Page 1


Perfil Caro (a) Amigo (a),

Dezembro 2018

AGENDA

Dias 03,10,17, 24 e 31

Missa da Misericórdia Rialma - GO

................................................. Dias 01,08, 22 e 29

Movimento Coração Jovem Rialma - GO

................................................. Dia 16

Mega Feirão da Providência Rialma - GO

................................................. Dias 26 dez a 12 Jan. Missão da Comunidade Coraçaõ Fiel no Japão

Dezembro chegou e com ele está chegando também a festa tão esperada por nós cristãos: O Natal! Festa em que podemos celebrar e meditar o nascimento do Menino Deus que veio iluminar o mundo e mostrar com sua vida, quão grande é o amor do Pai por cada um de nós. Queremos também querido Amigo(a) Fiel, através desta edição do Informativo Eu Sou Coração Fiel louvar a Deus pelo dom da sua vida, você que ao longo deste ano lutou, sofreu, rezou e se alegrou conosco nos desafios e conquistas. A sua fidelidade é importantíssima para que esta Obra de Evangelização continue anunciando Jesus aos quatro cantos do mundo. Se una ao Projeto Junto ao Coração, vamos erminar esse ano sem dívidas! Contamos com você e com sua oração! Deus provê! Deus proverá! Feliz e abençoado Natal para você e sua família! Boa Leitura!

TESTEMUNHO

................................................. Dias 30 Nov e 01 Dez. Avaliação Diocesana Uruaçu- GO

.................................................

.................................................

Expediente

Presidente: Pe. Delton Filho Editora Geral: Paula Gontijo Correção Ortográfica: Raiane Firmiano Arte Gráfica: Paula Gontijo Impressão: Digital Gráfica Fotos: Missionários Coração Fiel e Photografe + Tiragem: 1000 exemplares

Comunidade Coração Fiel CNPJ: 07.447.282/0001-19 Rua Coração Fiel N. 50 - Rialma II CEP: 76 310 000 - Rialma / GO Site: www.coracaofiel.com.br e-mail: informativo@coracaofiel.com.br

AMIGA FIEL: Beattiz Estado Civil: Casada Residência: Rialma- GO Profissão: Manicure

Meu nome é Beatriz, tenho 38 anos, sou casada, tenho dois lindos filhos e sou Amiga Fiel. Eu sou apaixonada pela música católica e quando me mudei pra Rialma a mais de dez anos atrás ouvi falar da comunidade Coração Fiel mais especificamente da rádio Coração Fiel foi quando comecei a ouvi-la. Mas foi através dos missionários que me apaixonei pela Obra. Foi vendo a doação deles e a doação do padre Delton, e isso fez com eu me apaixonasse pela comunidade. Sou manicure e deixo sempre meu radinho ligado

baixinho na frequência da Rádio, assim tenho conseguido evangelizar minhas clientes através desse Sistema de Comunicação. Como o Senhor Jesus tem visitado o meu lar e o meu trabalho através desta Obra de Evangelização. Jesus nos diz: Se formos fiéis no pouco Ele nos confiará muito mais, eu tenho vivido essa graça na minha família, no meu trabalho. Convido você que ainda não conhece a comunidade Coração Fiel, a fazer parte desta linda obra de Deus e você que já conhece seja fiel.


Palavra do Fundador

Natal

É tempo de celebrar em Família “Porque nasceu para nós um menino, foi-nos dado um filho; ele traz aos ombros a marca da realeza; o nome que lhe foi dado é: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai dos tempos futuros, Príncipe da paz.” (Is 9,5)

M

ais um ano está chegando ao seu final, o Natal se aproxima. Nas ruas já podemos ver as luzes de Natal, o comércio já se prepara, a beleza das cores e luzes saltam aos nossos olhos. Mas, para o cristão o Natal não está nas “cores” ou nas “luzes”, ou no presente. É uma grande festa em família, pois no Nascimento de Jesus se formava a Sagrada Família de Nazaré. A Igreja ensina que o “os filhos são o dom mais excelente do matrimônio” (CIC, 2378). Por isso, a família cristã precisa celebrar com alegria o Natal do nosso Salvador. Naquela criança pobre e humilde, sem méritos humanos, estava o Rei do Universo, o Conselheiro admirável, o Príncipe

da paz! Cada família deve se preparar com zelo para celebrar o evento mais importante que já aconteceu na história da humanidade, o nascimento do Menino Deus, que foi concebido no ventre da Virgem Maria e teve como pai adotivo São José, um humilde carpinteiro. É Deus quem se faz homem e entra em nossa história através da família. Por isso, a Família deve se preparar bem para celebrar e a dica que dou é que preparem, juntos, o presépio em casa, deixando o lugar do menino Jesus vazio até a noite do dia 24. Celebrando esse tempo de espera (Advento), com alegria e piedade. Toda a família unida com orações, partilhas, novena de Natal, aguardando,

com jubilo, a chegada do Menino Deus. Todo esse ritual vai ser uma grande benção para a família! Jesus é rei, Ele veio na simplicidade de uma criança, Ele veio na pobreza, mas Ele era rei, e não era um rei qualquer, Ele é o rei do céu e da terra, o poderoso e o altíssimo. Veio nos trazer a paz e onde não há paz, Ele envia a paz. “Porque nasceu para nós um menino, foi-nos dado um filho; ele traz aos ombros a marca da realeza; o nome que lhe foi dado é: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai dos tempos futuros, Príncipe da paz.” (Is 9,5)

P.e Delton Filho Fundador da Comunidade Coração Fiel


Formação

A Mística do

PRESÉPIO

O

significado do presépio de Natal. É uma montagem com peças, que faz referência ao momento do nascimento de Jesus Cristo. Com o menino Jesus na manjedoura ao centro, o presépio apresenta o local e os personagens bíblicos que estavam presentes neste importante momento cristão. O presépio é talvez a mais antiga forma de caracterização do Natal. Sabe-se que foi São Francisco de Assis, na cidade italiana de Greccio, em 1223, o primeiro a usar a manjedoura com figuras esculpidas formando um presépio. A ideia surgiu enquanto o santo lia, numa de suas longas noites dedicadas à oração, um trecho de São Lucas que lembrava o nascimento de Cristo. Resolveu então montá-lo em tamanho natural, em uma gruta de sua cidade. Presépio, significa em hebraico “a manjedoura dos animais”, mas a palavra é usada com frequência para indicar o próprio estábulo. Jesus ao nascer foi reclinado em um presépio que provavelmente seria uma manjedoura, como as muitas que existiam nas grutas naturais da Palestina, utilizadas para recolher animais. Outra

versão é que o presépio de Jesus era feito de barro, aproveitandose uma saliência da rocha e adaptando-a para tal finalidade. Esta é, sem dúvida, a versão mais aceita. O presépio de São Francisco incluía uma manjedoura, acima da qual foi improvisado um altar. Nesse cenário ocorreu a Missa da meia-noite, na qual o próprio santo com a vestimenta de diácono cantou o Evangelho juntamente com o povo simples e pronunciou um sermão sobre o nascimento do Menino Jesus. Conta-se que naquela noite especial, enquanto o santo proferia as palavras do Evangelho sobre o nascimento do Menino Jesus, todos os presentes puderam ver uma criança em seu colo, envolvida em um raio de luz. Desde então, os presépios foram se tornando cada vez mais populares e, além das figuras tradicionais

do Menino Jesus deitado na manjedoura, Maria e José, acabaram incluindo uma enorme variedade de personagens: Burro e Boi ou ovelhas (animais do curral, representam a simplicidade do local onde Jesus nasceu); Anjos (responsáveis por anunciar a chegada de Jesus); Estrela de Belém (orientou os reis Magos quando Jesus nasceu); Pastores (representam a simplicidade das pessoas do local em que Jesus nasceu); Reis Magos. No Brasil, em muitos estados do Nordeste, até hoje a montagem dos presépios é acompanhada de danças e festejos conhecidos como Pastorinhas, versões brasileiras dos autores de Natal, que eram encenações do nascimento de Jesus típicas de algumas regiões da Europa, como a Provença, na França. Jeferson Paz Missionário Elo de Aliança


Nossa MissĂŁo


Espaço Jovem

JOVEM

Fazer o bem faz bem!

Q

uando me pediram para escrever esse texto, fiquei pensando por onde começar, então pedi ao Senhor que falasse ao meu coração e a resposta veio como uma flecha, por meio da Palavra “Em tudo vos tenho mostrado que assim, trabalhando, convém acudir os fracos e lembrar-se das palavras do Senhor Jesus, porquanto ele mesmo disse: É maior felicidade dar que receber!” (At 20,35) . Hoje vemos tantos slogans na TV e nas mídias de grupos ou pessoas que se dizem “pessoas do bem”, ou ainda “fazer o bem faz bem”. Esses são slogans impactantes, chamam a atenção, mas devemos nos perguntar e buscar respostas se realmente é o bem que está sendo disseminado, ou ideias que vêm, “mascaradas” de bem e no fundo estão doutrinando, dando uma ideia distorcida do que é realmente o “bem”. Claro que existem pessoas imbuídas do bem, querem, desejam e o praticam, mas existem muitas “fakeNews” do bem, onde por trás de um falso querer fazer o bem, há um desejo de atrair as pessoas, para um falso bem, por exemplo, a

pessoa que aconselha ou ajuda o outro a praticar o aborto, usar camisinha, contraceptivo, no intuito (ou desejo) de livrar o “amigo” de uma fria, ou ainda fazer a prova no lugar do outro, dentre outras atitudes. Nessa situação, você pode até pensar que está ajudando, quando na verdade está contribuindo para que o mau se instale na vida do outro e na sua também. Fazer o bem faz bem, quando nos comprometemos a viver, ser e fazer o bem que brota do amor, mas do amor que se doa, que renúncia seu querer em favor do próximo. O bem que sabe distinguir entre o bem e o mau. A alegria que Jesus se refere é a alegria que Ele próprio experimentou, de doar até a última gota de Seu Preciosismo Sangue pela humanidade. Fazer o bem faz bem, porque nos torna mais humanos, traz alegria fazer o outro feliz, devolver o sorriso aos tristes, o brilho aos olhos daqueles que perderam a fé e a esperança. Fazer o bem faz bem, porque é bom saber que todos estão bem. Precisamos aprender a fazer o bem por meio de gestos concretos, e assim mudar o

outro de dentro para fora e a nós também. Convido você a fazer a experiência da renúncia de algumas horas de sono em favor dos mais necessitados. Renunciar ao seu “achismo” em favor da verdade que liberta você e o outro, a sua bebida de hoje, por um litro de leite e um pedaço de pão em favor dos que têm fome! Enfim renunciar a sua falta de fé e confiança em favor daquele que perdeu a esperança. Pois seu testemunho devolverá a fé, esperança e confiança para aquele que precisa sair do lamaçal que se encontra. Comece com um gesto de amor e gratidão dentro de sua casa, com seus pais, seus irmãos... com respeito, obediência e carinho. Faça a experiência e tenho certeza que irá experimentar uma overdose de paz e alegria que ainda não experimentou. Permita-se fazer o bem, porque fazer o bem faz bem, muito mais a nós que aos outros! Maria José Oliveira Missionária Elo de Vida


Caminhos

A Família Coração Fiel Celebra o Natal do Senhor

V

amos celebrar mais um Natal e dar adeus a mais um ano. É tempo de olharmos para nossa vida, nossos projetos, e fazermos um balanço do que conseguimos realizar, e o que não conseguimos. Tempo de lembrar de tudo que vivemos durante o ano, coisas boas e ruins. Mas principalmente tempo de olhar e ver o que aprendemos, vivemos, e sentimos e o que trazemos em nosso coração. Natal é tempo de espera. Advento – Espera. Esperando esperei no Senhor! Todos os anos ao chegar essa época muitos se perdem entre presentes, correrias às lojas, mesas fartas de comida..., mas será o Natal apenas isso? Natal é tempo de celebrar o nascimento do nosso Salvador e assim deixar renascer em nossos corações o amor, a paz e a esperança. Natal é momento de perdão, e é época de fortalecer o coração na fé. “EM TODAS ESSAS COISAS SOMOS MAIS VENCEDORES PELA VIRTUDE DAQUELE QUE NOS AMOU. (Romanos 8,37). Diante do anúncio do nascimento do Salvador; o que essa Boa Notícia faz com seu coração? Qual será nosso presente para Menino Jesus? Creio que o maior e melhor presente, é nos colocarmos diante d’Ele e adorá-lo. Declarar que Ele é nosso Salvador. Dizer para o Menino

Deus, bem-vindo, Emanuel, Deus Conosco! “Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo: hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. (Lucas 2,10-11). Vamos juntos família Coração Fiel com muita alegria e com o coração agradecido entregar a Jesus, o Emanuel, nosso coração, nossa família para que sejamos inundados de muita paz, alegria e abundantes bênçãos. Eis que Ele vem! O Salvador Jesus, o Emanuel, o Deus conosco! Oro ao Bom Deus por você e sua família para que tenham um santo e abençoado Natal, e que vocês possam fazer a diferença no meio em que vivem, dando testemunho de famílias cristãs. Viva o Menino Jesus! Viva a Família Coração fiel! FELIZ NATAL!!!! Eliane Paz Missionária Elo de Aliança

ATO DE ADORAÇÃO DIANTE DO MENINO JESUS esus prostrados diante de tua Divindade escondida neste corpinho frágil de recém-nascido, viemos adora-lo. O Teu Santo Espírito, presente em nós, nos conduz a uma profunda e sincera adoração. Jesus, Emanuel, Deus Conosco, Salvador, Dominus, a Ti rendemos nosso corpo e nossa alma. Graças Te damos, Senhor Jesus, por se tornar um de nós e vir no nosso encontro para nos salvar. Graças Te damos por ser tão misericordioso e amoroso com o Teu povo. Graças. Te damos por nos dares a chance de chamar Teu Pai de Pai Nosso. A Ti, Jesus, toda honra, toda glória e todo louvor, hoje e para sempre. Amém!

J


Caderno Especial

2018

Ano da Família

Coração Fiel

Q

uem nos separará do amor de Cristo? A tribulação? A angústia? A perseguição? A fome? A nudez? O perigo? A espada? Realmente, está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte o dia inteiro; somos tratados como gado destinado ao matadouro (Sl 43,23). Mas em todas essas coisas, somos mais que vencedores pela virtude daquele que nos amou. Pois estou persuadido de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem o presente, nem o futuro, nem as potestades, nem as alturas, nem os abismos, nem outra qualquer criatura nos poderá apartar do amor que Deus nos testemunha em Cristo Jesus, nosso Senhor”. (Romanos 8, 35-39).

F

oi com este texto bíblico que iniciamos o Ano da Família Coração Fiel. Já no início de 2018 Pe Delton

Filho, escreveu um documento para nossa Comunidade falando sobre o texto da Palavra de Deus que citei acima. Escreveu o nosso fundador: “A palavra-chave deste texto é o ‘amor’. A família Coração Fiel tem como identidade: o vínculo de ‘união fraterna’ que nos torna ‘um só coração’”. Quero assim louvar a Deus por todo amor, experienciado e vivido, toda união fraterna que levou adiante todas as missões e trabalhos deste ano, e quero testemunhar aqui que verdadeiramente, somos ‘Um só coração’. Todos os anos a Comunidade Coração Fiel enfrenta grandes desafios, tribulações, luto, lágrimas, nós enfrentamos tudo que uma família como a sua enfrenta. 2018 é o 13º ano da fundação do Carisma Coração

Fiel e é claro, viver este ano rezando, trabalhando, convivendo e nos descobrindo como uma família ‘forte’, que unida quer favorecer um encontro pessoal com Jesus, fez deste ano um ano especial. Que todas as desavenças que vivemos em família sejam curadas e perdoadas. Que todas as graças que Deus nos cumulou sejam motivo do nosso louvor. Que todo aprendizado de como ser uma família em um carisma nos guie no futuro. Que a Sagrada Família de Nazaré seja para a Família Coração Fiel o exemplo de amor, união fraterna e de unidade de Coração Fiel. Viva a família Coração Fiel

Rondiney Arantes Missionário Elo de Vida


Igreja

Dom Messias dos Reis Nomeado novo bispo para a Diocese de Teófilo Otoni (MG)

A

Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou nesta quarta-feira, 14, a decisão do papa Francisco em nomear para a vacante diocese de Teófilo Otoni (MG), dom Messias dos Reis Silveira, transferindo-o da sede episcopal de Uruaçu (GO). A notícia foi publicada no jornal L’Osservatore Romano, às 12 horas de Roma. Dom Messias dos Reis Silveira nasceu em 25 de dezembro de 1958 em Passos, Guaxupé, no estado de Minas Gerais. Realizou seus estudos filosóficos na Pontifícia Universidade Católica de Campinas e os estudos teológicos no Centro de Estudo da

Arquidiocese de Ribeirão Preto. Foi ordenado sacerdote em 11 de agosto de 1992, e foi pároco da catedral “Nossa Senhora das Dores”, na diocese de Guaxupé. Foi o primeiro diretor pedagógico e formador do Seminário São José, do qual foi reitor. Também foi reitor da Casa de Formação Presbiteral “Nossa Senhora das Dores”; membro do Conselho Presbiteral; membro do Colégio de Consultores e do Conselho de Formação Presbiteral. Dom Messias dos Reis Silveira foi nomeado pelo papa Bento XVI para a diocese de Uruaçu (GO) em 2007,

sucedendo a dom José da Silva Chaves cuja renúncia ao governo pastoral da diocese foi aceita por limite de idade. No regional Centro-Oeste da CNBB, além de ser presidente ofereceu sua contribuição como bispo referencial da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e, atualmente, é bispo referencial da Comunicação. Agora, com a nova missão assumirá a diocese de Teófilo Otoni (MG), até então vacante desde a saída de dom Aloísio Jorge Pena Vitral, em 2017. Sua Posse etá marcada para o dia no dia 16/02 às 17:00. Portal da Diocese de Uruaçu

A Dom Messias nossa oração e gratidão!


Projeto Junto ao Coração

A Graça do Natal “O povo que andava nas trevas viu uma grande luz” (Isaías 9,1).

E

stamos nos aproximando de um tempo de graças em nossas vidas, tempo de esperança, da chegada do nascimento do nosso salvador, Jesus Cristo o Senhor, um menino nos foi dado, a nós foi revelado o plano do amor do Pai. A graça deste tempo nos convida a uma revisão de vida, afinal o ano está para terminar, o nascimento do Menino Jesus convida a mim e a você a olhar para dentro de nós e pedirmos para aproveitar as riquezas que este lindo tempo oferece. As famílias se reúnem e a o nascimento de Jesus envolve nossos corações. Nesse Natal deixe que, a luz do Menino Jesus, resplandeça no seu coração No Natal, festejamos o nascimento de Jesus Cristo, o dom que o Pai nos dá. Quanto bem, Deus Pai, faz para seus filhos e suas filhas! Tudo, e o melhor de tudo, Ele dá a nós, como se nada reservasse para si mesmo. Deus abre o seu coração, seu tesouro e seu segredo. Deus se aproxima de

nós, para nos amar, para cuidar e dar-se a nós e nos salvar. Ele oferece a Sua própria vida para ser nossa vida. Fomos criados para viver a vida divina. Pelo próprio Deus, fomos feitos para abrigar em nosso viver o Filho, que no Natal nasce. Como Família Coração Fiel, estamos no último mês desde ano de 2018, pedimos o Menino Jesus a Graça de fecharmos o ano sem dívidas! Nosso Coração se enche de esperança! O Emanuel o Deus Conosco, habilita em nossos corações! Agradecemos a você amigo fiel pela sua fidelidade e compromisso com essa obra de evangelização, até aqui o Senhor tem nos sustentado! Faça o seu algo a mais e vamos juntos agradecer a Deus por tudo que Ele fez e realizou em nossas vidas e no projeto Junto ao Coração A maior graça que recebemos de Jesus é acolher Jesus em nossos corações que o seu coração seja uma manjedoura para receber nosso salvador.

Um Feliz e Santo Natal! Kelen Aparecida Missionária Elo de Vida


N

ovembro se inicia com a Solenidade de Todos os Santos, celebrada no dia 01 de novembro, para fazer memória àqueles que chegaram a santidade e estão diante de Deus, intercedendo por nós sem cessar. Não é nós que escolhemos um santo para interceder por nós. O santo é que nos escolhe! Sete santos escolheram interceder pela Comunidade Coração Fiel: Nossa Senhora, São José, São João Paulo II, Santa Faustina Kowalska, São Francisco de Assis, Santa Terezinha do Menino Jesus e São João Bosco. Nas bodas de Caná (Jo 2,1-11), Nossa Senhora intercedeu por uma família que se encontrava em uma grande dificuldade. A pureza do Coração de Maria há de nos envolver para sempre, pois no final seu Imaculado Coração triunfará. São José recebeu de Deus a sublime missão de ser pai adotivo de Jesus. Recorramos à sua pureza nas horas de tentação e busquemos aprender dele o espírito de trabalho diligente e silencioso. São João Paulo II é o santo de nossos tempos e nosso inspirador principal. Ele assumiu sua missão e cuidou de modo particular dos jovens e das famílias. Deus confiou a Santa Faustina uma intimidade extraordinária com seu Sagrado Coração, através da Divina Misericórdia. Que esta devoção nos ajude a viver e


Benfeitores

Profile for Coração Fiel Comunidade

Natal é tempo de celebrar em família  

Ano 09, N° 93, Ano 2018

Natal é tempo de celebrar em família  

Ano 09, N° 93, Ano 2018

Advertisement