Page 1

Porto Alegre Alegre,, 1» Quinzena de Setembro 2004

Câmara de Pelotas presta homenagem ao CRPO Sul Ano XI - Nº 150

APESP

Operadores da Segurança Pública - Irmãos de Ofício

Chefe do EMBM, Cel Ilson, faz parte da BM há três décadas Confira nesta edição * Nova Roma do Sul (24) * Novo Hamburgo (29) * Passo Fundo (20) * Pelotas (11) * Quatro Irm‰os (26) * Rodeio Bonito (21) * Salto do Jacu™ (25) * Santa Maria (16) * Santana do Livramento (15) * Santo Augusto (31) * São Jerônimo (12) * S‰o Jos” do Herval (23) * S‰o Jos” dos Ausentes (27) * S‰o Marcos (29) * S‰o Martinho (20) * S‰o Valentim (20) * Sapiranga (22) * Taquara (27) * Taquari (31) * Tio Hugo (21) * Tr’s Coroas (27) * Uruguaiana (12) * Viam‰o(13)

* Alegrete (18) * Ametista do Sul (23) * Barra Funda (28) * Barros Cassal (25) * Bento Gon“alves (24) * Bom Jesus (27) * Boqueir‰o do Le‰o (25) * Canoas (13) * Cerro Grande do Sul (30) * Cruzaltense (28) * Erechim (17, 20 e 26) * Espumoso (19) * Est›ncia V elha (11 e 22) * Fontoura Xavier (21) * Gramado (14) * Gramado Xavier (24) * Ibirapuit‰ (20) * Igrejinha (23) * Ip’ (29) * Jaguar‰o (28) * Jari (19) * Mata (19) * N‰o-Me-Toque (22) * Nova Esperan“a do Sul (19)

Nova sede do CB de Uruguaiana terá heliponto

– 11 Bicicletas reforçam o policiamento das ruas de Santa Maria

–8

20 – CRPO Alto Jacuí 20 – CB/PE 21 – 1º BPM 22 – CRPO Campanha 23 – Noroeste Colonial 23 – CRPO Nordeste 26 – CRPO Central 27 – 1º Esqd P Mon 28 – CB/MT

–5

Operação Contenção mobiliza PMs de Santana do Livramento

Maquete mostra como será a nova sede dos bombeiros. Obra está or“ada em R$ 170 mil

– 12 3º Sgt Renato assume comando da BM de Mata

– 19

Patrulhamento com bicicletas é realizado por dois PMs temporários

– 16 Estadual Servipol promove seminário no Presídio de Jaguarão está Consepro auxilia na construção auditório do Palácio da Polícia sendo ampliado de casas em Boqueirão do Leão – 28 –8 – 25

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

67» Corrida do Fogo Simbólico teve início em frente à sede do TCE

BPRv recebe armamento

Aniversário de OPMs e entidades 4 – 22º BPM 5 – CB/MS 7 – 3º RPMon 12 – IPBM 14 – Museu BM 15 – CI 18 – CRPO Vale do Ca™ 18 – QCG 18 – HBM/SM

Chama da Pátria percorrerá 212 municípios gaúchos

Respondendo pelo comando do CRPO Sul, o Ten Cel Odiomar recebeu distinção pelo 30º aniversário da corporação

Com apenas 19 anos, o Cel Ilson Pinto de Oliveira já integrava as fileiras da corpora“‰o

Outubro

Porto Alegre, 1ª Quinzena/Setembro2004

Policiais ganharam cem pistolas e 15 carabinas para coibir a criminalidade

–6 1º Sgt Barnasque deixa o comando do Brigada Militar intensificou as barreiras policiais no munic™pio GPM de Cerro Grande do Sul – 15 – 30 Projeto Parlamento Juvenil teve participação de 60 estudantes Juíza Cristiane Proerd forma mais –3 palestra para PMs 43 crianças em de Não-Me-Toque Camargo Pel Mirim é exemplo de educação – 22 – 26 e voluntariedade em Alegrete – 18


Pág 2 – 1» Quinzena de Setembro 2004

Fundação BM

b™amoso que era necessário para se instituir uma funda“‰o como a nossa. Contudo, ”ramos No dia 19 de julho, o governador Germano totalmente leigos quanto ‹ viv’ncia na FBM... Rigotto assinou, no Sal‰o Nobre do QCG, auto- Como disse o Dr. Pierre Weil, em confer’ncia Quero parabenizar os editores do Jornal riza“‰opara que o Estado firme conv’nios com sobre fundações em Belo Horizonte: “A função Correio Brigadiano pela excelente fotografia a Funda“‰o Brigada Militar (FBM). De acordo dos administradores no velamento das fundadivulgada na contracapa da edi“‰o 148. Na foto com a lei aprovada pela Assembl”ia Legislativa ções tem que ser quase maternal. aparecem alguns colegas a cavalo e, acima e sancionada por Rigotto, os recursos que se…a mesma fun“‰o de quem ajuda o filho deles, um helicóptero de nossa gloriosa Briga- r‰oobtidos pela administra“‰o dos bens da cor- pequeno, aconselha quando ele está maior e da Militar. Nesta cena, ” poss™vel contemplar pora“‰o pela FBM dever‰o ser aplicados em convive com o filho adultoÓ. O que queremos ” o ontem e o hoje de nossa corpora“‰o, pois conserva“‰o e aquisi“‰o de equipamentos... exatamente isso. Esperamos que tenhamos reflete o avan“o da tecnologia em conjunto com Nós administradores tamb”m temos que fazer condições de conseguir. o velho policiamento montado. Parab”ns! a mea culpa e dizer que at” bem pouco tempo desconhec™amoso que era a nossa FBM... Paulo Neri de Souza Rosa – dir Recursos Sd Dorneles - Alegrete Tamb”m em raz‰o de nosso trabalho, sa- Humanos, Comunica“‰o e Marketing da FBM

MURAL DO LEITOR Parabéns

OPINIÃO

CORREIO BRIGADIANO

Protesto

Desarmamento

Lendo a página 6, edição 147 do Correio Brigadiano, verifiquei uma inverdade na reportagem sobre a constru“‰o do HBM/PA, pois a contribui“‰o citada, n‰o foi espont›nea e sim imposta, bem como as ÒtombolasÓ (rifas), que eram enviadas (uma para cada brigadiano), sendo que aos supostos Òcontribuintes espont›neosÓ n‰o era permitido sequer o prazer de escolher um nœmero. Portanto, gostaria que tal contesta“‰ofosse publicada, pois sou uma testemunha viva dos fatos ocorridos.

Lamento que apenas cidad‰os de bem estejam entregando suas armas em atendimento ‹ Lei do Desarmamento. Gilberto Antunes – Passo Fundo

Os artigos publicados com assinatura nesta página não traduzem necessariamente a opini‰o do jornal e s‰o de inteira responsabilidade de seus autores. As cartas devem ser remetidas para a coluna Mural do Leitor Leitor, com assinatura, identifica“‰o e endere“o para a rua Bispo Willian Thomas, 61, CEP: 91.720030, Porto Alegre/RS. As cartas poder‰o ser publicadas resumidamente.

2º Sgt Valcir Poltozi – Porto Alegre

Segurança é prioridade da SJS

Associação Pró-Editoração à Segurança Pública Utilidade Pœblica Estadual e Municipal

Presidente APESP APESP:: Maj P”rcio Brasil çlvares Vice-Presidente Vice-Presidente:: Sgt Claudio Medeiros Bayerle Tesoureiro: Sgt Luiz Antonio R. Velasques Secretário: Cap Oscar Bessi Filho Diretor-Presidente do Grupo Polost: Ten Cel Vanderlei Martins Pinheiro Registro no CRE 1.056.506

Marca no INPI processos nºs 824468635 e 824466934

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Coordena“‰oAdministrativa e Financeira: Luci M. Pinheiro Ger’ncia Administrativa: Ten Carlos Taquatiá Apoio: Antonio Carlos Leal Neto, Franciele Rodrigues Lacerda e estagiárias Daniele Pereira Costa e Luana Pereira Passos Ger’ncia de Informática: Pércio Anelo Álvares Manuten“‰ode Informática: estagiário Stefan Klug Pereira Cursos Preparatórios e Profissionalizante: professora Mar™lia Monteiro Ger’ncia da Polost Livros: Suanemax Pereira Pinheiro Ger’ncia de Vendas: Cap RR D”cio da Silva Menezes Apoio: representantes Apesp Ger’ncia da Polost Press e Data Polost: Cristiano Max Pinheiro Dire“‰odo JCB: Cel D”lbio Ferreira Vieira Ger’ncia de Reda“‰o: Jornalista Luciamem Winck MTb/RS nº 6514 Auxiliar de Reda“‰o: Vera Eledina Leivas Pereira Estagiários: Felipe Bornes Samuel, Thiago de Lima Maurique e Vanessa Gon“alves Colaborador: Cap e Jornalista Paulo César Franquilin Pereira - MTb/RS nº 9751 Fotografia: En™dio Pereira, Mois”s Bastos, Paulo Pereira e arquivos de OPMs Ger’ncia da Circula“‰o: Ten Jorge Ubirajara Barros e representantes de OPMs Ger’ncia de Cidades: Ten Valter Disnei Sales Louren“o Estagiária: Andreza Schumann e Natália Mazzilli Pereira Apoio: Tatiana Dux da Silva Ger’ncia Consultor de Rede: Walter Fuentes Robella Distribui“‰ogratuita dirigida: A todos os servidores civis e militares, da ativa e inativos da BM, policiais da ativa e aposentados da Pol™cia Civil, servidores da Susepe, IGP e instituições municipais de segurança, vereadores, prefeitos e parlamentares Tiragem: 30.000 exemplares Impress‰o:Oficinas Gráficas do Grupo Sinos/NH/RS Correio Brigadiano Editora Jornal™stica Ltda CNPJ: 05974805/0001-50

E-mails Not™cias:jcb@seguranca.org.br Sempre que voc’ encontrar o ™cone Circula“‰o:circulacao@seguranca.org.br busque a reportagem ampliada no site Comercial: anuncio@seguranca.org.br www.patrulheiro.org.br anuncio-met@seguranca.org.br Suplemento Cultural:jcbcultura@seguranca.org.br Dire“‰o:jornal@seguranca.org.br Telefones: (51) 3339-7888 Reclamações: pinheiro@seguranca.org.br 3339-7754

ANO X I - nº 150 — 1ª Quinzena de Setembro 2004 Ñ A voz brigadiana da Seguran“a

O secretário da Justiça e da Segurança se reconhecem este novo momento da segu(SJS), José Otávio Germano, em entrevista con- ran“a pœblica. A sociedade, por”m, continua cedida ‹ imprensa no œlitmo dia de agosto, rei- queixosa e pressionando soluções para problemas envolvendo a criminalidade. terou que a seguran“a ” prioridade do governo Nunca se viu tanta solenidade de entrega Rigotto. Ele tamb”m afirmou que Porto Alegre, de viatura, com a presen“a de representantes há 25 anos, tinha maior efetivo policial do que atualmente. José Otávio ressaltou que a redu- do Executivo, no Rio Grande do Sul. Armas e “‰ogradual dos efetivos ” de responsabilidade equipamentos de prote“‰o individual tamb”m est‰osendo adquiridos e distribuídos em váridos governos anteriores. Apesar do reduzido efetivo, operações de- os organismos policiais. Al”m do refor“o de efesenvolvidas pelas instituições policiais – Briga- tivo temporário – cerca de 500 jovens –, houda Militar e Polícia Civil – conseguem apresen- ve ainda um resto de 600 inclusões do último tar uma aparente concentra“‰o de efetivo. Como concurso para seleção de Sd na BM. Já na co” dito no meio militar, o objetivo é “manter a área irm‰,o incremento ficou por conta de uma turmobiliadaÓ.Por outro lado, os discursos dos can- ma de novos delegados. Há a promessa de redidatos ‹ prefeitura da Capital gaœcha s‰o qua- crutamento de agentes. Se há ainda queixa da comunidade, ainda se un›nimes quanto ‹ necessidade de refor“o n‰o” o bastante. Mas n‰o se pode negar que o de contigente na Guarda Municipal de modo a empregá-la em ações conjuntas com a BM. In- governo apresenta medidas concretas da vis‰o clusive, propostas esdrœxulas est‰o sendo apre- tradicional com que sempre foi solicitado pelos sentadas ‹ popula“‰o, induzindo os eleitores de profissionais das organizações policiais. É esta que o município possa intervir nas decisões do resposta positiva do governo no tratamento com os policiais civis e militares que permite inferir governo do Estado. No entanto, os executores do servi“o poli- no sentido de um esfor“o operacional que mascial ostensivo ou judiciário – apesar de ainda cara e minimiza a gritante falta de efetivo agraserem mantidas algumas disputas institucionais vada nos últimos 25 anos, conforme o próprio – est‰o mais livres para o exerc™cio da fun“‰o. secretário mencionou em 31 de agosto. Indicadores da criminalidade no Rio Gran…como se tivessem conseguido romper teoria de do Sul, referentes ao primeiro trimestre de do policiamento contemplativo. Exceto os problemas salariais, as próprias entidades de clas- 2004 e comparados ao mesmo per™odo do ano

passado, indicam que o crime de homic™dio teve uma redu“‰o de 20,02%, confirmando a tend’ncia de queda que já se verificava no ano passado. Seqüestro-relâmpago registrou queda em um índice de 13,01%. Nas situações de latroc™nio,inverteu-se a curva: se no passado houve um aumento de 109%, este ano verificou-se uma redu“‰o de 33,98%. Roubo a banco foi um dos delitos que teve alto ™ndice de redu“‰o: 72,73% e abigeato (furto de gado) pela primeira vez diminui, em um percentual de 22,21%. Este ano, observa-se ainda a redu“‰onos casos de roubo a estabelecimentos comerciais (18,65%) de furtos de ve™culos (4,72%) e roubos de ve™culos (1,70%). Todo o sucesso da administra“‰o governamental na área da segurança pública está dependendo do encaminhamento a ser dado na questão da matriz salarial. Há, neste momento, uma simpatia das bases policiais pelas medidas efetivamente aplicadas pelo governo. Os policiais respondem com a produ“‰o mas continuam aguardando pela contrapartida prometida de regulariza“‰o da pend’ncia de 10 anos sem reposi“‰o salarial. Se o governo for competente na proposta da matriz, minimizando o complicador do tempo para a integraliza“‰o plena, obterá êxito. Do contrário, como normalmente acontece, a fam™lia da seguran“a pœblica se transforma em oposi“‰o.

DICAS LEGAIS Nelton Henrique Monteiro Ledur - Maj Bel em Direito e Professor Dir. Institucional E-mail: neltonledur@ig.com.br

o interesse particular, pois este se refere ao individual, enquanto aquele diz com o coletivo, que deve prevalecer.

Prerrogativa de transporte e comunicação A Lei Complementar n.º 10.990/97 – Estatuto dos Militares Estaduais, dispõe no seu Art. 86, inciso VI, como prerrogativa funcional dos policiais militares Òa prioridade em qualquer servi“o de transporte ou comunica“‰o, pœblico ou privado, no território estadual, quando em servi“o de trabalho de urg’nciaÓ. Esta prerrogativa é corolário da previsão Constitucional contida no Art. 5º, inciso XXV, autorizadora da requisi“‰o do uso de bem particular, no caso de iminente perigo pœblico. Esta requisi“‰ose dá por ato unilateral da autoridade policial, sendo auto-executória. Ambas as disposições legais trazem em seu bojo um fundamento imprescind™vel ‹ sua execu“‰o,qual seja o interesse pœblico em preju™zodo interesse privado. Assim, a norma Constitucional está, implicitamente, indicando que há supremacia do interesse público sobre

Restrições ao porte de arma O Decreto Federal n.º 5.123, de 01 de julho de 2004, regulamentador da Lei 10.826, de 22 de dezembro de 2003 - Estatuto do Desarmamento, estabelece restrições ao porte de arma de fogo. Assim, as pessoas que possuem o porte de arma n‰o podem portar ou conduzir armas ostensivamente ou com ela adentrar ou permanecer em locais pœblicos, tais como igrejas, escolas, estádios desportivos, clubes ou outros locais onde haja aglomera“‰o de pessoas, em virtude de eventos de qualquer natureza. O desrespeito desta norma acarretará a cassa“‰odo porte de arma.

Restrições ao porte para policiais, militares ou civis

Os policiais, militares ou civis, conforme previs‰odo Inciso II, do Art. 6º, da Lei n.º 10.826/03, ostentam o denominado porte de arma legal ou funcional, isto ”, autoriza“‰o para o porte de arma de fogo em raz‰o da fun“‰oque exercem, deferida atrav”s de lei e n‰o de autoriza“‰o da autoridade administrativa. Desta forma, o porte legal possui maior relev›ncia que o porte de arma concedido, posto que este atende interesse particular , enquanto aquele ” deferido por interesse pœblico. O § 2º, do Art. 34, do Decreto n.º 5.123/ 04, dá competência para que as instituições a que pertencem os policiais, militares e civis, normatizem o porte de arma, fora de servi“o, em locais onde haja aglomera“‰o de pessoas, em virtude de evento de qualquer natureza, tais como no interior de igrejas, escolas, estádios desportivos, clubes, públicos e privados, excepcionando, desta forma, a aplica“‰o da previs‰o contida no Art. 26, do Decreto n.º 5.123/04. Assim, as restrições ao porte legal de arma est‰o adstritas aos locais e circunst›ncias escolhidas por crit”rios de conveniência e oportunidade próprios das Instituições policiais.

CRPO VALE DO TAQUARI e FRONTEIRA NOROESTE

CORREIO BRIGADIANO

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 31

BM de Santo Augusto é uma das poucas do Estado a contar com o efetivo completo Santo Augusto ” uma cidade privilegiada. Comandada pelo 1º Ten Carmo Marcelo Rhoden, a BM local ” uma feliz exce“‰o no Estado, pois tem seu efetivo completo e ainda dispõe de viaturas suficientes para o desempenho de suas funções. De acordo com o Cmt, 3º Sgt Sebasti‰o 3º Sgt CVMI Hempe Sd Alcindo Sd Ad‰o 1º Ten Hoden 3º Sgt Eloir essa realidade só é possível graças ao apoio recebido por parte do Estado e da sociedade local. ÒContamos com a colabora“‰o da comunidade santo augustense que, preocupada com a seguran“a pœblica, auxilia em algumas necessidades imediatasÓ, afirmou. ÊÊÊO munic™pio ” essencialmente agr™cola, sendo destacado na regi‰o por sua produtividade. Sd Gilmar Sd Lemainski Sd Lima Sd Jacson Sd Gilberto ÓIssomotiva a realiza“‰o de patrtulhamento na zona rural para o combate ao abigeato e ao rou- cupa“‰oconstante do comando ” a realiza“‰o sionais exemplares, pelo interesse em atender Campos da Silva e Sebasti‰o Pedroso da Silbo de agrotóxicos nas propriedades”, destacou de operações de desarmamento em bares e nos os anseios da comunidadeÊ e pelo fiel cumpri- veira; Sd Nolar Jos” de Jesus, Aldino Rasche, o Ten Rhoden. Segundo ele, dentre as 552 ocor- arredores da cidade e de fiscaliza“‰o no tr›nsi- mento da miss‰o institucional da BMÓ, ressal- Ad‰ode Souza, Paulo Ricardo Friederich, Paur’ncias atendidas neste ano destacam-se os to, al”m da realiza“‰o de palestras de orienta- tou, salientando que possui vários servidores lo Gilmar Antunes, Edemar Antunes, Jorge Amacasos de acidentes de ve™culos, embriagu’s, de- “‰ojunto ‹ comunidade e ‹s escolas. com curso superior. ÒIsso qualifica os trabalhosÓ, ral Barcellos, Edevar Pimentel de Almeida, Jos” sordem, furtos, agressões, porte ilegal de armas, completou. São eles:1º Sgt Paulo Loreno Feli- Pinto Martins, Adilar Sebasti‰o Nobles, Jos” ÊÊÊ O Cmt destacou a atua“‰o de todos os perturba“‰odo sossego e amea“as. Uma preo- PMs que est‰o sob seu comando. ÒS‰o profis- zola e Marcos Ivan Eberhardt; 3º Sgt José Eloir Gilberto Pfeiffer, A™rton Lemainski, Natalino Gon-

BPRv de Taquari festeja chegada de seu novo Cmt O 3º Sgt João Antônio Ferreira assumiu, no dia 1º de julho, o comando do BPRv de Taquari. O Sgt, que estava destacado no 28º BPM, de Charqueadas, está substituindo o 3º Sgt Ruben Ubirajara Rosa da Cruz, que está realizando o Curso T”cnico de Seguran“a Pœblica. A unidade tem como responsabilidade territorial 262 quilômetros de estradas em oito rodovias, abrangendo as cidades de T aquari, Bom Retiro do Sul, Cruzeiro do Sul, Ven›ncio Aires, Paverama, General Câmara, São Jerônimo, Charqueadas e Eldorado do Sul. De acordo com o Cmt, as ocorr›ncias mais relevantes na regi‰o s‰o as de roubos de cargas. ÒTamb”m registramos casos de fugitivos do Instituto Penal de Mariante circulando na beira da rodoviaÓ, lembrou. Segundo ele, os fugitivos s‰o recapturados e encaminhados novamente ao sistema penitenciários.

PMs conquistam o sonho da casa própria em Taquari O efetivo da BM de T aquari possui uma peculiaridade.Todos os PMs que servem no Pel residem no município e possuem casa própria. ÒIstomuito nos orgulha pois sabemos das dificuldades que nossos policiais enfrentam em todo Estado, por”m, com trabalho e equil™brio na vida pessoal, cada um por seu próprio esforço e capacidade conseguiu construir sua casa própria”, afirmou o Cmt da unidade, 1º Ten Alverindo Reis da Silva, ressaltando que, em nenhum momento, foi solicitado ou recebido qualquer tipo de aux™liopara a constru“‰o deste sonho pessoal. O efetivo do Pel, que já contou com 33 PMs, hoje possui seis 3º Sgt e 17 Sd. “Não estamos vivendo em um mar de rosas, por”m os problemas que temos s‰o m™nimosÓ, destacou o Cmt.

Del Charles assume os trabalhos da DP de Santo Augusto O delegado Charles Dias do Nascimento ” o novo titular da Delegacia de Pol™cia de Santo Augusto. Charles, que estava lotado em Ira™, elogiou a equipe de policias da DP e destacou o relacionamento com a BM do munic™pio. ÒO relacionamento com a BM ” excelente, todas as operações s‰o realizadas em conjuntoÓ, afirmou. Natural de Iju™, tamb”m na regi‰o da Fronteira, o delegado se adaptou perfeitamente ao munic™pio. “Já estou habituado com a região e pretendo ficar aqui por muito tempoÓ, disse. Segundo ele, a seguran“a do munic™pio ” exemplar.

Sd Andrigheto

Sd Fragoso

Sd Martins

Sd Ricardo

“alves de Lima, Alcindo dos Santos, Moacir Silveira Martins, Jairo Ribeiro Fragoso, Francisco Salem Zdradk, Emerson Gomes Martins, Enori Antonio Bittencourt Bohn, Jacson Fabiano da Silva e Jo‰o Paulo Andrighetto; e Sgt CVMI iVlson da Silva Machado, Sadi Fernandes Car”, Nelson Stoll e Adolfo Eduardo Hempe.


Pág 30 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CRPO SUL

CORREIO BRIGADIANO

1º Sgt Barnasque deixa o comando do GPM de Cerro Grande do Sul para cursar o CBA Após comandar o GPM de Cerro Grande do Sul por 13 anos, o 1º Sgt Barnasque dos Santos passou, no dia 20 de agosto, o comando para o Sd Nelson Ricardo de Lima Batista. Tendo inclu™do na Bri1º Sgt Barnasque gada Militar em 1981, o Sgt assumiu o GPM de Cerro Grande do Sul em 1991, após ter passado pelo 14º BPM e 4º BPM, tendo anteriormente comandado Tapes, sede de um Pelotão do 30º BPM. Desde o dia 23 de agosto, o Sgt Barnasque é aluno do Curso Bá-

Sd Ricardo

Sd R”gis

sico de Administra“‰o (CBA), ministrado nas depend’ncias da Academia de Pol™cia Militar. Ao término, ele será promovido a 1º Ten. Ao deixar o comando, o Sgt Barnasque destacou a atua“‰o de seus colegas. ÒAgrade-

Sd Eitor

Sd Govoni

“o o esfor“o e a dedica“‰o do efetivo, pois n‰o conseguiria obter os resultados positivos de meu comando sem elesÓ, afirmou. O novo Cmt, Sd Ricardo, afirmou que reunirá todos os esforços para substituir o Sgt ‹ altura. ÒTentarei manter o n™vel

Sd Rog”rio

Sd Camboim

do trabalho desenvolvido pelo Sgt Barnasque, principalmente combatendo o porte ilegal de armas, as irregularidades no tr›nsito e os assaltosÓ, destacou. Atualmente, atuam na unidade os se-

Sd Moreira

Sd Cleomar

guintes Sd: Nelson Ricardo de Lima Batista, Rog”rio Hellebrandt dos Santos, Mauricio Coelho Camboim, Jo‰o Cezar Govoni, Eitor Pooch, Cleomar Rodrigues Duarte, Murilo Burk Moreira e R”gis Oliveira Amador.

PI permanecerá aberto em benefício da comunidade Um conv’nio, firmado entre a prefeitura e o CIEE possibilitou a continuidade dos trabalhos do Posto de Identifica“‰o de Cerro Grande do Sul. A parceria possibilitou que a estagiária Los›ngela de Medeiros Marques realizasse o trabalho do órgão na sede da DP local, que deixou de realizar esta fun“‰o em 1998, quando o Instituto Geral de Per™cias (IGP) passou a ser responsável pela confec“‰o das carteiras de identidade. Caso n‰o fosse firmado o conv’nio, o Posto de Identifica“‰o seria fechado. O secretário municipal de Administra“‰o, Rubem Duarte Xavier, disse que, se o conv’nio n‰o fosse realizado, a popula“‰o sairia prejudicada. ÒSem o posto, as carteiras seriam feitas em Camaqu‰ ou Tapes, distantes 50 km da cidadeÓ, explicou.

Quartel precisa de amplas obras de reestruturação

Sede do GPM está com problemas estruturais

Localizada no centro do munic™pio, a sede do GPM de Cerro Grande do Sul está precisando de reformas urgentes. O ex-Cmt da unidade, 1º Sgt Barnasque dos Santos, encaminhou, antes de deixar o comando, o pedido de verbas para a obra. ÒNossa sede ” de madeira, necessita de pintura e troca de partes da estruturaÓ, informou. Segundo ele, o investimento necessário para que todos os problemas sejam resolvidos foi or“ado em R$ 5 mil.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Policiais percorrem cem quilômetros para trabalhar Para atender uma popula“‰o de 9 mil habitantes, a DP de Cerro Grande do Sul conta com o trabalho de tr’s policiais: escriv‰ Ana Luiza Longaray, escriv‰o Lucas Garcia Batista e inspetor Gilson Osi Osielski. Os servidores atendem toda a demanda da Se“‰o de Investiga“‰o e de procedimentos do munic™pio, trabalhando em regime integral. Nos casos de flagrantes, o delegado Rudymar de Freitas Rosales, titular da DP de Tapes, se desloca at” o munic™pio. Moradores de Tapes, os policiais civis percorrem cem quilômetros diariamente para atender as atividades de rotina da Delegacia de Pol™cia. ÒNosso esfor“o permite que a DP funcione normalmenteÓ,afirmou Ana. O trabalho da equipe ” reconhecido pelo secretário municipal de Administra“‰o, Rubem Duarte Xavier. ÒEstamos satisfeitos com o trabalho da PC do munic™pio. Nossa cidade ” calma e, quando acontecem, os crimes s‰o rapidamente solucionados por esta brilhante equipe”, destacou o secretário.

POLÍTICA 1º Sgt Osmar Goi está concorrendo ao cargo de vereador O 1º Sgt Osmar Antônio Goi, candidato a vereador pelo PMDB, na Capital, visitou a sede do Jornal Correio Brigadiano para conhecer as instalações e rever velhos amigos. Leitor ass™duo do jornal, Osmar ressaltou a sua import›ncia: ÒO Correio Brigadiano ” 1º Sgt Osmar Antônio Goi um jornal que traz informações referentes à seguran“a pœblica, o que ” de grande utilidade para a sociedade como um todoÓ. O Sgt, que foi para a reserva em 1992, pretende lutar pelos direitos dos servidores inativos. ÒAntes de pensarmos em viaturas e equipamentos, temos que nos preocupar com o homem, que ” o nosso maior patrimônio”, destacou. Segundo ele, a prefeitura deveria se preocupar mais com a seguran“a pœblica. ÒA seguran“a pœblica n‰o ” dever somente do EstadoÓ, assinalou.

Andréa Velasco pretende trabalhar pela segurança A advogada Andr”a V elasco ” candidata a vereadora, em Viam‰o,pelo PMDB. Andr”a tem como principal plataforma o trabalho pela seguran“a, que, segundo ela, está ligada a tudo que envolve o bem-estar do cidad‰o.ÒA seguranAdvogada Andr”a Velasco “a n‰o diz respeito apenas ‹ viol’ncia, mas tamb”m ‹s ruas cal“adas, iluminadas e com saneamento básico”, afirmou. Como advogada, Andréa atua na área de seguran“a pœblica, especialmente na defesa da fam™lia brigadiana. Ò… impressionante a repercuss‰oque o JCB tem junto aos servidores da seguran“a pœblicaÓ, destacou, elogiando a abrang’ncia do jornal. Outra bandeira de luta defendida pela candidata ” o resgate do folclore tradicionalista gaœcho.

Candidato quer mais segurança para o bairro Teresópolis O líder comunitário Aldoir Machado Borges está preocupado com a segurança dos moradores do bairro Teresópolis, na Capital, onde reside. Candidato a vereador da cidade pelo PTB, Aldo V™deo, como ” conhecido, afirmou Aldoir Machado Borges ter vários projetos que visam dar mais seguran“a aos cidad‰os. ÒAtualmente,o maior problema da sociedade ” a seguran“a pœblica e a nossa maior preocupa“‰oé proporcionar tranqüilidade para a popula“‰oÓ,assegurou. Segundo ele, o nœmero de PMs no policiamento ostensivo do bairro ” insuficiente. ÒA falta de contingente ” compreens™vel,mas n‰o podemos aceitar esta situa“‰o,pois cumprimos nossas obrigações”. ABSOLVIDO – O ex-Cmt da BM, Cel RR Gerson Nunes Pereira (foto), foi absolvido por unanimidade da acusa“‰o de prevarica“‰o e abuso de autoridade. O julgamento ocorreu no Tribunal Militar. Os ju™zes entenderam que ele agiu com lisura dentro dos princ™pios atinentes ‹ fun“‰o exercida.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 3

CORREIO BRIGADIANO

Parlamento Juvenil estimula participação política dos jovens Sessenta Êparlamentares juvenis, alunos de escolas pœblicas estaduais,Ê foram eleitos pelo voto direto dos estudantes gaœchos. Entre os jovens que integraram o projeto Parlamento Juvenil estavam Andressa Dellay Agra (12 anos) e Gabriel Cattani Junges (17 anos). O projeto proporcionou aos representantes co- Andressa Dellay Agra legiaisÊa oportunidade de exercer a atividade parlamentar, durante tr’s dias, no m’s de julho. Na Assembl”ia Legislativa, cada deputado estadual juvenil apresentou uma proposi“‰o. Andressa, representante da Escola Estadual de Ensino Fundamental Jerônimo de Ornelas, propôs assembl”ias gerais de combate ‹ viol’ncia nas escolas pœblicas. Gabriel, representante da Escola Estadual de Ensino M”dio Estrela, apre-

sentou o projeto canoagem, que consiste em implementar ações voltadas a redução dos riscos para crian“as e adolescentes, promovendo prote“‰ointegral e inser“‰o dos mesmos na comunidade. Tanto Andressa quanto Gabriel acreditam que o Parlamento Juvenil proporciona aos estudantes e pro- Gabriel Cattami Junges fessores de todas as regiões do Estado a possibilidade de qualificar o processo de democratiza“‰ode id”ias e aproxima“‰o das diferen“as. De acordo com o presidente da Assembl”ia Legislativa, Vieira da Cunha, o Parlamento Juvenil estimula a participa“‰o pol™tica dos jovens, proporciona a viv’ncia do trabalho de um deputado estadual, al”m de transformar as boas id”ias surgidas em futuros projetos de lei.

Maria da Graça Paiva quer lutar pela educação

Ten Nelson Neves está na disputa pelo Legislativo

A educadora Maria da Graça Paiva está concorrendo ao cargo de vereadora de Porto Alegre pelo PMDB. Em visita ao Jornal Correio Brigadiano, ela afirmou que pretende lutar pela democratiza“‰odo conhecimento. ÒO ponto de partida ” a informa“‰o Maria da Gra“a Paiva de qualidadeÓ, destacou.Segundo ela, os ve™culos de comunica“‰o t’m um papel fundamental nesta quest‰o. ÒT odo ve™culo de comunica“‰o” um agente social de mudan“a, pois pode informar educandoÓ, afirmou. Para ela, o JCB ” um destaque entre os meios de comunica“‰o. ÒOjornal serve como ponte entre a comunidade e os órgãos de segurança”, definiu. Mais informações sobre a candidata est‰o dispon™veis no site www.mariadagraca15002.blogspot.com.

O Ten RR Nelson Neves concorre a uma vaga na C›mara de Vereadores da Capital no pleito eleitoral que acontece em outubro. As principais metas pol™ticas s‰o a busca por alternativas Ten Nelson Neves para o funcionamento de postos de saœde e a cria“‰o de novos postos policiais. ÒEm a“‰o conjunta com a comunidade, pretendo lutar por necessidades básicas dos porto-alegrenses, como saœde e seguran“aÒ, frisou o candidato. Em 1986, filiouse ao PL, seu œnico partido at” hoje, sendo eleito presidente da zonal 159. Nelson foi presidente da Associa“‰o dos Moradores do Jardim Guanabara por seis anos. Trabalhou como conselheiro efetivo da IBCM e há mais de 12 anos ” conselheiro efetivo da ASSTBM.


Pág 4 – 1» Quinzena de Setembro 2004

PM-RJ quer CPI para investigar as mortes de policiais militares Policiais militares est‰o propondo a abertura de uma Comiss‰o Parlamentar de Inqu”rito (CPI) nacional para investigar o nœmero excessivo de mortes na categoria, principalmente no Rio de Janeiro. O presidente da Associa“‰o de Militares Auxiliares Especiais do Estado do Rio, Ten Melquisedec do Nascimento, ingressou com requerimento na Comiss‰o de Direitos Humanos da C›mara dos Deputados pedindo que a situa“‰o seja investigada. A Associa“‰odos Policiais Militares do Brasil tamb”m pediu a cria“‰o de uma CPI na Assembl”ia Legislativa do Rio. Melquisedec explicou que a marginalidade do Rio de Janeiro declarou guerra aos PMs que v’m sendo atacados e exterminados quando est‰o baseados, representando o Estado nacional soberano ou quando s‰o identificados pelos bandidos at” mesmo fora de servi“o. Se-

POLÍTICA

CORREIO BRIGADIANO

gundo ele, at” PMs aposentados s‰o atacados, o mesmo acontecendo com policiais civis, rodoviários e federais. No per™odo de janeiro ‹ primeira quinzena de junho, morreram 281 PMs no Brasil, sendo 81 no Rio de Janeiro, 59 em S‰o Paulo e o restante em outros estados. No mesmo per™odo, foram registrados 65 mortes de policiais na Colômbia e 34 nos Estados Unidos. O presidente da entidade argumentou que os diretos humanos s‰o para todos e que os PMs t’m direito ‹ vida. Ele disse que vai mobilizar as fam™lias de policiais mortos para acompanhar a evolu“‰o do caso no Congresso Nacional. A estimativa ” de que, anualmente, o efetivo total das PMs brasileiras perca 1% de seu contingente para a viol’ncia urbana. O ™ndice assemelha-se ‹ taxa anual de mortalidade da popula“‰obrasileira.

JCB divulga perfil dos candidatos à prefeitura Propostas dos nove postulantes ao cargo de prefeito da Capital está na homepage do jornal O Jornal Correio Brigadiano (JCB) decidiu, nestas eleições, divulgar o perfil de candidatos à prefeitura de Porto Alegre, bem como a vis‰o dos postulantes ao cargo de prefeito sobre a seguran“a pœblica.As respostas ao questionário (abaixo) estão sendo difundidas pelo jornal através do endereço eletrônico www.jcb.com.br. Na homepage, os brigadianos e demais servidores tomar‰o conhecimento das intenções dos candidatos, subsidiando a decisão na hora do voto. As questões propostas nas assertivas n‰o esgotam o assunto e buscam que as respostas possam definir a responsabilidade municipal, onde se vislumbre um “plus” de governante, ações integradas entre o município, a Raul Pont Secretaria da Justiça e da Segurança e os órgãos policiais.

Candidatos

Jair Soares

Beto Albuquerque

Jos” Foga“a

Onyx Lorenzoni

Vera Guasso

Guilherme Giordano

Perguntas 1. No seu entendimento, as guardas municipais portando arma de fogo aumentariam a sensa“‰o de segurança nas suas áreas de ação? Como seria a rela“‰o delas com a BM e PC? 2. Voc’ é favorável ou contra ao emprego das guardas municipais no policiamento comunitário? 3. Pretende apoiar a Brigada Militar no desenvolvimento do Proerd? 4. Qual ” o seu pensamento quanto ‹ instala“‰o de c›meras de v™deo/seguran“a no Centro e bairros de Porto Alegre? 5. Na sua gestão haverá repressão ao comércio ilegal dos camelôs? Se a resposta for afirmativa, quem será empregado na missão? 6. … a favor ou contra os Consepros? A prefeitura vai apoiar o policiamento com combust™vel, manuten“‰ode viaturas e equipamentos? 7. Melhorará a peregrinação de PMs nas madrugadas em busca de conselheiros tutelares? 8.. Dois ou tr’s aportes de verbas federais, para projetos de segurança, já foram firmados entre o Mi-

nist”rio da Justi“a e a administra“‰o municipal de Porto Alegre. Estes projetos devem contemplar em apoio material as pol™cias civil e militar? 9.. Pretende desenvolver algum projeto habita- Vieira da Cunha cional em benef™cio dos servidores da seguran“a? 10.. Qual sua pol™tica de atua“‰o dos agentes da EPTC? 11. Qual a sua opini‰o sobre a aplica“‰o da Lei 8540/00 que dispõe sobre a identificação do prefixo nos tetos dos ve™culos de transporte coletivo, seleti- Mendes Ribeiro Fº vo e de emerg’ncia? 12. A Prefeitura de Nova Iorque ganhou as manchetes do mundo quando implementou a pol™tica da vidra“a quebrada, conhecida como ÒToler›ncia ZeroÓ. Qual sua opini‰o? 13. O fato de a prostitui“‰o n‰o ser classificada como crime inibe a repress‰o. Qual a opini‰o e poss™veisprovid’ncias que podem ser adotadas? 14.. Qual ” o enfoque que deve ser dado para melhorar a sensação de segurança na área central de Porto Alegre?

Inauguradas ruas em homenagem à família brigadiana

CRPO VALE RIO DOS SINOS e SERRA

Sd Flores orienta crianças da Serra na luta contra as drogas A convite do Cmt do Pel de S‰o Marcos, dos diretores dos col”gios e donos de empre1º Ten Jacir Tadeu Ramos da Silva, o Sd Van- sas. No m’s de julho, ele palestrou em um curderlei Rodrigues Flores assumiu, em 2001, uma so intensivo sobre droga e depend’ncia para miss‰ona qual permaneceria envolacad’micos de Psicologia da Univervido at” hoje: ajudar as crian“as na sidade de Caxias do Sul (UCS). batalha contra as drogas. Depois de ÒOreitor Luiz Antônio Rizzon me participar de um curso sobre drogaconvidou pela segunda vez para contiza“‰ona Cruz Vermelha, o Sd pasversar sobre a preven“‰o ‹s drogasÓ, sou a realizar palestras de prevendestacou. A presença do Cmt do 12º “‰oao uso de drogas nas escolas e BPM, Ten Cel Telmo da Silva, do Cmt Sd Flores nas empresas da regi‰o da Serra. da 5» Cia, Cap Juliano do Amaral, do Desde que deu in™cio ao projeto, o Sd Flo- 1º Ten Jacir, do prefeito de S‰o Marcos, Adair res já palestrou 870 vezes. O trabalho exige Nazareno Casarotto, e de vereadores no encondisposi“‰o, tendo em vista que os encontros tro comprovam o prest™gio do Sd junto ‹s autos‰orealizados nos horários de folga do PM. ridades da regi‰o da Serra. ÒDepoisde uma hora de palestra respondo ‹s No m’s de junho, os estudantes da Escola perguntas dos estudantesÓ, afirmou. A impor- Frei Caneca, do munic™pio de Ip’, foram benefit›ncia da fam™lia e os efeitos do uso de drogas ciados com a palestra do Sd Flores. ÒEstiveram no organismo s‰o os principais temas tratados presentes pais, alunos e professoresÓ, saliennas reuniões. O sucesso do trabalho do Sd Flo- tou. O PM tamb”m foi convidado para escrever res pode ser medido pelos reiterados pedidos uma coluna sobre preven“‰o no jornal local.

Governo entrega nove viaturas à BM de Novo Hamburgo

Moradores aprovaram escolha de nomes das ruas

Os moradores do Conjunto Residencial Costa e Silva, no bairro Sarandi, na zona Norte de Porto Alegre, prestigiaram a cerimônia de inaugura“‰ode diversas placas indicativas com o nome de pessoas ligadas ‹ Brigada Militar. O vereador Jo‰o Carlos Nedel foi o autor dos projetos de lei que rendeu homenagem aos integrantes da corpora“‰o e familiares de brigadianos. Representantes das 23 fam™lias receberam uma placa com o nome do homenageado e uma cópia do projeto de lei, que oficializava o ato. Al”m do vereador Nedel, a presidente da Associa“‰oComunitária Laura Elisa Machado, o Cel PM Paulo Astor Eifler e o Cel Jos” Alberto Monteiro prestigiaram a solenidade. A Banda da Brigada Militar abrilhantou a festividade, tocando o Hino Nacional, o Hino Riograndense e uma can“‰ode Tom Jobim, nome da pra“a onde aconteceu o evento e que tamb”m foi inaugurada com o nome do famoso compositor, proposi“‰o igualmente do vereador Nedel.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

PROJETO – O deputado estadual Estilac Xavier protocolou na Assembl”ia Legislativa projeto de lei relacionado com a seguran“a pœblica. A matéria propõe a corre“‰ode valores para o caso de morte ou invalidez total ou parcial de policiais civis e militares. ÒA inexist’ncia de um mecanismo de correção na Lei nº 10.996/97, que concede a indeniza“‰o em caso de morte ou invalidez aos servidores operacionais daSecretaria da Justi“a e da Seguran“a produz desigualdades e distorções que devem ser eliminadas do texto da leiÓ, destaca Estilac Xavier . ÒEste projeto vem para corrigir esta injusti“aÓ, esclareceu o parlamentar. CONSELHEIROS – O chefe da Polícia Civil, delegado Acelino Felipe da Fonseca Marchisio, empossou os novos conselheiros titulares e suplente do Conselho Superior de Pol™cia. Foram empossados Luiz Felipe de Lima Magalh‰es(OAB), delegados Paulo C”sar Caldas Jardim, Enio Jos” Schaefer e Paulo Costa Prado (suplente). A posse ocorreu no plenário do Conselho, localizado no 6º andar do prédio da Secretaria da Justi“a e da Seguran“a (SJS). O CSP ” presidido por Marchisio.

Governador entregou viaturas ‹ BM de Novo Hamburgo

Desde o m’s de agosto, a Brigada Militar de Novo Hamburgo passou a contar com o refor“o de nove viaturas nas ruas da cidade. O incremento da frota de ve™culos foi fruto de um conv’nio firmado entre o governo do Estado e a Secretaria Nacional da Justi“a (Senasp). O governador Germano Rigotto participou da cerimônia de entrega das chaves dos carros, na Pra“a da Bandeira, e destacou os investimentos feitos na área da segurança estadual. Ao todo, foram distribuídos 203 automóveis, dos quais 104 ‹ BM e 99 para a Pol™cia Civil, beneficiando 15 munic™pios da regi‰o do aVle dos Sinos. Os crit”rios utilizados na distribui“‰o das viaturas foram o ™ndice de criminalidade e a localiza“‰oestrat”gica das cidades. No mesmo dia, Rigotto ainda entregou mais oito carros ‹ BM da cidade de S‰o Leopoldo.

Polícia Civil prende traficante no Vale do Rio dos Sinos Na manh‰ de 19 de agosto, agentes da 1» Delegacia de Pol™cia de Novo Hamburgo, no Vale do Rio dos Sinos, prenderam em flagrante um traficante de drogas que atuava na cidade. O homem, foragido da Justi“a e condenado a 12 anos por roubo a um posto de gasolina no munic™pio, ainda tentou fugir,mas foi contido pelos policiais. Os agentes apreenderam, no apartamento dele, uma quantidade de crack equivalente a 125 pedrinhas da droga. Do total, 75 pedrinhas estavam prontas para consumo. Al”m da droga, foram encontrados dois revólveres calibre 38, com muni“‰o e a numera“‰oraspada. De acordo com o titular da 1º DP do munic™pio, delegado Eduardo de Oliveira C”sar, os policiais civis investigavam há algum tempo o tráfico de drogas naquele local. O traficante, de 35 anos e já conhecido pela PC, foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes e porte ilegal de armas, al”m de ter sido encaminhado ao Pres™dio Central.

CORREIO BRIGADIANO

1º Sgt Eliane dita as ordens na BM do município de Ipê Com jeito e simpatia, ela foi impondo o seu estilo no GPM do munic™pio de Ip’. Fato raro na BM, a 1» Sgt Eliane Medianeira Soares Neto ” quem dá as cartas aos companheiros de farda. Ë frente dos PMs há dois anos e meio, a Cmt afirmou que n‰o enfrenta problemas pelo fato de ser mulher. ÒNo in™cio, as pessoas estranharam, mas com o tempo viram que era normalÓ, observou. Para garantir a seguran“a do munic™pio,a 1» Sgt Eliane conta com um efetivo de cinco PMs. ÒTemos recorrido ‹s horas extras para suprir a car’ncia do elencoÓ, salientou. As principais ações da BM têm sido realizadas nos estabelecimentos comerciais e nas ruas da cidade, visando o combate ao uso de drogas. ÒIntensificamos o policiamento em determinados locaisÓ,disse. De acordo com a Cmt, o Consepro, que ajuda na manuten“‰o das viaturas, e a PC s‰o alguns dos aliados da BM na luta contra a criminalidade. ÒO pr”dio da corpora“‰o ” cedido pela prefeituraÓ, completou.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 29

BM arrecadou mil peças para a Campanha do Agasalho 2004 Al”m de garantir a seguran“a do munic™pio de S‰o Marcos, a BM local tem se destacado pelos trabalhos comunitários. Em julho, o Cmt do Pel de São Marcos, 1º Ten Jacir Tadeu Ramos, entregou mil pe“as de roupas ‹ primeira-dama do munic™pio, Maria Luci Casarotto. O recolhimen1º Ten Jacir entregou mil roupas para a campanha ‹ primeira-dama Maria Casarotto to dos donativos foi parte da Campanha do Agasalho organizada na cidade. feitura, a BM n‰o deixa de garantir a seguran“a As roupas arrecadadas foram entregues ‹s do munic™pio. Com a participa“‰o do time local fam™liascarentes do munic™pio. Para mobilizar no campeonato municipal de futebol de campo, a sociedade durante os 30 dias de campanha, a os Sd do Pel t’m sido destacados para fazer o BM contou com a colaboração da rádio local, policiamento nas cercanias do Estádio Elias Solque se encarregou de divulgar o trabalho dos datelli. ÒFazemos a seguran“a interna e exterPMs. “A Rádio Diplomata sempre nos auxilia em naÓ,salientou o Cmt Jacir. tudo que precisamosÓ, destacou o Cmt. Apesar O pœblico dos jogos ” de causar inveja at” de dedicar tempo para as campanhas sociais e mesmo ‹ dupla Gre-nal. ÒNa œltima partida tivedesenvolver atividades em parceria com a pre- mos mais de seis mil pessoasÓ, ressaltou.


Pág 28 – 1» Quinzena de Setembro 2004

Presídio abrigará 16 apenados Pel de Campinas atende Cruzaltense Já foram iniciadas as obras de amplia“‰o do Pres™dio Estadual de Jaguar‰o. Com o apoio do Poder Judiciário local, está sendo construído um albergue com capacidade para 16 apenados, um pavilh‰o de trabalho e duas salas de atendimento para a equipe t”cnica. A casa prisional comporta um efetivo carcerário de 68 presidiários, sendo que 29 est‰o ligados a algum tipo de atividade laboral. Os detentos executam atividades de artesanato, marcenaria, cardagem de pelegos e o cultivo de uma horta. Existe um protocolo de a“‰o conjunta de 10 vagas, firmado entre a Susepe e a prefeitura, que utilizam a m‰o-de-obra prisional para

executar o trabalho de manuten“‰o e limpeza de ruas. Como benef™cio, os detentos recebem um salário mínimo e a remissão da pena conforme os dias trabalhados. De acordo com o administrador do pres™dio, Jaques da Rosa Machado, este tipo de oportunidade de trabalho permite resgatar o valor da integridade. Esta sendo criada pelo juiz da Vara de Excuções Criminais de Jaguar‰o, Ricardo Arteche Hamilton, juntamente com o Minist”rio Pœblico e demais for“as do munic™pio, uma cooperativa de ex-apenados. O objetivo ” oportunizar trabalho, possibilitando assim a restrutura“‰o pessoal destes indiv™duos.

O munic™pio de Cruzaltense n‰o possui fra“‰o policial instalada. Assim, o policiamento ostensivo está sendo realizado pelo Pel de Campinas do Sul.Ê De acordo com o Cmt de Campinas do Sul, 1º Ten Leonel Ritter, a instala“‰o de uma fra“‰o policial no munic™pio ” anseio da comunidade, para proporcionar uma maior sensa“‰o de seguran“a, atrav”s de policiamento ostensivo mais efetivo. Distante 8 quilômetros da sede do Pelot‰o,a BM atua em Cruzaltense atrav”s do patrulhamento periódico executado pela guarnição de servi“o, que atende chamados e executa o patrulhamento escolar, que ” realizado diaria-

Proerd beneficia 100 crianças na cidade de Jaguarão

mente por um servidor do CVMI. A BM se faz presente tamb”m atrav”s do Proerd junto ‹s escolas do munic™pio, onde foram formados, no segundo semestre, mais 25 alunos da Escola Municipal Santa Catarina e outros 19 da Escola Estadual V era Cruz, pelo 1º Sgt Francisco de Assis Antunes Ribeiro, do Pelot‰ode Campinas do Sul. O munic™pio apresenta um baixo ™ndice de criminalidade. Em 2003, foram atendidas 58 ocorr’nci as entre elasquatro furtos qualificados e seis ocorr’ncias de embriagu’s. No primeiro semesAlunos do Proerd receberam o diploma de conclus‰o tre deste ano, foram atendidas 35 ocorr’ncias, Noventa e quatro alunos foram beneficiados sendo tr’s furtos qualificados. pelo Proerd, em Jaguar‰o. As escolas municipais que participaram do programa, noprimeiro semestre, foram a Marechal Castelo Branco e a General Antônio de Sampaio. As aulas foram ministrad as pelos Sd Claudiomiro Barbosa Aguiar e Elias Domingues, da 5ª Cia do 4º BPM. Foi organizada uma grande festa regada ‹ refrigerante e bolo. ÓA aceita“‰odo programa pelos alunos e comunidade ” de 100%Ó, frisou o Sd Aguiar.

Sete bombeiros participam do VII Senabom no Rio O 1º Ten José Edson Pinto Domingues, o 1º Sgt Gilnei Lima da Silva, o 3º Sgt Américo Humberto Pimentel das Neves e os Sd Juarez Cesaro Ferreira Silveira, Carlos Ricardo Farias Machado, Airton Moreno e Luis Antônio Faria Barbosa, do CB de Jaguarão, participaram do VII Seminário Nacional de Bombeiros (Senabom), no Rio de Janeiro. Al”m do ciclo de palestras, houve oficinas de instruções sobre extricação, imobilização e transporte de vítimas, suporte básico de vida, desobstru“‰odas vias a”reas e atendimento de acidentes com mœltiplas v™timas. Os participantes receberam os certificados correspondentes. No seminário participaram delegações representativas de todos os CBs brasileiros.

Policiamento será reforçado pelos PMs de Barra Funda No dia 17 de agosto estiveram reunidos, no gabinete da prefeitura, o Cmt do 38º BPM, Maj Aderli Maximino Dal Bosco, o prefeito de Barra Funda, Roberto Carlos Barbiam, e o Cap Jo‰o Carlos Timóteo da Costa, da 3» Cia do 38º BPM, onde foi acertado que provavelmente no m’s de setembro será implantado o policiamento comunitário em Barra Funda. A prefeitura colocou ‹ disposi“‰odois imóveis e uma linha telefônica e a BM de Sarandi disponibilizará dois servidores e uma viatura. De acordo com o secretário municipal de Administrac‰ode Barra Funda, Arlei Luiz Balista, a comunidade já havia manifestado o interesse em viabilizar este tipo de policiamento.

Reuni‰o no gabinete da prefeitura viabiliza policiamento

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

CORREIO BRIGADIANO

CRPO SUL e PLANALTO

CORREIO BRIGADIANO

Brigada Militar participa de curso sobre condução Nas depend’ncias da Cia da BM de Jaguar‰ofoi realizado um curso sobre condu“‰o de ve™culosleves e ambul›ncias, ministrado pelos 1º Sgts Adair Fran“a Lima e Wlademir Dias da Silva, do CB de Rio Grande. Com 40 horas/aula, foram realizados testes para habilitar o efetivo na condu“‰o de ve™culos leves e ambul›ncias. Participam do curso o efetivo do CB, da BM e os motoristas das ambul›ncias da prefeitura.

Chefe do EMBM, Cel Ilson, ingressou nas fileiras da BM com 19 anos

Será realizada 1ª comunhão e crisma na Brigada Militar

JCB – Rua Bispo Willian Thomas 61 -Teresópolis; îptica Reis – Av. Teresópolis 3173 - Teresópolis; IBCM – Av. Rócio 350 - Partenon; Rua Bar‰o doTriunfo, 175 - Menino Deus; e Av. Cel Apar™cio Borges, 2686 - Partenon; AbamfBM – Av. Veiga 223 - Partenon; ASSTBM – Rua Manoel Vitorino 220 Partenon; Mercado 21 – Rua do Presídio 21 - Partenon; Clube Farrapos Farrapos – Av. Cristiano Fischer - Jardim do Salso;Kako – Rua Humberto de Campos, 332 - Partenon; HBM – Rua Castro Menezes, 155 - Cristal; Livraria Redentor – Av. Assis Brasil, 3220; MBM MBM – Rua dos Andradas 772 - Centro; Sicredimil – Travessa Leonardo Truda, 40 - Centro; Lojas Cordeiro Cordeiro – Trav. Leonardo Truda, 59 Centro; Policl™nicaOdontológica – Rua Siqueira Campos, 372 - Centro; Acadepol – Rua Comendador Tavares, 360 - Navegantes; CEF – Av. Teresópolis, 3536 - Teresópolis; Armaz”m DÕçvila– Rua Cel Jesus Linhares Guimar‰es, 150 - Partenon;TudoFácil – Av Borges de Medeiros, 340 - Centro; Farmácia Phoenix – Av Calhadada, 3912 - Cavalhada.

– Capital – APM – Av. Cel Apar™cio Borges, 2001 - Partenon; DA – Rua dos Andradas, 522 - Centro; CRESA – Rua Felipe de Oliveira, 2 - Rio Branco; BPRv – Av. Cel Apar™cio Borges, 2263 - Partenon; BOE – Rua Silvado, 630 Partenon; 1º GCI – Rua Aureliano Figueiredo Pinto, 345 – Cidade Baixa; BPA – Av. Bento Gon“alves, 3850 - Partenon; Museu da BM – Rua dos Andradas, 522 - Centro; MABM – Av. Cel Apar™cio Borges, 2300 Partenon; SJS – Rua Voluntários da Pátria, 1358 - Centro (portaria e 2º andar)

– Interior –

Alvorada Alvorada: Farmais – Av. Senador Salgado Filho, 14; Bag” : Lojas Cordeiro – Rua Flores da Cunha, 41; Canoas Canoas: 15º BPM BPM – Rua Santos Ferreira, 4321; Charqueadas Charqueadas:: Penitenciária de Alta Seguran“a de Charqueadas; Novo Hamburgo Hamburgo: 3º BPM BPM – Av. Cel Travassos, 1111; Passo Fundo Fundo:: IBCM – Rua Cel Pelegrini, 618; Rio Grande Grande: Banrisul Banrisul – Rua Marechal Floriano Peixoto, 256; Santa Maria ria: HBM – Rua Euclides da Cunha,1800; IBCM – Av. Nossa Senhora das Dores, 79; Viam‰o: Consultório Médico – Av. Senador Salgado Filho, 4661; 18º BPM BPM – Av. Salgado Filho, 14.

PM de Rio Grande vence torneio de xadrez promovido pela EsEF

Já est‰o dispon™veis as fichas de inscri“‰o A conquista veio deO campe‰o de xapara participar da 1» comunh‰o e da crisma da pois das vitórias nas duas drez do Torneio de AniverBM. Elas podem ser encontradas no Departaetapas: torneio absoluto, mento de Ensino da Brigada Militar, na avenida sário da Escola de Educom integrantes da SeCel Apar™cio Borges, 2001, em Porto Alegre. ca“‰o F™sica da Brigada cretaria de Justi“a e da Militar (EsEF-BM) ” o enHá 30 anos como caSeguran“a, Pol™cia Fedexadrista Rinaldo Rodripel‰oda BM, o padre ral e For“as Armadas; e gues dos Santos, Sd do Jo‰o Peters, disse prova interna, da qual os que o encontro inicial 6º BPM de Rio Grande e competidores eram da que serve na corpora“‰o de prepara“‰o aconBrigada Militar. há 11 anos. O Sd Santos tecerá no dia 13 de Sd Santos vence mais uma competi“‰o de xadrez As comemorações outubro, no auditório dedica-se ao esporte há alusivas ao 38º aniversário da ESEF-BM, chefiPadre Jo‰o Peters da Academia de Pol™- 21 anos e diz que o xadrez faz parte de sua ada pelo Maj Carlos Alberto Luvizetto Selistre, vida. “Minha família já se dedicava ao esporte. cia Militar, após a procissão dos motoqueiros. come“aram em 9 de agosto. ÊA programa“‰o das Aos 10 anos me vi competindo. A partir da™, foÒEstesencontro que antecedem a crisma e a comunh‰odevem ser participativos, dialogais e ram várias conquistas, mas a vitória maior que competições desportivas alusivas ‹ data ocortive foi no poder de concentra“‰o e no racioc™- reram entre os dias 9 e 13 de agosto, culminanfraternos, auxiliando desta forma aos pais dos nio lógico que obtive ao exercitar a arte do xa- do com a formatura comemorativa ao aniversáfilhos da BM na viv’ncia da sua f”Ò, enfatizou. rio, prestigiada por autoridades civis e militares. drezÓ,assinalou o campe‰o. IBCM – A IBCM está recebendo currículos de candidatos ao cargo de t”cnico em seguran“a do trabalho para aproveitamento imediato. Interessados devem encaminhar a documenta“‰o ‹ rua Bar‰o do rTiunfo, 175, Menino Deus - Porto Alegre, ou ao e-mail rh@ibcm.org.br. O 3º Sgt Daniel Borges e os Sd Clairton Cunha e Gilmar Pereira, do BOE da Capital, realizaram A terapeuta hol™stica Vera Jorgina SiebeFilha do Cap Epitácio Cunha Campo, nome um parto dentro de neicher lançará a 2ª edição dos livros Essência importante na história da BM de Nonoai, formou- uma viatura. Eles es- 3º Sgt Daniel Borges Sd Clairton Cunha Sd Gilmar Pereira e Transmutando. O evento aconse em Educa“ ‰oF™sica pela Unisc, tavam se deslocando para colocar o beb’ em cima da m‰e paracontecerá em conjunto com o Maj em 1977. No curr™culo tem espe- para a avenida Baltazar de Oliveira Garcia, onde seria montada uma barreira, quando se deparatinuar o deslocamento at” o Hospital Cristo RePaulo Gilberto Silva Larriuscain, cializa“‰oem medicina tradicional ram com a gestante em uma parada de ônibus. dentor, que era o mais próximo" explicou. que lan“a a vers‰o atualizada do chinesa, fitoterapia e reiki. "Ela relatou que estava em trabalho de parto, inDurante o trajeto, o Sd Clairton percebeu livro Auto de Pris‰o em FlagranAtua na área de pesquisa clusive prematuro, e que n‰o tinha conseguido ninum problema: o beb’ havia parado de chorar , te e Delito, editado pela Polost. na parte de biopsicoimunologia, gu”m para socorre-lá pelo fato de ser portadora ficando roxo. Algumas secreções do parto esDe acordo com V era, Esonde desenvolveu a t”cnica da do v™rus HIV" , relatou o Sgt. tavam obstruindo as vias respiratória da crians’ncia ” um livro de bolso voltabioioga: ioga clássica associada Imediatamente, a mulher foi colocada na “a. O Sd Gilmar realizou os procedimentos de do a levar o reequil™brio do ser com outras terapias e neurolinviatura, onde seria levada para o Hospital Noslimpeza dessas vias e o beb’ voltou a respirar humano. Por sua vez, Transmugüística. Al”m disso, trabalha sa Senhora da Conceição, porém perto da rótunaturalmente. Logo em seguida, m‰e e filha fotando surgiu a partir da necessi- Vera está empolgada com o lançamento com workshop de renascimento, la da Baltazar de Oliveira Garcia com a avenida ram hospitalizadas." A experi’ncia ” unica. Este dade de lingüisticamente tratar os pacientes e que consiste num trabalho que envolve autoAssis Brasil, foi necessário iniciar o parto. "Tudo nascimento foi meu presente de aniversário. desta forma levá-los à busca do transmutar. ÒO conhecimento, liberta“‰o do passado, meditaaconteceu em 15 minutos, o parto foi rápido e o Inclusive fizemos contato com o hospital, onde processo de avalia“‰o e evolu“‰o deve aconte- “‰o,entre outras técnicas. Proprietária da Clinio Sd Gilmar amparou o beb’ no momento do informaram que mãe e filha passam bem e já cer de forma positiva, da™ a preocupa“‰o em ela- terapia, destina o atendimento aos pacientes nascimento. Procuramos acalmar a parturienforam liberadas" enfatizou o Sgt, que jamais borar os livros. Pretendo repetir o sucesso alque já utilizaram tratamentos ortodoxos e buste. A menina nasceu chorando e alertei o Sd esquecerá da aventura vivenciada. can“ado em 2000Ò, frisou. cam manter o equilíbrio psicológico.

Com as medalhas de ouro, prata e bronze de Oficiais (CAO), em 1993. no curr™culo, resultado de mais de tr’s d”caDois anos depois, em 1995, conquistaria o das de servi“os prestados ‹ BM, o Cel Ilson posto de Maj por merecimento. Dois anos e 10 Pinto de Oliveira teve a coroa“‰o meses após ter sido elevado a Maj, maior de sua carreira este ano. Ele foi promovido a Ten Cel, novamente assumiu, no dia 1º de junho, a chepor merecimento, em junho de 1998. fia do Estado Maior da Brigada MiEm 2000, participou do Curso Espelitar (EMBM) e a coordena“‰o do cial de Pol™tica e Gest‰o de SeguranFórum Permanente de Apoio ao “a Pœblica (CEPGSP). A sua promoSistema de Saœde da BM. “‰o ao cargo mais elevado da corNascido em janeiro de 1954, pora“‰o ocorreu em 18 de novemCel Ilson o Cel ingressou nas fileiras da corbro de 2001, quando atingiu o posto pora“‰o com apenas 19 anos, em 1973, curde Cel. Trabalho e reuniões, aliás, são duas sando o CFO em 1976, mesmo ano em que coisas que n‰o t’m faltado ao Cel Ilson. alcan“ou o posto de Aspirante a Oficial. Em No m’s de agosto, o chefe do EMBM este1979, já era 1º Ten, passando a Cap em seve reunido com o Cmt-Geral, Cel Airton Carlos tembro de 1987. Assim como o Cmt-Geral, Cel da Costa, com o Sub-Cmt, Cel Reuvaldo V asAirton Carlos da Costa, e o Sub-Cmt, Cel Reu- concellos, e com o chefe de Comunica“‰o Sovaldo Antônio Vasconcellos Ferreira, detento- cial da BM, Ten Cel Carlos Antonio Pereira Ferres de curr™culos recheados de cursos t”cnireira, para discutir as estrat”gias para a Feira cos, o histórico do Cel Ilson revela a preocupa- do Livro 2004 e o Fórum Social Mundial 2005 . “‰oem aprimorar-se cada vez mais. Ganhou o A previs‰o ” de que os dois eventos, que diploma do Curso T”cnico de Ensino (CTE), em ser‰orealizados em Porto Alegre, reœnam mi1988, e realizou o Curso de Aperfei“oamento lhares de pessoas.

Displays do JCB

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 5

Vera Jorgina Siebeneicher lança os livros Transmutando e Essência

Integrantes do BOE da Capital realizam parto no interior da viatura


Pág 6 – 1» Quinzena de Setembro 2004

GERAL

CORREIO BRIGADIANO

Sd Alvoni Dutra assume Comen e 9º BPM completa 49 anos e destaca 12 brigadianos candidata-se a vereador na Capital Solenidade realizada na sede da unidade foi prestigiada por autoridades civis e militares O envolvimento do Sd Alvoni Dutra, do 4º RPMon, com o Conselho Municipal de Entorpecentes (Comen) foi coroado com a assun“‰o da presid’ncia da entidade no dia 14 de julho. Em cerimônia realizada no Sal‰o Nobre da prefeitura, que contou com a presen“a do prefeito Jo‰o Prefeito João Verle (D) prestigiou cerimônia de posse do Sd Dutra (E) Verle e dos 17 integrantes do Conselho, ele foi elevado ao cargo mais alto do gasÓ.ÒO objetivo ” desenvolver, durante tr’s Comen. Conselheiro da instituição há uma dé- dias, todo tipo de trabalho preventivo na área cada, o Sd Dutra tamb”m ” candidato a vereade saœde mental e depend’ncia qu™micaÓ, desdor de Porto Alegre pelo PFL.Um dos projetos tacou. Experiência, aliás, não falta ao Sd, uma do Sd Dutra ” realizar no m’s de outubro o cur- vez que ele ” consultor em deped’ncia qu™mica so ÒQualifica“‰o de Preven“‰o ao Uso de Dro- e faz palestras para crian“as e adolescentes.

Sd Pivotto recebeu homenagens e Prêmio Chefe Gourmet 2004 O Sd Dorfeu Maur™cio Pivotto recebeu o Pr’mio Chefe Gourmet 2004, pelos servi“os prestados no campo da hotelaria. Na oportunidade, ele recebeu elogios da Confraria de Lion Fran“a, representada por Jean Pierre, e da Confraria de Taco Siciliana Itália. O chef Pivotto ” um dos 30 gourmets que receberam o prêmio culinário mundial Pecorino Carlo, concedido pela revista norte-americana Gourmet`s. Formado no curso de hotelaria na empresa pedagógica Angelo Carraro, pelo Senac, ele enfatizou que a arte da culinária é infinita. “Minha dedica“‰otem que ser de100%Ò, comentou. Inclusive, a rainha da Inglaterra, Elisabeth de Windsor, já fez moção honrosa a Pivotto.

O chef Pivotto serviu durante anos no Palácio Piratini

Em dezembro, ele participará do evento culinário internacional de V iŒa del Mar, onde pretende apresentar o prato ‹ base de lagostas a tropicais. Atualmente, o chef Pivotto presta servi“os na Ajud›ncia Geral.

Firmada mais uma parceria entre o Museu da BM e a Editora Polost

2º Sgt RR Ilvar

2º Sgt RR Domingues

2º Sgt RR Lacerda

3º Sgt Oliveira

O 9º Batalhão de Polícia Militar completou 49 anos de trabalho árduo junto à comunidade que utiliza a área central de Porto Alegre. Inicialmente, houve um caf” da manh‰, no Sheraton Hotel,Ê com a palestra do professor Mário Hamilton Vilela sobre pol™tica agr™cola, reform agrária e movimentos sociais. Após a palestra, o Cmt do 9º BPM, Ten Cel Marco Antonio Moura dos Santos, que ora encontra-se em curso, fez uso da palavra em nome dos oficiais da unidade denominada de Btl Voluntários da Pátria. Ë tarde, no quartel do 9º BPM,Ê ocorreu outra solenidade alusiva ao aniversário, ocasião em que PMs da reserva remunerada foram homenageados em raz‰o dos relevantes servi“os prestados à sociedade. São eles: 2º Sgt Ilvar Redondo, 2º Sgt Nelson Juares Domingues, 2º

3º Sgt RR Capa Fortes

Sd Dailo

2º Sgt RR Pereira

1º Sgt Beckers

Ten Cel Marco Antonio entrega distin“‰o aos homenageados

Sgt Jair da Silva Schimitt, 3º Sgt João Antônio Capa Fortes, 2º Sgt Carlos de Assis da Rosa Pereira, 2º Sgt Rogério Luís Robert e 2º Sgt

Cel Vasconcellos captura bandido após roubo de um telefone celular

2º Sgt Peres

Ernesto da Silveira Lacerda. Tamb”m foram homenageados os PMs que se destacaram no exerc™cio e no desempenho de suas funções no policiamento ostensivo ao longo deste ano. Da 1» Cia foi homenageado o 3º Sgt Eduardo Vasconcelos Oliveira, da 2» Cia, o Sd Dailo Elortis Anhanha, da 3ª Cia, o 1º Sgt Marco Elias Dias Carubim (ex-integrante do 9º BPM), da 4ª Cia, o 1º Sgt Jorge Luis Beckers, da 5ª Cia, o 3º Sgt Luis Fernando Thomaz Trindade, e da 6ª Cia, o 2º Sgt Uilson Roberto Peres. As distinções forem entregues pelo Cmt do 9º BPM que, temporariamente, passou o comando ao Maj Antero Batista de Campos Homem. Houve ainda exposi“‰o de obras de arte de autoria de detentos do Pres™dio Central de Porto Alegre e tamb”m do Museu da Brigada Militar.

Comando da BM participa de café na sede do Sindcivis

Por volta das 12h do dia 4 de agosto, a vi- Viana, no bairro Bom Fim. O criminoso,ÊÊ utilizando uma soqueira, agreatura do Comando da Brigada Militar, deslocadiu o condutor do ve™culo e roubou va, conduzindo o Sub-Cmt Geral, Cel o seu telefone celular. Ao tentar fuReuvaldo Antônio Vasconcellos FerO Museu da Br igada Militar formalizou gir, ele foi abordado pelo Cel V asreira para a reuni‰o-almo“o no Cluparceria com a Polost Editora e Distribui“‰o concellos, que contou com apoio do be Farrapos, quandoÊ presenciaram para ampliar a pesquisa e fazer a reformula1º Sgt Marco Elias Dias Carubin e um jovem que fugia após efetuar um “‰o da agenda histórica da Brigada Militar. do Sd Carlos Renato Rizza.Ê Após assalto. Resultado: Vasconcellos o ÒEssematerial ” uma pesquisa imediata e conduziram a v™tima e o assaltante Pleitos dos servidores civis foram apresentados ao Cmt prendeu. Tudo aconteceu depois que permanente, onde poder‰o ser encontradas Cel Vasconcellos a 10» Delegacia de Pol™cia e posteo assaltante se aproximou de um Fox datas históricas da instituição”, disse o direO Cmt-Geral, Cel Airton Carlos da Costa, e riormente para a Área Judiciária onde foi lavraque estava parado em um semáforo da avenida tor do museu, Maj Roberto Kraid Pereira. o Sub-Cmt, Cel Reuvaldo Antonio Vasconcelos Osvaldo Aranha, próximo ao Auditório Araújo do o auto de pris‰o em flagrante delito.Ê De acordo com o diretor da Polost, Cap Ferreira, estiveram em visita ‹ sede do SindicaCap D”cio e Maj Kraid acertam alguns detalhes da agenda D”cio da Silva Menezes, a agenda segue o to dos Servidores Civis da Brigada Militar (Sindmesmo pr™ncipio do M useu, que foi idealizado do entre os anos de 1929 e 1967; os 204 livros civis-BM), em 5 de agosto, para participar de com o objetivo de preservar a história e guarum caf” da manh‰ oferecido pela diretoria exemanuscritos de Detalhes e Assentamentos de dar a memória da Brigada Militar. cutiva da entidade.Na ocasi‰o, a presidente do oficiais e pra“as da BM, relativos ao per™odo de A biblioteca do Museu ” constitu™da pela 1866 a 1957; revistas e jornais do meio militar, Sindcivis-BM, Adriana Costa, relatou os princiÊNo dia 12 de agosto, o Batalh‰o de Pol™cia cole“‰ocompleta das revistas Globo, com 1,1 pais problemas que afligem a categoria, tais boletins gerais e mais de cinco mil livros de hisRodoviário (BPRv), tamb”m conhecido como mil edições impressas no período compreendicomo realiza“‰o de concurso pœblico, contratos tória militar, do Rio Grande do Sul e do Brasil. Batalh‰oCel Kelleter, recebeu novo armamenemergenciais, risco de vida, celetistas e aposento. O ato ” a concretiza“‰o de um longo per™otadorias obtendo do comando a promessa de do de negocia“‰o, pois o comando do BPRv , fazer todo o possível para minimizá-los. Essa preocupadoÊcom o constante fluxo de delinqüenfoi a primeira vez na história do Sindcivis-BM tes nas rodovias gaœchas, bem como com a que a cœpula da corpora“‰o prestigiou a cateO Ten Cel Hermito Cesar Bortoluzzi ” o evolu“‰odo crime organizado em todo o pa™s, goria com uma visita ‹ sede da entidade. novo Cmt da Escola de Bome o tréfego diário nas rodovias de produtos conCel Costa entrega armamento ao comando do BPRv GIE – O delegado Walter Waigner está estrubeiros da Brigada Militar trabandeados, iniciou em maio de 2002, junto (EsBo). A solenidade foi ao DepartamentoÊ Autônomo de Estradas de destacam-seÊpor sua elevada precis‰o e facili- turando o Gabinete de Intelig’ncia e Assuntos dade de manejo. Com essa aquisi“‰o, o BPRv Estrat”gicos (GIE) da Pol™cia Civil. Segundo ele, presidida pelo pelo diretor Rodagem (Daer), o processo referente ‹ aquio trabalho do GIE deverá potencializar as ações dá um passo ‹ frente no combate ao crime ordo Departamento de Ensino, si“‰ode 100 pistolas e 15 carabinas. de órgãos especializados – Departamento EsCel Paulo Renato Biacchi Rodrigues. O Ten Foram mais de dois anos de tr›mite deste ganizado, al”m de fornecer meios adequados aos patrulheiros rodoviários para a realização tadual de Investigações do Narcotráfico (DeCel Marco Aur”lio da Silva Forlin, antigo Cmt processo, no BPRv, Daer, Ex”rcito, Secretaria narc), Departamento Estadual de Investigações de suas jornadas de servi“o. da EsBo, esteve ‹ frente da institui“‰o a partir Estadual da Fazenda, Casa Civil e Central de Mœsicos da BM roubam a cena no Centro da Capital Criminais (Deic) e Departamento de Pol™cia Em breve, o BPRv receberá 400 coletes do ano passado, sendo marcante suas realizaLicitações at” a sua conclus‰o.As armas foram ções na área de ensino e aquisição de equipaOs integrantes da Banda de Mœsica da Aju- adquiridas com recursos provenientes das mul- bal™sticos,n™vel II, dissimulado, que certamente Metropolitana (DPM). Waigner disse que a Poproporcionará condições adequadas de segu- l™ciaCivil, como toda e qualquer institui“‰o momentos, destacando a constru“‰o daÊ Casa de d›ncia Geral da Brigada Militar, sob a reg’ncia tas aplicadas pelo BPRv, com base no conv’Fuma“a. Al”m disso, reestruturou a Se“‰o Ad- do ST Marco Aur”lio Schweig, realizou a prinio existente entre a unidade e o Daer.As pisto- ran“a ao efetivo, quando na atividadeÊ de patru- derna, necessita de uma área de inteligência, ministrativa, principalmente na parte de informeira retreta de 2004. O evento, ocorrido no las calibre 40 se caracterizam pelo elevado po- lhamento rodoviário. O Cmt da Brigada Militar, que funcione como um suporte às ações policiais. A id”ia ” desenvolver um trabalho preventiCel Airton Carlos da Costa, efetuou a entrega mática, reforma do prédio e mobiliário. A mis- Largo Gl’nio Peres, no Centro de Porto Alegre, der de parada com baixa penetra“‰o. simbólica do armamento à unidade. O secretá- vo, a fim de minimizar as ondas de viol’ncia. s‰oda EsBo ” incitar o desenvolvimento profis- atraiu os amantes da boa mœsica. Houve at” As carabinas Taurus-Famae, calibre 40, sional dos integrantes da BM e dos servi“os ci- quem ousasse dan“ar na via pœblica embalado s‰oas primeiras recebidas pela Brigada Militar, rio da Justiça e da Segurança, José Otávio Ger- Para isto, o gabinete deverá criar banco de dados, onde serão concentradas as informações. vis auxiliares de bombeiros. pelos acordes musicais dos brigadianos. e al”m das caracter™sticas similares ‹s pistolas, mano, prestigiou o ato.

BPRv recebe farto armamento para coibir criminalidade nas RSs

Hermito substitui Retreta faz show Forlin no cargo de em apresentação Cmt da EsBo-BM no Glênio Peres

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

2º Sgt RR Robert

CRPO HORTÊNSIAS Corporação passa Brigada Militar a contar com nova mantém um bom Vtr em Bom Jesus nível de trabalho

BM de Bom Jesus recupera várias armas roubadas

A comunidade de Bom Jesus comemorou a chegada de uma nova viatura para a BM local. No dia 29 de agosto, o secretário da Justi“a e da Segurança, José Otávio Germano, juntamente com o Cmt-Geral da BM, Cel Airton Carlos da Costa, entregaram o veículo – um Corsa Sedan – em solenidade realizada na sede do Pel. O evento contou com a participa“‰ode autoridades locais e de membros da comunidade em geral. De acordo com o Cmt do Pel, 1º Ten Nelson Correa Prates, o processo para entrega da viatura teve in™cio em mar“o deste ano. ÒTivemos que descarregar um Uno 94. A partir da™, ficamos dependendo do empr”stimo de uma viatura da cidade de Cambará do SulÓ, disse. Segundo ele, a nova viatura permitirá um melhor atendimento ‹ popula“‰o. ÒTeremos mais agilidade nos atendimentos, al”m de uma maior visibilidadeÓ, completou.

Durante o m’s de julho, o Pel da BM de Bom Jesus realizou operações no interior do munic™pio,a fim de conter uma onda de roubos de armas nas propriedades rurais do munic™pio. No dia 25 de julho, durante o atendimento de uma ocorrência, o 1º Sgt Doraci Guilherme Boeira e o Sd Andr” Remonti prenderam em flagrante um delinqüente considerado mentor de vários furtos qualificados na regi‰o. O meliante rec”m havia futado uma propriedade e foi encontrado com um revólver, al”m de objetos da propriedade. Após confessar os crimes, o elemento foi encaminhado para o Pres™dio dea-V caria. De acordo com o Cmt da BM local, 1º Ten Nelson Correa Prates, as armas roubadas anteriormente no munic™pio estavam em poder do assaltante e foram recuperadas. ÓConseguimos atender a uma solicita“‰o dos moradores da área rural da cidade, recuperando mais de 30 armas e prendendo o responsável pelos roubosÓdestacou o Cmt.

Sd ferido em serviço retorna aos trabalhos Após quatro meses de recuperação, o Sd Valdecir Jos” da Silva, retornou aos trabalhos do Pel de Bom Jesus. Em 21 abril, durante uma abordagem, o Sd Valdecir foi ferido com um tiro na perna, disparado por um delinqüente que portava uma pistola de fabrica“‰o argentina, com a numera“‰o raspada. Em leg™tima defesa, o Sd revidou a agress‰o do infrator que possu™aantecedentes criminais e foi preso em flagrante. No dia 23 de agosto, Valdecir voltou ao servi“o, realizando trabalhos internos. ÓApesar de ainda sentir dores na perna, o Sd V aldecir, retornou para a atividade operacional, contribuindo novamente com o nosso Pel e com a sociedadeÓ,afirmou o Cmt da unidade, 1º Ten Nelson Correa Prates.

BPFaz realiza operações em São José dos Ausentes O 4º GPFaz é a unidade responsável pelo policiamento fazendário do município de São Jos” dos Ausentes. Com sede no Posto Fiscal da Rocinha, a unidade é subordinada ao 1º Pel, com sede em Vacaria, e possui seis PMs, que s‰ocomandados pelo 1º Sgt Valdemar da Silva Bueno. Al”m de realizar policiamento fixo no Posto Fiscal, o grupamento ainda realiza atividades de controle de apoio ‹ fiscaliza“‰o de tributos estaduais, de segurança nas instalações do pr”dio da Secretaria Estadual da Fazenda e de prote“‰o aos t”cnicos do Tesouro do Estado. Al”m dessas atividades, os PMs ainda realizam operações em postos semi-fixos de turmas volantes, atuando junto aos munic™pios de Cambará do Sul, Bom Jesus, S‰o Jos” dos Ausentes, Jaquirana e S‰o Francisco de Paula.

Ação conjunta impede a ação de criminosos Uma a“‰o conjunta, envolvendo os policiais militares de Igrejinha e Tr’s Coroas, impediu que uma quadrilha catarinense continuasse agindo no Estado. Na madrugada do dia 8 de agosto, o grupo atacou um caixa eletrônico do Banco do Brasil, no Centro de Igrejinha. Posteriormente, os ladrões foram surpreendidos por PMs de Tr’s Coroas. Conforme a BM do munic™pio, dois homens foram pegos e um terceiro conseguiu fugir. Com eles foi apreendida uma picape com placas de Santa Catarina. A quadrilha, que tamb”m fez assaltos em Taquara, possui antecedentes em SC. O grupo foi encaminhado para a DPde Tr’s Coroas para prestar autua“‰o em flagrante.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 27

CORREIO BRIGADIANO

Apesar da defasagem de efetivo, comum a todas as unidades do Estado, a Brigada Militar de Tr’s Coroas está conseguindo manter um bom n™vel de trabalho no munic™pio. De acordo com o auxiliar do Pel, 2º Sgt Antônio Adelar Bachio, 23 PMs compõem o efetivo total da unidade, que é comandada pelo 1º Ten Gustavo Fernando da Silva Carvalho. São eles o 1º Ten Gustavo Fernando da Silva Carvalho, 2º Sgt Antônio Adelar Bachio e os Sd Edison Cezar Silveira Gomes, Jose Gomes Moreira, Rodnei Link de Oliveira, Jos” Agobar Noronha da Silva, Carlos da Silva, Angelino Costa Martins, Al™pio Jahnn, Renato Pedroso Alves, Lindomar Fernandes da Silva, Rog”rio Jesus dos Santos, Clademir de Moura Aguiar, Itacir Jo‰o Lemos, Fabio Nery Inda, Edison da Silva Oliveira, Paulo S”rgio Pavanelo de Freitas, Cleberton Fabiano Buche, Clovis Jair, Araujo Zacher, Vagner Nunes de Lacerda, Leonardo Simm Silva, Robriane Dalsin e Alessandro Moreira.

PCs de Três Coroas tentam superar a falta de efetivo

CB Taquara aposta na prevenção para conter sinistros

A Pol™cia Civil do munic™pio de r’s TCoroas está se superando para conseguir suprir a defasagem de efetivo. De acordo com a titular da DP, delegada Elis›ngela Picoli de Bastiani, apenas seis servidores compõem o efetivo da unidade, sendo tr’s escriv‰es, dois inspetores e um investigador. ÒO ideal seria ter 15 policiais civis atuando no munic™pioÓ, afirmou. Segundo ela, a DP registrou 1.275 ocorr’ncias desde o come“o do ano, mantendo uma m”dia de 160 ocorr’ncias por m’s. ÒA situa“‰o n‰o chega a ser cr™tica, mas estamos sobrecarregadosÓ, frisou. A dlegada disse ainda que a comunidade local tem sido decisiva para o ’xito dos trabalhos da PC. ÒO disque-denœncia tem sido uma pe“a chave para as investigações”, destacou. Al”m das denœncias, a comunidade tamb”m auxiliou na reforma da sede da DP . ÒAs obras de reforma da nossa sede foram custeadas pela comunidade, atrav”s do Sindicato da Indœstrias e de doações espontâneas” assinalou.

O CB de Taquara está apostando na preven“‰opara diminuir o nœmero de sinistros nos munic™piosque est‰o sob sua responsabilidade territorial. De acordo com o chefe da Assessoria de Análises Técnicas da unidade, 1º Ten Miguel Marciano dos Passos, todas as escolas de T aquara já estão devidamente adequadas às normas t”cnicas de preven“‰o. ÒAl”m disso, estamos fazendo cadastramento de todos os pr”dios da cidadeÓ, afirmou. Segundo ele, uma das metas a serem cumpridas neste ano pelo CB ” a implanta“‰o do programa Bombeiros Mirins no munic™pio.“O programa já está funcionando em Parob”Ó,frisou. O CB de Taquara possui um efetivo total de 32 bombeiros e tem como responsabilidade territorial os munic™pios de Taquara, Rolante e Parob”. De acordo com o T en Passos, a maioria das ocorr’ncias envolve acidentes de tr›nsito. ÒTemos um grande fluxo de ve™culos nas rodovias próximas ao município, o que aumenta o nœmero de acidentesÓ, destacou.


Pág 26 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CRPO PLANALTO

CORREIO BRIGADIANO

Proerd forma mais 43 estudantes em Camargo Conscientizar as crian“as sobre os trocinaram as camisetas do Proerd, e nos anos seguintes, a prefeitura passou malef™ciosdo uso de drogas tem sido uma das tarefas do Sd Paulo Basti‰o a custear o materialÓ, destacou o Sd RiRibeiro, integrante da BM de Camargo, beiro. Al”m do apoio municipal, o programa tem o respaldo dos pais e dos subordinada ao CRPO Planalto. Desde 2001, o PM dedica-se ‹s aulas do Prodiretores das escolas, que n‰o se cangrama Educacional de Resist’ncia ‹ V isam de salientar a import›ncia das aulas. Ò… gratificante, pois diretores de ouol’ncia e ‹s Drogas (Proerd), tendo fortros colégios já demonstraram interesse mado mais de 300 alunos. No m’s de julho, o programa formou 43 estudantes no projeto”, observou. As lições são leSd Ribeiro já formou mais de 300 estudantes no município de Camargo vadas ao p” da letra at” nos jantares de de 4ª série da Escola Pandiá Calógeras. Com o apoio do prefeito Juarez Lodi nas conseguindo desenvolver as aulas sem proble- formatura. “Não servimos bebidas alcoólicas na tr’s últimas edições do projeto, o Sd Ribeiro está mas. ÒNo ano de estr”ia, algumas empresas pa- solenidadeÓ,afirmou o Sd Ribeiro.

Patrulheiros rodoviários entregam agasalhos em bairros de Erechim Moradores de tr’s bairros carentes de Erechim receberam dos patrulheiros rodoviários estaduais, no m’s de julho, 1.350 pe“as de roupas e 25 pares de cal“ados. A arrecada“‰o foi parte da Campanha do Agasalho desenvolvida pelo GPRv. A quantia, destacou o Cmt da unidade, 1º Sgt Marco Antonio Ongaratto, foi arrecadada em apenas 48 horas. O sucesso da campanha tamb”m foi fruto da parceria com a imprensa, que ajudou na divulga“‰o via TV, rádio e jornais impressos lo-

cais. Conforme o Cmt Ongaratto, os integrantes da fra“‰o n‰o mediram esfor“os para recolher os agasalhos em benef™cio da comunidade carente. ÒEles mobilizaram os amigos e vizinhosÓ, ressaltou. O 1º Sgt Ongaratto acrescentou que a campanha ocorreu at” o dia 26 de agosto, seguindo o cronograma do governo estadual. ÒUm nœmeroexpressivo de pessoas contribuiu para ajudar os mais necessitadosÓ, salientou ele, destacando que quem quiser doar roupas deve se dirigir ‹ sede da unidade no munic™pio.

GERAL

9º BPM forma mais de mil estudantes no Proerd Solenidade de formatura contou com a presença do chefe do EMBM, Ten Cel Ilson Pinto de Oliveira Mais de mil crian“as conclu™ram o Proerd ministrado pelo 9º BPM no primeiro semestre deste ano. A solenidade de formatura foi reaIizada no dia 17 de agosto, no Auditório Araújo Viana, e contou com a presen“a do chefe do EMBM, Ten Cel Ilson Pinto de Oliveira, e do Cmt do CPC, Ten Cel Jorge Alfredo Pacheco de Barcelos. De acordo com o Cel Ilson, o Proerd ” um programa exemplar . ÒO Proerd ” um dos maiores programas que se pode promover no sentido de preparar os jovens na luta contra

Consepro constrói quartel para a BM de Quatro Irmãos Em alguns munic™pios gaœchos, a BM recebe a ajuda do Conselho Comunitário Pró-Seguran“a Pœblica (Consepro). Mas em Quatro Irm‰os,a entidade fez mais do que ajudar na manuten“‰odas viaturas ou no custeio de material de expediente: construiu a sede da corpora“‰o.O pr”dio, al”m de servir de QG, tamb”m pode abrigar tr’s PMs. ÒConstru™mos tr’s apartamentos justamente para que os PMs n‰o enfrentassem problemas de aluguel, mas apenas um está sendo ocupado”, afirmou. Preocupado com a quest‰o da seguran“a pœblica, o atual secretário municipal da Agricultura e presidente da entidade, Antônio Cezar Dalla Rosa, criou o Conselho em 2001, mesmo ano de instala“‰o da BM na cidade. Atualmente, a maior batalha de Dalla Rosa tem sido angariar recursos para ajudar os brigadianos. ÒAs principais car’ncias s‰opneus novos para as viaturas, placas de sinaliza“‰o utilizadas em barreiras, microcomputador e efetivoÓ, ressaltou. Com o apoio da comunidade, ele pretende arrecadar recursos para suprir as necessidades da BM.

Nova diretoria dos inativos da BM toma posse

Festa foi animada pelos mascotes da BM

as drogasÓ, afirmou, Segundo ele, este ” um dos momentos mais bonitos da profiss‰o de PM. A solenidade iniciou com o Hino Nacional Brasileiro, executado pela Banda de Mœsica da Ajud›ncia Geral da Brigada Militar, sob a reg’ncia do 1º Sgt Sílvio Escobar. Após, os alunos prestaram o juramento do programa e entoaram a Can“‰o do Proerd, acompanhados pelo Grupo Vocal do Colégio Concórdia. Na seqüência, foi feita a entrega dos certificados aos professores das escolas participantes do programa. Durante o evento, as crian“as participaram de brincadeiras com personagens infantis e com os mascotes da BM, Onzinho e Noninho. Ainda foram oferecidas lembran“as aos participantes do concurso de reda“‰o do programa. Os autores dos tr’s melhores trabalhos receberam, como pr’mio especial, duas bicicletas ofertadas pelo Hospital Moinhos de Vento e um telefone elular, oferecido pelo Sindilojas. Em seguida, foi prestada uma homenagem aos

GPMA – Na solenidade em que o GPMA comemorou seus 15 anos de exist’ncia foram anexados ‹ frota dois monomotores. Embraer 710C e Centurion 2, ambos doados pela PF . Na mesma oportunidade foi entregue pelo Minist”rio Pœblico de Uruguaiana uma camionete Mitsubishi, que será utilizada pelo Destacamento do Grupamento A”reo naquele munic™pio. Tamb”m foram assinados dois conv’nios de Profesoras exibem o certificado de conclus‰o do Proerd colabora“‰oda Brigada Militar para cria“‰o de monitores – Sd Dirlei de Oliveira Walau, GelciGPMAs nos estados da Bahia e Pará. ara Soares Ribeiro, Luciana Cristina Machado DEBATES – O presidente da Comissão de Gon“alves e Giovana Mayer Della. Cidadania e Direitos Humanos da Assembl”ia, O evento foi finalizado com distribui“‰o de Fabiano Pereira (PT), propôs encontro para dislanches do MC DonaldÕs e de ingressos do Par- cutir a proposta da Secretaria da Justi“a e da que Zaapt Zum aos formandos. Após, houve Seguran“a de participa“‰o da iniciativa privaapresentações do Grupo Vocal do Col”gio Conda na constru“‰o e administra“‰o dos pres™dicórdia e do Grupo de Capoeira Filhos da Viv’nos. O debate deve ocorrer em 16 de setembro, cia. No lado externo do Araœjo Viana, foi reali‹s 9h, na Sala Salsano V ieira da Cunha (3º zada a apresenta“‰o dos c‰es do canil do Ba- andar da Assembl”ia). O projeto de Parceriatalh‰ode Operações Especiais (BOE). Pœblico-Privada,no sistema prisional, está para ser enviado ‹ Assembl”ia. Ser‰o convidados para o debate representantes da Susepe, do Judiciário, Minist”rio Pœblico,Brigada Militar, da Silva Junior. A solenidade de formatura foi Zero Hora – 20/08/04 OAB/RS e da SJS. (Zero 20/08/04) realizada ao lado do monumento ‹ Marinha do POLICIAMENTO – Para mais de 60%, dos mil Brasil, sendo iniciada com o Hino Nacional Braeleitores da Capital que foram ouvidos pelo sileiro, executado pela Banda de Mœsica da AjuCentro de Pesquisa Correio do Povo, o d›ncia Geral da Brigada Militar, sob a reg’ncia policiamento das ruas da Capital deveria ser do 1º Sgt Sílvio Escobar.

Deficientes integram a luta contra as drogas O 1º BPM foi responsável por uma inova“‰ono Proerd. Quinze alunos da Escola Man” Garrincha foram os primeiros deficientes auditivos a serem formados pelo programa. Al”m deles, mais de 1,1 mil estudantes de 28 turmas de alunos das escolas da zona Sul de Porto Alegre foram formados pelo Batalh‰o. A formatura do Proerd aconteceu no dia 5 de agosto e foi iniciada com a concentra“‰o de todos os formandos em frente ‹ sede do Batalh‰o.Após, foi realizada uma caminhada at” o Parque Marinha do Brasil. ÓA id”ia foi tornar o mais pœblico poss™vel o nosso trabalho de resist’ncia ‹ viol’ncia e ‹s drogasÓ, afirmou o coordenador da formatura, Maj Clóvis Reis

Formatura foi iniciada com uma caminhada

Após, os alunos prestaram o juramento do Proerd e entoaram a can“‰o do programa. Em seguida, foi feita a entrega dos certificados de conclus‰odo curso e da premia“‰o do concurso de reda“‰o do programa, na qual foram agraciados os autores dos melhores textos sobre a problemática das drogas. ÒFoi escolhido um texto por turma de formandosÓ, ressaltou o Maj Reis. O evento contou com a participa“‰o do Cmt do 1º BPM, Maj Flavio da Silva Lopes, e do Cmt do CPC, Ten Cel Jorge Alfredo Pacheco de Barcellos. A solenidade foi encerrada com a execu“‰odo Hino do Rio Grande do Sul. Quem tamb”m esteve presente na solenidade foi a m‰e do jogador Ronaldinho Gaœcho, Miguelina Assis Moreira, que foi acompanhar o neto Diego, participante do programa. ÒEle tem exemplo salutar em casa, mas acho a a“‰o boa para mentalizar que jamais deve aceitar drogasÓ, afirmou a avó coruja.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

O Sgt CVMI Orlei Ramos Borges assumiu, no dia 3 de julho, a presid’ncia da Associa“‰o dos Inativos da BM de Passo Fundo. Na cerimônia de posse da nova diretoria, que comandará a entidade durante o tri’nio 2004/2006, estiveram presentes diversos associados e o representante do JCB na cidade, Jos” Luiz Zibetti. “A nossa meta será a luta classista e o congra“amento dos associados em atividades sociaisÓ,afirmou o novo presidente. Os sócios da institui“‰o,que v‰o desde Sd a Cel, t’m participado de todos os desfiles farroupilhas. ESTEIO – O Sd Mauro Wottrich, do 34º BPM, evitou, no dia 5 de agosto, em frente ‹ Escola Estadual Jos” Loureiro da Silva, assalto a um estudante. Com uma arma calibre 32, o assaltante amea“ou a v™tima. Ao ver a cena, o Sd Mauro, que se deslocava para assumir o servi“o, usou a t”cnica policial militar e desarmou o assaltante. O menor estava sendo procurado pelos órgãos de seguranca pública.

As escolas da zona Norte da Capital tam- foram homenageados os seguintes instrutores b”m foram contempladas com o Proerd. No dia do Proerd: Sd Marcelo Carreno Leite, Roseli Terezinha Zotti e W eimar 13 de agosto foi realizaTrindade Paim. da a formatura das turTamb”m houve a mas instru™das pelo 1º premia“‰o do concurso BPM no primeiro semesde reda“‰o do Proerd, tre deste ano. O evento que tinha como temática aconteceu no Sest Senat, no bairro Humaitá, e o problema das drogas. Os autores dos tr’s mecontou com a participalhores textos receberam “‰odas escolas Fernanbicicletas doadas pela do Gomes, Prudente de Crian“as prestaram o juramento do programa Auto Via“‰oNavegantes. Morais, Marechal Mallet,ÊÊÊÊ FO evento foi animado pelo conjunto de A“orianos, Fab™ola Pinto Dorneles, Jo‰o Batista Lacerda, Gon“alves Dias, Teodoro Amstad, dan“a Hip-Hop do Cecobi e pelos mascotes da Brigadeiro Lima e Silva, Benjamin Constant, 1º BM, Onzinho e Noninho. de Maio, Navegantes, Rubem Berta,ÊÊÊ Leopoldo Hoff, Coelho Neto, Otávio de Souza, Ernesto Toqueto eÊ Jœlio Grau. Os formandos receberam um certificado e prestaram o juramento do programa, se compromentendo, perante amigos, familiares e autoridades, a ficar livre das drogas. Os alunos que se destacaram ainda receberam, dos seus instrutores, uma medalha, como pr’mio pela Garotada comemora recebimento dos certificados participa“‰ono programa. Na ocasi‰o tamb”m

responsabilidade da Brigada Militar. Em torno de 25% das pessoas pesquisadas optaram pela Guarda Municipal. Os dados s‰o da pesquisa eleitoral feita entre os dias 12 e 14 de agosto. SSP/RJ – ÒMudei a cœpula da Pol™cia Militar do Rio de Janeiro. T irei os zagueiros para colocar os atacantes. A Pol™cia Militar precisa fazer muitos gols e n‰o jogar na defesa. A bandidagem que se cuide, a cobra vai fumarÓ. SOLIDARIEDADE – O 19º BPM realizou no Campo da Tuca, no Partenon, mais uma edi“‰o do Dia da Solidariedade. O evento teve como objetivo principal auxiliar a comunidade, atrav”s de atividades sociais e de lazer . (Correio do Povo – 29/08/04) DELEGADOS – Tudo indica que será aprovado pela Assembl”ia o projeto do deputado Jerônimo Goergen que prorroga o prazo de validade do concurso para delegado. SEPARA‡ÌO – Ao contrário de outros anos, a BM e a PC n‰o compartilham o mesmo Centro de Operações na Expointer, Est‰o em locais separados. (Zero Hora – 31/08/04) SALçRIO – O projeto matriz salarial que está sendo gestado na SJS tem a ades‰o das entidades de classe. Sua aplicação plena dá mais de 100% de aumento para a base da pir›mide institucional. É embrólio, no entanto, sua flexibilidade temporal para atingir a plenitude.

Pastor e deputado Sérgio Peres recebeu troféu O Patrulheiro

No total, 28 turmas foram formadas pelo batalh‰o

O Programa Educacional de Resist’ncia a Viol’ncia e às Drogas (Proerd) está sendo desenvolvido desde 1998 em escolas do RS tendo formado mais de 120 mil alunos em todo o Estado. Ele ” baseado no programa norte-americano D.A.R.E. (Drug Abuse Resistance Education), desenvolvido em Los Angeles há mais de 20 anos. Atualmente, o programa vem sendo aplicado em outros 50 pa™ses. No mundo todo, o D.A.R.E. chega a envolver mais de 60 mil policiais. No Brasil, o programa já foi realizado no Rio de Janeiro, pioneiro em seu desenvolvimento, e em S‰o Paulo. Em Porto Alegre, a coordenação está sob responsabilidade do Comando de Policiamento da Capital.

No dia 30 de julho, o pastor e deputado estadua S”rgio Peres recebeu o trof”u O Patrulheiro. ÒAgrade“o ao Jornal Correio Brigadiano por esse pr’mio. … uma honraÒ, disse. Ele foi eleito para a Assembl”ia Legislativa como representante dos evang”licos. Pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, S”rgio Peres vive a sua primeira experi’ncia na vida pol™tica. iVndo do Interior, acabou encontrando na igreja o trabalho que buscava na cidade. Ele revelou que 95% dos votos obtidos foram de fi”is, pelo seu trabalho como ministro de culto evang”lico. Ainda ressaltou que a sua atua“‰o no parlamento gaúcho é voltada para as questões agrárias, aproveitando a sua experi’ncia como

Pastor S”rgio Peres recebe o trof”u do Cel D”lbio

agricultor em Santo Antônio da Patrulha Aos 19 anos trabalhou na lavoura, quando decidiu tentar construir uma vida na cidade. Depois de cinco anos, abriu um negócio próprio. Foi neste intervalo que conheceu o evangelho, freqüentando uma igreja em Gravataí.

CRIMINOLOGIA E TECNOLOGIA

Alunos das escolas da Zona Norte foram instruídos pelo 11º BPM Associados comeram carreteiro na solenidade de posse

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 7

CORREIO BRIGADIANO

P”rcio Brasil çlvares - Maj Bel em Direito e presidente da Apesp

Armas Durante o m’s de agosto o nœmero de armas devolvidas à Polícia Federal já passou de 50 mil, surpreendendo as autoridades que previam um máximo de 80 mil armas devolvidas at” dezembro deste ano, quando terminará o prazo estipulado. Nesse ritmo, o total será maior. O Estado que mais devolveu armas foi S‰oPaulo que já está perto de 10 mil, mas o que mais vem chamando a aten“‰o ” Pernambuco, com uma popula“‰o bem menor, mas que já conta com quase seis mil armas devolvidas. No RS já são quase quatro mil. O governo federal garante que todas as armas devolvidas ser‰o destru™das pelo Ex”rcito e que o material talvez seja usado para construir um ÒMonumento‹ Paz e ‹ V idaÓ. Vale lembrar que também terminará em 23 de dezembro o prazo para que os donos de armas n‰o registradas providenciem os seus registros (caso não resolvam entregá-las até

lá), passando, após esse prazo, a responderem por crime inafiançável.

Hediondos

e negros ou pardos. Em verdade, o pa™s n‰o tem dados exatos sobre essa situa“‰o e por isso está sendo implantado, pelo Ministério da Justi“a, o sistema Infopen que será alimentado com dados on-line de todas as secretarias estaduais de seguran“a existentes no pa™s.

O Minist”rio da Justi“a firmou conv’nio com o Instituto Latino Americano das Nações Unidas (Ilanud) para preven“‰o do crime e tratamento do delinqüente, visando à realização de uma pesquisa sobre os resultados obtidos pela aplica“‰oda chamada Lei dos Crimes Hediondos, já que o Ministério, com base em dados preliminares, acha que ela n‰o foi eficaz para diminuir a criminalidade e que falta, tamb”m, no pa™s,eficácia na investigação dos crimes, o que contribuiria para o aumento da criminalidade.

De acordo com dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), no Brasil há, atualmente, 308.304 pessoas presas no sistema penitenciário e em delegacias de polícia. Somente n‰o possuem d”ficit de vagas no sistema prisional os estados de Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Tocantins e Piau™.

Presos I

Presos III

De acordo com estimativa do Minist”rio da Justi“a, cerca de 3,5 mil pessoas s‰o presas mensalmente no pa™s, mais de 40% s‰o jovens com menos de 25 anos e mais de 80% s‰o do sexo masculino, de baixa escolaridade, pobres

Presos II

No Rio Grande do Sul existem 18.421 presos no sistema prisional e na pol™cia, o que representa uma taxa de 221 presos por 100 mil habitantes no Estado. O d”ficit no sistema penitenciário estadual é de 2.756 vagas.


Pág 8 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

67ª Corrida do Fogo Simbólico percorrerá 6,4 mil Km Chama da Pátria, retirada pelo Cel Álvaro Cruz Ferreira, chegará a 212 municípios gaúchos No dia 16 de agosto, solenidade ocorrida em frente ao edif™cio Flores da Cunha, sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sob os acordes de um dobrado da Banda da Brigada Militar, foi procedido o acendimento da Pira da Pátria pelo presidente do TCE, conselheiro Victor Faccioni. O ato deu in™cio ‹ largada da 67» Corrida do Fogo Simbólico da Pátria que vai percorrer 212 munic™pios gaœchos. A Chama da Pátria, retirada da pira pelo Cel çlvaro Raul Cruz Ferreira, será carregada por 30 atletas da Liga da Defesa Nacional, que percorrer‰o 6,4 mil quilômetros de estradas gaœchas. Faccioni destacou que oÊ TCE – sempre integrado às comemorações da Semana da Pátria –, este ano foi honrado com a distinção de sediar o acendimento do Fogo Simbólico, no ato c™vico promovido pela Liga da Defesa Nacional e o governo do Estado, tendo como patro-

b”m um chamamento ‹ reflex‰o das desigualdades sociais que afligem o pa™s, atrav”s do lema “Cidadania – Direitos e Deveres”. Durante a solenidade, Faccioni anunciou que o TCE realizará sessão solene no dia 1º de setembro, no Auditório Romildo Bolzan, em exaltação à Pátria.Ê O diretor-presidente da Liga de Defesa Nacional, Cel Pedro Dauro de Lucena, em visita ao Jornal Correio Brigadiano, em 26 de agosto, ressaltou que a entidade busca um maior envolviCel çlvaro acompanhado por alunos do CMPA e do CTBM mento da comunidade neste tipo de ac‰o.Ele ainda explicou que para o no o ministro Poty Medeiros, ilustre fogo simbólico alcançar os 212 munifigura que integrou a Corte, em homenagem ao centenário do seu nasc™pios,cinco viaturas percorreram itinerários distintos, conduzindo a chacimento, que esteve representado ma votiva da Pátria, que foi escoltada pelo seu neto Marcelo Medeiros. O lan“amento oficial das comepor integrantes da Liga, alunos do Col”gio Militar e Tiradentes da BM e intemorações da Semana da Pátria, além Cel Lucena de reafirmar o esp™rito c™vico, faz tamgrantes dos Correios e Tel”grafos.

Servipol promove seminário no Auditório do Palácio da Polícia O Auditório Cícero do Amaral Viana, no Palácio da Polícia, em Porto Alegre, foi palco do primeiro seminário aberto sobre ÒAtividade f™sica,Saœde e Qualidade de Vida na Institui“‰o PolicialÓ, reunindo cerca de 130 pessoas, entre elas o presidente da Associação Pró-Editora“‰o ‹ Seguran“a Pœblica (Apesp), Autoridades avaliam questões atinentes ao bem-estar dos agentes da PC Maj P”rcio Brasil çlvares. T emas vida dos servidores da organiza“‰o. como a importância da prática regular da ativiO chefe de Pol™cia, delegado Acelino Mardade física, avaliações funcionais e o treinamen- ch™sio,evidenciou a importância do seminário. to f™sico pelos policiais civis como uns dos fato- ÒDevemosrealizar mais encontros como este, res essenciais ‹ atividade profissional de Pol™- para podermos discutir e criar formas de mecia foram apresentados e debatidos no evento lhorar a qualidade de vida na Pol™cia CivilÓ, depromovido pelo Servipol. clarou. O presidente da comiss‰o organizadoO tema ÒA Saœde no Quadro Atual da Po- ra, Adroaldo Rodrigues, disse que otrabalho do l™ciaCivil” pela psicóloga do SAS, Leila Cruz. Servipol visa a busca da valoriza“‰o da instituiOs assuntos enfocaram a import›ncia da ativi“‰o. ÒQueremos ter homens bem treinados, dade f™sica voltada ‹ saœde e ‹ qualidade de qualificados e valorizadosÓ, assinalou.

Servidores da segurança recebem homenagem no Dia do Soldado O Comando Militar do Sul (CMS) comemo- laborador Em”rito a sete personalidades, entre rou, em 25 de agosto, o Dia do Soldado. A data elas o chefe da Secretaria de Finan“as do cotamb”m marcou a passamando da BM, Maj Jair gem dos 201 anos de Beltrami, e o delegado de nascimento do patrono Pol™ciaRodrigo Lorenzini do Ex”rcito brasileiro, Zucco. ÊA coloca“‰o de Marechal Luiz Alves de flores junto ao busto de Lima e Silva, o Duque de Duque de Caxias e o desCaxias. Na cerimônia, refile da tropa foram os ponalizada no 3º Regimento tos altos da solenidade de Cavalaria de Guarda presidida pelo coman(3º RCG), houve entrega dante Militar do Sul, geColunista do JCB , Cel RR Marcadella, recebe medalha da Medalha do Pacificaneral-de-Ex”rcito Renato dor. Entre os 32 agraciados estavam o Cel RR Cesar Tibau da Costa. Al”m do general T ibau, Tarso Antonio Marcadella – primeiro colunista os generais-de-Ex”rcito da reserva …dison Bosdo Jornal Correio Brigadiano – e o Cel RR cacci Guedes e Ruy de Paula Couto tamb”m Carlos Vicente Bernardoni Gon“alves. fizeram rever’ncia a Duque de Caxias, que comHouve ainda a entrega do Diploma de Co- bateu pela independ’ncia do Brasil.

Gestão 2003/2004 é retratada em livro pela Afubra

Livro reœne detalhamento das atividades da Afubra

A Associa“‰o dos Fumicultores do Brasil (Afubra) – parceira da Editora Polost – lançou livro para apresentar relatório das atividades da entidade no bi’nio 2003/2004. A obra marca ainda a passagem do cinqüentenário da entidade. O livro mescla dados sobre as iniciativas desenvolvidas na área de alimentos com belíssimas fotografias. Um exemplar do livro, acompanhado de calendário 2005, foi enviado ao JCB.

Nico Fagundes é um dos destaques do Dia do Soldado

O Comando Militar do Sul tamb”m homenageou o tradicionalista e apresentador Nico Fagundes com a Medalha do Pacificador, em raz‰o dos relevantes servi“os prestados ‹ preserva“‰o e divulga“‰oda cultura gaœcha.Emocionado com a distin“‰o, Nico Nico Fagundes Fagundes, definiu as homenagens da como um golpe no cora“‰o, e afirmou que "o Rio Grande do Sul, n‰o lhe deve nada, mas ele ” quem deve tudo ao povo gaœcho". Entre os prêmios já recebidos destacamse Pr’mio Copa Festivales de EspaŒa, Medalha de Bronze da T elevis‰oMundial pelo programa "Galp‰o Crioulo".

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

ADESI – A Associação Assistencial e Recreativa dos Servidores da Justiça e da Seguraça do RS (Adesi) convida equipes de futebol Society para disputarem um campeonato no mês do servidor penitenciário. O torneio acontecerá nos dias 3, 10, 17 e 24 de setembro no campo do Batalh‰o de Pol™ciaRodoviária, em Porto Alegre. Somente poderão participar servidores e estagiários da Superintendência dos Serviços Penitenciários. Informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3288-7235, com o diretor esportivo da Adesi, Gilberto da Rosa, popularmente conhecido pelo apelido de Beto.

GERAL FALANDO COM O CORPO Tarso Antônio Marcadella - Cel

Professor de Educa“‰o F™sica (EsEF/IP A) CREF 252-G/RS Fone: 9963-3285 e-mail: tarso.apef@terra.com.br

TROF…UMOVIMENTO – A Associação dos OLIMPIADAS 3 – O governo federal, através Profissionais de Educa“‰o F™sica do Rio Gran- do Ministério dos Esportes, lancará em 5 de setembro em todas as capitais do pa™s, um prode do Sul (APEF-RS) programou, no Clube Farrapos, para o dia 1º de setembro, o Dia do jeto que foi gestado na ESEF-Ufrgs. Trata-se Profissional de Educa“‰o F™sica.rata-se T de de descobrir talentos esportivos. A meta ” avauma solenidade onde as instituições e os pro- liar 100 mil estudantes com idadea entre 10 e fissionais ser‰o devidamente reconhecidos 15 anos, para identificar e encaminhar oportunamente futuros atletas. Será formado um banpelos relevantes servi“os prestados ‹ Educa“‰oF™sica, no Estado e no pa™s. O evento con- co de dados. Este ” um come“o para que tenhamos uma base esportiva nacional. … pritará com a presen“a de autoridades e ” aberto para sócios da APEF-RS e profissionais de mordial o empenho de todos os profissionais Educa“‰o Física. Após, acontece um jantar, que atuam em escolas no sentido de que se por ades‰o, para confraternizar a passagem comprometam com este projeto. O Projeto da data. Representações do Interior já estão Descoberta de Talentos Esportivos recebeu, em 20 de julho, um refor“o de peso com a adeconfirmando suas presen“as. Participem! s‰odo Fórum Nacional dos Secretários e Ges15º CONGEF – Tramanda™mais uma vez, sediará importante evento de profissionais de tores Estaduais de Esporte e Lazer. Ficou deEduca“‰oFísica. É o 15º Congresso Gaúcho finido que todas as secretarias participar‰o de Educa“‰o F™sica. Paralelamente, aconte- deste evento que marcará no país um passo cerá o 5º Seminário de Atividades Escolares, importante em desporto de alto n™vel. entre os dias 9 e 12 de outubro. Informações PM-AC – A legisla“‰o que regulamentou os podem ser obtidas no site www.apefrs.com.br, profissionais de Educa“‰o F™sica no pa™s foi aplicada e trouxe transtornos para a Pol™cia ou pelo telefone (51) 3221-6469. Durante o congressa, igualmente acontecerá a tradicio- Militar do Acre. Uma das decisões da Fazenda Pœblica ” que foram escalados oficiais sem nal Feira de Material Esportivo, Equipamentos, Calçados, Roupas e Material Didático e os devidos registros no CREF-AC, para exaPedagógico. Para os integrantes da COPPA- minarem fisicamente candidatos em concurso FI, a diretoria colegiada da APEF-RS, está pro- pœblicopara ingresso naquela PM. O concurso foi suspenso liminarmente e segundo a promovendo um desconto institucional devendo a inscri“‰o ser efetuada via EsEF-BM. Apro- curador-chefe Edson Manchini, o Estado está veite e se qualifique para ser instrutor na BM. recorrendo da a“‰o. Para evitar transtornosOLIMPêADAS 1 – Vale a pena uma análise semelhantes no Rio Grande do Sul, o curso cr™ticado desempenho da representa“‰o do de provisionados novamente iniciou outra ediComit’ Ol™mpico Brasileiro na Gr”cia. Por “‰o em 20 de agosto, totalizando 220 horas aulas nas sextas, sábados e domingos para exemplo, com o futebol de campo masculino fora, ficamos de fora de pelo menos uma me- legitimar perante ‹ lei os profissionais inscridalha. Enviamos uma grande delegação – a tos em tempo hábil. É recomendável que os maior da história. Somos considerados pelo integrantes da COPPAFI que ainda n‰o est‰o mundo como o pa™s do futebol. Somos uma credenciados, o fa“am. Na“‰ojovem e ainda em desenvolvimento em SAòDE FINANCEIRA – O Sicredimil está muitas frentes. Estamos economicamente en- crescendo e busca a interioriza“‰o. Hoje, o astre as 10 pot’ncias. Somos um pa™s continen- sociado dispõe no país 825 unidades de atendimento on-line. A meta ” estabelecer, em Santal, mas ainda na diversidade dos esportes, estamos no modesto lugar de 36º na História ta Maria, mais um ponto avan“ado. Recentedas Olimpíadas. Não dá para acreditar. O que mente no Clube Farrapos, Cmt de órgãos da Capital e regi‰o Metropolitana estiveram, junestá faltando? OLIMPIADAS 2 – O atletismo escolar ainda tamente com o alto comando da corpora“‰o, ” muito pouco praticado. As administrações na comemora“‰o pela passagem dos cinco escolares pœblicas e particulares devem esta- anos de exist’ncia do Sicredimil, em 20 de belecer uma diretriz para esta salutar prática agosto, onde foi apresentado a todos um v™que encaminha o pensamento e a conduta do deo institucional mostrando a pujan“a de nosjovem para a vida saudável. É lamentável que sa cooperativa de cr”dito. a concep“‰o atual das escolas com espa“os IDH – …um índice das Nações Unidas que dignos para o atletismo está cada vez mais mede o desenvolvimento humano de uma Na“‰o.Na apura“‰o do ™ndice leva-se em consendo sonegado. Temos car’ncia de investimentos até em áreas de clubes sociais e de ta a renda per capita, esperan“a de vida ao estádios de futebol de campo que, na hipóte- nascer, percentual de adultos alfabetizados e propor“‰o de matrículas nos níveis primário, se de haver espa“o, n‰o realizam parcerias secundário e universitário. É, portanto, uma para tamb”m demonstrarem a alta responsabilidade social com a redu“‰o da criminalida- combina“‰odos ™ndices de educa“‰o, longede e da violência tirando a juventude do ócio e vidade e renda. O ™ndice varia de zero a um. O IDH do Brasil ” 0,775. encaminhando para a vida.

CRPO VALE DO RIO PARDO e CENTRAL

Patrulhas rurais apresentam bons resultados em Salto do Jacuí A BM de Salto do Jacuí está realizando grande demanda de ocorr’ncias. ÒA maior difium série de operações especiais com o objeti- culdade que encontramos ” a falta de recursos humanos, o que exige vo de combater a crimiuma supera“‰o da equinalidade no munic™pio. pe de trabalho para atenDe acordo com o Cmt do der as ocorr’ncias e os Pel, 1º Ten Jos” An™sio fatos que necessitam de Menezes Efel, as operaa“‰opolicialÓ, completou. ções realizada atrav”s Atualmente, 12 podas patrulhas rurais s‰o liciais militares trabalham as que est‰o obtendo os na unidade, nœmero conmelhores resultados. siderado pelo Cmt abaiÒConseguimos,inclusive, 1º Ten Jos” An™sio Menezes Efel xo do previsto para o murealizar algumas prisões”, destacou. Segundo ele, as patrulhas ru- nic™pio.São eles: 1º Ten Jos” Anisio Menezes rais têm conseguido levar tranqüilidade e se- Efel, 3º Sgt Joanir Batista dos Santos e os Sd guran“a ‹s comunidades do interior do munic™- Jorge Joacir Barbosa, V icenteAfonso da Silva pio. “Além disso, temos realizado operações de Pereira, Bibiano Keitel, Jos” Nelso de Oliveira, tr›nsito e de desarmamento na cidade, com o Luiz Fernando de Castro Amorim, Adelar Creintuito de manter a ordem e a paz pœblicaÓ, com- monese, Cedinei Vilmar Dalberto, Jo‰o Batista pletou. Para o Cmt, os PMs do Pel t’m sido um Melo da Silva, Marcos Paulo T eodoro e Nilton Verg™lioFredi Filho. exemplo de dedica“‰o, pois atendem a uma

BM realiza GP de carrinhos de rolimã em Barros Cassal

Alguns carros chegam a custar R$2,5 mil

A Brigada Militar de Barros Cassal realizou, no dia 22 de agosto, o 3º GP de Carrinhos de Rolimã. O evento, já tradicional no município, tem mobilizado a comunidade e foi idealizado pelo Sd Juarez Padilha da Silveira. ÒA id”ia de competi“‰o com carrinhos de lomba surgiu na sala de aula do ProerdÓ afirmou. Segundo ele, a inten“‰o era reunir pais e filhos em uma atividade sadia. A primeira edi“‰o da corrida contou com um nœmero surpreendente de participantes o que incentivou a continuidade do evento. Neste ano, a competi“‰o contou com participantes de outros munic™pios da regi‰o, contabilizando, no total, mais de cem inscritos em cinco diferentes categorias. ÒT™nhamos desde carrinhos de fabrica“‰o caseira at” verdadeiras máquinas, que custam em torno de R$ 2,5 milÓ, destacou Padilha. Ele disse ainda que este tipo de torneio renova as relações entre a corpora“‰o e a sociedade. ÒAl”m de atrair a aten“‰ode crian“as e adolecentes, a BM ainda cria um v™nculo de amizade com a comunidade, que passa a ver o policial militar como um amigo e n‰o um repressorÓ, ressaltou ele, destacando que houve entrega de premia“‰o.

Operação Titãs foi iniciada pelos PCs de Barros Cassal A titular da DP de Barros Casal, delegada Sandra Louzada, elogiou o trabalho desenvolvido pelos policiais civis do munic™pio. Sandra, que tamb”m comanda a DP de Vera Cruz, afirmou que os agentes locais s‰o muito competentes e lembrou da atua“‰o deles na Opera“‰oTit‰s,que prendeu uma quadrilha de falsificadores de documentos que agia no munic™pio. ÒA atividade, que gerou grande repercuss‰ono Estado, foi iniciada em Barros CassalÓ, assinalou. A Opera“‰o Tit‰s,desenvolvida a partir de setembro de 2003, contou com a participa“‰o das DPs de V en›ncio Aires e V era Cruz, da Delegacia Regional de Policia de Cachoeira do Sul e do Departamento de Pol™cia do Interior, totalizando mais de 10 presos.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 25

CORREIO BRIGADIANO

Consepro entrega motocicleta para os policiais militares

Consepro de Boqueirão do Leão auxilia na contrução de moradias

No dia 27 de agosto, o Consepro de Boqueir‰odo Le‰o entregou para a BM do munic™pio, em termo de contrato de comodato, um motocicleta marca Honda NXR125 Bros KS. De acordo com o Cmt do 4º GPM de Boqueir‰o do Leão, 1º Sgt Janir Barbon, o veÊ™culo ” de 1º Sgt Janir Barbon grande utilidade para auxiliar o policiamento ostensivo. O presidente do Consepro, Fábio Luiz Fabris, disse que inclusive a prefeitura do munic™pio repassou R$ 2 mil para a entidade, destacando que a verba será destinada aos órgãos de seguran“a. Para a manuten“‰o dos ve™culos, a prefeitura cuida da m‰o-de-obra e o Consepro da compra das pe“as. A comunidade contribui com taxas referentes ‹ libera“‰o para bailes e festas.A Pol™cia Civil tamb” m foi beneficiada, há dois meses, com uma central telefônica.

O Consepro tem prestado excelentes servi“os aos órgãos de segurança pública de Boqueir‰odo Le‰o. Fundado em 1996, o Consepro já realizou diversas doações nos seus oito anos de exist’ncia. De acordo com o presidente do órgão, Fábio Luis Fabris, além de fornecer material operacional para as corporações, o Consepro ainda auxilia na constru“‰o de moradia para os servidores. ÒEstivemos envolvidos na constru“‰o de quatro casas para PMs do munic™pioÓ, destacou. As obras tamb”m tiveram o apoio da prefeitura e da comunidade. Al”m das casas, tamb”m foram adquiridas para a BM duas espingardas calibre 12, quatro pistolas, uma moto, em parceira com o Clube da Gasolina local, um celular e um microcomputador. Para a Pol™cia Civil foi destinada uma central telefônica, além de móveis e aparelho de fax. De acordo com o presidente, as viaturas das duas insituições são mantidas pela entidade. ÒAdquirirmos as pe“as e pagamos a m‰o-

de-obra dos consertos necessários”, completou. A verba arrecadada pela entidade para as doações ” oriunda do pagamento de taxas para a realiza“‰o de festas, devidamente autorizadas pela BM, e pelo pagamento em dinheiro de penas alternativas impostas pelo juiz local. O Consepro ainda recebe verbas da prefeitura municipal, previstas em or“amento. De acordo com Fabris, o relacionamento entre a entidade e os órgãos de segurança pública ” excelente. ÒTemos um ótimo relacionamento com os brigadianos e com os policiais civis que trabalham na cidade. Somos sempre muito bem atendidosÓ, afirmou. Segundo ele, a comunidade local está satisfeita com o trabalho desenvolvido por eles. ÒO fato de todos os policiais civis e militares morarem na cidade facilita o trabalho e tranqüiliza as pessoas que precisam dos servi“os dos organismos policiaisÓ, ressaltou Fabris, acrescentando que todos os servidores s‰o conhecidos dos moradores.


Pág 24 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

Dilso comanda Consepro de Nova Roma do Sul Colaborar com as pol™cias civil e militar de Nova Roma do Sul. Durante duas d”cadas, esta tem sido a missão do Conselho Comunitário PróSeguran“a Pœblica (Consepro). Criada no mesmo ano de emancipa“‰o do munic™pio pelo dono de supermercado Dilso Luiz Tochetto, a entidade n‰o tem medido esfor“os para ajudar na seguran“a pœblica. Embora esteja enfrentando dificuldades financeiras, o Consepro tem mantido o apoio aos policiais de várias maneiras. Em conv’nio firmado com a prefeitura, o conselho tem repassado verbas para a manuten“‰oda œnica viatura ‹ disposi“‰o da Brigada Militar, al”m da ajuda de custo para o alu-

guel de uma casa para um PM. ÒO Daer tamAl”m de supervisionar o supermercado, b”m cedeu uma casa para dois PMsÓ, acresDilso divide seu tempo com o escritório de concentou. Ë Pol™cia Civil, a institui“‰o tem dispo- tabilidade que mant”m no munic™pio. Para definibilizado material de expediente. A cota de com- nir sua atua“‰o na presid’ncia do Consepro, ele bust™velpara as viaturas tem sido passadas com recorreu a um jarg‰o conhecido do futebol em freqüência. ÒËs vezes, os bancos ajudam a cus- momentos difíceis: “Tô passando, cruzando e tear o combustível dos automóveis”, ressaltou correndo para cabecearÓ. Apesar dos contratemDilso, que reassumiu pela terceira vez a presi- pos, o Consepro pode contar com o apoio da d’ncia. O desinteresse em concorrer ao cargo, prefeitura, que, na medida do poss™vel, tem coque n‰o ” remunerado, ” um dos motivos que laborado com a Brigada Militar. De acordo com afastam poss™veis candidatos. Ò… dif™cil perma-Dilso, o prefeito Id™lio Pasuch tem ajudado os necer ‹ frente do conselho tendo que correr PMs no conserto da œnica viatura do GPM. ÒSe atrás de recursosÓ, salientou. Segundo ele, nin- tenho algum problema, vou at” a prefeitura para gu”m quer disputar o cargo na cidade. tentar resolverÓ, afirmou.

CRPO SERRA e VALE DO RIO PARDO

36º BPM combate furto de veículos e tráfico de drogas em Bento Gonçalves Estabelecida no m’s de maio em encontro com os oficiais do 36º BPM, a Ordem de Operações do Batalh‰o foi implantada em Bento Gon“alves e na maioria dos munic™pios da Serra. Na ocasi‰o, ficou definido que os PMs da região intensificariam as ações de policiamento ostensivo, as operações de fiscalização, cujo objetivo ” combater o furto de ve™culos, e o contrabando de armas. ÒTamb”m estamos fechando o cerco ao contrabando de armas, roubos e furtos praticados na regi‰oÓ, observou o Cmt do Batalh‰o ‹ ”poca, Ten Cel Edison Esti-

valeti Bilhalva. No lugar dele, assumiu, no dia 1º de junho, o T en Cel Atamar Manoel Cabreira Filho. O 36º BPM, que é subordinado ao CRPO Serra, com sede em Caxias do Sul, foi instalado como unidade operacional dentro do processo de reestrutura“‰o da corpora“‰o. A opera“‰o abrange 24 munic™pios da Serra, como Garibaldi, Monte Belo do Sul, Farroupilha, Serafina Corr’a, Uni‰o da Serra, Fagundes Varela, Carlos Barbosa, Nova Bassano, Vista Alegre do Prata, Protásio Alves, Coronel Pilar e outros, al”m de Bento Gon“alves.

BM conta com o apoio da população de Gramado Xavier Comum em algumas cidades, raro em outras, o apoio da popula“‰o e da prefeitura ” fundamental em Gramado Xavier. Antes olhada com restri“‰ono munic™pio, a BM passou a ter a admira“‰o da comunidade. Após assumir o comando da corporação há dois anos e meio, o 3º Sgt Werni Wilson Ziemann adotou uma pol™tica de reaproxima“‰o com os moradores. ÒConsegui mudar o conceito das pessoas sobre a BM, aproximando-as da institui“‰oÓ, afirmou. O reconhecimento do trabalho refletiu diretamente no apoio aos brigadianos, uma vez que a comunidade passou a colaborar com a causa da seguran“a pœblica. ÒRecebemos cavaletes, pe“as para a viatura e verba para a gasolinaÓ, atestou. A prefeitura custeia a manutenção do automóvel ano 1993, que freqüentemente precisa de reparos. “O carro está em péssimas condições”, salientou. A defasagem do efetivo tamb”m ” problema para o Cmt Werni, tendo em vista que o grupo está com um déficit de 57% do elenco. Com apenas dois PMs no policiamento, os Sd Jairo Teles da Silva e Dilso Oliveira Alves, o Sgt ressaltou a dedica“‰o e a uni‰o dos companheiros de farda. ÒMesmo de folga, quando s‰o chamados, eles atendem as ocorr’nciasÓ, confirmou. O entrosamento com a PC de Boqueir‰o do Leão, a 25 quilômetros da cidade, também é outro fato positivo. ÒTemos um ótimo relacionamentoÓ,reconheceu. Segundo o Cmt, as principais ocorr’ncias registradas pela BM s‰o furto simples e furto qualificado.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Cap Marmitt deixa a presidência do Comcrad Depois de passar dois anos ‹ frente do Conselho Municipal dos Direitos da Crian“a e Adolescente (Comcrad), o Cap Claiton Fernando Marmitt, da Escola T”cnica de Pol™cia Militar de Montenegro, entregou, no dia 6 de agosto, a presid’ncia da entidade a Silvia Plentz. ÒPasso o cargo com a consciência tranqüila e com o sentimento do dever cumprido, pois todos os projetos em andamento foram ampliados e outros, implantadosÓ, ressaltou. De acordo com o Cap Marmitt, os investimentos na área triplicaram, uma vez que neste ano foram captados junto ao Executivo e ao Legislativo mais de R$ 223 mil, contra R$ 73,2 mil investidos no ano passado. ÒConseguimos atender um nœmero maior de crian“as em situa“‰o de vulnerabilidade socialÓ, atestou. Al”m disso, projetos como o Proerd e o Prosepa tamb”m est‰o sendo desenvolvidos no munic™pio com sucesso. ÒA nossa cidade não está preocupada em colocar grades e janelas para afastar as crian“as e os adolescentes da sociedade, mas proporcionar a abertura de portas para que eles possam crescerÓ,destacou o Cap Marmitt.

GERAL

CORREIO BRIGADIANO

Aspirantes 1964 visitam Correio Brigadiano Turma Coronel Frota irá completar 40 anos de formatura no dia 18 de novembro No dia 18 de agosto, componentes da Turma de Aspirantes 1964 visitaram a sede do Correio Brigadiano para divulgar a realiza“‰o da solenidade comemorativa aos 40 anos de formatura da Turma Cel Frota. Inclu™dosna Brigada Militar no ano de 1961, tiveram participa“‰o no Movimento da Legalidade em agosto daquele ano, quando cavaram trincheiras para proteger o CIM (Centro de Instru“‰o Militar), que funcionava no atual pr”dio da Academia de Pol™cia Militar (APM), do ataque de tropas do Ex”rcito. Ficaram entricheirados novamente em abril de 1964 para apoiar o novo sistema pol™tico que se instalava , sendo portanto a œnica

Integrantes da turma entricheirados no CIM em 1961

turma a participar dos dois movimentos pol™ticos, o que influenciou na cria“‰o de um estandarte da T urma Cel Frota, homenagem ao Cmt-Geral de 64 que respaldou a formatura da turma. Durante a visita, os Cel Bento Mathuzálem de Vasconcelos, Carlos Alberto Carvalho Ribeiro e Jos” Osmar da Silva Feliu conversaram sobre Turma de 1964 entregam r”plica do Estandarte ao Cel D”lbio a trajetória dos 34 componentes da Turma Aspirantes 1964, dos quais sete já fale- nalou Ribeiro. Todas as atividades desenvolvidas pelos ceram e cinco seguiram carreiras civis, sendo salientado pelo Cel Bento, presidente da T ur- componentes da Turma Cel Frota, após a rema, que os 27 integrantes mant’m contato per- serva, mant’m liga“‰o com a corpora“‰o. ÒEsmanente: ÓTemos uma rela“‰o de amizade e nos tamos presentes como turma em todos os evenencontramos durante o ano, participando de di- tos marcantes da Brigada Militar. Temos prazer versos eventos envolvendo nossas fam™lias.Ó em entrar num quartel, nos sentimos em casa, Já o Cel Ribeiro, destacou que desde o ano podendo defender nossas posições e ideais”, de 1989 o grupo realiza uma solenidade militar destacou Feliu. Eles informaram que na solenina APM para comemorar o aniversário de for- dade dos 40 anos de formatura está planejada matura. ÒNestes 15 anos o evento ganhou en- a participa“‰o da Turma de Aspirantes 74 e 84, vergadura, pois além das homenagens, há um al”m da de 2000, que no ano passado assumiu a tarefa de continuar a tradição da cerimôagradecimento da turma ‹ institui“‰o. Depois disso, viajamos com nossas fam™lias para con- nia militar quando os integrantes da Turma Cel fraternizar e recordar os velhos temposÓ, assi- Frota forem transferidos para o ÒQG do C”uÓ.

Faculdade de Direito da UniRitter realizará seminário sobre polícia Entre os dias 13 e 15 de setembro, será Metropolitano, Ten Cel Paulo Roberto Mendes realizado o I Seminário UniRitter sobre Polícia. Rodrigues, do Sub-Chefe da PC, Del Adalberto Abreu de Oliveira, al”m de professoO evento faz parte das comemorares da Ufrgs, da Univates e da Unições do aniversário de 34 anos da Ritter. As temáticas discutidas serão: Faculdade de Direito da UniRitter, e ÒOpapel da pol™cia em uma sociedaserá realizado no auditório San Thide em busca de seguran“aÓ; ÒA relaago Dantas, no Campus Canoas do “‰oentre a pol™cia e a sociedadeÓ; e Centro Universitário. ÒOsoldado da BM e o policial da PC O seminário contará com a parAdalberto Abreu de Oliveira enquanto trabalhadoresÓ. ticipa“‰o do Cmt de Policiamento

GBI e Agafarma Cmt da Brigada faz anunciam parceria visita de cortesia para breve no RS à Fiat San Marino

Laguna e Cel Esmeraldo acertam detalhes da parceria

O presidente do GBI, Cel Esmeraldo Fonseca Filho, esteve reunido com o supervisor comercial da Agafarma, Luis Fernando Laguna, com o intuito de realizar parceria entre as instituições. Os sócios do GBI terão direito a um cart‰opara efetuar a compra de medicamentos, no prazo de até 60 dias. A forma de pagamento será o desconto em folha. A Agafarma colocará ‹ disposi“ ‰oas 265 farmácias, em 120 municípios.

Cel Costa entrega quadro ÒO CentauroÓ a Zaluski

O comando da Brigada Militar visitou a Fiat San Marino, sendo recebido pelo diretor-presidente da empresa, Pedro Zaluski. Durante o encontro informal, o Cmt-Geral, Cel Airton Carlos da Costa, presenteou Zaluski – um dos grandes parceiros da corporação – com o quadro ÒO CentauroÓ. A obra ” considerada o s™mbolo da institui“‰o militar gaœcha.

Funcionários do JCB têm palestra sobre motivação

Papaleo proferiu palestra para funcionários do JCB

Visando qualificar e aperfei“oar o trabalho do Setor Comercial do Jornal Correio Brigadiano (JCB), foi promovida em 20 de agosto a palestra ÒMotiva“‰o e Estrat”gias de eVndasÓ,do professor Luiz Adolfo de los Santos Papaleo. O evento foi prestigiado pela equipe de vendas e integrantes dos demais setores do JCB. Na palestra, foram demonstradas as formas de encarar os obstáculos e como vencê-los, bem como a quest‰o humana envolvida no processo de vendas. Foi destacado pelo palestrante que o ser humano acaba sendo derrotado por si mesmo, n‰o conseguindo alcan“ar seus objetivos por desacreditar no seu potencial. Encerrada a palestra, os assistentes esclareceram dœvidas e discutiram questões práticas do processo comercial do jornal, culminando com um churrasco de confraterniza“‰o na sede do jornal. CVV – O CVV - Posto Porto Alegre oferece atedimento 24 horas atrav”s do telefone (51) 32316111 e pessoal das 8h ‹s 18h, de segunda ‹ sexta, na avenida Jos” de Alencar , 414/205.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 9

I Copa abc da Integração deverá reunir servidores da segurança Cap‰oda Canoa, no Litoral Norte, vai sediar a I Copa abc da Integra“‰o. A decis‰o foi anunciada em reuni‰oocorrida na sede do Jornal Correio Brigadiano (JCB), que contou com a participa“‰o de Alexandre Ortiz Ferreira (Acadepol), Elias Bastos Gon“alves e Max Flávio Veleda (AbamfBM), al”m de Gilberto Antônio Guimarães da Rosa (Susepe). ÒFicou definido que as Reuni‰omarcou in™cio do planejamento da Copa abc da Integra“‰o equipes obrigatoriamente dever‰o ser formadas por integrantes de, no m™nimo, duas jogo de damas e rœstica. ÒTodas as modalidades ser‰o devidamente arbitradas por profissicorporações vinculadas ‹ Secretaria da Justi“a e da Seguran“aÓ, afirmou o coordenador-geral onaisÓ,assinalou Delbio. O evento deverá ocorrer entre os dias 26 e 28 de novembro, reuninda competi“‰o, Cel Delbio Vieira. As competições esportivas constarão de do cerca de quatro mil integrantes da fam™lia da futebol de areia, bocha, vôlei, cabo de guerra, seguran“a pœblica do Rio Grande do Sul.

Café da manhã marca passagem do quinto aniversário da Sicredimil A passagem do 5º aniversário do Sicredimil, foi comemorada com um caf” da manhã, no Salão de Chá do Clube Farrapos, em 20 de agosto. O evento foi prestigiado pela cœpula da Brigada Militar. O diretor-presidente da entidade, Cel Rudy da Silva Martins, o vice-presidente, Cel Guacir de Llano Bueno, e as funcionárias da cooperativa recepcionaram a todos que atende- Cœpulada BM prestigiou aniversário da Sicredimil no Clube Farrapos ram ao convite para a festividade. As comemorações foram prestigiadas pelo brou que a cooperativo vem crescendo anualpresidente da Sicredi Central/RS, Orlando Bor- mente, tendo cerca de 1,5 mil sócios no Estages Müller, al”m do chefe da Casa Militar , Cel do. Ele tamb”m apresentou a campanha ÒPartiPaulo Osório. Na oportunidade, o Cel Rudy lem- cipe e GanheÓ, que prossegue at” dezembro.

Entidades brigadianas estarão unidas no Parque da Harmonia

Carla Ruas/PMPAÊ

Encontro realizado nas depend’ncias da Funda“‰o Brigada Militar (FBM) definiu que as entidades afins da corpora“‰o aproveitar‰o o mesmo espa“o no Acampamento Farroupilha 2004. O lote do Parque da Harmonia, designado inicialmente para a ASSTBM, passa a abrigar todas as instituições. Houve ainda a cria“‰o de uma comiss‰o para tratar dessa integra“‰o de espaOperários concentraram esforços para preparar a área “o. A corpora“‰o assumiu a incumb’ncia de montar o ÒGalp‰o CulturalÓ brigadiano. Seguros, T›nia Mello. Durante o acampamenA comissão, presidida pelo Cel Simões, terá to, as instituições se encarregarão de recepcioa participa“‰o do Ten Tomazzini (ASSTBM), do nar os visitantes. Ainda em agosto, a prefeitura Sgt Oliveira (AbamfBM), da Maj Cristine (PM5) de Porto Alegre ultimavam detalhes para recee da relações públicas do MBM Previdência e ber os amantes da cultura gaœcha. TRABALHO – A IBCM está em busca de candidatos a estágio de técnico em computadores, com conhecimento de instala“‰o de hardware e de software, bem como configura“‰o e utiliza“‰o dos mesmos, para aproveitamento imediato. A instituição também está em busca de enfermeiro (nível superior). Os interessados dever‰o enviar curr™culos para a sede da IBCM, na rua Bar‰o riunfo, do T 175, bairro Menino Deus, em Porto Alegre, ou atrav”s do e-mail rh@ibcm.org.br.


Pág 10 – 1» Quinzena de Setembro 2004

Proerd de Nova Alvorada forma mais um turma Pai de quatro filhos, Sd Elias ministra as aulas do programa em suas horas de folga A Brigada Militar de Nova Alvorada realiaula ministrada representa zou mais uma formatura do Programa Educaci- uma inje“‰o de ›nimo, uma onal de Resist’ncia ‹ V iol’ncia e ‹s vez que colabora Drogas (Proerd) em 15 de julho. Na para o enriquecioportunidade, houve a entrega de mento da auto-esdiplomas de conclus‰o do curso aos tima. ÒEles nos alunos das escolas Vicente Guerra, d‰ocoragem para Eliza Saretta Sutilli, 7 de Junho e enfrentar o trabaEd™lioLuiz Chesties, totalizando 100 lho com firmeza e formandos. ÒCom o Proerd, estamos tranqüilidade”, coSd Elias conseguindo, com muito esmero, mentou. O Cmt Alunos também receberam instruções de trânsito durante as aulas do Proerd aproximar a comunidade, abrindo esse canal de n‰opoupa elogios ao Sd Elicomunica“‰ocom a garotadaÓ, assinalou o Cmt as. ÒDesejo que ele continue com a mesma de- n‰oser‰o simples palavras que ir‰o expressar do 4º GPM, 1º Sgt Oliveira Ferraz da Luz, des- dica“‰oque lhe é peculiar pois assim será mais a merecida gratid‰o ao Sd Elias. O Proerd vem tacando que essas crian“as ser‰o, a partir de fácil para concretizar seus objetivos com ’xisendo desenvolvido de maneira acelerada no agora, multiplicadoras dos ensinamentos rece- toÓ,destacou. Outra que elogia a iniciativa do munic™pio.Em quartro anos, o programa já atinbidos beneficiando outros meninos e meninas. pra“a ” a professora Marigilda Molossi, da Es- giu cerca de 100% dos alunos de 4» s”rie do O instrutor, Sd Enio Elias Stefanello, sente cola Municipal Ed™lio Luiz Chesties. Ensino Fundamental, atendendo as quatro maiorgulho do trabalho desenvolvido nas horas de ÒAproveitopara manifestar meu agradeci- ores escolas de Nova Alvorada. ÒEm 2005, prefolga. ÒTenho quatro filhos e aprendi a amar es- mento ‹ Brigada Militar pelo excelente trabalho tendo atingir todas as turmas de 4» s”rie da cisas crian“asÓ, confidenciou. Segundo ele, cada realizadoÓ,comentou ela, acrescentando que dadeÓ,projetou.

Ação da BM de Carazinho resulta em uma prisão Os dois assaltantes que dominaram funci- ™culoe um dos suspeitos. Iniciou-se, ent‰o, o onários de uma loja da área central de Carazi- acompanhamento por parte dos PMs. nho n‰o foram longe. As buscas culminaApós roubarem, medianram em tiroteio e com a te emprego das armas e captura do criminoso grave amea“a, um celular, após acidente ocorrido documentos da proprietána BR 386. No confronria do estabelecimento, to, após disparar várias chaves da loja e de um vezes contra os PMs, o ve™culoFiat, R$ 20,00 de assaltante foi baleado e um cliente e uma camioperdeu o controle do venete F-1000 verde, eles Cmt acompanhou a ca“ada ‹ quadrilha de perto ™culo,adentrando em tentaram escapar. Imediuma lavoura e em seguiatamente a Brigada Militar foi comunicada e ini- da na mata,‹s margens da rodovia. Houve a ciou as buscas aos suspeitos, localizando o ve- pris‰oem flagrante delito do assaltante.Ê O Cmt

da Brigada Militar de Carazinho, Maj Aderli Maximino Dal Bosco, ressaltou, ao final da opera“‰o, a import›ncia do imediato contato da comunidade com a corporação e das informações precisas que foram repassadas pelas testemunhas do fato.

Batalhão Fazendário apreende cargas falsificadas em Nonoai

Formatura mobiliza comunidade de Marcelino Ramos

Avaliação ÒAprendemos que devemos ter uma vida saudável e sem drogas. Através das aulas do Proerd aprendemos a elogiar e valorizar os nossos semelhantes. Obrigado por ter nos ensinado várias maneiras de dizer n‰o ‹s drogas e ‹ viol’ncia. Continue sempre assim. …s um grande educador. Parab”ns!Ó Parabéns!” – Tainá Mesacasa (aluna da 4» s”rie da Escola Estadual de Ensino M”dio Vicente Guerra) ÒProerdfoi e continuará sendo parte da solu“‰o do problema drogas e viol’ncia. Hoje tenho orgulho em falar em Proerd pois para os jovens e crian“as que participaram do programa os resultados foram grandes. Foi um caminho de certeza para termos uma vida saudável. Quero agradecer ao instrutor, Sd Elias, que transmitiu seus conhecimentos a respeito do combate ‹s àsdrogas drogas ee ‹àviol’ncia.Ó violência.” – Marcos Vin™ciosde Oliveira (aluno da 4» s”rie da Escola Estadual de Ensino M”dio V icente Guerra)

Tainá

Marcos Vin™cios

Juliano

Maur™cio

ÒOprograma ensinou várias maneiras de dizer n‰o ‹s drogas e ‹ viol’ncia. O Sd Elias transmitiu muita for“a positiva as crianças.” crian“as.Ó– Juliano de muita força positiva para para as Lima (Escola Municipal Ed™lio Luiz Chesties)

ÒComo Sd Elias aprendemos que desenvolver esp™ritode lideran“a ” muito importante para nossa conviv’ncia. Ele deu oportunidade para que os alunos apreAna Jœlia sentassem as suas redações. Alguns ainda cantaram durante durante aa formatura.Ó formatura.” – Maurício Tedesco (Escola Municipal Ed™lio Luiz Chesties)

Acidente possibilitou a prisão do delinqüente

O Batalhão de Polícia Fazendária realizou a apreens‰o de 360 pares de t’nis falsificados, no posto fiscal de Goio-Em, em Nonoai, em 30 de julho. Na mesma data, no posto fiscal do Estreito, emÊ Marcelino Ramos, foi abordado um Scania. Na oportunidade, o condutor apresentou nota fiscal de transporte de 348 caixas de cal“ados, totalizando 25 pares em cada uma. Durante a inspe“‰o, os PMs ainda enconBolsas falsificadas foram encaminhadas ‹ Receita Sd Zen empenha-se em benef™cio das crian“as traram bolsas de couro (material falsificado), A formatura da primeira turma do Proerd/ marca Lous-Vuitton Malletiera Paris, sendoÊ fria). Foi acionada a Receita Federal e a Pol™cia 2004, em Marcelino Ramos, foi prestigiada pelo apreendida pela Secretaria Estadual da Fazen- Federal, pois a carga era proveniente de Uruprefeito Realdo Colla. Foram 33 formandos que da por sonega“‰o fiscal (apresenta“‰o de nota guaiana, com destino a S‰o Paulo. receberam seus certificados, na ocasi‰o os tr’s CONSEPRO – O Consepro da cidade de Feliz INVESTIGA‡ÌO – O titular da DP de São Se- melhores alunos que fizeram a reda“‰o receestá sob nova dire“‰o. Em pleito que contou basti‰odo Ca™, delegado Jorge Soares, preten- beram medalhas e, com o apoio do com”rcio com a presen“a do T en Reinaldo Arag‰o e do de ampliar ações investigativas. Para isso, ele local, o instrutor, Sd Gilmar Antonio Zen, arredelegado Paulo Gilberto Balad‰o, o advogado conta com reforço de cinco policiais – dois ins- cadou brindes para cada uma das crian“as.O D”cio Luiz Franzen foi eleito presidente da enti- petores e tr’s escriv‰es. ÒAgora poderemos Cmt da 2ª Cia do 13º BPM, Maj Felisberto Cudade. Já o empresário Régis Machado assu- enfrentar o volume de trabalho e incrementar nha da Silveira, enalteceu o empenho do Sd Zen miu o cargo de vice-presidente. atividades que praticamente estavam paradasÓ. em benef™cio da comunidade escolar local.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

INTERIOR

CORREIO BRIGADIANO

ÒEmnome de todos os alunos, quero agradecer ‹ Brigada Militar pelo trabalho realizado nas escolas. Um agradecimento todo especial para os componentes do Grupo de Polícia Rodoviária Estadual - 2» Cia, Sd Jos” Zanteschi, de Passo Fundo, e o Sd Cavalheiro, do Grupo de Pol™cia Rodoviária de Casca, os quais fizeram apresenta“‰o da Escola ABC do Tr›nsito para os formandos. Foi de ótima aceitação. Todos estão de parabéns.” – Ana Júlia Taborda (Escola Municipal Ed™lioLuiz Chesties)

São João do Polêsine ingressa no combate à violência e às drogas O Sd Wagner Silva de Freitas, da BM de S‰o Jo‰o do Pol’sine, formou os primeiros 20 alunos no Programa Educacional de Resist’ncia ‹ V iol’ncia e ‹s Drogas (Proerd). O objetivo, segundo ele, foi prevenir a garotada para os malef™cios provocados pelos entorpecentes. O trabalho beneficiou um grupo de estudantes da Escola Estadual de Educação Básica João XXIII. ÒOutrastrês escolas já manifestaSd Wagner formou primeira turma de estudantes contra as drogas ram o interesse em receber o programaÓ,comentou o instrutor, salientando que os cas de auto-controle e resistência às pressões estabelecimentos de ensino ser‰o atendidos externas para o consumo de drogasÓ, explicou. Todos os 20 estudantes formados na primeira ainda neste semestre. Nas aulas, ministradas em 17 lições, o objetivo é o desenvolvimento turma receberam diplomas em solenidade que da auto-estima e noções de civilidade na garo- foi prestigiada por pais, professores e representantes da comunidade. tada. ÒTamb”m repasso aos estudantes t”cniTROCA – O Comando Regional de Polícia Ostensiva, do Vale do Taquari, está sob o comando do Ten Cel Gilmar Leonhardt, que substituiu o Cel Luiz Alberto Machado Gos no cargo. O CRPO foi criado em 23 de outubro de 1998, com 40 munic™pios, e seu primeiro Cmt foi o, ent‰o, Maj Gilmar Leonhardt.ÊÊAárea de atuação do CRPO do vale do Taquari é de 4,4 mil quilômetros quadrados , com uma popula“‰o de 287 mil habitantes, contando com efetivo de 376 PMs.

CRPO PLANALTO e HORTÊNSIAS Sd Fofonca é o Agasalhos são destaque da BM na distribuídos para cidade de Igrejinha famílias carentes O Sd Jo‰o Gustavo Fofonca, da BM de Igrejinha, foi o destaque do 1º Seminário sobre TCs, realizado no munic™piode T r’s Coroas. Após as palestras proferidas pelo promotor de Justi“a Michael Schineider Flach e pelo juiz Sd Fofonca Vancarlo Andr” Anacleto, das comarcas de Igrejinha e Tr’s Coroas, houve uma rodada de perguntas e respostas com os PMs, na qual o Sd Fofonca foi o mais participante, respondendo a maioria dos questionamentos. Para ele, o seminário foi uma forma de esclarecer dœvidas e agregar conhecimento profissional. ÒMuitas vezes passamos por situações que não sabemos lidar, principalmente com rela“‰o aos TCs, que representam uma fun“‰o nova para a BMÓ, afirmou o Sd, lembrando que muitas situações podem ser resolvidas sem a interven“‰o judicial.

Preso suspeito de cometer ataques contra as idosas Agentes da PC de Santo ångelo e Guarani das Missões prenderam, no dia 21 de julho, um homem suspeito de cometer ataques a idosas. O suspeito foi capturado em Ametista do Sul, em uma opera“‰o que contou com o apoio de PMs e PCs do munic™pio. O suspeito estava sendo procurado pela pol™cia havia cinco anos, acusado do crime de roubo, estupro e morte, cometidos por ele e seu irm‰o. O homem foi conduzido à DP de Guarani das Missões, onde confessou o crime. Após, o acusado foi encaminhado ao Pres™dio Estadual de Cerro Largo. Residentes na Linha do Mel, interior de Guarani das Missões, as vítimas, ambas aposentadas, moravam sozinhas a uma dist›ncia de aproximadamente 100 metros uma da outra. Durante a noite, os delinqüentes invadiram a casa de uma delas, agrediram-na a pauladas, estupraram-na e roubaram alguns objetos de valor. Em seguida, os irm‰os invadiram a moradia da outra idosa que tamb”m foi agredida a pauladas e arrastada pela propriedade por cerca de 50 metros. Uma delas morreu em conseqüência das lesões sofridas e a outra ainda vive com as seqüelas do ataque.

Abaixo-assinado procura conter onda de crimes O munic™pio de Ametista do Sul, que possui cerca de 8 mil habitantes, apresentava, at” o ano passado, índices quase irrisórios de criminalidade. Neste ano, por”m, uma onda de crimes tem assustado os moradores locais. De acordo com o presidente da ACI, Or’nio Carlos de Souza, nos œltimos tr’s meses, o nœmero de furtos, roubos e assaltos aumentou significativamente. ÒAs maiores v™timas s‰o os donos de garimpos e os garimpeirosÓ, afirmou. Impressionado com a efici’ncia dos assaltantes, Or’nio disse que os crimes seriam obra de uma quadrilha especializada. ÒAchamos, inclusive, que existe algum informante dos bandidos morando na cidadeÓ, destacou. Preocupada com a situa“‰o, a Associa“‰o Comercial e Industrial (ACI) da cidade, juntamente com outras 13 entidades, encaminhou um abaixo-assinado ao governo do Estado relatando os problemas que o município enfrenta na área de seguran“a pœblica. Segundo eles, para coibir esses casos seriam necessárias novas viaturas para a Brigada Militar, al”m de um aumento do efetivo da corpora“‰o.

A BM de Igrejinha realizou, no dia 21 de agosto, a entrega dos agasalhos arrecadados junto ‹ comunidade durante o m’s. Cerca de 150 pe“as de roupas, 20 pares de cal“ados e cinco cobertores foram distribu™dos a moradores carentes da rua Rui Barbosa. ÒNos sentimos honrados pela confian“a que a sociedade nos depositouÓ,afirmou o Cmt da unidade, Cap Leandro Brand‰o dos Santos. No dia 25 de agosto, a BM realizou uma barreira policial nas proximidades das obras da nova fábrica da Schincariol, atendendo a uma solicita“‰o da empresa Planar. A opera“‰o teve o intuito de dissuadir os funcionários da obra no sentido de não portarem drogas, armas ou outros objetos que n‰osejam necessários para o serviço. Nove PMs em três viaturas pararam os ônibus que transportavam os funcionários. Após a revista, os PMs expuseram os motivos da a“‰o e liberaram os funcionários que foram orientados a buscar na pol™cia a indica“‰o dos problemas.

CORREIO BRIGADIANO

PMs de São José do Herval não faltam o serviço Os PMs responsáveis pelo policiamento de S‰oJos” do Herval s‰o um exemplo de dedica“‰oe compromisso com a corpora“‰o e com a comunidade. De acordo com o Cmt da unidade, 1º Sgt Alvir Antônio Ribeiro Knopf, nenhum dos três Sd que compõem o efetivo reside no munic™pio,o que faz com que eles percorram grandes dist›ncias para trabalhar. ÒMesmo morando em outras cidades, os PMs nunca faltam o servi“oÓ, ressaltou. O Sd Eriverton Jos” Dewes ” morador do munic™pio de Chapada, que fica a 150 quilômetros da sede do GPM, enquanto que os Sd Jos” Luis Pereira da Silva e Luiz Vicente Risson residem em Soledade, distante 40 quilômetros de S‰o Jos” do Herval. Outro fato destacado pelo Cmt ” a necessidade de deslocamento da tropa nos casos de flagrante delito. ÒSempreque temos alguma pris‰o em flagrante, temos que nos deslocar at” o munic™pio de Fontoura Xavier, distante 15 quilômetros da cidade para a lavraturaÓ, lembrou.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 23

Brigadianos de Ametista do Sul tentam superar as dificuldades O Cmt da BM de Ametista do Sul, 3º Sgt Arlindo Norberto Souza, falou sobre as dificuldades enfrentadas pela corpora“‰o no munic™pio. Al”m da falta de efetivo, comum ‹ maioria das unidades do Estado, a BM local n‰o tem nenhuma viatura ‹ disposi“‰o. ÒO policiamento ostensivo ” feito a p”Ó, afirmou o Cmt. Segundo ele, sempre que acontece alguma ocorr’ncia de maior propor“‰o no munic™pio, os PMs t’m que pedir emprestado viaturas de cidades vizinhas ou carros oficiais da prefeitura. Ametista do Sul ” um munic™pio rico, que tem a sua economia baseada na extra“‰o de pedras preciosas, realidade que tem chamado a aten“‰o de criminosos. ÒTemos de duas a tr’s ocorr’ncias de furto a garimpo por m’sÓ, lembrou o Cmt. O Sgt disse ainda que foram registrados, neste ano, dois casos de assalto na cidade. ÒNunca t™nhamos enfrentado esse tipo de situa“‰oÓ, frisou. Segundo ele, outros delitos t’m preocupado a comunidade, como os casos de furtos de

ve™culos.“Em 2004, já foram furtados cinco veículos no munic™pioÓ, assinalou. A BM local atende cerca de 60 ocorr’ncias por m’s, a maioria por casos de perturba“‰o da ordem, embriaguez e acidentes de tr›nsito. ÒO nœmerode ve™culos circulando na cidade ” muito grande, se comparado ao nœmero de habitantes, aumentando os riscos de acidente de tr›nsitoÓ, destacou o Sgt. O Cmt lembrou ainda que o nœmero de ocorr’ncias aumenta nos finais de semana. “Nos sábados e domingos ocorre um aumento nos casos de desordem e embriaguez, assim como de acidentes de tr›nsitoÓ, destacou. Com rela“‰o ao Proerd, o Cmt afirmou que o programa ainda não está em desenvolvimento no munic™pio, por”m, a BM tem realizado uma s”rie de palestras nas escolas, para tratar sobre o problema das drogas. “No total, já realizamos palestras para mais de 2 mil alunosÓ, destacou. Segundo ele, uma das metas para o próximo ano ” a implanta“‰o efetiva do Proerd.


Pág 22 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

CRPO CENTRAL e VALE DO RIO DOS SINOS

Juíza palestra para brigadianos de Não-Me-Toque BM reforçou policiamento na Expodireto Visando o aprimoramento t”cnicoos PMs serem os primeiros a chegar nos profissional do Pel, o Cmt da BM de N‰olocais das ocorr’nciasÓ, afirmou. Me-Toque, 1º Ten Jo‰o Roberto CardoDe acordo com o Cmt, a atua“‰o e so, decidiu pedir o aux™lio da ju™za da Coa participa“‰o corretas podem contribuir marca local, Cristiane Hoppe, para esdecisivamente no trabalho de investigaclarecer algumas dœvidas sobre o pro“‰o, al”m da aplica“‰o adequada das cedimento adequado na coleta de promedidas judiciais. vas. Em conversa com a juíza, o 1º Ten N‰obastasse colaborar nas instruacertou a realiza“‰o de uma palestra ções do Pel no que diz respeito ‹s leis, a para os integrantes do elenco. Os PMs ju™zatamb”m auxilia a BM com materiJu™zaCristiane palestrou sobre o tema ÒProdu“‰o e Coleta de ProvasÓ ouviram atentamente a palestras, cujo ais. ÒCom a ajuda da magistrada, consetema era ÒProdu“‰o e Coleta de ProvasÓ. “‰o entre a BM e o Judiciário. “A palestra foi guimos prestar um melhor policiamento ‹ coA iniciativa ” mais uma prova da integraidealizada pela ju™za Cristiane, em virtude de munidadeÓ,destacou o Cmt Roberto.

Durante quatro dias, o Pel de N‰o-Me-Toque desenvolveu uma opera“‰o especial para garantir a seguran“a dos participantes da Expodireto. Realizado no m’s de mar“o, o evento reuniu 140 mil pessoas, obrigando a BM local a refor“ar o efetivo com um Pel do BOE de Santa Maria e três viaturas. A área BM de N‰o-Me-Toque solicitou apoio dos companheiros de farda de Santa Maria de 70 hectares abrigou 200 expositores. Segun- nenhuma ocorr’ncia foi registrada dentro do do o Cmt do Pel, 1º Ten Jo‰o Roberto Cardoso, parqu, durante a realiza“‰o do evento.

Ciclistas são vítimas de atropelamento em Sapiranga Considerada uma das cidades com mais bicicletas por habitantes, proporcionalmente, Sapiranga tem sido palco de acidentes envolvendo ciclistas e motoristas de carros. Das 466 ocorr’ncias registradas na cidade pelo CB no primeiro trimestre, a maior parte foi de ciclistas atropelados por automóveis. De acordo com o Cmt dos bombeiros, Cap Marcus V inicius Falc‰oSperinde, a população está acostumada a ir para o trabalho de bicicleta, especialmente no in™cioda manh‰ e ao final do expediente, quando o fluxo de ve™culos ” intenso. ÒT emos muitas fábricas na cidade, e os trabalhadores preferem utilizar a bicicleta para ir ao servi“oÓ, observou o Cap Falc‰o. Os principais problemas s‰o assinalados na RS 239, rodovia que liga Sapiranga a Campo Bom e Parob”.

Proerd forma nova turma de alunos em Estância Velha Desenvolvido em Est›ncia V elha desde 2001, o Programa Educacional de Resist’ncia ‹ Viol’ncia e às Drogas (Proerd) irá formar no segundo semestre deste ano mais um grupo de estudantes. Coordenado pelo Sd V aldir Rodrigues dos Santos, o programa já formou mais de tr’s mil alunos de 4», 5» e 6» s”ries. No m’s de julho, foi realizada a formatura de 630 alunos de sete escolas. O objetivo do projeto ” diminuir o número de usuários e prevenir o consumo de drogas. De acordo com o Sd V aldir, o suporte do Cmt da BM local, Cap Apar™cio Renner da Silva, tem sido fundamental para o sucesso do programa na cidade. ÒN‰o seria poss™vel atingir resultados expressivos sem o apoio do CmtÓ, destacou. O Sd Valdir acrescentou que os participantes Òt’m gostado muito do programa, uma vez que já existe há três anos”.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Projeto Bombeiro na Escola formou 120 estudantes Palestras preventivas nas escolas. Esta foi a medida adotada pelo Corpo de Bombeiros de Sapiranga para conscientizar os adolescentes sobre as medidas de preven“‰o a inc’ndios. O Projeto Bombeiros na Escola foi desenvolvido para os alunos de 8» s”rie da cidade em parceria com a Secretaria Municipal da Educa“‰o. Durante o curso, os bombeiros passaram instruções de como agir em uma situa“‰o de inc’ndio e como proceder com os feridos. ÒEles aprederam a imobilizar e reanimar as v™timasÓ, atestou o Cmt do CB, Cap Marcus V inicius Falc‰o Sperinde. A formatura dos 120 alunos que participaram da primeira edi“‰o do curso foi realizada no dia 2 de julho. Além das instruções na escola, os estudantes tamb”m visitaram o quartel dos bombeiros e observaram a simula“‰o de resgate. No total, tr’s escolas foram beneficiadas com o programa no primeiro semestre.

CRPO SUL e VALE DO RIO PARDO

CORREIO BRIGADIANO

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 11

Homenagens marcam 30º aniversário do CRPO Sul Servidores mais antigos também tebol Sete alusivo ‹ data. Foram homenageaO Centro de Inativos da Brigada Militar de dos os Sgt Aldenir Diniz Segóvia e Ilson Renato Pelotas sediou, em 13 de agosto, o almo“o corecebem distinções do comando Machado da Luz, que nos œltimos 40 dias fomemorativo aos 30 anos de cria“‰o do CRPo Sul. O sal‰o estava completamente lotado. O diretor do DLP, Cel Juarez Fernandes de Souza, representou o comando da Brigada Militar na festividade. Prestigiaram o encontro os representes da IBCM, Cel Falc‰o e Cel Molina, os ex-Cmt do CRPO Sul, Cel Alcery Frota PintoÊ e Cel Estênio Seoane, o Cmt do 4º BPM, Ten Cel Rosado, o Sub-Cmt do 6º BPM, Maj Brusch, o Cmt do 30º BPM, Maj Ferreira, o Cmt do Corpo de Bombeiros de Pelotas, Maj Garcia, e o Cmt do Pel PRv, Cap Delvacir, al”m de repre-

Cel Juarez entrega distin“‰o ao Sgt Luz

sentantes das associações de inativos da Brigada Militar, de Tenentes e Subtenentes e Sargentos e de Cabos e Soldados. Durante o almo“o houve a premia“‰o das equipes que disputaram o Campeonato de Fu-

Maj De Castro é o escolhido como cidadão de Pelotas

Maj De Castro é o 3º cidadão pelotense na BM

O CRPO Sul ainda recebeu homenagem da C›mara Municipal de Pelotas pela passagem de seu 30º aniversário. A distinção foi recebida pelo Ten Cel Odiomar Luis Bitencourt Teixeira, que atualmente está respondendo pelo Comando do CRPO Sul. Durante o evento, o Maj Paulo Roberto Lima de Castro, chefe do Estado Maior do CRPO Sul, recebeu o t™tulo de Cidad‰oPelotense em reconhecimento aosÊ servi“os desenvolvidos na Brigada Militar , em especial, perante ‹ sociedade de Pelotas.ÊÊÊÊÊÊÊÊ A proposi“‰o outorgada pelo vereador Otávio Soares foi aprovada com unanimidade. Com este titulo o Maj De Castro passa ‹ ser o terceiroÊ integrante daÊ Brigada Militar e o œnico gabrielense a receber tal distin“‰o. Ele agradeceu o reconhecimento da cidade na qual vem desenvolvendo seu trabalho há mais de 14 anos.

Cmt da 8ª BIMtz despede-se dos policiais militares

Gen-de-Brig Ferreira passará a atuar no Rio de Janeiro

Em visita de cortesia ao CRPO Sul, o Cmt da 8a Brigada de Infantaria Motorizada (8» BIMtz), do Ex”rcito Brasileiro, Gen-de-Brig Jo‰o Francisco Ferreira, despediu-se dos integrantes da corpora“‰o em raz‰o de sua movimenta“‰opara o comando da Brigada Páraquedista do Rio de Janeiro. Recebido por oficiais e pelo Cmt em exerc™cio do CRPO Sul, Ten Cel Odiomar Luis Bitencourt Teixeira, Ferreira recebeu uma placa em reconhecimento ao trabalho desenvolvido frente ‹ 8 a BIMtz. ÒNo comando da 8 a Brigada tive várias alegrias e pude constatar que n‰o foi algo moment›neo. Observei e pude fazer parte da integra“‰o entre o Ex”rcito, o poder pœblico e a Brigada Militar local. Uma conviv’ncia fraterna que enriqueceu a todosÓ, destacou. Ele disse que, no Rio de Janeiro, terá um novo desafio: “Mas como gaúcho, sempre que der voltarei ao Rio Grande a fim de reencontrar os amigos que aqui fizÓ. Na oportunidade, Odiomar evidenciou a boa rela“‰oe a parceria durante os mais de dois anos em que Ferreira esteve na regi‰o.

ram para a reserva. ÒJamais esquecerei este momentoÓ,declarou o Sgt Diniz. O Ten Cel Odiomar Luis Bitencourt Teixeira, que responde pelo comando do CRPo Sul, destacou ainda os ex-Cmt, entregando-lhes um diploma pelos relevantes servi“os prestados. Para o Cel Juarez, a import›ncia da homenagemÊÊ estáÊ em saber que a instituição não se esquece de seus policiais. ÒSer lembrado, significa que contribu™mos em um projeto maior e que temos amigos junto ao CRPO SulÓ, frisou.

Os servidores com maicimento de uma vida or tempo em atividade no de trabalho em prol CRPO Sul tamb”m foram das pessoas e da Brilembrados. O Sgt Antonio gada Militar. ÒSabeCarlos Villar Zomorovski, mos que a responsacom 12 anos e 7 meses de bilidade ” muita. A trabalho, e a funcionária civil cobran“a, por certo Ana Lœcia Camargo de Moserá maiorÓ, destacou raes, com 9 anos e 2 meses, Cel Juarez, Ten Cel Odiomar e ex-Cmt na festa o Sgt Villar. Ana Lœcia, receberam com muita alegria a homenagem. por sua vez, prometeu ainda um maior empePara eles,Ê a lembran“a significa o reconhe- nho na defesa dos interesses da corpora“‰o.


Pág 12 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

Bombeiros de Uruguaiana ganharão nova sede Obras, orçadas em mais de R$ 170 mil, serão pagas com recursos do Estado e do município Na solenidade de abertura da Seárea de estacionamento coberto para mana de Preven“‰o de Inc’ndio 2004, todas as viaturas operacionais. foi anunciada a amplia“‰o do espa“o f™O Cmt lembrou ainda que o quartel sico da atual sede do Corpo de Bombeiterá dois pisos, aumentando espa“os ros de Uruguaiana. As obras, iniciadas para a tropa. A novidade fica por conta neste m’s, foram or“adas em R$ 178 mil. da reestrutura“‰o dos alojamentos e das ÒOstrabalhos ser‰o desenvolvidos em áreas destinadas ao armazenamento de tr’s etapas, sendo que na primeira seequipamentos de prote“‰o individual. A r‰oinvestidos R$ 58 milÓ, explicou o Cmt, Sala de Operações será igualmente 1º Ten Paulo Duarte Mota. Segundo ele, modernizada, de modo a facilitar o traem outras duas etapas est‰o previstos Maquete do futuro quartel dos bombeiros de Uruguaiana, na Fronteira Oeste balho dos atendentes do telefone 193. investimentos totais de R$ 120 mil. A liO CB de Uruguaiana tamb”m recebeu refor“o bera“‰oda primeira parte dos recursos municide efetivo, totalizando o incremento de 12 nopais foi anunciada pelo prefeito Caio Repiso vos Sd formados pela Escola de Bombeiros. Riela, quando da abertura das atividades alusivas ‹ preven“‰o na cidade. Na ocasi‰o, Riela recebeu um mimo pelo apoio dispensado aos bombeiros que atuam em Uruguaiana. Outros colaboradores foram igualmente destacados pelo efetivo. A maquete da edifica“‰o prev’ heliponto na parte superior e CB recebeu refor“o de 12 Sd formados pela EsBo 1º Ten Mota, prefeito Riela, Maj Nunes e Cel Jaidemir

CRPO CENTRO SUL e FRONTEIRA OESTE

Exposição marca passagem de data festiva em São Jerônimo

O Corpo de Bombeiros de São Jerônimo andro Nunes Argenton, Sd Mois”s Delfim dos comemorou, em 2 de julho, o Dia do Bombeiro. Santos, Sd Luciano Fagundes da Silva, Sd DelHouve demonstra“‰o de mar da Silveira Jaques, materiais de prote“‰o inSd Jackson Neves Gadividual e de salvamento malho, Sd Rodrigo Cona Pra“a Jœlio de Castipetti, Sd Mauro Guterres lhos, em frente ‹ Igreja Lemos e Sd Cristiano Matriz. Tamb”m foi realiHanusch, al”m dos bomzado exerc™cio simulado beiros civis Marco Aur”de salvamento, descida lio Rodrigues Krug, Eralpela parte externa da igredo dos Santos e Marcos ja, com uma altura aproxi- Efetivo ” formado por bombeiros militares e civis... Rog”rio Costa da Silva. mada de 15 metros. Durante a simula“‰o, os bombeiros demonstraram uma das formas de resgate de v™timas presas em locais atingidos por inc’ndios de grandes proporções. O CB de São Jerônimo dispõe de efetivo formado por 12 bombeiros militares e quatro bombeiros civis. Participaram do evento: 1º Ten Jair Paula da Silva, 1º Sgt Antônio Marcelo Santos da Silva, Sd Luis Le... e dispõe de equipamentos de proteção individual

1º Ten Duarte atua na cúpula do Conselho do Fumrebom Em solenidade realizada na prefeitura de Uruguaiana, houve a posse da nova diretoria do Conselho do Fumrebom, nomeado atrav”s de decreto municipal. Estela Saltz dos Santos assumiu a presidência da entidade. Já o Cmt do Corpo de Bombeiros de Uruguaiana, 1º Ten Paulo Duarte Mota, assumiu a vice-presid’ncia. O Conselho tamb”m ” formado por Francisco Fernando Casqueiro (Secretaria Municipal da Fazenda), Antonio S”rgio Tomazzeti (ACI), Gabriel Souza Fuques (CDL), Luiz Oscar Kesler (Crea), Frank Finoqueto (OAB), vereador Francisco Renato Rodrigues (C›mara Municipal de Uruguaiana), e Jo‰o Derli Lamadril (Sindicato dos Contadores). Na oportunidade, o 1º Ten Mota expôs a situação geral da corporação e apresentou os avanços obtidos em todas as áreas. Igualmente mencionou as conquistas obtidas por interm”dio do Fumrebom.

Viaturas passam por revitalização e voltam às ruas

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

ABT 980 volta a circular pela cidade em dias de inc’ndio

Os bombeiros de Uruguaiana foi beneficiados pela revitaliza“‰o de duas viaturas opeacionais: o ABT 980 e o A T 1933. Os ve™culos foram recuperados por interm”dio de parceria entre o governo do Estado e a prefeitura. De acordo com o Cmt do CB, 1º Ten Paulo Duarte Mota, apenas para consertar o AT foram necessários R$ 25 mil. Segundo ele, recursos destinados pelo Fumrebom foram aplicados na aquisi“‰o de equipamentos de prote“‰o individual em benef™cio do efetivo que atua diretamente no atendimento de ocorr’ncias de risco.

Recupera“‰odo AT 1933 custou R$ 25 mil

Projeto de lei propõe criação de um Departamento de Trânsito Está em estudo na C› mara Municipal de Fontoura Xavier o projeto de el i 042/2004, que autoriza o Executivo a firmar conv’nio com o Detran-RS e a Brigada Militar, com a interveni’ncia da Famurs, tendo como base o artigo 25 da Lei 9503/97 que institui o Código de Tr›nsito Brasileiro (CTB). De acordo com o projeto de lei, a Brigada Militar será responsável pela fiscaliza“‰odo tr›nsito. O secretário municipal da Fazenda de Fontoura Xavier, Gentil Corr’a Duarte, disse que a prefeitura recebeu um comunicado da Famurs solicitando a cria“‰o de um Departamento de Tr›nsito no munic™pio. Ele explicou que esta medida já foi providenciada a partir de um projeto de lei encaminhado ‹ C›mara de V ereadores da cidade, al”m disso, comentou que posteriormente será criada a Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari) – órgão colegiado responsável pelo julgamento dos recursos interpostos

2º Sgt Rildo Bueno é o comandante em Rodeio Bonito O 2º Sgt Rildo Bueno é o novo comandante do 4º Pel da 1º Cia, pertecente ao 37º BPM. A unidade ” responsável pelo policiamento ostensivo, bem como pela integra“‰oda BM com a comunidade em Rodeio Bonito, Novo Ti2º Sgt Bueno radentes, Pinhal, Cristal do Sul e Ametista do Sul. O Cmt argumentou que a tarefa do policiamento é árdua, por”m satisfatória. “Me sinto honrado em ajudar a regi‰o no combater da criminalidadeÒ, disse.

PC e BM apostam na integração total na cidade

O Cmt do 4º Pel da 1ª Cia, pertecente ao 37º BPM, 2º Sgt Rildo Bueno, e o delegado Cleomar Ferzola Corr’a, partem da mesma opini‰o:a integra“‰o entre BM e PC ” essencial para manter a m”dia de 305 ocorr’ncias anuais em Rodeio Bonito. Inclusive, s‰o realizadas uma série de operacões em conjunto como a fiscalização de veículos, inspeções e revista em bares e buscas e apreens‰o. ÒA cidade ” bem tranqüila graças ao combate efetivo da criminalidadeÒ,disse o delegado.

Bortolini está à frente do Consepro e garante apoio Anilton Luiz Bortolini ” o novo presidente do Consepro de Rodeio Bonito. Umas das primeiras ações foi a compra de um Kadett, ano 1990, que foi repassado para a Pol™cia Civil do munic™pio.“A aquisição era necessária, pois na ”poca não havia automóvel para o uso da institui“‰oÒ,explicou. Formado em Direito pela UFPel e natural de Novo Tiradentes, ele reside há 12 anos em Rodeio Bonito. Bortolini estabelece como meta para o Consepro, o incentivo de participa“‰o de movimentos e entidades que defendam o interesse da sociedade nas questões relativas ‹ seguran“a pœblica. ÒDevemos promover, incentivar e fiscalizar o cumprimento da leiÒ, frisou. Al”m disso, pretende estabelecer boas relações com entidades públicas e privadas visando o reequipamento e a transfer’ncia de recursos materiais aos órgãos da seguran“a. Ò… uma grande responsabilidade assumir a presid’ncia deste conselho. Conto com o apoio da comunidade para desempenhar ‹ altura o cargo que me foi designadoÒ enfatizou.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 21

CORREIO BRIGADIANO

CRPO PLANALTO

contra penalidades pelos condutores na área pertencente ao munic™pio. De acordo com o responsável pela Secretaria Executiva da Famurs, S”rgio Luiz Perotto, a lei define como obriga“‰o do munic™pio a criação de órgão executivo de trânsito com estrutura que permita o desenvolvimento das atividades de Engenharia de Tráfego, fiscaliza“‰ode tr›nsito, educa“‰o de tr›nsito e controle de estat™stica.ÒTodo este processo pretende auxiliar as prefeituras quanto ‹ municipaliza“‰o do tr›nsito e capacitar t”cnicos para as atividades afinsÒ, explicou Perotto. A municipaliza“‰o do tr›nsito ” um processo legal, administrativo e t”cnico, por meio do qual o munic™pio assume integralmente a responsabilidade pelo planejamento, projeto, opera“‰o e fiscaliza“‰o do trânsito. Esta situação está agora formalmente definida no novo CTB, promulgado em janeiro de 1998 e representa avan“o em rela“‰o‹ situa“‰o antes existente.

Consepro é fundamental para a Brigada Militar de Tio Hugo Recentemente o Consepro de T io Hugo repassou para a Brigada Militar do munic™pio dois coletes à prova de bala. O órgão também fornece papel e tinta para impressora, disquetes e outros materiais necessários para o trabalho administrativo. Al”m disso, custeia o pagamento de aluguel, luz e água da corporação. De acordo com o Cmt do 3º GPM, 3º Sgt Nicanor Jos” Lemos Pereira, o Consepro tem papel fundamental para a seguran“a de T io Hugo. ÒOConsepro incentiva o bom relacionamento e uma maior aproxima“‰o dos cidad‰os,entidades e lideran“as locais com os órgãos do sistema de seguran“a pœblica no munic™pioÒ, frisou o Cmt. A verba vem da comunidade, prefeitura e da C› mara Municipal. Em Tio Hugo a proposta ” centralizar as doações de entidades públicas e privadas, a partir do resultado de atividades sociais e afins, que são revertidas aos órgãos vinculados ‹ Secretaria da Justi“a e da Segu-

ran“a. Inclusive, o Estado efetuou uma reforma geral na viatura utilizada no policiamento ostensivo da cidade. O presidente do Consepro, Augusto Toledo Bonzanini, afirmou que já fez contato com o secretário da Justi“a e da SeguranAugusto Toledo “ a, José Otávio Germano, para solicitar uma viatura nova e aumento do efetivo em Tio Hugo. ÒAparticipa“‰odo Consepro nos pequenos munic™pios ” essencial, sen‰omuitas localidades n‰o poderiam contar com a presen“a da Brigada MilitarÒ,avaliou. Augusto Toledo argumentou ainda que tenta colocar em prática os conceitos propostos no Estatuto do Consepro, discutindo os problemas do sistema de seguran“a pœblica, propondo e encaminhando as demandas aos órgãos policiais do munic™pio de iTo Hugo.

Mais 47 estudantes estão livres dos entorpecentes O Proerd está sendo realizado no município de Tio Hugo. O projeto foi implantado no cidade no primeiro semestre deste ano. As aulas s‰oministradas pelo Sd Franco e proporcionam informações sobre comunica“‰o com os filhos, constru“‰o da auto-estima, fatores de risco associaSd Franco dos aos jovens, noções básicas sobre uso de drogas e estágios da depend’ncia dos adolescentes, fatores protetores e fontes de press‰o, resolu“‰o de conflitos e viol’ncia. Foram contempladas tr’s escolas do munic™pio,onde 47 alunos foram beneficiados. A formatura ocorreu em julho. ÒHouve grande recep“‰opor parte da administra“‰o pœblica municipal, bem como das empresas locais que patrocinaram o eventoÓ enfatizou o Cmt do 3º GPM, 3º Sgt Nicanor Jos” Lemos Pereira.


Pág 20 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

CRPO PLANALTO e FRONTEIRA NOROESTE

Brigada Militar de Erechim forma mais 1,5 mil estudantes do Proerd O 13º BPM, com sede em Erechim e comandado pelo Ten Cel Eli Tadeu Dal Bosco, está realizando desde julho as formaturas do Programa Educacional de Resist’ncia ‹ V iol’ncia ‹s Drogas (Proerd). Al”m dos alunos do munic™pio,estudantes de outras 19 cidades da regi‰odo Planalto tamb”m foram contempladas com as aulas do programa, totalizando 1,5 mil participantes. Para dar conta das 43 escolas estaduais e municipais beneficiadas com o curso, foram chamados 25 policiais militares habilitados a desenvolver o curso. Em Erechim, coordenado pelo Cap Ricar-

J”ssica foi a vencedora do concurso de melhor reda“‰o

do Alex Hofman, cuja a equipe de instrutores ” composta pelo Cap Uilson Leri Ceconello, o 1º Ten Pedro Telles Garcia, o 1º Sgt Clóvis dos

Santos e o Sd Claiton Amarildo Kalb, o projeto contemplou 250 estudantes de seis escolas. ÒO programa ” gratificante porque o retorno ” imediatoÓ,destacou o Cap, que desde 2000 desenvolve o Proerd na cidade. Al”m das aulas de preven“‰o ao uso de drogas, os adolescentes recebem disputam um pr’mio pela melhor reda“‰o sobre o tema. Neste ano, a vencedora foi J”ssica Popiolski Gon“alves, da Escola Salgado Filho, que ganhou uma bicicleta. Da primeira edi“‰o ‹ œltima, mais de dois mil alunos conclu™ram o programa no munic™pio. ÒA satisfa“‰o ” imensa, pois acredito na id”ia

de poder transformar a realidade da sociedadeÓ,afirmou. Ele salientou ainda o apoio recebido da comunidade e da prefeitura, que n‰o mediram esfor“os para colaborar com o projeto. ÒSe pedimos uma bicicleta para determinada empresa, ganhamos; se solicitamos camisetas ‹ prefeitura, somos atendidosÓ, observou. O Ten Cel Eli Tadeu confirmou o apoio dos moradores. ÒEm todas as formaturas a comunidade patrocinou a aquisi“‰o de pr’mios para os vencedores do concurso da melhor reda“‰o sobre as drogas, al”m da doa“‰o de camisetas com o logotipo do programaÓ, ressaltou o Cmt.

Ten Cel Farias participa de curso em Santa Catarina Há um ano e meio à frente 3º RPMon, com sede em Passo Fundo, o Ten Cel Paulo Ricardo Farias n‰o tem medido esfor“os para passar a sua experi’ncia aos seus pares. Sempre disposto a aperfei“oar-se na área da seguran“a pœblica, o Ten Cel Farias Cmt participou do Curso de Especializa“‰o em Gest‰o Estrat”gica em Seguran“a Pœblica na Pol™cia Militar de Santa Catarina. Durante cinco meses, o Ten Cel Farias, que representou os oficias da BM naquele Estado, teve aulas de Direito em diversas áreas: Penal, Criminal, Direitos Humanos e outros. ÒOcurso foi uma revisão na área de Direito, não tive nem tempo para fazer turismoÓ, brincou o Ten Cel Farias. No total, foram 600 horas/aula. ÒDedicoeste curso a todos os brigadianos do 3º RPMon, reafirmando que a qualifica“‰o e o aperfei“oamento intelectual ” primordial para o sucesso de todos os homensÓ, salientou. No per™odo em que esteve fora do Estado, o Regimento ficou sob responsabilidade do Sub-Cmt, Maj Jo‰oDarci Gon“alves da Rosa.

BM e PC trabalham integradas em São Martinho Integra“‰o.Esta tem sido a palavra de ordem em S‰o Martinho, onde a parceria entre a BM e PC têm sido a tônica na segurança pública. Semanalmente, os policiais civis e militares desenvolvem barreiras na RS 210, que liga a cidade a Santa Rosa e a Coronel Bicaco. Segundo o Sd Euclides Romeu Bourscheid, que há 20 anos faz parte da BM local e já respondeu pelo comando diversas vezes, as ações conjuntas t’m dado resultados positivos. ÒO œltimo assalto a banco registrado na regi‰o ocorreu em julho, em Campo NovoÓ, afirmou. O objetivo ” inibir o tr›nsito dos integrantes das quadrilhas que atuam no Noroeste do Estado. A uni‰o entre as duas instituições também visa suprir a defasagem do elenco da PC, cuja equipe ” composta por apenas duas inspetoras e tem ‹ frente a delegada Beatrice Didier de Almeida, que ” titular da PC de Tr’s Passos mas responde pelos policiais civis da cidade. O Sd Euclides acrescentou que, até o final de agosto, o 1º Sgt Gilberto Zinhane deveria assumir o comando da Brigada Militar de S‰o Martinho.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Comunidade é a grande aliada da BM de São Valentim A rela“‰o entre a comunidade e a BM de S‰oValetim deveria servir de exemplo para os demais munic™pios gaœchos.… dessa forma que o 3º Sgt Lori Antônio Valentini, que responde pelo comando no lugar 1º Sgt Altemir Oltramari, defi3º Sgt Lori niu o bom relacionamento dos PMs com os moradores. ÒA comunidade sempre colabora conosco, pois nossa rela“‰o ” de confian“a e comprometimento mœtuoÓ,destacou. Com a experi’ncia de quem faz parte da BM local desde 1988, o 3º Sgt Lori afirmou n‰o sentir a responsabilidade de estar ‹ frente dos companheiros de farda. ÒConhe“o 90% do território e boa parte da população”, atestou. A parceria com a prefeitura e o Consepro tamb”m é ressaltada pelo 3º Sgt, uma vez que ambos n‰o medem esfor“os para colaborar com os PMs na manuten“‰o de viaturas e outros.

CRPO METROPOLITANO

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 13

CORREIO BRIGADIANO

Medidas pretendem Cel Costa visita coibir a venda de intalações do 18º Mais de 550 alunos foram formados pelo programa em 20 escolas do município no primeiro semestre vales irregulares BPM, em Viamão O Proerd, desenvolvido pelo 33º BPM, está an“as, a nossa inova“‰o foi mostrar os talentos

Formatura do Proerd mobiliza Sapucaia do Sul

deixando a sua marca na vida das crian“as de Sapucaia do Sul. Apenas no primeiro semestre deste ano 552 alunos de 20 escolas foram formados pelo programa, que foi coordenado pelo Sd Flávio Santos da Silva. A formatura foi realizada no dia 4 de agosto, no auditório da Escola Municipal Vanessa Ceconet, que ficou completamente lotado. Durante a solenidade foram realizadas apresentações artísticas por parte de integrantes do efetivo do 33º BPM. ÒAoinvés de fazer apresentações com cri-

Evento contou com apresentações artísticas dos PMs

15º BPM promete inovar nas relações com a comunidade Procurando inovar na integra“‰o com a comunidade, o 15 º BPM lançará uma página na Internet. De acordo com o Cmt da unidade, Ten Cel Rodolfo Pacheco, a homepage já está definida, porém, ainda não está no ar. ÒEstamos aguardando os trâmites burocráticos”, explicou. A página contará com informações do OPM, de suas Cias e abrang’ncias, dicas de seguran“a pœblicae medidas a serem adotadas em caso de seqüestro, escritas pelos apontamentos do Ten Cel Pacheco. Segundo ele, a grande inova“‰oda página será um ícone que servirá como contato direto entre a BM e a popula“‰o. ÒA comunidade poderá interagir com o batalhão atrav”s de e-mail, realizando denúncias anônimas, solicitações e sugestões”, destacou. A página tamb”m contará com a divulgação das principais ocorr’ncias registradas pelos PMs.

Taxistas e PMs já estão integrados por rádio transceptor Tratativas envolvendo o Cmt do 15º BPM,Ten Cel Rodolfo Pacheco, e o presidente do Sindicato dos Taxistas, Sérgio Antônio da Silveira, possibilitaram a participa“‰o dos taxistas da cidade no programa Vigil›ncia Solidária – Todos Protegendo Todos. Atualmente, Canoas possui 177 táxis cadastrados, sendo que 110 deles possuem rádios interligados a uma central. A proposta ”Ê conectar essa central de rádios com a sede da 1» Cia, localizada no Centro de Canoas. Com este procedimento, os taxistas poderão repassar informações para a BM sobre poss™veis ocorr’ncias e, em contrapartida, a Brigada poderá divulgar informações como placas de ve™culos furtados ou roubados. Para tanto, o Sindicato dos Taxistas pretende adquirir para a BM um rádio que possibilite a comunica“‰oentre taxistas e PMs. A expectativa ” de que o sistema entre em opera“‰o efetiva nos próximos dias. A partir de 23 de agosto, o equipamento operou experimentalmente. CORRE‡ÌO II – Diferentemente do que foi publicado na edi“‰o 149, o posto do P M Destaque de Alvorada, Sgt Marcelo Correa Andrade, ” 2º Sgt, e não 3º Sgt como foi divulgado. CORRE‡ÌO IIII – Diferentemente do que foi publicado no Mural do Leitor da edi“‰o 149, quem fez o agradecimento aoSd Reinaldo Silva Rosa, do 4º BPM, pelas pe“as que foram disponibilizadas para a restaura“‰o de uma moto CB 350 Honda, ano 1971, foi o 3º Sgt Sadi Stallbaum Vargas e n‰o o Cel Esmeraldo Fonseca Filho.

que temos na própria corporação”, afirmou o Cmt do 33º BPM, Ten Cel Uilson Miguel Miranda do Amaral. Entre os PMs que se apresentaram estavam a Sd Ana Lœcia Garcia Pacheco, que fez apresentações de canto, o Sd Uguaraci Adolfo Brinhol, que declamou um poema de autoria própria, e o 3º Sgt Marcio Antônio Correa, que acompanhou os colegas cantando e tocando viol‰o.Após as apresentações, houve a entrega das premia“‰o do concurso de reda“‰o do programa, que agraciou, com uma placa de metal, os autores dos tr’s melhores textos, que tinham como tema o problema das drogas. Em seguida, as crian“as fizeram um juramento, entoaram o canto do Proerd e receberam brindes oferecidos pelos PMs. De acordo com o Ten Cel Uilson, o sucesso do evento só foi poss™vel gra“as ‹ dedica“‰o do coordenador do Proerd. “O Sd Flávio conseguiu superar obstáculos, pois estava sozinho nesta empreitada e se mostrou bastante competenteÓ, des-

Alunos recebem prêmio das mãos do Sd Flávio

tacou. O Cmt lembrou que, em 2003, 1,6 mil alunos foram formados pelo Sd. ÒA meta para esse ano ” formar mais de mil alunosÓ, completou. O Cmt destacou que o sucesso do Proerd em Sapucaisa do Sul só está sendo possível gra“as ao apoio que a comunidade local tem prestado ao programa. ÒEstamosenfrentando dificuldades, mas com o apoio da comunidade estamos conseguindo superar barreirasÓ, salientou o Cmt. O 33º BPM está vinculado ao CRPO Metropolitano, com sede em Canoas.

Uma reuni‰o realizada no dia 19 de agosto, envolvendo a BM, a PC, o Minist”rio Pœblico, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento de Canoas e a dire“‰o da Trensurb, marcou a assinatura de um termo de ajustamento para atua“‰oda BM, a fim de coibir a venda irregular de passagens de trem e de ônibus urbanos. De acordo com o Cmt do 15º BPM, Ten Cel Rodolfo Pacheco, a medida tem ocasionado resultados positivos, uma vez que foram apreendidos, nos œltimosdias, mais de sete mil bilhetes. As apreensões são resultantes de operações realizadas pela BM, em conjunto com a PC, o Minist”rio Pœblico, o Conselho Tutelar e a Guarda Metroviária da Trensurb. ÒAl”m disso, a medida ainda resultou na queda acentuada dos assaltos ‹s estações de trem”, destacou. Segundo ele, entre os meses de maio, junho e julho, foram registrados 16 assaltos às estações, enquanto que no m’s de agosto nenhuma ocorr’ncia do g’nero foi registrada na regi‰o Metropolitana.

Cel Costa foi recepcionado pelo Cmt, Ten Cel Tatsch

O Cmt Geral da Brigada Militar, Cel Airton Carlos da Costa, visitou as instalações do 18º BPM, no dia 20 de agosto. O Cel, que estava acompanhado pelo Cmt do Comando de Policiamento Metropolitano, Ten Cel Paulo Roberto Mendes Rodrigues, foi recepcionado pelo Cmt da unidade, Ten Cel Jorge Jos” Severo Tatsch, que o acompanhou durante a visita. O 18º BPM, pertencente ao CRPO Metropolitano, ” responsável pelo policiamento do munic™pio deiam‰o. V


Pág 14 – 1» Quinzena de Setembro 2004

Inaugurada sede do quartel do CB em Gramado Mobilização da comunidade gramadense foi ponto culminante para a conclusão da obra O prefeito Pedro Bertolucci recebeu o governador Germano Rigotto para a inaugura“‰o da nova sede do quartel do Corpo de Bombeiros de Gramado. Empresários, políticos, representantes do Rotary Clube e diversos profissionais liberais colaboraram com a obra. O ex-secretário municipal de Governo, Seguran“a e Tr›nsito, Jaime Schaumlıf fel, para agilizar o processo de finaliza“‰o da obra, desenvolveu uma campanha junto ‹ iniciativa privada local, garantindo a doa“‰o de materiais e equipamentos que eram ainda necessários. ÒA parceria ” a maior virtude. Em cada pe-

CRPO HORTÊNSIAS

CORREIO BRIGADIANO

da“o deste pr”dio tem um pouco da m‰o de cada um dos gramadensesÓ, assinalou o prefeito Pedro Bertolucci. De acordo com o Cmt do Corpo de Bombeiros, 1º Ten Paulo Euri Boeira, este momento representa a conquista de uma antiga meta. ÒAgrade“oa todos que de alguma forma colaboraram na constru“‰o, seja com a doa“‰o de uma lata de tinta ou com a elabora“‰o de proRigotto e Pedro Bertolucci descerraram a placa do CB jetos hidráulicos e elétricos”, disse Boeira. A nova sede do quartel do CB abriga 20 de atendimentos mensais oscila entre 25 a 30 bombeiros que auxiliam na garantia da seguocorr’ncias, al”m de diversas atividades preran“a da popula“‰o e dos visitantes. A m”dia ventivas contra inc’ndios e acidentes.

Maj Gollo assume comando do CRPO Hortênsias por 120 dias O Maj Gelso Gollo assumiu o cargo interinamente do Comando Regional de Policiamento Ostensivo da Regi‰odas Hort’nsias . Ele será responsável pelo comando da BM em 13 munic™pios. O Ten Cel Altemir Folgiarini Ferreira Maj Gollo pediu licen“a para participar do Curso de Especializa“‰o em Pol™ticas e Gestão da Segurança Pública, que está

sendo realizado em Porto Alegre at” o m’s de outubro. O licenciamento ” de quatro meses. O Maj Gollo afirma que o Ten Cel Altemir ” um excelente Cmt, que promove as adaptações e mudan“as sempre que necessário para o bom Ten Cel Altemir desempenho da BM na regi‰o. ÒDarei continuidade ao trabalho do Ten Cel AltemirÒ, salientou.

PMs recebem as armas entregues pela população Desde o in™cio do m’s de agosto, a BM de Gramado recebe armas da comunidade. Essa prática ” adotada para colaborar com os dispositivos da Lei do Desarmamento. Os batalhões recebem as amas de fogo, por”m, nos munic™pios mais afastados, as Cias da institui“‰o estʉo habilitadas a fornecer formulários de trânsito de armas, a fim de que seja poss™vel viabilizar a entrega dos armamento. De acordo com o Cmt, Cap Flávio Alberto Martins, as pessoas dever‰o adquirir o formulário antes da entrega, para justificar o porte at” o estabelecimento policial. No local, o portador dever á apresentar a carteira de identidade e informar o nœmero da conta corrente para o recebimento da indenizac‰o do governo federal. As armas de fabrica“‰o industrial s‰o encaminhados ‹ P ol™ciaFederal, que ” responsável pelo pagamento das indenizações. Tabela dos valores pelas armas de fogo: - Espingarda: R$ 100,00 - Carabinas: R$ 200,00 - Fuzis: R$ 300,00 - Revólveres (calibres 22, 32 e 38) : R$ 100,00 - Revólveres (calibres 357 Magnum, 44 e 44 Magnum): R$ 200,00 - Pistolas (calibres 22; 6,35; 7,65 e 380): R$ 100,00 - Pistolas (calibres 9mm, 10mm, 40, 357, 44 Magnum e 45): R$ 100,00

32º Festival de Gramado tem reforço policial Jornal de Gramado

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

BM recebeu refor“o de 70 PMs para o Festival de Cinema

Foram 91 policiais militares refor“ando o patrulhamento de Gramado durante o Festival de Cinema. A Pol™ciaCivil recebeu efetivo enviado de Porto Alegre. Foram sete policiais da Defrec que auxiliaram nos servi“os de plant‰o, atendendo ocorr’ ncias e realizando policiamento em locais de grande concentra“‰o de pœblico. No final de semana chegaram 14 PMs do Pel de Motociclistas do BPRv. A BM recebeu 70 PMs , sendo 25 sds do BOE e 25 do POE, ambos de Porto Alegre. Ainda atuaram cinco motociclistas do 9º BPM e 15 do 4º RPMon. Os PMs receberam instruções sobre o festival e conheceram os principais pontos tur™sticos de Gramado. INAUGURA‡ÌO – No final de agosto aconteceu a inauguração oficial das novas instalações do Comando Regional das Hort’nsias. O material para a constru“‰o do pr”dio foi obtido junto ‹ BM e prefeitura de Gramado. A m‰o-de-obra foi patrocinada por alguns empresários locais.

CORREIO BRIGADIANO

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 19

Presídio aposta em cursos e trabalho social em Espumoso

Parceria entre Brigada Militar e prefeitura no combate de delitos

CRPO CENTRAL Merecido descanso para dois PMs da Brigada de Jari O GPM de Jari, através do seu Cmt, 1º Sgt Julio Cesar Oliveira dos Santos, reconhece o trabalho do 3º Sgt Luis Elbio Barragam e do Sd Mário Ayres dos Santos, que foram transferidos para a Reserva Remunerada. O Sd Sd Ayres Aires, carinhosamente conhecido como ÒSeu JurunaÓ, em alus‰o ao chefe ind™genaMário Juruna, ” amplamente conhecido na regi‰o. Já o Sgt Barragam, 3º Sgt Barragem teve passagem por Ibirubá, Tupanciret‰,prestando servi“os em operações na Capital, sendo figura popular no meio brigadiano.

Sd Lopes vence pesquisa popular como PM Destaque Pesquisas de opini‰o, realizada pelo Instituto de Pesquisa Milenium, apontaram os PMs destaques das cidades de Toropi e Mata. Em Toropi, com 53%, o Sd escolhido foi Carlos Iran Teixeira Lopes. Na cidade de Toropi Sd Lopes foram distribu™dos 70 formulários e a enquete foi realizada entre os dias 14 e 18 de julho, contando com a participa“‰o de diversos segmentos da comunidade. ÒSer escolhido representa o reconhecimento pelos 13 anos que dedicado a BMÓ,disse o sd Lopes. Por sua vez, alcan“ando 46% das prefer’ncias, o S d Jo‰o Ernesto Fores Bayer foi escolhido PM D estaque em Mata. … o segundo ano consecutivo que esse fato acontece. ÒO reconhecimento ” recebido com muita surpresa, pois n‰o desempenho minhas funções pensando em prêmios. Ofereço o diploma à memória do meu pai e da minha m‰e que faleceram neste anoÒ,afirmou o Sd Bayer.

3º Sgt Renato é o novo Cmt da BM na cidade de Mata Desde 6 de agosto, o 3º Sgt Octacilio Renato Oliveira de Mello ” o novo Cmt do 4º GPM de Mata. O Sgt ” natural de S‰o Pedro do Sul e tem 26 anos de BM. Serviu em anos anteriores no 1º RPMon, em Santa Maria, no 3º Esquadrão de 3º Sgt Renato Tupanciret‰,no 3º Pel de São Pedro do Sul, no 4º GPM de Toropi e na BM de Vila Clara. O Cmt afirmou que o relacionamento entre a BM e a comunidade matense ” excelente. A m”dia de ocorr’ncias mensais está em 16. Já sob o seu comando, o s integrantes da BM de Mata participaram da Campanha do Agasalho 2004, tendo arrecadado a quantidade de 251 pe“as de roupas. BAILE – Será realizado no dia 11 de setembro o Baile da Independência no Ginásio Valmir‰o, em S‰o Pedro do Sul. A presidente da entidade ” a Sd Rosimar Machado. O evento ” organizado por integrantes da BM e nele será escolhida a Garota Independ’ncia 2004. A vencedora ganhará um telefone celular.

O trabalho de entidades e grupos de apoio melhora as condições dos apenados do Presídio Estadual de Espumoso. No m’s de setembro, ser‰o realizados cursos de manejo e constru“‰ode estufas, plantio de hortali“as e cultivo de ervas medicinais, desenvolvidos pelo Servi“o Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). De acordo com o administrador-geral, Jocelmar Sonda, estas ações visam momentos de reflex‰oe crescimento em prepara“‰o do indiv™duopreso para o retorno ao conv™vio social. Inclusive, em agosto já houve aulas de qualifica“‰ode m‰o-de-obra em panifica“‰o, desenvolvido pela Emater. ÒEstes cursos servem como profissionaliza“‰oÒ,avaliou Jocelmar. Outra frente de ações contou com o apoio da Secretaria Municipal da Saœde de Espumoso. Foram realizadas palestras com a participa“‰o da nutricionista Mariling Kogler, que falou sobre alimenta“‰o, e da enfermeira Let™cia Ravazio, que palestrou sobre o tabaco. ÒAo to-

Folha Espumosense

Pres™diode Espumoso abriga 55 detentos

tal foram quatro encontros. Os 54 presidiários foram divididos em duas turmas. Falamos sobre os assuntos e abrimos um espa“o para perguntas, onde os presos puderam esclarecer suas dœvidas e compartilharam suas experi’nciasÒ,explicou a nutricionista. O administrador disse que, entre os apoiadores, encontram-se grupos religiosos que participam de um trabalho conjunto de acompanhamento aos presos. O pres™dioainda recebeu seis alunos da Unicruz interessados em pesquisas.

O 16º BPM e a prefeitura de Espumoso estabeleceram parceria referente ‹ aquisi“‰o de um sistema para monitoramento da cidade atrav”s de Sd Márcio c›meras de vigil›ncias, as quais s‰o operadas na Sala de Operações da Cia de Espumoso. Destacam-se na opera“‰oos PMs: 1º Sgt Paulinho Jacques Birgeier e os Sd Jo‰o Henrique Pereira Barboza e Marcio Ravázio de Campos. As c›meras est‰o localizadas em setores estrat”gicos, de forma que permitam uma vigil›ncia constante por parte da Brigada Militar em logradouros e locais pœblicos, sem que se invada a privacidade dos cidad‰os, obtendo uma maior sensa“‰o de seguran“a. O objetivo de utilizar estes equipamentos ” inibir a ocorr’ncia de delitos no munic™pio.

1º Sgt Jacques

Sd Henrique

O sistema ” moderno, com giro de 360 graus das c›meras, zoom de alta capacidade e pr”-programa“‰o de observa“‰o de locais espec™ficos.Informatizado, o sistema possui capacidade de gravação automática de imagens por vários dias. Desta maneira, tamb”m a P ol™cia Civil poderá produzir prova através do resgate de imagens dos arquivos existentes. Conforme o Cmt da 4º Cia de Espumoso, Cap S”rgio Portela da Silva, o sistema ” inovador e a diminui“‰o do nœmero de atendimentos por parte da BM, nos locais de cobertura do monitoramento, ” bastante evidente.


Pág 18 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CRPO FRONTEIRA OESTE

CORREIO BRIGADIANO

Estudantes participam da 2ª edição do Pel Mirim de Alegrete Cuidar da seguran“a pœblica semcipando do Pel Mirim. ÒEles t’m aulas pre foi obriga“‰o da BM. Mas al”m de todos os sábados”, observou o Cap. Segarantir a tranqüilidade nos municípios gundo ele, o bairro ” um dos mais cr™tigaœchos, a corpora“‰o tamb”m vem cos da cidade, uma vez que a BM já redesenvolvendo diversos trabalhos socigistrou delitos praticados por gangues da ais. Em Alegrete, o Pel Mirim ” um dos regi‰o.Este ano, as crian“as marcaram exemplos bem sucedidos de projeto volpresen“a em tr’s eventos. tado para a comunidade escolar . FunNa Semana Municipal do Meio Amdado em 2003 pelo Cmt do Esquadr‰o, biente, os PMs Mirins desenvolveram paCap Orfeu Bag” Marques, o programa in”is nas escolas. Ë Secretaria MuniciOs alunos vestem-se a caráter para desenvolver as atividades do Pel Mirim tem como objetivo orientar os estudanpal de Assist’ncia Social, os alunos entes sobre noções de trânsito, prevenção ao uso Atualmente, 40 alunos da Escola Estadual tregaram alimentos e agasalhos arrecadados no de drogas e relações humanas. Jos” Bonifácio, no bairro Novo Lar, est‰o parti- Dia do Desafio e na Campanha do Agasalho.

BM prendeu 11 pessoas durante patrulhamento

ÒTodos os PMs Mirins vestem a farda da BM, e o trabalho deles se destaca nos eventos em que atuam como parceiros, dando exemplo de eduA audácia dos assaltantes em Alegrete está ca“‰oe voluntariedade a outras crian“asÓ, afir- sendo combatida na mesma medida pela BM. mou, orgulhoso, o Cmt Orfeu. Palco de diversos assaltos a postos de combusPara colocar em prática o trabalho comut™veise a estabelecinitário no munic™pio, a BM disponibilizou quatro mentos comerciais no integrantes do Esquadr‰o. Os instrutores do Pel in™ciodo ano, a cidaMirim são o 1º Sgt Carlos Siqueira Preto e os de passou a ser o alvo Sd Andr”ia Fragoso, Ad‰o dos Santos Miller e preferido dos criminoReni Lara Toscani. A professora Jacira Lobo sos. Para combater a Scarton, que atua na área pedagógica, também a“‰odos assaltantes, 3º Sgt Leon“o refor“a o quarteto. o Cmt do Esquadr‰o local, Cap Orfeu Bag” Marques, intensificou o policiamento no munic™pio. Desde ent‰o, os resultados t’m sido promissores. ÒForam 1 autuações em flagrante durante o patrulhamento normal no primeiro semestreÓ, atestou. Ele recordou dois casos. No dia 23 de junho, o 3º Sgt Jos” Leon“o da Silva Silveira e o Sd Luciano Leite Nunes, depois de receberem uma denœncia, prenderam integrantes de uma quadrilha especializada em arrombamentos de casas. ÒEles recuperaram objetos furtados na noite anterior, toucas usadas para assalto e dois revólveres”, orgulhou-se o Cmt. Dois dias após a prisão dos criminosos, o 1º Sgt Luis Adilon Martins Morales e os Sd Alexandro de Castria Ferreira e Cleber Roberto Veiga Machado prenderam uma dupla que praticava assaltos a postos de combust™veis.Um dos integrantes da quadrilha cumpria pena em regime semi-aberto no sistema penitenciário. Segundo o Cap Orfeu, a presen“a constante dos PMs nas ruas t’m sido positiva, uma vez que as ocorr’ncias de assalto, arrombamentos a resid’ncias, estabelecimentos comerciais e escolas pœblicas reduziram 50%.

ESQD intensifica policiamento e desenvolve Proerd

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Mais de mil crianças já passaram pelo Proerd em Alegrete

Evitar a aproxima“‰o dos adolescentes com as drogas. Esta tem sido a principal tarefa da BM de Alegrete. Al”m de estar desenvolvendo o Programa Educacional de Resist’ncia ‹ V iol’ncia e ‹s Drogas (Proerd), o Esquadr‰o tamb”m intensificou o policiamento nas ruas da cidade. A partir do patrulhamento ostensivo, os PM pretendem apertar o cerco aos traficantes e aos usuários de drogas. Coordenado pelos 1º Sgt Cláudio Roberto Sauceda e Carlos Siqueira Preto, que tamb”m fazem parte do Conselho Municipal Antidrogas (Comad), o Proerd está atendendo a 290 estudantes de seis escolas do munic™pio.A formatura do curso, que já habilitou mais de mil alunos desde a sua implanta“‰o, será realizada em setembro e novembro. No que diz respeito ao combate aos traficantes, a BM vem desenvolvendo diariamente a patrulha ostensiva. ÒTamb”m fazemos operações especiais nas áreas de maior conflito duas vezes por m’sÓ, ressaltou o Cmt, Cap Orfeu Bag” Marques. As ações são realizadas em parceria com o Conselho Tutelar e Minist”rio Pœblico. DROGAS – Foi realizada no mês junho, em Alegrete, a V Semana Municipal de Preven“‰o ‹s Drogas. Com a participação dos 1º Sgt Cláudio Roberto Sauceda e Carlos Siqueira Preto, que representaram o Comad, o evento foi organizado pela C›mara Municipal e a Secretaria Municipal de Educa“‰o, teve palestras.

CRPO FRONTEIRA OESTE

CORREIO BRIGADIANO

Ten Cel Lauro Binsfeld recebe título de cidadão Santanense

BM de Livramento intensifica fiscalização com operação contenção

Em sess‰o solene na C›mara Municipal Em 1978, o Ten Cel Binsfeld chegou em de Santana do Livramento, o chefe do Estado Santana do Livramento para desempenhar a funMaior do CRPO Fronteira Daniel Badra/A Plat”ia “‰ode Asp Of no 2º RPOeste, Ten Cel Lauro Mon e desde ent‰o, emBinsfeld, foi destacado bora por alguns per™opela comunidade com a dos tenha se afastado indica“‰o do vereador por motivo de transfePaulo Guilherme Rego r’ncia, dedicou a maior Costa, como Cidad‰o parte de seu trabalho ao Santanense Honorário.. munic™pio.Ainda ” um De acordo com o vedos grandes incentivareador, o titulo foi concedidores da campanha do do em reconhecimento Natal do Amor, realizapelo amor que o T en Cel da em Santana doLivraBinsfeld tem pela cidade mento com o objetivo de conhecida como Fronteira ajudar a popula“‰o caVereador Paulo entrega homenagem ao Ten Cel Binsfeld da Paz. ÒEle nunca mediu rente ocal. esfor“os para o desempenho de suas funções, Durante a solenidade de entrega do t™tulo, buscando sempre alternativas no sentido de que estiveram presentes familiares, amigos, autorio policiamento ostensivo fosse realizado da me- dades, oficiais e pra“as do comando Regional lhor forma poss™velÓ, frisou o vereador . Fronteira Oeste e do 2º RPMon.

A BM de Santana do Livramento realizou guarni“‰ode servi“o e de diversos setores da uma opera“‰o de conten“‰o atrav”s de bar- subárea de a“‰o, movimentamos as viaturas empregadas no turreiras para controle no de servi“o, sendo tr›nsito e inspedo que cada viatuções-rel›mpago a ra, em um sistema usuários do transporde rod™zio e com te coletivo e nas ruas sua guarni“‰o, sem e avenidas da cidade. desarticular o poliA opera“‰o visa ciamento da cidao recolhimento de arde, abordam assim mas e combate ao consumo de drogas, BM intensifica fiscaliza“‰o atrav”s de opera“‰o de conten“‰o os ve™culos e indiv™duosdurante os com base na legislaturno de servi“oÒ, explica o Cmt “‰o federal e ainda oportuniza um dinamisO Ten Cel Alves afirmou ainda que al” m mo no policiamento ostensivo do 2º RPMon. De acordo com o Cmt do 2º RPMon, Ten do controle quanto ‹s exig’ncias da legislaCel Edson Pereira Alves, essas operações “‰o de trânsito, essas operações propiciam uma maior sensa“‰o de seguran“a ‹ comunis‰orealizadas com base em estudos principalmente sobre os ™ndices de ocorr’ncia de dade, coibindo furtos d e ve™culos e‹ s resid’ncias, bem como a busca de armas de fogo crimes em todas as áreas. ÒAtrav”s de abordagens rápidas, com a e o combate ao tráfico de drogas.

2º RPMon passa ao comando do Ten Cel Alves

Ten Cel Edson assume comando do 2º RPMon

O Ten Cel Edson Ferreira Alves ” o novo Cmt do 2º RPMon. A unidade é responsável pela manuten“‰o da ordem e seguran“a ostensiva, bem como a integra“‰o da BM com a comunidade em oito munic™pios da Fronteira Oeste: Santana do Livramento, Quaraí, Rosário do Sul, S‰o Gabriel, Alegrete, Manoel Viana, Santa Margarida do Sul e Vila Nova do Sul. O ato solene aconteceu no dia 27 de julho, no próprio regimento, contando com a presen“a de autoridades civis e militares brasileiras e estrangeiras. O Ten Cel Alves ” natural de Santana do Livramento, tendo servido em anos anteriores no 2º RPMon, onde deu início ao seu oficialato. Antes de assumir a nova fun“‰o, ele comandava o Batalh‰o de Pol™cia Ambiental, sediado em Porto Alegre.

Encontro planeja ações para reduzir índices criminais No Campo de T reinamento de Patrulhamento Rural da BM, nos Cerros Verdes, na zona rural de Santana do Livramento, aconteceu o 1º Encontro Regional do Grupo Institucional, que é destinado a planejar ações com vistas à diminui“‰odos ™ndices da criminalidade na zona rural, bem como os crimes contra a saœde pœblica e a economia popular. De acordo com o chefe do Estado Maior do CRPO Fronteira Oeste, Ten Cel Lauro Binsfeld, o encontro ” destinado a qualificar os componentes das secretarias do Estado e munic™pios, a fim de harmonizarem as ações integradas, possibilitando ainda a troca de experi’ncias e conhecimentos dentro das competências legais de cada órgão participante dos treinamentos. APREENSÌO – Próximo a Rosário do Sul, durante uma opera“‰o de rotina, a PRF de Livramento apreendeu 164 caixas de cigarro da marca Rodeo, fabricado no Paraguai. O contrabando entrou ilegalmente no Brasil escondidas no fundo falso de um caminh‰o Mercedes Bens, Modelo L1513, que foi apreendido.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 15

Legislativo presta homenagem ao Cap Giovanni

Vereador entrega a Medalha Davi Canabarro ao Cap

O Legislativo santanense homenageouÊ o Cap Giovanni Rodrigues Barros com a MedalhaÊDavi Canabarro, que ” conferidaÊ ‹s pessoas que se destacaram pelo elevado esp™rito de patriotismo no desempenhoÊ de suas funções. De acordo o vereador Jõao Maria Nogueira de Moura, o CapÊ Giovanni deu uma demonstra“‰oÊÊde coragemÊ e civismo, ÊÊquandoÊ os sem-terra tentaram invadir a ag’ncia local do Banco do Brasil, pondo em risco a própriaÊ vida no cumprimento de sua miss‰o de policial militar.


Pág 16 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

CRPO CENTRAL

PMs protegem escolas de Santa Maria Policiamento com bicicletas é atração no bairro Camobi Fotos Charles Guerra

O Programa PM residente, que atende 13 escolas em Santa Maria, tem sido uma solu“‰o para o problema dos assaltos nas instituições de ensino. Iniciado há oito anos na cidade, o programa permite que PMs morem em casas constru™dasnas escolas. Os PMs que participam do programa n‰o ficam fixos nos estabelecimentos, pois realizam o trabalho normal da BM durante o dia, cuidando das escolas ‹ noite e nos dias de folga. O programa está em funci3º Sgt Vitor Almada ” residente da …rico Ver™ssimo onamento nas escolas C™cero Barreto, Marieta D’Ambrósio, …rico Ver™ssimo,Olavo Bilac, Irm‰o don, Rômulo Zanchi, João Belém e Paulo LauJos” Otão, Celina de Moraes, Reinaldo Cóser, da, onde os casos de arrombamento e vandaPadre Caetano, Walter Jobim, Marechal Ronlismo foram praticamente erradicados.

A BM de Santa Maria está desenvolvendo, no bairro Camobi, um tipo de policiamento que tem despertado a curiosidade da popula“‰o. Há cerca de quatro meses dois PMs fazem rondas no bairro utilizando bicicletas. De acordo com o Cmt do 1º Pel do 4º Esqd do 1º RPMon, Cap Rafael Gon“alves Pereira, a grande vantagem deste tipo de policiamento ” a proximidade entre os PMs e a comunidade. ÒDevido ‹ grande aproxima“‰o com a comunidade, os PMs auxiliam o comando do Esqd a confeccionar o planejamento do policiamento ostensivo, reduzindo consideravelmente o nœmero de ocorr’nciasÓ, afirmou o Cap Rafael. O policia-

e n‰o utilizam combust™velÓ, explicou o Cmt. Atualmente, o patrulhamento ” feito por dois PMs temporários, que receberam instruções de ataque e defesa com as bicicletas, bem como orientações sobre o policiamento comunitário. ÒOsPMs precisam ter uma ótima condição física para fazer este tipo de policiamentoÓ, ressaltou o Cap. Segundo ele, os PMs chegam a rodar 10 quilômetros a cada turno de seis horas. O bairro Camobi fica na zona Leste de SanPMs ciclistas chegam a pedalar 10 Km/dia mento com bicicletas tamb”m propicia aos PMs ta Maria, possuindo cerca de 30 mil habitantes uma maior mobilidade e ampliação da área de e 13 parques residenciais. Nele, est‰o situadas atua“‰o,al”m de reduzir custos. ÒAs bicicletas oito agências bancárias, o que faz com que o possuem um custo baix™ssimo de manuten“‰o policiamento se concentre no horário bancário.

3º Sgt Charão é o novo Cmt do PRE de Novos Cabrais O 3º Sgt George Luiz Charão Pereira assumiu, no dia 25 de junho, o comando do GPRv de Novos Cabrais. O Sgt está substituindo o 1º Sgt Ilton dos Santos Duarte, que comandou a unidade durante tr’s anos. O GPRv de Novos Ca3º Sgt Char‰o brais executa o policiamento rodoviário em 14 rodovias, abrangendo 402 quilômetros de estradas em 13 cidades. A unidade pertence ao 1º Pel da 3ª Cia PRv, que tem sede no munic™pio de Santa Maria.

CRPO PLANALTO Quatro viaturas novas para a BM da cidade de Erechim

Novas viaturar para refor“ar no policiamento

O 13º BPM recebeu quatro novas viaturas para o policiamento ostensivo na cidade de Erechim. As viaturas foram adquiridas com verba do Plano Nacional de Seguran“a em virtude do alto ™ndice de criminalidade ocorridos no ano de 2002 no munic™pio. Mesmo com os ™ndicesde criminalidade controlados e dentro dos padrões da normalidade, o Cmt do 13º BPM, Ten Cel Eli Tadeu Dal Bosco, declarou que as viaturas trazem enormes benef™cios para as atividades operacionais o que irá se refletir nos ™ndices de ocorr’ncias policiais.

13º BPM realiza operação para coibir infrações

Morre Cel Silveira, um dos heróis da Revolução de 1932 A Brigada Militar de Erechim realizou a ÒOpera“‰oBarreirasÓ nos principais pontos da área urbana dos 30 municípios daÊ área de ação. Al”m do efetivo normal do policiamento, houve o refor“o do efetivo administrativo das OPMs. De acordo com o Cmt do 13º BPM, Ten Cel Eli Tadeu Dal Bosco, a opera“‰o tem aÊ finalidade de coibir infrações diversas, em especial o furto e roubo de ve™culos e a localiza“‰o de foragidos da Justi“a, armas ilegais e drogas conduzidas em ve™culos automotores. ÒOs resultados alcan“ados s‰o contabilizados pelos ve™culos apreendidos ou autuados e, principalmente, pelo nœmero de ocorr’ncias policiais que diminuiu no per™odo, fruto da visibilidade da a“‰o dos PMsÒ, enfatizou o Cmt.

BOE realiza semana da solidariedade em seu aniversário

Policiais militares apostam na Lei do Desarmamento

Crian“as foram beneficiadas pelo BOE-SM

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Efetivo da 1ª Cia do 13º BPM realiza fiscalização

O Cel RR Jos” Luiz Silveira morreu, no dia 13 de julho, v™tima de um c›ncer na bexiga. O Cel era um dos únicos heróis vivos da revolu“‰o constitucionalista de 1932 e era um cidad‰omuito querido pela comunidade de Santa Maria. Após a sua reforma como brigadiano, Silveira dedicou-se a escrever as suas memórias, tornando-se escritor aos 70 anos de idade. O Cel, que fazia quest‰o de receber em sua casa estudantes e pesquisadores para dividir com eles as suas memórias, escreveu oito obras e teve participação em mais 15 publicações. Além de escritor e herói da história gaúcha, Silveiratamb”m foi fundador da Loja Maçônica Rui Barbosa 3º e membro do Instituto Histórico do Rio Grande do Sul. O sepultamento do Cel aconteceu no Cemit”rio Ecum’nico Municipal.

Em comemoração ao quarto aniversário, o Batalh‰ode Operações Especiais (BOE), de Santa Maria, promoveu uma série de ações sociais em escolas, creches, instituições comunitárias e bairros do munic™pio. Os policiais militares realizaram reformas nos pr”dios das instituições, distribu™ram lanches para as crian“as e agasalhos para as fam™lias carentes residentes em áreas periféricas da cidade. As atividades iniciaram em 27 de julho e encerraram no dia 4 de agosto, data do aniversário da unidade. O BOE-SM igualmente obteve apoio de empresários locais e cada policial militar doou um dia de servi“o para trabalhar nas reformas.

Armas que o 13º BPM recebeu da comunidade

Desde o início do mês de agosto, o 13º BPM recebe, em Erechim, armas da comunidade a fim de se cumprir os dispositivos da Lei do Desarmamento. O Cmt do 13º BPM, Ten Cel Eli Tadeu Dal Bosco, revelou que os moradores da regi‰o Norte do Estado tinham que se deslocar a Passo Fundo, na sede da Pol™cia Federal, para viabilizar a entrega das armas, o que retirava a motiva“‰o dos populares em se desfazer do armamento. Para entregar as armas o cidad‰o deve retirar no quartel do 13º BPM autorização para deslocar com a arma, onde será preenchido um formulário, que indicará a conta para receber o valor relativo a arma, pago pelo governo federal.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 17

CORREIO BRIGADIANO

ATT de Erechim é um dos recursos na prevenção contra incêndios

Realizada prisão PC resolve dois casos de homicídio em ação conjunta entre a BM e a PC no município

Os integrantes da Assessoria de Análise T”cnica do Corpo de Bombeiros (AAT) realizam inspe“‰o anual nos pr”dios considerados de risco grande e m”dio e a cada dois anos nos pr”dios de risco pequeno. O 1º Sgt Oradi Boei1º Sgt Oradi ra, respondendo pela fun“‰o de 1» Ten, ” o chefe da AAT. A assessoria é um dos órgãos integrantes do Corpo de Bombeiros, responsável pelo recebimento, protocolo, arquivamente, distribui“‰o dos PPCI para exame,Ê inspe“‰o, elabora“‰o de documentos t”cnicos de preven“‰ocontra inc’ndio e assessoramento aoÊ respectivo Cmt nos assuntos relativos ‹ s a“ ões preventivas na cidade. De acordo com o Cmt do Corpo de Bombeiros de Erechim, Cap Alexandre Pires Bit-

No penœltimo final de semana do m’s de agosto aconteceram dois homic™dios em Erechim. Os casos foram rapidamente elucidados em virtude de investigações levadas a efeito pela equipe da 2»Delegacia do munic™pio.Um cidad‰o Paulo Xavier Pereira matou seu primo de 20 anos. O outro caso foi de um indiv™duo, que assassinou um homem de 41 anos de idade. De acordo com o delegado Paulo Xavier Pereira, n‰o foi medido esfor“os para a realiza“‰o de dilig’ncias imediatas aos fatos, pois foram alertados pelo plant‰o policial sobre as ocorr’ncias, logo passando a trabalhar nas investigações que, de in™cio, tinham suas autorias e circunst›ncias totalmente desconhecidas. ÒToda a equipe demostrou o verdadeiro esp™rito policial e elucidou os homic™diosÒ, frisou.

tencourt, este ” um dos trabalhos de ponta do CB. Segundo ele, a ATT ” uma se“‰o fundamental, pois planeja, estuda, analisa, aprova vistorias e fiscaliza todas as atividades, instalações e equipamentos de preven“‰o e prote“‰ocontra inc’ndios e outros sinistros na sua área de a“‰o.ÒInspecionamos os pr”dios com instalações comerciais, industriais, de diversões pœblicas e edif™cios residenciais com mais de uma economia e mais de um pavimentoÒ,explica o 1º Sgt Oradi.

Cap Bittencourt disse que AAT auxilia na preven“‰o

O 13º BPM, atrav”s do trabalho do efetivo da Cia de Getœlio Vargas, com o apoio de guarnições de Erechim, e em conjunto com a Pol™cia Civil, desenvolveu opera“‰ode cumprimento de diversos mandados de busca e apreens‰o.Na opera“‰o foram apreendidas duas espingar- Gerson Avelino Cavedine das com canos serrados, calibres 24 e 28, um revólver calibre 38 furtado e farta muni“‰o.Houve a pris‰ode duas pessoas em flagrante, uma delas adolescente, envolvidas em vários delitos na cidade, entre os quais duas tentativas de homic™dio. O delegado Gerson Avelino Cavedine Fraga, acrescentou que em Getœlio Vargas os mandados de busca e apreens‰o,em sua maioria, s‰o cumpridos com a participa“‰o de policias civis e militares, demonstrando forte integra“‰o entre a Pol™cia Civil e a Brigada Militar.


Pág 16 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

CRPO CENTRAL

PMs protegem escolas de Santa Maria Policiamento com bicicletas é atração no bairro Camobi Fotos Charles Guerra

O Programa PM residente, que atende 13 escolas em Santa Maria, tem sido uma solu“‰o para o problema dos assaltos nas instituições de ensino. Iniciado há oito anos na cidade, o programa permite que PMs morem em casas constru™dasnas escolas. Os PMs que participam do programa n‰o ficam fixos nos estabelecimentos, pois realizam o trabalho normal da BM durante o dia, cuidando das escolas ‹ noite e nos dias de folga. O programa está em funci3º Sgt Vitor Almada ” residente da …rico Ver™ssimo onamento nas escolas C™cero Barreto, Marieta D’Ambrósio, …rico Ver™ssimo,Olavo Bilac, Irm‰o don, Rômulo Zanchi, João Belém e Paulo LauJos” Otão, Celina de Moraes, Reinaldo Cóser, da, onde os casos de arrombamento e vandaPadre Caetano, Walter Jobim, Marechal Ronlismo foram praticamente erradicados.

A BM de Santa Maria está desenvolvendo, no bairro Camobi, um tipo de policiamento que tem despertado a curiosidade da popula“‰o. Há cerca de quatro meses dois PMs fazem rondas no bairro utilizando bicicletas. De acordo com o Cmt do 1º Pel do 4º Esqd do 1º RPMon, Cap Rafael Gon“alves Pereira, a grande vantagem deste tipo de policiamento ” a proximidade entre os PMs e a comunidade. ÒDevido ‹ grande aproxima“‰o com a comunidade, os PMs auxiliam o comando do Esqd a confeccionar o planejamento do policiamento ostensivo, reduzindo consideravelmente o nœmero de ocorr’nciasÓ, afirmou o Cap Rafael. O policia-

e n‰o utilizam combust™velÓ, explicou o Cmt. Atualmente, o patrulhamento ” feito por dois PMs temporários, que receberam instruções de ataque e defesa com as bicicletas, bem como orientações sobre o policiamento comunitário. ÒOsPMs precisam ter uma ótima condição física para fazer este tipo de policiamentoÓ, ressaltou o Cap. Segundo ele, os PMs chegam a rodar 10 quilômetros a cada turno de seis horas. O bairro Camobi fica na zona Leste de SanPMs ciclistas chegam a pedalar 10 Km/dia mento com bicicletas tamb”m propicia aos PMs ta Maria, possuindo cerca de 30 mil habitantes uma maior mobilidade e ampliação da área de e 13 parques residenciais. Nele, est‰o situadas atua“‰o,al”m de reduzir custos. ÒAs bicicletas oito agências bancárias, o que faz com que o possuem um custo baix™ssimo de manuten“‰o policiamento se concentre no horário bancário.

3º Sgt Charão é o novo Cmt do PRE de Novos Cabrais O 3º Sgt George Luiz Charão Pereira assumiu, no dia 25 de junho, o comando do GPRv de Novos Cabrais. O Sgt está substituindo o 1º Sgt Ilton dos Santos Duarte, que comandou a unidade durante tr’s anos. O GPRv de Novos Ca3º Sgt Char‰o brais executa o policiamento rodoviário em 14 rodovias, abrangendo 402 quilômetros de estradas em 13 cidades. A unidade pertence ao 1º Pel da 3ª Cia PRv, que tem sede no munic™pio de Santa Maria.

CRPO PLANALTO Quatro viaturas novas para a BM da cidade de Erechim

Novas viaturar para refor“ar no policiamento

O 13º BPM recebeu quatro novas viaturas para o policiamento ostensivo na cidade de Erechim. As viaturas foram adquiridas com verba do Plano Nacional de Seguran“a em virtude do alto ™ndice de criminalidade ocorridos no ano de 2002 no munic™pio. Mesmo com os ™ndicesde criminalidade controlados e dentro dos padrões da normalidade, o Cmt do 13º BPM, Ten Cel Eli Tadeu Dal Bosco, declarou que as viaturas trazem enormes benef™cios para as atividades operacionais o que irá se refletir nos ™ndices de ocorr’ncias policiais.

13º BPM realiza operação para coibir infrações

Morre Cel Silveira, um dos heróis da Revolução de 1932 A Brigada Militar de Erechim realizou a ÒOpera“‰oBarreirasÓ nos principais pontos da área urbana dos 30 municípios daÊ área de ação. Al”m do efetivo normal do policiamento, houve o refor“o do efetivo administrativo das OPMs. De acordo com o Cmt do 13º BPM, Ten Cel Eli Tadeu Dal Bosco, a opera“‰o tem aÊ finalidade de coibir infrações diversas, em especial o furto e roubo de ve™culos e a localiza“‰o de foragidos da Justi“a, armas ilegais e drogas conduzidas em ve™culos automotores. ÒOs resultados alcan“ados s‰o contabilizados pelos ve™culos apreendidos ou autuados e, principalmente, pelo nœmero de ocorr’ncias policiais que diminuiu no per™odo, fruto da visibilidade da a“‰o dos PMsÒ, enfatizou o Cmt.

BOE realiza semana da solidariedade em seu aniversário

Policiais militares apostam na Lei do Desarmamento

Crian“as foram beneficiadas pelo BOE-SM

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Efetivo da 1ª Cia do 13º BPM realiza fiscalização

O Cel RR Jos” Luiz Silveira morreu, no dia 13 de julho, v™tima de um c›ncer na bexiga. O Cel era um dos únicos heróis vivos da revolu“‰o constitucionalista de 1932 e era um cidad‰omuito querido pela comunidade de Santa Maria. Após a sua reforma como brigadiano, Silveira dedicou-se a escrever as suas memórias, tornando-se escritor aos 70 anos de idade. O Cel, que fazia quest‰o de receber em sua casa estudantes e pesquisadores para dividir com eles as suas memórias, escreveu oito obras e teve participação em mais 15 publicações. Além de escritor e herói da história gaúcha, Silveiratamb”m foi fundador da Loja Maçônica Rui Barbosa 3º e membro do Instituto Histórico do Rio Grande do Sul. O sepultamento do Cel aconteceu no Cemit”rio Ecum’nico Municipal.

Em comemoração ao quarto aniversário, o Batalh‰ode Operações Especiais (BOE), de Santa Maria, promoveu uma série de ações sociais em escolas, creches, instituições comunitárias e bairros do munic™pio. Os policiais militares realizaram reformas nos pr”dios das instituições, distribu™ram lanches para as crian“as e agasalhos para as fam™lias carentes residentes em áreas periféricas da cidade. As atividades iniciaram em 27 de julho e encerraram no dia 4 de agosto, data do aniversário da unidade. O BOE-SM igualmente obteve apoio de empresários locais e cada policial militar doou um dia de servi“o para trabalhar nas reformas.

Armas que o 13º BPM recebeu da comunidade

Desde o início do mês de agosto, o 13º BPM recebe, em Erechim, armas da comunidade a fim de se cumprir os dispositivos da Lei do Desarmamento. O Cmt do 13º BPM, Ten Cel Eli Tadeu Dal Bosco, revelou que os moradores da regi‰o Norte do Estado tinham que se deslocar a Passo Fundo, na sede da Pol™cia Federal, para viabilizar a entrega das armas, o que retirava a motiva“‰o dos populares em se desfazer do armamento. Para entregar as armas o cidad‰o deve retirar no quartel do 13º BPM autorização para deslocar com a arma, onde será preenchido um formulário, que indicará a conta para receber o valor relativo a arma, pago pelo governo federal.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 17

CORREIO BRIGADIANO

ATT de Erechim é um dos recursos na prevenção contra incêndios

Realizada prisão PC resolve dois casos de homicídio em ação conjunta entre a BM e a PC no município

Os integrantes da Assessoria de Análise T”cnica do Corpo de Bombeiros (AAT) realizam inspe“‰o anual nos pr”dios considerados de risco grande e m”dio e a cada dois anos nos pr”dios de risco pequeno. O 1º Sgt Oradi Boei1º Sgt Oradi ra, respondendo pela fun“‰o de 1» Ten, ” o chefe da AAT. A assessoria é um dos órgãos integrantes do Corpo de Bombeiros, responsável pelo recebimento, protocolo, arquivamente, distribui“‰o dos PPCI para exame,Ê inspe“‰o, elabora“‰o de documentos t”cnicos de preven“‰ocontra inc’ndio e assessoramento aoÊ respectivo Cmt nos assuntos relativos ‹ s a“ ões preventivas na cidade. De acordo com o Cmt do Corpo de Bombeiros de Erechim, Cap Alexandre Pires Bit-

No penœltimo final de semana do m’s de agosto aconteceram dois homic™dios em Erechim. Os casos foram rapidamente elucidados em virtude de investigações levadas a efeito pela equipe da 2»Delegacia do munic™pio.Um cidad‰o Paulo Xavier Pereira matou seu primo de 20 anos. O outro caso foi de um indiv™duo, que assassinou um homem de 41 anos de idade. De acordo com o delegado Paulo Xavier Pereira, n‰o foi medido esfor“os para a realiza“‰o de dilig’ncias imediatas aos fatos, pois foram alertados pelo plant‰o policial sobre as ocorr’ncias, logo passando a trabalhar nas investigações que, de in™cio, tinham suas autorias e circunst›ncias totalmente desconhecidas. ÒToda a equipe demostrou o verdadeiro esp™rito policial e elucidou os homic™diosÒ, frisou.

tencourt, este ” um dos trabalhos de ponta do CB. Segundo ele, a ATT ” uma se“‰o fundamental, pois planeja, estuda, analisa, aprova vistorias e fiscaliza todas as atividades, instalações e equipamentos de preven“‰o e prote“‰ocontra inc’ndios e outros sinistros na sua área de a“‰o.ÒInspecionamos os pr”dios com instalações comerciais, industriais, de diversões pœblicas e edif™cios residenciais com mais de uma economia e mais de um pavimentoÒ,explica o 1º Sgt Oradi.

Cap Bittencourt disse que AAT auxilia na preven“‰o

O 13º BPM, atrav”s do trabalho do efetivo da Cia de Getœlio Vargas, com o apoio de guarnições de Erechim, e em conjunto com a Pol™cia Civil, desenvolveu opera“‰ode cumprimento de diversos mandados de busca e apreens‰o.Na opera“‰o foram apreendidas duas espingar- Gerson Avelino Cavedine das com canos serrados, calibres 24 e 28, um revólver calibre 38 furtado e farta muni“‰o.Houve a pris‰ode duas pessoas em flagrante, uma delas adolescente, envolvidas em vários delitos na cidade, entre os quais duas tentativas de homic™dio. O delegado Gerson Avelino Cavedine Fraga, acrescentou que em Getœlio Vargas os mandados de busca e apreens‰o,em sua maioria, s‰o cumpridos com a participa“‰o de policias civis e militares, demonstrando forte integra“‰o entre a Pol™cia Civil e a Brigada Militar.


Pág 18 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CRPO FRONTEIRA OESTE

CORREIO BRIGADIANO

Estudantes participam da 2ª edição do Pel Mirim de Alegrete Cuidar da seguran“a pœblica semcipando do Pel Mirim. ÒEles t’m aulas pre foi obriga“‰o da BM. Mas al”m de todos os sábados”, observou o Cap. Segarantir a tranqüilidade nos municípios gundo ele, o bairro ” um dos mais cr™tigaœchos, a corpora“‰o tamb”m vem cos da cidade, uma vez que a BM já redesenvolvendo diversos trabalhos socigistrou delitos praticados por gangues da ais. Em Alegrete, o Pel Mirim ” um dos regi‰o.Este ano, as crian“as marcaram exemplos bem sucedidos de projeto volpresen“a em tr’s eventos. tado para a comunidade escolar . FunNa Semana Municipal do Meio Amdado em 2003 pelo Cmt do Esquadr‰o, biente, os PMs Mirins desenvolveram paCap Orfeu Bag” Marques, o programa in”is nas escolas. Ë Secretaria MuniciOs alunos vestem-se a caráter para desenvolver as atividades do Pel Mirim tem como objetivo orientar os estudanpal de Assist’ncia Social, os alunos entes sobre noções de trânsito, prevenção ao uso Atualmente, 40 alunos da Escola Estadual tregaram alimentos e agasalhos arrecadados no de drogas e relações humanas. Jos” Bonifácio, no bairro Novo Lar, est‰o parti- Dia do Desafio e na Campanha do Agasalho.

BM prendeu 11 pessoas durante patrulhamento

ÒTodos os PMs Mirins vestem a farda da BM, e o trabalho deles se destaca nos eventos em que atuam como parceiros, dando exemplo de eduA audácia dos assaltantes em Alegrete está ca“‰oe voluntariedade a outras crian“asÓ, afir- sendo combatida na mesma medida pela BM. mou, orgulhoso, o Cmt Orfeu. Palco de diversos assaltos a postos de combusPara colocar em prática o trabalho comut™veise a estabelecinitário no munic™pio, a BM disponibilizou quatro mentos comerciais no integrantes do Esquadr‰o. Os instrutores do Pel in™ciodo ano, a cidaMirim são o 1º Sgt Carlos Siqueira Preto e os de passou a ser o alvo Sd Andr”ia Fragoso, Ad‰o dos Santos Miller e preferido dos criminoReni Lara Toscani. A professora Jacira Lobo sos. Para combater a Scarton, que atua na área pedagógica, também a“‰odos assaltantes, 3º Sgt Leon“o refor“a o quarteto. o Cmt do Esquadr‰o local, Cap Orfeu Bag” Marques, intensificou o policiamento no munic™pio. Desde ent‰o, os resultados t’m sido promissores. ÒForam 1 autuações em flagrante durante o patrulhamento normal no primeiro semestreÓ, atestou. Ele recordou dois casos. No dia 23 de junho, o 3º Sgt Jos” Leon“o da Silva Silveira e o Sd Luciano Leite Nunes, depois de receberem uma denœncia, prenderam integrantes de uma quadrilha especializada em arrombamentos de casas. ÒEles recuperaram objetos furtados na noite anterior, toucas usadas para assalto e dois revólveres”, orgulhou-se o Cmt. Dois dias após a prisão dos criminosos, o 1º Sgt Luis Adilon Martins Morales e os Sd Alexandro de Castria Ferreira e Cleber Roberto Veiga Machado prenderam uma dupla que praticava assaltos a postos de combust™veis.Um dos integrantes da quadrilha cumpria pena em regime semi-aberto no sistema penitenciário. Segundo o Cap Orfeu, a presen“a constante dos PMs nas ruas t’m sido positiva, uma vez que as ocorr’ncias de assalto, arrombamentos a resid’ncias, estabelecimentos comerciais e escolas pœblicas reduziram 50%.

ESQD intensifica policiamento e desenvolve Proerd

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Mais de mil crianças já passaram pelo Proerd em Alegrete

Evitar a aproxima“‰o dos adolescentes com as drogas. Esta tem sido a principal tarefa da BM de Alegrete. Al”m de estar desenvolvendo o Programa Educacional de Resist’ncia ‹ V iol’ncia e ‹s Drogas (Proerd), o Esquadr‰o tamb”m intensificou o policiamento nas ruas da cidade. A partir do patrulhamento ostensivo, os PM pretendem apertar o cerco aos traficantes e aos usuários de drogas. Coordenado pelos 1º Sgt Cláudio Roberto Sauceda e Carlos Siqueira Preto, que tamb”m fazem parte do Conselho Municipal Antidrogas (Comad), o Proerd está atendendo a 290 estudantes de seis escolas do munic™pio.A formatura do curso, que já habilitou mais de mil alunos desde a sua implanta“‰o, será realizada em setembro e novembro. No que diz respeito ao combate aos traficantes, a BM vem desenvolvendo diariamente a patrulha ostensiva. ÒTamb”m fazemos operações especiais nas áreas de maior conflito duas vezes por m’sÓ, ressaltou o Cmt, Cap Orfeu Bag” Marques. As ações são realizadas em parceria com o Conselho Tutelar e Minist”rio Pœblico. DROGAS – Foi realizada no mês junho, em Alegrete, a V Semana Municipal de Preven“‰o ‹s Drogas. Com a participação dos 1º Sgt Cláudio Roberto Sauceda e Carlos Siqueira Preto, que representaram o Comad, o evento foi organizado pela C›mara Municipal e a Secretaria Municipal de Educa“‰o, teve palestras.

CRPO FRONTEIRA OESTE

CORREIO BRIGADIANO

Ten Cel Lauro Binsfeld recebe título de cidadão Santanense

BM de Livramento intensifica fiscalização com operação contenção

Em sess‰o solene na C›mara Municipal Em 1978, o Ten Cel Binsfeld chegou em de Santana do Livramento, o chefe do Estado Santana do Livramento para desempenhar a funMaior do CRPO Fronteira Daniel Badra/A Plat”ia “‰ode Asp Of no 2º RPOeste, Ten Cel Lauro Mon e desde ent‰o, emBinsfeld, foi destacado bora por alguns per™opela comunidade com a dos tenha se afastado indica“‰o do vereador por motivo de transfePaulo Guilherme Rego r’ncia, dedicou a maior Costa, como Cidad‰o parte de seu trabalho ao Santanense Honorário.. munic™pio.Ainda ” um De acordo com o vedos grandes incentivareador, o titulo foi concedidores da campanha do do em reconhecimento Natal do Amor, realizapelo amor que o T en Cel da em Santana doLivraBinsfeld tem pela cidade mento com o objetivo de conhecida como Fronteira ajudar a popula“‰o caVereador Paulo entrega homenagem ao Ten Cel Binsfeld da Paz. ÒEle nunca mediu rente ocal. esfor“os para o desempenho de suas funções, Durante a solenidade de entrega do t™tulo, buscando sempre alternativas no sentido de que estiveram presentes familiares, amigos, autorio policiamento ostensivo fosse realizado da me- dades, oficiais e pra“as do comando Regional lhor forma poss™velÓ, frisou o vereador . Fronteira Oeste e do 2º RPMon.

A BM de Santana do Livramento realizou guarni“‰ode servi“o e de diversos setores da uma opera“‰o de conten“‰o atrav”s de bar- subárea de a“‰o, movimentamos as viaturas empregadas no turreiras para controle no de servi“o, sendo tr›nsito e inspedo que cada viatuções-rel›mpago a ra, em um sistema usuários do transporde rod™zio e com te coletivo e nas ruas sua guarni“‰o, sem e avenidas da cidade. desarticular o poliA opera“‰o visa ciamento da cidao recolhimento de arde, abordam assim mas e combate ao consumo de drogas, BM intensifica fiscaliza“‰o atrav”s de opera“‰o de conten“‰o os ve™culos e indiv™duosdurante os com base na legislaturno de servi“oÒ, explica o Cmt “‰o federal e ainda oportuniza um dinamisO Ten Cel Alves afirmou ainda que al” m mo no policiamento ostensivo do 2º RPMon. De acordo com o Cmt do 2º RPMon, Ten do controle quanto ‹s exig’ncias da legislaCel Edson Pereira Alves, essas operações “‰o de trânsito, essas operações propiciam uma maior sensa“‰o de seguran“a ‹ comunis‰orealizadas com base em estudos principalmente sobre os ™ndices de ocorr’ncia de dade, coibindo furtos d e ve™culos e‹ s resid’ncias, bem como a busca de armas de fogo crimes em todas as áreas. ÒAtrav”s de abordagens rápidas, com a e o combate ao tráfico de drogas.

2º RPMon passa ao comando do Ten Cel Alves

Ten Cel Edson assume comando do 2º RPMon

O Ten Cel Edson Ferreira Alves ” o novo Cmt do 2º RPMon. A unidade é responsável pela manuten“‰o da ordem e seguran“a ostensiva, bem como a integra“‰o da BM com a comunidade em oito munic™pios da Fronteira Oeste: Santana do Livramento, Quaraí, Rosário do Sul, S‰o Gabriel, Alegrete, Manoel Viana, Santa Margarida do Sul e Vila Nova do Sul. O ato solene aconteceu no dia 27 de julho, no próprio regimento, contando com a presen“a de autoridades civis e militares brasileiras e estrangeiras. O Ten Cel Alves ” natural de Santana do Livramento, tendo servido em anos anteriores no 2º RPMon, onde deu início ao seu oficialato. Antes de assumir a nova fun“‰o, ele comandava o Batalh‰o de Pol™cia Ambiental, sediado em Porto Alegre.

Encontro planeja ações para reduzir índices criminais No Campo de T reinamento de Patrulhamento Rural da BM, nos Cerros Verdes, na zona rural de Santana do Livramento, aconteceu o 1º Encontro Regional do Grupo Institucional, que é destinado a planejar ações com vistas à diminui“‰odos ™ndices da criminalidade na zona rural, bem como os crimes contra a saœde pœblica e a economia popular. De acordo com o chefe do Estado Maior do CRPO Fronteira Oeste, Ten Cel Lauro Binsfeld, o encontro ” destinado a qualificar os componentes das secretarias do Estado e munic™pios, a fim de harmonizarem as ações integradas, possibilitando ainda a troca de experi’ncias e conhecimentos dentro das competências legais de cada órgão participante dos treinamentos. APREENSÌO – Próximo a Rosário do Sul, durante uma opera“‰o de rotina, a PRF de Livramento apreendeu 164 caixas de cigarro da marca Rodeo, fabricado no Paraguai. O contrabando entrou ilegalmente no Brasil escondidas no fundo falso de um caminh‰o Mercedes Bens, Modelo L1513, que foi apreendido.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 15

Legislativo presta homenagem ao Cap Giovanni

Vereador entrega a Medalha Davi Canabarro ao Cap

O Legislativo santanense homenageouÊ o Cap Giovanni Rodrigues Barros com a MedalhaÊDavi Canabarro, que ” conferidaÊ ‹s pessoas que se destacaram pelo elevado esp™rito de patriotismo no desempenhoÊ de suas funções. De acordo o vereador Jõao Maria Nogueira de Moura, o CapÊ Giovanni deu uma demonstra“‰oÊÊde coragemÊ e civismo, ÊÊquandoÊ os sem-terra tentaram invadir a ag’ncia local do Banco do Brasil, pondo em risco a própriaÊ vida no cumprimento de sua miss‰o de policial militar.


Pág 14 – 1» Quinzena de Setembro 2004

Inaugurada sede do quartel do CB em Gramado Mobilização da comunidade gramadense foi ponto culminante para a conclusão da obra O prefeito Pedro Bertolucci recebeu o governador Germano Rigotto para a inaugura“‰o da nova sede do quartel do Corpo de Bombeiros de Gramado. Empresários, políticos, representantes do Rotary Clube e diversos profissionais liberais colaboraram com a obra. O ex-secretário municipal de Governo, Seguran“a e Tr›nsito, Jaime Schaumlıf fel, para agilizar o processo de finaliza“‰o da obra, desenvolveu uma campanha junto ‹ iniciativa privada local, garantindo a doa“‰o de materiais e equipamentos que eram ainda necessários. ÒA parceria ” a maior virtude. Em cada pe-

CRPO HORTÊNSIAS

CORREIO BRIGADIANO

da“o deste pr”dio tem um pouco da m‰o de cada um dos gramadensesÓ, assinalou o prefeito Pedro Bertolucci. De acordo com o Cmt do Corpo de Bombeiros, 1º Ten Paulo Euri Boeira, este momento representa a conquista de uma antiga meta. ÒAgrade“oa todos que de alguma forma colaboraram na constru“‰o, seja com a doa“‰o de uma lata de tinta ou com a elabora“‰o de proRigotto e Pedro Bertolucci descerraram a placa do CB jetos hidráulicos e elétricos”, disse Boeira. A nova sede do quartel do CB abriga 20 de atendimentos mensais oscila entre 25 a 30 bombeiros que auxiliam na garantia da seguocorr’ncias, al”m de diversas atividades preran“a da popula“‰o e dos visitantes. A m”dia ventivas contra inc’ndios e acidentes.

Maj Gollo assume comando do CRPO Hortênsias por 120 dias O Maj Gelso Gollo assumiu o cargo interinamente do Comando Regional de Policiamento Ostensivo da Regi‰odas Hort’nsias . Ele será responsável pelo comando da BM em 13 munic™pios. O Ten Cel Altemir Folgiarini Ferreira Maj Gollo pediu licen“a para participar do Curso de Especializa“‰o em Pol™ticas e Gestão da Segurança Pública, que está

sendo realizado em Porto Alegre at” o m’s de outubro. O licenciamento ” de quatro meses. O Maj Gollo afirma que o Ten Cel Altemir ” um excelente Cmt, que promove as adaptações e mudan“as sempre que necessário para o bom Ten Cel Altemir desempenho da BM na regi‰o. ÒDarei continuidade ao trabalho do Ten Cel AltemirÒ, salientou.

PMs recebem as armas entregues pela população Desde o in™cio do m’s de agosto, a BM de Gramado recebe armas da comunidade. Essa prática ” adotada para colaborar com os dispositivos da Lei do Desarmamento. Os batalhões recebem as amas de fogo, por”m, nos munic™pios mais afastados, as Cias da institui“‰o estʉo habilitadas a fornecer formulários de trânsito de armas, a fim de que seja poss™vel viabilizar a entrega dos armamento. De acordo com o Cmt, Cap Flávio Alberto Martins, as pessoas dever‰o adquirir o formulário antes da entrega, para justificar o porte at” o estabelecimento policial. No local, o portador dever á apresentar a carteira de identidade e informar o nœmero da conta corrente para o recebimento da indenizac‰o do governo federal. As armas de fabrica“‰o industrial s‰o encaminhados ‹ P ol™ciaFederal, que ” responsável pelo pagamento das indenizações. Tabela dos valores pelas armas de fogo: - Espingarda: R$ 100,00 - Carabinas: R$ 200,00 - Fuzis: R$ 300,00 - Revólveres (calibres 22, 32 e 38) : R$ 100,00 - Revólveres (calibres 357 Magnum, 44 e 44 Magnum): R$ 200,00 - Pistolas (calibres 22; 6,35; 7,65 e 380): R$ 100,00 - Pistolas (calibres 9mm, 10mm, 40, 357, 44 Magnum e 45): R$ 100,00

32º Festival de Gramado tem reforço policial Jornal de Gramado

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

BM recebeu refor“o de 70 PMs para o Festival de Cinema

Foram 91 policiais militares refor“ando o patrulhamento de Gramado durante o Festival de Cinema. A Pol™ciaCivil recebeu efetivo enviado de Porto Alegre. Foram sete policiais da Defrec que auxiliaram nos servi“os de plant‰o, atendendo ocorr’ ncias e realizando policiamento em locais de grande concentra“‰o de pœblico. No final de semana chegaram 14 PMs do Pel de Motociclistas do BPRv. A BM recebeu 70 PMs , sendo 25 sds do BOE e 25 do POE, ambos de Porto Alegre. Ainda atuaram cinco motociclistas do 9º BPM e 15 do 4º RPMon. Os PMs receberam instruções sobre o festival e conheceram os principais pontos tur™sticos de Gramado. INAUGURA‡ÌO – No final de agosto aconteceu a inauguração oficial das novas instalações do Comando Regional das Hort’nsias. O material para a constru“‰o do pr”dio foi obtido junto ‹ BM e prefeitura de Gramado. A m‰o-de-obra foi patrocinada por alguns empresários locais.

CORREIO BRIGADIANO

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 19

Presídio aposta em cursos e trabalho social em Espumoso

Parceria entre Brigada Militar e prefeitura no combate de delitos

CRPO CENTRAL Merecido descanso para dois PMs da Brigada de Jari O GPM de Jari, através do seu Cmt, 1º Sgt Julio Cesar Oliveira dos Santos, reconhece o trabalho do 3º Sgt Luis Elbio Barragam e do Sd Mário Ayres dos Santos, que foram transferidos para a Reserva Remunerada. O Sd Sd Ayres Aires, carinhosamente conhecido como ÒSeu JurunaÓ, em alus‰o ao chefe ind™genaMário Juruna, ” amplamente conhecido na regi‰o. Já o Sgt Barragam, 3º Sgt Barragem teve passagem por Ibirubá, Tupanciret‰,prestando servi“os em operações na Capital, sendo figura popular no meio brigadiano.

Sd Lopes vence pesquisa popular como PM Destaque Pesquisas de opini‰o, realizada pelo Instituto de Pesquisa Milenium, apontaram os PMs destaques das cidades de Toropi e Mata. Em Toropi, com 53%, o Sd escolhido foi Carlos Iran Teixeira Lopes. Na cidade de Toropi Sd Lopes foram distribu™dos 70 formulários e a enquete foi realizada entre os dias 14 e 18 de julho, contando com a participa“‰o de diversos segmentos da comunidade. ÒSer escolhido representa o reconhecimento pelos 13 anos que dedicado a BMÓ,disse o sd Lopes. Por sua vez, alcan“ando 46% das prefer’ncias, o S d Jo‰o Ernesto Fores Bayer foi escolhido PM D estaque em Mata. … o segundo ano consecutivo que esse fato acontece. ÒO reconhecimento ” recebido com muita surpresa, pois n‰o desempenho minhas funções pensando em prêmios. Ofereço o diploma à memória do meu pai e da minha m‰e que faleceram neste anoÒ,afirmou o Sd Bayer.

3º Sgt Renato é o novo Cmt da BM na cidade de Mata Desde 6 de agosto, o 3º Sgt Octacilio Renato Oliveira de Mello ” o novo Cmt do 4º GPM de Mata. O Sgt ” natural de S‰o Pedro do Sul e tem 26 anos de BM. Serviu em anos anteriores no 1º RPMon, em Santa Maria, no 3º Esquadrão de 3º Sgt Renato Tupanciret‰,no 3º Pel de São Pedro do Sul, no 4º GPM de Toropi e na BM de Vila Clara. O Cmt afirmou que o relacionamento entre a BM e a comunidade matense ” excelente. A m”dia de ocorr’ncias mensais está em 16. Já sob o seu comando, o s integrantes da BM de Mata participaram da Campanha do Agasalho 2004, tendo arrecadado a quantidade de 251 pe“as de roupas. BAILE – Será realizado no dia 11 de setembro o Baile da Independência no Ginásio Valmir‰o, em S‰o Pedro do Sul. A presidente da entidade ” a Sd Rosimar Machado. O evento ” organizado por integrantes da BM e nele será escolhida a Garota Independ’ncia 2004. A vencedora ganhará um telefone celular.

O trabalho de entidades e grupos de apoio melhora as condições dos apenados do Presídio Estadual de Espumoso. No m’s de setembro, ser‰o realizados cursos de manejo e constru“‰ode estufas, plantio de hortali“as e cultivo de ervas medicinais, desenvolvidos pelo Servi“o Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). De acordo com o administrador-geral, Jocelmar Sonda, estas ações visam momentos de reflex‰oe crescimento em prepara“‰o do indiv™duopreso para o retorno ao conv™vio social. Inclusive, em agosto já houve aulas de qualifica“‰ode m‰o-de-obra em panifica“‰o, desenvolvido pela Emater. ÒEstes cursos servem como profissionaliza“‰oÒ,avaliou Jocelmar. Outra frente de ações contou com o apoio da Secretaria Municipal da Saœde de Espumoso. Foram realizadas palestras com a participa“‰o da nutricionista Mariling Kogler, que falou sobre alimenta“‰o, e da enfermeira Let™cia Ravazio, que palestrou sobre o tabaco. ÒAo to-

Folha Espumosense

Pres™diode Espumoso abriga 55 detentos

tal foram quatro encontros. Os 54 presidiários foram divididos em duas turmas. Falamos sobre os assuntos e abrimos um espa“o para perguntas, onde os presos puderam esclarecer suas dœvidas e compartilharam suas experi’nciasÒ,explicou a nutricionista. O administrador disse que, entre os apoiadores, encontram-se grupos religiosos que participam de um trabalho conjunto de acompanhamento aos presos. O pres™dioainda recebeu seis alunos da Unicruz interessados em pesquisas.

O 16º BPM e a prefeitura de Espumoso estabeleceram parceria referente ‹ aquisi“‰o de um sistema para monitoramento da cidade atrav”s de Sd Márcio c›meras de vigil›ncias, as quais s‰o operadas na Sala de Operações da Cia de Espumoso. Destacam-se na opera“‰oos PMs: 1º Sgt Paulinho Jacques Birgeier e os Sd Jo‰o Henrique Pereira Barboza e Marcio Ravázio de Campos. As c›meras est‰o localizadas em setores estrat”gicos, de forma que permitam uma vigil›ncia constante por parte da Brigada Militar em logradouros e locais pœblicos, sem que se invada a privacidade dos cidad‰os, obtendo uma maior sensa“‰o de seguran“a. O objetivo de utilizar estes equipamentos ” inibir a ocorr’ncia de delitos no munic™pio.

1º Sgt Jacques

Sd Henrique

O sistema ” moderno, com giro de 360 graus das c›meras, zoom de alta capacidade e pr”-programa“‰o de observa“‰o de locais espec™ficos.Informatizado, o sistema possui capacidade de gravação automática de imagens por vários dias. Desta maneira, tamb”m a P ol™cia Civil poderá produzir prova através do resgate de imagens dos arquivos existentes. Conforme o Cmt da 4º Cia de Espumoso, Cap S”rgio Portela da Silva, o sistema ” inovador e a diminui“‰o do nœmero de atendimentos por parte da BM, nos locais de cobertura do monitoramento, ” bastante evidente.


Pág 20 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

CRPO PLANALTO e FRONTEIRA NOROESTE

Brigada Militar de Erechim forma mais 1,5 mil estudantes do Proerd O 13º BPM, com sede em Erechim e comandado pelo Ten Cel Eli Tadeu Dal Bosco, está realizando desde julho as formaturas do Programa Educacional de Resist’ncia ‹ V iol’ncia ‹s Drogas (Proerd). Al”m dos alunos do munic™pio,estudantes de outras 19 cidades da regi‰odo Planalto tamb”m foram contempladas com as aulas do programa, totalizando 1,5 mil participantes. Para dar conta das 43 escolas estaduais e municipais beneficiadas com o curso, foram chamados 25 policiais militares habilitados a desenvolver o curso. Em Erechim, coordenado pelo Cap Ricar-

J”ssica foi a vencedora do concurso de melhor reda“‰o

do Alex Hofman, cuja a equipe de instrutores ” composta pelo Cap Uilson Leri Ceconello, o 1º Ten Pedro Telles Garcia, o 1º Sgt Clóvis dos

Santos e o Sd Claiton Amarildo Kalb, o projeto contemplou 250 estudantes de seis escolas. ÒO programa ” gratificante porque o retorno ” imediatoÓ,destacou o Cap, que desde 2000 desenvolve o Proerd na cidade. Al”m das aulas de preven“‰o ao uso de drogas, os adolescentes recebem disputam um pr’mio pela melhor reda“‰o sobre o tema. Neste ano, a vencedora foi J”ssica Popiolski Gon“alves, da Escola Salgado Filho, que ganhou uma bicicleta. Da primeira edi“‰o ‹ œltima, mais de dois mil alunos conclu™ram o programa no munic™pio. ÒA satisfa“‰o ” imensa, pois acredito na id”ia

de poder transformar a realidade da sociedadeÓ,afirmou. Ele salientou ainda o apoio recebido da comunidade e da prefeitura, que n‰o mediram esfor“os para colaborar com o projeto. ÒSe pedimos uma bicicleta para determinada empresa, ganhamos; se solicitamos camisetas ‹ prefeitura, somos atendidosÓ, observou. O Ten Cel Eli Tadeu confirmou o apoio dos moradores. ÒEm todas as formaturas a comunidade patrocinou a aquisi“‰o de pr’mios para os vencedores do concurso da melhor reda“‰o sobre as drogas, al”m da doa“‰o de camisetas com o logotipo do programaÓ, ressaltou o Cmt.

Ten Cel Farias participa de curso em Santa Catarina Há um ano e meio à frente 3º RPMon, com sede em Passo Fundo, o Ten Cel Paulo Ricardo Farias n‰o tem medido esfor“os para passar a sua experi’ncia aos seus pares. Sempre disposto a aperfei“oar-se na área da seguran“a pœblica, o Ten Cel Farias Cmt participou do Curso de Especializa“‰o em Gest‰o Estrat”gica em Seguran“a Pœblica na Pol™cia Militar de Santa Catarina. Durante cinco meses, o Ten Cel Farias, que representou os oficias da BM naquele Estado, teve aulas de Direito em diversas áreas: Penal, Criminal, Direitos Humanos e outros. ÒOcurso foi uma revisão na área de Direito, não tive nem tempo para fazer turismoÓ, brincou o Ten Cel Farias. No total, foram 600 horas/aula. ÒDedicoeste curso a todos os brigadianos do 3º RPMon, reafirmando que a qualifica“‰o e o aperfei“oamento intelectual ” primordial para o sucesso de todos os homensÓ, salientou. No per™odo em que esteve fora do Estado, o Regimento ficou sob responsabilidade do Sub-Cmt, Maj Jo‰oDarci Gon“alves da Rosa.

BM e PC trabalham integradas em São Martinho Integra“‰o.Esta tem sido a palavra de ordem em S‰o Martinho, onde a parceria entre a BM e PC têm sido a tônica na segurança pública. Semanalmente, os policiais civis e militares desenvolvem barreiras na RS 210, que liga a cidade a Santa Rosa e a Coronel Bicaco. Segundo o Sd Euclides Romeu Bourscheid, que há 20 anos faz parte da BM local e já respondeu pelo comando diversas vezes, as ações conjuntas t’m dado resultados positivos. ÒO œltimo assalto a banco registrado na regi‰o ocorreu em julho, em Campo NovoÓ, afirmou. O objetivo ” inibir o tr›nsito dos integrantes das quadrilhas que atuam no Noroeste do Estado. A uni‰o entre as duas instituições também visa suprir a defasagem do elenco da PC, cuja equipe ” composta por apenas duas inspetoras e tem ‹ frente a delegada Beatrice Didier de Almeida, que ” titular da PC de Tr’s Passos mas responde pelos policiais civis da cidade. O Sd Euclides acrescentou que, até o final de agosto, o 1º Sgt Gilberto Zinhane deveria assumir o comando da Brigada Militar de S‰o Martinho.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Comunidade é a grande aliada da BM de São Valentim A rela“‰o entre a comunidade e a BM de S‰oValetim deveria servir de exemplo para os demais munic™pios gaœchos.… dessa forma que o 3º Sgt Lori Antônio Valentini, que responde pelo comando no lugar 1º Sgt Altemir Oltramari, defi3º Sgt Lori niu o bom relacionamento dos PMs com os moradores. ÒA comunidade sempre colabora conosco, pois nossa rela“‰o ” de confian“a e comprometimento mœtuoÓ,destacou. Com a experi’ncia de quem faz parte da BM local desde 1988, o 3º Sgt Lori afirmou n‰o sentir a responsabilidade de estar ‹ frente dos companheiros de farda. ÒConhe“o 90% do território e boa parte da população”, atestou. A parceria com a prefeitura e o Consepro tamb”m é ressaltada pelo 3º Sgt, uma vez que ambos n‰o medem esfor“os para colaborar com os PMs na manuten“‰o de viaturas e outros.

CRPO METROPOLITANO

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 13

CORREIO BRIGADIANO

Medidas pretendem Cel Costa visita coibir a venda de intalações do 18º Mais de 550 alunos foram formados pelo programa em 20 escolas do município no primeiro semestre vales irregulares BPM, em Viamão O Proerd, desenvolvido pelo 33º BPM, está an“as, a nossa inova“‰o foi mostrar os talentos

Formatura do Proerd mobiliza Sapucaia do Sul

deixando a sua marca na vida das crian“as de Sapucaia do Sul. Apenas no primeiro semestre deste ano 552 alunos de 20 escolas foram formados pelo programa, que foi coordenado pelo Sd Flávio Santos da Silva. A formatura foi realizada no dia 4 de agosto, no auditório da Escola Municipal Vanessa Ceconet, que ficou completamente lotado. Durante a solenidade foram realizadas apresentações artísticas por parte de integrantes do efetivo do 33º BPM. ÒAoinvés de fazer apresentações com cri-

Evento contou com apresentações artísticas dos PMs

15º BPM promete inovar nas relações com a comunidade Procurando inovar na integra“‰o com a comunidade, o 15 º BPM lançará uma página na Internet. De acordo com o Cmt da unidade, Ten Cel Rodolfo Pacheco, a homepage já está definida, porém, ainda não está no ar. ÒEstamos aguardando os trâmites burocráticos”, explicou. A página contará com informações do OPM, de suas Cias e abrang’ncias, dicas de seguran“a pœblicae medidas a serem adotadas em caso de seqüestro, escritas pelos apontamentos do Ten Cel Pacheco. Segundo ele, a grande inova“‰oda página será um ícone que servirá como contato direto entre a BM e a popula“‰o. ÒA comunidade poderá interagir com o batalhão atrav”s de e-mail, realizando denúncias anônimas, solicitações e sugestões”, destacou. A página tamb”m contará com a divulgação das principais ocorr’ncias registradas pelos PMs.

Taxistas e PMs já estão integrados por rádio transceptor Tratativas envolvendo o Cmt do 15º BPM,Ten Cel Rodolfo Pacheco, e o presidente do Sindicato dos Taxistas, Sérgio Antônio da Silveira, possibilitaram a participa“‰o dos taxistas da cidade no programa Vigil›ncia Solidária – Todos Protegendo Todos. Atualmente, Canoas possui 177 táxis cadastrados, sendo que 110 deles possuem rádios interligados a uma central. A proposta ”Ê conectar essa central de rádios com a sede da 1» Cia, localizada no Centro de Canoas. Com este procedimento, os taxistas poderão repassar informações para a BM sobre poss™veis ocorr’ncias e, em contrapartida, a Brigada poderá divulgar informações como placas de ve™culos furtados ou roubados. Para tanto, o Sindicato dos Taxistas pretende adquirir para a BM um rádio que possibilite a comunica“‰oentre taxistas e PMs. A expectativa ” de que o sistema entre em opera“‰o efetiva nos próximos dias. A partir de 23 de agosto, o equipamento operou experimentalmente. CORRE‡ÌO II – Diferentemente do que foi publicado na edi“‰o 149, o posto do P M Destaque de Alvorada, Sgt Marcelo Correa Andrade, ” 2º Sgt, e não 3º Sgt como foi divulgado. CORRE‡ÌO IIII – Diferentemente do que foi publicado no Mural do Leitor da edi“‰o 149, quem fez o agradecimento aoSd Reinaldo Silva Rosa, do 4º BPM, pelas pe“as que foram disponibilizadas para a restaura“‰o de uma moto CB 350 Honda, ano 1971, foi o 3º Sgt Sadi Stallbaum Vargas e n‰o o Cel Esmeraldo Fonseca Filho.

que temos na própria corporação”, afirmou o Cmt do 33º BPM, Ten Cel Uilson Miguel Miranda do Amaral. Entre os PMs que se apresentaram estavam a Sd Ana Lœcia Garcia Pacheco, que fez apresentações de canto, o Sd Uguaraci Adolfo Brinhol, que declamou um poema de autoria própria, e o 3º Sgt Marcio Antônio Correa, que acompanhou os colegas cantando e tocando viol‰o.Após as apresentações, houve a entrega das premia“‰o do concurso de reda“‰o do programa, que agraciou, com uma placa de metal, os autores dos tr’s melhores textos, que tinham como tema o problema das drogas. Em seguida, as crian“as fizeram um juramento, entoaram o canto do Proerd e receberam brindes oferecidos pelos PMs. De acordo com o Ten Cel Uilson, o sucesso do evento só foi poss™vel gra“as ‹ dedica“‰o do coordenador do Proerd. “O Sd Flávio conseguiu superar obstáculos, pois estava sozinho nesta empreitada e se mostrou bastante competenteÓ, des-

Alunos recebem prêmio das mãos do Sd Flávio

tacou. O Cmt lembrou que, em 2003, 1,6 mil alunos foram formados pelo Sd. ÒA meta para esse ano ” formar mais de mil alunosÓ, completou. O Cmt destacou que o sucesso do Proerd em Sapucaisa do Sul só está sendo possível gra“as ao apoio que a comunidade local tem prestado ao programa. ÒEstamosenfrentando dificuldades, mas com o apoio da comunidade estamos conseguindo superar barreirasÓ, salientou o Cmt. O 33º BPM está vinculado ao CRPO Metropolitano, com sede em Canoas.

Uma reuni‰o realizada no dia 19 de agosto, envolvendo a BM, a PC, o Minist”rio Pœblico, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento de Canoas e a dire“‰o da Trensurb, marcou a assinatura de um termo de ajustamento para atua“‰oda BM, a fim de coibir a venda irregular de passagens de trem e de ônibus urbanos. De acordo com o Cmt do 15º BPM, Ten Cel Rodolfo Pacheco, a medida tem ocasionado resultados positivos, uma vez que foram apreendidos, nos œltimosdias, mais de sete mil bilhetes. As apreensões são resultantes de operações realizadas pela BM, em conjunto com a PC, o Minist”rio Pœblico, o Conselho Tutelar e a Guarda Metroviária da Trensurb. ÒAl”m disso, a medida ainda resultou na queda acentuada dos assaltos ‹s estações de trem”, destacou. Segundo ele, entre os meses de maio, junho e julho, foram registrados 16 assaltos às estações, enquanto que no m’s de agosto nenhuma ocorr’ncia do g’nero foi registrada na regi‰o Metropolitana.

Cel Costa foi recepcionado pelo Cmt, Ten Cel Tatsch

O Cmt Geral da Brigada Militar, Cel Airton Carlos da Costa, visitou as instalações do 18º BPM, no dia 20 de agosto. O Cel, que estava acompanhado pelo Cmt do Comando de Policiamento Metropolitano, Ten Cel Paulo Roberto Mendes Rodrigues, foi recepcionado pelo Cmt da unidade, Ten Cel Jorge Jos” Severo Tatsch, que o acompanhou durante a visita. O 18º BPM, pertencente ao CRPO Metropolitano, ” responsável pelo policiamento do munic™pio deiam‰o. V


Pág 12 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

Bombeiros de Uruguaiana ganharão nova sede Obras, orçadas em mais de R$ 170 mil, serão pagas com recursos do Estado e do município Na solenidade de abertura da Seárea de estacionamento coberto para mana de Preven“‰o de Inc’ndio 2004, todas as viaturas operacionais. foi anunciada a amplia“‰o do espa“o f™O Cmt lembrou ainda que o quartel sico da atual sede do Corpo de Bombeiterá dois pisos, aumentando espa“os ros de Uruguaiana. As obras, iniciadas para a tropa. A novidade fica por conta neste m’s, foram or“adas em R$ 178 mil. da reestrutura“‰o dos alojamentos e das ÒOstrabalhos ser‰o desenvolvidos em áreas destinadas ao armazenamento de tr’s etapas, sendo que na primeira seequipamentos de prote“‰o individual. A r‰oinvestidos R$ 58 milÓ, explicou o Cmt, Sala de Operações será igualmente 1º Ten Paulo Duarte Mota. Segundo ele, modernizada, de modo a facilitar o traem outras duas etapas est‰o previstos Maquete do futuro quartel dos bombeiros de Uruguaiana, na Fronteira Oeste balho dos atendentes do telefone 193. investimentos totais de R$ 120 mil. A liO CB de Uruguaiana tamb”m recebeu refor“o bera“‰oda primeira parte dos recursos municide efetivo, totalizando o incremento de 12 nopais foi anunciada pelo prefeito Caio Repiso vos Sd formados pela Escola de Bombeiros. Riela, quando da abertura das atividades alusivas ‹ preven“‰o na cidade. Na ocasi‰o, Riela recebeu um mimo pelo apoio dispensado aos bombeiros que atuam em Uruguaiana. Outros colaboradores foram igualmente destacados pelo efetivo. A maquete da edifica“‰o prev’ heliponto na parte superior e CB recebeu refor“o de 12 Sd formados pela EsBo 1º Ten Mota, prefeito Riela, Maj Nunes e Cel Jaidemir

CRPO CENTRO SUL e FRONTEIRA OESTE

Exposição marca passagem de data festiva em São Jerônimo

O Corpo de Bombeiros de São Jerônimo andro Nunes Argenton, Sd Mois”s Delfim dos comemorou, em 2 de julho, o Dia do Bombeiro. Santos, Sd Luciano Fagundes da Silva, Sd DelHouve demonstra“‰o de mar da Silveira Jaques, materiais de prote“‰o inSd Jackson Neves Gadividual e de salvamento malho, Sd Rodrigo Cona Pra“a Jœlio de Castipetti, Sd Mauro Guterres lhos, em frente ‹ Igreja Lemos e Sd Cristiano Matriz. Tamb”m foi realiHanusch, al”m dos bomzado exerc™cio simulado beiros civis Marco Aur”de salvamento, descida lio Rodrigues Krug, Eralpela parte externa da igredo dos Santos e Marcos ja, com uma altura aproxi- Efetivo ” formado por bombeiros militares e civis... Rog”rio Costa da Silva. mada de 15 metros. Durante a simula“‰o, os bombeiros demonstraram uma das formas de resgate de v™timas presas em locais atingidos por inc’ndios de grandes proporções. O CB de São Jerônimo dispõe de efetivo formado por 12 bombeiros militares e quatro bombeiros civis. Participaram do evento: 1º Ten Jair Paula da Silva, 1º Sgt Antônio Marcelo Santos da Silva, Sd Luis Le... e dispõe de equipamentos de proteção individual

1º Ten Duarte atua na cúpula do Conselho do Fumrebom Em solenidade realizada na prefeitura de Uruguaiana, houve a posse da nova diretoria do Conselho do Fumrebom, nomeado atrav”s de decreto municipal. Estela Saltz dos Santos assumiu a presidência da entidade. Já o Cmt do Corpo de Bombeiros de Uruguaiana, 1º Ten Paulo Duarte Mota, assumiu a vice-presid’ncia. O Conselho tamb”m ” formado por Francisco Fernando Casqueiro (Secretaria Municipal da Fazenda), Antonio S”rgio Tomazzeti (ACI), Gabriel Souza Fuques (CDL), Luiz Oscar Kesler (Crea), Frank Finoqueto (OAB), vereador Francisco Renato Rodrigues (C›mara Municipal de Uruguaiana), e Jo‰o Derli Lamadril (Sindicato dos Contadores). Na oportunidade, o 1º Ten Mota expôs a situação geral da corporação e apresentou os avanços obtidos em todas as áreas. Igualmente mencionou as conquistas obtidas por interm”dio do Fumrebom.

Viaturas passam por revitalização e voltam às ruas

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

ABT 980 volta a circular pela cidade em dias de inc’ndio

Os bombeiros de Uruguaiana foi beneficiados pela revitaliza“‰o de duas viaturas opeacionais: o ABT 980 e o A T 1933. Os ve™culos foram recuperados por interm”dio de parceria entre o governo do Estado e a prefeitura. De acordo com o Cmt do CB, 1º Ten Paulo Duarte Mota, apenas para consertar o AT foram necessários R$ 25 mil. Segundo ele, recursos destinados pelo Fumrebom foram aplicados na aquisi“‰o de equipamentos de prote“‰o individual em benef™cio do efetivo que atua diretamente no atendimento de ocorr’ncias de risco.

Recupera“‰odo AT 1933 custou R$ 25 mil

Projeto de lei propõe criação de um Departamento de Trânsito Está em estudo na C› mara Municipal de Fontoura Xavier o projeto de el i 042/2004, que autoriza o Executivo a firmar conv’nio com o Detran-RS e a Brigada Militar, com a interveni’ncia da Famurs, tendo como base o artigo 25 da Lei 9503/97 que institui o Código de Tr›nsito Brasileiro (CTB). De acordo com o projeto de lei, a Brigada Militar será responsável pela fiscaliza“‰odo tr›nsito. O secretário municipal da Fazenda de Fontoura Xavier, Gentil Corr’a Duarte, disse que a prefeitura recebeu um comunicado da Famurs solicitando a cria“‰o de um Departamento de Tr›nsito no munic™pio. Ele explicou que esta medida já foi providenciada a partir de um projeto de lei encaminhado ‹ C›mara de V ereadores da cidade, al”m disso, comentou que posteriormente será criada a Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari) – órgão colegiado responsável pelo julgamento dos recursos interpostos

2º Sgt Rildo Bueno é o comandante em Rodeio Bonito O 2º Sgt Rildo Bueno é o novo comandante do 4º Pel da 1º Cia, pertecente ao 37º BPM. A unidade ” responsável pelo policiamento ostensivo, bem como pela integra“‰oda BM com a comunidade em Rodeio Bonito, Novo Ti2º Sgt Bueno radentes, Pinhal, Cristal do Sul e Ametista do Sul. O Cmt argumentou que a tarefa do policiamento é árdua, por”m satisfatória. “Me sinto honrado em ajudar a regi‰o no combater da criminalidadeÒ, disse.

PC e BM apostam na integração total na cidade

O Cmt do 4º Pel da 1ª Cia, pertecente ao 37º BPM, 2º Sgt Rildo Bueno, e o delegado Cleomar Ferzola Corr’a, partem da mesma opini‰o:a integra“‰o entre BM e PC ” essencial para manter a m”dia de 305 ocorr’ncias anuais em Rodeio Bonito. Inclusive, s‰o realizadas uma série de operacões em conjunto como a fiscalização de veículos, inspeções e revista em bares e buscas e apreens‰o. ÒA cidade ” bem tranqüila graças ao combate efetivo da criminalidadeÒ,disse o delegado.

Bortolini está à frente do Consepro e garante apoio Anilton Luiz Bortolini ” o novo presidente do Consepro de Rodeio Bonito. Umas das primeiras ações foi a compra de um Kadett, ano 1990, que foi repassado para a Pol™cia Civil do munic™pio.“A aquisição era necessária, pois na ”poca não havia automóvel para o uso da institui“‰oÒ,explicou. Formado em Direito pela UFPel e natural de Novo Tiradentes, ele reside há 12 anos em Rodeio Bonito. Bortolini estabelece como meta para o Consepro, o incentivo de participa“‰o de movimentos e entidades que defendam o interesse da sociedade nas questões relativas ‹ seguran“a pœblica. ÒDevemos promover, incentivar e fiscalizar o cumprimento da leiÒ, frisou. Al”m disso, pretende estabelecer boas relações com entidades públicas e privadas visando o reequipamento e a transfer’ncia de recursos materiais aos órgãos da seguran“a. Ò… uma grande responsabilidade assumir a presid’ncia deste conselho. Conto com o apoio da comunidade para desempenhar ‹ altura o cargo que me foi designadoÒ enfatizou.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 21

CORREIO BRIGADIANO

CRPO PLANALTO

contra penalidades pelos condutores na área pertencente ao munic™pio. De acordo com o responsável pela Secretaria Executiva da Famurs, S”rgio Luiz Perotto, a lei define como obriga“‰o do munic™pio a criação de órgão executivo de trânsito com estrutura que permita o desenvolvimento das atividades de Engenharia de Tráfego, fiscaliza“‰ode tr›nsito, educa“‰o de tr›nsito e controle de estat™stica.ÒTodo este processo pretende auxiliar as prefeituras quanto ‹ municipaliza“‰o do tr›nsito e capacitar t”cnicos para as atividades afinsÒ, explicou Perotto. A municipaliza“‰o do tr›nsito ” um processo legal, administrativo e t”cnico, por meio do qual o munic™pio assume integralmente a responsabilidade pelo planejamento, projeto, opera“‰o e fiscaliza“‰o do trânsito. Esta situação está agora formalmente definida no novo CTB, promulgado em janeiro de 1998 e representa avan“o em rela“‰o‹ situa“‰o antes existente.

Consepro é fundamental para a Brigada Militar de Tio Hugo Recentemente o Consepro de T io Hugo repassou para a Brigada Militar do munic™pio dois coletes à prova de bala. O órgão também fornece papel e tinta para impressora, disquetes e outros materiais necessários para o trabalho administrativo. Al”m disso, custeia o pagamento de aluguel, luz e água da corporação. De acordo com o Cmt do 3º GPM, 3º Sgt Nicanor Jos” Lemos Pereira, o Consepro tem papel fundamental para a seguran“a de T io Hugo. ÒOConsepro incentiva o bom relacionamento e uma maior aproxima“‰o dos cidad‰os,entidades e lideran“as locais com os órgãos do sistema de seguran“a pœblica no munic™pioÒ, frisou o Cmt. A verba vem da comunidade, prefeitura e da C› mara Municipal. Em Tio Hugo a proposta ” centralizar as doações de entidades públicas e privadas, a partir do resultado de atividades sociais e afins, que são revertidas aos órgãos vinculados ‹ Secretaria da Justi“a e da Segu-

ran“a. Inclusive, o Estado efetuou uma reforma geral na viatura utilizada no policiamento ostensivo da cidade. O presidente do Consepro, Augusto Toledo Bonzanini, afirmou que já fez contato com o secretário da Justi“a e da SeguranAugusto Toledo “ a, José Otávio Germano, para solicitar uma viatura nova e aumento do efetivo em Tio Hugo. ÒAparticipa“‰odo Consepro nos pequenos munic™pios ” essencial, sen‰omuitas localidades n‰o poderiam contar com a presen“a da Brigada MilitarÒ,avaliou. Augusto Toledo argumentou ainda que tenta colocar em prática os conceitos propostos no Estatuto do Consepro, discutindo os problemas do sistema de seguran“a pœblica, propondo e encaminhando as demandas aos órgãos policiais do munic™pio de iTo Hugo.

Mais 47 estudantes estão livres dos entorpecentes O Proerd está sendo realizado no município de Tio Hugo. O projeto foi implantado no cidade no primeiro semestre deste ano. As aulas s‰oministradas pelo Sd Franco e proporcionam informações sobre comunica“‰o com os filhos, constru“‰o da auto-estima, fatores de risco associaSd Franco dos aos jovens, noções básicas sobre uso de drogas e estágios da depend’ncia dos adolescentes, fatores protetores e fontes de press‰o, resolu“‰o de conflitos e viol’ncia. Foram contempladas tr’s escolas do munic™pio,onde 47 alunos foram beneficiados. A formatura ocorreu em julho. ÒHouve grande recep“‰opor parte da administra“‰o pœblica municipal, bem como das empresas locais que patrocinaram o eventoÓ enfatizou o Cmt do 3º GPM, 3º Sgt Nicanor Jos” Lemos Pereira.


Pág 22 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

CRPO CENTRAL e VALE DO RIO DOS SINOS

Juíza palestra para brigadianos de Não-Me-Toque BM reforçou policiamento na Expodireto Visando o aprimoramento t”cnicoos PMs serem os primeiros a chegar nos profissional do Pel, o Cmt da BM de N‰olocais das ocorr’nciasÓ, afirmou. Me-Toque, 1º Ten Jo‰o Roberto CardoDe acordo com o Cmt, a atua“‰o e so, decidiu pedir o aux™lio da ju™za da Coa participa“‰o corretas podem contribuir marca local, Cristiane Hoppe, para esdecisivamente no trabalho de investigaclarecer algumas dœvidas sobre o pro“‰o, al”m da aplica“‰o adequada das cedimento adequado na coleta de promedidas judiciais. vas. Em conversa com a juíza, o 1º Ten N‰obastasse colaborar nas instruacertou a realiza“‰o de uma palestra ções do Pel no que diz respeito ‹s leis, a para os integrantes do elenco. Os PMs ju™zatamb”m auxilia a BM com materiJu™zaCristiane palestrou sobre o tema ÒProdu“‰o e Coleta de ProvasÓ ouviram atentamente a palestras, cujo ais. ÒCom a ajuda da magistrada, consetema era ÒProdu“‰o e Coleta de ProvasÓ. “‰o entre a BM e o Judiciário. “A palestra foi guimos prestar um melhor policiamento ‹ coA iniciativa ” mais uma prova da integraidealizada pela ju™za Cristiane, em virtude de munidadeÓ,destacou o Cmt Roberto.

Durante quatro dias, o Pel de N‰o-Me-Toque desenvolveu uma opera“‰o especial para garantir a seguran“a dos participantes da Expodireto. Realizado no m’s de mar“o, o evento reuniu 140 mil pessoas, obrigando a BM local a refor“ar o efetivo com um Pel do BOE de Santa Maria e três viaturas. A área BM de N‰o-Me-Toque solicitou apoio dos companheiros de farda de Santa Maria de 70 hectares abrigou 200 expositores. Segun- nenhuma ocorr’ncia foi registrada dentro do do o Cmt do Pel, 1º Ten Jo‰o Roberto Cardoso, parqu, durante a realiza“‰o do evento.

Ciclistas são vítimas de atropelamento em Sapiranga Considerada uma das cidades com mais bicicletas por habitantes, proporcionalmente, Sapiranga tem sido palco de acidentes envolvendo ciclistas e motoristas de carros. Das 466 ocorr’ncias registradas na cidade pelo CB no primeiro trimestre, a maior parte foi de ciclistas atropelados por automóveis. De acordo com o Cmt dos bombeiros, Cap Marcus V inicius Falc‰oSperinde, a população está acostumada a ir para o trabalho de bicicleta, especialmente no in™cioda manh‰ e ao final do expediente, quando o fluxo de ve™culos ” intenso. ÒT emos muitas fábricas na cidade, e os trabalhadores preferem utilizar a bicicleta para ir ao servi“oÓ, observou o Cap Falc‰o. Os principais problemas s‰o assinalados na RS 239, rodovia que liga Sapiranga a Campo Bom e Parob”.

Proerd forma nova turma de alunos em Estância Velha Desenvolvido em Est›ncia V elha desde 2001, o Programa Educacional de Resist’ncia ‹ Viol’ncia e às Drogas (Proerd) irá formar no segundo semestre deste ano mais um grupo de estudantes. Coordenado pelo Sd V aldir Rodrigues dos Santos, o programa já formou mais de tr’s mil alunos de 4», 5» e 6» s”ries. No m’s de julho, foi realizada a formatura de 630 alunos de sete escolas. O objetivo do projeto ” diminuir o número de usuários e prevenir o consumo de drogas. De acordo com o Sd V aldir, o suporte do Cmt da BM local, Cap Apar™cio Renner da Silva, tem sido fundamental para o sucesso do programa na cidade. ÒN‰o seria poss™vel atingir resultados expressivos sem o apoio do CmtÓ, destacou. O Sd Valdir acrescentou que os participantes Òt’m gostado muito do programa, uma vez que já existe há três anos”.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Projeto Bombeiro na Escola formou 120 estudantes Palestras preventivas nas escolas. Esta foi a medida adotada pelo Corpo de Bombeiros de Sapiranga para conscientizar os adolescentes sobre as medidas de preven“‰o a inc’ndios. O Projeto Bombeiros na Escola foi desenvolvido para os alunos de 8» s”rie da cidade em parceria com a Secretaria Municipal da Educa“‰o. Durante o curso, os bombeiros passaram instruções de como agir em uma situa“‰o de inc’ndio e como proceder com os feridos. ÒEles aprederam a imobilizar e reanimar as v™timasÓ, atestou o Cmt do CB, Cap Marcus V inicius Falc‰o Sperinde. A formatura dos 120 alunos que participaram da primeira edi“‰o do curso foi realizada no dia 2 de julho. Além das instruções na escola, os estudantes tamb”m visitaram o quartel dos bombeiros e observaram a simula“‰o de resgate. No total, tr’s escolas foram beneficiadas com o programa no primeiro semestre.

CRPO SUL e VALE DO RIO PARDO

CORREIO BRIGADIANO

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 11

Homenagens marcam 30º aniversário do CRPO Sul Servidores mais antigos também tebol Sete alusivo ‹ data. Foram homenageaO Centro de Inativos da Brigada Militar de dos os Sgt Aldenir Diniz Segóvia e Ilson Renato Pelotas sediou, em 13 de agosto, o almo“o corecebem distinções do comando Machado da Luz, que nos œltimos 40 dias fomemorativo aos 30 anos de cria“‰o do CRPo Sul. O sal‰o estava completamente lotado. O diretor do DLP, Cel Juarez Fernandes de Souza, representou o comando da Brigada Militar na festividade. Prestigiaram o encontro os representes da IBCM, Cel Falc‰o e Cel Molina, os ex-Cmt do CRPO Sul, Cel Alcery Frota PintoÊ e Cel Estênio Seoane, o Cmt do 4º BPM, Ten Cel Rosado, o Sub-Cmt do 6º BPM, Maj Brusch, o Cmt do 30º BPM, Maj Ferreira, o Cmt do Corpo de Bombeiros de Pelotas, Maj Garcia, e o Cmt do Pel PRv, Cap Delvacir, al”m de repre-

Cel Juarez entrega distin“‰o ao Sgt Luz

sentantes das associações de inativos da Brigada Militar, de Tenentes e Subtenentes e Sargentos e de Cabos e Soldados. Durante o almo“o houve a premia“‰o das equipes que disputaram o Campeonato de Fu-

Maj De Castro é o escolhido como cidadão de Pelotas

Maj De Castro é o 3º cidadão pelotense na BM

O CRPO Sul ainda recebeu homenagem da C›mara Municipal de Pelotas pela passagem de seu 30º aniversário. A distinção foi recebida pelo Ten Cel Odiomar Luis Bitencourt Teixeira, que atualmente está respondendo pelo Comando do CRPO Sul. Durante o evento, o Maj Paulo Roberto Lima de Castro, chefe do Estado Maior do CRPO Sul, recebeu o t™tulo de Cidad‰oPelotense em reconhecimento aosÊ servi“os desenvolvidos na Brigada Militar , em especial, perante ‹ sociedade de Pelotas.ÊÊÊÊÊÊÊÊ A proposi“‰o outorgada pelo vereador Otávio Soares foi aprovada com unanimidade. Com este titulo o Maj De Castro passa ‹ ser o terceiroÊ integrante daÊ Brigada Militar e o œnico gabrielense a receber tal distin“‰o. Ele agradeceu o reconhecimento da cidade na qual vem desenvolvendo seu trabalho há mais de 14 anos.

Cmt da 8ª BIMtz despede-se dos policiais militares

Gen-de-Brig Ferreira passará a atuar no Rio de Janeiro

Em visita de cortesia ao CRPO Sul, o Cmt da 8a Brigada de Infantaria Motorizada (8» BIMtz), do Ex”rcito Brasileiro, Gen-de-Brig Jo‰o Francisco Ferreira, despediu-se dos integrantes da corpora“‰o em raz‰o de sua movimenta“‰opara o comando da Brigada Páraquedista do Rio de Janeiro. Recebido por oficiais e pelo Cmt em exerc™cio do CRPO Sul, Ten Cel Odiomar Luis Bitencourt Teixeira, Ferreira recebeu uma placa em reconhecimento ao trabalho desenvolvido frente ‹ 8 a BIMtz. ÒNo comando da 8 a Brigada tive várias alegrias e pude constatar que n‰o foi algo moment›neo. Observei e pude fazer parte da integra“‰o entre o Ex”rcito, o poder pœblico e a Brigada Militar local. Uma conviv’ncia fraterna que enriqueceu a todosÓ, destacou. Ele disse que, no Rio de Janeiro, terá um novo desafio: “Mas como gaúcho, sempre que der voltarei ao Rio Grande a fim de reencontrar os amigos que aqui fizÓ. Na oportunidade, Odiomar evidenciou a boa rela“‰oe a parceria durante os mais de dois anos em que Ferreira esteve na regi‰o.

ram para a reserva. ÒJamais esquecerei este momentoÓ,declarou o Sgt Diniz. O Ten Cel Odiomar Luis Bitencourt Teixeira, que responde pelo comando do CRPo Sul, destacou ainda os ex-Cmt, entregando-lhes um diploma pelos relevantes servi“os prestados. Para o Cel Juarez, a import›ncia da homenagemÊÊ estáÊ em saber que a instituição não se esquece de seus policiais. ÒSer lembrado, significa que contribu™mos em um projeto maior e que temos amigos junto ao CRPO SulÓ, frisou.

Os servidores com maicimento de uma vida or tempo em atividade no de trabalho em prol CRPO Sul tamb”m foram das pessoas e da Brilembrados. O Sgt Antonio gada Militar. ÒSabeCarlos Villar Zomorovski, mos que a responsacom 12 anos e 7 meses de bilidade ” muita. A trabalho, e a funcionária civil cobran“a, por certo Ana Lœcia Camargo de Moserá maiorÓ, destacou raes, com 9 anos e 2 meses, Cel Juarez, Ten Cel Odiomar e ex-Cmt na festa o Sgt Villar. Ana Lœcia, receberam com muita alegria a homenagem. por sua vez, prometeu ainda um maior empePara eles,Ê a lembran“a significa o reconhe- nho na defesa dos interesses da corpora“‰o.


Pág 10 – 1» Quinzena de Setembro 2004

Proerd de Nova Alvorada forma mais um turma Pai de quatro filhos, Sd Elias ministra as aulas do programa em suas horas de folga A Brigada Militar de Nova Alvorada realiaula ministrada representa zou mais uma formatura do Programa Educaci- uma inje“‰o de ›nimo, uma onal de Resist’ncia ‹ V iol’ncia e ‹s vez que colabora Drogas (Proerd) em 15 de julho. Na para o enriquecioportunidade, houve a entrega de mento da auto-esdiplomas de conclus‰o do curso aos tima. ÒEles nos alunos das escolas Vicente Guerra, d‰ocoragem para Eliza Saretta Sutilli, 7 de Junho e enfrentar o trabaEd™lioLuiz Chesties, totalizando 100 lho com firmeza e formandos. ÒCom o Proerd, estamos tranqüilidade”, coSd Elias conseguindo, com muito esmero, mentou. O Cmt Alunos também receberam instruções de trânsito durante as aulas do Proerd aproximar a comunidade, abrindo esse canal de n‰opoupa elogios ao Sd Elicomunica“‰ocom a garotadaÓ, assinalou o Cmt as. ÒDesejo que ele continue com a mesma de- n‰oser‰o simples palavras que ir‰o expressar do 4º GPM, 1º Sgt Oliveira Ferraz da Luz, des- dica“‰oque lhe é peculiar pois assim será mais a merecida gratid‰o ao Sd Elias. O Proerd vem tacando que essas crian“as ser‰o, a partir de fácil para concretizar seus objetivos com ’xisendo desenvolvido de maneira acelerada no agora, multiplicadoras dos ensinamentos rece- toÓ,destacou. Outra que elogia a iniciativa do munic™pio.Em quartro anos, o programa já atinbidos beneficiando outros meninos e meninas. pra“a ” a professora Marigilda Molossi, da Es- giu cerca de 100% dos alunos de 4» s”rie do O instrutor, Sd Enio Elias Stefanello, sente cola Municipal Ed™lio Luiz Chesties. Ensino Fundamental, atendendo as quatro maiorgulho do trabalho desenvolvido nas horas de ÒAproveitopara manifestar meu agradeci- ores escolas de Nova Alvorada. ÒEm 2005, prefolga. ÒTenho quatro filhos e aprendi a amar es- mento ‹ Brigada Militar pelo excelente trabalho tendo atingir todas as turmas de 4» s”rie da cisas crian“asÓ, confidenciou. Segundo ele, cada realizadoÓ,comentou ela, acrescentando que dadeÓ,projetou.

Ação da BM de Carazinho resulta em uma prisão Os dois assaltantes que dominaram funci- ™culoe um dos suspeitos. Iniciou-se, ent‰o, o onários de uma loja da área central de Carazi- acompanhamento por parte dos PMs. nho n‰o foram longe. As buscas culminaApós roubarem, medianram em tiroteio e com a te emprego das armas e captura do criminoso grave amea“a, um celular, após acidente ocorrido documentos da proprietána BR 386. No confronria do estabelecimento, to, após disparar várias chaves da loja e de um vezes contra os PMs, o ve™culoFiat, R$ 20,00 de assaltante foi baleado e um cliente e uma camioperdeu o controle do venete F-1000 verde, eles Cmt acompanhou a ca“ada ‹ quadrilha de perto ™culo,adentrando em tentaram escapar. Imediuma lavoura e em seguiatamente a Brigada Militar foi comunicada e ini- da na mata,‹s margens da rodovia. Houve a ciou as buscas aos suspeitos, localizando o ve- pris‰oem flagrante delito do assaltante.Ê O Cmt

da Brigada Militar de Carazinho, Maj Aderli Maximino Dal Bosco, ressaltou, ao final da opera“‰o, a import›ncia do imediato contato da comunidade com a corporação e das informações precisas que foram repassadas pelas testemunhas do fato.

Batalhão Fazendário apreende cargas falsificadas em Nonoai

Formatura mobiliza comunidade de Marcelino Ramos

Avaliação ÒAprendemos que devemos ter uma vida saudável e sem drogas. Através das aulas do Proerd aprendemos a elogiar e valorizar os nossos semelhantes. Obrigado por ter nos ensinado várias maneiras de dizer n‰o ‹s drogas e ‹ viol’ncia. Continue sempre assim. …s um grande educador. Parab”ns!Ó Parabéns!” – Tainá Mesacasa (aluna da 4» s”rie da Escola Estadual de Ensino M”dio Vicente Guerra) ÒProerdfoi e continuará sendo parte da solu“‰o do problema drogas e viol’ncia. Hoje tenho orgulho em falar em Proerd pois para os jovens e crian“as que participaram do programa os resultados foram grandes. Foi um caminho de certeza para termos uma vida saudável. Quero agradecer ao instrutor, Sd Elias, que transmitiu seus conhecimentos a respeito do combate ‹s àsdrogas drogas ee ‹àviol’ncia.Ó violência.” – Marcos Vin™ciosde Oliveira (aluno da 4» s”rie da Escola Estadual de Ensino M”dio V icente Guerra)

Tainá

Marcos Vin™cios

Juliano

Maur™cio

ÒOprograma ensinou várias maneiras de dizer n‰o ‹s drogas e ‹ viol’ncia. O Sd Elias transmitiu muita for“a positiva as crianças.” crian“as.Ó– Juliano de muita força positiva para para as Lima (Escola Municipal Ed™lio Luiz Chesties)

ÒComo Sd Elias aprendemos que desenvolver esp™ritode lideran“a ” muito importante para nossa conviv’ncia. Ele deu oportunidade para que os alunos apreAna Jœlia sentassem as suas redações. Alguns ainda cantaram durante durante aa formatura.Ó formatura.” – Maurício Tedesco (Escola Municipal Ed™lio Luiz Chesties)

Acidente possibilitou a prisão do delinqüente

O Batalhão de Polícia Fazendária realizou a apreens‰o de 360 pares de t’nis falsificados, no posto fiscal de Goio-Em, em Nonoai, em 30 de julho. Na mesma data, no posto fiscal do Estreito, emÊ Marcelino Ramos, foi abordado um Scania. Na oportunidade, o condutor apresentou nota fiscal de transporte de 348 caixas de cal“ados, totalizando 25 pares em cada uma. Durante a inspe“‰o, os PMs ainda enconBolsas falsificadas foram encaminhadas ‹ Receita Sd Zen empenha-se em benef™cio das crian“as traram bolsas de couro (material falsificado), A formatura da primeira turma do Proerd/ marca Lous-Vuitton Malletiera Paris, sendoÊ fria). Foi acionada a Receita Federal e a Pol™cia 2004, em Marcelino Ramos, foi prestigiada pelo apreendida pela Secretaria Estadual da Fazen- Federal, pois a carga era proveniente de Uruprefeito Realdo Colla. Foram 33 formandos que da por sonega“‰o fiscal (apresenta“‰o de nota guaiana, com destino a S‰o Paulo. receberam seus certificados, na ocasi‰o os tr’s CONSEPRO – O Consepro da cidade de Feliz INVESTIGA‡ÌO – O titular da DP de São Se- melhores alunos que fizeram a reda“‰o receestá sob nova dire“‰o. Em pleito que contou basti‰odo Ca™, delegado Jorge Soares, preten- beram medalhas e, com o apoio do com”rcio com a presen“a do T en Reinaldo Arag‰o e do de ampliar ações investigativas. Para isso, ele local, o instrutor, Sd Gilmar Antonio Zen, arredelegado Paulo Gilberto Balad‰o, o advogado conta com reforço de cinco policiais – dois ins- cadou brindes para cada uma das crian“as.O D”cio Luiz Franzen foi eleito presidente da enti- petores e tr’s escriv‰es. ÒAgora poderemos Cmt da 2ª Cia do 13º BPM, Maj Felisberto Cudade. Já o empresário Régis Machado assu- enfrentar o volume de trabalho e incrementar nha da Silveira, enalteceu o empenho do Sd Zen miu o cargo de vice-presidente. atividades que praticamente estavam paradasÓ. em benef™cio da comunidade escolar local.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

INTERIOR

CORREIO BRIGADIANO

ÒEmnome de todos os alunos, quero agradecer ‹ Brigada Militar pelo trabalho realizado nas escolas. Um agradecimento todo especial para os componentes do Grupo de Polícia Rodoviária Estadual - 2» Cia, Sd Jos” Zanteschi, de Passo Fundo, e o Sd Cavalheiro, do Grupo de Pol™cia Rodoviária de Casca, os quais fizeram apresenta“‰o da Escola ABC do Tr›nsito para os formandos. Foi de ótima aceitação. Todos estão de parabéns.” – Ana Júlia Taborda (Escola Municipal Ed™lioLuiz Chesties)

São João do Polêsine ingressa no combate à violência e às drogas O Sd Wagner Silva de Freitas, da BM de S‰o Jo‰o do Pol’sine, formou os primeiros 20 alunos no Programa Educacional de Resist’ncia ‹ V iol’ncia e ‹s Drogas (Proerd). O objetivo, segundo ele, foi prevenir a garotada para os malef™cios provocados pelos entorpecentes. O trabalho beneficiou um grupo de estudantes da Escola Estadual de Educação Básica João XXIII. ÒOutrastrês escolas já manifestaSd Wagner formou primeira turma de estudantes contra as drogas ram o interesse em receber o programaÓ,comentou o instrutor, salientando que os cas de auto-controle e resistência às pressões estabelecimentos de ensino ser‰o atendidos externas para o consumo de drogasÓ, explicou. Todos os 20 estudantes formados na primeira ainda neste semestre. Nas aulas, ministradas em 17 lições, o objetivo é o desenvolvimento turma receberam diplomas em solenidade que da auto-estima e noções de civilidade na garo- foi prestigiada por pais, professores e representantes da comunidade. tada. ÒTamb”m repasso aos estudantes t”cniTROCA – O Comando Regional de Polícia Ostensiva, do Vale do Taquari, está sob o comando do Ten Cel Gilmar Leonhardt, que substituiu o Cel Luiz Alberto Machado Gos no cargo. O CRPO foi criado em 23 de outubro de 1998, com 40 munic™pios, e seu primeiro Cmt foi o, ent‰o, Maj Gilmar Leonhardt.ÊÊAárea de atuação do CRPO do vale do Taquari é de 4,4 mil quilômetros quadrados , com uma popula“‰o de 287 mil habitantes, contando com efetivo de 376 PMs.

CRPO PLANALTO e HORTÊNSIAS Sd Fofonca é o Agasalhos são destaque da BM na distribuídos para cidade de Igrejinha famílias carentes O Sd Jo‰o Gustavo Fofonca, da BM de Igrejinha, foi o destaque do 1º Seminário sobre TCs, realizado no munic™piode T r’s Coroas. Após as palestras proferidas pelo promotor de Justi“a Michael Schineider Flach e pelo juiz Sd Fofonca Vancarlo Andr” Anacleto, das comarcas de Igrejinha e Tr’s Coroas, houve uma rodada de perguntas e respostas com os PMs, na qual o Sd Fofonca foi o mais participante, respondendo a maioria dos questionamentos. Para ele, o seminário foi uma forma de esclarecer dœvidas e agregar conhecimento profissional. ÒMuitas vezes passamos por situações que não sabemos lidar, principalmente com rela“‰o aos TCs, que representam uma fun“‰o nova para a BMÓ, afirmou o Sd, lembrando que muitas situações podem ser resolvidas sem a interven“‰o judicial.

Preso suspeito de cometer ataques contra as idosas Agentes da PC de Santo ångelo e Guarani das Missões prenderam, no dia 21 de julho, um homem suspeito de cometer ataques a idosas. O suspeito foi capturado em Ametista do Sul, em uma opera“‰o que contou com o apoio de PMs e PCs do munic™pio. O suspeito estava sendo procurado pela pol™cia havia cinco anos, acusado do crime de roubo, estupro e morte, cometidos por ele e seu irm‰o. O homem foi conduzido à DP de Guarani das Missões, onde confessou o crime. Após, o acusado foi encaminhado ao Pres™dio Estadual de Cerro Largo. Residentes na Linha do Mel, interior de Guarani das Missões, as vítimas, ambas aposentadas, moravam sozinhas a uma dist›ncia de aproximadamente 100 metros uma da outra. Durante a noite, os delinqüentes invadiram a casa de uma delas, agrediram-na a pauladas, estupraram-na e roubaram alguns objetos de valor. Em seguida, os irm‰os invadiram a moradia da outra idosa que tamb”m foi agredida a pauladas e arrastada pela propriedade por cerca de 50 metros. Uma delas morreu em conseqüência das lesões sofridas e a outra ainda vive com as seqüelas do ataque.

Abaixo-assinado procura conter onda de crimes O munic™pio de Ametista do Sul, que possui cerca de 8 mil habitantes, apresentava, at” o ano passado, índices quase irrisórios de criminalidade. Neste ano, por”m, uma onda de crimes tem assustado os moradores locais. De acordo com o presidente da ACI, Or’nio Carlos de Souza, nos œltimos tr’s meses, o nœmero de furtos, roubos e assaltos aumentou significativamente. ÒAs maiores v™timas s‰o os donos de garimpos e os garimpeirosÓ, afirmou. Impressionado com a efici’ncia dos assaltantes, Or’nio disse que os crimes seriam obra de uma quadrilha especializada. ÒAchamos, inclusive, que existe algum informante dos bandidos morando na cidadeÓ, destacou. Preocupada com a situa“‰o, a Associa“‰o Comercial e Industrial (ACI) da cidade, juntamente com outras 13 entidades, encaminhou um abaixo-assinado ao governo do Estado relatando os problemas que o município enfrenta na área de seguran“a pœblica. Segundo eles, para coibir esses casos seriam necessárias novas viaturas para a Brigada Militar, al”m de um aumento do efetivo da corpora“‰o.

A BM de Igrejinha realizou, no dia 21 de agosto, a entrega dos agasalhos arrecadados junto ‹ comunidade durante o m’s. Cerca de 150 pe“as de roupas, 20 pares de cal“ados e cinco cobertores foram distribu™dos a moradores carentes da rua Rui Barbosa. ÒNos sentimos honrados pela confian“a que a sociedade nos depositouÓ,afirmou o Cmt da unidade, Cap Leandro Brand‰o dos Santos. No dia 25 de agosto, a BM realizou uma barreira policial nas proximidades das obras da nova fábrica da Schincariol, atendendo a uma solicita“‰o da empresa Planar. A opera“‰o teve o intuito de dissuadir os funcionários da obra no sentido de não portarem drogas, armas ou outros objetos que n‰osejam necessários para o serviço. Nove PMs em três viaturas pararam os ônibus que transportavam os funcionários. Após a revista, os PMs expuseram os motivos da a“‰o e liberaram os funcionários que foram orientados a buscar na pol™cia a indica“‰o dos problemas.

CORREIO BRIGADIANO

PMs de São José do Herval não faltam o serviço Os PMs responsáveis pelo policiamento de S‰oJos” do Herval s‰o um exemplo de dedica“‰oe compromisso com a corpora“‰o e com a comunidade. De acordo com o Cmt da unidade, 1º Sgt Alvir Antônio Ribeiro Knopf, nenhum dos três Sd que compõem o efetivo reside no munic™pio,o que faz com que eles percorram grandes dist›ncias para trabalhar. ÒMesmo morando em outras cidades, os PMs nunca faltam o servi“oÓ, ressaltou. O Sd Eriverton Jos” Dewes ” morador do munic™pio de Chapada, que fica a 150 quilômetros da sede do GPM, enquanto que os Sd Jos” Luis Pereira da Silva e Luiz Vicente Risson residem em Soledade, distante 40 quilômetros de S‰o Jos” do Herval. Outro fato destacado pelo Cmt ” a necessidade de deslocamento da tropa nos casos de flagrante delito. ÒSempreque temos alguma pris‰o em flagrante, temos que nos deslocar at” o munic™pio de Fontoura Xavier, distante 15 quilômetros da cidade para a lavraturaÓ, lembrou.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 23

Brigadianos de Ametista do Sul tentam superar as dificuldades O Cmt da BM de Ametista do Sul, 3º Sgt Arlindo Norberto Souza, falou sobre as dificuldades enfrentadas pela corpora“‰o no munic™pio. Al”m da falta de efetivo, comum ‹ maioria das unidades do Estado, a BM local n‰o tem nenhuma viatura ‹ disposi“‰o. ÒO policiamento ostensivo ” feito a p”Ó, afirmou o Cmt. Segundo ele, sempre que acontece alguma ocorr’ncia de maior propor“‰o no munic™pio, os PMs t’m que pedir emprestado viaturas de cidades vizinhas ou carros oficiais da prefeitura. Ametista do Sul ” um munic™pio rico, que tem a sua economia baseada na extra“‰o de pedras preciosas, realidade que tem chamado a aten“‰o de criminosos. ÒTemos de duas a tr’s ocorr’ncias de furto a garimpo por m’sÓ, lembrou o Cmt. O Sgt disse ainda que foram registrados, neste ano, dois casos de assalto na cidade. ÒNunca t™nhamos enfrentado esse tipo de situa“‰oÓ, frisou. Segundo ele, outros delitos t’m preocupado a comunidade, como os casos de furtos de

ve™culos.“Em 2004, já foram furtados cinco veículos no munic™pioÓ, assinalou. A BM local atende cerca de 60 ocorr’ncias por m’s, a maioria por casos de perturba“‰o da ordem, embriaguez e acidentes de tr›nsito. ÒO nœmerode ve™culos circulando na cidade ” muito grande, se comparado ao nœmero de habitantes, aumentando os riscos de acidente de tr›nsitoÓ, destacou o Sgt. O Cmt lembrou ainda que o nœmero de ocorr’ncias aumenta nos finais de semana. “Nos sábados e domingos ocorre um aumento nos casos de desordem e embriaguez, assim como de acidentes de tr›nsitoÓ, destacou. Com rela“‰o ao Proerd, o Cmt afirmou que o programa ainda não está em desenvolvimento no munic™pio, por”m, a BM tem realizado uma s”rie de palestras nas escolas, para tratar sobre o problema das drogas. “No total, já realizamos palestras para mais de 2 mil alunosÓ, destacou. Segundo ele, uma das metas para o próximo ano ” a implanta“‰o efetiva do Proerd.


Pág 24 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

Dilso comanda Consepro de Nova Roma do Sul Colaborar com as pol™cias civil e militar de Nova Roma do Sul. Durante duas d”cadas, esta tem sido a missão do Conselho Comunitário PróSeguran“a Pœblica (Consepro). Criada no mesmo ano de emancipa“‰o do munic™pio pelo dono de supermercado Dilso Luiz Tochetto, a entidade n‰o tem medido esfor“os para ajudar na seguran“a pœblica. Embora esteja enfrentando dificuldades financeiras, o Consepro tem mantido o apoio aos policiais de várias maneiras. Em conv’nio firmado com a prefeitura, o conselho tem repassado verbas para a manuten“‰oda œnica viatura ‹ disposi“‰o da Brigada Militar, al”m da ajuda de custo para o alu-

guel de uma casa para um PM. ÒO Daer tamAl”m de supervisionar o supermercado, b”m cedeu uma casa para dois PMsÓ, acresDilso divide seu tempo com o escritório de concentou. Ë Pol™cia Civil, a institui“‰o tem dispo- tabilidade que mant”m no munic™pio. Para definibilizado material de expediente. A cota de com- nir sua atua“‰o na presid’ncia do Consepro, ele bust™velpara as viaturas tem sido passadas com recorreu a um jarg‰o conhecido do futebol em freqüência. ÒËs vezes, os bancos ajudam a cus- momentos difíceis: “Tô passando, cruzando e tear o combustível dos automóveis”, ressaltou correndo para cabecearÓ. Apesar dos contratemDilso, que reassumiu pela terceira vez a presi- pos, o Consepro pode contar com o apoio da d’ncia. O desinteresse em concorrer ao cargo, prefeitura, que, na medida do poss™vel, tem coque n‰o ” remunerado, ” um dos motivos que laborado com a Brigada Militar. De acordo com afastam poss™veis candidatos. Ò… dif™cil perma-Dilso, o prefeito Id™lio Pasuch tem ajudado os necer ‹ frente do conselho tendo que correr PMs no conserto da œnica viatura do GPM. ÒSe atrás de recursosÓ, salientou. Segundo ele, nin- tenho algum problema, vou at” a prefeitura para gu”m quer disputar o cargo na cidade. tentar resolverÓ, afirmou.

CRPO SERRA e VALE DO RIO PARDO

36º BPM combate furto de veículos e tráfico de drogas em Bento Gonçalves Estabelecida no m’s de maio em encontro com os oficiais do 36º BPM, a Ordem de Operações do Batalh‰o foi implantada em Bento Gon“alves e na maioria dos munic™pios da Serra. Na ocasi‰o, ficou definido que os PMs da região intensificariam as ações de policiamento ostensivo, as operações de fiscalização, cujo objetivo ” combater o furto de ve™culos, e o contrabando de armas. ÒTamb”m estamos fechando o cerco ao contrabando de armas, roubos e furtos praticados na regi‰oÓ, observou o Cmt do Batalh‰o ‹ ”poca, Ten Cel Edison Esti-

valeti Bilhalva. No lugar dele, assumiu, no dia 1º de junho, o T en Cel Atamar Manoel Cabreira Filho. O 36º BPM, que é subordinado ao CRPO Serra, com sede em Caxias do Sul, foi instalado como unidade operacional dentro do processo de reestrutura“‰o da corpora“‰o. A opera“‰o abrange 24 munic™pios da Serra, como Garibaldi, Monte Belo do Sul, Farroupilha, Serafina Corr’a, Uni‰o da Serra, Fagundes Varela, Carlos Barbosa, Nova Bassano, Vista Alegre do Prata, Protásio Alves, Coronel Pilar e outros, al”m de Bento Gon“alves.

BM conta com o apoio da população de Gramado Xavier Comum em algumas cidades, raro em outras, o apoio da popula“‰o e da prefeitura ” fundamental em Gramado Xavier. Antes olhada com restri“‰ono munic™pio, a BM passou a ter a admira“‰o da comunidade. Após assumir o comando da corporação há dois anos e meio, o 3º Sgt Werni Wilson Ziemann adotou uma pol™tica de reaproxima“‰o com os moradores. ÒConsegui mudar o conceito das pessoas sobre a BM, aproximando-as da institui“‰oÓ, afirmou. O reconhecimento do trabalho refletiu diretamente no apoio aos brigadianos, uma vez que a comunidade passou a colaborar com a causa da seguran“a pœblica. ÒRecebemos cavaletes, pe“as para a viatura e verba para a gasolinaÓ, atestou. A prefeitura custeia a manutenção do automóvel ano 1993, que freqüentemente precisa de reparos. “O carro está em péssimas condições”, salientou. A defasagem do efetivo tamb”m ” problema para o Cmt Werni, tendo em vista que o grupo está com um déficit de 57% do elenco. Com apenas dois PMs no policiamento, os Sd Jairo Teles da Silva e Dilso Oliveira Alves, o Sgt ressaltou a dedica“‰o e a uni‰o dos companheiros de farda. ÒMesmo de folga, quando s‰o chamados, eles atendem as ocorr’nciasÓ, confirmou. O entrosamento com a PC de Boqueir‰o do Leão, a 25 quilômetros da cidade, também é outro fato positivo. ÒTemos um ótimo relacionamentoÓ,reconheceu. Segundo o Cmt, as principais ocorr’ncias registradas pela BM s‰o furto simples e furto qualificado.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Cap Marmitt deixa a presidência do Comcrad Depois de passar dois anos ‹ frente do Conselho Municipal dos Direitos da Crian“a e Adolescente (Comcrad), o Cap Claiton Fernando Marmitt, da Escola T”cnica de Pol™cia Militar de Montenegro, entregou, no dia 6 de agosto, a presid’ncia da entidade a Silvia Plentz. ÒPasso o cargo com a consciência tranqüila e com o sentimento do dever cumprido, pois todos os projetos em andamento foram ampliados e outros, implantadosÓ, ressaltou. De acordo com o Cap Marmitt, os investimentos na área triplicaram, uma vez que neste ano foram captados junto ao Executivo e ao Legislativo mais de R$ 223 mil, contra R$ 73,2 mil investidos no ano passado. ÒConseguimos atender um nœmero maior de crian“as em situa“‰o de vulnerabilidade socialÓ, atestou. Al”m disso, projetos como o Proerd e o Prosepa tamb”m est‰o sendo desenvolvidos no munic™pio com sucesso. ÒA nossa cidade não está preocupada em colocar grades e janelas para afastar as crian“as e os adolescentes da sociedade, mas proporcionar a abertura de portas para que eles possam crescerÓ,destacou o Cap Marmitt.

GERAL

CORREIO BRIGADIANO

Aspirantes 1964 visitam Correio Brigadiano Turma Coronel Frota irá completar 40 anos de formatura no dia 18 de novembro No dia 18 de agosto, componentes da Turma de Aspirantes 1964 visitaram a sede do Correio Brigadiano para divulgar a realiza“‰o da solenidade comemorativa aos 40 anos de formatura da Turma Cel Frota. Inclu™dosna Brigada Militar no ano de 1961, tiveram participa“‰o no Movimento da Legalidade em agosto daquele ano, quando cavaram trincheiras para proteger o CIM (Centro de Instru“‰o Militar), que funcionava no atual pr”dio da Academia de Pol™cia Militar (APM), do ataque de tropas do Ex”rcito. Ficaram entricheirados novamente em abril de 1964 para apoiar o novo sistema pol™tico que se instalava , sendo portanto a œnica

Integrantes da turma entricheirados no CIM em 1961

turma a participar dos dois movimentos pol™ticos, o que influenciou na cria“‰o de um estandarte da T urma Cel Frota, homenagem ao Cmt-Geral de 64 que respaldou a formatura da turma. Durante a visita, os Cel Bento Mathuzálem de Vasconcelos, Carlos Alberto Carvalho Ribeiro e Jos” Osmar da Silva Feliu conversaram sobre Turma de 1964 entregam r”plica do Estandarte ao Cel D”lbio a trajetória dos 34 componentes da Turma Aspirantes 1964, dos quais sete já fale- nalou Ribeiro. Todas as atividades desenvolvidas pelos ceram e cinco seguiram carreiras civis, sendo salientado pelo Cel Bento, presidente da T ur- componentes da Turma Cel Frota, após a rema, que os 27 integrantes mant’m contato per- serva, mant’m liga“‰o com a corpora“‰o. ÒEsmanente: ÓTemos uma rela“‰o de amizade e nos tamos presentes como turma em todos os evenencontramos durante o ano, participando de di- tos marcantes da Brigada Militar. Temos prazer versos eventos envolvendo nossas fam™lias.Ó em entrar num quartel, nos sentimos em casa, Já o Cel Ribeiro, destacou que desde o ano podendo defender nossas posições e ideais”, de 1989 o grupo realiza uma solenidade militar destacou Feliu. Eles informaram que na solenina APM para comemorar o aniversário de for- dade dos 40 anos de formatura está planejada matura. ÒNestes 15 anos o evento ganhou en- a participa“‰o da Turma de Aspirantes 74 e 84, vergadura, pois além das homenagens, há um al”m da de 2000, que no ano passado assumiu a tarefa de continuar a tradição da cerimôagradecimento da turma ‹ institui“‰o. Depois disso, viajamos com nossas fam™lias para con- nia militar quando os integrantes da Turma Cel fraternizar e recordar os velhos temposÓ, assi- Frota forem transferidos para o ÒQG do C”uÓ.

Faculdade de Direito da UniRitter realizará seminário sobre polícia Entre os dias 13 e 15 de setembro, será Metropolitano, Ten Cel Paulo Roberto Mendes realizado o I Seminário UniRitter sobre Polícia. Rodrigues, do Sub-Chefe da PC, Del Adalberto Abreu de Oliveira, al”m de professoO evento faz parte das comemorares da Ufrgs, da Univates e da Unições do aniversário de 34 anos da Ritter. As temáticas discutidas serão: Faculdade de Direito da UniRitter, e ÒOpapel da pol™cia em uma sociedaserá realizado no auditório San Thide em busca de seguran“aÓ; ÒA relaago Dantas, no Campus Canoas do “‰oentre a pol™cia e a sociedadeÓ; e Centro Universitário. ÒOsoldado da BM e o policial da PC O seminário contará com a parAdalberto Abreu de Oliveira enquanto trabalhadoresÓ. ticipa“‰o do Cmt de Policiamento

GBI e Agafarma Cmt da Brigada faz anunciam parceria visita de cortesia para breve no RS à Fiat San Marino

Laguna e Cel Esmeraldo acertam detalhes da parceria

O presidente do GBI, Cel Esmeraldo Fonseca Filho, esteve reunido com o supervisor comercial da Agafarma, Luis Fernando Laguna, com o intuito de realizar parceria entre as instituições. Os sócios do GBI terão direito a um cart‰opara efetuar a compra de medicamentos, no prazo de até 60 dias. A forma de pagamento será o desconto em folha. A Agafarma colocará ‹ disposi“ ‰oas 265 farmácias, em 120 municípios.

Cel Costa entrega quadro ÒO CentauroÓ a Zaluski

O comando da Brigada Militar visitou a Fiat San Marino, sendo recebido pelo diretor-presidente da empresa, Pedro Zaluski. Durante o encontro informal, o Cmt-Geral, Cel Airton Carlos da Costa, presenteou Zaluski – um dos grandes parceiros da corporação – com o quadro ÒO CentauroÓ. A obra ” considerada o s™mbolo da institui“‰o militar gaœcha.

Funcionários do JCB têm palestra sobre motivação

Papaleo proferiu palestra para funcionários do JCB

Visando qualificar e aperfei“oar o trabalho do Setor Comercial do Jornal Correio Brigadiano (JCB), foi promovida em 20 de agosto a palestra ÒMotiva“‰o e Estrat”gias de eVndasÓ,do professor Luiz Adolfo de los Santos Papaleo. O evento foi prestigiado pela equipe de vendas e integrantes dos demais setores do JCB. Na palestra, foram demonstradas as formas de encarar os obstáculos e como vencê-los, bem como a quest‰o humana envolvida no processo de vendas. Foi destacado pelo palestrante que o ser humano acaba sendo derrotado por si mesmo, n‰o conseguindo alcan“ar seus objetivos por desacreditar no seu potencial. Encerrada a palestra, os assistentes esclareceram dœvidas e discutiram questões práticas do processo comercial do jornal, culminando com um churrasco de confraterniza“‰o na sede do jornal. CVV – O CVV - Posto Porto Alegre oferece atedimento 24 horas atrav”s do telefone (51) 32316111 e pessoal das 8h ‹s 18h, de segunda ‹ sexta, na avenida Jos” de Alencar , 414/205.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 9

I Copa abc da Integração deverá reunir servidores da segurança Cap‰oda Canoa, no Litoral Norte, vai sediar a I Copa abc da Integra“‰o. A decis‰o foi anunciada em reuni‰oocorrida na sede do Jornal Correio Brigadiano (JCB), que contou com a participa“‰o de Alexandre Ortiz Ferreira (Acadepol), Elias Bastos Gon“alves e Max Flávio Veleda (AbamfBM), al”m de Gilberto Antônio Guimarães da Rosa (Susepe). ÒFicou definido que as Reuni‰omarcou in™cio do planejamento da Copa abc da Integra“‰o equipes obrigatoriamente dever‰o ser formadas por integrantes de, no m™nimo, duas jogo de damas e rœstica. ÒTodas as modalidades ser‰o devidamente arbitradas por profissicorporações vinculadas ‹ Secretaria da Justi“a e da Seguran“aÓ, afirmou o coordenador-geral onaisÓ,assinalou Delbio. O evento deverá ocorrer entre os dias 26 e 28 de novembro, reuninda competi“‰o, Cel Delbio Vieira. As competições esportivas constarão de do cerca de quatro mil integrantes da fam™lia da futebol de areia, bocha, vôlei, cabo de guerra, seguran“a pœblica do Rio Grande do Sul.

Café da manhã marca passagem do quinto aniversário da Sicredimil A passagem do 5º aniversário do Sicredimil, foi comemorada com um caf” da manhã, no Salão de Chá do Clube Farrapos, em 20 de agosto. O evento foi prestigiado pela cœpula da Brigada Militar. O diretor-presidente da entidade, Cel Rudy da Silva Martins, o vice-presidente, Cel Guacir de Llano Bueno, e as funcionárias da cooperativa recepcionaram a todos que atende- Cœpulada BM prestigiou aniversário da Sicredimil no Clube Farrapos ram ao convite para a festividade. As comemorações foram prestigiadas pelo brou que a cooperativo vem crescendo anualpresidente da Sicredi Central/RS, Orlando Bor- mente, tendo cerca de 1,5 mil sócios no Estages Müller, al”m do chefe da Casa Militar , Cel do. Ele tamb”m apresentou a campanha ÒPartiPaulo Osório. Na oportunidade, o Cel Rudy lem- cipe e GanheÓ, que prossegue at” dezembro.

Entidades brigadianas estarão unidas no Parque da Harmonia

Carla Ruas/PMPAÊ

Encontro realizado nas depend’ncias da Funda“‰o Brigada Militar (FBM) definiu que as entidades afins da corpora“‰o aproveitar‰o o mesmo espa“o no Acampamento Farroupilha 2004. O lote do Parque da Harmonia, designado inicialmente para a ASSTBM, passa a abrigar todas as instituições. Houve ainda a cria“‰o de uma comiss‰o para tratar dessa integra“‰o de espaOperários concentraram esforços para preparar a área “o. A corpora“‰o assumiu a incumb’ncia de montar o ÒGalp‰o CulturalÓ brigadiano. Seguros, T›nia Mello. Durante o acampamenA comissão, presidida pelo Cel Simões, terá to, as instituições se encarregarão de recepcioa participa“‰o do Ten Tomazzini (ASSTBM), do nar os visitantes. Ainda em agosto, a prefeitura Sgt Oliveira (AbamfBM), da Maj Cristine (PM5) de Porto Alegre ultimavam detalhes para recee da relações públicas do MBM Previdência e ber os amantes da cultura gaœcha. TRABALHO – A IBCM está em busca de candidatos a estágio de técnico em computadores, com conhecimento de instala“‰o de hardware e de software, bem como configura“‰o e utiliza“‰o dos mesmos, para aproveitamento imediato. A instituição também está em busca de enfermeiro (nível superior). Os interessados dever‰o enviar curr™culos para a sede da IBCM, na rua Bar‰o riunfo, do T 175, bairro Menino Deus, em Porto Alegre, ou atrav”s do e-mail rh@ibcm.org.br.


Pág 8 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CORREIO BRIGADIANO

67ª Corrida do Fogo Simbólico percorrerá 6,4 mil Km Chama da Pátria, retirada pelo Cel Álvaro Cruz Ferreira, chegará a 212 municípios gaúchos No dia 16 de agosto, solenidade ocorrida em frente ao edif™cio Flores da Cunha, sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sob os acordes de um dobrado da Banda da Brigada Militar, foi procedido o acendimento da Pira da Pátria pelo presidente do TCE, conselheiro Victor Faccioni. O ato deu in™cio ‹ largada da 67» Corrida do Fogo Simbólico da Pátria que vai percorrer 212 munic™pios gaœchos. A Chama da Pátria, retirada da pira pelo Cel çlvaro Raul Cruz Ferreira, será carregada por 30 atletas da Liga da Defesa Nacional, que percorrer‰o 6,4 mil quilômetros de estradas gaœchas. Faccioni destacou que oÊ TCE – sempre integrado às comemorações da Semana da Pátria –, este ano foi honrado com a distinção de sediar o acendimento do Fogo Simbólico, no ato c™vico promovido pela Liga da Defesa Nacional e o governo do Estado, tendo como patro-

b”m um chamamento ‹ reflex‰o das desigualdades sociais que afligem o pa™s, atrav”s do lema “Cidadania – Direitos e Deveres”. Durante a solenidade, Faccioni anunciou que o TCE realizará sessão solene no dia 1º de setembro, no Auditório Romildo Bolzan, em exaltação à Pátria.Ê O diretor-presidente da Liga de Defesa Nacional, Cel Pedro Dauro de Lucena, em visita ao Jornal Correio Brigadiano, em 26 de agosto, ressaltou que a entidade busca um maior envolviCel çlvaro acompanhado por alunos do CMPA e do CTBM mento da comunidade neste tipo de ac‰o.Ele ainda explicou que para o no o ministro Poty Medeiros, ilustre fogo simbólico alcançar os 212 munifigura que integrou a Corte, em homenagem ao centenário do seu nasc™pios,cinco viaturas percorreram itinerários distintos, conduzindo a chacimento, que esteve representado ma votiva da Pátria, que foi escoltada pelo seu neto Marcelo Medeiros. O lan“amento oficial das comepor integrantes da Liga, alunos do Col”gio Militar e Tiradentes da BM e intemorações da Semana da Pátria, além Cel Lucena de reafirmar o esp™rito c™vico, faz tamgrantes dos Correios e Tel”grafos.

Servipol promove seminário no Auditório do Palácio da Polícia O Auditório Cícero do Amaral Viana, no Palácio da Polícia, em Porto Alegre, foi palco do primeiro seminário aberto sobre ÒAtividade f™sica,Saœde e Qualidade de Vida na Institui“‰o PolicialÓ, reunindo cerca de 130 pessoas, entre elas o presidente da Associação Pró-Editora“‰o ‹ Seguran“a Pœblica (Apesp), Autoridades avaliam questões atinentes ao bem-estar dos agentes da PC Maj P”rcio Brasil çlvares. T emas vida dos servidores da organiza“‰o. como a importância da prática regular da ativiO chefe de Pol™cia, delegado Acelino Mardade física, avaliações funcionais e o treinamen- ch™sio,evidenciou a importância do seminário. to f™sico pelos policiais civis como uns dos fato- ÒDevemosrealizar mais encontros como este, res essenciais ‹ atividade profissional de Pol™- para podermos discutir e criar formas de mecia foram apresentados e debatidos no evento lhorar a qualidade de vida na Pol™cia CivilÓ, depromovido pelo Servipol. clarou. O presidente da comiss‰o organizadoO tema ÒA Saœde no Quadro Atual da Po- ra, Adroaldo Rodrigues, disse que otrabalho do l™ciaCivil” pela psicóloga do SAS, Leila Cruz. Servipol visa a busca da valoriza“‰o da instituiOs assuntos enfocaram a import›ncia da ativi“‰o. ÒQueremos ter homens bem treinados, dade f™sica voltada ‹ saœde e ‹ qualidade de qualificados e valorizadosÓ, assinalou.

Servidores da segurança recebem homenagem no Dia do Soldado O Comando Militar do Sul (CMS) comemo- laborador Em”rito a sete personalidades, entre rou, em 25 de agosto, o Dia do Soldado. A data elas o chefe da Secretaria de Finan“as do cotamb”m marcou a passamando da BM, Maj Jair gem dos 201 anos de Beltrami, e o delegado de nascimento do patrono Pol™ciaRodrigo Lorenzini do Ex”rcito brasileiro, Zucco. ÊA coloca“‰o de Marechal Luiz Alves de flores junto ao busto de Lima e Silva, o Duque de Duque de Caxias e o desCaxias. Na cerimônia, refile da tropa foram os ponalizada no 3º Regimento tos altos da solenidade de Cavalaria de Guarda presidida pelo coman(3º RCG), houve entrega dante Militar do Sul, geColunista do JCB , Cel RR Marcadella, recebe medalha da Medalha do Pacificaneral-de-Ex”rcito Renato dor. Entre os 32 agraciados estavam o Cel RR Cesar Tibau da Costa. Al”m do general T ibau, Tarso Antonio Marcadella – primeiro colunista os generais-de-Ex”rcito da reserva …dison Bosdo Jornal Correio Brigadiano – e o Cel RR cacci Guedes e Ruy de Paula Couto tamb”m Carlos Vicente Bernardoni Gon“alves. fizeram rever’ncia a Duque de Caxias, que comHouve ainda a entrega do Diploma de Co- bateu pela independ’ncia do Brasil.

Gestão 2003/2004 é retratada em livro pela Afubra

Livro reœne detalhamento das atividades da Afubra

A Associa“‰o dos Fumicultores do Brasil (Afubra) – parceira da Editora Polost – lançou livro para apresentar relatório das atividades da entidade no bi’nio 2003/2004. A obra marca ainda a passagem do cinqüentenário da entidade. O livro mescla dados sobre as iniciativas desenvolvidas na área de alimentos com belíssimas fotografias. Um exemplar do livro, acompanhado de calendário 2005, foi enviado ao JCB.

Nico Fagundes é um dos destaques do Dia do Soldado

O Comando Militar do Sul tamb”m homenageou o tradicionalista e apresentador Nico Fagundes com a Medalha do Pacificador, em raz‰o dos relevantes servi“os prestados ‹ preserva“‰o e divulga“‰oda cultura gaœcha.Emocionado com a distin“‰o, Nico Nico Fagundes Fagundes, definiu as homenagens da como um golpe no cora“‰o, e afirmou que "o Rio Grande do Sul, n‰o lhe deve nada, mas ele ” quem deve tudo ao povo gaœcho". Entre os prêmios já recebidos destacamse Pr’mio Copa Festivales de EspaŒa, Medalha de Bronze da T elevis‰oMundial pelo programa "Galp‰o Crioulo".

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

ADESI – A Associação Assistencial e Recreativa dos Servidores da Justiça e da Seguraça do RS (Adesi) convida equipes de futebol Society para disputarem um campeonato no mês do servidor penitenciário. O torneio acontecerá nos dias 3, 10, 17 e 24 de setembro no campo do Batalh‰o de Pol™ciaRodoviária, em Porto Alegre. Somente poderão participar servidores e estagiários da Superintendência dos Serviços Penitenciários. Informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3288-7235, com o diretor esportivo da Adesi, Gilberto da Rosa, popularmente conhecido pelo apelido de Beto.

GERAL FALANDO COM O CORPO Tarso Antônio Marcadella - Cel

Professor de Educa“‰o F™sica (EsEF/IP A) CREF 252-G/RS Fone: 9963-3285 e-mail: tarso.apef@terra.com.br

TROF…UMOVIMENTO – A Associação dos OLIMPIADAS 3 – O governo federal, através Profissionais de Educa“‰o F™sica do Rio Gran- do Ministério dos Esportes, lancará em 5 de setembro em todas as capitais do pa™s, um prode do Sul (APEF-RS) programou, no Clube Farrapos, para o dia 1º de setembro, o Dia do jeto que foi gestado na ESEF-Ufrgs. Trata-se Profissional de Educa“‰o F™sica.rata-se T de de descobrir talentos esportivos. A meta ” avauma solenidade onde as instituições e os pro- liar 100 mil estudantes com idadea entre 10 e fissionais ser‰o devidamente reconhecidos 15 anos, para identificar e encaminhar oportunamente futuros atletas. Será formado um banpelos relevantes servi“os prestados ‹ Educa“‰oF™sica, no Estado e no pa™s. O evento con- co de dados. Este ” um come“o para que tenhamos uma base esportiva nacional. … pritará com a presen“a de autoridades e ” aberto para sócios da APEF-RS e profissionais de mordial o empenho de todos os profissionais Educa“‰o Física. Após, acontece um jantar, que atuam em escolas no sentido de que se por ades‰o, para confraternizar a passagem comprometam com este projeto. O Projeto da data. Representações do Interior já estão Descoberta de Talentos Esportivos recebeu, em 20 de julho, um refor“o de peso com a adeconfirmando suas presen“as. Participem! s‰odo Fórum Nacional dos Secretários e Ges15º CONGEF – Tramanda™mais uma vez, sediará importante evento de profissionais de tores Estaduais de Esporte e Lazer. Ficou deEduca“‰oFísica. É o 15º Congresso Gaúcho finido que todas as secretarias participar‰o de Educa“‰o F™sica. Paralelamente, aconte- deste evento que marcará no país um passo cerá o 5º Seminário de Atividades Escolares, importante em desporto de alto n™vel. entre os dias 9 e 12 de outubro. Informações PM-AC – A legisla“‰o que regulamentou os podem ser obtidas no site www.apefrs.com.br, profissionais de Educa“‰o F™sica no pa™s foi aplicada e trouxe transtornos para a Pol™cia ou pelo telefone (51) 3221-6469. Durante o congressa, igualmente acontecerá a tradicio- Militar do Acre. Uma das decisões da Fazenda Pœblica ” que foram escalados oficiais sem nal Feira de Material Esportivo, Equipamentos, Calçados, Roupas e Material Didático e os devidos registros no CREF-AC, para exaPedagógico. Para os integrantes da COPPA- minarem fisicamente candidatos em concurso FI, a diretoria colegiada da APEF-RS, está pro- pœblicopara ingresso naquela PM. O concurso foi suspenso liminarmente e segundo a promovendo um desconto institucional devendo a inscri“‰o ser efetuada via EsEF-BM. Apro- curador-chefe Edson Manchini, o Estado está veite e se qualifique para ser instrutor na BM. recorrendo da a“‰o. Para evitar transtornosOLIMPêADAS 1 – Vale a pena uma análise semelhantes no Rio Grande do Sul, o curso cr™ticado desempenho da representa“‰o do de provisionados novamente iniciou outra ediComit’ Ol™mpico Brasileiro na Gr”cia. Por “‰o em 20 de agosto, totalizando 220 horas aulas nas sextas, sábados e domingos para exemplo, com o futebol de campo masculino fora, ficamos de fora de pelo menos uma me- legitimar perante ‹ lei os profissionais inscridalha. Enviamos uma grande delegação – a tos em tempo hábil. É recomendável que os maior da história. Somos considerados pelo integrantes da COPPAFI que ainda n‰o est‰o mundo como o pa™s do futebol. Somos uma credenciados, o fa“am. Na“‰ojovem e ainda em desenvolvimento em SAòDE FINANCEIRA – O Sicredimil está muitas frentes. Estamos economicamente en- crescendo e busca a interioriza“‰o. Hoje, o astre as 10 pot’ncias. Somos um pa™s continen- sociado dispõe no país 825 unidades de atendimento on-line. A meta ” estabelecer, em Santal, mas ainda na diversidade dos esportes, estamos no modesto lugar de 36º na História ta Maria, mais um ponto avan“ado. Recentedas Olimpíadas. Não dá para acreditar. O que mente no Clube Farrapos, Cmt de órgãos da Capital e regi‰o Metropolitana estiveram, junestá faltando? OLIMPIADAS 2 – O atletismo escolar ainda tamente com o alto comando da corpora“‰o, ” muito pouco praticado. As administrações na comemora“‰o pela passagem dos cinco escolares pœblicas e particulares devem esta- anos de exist’ncia do Sicredimil, em 20 de belecer uma diretriz para esta salutar prática agosto, onde foi apresentado a todos um v™que encaminha o pensamento e a conduta do deo institucional mostrando a pujan“a de nosjovem para a vida saudável. É lamentável que sa cooperativa de cr”dito. a concep“‰o atual das escolas com espa“os IDH – …um índice das Nações Unidas que dignos para o atletismo está cada vez mais mede o desenvolvimento humano de uma Na“‰o.Na apura“‰o do ™ndice leva-se em consendo sonegado. Temos car’ncia de investimentos até em áreas de clubes sociais e de ta a renda per capita, esperan“a de vida ao estádios de futebol de campo que, na hipóte- nascer, percentual de adultos alfabetizados e propor“‰o de matrículas nos níveis primário, se de haver espa“o, n‰o realizam parcerias secundário e universitário. É, portanto, uma para tamb”m demonstrarem a alta responsabilidade social com a redu“‰o da criminalida- combina“‰odos ™ndices de educa“‰o, longede e da violência tirando a juventude do ócio e vidade e renda. O ™ndice varia de zero a um. O IDH do Brasil ” 0,775. encaminhando para a vida.

CRPO VALE DO RIO PARDO e CENTRAL

Patrulhas rurais apresentam bons resultados em Salto do Jacuí A BM de Salto do Jacuí está realizando grande demanda de ocorr’ncias. ÒA maior difium série de operações especiais com o objeti- culdade que encontramos ” a falta de recursos humanos, o que exige vo de combater a crimiuma supera“‰o da equinalidade no munic™pio. pe de trabalho para atenDe acordo com o Cmt do der as ocorr’ncias e os Pel, 1º Ten Jos” An™sio fatos que necessitam de Menezes Efel, as operaa“‰opolicialÓ, completou. ções realizada atrav”s Atualmente, 12 podas patrulhas rurais s‰o liciais militares trabalham as que est‰o obtendo os na unidade, nœmero conmelhores resultados. siderado pelo Cmt abaiÒConseguimos,inclusive, 1º Ten Jos” An™sio Menezes Efel xo do previsto para o murealizar algumas prisões”, destacou. Segundo ele, as patrulhas ru- nic™pio.São eles: 1º Ten Jos” Anisio Menezes rais têm conseguido levar tranqüilidade e se- Efel, 3º Sgt Joanir Batista dos Santos e os Sd guran“a ‹s comunidades do interior do munic™- Jorge Joacir Barbosa, V icenteAfonso da Silva pio. “Além disso, temos realizado operações de Pereira, Bibiano Keitel, Jos” Nelso de Oliveira, tr›nsito e de desarmamento na cidade, com o Luiz Fernando de Castro Amorim, Adelar Creintuito de manter a ordem e a paz pœblicaÓ, com- monese, Cedinei Vilmar Dalberto, Jo‰o Batista pletou. Para o Cmt, os PMs do Pel t’m sido um Melo da Silva, Marcos Paulo T eodoro e Nilton Verg™lioFredi Filho. exemplo de dedica“‰o, pois atendem a uma

BM realiza GP de carrinhos de rolimã em Barros Cassal

Alguns carros chegam a custar R$2,5 mil

A Brigada Militar de Barros Cassal realizou, no dia 22 de agosto, o 3º GP de Carrinhos de Rolimã. O evento, já tradicional no município, tem mobilizado a comunidade e foi idealizado pelo Sd Juarez Padilha da Silveira. ÒA id”ia de competi“‰o com carrinhos de lomba surgiu na sala de aula do ProerdÓ afirmou. Segundo ele, a inten“‰o era reunir pais e filhos em uma atividade sadia. A primeira edi“‰o da corrida contou com um nœmero surpreendente de participantes o que incentivou a continuidade do evento. Neste ano, a competi“‰o contou com participantes de outros munic™pios da regi‰o, contabilizando, no total, mais de cem inscritos em cinco diferentes categorias. ÒT™nhamos desde carrinhos de fabrica“‰o caseira at” verdadeiras máquinas, que custam em torno de R$ 2,5 milÓ, destacou Padilha. Ele disse ainda que este tipo de torneio renova as relações entre a corpora“‰o e a sociedade. ÒAl”m de atrair a aten“‰ode crian“as e adolecentes, a BM ainda cria um v™nculo de amizade com a comunidade, que passa a ver o policial militar como um amigo e n‰o um repressorÓ, ressaltou ele, destacando que houve entrega de premia“‰o.

Operação Titãs foi iniciada pelos PCs de Barros Cassal A titular da DP de Barros Casal, delegada Sandra Louzada, elogiou o trabalho desenvolvido pelos policiais civis do munic™pio. Sandra, que tamb”m comanda a DP de Vera Cruz, afirmou que os agentes locais s‰o muito competentes e lembrou da atua“‰o deles na Opera“‰oTit‰s,que prendeu uma quadrilha de falsificadores de documentos que agia no munic™pio. ÒA atividade, que gerou grande repercuss‰ono Estado, foi iniciada em Barros CassalÓ, assinalou. A Opera“‰o Tit‰s,desenvolvida a partir de setembro de 2003, contou com a participa“‰o das DPs de V en›ncio Aires e V era Cruz, da Delegacia Regional de Policia de Cachoeira do Sul e do Departamento de Pol™cia do Interior, totalizando mais de 10 presos.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 25

CORREIO BRIGADIANO

Consepro entrega motocicleta para os policiais militares

Consepro de Boqueirão do Leão auxilia na contrução de moradias

No dia 27 de agosto, o Consepro de Boqueir‰odo Le‰o entregou para a BM do munic™pio, em termo de contrato de comodato, um motocicleta marca Honda NXR125 Bros KS. De acordo com o Cmt do 4º GPM de Boqueir‰o do Leão, 1º Sgt Janir Barbon, o veÊ™culo ” de 1º Sgt Janir Barbon grande utilidade para auxiliar o policiamento ostensivo. O presidente do Consepro, Fábio Luiz Fabris, disse que inclusive a prefeitura do munic™pio repassou R$ 2 mil para a entidade, destacando que a verba será destinada aos órgãos de seguran“a. Para a manuten“‰o dos ve™culos, a prefeitura cuida da m‰o-de-obra e o Consepro da compra das pe“as. A comunidade contribui com taxas referentes ‹ libera“‰o para bailes e festas.A Pol™cia Civil tamb” m foi beneficiada, há dois meses, com uma central telefônica.

O Consepro tem prestado excelentes servi“os aos órgãos de segurança pública de Boqueir‰odo Le‰o. Fundado em 1996, o Consepro já realizou diversas doações nos seus oito anos de exist’ncia. De acordo com o presidente do órgão, Fábio Luis Fabris, além de fornecer material operacional para as corporações, o Consepro ainda auxilia na constru“‰o de moradia para os servidores. ÒEstivemos envolvidos na constru“‰o de quatro casas para PMs do munic™pioÓ, destacou. As obras tamb”m tiveram o apoio da prefeitura e da comunidade. Al”m das casas, tamb”m foram adquiridas para a BM duas espingardas calibre 12, quatro pistolas, uma moto, em parceira com o Clube da Gasolina local, um celular e um microcomputador. Para a Pol™cia Civil foi destinada uma central telefônica, além de móveis e aparelho de fax. De acordo com o presidente, as viaturas das duas insituições são mantidas pela entidade. ÒAdquirirmos as pe“as e pagamos a m‰o-

de-obra dos consertos necessários”, completou. A verba arrecadada pela entidade para as doações ” oriunda do pagamento de taxas para a realiza“‰o de festas, devidamente autorizadas pela BM, e pelo pagamento em dinheiro de penas alternativas impostas pelo juiz local. O Consepro ainda recebe verbas da prefeitura municipal, previstas em or“amento. De acordo com Fabris, o relacionamento entre a entidade e os órgãos de segurança pública ” excelente. ÒTemos um ótimo relacionamento com os brigadianos e com os policiais civis que trabalham na cidade. Somos sempre muito bem atendidosÓ, afirmou. Segundo ele, a comunidade local está satisfeita com o trabalho desenvolvido por eles. ÒO fato de todos os policiais civis e militares morarem na cidade facilita o trabalho e tranqüiliza as pessoas que precisam dos servi“os dos organismos policiaisÓ, ressaltou Fabris, acrescentando que todos os servidores s‰o conhecidos dos moradores.


Pág 26 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CRPO PLANALTO

CORREIO BRIGADIANO

Proerd forma mais 43 estudantes em Camargo Conscientizar as crian“as sobre os trocinaram as camisetas do Proerd, e nos anos seguintes, a prefeitura passou malef™ciosdo uso de drogas tem sido uma das tarefas do Sd Paulo Basti‰o a custear o materialÓ, destacou o Sd RiRibeiro, integrante da BM de Camargo, beiro. Al”m do apoio municipal, o programa tem o respaldo dos pais e dos subordinada ao CRPO Planalto. Desde 2001, o PM dedica-se ‹s aulas do Prodiretores das escolas, que n‰o se cangrama Educacional de Resist’ncia ‹ V isam de salientar a import›ncia das aulas. Ò… gratificante, pois diretores de ouol’ncia e ‹s Drogas (Proerd), tendo fortros colégios já demonstraram interesse mado mais de 300 alunos. No m’s de julho, o programa formou 43 estudantes no projeto”, observou. As lições são leSd Ribeiro já formou mais de 300 estudantes no município de Camargo vadas ao p” da letra at” nos jantares de de 4ª série da Escola Pandiá Calógeras. Com o apoio do prefeito Juarez Lodi nas conseguindo desenvolver as aulas sem proble- formatura. “Não servimos bebidas alcoólicas na tr’s últimas edições do projeto, o Sd Ribeiro está mas. ÒNo ano de estr”ia, algumas empresas pa- solenidadeÓ,afirmou o Sd Ribeiro.

Patrulheiros rodoviários entregam agasalhos em bairros de Erechim Moradores de tr’s bairros carentes de Erechim receberam dos patrulheiros rodoviários estaduais, no m’s de julho, 1.350 pe“as de roupas e 25 pares de cal“ados. A arrecada“‰o foi parte da Campanha do Agasalho desenvolvida pelo GPRv. A quantia, destacou o Cmt da unidade, 1º Sgt Marco Antonio Ongaratto, foi arrecadada em apenas 48 horas. O sucesso da campanha tamb”m foi fruto da parceria com a imprensa, que ajudou na divulga“‰o via TV, rádio e jornais impressos lo-

cais. Conforme o Cmt Ongaratto, os integrantes da fra“‰o n‰o mediram esfor“os para recolher os agasalhos em benef™cio da comunidade carente. ÒEles mobilizaram os amigos e vizinhosÓ, ressaltou. O 1º Sgt Ongaratto acrescentou que a campanha ocorreu at” o dia 26 de agosto, seguindo o cronograma do governo estadual. ÒUm nœmeroexpressivo de pessoas contribuiu para ajudar os mais necessitadosÓ, salientou ele, destacando que quem quiser doar roupas deve se dirigir ‹ sede da unidade no munic™pio.

GERAL

9º BPM forma mais de mil estudantes no Proerd Solenidade de formatura contou com a presença do chefe do EMBM, Ten Cel Ilson Pinto de Oliveira Mais de mil crian“as conclu™ram o Proerd ministrado pelo 9º BPM no primeiro semestre deste ano. A solenidade de formatura foi reaIizada no dia 17 de agosto, no Auditório Araújo Viana, e contou com a presen“a do chefe do EMBM, Ten Cel Ilson Pinto de Oliveira, e do Cmt do CPC, Ten Cel Jorge Alfredo Pacheco de Barcelos. De acordo com o Cel Ilson, o Proerd ” um programa exemplar . ÒO Proerd ” um dos maiores programas que se pode promover no sentido de preparar os jovens na luta contra

Consepro constrói quartel para a BM de Quatro Irmãos Em alguns munic™pios gaœchos, a BM recebe a ajuda do Conselho Comunitário Pró-Seguran“a Pœblica (Consepro). Mas em Quatro Irm‰os,a entidade fez mais do que ajudar na manuten“‰odas viaturas ou no custeio de material de expediente: construiu a sede da corpora“‰o.O pr”dio, al”m de servir de QG, tamb”m pode abrigar tr’s PMs. ÒConstru™mos tr’s apartamentos justamente para que os PMs n‰o enfrentassem problemas de aluguel, mas apenas um está sendo ocupado”, afirmou. Preocupado com a quest‰o da seguran“a pœblica, o atual secretário municipal da Agricultura e presidente da entidade, Antônio Cezar Dalla Rosa, criou o Conselho em 2001, mesmo ano de instala“‰o da BM na cidade. Atualmente, a maior batalha de Dalla Rosa tem sido angariar recursos para ajudar os brigadianos. ÒAs principais car’ncias s‰opneus novos para as viaturas, placas de sinaliza“‰o utilizadas em barreiras, microcomputador e efetivoÓ, ressaltou. Com o apoio da comunidade, ele pretende arrecadar recursos para suprir as necessidades da BM.

Nova diretoria dos inativos da BM toma posse

Festa foi animada pelos mascotes da BM

as drogasÓ, afirmou, Segundo ele, este ” um dos momentos mais bonitos da profiss‰o de PM. A solenidade iniciou com o Hino Nacional Brasileiro, executado pela Banda de Mœsica da Ajud›ncia Geral da Brigada Militar, sob a reg’ncia do 1º Sgt Sílvio Escobar. Após, os alunos prestaram o juramento do programa e entoaram a Can“‰o do Proerd, acompanhados pelo Grupo Vocal do Colégio Concórdia. Na seqüência, foi feita a entrega dos certificados aos professores das escolas participantes do programa. Durante o evento, as crian“as participaram de brincadeiras com personagens infantis e com os mascotes da BM, Onzinho e Noninho. Ainda foram oferecidas lembran“as aos participantes do concurso de reda“‰o do programa. Os autores dos tr’s melhores trabalhos receberam, como pr’mio especial, duas bicicletas ofertadas pelo Hospital Moinhos de Vento e um telefone elular, oferecido pelo Sindilojas. Em seguida, foi prestada uma homenagem aos

GPMA – Na solenidade em que o GPMA comemorou seus 15 anos de exist’ncia foram anexados ‹ frota dois monomotores. Embraer 710C e Centurion 2, ambos doados pela PF . Na mesma oportunidade foi entregue pelo Minist”rio Pœblico de Uruguaiana uma camionete Mitsubishi, que será utilizada pelo Destacamento do Grupamento A”reo naquele munic™pio. Tamb”m foram assinados dois conv’nios de Profesoras exibem o certificado de conclus‰o do Proerd colabora“‰oda Brigada Militar para cria“‰o de monitores – Sd Dirlei de Oliveira Walau, GelciGPMAs nos estados da Bahia e Pará. ara Soares Ribeiro, Luciana Cristina Machado DEBATES – O presidente da Comissão de Gon“alves e Giovana Mayer Della. Cidadania e Direitos Humanos da Assembl”ia, O evento foi finalizado com distribui“‰o de Fabiano Pereira (PT), propôs encontro para dislanches do MC DonaldÕs e de ingressos do Par- cutir a proposta da Secretaria da Justi“a e da que Zaapt Zum aos formandos. Após, houve Seguran“a de participa“‰o da iniciativa privaapresentações do Grupo Vocal do Col”gio Conda na constru“‰o e administra“‰o dos pres™dicórdia e do Grupo de Capoeira Filhos da Viv’nos. O debate deve ocorrer em 16 de setembro, cia. No lado externo do Araœjo Viana, foi reali‹s 9h, na Sala Salsano V ieira da Cunha (3º zada a apresenta“‰o dos c‰es do canil do Ba- andar da Assembl”ia). O projeto de Parceriatalh‰ode Operações Especiais (BOE). Pœblico-Privada,no sistema prisional, está para ser enviado ‹ Assembl”ia. Ser‰o convidados para o debate representantes da Susepe, do Judiciário, Minist”rio Pœblico,Brigada Militar, da Silva Junior. A solenidade de formatura foi Zero Hora – 20/08/04 OAB/RS e da SJS. (Zero 20/08/04) realizada ao lado do monumento ‹ Marinha do POLICIAMENTO – Para mais de 60%, dos mil Brasil, sendo iniciada com o Hino Nacional Braeleitores da Capital que foram ouvidos pelo sileiro, executado pela Banda de Mœsica da AjuCentro de Pesquisa Correio do Povo, o d›ncia Geral da Brigada Militar, sob a reg’ncia policiamento das ruas da Capital deveria ser do 1º Sgt Sílvio Escobar.

Deficientes integram a luta contra as drogas O 1º BPM foi responsável por uma inova“‰ono Proerd. Quinze alunos da Escola Man” Garrincha foram os primeiros deficientes auditivos a serem formados pelo programa. Al”m deles, mais de 1,1 mil estudantes de 28 turmas de alunos das escolas da zona Sul de Porto Alegre foram formados pelo Batalh‰o. A formatura do Proerd aconteceu no dia 5 de agosto e foi iniciada com a concentra“‰o de todos os formandos em frente ‹ sede do Batalh‰o.Após, foi realizada uma caminhada at” o Parque Marinha do Brasil. ÓA id”ia foi tornar o mais pœblico poss™vel o nosso trabalho de resist’ncia ‹ viol’ncia e ‹s drogasÓ, afirmou o coordenador da formatura, Maj Clóvis Reis

Formatura foi iniciada com uma caminhada

Após, os alunos prestaram o juramento do Proerd e entoaram a can“‰o do programa. Em seguida, foi feita a entrega dos certificados de conclus‰odo curso e da premia“‰o do concurso de reda“‰o do programa, na qual foram agraciados os autores dos melhores textos sobre a problemática das drogas. ÒFoi escolhido um texto por turma de formandosÓ, ressaltou o Maj Reis. O evento contou com a participa“‰o do Cmt do 1º BPM, Maj Flavio da Silva Lopes, e do Cmt do CPC, Ten Cel Jorge Alfredo Pacheco de Barcellos. A solenidade foi encerrada com a execu“‰odo Hino do Rio Grande do Sul. Quem tamb”m esteve presente na solenidade foi a m‰e do jogador Ronaldinho Gaœcho, Miguelina Assis Moreira, que foi acompanhar o neto Diego, participante do programa. ÒEle tem exemplo salutar em casa, mas acho a a“‰o boa para mentalizar que jamais deve aceitar drogasÓ, afirmou a avó coruja.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

O Sgt CVMI Orlei Ramos Borges assumiu, no dia 3 de julho, a presid’ncia da Associa“‰o dos Inativos da BM de Passo Fundo. Na cerimônia de posse da nova diretoria, que comandará a entidade durante o tri’nio 2004/2006, estiveram presentes diversos associados e o representante do JCB na cidade, Jos” Luiz Zibetti. “A nossa meta será a luta classista e o congra“amento dos associados em atividades sociaisÓ,afirmou o novo presidente. Os sócios da institui“‰o,que v‰o desde Sd a Cel, t’m participado de todos os desfiles farroupilhas. ESTEIO – O Sd Mauro Wottrich, do 34º BPM, evitou, no dia 5 de agosto, em frente ‹ Escola Estadual Jos” Loureiro da Silva, assalto a um estudante. Com uma arma calibre 32, o assaltante amea“ou a v™tima. Ao ver a cena, o Sd Mauro, que se deslocava para assumir o servi“o, usou a t”cnica policial militar e desarmou o assaltante. O menor estava sendo procurado pelos órgãos de seguranca pública.

As escolas da zona Norte da Capital tam- foram homenageados os seguintes instrutores b”m foram contempladas com o Proerd. No dia do Proerd: Sd Marcelo Carreno Leite, Roseli Terezinha Zotti e W eimar 13 de agosto foi realizaTrindade Paim. da a formatura das turTamb”m houve a mas instru™das pelo 1º premia“‰o do concurso BPM no primeiro semesde reda“‰o do Proerd, tre deste ano. O evento que tinha como temática aconteceu no Sest Senat, no bairro Humaitá, e o problema das drogas. Os autores dos tr’s mecontou com a participalhores textos receberam “‰odas escolas Fernanbicicletas doadas pela do Gomes, Prudente de Crian“as prestaram o juramento do programa Auto Via“‰oNavegantes. Morais, Marechal Mallet,ÊÊÊÊ FO evento foi animado pelo conjunto de A“orianos, Fab™ola Pinto Dorneles, Jo‰o Batista Lacerda, Gon“alves Dias, Teodoro Amstad, dan“a Hip-Hop do Cecobi e pelos mascotes da Brigadeiro Lima e Silva, Benjamin Constant, 1º BM, Onzinho e Noninho. de Maio, Navegantes, Rubem Berta,ÊÊÊ Leopoldo Hoff, Coelho Neto, Otávio de Souza, Ernesto Toqueto eÊ Jœlio Grau. Os formandos receberam um certificado e prestaram o juramento do programa, se compromentendo, perante amigos, familiares e autoridades, a ficar livre das drogas. Os alunos que se destacaram ainda receberam, dos seus instrutores, uma medalha, como pr’mio pela Garotada comemora recebimento dos certificados participa“‰ono programa. Na ocasi‰o tamb”m

responsabilidade da Brigada Militar. Em torno de 25% das pessoas pesquisadas optaram pela Guarda Municipal. Os dados s‰o da pesquisa eleitoral feita entre os dias 12 e 14 de agosto. SSP/RJ – ÒMudei a cœpula da Pol™cia Militar do Rio de Janeiro. T irei os zagueiros para colocar os atacantes. A Pol™cia Militar precisa fazer muitos gols e n‰o jogar na defesa. A bandidagem que se cuide, a cobra vai fumarÓ. SOLIDARIEDADE – O 19º BPM realizou no Campo da Tuca, no Partenon, mais uma edi“‰o do Dia da Solidariedade. O evento teve como objetivo principal auxiliar a comunidade, atrav”s de atividades sociais e de lazer . (Correio do Povo – 29/08/04) DELEGADOS – Tudo indica que será aprovado pela Assembl”ia o projeto do deputado Jerônimo Goergen que prorroga o prazo de validade do concurso para delegado. SEPARA‡ÌO – Ao contrário de outros anos, a BM e a PC n‰o compartilham o mesmo Centro de Operações na Expointer, Est‰o em locais separados. (Zero Hora – 31/08/04) SALçRIO – O projeto matriz salarial que está sendo gestado na SJS tem a ades‰o das entidades de classe. Sua aplicação plena dá mais de 100% de aumento para a base da pir›mide institucional. É embrólio, no entanto, sua flexibilidade temporal para atingir a plenitude.

Pastor e deputado Sérgio Peres recebeu troféu O Patrulheiro

No total, 28 turmas foram formadas pelo batalh‰o

O Programa Educacional de Resist’ncia a Viol’ncia e às Drogas (Proerd) está sendo desenvolvido desde 1998 em escolas do RS tendo formado mais de 120 mil alunos em todo o Estado. Ele ” baseado no programa norte-americano D.A.R.E. (Drug Abuse Resistance Education), desenvolvido em Los Angeles há mais de 20 anos. Atualmente, o programa vem sendo aplicado em outros 50 pa™ses. No mundo todo, o D.A.R.E. chega a envolver mais de 60 mil policiais. No Brasil, o programa já foi realizado no Rio de Janeiro, pioneiro em seu desenvolvimento, e em S‰o Paulo. Em Porto Alegre, a coordenação está sob responsabilidade do Comando de Policiamento da Capital.

No dia 30 de julho, o pastor e deputado estadua S”rgio Peres recebeu o trof”u O Patrulheiro. ÒAgrade“o ao Jornal Correio Brigadiano por esse pr’mio. … uma honraÒ, disse. Ele foi eleito para a Assembl”ia Legislativa como representante dos evang”licos. Pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, S”rgio Peres vive a sua primeira experi’ncia na vida pol™tica. iVndo do Interior, acabou encontrando na igreja o trabalho que buscava na cidade. Ele revelou que 95% dos votos obtidos foram de fi”is, pelo seu trabalho como ministro de culto evang”lico. Ainda ressaltou que a sua atua“‰o no parlamento gaúcho é voltada para as questões agrárias, aproveitando a sua experi’ncia como

Pastor S”rgio Peres recebe o trof”u do Cel D”lbio

agricultor em Santo Antônio da Patrulha Aos 19 anos trabalhou na lavoura, quando decidiu tentar construir uma vida na cidade. Depois de cinco anos, abriu um negócio próprio. Foi neste intervalo que conheceu o evangelho, freqüentando uma igreja em Gravataí.

CRIMINOLOGIA E TECNOLOGIA

Alunos das escolas da Zona Norte foram instruídos pelo 11º BPM Associados comeram carreteiro na solenidade de posse

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 7

CORREIO BRIGADIANO

P”rcio Brasil çlvares - Maj Bel em Direito e presidente da Apesp

Armas Durante o m’s de agosto o nœmero de armas devolvidas à Polícia Federal já passou de 50 mil, surpreendendo as autoridades que previam um máximo de 80 mil armas devolvidas at” dezembro deste ano, quando terminará o prazo estipulado. Nesse ritmo, o total será maior. O Estado que mais devolveu armas foi S‰oPaulo que já está perto de 10 mil, mas o que mais vem chamando a aten“‰o ” Pernambuco, com uma popula“‰o bem menor, mas que já conta com quase seis mil armas devolvidas. No RS já são quase quatro mil. O governo federal garante que todas as armas devolvidas ser‰o destru™das pelo Ex”rcito e que o material talvez seja usado para construir um ÒMonumento‹ Paz e ‹ V idaÓ. Vale lembrar que também terminará em 23 de dezembro o prazo para que os donos de armas n‰o registradas providenciem os seus registros (caso não resolvam entregá-las até

lá), passando, após esse prazo, a responderem por crime inafiançável.

Hediondos

e negros ou pardos. Em verdade, o pa™s n‰o tem dados exatos sobre essa situa“‰o e por isso está sendo implantado, pelo Ministério da Justi“a, o sistema Infopen que será alimentado com dados on-line de todas as secretarias estaduais de seguran“a existentes no pa™s.

O Minist”rio da Justi“a firmou conv’nio com o Instituto Latino Americano das Nações Unidas (Ilanud) para preven“‰o do crime e tratamento do delinqüente, visando à realização de uma pesquisa sobre os resultados obtidos pela aplica“‰oda chamada Lei dos Crimes Hediondos, já que o Ministério, com base em dados preliminares, acha que ela n‰o foi eficaz para diminuir a criminalidade e que falta, tamb”m, no pa™s,eficácia na investigação dos crimes, o que contribuiria para o aumento da criminalidade.

De acordo com dados do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), no Brasil há, atualmente, 308.304 pessoas presas no sistema penitenciário e em delegacias de polícia. Somente n‰o possuem d”ficit de vagas no sistema prisional os estados de Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Tocantins e Piau™.

Presos I

Presos III

De acordo com estimativa do Minist”rio da Justi“a, cerca de 3,5 mil pessoas s‰o presas mensalmente no pa™s, mais de 40% s‰o jovens com menos de 25 anos e mais de 80% s‰o do sexo masculino, de baixa escolaridade, pobres

Presos II

No Rio Grande do Sul existem 18.421 presos no sistema prisional e na pol™cia, o que representa uma taxa de 221 presos por 100 mil habitantes no Estado. O d”ficit no sistema penitenciário estadual é de 2.756 vagas.


Pág 6 – 1» Quinzena de Setembro 2004

GERAL

CORREIO BRIGADIANO

Sd Alvoni Dutra assume Comen e 9º BPM completa 49 anos e destaca 12 brigadianos candidata-se a vereador na Capital Solenidade realizada na sede da unidade foi prestigiada por autoridades civis e militares O envolvimento do Sd Alvoni Dutra, do 4º RPMon, com o Conselho Municipal de Entorpecentes (Comen) foi coroado com a assun“‰o da presid’ncia da entidade no dia 14 de julho. Em cerimônia realizada no Sal‰o Nobre da prefeitura, que contou com a presen“a do prefeito Jo‰o Prefeito João Verle (D) prestigiou cerimônia de posse do Sd Dutra (E) Verle e dos 17 integrantes do Conselho, ele foi elevado ao cargo mais alto do gasÓ.ÒO objetivo ” desenvolver, durante tr’s Comen. Conselheiro da instituição há uma dé- dias, todo tipo de trabalho preventivo na área cada, o Sd Dutra tamb”m ” candidato a vereade saœde mental e depend’ncia qu™micaÓ, desdor de Porto Alegre pelo PFL.Um dos projetos tacou. Experiência, aliás, não falta ao Sd, uma do Sd Dutra ” realizar no m’s de outubro o cur- vez que ele ” consultor em deped’ncia qu™mica so ÒQualifica“‰o de Preven“‰o ao Uso de Dro- e faz palestras para crian“as e adolescentes.

Sd Pivotto recebeu homenagens e Prêmio Chefe Gourmet 2004 O Sd Dorfeu Maur™cio Pivotto recebeu o Pr’mio Chefe Gourmet 2004, pelos servi“os prestados no campo da hotelaria. Na oportunidade, ele recebeu elogios da Confraria de Lion Fran“a, representada por Jean Pierre, e da Confraria de Taco Siciliana Itália. O chef Pivotto ” um dos 30 gourmets que receberam o prêmio culinário mundial Pecorino Carlo, concedido pela revista norte-americana Gourmet`s. Formado no curso de hotelaria na empresa pedagógica Angelo Carraro, pelo Senac, ele enfatizou que a arte da culinária é infinita. “Minha dedica“‰otem que ser de100%Ò, comentou. Inclusive, a rainha da Inglaterra, Elisabeth de Windsor, já fez moção honrosa a Pivotto.

O chef Pivotto serviu durante anos no Palácio Piratini

Em dezembro, ele participará do evento culinário internacional de V iŒa del Mar, onde pretende apresentar o prato ‹ base de lagostas a tropicais. Atualmente, o chef Pivotto presta servi“os na Ajud›ncia Geral.

Firmada mais uma parceria entre o Museu da BM e a Editora Polost

2º Sgt RR Ilvar

2º Sgt RR Domingues

2º Sgt RR Lacerda

3º Sgt Oliveira

O 9º Batalhão de Polícia Militar completou 49 anos de trabalho árduo junto à comunidade que utiliza a área central de Porto Alegre. Inicialmente, houve um caf” da manh‰, no Sheraton Hotel,Ê com a palestra do professor Mário Hamilton Vilela sobre pol™tica agr™cola, reform agrária e movimentos sociais. Após a palestra, o Cmt do 9º BPM, Ten Cel Marco Antonio Moura dos Santos, que ora encontra-se em curso, fez uso da palavra em nome dos oficiais da unidade denominada de Btl Voluntários da Pátria. Ë tarde, no quartel do 9º BPM,Ê ocorreu outra solenidade alusiva ao aniversário, ocasião em que PMs da reserva remunerada foram homenageados em raz‰o dos relevantes servi“os prestados à sociedade. São eles: 2º Sgt Ilvar Redondo, 2º Sgt Nelson Juares Domingues, 2º

3º Sgt RR Capa Fortes

Sd Dailo

2º Sgt RR Pereira

1º Sgt Beckers

Ten Cel Marco Antonio entrega distin“‰o aos homenageados

Sgt Jair da Silva Schimitt, 3º Sgt João Antônio Capa Fortes, 2º Sgt Carlos de Assis da Rosa Pereira, 2º Sgt Rogério Luís Robert e 2º Sgt

Cel Vasconcellos captura bandido após roubo de um telefone celular

2º Sgt Peres

Ernesto da Silveira Lacerda. Tamb”m foram homenageados os PMs que se destacaram no exerc™cio e no desempenho de suas funções no policiamento ostensivo ao longo deste ano. Da 1» Cia foi homenageado o 3º Sgt Eduardo Vasconcelos Oliveira, da 2» Cia, o Sd Dailo Elortis Anhanha, da 3ª Cia, o 1º Sgt Marco Elias Dias Carubim (ex-integrante do 9º BPM), da 4ª Cia, o 1º Sgt Jorge Luis Beckers, da 5ª Cia, o 3º Sgt Luis Fernando Thomaz Trindade, e da 6ª Cia, o 2º Sgt Uilson Roberto Peres. As distinções forem entregues pelo Cmt do 9º BPM que, temporariamente, passou o comando ao Maj Antero Batista de Campos Homem. Houve ainda exposi“‰o de obras de arte de autoria de detentos do Pres™dio Central de Porto Alegre e tamb”m do Museu da Brigada Militar.

Comando da BM participa de café na sede do Sindcivis

Por volta das 12h do dia 4 de agosto, a vi- Viana, no bairro Bom Fim. O criminoso,ÊÊ utilizando uma soqueira, agreatura do Comando da Brigada Militar, deslocadiu o condutor do ve™culo e roubou va, conduzindo o Sub-Cmt Geral, Cel o seu telefone celular. Ao tentar fuReuvaldo Antônio Vasconcellos FerO Museu da Br igada Militar formalizou gir, ele foi abordado pelo Cel V asreira para a reuni‰o-almo“o no Cluparceria com a Polost Editora e Distribui“‰o concellos, que contou com apoio do be Farrapos, quandoÊ presenciaram para ampliar a pesquisa e fazer a reformula1º Sgt Marco Elias Dias Carubin e um jovem que fugia após efetuar um “‰o da agenda histórica da Brigada Militar. do Sd Carlos Renato Rizza.Ê Após assalto. Resultado: Vasconcellos o ÒEssematerial ” uma pesquisa imediata e conduziram a v™tima e o assaltante Pleitos dos servidores civis foram apresentados ao Cmt prendeu. Tudo aconteceu depois que permanente, onde poder‰o ser encontradas Cel Vasconcellos a 10» Delegacia de Pol™cia e posteo assaltante se aproximou de um Fox datas históricas da instituição”, disse o direO Cmt-Geral, Cel Airton Carlos da Costa, e riormente para a Área Judiciária onde foi lavraque estava parado em um semáforo da avenida tor do museu, Maj Roberto Kraid Pereira. o Sub-Cmt, Cel Reuvaldo Antonio Vasconcelos Osvaldo Aranha, próximo ao Auditório Araújo do o auto de pris‰o em flagrante delito.Ê De acordo com o diretor da Polost, Cap Ferreira, estiveram em visita ‹ sede do SindicaCap D”cio e Maj Kraid acertam alguns detalhes da agenda D”cio da Silva Menezes, a agenda segue o to dos Servidores Civis da Brigada Militar (Sindmesmo pr™ncipio do M useu, que foi idealizado do entre os anos de 1929 e 1967; os 204 livros civis-BM), em 5 de agosto, para participar de com o objetivo de preservar a história e guarum caf” da manh‰ oferecido pela diretoria exemanuscritos de Detalhes e Assentamentos de dar a memória da Brigada Militar. cutiva da entidade.Na ocasi‰o, a presidente do oficiais e pra“as da BM, relativos ao per™odo de A biblioteca do Museu ” constitu™da pela 1866 a 1957; revistas e jornais do meio militar, Sindcivis-BM, Adriana Costa, relatou os princiÊNo dia 12 de agosto, o Batalh‰o de Pol™cia cole“‰ocompleta das revistas Globo, com 1,1 pais problemas que afligem a categoria, tais boletins gerais e mais de cinco mil livros de hisRodoviário (BPRv), tamb”m conhecido como mil edições impressas no período compreendicomo realiza“‰o de concurso pœblico, contratos tória militar, do Rio Grande do Sul e do Brasil. Batalh‰oCel Kelleter, recebeu novo armamenemergenciais, risco de vida, celetistas e aposento. O ato ” a concretiza“‰o de um longo per™otadorias obtendo do comando a promessa de do de negocia“‰o, pois o comando do BPRv , fazer todo o possível para minimizá-los. Essa preocupadoÊcom o constante fluxo de delinqüenfoi a primeira vez na história do Sindcivis-BM tes nas rodovias gaœchas, bem como com a que a cœpula da corpora“‰o prestigiou a cateO Ten Cel Hermito Cesar Bortoluzzi ” o evolu“‰odo crime organizado em todo o pa™s, goria com uma visita ‹ sede da entidade. novo Cmt da Escola de Bome o tréfego diário nas rodovias de produtos conCel Costa entrega armamento ao comando do BPRv GIE – O delegado Walter Waigner está estrubeiros da Brigada Militar trabandeados, iniciou em maio de 2002, junto (EsBo). A solenidade foi ao DepartamentoÊ Autônomo de Estradas de destacam-seÊpor sua elevada precis‰o e facili- turando o Gabinete de Intelig’ncia e Assuntos dade de manejo. Com essa aquisi“‰o, o BPRv Estrat”gicos (GIE) da Pol™cia Civil. Segundo ele, presidida pelo pelo diretor Rodagem (Daer), o processo referente ‹ aquio trabalho do GIE deverá potencializar as ações dá um passo ‹ frente no combate ao crime ordo Departamento de Ensino, si“‰ode 100 pistolas e 15 carabinas. de órgãos especializados – Departamento EsCel Paulo Renato Biacchi Rodrigues. O Ten Foram mais de dois anos de tr›mite deste ganizado, al”m de fornecer meios adequados aos patrulheiros rodoviários para a realização tadual de Investigações do Narcotráfico (DeCel Marco Aur”lio da Silva Forlin, antigo Cmt processo, no BPRv, Daer, Ex”rcito, Secretaria narc), Departamento Estadual de Investigações de suas jornadas de servi“o. da EsBo, esteve ‹ frente da institui“‰o a partir Estadual da Fazenda, Casa Civil e Central de Mœsicos da BM roubam a cena no Centro da Capital Criminais (Deic) e Departamento de Pol™cia Em breve, o BPRv receberá 400 coletes do ano passado, sendo marcante suas realizaLicitações at” a sua conclus‰o.As armas foram ções na área de ensino e aquisição de equipaOs integrantes da Banda de Mœsica da Aju- adquiridas com recursos provenientes das mul- bal™sticos,n™vel II, dissimulado, que certamente Metropolitana (DPM). Waigner disse que a Poproporcionará condições adequadas de segu- l™ciaCivil, como toda e qualquer institui“‰o momentos, destacando a constru“‰o daÊ Casa de d›ncia Geral da Brigada Militar, sob a reg’ncia tas aplicadas pelo BPRv, com base no conv’Fuma“a. Al”m disso, reestruturou a Se“‰o Ad- do ST Marco Aur”lio Schweig, realizou a prinio existente entre a unidade e o Daer.As pisto- ran“a ao efetivo, quando na atividadeÊ de patru- derna, necessita de uma área de inteligência, ministrativa, principalmente na parte de informeira retreta de 2004. O evento, ocorrido no las calibre 40 se caracterizam pelo elevado po- lhamento rodoviário. O Cmt da Brigada Militar, que funcione como um suporte às ações policiais. A id”ia ” desenvolver um trabalho preventiCel Airton Carlos da Costa, efetuou a entrega mática, reforma do prédio e mobiliário. A mis- Largo Gl’nio Peres, no Centro de Porto Alegre, der de parada com baixa penetra“‰o. simbólica do armamento à unidade. O secretá- vo, a fim de minimizar as ondas de viol’ncia. s‰oda EsBo ” incitar o desenvolvimento profis- atraiu os amantes da boa mœsica. Houve at” As carabinas Taurus-Famae, calibre 40, sional dos integrantes da BM e dos servi“os ci- quem ousasse dan“ar na via pœblica embalado s‰oas primeiras recebidas pela Brigada Militar, rio da Justiça e da Segurança, José Otávio Ger- Para isto, o gabinete deverá criar banco de dados, onde serão concentradas as informações. vis auxiliares de bombeiros. pelos acordes musicais dos brigadianos. e al”m das caracter™sticas similares ‹s pistolas, mano, prestigiou o ato.

BPRv recebe farto armamento para coibir criminalidade nas RSs

Hermito substitui Retreta faz show Forlin no cargo de em apresentação Cmt da EsBo-BM no Glênio Peres

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

2º Sgt RR Robert

CRPO HORTÊNSIAS Corporação passa Brigada Militar a contar com nova mantém um bom Vtr em Bom Jesus nível de trabalho

BM de Bom Jesus recupera várias armas roubadas

A comunidade de Bom Jesus comemorou a chegada de uma nova viatura para a BM local. No dia 29 de agosto, o secretário da Justi“a e da Segurança, José Otávio Germano, juntamente com o Cmt-Geral da BM, Cel Airton Carlos da Costa, entregaram o veículo – um Corsa Sedan – em solenidade realizada na sede do Pel. O evento contou com a participa“‰ode autoridades locais e de membros da comunidade em geral. De acordo com o Cmt do Pel, 1º Ten Nelson Correa Prates, o processo para entrega da viatura teve in™cio em mar“o deste ano. ÒTivemos que descarregar um Uno 94. A partir da™, ficamos dependendo do empr”stimo de uma viatura da cidade de Cambará do SulÓ, disse. Segundo ele, a nova viatura permitirá um melhor atendimento ‹ popula“‰o. ÒTeremos mais agilidade nos atendimentos, al”m de uma maior visibilidadeÓ, completou.

Durante o m’s de julho, o Pel da BM de Bom Jesus realizou operações no interior do munic™pio,a fim de conter uma onda de roubos de armas nas propriedades rurais do munic™pio. No dia 25 de julho, durante o atendimento de uma ocorrência, o 1º Sgt Doraci Guilherme Boeira e o Sd Andr” Remonti prenderam em flagrante um delinqüente considerado mentor de vários furtos qualificados na regi‰o. O meliante rec”m havia futado uma propriedade e foi encontrado com um revólver, al”m de objetos da propriedade. Após confessar os crimes, o elemento foi encaminhado para o Pres™dio dea-V caria. De acordo com o Cmt da BM local, 1º Ten Nelson Correa Prates, as armas roubadas anteriormente no munic™pio estavam em poder do assaltante e foram recuperadas. ÓConseguimos atender a uma solicita“‰o dos moradores da área rural da cidade, recuperando mais de 30 armas e prendendo o responsável pelos roubosÓdestacou o Cmt.

Sd ferido em serviço retorna aos trabalhos Após quatro meses de recuperação, o Sd Valdecir Jos” da Silva, retornou aos trabalhos do Pel de Bom Jesus. Em 21 abril, durante uma abordagem, o Sd Valdecir foi ferido com um tiro na perna, disparado por um delinqüente que portava uma pistola de fabrica“‰o argentina, com a numera“‰o raspada. Em leg™tima defesa, o Sd revidou a agress‰o do infrator que possu™aantecedentes criminais e foi preso em flagrante. No dia 23 de agosto, Valdecir voltou ao servi“o, realizando trabalhos internos. ÓApesar de ainda sentir dores na perna, o Sd V aldecir, retornou para a atividade operacional, contribuindo novamente com o nosso Pel e com a sociedadeÓ,afirmou o Cmt da unidade, 1º Ten Nelson Correa Prates.

BPFaz realiza operações em São José dos Ausentes O 4º GPFaz é a unidade responsável pelo policiamento fazendário do município de São Jos” dos Ausentes. Com sede no Posto Fiscal da Rocinha, a unidade é subordinada ao 1º Pel, com sede em Vacaria, e possui seis PMs, que s‰ocomandados pelo 1º Sgt Valdemar da Silva Bueno. Al”m de realizar policiamento fixo no Posto Fiscal, o grupamento ainda realiza atividades de controle de apoio ‹ fiscaliza“‰o de tributos estaduais, de segurança nas instalações do pr”dio da Secretaria Estadual da Fazenda e de prote“‰o aos t”cnicos do Tesouro do Estado. Al”m dessas atividades, os PMs ainda realizam operações em postos semi-fixos de turmas volantes, atuando junto aos munic™pios de Cambará do Sul, Bom Jesus, S‰o Jos” dos Ausentes, Jaquirana e S‰o Francisco de Paula.

Ação conjunta impede a ação de criminosos Uma a“‰o conjunta, envolvendo os policiais militares de Igrejinha e Tr’s Coroas, impediu que uma quadrilha catarinense continuasse agindo no Estado. Na madrugada do dia 8 de agosto, o grupo atacou um caixa eletrônico do Banco do Brasil, no Centro de Igrejinha. Posteriormente, os ladrões foram surpreendidos por PMs de Tr’s Coroas. Conforme a BM do munic™pio, dois homens foram pegos e um terceiro conseguiu fugir. Com eles foi apreendida uma picape com placas de Santa Catarina. A quadrilha, que tamb”m fez assaltos em Taquara, possui antecedentes em SC. O grupo foi encaminhado para a DPde Tr’s Coroas para prestar autua“‰o em flagrante.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 27

CORREIO BRIGADIANO

Apesar da defasagem de efetivo, comum a todas as unidades do Estado, a Brigada Militar de Tr’s Coroas está conseguindo manter um bom n™vel de trabalho no munic™pio. De acordo com o auxiliar do Pel, 2º Sgt Antônio Adelar Bachio, 23 PMs compõem o efetivo total da unidade, que é comandada pelo 1º Ten Gustavo Fernando da Silva Carvalho. São eles o 1º Ten Gustavo Fernando da Silva Carvalho, 2º Sgt Antônio Adelar Bachio e os Sd Edison Cezar Silveira Gomes, Jose Gomes Moreira, Rodnei Link de Oliveira, Jos” Agobar Noronha da Silva, Carlos da Silva, Angelino Costa Martins, Al™pio Jahnn, Renato Pedroso Alves, Lindomar Fernandes da Silva, Rog”rio Jesus dos Santos, Clademir de Moura Aguiar, Itacir Jo‰o Lemos, Fabio Nery Inda, Edison da Silva Oliveira, Paulo S”rgio Pavanelo de Freitas, Cleberton Fabiano Buche, Clovis Jair, Araujo Zacher, Vagner Nunes de Lacerda, Leonardo Simm Silva, Robriane Dalsin e Alessandro Moreira.

PCs de Três Coroas tentam superar a falta de efetivo

CB Taquara aposta na prevenção para conter sinistros

A Pol™cia Civil do munic™pio de r’s TCoroas está se superando para conseguir suprir a defasagem de efetivo. De acordo com a titular da DP, delegada Elis›ngela Picoli de Bastiani, apenas seis servidores compõem o efetivo da unidade, sendo tr’s escriv‰es, dois inspetores e um investigador. ÒO ideal seria ter 15 policiais civis atuando no munic™pioÓ, afirmou. Segundo ela, a DP registrou 1.275 ocorr’ncias desde o come“o do ano, mantendo uma m”dia de 160 ocorr’ncias por m’s. ÒA situa“‰o n‰o chega a ser cr™tica, mas estamos sobrecarregadosÓ, frisou. A dlegada disse ainda que a comunidade local tem sido decisiva para o ’xito dos trabalhos da PC. ÒO disque-denœncia tem sido uma pe“a chave para as investigações”, destacou. Al”m das denœncias, a comunidade tamb”m auxiliou na reforma da sede da DP . ÒAs obras de reforma da nossa sede foram custeadas pela comunidade, atrav”s do Sindicato da Indœstrias e de doações espontâneas” assinalou.

O CB de Taquara está apostando na preven“‰opara diminuir o nœmero de sinistros nos munic™piosque est‰o sob sua responsabilidade territorial. De acordo com o chefe da Assessoria de Análises Técnicas da unidade, 1º Ten Miguel Marciano dos Passos, todas as escolas de T aquara já estão devidamente adequadas às normas t”cnicas de preven“‰o. ÒAl”m disso, estamos fazendo cadastramento de todos os pr”dios da cidadeÓ, afirmou. Segundo ele, uma das metas a serem cumpridas neste ano pelo CB ” a implanta“‰o do programa Bombeiros Mirins no munic™pio.“O programa já está funcionando em Parob”Ó,frisou. O CB de Taquara possui um efetivo total de 32 bombeiros e tem como responsabilidade territorial os munic™pios de Taquara, Rolante e Parob”. De acordo com o T en Passos, a maioria das ocorr’ncias envolve acidentes de tr›nsito. ÒTemos um grande fluxo de ve™culos nas rodovias próximas ao município, o que aumenta o nœmero de acidentesÓ, destacou.


Pág 28 – 1» Quinzena de Setembro 2004

Presídio abrigará 16 apenados Pel de Campinas atende Cruzaltense Já foram iniciadas as obras de amplia“‰o do Pres™dio Estadual de Jaguar‰o. Com o apoio do Poder Judiciário local, está sendo construído um albergue com capacidade para 16 apenados, um pavilh‰o de trabalho e duas salas de atendimento para a equipe t”cnica. A casa prisional comporta um efetivo carcerário de 68 presidiários, sendo que 29 est‰o ligados a algum tipo de atividade laboral. Os detentos executam atividades de artesanato, marcenaria, cardagem de pelegos e o cultivo de uma horta. Existe um protocolo de a“‰o conjunta de 10 vagas, firmado entre a Susepe e a prefeitura, que utilizam a m‰o-de-obra prisional para

executar o trabalho de manuten“‰o e limpeza de ruas. Como benef™cio, os detentos recebem um salário mínimo e a remissão da pena conforme os dias trabalhados. De acordo com o administrador do pres™dio, Jaques da Rosa Machado, este tipo de oportunidade de trabalho permite resgatar o valor da integridade. Esta sendo criada pelo juiz da Vara de Excuções Criminais de Jaguar‰o, Ricardo Arteche Hamilton, juntamente com o Minist”rio Pœblico e demais for“as do munic™pio, uma cooperativa de ex-apenados. O objetivo ” oportunizar trabalho, possibilitando assim a restrutura“‰o pessoal destes indiv™duos.

O munic™pio de Cruzaltense n‰o possui fra“‰o policial instalada. Assim, o policiamento ostensivo está sendo realizado pelo Pel de Campinas do Sul.Ê De acordo com o Cmt de Campinas do Sul, 1º Ten Leonel Ritter, a instala“‰o de uma fra“‰o policial no munic™pio ” anseio da comunidade, para proporcionar uma maior sensa“‰o de seguran“a, atrav”s de policiamento ostensivo mais efetivo. Distante 8 quilômetros da sede do Pelot‰o,a BM atua em Cruzaltense atrav”s do patrulhamento periódico executado pela guarnição de servi“o, que atende chamados e executa o patrulhamento escolar, que ” realizado diaria-

Proerd beneficia 100 crianças na cidade de Jaguarão

mente por um servidor do CVMI. A BM se faz presente tamb”m atrav”s do Proerd junto ‹s escolas do munic™pio, onde foram formados, no segundo semestre, mais 25 alunos da Escola Municipal Santa Catarina e outros 19 da Escola Estadual V era Cruz, pelo 1º Sgt Francisco de Assis Antunes Ribeiro, do Pelot‰ode Campinas do Sul. O munic™pio apresenta um baixo ™ndice de criminalidade. Em 2003, foram atendidas 58 ocorr’nci as entre elasquatro furtos qualificados e seis ocorr’ncias de embriagu’s. No primeiro semesAlunos do Proerd receberam o diploma de conclus‰o tre deste ano, foram atendidas 35 ocorr’ncias, Noventa e quatro alunos foram beneficiados sendo tr’s furtos qualificados. pelo Proerd, em Jaguar‰o. As escolas municipais que participaram do programa, noprimeiro semestre, foram a Marechal Castelo Branco e a General Antônio de Sampaio. As aulas foram ministrad as pelos Sd Claudiomiro Barbosa Aguiar e Elias Domingues, da 5ª Cia do 4º BPM. Foi organizada uma grande festa regada ‹ refrigerante e bolo. ÓA aceita“‰odo programa pelos alunos e comunidade ” de 100%Ó, frisou o Sd Aguiar.

Sete bombeiros participam do VII Senabom no Rio O 1º Ten José Edson Pinto Domingues, o 1º Sgt Gilnei Lima da Silva, o 3º Sgt Américo Humberto Pimentel das Neves e os Sd Juarez Cesaro Ferreira Silveira, Carlos Ricardo Farias Machado, Airton Moreno e Luis Antônio Faria Barbosa, do CB de Jaguarão, participaram do VII Seminário Nacional de Bombeiros (Senabom), no Rio de Janeiro. Al”m do ciclo de palestras, houve oficinas de instruções sobre extricação, imobilização e transporte de vítimas, suporte básico de vida, desobstru“‰odas vias a”reas e atendimento de acidentes com mœltiplas v™timas. Os participantes receberam os certificados correspondentes. No seminário participaram delegações representativas de todos os CBs brasileiros.

Policiamento será reforçado pelos PMs de Barra Funda No dia 17 de agosto estiveram reunidos, no gabinete da prefeitura, o Cmt do 38º BPM, Maj Aderli Maximino Dal Bosco, o prefeito de Barra Funda, Roberto Carlos Barbiam, e o Cap Jo‰o Carlos Timóteo da Costa, da 3» Cia do 38º BPM, onde foi acertado que provavelmente no m’s de setembro será implantado o policiamento comunitário em Barra Funda. A prefeitura colocou ‹ disposi“‰odois imóveis e uma linha telefônica e a BM de Sarandi disponibilizará dois servidores e uma viatura. De acordo com o secretário municipal de Administrac‰ode Barra Funda, Arlei Luiz Balista, a comunidade já havia manifestado o interesse em viabilizar este tipo de policiamento.

Reuni‰o no gabinete da prefeitura viabiliza policiamento

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

CORREIO BRIGADIANO

CRPO SUL e PLANALTO

CORREIO BRIGADIANO

Brigada Militar participa de curso sobre condução Nas depend’ncias da Cia da BM de Jaguar‰ofoi realizado um curso sobre condu“‰o de ve™culosleves e ambul›ncias, ministrado pelos 1º Sgts Adair Fran“a Lima e Wlademir Dias da Silva, do CB de Rio Grande. Com 40 horas/aula, foram realizados testes para habilitar o efetivo na condu“‰o de ve™culos leves e ambul›ncias. Participam do curso o efetivo do CB, da BM e os motoristas das ambul›ncias da prefeitura.

Chefe do EMBM, Cel Ilson, ingressou nas fileiras da BM com 19 anos

Será realizada 1ª comunhão e crisma na Brigada Militar

JCB – Rua Bispo Willian Thomas 61 -Teresópolis; îptica Reis – Av. Teresópolis 3173 - Teresópolis; IBCM – Av. Rócio 350 - Partenon; Rua Bar‰o doTriunfo, 175 - Menino Deus; e Av. Cel Apar™cio Borges, 2686 - Partenon; AbamfBM – Av. Veiga 223 - Partenon; ASSTBM – Rua Manoel Vitorino 220 Partenon; Mercado 21 – Rua do Presídio 21 - Partenon; Clube Farrapos Farrapos – Av. Cristiano Fischer - Jardim do Salso;Kako – Rua Humberto de Campos, 332 - Partenon; HBM – Rua Castro Menezes, 155 - Cristal; Livraria Redentor – Av. Assis Brasil, 3220; MBM MBM – Rua dos Andradas 772 - Centro; Sicredimil – Travessa Leonardo Truda, 40 - Centro; Lojas Cordeiro Cordeiro – Trav. Leonardo Truda, 59 Centro; Policl™nicaOdontológica – Rua Siqueira Campos, 372 - Centro; Acadepol – Rua Comendador Tavares, 360 - Navegantes; CEF – Av. Teresópolis, 3536 - Teresópolis; Armaz”m DÕçvila– Rua Cel Jesus Linhares Guimar‰es, 150 - Partenon;TudoFácil – Av Borges de Medeiros, 340 - Centro; Farmácia Phoenix – Av Calhadada, 3912 - Cavalhada.

– Capital – APM – Av. Cel Apar™cio Borges, 2001 - Partenon; DA – Rua dos Andradas, 522 - Centro; CRESA – Rua Felipe de Oliveira, 2 - Rio Branco; BPRv – Av. Cel Apar™cio Borges, 2263 - Partenon; BOE – Rua Silvado, 630 Partenon; 1º GCI – Rua Aureliano Figueiredo Pinto, 345 – Cidade Baixa; BPA – Av. Bento Gon“alves, 3850 - Partenon; Museu da BM – Rua dos Andradas, 522 - Centro; MABM – Av. Cel Apar™cio Borges, 2300 Partenon; SJS – Rua Voluntários da Pátria, 1358 - Centro (portaria e 2º andar)

– Interior –

Alvorada Alvorada: Farmais – Av. Senador Salgado Filho, 14; Bag” : Lojas Cordeiro – Rua Flores da Cunha, 41; Canoas Canoas: 15º BPM BPM – Rua Santos Ferreira, 4321; Charqueadas Charqueadas:: Penitenciária de Alta Seguran“a de Charqueadas; Novo Hamburgo Hamburgo: 3º BPM BPM – Av. Cel Travassos, 1111; Passo Fundo Fundo:: IBCM – Rua Cel Pelegrini, 618; Rio Grande Grande: Banrisul Banrisul – Rua Marechal Floriano Peixoto, 256; Santa Maria ria: HBM – Rua Euclides da Cunha,1800; IBCM – Av. Nossa Senhora das Dores, 79; Viam‰o: Consultório Médico – Av. Senador Salgado Filho, 4661; 18º BPM BPM – Av. Salgado Filho, 14.

PM de Rio Grande vence torneio de xadrez promovido pela EsEF

Já est‰o dispon™veis as fichas de inscri“‰o A conquista veio deO campe‰o de xapara participar da 1» comunh‰o e da crisma da pois das vitórias nas duas drez do Torneio de AniverBM. Elas podem ser encontradas no Departaetapas: torneio absoluto, mento de Ensino da Brigada Militar, na avenida sário da Escola de Educom integrantes da SeCel Apar™cio Borges, 2001, em Porto Alegre. ca“‰o F™sica da Brigada cretaria de Justi“a e da Militar (EsEF-BM) ” o enHá 30 anos como caSeguran“a, Pol™cia Fedexadrista Rinaldo Rodripel‰oda BM, o padre ral e For“as Armadas; e gues dos Santos, Sd do Jo‰o Peters, disse prova interna, da qual os que o encontro inicial 6º BPM de Rio Grande e competidores eram da que serve na corpora“‰o de prepara“‰o aconBrigada Militar. há 11 anos. O Sd Santos tecerá no dia 13 de Sd Santos vence mais uma competi“‰o de xadrez As comemorações outubro, no auditório dedica-se ao esporte há alusivas ao 38º aniversário da ESEF-BM, chefiPadre Jo‰o Peters da Academia de Pol™- 21 anos e diz que o xadrez faz parte de sua ada pelo Maj Carlos Alberto Luvizetto Selistre, vida. “Minha família já se dedicava ao esporte. cia Militar, após a procissão dos motoqueiros. come“aram em 9 de agosto. ÊA programa“‰o das Aos 10 anos me vi competindo. A partir da™, foÒEstesencontro que antecedem a crisma e a comunh‰odevem ser participativos, dialogais e ram várias conquistas, mas a vitória maior que competições desportivas alusivas ‹ data ocortive foi no poder de concentra“‰o e no racioc™- reram entre os dias 9 e 13 de agosto, culminanfraternos, auxiliando desta forma aos pais dos nio lógico que obtive ao exercitar a arte do xa- do com a formatura comemorativa ao aniversáfilhos da BM na viv’ncia da sua f”Ò, enfatizou. rio, prestigiada por autoridades civis e militares. drezÓ,assinalou o campe‰o. IBCM – A IBCM está recebendo currículos de candidatos ao cargo de t”cnico em seguran“a do trabalho para aproveitamento imediato. Interessados devem encaminhar a documenta“‰o ‹ rua Bar‰o do rTiunfo, 175, Menino Deus - Porto Alegre, ou ao e-mail rh@ibcm.org.br. O 3º Sgt Daniel Borges e os Sd Clairton Cunha e Gilmar Pereira, do BOE da Capital, realizaram A terapeuta hol™stica Vera Jorgina SiebeFilha do Cap Epitácio Cunha Campo, nome um parto dentro de neicher lançará a 2ª edição dos livros Essência importante na história da BM de Nonoai, formou- uma viatura. Eles es- 3º Sgt Daniel Borges Sd Clairton Cunha Sd Gilmar Pereira e Transmutando. O evento aconse em Educa“ ‰oF™sica pela Unisc, tavam se deslocando para colocar o beb’ em cima da m‰e paracontecerá em conjunto com o Maj em 1977. No curr™culo tem espe- para a avenida Baltazar de Oliveira Garcia, onde seria montada uma barreira, quando se deparatinuar o deslocamento at” o Hospital Cristo RePaulo Gilberto Silva Larriuscain, cializa“‰oem medicina tradicional ram com a gestante em uma parada de ônibus. dentor, que era o mais próximo" explicou. que lan“a a vers‰o atualizada do chinesa, fitoterapia e reiki. "Ela relatou que estava em trabalho de parto, inDurante o trajeto, o Sd Clairton percebeu livro Auto de Pris‰o em FlagranAtua na área de pesquisa clusive prematuro, e que n‰o tinha conseguido ninum problema: o beb’ havia parado de chorar , te e Delito, editado pela Polost. na parte de biopsicoimunologia, gu”m para socorre-lá pelo fato de ser portadora ficando roxo. Algumas secreções do parto esDe acordo com V era, Esonde desenvolveu a t”cnica da do v™rus HIV" , relatou o Sgt. tavam obstruindo as vias respiratória da crians’ncia ” um livro de bolso voltabioioga: ioga clássica associada Imediatamente, a mulher foi colocada na “a. O Sd Gilmar realizou os procedimentos de do a levar o reequil™brio do ser com outras terapias e neurolinviatura, onde seria levada para o Hospital Noslimpeza dessas vias e o beb’ voltou a respirar humano. Por sua vez, Transmugüística. Al”m disso, trabalha sa Senhora da Conceição, porém perto da rótunaturalmente. Logo em seguida, m‰e e filha fotando surgiu a partir da necessi- Vera está empolgada com o lançamento com workshop de renascimento, la da Baltazar de Oliveira Garcia com a avenida ram hospitalizadas." A experi’ncia ” unica. Este dade de lingüisticamente tratar os pacientes e que consiste num trabalho que envolve autoAssis Brasil, foi necessário iniciar o parto. "Tudo nascimento foi meu presente de aniversário. desta forma levá-los à busca do transmutar. ÒO conhecimento, liberta“‰o do passado, meditaaconteceu em 15 minutos, o parto foi rápido e o Inclusive fizemos contato com o hospital, onde processo de avalia“‰o e evolu“‰o deve aconte- “‰o,entre outras técnicas. Proprietária da Clinio Sd Gilmar amparou o beb’ no momento do informaram que mãe e filha passam bem e já cer de forma positiva, da™ a preocupa“‰o em ela- terapia, destina o atendimento aos pacientes nascimento. Procuramos acalmar a parturienforam liberadas" enfatizou o Sgt, que jamais borar os livros. Pretendo repetir o sucesso alque já utilizaram tratamentos ortodoxos e buste. A menina nasceu chorando e alertei o Sd esquecerá da aventura vivenciada. can“ado em 2000Ò, frisou. cam manter o equilíbrio psicológico.

Com as medalhas de ouro, prata e bronze de Oficiais (CAO), em 1993. no curr™culo, resultado de mais de tr’s d”caDois anos depois, em 1995, conquistaria o das de servi“os prestados ‹ BM, o Cel Ilson posto de Maj por merecimento. Dois anos e 10 Pinto de Oliveira teve a coroa“‰o meses após ter sido elevado a Maj, maior de sua carreira este ano. Ele foi promovido a Ten Cel, novamente assumiu, no dia 1º de junho, a chepor merecimento, em junho de 1998. fia do Estado Maior da Brigada MiEm 2000, participou do Curso Espelitar (EMBM) e a coordena“‰o do cial de Pol™tica e Gest‰o de SeguranFórum Permanente de Apoio ao “a Pœblica (CEPGSP). A sua promoSistema de Saœde da BM. “‰o ao cargo mais elevado da corNascido em janeiro de 1954, pora“‰o ocorreu em 18 de novemCel Ilson o Cel ingressou nas fileiras da corbro de 2001, quando atingiu o posto pora“‰o com apenas 19 anos, em 1973, curde Cel. Trabalho e reuniões, aliás, são duas sando o CFO em 1976, mesmo ano em que coisas que n‰o t’m faltado ao Cel Ilson. alcan“ou o posto de Aspirante a Oficial. Em No m’s de agosto, o chefe do EMBM este1979, já era 1º Ten, passando a Cap em seve reunido com o Cmt-Geral, Cel Airton Carlos tembro de 1987. Assim como o Cmt-Geral, Cel da Costa, com o Sub-Cmt, Cel Reuvaldo V asAirton Carlos da Costa, e o Sub-Cmt, Cel Reu- concellos, e com o chefe de Comunica“‰o Sovaldo Antônio Vasconcellos Ferreira, detento- cial da BM, Ten Cel Carlos Antonio Pereira Ferres de curr™culos recheados de cursos t”cnireira, para discutir as estrat”gias para a Feira cos, o histórico do Cel Ilson revela a preocupa- do Livro 2004 e o Fórum Social Mundial 2005 . “‰oem aprimorar-se cada vez mais. Ganhou o A previs‰o ” de que os dois eventos, que diploma do Curso T”cnico de Ensino (CTE), em ser‰orealizados em Porto Alegre, reœnam mi1988, e realizou o Curso de Aperfei“oamento lhares de pessoas.

Displays do JCB

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 5

Vera Jorgina Siebeneicher lança os livros Transmutando e Essência

Integrantes do BOE da Capital realizam parto no interior da viatura


Pág 4 – 1» Quinzena de Setembro 2004

PM-RJ quer CPI para investigar as mortes de policiais militares Policiais militares est‰o propondo a abertura de uma Comiss‰o Parlamentar de Inqu”rito (CPI) nacional para investigar o nœmero excessivo de mortes na categoria, principalmente no Rio de Janeiro. O presidente da Associa“‰o de Militares Auxiliares Especiais do Estado do Rio, Ten Melquisedec do Nascimento, ingressou com requerimento na Comiss‰o de Direitos Humanos da C›mara dos Deputados pedindo que a situa“‰o seja investigada. A Associa“‰odos Policiais Militares do Brasil tamb”m pediu a cria“‰o de uma CPI na Assembl”ia Legislativa do Rio. Melquisedec explicou que a marginalidade do Rio de Janeiro declarou guerra aos PMs que v’m sendo atacados e exterminados quando est‰o baseados, representando o Estado nacional soberano ou quando s‰o identificados pelos bandidos at” mesmo fora de servi“o. Se-

POLÍTICA

CORREIO BRIGADIANO

gundo ele, at” PMs aposentados s‰o atacados, o mesmo acontecendo com policiais civis, rodoviários e federais. No per™odo de janeiro ‹ primeira quinzena de junho, morreram 281 PMs no Brasil, sendo 81 no Rio de Janeiro, 59 em S‰o Paulo e o restante em outros estados. No mesmo per™odo, foram registrados 65 mortes de policiais na Colômbia e 34 nos Estados Unidos. O presidente da entidade argumentou que os diretos humanos s‰o para todos e que os PMs t’m direito ‹ vida. Ele disse que vai mobilizar as fam™lias de policiais mortos para acompanhar a evolu“‰o do caso no Congresso Nacional. A estimativa ” de que, anualmente, o efetivo total das PMs brasileiras perca 1% de seu contingente para a viol’ncia urbana. O ™ndice assemelha-se ‹ taxa anual de mortalidade da popula“‰obrasileira.

JCB divulga perfil dos candidatos à prefeitura Propostas dos nove postulantes ao cargo de prefeito da Capital está na homepage do jornal O Jornal Correio Brigadiano (JCB) decidiu, nestas eleições, divulgar o perfil de candidatos à prefeitura de Porto Alegre, bem como a vis‰o dos postulantes ao cargo de prefeito sobre a seguran“a pœblica.As respostas ao questionário (abaixo) estão sendo difundidas pelo jornal através do endereço eletrônico www.jcb.com.br. Na homepage, os brigadianos e demais servidores tomar‰o conhecimento das intenções dos candidatos, subsidiando a decisão na hora do voto. As questões propostas nas assertivas n‰o esgotam o assunto e buscam que as respostas possam definir a responsabilidade municipal, onde se vislumbre um “plus” de governante, ações integradas entre o município, a Raul Pont Secretaria da Justiça e da Segurança e os órgãos policiais.

Candidatos

Jair Soares

Beto Albuquerque

Jos” Foga“a

Onyx Lorenzoni

Vera Guasso

Guilherme Giordano

Perguntas 1. No seu entendimento, as guardas municipais portando arma de fogo aumentariam a sensa“‰o de segurança nas suas áreas de ação? Como seria a rela“‰o delas com a BM e PC? 2. Voc’ é favorável ou contra ao emprego das guardas municipais no policiamento comunitário? 3. Pretende apoiar a Brigada Militar no desenvolvimento do Proerd? 4. Qual ” o seu pensamento quanto ‹ instala“‰o de c›meras de v™deo/seguran“a no Centro e bairros de Porto Alegre? 5. Na sua gestão haverá repressão ao comércio ilegal dos camelôs? Se a resposta for afirmativa, quem será empregado na missão? 6. … a favor ou contra os Consepros? A prefeitura vai apoiar o policiamento com combust™vel, manuten“‰ode viaturas e equipamentos? 7. Melhorará a peregrinação de PMs nas madrugadas em busca de conselheiros tutelares? 8.. Dois ou tr’s aportes de verbas federais, para projetos de segurança, já foram firmados entre o Mi-

nist”rio da Justi“a e a administra“‰o municipal de Porto Alegre. Estes projetos devem contemplar em apoio material as pol™cias civil e militar? 9.. Pretende desenvolver algum projeto habita- Vieira da Cunha cional em benef™cio dos servidores da seguran“a? 10.. Qual sua pol™tica de atua“‰o dos agentes da EPTC? 11. Qual a sua opini‰o sobre a aplica“‰o da Lei 8540/00 que dispõe sobre a identificação do prefixo nos tetos dos ve™culos de transporte coletivo, seleti- Mendes Ribeiro Fº vo e de emerg’ncia? 12. A Prefeitura de Nova Iorque ganhou as manchetes do mundo quando implementou a pol™tica da vidra“a quebrada, conhecida como ÒToler›ncia ZeroÓ. Qual sua opini‰o? 13. O fato de a prostitui“‰o n‰o ser classificada como crime inibe a repress‰o. Qual a opini‰o e poss™veisprovid’ncias que podem ser adotadas? 14.. Qual ” o enfoque que deve ser dado para melhorar a sensação de segurança na área central de Porto Alegre?

Inauguradas ruas em homenagem à família brigadiana

CRPO VALE RIO DOS SINOS e SERRA

Sd Flores orienta crianças da Serra na luta contra as drogas A convite do Cmt do Pel de S‰o Marcos, dos diretores dos col”gios e donos de empre1º Ten Jacir Tadeu Ramos da Silva, o Sd Van- sas. No m’s de julho, ele palestrou em um curderlei Rodrigues Flores assumiu, em 2001, uma so intensivo sobre droga e depend’ncia para miss‰ona qual permaneceria envolacad’micos de Psicologia da Univervido at” hoje: ajudar as crian“as na sidade de Caxias do Sul (UCS). batalha contra as drogas. Depois de ÒOreitor Luiz Antônio Rizzon me participar de um curso sobre drogaconvidou pela segunda vez para contiza“‰ona Cruz Vermelha, o Sd pasversar sobre a preven“‰o ‹s drogasÓ, sou a realizar palestras de prevendestacou. A presença do Cmt do 12º “‰oao uso de drogas nas escolas e BPM, Ten Cel Telmo da Silva, do Cmt Sd Flores nas empresas da regi‰o da Serra. da 5» Cia, Cap Juliano do Amaral, do Desde que deu in™cio ao projeto, o Sd Flo- 1º Ten Jacir, do prefeito de S‰o Marcos, Adair res já palestrou 870 vezes. O trabalho exige Nazareno Casarotto, e de vereadores no encondisposi“‰o, tendo em vista que os encontros tro comprovam o prest™gio do Sd junto ‹s autos‰orealizados nos horários de folga do PM. ridades da regi‰o da Serra. ÒDepoisde uma hora de palestra respondo ‹s No m’s de junho, os estudantes da Escola perguntas dos estudantesÓ, afirmou. A impor- Frei Caneca, do munic™pio de Ip’, foram benefit›ncia da fam™lia e os efeitos do uso de drogas ciados com a palestra do Sd Flores. ÒEstiveram no organismo s‰o os principais temas tratados presentes pais, alunos e professoresÓ, saliennas reuniões. O sucesso do trabalho do Sd Flo- tou. O PM tamb”m foi convidado para escrever res pode ser medido pelos reiterados pedidos uma coluna sobre preven“‰o no jornal local.

Governo entrega nove viaturas à BM de Novo Hamburgo

Moradores aprovaram escolha de nomes das ruas

Os moradores do Conjunto Residencial Costa e Silva, no bairro Sarandi, na zona Norte de Porto Alegre, prestigiaram a cerimônia de inaugura“‰ode diversas placas indicativas com o nome de pessoas ligadas ‹ Brigada Militar. O vereador Jo‰o Carlos Nedel foi o autor dos projetos de lei que rendeu homenagem aos integrantes da corpora“‰o e familiares de brigadianos. Representantes das 23 fam™lias receberam uma placa com o nome do homenageado e uma cópia do projeto de lei, que oficializava o ato. Al”m do vereador Nedel, a presidente da Associa“‰oComunitária Laura Elisa Machado, o Cel PM Paulo Astor Eifler e o Cel Jos” Alberto Monteiro prestigiaram a solenidade. A Banda da Brigada Militar abrilhantou a festividade, tocando o Hino Nacional, o Hino Riograndense e uma can“‰ode Tom Jobim, nome da pra“a onde aconteceu o evento e que tamb”m foi inaugurada com o nome do famoso compositor, proposi“‰o igualmente do vereador Nedel.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

PROJETO – O deputado estadual Estilac Xavier protocolou na Assembl”ia Legislativa projeto de lei relacionado com a seguran“a pœblica. A matéria propõe a corre“‰ode valores para o caso de morte ou invalidez total ou parcial de policiais civis e militares. ÒA inexist’ncia de um mecanismo de correção na Lei nº 10.996/97, que concede a indeniza“‰o em caso de morte ou invalidez aos servidores operacionais daSecretaria da Justi“a e da Seguran“a produz desigualdades e distorções que devem ser eliminadas do texto da leiÓ, destaca Estilac Xavier . ÒEste projeto vem para corrigir esta injusti“aÓ, esclareceu o parlamentar. CONSELHEIROS – O chefe da Polícia Civil, delegado Acelino Felipe da Fonseca Marchisio, empossou os novos conselheiros titulares e suplente do Conselho Superior de Pol™cia. Foram empossados Luiz Felipe de Lima Magalh‰es(OAB), delegados Paulo C”sar Caldas Jardim, Enio Jos” Schaefer e Paulo Costa Prado (suplente). A posse ocorreu no plenário do Conselho, localizado no 6º andar do prédio da Secretaria da Justi“a e da Seguran“a (SJS). O CSP ” presidido por Marchisio.

Governador entregou viaturas ‹ BM de Novo Hamburgo

Desde o m’s de agosto, a Brigada Militar de Novo Hamburgo passou a contar com o refor“o de nove viaturas nas ruas da cidade. O incremento da frota de ve™culos foi fruto de um conv’nio firmado entre o governo do Estado e a Secretaria Nacional da Justi“a (Senasp). O governador Germano Rigotto participou da cerimônia de entrega das chaves dos carros, na Pra“a da Bandeira, e destacou os investimentos feitos na área da segurança estadual. Ao todo, foram distribuídos 203 automóveis, dos quais 104 ‹ BM e 99 para a Pol™cia Civil, beneficiando 15 munic™pios da regi‰o do aVle dos Sinos. Os crit”rios utilizados na distribui“‰o das viaturas foram o ™ndice de criminalidade e a localiza“‰oestrat”gica das cidades. No mesmo dia, Rigotto ainda entregou mais oito carros ‹ BM da cidade de S‰o Leopoldo.

Polícia Civil prende traficante no Vale do Rio dos Sinos Na manh‰ de 19 de agosto, agentes da 1» Delegacia de Pol™cia de Novo Hamburgo, no Vale do Rio dos Sinos, prenderam em flagrante um traficante de drogas que atuava na cidade. O homem, foragido da Justi“a e condenado a 12 anos por roubo a um posto de gasolina no munic™pio, ainda tentou fugir,mas foi contido pelos policiais. Os agentes apreenderam, no apartamento dele, uma quantidade de crack equivalente a 125 pedrinhas da droga. Do total, 75 pedrinhas estavam prontas para consumo. Al”m da droga, foram encontrados dois revólveres calibre 38, com muni“‰o e a numera“‰oraspada. De acordo com o titular da 1º DP do munic™pio, delegado Eduardo de Oliveira C”sar, os policiais civis investigavam há algum tempo o tráfico de drogas naquele local. O traficante, de 35 anos e já conhecido pela PC, foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes e porte ilegal de armas, al”m de ter sido encaminhado ao Pres™dio Central.

CORREIO BRIGADIANO

1º Sgt Eliane dita as ordens na BM do município de Ipê Com jeito e simpatia, ela foi impondo o seu estilo no GPM do munic™pio de Ip’. Fato raro na BM, a 1» Sgt Eliane Medianeira Soares Neto ” quem dá as cartas aos companheiros de farda. Ë frente dos PMs há dois anos e meio, a Cmt afirmou que n‰o enfrenta problemas pelo fato de ser mulher. ÒNo in™cio, as pessoas estranharam, mas com o tempo viram que era normalÓ, observou. Para garantir a seguran“a do munic™pio,a 1» Sgt Eliane conta com um efetivo de cinco PMs. ÒTemos recorrido ‹s horas extras para suprir a car’ncia do elencoÓ, salientou. As principais ações da BM têm sido realizadas nos estabelecimentos comerciais e nas ruas da cidade, visando o combate ao uso de drogas. ÒIntensificamos o policiamento em determinados locaisÓ,disse. De acordo com a Cmt, o Consepro, que ajuda na manuten“‰o das viaturas, e a PC s‰o alguns dos aliados da BM na luta contra a criminalidade. ÒO pr”dio da corpora“‰o ” cedido pela prefeituraÓ, completou.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 29

BM arrecadou mil peças para a Campanha do Agasalho 2004 Al”m de garantir a seguran“a do munic™pio de S‰o Marcos, a BM local tem se destacado pelos trabalhos comunitários. Em julho, o Cmt do Pel de São Marcos, 1º Ten Jacir Tadeu Ramos, entregou mil pe“as de roupas ‹ primeira-dama do munic™pio, Maria Luci Casarotto. O recolhimen1º Ten Jacir entregou mil roupas para a campanha ‹ primeira-dama Maria Casarotto to dos donativos foi parte da Campanha do Agasalho organizada na cidade. feitura, a BM n‰o deixa de garantir a seguran“a As roupas arrecadadas foram entregues ‹s do munic™pio. Com a participa“‰o do time local fam™liascarentes do munic™pio. Para mobilizar no campeonato municipal de futebol de campo, a sociedade durante os 30 dias de campanha, a os Sd do Pel t’m sido destacados para fazer o BM contou com a colaboração da rádio local, policiamento nas cercanias do Estádio Elias Solque se encarregou de divulgar o trabalho dos datelli. ÒFazemos a seguran“a interna e exterPMs. “A Rádio Diplomata sempre nos auxilia em naÓ,salientou o Cmt Jacir. tudo que precisamosÓ, destacou o Cmt. Apesar O pœblico dos jogos ” de causar inveja at” de dedicar tempo para as campanhas sociais e mesmo ‹ dupla Gre-nal. ÒNa œltima partida tivedesenvolver atividades em parceria com a pre- mos mais de seis mil pessoasÓ, ressaltou.


Pág 30 – 1» Quinzena de Setembro 2004

CRPO SUL

CORREIO BRIGADIANO

1º Sgt Barnasque deixa o comando do GPM de Cerro Grande do Sul para cursar o CBA Após comandar o GPM de Cerro Grande do Sul por 13 anos, o 1º Sgt Barnasque dos Santos passou, no dia 20 de agosto, o comando para o Sd Nelson Ricardo de Lima Batista. Tendo inclu™do na Bri1º Sgt Barnasque gada Militar em 1981, o Sgt assumiu o GPM de Cerro Grande do Sul em 1991, após ter passado pelo 14º BPM e 4º BPM, tendo anteriormente comandado Tapes, sede de um Pelotão do 30º BPM. Desde o dia 23 de agosto, o Sgt Barnasque é aluno do Curso Bá-

Sd Ricardo

Sd R”gis

sico de Administra“‰o (CBA), ministrado nas depend’ncias da Academia de Pol™cia Militar. Ao término, ele será promovido a 1º Ten. Ao deixar o comando, o Sgt Barnasque destacou a atua“‰o de seus colegas. ÒAgrade-

Sd Eitor

Sd Govoni

“o o esfor“o e a dedica“‰o do efetivo, pois n‰o conseguiria obter os resultados positivos de meu comando sem elesÓ, afirmou. O novo Cmt, Sd Ricardo, afirmou que reunirá todos os esforços para substituir o Sgt ‹ altura. ÒTentarei manter o n™vel

Sd Rog”rio

Sd Camboim

do trabalho desenvolvido pelo Sgt Barnasque, principalmente combatendo o porte ilegal de armas, as irregularidades no tr›nsito e os assaltosÓ, destacou. Atualmente, atuam na unidade os se-

Sd Moreira

Sd Cleomar

guintes Sd: Nelson Ricardo de Lima Batista, Rog”rio Hellebrandt dos Santos, Mauricio Coelho Camboim, Jo‰o Cezar Govoni, Eitor Pooch, Cleomar Rodrigues Duarte, Murilo Burk Moreira e R”gis Oliveira Amador.

PI permanecerá aberto em benefício da comunidade Um conv’nio, firmado entre a prefeitura e o CIEE possibilitou a continuidade dos trabalhos do Posto de Identifica“‰o de Cerro Grande do Sul. A parceria possibilitou que a estagiária Los›ngela de Medeiros Marques realizasse o trabalho do órgão na sede da DP local, que deixou de realizar esta fun“‰o em 1998, quando o Instituto Geral de Per™cias (IGP) passou a ser responsável pela confec“‰o das carteiras de identidade. Caso n‰o fosse firmado o conv’nio, o Posto de Identifica“‰o seria fechado. O secretário municipal de Administra“‰o, Rubem Duarte Xavier, disse que, se o conv’nio n‰o fosse realizado, a popula“‰o sairia prejudicada. ÒSem o posto, as carteiras seriam feitas em Camaqu‰ ou Tapes, distantes 50 km da cidadeÓ, explicou.

Quartel precisa de amplas obras de reestruturação

Sede do GPM está com problemas estruturais

Localizada no centro do munic™pio, a sede do GPM de Cerro Grande do Sul está precisando de reformas urgentes. O ex-Cmt da unidade, 1º Sgt Barnasque dos Santos, encaminhou, antes de deixar o comando, o pedido de verbas para a obra. ÒNossa sede ” de madeira, necessita de pintura e troca de partes da estruturaÓ, informou. Segundo ele, o investimento necessário para que todos os problemas sejam resolvidos foi or“ado em R$ 5 mil.

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Policiais percorrem cem quilômetros para trabalhar Para atender uma popula“‰o de 9 mil habitantes, a DP de Cerro Grande do Sul conta com o trabalho de tr’s policiais: escriv‰ Ana Luiza Longaray, escriv‰o Lucas Garcia Batista e inspetor Gilson Osi Osielski. Os servidores atendem toda a demanda da Se“‰o de Investiga“‰o e de procedimentos do munic™pio, trabalhando em regime integral. Nos casos de flagrantes, o delegado Rudymar de Freitas Rosales, titular da DP de Tapes, se desloca at” o munic™pio. Moradores de Tapes, os policiais civis percorrem cem quilômetros diariamente para atender as atividades de rotina da Delegacia de Pol™cia. ÒNosso esfor“o permite que a DP funcione normalmenteÓ,afirmou Ana. O trabalho da equipe ” reconhecido pelo secretário municipal de Administra“‰o, Rubem Duarte Xavier. ÒEstamos satisfeitos com o trabalho da PC do munic™pio. Nossa cidade ” calma e, quando acontecem, os crimes s‰o rapidamente solucionados por esta brilhante equipe”, destacou o secretário.

POLÍTICA 1º Sgt Osmar Goi está concorrendo ao cargo de vereador O 1º Sgt Osmar Antônio Goi, candidato a vereador pelo PMDB, na Capital, visitou a sede do Jornal Correio Brigadiano para conhecer as instalações e rever velhos amigos. Leitor ass™duo do jornal, Osmar ressaltou a sua import›ncia: ÒO Correio Brigadiano ” 1º Sgt Osmar Antônio Goi um jornal que traz informações referentes à seguran“a pœblica, o que ” de grande utilidade para a sociedade como um todoÓ. O Sgt, que foi para a reserva em 1992, pretende lutar pelos direitos dos servidores inativos. ÒAntes de pensarmos em viaturas e equipamentos, temos que nos preocupar com o homem, que ” o nosso maior patrimônio”, destacou. Segundo ele, a prefeitura deveria se preocupar mais com a seguran“a pœblica. ÒA seguran“a pœblica n‰o ” dever somente do EstadoÓ, assinalou.

Andréa Velasco pretende trabalhar pela segurança A advogada Andr”a V elasco ” candidata a vereadora, em Viam‰o,pelo PMDB. Andr”a tem como principal plataforma o trabalho pela seguran“a, que, segundo ela, está ligada a tudo que envolve o bem-estar do cidad‰o.ÒA seguranAdvogada Andr”a Velasco “a n‰o diz respeito apenas ‹ viol’ncia, mas tamb”m ‹s ruas cal“adas, iluminadas e com saneamento básico”, afirmou. Como advogada, Andréa atua na área de seguran“a pœblica, especialmente na defesa da fam™lia brigadiana. Ò… impressionante a repercuss‰oque o JCB tem junto aos servidores da seguran“a pœblicaÓ, destacou, elogiando a abrang’ncia do jornal. Outra bandeira de luta defendida pela candidata ” o resgate do folclore tradicionalista gaœcho.

Candidato quer mais segurança para o bairro Teresópolis O líder comunitário Aldoir Machado Borges está preocupado com a segurança dos moradores do bairro Teresópolis, na Capital, onde reside. Candidato a vereador da cidade pelo PTB, Aldo V™deo, como ” conhecido, afirmou Aldoir Machado Borges ter vários projetos que visam dar mais seguran“a aos cidad‰os. ÒAtualmente,o maior problema da sociedade ” a seguran“a pœblica e a nossa maior preocupa“‰oé proporcionar tranqüilidade para a popula“‰oÓ,assegurou. Segundo ele, o nœmero de PMs no policiamento ostensivo do bairro ” insuficiente. ÒA falta de contingente ” compreens™vel,mas n‰o podemos aceitar esta situa“‰o,pois cumprimos nossas obrigações”. ABSOLVIDO – O ex-Cmt da BM, Cel RR Gerson Nunes Pereira (foto), foi absolvido por unanimidade da acusa“‰o de prevarica“‰o e abuso de autoridade. O julgamento ocorreu no Tribunal Militar. Os ju™zes entenderam que ele agiu com lisura dentro dos princ™pios atinentes ‹ fun“‰o exercida.

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 3

CORREIO BRIGADIANO

Parlamento Juvenil estimula participação política dos jovens Sessenta Êparlamentares juvenis, alunos de escolas pœblicas estaduais,Ê foram eleitos pelo voto direto dos estudantes gaœchos. Entre os jovens que integraram o projeto Parlamento Juvenil estavam Andressa Dellay Agra (12 anos) e Gabriel Cattani Junges (17 anos). O projeto proporcionou aos representantes co- Andressa Dellay Agra legiaisÊa oportunidade de exercer a atividade parlamentar, durante tr’s dias, no m’s de julho. Na Assembl”ia Legislativa, cada deputado estadual juvenil apresentou uma proposi“‰o. Andressa, representante da Escola Estadual de Ensino Fundamental Jerônimo de Ornelas, propôs assembl”ias gerais de combate ‹ viol’ncia nas escolas pœblicas. Gabriel, representante da Escola Estadual de Ensino M”dio Estrela, apre-

sentou o projeto canoagem, que consiste em implementar ações voltadas a redução dos riscos para crian“as e adolescentes, promovendo prote“‰ointegral e inser“‰o dos mesmos na comunidade. Tanto Andressa quanto Gabriel acreditam que o Parlamento Juvenil proporciona aos estudantes e pro- Gabriel Cattami Junges fessores de todas as regiões do Estado a possibilidade de qualificar o processo de democratiza“‰ode id”ias e aproxima“‰o das diferen“as. De acordo com o presidente da Assembl”ia Legislativa, Vieira da Cunha, o Parlamento Juvenil estimula a participa“‰o pol™tica dos jovens, proporciona a viv’ncia do trabalho de um deputado estadual, al”m de transformar as boas id”ias surgidas em futuros projetos de lei.

Maria da Graça Paiva quer lutar pela educação

Ten Nelson Neves está na disputa pelo Legislativo

A educadora Maria da Graça Paiva está concorrendo ao cargo de vereadora de Porto Alegre pelo PMDB. Em visita ao Jornal Correio Brigadiano, ela afirmou que pretende lutar pela democratiza“‰odo conhecimento. ÒO ponto de partida ” a informa“‰o Maria da Gra“a Paiva de qualidadeÓ, destacou.Segundo ela, os ve™culos de comunica“‰o t’m um papel fundamental nesta quest‰o. ÒT odo ve™culo de comunica“‰o” um agente social de mudan“a, pois pode informar educandoÓ, afirmou. Para ela, o JCB ” um destaque entre os meios de comunica“‰o. ÒOjornal serve como ponte entre a comunidade e os órgãos de segurança”, definiu. Mais informações sobre a candidata est‰o dispon™veis no site www.mariadagraca15002.blogspot.com.

O Ten RR Nelson Neves concorre a uma vaga na C›mara de Vereadores da Capital no pleito eleitoral que acontece em outubro. As principais metas pol™ticas s‰o a busca por alternativas Ten Nelson Neves para o funcionamento de postos de saœde e a cria“‰o de novos postos policiais. ÒEm a“‰o conjunta com a comunidade, pretendo lutar por necessidades básicas dos porto-alegrenses, como saœde e seguran“aÒ, frisou o candidato. Em 1986, filiouse ao PL, seu œnico partido at” hoje, sendo eleito presidente da zonal 159. Nelson foi presidente da Associa“‰o dos Moradores do Jardim Guanabara por seis anos. Trabalhou como conselheiro efetivo da IBCM e há mais de 12 anos ” conselheiro efetivo da ASSTBM.


Pág 2 – 1» Quinzena de Setembro 2004

Fundação BM

b™amoso que era necessário para se instituir uma funda“‰o como a nossa. Contudo, ”ramos No dia 19 de julho, o governador Germano totalmente leigos quanto ‹ viv’ncia na FBM... Rigotto assinou, no Sal‰o Nobre do QCG, auto- Como disse o Dr. Pierre Weil, em confer’ncia Quero parabenizar os editores do Jornal riza“‰opara que o Estado firme conv’nios com sobre fundações em Belo Horizonte: “A função Correio Brigadiano pela excelente fotografia a Funda“‰o Brigada Militar (FBM). De acordo dos administradores no velamento das fundadivulgada na contracapa da edi“‰o 148. Na foto com a lei aprovada pela Assembl”ia Legislativa ções tem que ser quase maternal. aparecem alguns colegas a cavalo e, acima e sancionada por Rigotto, os recursos que se…a mesma fun“‰o de quem ajuda o filho deles, um helicóptero de nossa gloriosa Briga- r‰oobtidos pela administra“‰o dos bens da cor- pequeno, aconselha quando ele está maior e da Militar. Nesta cena, ” poss™vel contemplar pora“‰o pela FBM dever‰o ser aplicados em convive com o filho adultoÓ. O que queremos ” o ontem e o hoje de nossa corpora“‰o, pois conserva“‰o e aquisi“‰o de equipamentos... exatamente isso. Esperamos que tenhamos reflete o avan“o da tecnologia em conjunto com Nós administradores tamb”m temos que fazer condições de conseguir. o velho policiamento montado. Parab”ns! a mea culpa e dizer que at” bem pouco tempo desconhec™amoso que era a nossa FBM... Paulo Neri de Souza Rosa – dir Recursos Sd Dorneles - Alegrete Tamb”m em raz‰o de nosso trabalho, sa- Humanos, Comunica“‰o e Marketing da FBM

MURAL DO LEITOR Parabéns

OPINIÃO

CORREIO BRIGADIANO

Protesto

Desarmamento

Lendo a página 6, edição 147 do Correio Brigadiano, verifiquei uma inverdade na reportagem sobre a constru“‰o do HBM/PA, pois a contribui“‰o citada, n‰o foi espont›nea e sim imposta, bem como as ÒtombolasÓ (rifas), que eram enviadas (uma para cada brigadiano), sendo que aos supostos Òcontribuintes espont›neosÓ n‰o era permitido sequer o prazer de escolher um nœmero. Portanto, gostaria que tal contesta“‰ofosse publicada, pois sou uma testemunha viva dos fatos ocorridos.

Lamento que apenas cidad‰os de bem estejam entregando suas armas em atendimento ‹ Lei do Desarmamento. Gilberto Antunes – Passo Fundo

Os artigos publicados com assinatura nesta página não traduzem necessariamente a opini‰o do jornal e s‰o de inteira responsabilidade de seus autores. As cartas devem ser remetidas para a coluna Mural do Leitor Leitor, com assinatura, identifica“‰o e endere“o para a rua Bispo Willian Thomas, 61, CEP: 91.720030, Porto Alegre/RS. As cartas poder‰o ser publicadas resumidamente.

2º Sgt Valcir Poltozi – Porto Alegre

Segurança é prioridade da SJS

Associação Pró-Editoração à Segurança Pública Utilidade Pœblica Estadual e Municipal

Presidente APESP APESP:: Maj P”rcio Brasil çlvares Vice-Presidente Vice-Presidente:: Sgt Claudio Medeiros Bayerle Tesoureiro: Sgt Luiz Antonio R. Velasques Secretário: Cap Oscar Bessi Filho Diretor-Presidente do Grupo Polost: Ten Cel Vanderlei Martins Pinheiro Registro no CRE 1.056.506

Marca no INPI processos nºs 824468635 e 824466934

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

Coordena“‰oAdministrativa e Financeira: Luci M. Pinheiro Ger’ncia Administrativa: Ten Carlos Taquatiá Apoio: Antonio Carlos Leal Neto, Franciele Rodrigues Lacerda e estagiárias Daniele Pereira Costa e Luana Pereira Passos Ger’ncia de Informática: Pércio Anelo Álvares Manuten“‰ode Informática: estagiário Stefan Klug Pereira Cursos Preparatórios e Profissionalizante: professora Mar™lia Monteiro Ger’ncia da Polost Livros: Suanemax Pereira Pinheiro Ger’ncia de Vendas: Cap RR D”cio da Silva Menezes Apoio: representantes Apesp Ger’ncia da Polost Press e Data Polost: Cristiano Max Pinheiro Dire“‰odo JCB: Cel D”lbio Ferreira Vieira Ger’ncia de Reda“‰o: Jornalista Luciamem Winck MTb/RS nº 6514 Auxiliar de Reda“‰o: Vera Eledina Leivas Pereira Estagiários: Felipe Bornes Samuel, Thiago de Lima Maurique e Vanessa Gon“alves Colaborador: Cap e Jornalista Paulo César Franquilin Pereira - MTb/RS nº 9751 Fotografia: En™dio Pereira, Mois”s Bastos, Paulo Pereira e arquivos de OPMs Ger’ncia da Circula“‰o: Ten Jorge Ubirajara Barros e representantes de OPMs Ger’ncia de Cidades: Ten Valter Disnei Sales Louren“o Estagiária: Andreza Schumann e Natália Mazzilli Pereira Apoio: Tatiana Dux da Silva Ger’ncia Consultor de Rede: Walter Fuentes Robella Distribui“‰ogratuita dirigida: A todos os servidores civis e militares, da ativa e inativos da BM, policiais da ativa e aposentados da Pol™cia Civil, servidores da Susepe, IGP e instituições municipais de segurança, vereadores, prefeitos e parlamentares Tiragem: 30.000 exemplares Impress‰o:Oficinas Gráficas do Grupo Sinos/NH/RS Correio Brigadiano Editora Jornal™stica Ltda CNPJ: 05974805/0001-50

E-mails Not™cias:jcb@seguranca.org.br Sempre que voc’ encontrar o ™cone Circula“‰o:circulacao@seguranca.org.br busque a reportagem ampliada no site Comercial: anuncio@seguranca.org.br www.patrulheiro.org.br anuncio-met@seguranca.org.br Suplemento Cultural:jcbcultura@seguranca.org.br Dire“‰o:jornal@seguranca.org.br Telefones: (51) 3339-7888 Reclamações: pinheiro@seguranca.org.br 3339-7754

ANO X I - nº 150 — 1ª Quinzena de Setembro 2004 Ñ A voz brigadiana da Seguran“a

O secretário da Justiça e da Segurança se reconhecem este novo momento da segu(SJS), José Otávio Germano, em entrevista con- ran“a pœblica. A sociedade, por”m, continua cedida ‹ imprensa no œlitmo dia de agosto, rei- queixosa e pressionando soluções para problemas envolvendo a criminalidade. terou que a seguran“a ” prioridade do governo Nunca se viu tanta solenidade de entrega Rigotto. Ele tamb”m afirmou que Porto Alegre, de viatura, com a presen“a de representantes há 25 anos, tinha maior efetivo policial do que atualmente. José Otávio ressaltou que a redu- do Executivo, no Rio Grande do Sul. Armas e “‰ogradual dos efetivos ” de responsabilidade equipamentos de prote“‰o individual tamb”m est‰osendo adquiridos e distribuídos em váridos governos anteriores. Apesar do reduzido efetivo, operações de- os organismos policiais. Al”m do refor“o de efesenvolvidas pelas instituições policiais – Briga- tivo temporário – cerca de 500 jovens –, houda Militar e Polícia Civil – conseguem apresen- ve ainda um resto de 600 inclusões do último tar uma aparente concentra“‰o de efetivo. Como concurso para seleção de Sd na BM. Já na co” dito no meio militar, o objetivo é “manter a área irm‰,o incremento ficou por conta de uma turmobiliadaÓ.Por outro lado, os discursos dos can- ma de novos delegados. Há a promessa de redidatos ‹ prefeitura da Capital gaœcha s‰o qua- crutamento de agentes. Se há ainda queixa da comunidade, ainda se un›nimes quanto ‹ necessidade de refor“o n‰o” o bastante. Mas n‰o se pode negar que o de contigente na Guarda Municipal de modo a empregá-la em ações conjuntas com a BM. In- governo apresenta medidas concretas da vis‰o clusive, propostas esdrœxulas est‰o sendo apre- tradicional com que sempre foi solicitado pelos sentadas ‹ popula“‰o, induzindo os eleitores de profissionais das organizações policiais. É esta que o município possa intervir nas decisões do resposta positiva do governo no tratamento com os policiais civis e militares que permite inferir governo do Estado. No entanto, os executores do servi“o poli- no sentido de um esfor“o operacional que mascial ostensivo ou judiciário – apesar de ainda cara e minimiza a gritante falta de efetivo agraserem mantidas algumas disputas institucionais vada nos últimos 25 anos, conforme o próprio – est‰o mais livres para o exerc™cio da fun“‰o. secretário mencionou em 31 de agosto. Indicadores da criminalidade no Rio Gran…como se tivessem conseguido romper teoria de do Sul, referentes ao primeiro trimestre de do policiamento contemplativo. Exceto os problemas salariais, as próprias entidades de clas- 2004 e comparados ao mesmo per™odo do ano

passado, indicam que o crime de homic™dio teve uma redu“‰o de 20,02%, confirmando a tend’ncia de queda que já se verificava no ano passado. Seqüestro-relâmpago registrou queda em um índice de 13,01%. Nas situações de latroc™nio,inverteu-se a curva: se no passado houve um aumento de 109%, este ano verificou-se uma redu“‰o de 33,98%. Roubo a banco foi um dos delitos que teve alto ™ndice de redu“‰o: 72,73% e abigeato (furto de gado) pela primeira vez diminui, em um percentual de 22,21%. Este ano, observa-se ainda a redu“‰onos casos de roubo a estabelecimentos comerciais (18,65%) de furtos de ve™culos (4,72%) e roubos de ve™culos (1,70%). Todo o sucesso da administra“‰o governamental na área da segurança pública está dependendo do encaminhamento a ser dado na questão da matriz salarial. Há, neste momento, uma simpatia das bases policiais pelas medidas efetivamente aplicadas pelo governo. Os policiais respondem com a produ“‰o mas continuam aguardando pela contrapartida prometida de regulariza“‰o da pend’ncia de 10 anos sem reposi“‰o salarial. Se o governo for competente na proposta da matriz, minimizando o complicador do tempo para a integraliza“‰o plena, obterá êxito. Do contrário, como normalmente acontece, a fam™lia da seguran“a pœblica se transforma em oposi“‰o.

DICAS LEGAIS Nelton Henrique Monteiro Ledur - Maj Bel em Direito e Professor Dir. Institucional E-mail: neltonledur@ig.com.br

o interesse particular, pois este se refere ao individual, enquanto aquele diz com o coletivo, que deve prevalecer.

Prerrogativa de transporte e comunicação A Lei Complementar n.º 10.990/97 – Estatuto dos Militares Estaduais, dispõe no seu Art. 86, inciso VI, como prerrogativa funcional dos policiais militares Òa prioridade em qualquer servi“o de transporte ou comunica“‰o, pœblico ou privado, no território estadual, quando em servi“o de trabalho de urg’nciaÓ. Esta prerrogativa é corolário da previsão Constitucional contida no Art. 5º, inciso XXV, autorizadora da requisi“‰o do uso de bem particular, no caso de iminente perigo pœblico. Esta requisi“‰ose dá por ato unilateral da autoridade policial, sendo auto-executória. Ambas as disposições legais trazem em seu bojo um fundamento imprescind™vel ‹ sua execu“‰o,qual seja o interesse pœblico em preju™zodo interesse privado. Assim, a norma Constitucional está, implicitamente, indicando que há supremacia do interesse público sobre

Restrições ao porte de arma O Decreto Federal n.º 5.123, de 01 de julho de 2004, regulamentador da Lei 10.826, de 22 de dezembro de 2003 - Estatuto do Desarmamento, estabelece restrições ao porte de arma de fogo. Assim, as pessoas que possuem o porte de arma n‰o podem portar ou conduzir armas ostensivamente ou com ela adentrar ou permanecer em locais pœblicos, tais como igrejas, escolas, estádios desportivos, clubes ou outros locais onde haja aglomera“‰o de pessoas, em virtude de eventos de qualquer natureza. O desrespeito desta norma acarretará a cassa“‰odo porte de arma.

Restrições ao porte para policiais, militares ou civis

Os policiais, militares ou civis, conforme previs‰odo Inciso II, do Art. 6º, da Lei n.º 10.826/03, ostentam o denominado porte de arma legal ou funcional, isto ”, autoriza“‰o para o porte de arma de fogo em raz‰o da fun“‰oque exercem, deferida atrav”s de lei e n‰o de autoriza“‰o da autoridade administrativa. Desta forma, o porte legal possui maior relev›ncia que o porte de arma concedido, posto que este atende interesse particular , enquanto aquele ” deferido por interesse pœblico. O § 2º, do Art. 34, do Decreto n.º 5.123/ 04, dá competência para que as instituições a que pertencem os policiais, militares e civis, normatizem o porte de arma, fora de servi“o, em locais onde haja aglomera“‰o de pessoas, em virtude de evento de qualquer natureza, tais como no interior de igrejas, escolas, estádios desportivos, clubes, públicos e privados, excepcionando, desta forma, a aplica“‰o da previs‰o contida no Art. 26, do Decreto n.º 5.123/04. Assim, as restrições ao porte legal de arma est‰o adstritas aos locais e circunst›ncias escolhidas por crit”rios de conveniência e oportunidade próprios das Instituições policiais.

CRPO VALE DO TAQUARI e FRONTEIRA NOROESTE

CORREIO BRIGADIANO

1» Quinzena de Setembro 2004 – Pág 31

BM de Santo Augusto é uma das poucas do Estado a contar com o efetivo completo Santo Augusto ” uma cidade privilegiada. Comandada pelo 1º Ten Carmo Marcelo Rhoden, a BM local ” uma feliz exce“‰o no Estado, pois tem seu efetivo completo e ainda dispõe de viaturas suficientes para o desempenho de suas funções. De acordo com o Cmt, 3º Sgt Sebasti‰o 3º Sgt CVMI Hempe Sd Alcindo Sd Ad‰o 1º Ten Hoden 3º Sgt Eloir essa realidade só é possível graças ao apoio recebido por parte do Estado e da sociedade local. ÒContamos com a colabora“‰o da comunidade santo augustense que, preocupada com a seguran“a pœblica, auxilia em algumas necessidades imediatasÓ, afirmou. ÊÊÊO munic™pio ” essencialmente agr™cola, sendo destacado na regi‰o por sua produtividade. Sd Gilmar Sd Lemainski Sd Lima Sd Jacson Sd Gilberto ÓIssomotiva a realiza“‰o de patrtulhamento na zona rural para o combate ao abigeato e ao rou- cupa“‰oconstante do comando ” a realiza“‰o sionais exemplares, pelo interesse em atender Campos da Silva e Sebasti‰o Pedroso da Silbo de agrotóxicos nas propriedades”, destacou de operações de desarmamento em bares e nos os anseios da comunidadeÊ e pelo fiel cumpri- veira; Sd Nolar Jos” de Jesus, Aldino Rasche, o Ten Rhoden. Segundo ele, dentre as 552 ocor- arredores da cidade e de fiscaliza“‰o no tr›nsi- mento da miss‰o institucional da BMÓ, ressal- Ad‰ode Souza, Paulo Ricardo Friederich, Paur’ncias atendidas neste ano destacam-se os to, al”m da realiza“‰o de palestras de orienta- tou, salientando que possui vários servidores lo Gilmar Antunes, Edemar Antunes, Jorge Amacasos de acidentes de ve™culos, embriagu’s, de- “‰ojunto ‹ comunidade e ‹s escolas. com curso superior. ÒIsso qualifica os trabalhosÓ, ral Barcellos, Edevar Pimentel de Almeida, Jos” sordem, furtos, agressões, porte ilegal de armas, completou. São eles:1º Sgt Paulo Loreno Feli- Pinto Martins, Adilar Sebasti‰o Nobles, Jos” ÊÊÊ O Cmt destacou a atua“‰o de todos os perturba“‰odo sossego e amea“as. Uma preo- PMs que est‰o sob seu comando. ÒS‰o profis- zola e Marcos Ivan Eberhardt; 3º Sgt José Eloir Gilberto Pfeiffer, A™rton Lemainski, Natalino Gon-

BPRv de Taquari festeja chegada de seu novo Cmt O 3º Sgt João Antônio Ferreira assumiu, no dia 1º de julho, o comando do BPRv de Taquari. O Sgt, que estava destacado no 28º BPM, de Charqueadas, está substituindo o 3º Sgt Ruben Ubirajara Rosa da Cruz, que está realizando o Curso T”cnico de Seguran“a Pœblica. A unidade tem como responsabilidade territorial 262 quilômetros de estradas em oito rodovias, abrangendo as cidades de T aquari, Bom Retiro do Sul, Cruzeiro do Sul, Ven›ncio Aires, Paverama, General Câmara, São Jerônimo, Charqueadas e Eldorado do Sul. De acordo com o Cmt, as ocorr›ncias mais relevantes na regi‰o s‰o as de roubos de cargas. ÒTamb”m registramos casos de fugitivos do Instituto Penal de Mariante circulando na beira da rodoviaÓ, lembrou. Segundo ele, os fugitivos s‰o recapturados e encaminhados novamente ao sistema penitenciários.

PMs conquistam o sonho da casa própria em Taquari O efetivo da BM de T aquari possui uma peculiaridade.Todos os PMs que servem no Pel residem no município e possuem casa própria. ÒIstomuito nos orgulha pois sabemos das dificuldades que nossos policiais enfrentam em todo Estado, por”m, com trabalho e equil™brio na vida pessoal, cada um por seu próprio esforço e capacidade conseguiu construir sua casa própria”, afirmou o Cmt da unidade, 1º Ten Alverindo Reis da Silva, ressaltando que, em nenhum momento, foi solicitado ou recebido qualquer tipo de aux™liopara a constru“‰o deste sonho pessoal. O efetivo do Pel, que já contou com 33 PMs, hoje possui seis 3º Sgt e 17 Sd. “Não estamos vivendo em um mar de rosas, por”m os problemas que temos s‰o m™nimosÓ, destacou o Cmt.

Del Charles assume os trabalhos da DP de Santo Augusto O delegado Charles Dias do Nascimento ” o novo titular da Delegacia de Pol™cia de Santo Augusto. Charles, que estava lotado em Ira™, elogiou a equipe de policias da DP e destacou o relacionamento com a BM do munic™pio. ÒO relacionamento com a BM ” excelente, todas as operações s‰o realizadas em conjuntoÓ, afirmou. Natural de Iju™, tamb”m na regi‰o da Fronteira, o delegado se adaptou perfeitamente ao munic™pio. “Já estou habituado com a região e pretendo ficar aqui por muito tempoÓ, disse. Segundo ele, a seguran“a do munic™pio ” exemplar.

Sd Andrigheto

Sd Fragoso

Sd Martins

Sd Ricardo

“alves de Lima, Alcindo dos Santos, Moacir Silveira Martins, Jairo Ribeiro Fragoso, Francisco Salem Zdradk, Emerson Gomes Martins, Enori Antonio Bittencourt Bohn, Jacson Fabiano da Silva e Jo‰o Paulo Andrighetto; e Sgt CVMI iVlson da Silva Machado, Sadi Fernandes Car”, Nelson Stoll e Adolfo Eduardo Hempe.


Porto Alegre Alegre,, 1» Quinzena de Setembro 2004

Câmara de Pelotas presta homenagem ao CRPO Sul Ano XI - Nº 150

APESP

Operadores da Segurança Pública - Irmãos de Ofício

Chefe do EMBM, Cel Ilson, faz parte da BM há três décadas Confira nesta edição * Nova Roma do Sul (24) * Novo Hamburgo (29) * Passo Fundo (20) * Pelotas (11) * Quatro Irm‰os (26) * Rodeio Bonito (21) * Salto do Jacu™ (25) * Santa Maria (16) * Santana do Livramento (15) * Santo Augusto (31) * São Jerônimo (12) * S‰o Jos” do Herval (23) * S‰o Jos” dos Ausentes (27) * S‰o Marcos (29) * S‰o Martinho (20) * S‰o Valentim (20) * Sapiranga (22) * Taquara (27) * Taquari (31) * Tio Hugo (21) * Tr’s Coroas (27) * Uruguaiana (12) * Viam‰o(13)

* Alegrete (18) * Ametista do Sul (23) * Barra Funda (28) * Barros Cassal (25) * Bento Gon“alves (24) * Bom Jesus (27) * Boqueir‰o do Le‰o (25) * Canoas (13) * Cerro Grande do Sul (30) * Cruzaltense (28) * Erechim (17, 20 e 26) * Espumoso (19) * Est›ncia V elha (11 e 22) * Fontoura Xavier (21) * Gramado (14) * Gramado Xavier (24) * Ibirapuit‰ (20) * Igrejinha (23) * Ip’ (29) * Jaguar‰o (28) * Jari (19) * Mata (19) * N‰o-Me-Toque (22) * Nova Esperan“a do Sul (19)

Nova sede do CB de Uruguaiana terá heliponto

– 11 Bicicletas reforçam o policiamento das ruas de Santa Maria

–8

20 – CRPO Alto Jacuí 20 – CB/PE 21 – 1º BPM 22 – CRPO Campanha 23 – Noroeste Colonial 23 – CRPO Nordeste 26 – CRPO Central 27 – 1º Esqd P Mon 28 – CB/MT

–5

Operação Contenção mobiliza PMs de Santana do Livramento

Maquete mostra como será a nova sede dos bombeiros. Obra está or“ada em R$ 170 mil

– 12 3º Sgt Renato assume comando da BM de Mata

– 19

Patrulhamento com bicicletas é realizado por dois PMs temporários

– 16 Estadual Servipol promove seminário no Presídio de Jaguarão está Consepro auxilia na construção auditório do Palácio da Polícia sendo ampliado de casas em Boqueirão do Leão – 28 –8 – 25

CIANOMAGENTAAMARELOPRETO

67» Corrida do Fogo Simbólico teve início em frente à sede do TCE

BPRv recebe armamento

Aniversário de OPMs e entidades 4 – 22º BPM 5 – CB/MS 7 – 3º RPMon 12 – IPBM 14 – Museu BM 15 – CI 18 – CRPO Vale do Ca™ 18 – QCG 18 – HBM/SM

Chama da Pátria percorrerá 212 municípios gaúchos

Respondendo pelo comando do CRPO Sul, o Ten Cel Odiomar recebeu distinção pelo 30º aniversário da corporação

Com apenas 19 anos, o Cel Ilson Pinto de Oliveira já integrava as fileiras da corpora“‰o

Outubro

Porto Alegre, 1ª Quinzena/Setembro2004

Policiais ganharam cem pistolas e 15 carabinas para coibir a criminalidade

–6 1º Sgt Barnasque deixa o comando do Brigada Militar intensificou as barreiras policiais no munic™pio GPM de Cerro Grande do Sul – 15 – 30 Projeto Parlamento Juvenil teve participação de 60 estudantes Juíza Cristiane Proerd forma mais –3 palestra para PMs 43 crianças em de Não-Me-Toque Camargo Pel Mirim é exemplo de educação – 22 – 26 e voluntariedade em Alegrete – 18

JCB 150 Set2004  

Notícias dos integrantes e das instituições de segurança pública do Estado do Rio Grande do Sul, no Brasil.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you