Page 1

Vamos reciclar a informação. Ao ler este impresso, não jogue nas vias públicas, passe para outro ler.

CARAMBEÍ | sexta-feira, 16 DE maio DE 2014| EDIÇÃO 67| ANO II * DISTRIBUIÇÃO SEMANAL * EDITOR: GLEYDSON CARLOS

* r$ 2,50 NA REDAÇÃO

POLÍCIA ELUCIDA 4º HOMICÍDIO DE 2014

Nessa semana, o quarto homicídio de 2014 foi considerado pelas autoridades policias como elucidado com a prisão de Sidney Vidal dos Santos, mais conhecido como ‘peixe’. Ele é acusado pela morte de Valdeci Leal Marcondes, em 29 de março, na Avenida das Flores, no bairro Novo Horizonte.

RAPAZ SOBREVIVE a GRAVE

ACIDENTE NA PR151

Após ficar três dias internado na Unidade de Terapia Intensiva – UTI, do Hospital Bom Jesus, Leonardo Gorski, 27 anos, já se recupera bem do acidente que sofreu no último sábado na PR151, em Carambeí, sentido Castro.


2

OPINIÃO

CARAMBEÍ | sexta-feira, 16 DE maio DE 2014

| CHARGE | editor.correio@gmail.com

| EDITORIAL | editor.correio@gmail.com

N

Questão de segurança!

ão há como não destacar o trabalho realizado pelas autoridades policiais de Carambeí que incansavelmente conseguiram elucidar os quatro homicídios que foram registrados até agora, fazendo de 2014, o ano mais violento dos últimos sete anos, quando foram registrados sete assassinatos. Mais uma vez, vale a pena frisar que crimes desta natureza dificilmente serão evitados, pois não há como prever essas ações, mas, há sim, formas punitivas para retirar esses ‘maus elementos’ do convívio de nossa sociedade. Além disso, se faz necessária uma maior colaboração de nossa popula-

ção. Enquanto cidadãos, também precisamos estar mais atentos a algumas situações pontuais. Com medidas simples, como trancar bem portas e janelas de nossas casas, ter cuidados com bolsas, carteiras, e equipamentos modernos como computadores e celulares nas ruas, estaremos menos vulneráveis a crimes como assaltos e roubos. Em estabelecimento comerciais, é aconselhável também a instalação de câmeras de segurança e alarmes. Carambeí é uma das cidades que mais cresce em números populacionais. É uma cidade com localização privilegiada, dentro de um dos maiores entroncamentos rodoviários do país; com atrativos

turísticos e com sede de empresas multinacionais, exportadoras, que elevam seu nome, onde circulam milhares de pessoas vindas de muitos lugares, que infelizmente também visualizam essa fragilidade na segurança local e podem se aproveitar para cometer esses crimes. É preciso que nossas autoridades locais vislumbrem a necessidade de investir naquilo que estiver dentro de suas possibilidades, como a reforma dos prédios e a manutenção daquilo que precisa. Também se faz necessária uma intervenção junto ao Estado, reivindicando melhores condições de trabalho e um aumento do efetivo local.

| MARCAS DA HISTÓRIA | por Edi Raquel Bueno

E

O primeiro time da Batavo

stava eu conversando com seu Henrique Harms, um dia desses quando o mesmo passou a me contar que no início de junho de 1960 quando retornou do Rio de Janeiro onde cumpriu um ano de serviço militar na Polícia do Exército, voltou a treinar no Esporte Clube Batavo. Ele sempre jogou na defesa. Diz ele que nunca foi um craque, mas tinha muita vontade e bom preparo físico, chegando a jogar no aspirante e no titular na mesma tarde. Quando disputava o “Campeonato Castrense de Futebol Amador”. Durante os anos 60/70 não foram campeões, a não ser numa ocasião em que ganharam o Torneio Início numa final contra o amador do Caramurú, decidida na cobrança de pênaltis. Torneio Início, tratase de um torneio relâmpago, um tipo de apresentação dos times, os quais foram duplos, e disputam um jogo de apenas trinta minutos, classificando-se os vencedores, os quais formam novas duplas, até sobrarem apenas dois, que deci-

CONTATOS: REDAÇÃO (42) 9937 - 9077 editor.correio@gmail.com FINANCEIRO/ COMERCIAL (42) 99260580 propaganda.correio@gmail.com

dem quem fica com a “TAÇA”. Os casos de empate, eram decididos com cobrança de pênaltis. Naquela época um só jogador cobrava os cinco penais, um atrás do outro, e em seguida o adversário efetuava as cobranças. No caso da decisão com o Caramurú, estávam perdendo por 1X0, quando, quase no final do jogo, o Baio, que estava na lateral direita, deu um chute despretencioso, quase do meio do campo, e acertou o ângulo, sem chances para o goleiro. Coube ao jogador Dick, cobrar e converter os cinco pênaltis, enquanto o goleiro Joost, conseguiu defender uma das cinco cobranças do Iltinho. Foi uma festa e tanto. Mais tarde, com o crescimento da Cooperativa Central e Cooperativa Batavo, e a contratação de muitas pessoas, surgiram muitos craques e o Batavão, por várias vezes foi Campeão Castrense. Nome de alguns jogadores da época lembrado por seu Henrique : Joost( Geada), Eugênio, Barreto, Dedé, Pinhão, Coruja, Cinderela, Alan, Nelson Pó, Chube que vinha PRESS CARAMBEÍ GLEIDSON CARLOS GREINERT - MEI CNPJ: 13.836.805/0001-11 END. RUA BELO HORIZONTE, 61 JARDIM BRASÍLIA JORNALISTA RESPONSÁVEL Gleidson Carlos Greinert DEP. COMERCIAL/FINANCEIRO Gisele Povaz IMPRESSÃO: GRAFINORTE

de Arapoti, para jogar aqui. Existia além do time da Batavo, o time formado pela Olaria do sr. Jango Barbosa, que eram: Ipiranga, Palmeiras, Tupi e o Guaira do Tronco onde a dupla dos “Pachequinhos” (Pedro e Miro) que infernizavam as defesas adversárias. O Batavo, por questões religiosas, não jogava no domingo, o que era respeitado por todos, e a escala era feita contando com isto. As viagens para jogar em Castro, eram feitas em estrada de terra, em Jipes de seu Willem e do Leonardão, e outros carros. Era sofrido, mas muito divertido, e sempre feito com muita vontade e amor ao esporte. Seu Henrique diz “ Bons tempos em que se dava valor às coisas simples”.

| SERVIÇOS | Ari do Carmo Rodrigues, 56 anos. 12/05. Ana RosaMoreira, 73 anos. 9/5.

TELEFONES ÚTEIS Agência do Trabalhador (42) 3231-4824 Biblioteca Municipal (42) 3915-1059 Centro Municipal de Saúde (42) 3231-1122 Fundação Batavo (42) 3231-1200

‘SPC’ FEDERAL, CARAMBEÍ ESTÁ NA LISTA Segundo levantamento realizado pelo jornal Gazeta do Povo, apenas 36 dos 399 municípios do Paraná não têm nenhuma pendência no Cadastro Único de Convênios (Cauc) da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) – uma espécie de “SPC” federal que afere o cumprimento de requisitos fiscais para o repasse de transferências voluntárias da União para governos estaduais e prefeituras. O des-

cumprimento dos requisitos fiscais, que afeta 91% das cidades do Paraná, pode impossibilitar as prefeituras a firmar convênios com a União, normalmente utilizados para investir em obras. No caso de Carambeí as pendencias no Cauc são em relação a “Obrigações constitucionais – exercício da plena competência tributária” e “Transparência – encaminhamento das contas anuais”.

‘FOCA NO PT’ No intervalo do programa Roda Viva, da TV Cultura, onde foi entrevistado nesta segunda-feira, o governador Beto Richa (PSDB) recebeu uma orientação de sua asses-

soria: “Foca no PT”. Richa havia falado no primeiro bloco do governo federal, mas destinou boa dose das críticas ao senador Roberto Requião (PMDB).

‘FOCA NO PT’ Falando nele, o atual governador, Beto Richa, tem todos os motivos para atacar o senador. Após os escândalos ligados ao PT, que baixou a moral da senadora Gleisi, quem está crescendo nas intenções de votos na corrida ao Palácio Iguaçu é justa-

mente o senador e ex-governador Roberto Requião. O coro “me chama que eu vou” dá o tom da “Caravana Volta Requião”, que percorre o Paraná. Requião articula o apoio dos delegados do partido para viabilizar sua candidatura.

2014 O ano será marcado pela Copa da Fifa e pelas eleições, mas ao que tudo indica, outros dois movimentos vão roubar a cena – as greves e manifestações. Vários setores

estão se organizando para deflagrar varias frentes de greves e manifestações antes e durante a realização da Copa do Mundo.


PODER

CARAMBEÍ | sexta-feira, 16 DE maio DE 2014

3

“Projeto é ruim e mal Cafezinho feito”, acusa Sindserv C Bastidores do poder!

PROJETO PODE SER RETIRADO?

Integrantes do Governo não souberam informar se o prefeito irá ou não ser retirado da Casa de Leis, a pedido do sindicato, o projeto de lei que propõe alteração no regime jurídico da Prefeitura, evitando assim um desgaste e uma derrota maior a qual protagonizada durante o encontro com servidores. Além de não saber explicar o porquê de o projeto ser protocolado sem

Da Redação

erca de 200 servidores participaram na noite da última segunda-feira de uma audiência pública para debater o projeto de lei, de autoria do Executivo, que propõe a alteração no regime jurídico dos servidores, passando de celetista para estatutário. Durante reunião, estiveram presentes ainda os representes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindserv), o chefe de Gabinete da Prefeitura, Márcio Taques, o assessor jurídico, Marcelo Greskiv e o ex-assessor jurídico, David Arthero, que fez a explanação de todo o projeto.

Em sua fala, Arthero enalteceu o interesse dos servidores em participar do debate, e esclareceu que a única proposta da matéria é a unificação do regime e que o sindicato seria acionado em seguida, antes de ir à votação. “A Câmara de Vereadores segue o estatuto, enquanto os demais servidores (da Prefeitura) são celetistas. Não é justo que alguns tenham benefícios e outros não, que aquele servidor que entrou agora tenha o mesmo direito que aqueles que estão desde que iniciou o município. É a igualdade dos direitos”, ressaltou o advogado, ao destacar que se trata ainda de uma determinação do Tribunal de Contas (TCE). Por sua vez, o sindicato solicitou aos representantes do Executivo que retirem o projeto da Casa de Leis, pois considera que o maior prejuízo para o funcionalismo é a

consulta aos trabalhadores, e, ao mesmo tempo, não responder aos questionamentos feitos pelos trabalhadores, pouco se entendeu porque a explanação do projeto foi feita pelo ex-assessor jurídico, David Arthero, e não pelos demais representantes do Executivo Muncipal que teriam elaborado o documento (Crt+C) semelhante a cidades vizinhas.

ALIMENTANDO...

A explanação do projeto de lei foi feita pelo ex-assessor jurídico da Prefeitura, David Arthero. | Foto: Gleydson Carlos.

própria alteração do regime. “Sair da CLT, que é uma lei federal para o estatuto que é uma legislação municipal, regida pela própria Prefeitura, e que pode ser alterada a qualquer tempo pelo legislador municipal”, disse Donizete Gelinski, assessor jurídico do Sindserv. “Além disso, o projeto é ruim e mal feito”. Caso a Prefeitura não retire a proposta, a Câmara de Vereadores deve mantê-la nas comissões internas e votá-la apenas em agosto, após o recesso parlamentar de julho. Caso a Prefeitura não retire a proposta, a Câmara de Vereadores deve mantê-la nas comissões internas e votá-la apenas em agosto, após o recesso parlamentar de julho. Gelinski disse que não acredita na possibilidade da Prefeitura estar alterando o regime jurídico apenas para desinchar a folha de pagamento do funcionalismo e baixar o índice de gastos que já ultrapassou o limite prudencial, observado pela Lei de Responsabilidade Fiscal

(LRF). “Se fosse isso que quisesse fazer, discutiria melhor e com mais paciência com os servidores, não iria fazer isso no atropelo. O prefeito está mal orientado, ou não consigo entender”, destacou. “O sindicato vai insistir com o prefeito para que ele retire o projeto da pauta, porque não há salvação. O projeto é tão ruim que se fosse emenda-lo, teria que ser inteiro”, conclui. O presidente do Sindserv, Júlio Horn, considerou como positiva a audiência pública, mas repudiou, mais uma vez, “a vontade do Prefeito em aprovar um projeto que afeta os servidores, a toque de caixa, sem ao menos consultá-los”, lamentou. “Mas queremos agradecer aos vereadores que abraçam a nossa causa. As representantes das APP – Sindicato, que apesar de nãos ser o órgão oficial de representação de todos os servidores, propôs uma união pelo menos interesse que é defender e garantir o direitos dos trabalhadores”, afirmou. Caso a Prefeitura não retire a proposta, a Câmara de Vereadores deve mantê-la nas comissões internas e votá-la apenas em agosto, após o recesso parlamentar de julho. PDV - Sobre o Projeto de Demissão Voluntaria (PDV) para servidores públicos, Júlio contou que espera uma

Durante audiência pública, ao publico, o presidente do sindicato, Júlio Horn, aproveitou a presença do chefe de Gabinete, Márcio Taques, para deferir-lhe acusações. Em sua fala, Horn disse que estava naquele momento aceitando o oficio mandado pelo representante do Executivo, que qualquer ação do sindicato deveria passar antes

pelo Executivo. A fala só alimentou ainda mais o embate entre o representante dos trabalhadores e o Executivo. Há quem diga que dentro do Governo, Taques é um dos defensores e articulistas, de que o projeto deve seguir até a votação, como está, apenas para testar a fidelidade de integrantes da base na Câmara de Vereadores. Será?

O Governo do Paraná autorizou investimentos em Carambeí na ordem de R$ 937 mil, que serão aplicados no alargamento e pavimentação da rua Paranapanema, no bairro Boqueirão. Estão previstas ainda obras de revitalização de calçadas. O Jardim Eldorado também receberá pavimentação nas ruas próximas à creche Santa

Rita, no bairro Eldorado. “As obras trarão muitas facilidades à população de Carambeí. O governador cumpre seu compromisso de atender a todos os municípios, sem exceção. Somos mais um município contemplado com os recursos do Governo do Estado”, ressaltou o prefeito Osmar Blum (DEM).

nova posição do prefeito, uma vez que “a comissão da Câmara Municipal enviou o projeto novamente a Prefeitura após uma reunião com

o sindicato, mas ele [voltou] como veio incialmente, sem as alterações acordadas durante a reunião”, informou.

GOVERNO LIBERA RECURSOS


4

CARAMBEÍ | sexta-feira, 16 DE maio DE 2014

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

CARAMBEÍ | sexta-feira, 16 DE maio DE 2014

5


6

COTIDIANO

CARAMBEÍ | sexta-feira, 16 DE maio DE 2014

Mulher é apontada como pivô de homicídio

N

Da Redação

essa semana, o quarto homicídio de 2014 foi considerado pelas autoridades policias como elucidado com a prisão de Sidney Vidal dos Santos, mais conhecido como ‘peixe’. Ele é acusado pela morte de Valdeci Leal Marcondes, em 29 de março, na Avenida das Flores, no bairro Novo Horizonte. A ação, que cumpriu o mandado de prisão contra Sidney, foi coordenada pelo delegado Marcus Vinicius Sebastião.

em óbito em seguida.

De acordo com registro, na noite do crime, Valdeci seguia com seu veículo, Renault/ Sandero, pela Avenida das Flores quando em movimento uma motocicleta passou pelo carro e alvejou-o com quatro tiros no para-brisas, sendo que dois pegaram no motorista que ainda tentou sair do carro, mas não resistiu aos ferimentos, mas entrou

Inicialmente, a execução dele foi relacionada a um suposto envolvimento seu com agiotagem. Na noite do crime, uma lista de possíveis devedores foi encontrada pela polícia no bolso de uma calça do rapaz. Ao decorrer das investigações, a polícia descartou essa possibilidade apontando um crime passional. “Ele disse que

A polícia de Carambeí conseguiu recuperar um WV/ Fusca furtado no bairro Novo Horizonte. Segundo informações, o proprietário deixou o veículo estacionado em frente de casa com as chaves na ignição. Após quase três horas depois, o suspeito, identi-

ficado pela alcunha de ‘Smeagol’, foi preso. Ele estava conduzindo o veículo numa antiga estrada entre Carambeí e Ponta Grossa. O carro foi entregue ao proprietário.

Quarto homicídio registrado e elucidado pela polícia local. Sidney (foto) está à disposição da justiça. | Foto: DP/Valério Sebastião.

matou para se defender, pois mantinha um relacionamento com uma ex-namorada de Valdeci, e por isso, a vítima o ameaçava constantemente de morte. Para se assegurar que não sofreria atentados contra sua vida, Peixe decidiu agir preventivamente e matar seu rival”, revelou o delegado Marcus Vinicius Sebastião. Sidney está à disposição da justiça na Cadeia Pública de Castro.

‘Smeagol’ é preso após roubar carro

Smeagol tem outras passagens pela polícia.| Foto: DP/ Valério Sebastião.

Sobrevive a grave acidente

Após ficar três dias internado na Unidade de Terapia Intensiva – UTI, do Hospital Bom Jesus, Leonardo Gorski, 27 anos, já se recupera do acidente que sofreu no último sábado na PR151, em Carambeí, sentido Castro. De acordo com a família de Gorski, ele está bem e não sofreu nenhuma fratura. “Pela batida, que deixou o carro com perca total, nasceu novamente”, relatou a mãe, Vera Ribeiro. De acordo com ela, o rapaz contou que seguia pela

possivelmente, errada, foi atingido por dois caminhões”, contou. Capotamento - Outro acidente foi registrado no Veículo ficou totalmente destruído. Motorista ficou três dias inter- mesmo trecho, desta vez, nado na UTI, mas já passa bem. | Foto: Gleydson Carlos. no sentido Ponta Grossa. O rodovia quando parou para o outro veículo. A equipe da motorista do Renault/Clio, socorrer um veículo que tinha RodoNorte chegou e man- Everson Teixeira Lacerda, 31 caído na canaleta. “Ele parou dou ele sair dali. Quando ele anos, perdeu o controle e cao carro e começou a puxar tentou fazer uma conversão,

potou o veículo numa curva. Apesar do susto, o motorista não sofreu ferimentos graves. Segundo informações do resgate da concessionária que administra o trecho, após a colisão, o motorista estava inconsciente, mas retomou o sentido em seguida e foi encaminhado ao Centro Municipal de Saúde.


GERAL

“O estado de Saúde de Carambeí é calamitoso”

E

Da Redação

normes filas de esperas. Faltam médicos; equipamentos estão velhos, ou sucateados. O diagnóstico é de um médico plantonista que atua no Centro Municipal de Saúde de Carambeí, mas que prefere não ser identificado. Ele falou à reportagem do Correio, após tentativa bem sucedida de salvar a vida de um bebê recém-nascido, que chegou a unidade de saúde com uma simples queixa de nariz trancado, mas que se agravou e provocou uma queda no estado geral e no nível de consciência do bebê. “Ela estava com muita secreção nas vias áreas, devido, provavelmente a infecção por um vírus, que leva ao aumento dessas secreções, e o acúmulo desse muco nas vias aéreas diminuindo o aporte de oxigênio do bebê”, relatou. De acordo com o médico, o sugador, equipamento que é utilizado para desobstruir as vias áreas funcionou, mas não o suficiente. “O sugador que temos na unidade funciona. Porém é muito fraco, não tem pressão adequada”, disse ele, ao acrescentar que após isso fez contato com o Hospital da Criança em Ponta Grossa, que aceitou o caso. À reportagem, o médico denunciou a falta de estrutura no Centro Municipal de Saúde. “Não temos condições de atender emergências porque faltam aparelhos básicos. Faltam medicações básicas, e ainda por cima o fluxo é muito alto. Somos em apenas dois médicos no plantão, quando seriam necessários no mínimo três profissionais, já que chegamos a atender, cada médico, cerca de cem pacientes no plantão”, relatou. “Quando a gente tem que se ausentar para transferir um paciente grave, fica só um”. Segundo ele, na última quarta-feira, foram dispensados cerca de 60 pacientes

7 Prefeitura destaca investimentos CARAMBEÍ | sexta-feira, 15 DE maio DE 2014

Médico aponta possíveis falhas dentro do sistema local de Saúde. Prefeitura destaca investimentos. Foto: Divulgação.

menos urgentes, “porque estávamos sobrecarregados com 5 emergências ao mesmo tempo, sem estrutura para atender, e mais uma fila de espera. Porque a gente não tinha como, simplesmente”, lamentou. “Não temos nem um desfibrilador decente, e a maioria dos equipamentos existentes lá, estão sucateados. Precisaríamos pelo menos de dois desfibriladores, só temos um, e está estragado. Não temos nem oxigênio na enfermaria”, comentou o médico. O profissional destaca também que como Carambeí não dispõe de um hospital, casos de alta complexibilidade, são feitas através de convênios com outros munícipios, como é o caso dos atendimentos feitos no Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo (PR), há cerca de 300 quilômetros, na Região Metropolitana de Curitiba. “As ambulância, com pacientes, levam cerca de uma hora e meia para chegar lá, em alta velocidade, mas as ambulâncias estão sucateadas. Tem uma que está com o para-brisa quebrado e não funciona a sirene. E, é a que mais a gente usa”, conta. “Essas transferências longas, transportando um paciente que não pôde ser estabilizado inicialmente porque não tem como, são perigosas. Coloca em risco o paciente e

fazem com que fiquemos por cerca de quatro horas fora da unidade, até sobrecarregando o outro colega que ficou atendendo a demanda”, fala. Partos - Sobre os partos que acontece de forma forçada, dentro de ambulâncias ou no Centro Municipal de Saúde, o médico destaca que não há condição sanitária e faltam equipamentos adequados. “Colocam em risco a vida das gestantes”, observa. “Eu mesmo já entreguei nas mãos do secretário [de Saúde] um projeto de reforma e ampliação do posto, que incluía uma sala de parto e uma listagem de equipamentos e medicações de emergência, mas até agora não vi acontecer. Esse é o nosso dia a dia”. Prêmio - Sobre o prêmio de “Qualidade e Excelência em Saúde Pública”, conferido ao secretário municipal de Saúde, Mário José Avais de Mello, o afirma que é contraditório. “Não entendo como pode Carambeí ter recebido essa condecoração, sendo que trabalhamos com lotação mais do que máxima, sem estrutura para urgências, sem hospital, e com apenas um posto trabalhando em regime de (Programa Saúde da Família) - PSF, quando deveriam ser pelo menos cinco, e no mínimo 10 médicos atuando em PSF com equipe de saúde montada, o que Carambeí não tem também”.

Ao Correio, a assessoria de Comunicação da Prefeitura de Carambeí enviou nota oficial destacando que desde a emancipação política de Carambeí as condições de assistência a Saúde Publica veio melhorando, com a aquisição de ambulâncias, contratação de médicos clínicos e plantonistas e que, a cada ano que passa vem recebendo aumentos e reformas, mudanças e melhorias. “Os postos de saúde dos bairros, dois serão construídos outros já estão em reforma; para realizar assim um melhor atendimento a população dos bairros. Mas, como estamos num serviço que dependem de normas e leis que infelizmente não colaboram com o desejo de rapidez e eficiência necessária para a realização dos mesmos, ocorre um comprometimento de tempo que afeta diretamente a efi-

cácia destes serviços”.

De acordo com o documento, há pouco mais de seis meses a atual administração optou por dois médicos plantonistas a cada 12hs, para assegurar a população atendimento nos casos de urgência e emergência, quando se faz necessário o acompanhamento médico. “Recentemente, tivemos a visita de um representante fiscal do Conselho Regional de Medicina, o qual nos deu parecer favorável e comentou, inclusive, sobre os equipamentos existentes na sala de emergência, que estão de acordo com as normas de saúde”, diz.

Além disso, segundo a nota, o profissional que assume a troca de turno, que deve realizar uma checagem prévia de todos os equipamentos que poderão ser utilizados durante os plantões.


8

CARAMBEÍ | sexta-feira, 16 DE maio DE 2014

Os irmãos Igor Matheus e Nicolas Gabriel Correia.

Nicinha Pompeo

SOCIAL

nice.correio@gmail.com

Quem recebe os parabéns pela passagem de mais um aniversário é Inácio Povaz Filho.

Bruna Luiza do Carmo dia 10 comemorou seus 15 anos; ela recepcionou seus familiares e amigos na Chácara Àgape. Felicidades! Victor Augusto Los completou 4 anos a festa foi realizada dia 10 no Moinho Niemeyer. Felicidades!

A pequena Pyetra Nathalia Hesse completou 3 aninhos dia 19 de maio. Parabéns! Foto: Pablo Hesse

‘Noite das Sopas’ é sucesso!

O Restaurante Niemayer sediou na última sexta-feira, a ‘Noite das Sopas’, evento organizado pela Rede Feminina de Combate ao Câncer de Carambeí (RFCC), que visa arrecadar fundos para a manutenção do trabalho realizado pelo grupo de voluntários. Além das deliciosas sopas, a ocasião contou ainda com um desfile de cães, que frequentam a Focinhos Pet; e desfile de moda, com exposição dos modelos da Loja Brotas, coleção Outono/Inverno. Cerca de 400 pessoas prestigiaram o evento. Confira alguns cliques por Gleydson Carlos.

Correio Carambeiense  

Edição 67

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you