Page 1

CARAMBEIENSE COMO VOCÊ! População já pode baixar ‘app’ e acionar PM por celular As cidades de abrangência do 1º Batalhão de Polícia Militar (Ponta Grossa, Castro, Carambeí, Piraí do Sul, Jaguariaíva, Arapoti e Sengés) passam a ter um novo canal de acionamento da Polícia Militar para os casos de emergência, em complemento ao telefone gratuito 190: trata-se do aplicativo APP 190 PR.

CARAMBEÍ/ PR - SÁBADO, 30 DE NOVEMBRO DE 2019 - Edição nº 346 Ano VII - Editor: Gleidson C.

Prefeitura garante reforma em quadra em de escola rural A Prefeitura de Carambeí por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura esclarece que as devidas providências para os reparos no telhado da quadra coberta da Escola Rural Municipal de Limpo Grande já estão sendo tomadas.


CAFEZINHO

nostálgico ↘ GILBERTO MAINARDES

Olimpiadas de Carambeí!

O poder e suas entranhas! ↘ GLEIDSON CARLOS

O profano e o sagrado!

O prefeito Osmar Blum (PSD) não é um orador nato. Pouco acostumado a discursar em público tem clara dificuldade de ordenar as ideias e formar um discurso com boa percepção a quem o ouve. Durante a solenidade de formatura do Proerd (Programa de Resistência as Drogas), da Polícia Militar, essa semana, ele se mostrou bastante confuso. Traído pela memória, durante sua fala ao público e autoridades presentes, o prefeito esqueceu o nome do secretário de Assistência Social, Adalberto Westphal. Tentou minimizar o lapso, chamando-o de ‘Voz de Trovão’. Depois, Blum trocou o nome do capitão Paulo Marcondes por SAULO, por diversas vezes, em sua fala. Como religioso que é, frequentador assíduo de missas aos domingos, sequer seguiu a lógica bíblica presente no livro de Atos dos Apóstolos, onde Jesus transformou SAULO em PAULO. O chefe de gabinete, Márcio Taques, é quem tem colocado as ‘manguinhas’ de ‘fora’ ultimamente, criando embates não apenas com adversários, mas também com aliados. Sua ‘vaidade’ e falta de estabilidade política/emocional o compromete e pode revelar muito a seu respeito. Com um enorme teto de vidro (investigado por fraude em licitações, réu, denunciado pelo Ministério Público em ações de improbidade administrativa, com bens bloqueados), vive dias de nebulosidade e começa uma verdadeira caça às bruxas, fazendo transferência de funcionários (concursados), observada como perseguição política. Talvez, porque sabe que não o apoiarão num eventual projeto político, seja ele o candidato (no qual defendo ‘não será’), ou qualquer outro que dobre a espinha às suas ordens.

A

ntes de Carambeí ser emancipada no ano de 1997, os jogos escolares eram realizados aos sábados. Nós chamávamos de Olimpíadas, onde participavam as escolas Júlia Wanderley, Evangélica e José Pedro; se bem lembro eram as únicas de Carambeí e praticamente todos os alunos participavam desse evento que iniciava bem cedinho e terminava já ao entardecer...

Todas as modalidades eram praticadas desde o atletismo, como corrida, salto em altura e distância, até os esportes com bola como handebol, voleibol, basquete, futebol de salão, campo e suíço. Os alunos eram divididos por faixa etária do ano de nascimento, e quem jogava futebol suíço eram os menores. Era divertido ver Com tanto a se dizer sobre ele, alguém em sua perfeita sanidade, não aris- aqueles pequeninos com os caria pôr a sua vida (pública) ao julgo popular numa eventual candidatu- coletes desamarrados batendo ra... Falta-lhe apoio interno de boa parte de quem hoje está no governo, no joelho. a exemplo, dos amigos do prefeito Osmar que demonstram uma prefe- Da Júlia e Evangélica o profesrência unânime pelo secretário de Saúde, Mario José Avais, o Marinho. sor Edson Moreira era o proO poder é passageiro, deveria saber o ‘chefe’, — que já ocupou vários cargos políticos, desde à época de diretor de Agricultura (no governo do ex-prefeito Alci Pedroso de Oliveira). A arma de quem ocupa cargo temporário é a ‘tinta da caneta’, e, só! Com prazo de validade impreterivelmente o dia 31 de dezembro de 2020, quando encerrará o governo Blum e expirará sua a portaria de sua nomeação. O que não acontece com os servidores concursados, que foram submetidos a provas, tiveram que apresentar documentos que comprovam escolaridade, e os quais possuem estabilidade. E, mesmo que, em outros setores, irão desempenhar as mesmas atividades e no final do mês terão as mesmas remunerações.

fessor que auxiliava na montagem dos times. Os mais velhos também ajudavam, era ele também que estava à frente da organização, na escola Jose Pedro era o Professor “Bié”, que nós alunos da Júlia só tivemos mais contato no ensino médio. E, foi aí que descobrimos porque muitas vezes levávamos uma surra no basquete e handebol. O “Bié” ensinava muito a parte tática, bem como jogadas ensaiadas, e isso era diferencial na época.

Com atitudes impensadas, Márcio demonstra desespero visando 2020. Entretanto, o reflexo de suas atitudes poderão recair diretamente no governo, mais precisamente na relação com o legislativo. Taques tem olhado apenas para as eleições, esquecendo-se que falta um longo caminho até o fim do governo e é preciso manter a diplomacia entre os poderes, até mesmo garantir maioria dentro Os jogos se davam todos no da Casa para a viabilidade política do governo. No caminho inver- ginásio Batavo, nas arquibanso, há quem aposte no surgimento de uma ‘nova oposição’ graças cadas ainda madeira, de um a falta de ‘tino’ político de quem deveria preservar o governo... lado só do ginásio. As escolas EXPRESSO – O clima entre alguns vereadores e o presidente da ficavam divididas em três parCâmara, vereador Diego Silva (PR), está cada vez mais tenso. Na tes, sendo no centro a Escola semana passada, durante a aprovação de uma pequena reforma evangélica e nas laterais as esadministrativa feita por Silva, o vereador Diego Macedo (PSD), an- colas Júlia e José Pedro, além tecessor na presidência, se mobilizou para cooptar votos para bar- da arquibancada a quadra rar a medida, porém, sem sucesso. Segundo fontes, pessoas pró- que também era de madeira. ximas a Silva estariam o pressionando a tomar providências. Isso A torcida fazia barulho, batíporque Macedo tem indicação de cargo dentro do alto escalão da amos com os pés e mãos nas Casa que poderia estar ameaçado se o chefe do legislativo deci- arquibancadas que chegavam disse pela exoneração. Pressão e motivos não faltam, defendem! a ecoar os barulhos e gritos *** Mais uma: Macedo teria se reunido essa semana com o prefei- da torcida por todo o ginásio, to Osmar Blum, onde exigiu apoio a uma pretensa candidatura à a rivalidade era muito grande prefeitura. O ponto alto da conversa foi quando o prefeito negou, entre as escolas durante os jodizendo-lhe que não teria chances na disputa, segundo sondagem gos. interna. Osmar teria inclusive ameaçado a exonerar a esposa de Diego, Aline Macedo, a qual é secretária da pasta de Desenvolvi- Ficávamos praticamente o dia mento, caso Macedo estivesse ‘flertando’ com a oposição. *** Cogi- todo lá, na hora do almoço, e, tado, entre os nomes por Blum, está o do vice-prefeito Leon Larocca às vezes perto do fim, eram que poderia tranquilamente compor com o secretário de Saúde, Marinho, uma futura chapa para disputar a prefeitura em 2020, dizem governistas. Resta saber se todos estariam dispostos a correr tal risco, deixar tudo nas mãos de Leon que repousa em casa de pijama e aparece mesmo somente para receber o pomposo salário de vice no banco. Na prefeitura mesmo, não aparece há tempos. Será?

PAG.2

opiniao ~

SÁBADO,30 DE NOVEMBRO DE 2019

distribuído bolos, cachorro quentes, suco e Chocomilk para todos os alunos. Para identificar as escolas não haviam uniformes, mas, sim, coletes, de cores diferentes. A Júlia usava colete azul claro; Evangélica, cor Azul escuro, e a Escola José Pedro, era de cor vermelha; todos com escritas do nome nas costas neste formato “Julia”,”Evangélica,”Pedro”. Enquanto os atletas competiam, muitos ficavam jogando vôlei na grama em frente a Fundação Betel, hoje, Frísia. Era nesse momento que interagíamos com alunos das outras escolas, e até negociávamos a mudança de escola para reforçar o time para a próxima Olimpíada. Ali que começaram os ‘Cartoleiros’ do futebol (risos), e, ali, também, aconteciam os primeiros namoros. Os primeiros romances, beijos, fico imaginando quantas historias e versões podemos acrescentar neste ponto... O ultimo sábado era dos mais velhos, e ai sim a rivalidade aumentava em nível máximo. Eram nestes jogos que dependendo do resultado definiriam a escola campeã. Hoje, não importa quem ganhou mais vezes, mas, a lembrança de uma época que nos divertíamos muito, e somos e seremos sempre gratos aos professores que nos deram a oportunidade de ter vivido essa história que nos traz muitas saudades!

↘editorial APP da segurança! A Polícia Militar lançou o aplicativo de celular que promete facilitar e dar agilidade ao atendimento de ocorrências. O ‘app’ é uma solução útil e que deve auxiliar e muito principalmente as cidades de pequeno e médio porte, a exemplo de Carambeí, que possui um baixo efetivo policial que dificulta o atendimento pelo telefone 190, fora do expediente. Boa parte do plantão, os dois policiais estão ausentes do Destacamento fazendo patrulhamentos pelos bairros ou atendimento a situações nos quatro cantos da cidade. Quando não, precisam se deslocar à Ponta Grossa ou à Castro para fazer o flagrante e a entrega de presos. O atendimento é possível apenas via telefone celular. A questão de segurança não é apenas um problema local. É possível ver diariamente nos noticiários o alto índice de violência urbana por todo o país. A ferramenta é a tecnologia a favor do contribuinte, entretanto, o aplicativo não é solução para problemas pontuais, mas que parecem difíceis de resolver para o governo. É preciso contratar mais pessoal, melhorar o salário dos policiais que já estão no quadro, cumprir com os benefícios que são direitos adquiridos e melhorar a infraestrutura. A polícia sofre dificuldades de toda ordem, mas, que é compensada muitas vezes pela dedicação dos valorosos policiais, que mesmo diante de toda a escassez, seja material ou humano, de aparato tecnológico, continuam fazer jus a bandeira de ‘Servir e Proteger’ o cidadão. Obrigado!

↘humor


↘PROERD

Programa forma 400 alunos da rede pública Renan Areias

Da redação

A

Policia Militar do Paraná em parceria com a Prefeitura de Carambeí por meio Secretaria Municipal de Educação e Cultura realizaram esta semana a formatura de mais 400 alunos da rede pública municipal e escolas particulares do PROERD – Programa Educacional de Resistência as Drogas e Violência. Neste ano a solenidade ocorreu no Ginásio da SERP, reunindo aproximadamente mil pessoas entre formandos, familiares e convidados. Autoridades civis e militares acompanharam o evento, o capitão Paulo César Marcondes e sua equipe, do BPEC – BATALHÃO DE PATRULHA ESCOLAR COMUNITÁRIA que realiza o policiamento comunitário escolar nos principais municípios do Estado do Paraná, e realiza dois programas principais: Programa Patrulha Escolar Comunitária (PEC), e o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD). A solenidade foi comandada pelo capitão Marcondes, sub tenente Medeiros, Coordenador do PROERD, com a presença também do Sargento Olicheski, que está no comando do Destacamento Policial Militar de Carambeí, e o prefeito Osmar Blum (PSD), presi-

PROERD teve formatura em Carambeí no Ginásio da SERP.

dente da Câmara Municipal, vereador Diego Silva, vereadores e secretários municipais, e diretores de departamentos do município. Os alunos tiveram aulas ministradas com as Policiais Militares Luana e Claudete e receberam conteúdos e debateram com os policiais militares ministrantes do curso, Luana e Claudete durante 3 meses, elas realizaram atividades em sala de aula com o envolvimento de diversas disciplinas e refletiram a respeito do tema, buscando aguçar o senso crítico dos alunos sobre os temas violência e uso de drogas. O recado das instrutoras da PM é que “cuidem muito bem dos seus estudos, do seu dia-a-dia, que cada escolha te uma consequência. E, dependendo da consequência, pode afetar o futuro, e, lembrem tudo que aprenderam no Proerd e que isso possam levar para a vida: ser um bom cidadão, profissionais, que

é o que nós precisamos”, conclui a soldado Claudete. Programa O Proerd começou em 1983 como um programa de parceria entre o Departamento de Polícia de Los Angeles e o Distrito Escolar daquela cidade, recebendo o nome de Drug Abuse Resistence Education. Este esforço cooperativo guiado por dados estatísticos que mostraram alta eficiência do programa de prevenção baseado na tomada de decisões, estabelecimentos de valores e redução de problemas e estilos de vida e incentivo à atividades positivas. O programa está presente em 50 países. Desenvolvido pela Polícia Militar, atualmente funciona em todos os estados brasileiros. No Paraná, as atividades iniciaram em 1999 e já alcançaram mais de 1,5 milhão de alunos. Conteúdo de assessorias.

cotidiano

PAG.3

SÁBADO,30 DE NOVEMBRO DE 2019

↘Polícia lança aplicativo para ocorrências As cidades de abrangência do 1º Batalhão de Polícia Militar (Ponta Grossa, Castro, Carambeí, Piraí do Sul, Jaguariaíva, Arapoti e Sengés) passam a ter um novo canal de acionamento da Polícia Militar para os casos de emergência, em complemento ao telefone gratuito 190: trata-se do aplicativo APP 190 PR. Para a utilização da nova plataforma será necessário baixar o aplicativo gratuitamente no aparelho celular, desde que tenha o sistema operacional Android ou iOS. Após baixar o aplicativo, o usuário fará um cadastro rápido no portal Governo Digital, com informações pessoais (nome completo, RG, CPF, e-mail) e a partir daí será criado um perfil que armazenará todo o histórico de solicitações e atividades. Com o aplicativo instalado, o usuário poderá solicitar atendimento para quaisquer tipos de ocorrência. Na tela de abertura está disponível ícones para soli-

citações rápidas para situações de violência doméstica, perturbação do sossego e trânsito. Para os demais crimes o usuário acessará o ícone “outros”, também disponível na mesma tela. O usuário pode ainda inserir no chamado 02 fotos e 01 vídeo sobre o fato solicitado, bem como acompanhar o andamento do atendimento pela tela “minhas ocorrências – andamento”, consultando as providências tomadas até a finalização. Caso haja necessidade, o operador policial militar poderá entrar em contato com o cidadão via chat para obter mais informações. A ferramenta possibilita que pessoas com deficiência auditiva também solicitem atendimento de emergência pelo aplicativo. A ferramenta foi idealizada para facilitar o contato entre a Polícia Militar e toda a população, incluindo pessoas que possuem limitações físicas e não conseguem pedir atendimento por ligação telefônica.


PAG.4

social

SÁBADO,30 DE NOVEMBRO DE 2019 SÁBADO, 9 DE NOVEBRO DE 2019

O Pestana, Bar & Petiscaria foi essa semana palco do 1º Leilão Redstar de gados transmitido ao vivo via internet. O anfitrião, o empresário Luiz Carlos Gomes da Silva, o Pestana, na foto com Eduardo Vaz, comentarista da TV BAND e leiloeiro oficial. À direita, com o leiloeiro Wellison Silva, deixando de lembrança seu martelinho.

Durante o leilão, prestigiando o evento, (esqu.) os radialista J. Carneiro; Em pé, o empresário Ricardo Ribeiro; o vereador Joel Coza, Isak Ortiz (radialista) e o contador Olivir de Paula.

Felipe Taveski, formando no Curso de Saxofone pelo Conservatório Maestro Paulino de Ponta Grossa. Parabéns pelo esforço e dedicação, homenagem de seus pais Alessandro e Marici, na foto. Nicolly Ribeiro comemorou seus 15 anos ao lado dos pais Viviane e Fernando. | Foto: @danielfestaefotografia. O V encontro da Família Bueno aconteceu em Castro este mês e reuniu cerca de 100 descendentes do casal Cacilda e Otaviano Bueno. Eles tiveram 12 filhos dos quais 10 constituíram família. A foto é da colunista castrense Márcia Ferraz. A empresária Andréia Tuareg recebe os parabéns pela passagem de mais um aniversário. Felicidades!

FamÍlia Boer, no ensaio de Natal. | Foto: Mônica Oliveira.

Maria Helena e Antonella, no ensaio de Natal. | Foto: Mônica Oliveira.


variedades

PAG.5

SÁBADO,30 DE NOVEMBRO DE 2019

A edição deste mês da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios destaca a história de mulheres empreendedoras e traz na capa a produtora rural de Carambeí, Marlene kaiut, da Chácara São João. Com uma gestão moderna, a microempreendedora recuperou a propiedade (criação de gado leiteiro) endividada e multiplicou a produção.


↘LIMPO GRANDE

Quadra de Escola Rural em péssimas condições Da redação

P

ais e professores da escola municipal rural de Limpo Grande, da região rural de Catanduvas, procuraram à reportagem do Correio para relatar a situação precária em que se encontra a quadra de esportes, onde os alunos realizam atividades da disciplina de Educação Física. A chuva com ventos no final de semana deixou a situação ainda mais crítica. “Isso é um descaso com os alunos e comunidade, pois várias reivindicações foram feitas e até agora nada foi resolvido”, disse um professor. Pelas imagens enviadas, a quadra está com a estrutura do teto comprometida, faltando telhas, ameaçan-

Além do teto, as telas envolta da quadra estão arrebentadas. Escola atende a ensino infantil, fundamental e pré-escola.

do despencar as existentes. A situação traz risco porque atende a crianças do ensino infantil e fundamental, pré-escola, dividindo o espaço com a Escola Estadual Darlene de Jesus, de ensino médio. As telas em volta da quadra também estão com buracos. Outro lado À reportagem, a Prefeitura de Carambeí por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura escla-

rece que as devidas providências para os reparos no telhado da quadra coberta da Escola Rural Municipal de Limpo Grande já estão sendo tomadas. Todos os prédios públicos que abrigam as escolas municipais possuem seguro imobiliário e, neste caso, a seguradora já foi acionada para realizar a vistoria do local e após liberar as obras de reparo.

↘Saúde realiza ação do dia contra Aids A secretaria Municipal de Saúde por meio da Vigilância Epidemiológica promoverá várias atividades em referência ao Dia Mundial de luta contra a Aids em 01 de dezembro. A programação acontecerá no dia 2, próxima segunda-feira, nas Unidades Básicas de Saúde, com a realização de testes rápidos, distribuição de preservativos e palestras. De acordo com a enfermeira e coordenadora do Programa Municipal IST, HIV/Aids, Gisele de Paula Machado, cada UBS seguirá uma agenda de

atividades. Explica que na UBS Novo Horizonte acontecerão palestras em sala de espera e testes rápidos de HIV, Sífilis, Hepatites B e C; UBS Nova Holanda: blitz educativa e distribuição de preservativos; UBS Boqueirão: palestra em sala de espera e testes rápidos de HIV, Sífilis, Hepatites B e C e UBS AFCB: palestra em sala de espera, distribuição de preservativos e agendamento de teste rápido. A enfermeira detalha que o teste rápido é realizado a partir de uma gota de san-

gue, fica pronto em 30 minutos, o resultado é sigiloso e permite que o paciente comece o tratamento de imediato. Ela informa que a Aids é transmitida por relação sexual desprotegida com alguém que seja portador do vírus. “A Aids não é transmitida pelo beijo, toque, abraço, aperto de mão, compartilhamento de toalhas, talheres, lágrimas e suor. Portanto toda a pessoa que seja portadora do vírus da Aids deve receber carinho e atenção”, completa a enfermeira Gisele de Paula Machado.

PAG.6

geral

SÁBADO,30 DE NOVEMBRO DE 2019

↘Eleitores com 70 anos precisam fazer biometria O eleitor com mais de 70 anos de idade, que quer continuar a votar, também deve participar da coleta de dados biométricos realizada pela Justiça Eleitoral. Embora a Constituição Federal determine que o alistamento eleitoral e o voto são facultativos para o cidadão nessa idade, no caso de revisão eleitoral, todos os eleitores, inclusive aqueles para os quais o voto é facultativo – maiores de 16 e menores de 18 anos, maiores de 70 anos e analfabetos – devem comparecer aos cartórios para o cadastramento biométrico. De acordo com o Tribu-

nal Superior Eleitoral, os idosos com mais de 70 anos que não participarem do procedimento de revisão podem ter seus títulos cancelados. O TSE informa ainda que não serão canceladas as inscrições de eleitores com deficiência que impossibilite o cumprimento das obrigações eleitorais, desde que a informação conste no cadastro. O cadastramento biométrico é o procedimento de coleta das impressões digitais, fotografia e assinatura, com a atualização dos dados cadastrais do eleitor.


↘ DEBATES

Pedro Ivo sugere mudanças no Plano Diretor Municipal

PAG.7

poder

SÁBADO,30 DE NOVEMBRO DE 2019

Da redação

O

ex-vereador Pedro Ivo Bueno, pretenso candidato à prefeitura no próximo ano, divulgou que está participando da reformulação do Plano Diretor Municipal (PDM), e, que deve sugerir mudanças, como o direito de preempção, termo jurídico que é preferência ao poder público a compra de terrenos em novos loteamentos. “Eu participei da elaboração do PDM em 2007, e, agora vou sugerir que a Prefeitura possa ter essa preferência”, disse. Bueno sugere que quando houver interessados na venda de imóveis por terceiros seja encaminhado comunicado à Prefeitura informando o preço, bem como as condições de pagamentos. “Caso o município não manifeste interesse, o vendedor poderá passar para um comprador interessado”, salienta. Ele explica que existe um percentual de arruamento e manutenção de equipamentos públicos, como praça, ponto de ônibus, posto, escola, onde o direito de preferência garante a possibilidade de projeção como a sugestão do ex-vereador de construir uma pista de atletismo. “Uma pista exige um aérea de seis mil metros quadrados, o que equivalente a quinze lotes de terrenos, dentro padrões normais, a depen-

Ao Plano Diretor, Pedro Ivo irá sugerir o direito de preempção, termo jurídico que é preferência ao poder público a compra de terrenos em novos loteamentos.

der da modalidade. O que acontece é que os terrenos antes tinham uma média de 450 metros, hoje, não tem. É algo muito raro, até porque, pela perspectiva voltada para o Estatuto das Cidades e o próprio Plano Diretor que é diminuir tamanho para baratear custo dos terrenos.

Outro ponto, segundo ele, é que dentro deste direito de preempção, a administração pública, ao adquirir um terreno com maior área de extensão de terreno, possa utilizá-lo para finalidade social. “Revender para o povo parceladamente, à preço de custo, visando dignidade”, ressaltou.

Na administração pública não há espaço para promessas e obras faraônicas. Temos obras importantes como a construção do Contorno Norte, ou, a criação da área industrial, que estão sendo sugeridas, mas e recursos para isso, as coisas grandes custam caras”.

Pedro Ivo disse ainda que espera que todos os pré-candidatos à prefeitura deveriam participar da discussão sobre o Plano Diretor, que tem a atualização para uma perspectiva de 10 anos, sendo eleição e reeleição do próximo prefeito. “Se pautar por aquilo que está sendo estudado e está sendo previsto dentro do Plano Diretor, ainda que alguns pontos sejam apenas em formalidades, mas é preciso debater. Na administração pública não há espaço para promessas e obras faraônicas. Temos obras importantes como a

construção do Contorno Norte, ou, a criação da área industrial, que estão sendo sugeridas, mas e recursos para isso, as coisas grandes custam caras”, anotou. Outra possibilidade, ao aderir ao direito de preempção, de acordo com o Pedro Ivo, é que haveria a possibilidade do município fazer trocas de terrenos. “De fazer permutas. Existe é claro a questão

da desapropriação, mas eu acho pouco conveniente que gera uma batalha na justiça muitas vezes, sem falar que o direito de preempção permite o parcelamento, negociar, e não exige o pagamento prévio como a desapropriação”, frisou, ao acrescentar que é preferível usar a diplomacia, a conversa, a política com todas as letras.


Profile for Correio  Carambeiense

Correio carambeiense  

Edição 346

Correio carambeiense  

Edição 346

Advertisement