Page 1

GR ÁT IS

CORREIO FRANCISQUENSE

O jornal feito para você

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

Foto: Divulgação

REFRIGERAÇÃO

meira

ASSISTÊNCIA TÉCNICA AUTORIZADA E VENDA DE PEÇAS

Em nossos 20 anos preparamos uma super promoção GPTU 40 de R$ 2900,00 por R$ 2390,00 à vista

Câmara revoga concessão da água e esgoto à iniciativa privada Em votação apertada, legislativo revogou todo o Plano Municipal de Saneamento Básico, que havia sido aprovado em dezembro do ano passado PÁGs. 8 e 9

DIA NACIONAL DA MULHER

O Negociador CMDM www.onegociador.net organiza palestras

Rua Santa Catarina, 2628 – Floresta Joinville

Nós podemos te ajudar

Rua Anita Garibaldi, 1021 Fone (47) 3029-0143 / (47) 3028-2143 Rua Tatuape, 526 - Sala 02 - Floresta Fone (47) 3028-4143

(47) 3426-3355

ConPla

Leia mais na Pág 4

Alessandra Bernardino, psicopedagoga

- Construções e Planejamento Ltda. Empresa Voltada para atividades de Engenharia Construtiva, no ramo de terraplenagem, drenagem, pavimentação, sinalização, obras complementares, recuperação, restauração de vias urbanas, estradas, rodovias, locações e edificações.

BR-280 - KM 33, Araquari/SC. Fone: (47) 3419-5525

ADMINISTRAÇÃO E LOCAÇÃO DE IMÓVEIS Rua Itaiópolis, 695 - Casa 63 Saguaçu - Joinville/SC

www.boarettoimoveis.com.br


2

CORREIO FRANCISQUENSE

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

EDITORIAL

OPINIÃO

Para algumas mães, não há o que comemorar

Liberdade dos Meios de Comunicação para um Futuro Melhor

Esta edição homecasa, Fabiane Maria de nageia as nossas mães Jesus, 33 anos, espanpelo seu dia (11 de maio) cada até a morte na Dia das Mães. Um doBaixada Santista, em mingo para celebrar o São Paulo. maior e incondicional E para não se perder amor. em tantas perdas lasAmor de Mãe - seja a timáveis, estamos de mãe biológica, adotiva luto também, em resou emprestada. peito a dor das mães Todos os anos homeNigerianas, pela perda nageamos quem nos de suas filhas adolesdeu vida, abdicou de centes, seqüestradas seus sonhos. Amor de por rebeldes islâmicos mãe é um bem maior, de Boro Haran, na noimas carte de 14 de “Segundo pesquisa rega um abril, em estado de do IPEA, entre 2001 uma escola alerta, de e 2011, a cada uma internato medo e sosecundária hora e meia uma frimento. no vilareN e s t e mulher morre de jo nortista ano, a equide Chibok forma violenta no pe do Cor(Nigéria). reio Fran- Brasil” O grupo de cisquense rebeldes e do Folha acreditam de Araquari trabalhou que a educação ocipara mostrar um poudental é pecaminosa e co das experiências de então, proibida. vida das mulheres que se dão por inteira para Triste realidade que tudo fique perfeito. Segundo pesquisa A mulher de tripla do IPEA, entre 2001 e jornada, mãe avó que, 2011, a cada uma hora em sua janela, aguare meia uma mulher da as visitas de seus morre de forma viofilhos. lenta no Brasil. Foram Mas, a equipe do jor5.664 mortes por ano! nal está em luto. Deste total, cerca de Luto por indigna40% foram cometidos ção e respeito a dor por um parceiro íntide Mães como a Dona mo. Os dados foram Luiza, mãe de Mara apresentados pelo IPEA Tayana Decker, Dona (Instituto de Políticas Christiane, mãe de ViEconômicas Aplicatória Schier, ambas das) e são resultado de brutalmente assasuma pesquisa sobre o sinadas. Ou ainda a feminicídio no Brasil. mãe de Leandro EmiPor feminicídio, vale lio, que com dignidade dizer, entende-se o asdenunciou seu filho sassinato de mulheres pelo assassinato de em decorrência de elas uma inocente. E tamserem simplesmente… bém, a mãe, Dona de mulheres

Ban Ki-Moon Secretário Geral da Organização das Nações Unidas Neste ano, a comunidade internacional tem uma oportunidade única de preparar uma agenda de longo prazo para o desenvolvimento sustentável, a fim de suceder os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, que expirarão em 2015. A implementação bem-sucedida dessa agenda requer que todos os povos gozem dos direitos fundamentais de liberdade de opinião e expressão. Esses direitos são essenciais para a democracia, a transparência, a responsabilidade e o Estado de Direito. Eles são vitais para a dignidade humana, o progresso social e o desenvolvimento inclusivo. O Dia Mundial da Liberdade de Imprensa destaca a importância dos meios de comunicação independentes, livres e pluralistas para proteger e promover esses direitos. O jornalismo fornece uma plataforma para discussão informada por meio de uma ampla gama de questões de desenvolvimento - dos desafios ambientais e progresso científico à igualdade de gênero, o engajamento da juventude e a construção da paz. Somente quando os jornalistas têm liberdade de monitorar, investigar e criticar políticas e ações, pode existir boa governança. Mesmo quando olhamos para além de 2015, temos de enfrentar as graves ameaças atuais à liberdade de imprensa em todo o mundo. Em muitos países, jornalistas e outros profissionais de mídia enfrentam obstáculos sistemáticos para relatar a verdade, que vão desde censura, detenção e prisão a ações de intimidação, ataques e, até mesmo, assassinato. Esses abusos ultrajantes mostram que a liberdade de imprensa e os direitos humanos que ela sustenta são extremamente frágeis e devem ser defendidos de forma ativa. A Assembleia Geral das Nações Unidas condenou, de forma inequívoca, todos os ataques e todo tipo de violência contra jornalistas e profissionais da mídia. Os governos e todos aqueles com influência deve agir agora para essa condenação, protegendo os jornalistas e os outros profissionais da mídia. As Nações Unidas estão prontas para fazer a sua parte. Os órgãos da ONU já estão trabalhando em conjunto e com outros parceiros, sob a liderança da UNESCO, para criar um ambiente livre e seguro para os jornalistas e os profissionais da mídia de todo o mundo. Neste Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, apelamos a todos os Estados, as sociedades e os indivíduos a defender ativamente a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa, como direitos fundamentais e como contribuições cruciais para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e fazer avançar a agenda de desenvolvimento pós-2015. Texto Secretário-geral das Nações Unidas Ban Ki-moon Expediente

CORREIO FRANCISQUENSE

O jornal feito para você

Correio Francisquense é uma publicação quinzenal da P4S Editora de Jornais e Revistas LTDA, com circulação em São Francisco do Sul, Araquari, Barra do Sul, Itapoá. Santa Catarina. ENDEREÇO: Rua Meulbourne, s/n. Bairro Ubatuba. CEP 89240-000 | IMPRESSÃO: A Notícia | TIRAGEM: 2 mil exemplares | Diretor-Geral: Antônio Eduardo Pereira | Diretor Administrativo: Nilo Junior Reportagem: Maiara Carvalho | Editora: Margaret Paim | Colunistas: José Couto, Leonardo Nogueira, Margaret Paim, Gustavo Gamper Comercial: direcao@correiofrancisquense.com.br | Redação: jornalismo@correiofrancisquense.com.br e jornalismo@folhadearaquari.com.br Acesse o nosso portal: www.correiofrancisquense.com.br Artigos assinados são responsabilidade do autor, não refletindo necessariamente a opinião do Correio Francisquense.


3

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

CULTURA

Festilha atrai quase 30 mil turistas Foto : Margaret Paim

Familiares de detentos reivindicam melhorias em frente ao Fórum

Comida típica, apresentações culturais, feira de artesanato e shows musicais marcaram a 26ª edição da Festa das Tradições da Ilha. Nos dias 25, 26 e 27 de abril, passaram por São Francisco do Sul, segundo a organização do evento 30 mil pessoas. “Realizamos

algumas mudanças neste ano que surtiram bons comentários. Aumento de 700m² de área coberta exclusivo para alimentação, criação do espaço do samba, enfoque na gastronomia e cultura e a valorização dos músicos locais”,comenta o secretário municipal

de turismo, Guilherme Pereira. Na sexta-feira, o público conferiu o show da dupla sertaneja Dany e Rafa, no sábado a Banda Iriê subiu ao palco central e animou a plateia e no domingo, a Festilha encerrou com o show nacional do grupo Raça Negra.

CORREIO FRANCISQUENSE


4

CORREIO FRANCISQUENSE

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

HOMENAGEM

Uma tarde diferente para comemorar o Dia Nacional da Mulher

Foto : Margaret Paim

À esquerda Dinâmica de grupo entre as participantes, ao centro, Maria Laura, Stefani e Sônia, ganhadoras do concurso; à direita, palestrante Vilson Zimmermann e Helen de Borba, com conselheiras Margaret Paim

jornalismo@correiofrancisquense.com.br

No dia 30 de abril, dia Nacional da Mulher, as conselheiras do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) de São Francisco do Sul, organizaram, juntamente com a secretaria dos conselhos, uma tarde festiva para as mulheres. As convidadas aproveitaram o dia para aprender um pouco sobre a importância dos seus di-

reitos e sobre o empoderamento das mulheres nos dias atuais e, de sobra, curtiram a palestra, bem humorada, sobre a Felicidade. Os palestrantes convidados aproveitaram para explicar os caminhos necessários para que a mulher se valorize mais e construa mecanismos para viver melhor com mais dignidade e alegria. No dia, além das palestras proferidas pelos convidados Vilson Vieira

Zimermann, psicólogo e acadêmico de Direito, que falou sobre “Felicidade” e Alessandra Bernardinho, psicopedagoga e assistente técnica pedagógica na Gerência de Educação de Joinville, sobre “Cada uma de nós Mulheres”, todas foram agraciadas com lindas músicas interpretada pela cantora Alana Wlppridr, Ariosvaldo Nascimento (teco), no violão, ambos funcionários da Fundação Municipal

de Cultura. As mulheres também tiveram a oportunidade de fazerem exames de acuidade visual com a convidada Helen de Borba, sócia gerente da Ótica Beatriz de Joinville. No final do evento, foi oferecido um delicioso café com doces pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania. No mesmo dia, (30), também foram entregues

prêmios às primeiras classificadas no Concurso de Redação 2014 com o tema “Mulher”, organizado todos os anos pelo CMDM. Confira os nomes das autoras das redações vencedoras: Categoria acima de 18 anos: Sônia Solange Gomes - Rocio Pequeno. Categoria 10 a 14 anos: Maria Laura Pontes e Stefani da Silva, estudantes da Escola Municipal Franklin de Oliveira, bairro da Reta.

A Mazzon Móveis é sinônimo de beleza, conforto e qualidade. Oferece aos seus clientes produtos exclusivos, que variam do estilo clássico ao contemporâneo. Em nossa loja você encontra uma ampla linha de quartos, salas, cozinhas e sofás em couro. Tudo em madeira nobre, em diversos acabamentos e com uma vasta gama de tecidos Faça-nos um visita, confira nossos preços e condições de pagamento facilitado. Endereço: Av. Getúlio Vargas, nº 389, Bucarein - Joinville/SC. Telefone: (47) 3028-2545 ENTREGA E MONTAGEM EM TODO O LITORAL DE SANTA CATARINA SEM CUSTO ADICIONAL


5

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

CORREIO FRANCISQUENSE

MULHERES

Câmara Municipal de Vereadores entrega prêmio “Mulher que Faz”

Foto : Divulgação/ Câmara de Vereadores

Cinco mulheres foram homenageadas em prêmio organizado pela Câmara de Vereadores

lio a quem quer que o procurasse, sua filha Andréa de Oliveira, recebeu o troféu, muito emocionada.

• Maria Augusta Bezerra, professora de matemática, fez a diferença na Margaret Paim jornalismo@correiofrancisquense.com.br história de muitos alunos, entre eles o Vereador PauNo dia, (30/04) à noite, lo Anselmo o qual ficou na Câmara Municipal de muito emocionado com Vereadores, foram home- a homenagem. nageadas com o troféu “Mulher que Faz”, cinco • Nair Campos da Silmulheres que se dedi- veira, eleita amiga da cam ou se dedicaram seu Escola do Colégio Annes tempo em trabalhos vo- Gualberto, faz a diferença luntários e profissões de na comunidade do Bairro destaque no município Paulas, sempre muito de São Francisco do Sul. participativa no clube de Mulheres que, de alguma mães e na Associação dos forma, contribuíram para Aposentados. o desenvolvimento sócio-econômico, educacional •Lair Leoni Bernardoni, e pessoal às muitas mu- francisquense, é reconhelheres da cidade. cida internacionalmente A homenagem acontece pelas suas obras fotográtodos os anos. Elas são ficas. Em seus trabalhos indicadas por entidades do município e são escolhidas por meio de votação pelas integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher.

Familiares de detentos reivindicam melhorias em frente ao Fórum

que leva aos quatro cantos do mundo sempre procura apresentar as belezas de sua terra natal, contando suas histórias da infância. Escritora poeta teve diversos trabalhos publicados em revistas nacionais e internacionais. Já expôs sua obras fotográficas em Paris, New York, Rio de Janeiro, Florianópolis, entre tantos outras cidades do mundo.

Receberam os troféus as senhoras: • Alice Lunardon Moreira, conhecida como dona Licinha, costureira, passou a ensinar aproximadamente 30 alunas, com direito a diploma as aulas de corte e costura, voluntária no Centro Espírita Caridade de Jesus, presta grandes serviços relevantes à comunidade; • Irene Silva de Oliviera (in memoriam), foi uma mulher muito dedicada e competente na área da saúde, nunca negou auxí-

GAMPER 25 ‘ PRO


6

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

CORREIO FRANCISQUENSE

À PEDIDO

Musculação para mulheres Musculação para mulheres: você já entrou nessa onda? Veja os benefícios da musculação, que ajuda também a retardar o envelhecimento da pele e músculos, além de prevenir a osteoporose. Atualmente, mais e mais mulheres estão praticando musculação. Na verdade, treinamento com resistência é a forma de exercício físico que mais cresce nos últimos anos e as mulheres estão incluindo em seu condicionamento físico, quase na mesma freqüência que os homens, sessões de musculação. Confira os benefícios: Benefício #1 Tonificação muscular: a prática da musculação tonifica os músculos e ajuda na perda de calorias. O treinamento com o uso do peso, melhora ainda mais essa resistência muscular. Benefício #2 Auxilia na prevenção de osteoporose: a pessoa que pratica musculação tem menos chance de desenvolver uma doença chamada de osteoporose, pois ela auxilia no fortalecimento dos ossos do corpo humano.   Benefício #3 Aumento da força: a musculação deixa a pessoa mais forte, auxiliando na resistência para o trabalho

diário e possíveis momentos que exijam de você o uso da força. Benefício #4  Fortalece região da coluna vertebral: auxilia na prevenção de problemas na coluna vertebral, além de fortalecer a parte inferior das costas, diminuindo dores locais.   Benefício #5 Diminui as chances de uma diabete: a prática de exercícios físicos é uma grande aliada à prevenção de doenças como a diabete. A musculação é uma das práticas benéficas, que pode ajudar a evitar o aparecimento da doença e para quem já tem diabete, pode auxiliar no tratamento e equilíbrio da taxa de glicemia sanguínea.   Benefício #6  Melhora o sistema imunológico: assim como a prática dos demais exercícios, a musculação também auxilia no funcionamento do sistema imunológico.   Benefício #7 Beneficia o sistema digestório: as pessoas que sofrem com prisão de ventre podem notar uma melhora no funcionamento intestinal nos primeiros dias de prática da musculação, pois ela auxilia no bom funcionamento do sistema digestório.  

Benefício #8 Aumenta o equilíbrio: a musculação praticada regularmente auxilia a melhorar o equilíbrio e a coordenação motora do praticante.   Benefício #9 Melhora humor: a prática da musculação melhora o humor, a auto-estima e com isso as interações sociais.    Benefício #10 Bem estar e saúde Além de obter um corpo bonito, saudável e resistente, a prática da atividade ajuda a melhorar o sono, melhora a postura e retarda o envelhecimento, pois retarda a perda muscular. O que garante uma me-

lhor auto-estima, por muitos anos. Se convenceu que musculação é uma ótima opção de atividade física? Geralmente as academias ficam abertas de 6 horas da manhã até as 22 horas. Programe-se e inclua no seu dia uma hora pra cuidar da sua saúde, do seu bem estar e da auto-estima. No começo pode parecer um pouco mais difícil, mas seu corpo vai se acostumando e você se sentirá mais disposta. O que te deixa cansada não é o trabalho, ou sua rotina diária, mas a falta de hábitos saudáveis e prática de atividade física. Portanto, invista tempo em você, e comece hoje mesmo o seu treino!!! Informações Academia Medley (47) 3444-4528


7

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

DIA DAS MÃES

CORREIO FRANCISQUENSE

11 de maio: Dia de celebrar

o amor

Um dia só para elas. O segundo domingo do mês de maio é dedicado à essas mulheres que são a razão de nossa existência. Vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana, a função exige muito esforço e muito amor. Elas são sinônimo de amor, carinho e dedicação. Com a história de uma mãe de seis filhos, avó, bisavó e tataravó que mora no Lar dos Idosos em São Francisco do Sul, o Correio Francisquense homenageia todas as mulheres. Maiara Carvalho

Maiara Carvallho jornalismo@ correiofrancisquense.com.br

M

ãe de seis filhos, rar no Lar dos Idosos por três homens e vontade própria há quatro três mulheres. Netos e anos e meio. “Eu amo esse bisnetos ela já perdeu as lugar. Gosto das pessoas. contas, mas os tatarane- É minha família.” Quantos somam três, o mais do questionada se recebe velho já tem seis anos. visitas com frequência, Dizem que avó é mãe Mariquinha tem a resposduas vezes, no caso da ta na ponta da língua. simpática Dona Mariqui“Meus filhos e netos nha ela é quatro vezes. vêm me visitar sempre Com sorriso no rosto e que possível. Mas eu enmuito papo pra falar, tendo, eles também tem a senhora de 85 anos a casa deles, a família derecebeu a reles. A gente “Meus filhos e portagem do sente sauCorreio Fran- netos vêm me dade, mas visitar sempre cisquense em tem que enseu chalé no que possível. Mas tender.” Lar dos Ido- eu entendo, eles Com transos em São também tem a casa q u i l i d a d e , Francisco do Mariquinha deles, a família Sul. conta sobre E l a q u e deles. A gente sente sua vida e divide a ca- saudade, mas tem sobre a bens i n h a c o m que entender.” ção de ser outra senhomãe. “Semra passa a - Dona Mariquinha pre dediquei maior parte minha vida do tempo faaos meus zendo o que fez durante filhos e a criação deles. toda a vida: costurando. Ser mãe é um presente “Eu sempre trabalhei em de Deus”, comenta com os casa, na costura. Aqui olhos cheios de lágrimas. também costuro, faço Mariquinha afirma que ajustes para os meus co- sente saudades dos filhos, legas ou para o pessoal mas que procurou o silêndo lar”, comenta Mari- cio para viver. quinha. “Gosto do silêncio. GosNatural de Barra Velha to da calma. Onde está o e moradora de Joinville silêncio é onde Deus está. por quase toda a vida, Gosto de tudo só não gosto Maria conta que veio mo- das más condutas.”

Dona Mariquinha já perdeu as contas de quantos netos possui

Dona Mariquinha convive com outras 32 idosos, sendo 19 mulheres. A equipe da Associação Comunitária Cristã São Paulo Apóstolo é formado por um psicólogo, um fisioterapeuta, um assistente social, cinco para serviços gerais e três para a cozinha. O psicólogo Allan Roberto Luz, que atua há três anos na entidade, lembra da importância das visitas dos familiares aos idosos que vivem no lar. “É muito importante para eles. Eles adoram receber visitas, seja de parentes, dos familiares ou de outras pessoas.” No Lar é uma entidade comunitária que conta também com a ajuda da comunidade para se manter. Doações podem ser feitas através do telefone: (47) 3442-1074.


8

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

CORREIO FRANCISQUENSE

INFRAESTRUTURA

Sem definição quando teremos Saneamento Básico

Foto : Divulgação

Presidente do legislativo, Clóvis Mathias de Souza, desempatou a votação

Cinco dos nove vereadores da cidade aprovaram a revogação da Lei que concedia serviço de água à iniciativa privada Margaret Paim

jornalismo@correiofrancisquense.com.br

N

a última terça-feira, (06) em sessão ordinária na Câmara Municipal, cinco dos nove vereadores aprovaram a revogação da Lei n º. 1.600 de 12/2013, que estabelecia a Política Municipal de Saneamento Básico de São Francisco do Sul. Oposicionistas à Lei, liderada pelos vereadores Christopher Oliveira (PMDB) e Salvador Luiz Gomes (PSB), entraram com um projeto de lei para não transferir os

serviços de água e esgoto do município à iniciativa privada conforme, artigo 8º. da Lei, que autorizava o poder executivo a transferir a prestação dos serviços à órgão, autarquia, fundação de direito público, consórcio público, empresa pública ou sociedade de economia mista municipal ou estadual e prestadora a que se tenha concedido os serviços (iniciativa privada).

SAMAE Desde 1968 que o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE, presta serviço de tratamento e distribuição de água aos moradores francisquenses. O serviços de tratamento de esgoto nunca pôde ser realizado pela empresa, devido a falta de recursos e os altos custos

na construção de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Para o município, seriam necessários a construção de, no mínimo quatro estações, como já apresentado pela gestão anterior - construção de pequenas ETE em locais específicos da cidade. Seriam contemplados a região das praias com uma na enseada, no Centro Histórico, no distrito da Vila da Glória e nos Bairros Paulas e Rocio Grande. Os recursos obtidos por meio das tarifas, são aplicados, ao longo dos anos, em ampliação da rede, compra de máquinas, sistemas de automação, etc. Atualmente, a empresa se vê obrigada a cumprir normas como a Lei Federal 11.445/2007, onde todos os municípios, até o ano de 2015, devem apresentar

um Plano Municipal de já o saneamento básico. A falta de tratamento Saneamento Básico. do esgoto está afetando, significativamente, a balPróximos passos neabilidade das praias da Depois da anulação da região, devido o aumento Política Municipal de Sa- de turistas e veranistas neamento Básico pelos concentrados no período de verão e o vereadores, esgoto sencom o voto do jogado minerva do diretamente presidenao mar. te da casa, A outra Clóvis Maparte, contias de Soucentra-se za, que jusem funciotificou seu voto, em respeito as 4 mil nários do Samae e pesassinaturas em apoio a soas que não apóiam a revogação da Lei, não se possível privatização. Muitos estavam preosabe como ficará a situação do esgoto que vêm cupados com a possibisendo jogado nas praias, lidade de aumento aburios, valas e na Baia Ba- sivo da tarifa e falta de fiscalização dos serviços bitonga. A comunidade está di- prestados pela empresa vidida. Empresários do que ganhar a concessão e ramo turístico, imobiliá- os funcionários, o remario e muitos moradores da nejamento para outras região das praias querem funções.


9

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

INFRAESTRUTURA

Luta por saneamento urbano em SFS Foto : Divulgação/ Câmara de Vereadores

Comunidade lotou plenário da Câmara para acompanhar a votação

O

s problemas enfrentados com a falta de tratamento de esgoto na cidade mais antiga do estado - São Francisco do Sul, não é de hoje. A Associação Ecológica Movimento Carijós -AMECA, vêm desde 1987, reivindicando ações na área de saneamento urbano à Prefeitura Municipal. Segundo informações na rede social da associação AMECA, há diversos documentos protocolados na Prefeitura Municipal e Câmara Municipal de Vereadores denunciando descumprimento da legislação a respeito da falta de tratamento do esgoto. Principalmente nas praias de Itaguaçu e Paulas. Essas denúncias sempre foram apoiadas por outras entidades do município, como a Associação Amigos do Capri, e Associação Amigos da Praia de Itamirim de Ubatuba.

cará a situação do esgoto em nosso município. Diversas cidades do país estão conseguindo resolver o saneamento básico com apoio do governo federal e estadual, como o projeto Água Limpa, que dispõe de verbas, a fundo perdido, para os municípios. Cada cidade tem sua especificidade, mas é possível conseguir viabilizar recursos como já conseguido pelo SAMAE, no ano de 1996 para construção de uma adutora sub-aquática de 12 km de extensão, sendo desse total, 4.278 m submersos. Na época, a obra teve um custo de US$ 1,5 milhões, investimento este financiado pela FUNASA – Fundação Nacional da Saúde e contrapartida da Prefeitura e recursos próprios do Samae.

RECURSOS INVIÁVEIS

Segundo Governo Federal, há recursos através do RESPOSTAS Programa de Aceleração A questão agora é saber, do Crescimento (PAC 2) das autoridades, como fi- para obras de abasteci-

mento de água e esgotamento sanitário. Serão repassados R$ 2,8 bilhões aos 635 municípios com população de até 50 mil habitantes selecionados pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa), que é vinculada ao Ministério da Saúde. A iniciativa beneficia mais de 5,2 milhões de pessoas em 26 estados. Para São Francisco do Sul, os recursos provenientes do PAC 2, de R$ 4.409.448,00, em média, para cada cidade, se forem distribuídos por igual, não comportaria a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto. A cidade, devido a dispersão populacional, necessita de no mínimo quatro (4), estações. Na lista de contemplados divulgados pelo governo federal, o município de São Francisco do Sul não foi selecionado para esta etapa. O investimento em ETE no município ultrapassa os valores repassados pelo governo. (Margaret Paim)

CORREIO FRANCISQUENSE Mobilidade Leonardo Nogueira

leonardo.n.mendonca@gmail.com

FIESC REALIZA PESQUISA INÉDITA Uma das grandes dificuldades enfrentadas atualmente pelas empresas é mensurar quanto se tem gasto com logística em suas operações. Esses custos, conhecidos como Custos Logísticos, tem se mostrados expressivos e se tornado foco nos últimos anos por empresas e governos. Alguns especialistas afirmam que os custos com logística chegam a representar 12% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil. Devido ao seu grau de importância para as indústrias a FIESC – Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina em parceria com o  Laboratório de Desempenho Logístico - LDL da Universidade  Federal de Santa Catarina - UFSC e o LogTec - Grupo de Pesquisa em Logística e Tecnologia da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. Outras pesquisas já foram realizadas pela FIESC, mas o formato e abrangência desta edição são inéditos. A FIESC forneceu a equipe responsável pelo estudo uma listagem com mais de 880 empresas de diversos segmentos e regiões do estado que possibilitou a realização de um tratamento estatístico de forma a obter o melhor perfil de mapeamento das informações onde foi possível determinar o número necessário de questionários, respondidos, por setor e por região, que garanta a validade da pesquisa. O principal objetivo da pesquisa é realizar um panorama atualizado dos custos logísticos na indústria catarinense, por meio da determinação do valor gasto com logística para cada real faturado pelas empresas que participarem da pesquisa. Desta forma será possível às empresas obterem o real diagnóstico de seus custos logísticos e compará-los com outras empresas do mesmo segmento, tamanho, região e até com empresas de outros setores na busca de novas alternativas logística para a redução dos custos. É importante destacar que cada empresa participante da pesquisa receberá um relatório individual sobre sua  atual situação em relação aos custos logísticos incorridos com transporte, armazenagem, estoques e administração da logística. Também receberá um panorama da situação da empresa em relação aos resultados globais de Santa Catarina, e em relação ao setor de atuação e a região em que a mesma está localizada. Neste contexto a empresa poderá, além de conhecer seus indicadores logísticos, saber em quais processos logísticos se concentram seus maiores problemas e estabelecer, assim, um ponto de partida para estruturar seus processos. A pesquisa estará disponível no site da FIESC até dia 20 de junho, e o prazo para entrega dos relatórios finais está previsto para meados de outubro de 2014. O questionário pode ser obtido no site da FIESC www. fiescnet.com.br na área destinada a Logística. Para acessálo basta utilizar o link disponível e cadastrar a empresa. Após o preenchimento, a empresa receberá um e-mail de confirmação e com o endereço para download do formulário. É importante salientar que este procedimento foi desenvolvido e testado com o propósito de garantir total sigilo das informações que serão fornecidas pelas empresas participantes. Mais informações podem ser obitidas diretamente com a equipe responsável pela execução da pesquisa via e-mail custoslogisticos.esag@udesc.br ou pelo telefone (48) 3231-4277. Em breve teremos mais informações sobre o panorama de custos das indústrias catarinenses que, com certeza, irão trazer mais competitividade as nossas empresas e aprimoramento dos processos logísticos.


10

CORREIO FRANCISQUENSE

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

MEIO AMBIENTE

Vega lança concurso de Educação Ambiental

O Urtigão Gustavo Gamper

Divulgação

Ganhadores do Prêmio de Educação Ambiental do ano passado

R

efletir sobre os hábitos alimentares e como eles podem influenciar a saúde é a proposta da 14ª edição do Prêmio e Concurso Escolar ArcelorMittal Vega de Meio Ambiente. O lançamento foi feito no dia 24 de abril, para professores e diretores de escolas de São Francisco do Sul, no Centro de Treinamento e Educação Ambiental da empresa. As inscrições de projetos vão até o dia 12 de setembro. O Concurso é destinado a todos os alunos do Ensino Fundamental do município. Os trabalhos desenvolvidos nas escolas – maquetes e cartazes, do 1º ao 5º ano e projetos, do 6º ao 9º ano – terão como foco a agricultura fami-

Atividade Envio dos projetos (6º ao 9º ano) Entrega dos trabalhos (para as duas categorias) Apresentação p/ jurados (6º ao 9º) Evento de premiação

liar e urbana, a alimentação saudável e o consumo consciente de alimentos, evitando o desperdício. Na oportunidade também foram apresentados resultados e novidades do Programa Ambiental Verde com Vida, que a ArcelorMittal Vega desenvolve desde 2007, proporcionando vivências ambientais em suas trilhas ecológicas.

Sobre o Concurso Escolar

Projeto pioneiro do Programa de Educação Ambiental da ArcelorMittal Vega, o Concurso Escolar estimula nas escolas a implantação de projetos que têm contribuído para o desenvolvimento susComo/Onde Para email eventos@ edmlogos.com.br Portal Naval

tentável de São Francisco do Sul.Como subsídio aos trabalhos, alunos e professores recebem cartilhas específicas, com sugestões de leitura e atividades. Depois de discutir o tema, eles partem para a prática, desenvolvendo em grupos os trabalhos visuais e os projetos, dependendo da faixa etária. Em 13 anos de existência, o Concurso Escolar já sensibilizou milhares de estudantes, com reflexões sobre diversos temas importantes para o Meio Ambiente: Reciclagem de lixo, Conservação de recursos naturais, Consumo consciente, Aquecimento global, Biodiversidade, Agenda 21 Escolar, Pegada Ecológica, Diversidade e o Futuro que queremos. Prazo 12/9

Portal Naval

29/9 – 9h às 12h e 13h às 17h | 30/9 - 9h às 12h 01/10 p/ manhã

Portal Naval

02/10 às 14h

C

aminhando pela cidade, vez ou outra me deparo com pessoas reclamando que o centro histórico está intransitável e não possui mais vagas de estacionamento. Realmente, das vezes que vou de carro até lá, encontrar local para estacionar é uma luta. Qual seria a solução? Certa vez, em uma das gestões municipais, foi levantada a idéia de se fazer um esquema de estacionamento rotativo, porém, entre bares e grupos de debate nas redes sociais sobre o município, locais onde se encontram diversos cientistas políticos, o papo era sempre o mesmo, de que aquela história toda era uma loucura. E mais uma vez a responsabilidade por não ter vagas no centro recai sobre alguém, mas nunca no usuário do sistema. O problema não é difícil de entender. São Chico foi projetada para carroças, e nunca se imaginou que um dia teríamos tantos carros assim nas ruas. Se pegarmos os números de emplacamentos dos últimos 15 anos, vemos que a quantidade de veículos na ilha praticamente dobrou nesse período. Então, para termos vagas, se não queremos pagar por ela, a população tem que colaborar. Vemos muitos escritórios no centro onde cada funcionário vai com seu carro trabalhar, sozinho, sem dar carona. E destes, muitos trabalham a uma distância que poderia ser percorrida tranquilamente a pé ou de bicicleta em, no máximo, 20 minutos. Pode parecer mais uma reclamação boba, porém para comprovar que a minha lógica, basta gastar os mesmos 20 minutos procurando uma vaga que essas pessoas já começarão a refletir se vale a pena gastar tempo e combustível e ainda passar raiva. Concluindo, uma solução real para as vagas seria mesmo o estacionamento rotativo. Afinal de contas, se para ir a Joinville e pagar estacionamento não é um problema, por que haveria de ser em São Francisco? A evolução da cultura do município é diretamente proporcional ao que foi projetado para suas ruas: Vem de carroça!


11

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

CORREIO FRANCISQUENSE

Esporte Por José Couto

Projeto concretizado Após meses de negociações, Metodologia Ferretti volta para São Francisco do Sul. A assinatura do contrato entre Fernando Ferretti e Marco Aurélio Radtke, patrocinador do projeto, aconteceu no mês de abril, nas dependências da  Center Cobre, na cidade do Araquari. Reconhecido como uma dos melhores e mais conceituados treinadores do futsal brasileiro e do exterior, Fernando Luiz Coelho, o  Fernando Ferretti, empresta o seu nome e o seu conhecimento para um dos mais importantes projeto social e esportivo voltado para crianças e adolescentes com idades entre 07 e 15 anos. “Proporcionar as crianças e aos jovens, a participação em um projeto, com a marca de uma metodologia séria e vencedora, difundindo o esporte na sua totalidade, trabalhando a criança e o adolescente na sua aptidão, desenvolvendo por meio do esporte, o espírito de equipe e o respeito aos limites, tanto de si quanto dos outros”, foi o motivo que levou o empresário a investir forte nesta importante ação esportiva.

Rua Salvador Ângelo Cardoso, 201 - Araquari

13ª OLESFRAN

15º Circuito Catarinense de Natação Academia Medley em parceria com a Secretaria Municipal de Esportes de São Francisco do Sul, disputou no último dia 26 de abril, na cidade de Indaial da 1ª Etapa do Campeonato Catarinense de Natação para equipes não federadas. Estiveram presentes 11 nadadores. 03 medalhas de ouro, 10 pratas, 07 bronzes foram as principais conquistas no individual, conquistando também o 1º lugar no revezamento 4 X 50 medley feminino, o 2º lugar no revezamento 4 X 50 medley masculino e também o 2º lugar no revezamento cw masculino. Por equipes  São Francisco do Sul conquistou o 4º lugar no geral e a 1ª colocação entre as equipes pequenas. Parabéns a todos os atletas e ao seu treinador pela conquista alcançada. 

TINTAS E THINNER RECICLADO, TUDO COM PREÇO DE FÁBRICA.

A Olimpíada Estudantil Francisquense, (Olesfran) está em sua 13ª edição e teve início na última segunda feira, 05. O público lotou as arquibancadas para prestigiar a solenidade de abertura. Matheus Fernandes, aluno do 8º ano do Caic Irmã Joaquina Bussarello, campeão do ano passado, na modalidade de futsal, foi o responsável pela condução da tocha e acendimento da pira olímpica. Futebol de campo, futsal, handebol, judô, tênis de mesa, voleibol e xadrez, nos naipes masculino e feminino são as modalidades que estarão sendo disputadas no período de 05 a 16 de maio, transformando as quadras, os tatames e os campos de futebol de São Francisco do Sul no centro das atenções de toda a comunidade desportiva da cidade

Joguinhos Abertos de SC A 8ª Etapa Microrregional dos 27º Joguinhos Abertos de Santa Catarina acontecerá na cidade de São Bento do Sul no período de 09 a 11 de maio. São Francisco será representada em duas modalidades, futsal e futebol masculino. Dando continuidade a um trabalho de renovação iniciado no ano de 2013, a equipe de futsal viaja para São Bento do confiante na conquista de uma das quatro vagas na fase regional. A equipe é comandada pelo jovem treinador Rafael Clausen.

FONE(47)3447-1024 www.resicor.com


12

São Francisco do Sul, Santa Catarina. Ano 1 - nº9 - 10 de maio de 2014

CORREIO FRANCISQUENSE

SEGURANÇA

Operação Veraneio encerra com quase 700 mil registros de intervenções Maiara Carvallho jornalismo@ correiofrancisquense.com.br

D

epois de quatro meses de atuação no litoral norte, o 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militares encerrou a Operação Veraneio em São Francisco do Sul. A solenidade aconteceu no dia 29 de abril e contou com a entrega de certificados para os Guarda-Vidas Militares e Civis Destaques; certificado de agradecimento aos envolvidos com o

Projeto Golfinho, empresários, corporações e entidades parceiras, autoridades do governo municipal que auxiliaram no sucesso da Operação Veraneio. Na ocasião foi entregue uma viatura Ford Ranger 4x4, adquirida com recursos do convênio entre a prefeitura da cidade e a corporação. O veículo deve passar ainda por algumas adequações para ser utilizada nas operações de busca e salvamento, e em Operações da Força-Tarefa.

Divulgação

Operação Veraneio em números

Solenidade contou com a entrega de certificados para os Guarda-vidas

• 38 praias • 73 quilômetros de costa • R$ 4 milhões em investimentos com alimentação e diárias • Atendimentos: 682.880 prevenções, intervenções (quando o guarda-vidas evita que o banhista vá para a corrente de retorno); • 884 banhistas foram resgatados já na corrente sem nenhum grau de afogamento • 54 pessoas foram retiradas com algum grau de afogamento.

Correio Francisquense 9  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you