Page 1

Sonner Machado

Yes, nós temos banana! Bolo de banana é destaque na Coluna do Chef

alerta vermelho! Baixas temperaturas prejudicam doações de sangue no Paraná. Queda chega a 40% pág. 05

pág. 17

Divulgação

www.correiodoparana.com.br

Circulação: Curitiba, Almirante Tamandaré, Araucária, Campo Largo, Colombo, Fazenda Rio Grande, Pinhais, Piraquara e São José dos Pinhais. Edição nº 03, ano 01

DE 13 A 19 DE JUNHO DE 2014

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Goleada de impostos no país no futebol Camila Vichoski

Abusivo. Nem os produtos relacionados à Seleção Brasileira de Futebol são poupados das altas taxas tributárias cobradas no país. O Brasil, penta campeão no futebol, amarga a 14° posição no ranking dos maiores arrecadadores de impostos do globo

Foto: FPF

Hércules paranaenses Campeonato Paranaense de Fisiculturismo reuniu 160 participantes em Curitiba pág. 13

Auxílio em boa hora Correio do Paraná foi às ruas e montou um kit-copa para alertar torcedores sobre a alta carga tributária que pesa sob cada produto pág. 03

Governo do PR anuncia medidas emergenciais para minimizar os prejuízos das famílias atingidas pelas chuvas intensas pág. 05


Editorial

Previsão do tempo

Só um tapinha va como um raio fulminando as pretensas intenções de peraltices e desobediências. As palmadinhas na bunda das crianças malcriadas sempre foram um método infalível para amenizar certas situações de abuso e teimosia. É triste olhar a realidade com olhos críticos e verificar que os novos padrões de educação estão ultrapassados. Basta entrar num transporte coletivo. Nem precisa ficar de olhos tão abertos e ouvidos atentos para perceber atos repugnantes da rebeldia de adolescentes que, por saberem da proteção dos meios legais abusam dessa liberdade para falar palavrões e comentar intimidades em público, além do cometimento de crimes e contravenções penais. Pais também sentem-se limitados no processo de educação familiar ao não poder reprimir um filho diante de alguém, mesmo com palavras, por receio de serem denunciados por abuso ou constrangimento. De repente, a nova Lei das Palmadas pode deixar os genitores, geralmente os parentes mais próximos, com as mãos ainda mais atadas, numa visível intervenção do Estado de forma negativa, fato este que poderá ainda fortalecer a desagregação familiar.

16/06 - SEG

17/06 - TER

18/06 - QUA

19/06 - QUI

Sol com poucas nuvens

Sol com poucas nuvens

Parcialmente nublado com chuvas

Sol com muitas nuvens

23°C

16°C

22°C

13°C

17°C

13°C

20°C

Sete pecados sociais: política sem princípios, riqueza sem trabalho, prazer sem consciência, conhecimento sem caráter, comércio sem moralidade, ciência sem humanidade e culto sem sacrifício. Mahatma Gandhi

:: Por João Carlos da Costa Professor e Policial Civil

A hospedagem na região da Arena da Baixada, em Curitiba, ficou em média 40,1% mais caro durante a Copa do Mundo. O maior aumento foi registrado em um hotel que fica 900 metros distante da Baixada, que teve a diária reajustada em 96,75%.

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) apresentou queda de 1,6% em junho ante maio, informou a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Na comparação com junho de 2013, o recuo foi de 7,4%.

Chega a 151 o número de municípios atingidos pela chuva no Paraná, dos quais 131 estão em situação de emergência, de acordo com a Defesa Civil Estadual. Quase 580 mil pessoas foram afetadas e perto de 10 mil residências foram danificadas.

A produtividade das empresas brasileiras caiu 56,3% na estreia do Brasil na Copa do Mundo, se comparada às dez quintas-feiras típicas anteriores. É o que mostrou o Índice Runrun.it de Produtividade (IRRP).

Os preços dos alimentos no mês de maio ficaram 1,63% mais caros para a população de Curitiba, segundo o Dieese. A alta dos preços em Curitiba seguiu a tendência registrada em 15 das 18 capitais pesquisadas.

De acordo com o Índice de Competitividade Mundial 2014, o Brasil passou para o 54º lugar no ranking geral composto por 60 países, ficando à frente apenas de Eslovênia, Bulgária, Grécia, Argentina, Croácia e Venezuela. A dianteira pertence aos EUA.

EXPEDIENTE Diretor geral e redator chefe: Ricardo A. Dias (DRT-PR 5504) Departamento financeiro: Thays de Freitas Dias

Fone: (41) 3042-2133 | pauta@correiodoparana.com.br www.correiodoparana.com.br

Marketing: Kamilla Almeida

Assessoria jurídica: Ricardo Vinhas Villanueva Reportagem: Camila Modena Vichoski Cláudia Prati (DRT-PR 4996)

Projeto gráfico e diagramação: Deivin Tietjen de Oliveira Rodrigo A. Romani (DRT-PR 7756) Distribuição: Peterson de Freitas Oliveira

As matérias assinadas não expressam, necessariamente, a opinião deste jornal.

14°C

DESCEU

SUBIU

No rádio, há algum tempo atrás ouvíamos com certa freqüência uma música, que muito incomodou nossos ouvidos e que, certamente, fariam Bach, Vivaldi e outros menos eruditos se virar na tumba de tanto ouvir, “só um tapinha não dói, um tapinha não dói, etc...”. A malfadada música faz apologia não ao uso da violência, mas a uma forma masoquista de satisfazer alguém no momento de prazer. Nada a ver com a polêmica Lei das Palmadas, aprovada na Câmara dos Deputados, mas que traz um parâmetro para fazer um comparativo com a emenda que altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), de 1990. A nova Lei propõe que crianças e adolescentes devem ser protegidos do castigo físico, “em que há o uso da força e resulte em sofrimento e lesão”. Até aí, tudo bem, porque é grande o número de crianças e adolescentes vítimas da violência no Brasil. Por outro lado, é de se recordar que na educação familiar tradicional no Brasil os castigos físicos sempre prevaleceram. Alguns duros em demasia, com o uso de varas de marmelo, trançados de couro ou cintas, que às vezes deixaram marcas durante muitos dias.. Um simples olhar “enviesado” do pai, da mãe ou avó, principalmente quando chegava visitas funciona-

Fonte: Simepar

2


3 O tio Sam no Brasil

Torcedores da seleção dos EUA são maioria entre os estrangeiros no Brasil. Serão aproximadamente 200 mil norte-americanos no país.

Dicas ao presentar Ao comprar presentes, lembre de pesquisar em vários locais os preços dos produtos e serviços. Prefira pagamentos à vista, pois muitas lojas oferecem descontos. Verifique a taxa de juros quando parcelar as compras e faça constar a data de vencimento quando usar cheques pré-datados. Fique atento aos seus direitos quando comprar produtos em promoção, cuidado com produtos danificados ou defeituosos. Peça que o estado do produto seja especificado na nota fiscal junto com as possíveis condições para troca. Caso você se arrependa de suas compras, o comerciante não é obrigado a desfazer o negócio. Só é possível desistir da compra por arrependimento quando ela não for efetuada em estabelecimento comercial, seja por telefone, internet etc. O prazo é de 7 dias partindo da assinatura do contrato ou recebimento da mercadoria. A partir da entrega do produto ou finalização do serviço, o consumidor pode reclamar por vícios aparentes ou de fácil constatação. Em produtos não duráveis, como alimentos e flores, o consumidor tem 30 dias para reclamar. Já em produtos duráveis como eletrodomésticos e roupas, tem 90 dias. Neste caso, se o fornecedor não resolver os problemas em 30 dias, o consumidor pode escolher receber outro produto da mesma natureza de uso em perfeitas condições, receber o valor pago ou abatimento proporcional do preço. Em toda relação de consumo é imprescindível que o consumidor exija a nota fiscal que é o comprovante válido da aquisição, da garantia e necessário para eventuais reclamações. CP

Economia

No campo dos impostos, Brasil já perdeu a Copa Realidade. Se a “partida” for disputada entre os países da América Latina, as cargas brasileiras são vice-campeãs, perdendo apenas para sua maior rival futebolística, Argentina

O

Foto: Gilson Abreu

país do futebol, sede do Muntária, mas no destino que se dá a ela. No dial de 2014, é também um dos Brasil, este destino é um incógnita. países com maior carga tributáCom uma arrecadação de 35% era ria do mundo. Se o Brasil em termos de de se esperar que tais recursos fossem futebol é penta camrevertidos em servipeão, em tributários ços públicos que ga“A caipirinha, ocupa a 14° posição rantissem a qualidade sucesso entre os no ranking dos maiode vida, entendendores arrecadadores de -se aí educação, saúestrangeiros, é o impostos do globo. de, segurança e inproduto com taxa Carga tributária fraestrutura para o é o resultado obtido contribuinte, e cidatributária mais na comparação entre dão, brasileiro. Mas, elevada, com 77%” o valor dos impostos no lugar de prestação coletados pelo gode serviços de qualiverno e a soma das dade o que se obserriquezas produzidas por determinado va é a precariedade dos mesmos. país. Nesta equação, a carga tributária Para tornar visível a abusiva codo Brasil equivale a 35% do seu Produto brança de impostos atualmente no Interno Bruto (PIB), ou seja, o país coleta país, o Correio do Paraná elaborou o em impostos mais de um terço de sua “kit torcedor”, com os itens indispensáprodução. Porém, o absurdo não reside veis à torcida brasileira, e o montante essencialmente no valor da carga tribupago por ela em impostos. CP

Kit torcedor e a porcentagem dos impostos no valor de cada um dos itens.

Bebidas alcoólicas são os produtos com maior carga tributária

77%

56%

Caipirinha

Cerveja

46%

45%

37%

Refrigerante

TV

Biscoito

36%

35%

35%

Suco pronto

Camisa

Pipoca

34%

34%

34%

Apito

Buzina

Corneta

17%

17%

17%

Carne

Pão

Queijo


4

Economia

A explicação

S

A se considerar que recursos egundo o IBGE, o Brasil acaba naturais e trabalhadores existem de atingir 201 milhões de hatanto nos EUA quanto no Brasil, bitantes. No censo de 2010, a certamente o que temos de menos população era de 190,7 milhões. Pore de pior é o capital e a tecnologia. tanto, em apenas três anos tivemos Se aprofundarmos mais o bisturi da aumento de 10,3 milhões. Alimentar investigação sociológica, podere201 milhões de bocas, prover moramos constatar que também a cultudias para todos e fornecer educação, ra, os costumes, os níveis educaciosaúde, transporte, lazer, justiça, segunais e a qualidade das instituições rança e outras necessidades típicas da públicas compõem um conjunto de vida moderna constituem um desafio elementos que, nos EUA, são imeneconômico gigantesco. samente melhores do que aqui. O conjunto de bens e serviços finais Neste texto, quero referir-me para atender a todas as necessidades ao lamentável estrago que fizemos dessa massa humana é o Produto Incom o “estoque de capital”. Para terno Bruto (PIB). Ao dividir o PIB pelo suportar a produção, o país dispõe total da população, temos o produto de três infraestruturas essenciais: a por habitante (que é um conceito físico; infraestrutura é como dividir um física (rodovias, bolo entre os co“Alimentar 201 milhões ferrovias, usimensais). Aos prede bocas, prover nas de energia, ços vigentes, a fatia moradias para todos portos, aerode produto que e fornecer educação, portos, telecocabe a cada bramunicações), a sileiro equivale a saúde, transporte, lazer, infraestrutura aproximadamente justiça, segurança e social (hospi11 mil dólares/ano. outras necessidades tais, escolas, Para poderinstituições de mos avaliar o que típicas da vida moderna assistência, de isso significa, basta constituem um desafio justiça e de selembrar que, nos econômico gigantesco” gurança) e a Estados Unidos, a infraestrutura renda por habitanempresarial (fazendas, fábricas, cote está em 55 mil dólares/ano. Gostemércio, empresas de serviços). mos ou não, a grande pátria da AméDe todas as três, a pior é a infrarica do Norte foi disparadamente mais estrutura física, que é basicamente competente que nós em proporcionar estatal. Um exemplo pode ser busbom padrão de vida a seu povo. Qualcado no setor de transportes. Um quer que seja a distribuição da renda motorista de caminhão brasileiro por lá, o bem-estar médio dos cidanão é menos eficiente que um modãos norte-americanos é cinco vezes o torista norte-americano. Entretandos brasileiros. to, o brasileiro trafega em estradas A pergunta é: por quê? Um dos destruídas, dirigindo caminhões grandes desafios dos economistas é velhos e passando dias e dias paraentender que fatores causam tanta do em filas, sobretudo nos portos. diferença de renda média e, por conSó isso já explica parte subssequência, de padrão de vida. O fato tancial das diferenças entre lá e cá é que o Brasil ainda tem 20% de sua e análise pode prosseguir em toda população (40 milhões de pessoas) na a infraestrutura brasileira. Ademais, faixa de “pobres” e 7% (14 milhões) o país está sendo puxado para trás na faixa de “extremamente pobres”. O por um ineficiente e corrupto sisteproduto se faz com recursos naturais, ma governamental e pela péssima trabalho, capital (no sentido de instruqualidade de suas instituições. Não mentos de produção) e tecnologia. É é preciso muito mais para entender por aí que a explicação deve ser buscapor que o Brasil continua tão pobre da e é por onde dá para vislumbrarem e tão desigual. CP que o Brasil falhou.

José Pio Martins é economista e reitor da Universidade Positivo.

Setores da economia revelam expectativas diferentes na Copa Pesquisa. Sondagem da Fecomércio PR ouviu empresários de Curitiba sobre a Copa do Mundo e revela baixa expectativa

E

m tempos de Copa do Mundo, apenas 25% dos empresários do comércio de bens, serviços e turismo acreditam que o mundial de futebol trará impactos positivos no faturamento. Os dados são de uma sondagem realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), que ouviu empresas dos três setores por ela representados: comércio varejista, serviços e turismo. De modo geral, o percentual de empresas que investiu no estabelecimento exclusivamente para o evento foi de 28%. Destes, 53% apostaram na modernização visual, propaganda e marketing. Melhorias nas instalações e equipamentos foram a escolha de outros 27%, a capacitação de funcionários foi realizada por 18% e apenas 2% optaram por aumentar o quadro de funcionários. Entre os três setores analisados, o varejo é o que menos se vê beneficiado pela Copa do Mundo, com apenas 17% de respostas positivas. A maioria restante, 83%, acredita que a realização dos jogos na cidade será indiferente para seus negócios. No setor de serviços os percentuais não foram muito diferentes, 23% têm expectativas positivas. No entanto, os empresários do turis-

mo esbanjam otimismo e 88% esperam que o evento vai elevar o faturamento. Comércio Entre os varejistas, 22% realizaram investimentos, alocados principalmente na modernização visual, propaganda e marketing (52%), equipamentos e instalações (22%), treinamento de funcionários (22%) e contratação de novos colaboradores (4%). Serviços Apesar de um pouco mais otimistas, somente 21% das empresas prestadoras de serviços se prepararam especificamente para o fluxo de negócios gerados no período dos jogos. O maior parte dos recursos, 54%, foi aplicada em infraestrutura e 46% decidiram modernizar o visual e a comunicação. Desempenho do comércio na Copa. Turismo Os empresários de turismo projetam que serão os grandes beneficiados com a Copa do Mundo, tanto que 94% dos gestores de hotéis e agências de viagens afirmaram ter se preparado para receber os turistas. Mais uma vez, modernização do visual, propaganda e marketing receberam o maior aporte, com 60%. Foto: Camila Vichoski

O setor de turismo foi o que mais investiu na qualificação de funcionários, instalações e equipamentos


5 Calamidade Pública

Em 2013 enchentes deixaram 59 municípios paranaenses em estado de emergência e afetaram 136.840 mil pessoas, de acordo com o Governo do Estado.

Governo anuncia tarifa de água a R$ 1,00 e parcelamento da energia

Frio prejudica doação de sangue Com a chegada do frio, o número de doadores de sangue no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) cai em média 40%. Em épocas mais quentes, a procura por doação é mais constante, sendo arrecadadas em torno de cem bolsas do material no Hemepar de Curitiba. Segundo Paulo Roberto Hatschbach, diretor do Hemepar, o ideal para manter o estoque cheio seria de 150 a 200 bolsas por dia, meta que já é difícil bater no verão. “Infelizmente, com as baixas temperaturas, as pessoas deixam de vir doar sangue. O frio faz com que a pessoa fique mais acomodada”, relata. Há ainda a maior incidência de gripes e doenças respiratórias no período de inverno, o que faz com que muitos doadores deixem de comparecer. O diretor lembra que há uma necessidade ainda maior em manter as doações constantes neste período entre junho e julho por causa dos jogos da Copa do Mundo. “Ainda temos que nos preocupar porque agora, com a Copa, vai ter um fluxo maior de turistas em Curitiba e Foz do Iguaçu. Não que estamos prevendo algo, mas temos que nos precaver. Se acontece um acidente grave, pessoas precisem passar por cirurgia de emergência, temos de ter sangue no estoque”, lembra. Para ser doador de sangue é preciso ter, no mínimo, 50 quilos e estar em boas condições de saúde. Só podem doar, pessoas entre 16 e 67 anos, que apresentem documento oficial com foto. O Hemepar disponibiliza uma cartilha com todas as exigências necessárias para quem pretende doar sangue. Uma bolsa do material coletado pode ajudar até três pessoas. CP

Apoio. A Copel parcelará em seis vezes as contas dos próximos três meses para todas as casas, comércios e indústrias atingidas. A cobrança deste parcelamento também se dará só daqui a 90 dias.

O

governador Beto Richa anunciou mais medidas emergenciais para minimizar os prejuízos das famílias atingidas pelas chuvas intensas. Todas as casas identificadas pela Defesa Civil como danificadas ou atingidas por alagamentos pagarão nos próximos três meses uma tarifa de R$ 1 pela água utilizada. Richa assinou um novo decreto ampliando a situação de emergência em mais 53 municípios. Agora, já são 130 municípios nesta situação. ÁGUA – A redução da conta será aplicada automaticamente, sem que os clientes beneficiados pela medida emergencial precisem fazer o cadastramento. ENERGIA - Os consumidores da Copel também deverão ser reconhecidos pela Defesa Civil ou pelos escritórios regionais da Copel. “Estendemos o prazo de pagamento da conta de luz para que as famílias atingidas possam concentrar seus esforços em recuperar as condições mínimas de moradia e trabalho”, afirmou o presidente da Copel, Lindolfo Zimmer. OUTRAS AÇÕES - O governador anunciou ainda que a Fomento Paraná irá disponibilizar linhas de crédito para em-

Foto: Arnaldo Alves / ANPr

O diretor do Hemepar, Paulo Hatschback no ônibus que faz coletas de sangue. A unidade móvel de coleta é importante para o incentivo da doação

Geral

Foto: Arnaldo Alves / ANPr

Governador Beto Richa vistoria áreas afetadas pelas enchentes pelo Estado

presários e comerciantes que perderam tudo e que precisam de recursos para reerguer seus estabelecimentos. Será uma linha de crédito especial, por meio do Fundo de Desenvolvimento Econômico, para atender os empreendedores dos municípios atingidos pelas chuvas. O Estado iniciou uma campanha de ajuda humanitária para arrecadar e enviar aos municípios mantimentos, cobertores, roupas, conjuntos de cama e utensílios de cozinhas. Várias entidades estão juntas nesta tarefa. Já foram enviados pela Defesa Civil ao interior 10 mil cobertores, duas mil fraldas, 400

fardos de roupas, além de mais de 100 quilos de alimento emergencial (preparado de sopa). Mais caminhões seguem para o interior. Pela Secretaria da Saúde foi feita liberação de mais de R$ 5 milhões para que os prefeitos possam contratar mais profissionais, pagar horas extras. “Isso é para que a população não fique desassistida em nenhum momento, nem de madrugada”, disse Richa. Também foram enviados vacinas, remédios para gripe e inúmeros outros medicamentos para prevenir doenças comuns após enchentes. CP

53 municípios do Paraná tiveram situação de emergência decretada Araruna, Arapuã, Ariranha do Ivaí, Boa Vista da Aparecida, Cafelândia, Campina da Lagoa, Campo Magro, Capitão Leônidas Marques, Céu Azul, Coronel Domingos Soares, Cruzeiro do Iguaçu, Curitiba, Diamante do Oeste, Fernandes Pinheiro, Figueira, Foz do

Iguaçu, Inácio Martins, Iretama, Ivatuba, Jaboti, Janiópolis, Lapa, Lidianópolis, Missal, Moreira Sales, Nova Prata do Iguaçu, Ortigueira, Palmeira, Palmital, Paraíso do Norte, Paulo Frontin, Pinhais, Porto Amazonas, Porto Vitória, Prudentópolis, Quarto Centenário, Quitandinha, Ramilândia, Rondon, Salto

do Lontra, Santa Cruz de Monte Castelo, Santa Izabel do Oeste, Santana do Itararé, Santa Tereza do Oeste, São Jorge do Patrocínio, São Miguel do Iguaçu, São José dos Pinhais, Teixeira Soares, Tomazina, Turvo, Umuarama, Vera Cruz do Oeste e Virmond.


6

Geral

Fórum para enfrentamento da violência contra a mulher

Arrecadação de donativos para vítimas das enchentes

Direitos. Uma unidade móvel vai percorrer os municípios que participam do programa orientando as mulheres em situação vulnerável

O

Foto: Thea Tavares/SMEM

Foto: Arnaldo Alves

Fórum Metropolitano da Unidade Móvel para enfrentamento da violência contra as mulheres foi instalado no dia 23 de maio durante encontro municipal de mulheres, em Piraquara O programa, que tem apoio do chamado “ônibus lilás”, tem a coordenação da Secretaria da Mulher da Prefeitura de Curitiba, dentro do programa “Mulher, Viver Sem Violência” do Governo Federal. A partir da adesão de 14 dos 29 municípios da Região Metropolitana de Curitiba, o fórum vai definir o funcionamento prático do trabalho da unidade móvel em cada localidade, como, por exemplo, a ordem e o tempo de permanência do ônibus lilás nos municípios, serviços prestados às mulheres do campo e da floresta e as regras da parceria com as prefeituras. Também ocorrerá a instalação do fórum da unidade móvel para os sete municípios do Litoral do Paraná. No total, 36 municípios serão beneficiados pelo atendimento do ônibus lilás, que está sob a responsabilidade da Prefeitura de Curitiba. O ônibus terá serviço de orientação às mulheres das localidades mais

Em função dos danos causados pelas fortes chuvas que atingem o Paraná desde o fim de semana, a Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, a Defesa Civil e o Provopar promovem uma grande campanha para arrecadação de donativos. Todo o material doado está sendo enviado às famílias dos municípios que estão em situação de emergência. As pessoas atingidas precisam de colchões, cobertores, roupas de cama, roupas, água, cestas básicas, fraldas, materiais de limpeza e higiene, como lenços umedecidos, já que muitas cidades estão sem água. CP

O Fórum foi instalado durante encontro municipal de mulheres, em Piraquara

distantes e vulneráveis sobre os direitos contidos na Lei Maria da Penha, a rede de atenção à mulher em situação de violência, onde e como denunciar crimes de violência doméstica e familiar contra as mulheres e sobre os serviços da saúde e da assistência social para esse fim. São esses e outros serviços voltados

também à prevenção e ao empoderamento econômico das mulheres. Aderiram ao programa da unidade móvel, além de Curitiba, que responde pela gestão dele como Pólo Regional, as cidades de: Araucária, Balsa Nova, Campo do Tenente, Campo Largo, Campo Magro, Colombo, Fazenda Rio Grande, Itaperuçu, Lapa, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, Quitandinha e São José dos Pinhais. CP

As doações podem ser entregues em todos os órgãos do Governo do Estado, prefeituras, delegacias de polícia, unidades da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de qualquer cidade do Paraná

Curitiba é destaque na imprensa internacional Elogios em tempos de Copa do Mundo no Brasil é um privilégio Em meio a tantas críticas envolvendo os investimentos equivocados nas capitais que receberão o mundial, prazos não cumpridos, estádios inacabados às vésperas da Copa, excesso de atenção ao mundial em detrimento às necessidades básicas da população, eis que surge uma palavra positiva para Curitiba, que já foi taxada como uma das cidades desinteressantes para receber a Copa do Mundo. O jornalista do Metro UK, Patrick Welsh, visitou quatro cidades-

-sede da Copa do Mundo – Cuiabá, Belo Horizonte, Recife e Curitiba – citou nossa Cu-rit-chi-ba como sendo aquela que realmente adotou o “Ordem e Progresso” da bandeira nacional, seja nas ciclovias, calçadões e por ser uma das cidades com a menor taxa de poluição atmosférica urbana do país. Intitulada “Existe mais para ver além do futebol”, a matéria publicada em 29 de Abril de 2014 coloca Curitiba num patamar como sendo uma das mais habitáveis cidades do Brasil e com a qual os Europeus mais se identificariam, até mesmo

por causa de seu inverno. Além disso, o jornalista recomenda uma visita ao Museu Oscar Niemeyer e destaca a grande importância do referido arquiteto em todo o país. Lembrando que Curitiba também foi considerada pela revista americana Readers Digest, como a melhor para se viver no Brasil. A lista foi elaborada a partir da análise de indicadores de qualidade ambiental e de vida, destacando aqueles lugares em que as pessoas possam prosperar. O ranking também levou em conta fatores sociais como educação e renda. CP


7

Giro

Crescimento na RMC

A Região Metropolitana de Curitiba concentra 64% da população urbana do Estado, e vive um boom comercial desde 2012, segundo a Agência Curitiba de Desenvolvimento.

Metropolitano

São José dos Pinhais

Almirante Tamandaré

Prefeitura e Associação Comercial renovam parceria de cooperação Crescimento. O acordo de renovação tem como metas valorizar o comércio local e incentivar a participação e interação do setor público nos segmentos comerciais Foto: Roberto Dziura Jr.

Prefeito Luiz Carlos Setim, assina o termo de acordo ocorreu na sede da ACIAP. Participaram da reunião o presidente da diretoria executiva da instituição, Adriano Derinievicz, diretores da ACIAP e o Chefe de Gabinete do Prefeito, Loiur Berti

A

Prefeitura de São José dos Pinhais renovou seu convênio com a Associação Comercial do município. O acordo visa valorizar o comércio local, através de ações, eventos e projetos voltados ao seu fortalecimento, que serão realizados em parceria com a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo. Entre os objetivos estabelecidos neste acordo estão o incremento ao desenvolvimento do comércio local e a interação do setor público com o segmento comercial, industrial, agroindustrial e de serviços no município. Com a realização de treinamentos, cursos, eventos, campanhas, feiras e exposições, pela Associação.

“Com o desenvolvimento crescente e constante dos setores industriais, agroindustriais e comerciais do nosso município, parcerias como esta se tornam cada vez mais necessárias. O poder público tem que estar presente na vida de quem desenvolve o nosso município, tanto para acompanhar o que é feito, quanto para oferecer todo tipo de suporte que seja necessário”, disse o prefeito Setim. Já o secretário da Indústria, Comércio e Turismo, Giam Carlos Celli, diz estar satisfeito com o contrato pelo “profissionalismo e com a preocupação (da Aciap) em oferecer para a comunidade um serviço de boa qualidade”.

Essa parceria entre a entidade e a Prefeitura existe desde 2006 e se propõe a capacitar o comércio, a indústria e os serviços, através de palestras, seminários e cursos em parceria com outras instituições, tudo visando o aperfeiçoamento de funcionários e empresas. A autorização do convênio é baseada na Lei 1.490, do dia 17 de março de 2010, que tem o objetivo de promover atividades para o ramo empresarial, profissional, técnico-científico e cultural. Além de ações de levantamento do potencial econômico, histórico, cultural, esportivo, educacional e paisagístico. CP

1º Feirão do Emprego recebe quase 2 mil candidatos Cerca de 2 mil trabalhadores passaram pelo 1° Feirão do Emprego promovido pela Prefeitura de Almirante Tamandaré, por meio das ações da Secretaria do Trabalho. O evento contou com a participação de dez empresas, que disponibilizaram quase 400 vagas de emprego para diversas áreas. Em média, 300 pessoas conseguiram uma colocação no mercado de trabalho e outras foram encaminhadas para entrevistas. A novidade da feira é que vagas para portadores de necessidades especiais foram oferecidas e houve procura. O feirão aconteceu no centro de Almirante Tamandaré. Quem não conseguiu comparecer no feirão pode procurar o Sine – Agência do Trabalhador, pois há vagas disponíveis. O prefeito Aldnei Siqueira acompanhou a feira de empregos e explicou a importância do evento. “Convidamos os empreendedores e os trabalhadores para fomentar a economia local. Almirante Tamandaré é a maior mão de obra de Curitiba. Os cidadãos trabalham na capital e gastam seu salário lá, o que torna Almirante Tamandaré uma cidade dormitório. Nós queremos fazer o inverso, para que as pessoas morem, trabalhem e consumam os produtos das empresas e indústrias do município.”, finalizou. CP Foto: Divulgação

A secretária do Trabalho, Karina Lovato e o prefeito Aldnei Siqueira acompanharam de perto o 1° Feirão do Emprego do município


Giro Metropolitano

9

Campo Largo

Acicla reforça a Campanha sobre Ambulante Ilegal Com o mote “Ambulante legal sim, ilegal não, porque o que é publico é de todos”, a Acicla (Associação Comercial de Campo Largo) reforça no site da associação a campanha iniciada o ano passado, a fim de dificultar a ação de ambulantes que atuam deforma ilegal, desvirtuando o uso do espaço público e comercializando produtos ilegais e em diversos casos fraudando o fisco. Para João Juliano Piotto, Vice presidente para assuntos do comércio da Acicla, a insegurança aos consumidores deve ser considerada ponto fundamental na analise em uma aquisição nestes pontos de venda, tendo em vista que toda rede de proteção ao consumidor não foi desenvolvida para atuar nos ambulantes. O Gerente Institucional da associação explica que a Acicla implantou um disk denúncia através do telefone, 41 3032-9691 para receber denúncias sobre atividades informais, através destas denúncias fará relatórios e encaminhará as demandas as autoridades competentes, as quais cobrará o dever de exercer o poder de polícia administrativa. CP Foto: Divulgação

Presidente da Câmara, Dirceu Mocelin participa da posse da GM

O

Foto: Divulgação

presidente da Câmara Municipal de Campo Largo, Dirceu Mocelin, participou da solenidade de posse do novo Comando da Guarda Municipal da cidade. A solenidade foi presidida pelo Prefeito Affonso Guimarães que recebeu as honras militares do contingente da GM e empossou o Guarda Duarte como novo comandante.

Além do presidente da CMCL Dirceu Mocelim, as vereadoras Lindamir Ivanosk, Clea Oliveira, Sueli Guarnieri e os vereadores Darci Andreassa, João Marcos e Josley Andrade participaram do evento

Araucária

Guarda Municipal de Araucária ganha seis novas viaturas

O

Segundo o presidente da Acicla, Wilson João Perussolo, é papel não só da Acicla, mas, de qualquer cidadão defender o uso público dos espaços públicos e não o que vem reiteradamente acontecendo nas diversas cidades do país uma apropriação ilegal do espaço público, espaço este que tem seu uso regulamentado pelas instâncias governamentais

s veículos foram recebidos no espaço onde será em breve a nova sede da Secretaria Municipal de Segurança Pública. Com a nova aquisição, a Guarda Municipal terá à disposição da instituição 14 veículos: quatro para o Departamento de Ação e Prevenção, um para Defesa Civil e nove para o operacional da GMA. “É com grande satisfação que entregamos esses equipamentos para a equipe. Os serviços da GMA têm se destacado e temos recebido vários elogios por parte da população, que será a maior beneficiada com a novidade. Gostaríamos de agradecer a Deputada Federal Rosane Ferreira que colaborou com essa conquista por meio de uma emenda parlamentar para enviar parte da verba investida”, comenta Olizandro. As viaturas ainda precisam ser emplacadas, ter questões de seguro formalizadas e fazer a instalação do rádio

Foto: Carlos Poly/ACS

O prefeito Olizandro Ferreira entregou seis novas viaturas para integrar a frota de carros da Guarda Municipal de Araucária (GMA)

comunicador. “Acreditamos que elas possam estar pelas ruas daqui umas três semanas. Vamos poder distribuir melhor os monitoramentos pela cidade e um dos veículos novos será específico para a ronda escolar”, esclarece o secretário de Segurança Pública, José Joval

Conceição. O mesmo convênio responsável pela aquisição das novas viaturas, trará em breve também outros benefícios para a área da segurança. Estão sendo licitados dois módulos móveis, oito motocicletas e 40 novas armas não letais para a Guarda Municipal. CP


10

Giro Metropolitano

Colombo

Balsa Nova

Obras na Rodovia da Uva em ritmo acelerado Melhorias. O investimento do Governo do Paraná é de R$ 35 milhões e a conclusão de toda a duplicação da rodovia está prevista para o segundo semestre de 2015 Foto: Divulgação SESA

As obras ampliarão a capacidade de tráfego da região e atualmente, passam pelo trecho cerca de 16 mil veículos por dia

A

s obras para duplicar a Rodovia da Uva (PR 417), em Colombo, Região Metropolitana de Curitiba, seguem avançadas. As equipes contratadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) já colocaram a primeira camada de asfalto em 3 quilômetros das novas pistas do trecho. Ao todo, serão duplicados 6,5 quilômetros. Os serviços estão sendo feitos no lado esquerdo da rodovia, sentido Curitiba-Colombo. Além da camada de asfalto, as equipes começaram a trabalhar no lado direito da rodovia. “Em paralelo à pavimentação do lado esquerdo da rodovia, foram iniciados os trabalhos de

terraplenagem no outro sentido da via. Após a preparação dessa base, a pista receberá a primeira camada de asfalto”, disse o engenheiro do DER-PR Mário Antonio Faraco. A primeira camada de asfalto é para permeabilizar o trecho, que futuramente terá uma camada definitiva aplicada ao longo dos 6,5 quilômetros da rodovia duplicada. Além das novas pistas duplicadas, serão construídos canteiro central, calçadas com rampas de acesso e ciclovia no trecho. O projeto prevê também a instalação de iluminação e semáforos. “A população da região aguarda essa duplicação há mais de 20 anos, por isso os trabalhos seguem em ritmo intenso. Mas dependemos do tempo para que

os serviços possam ser feitos”, explicou Faraco. A obra está com 40% dos serviços executados. A duplicação da Rodovia da Uva é uma das obras que estão sendo feitas para diminuir os gargalos da Região Metropolitana de Curitiba. Já estão em execução os contornos rodoviários em Agudos do Sul (entre a PR 281 e PR 419) e em Campo Largo (BR 277), que está em fase final. Além dessas obras, serão duplicados 14 quilômetros da PR 415, entre Curitiba, Pinhais e Piraquara. E está em fase de projeto a duplicação entre Curitiba e Rio Branco do Sul, na Rodovia dos Minérios (PR 092). Os investimentos chegam a R$ 430 milhões. CP

Prefeito Luiz Costa assina projetos no Ministério dos Esporte Em sua passagem em Brasília, o prefeito de Balsa Nova Luiz Costa assinou dois convênios no Ministério dos Esportes. Os dois projetos totalizam mais de R$ 400.000,00, para serem aplicados para as crianças do município e também para a Terceira Idade. “São projetos importantes para de Balsa Nova”, afirmou o Diretor de Esportes Enilson Jurupuan dos Santos (Negão). O Projeto Segundo Tempo deve atender 450 crianças de Balsa Nova, no contra turno escolar. Serão três núcleos: Sede, Bugre e São Luiz do Purunã. Já o Vida Saudável atenderá mais de 200 pessoas da terceira idade do município. Os valores são para contratação de oficineiros e de professores de várias áreas. A assinatura foi realizada com a técnica do Ministério Vivian Amorim Ferreira da Cruz na secretaria Nacional de Esportes, Educação, Lazer e Inclusão Social. “Estamos aguardando a publicação do convênio, para que os recursos venham para o município”, disse Jurupuan. CP Foto: PMBN

Representante do Ministério dos Esportes, Vivian Amorim Ferreira da Cruz e o prefeito de Balsa Nova, Luiz Costa, formalizam os convênios que beneficiarão crianças e idosos


11 A serviço da comunidade

Perfil

Arlete Lagner recebeu uma menção honrosa da Assembleia Legislativa do Paraná, em 2013, pelos serviços que presta à comunidade.

Uma mulher vitoriosa O

olhar de Arlete Marli Lagner, firme, obstinado e caridoso, revela o sonho por trás da mulher que sempre almejou contribuir para a construção de uma sociedade melhor. Sua trajetória de batalhas e conquistas tem início em 1962, ano de seu nascimento, na pequena cidade de Santo Augusto, Rio Grande do Sul. Lá sua vida ganha aspirações e objetivos. Na infância humilde, na qual já brincava de ser adulta, auxiliando os pais no trabalho rural, Arlete encontra seus primeiros sonhos: “Eu sempre quis ter um estabelecimento, um que ajudasse as pessoas, cuidasse delas e melhorasse sua autoestima”. Sendo uma miscigenação de alemães e italianos, ela herdou o melhor das duas etnias: organização, determinação, sensibilidade, zelo e caráter caprichoso, cativante e batalhador. Com estas características, fez de seus sonhos realidade. Hoje, aos 51 anos é dona de uma clínica de estética localizada no bairro Pinheirinho, construída à força de muito empenho e dedicação. “Eu comecei numa salinha pequena no bairro Xaxim e me esforcei muito pra ter o que tenho hoje”. Sim, se a vida de Arlete é uma trajetória de sucessos, é também de batalhas, desafios e principalmente de superações. Em 1992, aos 33 anos, casada e com duas filhas pequenas, Arlete iniciou sua vida estudantil. “Eu sabia que precisava estudar se quisesse mudar de vida, melhorar. Entrei em um programa de alfabetização do governo e não parei mais de estudar, por mais difícil que fosse”. E as dificuldades não foram poucas. Com o orgulho que toda mãe coruja sente, Arlete revela que só conseguiu concluir os estudos em massoterapia e se especializar em quiropraxia e drenagem linfática graças à ajuda e incentivo das filhas. “Minhas filhas são as responsáveis por eu ter chego aonde cheguei. Elas me ajudavam a estudar e fazer trabalhos do curso. Se comportaram como se fossem minhas mães.” Amparada por suas filhas-mães e pelo desejo de proporcionar a elas um futuro melhor, Arlete fundou em 1992 sua atual clínica de estética, a Innova. “Graças a Innova eu pude propor-

cionar às minhas filhas a educação que eu não tive. Hoje a mais velha é doutorada em Direito e a mais nova está pra se formar em química”. O orgulho de mãe não para de se manifestar, demonstrando que as filhas são a maior e mais gratificante de suas conquistas. Mas, Arlete é mãe de muitas mulheres e contribui de forma humana e generosa para o futuro de cada uma de suas muitas “filhas” através dos projetos sociais que realiza. “Sempre gostei de ajudar, vale mais do que qualquer dinheiro no mundo”. Um destes projetos é o curso de “Maquiagem definitiva e micropigmentação” ofertado à ex detentas com o objetivo de prepará-las profissionalmente, visando sua reintegração social. “Há muitos anos atrás, em tempos de dificuldade, eu ia vender roupas dentro de algumas penitenciárias e lá conheci e conversei com muitas mulheres. Tive vontade de fazer algo para ajudá-las, algo que as reintegrasse no mercado de trabalho e na vida em sociedade”. Assim, Arlete se revela uma mulher de muitas facetas: profissional, mãe e mulher politicamente engajada. Sua dedicação perante projetos sociais a levaram a travar conhecimento com a prática política e, incentivada por muitos, a se lançar como deputada federal pelo PSB nas eleições deste ano. “Eu não gostava de política antes, mas depois que comecei a realizar meus trabalhos sociais entendi sua importância e acabei me envolvendo profundamente”. A empresária acredita na importância da presença feminina no cenário político e sente muita satisfação dizendo: “A política muda uma mulher mas muitas mulheres mudam a política”. E prossegue: “Somente 9% das mulheres se envolvem com a política. É uma número de participação muito baixo, acredito que as mulheres devem se tornar mais atentas e participativas no âmbito político. Esta é uma ciência maravilhosa, capaz de provocar mudanças sociais incríveis, no entanto, são negligenciadas pela população.” Depois de ter se realizado profissionalmente, como mãe e como ser socialmente responsável, Arlete parece encontrar na política mais um desafio do qual pretende sair vitoriosa. CP


12

Ciência & tecnologia

Nanotecnologia

Esta tecnologia foi estuda pela primeira vez em 1959, por Richard Feynman que tinha em mente manipular átomos e a partir deles elaborar estruturas estáveis.

Tecnologia e inovação são destaques no 1º Torneio de Drones do Senai Criatividade. Os drones construídos pelos alunos foram avaliados nas categorias habilidade, carenagem e aplicação

O

evento, que aconteceu no Campus da Indústria, reuniu estudantes que, desde março deste ano, participaram do curso de introdução à robótica para montagem dos drones, além de empresários da área de tecnologia. Segundo o estudante, Danilo Fuchs, integrante da equipe formada por alunos do Colégio Sesi Internacional e vencedora, a competição contribuiu também para que ele tivesse mais certeza de suas futuras escolhas profissionais. “Quero cursar a faculdade de engenharia e trabalhar com drones no futuro. O evento foi o incentivo que faltava para decidir”, afirmou. A atividade teve como objetivo colocar os alunos do Campus da Indústria

em contato com tecnologias inovadoras, que terão rapidamente alto impacto na competitividade do setor produtivo, além de desenvolver o espirito empreendedor e de trabalho em equipe entre os estudantes. As sete equipes que participaram da competição foram formadas por alunos do Senai, dos cursos técnicos em Edificações, Informática e Telecomunicações; superior em Controle de Obras e de qualificação em Construção Civil e CISCO CCNA Routing and Switching. Os alunos tiveram um grande desafio ao montar seus drones com material reciclável, em apenas duas semanas. Esse desafio os uniu, e estimulou uma habilidade, possibilitando um grande aprendizado. No torneio, os equipamentos construídos pelos alunos foram avaliados nas categorias habilidade (realização de circuito em menor tempo), care-

Os drones são veículos aéreos não tripulados, controlados a distância por meio de controles ou computadores, uma tecnologia emergente e de vanguarda

Fotos: Gelson Bampi

Presidente do Sistema Fiep, Edson Campagnol (ao centro) e a equipe “Game Of Drones”, campeã do 1º Torneio de Drones

nagem (originalidade e criatividade) e aplicação (utilização do drone). Marco Secco, diretor do Senai no Paraná, também destacou o engajamento dos alunos durante todo o processo, das oficinas à competição. “O principal ponto que podemos perceber é a possibilidade de construção

quando os jovens trabalham juntos. Em equipe, os talentos se unem e produzem um grande resultado. O Senai trabalha com isso: na nossa metodologia, formamos as pessoas por competências – não só conhecimento, mas também, habilidades e atitudes”, finalizou. CP

Como todos já sabemos, a bateria é o que mais importa na hora de comprar um celular. Não há nada pior do que chegar ao final da tarde e perceber que seu aparelho não durará nem mais alguns minutos longe da tomada. E se pudéssemos recarregar nosso celular com a energia armazenada em nossas roupas? Graças à nova nanotecnologia desenvolvida por pesquisadores da University of Central Florida, isso pode ser possível no futuro.

Como funciona? Os cabos elétricos, até agora, eram utilizados para transmitir energia. O cientista Jayam Thomas e seu estudante Zenan Yu, no entanto, desenvolveram uma forma de conduzir e armazenar eletricidade através de um cabo de cobre. A técnica se baseia em envolver os cabos com nanofios que, quando tratados, tornam-se eletrodos. O próximo passo seria conseguir outro eletrodo e isolamento para o conjunto todo. A façanha é alcançada envolvendo todo o material com uma fina camada

de plástico e depois com uma bainha de metal. O invólucro eventualmente se torna um supercapacitor capaz de armazenar energia. Apesar de a técnica ainda estar sendo aplicada apenas para cabos de cobre, os cientistas acreditam ser possível transferir a energia para outros tipos de materiais. As fibras de roupa, por exemplo, poderiam adquirir a capacidade de guardar eletricidade, transformando, assim, a peça em uma bateria. Infelizmente, qualquer uso comercial dessa técnica ainda está muito distante de ser aplicado ao nosso cotidiano. Porém, é legal imaginar o dia em que poderemos sair

Imagem: PHYS

Nova nanotecnologia pode viabilizar o armazenamento de energia em roupas

de casa sem se preocupar com a falta de energia em nossos aparelhos. Isso, é claro, se sairmos com roupas.


13 Octacampeão

O norte americano, Lee Haney, é o maior campeão da história do fisiculturismo. O atleta já ganhou 8 títulos mundiais na modalidade

Esporte

Fisiculturismo no Paraná Competição. Campeonato Paranaense de Fisiculturismo realizado em Curitiba reuniu 160 participantes em 13 categorias Fotos: Federação Paranaense de Fisiculturismo

160 atletas participaram da competição em diversas modalidades

N

o último dia do mês de maio (31), a Federação de Culturismo, Musculação e Fitness promoveram mais uma edição do Campeonato Paranaense de Fisiculturismo. A competição realizada no Centro de Convenções de Curitiba contou com a participação de 160 atletas e 1500 torcedores. Durante o campeonato foram disputadas 13 categorias de fisiculturismo, sendo seis masculinas (Master, Junior, Sênior, Culturismo Clássico, Men´sPhisique e Fitness) e sete femininas (Bodyfitness, Bikini, Wellness, Woman’sPhisque, Bodybuilding, Única e Fitness Coreográfico). Os campeões foram premiados com mais de R$ 3 mil reais em suplementos. Vale destacar a participação de alguns atletas que vieram de outros Estados, como foi o caso das gêmeas catarinenses Rosana e Regiane Rosso de 26 anos que disputaram pela segunda vez o Campeonato Paranaense de Fisiculturismo pela categoria Wellness e conquistaram o 4° e o 3° lugar respectivamente. Os vencedores de cada categoria irão representar o Estado no Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo, a se realizar em duas etapas: a primeira nos dias 18 e 19 de julho em São Paulo e a segunda na Bahia entre os 1º e 2 de agosto. CP

Atleta Karin Barros, vencedora na categoria Body Fitness

opinião por Walter Xavier walter.xavier@acp.org.br

O preço da responsabilidade Ainda com o fantasma da Copa do Mundo de 1950, na qual nosso futebol sofreu a mais contundente e desastrosa derrota, o Brasil jogará novamente em casa. Em todas as competições em nível nacional ou internacional, jogar em seu território é, via de regra, favorável. Assim sendo, nesta Copa nossa seleção será, em tese, favorecida. No entanto, o principal motivo para que o futebol seja o esporte mais popular do mundo é que o imponderável, constantemente, se faz presente. Com uma frequência até razoável, a equipe com menos condições técnicas, mesmo jogando fora de seus domínios, obtém vitórias que surpreendem a todos e são chamadas popularmente de Zebras. Qualquer dia eu conto porque assim são chamadas. É bom lembrar que esta Copa disputada no Brasil terá a participação de todas as seleções nacionais que já foram campeãs mundiais. Sendo assim, a qualidade técnica esperada será alta. Trazem estas seleções um ingrediente fundamental para se conseguir sucesso: experiência. O fato de já ter sido um campeão mundial traz, não só para os atletas, bem como para toda a comissão técnica, uma confiança ainda maior. Esta confiança gera maior tranquilidade, o que é de grande relevância para um bom desempenho. Mas, sem dúvida alguma, a maior responsabilidade de vir a ser o campeão é o futebol brasileiro. Além de ter cinco títulos desta modalidade de disputa, agora joga em casa. O fato da Copa acontecer no Brasil significa, teoricamente, uma vantagem, principalmente pelo apoio caloroso da torcida, fator de grande valia na disputa de qualquer modalidade esportiva. O apoio do torcedor transmite aos atletas uma grande vibração fazendo com que aumente a autoconfiança e a determinação, incentivando o atleta à uma maior aplicação e vontade de vencer. Estes fatores são determinantes para a melhora do desempenho, individual e coletivo. Agora, vem o outro lado da medalha, o peso da responsabilidade. Embora em dosagens diferentes, esta responsabilidade torna-se um peso a mais em cada atleta da seleção brasileira. Pode chegar ao ponto de prejudicar, de maneira significativa, o desempenho de alguns, principalmente os de menor estrutura emocional. Vem então o importantíssimo trabalho psicológico, exercido não só por um profissional especializado, mas, também, pelos componentes da comissão técnica. Vamos torcer para que o reflexo do apoio da torcida seja maior que o peso da responsabilidade. Se isto ocorrer, a Seleção Brasileira é a mais forte candidata ao título.


14 Banho de Sol

Os raios ultravioletas são excelentes fontes de vitamina D, e sua absorção auxilia no envelhecimento saudável

Suplementos de vitaminas e minerais auxiliam no envelhecimento saudável Nutrição. Produtos modernos ajudam a manter a qualidade de vida das pessoas mesmo com o avanço da idade

C

om o passar dos anos é natural que o organismo humano encontre dificuldade para absorver vitaminas e minerais, o que ao longo do tempo pode ser prejudicial. O envelhecimento não pode ser evitado, no entanto, é possível contornar alguns efeitos que a idade exerce sobre a saúde. De acordo com dados do Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida dos brasileiros aumentou para 75 anos, em média. Portanto, cuidar da saúde na terceira idade é fundamental, afinal não adianta só viver mais, o importante é viver mais e melhor. A partir dos 65 anos de idade, o processo natural do envelhecimento se acelera, impactando diretamente na saúde, dessa forma, o estado nutricional do idoso merece atenção. Há uma alteração no funcionamento do organismo que afeta processos como a digestão, a imunidade, o metabolismo, entre ou-

tros. Geralmente, o idoso perde o apetite, apresenta dificuldades para mastigar os alimentos, começa a perder a capacidade de sentir os sabores, apresenta um processo digestivo mais lento, o que torna o trânsito intestinal mais vagaroso e as fezes mais ressecadas. Tudo isso torna a absorção de nutrientes, vitaminas e minerais fica comprometida. O mercado de suplementos alimentares de vitaminas e minerais disponibiliza algumas opções que podem auxiliar na busca pela manutenção da qualidade de vida e bem-estar e, consequentemente, o envelhecimento saudável. A marca alemã Doppelherz aktiv trouxe recentemente ao Brasil uma ampla linha de suplementos de vitaminas e minerais. Um exemplo disso é o suplemento A-Z, que ajuda a equilibrar e potencializar os processos metabólicos e a síntese de energia no organismo. Sua fórmula é composta de 13 vitaminas e 10

minerais, balanceada dentro dos limites diários recomendados, que contribuem para a manutenção da saúde do coração, olhos, ossos, músculos e aumentam a imunidade. Não contém açúcar, portanto pode ser consumido por diabéticos, não contém glúten e não engorda. Com fórmulas desenvolvidas exclusivamente para o mercado brasileiro, estimula o consumo equilibrado de vitaminas e minerais dentro de uma rotina que busca proporcionar maior bem-estar e qualidade de vida. O consumo adequado de suplementos alimentares de vitaminas e minerais aliado a uma rotina de exercícios e alimentação equilibrada contribui para a manutenção da qualidade de vida. Consultar um médico e fazer periodicamente exames indicados para medição do nível de vitaminas do organismo é o caminho mais indicado para manter a saúde em dia. CP

75 anos é a expectativa de vida média dos brasileiros


15 Dia do pescador

29 de Junho é celebrado o dia do pescador e de São Pedro, apóstolo que tinha na pesca seu ofício e que é considerado o padroeiro dos pescadores.

4ª Festa Nacional da Tainha Junho é um mês de fartura para os amantes de pescados, principalmente de tainha A cidade de Paranaguá comemora, neste mês, a 4ª edição da Festa Nacional da Tainha, a se realizar entre os dias 27 de junho a 13 de julho. A comemoração, centralizada na Praça 29 de Junho, homenageia pescadores e a cultura caiçara em shows, oficinas e competições. Em ano de Copa do Mundo a festa, que movimenta o turismo e economia local, pretende integrar seus eventos aos dias de jogos do Brasil, contando com a presença de muitos estrangeiros. Entre as atrações estão shows nacionais e regionais, artesanato, competições de canoagem e oficinas de culinária e fandango.

Roteiros

& destinos

Ecoturismo pertinho de Curitiba Aventura. Vale do Rio Ribeira oferece atividades radicais para sair da rotina com adrenalina

N

o Vale do Rio Ribeira, a apenas 90 quilômetros de Curitiba, os municípios de Cerro Azul e Dr. Ulysses realizam um trabalho ainda pouco conhecido na área do ecoturismo. Casas históricas, um povo simples e gentil, raras belezas naturais e paisagens montanhosas fazem da visita ao Vale do Ribeira uma experiência inesquecível para os que valorizam o contato com a natureza e a rusticidade da vida rural. O Rancho El Mano, a 4 km do Rio Ribeira, na divisa dos dois municípios, é uma dessas opções, e oferece as atividades de rafting e tirolesa, para sair de vez da rotina. As atividades custam a partir de 38 reais por pessoa, para a tirolesa, e a partir de 75 reais por pessoa, para o rafting. Quem é iniciante no rafting, pode experimentar o passeio Classe II, com duração de aproximadamente duas horas. A idade mínima para participar

da atividade é 8 anos. O pacote, é claro, inclui todo equipamento de segurança (remo, colete e capacete), além de condutores especializados, Seguro Atividade e transporte de acesso ao rio. “Essa é uma opção bastante procurada por empresas que queiram proporcionar a seus funcionários momentos de lazer e contato com a natureza, mas trabalhando ao mesmo tempo aquele espírito de equipe, que é uma das características do rafting”, destaca Elmano Araújo, coordenador da atividade. Já para os mais experientes, a opção Expedição Classe III/III+ é a alternativa ideal para quem quer mais adrenalina. A atividade tem duração de aproximadamente cinco horas e a idade mínima é de 14 anos. Tanto para a opção Iniciante, quanto para a opção Expedição, que é mais longa, é possível incluir alimentação, valorizando assim o produto local. Os cardápios recomendados

pelo Rancho são o café colonial, o almoço de comida caseira e o churrasco. Os preços são bastante acessíveis e a comida de encher os olhos, ainda mais depois de muitas horas na água do rio. Além disso, os visitantes podem incluir também em seu passeio o circuito de tirolesas, que fica a 8 km da base de rafting. O circuito tem dois lances de aproximadamente 250 metros no total, o suficiente para proporcionar aquele friozinho na barriga. O participante poderá fazer até duas vezes o circuito. A idade mínima para o circuito de tirolesas é de 8 anos e, assim como o rafting, inclui todos os equipamentos de segurança. CP Marque sua expedição: Rancho El Mano Aventura Fones: (41) 3663-8675 e (41) 8443-4968 www.ranchoelmano.com.br Foto: El Mano Aventura

Durante o evento, a cultura gastronômica de Paranaguá exibe uma diversidade de pratos e preparos da tainha, entre eles: Tainha assada, recheada e ovas do peixe. CP

O rafting é uma ótima opção para trabalhar o espírito de equipe em grupos corporativos fora do escritório.


16

Variedades

Fifa Fan Fest, na Pedreira Paulo Leminski, em Curitiba, movimenta a capital paranaense nos dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo.

Curitiba lança Guia do Torcedor Informação. Os turistas que passam por Curitiba durante a Copa do Mundo podem se orientar pelo Guia do Torcedor

I

lustrado, com 76 páginas e escrito nos idiomas português, espanhol e inglês, o guia traz informações úteis para turistas e também para orientação dos curitibanos durante a Copa. De informações básicas sobre a cidade, passando por dicas culturais, obras, a Arena da Baixada, o sistema de transporte público e a Fan Fest, tudo está no guia. Compacto, ele pode ser carregado no bolso. Dentre as dicas de locais para visitar estão os indispensáveis Largo da Ordem, Mercado Municipal e a Rua das Flores. Para compras, as inúmeras feiras de rua, com artesanato local. E, para comer bem, os restaurantes de Santa Felicidade e da Rua Mateus Leme e os bares e botecos das ruas Chile e Itupava e da Avenida do Batel. Um mapa da cidade, com 29 locais interessantes para se conhecer, facilita a vida do visitante. A Pedreira Paulo Leminski, a Ópera de Arame, o Museu Oscar Niemeyer, os parques, as praças, a Rua 24 Horas. Tudo está lá. E não é só de Curitiba que o guia é feito. Vila

Velha, Castrolanda, Lapa, Colônia Witmarsum e o passeio de trem até Morretes, passando pela Serra do Mar, estão entre as dicas para os turistas. Copa do Mundo Além das informações sobre Curitiba, o guia traz, a partir da página 17, tudo sobre a Copa do Mundo na cidade. Horários dos jogos, retirada de ingressos, detalhes sobre a reforma da Arena da Baixada e explicações sobre como chegar de maneira rápida ao estádio que vai receber as partidas usando o transporte coletivo. Uma lista com pontos de informações turísticas, centrais de táxis e números de emergência completa o guia, que ainda tem uma seção prática chamada “Como se diz em Português?”, com frases curtas e úteis traduzidas, para facilitar a vida dos turistas. O guia está em alguns dos principais pontos de passagem de torcedores, como Aeroporto Afonso Pena, Fan Fest e Fan Zone. CP

FIFA proíbe Bruxo de fazer Previsões no Brasil Bruxo Chik Jeitoso alerta a Seleção Brasileira: Alemanha, Espanha e Argentina Itália vão trazer as lágrimas para o Brasil e uma delas pode tirar o título e a Copa da seleção brasileira no Brasil. Então a FOX SPORTS Brasil sabendo disse fez uma entrevista Bruxo Chik Jeitoso para saber o Futuro e as Mandingas para a Seleção Brasileira. Uma excepcional entrevista em Curitiba em frente a Arena da Baixada. Mandinga para os pés do Neymar chamou atenção. Bruxo disse, “ a Fifa tinha que me contratar com padrão Fifa de ser, só quero 1% de todo lucro deste evento no final de tudo. Fifa deve arrecadar R$ 10 Bilhões com a Copa do Mundo, não proibir previsões e mandingas “ vai que eu acerto?

Fan Fest

Como. O equívoco da fórmula secreta Antes mesmo de iniciar minha caminhada como Desenvolvedora Humana, e lá se vão mais de 10 anos, sim porque considero desde o primeiro “click”, e do meu gostar e buscar informações sobre o assunto, percebo pessoas buscando fórmulas prontas para conseguir determinadas coisas. Esses planos e desejos variam desde uma promoção profissional até a perda de alguns ou muitos quilos, passando por formação familiar e qualidades financeira em suas vidas. Pois bem, e esse movimento vem sendo tão forte, que entrando em livrarias, por exemplo, não raro percebo prateleiras e mais prateleiras, preenchidas de livros com títulos iniciando com a palavra: Como. Acontece com frequência em meu consultório, de ser procurada para dar respostas, ter uma solução pronta, uma fórmula mágica, e o que mais percebo é o não conhecimento do que se quer de fato. Basicamente a busca ainda é pelo meio, e nesse sentido o “como” levará sim qualquer um ao ganho secundário. Mas quando falamos em ganho, a satisfação imediata realmente seria a melhor das satisfações? Ou os ganhos primários, reais, sustentáveis, sólidos, congruentes, poderiam ser a alavanca para demais ganhos pessoais, profissionais e até materiais? E é essa análise que se precisa fazer quando se faz uma escolha, quando se busca uma resposta, quando se quer uma fórmula pronta. Porque de nada adianta ter a resposta do como, se não tiver a pergunta o que? tão pouco, a resposta do por que e para que? Saber a real importância, e exata perda na hora da escolha de abdicar ou de persistir, direciona com mais exatidão seu foco de onde quer ir, e assim, é possível muito mais do que executar, mas é possível ser melhor, mais assertivo, mais consciente, mais interiorizado, mais completo. Nós estamos num momento em que há muitos e fortes estímulos externos e eles estão para todo lado, e cabe somente a cada um de nós, manter acesa a chama daquilo que nos guia e principalmente daquilo que realmente nos move. Metade do ano já foi, e como diria minha avó: já já é natal! Mas ainda é possível conquistar muitas coisas, experimente um novo comportamento e colha os frutos que você escolheu merecer.

Karina Reis é Coach e Terapeuta Comportamental. Atua há 19 anos no mercado profissional, com vasta experiência nas áreas comercial, financeira e bancária. karinareis@cannoh.com.br


Variedades

Boa para tudo! Banana. Ótima para a saúde, a fruta é cultivada em praticamente todas as regiões tropicais do planeta

Coluna do Chef Receita. Bolo de banana Foto: Sonner Machado

Recheada de vitaminas A banana contém serotonina, que relaxa e mantém o bom humor, além de ser um antidepressivo. Possui ferro, que estimula a produção de hemoglobinas e ajuda em casos de anemia. É rica em potássio e pobre em sal, por isso é perfeita para baixar a pressão arterial. Com grande quantidade de fibras, sua inclusão nas dietas ajuda a normalizar o trânsito intestinal E dentre as várias vitaminas, destaque para a vitamina B, que melhora o funcionamento do sistema nervoso e para as vitaminas B6 e B12, que diminuem as câimbras e são indicadas para quem parou de fumar, pois tira os efeitos da falta de nicotina. CP

Fotos: divulgação

A banana pertencente à família Musaceae. É cultivada em todas as regiões tropicais e originária do sudeste da Ásia. O maior produtor mundial de banana é o Equador, seguido da Índia e do Brasil. É disparada a fruta mais consumida pelos brasileiros. As bananas formam-se em cachos, estes ficam pendurados no caule da bananeira e pesam de 30 a 50 kg. O cultivo é fácil, já que os primeiros cachos podem ser colhidos após o primeiro ano de plantio. A fruta é composta de 75% de água e 25% de matéria seca. É fonte de vitaminas A, C, B1, B2, carboidratos, fibras, sais minerais e potássio. Possui baixo teor de gordura. Existem mais de 500 variedades de banana em todo o mundo. As quatro variedades principais são: banana prata, banana maçã, caturra e a banana da terra. Possui três tipos de açúcares naturais, sacarose, frutose e glicose. Esses açúcares combinados com a fibra da banana promove grande energia ao organismo. Mas energia não é o único benefício que a banana nos traz, a fruta previne inúmeras doenças.

17

Ingredientes Rendimento de 10 a 15 porções. • • • • • •

6 bananas nanica maduras 3 ovos 180g de óleo de girassol 225g de açúcar 200g de farinha de rosca 1 colher de sopa de fermento químico

Preparo Bata todos os ingredientes no liquidificador exceto a farinha de rosca e o fermento. Misture à farinha e o fermento. Misture a parte úmida à parte seca e coloque em uma forma untada com manteiga e farinha de rosca. Leve ao forno pré-aquecido à 180°C por 35 minutos, ou até que ao espetar um palito este saia limpo. Dica da Chef Sirva as fatias do bolo com um pouco de melado de cana e raspas de coco ou castanha. CP

Muito a saborosa, a banana verde ainda oferece diversos benefícios ao organismo. Rica em amido, auxilia no trânsito intestinal e na digestão, ajuda na redução de peso e do colesterol, previne doenças cardíacas e controla os níveis de glicose (açúcar) no sangue, auxiliando no combate à diabetes. A banana verde é matéria prima para a produção da farinha de banana, poderosa fonte de vitaminas e minerais.

Patrícia Skvira, Chef de Cuisine Restaurateur, Patisserie & Boulangerie e Sommelier pela instituição de ensino Centro Europeu. Vencedora do concurso Desafio do Chef 2012 Gazeta do Povo e da Mostra de Talentos Centro Europeu. Também é embaixadora dos vinhos do Alentejo, Portugal.


18

Variedades

Cinema Imagem: Divulgação

A Culpa é das Estrelas Adaptação do best seller escrito por John Green, A Culpa é das Estrelas trata de forma delicada e serena a vivência romântica entre dois jovens com doenças terminais. Apesar de abordar a temática da morte e da ausência, o filme, que não deixa de ser emocionante, em momento nenhum esbarra no dramalhão adolescente ou na típica tragédia anunciada. De forma sensível e humana, A Culpa é das Estrelas, narra o romance entre Hazel Grace Lancaster e Augustus Waters, escapando ao obvio.

E

Gênero: Romance, Drama Classificação: 12 anos Duração: 125 min

Imagem: Divulgação

Sob a Pele Protagonizado por Scarlett Johansson, Sob a Pele é uma verdadeira proposta de reflexão a cerca do gênero humano e das questões fundamentais da humanidade, como solidão, inércia, frustração e angústia. Sentimentos que o filme expressa através de uma alienígena que usa de sua sensualidade para conseguir alimento e que no decorrer da narrativa observa a humanidade que existe em si própria. O filme, com seus cenários sombrios e enigmáticos, é um belo retrato da geografia humana. Gênero: Ficção científica, Suspense Classificação: 16 anos Duração: 107 min

Teatro

Bimbo é um espetáculo divertido para crianças A peça infantil Bimbo mostra para as crianças um universo familiar e amoroso, apresentando os personagens Bimbo, Tatá, Nenê, Fór e os pais. A história de Bimbo é sobre uma família contemporânea e mescla memórias familiares com ficção. Figurinos, composição coreográfica e trilha sonora original foram o mote e o estímulo para a criação do espetáculo, além do desejo de contar a história de uma família especial. A peça apresenta um universo próprio, recheado com muitas brin-

HISTÓRIA DA MINHA RUA

cadeiras, humor, projeções em 2D, músicas, animações com brincadeiras, humor e dança.

Av. Victor F. do Amaral

m 1862, o pequeno município da Lapa viu nascer aquele que seria um dos grandes homens do Estado. A história de Victor Ferreira do Amaral se confunde com a do próprio Paraná e sua trajetória revela uma profunda dedicação em fazer do Estado e sua capital, Curitiba, lugares de progresso. Aos 12 anos, o jovem Victor se muda para o Rio de Janeiro e lá completa sua educação e diplomação, assinada por Dom Pedro II, no curso de Humanidades. Aos 22 anos, ainda no Rio de Janeiro, é diplomado Doutor em medicina com especialização em ginecologia e obstetrícia. Tal especialização é símbolo da vontade de Victor em contribuir com nascimentos, que seriam muitos ao longo de sua carreira médica e política. A maternidade da Santa Casa de Misericórdia, localizada no bairro Água Verde, foi a primeira grande obra a qual Victor deu à luz. Nela, dedicou anos de sua vida e boa parte de seus recursos financeiros convertidos em donativos. Victor exerceu as mais diversas atividades e gestou muitos projetos sociais e políticos. Foi deputado federal, contribuiu para a elaboração da Constituição do Estado do Paraná, fundou a Sociedade Agrícola do Paraná e o jornal Diário do Paraná

Tarumã

Fotos: Divulgação

Apesar da aparência austera, Victor é retratado como um homem delicado e grande humanista

– no qual atuou como redator-chefe e elegeu-se Vice Governador do Estado, ao lado de Xavier da Silva. Mas, a maior de suas obras, ou sua filha mais querida, e do qual foi mais devoto é a Universidade do Paraná. Ao lado de Nilo Cairo e outros grandes nomes do cenário paranaense, Victor fundou, em 1912, aquela que viria a ser a primeira universidade do Brasil e na qual exerceu a função de reitor. Victor Ferreira do Amaral foi um homem de grandes feitos e aos 90 anos “Morreu de tanto viver. Uma trajetória intensa e plena” segundo o que consta em seu obituário.

SERVIÇO BIMBO Período: De 6 a 29 de junho Local: Auditório Glauco Flores de Sá Brito – Miniauditório Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, s/n°, Teatro Guaíra – Centro – Curitiba / PR Horário: Sexta a domingo às 16h Ingressos: R$ 30,00 + R$ 6,00 (taxa administrativa) Universidade do Paraná, obra mais sonhada e idealizada por Victor Ferreira do Amaral


Variedades

19

Fonte: estrelaguia

HORÓSCOPO

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

© Revistas COQUETEL

Doutrina econômica contrária ao Capitalismo

Apaixo5a letra nado Título de qualquer padroeira

Circuito no qual faleceu Senna

Divisão da laranja e da tangerina Verde

"... quem tem um olho é rei" (dito)

(?) logo, saudação de despedida Tolo; bobo (pop.) Matemática (abrev.)

Espécie de móvel com gavetas

Alinne Moraes, atriz de "O Astro" (TV)

Porção de mercadoria 551, em romanos

Lista; relação Antônio Dias, pintor Apagar (Inform.)

Sandra de (?), cantora Braço, em inglês

Salgado assado em forminhas

Distúrbio típico da vida moderna

A Terra da Garoa (sigla) A partir de Seguir; rumar

A palavra esperada no casamento A voz do pinto Bolsa de estudante

Conduzir a canoa

Saci-(?), ser folclórico Fiscal de feiras (bras.)

Base da mesa (pl.) Cecil Thiré, ator

Estudar de novo Veda; fecha

Rodovia (abrev.)

(?) Angeles, cidade dos EUA

Aceitar (conselhos) Dígrafo de "alho" Tiro (de arma)

Pedidos de auxílio Forma do barbeador descartável

Na (?) da noite: escondido Pronome demonstrativo

3/arm — los. 5/ímola. 6/calada — cômoda. 7/deletar. 8/estresse.

BANCO

18

Áries

Libra

Ótimo mês para ficar de bem com a vida. Você estará mais maduro para a vida a dois e deve esbanjar romantismo e sensualidade.

Cuidado com o nervosismo em excesso, tenha mais paciência. Saiba que tudo tem seu devido tempo para acontecer, não tenha pressa dos resultados.

Touro

Escorpião

Atenção a energias negativas, principalmente inveja! Aproveite para desacelerar suas expectativas nas relações profissionais e amorosas. Tire um tempo para focar em você.

Tenha cuidado para não magoar aqueles que ama. Seja mais paciente, pense antes de falar e agir, evite desentendimentos e mágoas, cultive a paz em seu coração.

Gêmeos

Sagitário

Mês para divertir, principalmente a dois. O período é de romantismo, boas energias e paz interior. Esteja atento a novas oportunidades.

Mês excelente para colher boas vibrações. Aproveite as oportunidades e compartilhe um pouco de sua sabedoria com as demais pessoas.

Câncer

Capricórnio

Siga suas energias intuitivas, assim terá grandes êxitos profissionais e boas promessas românticas pela frente. Seja paciente e compreensivo com as pessoas.

Junho é o mês da paixão para este signo. Aproveite o momento e viva intensamente, com paixão, amor, dedicação e entusiasmo.

Leão

Aquário

Ótimo mês para mudanças. Esteja aberto para novas experiências mas não tome decisões precipitas ou irrefletidas.

Ótimo mês para reestruturar e organizar tudo que deseja em sua vida. Portanto, o senso de disciplina, determinação e concentração são essenciais.

Virgem

Peixes

Ótimo mês para renovar energias e sair da rotina. Aproveite para reencontrar velhos amigos e dedique-se a momentos de diversão. Sua sensualidade está em alta.

Momento de organizar seu lar. Seja criativo, otimista e mãos à obra com mudanças positivas. No amor é importante controlar sentimentos de posse, então respeite o ser amado!

Solução C C O R D A D E S M R E R A L D C A

L

A

M O C H I D L I G O M O

I E M U N O D A L M A M O A R E T A M D P I O A R D R A T A A P S P A D A

P E R E R E R E A S I

E S M O A T E N E T R A A R M A S D E P E S C T L E R G E L O S O S S T E

O EVENTO GRATUIT

De 13/06 a 13/07

De segunda a sexta-feira: 15h e 18h Sábados e domingos: 14h, 16h e 18h

Clic da semana Picadeiro Urbano

Foto: Ricardo Dias

O malabarista argentino apresenta sua arte pirotécnica em meio ao cruzamento das ruas Sete de Setembro e João Negrão. Equilibrando-se em um monociclo, o artista de rua pratica seu malabares flamejante com destreza e concentração, mal percebe a ansiedade de alguns motoristas, de olhos fixos no sinaleiro, e a curiosidade de outros. A arte circense praticada na rua, entre o titubear do semáforo e a impaciência do trânsito, já se tornou rotina visual nas grandes cidades. Os espetáculos são muitos, e os artistas dos mais diversos. O grande público se distingue entre os espectadores de contemplação admirada e àqueles que trafegam apressados. A arte milenar do malabares, com início no antigo Egito, exala sua formosura no imenso picadeiro urbano. Se a primeira ilustração do malabarismo encontra-se gravada em pinturas dos túmulos egípcios, a atual compõe, de forma atuante, o cenário urbano.

Participe você também da coluna “Clic da semana”. Envie-nos uma foto interessante de sua autoria com uma breve descrição para pauta@correiodoparana.com.br.


20

Jornal Correio do Paraná - nº 03