Page 1


JULHO

AGOSTO

Afonso Claret de Carvalho Antônio José da Silva II Francisco Paulo Vítor Ferreira Giselle Figueiredo de Abreu João Coelho Vieira Lucas José Gonzaga Loureiro Lucas Mizael Lara Nilson Francisco de Carvalho Rita de Cássia Faria Ferreira Ronaldo de Oliveira Carvalho Tiago Batista da Silveira e Outro(s) Vinicius Coelho Pereira

Adriano Pereira dos Santos Daniela Priscila de Abreu Palhão Dulcinéia Maria Silvério Araújo Vitor de Paula João Carlos de Brito José Airton Pereira José Giovani Palião Lucia Maria das Graças Sousa Valeriano Luis Gabriel Lesser Pereira Luiz Gustavo Guimarães Vieira Maraísa Aparecida Santana da Silva Marcelo Vítor Corrêa Mateus José da Silva e Outro(s) Micaela Aparecida Coelho Nikolas Chaves Pereira Wilson da Silva Borges

Caros Cooperados, A Coopercam quer agradecer, primeiramente, pela presença de cada um dos cooperados na 3ª Rodada de Negócios. Parabenizamos, também, os 40 expositores que marcaram presença nos dois dias de evento, parceiros importantes na oferta de condições especiais aos associados. Foram dois dias de muito movimento, com presença recorde de cooperados e, em consequência, com resultados compensadores para todos. Vamos continuar trabalhando com seriedade e disposição, pois só assim iremos crescer e elevar a Coopercam a altos patamares. Diretoria Executiva: Tarcísio Rabelo, José Afonso Gomes e José Eduardo Vanzela. Conselho de Administração: Tarcísio Rabelo, José Afonso Gomes, José Eduardo Vanzela, Rosendo Pieve Pereira, José Márcio Rocha. Suplentes: Breno Miarelli, Jhyan Del Carlo Furbeta, Achiles Magno dos Santos. Conselho Fiscal: Salvador Gomes da Silva, Osmar Francisco de Carvalho e José Donizete Correa. Suplentes: Sidnei Novais Campos, Joaquim de Pascoa Justino e Ailson Edir Vieira. Jornalista Responsável e Redação: Eliana Sonja Rotundaro MTb 12982. Colaboradora e fotos: Pâmela Corrêa. Diagramação: Sakey Comunicação. Tiragem: 2 mil exemplares.


3ª RODADA DE NEGÓCIOS:

MAIS UMA EDIÇÃO DE SUCESSO

Pelo terceiro ano consecutivo, a Coopercam realiza a Rodada de Negócios, com o objetivo de oferecer a seus cooperados oportunidades diferenciadas de negócios. Nos dias 30 e 31 de agosto, no pátio da Cooperativa em Campos Gerais, 40 expositores, entre fornecedores e parceiros, expuseram máquinas, implementos e insumos agrícolas. Os cooperados compareceram em massa e cerca de 1.200 deles fecharam negócios com ótimas condições comerciais. Confira fotos da 3ª Rodada de Negócios.


COOPERCAM HOMENAGEIA COLABORADORES PELO DIA DOS PAIS No dia 9 de agosto, o Departamento de Recursos Humanos da Coopercam realizou um café da tarde especial para comemorar o Dia dos Pais. Com a presença de colaboradores, diretores e prestados de serviços da Cooperativa, o momento foi cheio de surpresas aos pais. Com a ajuda de esposas e filhos, os participantes receberam cartas, fotos e presentes. Além das homenagens dos familiares, os pais também escreveram palavras sobre o sentido da missão de SER PAI, que foram expostas em mural da Coopercam.

COOPERCAM INVESTE EM TECNOLOGIA DE PONTA PARA MELHOR ATENDIMENTO AOS PRODUTORES DE LEITE Sempre em busca do melhor para seus cooperados, a Coopercam acaba de adquirir equipamentos mais precisos para um maior e melhor suporte aos seus cooperados que produzem leite. São aparelhos de ultrassonografia e Leitor Digital, materiais de fácil manuseio por parte dos veterinários. O aparelho de ultrassonografia é utilizado para avaliação reprodutiva e ginecológica do gado leiteiro. Com esse aparelho é possível avaliar as estruturas de ovário para uma melhor eficácia em protocolos de inseminação artificial, além de acelerar o tempo para diagnóstico de prenhez e avaliação de patologias reprodutivas. Já o Leitor Digital é utilizado para testes de

antibióticos. O aparelho identifica com maior precisão e segurança, nas amostras de leite, resíduos de antibióticos que fazem com que o leite se torne impróprio para consumo humano. É possível também estimar a concentração de resíduos da amostra analisada. Vale lembrar que as análises feitas através do Leitor Digital estão disponíveis aos fornecedores de leite da Coopercam após os tratamentos realizados em seus animais, para maior segurança do retorno do leite ao tanque, evitando assim prejuízos. Para mais informações e/ou solicitar a utilização dos novos aparelhos, o cooperado deve entrar em contato com o setor de Laticínios.


05 ARTIGO TÉCNICO

FATORES NUTRICIONAIS NA FLORADA DO CAFEEIRO POR FLÁVIO MENESES SOARES - ENGENHEIRO AGRÔNOMO O cafeeiro é uma planta que leva dois anos para completar seu ciclo fenológico, devido à bienalidade. No primeiro ano do ciclo ocorre a formação do corpo vegetativo da planta, já no segundo ano inicia-se com a floração. Depois de um estresse hídrico moderado, a florada do café é estimulada pelas primeiras chuvas que normalmente ocorrem entre os meses de agosto e setembro. Após a fecundação da flor, inicia-se o período de desenvolvimento do fruto, entre os meses de setembro e julho, passando pelos estágios de chumbinho, expansão rápida, granação até a maturação. As fases fenológicas do cafeeiro são bem definidas, porém elas podem adiantar ou atrasar, dependendo do clima e da região, além da altitude. Com uma florada abundante o entusiasmo por uma colheita farta no próximo ano se reacende. Por se tratar de uma cultura bianual, a florada é o resultado do primeiro ano de trabalho do produtor obtido através dos tratos culturais, da correção do solo, do controle de pragas e doenças, entre outras ações.

Segundo a “Lei de Liebig”, mais conhecida como “Lei do Mínimo”, a produtividade é limitada pelo nutriente que está deficiente, mesmo que os demais estejam em quantidades adequadas, e isso se aplica diretamente na florada, em que diversos nutrientes são importantes, como o cálcio, o boro e

corrige a acidez do solo fazendo com que os nutrientes aplicados via solo sejam melhor aproveitados pelas plantas. Portanto, seu fornecimento deve ser contínuo, pois é exigido em grandes quantidades pelas plantas. O boro é determinante na fecundação das flores do café, pois

o magnésio, que estão intimamente ligados a um bom pegamento da florada. O cálcio é fornecido, principalmente, através da calagem e, quando em deficiência, pode afetar a germinação dos grãos de pólen e o crescimento do tubo polínico, fatores intimamente ligados à florada. É importante lembrar que a calagem também

também tem atuação na formação do tubo polínico. Pode ser fornecido tanto via folha quanto solo. Quando fornecido via folha supre a necessidade da planta por até 60 dias. Quando fornecido via solo supre por até 18 meses, concluindo, assim, a importância de fornecê-lo todo os anos, mesmo que seja apenas para reposição. O magnésio par-

ticipa da formação da clorofila, que dá a cor verde às plantas, sendo responsável também pelo equilíbrio energético da planta. A presença do magnésio aumenta a absorção de vários nutrientes, pois ele também tem função de carreador, ou seja, leva os nutrientes necessários às folhas e flores para um bom pegamento da florada. Sua principal fonte também é através da calagem (calcários dolomíticos), mas por se tratar de uma fonte pouco solúvel, sugere-se utilizar fontes como o sulfato de magnésio que rapidamente disponibiliza o nutriente à planta. Diante de todas essas informações o Departamento Técnico da Coopercam vai a campo sempre com novas propostas nutricionais, orientando o produtor e recomendando tecnicamente linhas que visam atender a essas demandas. O fornecimento de nutrientes de alta qualidade e na quantidade certa, no local certo e no momento certo é a concretização de um trabalho árduo, mas que dará bons frutos, trazendo lucratividade e sustentabilidade aos nossos cafeicultores.


06

COOPERCAM E MINAS VERDE/JOHN DEERE: PARCERIA QUE JÁ É SUCESSO Mesmo com pouco tempo de parceria, a Coopercam e Minas Verde/John Deere já podem comemorar o sucesso.

Com as vantagens proporcionadas com a parceria, vários cooperados de Campos Gerais e de Campo do Meio já fecha-

ram bons negócios para suas lavouras. Para conhecer os produtos e as vantagens da linha cafeeira John Deere, basta o

Helder Rabelo

Fazenda Santa Luzia

Yuri Gustavo Carvalho Blal

www.minasverde.com.br

cooperado agendar uma visita com o consultor Rander Rufino, através do telefone (35) 999033792.


07

REFORMAS ESTRUTURAIS MELHORAM ATENDIMENTO AOS COOPERADOS Reformas e obras sempre são necessárias para o desenvolvimento de uma empresa. A Coopercam concluiu várias

melhorias em prédios da sede, em Campos Gerais, e também nas filiais de Campo do Meio e Córrego do Ouro. Essas me-

lhorias foram realizadas para que os colaboradores tenham um ótimo ambiente de trabalho e para que os coopera-

Reforma e reestruturação no almoxarifado da Coopercam em Campos Gerais

Construção de galpão de fertilizantes na Cooperam em Campos Gerais

Reforma e reestruturação dos depósitos de defensivos em Campos Gerais

Instalação de marquise e pintura da loja Matriz e escritórios

Reforma, pintura e nova fachada da loja de Córrego do Ouro

Reforma e pintura na loja de Campo do Meio

dos tenham um melhor atendimento. Confira abaixo as reformas e obras realizadas na Coopercam.


08

DEPARTAMENTO TÉCNICO DA COOPERCAM RECEBE TREINAMENTO DA BINOVA

BINOVA

Em julho, o Departamento Técnico da Coopercam recebeu treinamento sobre o Portfólio Nutricional da empresa de fertilizantes Binova, ministrado pelo coordenador Sinézio Zernieri. Em continuidade ao treinamento, houve uma apresentação do SIP Móvel, realizado no Sítio Capetinga, do cooperado José Augusto Gomes. O objetivo dessa apresentação foi orientar os operadores, preparadores de calda e o Departamento Técnico da Coopercam a terem uma melhor performance nas aplicações. O Sistema Inte-

grado de Pulverização (SIP), foi criado com o objetivo de desenvolver e oferecer aos parceiros as mais avançadas tecnologias das aplicações com adjuvantes siliconados, como o Check-List Pulverizador, que mostra todos os desvios e dificuldades no campo; o Relatório Técnico, que emite relatórios personalizados de acordo com o objetivo do projeto, como, por exemplo, fichas técnicas e avaliações de desgastes de bicos; e o Software E-Sprinkle e Dropscan, com a finalidade de avaliar a real situação da deposição de gota.

A Binova foi fundada em 1988 e sua sede está em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. O centro de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa conta com profissionais altamente qualificados, que trabalham para colo-

Produtividade começa na terra Conheça as soluções da Terra de Cultivo, fertilizantes orgânicos e organominerais obtidos por compostagem e enriquecidos para alta performance no campo. O resultado já é percebido no número reduzido de aplicações, que otimiza o tempo na propriedade e reduz a mão de obra, além da praticidade dos produtos que podem ser aplicados com sol. Tudo isso gera nutrição gradual e equilibrada da lavoura, trazendo produtividade de forma natural e eficaz.

car no mercado produtos com formulações equilibradas e plenamente assimiláveis pelas plantas. Seus clientes contam com um corpo técnico capacitado e comprometido em oferecer todo o suporte necessário.


09

CERTIFICAÇÃO: ANÁLISE DE SOLO DÁ INÍCIO A UM NOVO CICLO Os trabalhos da safra 2017 já estão sendo finalizados e já é momento de se programar para a próxima. Para os produtores que aderiram ao processo de Certificação e também para aqueles que estão no início desse procedimento, o ponto inicial para o novo ciclo de produção do café está relacionado com a análise de solo. Principal ferramenta para a realização do planejamento agrícola, a análise de solo é a base de todos os tratamentos necessários. Com o planejamento agrícola, o produtor tem em mãos todas as recomendações de fertilizantes e defensivos, com a especificação do volume de produtos a serem aplicados durante o ano. Assim, a plantação de café terá uma melhor nutrição e controle de pragas e doenças. Por isso, é importante que o cafeicultor faça o controle de todas as aplicações de insumos, com anotações em tempo real.

Vale lembrar que, no processo de Certificação, as propriedades precisam adequar a produção levando em conta as dimensões social, ecológica e econômica da sustentabilidade, contribuindo também para a segurança alimentar.

Essas exigências, por sua vez, necessitam de um controle rigoroso, daí a importância do planejamento agrícola. O processo de certificação é um ciclo e o momento atual é um novo início, desse modo, todos os produtores em

processo de Certificação devem ficar atentos às exigências dos códigos de conduta para sempre se manterem atualizados. A Coopercam possui colaboradores prontos para orientar os cooperados em todos os processos da Certificação.


10

COOPERCAM INCENTIVA O ESPORTE INFANTIL EM CAMPOS GERAIS

O esporte é uma ótima opção para o corpo, pois traz benefícios para a saúde física e mental do ser humano. O mesmo se aplica às crianças, porque ajuda no desenvolvimento e também na socialização, com o despertar da amizade entre elas. Em Campos Gerais, há pessoas e entidades que acreditam no poder do esporte. É o caso do professor de Jiu-jitsu André Salgado, que criou, no início de 2017, o Projeto Social Resgatando Vidas. O projeto oferece três modalidades de esportes: futebol, capoeira e jiu-jitsu. Com o apoio do comércio local e de outros professores, 76 crianças já participam da iniciativa. E a Coopercam também abraçou o projeto, pois acredita que o esporte pode transformar a vida das crianças e torná-las ainda melhores. E mesmo com poucos meses de criação,

as crianças atendidas pelo Projeto Resgatando Vidas já participam de campeonatos. No dia 29 de julho, uma competição de futebol em Campos Gerais premiou várias crianças do projeto. Já no dia 30 de julho, em Boa Esperança, foi realizada a Copa Jiu-Jitsu, que reuniu cerca de 400 atletas do estado de Minas Gerais. Vinte e cinco crianças do projeto participaram e 21 delas conquistaram prêmios. A Coopercam apoiou com a doação de quimonos aos atletas. “Acreditamos que um dos papéis da Cooperativa é se fazer presente na comunidade na qual está inserida. E apoiar projetos dessa natureza torna-se uma ação natural e, ao mesmo tempo, fundamental para as nossas crianças“, comenta José Afonso Gomes, Diretor Administrativo da Coopercam.

REDE MAIS A iniciativa do professor André Salgado chamou a atenção da mídia regional. A Rede Mais, afiliada da Rede Record, produziu uma matéria sobre o Projeto Social Resgatando Vidas. O assunto,

apresentado por Thibé, no programa Balanço Geral MG, contou com o depoimento do diretor José Afonso Gomes, que afirmou que “a gente (Coopercam) tem a obrigação de ajudar a comunidade”.


11

TECNOLOGIA UTILIZADA PELA COOPERCAM CONCORREU AO 1º PRÊMIO ABRFID A armazenagem do café exige eficácia e a tecnologia utilizada pelas cooperativas para esse sistema é a identificação por radiofrequência, um método de identificação automática através de sinais de rádio, que recupera e armazena dados remotamente através de dispositivos denominados etiquetas RFID. Na Coopercam, desde 2015, o RFID é utilizado em conjunto com um software intitulado Agrocoffee, que aumenta a precisão em seus estoques. O programa acima capta as informações coletadas pelo RFID e produz dados para consultas e operações na Coopercam. Através do RFID, é possível endereçar e localizar um BAG dentro de um armazém ou mais, por exemplo. O software ajuda nos filtros de buscas e relatórios para a gestão do armazém, principalmente para mudança de endereço dos BAG´s e para a formação de ligas de café para embarque. Com o software é possível visualizar a posição do BAG a partir de um mapa gráfico que o sistema ofe-

rece, verificar o tipo de café, classificação e certificação. Esse sistema utilizado pela Coopercam chamou a atenção da imprensa especializada e foi tema de matérias no Canal Rural e no RFID Journal Brasil, entre outras mídias. A Associação Bra-

sileira de RFID (Radio Frequency Identification), entidade representante da indústria brasileira de produtos, insumos e serviços que promove o crescimento sustentável do setor, premiou em 2017, as melhores implementações de seus associados, dentro dos critérios de

originalidade e impacto no mercado. E o sistema utilizado pela Coorpecam concorreu ao 1º Prêmio ABRFID. O Conselho de Jurados para a escolha dos premiados foi formado por professores de universidades brasileiras, com reconhecida atuação em pesquisas e trabalhos em Identificação por Radiofrequência (RFID) e Internet das Coisas (IoT, do inglês, Internet of Things). A cerimônia de premiação aconteceu no 31 de agosto, em São Paulo. A Coopercam não foi escolhida para o prêmio, mas, ainda assim, se sente orgulhosa por ter participado. “Ficamos contentes com essa escolha, pois isso mostra que a Coopercam está sempre preocupada em tornar cada vez mais eficiente os processos de armazenagem. Essa tecnologia não ajuda somente os colaboradores no dia a dia do armazém, mas principalmente os cooperados, que podem ter a garantia de um trabalho executado com qualidade”, comenta Tarcísio Rabelo, presidente da Coopercam.


12

COOPERCAM DÁ CONTINUIDADE ÀS PALESTRAS NOTURNAS Desde maio deste ano, a Coopercam, através do Departamento Técnico Comercial, tem realizado Palestras Noturnas em várias comunidades. Nos meses de julho e agosto, a Coopercam deu continuidade a essas palestras que têm o objetivo de levar mais conhecimentos aos cooperados com informações técnicas, novas tecnologias e orientações para o dia a dia dos produtores. Nos meses de julho e agosto, algumas comunidades foram beneficiadas com essas palestras. No dia 29 de julho, a Comunidade Boa Vista recebeu o consultor Wellyson Silva. No dia 1º de agosto, foi a vez do consultor Aloisio Fidelis

apresentar palestra na Comunidade Rancharia. No dia 10 de agosto, a palestra aconteceu no Salão Actus, em Campos Gereais, e envolveu todas as Comunidades de Campos Gerais. Já no dia 15 de agosto, as Comunidades Dois Paus, Ribeirão da Onça e Guaripu receberam palestras dos consultores Braulino Domingos, Aloísio Fidelis e Wellyson Silva, respectivamente. E no dia 28 de agosto, o consultor Davisson Freire esteve na Comunidade Caxambu. As empresas parceiras das Palestras Noturnas foram a Bayer, a Café Brasil, a Terra de Cultivo e a Syngenta, e os temas de cada palestra foram apresentadas pelas empresas.

Actus

Caxambu

Dois Paus , Ribeirão da Onça e Guaripu

Rancharia

Informativo Coopercam Julho Agosto 2017 Edição 41