Issuu on Google+

2

ABRIL / 2010

P

or meio de sua Morte e Ressurreição, Jesus Cristo realizou de uma vez por todas a misteriosa vontade de Deus Pai e cumpriu a promessa de salvação em favor da humanidade, decaída pelo pecado. A esse maravilhoso acontecimento de salvação chamamos Mistério Pascal e o celebramos de modo particular na Semana Santa, que tem seu ponto alto no Tríduo Pascal. O Tríduo Pascal da Paixão e Ressurreição do Senhor começa com a missa vespertina na Ceia do Senhor, possui seu centro na Vigília Pascal e encerra-se com as vésperas do Domingo da Ressurreição. O Tríduo Pascal resplandece como o ápice de todo o ano litúrgico: os três dias são considerados como único mistério, segundo a expressão de Santo Agostinho - santíssimo tríduo do Crucificado, Sepultado e Ressuscitado -, que se prolonga por cinquenta dias como um dia de Páscoa, como extensão daquele domingo que nunca deverá acabar. Em nossa história presente, o próprio Cristo ressuscitado, vivo e vivificador, segue atuando em nós. Todos os outros acontecimentos da história acontecem uma vez e depois passam, são engolidos pelo passado. Já o Mistério Pascal de Cristo não pode permanecer somente no passado, mas participa da eternidade divina, abraça todos os tempos e se mantém permanentemente presente (cf. Catecismo da Igreja Católica, n. 1.085). Iniciação pascal Os três sacramentos (Batismo, Confirmação e Eucaristia), concebidos também como um só, são aqueles que operam, realizam a iniciação. Introduzem os eleitos na nova realidade cristã, após terem percorrido o caminho da fé durante o catecumenato. Banho batismal O Batismo nos faz participar pela primeira vez da Morte e Ressurreição de Cristo. Nós nos tornamos uma coisa só com Cristo por uma morte semelhante à sua (Rm 6,5). De tal sorte que somos inseridos no Corpo de Cristo e passamos a formar

INFORMATIVO PAROQUIAL PARTILHANDO PARÓQUIA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Telefax: (12) 3621-4440/3624-8973 E-mail: pscjtaubate@yahoo.com.br Site: www.coracaodejesustaubate.com.br Diretor: Pe. Carlos Martinenghi, scj - pároco. Diagramação: Elisangela Cavalheiro. Colaboradores: Pe. Carlos Martinenghi, Pe. Cleber Sanches, José Maurilo Claro, Elisangela Cavalheiro, Marlene Oliveira, Helena Sírio. Crédito das fotos: C1, C2, C3, C4 e C5, Carlos Alberto. Tiragem: 1300 exemplares. Impressão: Gráfica Supremax (3681-4065).

ABRIL / 2010

a sua Igreja. Dessa forma, participamos do sacerdócio de Cristo. Com ele aprendemos a oferecer nossa vida em favor dos irmãos. Completamos em nossa carne o que falta à paixão de Cristo, em favor do seu Corpo, que é a Igreja; porque, se somos Corpo de Cristo, é natural que também vivamos a sua Páscoa como condição para a vida eterna. Por isso, assumimos como missão pessoal aquela de Cristo: salvar o mundo, isto é, combater o egoísmo, o ódio, com o amor de entrega e desinteressado. Unção crismal No sacramento da Confirmação, Jesus Ressuscitado nos concede o seu Espírito, trazendo força e coragem para vencermos o mundo, edificarmos em unidade a Igreja, Corpo de Cristo, e defendermos a verdade do Evangelho nas diversas situações da vida. O Espírito nos capacita a viver as exigências do caminho pascal durante toda a nossa vida. Fortalecidos pelo Espírito, estamos prontos para testemunhar Cristo. Na celebração da Eucaristia, Cristo se oferece ao Pai e nos associa ao seu sacrifício. O batizado, incorporado à comunidade da Igreja, participa da liturgia eucarística e oferece a sua vida ao Pai associada ao sacrifício de Cristo. É o Cristo inteiro, cabeça e membros, que se oferece pela salvação da humanidade. Assim, aclamamos na Oração Eucarística III: Fazei de nós uma oferenda perfeita. Desde o dia do Batismo, em que fomos submergidos em Cristo, até a hora da morte, a última Páscoa do cristão, participamos de sua Páscoa: doando a vida, servindo e amando o próximo como ele o fez, a ponto de morrer na cruz. Toda a nossa vida é um caminho de vivência progressiva da Páscoa de Cristo comunicada a cada um de nós. Dessa forma, a liturgia, o ano litúrgico e todos os sacramentos têm a tarefa comum de nos assemelhar à Páscoa de Cristo. Páscoa semanal O primeiro dia da semana, o da Ressurreição, logo no início do Cristianismo, foi aquele em que os cristãos começaram a se encontrar para a celebração da ceia. Tornou-se o dia primordial, porque nele celebramos o Mistério Pascal de Cristo e da Igreja. Domingo vem da palavra latina dominus, que quer dizer "Senhor". Portanto, é o dia do Senhor. "Eu estarei sempre convosco, até o fim do mundo" (Mt 28,20). Essa promessa de Cristo continua a ser ouvida pela Igreja. Se o domingo é o dia da Ressurreição, ele não se reduz à recordação de um acontecimento passado: é a celebração da presença viva do Ressuscitado no meio de nós. É a Páscoa semanal, que recorda o memorial da presença do Senhor na comunidade. À reunião da assembleia dominical estão associadas a entrega do Espírito do Senhor, a alegria da Ressurreição, o

E

otimismo da vitória sobre a morte, o testemunho nos sofrimentos, o anúncio do Senhor no mundo. "A Páscoa foi inaugurada: agora continua crescendo e desen- volvendo-se em nós e por nós, sempre com a presença misteriosa do Senhor, sobretudo no domingo. Cada domingo é ao mesmo tempo memória da Páscoa inicial e profecia da Páscoa futura. Em cada domingo atualiza-se a primeira e antecipa-se já sacramentalmente a definitiva, enquanto a comunidade vai caminhando e amadurecendo até o descanso eterno" (BOROBIO, Dionisio. A celebração na Igreja. São Paulo: Loyola, 1990, p. 81). A assembleia dominical é lugar privilegiado de unidade: ali se celebra o sacramento da unidade, do povo reunido "pela" e "na" unidade do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Um domingo sem assembleia eucarística não será um dia do Senhor. É o dia da Igreja por excelência. "A assembleia dominical vai-nos educando para uma consciência mais viva da Igreja, para um sentido mais profundo de pertença, para um compromisso de construção da comunidade, que é não uma realidade já conquistada mas sim um processo de amadurecimento a partir da convocatória de Cristo e de animação do Espírito" (Idem, p. 82). A Eucaristia dominical nos reúne como a família dos filhos de Deus na casa do Pai; marca, no cristão, um estilo de vida pessoal e comunitário. Oferece-nos a ocasião de renovar a graça batismal e de cultivar as atitudes de otimismo, alegria e confiança na misericórdia do Pai. Ela nos dá o Espírito de santidade para vivermos numa relação de intensa comunhão e proximidade. Os cristãos são convocados pelo Senhor e por seu Espírito para alimentar e discernir sua vida diante da Palavra proclamada e do sacrifício de Cristo. Pe. Cleber Sanches, scj Vigário Paroquial

stá acontecendo na Comunidade Nossa Senhora de Fátima o Curso de Capacitação para vinte e duas pessoas que irão atuar na Pastoral da Pessoa Idosa. Os participantes são de várias comunidades da paróquia. Conheça algumas informações sobre a Pastoral da Pessoa Idosa fundada em 04 de novembro de 2004 por Zilda Arns, a coordenadora nacional atualmente é a Irmã Terezinha Tortelli. A ação principal desta Pastoral é a visita domiciliar às pessoas com 60 anos ou mais, mensalmente. Nas visitas os familiares e pessoas idosas são orientadas sobre qualidade de vida, visando também prevenção

DÍZIMO É UM MANDAMENTO DE DEUS

D

ízimo é a décima parte, isto é, de tudo o que ganhamos, seja salário, presentes, doações, juros, mesadas, devemos separar a décima parte e entregá-la na Casa do Tesouro: a Igreja onde nos alimentamos espiritualmente. Para cada 100 reais ganho, 10 reais devemos devolver como dízimo para as obras de Deus. A Igreja católica não obriga, reflita e contribua de acordo com o que seu coração mandar. O dízimo deve ser fruto de nossas primícias. Confira em Êxodo 23,19; Deuteronômio 26,1-10 e Números 15,17-21. O dízimo nos ensina a dar passos, pois, é como mãos que se abrem para receber a graça de Deus. É um caminho que se aprende fazendo a experiência, nem sempre fácil pelos obstáculos que surgem e pela dificuldade de reflexão e entendimento, que só serão superados quando se confia na verdadeira Palavra de Deus, que não falha. Os dizimistas fiéis mês a mês e que reajustam o valor de suas contribuições todo ano,

à saúde. A realização das visitas acontece nas imediações da residência do agente da p a s t o r a l o n d e s e d á a solidariedade/fraternidade. Os dados coletados nas visitas sobre saúde, são enviados para a Coordenação Nacional da Pastoral, a qual encaminha para o Ministério da Saúde com o objetivo de subsídios para a criação de políticas publicas para a população idosa de todo nosso país. No Curso para os agentes desta Pastoral é levado a conhecer o Estatuto do Idoso, quando se tornam claros os direitos das pessoas idosas. É uma pastoral ecumênica, todas as pessoas idosas que aceitarem visitas serão acompanhadas, independentemente de religião. São convidadas a participar desta Pastoral, pessoas a partir de 16 anos de idade que tenham carinho para com as pessoas idosas. Conforme disse o Papa João Paulo II por ocasião da Quaresma de 2005, também são os que ajudam a manter as obras: evangelizadora, missionária e social da Igreja. É hora de sermos fiéis ao Deus fiel. Devemos saber que tudo é de Deus. Somos apenas administradores dos bens recebidos. O dízimo ensina a colocar na frente à graça de Deus, depois sim, poderemos falar de nossos problemas. Deus quer de nós fidelidade e obediência, não desculpas. Nosso coração está onde está o nosso tesouro. Se buscarmos em primeiro lugar o Reino de Deus, não vamos ter problemas com o dízimo. Só se entende a vontade de Deus, tendo o coração desapegado dos bens da terra e atento as coisas de Deus. É muito difícil ouvir a voz de Deus e entender o significado em meio às preocupações materiais. O dízimo é um mandamento de Deus, não foi inventado pelo homem. Confira em sua Bíblia e faça uma reflexão. Levítico 27,30-32; Deuteronômio 12,11; Números 18,25-32; Malaquias 3,10. “Se deres o dízimo, não só receberás a abundância dos frutos, mas também a saúde do corpo”. Palavras de Santo Agostinho. Reflita e inscreva-se como dizimista, a Igreja precisa da contribuição de todos. José Maurilo Claro Pastoral de Dízimo

3

queremos pedir: “Que cada comunidade acompanhe com compreensão amorosa a todos que envelhecem”. Marlene Oliveira Coordenação Diocesana

Quer saber mais? Acesse o site da pastoral: www.pastoraldapessoaidosa.org.br Ou entre em contato por e-mail: pastoraldapessoaidosataubate@yahoo.com.br

Curso de formação na Comunidade Nossa Senhora de Fátima no Setor Sabará com 22 participantes

Para você ficar por dentro! Quando: 16 a 21 de agosto de 2011. Onde: Madri, capital da Espanha. Tema: "Enraizados e fundados em Cristo, firmes na fé (Col 2,7). Clima de Madri na época da JMJ: A JMJ ocorrerá em agosto, que é durante o verão europeu. Na capital espanhola, a estação é seca e a temperatura máxima muitas vezes supera os 35 °C. Programação para a JMJ2011: A programação oficial conta com diversos eventos. No site você pode buscar a informação completa. Acomodação: Uma variedade de estilos de acomodação estará disponível – os grupos poderão escolher o estilo que melhor encaixe suas necessidades e orçamento. Os peregrinos serão acomodados em hotéis, campings, casas, escolas e salões paroquiais. A paróquia irá com alguns jovens junto com um grupo do estado de SP. Mais informações na Secretaria Paroquial e no site oficial do grupo. Site oficial do grupo: www.jteambrasileiro.com

No dia 09 de abril haverá um bingo em favor do grupo de teatro e do grupo da jornada! Colabore!


4

ABRIL / 2010

Helena Sírio, jovem pertencente a nossa Paróquia é missionária da Comunidade Católica Shalom em Fortaleza, ela nos conta sua experiência em terras nordestinas

PRIMEIRA SEXTA-FEIRA DO MÊS MATRIZ 19H30 REUNIÃO PASTORAL DA CRIANÇA MATRIZ 14H REUNIÃO PAST. LITÚRGICA MATRIZ 15H ENCONTRO DE BATISMO MATRIZ 18H REUNIÃO PASTORAL DÍZIMO MATRIZ 15H 9 FORMAÇÃO P/ NOVOS MINISTROS MATRIZ 15H REUNIÃO DO SAV (VOCACIONAL) A DEFINIR 16H BINGO ESPECIAL MATRIZ NOITE 10 FORMAÇÃO PAST. BATISMO - DEC. P. S. JOSÉ 8H - 12H 12 REUNIÃO MENSAL LITURGIA MATRIZ 20H 16 REUNIÃO MINISTROS PARÓQUIA MATRIZ 15H REUNIÃO DO CAEP PAROQUIAL VERA CRUZ 15H 17-24 SEMANA SANTA PROGRAMAÇÃO ESPECIAL 17 DOMINGO DE RAMOS - COLETA DA CF/2011 RETIRO I - Adolescentes do Setor MOURISCO 8H - 17H 22 SEXTA-FEIRA SANTA - COLETA P/ OS LUGARES SANTOS 24 DOMINGO DA PÁSCOA DO SENHOR 30 ENCONTRO DE BATISMO MOURISCO 18H REUNIÃO DO CPP PAROQUIAL SABARÁ 15H

1 2

FESTA DE SANTA CRUZ

com grande alegria, que partilho com vocês sobre a experiência missionária que vivo aqui em Fortaleza-CE. A Comunidade Católica Shalom, é um grande presente de Deus para este novo tempo de evangelização que surge na Igreja. Corresponde aos novos meios que o Espírito Santo suscita entre nós, a nova primavera da Igreja, como disse João Paulo II, referindo-se as novas comunidades. A cidade de Fortaleza-CE, onde nasceu o carisma, é tomada por esse espírito missionário, há várias comunidades e congregações aqui. Nosso desejo é de que ela seja conhecida no Brasil e no mundo, como a Cidade da Paz, e para isso, precisamos trabalhar muito! Por isso temos todo o tempo dedicado a evangelização (exceto no período da manhã dedicado a oração, pois é da fonte que jorra toda ação missionária). O carisma Shalom é expresso pela anunciação da Paz, o Shalom, que não significa apenas ausência de guerra, mas o Shalom do Pai, que é o Cristo Ressuscitado que passou pela cruz e que comunica, anuncia a Paz, experiência de Jo 20,19ss. E a evangelização de maneira particular dos jovens, pois nascemos da oferta feita por nosso fundador (Moysés Azevedo), em sua juventude, a João Paulo II, de consumir sua vida em vista da evangelização dos jovens do Brasil e do mundo. E por isso, somos responsáveis com a graça de Deus, de realizarmos grandes eventos durante todo o ano, para proporcionar ao jovem uma opção de vida cristã. Exemplo disso é o Halleluya, evento que realizamos todos os anos, no mês de julho, o mesmo nasceu para “combater” um carnaval fora de época da cidade, realizado nos mesmos dias, atualmente o Halleluya passa o evento da cidade em número de pessoas, no último ano tivemos 250 mil pessoas em um único dia. Para nós tudo isso é motivo de grande alegria, entretanto não estamos satisfeitos, para Deus é preciso sempre mais! Além do Halleluya, que é um evento de massa, nossa evangelização abraça características individuais, abordagem pessoa a pessoa, e o cuidado específico das ovelhas que o Senhor nos confia, possuímos 4 centros de evangelização espalhados pela cidade e outros pontos onde ainda não existem consagrados de comunidade de vida residindo. Para mim foi um ano repleto de alegrias e desafios, sou muito grata a Deus por Sua eleição em minha vida, que me proporciona, além de uma experiência real e concreta com o Cristo Ressuscitado que passou pela cruz, a felicidade de servir na Sua vinha. A oferta de vida é o mínimo que posso dar a Deus, em gratidão por tamanho Amor e Misericórdia em minha vida. Obrigada pela oportunidade de partilhar, permaneço rezando por vocês, para que esse novo tempo seja repleto de graças e bênçãos e que gerem muitos frutos para a Igreja. Um grande abraço! Shalom!

É

ABRIL

Neste espaço é apresentado o relatório financeiro. Os dados serão apresentados apenas na versão impressa.

Tríduo nos dias 05, 06 e 07 de maio às 19h30. Dia da procissão - Dia 08 de Maio Domingo, às 16h00. Festejos populares no final de semana.

FESTA DE NOSSA SENHORA FÁTIMA (SABARÁ) No dia 13 de maio, dia de Nossa Senhora de Fátima, haverá missa às 19h30. Início na Praça dos Aposentados. Bênção das Mães. Dias 23, 24 e 25 de maio, haverá encenação das Aparições de N. S. de Fátima, às 19h30. Tríduo nos dias 26 e 27 de maio, às 19h30 e dia 28 de maio às 19h00. Dia da prociss��o Dia 29 de Maio, Domingo, às 17h00. Festejos populares nos finais de semana.

Novos Horários de Expediente do Padre na Matriz: TERÇA A SEXTA-FEIRA: das 9h00 às 11h30 e das 14h00 às 17h00. SÁBADOS: das 9h às 11h00. No sábado atendimento de todos os padres. SALDO DEVEDOR DO TELHADO

R$

54.030,00

Helena Sírio

Informativo Mensal da Paróquia Sagrado Coração de Jesus

Editorial

Jesus quer nos dar a ÁGUA VIVA Campanha da Fraternidade 2011

O que podemos fazer pelo planeta?

O

aquecimento global, ou seja, o aumento da temperatura média da Terra, ocorrido nos últimos 50 anos contribuiu para as diversas mudanças climáticas que percebemos em toda a extensão do planeta. “A maior parte do aquecimento se deve a atividades humanas dos últimos 50 anos.” (cf. Texto-Base CF/2011, n. 23) O derretimento de gelo na Groenlândia e na Antártida, o aumento do nível do mar e da temperatura média do oceano, secas mais longas e mais intensas e chuvas mais pesadas, são algumas das mudanças mais recentes e as maiores ocorridas no clima nos últimos 1300 anos. Segundo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), o aumento da temperatura pode subir cerca de 2,4ºC até 2050, mesmo que haja mudança no padrão de produção e consumo da humanidade imediatamente. Entretanto, se não ocorrerem mudanças dessa ordem o aumento pode chegar a 4ºC, o que na prática, segundo o relatório, elevaria o nível dos

O

Concílio Vaticano II, no documento sobre a liturgia nos diz: "É o tempo de se preparar para a celebração da Páscoa... que os fiéis reunidos em oração, escutem a Palavra de Deus e renovem o seu Batismo pela celebração litúrgica"(cf. SC 109). Por isso, é útil nas celebrações renovar as promessas batismais. Na oração da Liturgia das Horas ( que o padre ao ser ordenado, promete ao bispo rezar as diversas horas para estar em comunhão com toda a Igreja), os textos da Sagrada Escritura propostos e, também os textos da liturgia da missa, nos convidam a converter o nosso coração, mudando a nossa atitude, não com sacrifícios, mas com oração, escuta da Palavra e prática da justiça e do amor fraterno. Este é o caminho para prepararmos a Páscoa de Jesus e nossa Páscoa. O profeta Neemias (cap. 8 e que é o texto proposto para a liturgia das horas nas LAUDES do terceiro domingo quaresmal), nos convida a termos alegria, pois este é um dia consagrado ao Senhor. Os Santos Padres da Igreja primitiva diziam que: "Aos domingos nós não jejuamos, não fazemos penitência, não nos ajoelhamos, porque é o dia do SENHOR, dia da nossa salvação"(Sto. Atanásio). Portanto, renovemos o compromisso com mares em 0,60 cm, pequena alteração que poderá fazer com que milhões de pessoas tenham que deixar suas casas. Uma previsão bastante alarmante. Analisando as previsões mais catastróficas e outras nem tanto, resta a cada um de nós, compreender que não podemos ficar de braços cruzados diante deste desafio e que cada um pode e deve fazer algo em prol da vida no planeta. O manual da CF/2011 coloca algumas propostas para o nosso agir. 1. Resgatar o sentido profético do Domingo Descansar é importante para a saúde do corpo e da alma. No comércio e nas indústrias, o ritmo de trabalho atual é alucinante, com isso necessitamos de um tempo para restaurar as forças. Mas também é no Domingo que podemos viver uma experiência de desprendimento das nossas ocupações e cultivarmos uma relação mais próxima com o Criador, percebendo que tudo é de Deus e, principalmente, que não somos o “centro do universo”. 2. Para você saber o seu consumo ecológico Aqui propõe-se a análise de nosso modo de viver de um modo bastante concreto. Acesse o seguinte site para medir o seu consumo ecológico, e busque uma

- Taubaté/SP

Ano 21 Edição n° 249 Abril/2011

o nosso Batismo, assumindo o compromisso da fraternidade e como a samaritana deixarmos o BALDE(as coisas velhas, apegos, tradicionalismos.....) e ir à cidade chamar as pessoas para o encontro com Jesus que quer nos dar a ÁGUA VIVA. E, quanto às recomendações a Igreja pede: 1. Evitar muitos enfeites na Igreja, inclusive e sobretudo em casamentos. 2. Que os INSTRUMENTOS MUSICAIS, sejam para sustentar o canto que toda a ASSEMBLÉIA DEVE PARTICIPAR. 3. Que não se façam missas especiais (15 anos...) 4. Que se faça jejum e abstinência de carne na quarta-feira de cinzas e no tríduo pascal na sextafeira santa. 5. No Brasil, se reflita a Campanha da fraternidade e colabore-se com a campanha da solidariedade no domingo de Ramos. 6. A cor litúrgica, roxa e no quarto domingo da quaresma, cor-de rosa (domingo da alegria). Vamos aprender a nos reunir, rezar juntos, decidir juntos e caminhar juntos. Pe. Carlos Martinenghi, scj Pároco

postura diferente diante em sua própria realidade. Acesse o site da WWF: > www.wwf.org.br/wwf_brasil/pegada_ecologica/ calculadora/ 3. Propostas para se diminuir o consumo pessoal São 20 propostas, vamos colocar apenas algumas: 1. Utilize sacolas de algodão quando for ao supermercado, diminua o uso das sacolas plásticas. 2. Consuma produtos locais, os de longe consomem combustível, o que aumenta o efeito estufa. 3. Desligue o computador e a televisão quando não são utilizados, o modo stand-by consome energia. 4. Use mais a tecnologia digital, gaste menos papel. 5. Use pilhas recarregáveis. 6. Faça a coleta seletiva. Outras propostas foram lançadas no âmbito coletivo e dependem de uma ação conjunta com o governo e as instituições diversas. É importante gerar uma consciência ambiental desde a infância, para que surjam novos cidadãos mais conscientes de sua responsabilidade com o meio ambiente. Converse, multiplique conhecimento, faça ações pequenas ou grandes, o importante é não ficar de fora. O planeta conta com você! Elisangela Cavalheiro Fonte pequisada: Texto-Base CF/2011


Jornal Partilhando - Edição 249 - Abril de 2011