anos de atividades ininterruptas na cidade. Ato solene marcou a data festiva, realizdo nas Obras Sociais São José. Ao longo de uma década e meia o Conseg Mairiporã se destacou pela forma de atuação, tendo recebido inúmeros prêmios, dentre eles, por três vezes, o ‘Franco Monto de Participação Comunitária’, além de homenagem através da Assembléia Legislativa do Estado. História - Durante os 15 anos de atividades, o Conseg Mairiporã teve como presidentes Anibale Troppi Somma (1198/2000), Marcos Rodrigues Carvalho (2000/2002), Marcos Rezende de Almeida (2002/2003), Cleriston Pereira do Valle (2003/2007), Rogério Felippe (2007/2009) e Enésio Lopes Cerqueira, desde 2009, agora em seu terceiro mandato consecutivo. São membros natos do Conseg o comandante da 2ª Cia. da Polícia Militar e o delegado de polícia civil. Nos últimos anos o Conseg criou mais três Núcleos de Ação Local, na Serra da Cantareira, no distrito de Terra Preta e na região do Rio Acima. Autoridades, políticos e lideranças do município participaram do ato festivo.

oferecer essa confraternização de encerramento do ano, que resultou em sucesso diante da participação efetiva de todos às propostas do encontro.

Projetos sociais de Mairiporã recebem R$ 50 mil do Governo do Estado Da Redação

Vinte, de um total de 30 edifícios, vão ser recuperados e restaurados no Complexo

04:50 05:15 05:45 06:00 06:15 06:40 06:50 07:20 08:20 09:15 10:30 11:15 12:00 13:30 15:00 15:45 16:15 17:30 19:00 19:30 20:00 21:00 21:30 23:00

auto-estima por algum tipo de violação de direitos. Ainda de acordo com Lucia Naf, a Secretaria de Assistência Social fez questão de

RECURSOS da ordem de R$ 50 mil, destinados à aquisição de um veículo Kombi para atender a Secretaria de Assistência Social de Mairiporã, estão inclusos na liberação de mais de R$ 1,5 milhão, através de convênio assinado entre o governador Geraldo Alckmin e o prefeito Márcio Pampuri na semana passada. Na cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, esteve a secretária municipal Lúcia Naf, que solicitou o recurso ao deputado André do Prado (PR). O veículo será destinado ao Abrigo Municipal Abrindo Caminhos (Abrican), que atende crianças de 0 a 17 anos. Segundo Lúcia Naf, o fortalecimento de projetos ligados à

assistência social permite que o município desenvolva trabalhos junto à população considerada em situação de vulnerabilidade. “Estamos agradecidos pelo empenho do deputado André do Prado, que muito tem nos ajudado e a atenção especial que o prefeito dr. Márcio Pampuri tem dado à nossa pasta”, assinalou a secretária. O deputado André do Prado reafirmou o compromisso de ajudar o município na realização de programas nas áreas de assistência social, para que haja continuidade na oferta de programas sociais com qualidade e eficácia. Anteriormente, o parlamentar já havia conseguido a liberação de R$ 30 mil para o Centro de Convivência Reacender da Terceira Idade. Ricardo Honorio

Deputado André do Prado, prefeito Márcio Pampuri e a secretária Lúcia Naf, durante solenidade no Palácio dos Bandeirantes


Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013

www.correiojuquery.com.br

7


8

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013


Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013

www.correiojuquery.com.br

9


10

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013


Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013

www.correiojuquery.com.br

11


12

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 13 de dezembro de 2013

LAZER

SABOR SUGESTÕES PARA A CEIA DE NATAL A data mais importante para se reunir a família está próxima. O natal chega em menos de 15 dias e o corre-corre atrás de presentes e dos ingredientes para a ceia especial só faz aumentar. Nesta edição e na próxima, daremos sugestões para um jantar completo, com todos os familiares em torno da mesa.

E

NTRADA

P

RATO

SALADA DE TOMATE, PEPINO E HORTELÃ

Ingredientes: 5 colheres (sopa) de vinagre de vinho tinto; 1 colher (sopa) de açúcar; 1 colher (chá) de sal; 2 pepinos grandes, cortados em rodelas finas; n3 tomates grandes, sem sementes e picados; 2/3 xícara de cebola-roxa média, picada; ½ xícara de hortelã fresca picada; 2 colheres (sopa) de azeite; sal e pimenta-do-reino a gosto. Modo de Preparo: Em uma tigela grande, misture o vinagre, o açúcar e o sal. Acrescente o pepino e deixe-o marinando durante 1 hora, mexendo ocasionalmente. Junto com o pepino coloque o tomate, a cebola, a hortelã e o azeite. Misture a salada delicadamente e tempere-a com sal e pimenta. Serve 6 pessoas.

PRINCIPAL

BACALHAU GRELHADO NA MANTEIGA COM RASPAS DE LIMÃO

S

OBREMESA

CASSATA ITALIANA COM FRUTAS CRISTALIZADAS

Ingredientes: 3/4 xícara (chá) de frutas cristalizadas; 1 xícara (chá) de licor de sua preferência; 2 xícaras (chá) de sorvete sabor de creme; 3 xícaras (chá) de sorvete sabor chocolate e frutas cristalizadas para decorar. Modo de preparo: Em uma tigela, coloque as frutas cristalizadas com o licor e reserve. Forre uma forma para bolo inglês média com filme plástico e cubra o fundo e as laterais com o sorvete de creme. Leve ao congelador por 30 minutos. Escorra as frutas cristalizadas reservadas e misture com o sorvete de chocolate. Retire a forma do congelador e espalhe o sorvete de chocolate por cima. Leve ao congelador por mais 4 horas. Desenforme sobre um prato, retire o filme plástico, decore com frutas cristalizadas e sirva em seguida.

Ingredientes: 2 quilos de bacalhau; 1 limão; ½ xícara de sal grosso; 1 pimenta vermelha com sementes; 3 colheres de sopa de manteiga. Modo de preparo: Jogue as raspas do limão sobre o sal grosso e acrescente a pimenta picada. Moa tudo em um pilão. Reserve. Passe a manteiga no bacalhau e polvilhe por cima a mistura de sal, pimenta e limão. Aqueça a churrasqueira, deixando que fique bem quente. Ponha o peixe com as escamas viradas para baixo. Grelhe o peixe com a tampa aberta por 10 minutos. Tampe a churrasqueira e deixe assar por mais 5 minutos. Se não tiver uma churrasqueira com tampa, asse o peixe no forno por 15 minutos. Depois de assado, leve o peixe para uma travessa e espere 5 minutos antes de servir.

MODA

Com a mesma estampa, textura FILMES NA TV ou cor, conjuntinhos prometem HOJE ser um dos hits do verão

C

om estampas, ou apenas com texturas em opções monocromáticas, os conjuntinhos começaram a aparecer no último inverno e agora prometem ganhar as ruas de verdade, assim como os principais looks noturnos entre as antenadas. Ou seja, o que antes era considerado ‘over’ ou até mesmo fora de moda, agora voltou para o topo da lista de tendências: as peças combinando - na mesma textura, tecido, cor ou estampa. A forma mais atual de usar essas combinações é apostar nas modelagens mais moderninhas, como saia reta + top cropped, saia skater + t-shirt ou calça flare + túnica. Na s o p ç õ e s mo n o cromáticas, a dica é investir principalmente em texturas diferenciadas, como jacquard, rendas, entre outras. Essencial - Para deixar os looks mais interessantes, os acessórios são fundamentais. Braceletes, maxi brincos ou

colares garantem um toque mais sofisticado às produções, especialmente para transformar um look do dia a dia em uma produção rápida para um happy hour ou encontro com os amigos. E fique de olho nas proporções das estampas: as maiores e com mais espaçamento entre os desenhos aumentam a região na qual estão localizadas. Já as versões miúdas e com fundos escuros ajudam a diminuir. Para o trabalho, prefira estampas mais discretas para blazers, calças ou saias lápis e deixe os comprimentos mais curtos para momentos de lazer. Aliás, quando as peças forem mais curtas, especialmente shorts ou saias, invista em modelagens mais larguinhas, para equilibrar as proporções. Top cropped - No caso dos conjuntinhos com top cropped, vale uma dica especial: prefira peças mais compridas para a parte inferior do corpo, como saias longas, calças ou saias mais compridas, uma vez que a região do abdômen já está um pouco à mostra. E na hora da compra, ao escolher as estampas ou cores, pense em possíveis combinações que você pode fazer com outras peças do seu guarda-roupa, que fujam do combo do conjuntinho. Assim, a dupla pode se transformar em itens super versáteis e duradouros no seu closet.

APENAS AMIGOS (Just Friends), EUA/Canadá/Alemanha, 2005, cor, 96 minutos, direção de Roger Kumble. Com Ryan Reynolds e Amy Smart. Casal de jovens é amigo desde a escola e ele é apaixonado por ela, mas nunca ousou, devido ao seu peso exagerado. (GLOBO, 15h55) CRISTÓVÃO COLOMBO (Cristóbal Colón), Espanha/Japão/Itália/Suíça, 1991, cor, 91 minutos, direção de de Miguel Herberg e Fumio Kurokawa. Desenho animado. A vida de Cristóvão Colombo, desde menino em Gênova, Itália, até suas aventuras maravilhosas e a vida na idade adulta, quando se tornou um grande navegador. (CULTURA, 18h) A FITA BRANCA (Kindergeschichte), Alemanha/Áustria/França/Itália, 2009, cor, 144 minutos, direção de Michael Kaneke. Com Christian Friedel e Ernst Jacobi. Estranhos acontecimentos ocorrem num vilarejo no Norte da Alemanha, justamente nos anos antecedentes à Primeira Guerra Mundial, parecendo ser uma forma de ritual de punição. (CULTURA, 22h) COMO FAZER UM FILME DE AMOR (Idem), Brasil, 2004, cor, 84 minutos, direção de José Roberto Torero. Com Denise Fraga, Cássio Gabus Mendes e Marisa Orth. Moça e rapaz se apaixonam perdidamente, mas precisam lidar com a sombra da estranha morte da esposa dele, além da paixão da assistente dele, que tenta impedir a felicidade do casal. (TV BRASIL, 22h30) CARRIE, A ESTRANHA (Carrie), EUA, 2002, cor, 132 minutos, direção de David Carson. Com Angela Bettis e Patricia Clarkson. Garota solitária e reprimida pela mãe religiosa fanática, sofre como alvo de chacota na escola. Ao descobrir que possui poderes paranormais, muda sua vida e parte em busca de vingança contra os colegas. (SBT, 23h) DEUS OS CRIA (Dios los Cria 2), Porto Rico, 2004, cor, 137 minutos, direção de Jacobo Morales. Com Johanna Rosaly e Jacobo Morales. Filme composto por três histórias sobre a solidariedade humana, a infidelidade e os conflitos sociais. (TV BRASIL, 1h)

AMANHÃ

MEU MUNDO ENCANTADO (The Velveteen Rabbit), EUA, 2009, cor, 85 minutos, direção de Michael Landon Jr, Com Renée Madeline e Matthew Harbour. Adorável garoto dotado de fértil imaginação é obrigado a passar as férias de natal com sua avó, muito severa. Na casa dela descobre um sótão mágico. (BAND, 14h15) O MENINO MALUQUINHO, O FILME (Idem), Brasil, 1994, cor, 82 minutos, direção de Helvécio Ratton. Com Luís Carlos Arutin e Samuel Costa. Garoto levado e alegre vive aventuras com a turma da escola mas tem que lidar com a separação dos pais e a morte do avô. (CULTURA, 18h30) OS AGENTES DO DESTINO (The Adjustment Bureau), EUA, 2011, cor, 105 minutos, direção de George Nolfi. Com Matt Damon e Emily Blunt. Carismático congressista, fadado ao estrelato político, conhece linda bailarina, mas percebe circunstâncias estranhas e esforços ocultos atrapalhando o romance. (RECORD, 20h30) O GRINCH (Dr. Seuss - How the Grinch Stole Xtmas), EUA, 2000, cor, 104 minutos, direção de Ron Howard. Com Jim Carrey e Jeffrey Tambor. É Natal na terra dos “Quem”, todos se reúnem, compram presentes, enfeitam as casas, menos Grinch, que passou a ser a criatura mais temida de Quemlândia. (SBT, 23h15) LUZIA, HOMEM (Idem), Brasil, 1987, cor, 104 minutos, direção de Fábio Barreto. Com Claudia Ohana e José de Abreu. Após presenciar o assassinato de seus pais, adolescente é criada por vaqueiro e adota costumes masculinos do sertão. Adulta, vai em busca do assassino. (CULTURA, 23h15) ESPIÃO POR ACIDENTE (Te wu mi Cheng), Hong Kong, 2001, cor, 108 minutos, direção de Teddy Chan. Com Jackie Chan e Eric Tsang. Atrapalhado vendedor de loja de roupas esportivas, que leva uma vida sem grandes emoções, vê tudo mudar quando assiste um roubo de banco. Imediatamente entra em ação distribuindo pancadas e golpes mortais por todos os lados. (BAND, 22h15) AMOR OU AMIZADE (Boys and Girls), EUA, 2000, cor, 94 minutos, direção de Robert Iscove. Com Freddie Prinze Jr. e Claire Forlani. Quando se conhecem, aos 12 anos, Ryan e Jennifer, se acham repugnantes. Na adolescência, se detestam, e uma vez na faculdade, deixam as diferenças de lado e desenvolvem forte amizade. Até onde eles podem chegar. (BAND, 1h) DO ALÉM (Beyond), EUA, 2011, cor, 100 minutos, direção de Josef Rusnak. Com Jon Voight e Teri Polo. Detetive, especialista em recuperação de crianças desaparecidas, prestes a se aposentar, tenta recuperar a neta do chefe de polícia, que foi seqüestrada, mas vê acontecimentos estranhos acontecerem. (GLOBO, 1h15)

HORÓSCOPO ÁRIES - 21/3 a 20/4 Período ótimo para fazer planos, repensar projetos e estabelecer metas que deseja atingir. Para não desperdiçar tempo e energia, seja realista e evite empreendimentos utópicos.

GÊMEOS - 21/5 a 20/6 Os astros, em sintonia, ajudam você a abrir novos caminhos. Aproveite para expandir-se, ampliar seu campo de ação e a sua visão de mundo. As atividades intelectuais estão em alta.

LEÃO - 22/7 a 22/8 Será mais fácil para você aliar-se aos outros em torno de metas e interesses comuns. Sua capacidade de compreensão está em alta e isso facilita bastante as relações pessoais.

LIBRA - 23/9 a 22/10 Estará mais confiante e estimulado a atuar com especial firmeza e determinação. Os próximos dias serão muito favoráveis, sob todos os pontos de vista. Os amores serão beneficiados.

SAGITÁRIO - 22/11 a 21/12 Dias propícios para você fazer contatos, inclusive telefônicos e organizar a correspondência. Tudo graças aos astros, que também favorecem as atividades culturais e intelectuais.

AQUÁRIO - 21/1 a 19/2 Hoje e amanhã a Lua está em seu signo. Assim, esses dias são de grande vitalização, que pode levá-lo a concentrar-se em si e impulsionar tudo o que lhe interessa profissionalmente.

TOURO - 21/4 a 20/5 Bom momento para realizar antigas ambições. A fase é propícia para você concentrar-se na carreira e atuar no sentido de progredir naquilo que faz. Vá com calma e não se sobrecarregue.

CÂNCER - 21/6 a 21/7 Abra espaço para que coisas novas aconteçam. Você anda mais penetrante e pode ver através da aparência das coisas, o que evita perda de tempo, dinheiro e energia. Amor em ótima fase.

VIRGEM - 23/8 a 22/9 Seu valor tende a ser reconhecido nesta fase, em que a capacidade de trabalho e interesse pelas questões concretas estão acentuados. Expectativa de dias especialmente produtivos.

ESCORPIÃO - 23/10 a 21/11 O momento é ótimo para você reavaliar o passado e aprender com ele. Isso lhe impedirá de repetir velhos erros. A sua necessidade de intimidade e aconchego estará em alta.

CAPRICÓRNIO - 21/12 a 20/1 Período ótimo para organizar-se. Cabeça boa para lidar com coisas práticas e realizar objetivamente os projetos. Capacidade de realização em alta. Situação financeira equilibrada.

PEIXES - 20/2 a 20/3 A prática da meditação exerce efeito especialmente calmante sobre o organismo e psiquismo nestes dias, pois a Lua ativa o signo anterior ao seu. Poupe-se ao máximo e desacelere.

498  

edicao 498 do jornal correio juquery