Page 1

CORREIO JUQUERY

Mairiporã • Sexta-feira 27 de setembro de 2013

www.correiojuquery.com.br

TUDO EM BRINQUEDOS PARA O DIA DAS CRIANÇAS

VENHA CONFERIR!

Mairiporã, sexta-feira, 27 de setembro de 2013 ANO IX - Nº 487 ● www.correiojuquery.com.br Distribuição gratuita ● R$ 1,00 (nas bancas)

PRIMAVERA

1

4419-2097 Rua XV de Novembro 270 - Centro

GREVE

Estação das flores, com cara de verão

Agências bancárias de Mairiporã seguiam em greve até ontem. O Bradesco foi o último a aderir ao movimento. PÁGINA 5

Considerada a mais bonita estação do ano, pelo colorido da natureza e canto dos pássaros em fase de procriação, a primavera começou no domingo último, às 17h44. Período em que predominam manhãs e noites frescas e tardes quentes. Com cara de verão! PÁGINA 4

Vereadores eleitos em 2016 poderão cumprir “mandato tampão” até 2018 A minirreforma política em andamento no Congresso teve alguns pontos aprovados e mandato de cinco anos e o fim da reeleição estão entre eles. Os vereadores que se elegerem em 2016 poderão ficar apenas dois anos no cargo. PÁGINA 5 Ricardo Honorio

Indústria derruba empregos formais

Com pouco mais de 15 mil unidades em 2003, a frota de veículos da cidade quase que triplicou em uma década. Hoje contabiliza 43 mil e deve fechar o ano acima de 45 mil. Dentre as cinco cidades da região é a que possui a maior frota. PÁGINA 3

Os dados divulgados no final de semana pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), órgão do Ministério do Trabalho, não foram animadores para a economia da cidade. Foram fechados 24 postos com carteira assinada no mês de agosto, e o destaque negativo foi a indústria de transformação, quer eliminou 44 vagas. No ano, o saldo ainda é positivo. PÁGINA 3

Bancários na cidade continuavam em greve ontem Oito dias depois de deflagrada, a greve dos bancários continuava até ontem à noite em Mairiporã. As agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Santander e Bradesco permaneceram fechadas e provocaram filas imensas nas casas loterias e em caixas eletrônicos. O Bradesco foi o último a aderir, depois de uma ação do sindicato da categoria. PÁGINA 8

Em dez anos frota de veículos triplicou

Vendas devem crescer 4% no Dia das Crianças

Alckmin recebeu Pampuri no Palácio dos Bandeirantes O prefeito Márcio Pampuri foi recebido pelo governador Geraldo Alckmin na terça-feira, em encontro que contou com a participação do secretário de Governo, Marcelo Tenáglia e dos padres Antônio Coluço e Antônio Guerra, dos Arautos do Evangelho. Durante o encontro o prefei-

to pediu ao governador que interceda junto à Sabesp, para que o processo de renovação do contrato entre a concessionária e o município seja agilizado. Pampuri também fez uma série de reivindicações, com destaque para investimentos em infra-estrutura. PÁGINA 5

Orçamento 2014 chegará à Câmara na segunda

A estimativa é da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC-Brasil). No ano passado a expectativa era de 4,85% em relação ao ano anterior. A Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings, no entanto, acredita que o crescimento chegue a 12% em relação a 2012. PÁGINA 3

TELEVISÃO PÁGINA 10

PÁGINA 5

Vacina tetra viral já está disponível na rede de saúde PÁGINA 4

Copa de futebol em Terra Preta define finalistas neste domingo

PÁGINA 8

OPINIÃO COLUNA DO CORREIO EDITORIAL DELFIM NETTO ESSIO MINOZZI JR. DANIEL BONORA OZÓRIO MENDEZ FABIANO RODRIGUES

PÁGINA 2


2

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 27 de setembro de 2013

OPINIÃO OZÓRIO MENDES drozorio@yahoo.com.br

N

Pátria de impunes

ão há um só dia nesta República em que não se denuncie um caso de corrupção. Eles brotam aos borbotões nos três níveis de governo e também na esfera judicial, o que nos leva a crer que estamos numa terra onde o vale tudo continua em vigor, sem data para acabar e sem punição aos corruptos e corruptores, geralmente figuras que integram os primeiros escalões do poder. Mensalão, mensalinho, cartéis, escândalos em ministérios e secretarias estaduais, em Prefeituras e repartições públicas são anunciadas diariamente pela mídia e o repertório, ao que parece, é inesgotável. A impunidade acaba se transformando na mãe da corrupção, tamanha a falta de vontade de pôr na cadeia quem se mete na roubalheira generalizada em que se transformou o Estado brasileiro. Coube ao PT, instalado no poder central, melhorar com requintes de criatividade extrema o estilo de meter a mão no dinheiro suado do trabalhador. A partir disso os maus exemplos

foram seguidos e o que se viu foi uma enxurrada de gente com mandato eletivo metendo a mão onde não devia. Ao Judiciário, que pouco faz, restou de transmitir ao vivo julgamentos que privilegiam o espetáculo em detrimento da realidade. Alguém acredita, de verdade, que aquela cambada responsável pelo mensalão vai parar na cadeia? Escudados por uma legislação que permite recursos judiciais intermináveis, os políticos seguem a escalada corrupta a que se propuseram e que dela obtém vantagens e dinheiro a rodo. Lá atrás, na década de 1960, atribuíram ao então presidente francês, general Charles De Gaulle, quando em visita ao Brasil, a frase “O Brasil não é um país sério”. Ficou a dúvida se teria mesmo expressado suas impressões sobre a Nação brasileira, ou se foi fruto da mente criativa de alguém com acesso à mídia. Se disse, sabia o que estava dizendo. Se não, deveria tê-lo feito.

C

hoveram artigos e comentários sobre a decisão do STF na semana retrasada, quando ficou decidido que os mensaleiros vão ter direito a um novo julgamento. Dentre as análises, uma em especial nos chamou a atenção, pela clareza e riqueza do texto, que tomamos a liberdade de reproduzir abaixo, na íntegra. “Diz o ditado que no Brasil a cadeia é só para os famosos “três pês”: pretos, pobres e prostitutas. Houve quem pensasse que esse tempo houvesse passado; ontem, a triste aceitação pelo STF da chicana anunciada eliminou, contudo, toda esperança de que o Judiciário ainda possa fazer Justiça. Quando convidado a assumir uma vaga no STF, 32 anos atrás, disse meu avô Clóvis Ramalhete que tal honra “não se pleiteia, nem se recusa”. A mesmíssima cadeira que ele ocupou foi, há alguns anos, dada a alguém que não

Ozório MendeS é advogado e foi vereador na gestão 1983/1988

N

Hoje, o da Coreia é de 32 mil dólares e o nosso está na casa dos 10 mil dólares, esta diferença econômica se dá pois a Coréia do Sul priorizou seus investimento em educação. Eu creio que podemos mudar nossa país em vinte ou trinta anos, mas para isso necessitamos investir na educação de nossas crianças, vale lembrar que a educação não se dá somente em sala de aula, a maior parte dela se dá em casa no cotidiano, quando uma criança vê seu pai ultrapassando um farol vermelho, jogando lixo na rua, destratando uma pessoa a criança grava esta informação e a transforma em sua verdade essencial. Portanto devemos observar nossas atitudes diariamente e trabalhar em parceria com o poder público para buscarmos diariamente a evolução da educação em nossa sociedade, ensine seu filho a devolver o pipa que ele cortou pois este bem pertence a outra pessoa, este é um dos pequenos crimes que cometemos desde a infância e que ficam registrados como exemplos que seguiremos para o resto de nossas vidas. Sem educação o Brasil pára.

FABIANO RODRIGUES é professor, formado em administração de empresas e comunicação social, pós-graduado em marketing e comunicação, empresário da área de comunicação, Ti e segurança.

DANIEL BONORA Crimes dolosos de trânsito

N

A SEMANA de 18 até anteontem comemorou-se a Semana Nacional do Trânsito. Nosso município aderiu à campanha, promovendo palestras e treinando seus agentes para conscientização acerca de regras e procedimentos básicos de segurança e educação no trânsito. Sabemos que para a ocorrência de acidentes de trânsito, na maioria dos casos considerados culposos, ou seja, sem intenção do agente causador, os aspectos relevantes observados são a ocorrência de imprudência, como a alta velocidade, negligência (pneus carecas e freios ineficientes, por exemplo) e, por fim, imperícia (ultrapassagem mal calculada ou curva mal feita). Acidentes por um desses motivos podem ocasionar desde simples danos materiais a lesões corporais leves, graves ou gravíssimas, até o evento final e irremediável que é a morte. Mas estamos falando dos delitos denominados culposos, que muito embora pudessem ser evitados com medidas preventivas, ainda assim são considerados pela nossa legislação como aqueles praticados sem a intenção do agente em causar lesões de qualquer natureza ou morte. Retirados os exemplos que elenquei acima e alguns outros que não citei, mas que contribuem para a ocorrência de acidentes de trânsito, os que NUNCA podem ser considerados como crimes culposos (sem intenção) são aqueles cometidos sob a influência de bebidas alcoólicas ou drogas e os

praticados por pessoas que cometem “rachas”. A essas pessoas, criminosas, sem respeito à vida humana, sem caráter, deve ser observado o DOLO EVENTUAL, ou seja, a previsibilidade do evento danoso. Ora caros leitores, a divulgação hoje na mídia de bêbados e pessoas que praticam “rachas” e que diante desses atos matam famílias, é quase que diária. Não tem como a pessoa não ter consciência de que se beber e dirigir ou praticar “rachas” pode causar um acidente, inclusive fatal. Qual a conseqüência jurídica em se observar o dolo eventual? Crimes dolosos contra a vida são julgados pelo Tribunal do Júri e têm penas muito maiores e o regime de cumprimento fechado. Crimes culposos são julgados por juízes singulares, e têm suas penas brandas, e muitas vezes substituídas por penas alternativas. Particularmente, acho que bêbados que dirigem e pessoas que praticam rachas devem ser consideradas e tratadas como criminosos e levadas ao Poder Judiciário sob o rigor da Lei. Sei que não estou livre de em algum momento de distração ou imperícia causar um acidente de trânsito. Mas com toda certeza posso afirmar que estou livre de praticar qualquer acidente sob influência de bebida alcoólica ou praticando “rachas”. Também procuro respeitar as normas de trânsito e andar com meu carro em boas condições. Mas, acima de tudo, trata-se de uma questão de amor à minha família e ao próximo.

Daniel Bonora é advogado, vice-presidente da OAB de Mairiporã, presidente da Comissão de Assistência Judiciária e Assessor Técnico Parlamentar.

bador de decisões políticas, feita de vaga em vaga, levou-o ao atual nadir. Uma tentativa de compra do Legislativo no atacado similar em tudo, menos na incompetência, à efetuada por Collor de Mello - foi tratada pelo STF como se fosse mero caso de venalidade, de desvio de verbas para pagar amantes e viagens. Não: o que se comprava, ali, era o Estado. Chicanas e mais chicanas, apontadas como tais pelos próprios ministros, tentaram arrastar o processo contra os vendilhões do Estado à prescrição. A legislação em vigor já se encarregaria, de qualquer modo, de transformar a imensa maior parte das penas em meras visitas mensais a uma repartição pública - uma

essiominozzijr@terra.com.br

Primavera para ficar na história

fabiano.uninove@yahoo.com.br

osso país recebeu as graças de ter reservas de petróleo abundantes abaixo do horizonte marinho e junto com este presente vieram problemas já esperados como ganância, egoísmo e um apetite voraz pelo dinheiro público, desde mil e quinhentos nossas riquezas são extraídas e o dinheiro obtido têm se transformado em mansões, bebidas caras, carros magníficos e festas inesquecíveis organizadas por uma pequena parcela da sociedade. Hoje há a promessa que cento e doze bilhões de reais sejam destinados à educação em nosso país, uma notícia verdadeiramente otimistas e inspiradora, imediatamente imaginamos escolas bem equipadas, professores mais preparados e melhor remunerados e certamente uma sociedade mais educada para um futuro melhor. Só para entendermos a importância da educação cito a seguir uma comparação entre a Coréia do Sul e o Brasil, A Coreia (a do Sul, é claro) ti¬nha em 1960 um PIB per capita de 900 dólares. O Brasil tinha o do¬bro. Em algum ano da década de 1980 nos igualávamos, com um PIB per capita da ordem dos 5 mil dólares.

só a pleiteou, mas fez deste pleito uma verdadeira campanha eleitoral: o atual ministro Dias Tóffoli, cujo currículo só brilha pela presença constante do par de letras “PT”, aparentemente indicando a Perda Total da Justiça brasileira. Provavelmente é o único ministro da história do STF que tentou sucessivas vezes uma aprovação em concurso para juiz de primeira instância sem jamais ter sucesso. Assim aparelhada pelo partido governante, conseguiu a mais alta casa da Justiça no Brasil transformar-se em sucedâneo piorado daquelas varas de interior de outrora, mais conhecidas por proteger o coronel que por buscar a Justiça. Esta transformação de um tribunal em mero carim-

humilhação para um inocente, como os muitos a isso sujeitos, e deliciosa impunidade para um criminoso, como os muitíssimos quadrilheiros a isso “condenados”. Aos 47 minutos do segundo tempo, vendo ser quase impossível evitar alguns meses de cadeia para os criminosos mais desavergonhados da história pátria - os que não roubam galinhas ou ouro, mas o próprio país -, a parcela do STF já arrematada pelo partido inventou a chicana suprema, que faz voltar o jogo à casa inicial, praticamente garantindo a prescrição. A pizza. A torta na cara da população honesta, dos advogados honestos, dos juízes honestos, dos promotores que ainda amam a Justiça. Pois que ainda os há.” (Artigo do jornalista Carlos Ramalhete, publicado no jornal Gazeta do Povo (PR), em 19 de setembro de 2013)

ESSIO MINOZZI JR.

FABIANO RODRIGUES Educação, um dever de todos.

EDITORIAL Cadeia é só para os três ‘pês’

A

Primavera chegou. Como nem tudo são flores, o debate acalorado na última reunião ordinária sobre desempenho dos vereadores me sugeriu apontar a agenda do Poder Legislativo nesta Primavera de 2013. Não espero apenas belas flores, mas que sementes fecundas sejam plantadas para que no período seguinte possamos comemorar a melhorias conquistadas por todo o trabalho. Explico! Nesses próximos meses a Câmara de Vereadores estará definindo os destinos da cidade, pois inevitavelmente ocorrerão definições fundamentais para os próximos 30 anos.

Não somente os vereadores, mas todo cidadão comprometido com o destino da cidade será convocado a participar, notadamente através das várias audiências públicas que ocorrerão obrigatoriamente na Casa de Leis e no Executivo. A audiência pública é um mecanismo legítimo e efetivo de participação popular nas decisões de governança da cidade. Já na primeira semana de outubro ocorrerá a primeira Audiência Pública para definição do Plano Plurianual, que estabelecerá todos os programas e investimentos da prefeitura nos próximos 4 anos. A segunda audiência deve

ocorrer na última semana do mês. O pacote orçamentário será concluído em dezembro com a definição da Lei Orçamentária Anual de 2014. Ordenado pelo Marco Regulatório do Saneamento Ambiental, a concessão do fornecimento de água e do esgotamento sanitário baseado em Planos de Saneamento protagonizado pela Prefeitura irão nortear um provável contrato de concessão com a SABESP para os próximos 30 anos. Provável, pois ainda há indefinições. Há ainda a conclusão dos trabalhos da Comissão Especial de Inquérito que investiga a concessão pública

do transporte municipal e as conseqüentes melhorias desse serviço essencial, além da ‘municipalização’ da responsabilidade sobre os serviços de energia elétrica, também para o início de 2014. Aguardamos ansiosos a aprovação do PL 272/10, engavetada na Assembléia Legislativa paulista por três longos anos, o qual dispõe sobre os limites da Área de Proteção e Recuperação dos Mananciais do Alto Juquery. Se aprovado, fundamentará a regularização fundiária facilitando o título a propriedade hoje impedido pelo rigor da atual lei de proteção de mananciais.

ESSIO MINOZZI JUNIOR é vereador do PR e professor, pós-graduado em Gestão Educacional UNICAMP em Gestão Publica - FUNDAP, e presidente da Câmara de Mairiporã

DELFIM NETTO contatodelfimnetto@terra.com.br

N

Sem surpresa

ão houve nada de “surpreendente” na decisão do FED - o Banco Central dos Estados Unidos - de manter inalterado seu bilionário programa de compra de títulos do Tesouro “até receber provas da melhora do mercado de trabalho e se convencer que a recuperação da economia atingiu ritmo sustentável”. Para quem não apostava na retirada dos estímulos, a agradável surpresa foi constatar o reconhecimento do presidente Ben Bernanke quanto às falhas de comunicação que produziram o aumento de volatilidade nos mercados de câmbio nas últimas semanas, levando-o a prometer que as autoridades do FED vão se esforçar para esclarecer melhor as suas intenções para a política monetária. E garantiu transparência na comunicação. Ele próprio foi muito claro quando respondeu a ques-

tionamentos na entrevista coletiva à imprensa, dizendo que “não podemos deixar que as expectativas do mercado determinem nossas decisões futuras”. De acordo com os relatos transcritos da mídia americana, a maioria dos membros do Comitê de Mercado Aberto concorda em manter as taxas de juro de curto prazo próximas de zero, o que é coerente com a continuidade do programa de estímulos monetários para ajudar a melhorar a lenta recuperação da economia americana. Aparentemente também cessaram as divergências (públicas, pelo menos) quanto à necessidade de se aguardar a melhora da taxa de ocupação do mercado de trabalho, para níveis de emprego que justificariam o inicio da desaceleração no programa de compras dos ativos. Apesar da confusa comunicação, da qual ele tem

sido a maior vítima, Bernanke sempre defendeu aguardar a queda da taxa de desemprego para 6,5% antes de começar o ajuste no ritmo das compras - no que teve o apoio explícito da vice-presidente Janet Yellen - agora com chances aumentadas de substituí-lo na presidência do Federal Reserve, com a desistência do ex-secretário do Tesouro Lawrence Summers. O desemprego vinha caindo – de 8,1% em agosto de 2012 para 7.3% um ano depois – mas está dando sinais de resistência, levando a dúvidas quanto à natureza dessa rigidez: se a lenta recuperação da economia está desestimulando temporariamente a procura por emprego ou levando até mesmo à desistência de muitas pessoas que não mais retornariam ao mercado de trabalho. As expectativas passaram a se encaminhar para um período mais longo de juros básicos

próximos de zero, na medida em que for mantida a determinação de aguardar o fortalecimento do mercado de trabalho e o alcance do limite de desocupação de 6,5% para taxa de desemprego dos Estados Unidos. O mandato de Ben Bernanke na presidência do FED termina em 31 de janeiro próximo e ele já comunicou oficialmente que não disputará um terceiro mandato, de forma que presidente Obama não  deve demorar muito a anunciar um nome para substituí-lo, pois a indicação ainda terá que ser aceita no Senado. Tem que agir rápido e simplesmente não pode errar, pois qualquer hesitação acrescentará alguns níveis de inquietação e volatilidade aos mercados, algo particularmente indesejável na atual situação de fragilidade fiscal e com o aumento do risco de engajamento em nova e custosa aventura externa.

Delfim Netto, é professor emérito da FEA-USP, ex-ministro da Fazenda, da Agricultura e Planejamento e colunista do Correio.

EMPRESA JORNALÍSTICA SANTOS & FERREIRA LTDA. CNPJ nº 05.785.139/0001-01 Travessa Antonieta C. Spada, 26 CEP 07600-000 – Mairiporã-SP – Telefone: (011) 4419-1842

DIRETOR EXECUTIVO Marcos Roberto Borges

REDAÇÃO Wagner Azevedo Lúcia Helena Juarez César Cláudio Cipriani

DIRETOR DE REDAÇÃO David da Cunha Boal Júnior

EDITOR DE TEXTO Jean César C. Pavão

DIRETOR PRESIDENTE Joyce Franciely dos Santos

As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste jornal

COLABORADORES Delfim Netto Éssio Minozzi Ozório Mendes Daniel Bonora Fabiano Rodrigues

REDAÇÃO E PUBLICIDADE Travessa Antonieta C. Spada, 26 Centro - Cep: 07600-000 Mairiporã - São Paulo SITE www.correiojuquery.com.br contato@correiojuquery.com.br correio.juquery@g.com.br

O jornal se reserva o direito de não editar publicidade sem fundamentar recusa

CORREIO JUQUERY. COM.BR


Mairiporã • Sexta-feira 27 de setembro de 2013

contato@correiojuquery.com.br

COLUNA DO CORREIO ALVARÁS (I)

Há pelo menos dois anos este jornal tem denunciado a falta de alvarás da Prefeitura e laudos do Corpo de Bombeiros em prédios públicos e privados que recebem grande contingente de pessoas. Vão desde Prefeitura e Câmara, passando por igrejas e estabelecimentos comerciais. Só que arriscar a sorte parece ser a opção das autoridades, que até hoje não tomaram providências. E o número de edificações na cidade, sem a documentação exigida, cresce mais que mato.

www.correiojuquery.com.br

LOCAL Frota de veículos na cidade quase triplicou em 10 anos Correio Imagem

ALVARÁS (II)

FROTA MUNICIPAL

A corrupção no setor público de fiscalização de obras, aprovação de projetos e concessão de alvarás, em todas as instâncias governamentais, é uma prática secular no país. Alcança desde o mega empresário até o pequeno proprietário que quer aumentar um cômodo na sua casa, ampliar seu estabelecimento comercial mesmo que seja um barzinho ou mercearia de um bairro carente. Os corruptos não têm escrúpulos, criam dificuldades para vender facilidades e agem à sombra da lei. A impunidade alcança também usurpadores de áreas públicas. Em todas as esferas os dirigentes esperam o quê para fazer valer a lei?

Principais tipos de veículos

SINDICATO (I)

A diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais está trabalhando com afinco no sentido de conseguir, junto ao Governo Municipal, aprovar o Plano de Cargos e Salários que no início do ano foi acertadamente revogado pelo prefeito Márcio Pampuri. Gestado e colocado em prática na administração do ex-burgomestre Aiacyda, continha vícios e erros grosseiros que iriam ‘quebrar’ a Prefeitura mais adiante.

SINDICATO (II)

Um novo projeto do plano foi elaborado pelo Sindicato, depois de várias reuniões com o funcionalismo, cujo texto a entidade quer discutir com o prefeito e com os vereadores. Nada mais justo, principalmente se levado em conta que o funcionário ganha uma merreca. Há décadas que os governantes municipais vêm enrolando a categoria.

SEM BAIXAS

Mesmo com o fim de cinco secretarias municipais, não se cogita defecções no primeiro escalão da Prefeitura. Todos continuam cada vez mais firmes e fortes, agora como secretários adjuntos.

NÃO VAI

Há certas conversas que só o tempo poderá comprovar a veracidade. O ex-burgomestre Aiacyda disse, quase ao final de seus oito anos à frente da Prefeitura, que não pretendia mais disputar a vaga de prefeito. E repetiu esse mantra mais de uma vez. Semana passada, em conversa com um ex-assessor, voltou a frisar que não quer mais a Prefeitura e que gostaria mesmo de se candidatar a deputado. Quem quiser que acredite.

DEVER

Durante o mês de outubro a Câmara de Vereadores vai discutir e votar o Plano Plurianual para o próximo quadriênio e seria importante a participação popular. Também já estará na Casa de Leis o Orçamento do Município 2014. Documentos que precisam da avaliação a aprovação da sociedade, para que não produzam efeitos inesperados mais adiante. O povo tem o dever de participar, criticar, sugerir e discutir. Desde que foram criadas, no entanto, as audiências públicas ficam às moscas. Gaiato, nosso guru filosófico, foi direto ao ponto: “Povo que só reclama e não participa tem que ficar de bico fechado e agüentar as conseqüências”.

SECRETO

A Câmara de Vereadores não pode continuar na contramão das mudanças que consolidaram o regime democrático. Essa história de voto secreto para conceder título de cidadania é um absurdo. Vá lá que a ‘honraria’ virou moeda de troca política, mas se esconder atrás do voto é como não legitimar a concessão.

ENXURRADA

Bem que a coluna avisou com meses de antecedência. A romaria de deputados e candidatos a deputado virou enxurrada na cidade. Prefeito e vereadores posam quase que diariamente para fotos com os ‘ilustres’ visitantes, na esperança de que isso dê retorno através de emendas parlamentares. O visitante, por sua vez, sonha com os votos dos incautos.

PRAZO

A tentativa do prefeito Saulo do Gás, de Atibaia, de contar com o ex-presidente da Câmara de Mairiporã, Valdecir Odorico Bueno, como seu secretário de Governo, não terminou com a primeira negativa. Saulo deu prazo até 1 de janeiro do ano que vem para Valdecir responder.

NÃO GOSTOU

Em Brasília a leitura política é a de que a reabertura do caso do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal provoque desgaste ao governo e contamine a campanha da reeleição, em 2014, mas a ordem é manter o silêncio. Em conversas reservadas, ministros do PT dizem que, para o governo, melhor seria o STF começar agora a julgar o mensalão mineiro, que atinge o PSDB. Ninguém no governo e no PT gostou da escolha do ministro Luiz Fux como relator dos embargos infringentes.

BOSTA

Até quando o centro da cidade servirá de cenário para a Festa da Primavera (que literalmente pára a cidade) e Cavalgada (que literalmente infesta a cidade com bosta de cavalo)? A Cavalgada do último domingo não respeitou nem mesmo as calçadas. Ruas e passeios estão sujas até hoje, e com cheiro insuportável.

FRASE

“A vida é como uma viagem sem meta: o que conta é o caminho.” (Isabel Allende, novelista e jornalista chilena)

Automóveis

26.341

Caminhões

2.083

Caminhonetes

3.704

Camionetas

1.823

Motocicletas

6.994

Ônibus e micros

FÓRUM

Ano vai, ano vem e o Fórum de Mairiporã continua com suas instalações cada vez mais acanhadas e sem oferecer condições de trabalho aos cartorários e, conseqüentemente, bom atendimento ao público. O governo do ex-burgomestre Aiacyda fez muita encenação, vendeu a imagem de que cobrou do Governo do Estado uma ampla reforma e obras de ampliação, mas nada aconteceu. O que se espera da administração Pampuri é que seja dada a atenção devida e que também se cobre a criação de uma terceira vara judicial.

3

À exemplo do que ocorre em todo o país, frota de veículos de Mairiporã triplicou em uma década

Wagner Azevedo Da Reportagem EM DEZ anos a frota de veículos em Mairiporã aumentou 185%, ou seja, quase que triplicou entre 2003 e 2013. Os dados são do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), referente ao mês de julho. Em 2003, 15.199 veículos circulavam pela cidade e, dez anos depois, saltou para 43.401. Esse aumento impressionante não contabiliza o chamado ‘tráfego flutuante’, que em Mairiporã é agravado com a transformação de suas avenidas em rota de fuga para motoristas que não querem enfrentar as marginais da Capital. Até o final do ano, na proporção verificada até julho, o município deverá ultrapassar a barreira dos 45 mil veículos. Embora se mostre preocupada com os dados, a Prefeitura pouca ou nenhuma ação

de planejamento tem prevista. Soluções pontuais e paliativas são adotadas pelo Departamento Municipal de Trânsito, cujos resultados são ineficientes. Sem espaço aparente para a abertura de novas vias, e também sem os recursos necessários para isso, a população segue enfrentando toda sorte de problemas e com uma mobilidade cada vez mais difícil. Se antes o problema era privilégio das avenidas Leonor de Oliveira e Tabelião Passarella, nos últimos tempos estendeu-se a vias estreitas da região central. Cidades - Mairiporã também é a cidade com a maior frota de veículos dentre as cinco que integram a região. Tem uma diferença de 1.138 unidades em relação a Franco da Rocha, que possui a segunda maior frota. Os cinco municípios juntos contabilizam 187.402 veículos, para uma população total de pouco mais de 500 mil.

446

FROTA NA REGIÃO Cidades

Unidades

Mairiporã

43.401

Franco da Rocha

42.263

Caieiras

36.331

Francisco Morato

35.260

Cajamar

30.147

Saia do “enrolation”!

aprenda inglês

naturalmente, aulas práticas e dinâmicas

96739.6170

Semana Nacional de Trânsito focou implantação de programa na rede municipal de ensino Da Redação

A SEMANA Nacional de Trânsito em Mairiporã, realizada entre os dias 18 e 25 deste mês, teve como foco principal a implantação do Proet (Programa Educacional de Trânsito) nas escolas da rede municipal de ensino, que em seu lançamento já colocou em discussão o tema junto aos estudantes. Segundo o prefeito Márcio Pampuri, a iniciativa visa a conscientizar a criança sobre a importância de se respeitar as leis e com isso influenciar os adultos. Paralelamente os agentes desenvolveram trabalhos educativos na orientação de pedestres e motoristas e o respeito à sinalização. No primeiro dia da semana comemorativa os agentes passaram por treinamento com foco no relacionamento pessoal, procedimentos operacionais de fiscalização, legislação de trânsito e valorização profissional. Também constaram da programação palestras educativas.

DIA DAS CRIANÇAS

Vendas devem crescer apenas 4% em relação a 2012 Juarez César Da Redação

AS VENDAS a prazo do comércio brasileiro na semana que antecede o Dia das Crianças (6 a 12 de outubro) devem passar por uma desaceleração e crescer 4% em relação ao ano passado, segundo dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Nos anos anteriores, as expansões foram de 4,85% (2012); 5,91% (2011) e de 8,50% (2010). Se as expectativas se confirmarem, será o pior resultado dos últimos três anos. Uma das principais razões é a alta do dólar, que no mês passado chegou a valer R$ 2,45, justamente no momento em que os varejistas do segmento infantil se preparavam para reforçar seus estoques de mercadorias. Na avaliação da CNDL, o mix de produtos infantis vem se transformando e, além dos tradicionais brinquedos, produtos eletrônicos como smartphones, notebooks e tablets foram incorporados às listas de presentes. Como boa parte é cotada em dólar ou tem componentes cotados na moeda estrangeira, os brinquedos neste ano devem pesar mais no bolso do consumidor. Além disso, a inflação reduz o poder de compra. Maior - A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), no entanto, prevê um crescimento maior, de até 12% nas vendas para o Dia da Criança, comemorado em 12 de outubro. Segundo a Associação, os pedidos dos varejistas aos fabricantes ficaram em média 12% maiores do que em 2012, projetando uma alta na mesma grandeza do varejo em 2013 ante o ano passado.


4

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 27 de setembro de 2013

Mercado de trabalho em Mairiporã diminui

vagas graças à indústria

R$ 5,2 MILHÕES Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 1.533 da Mega-Sena, realizado anteontem, e o prêmio acumulou. O concurso de amanhã pagará R$ 5,2 milhões. Os números sorteados foram: 13 - 21 - 29 - 34 - 47 - 57. Ao todo, 89 apostas fizeram a quina (R$ 15.085,00 cada) e outras 5.659 a quadra (R$ 338,93 cada).

Da Redação

IMPULSIONADO pela indústria de transformação, o saldo de empregos com carteira assinada (diferença entre contratações e demissões) em Mairiporã ficou negativo em agosto, o segundo mês consecutivo de fechamento de vagas. Isso é o que aponta o Caged (Cadastro Geral de Em-

TEMPO

05:00 05:30 06:00 06:30 07:00 07:40 08:00 08:45 09:45 12:45 14:15 16:45 18:15 22:00

06:30 07:10 07:30 08:30 09:00 09:30 10:00 10:45 13:45 15:30 17:45 19:30 23:00

18:30 18:45 19:00 19:20 19:40 20:00 20:30 21:00 21:30 22:00 22:40 22:55 23:00 23:05 23:15 23:59

06:00 06:45 07:00 07:45 08:00 08:45 09:00 09:45 10:00 10:45 11:00 11:45 12:00 12:30 13:00 13:45 14:00 14:30 15:00

15:45 16:00 16:30 17:00 17:45 18:30 19:15 20:00 21:00 22:00 23:00 23:59

05:30 06:30 07:30 08:30 09:30 10:30 12:30 14:30 16:30 18:00

06:30 07:30 08:30 09:30 10:30 11:30 13:30 15:30 17:30 19:00

06:00 07:15 08:00 09:15 10:00 11:15 12:00 13:15 14:00 15:15 16:00

17:15 18:00 19:15 20:00 21:00 22:30 23:59

06:00 08:00 10:00 12:00 14:00 16:00 18:00

07:00 09:00 11:00 13:00 15:00 17:00 19:00

04:30 05:10 05:30 05:45 06:00 06:15 06:30 06:45 06:50 07:00 07:15 07:45 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00 13:30

ADMISSÕES

DEMISSÕES

SALDO

Indústria T.

160

204

-44

Construção Civil

37

28

9

Comércio

134

134

0

Serviços

257

243

14

1

0

589

613

Total

Aulas de reforço aos sábados nas escolas estaduais

20/7- Aparecida Maria Barbosa, aos 81 anos, viúva, deixa os filhos Bertolino, Orides, João e Edson. Sepultada no Cemitério da Saudade. 20/7- Francisca da Silva Camargo Padillha, aos 79 anos, viúva, deixa os filhos Ismael, Edson, Ângela Maria, Lourdes Maria e Luís. Sepultada no Cemitério Terra Preta. 19/7- Terezinha Rodrigues de Oliveira, aos 79 anos, viúva, deixa os filhos Olindina, Rosângela, Célia, maria Rodrigues, Tânia e Aderval. Sepultada no cemitério da Saudade. 17/9- José Barbosa do Nascimento, aos 78 anos, casado com Terezinha das Dores do Nascimento, não deixa filhos. Sepultado no Cemitério Terra Preta. 17/9- Matheus Henrique Ribeiro, de apenas um mês de vida. Sepultado no Cemitério Terra Preta. 17/9- Zulmira Cardoso Pedroso, aos 78 anos, casada com Belmiro Gomes Pedroso, deixa os filhos José, Arminda, Edna, Aparecida, Vilma e Valdemir. Sepultada no Cemitério Terra Preta.

06:00 06:30 06:50 07:00 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:30 12:15 13:00 14:00 15:00 16:00 16:30 17:00 17:15 17:30 17:45 18:00 18:15

SETORES

Agropecuária

Juarez César Da Redação

14:00 14:30 14:45 15:30 15:00 15:15 16:00 16:15 16:30 16:45 17:00 17:30 18:00 18:30 19:30 20:30 21:30

07:40 08:40 09:20 10:00 05:30 06:15 06:40 07:00 07:20 08:00 08:20 09:00 09:40 10:20 10:40 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00 13:30 14:00 14:30 15:00

13:00 13:30 14:00 14:30 15:00 15:30 16:00 16:30 17:00 18:00 18:30 19:30 20:30 21:30

06:00 06:40 07:10 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00 13:30 14:00

14:30 15:00 15:30 16:00 16:30 17:00 17:30 18:00 18:30 19:00 19:30 20:15 21:00 22:00 23:00

06:00 06:40 07:10 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00 13:30 14:00

14:30 15:00 15:30 16:00 16:30 17:00 17:30 18:00 18:30 19:00 19:30 20:00 20:30 21:00 22:00 23:00

6:45 17:00 17:15 17:30 17:45 18:00 18:20 18:40 19:00 19:30 20:15 21:00 22:00 22:20 23:00

OS ALUNOS do 5º do ano até os da 3.ª série do ensino médio da rede estadual de ensino poderão estudar aos sábados para fazer revisão do conteúdo pedagógico das disciplinas. O novo modelo de Reforço, que teve início no sábado passado, 21, é oferecido de acordo com cada escola, até o fim do semestre letivo. Cada estabelecimento de ensino ficará responsável por organizar as classes de acordo com a demanda e necessidade dos alunos. Os professores que participarem vão receber adicional pelas horas trabalhadas. As escolas ficam responsáveis também por definir os horários das turmas, que podem ocorrer em um ou mais sábados por mês. Além de recuperar eventuais defasagens de aprendizado, no projeto “Reforço aos Sábados” os jovens com bom desempenho também poderão reforçar o conteúdo. Os alunos serão indicados com base na Avaliação da Aprendizagem em Processo, aplicada em agosto em todas as escolas estaduais. Matrículas antecipadas - Termina hoje o prazo para matrículas antecipadas a crianças com mais de seis anos de idade que não freqüentaram as escolas da rede pública em 2013. O objetivo da antecipação é planejar e assegurar o atendimento efetivo ao público. Devem se cadastrar as crianças com mais de seis anos de idade em qualquer ano ou série do Ensino Fundamental, inclusive na Educação de Jovens e Adultos (EJA), que não freqüentaram as escolas públicas em 2013. Em uma próxima etapa, serão abertas as inscrições antecipadas para o Ensino Médio. Para fazer a inscrição, basta o responsável pelo aluno comparecer a uma escola estadual ou municipal e fornecer nome completo do candidato, data de nascimento, endereço residencial e número de telefone para contato e levar a certidão de nascimento e o comprovante de residência. Os resultados da chamada escolar serão divulgados no período de 18 a 29 de novembro. Para alunos que já freqüentam as unidades de ensino estaduais ou municipais a continuidade aos estudos na rede pública é feita automaticamente, inclusive de crianças que cursaram a pré-escola pública.

05:00 07:00 09:00 11:00 13:00 15:00 17:00 19:00 20:00 21:30 23:00

04:30 05:30 06:00 06:15 06:30 07:00 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30

04:45 05:30 06:00 06:15 06:30 07:00 07:30 08:00 08:30 09:00 09:30 10:00 10:30 11:00 11:30 12:00 12:30

13:00 13:30 14:00 14:30 15:00 15:30 16:00 16:30 17:00 17:30 18:00 18:30 19:00 19:30 20:30 21:30

A CHEGADA da estação das flores, às 17h44 do último domingo, foi debaixo de chuva e temperaturas amenas em Mairiporã. Os institutos de meteorologia fazem previsão de que não haverá grandes tempestades e o acumulado de chuva do período deverá ficar um pouco abaixo da média, ou seja, as chuvas serão regulares, porém sem intensidade. Em relação aos termômetros, o frio intenso dos meses de julho e agosto, que causou neve em algumas cidades do Sul do país, será substituído por temperaturas amenas características da primavera, com mínima em torno de 18°C e as máximas, entre 24°C e 26°C. A estação marca um período de transição no Brasil e algumas características tanto de inverno quanto de verão podem ser observadas. Haverá poucos dias secos em virtude de aproximações de frentes frias que ocasionarão chuvas, principalmente em outubro.

AGOSTO 2013 CIDADES

ADMISSÕES DEMISSÕES SALDO

Francisco Morato 377

360

17

Franco da Rocha 592

605

-13

Mairiporã

589

613

-24

1

Cajamar

1.238

1.287

-49

-24

Caieiras

790

863

-73

Vacina tetra viral já está disponível na rede de saúde Da Redação

DESDE segunda-feira, 23, a Secretaria Municipal de Saúde de Mairiporã passou a oferecer na rede pública (unidades básicas e de saúde da família) a vacina tetra viral, que protege contra sarampo, caxumba, rubéola e também varicela (catapora). De acordo com o Ministério da Saúde, a tetra viral deverá ser aplicada exclusivamente em crianças de até 15 meses e que já tenham recebido a primeira dose da tríplice viral (que imuniza contra sarampo,

caxumba e rubéola). Ainda de acordo com o ministério, representantes das unidades de saúde passaram por capacitação para tirar dúvidas e passar orientações sobre a administração da vacina. O primeiro lote já foi repassado pela Secretaria de Estado da Saúde. De acordo com os médicos, é importante que, antes de vacinar as crianças, os pais, ou responsáveis informem nas unidades alguma situação de rejeição ou alergia. “A vacina tetra viral não deve ser aplicada em pessoas com alergia a ovo e neomicina”. Correio Imagem

Consumidor já encontra panetones à venda no comércio de Mairiporã Claudio Cipriani Da Redação

O NATAL ainda está longe, mais precisamente a três meses e alguns supermercados de Mairiporã já exibem em suas gôndolas um dos produtos mais tradicionais do final de ano, o panetone. Também nas padarias ele pode ser encontrado. Uma rápida consulta aos preços indica que o consumidor vai precisar gastar 10% a mais em relação ao ano passado, alta que tem relação com o preço da farinha de trigo, que nas últimas semanas aumentou mais de 5%. Na comparação ao que era cobrado no início deste ano, o preço subiu, em média, 40%, já que em janeiro um saco de farinha de 50 kg saia por R$ 60 e média e agora ele

Primavera começou com chuva e temperatura amena Da Redação

14:00 15:00 15:30 16:00 17:15 19:00 20:00 21:00 22:00 23:00

agosto) de 2012, os números de 2013 são infinitamente melhores. Naquele período, foram fechadas 344 vagas. Região - Das cinco cidades da região apenas Francisco Morato conseguiu criar mais empregos no mês passado. Caieiras, Cajamar e Franco da Rocha juntaram-se a Mairiporã na perda de empregos formais.

EMPREGO NA REGIÃO

AGOSTO 2013

OBITUÁRIO

05:00 06:00 07:00 08:00 09:00 10:00 11:00 11:30 12:00 13:00 13:30

construção civil criou 9 empregos com carteira assinada. O setor de Serviços também contratou mais que demitiu, saldo de 14 vagas. Segundo o Caged, Mairiporã contratou 589 trabalhadores e demitiu outros 613 em agosto. No ano, Mairiporã ainda registra saldo positivo de 130 vagas. Na comparação com o mesmo período (janeiro a

EMPREGO FORMAL

HOJE Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens. Mínima de 11°C e máxima de 26°C. AMANHÂ Sol com algumas nuvens. Não chove. Temperaturas em elevação. Mínima prevista de 12°C e máxima de 29°C. DOMINGO Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. Mínima de 14°C e máxima de 26°C. SEGUNDA Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora. Mínima de 13°C e máxima de 25°C.

04:50 05:15 05:45 06:00 06:15 06:40 06:50 07:20 08:20 09:15 10:30 11:15 12:00 13:30 15:00 15:45 16:15 17:30 19:00 19:30 20:00 21:00 21:30 23:00

pregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, divulgado na sexta-feira, 20. No total foram fechadas 24 vagas, graças principalmente à indústria de transformação que registrou um dos piores saldos do ano, com a perda de 44 postos de trabalho. O comércio, outro setor importante, zerou seu saldo e, na contramão dos últimos meses, a

está próximo de R$ 100. Além das marcas mais conhecidas, o consumidor tem a opção de comprar panetones de fabricação própria de padarias e supermercados, que saem mais em conta e também são encontrados com diferentes tipos de recheio. De acordo com o Sindicato de Panificadores, os panetones especiais são os responsáveis por 70% das vendas em padarias, o que leva esse segmento a investir no produto. Os de fabricação própria (500g), variam de R$ 4,29 a R$ 5,49. No caso dos industrializados, a diferença tranquilamente ultrapassa o dobro do preço e chega ao triplo. Há panetones de marcas famosas que chegam às gôndolas custando R$ 15,99.

Correio Imagem


Mairiporã • Sexta-feira 27 de setembro de 2013

www.correiojuquery.com.br

POLÍTICA

5

Vereadores eleitos em 2016 poderão cumprir “mandato tampão” até 2018 Claudio Cipriani Da Reportagem A MINIRREFORMA política que está sendo elaborada pelo Grupo de Trabalho da Reforma Política (GTRP), criado em julho pelo Governo Federal, foi

a alternativa encontrada pela presidente Dilma Rousseff ao plebiscito que não foi aprovado pelo Congresso. Entre as discussões em análise, estão a duração do mandato, data das eleições, fidelidade partidária e coligações.

Se por um lado ainda não se chegou a um consenso quanto a duração do mandato dos senadores, de outro já foi firmada posição favorável à duração de cinco anos para os cargos eletivos no Brasil a partir de 2018. Se aprovado

Ricardo Vieira tece críticas e acirra debate entre vereadores Da Redação

A SESSÃO legislativa de terça-feira, 24, foi marcada pelo discurso inesperado do vereador Ricardo Vieira (PSDB), que ao fazer uso da tribuna teceu críticas ao desempenho dos colegas dizendo que eles precisam dedicar maior atenção aos problemas enfrentados pela população, ao invés de produzir enxurradas de indicações e ofícios que não são atendidos pelo Poder Executivo, que para ele são ‘baboseiras’.

Irritado com o comportamento dos companheiros, assinalou que os vereadores querem se comportar como mini prefeitos e que isso não vai levar a nada e menos ainda resultar em benefícios à população. A reação dos vereadores foi imediata e pelo menos quatro usaram a tribuna para defender o trabalho que vem sendo feito. Embora dois deles concordassem em parte com as colocações do vereador tucano, o clima ficou tenso durante boa

parte dos trabalhos. Nos minutos finais da sessão Vieira voltou a falar sobre o tema, que gerou acalorados debates, ao incitar seus pares a discutir o que classificou de ‘projetos de relevância’ para toda a sociedade mairiporanense. Faltando ainda dois meses e meio para o término deste primeiro ano de legislatura, os vereadores já apresentaram perto de mil indicações e outros tantos ofícios, um dos motivos da crítica de Vieira.

pelo Congresso, valerá para presidente da República, governadores, senadores, deputados estaduais e federais, prefeitos e vereadores. No caso dos cargos do Executivo, não será permitida a reeleição. Também foi decidido que as

eleições para todos os cargos devem ocorrer em uma única data, a cada cinco anos. Caso as propostas sejam aprovadas, prefeitos e vereadores eleitos em 2016 cumprirão ‘mandato-tampão’, até 2018. O GTRP também decidiu que não dis-

Orçamento 2014 chegará à Câmara na segunda Claudio Cipriani Da Reportagem A EQUIPE econômica do prefeito Márcio Pampuri entregará na próxima segunda-feira, 30, na Câmara Municipal, o Orçamento 2014, com previsão das receitas e despesas para o próximo ano. Estimativas que constam do PPA (Plano Plurianual), que será debatido em duas audiências no legislativo, dias 3 e 24 de outubro, apontam para o montante de R$ 185 milhões, incluídos os recursos destinados à Previdência Muni-

cipal e Câmara de Vereadores. A secretária da Fazenda, Silvana Francinete da Silva, em conversa com a reportagem, informou que neste final de semana ainda estará às voltas com a finalização do projeto, mas que os números serão os mesmos ou estarão muito próximos àqueles que constam do PPA. Segunda-feira, 30, por lei, é o último dia para envio do Orçamento à Câmara, que terá prazo ater 31 de dezembro para discutir e votar. Também no caso da peça orçamentária, haverá necessidade de duas audiências públicas.

Prefeito é recebido pelo governador Alckmin Da Redação

EM REUNIÃO no Palácio dos Bandeirantes, que durou cerca de uma hora, o governador Geraldo Alkcmin recebeu em audiência o prefeito Márcio Pampuri, que aproveitou o encontro para solicitar do Estado investimentos para as áreas de infra-estrutura e saúde. Outro ponto de destaque do encontro foi o pedido do prefeito para que Alckmin interceda junto à

Sabesp para acelerar o processo de renovação de contrato. O chefe do Executivo mairiporanense estava acompanhado do secretário de Governo, Marcelo Tenáglia e de dois representantes dos Arautos do Evangelho, padres Antônio Guerra (Caieiras) e Antônio Coluço (Brasília). Ao final do encontro o prefeito disse que estava satisfeito com a acolhida do governador e que espera ver atendidas as reivindicações.

CORREIOJUQUERY.COM.BR

cutirá nenhuma proposta de mudança para entrar em vigor nas eleições de 2014. O colegiado anunciou que apresentaria um relatório geral hoje, e deve encerrar as atividades no próximo dia 17 de outubro.

Câmara realiza audiência pública no dia 5 para discutir o PPA Juarez César Da Redação

DEPOIS de duas reuniões realizadas pela Prefeitura, chegou a vez da Câmara e da sociedade mairiporanense discutirem a proposta do Plano Plurianual, ferramenta de planejamento estratégico do município, em que será avaliada a peça orçamentária quadrienal e abordados conceitos como diretrizes, objetivos e metas previstas para a cidade. A primeira audiência acontece no dia 3 de outubro, às 15 horas, no plenário da Câmara Municipal, e a segunda no dia 24 do mesmo mês. Os vereadores esperam que a sociedade mairiporanense esteja representada através de segmentos organizados e que o projeto possa ser formatado e aprovado de acordo com os anseios da maioria, e que reflita um verdadeiro instrumento de gestão pública.

EMPREGADA DOMÉSTICA Admite-se

Para trabalho em residência no Jardim Celeste. Salários + benefícios Tratar travessa Antonieta Cirillo Spada, 26, sala 14 Horário comercial

4419-1842 99533-7468


Divulgação

6

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 27 de setembro de 2013

O vereador prestigiou os jovens mairiporanenses que receberam certificado de reservista

Rafael Tadeu participou da solenidade de entrega de certificados de reservistas Da Redação

CENTENAS de jovens mairiporanenses participaram na terça-feira, 24, no Auditório Fábio Taneno, da entrega de certificados de dispensa de incorporação (reservistas), solenidade que

contou com a participação do vereador Rafael Tadeu e de autoridades civis e militares. Depois da execução do hino nacional e do juramento, os jovens foram saudados pelo prefeito Marcio Pampuri, que é o presidente da Junta do Serviço

APAE recebe veículo do Estado, a pedido do vereador Marcinho da Serra Da Redação

OFÍCIO do deputado Estevam Galvão (DEM), endereçado ao vereador Marcinho da Serra, informa que o Governo do Estado contemplou a APAE de Mairiporã com um veículo para atendimento às crianças e jovens matriculados na instituição. Segundo o deputado, trata-se de uma justa reivindicação da entidade, apresentada a ele pelo

vereador Marcinho da Serra. “Continuo á disposição da comunidade mairiporanense, sempre em defesa dos seus legítimos interesses”, assinalou o parlamentar. Para o vereador Marcinho da Serra, a conquista do veículo foi de suma importância para a APAE, que vem vivenciando novos tempos através de sua diretoria, com o objetivo melhorar cada vez mais seu atendimento. Divulgação

Marcinho da Serra tem recebido apoio do deputado Estevam Galvão

Militar no município. Segundo Rafael Tadeu, foi uma solenidade cívica de importância para a juventude que na oportunidade recebeu o certificado de dispensa de incorporação. Sessão - Nos trabalhos legislativos de terça-feira última, o

vereador solicitou da Secretaria de Serviços Urbanos a capina e limpeza das ruas Maria Pacheco do Valle (Jardim Pereira, Terra Preta), Branca Thomaz Pereira (Chácara Arantes) e Claudinei Carlos Moreira Mecho (Jardim Socimar, Mato Dentro) e a poda

DE AUTORIA do vereador Nil Dantas, projeto aprovado terça-feira, 24, institui e insere no calendário oficial do município a ‘Semana Anti-Bullying’, que passará a ser comemorada anualmente na terceira semana do mês de maio. De acordo com a proposta, a violência que grassa nos dias Correio Imagem

de hoje nas escolas levou instituições européias, americanas e canadenses a se utilizar de práticas chamadas ‘anti-bullying’, como tentativa de reduzir a evasão escolar e conscientizar os alunos da gravidade dos atos de selvageria e de suas conseqüências. A formulação de uma política específica para prevenção, tem sido fundamental para enfrentar esse problema. No Brasil a violência não é menor, porém as medidas de combate ainda são tímidas, deixando os estudantes à mercê de colegas desequilibrados e violentos, com conseqüências médicas e psíquicas cujos quadros, às vezes, são irreversíveis. “Temos que nos preocupar com essa questão e combatê-la com rigor. Daí essa nossa proposta, de levar informação aos alunos através de palestras e reuniões, que dêem ênfase ao bom relacionamento entre as pessoas e que previnam e coíbam a prática do bullying nas escolas da cidade. A regulamentação do projeto caberá ao Poder Executivo.

Pereira, Terra Preta), Rodolpho Alves Bonfá (Jardim Gibeon, Terra Preta, e Alfredo Carpi (Barreiro) com pavimento de asfalto ou concreto. Outra indicação pediu luminárias para a rua Maria Pacheco do Valle, no Jardim Pereira.

Valdeci América sugere mudança na mão de direção em rua no bairro Vila Nova Bairros conseguem melhorias através do vereador Marcos do Táxi Divulgação

Da Redação

DESDE que assumiu a cadeira de vereador, Marcos do Táxi tem dedicado especial atenção aos bairros mais carentes da periferia da cidade. Visita-os com regularidade e de posse das reivindicações, consegue que o prefeito Marcio Pampuri promova os melhoramentos. No início da semana, esteve no bairro Jardim Santana, na rua Nair Hannickel Romaro, onde foram realizadas obras de limpeza e corte de mato. Na sessão legislativa de terça-feira, 24, o vereador apresentou duas indicações, em que solicitou a capina e limpeza do Bosque da Amizade, no centro da cidade, local onde a vegetação está invadindo o parque infantil e dificultando o uso de brinquedos por parte das crianças. Também solicitou a limpeza do córrego que corta a rua Mantiqueira, na Vila Renascença, que necessita de capina nas suas laterais e limpeza da tubulação, para que no período das chuvas, não ocorram enchentes e inundações de casas próximas.

Marcos do Táxi esteve na rua Nair Romaro, para verificar o trabalho realizado

Projeto do vereador Nil, que Vereador professor Edio cria a Semana Anti-Bullying, cobra dignidade aos é aprovado pela Câmara passageiros da EMTU Da Redação

de árvore na rua Domingos Costa e Silva, no Jardim Oliveira e Alameda dos Flamboyans, no Jardim Sol Nascente, em Terra Preta. Pavimentação foi outra indicação de Rafael, para as ruas Maria Pacheco do Valle e Clarice Pereira de Andrade (Jardim

Da Redação

EM DISCURSO inflamado, o vereador professor Edio cobrou melhorias na prestação de serviços de transporte coletivo no município, em favor dos usuários. Segundo ele, é um desrespeito ter que enfrentar todos os dias Correio Imagem

coletivos lotados que partem de Terra Preta e que demora quase uma hora para chegar à estação Tucuruvi, nos horários de pico (ida e volta), trajeto que normalmente seria feito em muito menos tempo. O vereador destacou que diariamente essa linha está sempre abarrotada e com número de passageiros muito acima do que comporta apenas um veículo. E cobrou uma resposta para apenas um ônibus disponibilizado nesse horário. “São trabalhadores e trabalhadoras que sofrem todos os dias na disputa por um espaço no coletivo, chegando cansados ao trabalho e com o mesmo desconforto no retorno às suas casas, além de pagar alto pela passagem. Algo precisa ser feito para mudar esse quadro, pois o cidadão não precisa pedir favor a ninguém, uma vez que paga pelo serviço e deveria ser bem atendido”, enfatizou Edio. Providências por parte da EMTU são cobradas pelo parlamentar, que tem recebido dezenas de reclamações dos usuários.

Da Redação

TRÊS indicações apresentou o vereador Valdeci América, durante os trabalhos legislativos de terça-feira, com destaque para o pedido de mudança de mão de direção na rua Rosa de Almeida Bueno, no bairro Vila Nova, além da colocação de um redutor de velocidade. Na questão da mudança, sugere que ao invés de descer, passe a permitir somente a subida. Em outro trabalho indicou que seja executada a reforma de dois abrigos de ponto de ônibus na avenida Tabelião Passarella, centro, o primeiro defronte a uma banca de jornal, na altura do número 455, e o outro defronte a agência do Banco Itaú. A terceira indicação pede que seja efetuado serviço de conservação (patrolar e cascalhar) na estrada das Lavras e na rua Sete, Jardim Augusto Coimbra.

Vereador Aladim pede posto de regularização fundiária no município Da Redação

NOS ÚLTIMOS meses o vereador Aladim tem trabalhado no sentido de regularizar imóveis sem documentação e loteamentos clandestinos espalhados por toda a cidade. Tem participado ativamente de reuniões e audiência sobre a questão e são inúmeras as solicitações que faz em benefício das pessoas que não estão com seus imóveis em ordem. Na terça-feira, 24, apresentou mais uma indicação sobre

o assunto, desta vez para que a Prefeitura estude, juntamente com o Poder Judiciário, a possibilidade de instalar um posto de atendimento para atendimento da população que esclareça dúvidas sobre regularização fundiária. Aladim justificou a proposta assinalado que o número de bairros com loteamentos clandestinos passam de uma centena e que a população carente não tem como buscar subsídios que levem à regularização de seus imóveis, nem condições de arcas com custos.

Correio Imagem


Mairiporã • Sexta-feira 27 de setembro de 2013

www.correiojuquery.com.br

7


8

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 27 de setembro de 2013

GERAL Bancários de Mairiporã seguiam com paralisação até ontem

Da Redação

A GREVE nacional deflagrada no dia 19 último, depois que os bancários rejeitaram em assembléias proposta apresentada pelos bancos, de reposição

da inflação de 6,1%, continua em todo o país. Em Mairiporã apenas o Bradesco funcionava normalmente, porém anteontem, diante da pressão de sindicalistas, acabou não abrindo. Até o final da noite de on-

tem permaneciam fechadas as agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Itaú, Santander e Bradesco. A previsão é de que continuem fechadas pelo menos até segunda-feira.

Número de matrículas do Ensino Básico indica redução Da Redação

DADOS preliminares do Censo Escolar 2013, publicado no Diário Oficial da União na segunda-feira, 23, apontam que o número de matrícuas no Ensino Básico do país vem caindo desde 2010. Do ano em questão, até o ano passado, o número passou de 43,5 milhões para 41,1 milhões, queda de quase 5,5%. Os dados referem-se às matrículas efetuadas na educação infantil (creches e pré-escola), ensino fundamental, ensino médio, educação de jovens adultos (EJA) e o sistema

de educação especial. Como os gestores das redes de educação têm até 30 dias para efetuar correções que acharem necessárias, os números não são definitivos. Ao final das correções, se os dados preliminares se confirmarem, a redução no número de matrículas poderá chegar a 6,5%. Esses dados são usados pelo governo para a execução de distribuição de livros e uniformes, programas de merenda e transporte escolar, entre outros. O Censo Escolar indica ainda que o Brasil possui hoje 40,3 milhões de alunos matriculados nas redes públicas municipais e estaduais.

Registro da escritura é a única garantia de propriedade do imóvel Da Redação VOCÊ encontrou o imóvel que tanto queria e só vê motivos para comemorar. Mas calma, ainda não acabou. É preciso registrar o imóvel para se tornar o verdadeiro dono e não ter surpresas desagradáveis futuramente. Talvez por desconhecimento, muitas pessoas deixam de registrar o bem acreditando que se tornou proprietário apenas ao assinar o contrato de compra. O alerta é de um velho ditado: ‘Quem não registra, não é dono’. Muitas pessoas se enganam quando pensam que a assinatura em um contrato de aquisição e venda ou mesmo de uma escritura pública de compra e venda de um imóvel são suficientes para se tornar proprietário.

A assinatura dos contratos é apenas o primeiro passo e os direitos reais de um bem imóvel só se adquirem mediante o registro do título aquisitivo no Cartório de Registro de Imóveis (CRI). A obrigação do registro é de quem adquire o imóvel. Não existe prazo determinado para que o comprador procure um cartório, mas o aconselhável é que isso seja feito o quanto antes. Com o título aquisitivo em mãos, o contrato de compra e venda e pagamento dos impostos devidos para que seja possível registrar um imóvel, o próximo passo é a confecção da “escritura pública de compra e venda” que deverá ser realizada em um cartório de notas. Em seguida é necessário apresentar essa escritura no CRI

competente para o registro. Cuidados como este evitam problemas como a venda dupla de um imóvel caso o antigo proprietário resolva agir de má-fé. Se comercialização do imóvel não é registrada, existindo apenas o contrato particular, o negócio não se torna público e, conseqüentemente, não constará nada na matrícula do bem [uma espécie de ‘RG’ do imóvel]. Dessa forma, um novo comprador não terá como descobrir se o imóvel que está adquirindo foi vendido anteriormente para outra pessoa. Ao procurar o Cartório de Registro de Imóveis, é preciso apresentar documentos pessoais do comprador e do vendedor, do imóvel e ainda o título de aquisição (contrato de compra e venda, por exemplo). Para registro do imóvel é cobrado o pagamento do ITBI, o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis, que será de 2% sobre o valor venal do bem ou direito transmitido, e as demais despesas de cartório que podem chegar a mais 3%. Em geral, o registro fica pronto em até dez dias. Riscos - De acordo com especialistas, ao não se registrar o imóvel, além do risco do antigo proprietário vender novamente o imóvel, o novo proprietário não conseguirá alugar o imóvel e somente poderá vendê-lo por meio de contrato particular. Se quiser usá-lo como garantia em outro negócio também enfrentará problemas. A hipoteca, por exemplo, é gravada na matrícula do imóvel e o comprador não terá direito a realizar essa averbação junto ao CRI, pois, a propriedade do bem ainda será do vendedor. Se o vendedor morrer, o patrimônio será objeto de inventário e fará parte da herança deixada pelo falecido. Com isso, o novo dono terá que ingressar na Justiça para tentar reaver o bem.

Prefeitura assiste e Rio Acima encaminha moradores de rua ganha núcleo Da Redação MORADORES de rua de Mairiporã têm sido assistidos pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social. No mês de julho, período de frio intenso, os assistentes sociais e voluntários realizaram trabalhos de acolhida e encaminhamento de 30 moradores para abrigos da cidade. Segundo a secretária Lúcia Naf, trata-se de uma ação de longo prazo, que leva em conta o respeito à vontade do morador de rua. “Desde o início demos especial atenção ao problema e conseguimos que 23 deles retornassem às suas cidades de origem, outros oito internados

em instituições de tratamento e recuperação, além de mais dois que retornaram ao convívio familiar”, assinalou Lúcia. Além dos encaminhamentos, a Secretaria promoveu atendimento individual aos moradores, por meio de cadastramento, com entrevistas sociais, visitas domiciliares, além assistência médica através da Unidade Básica de Saúde e do Centro de Assistência Psicossocial, e na emissão de documentos pessoais. A Prefeitura, segundo a secretária, tem mantido atenção redobrada com relação à segurança, limpeza e manutenção das áreas onde se concentram esses moradores, de forma a evitar a permanência.

LEITURA DINÂMICA

IDOSO - A Secretaria Municipal da Assistência Social, através do Conselho Municipal do Idoso, vai comemorar o ‘Dia do Idoso’ na próxima terça-feira, 1, em festividade no Centro Educacional, a partir das 13h30. A programação contará com atrações e a apresentação de shows musicais com a participação dos idosos. INADIMPLENTES - Pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) com consumidores inadimplentes e adimplentes descobriu que sete em cada dez entrevistados não se previnem quando emprestam o próprio nome para que terceiros realizem compras. A incidência é ainda maior entre os consumidores inadimplentes, em que pelo menos 20% admitem emprestar o nome a terceiros. Desse percentual, 96% reconhecem que não se resguardam contra eventuais riscos de calote, uso indevido do nome ou a possibilidade de ficar com o “nome sujo.

do Conseg Da Redação

O CONSELHO Comunitário de Segurança (Conseg) de Mairiporã se reúne no próximo dia 3 de outubro, às 19h30, na Escola Estadual Pedro Galrão do Nascimento, quando dará posse a mais um Núcleo de Ação Local (NAL), que abrange os bairros que formam o Rio Acima. O NAL é uma célula de mobilização comunitária do Conseg, constituído de cidadãos voluntários nos bairros, vilas, distritos, áreas rurais e/ou microcomunidades de interesse. da mesma microrregião, cujo objetivo é reunir periodicamente seus membros para analisar, planejar e acompanhar a solução dos problemas comunitários de segurança, além de desenvolver campanhas educativas e estreitar laços de entendimento e cooperação. Este é o terceiro NAL instalado em Mairiporã para colaborar com os trabalhos das polícias em especial dos Conseg´s. Os outros dois foram instituídos no distrito de Terra Preta e na Serra da Cantareira.

Copa de futebol em Terra Preta define finalistas neste domingo Da Redação

AS CHUVAS que castigaram o distrito de Terra Preta no último domingo impossibilitaram a realização dos jogos da fase semifinal da Copa José Lauriano de futebol amador. Com isso a qualificação dos finalistas do certame será neste domingo, 29, reunindo as equipes de Sol Nascente x Caja (11h) e São Francisco x Graal (13h). Ambos os jogos serão no campo da Igreja e Sol Nascente e São Francisco jogam por dois resultados iguais para disputar o título.

JUQUERY

CORREIO CORREIO JUQUERY. COM.BR


Mairiporã • Sexta-feira 27 de setembro de 2013

www.correiojuquery.com.br

9


10

www.correiojuquery.com.br

Mairiporã • Sexta-feira 27 de setembro de 2013

LAZER SABOR

HORÓSCOPO

Salada diferente com camarões

Aquelas receitas sempre iguais com camarões podem ser substituída por uma salada cítrica que levam esse crustáceo, e que fica uma delícia, principalmente nos dias quentes. Então, mãos à obra e experimente.

Salada cítrica com camarões Ingredientes para as hortaliças 1/4 de maço de alface americana; 1/4 de maço de alface roxa; 250g de abóbora de pescoço. Para os cítricos: duas laranjas Bahia; duas limas da pérsia. Para o molho: 100g de iogurte natural; uma colher (sopa) bem cheia de mel; 1/4 de maço de dill; sal refinado a gosto. Para o camarão: 500g de camarão; uma colher (sopa) bem cheia de azeite; pimenta rosa em grão a gosto. Modo de Preparo para as hortaliças: Higienizar as folhas e reservar em local fresco. Cortar a abóbora em lâminas com um descascador de legumes e branquear as lâminas (reservar). Para os cítricos: Separar as raspas da laranja e da lima (reservar). Descascar e cortar a laranja em gomos (reservar). Para o molho: Misturar o iogurte, o mel o dill e ajustar com sal (reservar). Para o camarão: Limpar o camarão, temperar com sal e saltear no azeite, e finalizar com a pimenta rosa (reservar). Para a montagem final: Em uma tigela misture as folhas com o molho em uma proporção de 10 ml de molho para cada 30g de salada. Em um recipiente, colocar as folhas temperadas com o molho, os citricos cortados e os camarões salteados sobre a salada. Servir imediatamente.

FILMES NA TV HOJE AS NAMORADAS DO PAPAI (It Takes Two), EUA, 1995, cor, 101 minutos, direção de Andy Tennant. Com Kirstie Alley e Steve Guttenberg. Filha de milionário viúvo e uma menina de rua, sósias perfeitas, trocam de lugar e provocam uma série de confusões. Juntas, resolvem promover o romance do pai. (GLOBO, 15h45) A RAINHA DA NEVE (Snow Queen), Inglaterra, 2005, cor, 56 minutos, direção de Julian Gibbs. Desenho animado. A história de uma jovem garota que, ao ver um menino tremendo de frio no meio da rua, se solidariza e oferece ajuda a ele e o levam a vier em sua casa. VIVI VIRAVENTO (Idem), Brasil, 2010, cor, 11 minutos, direção de Alê Abreu. Desenho animado. A história de uma garota que viaja em busca do Viravento, lugar secreto e misterioso revelado por sua avó, uma famosa escritora. (CULTURA, 18h) ELE NÃO ESTÁ TÃO AFIM DE VOCÊ (He’s Just Not That Into You), EUA, 2009, cor, 130 minutos, direção de Ken Kwapis. Com Ginnifer Goodwin, Ben Affleck, Scarlett Johansson, Jennifer Aniston e Drew Barrymore. Garota romantica sempre leva fora dos paqueras e prefere acreditar nas desculpas do que perceber que não estavam afim dela. (SBT, 23h) VAMPIRO EM HAVANA (Vampiros em la Habana), Cuba, 1985, cor, 75 minutos, direção de Juan Padrón. Desenho animado. Vampiro que é cientista cria o Vampisol. Este elixir permite aos vampiros passear sob a luz do sol. Seu criador decide que o produto seja distribuído gratuitamente. (TV BRASIL, 0h30) EU MATEI MINHA MÃE (J’ai Tué Ma Mére), Canadá, 2009, cor, 100 minutos, direção de

Kavier Dolan. Com Anne Dorval, Xavier Dolan e François Arnaud. A relação conflituosa entre um jovem de 17 anos, homossexual, e sua mãe, pautada pela manipulação e culpa. Inédito! (CULTURA, 22h)

Nanini, Zezé Polessa e Tonico Pereira. Em 1961, em pequena cidade do interior baiano, a disputa política entre o velho coronelismo e os progressistas, representado pelo editor de um jornal. (GLOBO, 1h05)

STELLA E A ESTRELA DO ORIENTE (Idem), Brasil, cor, 85 minutos. Desenho animado. Garota que volta no tempo graças a um fenômeno astrológico, encontra sua bisavó ainda criança e juntas vão em busca do tesouro da Estrela do Oriente. (CULTURA, 15h) GRAN TORINO (Idem), EUA, 2008, cor, 116 minutos, direção de Clin Eastwood. Com Clint Eastwood e Bee Vang. Viúvo, racista e inflexível veterano da guerra da Coréia, se vê diante de uma gangue forçando um jovem asiático a roubar seu Gran Torino 1972, e salva-o. (SBT, 23h30) O JUDEU (Idem), Brasil, 1995, cor, 85 minutos, direção de Jom Tob Azulay. Com Dina Sfat, Felipe Pinheiro e Fernanda Torres. Apesar de ser brasileiro, Antônio José da Silva, o ‘judeu’, se transforma no mais célebre autor de teatro de Portugual, em 1715. (CULTURA, 0h15) FLUXO E REFLUXO (Ebb and Flow), França, 2009, cor, 90 minutos, direção de Eric Woreth. Com Antoine Duléry e Marius Colucci. Oitavo episódio da série ‘Os Pequenos Crimes de Agatha Christie’. Aqui, velho amigo de Larosière volta de viagem e traz sua nova esposa, muito mais jovem. Netos, irmãos e primo ficam desesperados, pois acham que a nova mulher vai acabar com toda a herança da família. (TV BRASIL, 22h30) O BEM AMADO (Idem), Brasil, 2010, cor, 107 minutos, direção de Guel Arraes. Com Marco

SHREK TERCEIRO (Shrek the Third), UEA, 2007, cor, 93 minutos, direção de Chris Miller e Raman Hui. Desenho animado. O rei Harold, pai de Fiona, morre repentinamente e com isso Shrek precisa ser coroado rei, algo que ele não pensou em ser. (GLOBO, 12h30) BOM MESMO É CARNAVAL (Idem), Brasil, 1962, cor, 95 minutos, direção de J. B. Tanko. Com Zé Trindade, Jaime Costa e Anilza Leoni. Importante figura de pequena cidade do interior apadrinha a eleição de ‘amigo do peito’ para a Prefeitura. Às vésperas da eleição, vítima de manobras de inimigos políticos e de sua própria índole carnavalesca, é obrigado a relegar seus princípios rígidos. (CULTURA, 15h15) VAMPIRO EM HAVANA (Vampiros em la Habana), Cuba, 1985, cor, 75 minutos, direção de Juan Padrón. Desenho animado. Vampiro que é cientista cria o Vampisol. Este elixir permite aos vampiros passear sob a luz do sol. Seu criador decide que o produto seja distribuído gratuitamente. Reprise de anteontem. (TV BRASIL, 22h30) O VIDENTE (Next), EUA, 2007, cor, 96 minutos, direção de Lee Tamahori. Com Nicolas Cage e Julianne Moore. Mágico de Las Vegas possui o dom de prever alguns minutos do futuro próximo. Essa habilidade o ajuda em seu trabalho e também nas mesas dos cassinos, onde consegue uma boa quantia. (GLOBO, 0h35)

AMANHÃ

DOMINGO

MODA

ÁRIES - 21/3 a 20/4 A tônica desta fase é a mudança. Você, que em geral é muito dinâmica, pode refletir e libertar-se mais facilmente de tudo aquilo que já não faz sentido. Abra o coração com quem você gosta. TOURO - 21/4 a 20/5 Fase propícia para abrir-se ao mundo. Os astros conspiram a seu favor e fazem com que conte com ajuda extra da sorte em seus empreendimentos; portanto vá fundo e aproveite este fim-de-semana. GÊMEOS - 21/5 a 20/6 Terá um fim-de-semana particularmente fecundo, que pode concretizar facilmente os seus planos. Aproveite a fase para colocar tudo em dia e organizarse ainda melhor. Cuide de sua saúde. CÂNCER - 21/6 a 21/7 Os astros dinamizam mais os seus relacionamentos e anunciam um período bastante propício para tudo o que exija comunicabilidade. Terá maior entrosamento com todos os familiares. Aproveite. LEÃO - 22/7 a 22/8 Estes dias serão benéficos em todos os sentidos. Iniciativas no sentido de socializar tendem ao êxito, por isso você vai brilhar e projetar-se. Fase ótima para receber a familiares e amigos em casa. VIRGEM - 23/8 a 22/9 Semana favorável para você cuidar de seu organismo. Sua capacidade de regeneração está acentuada e você pode recuperar-se muito mais facilmente dos desgastes. Abra o coração a amada.

Anos 60 entram no

clima do verão

LIBRA - 23/9 a 22/10 Aproveite este final de semana para dar uma boa organizada em casa. Apenas não se exija demais e alterne esforço com lazer, pois ninguém é de ferro. Momento ideal para leitura e meditação. ESCORPIÃO - 23/10 a 21/11 Fim de semana ideal para unir-se aos outros e demonstrar sua capacidade de colaboração. Os projetos em equipe tendem ao êxito, graças a sua atitude cooperativa. Tenha solidariedade com os outros. SAGITÁRIO - 22/11 a 21/12 Suas iniciativas no sentido de progredir materialmente tendem a ter sucesso. Você anda com boa cabeça para as finanças e pode fazer negócios bastante lucrativos. Em casa, momento de descontração. CAPRICÓRNIO - 21/12 a 20/1 Os astros recarregam as suas baterias, ampliam os seus horizontes e fazem com que você veja ainda mais longe. Além disso, lhe prometem boas chances de reestruturação e sucesso no amor. AQUÁRIO - 21/1 a 19/2 Sua natureza é um tanto cética, mas no momento pode comprovar o quanto é verdade que o espírito comanda a matéria. Abandone o racionalismo e se concentre em tudo que deseja ver realizado. PEIXES - 20/2 a 20/3 Fase bastante movimentada, que pode entender-se melhor com os amigos e inclusive ampliar o seu círculo social. Conte com eles para o que precisar. Sua mente anda bem mais rápida e arejada.

A

s novas coleções já estão chegando às lojas para a temporada verão 2013/2014. Entre as principais referências estão os clássicos dos Anos 60, presentes em todos os segmentos da moda: vestuário, acessórios e calçados. E essas referências clássicas ganham detalhes contemporâneos, como novos contrastes de cores, estampas geométricas, entre outros. Um dos pontos altos que você provavelmente já notou nas vitrines e nas ruas - é o preto e branco, que aparece em combinações de roupas, calçados e bolsas. Além de elegante, esse mix é versátil para o dia a dia no trabalho e pode ser usado com acessórios em cores mais fortes, como vermelho, azul royal, amarelo ou coral. Geométricos - Nas roupas, os traços desta década ficam claro nas muitas estampas geométricas, recortes quadrados para vestidos e saias, modelagens assimétricas e cintura levemente rebaixada. Para esse efeito, os comprimentos são mais curtos e os tecidos mais encorpados. Pés -  Nos calçados, o bico fino é unanimidade para os scarpins e sapatilhas da temporada. Detalhes como laços estilizados também estão entre as referências da década e garantem um toque feminino às peças com design mais clássico, especialmente scarpins. Para as mais femininas, aliás, os conjuntinhos com a mesma estampa ou mesmo tecido também estão entre os hits do verão, inclusive em versões com o top cropped, que deixam uma faixa da barriga à mostra. Atualizado -  Nos acessórios, as bolsas dentro desse tema ficam menores e ganham opções de alças de mão mais alça à tiracolo. Correntes e detalhes em matelassê complementam o estilo clássico e atemporal dessas peças. Em contraponto, os brincos e pulseiras aparecem em versões maiores, como argolas ou braceletes, inclusive com detalhes de animais, como tigre, coruja, leopardo, entre outros. E o melhor: eles são ótimas opções para você atualizar as peças que já tem no guarda-roupa.

487  

edicao 487 do jornal correio juquery de mairipora

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you