Issuu on Google+

JORNAL DE PAREDE EDIÇÃO DE DEZEMBRO DE 2009


Exposição dos trabalhos de Educação Tecnológica Durante a semana de 9 a 14 de Dezembro os alunos do oitavo ano, das turmas C, D e E, mostraram os trabalhos elaborados na disciplina de Educação Tecnológica. Estes trabalhos tinham como objectivo proporcionar aos alunos a aplicação dos conhecimentos adquiridos durante a exposição teórica. Esta actividade proporcionou a aplicação prática dos conteúdos relativos aos circuitos eléctricos, materiais, as suas características e aplicações, e a importância e utilidade da reciclagem.

Professora Nazaré Mendes


HORA DO CONTO DE NATAL De 7 a 15 de Dezembro, a BE dinamizou a Hora do Conto de Natal. Foram contados os contos “ Ninguém dá Prendas ao Pai Natal” de Ana Saldanha e “ Natal no Hipermercado” (conto do livro Há sempre uma estrela no Natal) de Luísa Ducla Soares. Após a leitura dos contos, houve oportunidade para se estabelecer um diálogo acerca da mensagem por eles veiculada. Foram momentos bastante agradáveis, em que os alunos manifestaram um comportamento bastante correcto, seguindo atentamente a leitura. Parabéns pelo comportamento e obrigada aos professores que colaboraram na actividade!

A equipa da BE


Natal O Natal comemora-se no dia 25 de Dezembro. É uma época festiva muito especial, em particular para todas as crianças, sobretudo pelo espírito mágico que nos transmite. Natal é tempo de paz, harmonia e de muita solidariaedade para com aqueles que estão mais esquecidos pela sociedade. O espírito desta quadra deveria estar sempre presente. Na religião católica, o Natal significa o nascimento de Jesus Cristo. A época natalícia começa no início de Dezembro e termina a 8 de Janeiro. Ao tempo que antecede o Natal dá-se o nome de advento, ou seja, um tempo de preparação para o Natal. A tradição no Natal é decorar o pinheirinho com luzes a brilhar e fazer o presépio. Na noite de 24 para 25 de Dezembro a família junta-se para a ceia de Natal, onde não falta o bacalhau cozido, a batata e a penca. Há muitos doces e o tradicional bolo-rei. Por volta da meia-noite, chega o Pai Natal com presentes para todos. Depois realiza-se a missa do galo onde existe um presépio vivo e, no final da missa, as pessoas dão um beijo no pézinho do menino Jesus. Normalmente, nesta altura está sempre muito frio e as famílias passam o dia de Natal reunidas em casa a conversar e ao calor da lareira. É assim a tradição do Natal católico em Portugal.

Trabalho realizado por: Sara Correia, nº20 (8ºC)


Símbolos Natalícios PRESÉPIO: A palavra vem do hebraico e significa manjedoura (estábulo). No final do século II, já havia representações do presépio. ANJOS CANTORES: Os anjos cantores anunciam uma boa notícia: "Glória no mais alto dos céus e paz na terra aos homens de boa vontade". Os anjos, ou seja, os mensageiros surgem nos céus confirmar o nascimento do Filho de Deus.

para

ESTRELA: A estrela tem quatro pontas e uma cauda luminosa. As quatro pontas representam os quatro pontos cardeais: Norte, Sul, Leste e Oeste, de onde vêm os homens para adorar o Filho de Deus. OS TRÊS REIS MAGOS: O Evangelho de Mateus é o único a relatar a vinda dos sábios do Oriente. No século V, Orígenes e São Leão Magno propõem chamá-los de Reis Magos. No século VII, surgem os nomes de Baltazar, Belchior e Gaspar. Eles trazem ouro, incenso e mirra para o menino rei, Deus e Salvador. PINHEIRO DE NATAL: A tradição nasceu na Idade Média e reúne dois símbolos religiosos: a luz e a vida. A actual árvore de Natal aparece na Alsácia, no século XVI e no século seguinte espalhase o hábito de iluminá-la com velas. BOLAS COLORIDAS: Simbolizam os frutos da árvore viva que é Jesus. São os dons maravilhosos que o nascimento de Jesus nos trouxe. São as boas acções daqueles que vivem como Jesus.

VELAS: Para os cristãos, as velas simbolizam a fé e o amor em favor da causa do Reino de Deus.


SINOS: Os sinos simbolizam o respeito ao divino e evocam, quando presos em torres, tudo o que está suspenso entre o céu e a terra e, portanto, são o ponto de comunicação entre ambos. CARTÕES, PRESENTES E CEIA DE NATAL: A ceia lembra-nos o acto de amor de Jesus. Lembra também a nossa origem enquanto religião que celebra a fé em torno de uma mesa de família.

PAI NATAL: O Pai Natal oferece às crianças presentes, brinquedos e carinhos da terceira idade.

Sara Correia, nº20 (8ºC)

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a imagem do Pai Natal vestido de vermelho e com barba branca não é da autoria da marca de refrigerantes Coca-Cola. É verdade que, durante muito tempo, o Pai Natal foi representado vestido com uma grande variedade de cores e a fumar um cachimbo de barro ou a beber vinho. Nos anos 30, a Coca-Cola decidiu usar a figura do Pai Natal na sua publicidade de Inverno. Para isso contratou o artista Haddon Sundblom para produzir a imagem. Sundblom escolheu o vermelho e branco da Coca-Cola para vestir o Pai Natal. Curiosidade: Os desenhos do Pai Natal criados por Sundblom para a Coca-Cola são auto-retratos, já que o simpático Pai Natal por ele desenhado possuía a sua própria cara.

Cátia Silva, Ana Oliveira, Ana Rita Ferreira (5ºB)


É Natal, é Natal Tudo bate o pé Vamos pôr o sapatinho Lá na chaminé Olha o Pai Natal, de barbas branquinhas Traz o saco cheio de lindas prendinhas Pai Natal irá trazer brinquedos para nós Para a Zeca uma boneca, para o Zito um apito Uma bola para saltar é o que quer o Baltazar. É Natal, é Natal Tudo bate o pé Vamos pôr o sapatinho Lá na chaminé

Vítor Almeida, nº16 (5B) Xavier Baptista, nº 17 (5º B)


Jingle Bells Dashing through the snow On a one-horse open sleigh, Over the fields we go, Laughing all the way; Bells on bob-tail ring, making spirits bright, What fun it is to ride and sing A sleighing song tonight Jingle bells, jingle bells, jingle all the way! O what fun it is to ride In a one-horse open sleigh A day or two ago, I thought I'd take a ride, And soon Miss Fanny Bright Was seated by my side; The horse was lean and lank; Misfortune seemed his lot; He got into a drifted bank, And we, we got up sot. Jingle Bells, Jingle Bells, Jingle all the way! What fun it is to ride In a one-horse open sleigh. A day or two ago, the story I must tell I went out on the snow And on my back I fell; A gent was riding by In a one-horse open sleigh, He laughed as there I sprawling lie, But quickly drove away. Jingle Bells, Jingle Bells, Jingle all the way! What fun it is to ride In a one-horse open sleigh. (…) Sara Correia nº 20 8ºC


Vive le Vent Sur le long chemin Tout blanc de neige blanche Un vieux monsieur s'avance Avec sa canne dans la main Et tout là-haut le vent Qui siffle dans les branches Lui souffle la romance Qu'il chantait petit enfant, OH! Vive le vent, vive le vent, Vive le vent d'hiver. Qui s'en va sifflant, soufflant Dans les grands sapins verts, OH! Vive le temps, vive le temps, Vive le temps d'hiver. Boule de neige et jour de l'an Et bonne annee grand-mere. Joyeux, joyeux Noel Aux milles bougies, Quand chantent vers le ciel Les cloches de la nuit. OH! Vive le vent, vive le vent, Vive le vent d'hiver. Qui rapporte aux vieux enfants Leurs souvenirs d'hier. (...) Sara Correia nº 20 8ºC


Adivinhas de Natal 1

Estou sempre verde De Inverno e de Verão Brilhantes de luzes Vocês me acharão No mês de Natal Quem sou eu afinal? 2

A enfeitar o pinheiro É onde gosto de estar Sou muito redondinha E fácil de pendurar 3 3

Eu sou um bolo colorido Com muitos frutos saborosos E um brinde podem encontrar Aqueles que forem mais gulosos 4

Sou um Pai muito feliz Que traz ao lar muita alegria Ando sempre lá por fora Só venho a casa um dia 1-R: Pinheirinho de Natal 2-R: Bola de Natal 3-R: Bolo-rei 4-R: Pai Natal

Sara Correia (8ºC) Cristiana Marques (5ºB)



Jornal de Dezembro