Page 1

JORNAL DE PAREDE

EDIÇÃO DE ABRIL/MAIO DE 2010


Lusíadas de Calções No passado dia 27 de Abril de 2010, todas as turmas do 8ºano, a turma CEF D e o do 10ºano Profissional foram assistir a uma peça de carácter cómico, cujo título era ”Lusíadas de Calções”. Quando chegámos a Matosinhos, fomos directamente ver a representação pois esta tinha uma duração de mais ou menos 2h e 30min. Ao princípio achámos que a peça iria ser aborrecida, mas depois de começar toda a gente mudou de opinião… Foi mesmo muito engraçado! Com esta apresentação adquirimos conhecimentos que nos serão muito úteis, particularmente quando, no próximo ano, trabalharmos”Os Lusíadas”, de Luís de Camões. De forma divertida também podemos aprender!

Trabalho realizado por:

Fabiana e Silvana 8ºC


No dia 28 de Abril, alguns alunos do 3º ciclo deslocaram-se até à Universidade de Aveiro, para realizarem provas de matemática, o Equamat. Estas provas consistem numa conquista de 20 níveis, em 30 minutos, no máximo. Cada nível tem perguntas relacionadas com a matéria dada no ano que o grupo (dois alunos) frequenta e tem quatro respostas de verdadeiro ou falso. O objectivo é chegar ao nível 20 no mínimo de tempo. Os alunos de 1º e 2º ciclos foram no dia seguinte para realizarem o Minimat e o Maismat, respectivamente. Apesar de só alguns terem chegado ao nível vinte, ninguém desanimou e todos aproveitaram ao máximo a sua deslocação, usufruindo dos divertimentos disponibilizados pela organização, tais como: andas, pesca, escalada num insuflável, pista de bicicleta, bowling de plástico, entre outras.


Bรกrbara Freitas (8ยบE)


Visita ao Parque Ornitológico de Lourosa No dia 6 de Maio, quinta-feira, fomos visitar o zoo a Lourosa. No zoo, vimos muitas aves. Umas não voavam e outros voavam umas perigosas, como por exemplo o casuar, outras mansas e umas que abrem a cauda em leque como o pavão. A avestruz, o casuar, a ema e o nandu não voam porque são pesados e as suas asas são muito pequenas, mas são muito velozes a correr. Os papagaios e as araras têm penas muito coloridas e os flamingos têm as pernas altas e são de cor salmão. Umas aves andam de dia e outras de noite… Esta visita foi muito interessante e muito agradável!

1º A EB 1 de Igreja – Lobão


Visita de estudo ao Parque Ornitológico de Lourosa No dia 6 de Maio, à tarde, a nossa turma, 4ºA da Escola Básica de Igreja – Lobão, participou numa visita de estudo ao Parque Ornitológico de Lourosa. Assim que chegámos ao parque fomos recebidos pelo porteiro que nos encaminhou até à nossa guia Mariana. Como foi uma visita guiada, ficámos a perceber melhor e a saber mais sobre a vida de cada uma das aves existentes no Zoo. A primeira informação dada pela Mariana teve a ver com as regras que deveríamos respeitar: falar baixo, não encostar as mãos às vedações e não correr. Começámos por ouvir explicações sobre o que é o habitat natural e o habitat de cativeiro. Vimos araras, catatuas, papagaios, avestruzes, perus e até patos de colar … Observámos também abutres, corujas das neves e patos do Egipto! Que lindos os pavões com as suas caudas abertas e coloridas! Depois da passagem pelos lagos, chegámos aos casuares. Soubemos que são perigosos, pois saltam muito alto e têm uma garra afiada que pode medir até 12 centímetros. Foi engraçado saber que nos casuares a fêmea apenas se preocupa com a postura do ovo já que é o macho que o choca. A última ave que vimos foi o calau. É uma espécie que habita em florestas tropicais. Gosta de climas quentes e com muita humidade, por isso estão protegidos neste Zoo, por vidros. Esta visita foi importante, interessante e engraçada! Turma do 4ºA


EB1 de Igreja-Lob達o


Forum de Leitura 1ºB (14-05-10) No dia 14 de Maio de 2010, as turmas A e B do 1º ano apresentaram duas obras do Plano nacional de Leitura: 1ºA “O Ciclo do Mel” de Cristina Quental e Mariana Magalhães; 1ºB - “O ratinho Marinheiro ” de Luísa Ducla Soares. As crianças leram os contos, apresentaram imagens, cantaram e dramatizaram, dando a conhecer a história aos colegas. Foi um momento muito divertido, permitindo demonstrar que estes alunos já são craques na leitura!


EB1 Igreja - Lobão Presente para o “Dia da Mãe”

Feliz Dia da Mãe Orgulho-me desta pessoa de seus gestos, seu carinho em cujos braços me sinto um bebezinho para mandar embora a solidão... paciência e constância, me tem no coração... orgulho-me afinal, de quem é especial!

Turma: 2ºB Professora: Isabel Silva


PALESTRA

“A BIODIVERSIDADE” No dia 27 de Maio de 2010, teve lugar na nossa escola uma palestra subordinada ao tema “A Biodiversidade”, apresentada pelo Doutor Jorge Paiva. Esta actividade, organizada pelas docentes do grupo de Ciências Naturais, decorreu na cantina, com a participação dos alunos dos oitavos anos. Ao longo de uma hora e meia, os alunos tiveram a oportunidade de reflectir sobre o tema, orientados pela abordagem muito interessante e acessível do Dr. Jorge Paiva. De um modo geral, ficou bastante clara a importância da preservação das espécies animais e vegetais, como factor fundamental para a continuação da vida na terra. O orador partilhou com os alunos algumas das suas muitas experiências, explicando de forma muito clara as consequências do desaparecimento das espécies, muitas vezes sacrificadas pelos interesses económicos. Foi com agrado que os alunos ouviram a exposição do tema, apresentado quase como uma agradável conversa informal, sem deixar de ser um alerta para as consequências da destruição das espécies e para a necessidade de se adoptarem medidas urgentes para a evitar. Cabe a vós, adultos de amanhã, fazer passar a mensagem e preservar o NOSSO MUNDO!


Dia das mentiras Há muitas explicações para o dia 1 de Abril se ter transformado no “Dia das Mentiras”. Uma delas diz que a brincadeira surgiu em França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de Março, data que marcava a chegada da Primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de Abril. Em 1564, depois da adopção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o Ano Novo seria comemorado no dia 1 de Janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano se iniciaria no dia 1 de Abril. Brincalhões passaram então a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como Plaisanteries. Em países de língua inglesa, o dia da mentira costuma ser conhecido como “April Fool's Day” ou Dia dos Tolos, na Itália e na França ele é chamado respectivamente “Pesce d'aprile” e Poisson d'avril, o que significa literalmente "Peixe de Abril".

Fabiana Paiva e Márcio Silva (8ºC)


Dia do Jornalista O dia 7 de Abril é o dia do jornalista. E por que não um dia só para eles? Eles, os contadores de histórias, os formadores de opinião, o "quarto" poder ou até mesmo a "voz do povo". O que seria da história da humanidade se eles não existissem? Pessoas desinformadas, muito poucos eventos registados e, consequentemente, uma informação muito limitada. Aos

futuros

jornalistas:

não desistam! Se esta é a vossa

paixão

maior

do

terá que

que

ser

qualquer

obstáculo e acreditem, um dia comemoraremos

esse

dia

também.

Fabiana Paiva,8ºC


Comemora-se no dia 22 de Abril o Dia Mundial da Terra. Não deixa de ser curioso que dos 365 dias do ano, apenas um deles seja consagrado àquela que é a “nossa casa”. De certa maneira, este facto revela o pouco apreço que temos pelo planeta Terra, em que vivemos. Mas é, contudo, importante que pelo menos neste dia se reflicta sobre

os

problemas

que

afectam o nosso mundo e, ainda mais importante, que se procurem soluções. Não há já dúvidas que é urgente

proteger

o

meio

ambiente e tomar medidas, desde já, para garantir o futuro das novas gerações. É urgente que os interesses económicos deixem de ter o papel mais importante nas decisões e seja a defesa do nosso cantinho universo a imperar no momento das nossas escolhas. Cabe a cada um de nós desempenhar o seu papel na defesa do meio ambiente, para que o Amanhã aconteça.

Ruben Silva (8ºC)


Tradição das Maias O 1º de Maio é também o Dia das Maias. Esta tradição pode ter várias origens. Uma dela refere-se a Herodes (rei de Jerusalém) que soube a Sagrada Família na sua fuga para o Egipto, passaria a noite numa determinada aldeia. Para garantir que conseguiria matar o Menino Jesus, Herodes mandou matar todas as crianças do seu reino. No entanto, Herodes foi informado que a morte de todas as crianças poderia ser evitada, bastando para isso, que fosse colocado um ramo de giesta florida na casa onde se encontrava a Sagrada Família, o que seria um sinal para que os soldados a procurassem e acontecesse o crime. A proposta foi aceite e Herodes mandou os seus soldados à procura da tal casa. Os soldados ficaram espantados quando, na manhã seguinte, encontraram todas as casas da aldeia com ramos de giesta florida à porta, não conseguido, assim, matar o Menino Jesus. Hoje em dia, ainda é possível observar em algumas zonas rurais do nosso país, a colocação de ramos de giestas em flor, ou até mesmo coroas feitas de ramos de giestas (maias) juntamente com outras flores e enfeites coloridos, nas portas e janelas das casas ou nos automóveis, na noite de 30 de Abril para 1 de Maio.

Sara Correia (8ºC)


O primeiro Dia Mundial da Criança celebrou-se em 1950. Após a 2ª Guerra Mundial, em 1945, os países da Europa e Oriente , entraram em crise. Muitas crianças ficaram órfãs, havia muita fome, e condições desumanas de sobrevivência. Muitas das crianças que não perderam os seus pais tiveram de começar a trabalhar, para contribuir para o sustento da família. Nestas condições, em 1946, a ONU (Organização das Nações Unidas), começou a trabalhar para mudar esta situação. Surgiu assim a UNICEF que é reconhecida mundialmente pelo seu trabalho em prol das crianças em todo o mundo! Contudo, apesar de todos os esforços, na altura, ainda era difícil fazer com que o mundo olhasse para os direitos das crianças. Foi então, em 1950, que a Federação Democrática Internacional das Mulheres propôs à ONU que fosse criado um dia dedicado às crianças de todo o mundo. Este dia foi comemorado pela primeira vez a 1 de Junho de 1950. A ONU reconheceu desde então que qualquer criança, independentemente da raça, cor, sexo, o direito a: - amor e compreensão; - Alimentação; - Cuidados médicos; - Educação; - Protecção contra todas as formas de exploração; - Crescer num clima de Paz. A 20 de Novembro de 1959, foi aprovada a "Declaração dos Direitos das Crianças". Esta Declaração trata-se de uma lista de 10 princípios. Em 1989, a ONU aprovou a "Convenção sobre os Direitos da Criança", que é um documento que reúne um conjunto de leis para protecção das crianças, e em 1990 tornou-se lei internacional.

Ruben Silva e Ricardo Pereira (8ºC)


Les organisations internationales Dans le monde beaucoup de personnes vivent dans la misère, ou ont faim et froid, ou n’ont pas accès à l’école, ou leur droits sont violés. Pour aider ses personnes on a crée des organisations internationales comme : L’UNICEF, l’ONU, l’UNESCO, l’Amnesty International, les Médecins du Monde et la Croix-Rouge. Par exemple, la Croix-Rouge aide les personnes qui sont victimes de conflits, de catastrophes. Ils envoient des médecins pour aider les blessés. L’ONU est très importante car elle défend la paix et le dialogue dans le monde. Parfois, la lutte pour la paix est plus difficile que la propre guerre. J’admire aussi l’UNICEF car elle aide les enfants défavorisés qui n’ont pas la chance d’aller à l’école, alors elle leur envoie des livres scolaires, des médicaments, de la nourriture, des vêtements et de l’eau. Les organisations aident des millions de personnes, et c’est pour ça qu’ont doit les aider dans ce combat.

Mélanie Almeida Melo (9ºD)


SOUPE DE LETTRES – ON SE CONNECTE T

C

U

B

Y

U

J

O

U

R

N

A

L

Q

É

E

O

R

D

I

N

A

T

E

U

R

A

U

L

A

N

G

Y

L

X

L

Ç

W

V

U

E

O

E

N

F

U

H

R

F

T

É

L

É

A

F

T

C

A

G

O

Q

E

O

E

A

P

Q

P

T

I

O

L

A

P

Ç

P

P

L

T

R

P

I

T

D

M

H

E

B

D

O

M

A

D

A

I

R

E

I

M

H

A

P

Y

R

O

D

Y

D

J

T

Ç

E

A

Q

I

Q

E

T

R

I

P

I

O

E

D

N

N

Y

U

A

X

E

D

O

U

O

U

Q

S

B

D

G

J

O

U

R

N

A

L

I

S

T

E

O

E

M

A

G

A

Z

I

N

E

J

G

L

D

S

1. La personne qui rédige des bulletins d’informations pour la télé ou pour la presse, c’est un(e)… 2. On la regarde tous les soirs pour voir le journal télévisé. 3. Celui qui fait des interviews de rue, c’est un… 4. Comment s’appelle une publication qui sort toutes les semaines ? 5. On peut écouter de la musique dans la voiture ou à maison, à la… 6. Avec lui on peut surfer sur Internet. 7. La première page d’un journal. 8. Il sort tous les matins.

8ºA Ana Santos, nº2 Jiwangzhe, nº10


1-Quais serão, quais serão, os relógios que dão a hora exacta apenas duas vezes por dia? 2-O que será, que será, que mesmo sendo nosso, é mais usado pelos outros? 3-Qual é coisa, qual é ela, que sobe e desce escadas, sem nunca se mexer? 4-O que será, que será que são sete e são irmãos. Cinco vão à feira e só dois é que não?

5-Qual é coisa, qual é ela, que tem uma perna mais comprida que a outra e noite e dia anda sem parar?

Soluções: 1-os que estão parados; 2-o nome; 3-o corrimão; 4-os dias das semanas; 5-o relógio; Cristiana Marques e Ana Rita Ferreira, 5º


Jornal de Abril/Maio  

Compilação dos trabalhos produzidos pelos alunos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you