__MAIN_TEXT__

Page 1

Ano XXV nº 296 Jan/2015

pág. 05 Cooperatica reconquista marca Ibituruna pág. 06 CFC 2014 pág. 23 2º Concurso Leiteiro de Marilac

CooperJornal Janeiro • 2015

Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce Fundada 25/01/59


Editorial

Expediente

Palavra do Presidente Amigo cooperado,

Guilherme Olinto Abreu Lima Resende P/ Conselho de Administração

O ano 2014 acabou e temos certeza de que ficará guardado na memória de todos nós, produtores de leite e associados à Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce, como um ano muito importante. Passamos por um dos piores períodos de seca do últimos anos e tivemos que procurar, quase que diariamente, soluções para continuar alimentando o nosso rebanho e conseguir manter a nossa atividade lucrativa. Sem dúvidas, foi um ano difícil para nós. Em contrapartida tivemos uma alegria muito grande no segundo semestre, ao readquirirmos a nossa marca Ibituruna. Foi uma satisfação trazer de volta para o nosso patrimônio essa marca que faz parte da nossa história, e tem tanto respeito e credibilidade no mercado. A Cooperativa fechou o ano com muito a comemorar em relação aos projetos do Departamento de Campo. Lançamos o projeto de Fertilização In Vitro, como parte do Crê$er Genética, e o saldo é muito positivo: mais de 300 prenhezes de fêmea que começam a nascer, já em janeiro de 2015. Um avanço genético imenso. Nossos projetos como Crê$er Leite, Educampo, Cria e Recria de Bezerras, Leite Legal e outros também vêm tendo resultados excelentes. Estamos sentindo nossos cooperados cada vez mais capacitados para um melhor gerenciamento de suas propriedades, e conseguindo maior lucratividade no negócio. Para nós é muito gratificante saber que a Cooperativa participa de todos esses avanços. O ano de 2015 já começou e certamente quem se preparou para as adversidades do negócio neste ano conseguirá um resultado melhor. Nosso dever agora é trabalhar bastante, para tornar nossa atividade mais rentável. O nosso futuro está em nossos mãos.

Conselho Administrativo

Edson Constantino Ramos Fernando Antônio Ferreira Francisco Pires Neto Geraldo Antônio Birro Costa Guilherme Olinto Abreu Lima Resende João Marques Pereira Neto José Luiz Teixeira Mário Dias Leão Silvio Matheus de Araújo

Diretoria Executiva

Guilherme Olinto A. Lima Resende Diretor-presidente João Marques Pereira Neto Vice-presidente

Conselho Fiscal

Adair Soares dos Anjos Adalberto Correa de Almeida Ademar Feliciano Leite Edézio Ferreira da Cunha José Barreto Lopes José Soares Teixeira

Edição

Departamento de Comunicação e Eventos Juliana Rangel – 0018497/MG (33) 3202-8317

Textos

Juliana Rangel

Revisão

Tarciso Alves Coelho

Fotos

Arquivo Cooperativa Carlos Eller Ramalho Dias Ronaldo Pardins

Colaboração Técnica Gilmar Oliveira (Gerente Geral) Pedro Repossi Júnior (Veterinário) Roberto O. Costa Filho (Eng. Agrónomo) Marciano de Jesus (Ed. Cooperativista)

Diagramação

Um feliz 2015 a todos!

Finotrato Design Tiragem - 2.500 exemplares Impressão - Arco Iris

Princípios cooperativistas

Adesão voluntária e livre

Rua João Dias Duarte, 1371/1395 Bairro São Paulo – 35030-220 Governador Valadares – MG Fone: (33) 3202 8300 juliana.rangel@cooperativa.coop.br cooperativagv@gmail.com

Sumário

03 05 06

Encerramento CFC

Marca Ibituruna

CFC 2014

14 19 23

Reunião de comunidades

Reuniões com a diretoria

2º concurso leitero de Marilac

25 26 27

Novoc Cooperados

Pitadas

Social CooperJornal Dezembro • 2015


Matéria

Encerramento CFC 2014 A Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce realizou, no dia 19 de dezembro de 2014, uma Assembleia Extraordinária e o encerramento do Centro de Formação do Cooperado (CFC) 2014, no Parque de Exposições José Tavares Pereira, com participação de aproximadamente 400 cooperados e seus familiares, além de autoridades e parceiros. A assembleia aconteceu em terceira convocação, às 11h, e tratou de alterações no Estatuto Social da empresa, nos artigos 44, 51 e 53, e da revogação do artigo 60, todas aprovadas por unanimidade. Cristiano Nassif, coordenador do Educampo Leite, falou aos presentes sobre a importância do gerenciamento de fazendas e recursos humanos no agronegócio, na terceira etapa do Centro de Formação de Cooperados (CFC). “O produtor de leite precisa entender que a fazenda funciona como uma empresa e, portanto, precisa de um bom gerenciamento, para conseguir obter lucro. O

CooperJornal Janeiro • 2015

negócio não é fácil, tem suas dificuldades como todo negócio, mas é possível sim ser uma atividade lucrativa,” enfatizou. Outro momento importante foi quando o cooperado Francisco Pires, coordenador do Comitê Educativo, recebeu o certificado em nome de todos os cooperados que participaram das três etapas do CFC, que prima pela capacitação e fortalecimento dos produtores e cooperados. Logo após a entrega dos certificados, aconteceu o momento mais esperado por todos os cooperados: a entrega do Bônus Fidelidade. Todo cooperado que foi fiel à Cooperativa e forneceu leite para a empresa todos os dias de 2014 recebeu 30% da média de leite fornecida de janeiro a novembro deste ano. De acordo com o presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto Abreu Lima Resende, o bônus é uma forma de valorizar o cooperado fiel. “O Bônus Fidelidade, como o próprio nome diz, é para aquele cooperado que nos foi fiel

no exercício, que entregou seu leite somente para a Cooperativa durante o período em que é calculado o bônus. Os próprios cooperados sugeriram esse benefício, e a Cooperativa os ouviu. O bônus é também uma forma de retribuir essa fidelidade, de reforçar o orçamento do cooperado, pois sabemos que no final do ano os gastos aumentam. O bônus é um benefício direto e exclusivo do nosso cooperado.”

3


MISSÃO Promover o desenvolvimento tecnológico dos cooperados, oferecendo produtos e serviços inovadores que aprimorem a sua produção e contribuam para o desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva do leite.

VISÃO Obter o reconhecimento de nossos cooperados, colaboradores, clientes e demais públicos de interesse, como a melhor solução de negócio no nosso segmento de atuação, pela inovação e qualidade dos produtos e serviços.

NEGÓCIO Soluções inovadoras em pecuária leiteira.

VALORES Liderança - Parceria - Inovação - Qualidade Profissionalização e valorização Ética e transparência - Cooperação e integração Compromisso social e ambiental

CooperJornal Dezembro • 2015


Matéria

Cooperativa reconquista marca Ibituruna

“Para nossa sorte, a marca Ibituruna estava em oferta e tê-la de volta é um orgulho para família da Cooperativa e para toda a região de Valadares”. Com essa frase, o presidente da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce traz uma notícia que faz a semana de muitos cooperados, produtores e de quem quer ver o crescimento de Valadares, começar ainda melhor. E se não foi exatamente pela sorte, a competência e o desejo de crescer ainda mais certamente levaram a Cooperativa a reconquista a marca de leite Ibituruna, vendida há mais de seis anos para a Latin American Equity Partiners (Laep), e que agora volta a pertencer e integrar o patrimônio dos cooperados. Isso porque a Lácteos do Brasil (LBR), controladora do setor lácteo da Laep, colocou à venda algumas de suas unidades produtivas isoladas, dentro de seu plano de recuperação judicial, e entre essas unidades em oferta estava a marca Ibituruna, que também recebeu ofertas de outras empresas, entre elas a de um grupo venezuelano. Após esta decisão da LBR a instituição viu nascer novamente o desejo em ter de volta seu “patrimônio”, que

CooperJornal Janeiro • 2015

tantos resultados positivos já alcançou. A reconquista da marca Ibituruna mostra boas perspectivas para o desenvolvimento da cidade e do mercado leiteiro, já que a Cooperativa está agora habilitada a voltar ao mercado com os produtos Ibituruna. De acordo com o presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto, a marca foi pleiteada assim que a oportunidade apareceu. “Nós tivemos a sorte realmente de a marca ter entrado em oferta, e o desejo em tê-la de volta nasceu quando tivemos a oportunidade de pleiteá-la. Eles estavam passando por um momento de recuperação judicial e colocaram várias unidades à venda, entre elas a marca Ibituruna. Foi uma oferta que fizemos, no valor de R$ 9.828.251, 10 (nove milhões, oitocentos e vinte e oito mil, duzentos e cinquenta e um reais e dez centavos), em um leilão de proposta fechada”, disse o presidente. Ainda segundo Guilherme Olinto, que também preside a Associação Brasileira de Pequenas e Médias Cooperativas e Empresas de Laticínios (G100), a proposta feita pela Cooperativa passou por quatro etapas importantes, “Nós fizemos a proposta,

mas havia quatro etapas que precisávamos vencer. A primeira era o vencimento, quando a LBR tinha que concordar com o valor da oferta, e ela não era obrigada a isso. A segunda etapa era a aprovação da Assembleia com os credores da empresa, a terceira era a análise e aprovação do gestor da recuperação e a quarta etapa foi a homologação da carta de arrematação feita pela vara de recuperação em São Paulo. Como tivemos aprovação com sucesso em todas as etapas anteriores, o natural é que a decisão seja positiva, em concordância”, revela o presidente. Além do desenvolvimento para a cidade e para o mercado leiteiro, a reconquista da marca traz de volta a identidade da Cooperativa com a Ibituruna, que leva o nome de Valadares a outros mercados. “Este é um ganho fantástico, pois estamos voltando com a marca da cidade para a cidade. De todas as marcas LBR, a Ibituruna era a que tinha o maior valor técnico de avaliação. A marca sempre foi valiosa, e nós sempre tivemos um sentimento de identidade com ela”, ressaltou Olinto.

5


Matéria

Centro de Formação do Cooperado 2014

A Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce

produtores se mostraram interessados em conhe-

levou, nos dias 7 e 8 de outubro, um grupo de apro-

cer melhor o processo de recuperação de pasta-

ximadamente 100 cooperados à Fazenda Modelo

gem e também o de produção de volumoso. Assim

da Heringer, em Manhuaçu – MG, para participar

a Cooperativa buscou parceria com a Fertilizantes

de aulas teóricas e práticas do Centro de Formação

Heringer, parar abordar esse assunto. Outros te-

do Cooperado – CFC.

mas que também têm despertado o interesse dos

Lançado em 2009, como parte do Programa de

cooperados é o melhoramento genético e a cria e

Desenvolvimento Sustentável da Cadeia Produtiva

recria de Bezerras, que foi abordado pela empresa

do Leite (PDSCPL), o CFC foi criado para oferecer

Ouro Fino Agronegócios.

aos cooperados orientações constantes que lhe

De acordo com o Supervisor de Pesquisas da

permitam estar sempre preparados para o disputa-

Fertilizantes Heringer, Humberto Wernersbach Fi-

do mercado de leite, e capacitados a atender à Ins-

lho, é muito importante que o produtor de leite co-

trução Normativa 62, que trata das questões de

nheça melhor o processo de formação de pasta-

qualidade, além de manter uma educação continu-

gem. “O produtor de leite que entende melhor como

ada dos cooperados.

funciona a formação de pasto e sabe o impacto que

Em cada ano, o Departamento de Campo pro-

ela tem nos custos de produção certamente conse-

põe um treinamento intensivo sobre pecuária leitei-

guirá trabalhar melhor e terá uma rentabilidade

ra, focado naquilo que melhor atende às demandas

maior” ressalta Filho.

que os cooperados apresentam. Este ano muitos

6

CooperJornal Dezembro • 2015


O grande diferencial do CFC é que ele é um treinamento continuo que a Cooperativa oferece aos cooperados. O objetivo é manter o produtor de leite sempre atualizado com o que existe de mais moderno no segmento, tanto em conhecimento técnico quanto em produtos. Nas cinco edições que já foram realizadas, é claro o interesse dos cooperados e o quanto o treinamento faz diferença no trabalho e nos rendimentos das propriedades. O vice-presidente da Cooperativa, João Marques, também participou do CFC e aponta o quanto os treinamentos são importantes para os

Fernando Pascoal (filho do cooperado José Maria Pascoal)

“É minha primeira vez participando do CFC e achei bastante produtivo. Eu e meu pai temos interesse em recuperar uma área em nossa propriedade que está começando a degradar. Então todo o conhecimento e treinamento que tivemos na Fazenda da Heringer vão ajudar bastante.”

produtores de leite. “A Cooperativa está sempre muito preocupada em promover uma educação continuada de todos os cooperados. Nosso mercado está em constante desenvolvimento e que-

Ricardo Alves dos Santos

remos sempre que o nosso associado conheça

“Minha avaliação deste CFC é muito posi-

o que existe de mais moderno e avançado no

tiva. É o segundo ano que participo do

setor”, destaca Marques.

treinamento, e achei excelente. Pretendo levar toda a orientação sobre adubação

Paulo Fernandes Rodriguez “Achei muito interessante este CFC. Pudemos ver de perto novas tecnolo-

para minha propriedade, aplicar corretamente o conhecimento que adquiri no CFC e melhorar minha produção.”

gias e seus resultados surpreendentes. O mais importante é que vimos um trabalho de sucesso dentro de uma topologia que se enquadra na realidade de nossa região.”

CooperJornal Janeiro • 2015

7


Matéria

CFC Treinamento de Lideranças

Fundado em outubro de 1981, o Comitê Educa-

O treinamento teve o objetivo de capacitar os lí-

tivo da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce

deres para melhorar cada vez mais o trabalho que

é considerado o primeiro do Estado. Divididos em

desenvolvem nas comunidades, uma vez que atuam

36 comunidades cooperativistas, os 1450 coopera-

como porta-vozes junto ao quadro de associados.

dos recebem a visita do educador cooperativista bimestralmente, para tratar de assuntos técnicos da produção de leite e questões administrativas da Cooperativa. Além disso, as comunidades têm um líder, e todos os líderes se reúnem mensalmente na sede da Cooperativa para serem informados sobre a situação do mercado e qualquer novidade a respeito da instituição. A segunda etapa do CFC 2014 aconteceu no dia 03 de novembro, com o objetivo de treinar todos os líderes de comunidade cooperativista. A Cooperativa levou pela primeira vez a Governador Valadares

o

especialista

em

Administração

de

Cooperativas, Prof. Mauri Alex de Barros Pimentel, que fez um treinamento sobre liderança, motivação e trabalho em equipe.

Francisco Pires Coordenador do Comitê Educativo

“Este treinamento chegou em muito boa hora. Nós, como liderança temos a obrigação de nos reciclar. É importante destacar que a diretoria da nossa Cooperativa vem nos proporcionando vários cursos que nos trazem muito conhecimento, o que é muito valioso” CooperJornal Dezembro • 2015


Retrospectiva 2014

Cooperativa reinaugurou Armazém

Na data em que a Cooperativa completou 55 anos, foi reinaugurado o Armazém Matriz. Na presença da imprensa, autoridades e convidados, a diretoria da Cooperativa discursou sobre a emoção de liderar uma empresa que há 55 anos está na história da cidade, fortalecendo a economia e protagonizando uma forte bacia leiteira. “O sentimento é inexplicável. Eu era um garoto de 11 anos quando tudo isso começou e hoje é gratificante fazer parte dessa trajetória de sucesso. Reformar nosso estabelecimento comercial era um desejo antigo, e hoje se tornou realidade”, disse o presidente Guilherme Olinto. Com 24 anos de carreira na empresa, Armando Tavares, gerente comercial, é o funcionário mais antigo da Cooperativa. Para ele, foi uma grande alegria vivenciar essa reforma. “Sabemos que o cooperado ganha com cada evolução que a Cooperativa faz. Com esse novo espaço poderemos atendê-lo em aspectos ainda maiores. Estou muito satisfeito em presenciar esse dia, pois faço parte dessa equipe há muitos anos e a Cooperativa para mim é uma extensão da minha casa”, disse Tavares.

CooperJornal Janeiro • 2015

Quem compra no Armazém recebe bônus Fazer compras no Armazém da Cooperativa só traz vantagens para o cooperado. Hoje ele pode comprar por telefone ou e-mail, e a compra é entregue com data marcada em sua fazenda, sem que ele tenha que vir a Governador Valadares. “Estamos sempre em busca de mais praticidade e comodidade para os cooperados. O trabalho na produção leiteira e na fazenda exige muito tempo do cooperado. Por isso oferecemos essa modalidade de entrega, para que ele não precise se deslocar da sua propriedade”, explica Armando Tavares, gerente comercial do Armazém. Não importa a quantidade, volume ou distância. O Armazém trabalha para atender a qualquer necessidade do cooperado, mesmo em propriedades mais distantes a entrega é garantida ao nosso cooperado. Além disso, quem compra no Armazém recebe o Bônus Ração.

9


Retrospectiva 2014

Pré-Assembleias e Assembleia Geral

Pré-Assembleias Para garantir que todos os cooperados tivessem acesso, com clareza, às informa ções disponibilizadas nas Demonstrações Contábeis do Exercício 2013, a diretoria, conselheiros e colaboradores da Cooperativa realizaram uma série de pré-assembleias, tirando as principais dúvidas dos cooperados. Como forma de incentivo para que o cooperado participe cada vez mais da Assembleia Geral, defendendo seus interesses, as pré-assembleias chegaram às comunidades de Capitão Andrade, Itanhomi, Itaúna, Pontal,

Santa Efigênia, Vila São Bernardo, Golconda, Beija-Flor, Tarumirim, Alvarenga, Itapinoã, Alto de Santa Helena, São Vitor, Marilac, Poaia, Nacip Raydan, São José do Safira, Brugre/Cassimiro, Coroaci, Chonim, Fernandes Tourinho, Sobrália e Engenheiro Caldas, Central de Minas, Limeira, Vargem Grande, Ferruginha, Alto Baixio, São José do Divino, Itabirinha, Goiabeiras, Cuparaque, Krenak e Lavrinha.

Assembleia Geral Mais de 600 pessoas, entre cooperados e familiares, participaram da Assembleia Geral da Cooperativa, realizada dia 24 de março, quando foram aprovadas as Demonstrações Financeiras dos exercícios de 2012 e 2013 e eleitos os membros do Conselho Fiscal para o ano de 2014. A Cooperativa contabilizou sobras líquidas em R$ 2.466.914,00 (dois milhões, quaMembros Efetivos José Soares Teixeira Edezio Ferreira da Cuha Ademar Feliciano Leite

10

trocentos e sessenta e seis mil, novecentos e quatorze reais). A assembleia votou pela incorporação ao capital social, além de R$ 1.869.033 (um milhão, oitocentos e sessenta e nove mil e trinta e três reais) distribuídos aos cooperados em forma de bônus, e a sobra do Armazém em ração, no valor de R$ 498.275.

Membros Suplentes José Barreto Lopes Adalberto Correa de Almeida Adair Soares dos Anjos

CooperJornal Dezembro • 2015


Retrospectiva 2014

Expoleste

A Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce esteve presente na 15ª edição da Expoleste com um estande que recebeu cooperados, autoridades e visitantes da feira. A Expoleste é a maior mostra empresarial do Leste de Minas, e tornou-se referência para quem deseja investir com segurança em excelentes negócios.

Quem passou pelo estande da Cooperativa pôde conhecer os produtos e serviços que a instituição oferece, além de receber mais informações sobre os projetos, e ainda participar da brincadeira do “chute ao gool”, que distribuiu brindes.

15º Leilão de Vacas e Novilhas Leiteiras No dia 31 de maio, a Cooperativa realizou o 15º Leilão de Vacas e Novilhas Leiteiras. O evento, que já é tradicional em Governador Valadares e região, bateu recorde de vendas mais uma vez movimentando R$ 1.566.150,00. Aproximadamente 1000 pessoas, entre cooperados e produtores rurais em geral, prestigiaram o evento e contribuíram para que fosse mais uma vez um sucesso. CooperJornal Janeiro • 2015

Foram arrematados 100 lotes, com um total de 262 animais, distribuídos entre vacas, novilhas e bezerras, ao preço médio por animal de R$ 5.995,00. O leilão de 2014 superou o de 2013, que movimentou R$ 1.201200,00.

11


Retrospectiva 2014

37º Concurso Leiteiro

Durante três dias (9, 10 e 11 de julho) 24 vacas participaram do 37º Concurso Leiteiro da Cooperativa. O evento é um dos mais tradicionais e principais eventos da cadeia produtiva do leite de toda a região. Foram realizadas três ordenhas por dia, totalizando nove ordenhas durante os três dias de competição. A vaca Alemanha foi a grande campeã na categoria Acima de 50 kg, com produção média de 62 kg/dia e produção total de 184,985 kg. Ela tem cinco anos de idade e é do cooperado Márcio José Lopes Barreto.

3º Leilão Maravilhas do Leite Este ano, o 3º Leilão Maravilhas do Leite foi realizado no sábado, mais uma vez logo após o encerramento do 37º Concurso Leiteiro, dentro da Expoagro. O diferencial desse leilão é levar a arremate todas as vacas que participam do Concurso Leiteiro da Cooperativa. Assim é um leilão de animais de alto padrão, e com produ-

12

tividade comprovada. Este ano cada cooperado pôde levar para o leilão um animal a mais, além daqueles que participaram do 37º Concurso Leiteiro. Assim, foram leiloados 36 animais, entre vacas e novilhas, com uma movimentação financeira de R$ 186.000,000.

CooperJornal Dezembro • 2015


Retrospectiva 2014

Projeto Agropecuária na Escola

A Cooperativa apoia o projeto Agropecuária desde a primeira edição, em 2010, sempre com muita preocupação em apresentar às crianças a cadeia produtiva do leite, para que elas conheçam melhor e valorizem o produto que consomem. O cooperativismo também é um tema abordado, sempre por meio de brincadeiras e dinâmicas. Este ano, cerca de 500 crianças participaram do projeto.

Assim que chegavam ao Parque de Exposições José Tavares Pereira iam direto para o Galpão Leiteiro da Cooperativa, e eram recebidas pela diretoria e pelo educador cooperativista Marciano de Jesus. As crianças aprenderam sobre a origem do leite, o processo industrial para a produção dos derivados e os benefícios do seu consumo para a saúde.

Armazém na Expoagro Em 2014, o Armazém foi montado pela segunda vez dentro da Expoagro. Foi uma aposta da diretoria que fez sucesso e foi muito aceita pelos visitantes da feira. Quem esteve na feira pôde conferir os preços promocionais para quem comprasse dentro da Expoagro.

CooperJornal Janeiro • 2015

13


CooperJornal Dezembro • 2015


CooperJornal Janeiro • 2015

15


Retrospectiva 2014

Educampo

A Cooperativa, em parceria com o Sebrae, deu início em 2014  à primeira turma do Educampo, um projeto que está capacitando gerencialmente os 22  cooperados que se propuseram a participar. O Educampo desenvolve todos os aspectos de gestão da propriedade, tornando-os mais eficientes e competitivos, com resultados positivos que devem ser colhidos a curto, médio e longo prazo. A orientação e capacitação dos cooperados são realizadas por meio do serviço de consultoria gerencial e tecnológica oferecido nas propriedades.

Em agosto de 2014, o grupo de cooperados que participam do projeto, junto ao supervisor Leonardo Maciel, foi até Jampruca-MG para um dia de Campo na Estância do Criador, propriedade da cooperada Meire Melo. Nessa reunião foram apresentados os diagnósticos que os técnicos fizeram nas propriedades, e traçados os objetivos dos produtores nessa nova fase. Eles também puderam ver de perto as mudanças que Meire fez na fazenda, e que estão permitindo que a Estância do Criador seja mais lucrativa.

Leite Legal

A Cooperativa firmou em 2014 uma parceria com o SENAR e SEBRAE, e lançou o Programa Leite Legal. Os cooperados que participam do programa, e seus funcionários, aprenderam sobre melhoria na qualidade do leite, prática de manejo de ordenha, prática de higiene pessoal e de utensílios, além de detectar doenças das glândulas mamárias, como mastite clínica e subclínica, e ainda trabalharam com técnicas de higienização de ordenhadeira mecânica e tanques de expansão.

16

O Leite Legal é um programa do sistema CNA/SENAR, em parceria com o SEBRAE, que pretende criar possibilidades, por meio de ações de formação profissional rural, para que os pequenos e médios produtores produzam leite de qualidade, atendendo aos padrões exigidos pela legislação, contribuindo para o desenvolvimento do setor. Os resultados foram muito satisfatórios para todos os cooperados que participaram do projeto Leite Legal. Todos conseguiram melhorar a qualidade do leite, e consequentemente, auementar o preço que recebem por litro.

CooperJornal Dezembro • 2015


Retrospectiva 2014

A rua Oswaldo Cruz ficou em festa no Dia C.

Os colaboradores das cooperativas trabalharam nas barraquinhas.

CooperJornal Janeiro • 2015

Em setembro, a Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce, em parceria com a Unimed, Unicred, Sicoob Ac Credi e Sicoob Crediriodoce, realizou o Dia C – Dia de Cooperar em Governador Valadares. As cooperativas se uniram e escolherem o Lar dos Velhinhos como entidade a ser beneficiada com as ações do Dia C. O Lar recebeu uma notificação do Ministério Público, exigindo uma reforma da cozinha, para que atenda às normas sanitárias. Assim, foi realizada uma quermesse solidária que teve ainda sarau de poesias, pula-pula, barraquinhas com comidas típicas e venda das camisas da campanha. A quermesse aconteceu na Rua Oswaldo Cruz, em frente ao Lar dos Velhinhos de Governador Valadares.

17


Retrospectiva 2014

Festa do Carreiro em Goiabeira A Cooperativa participou em maio da Festa do Carreiro, em Goiabeira-MG. Quem esteve na festa pôde visitar o estande da Cooperativa, conhecer os produtos oferecidos pelo Armazém e as formas de entrega e pagamento. Também foram apresentados os projetos e serviços que a instituição oferece.

EXPOZEBU A Expozebu Uberaba está entra as três maiores feira de agronegócios do Brasil, tanto em volume de negócios como em sua dimensão. Este ano, durante a 80ª edição da feira, os cooperados Marcus Figueirêdo e Macos Melo levaram animais que tiveram grande destaque e conquistaram premiações importantes.

Ygarapés

Taboquinha

18

Manacá Fj Recordista de produção de Leite da raça Guzerá 51,960kg de leite/ dia expozebu 2014

A vaca Manacá JF, do cooperado José Transfiguração Figueirêdo (Fazenda Ygarapés), quebrou novo recorde e é a primeira vaca guzerá a ultrapassar a marca dos 50kg de produção de leite/dia, sagrando-se como grande campeã do concurso leiteiro, melhor úbere, sendo também a nova recordista mundial da raça Guzerá, com pico de produção de 51,960kg de leite/dia, média de 45,730kg na Expozebu. Oriunda da Fazenda Ygarapés, detentora da conhecida marca JF, Manacá JF não foi a única vencedora. Das três categorias existentes em concursos leiteiros oficiais e públicos, a Ygarapés venceu duas, tendo a Oca FIV JF sido a grande campeã da categoria vaca jovem. Na pista de julgamento do guzerá leiteiro, o plantel fez também a grande campeã vaca jovem, com Ola FIV JF e a reservada, Olinda FIV JF.

A Fazenda da Taboquinha, de propriedade do cooperado Sinval Martins de Melo e administrada por seu filho Marcos Vinícius Melo, também se destacou na 80ª Expozebu. Nos campeonatos de Guzerá Leiteiro a vaca Abelia FIV Taboquinha foi a grande campeã do Campeonato Fêmea Jovem e reservada grande campeã no Grande Campeonato. No Campeonato Leiteiro Fêmea Jovem, Abelia FIV Taboquinha foi grande campeã com produção de 90,70 kg.

CooperJornal Dezembro • 2015


Retrospectiva 2014

Diretoria promoveu reuniões em Comunidades Cooperativistas

Poaia

Periquito

Nos meses de setembro e outubro de 2014, a diretoria da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce procurou um maior contato com os cooperados por meio de reuniões de comunidade. A ideia era aproximar mais o cooperado do seu patrimônio, que é a Cooperativa. As reuniões foram bem recebidas pelos cooperados que sentem na diretoria mais acessibilidade, tornando as reuniões um meio de se informar, compartilhar experiências e troca de ideias que contribuíram para o crescimento da Cooperativa. Segundo o cooperado Ricardo Alves, que participou da reunião em Periquito, o encontro foi recebido de modo positivo. “Foi muito positiva a reunião, de uma forma informativa, principalmente os comentários pós-reunião”. A cooperada Nilza Maria de Almeida Pires, que também participou da reunião na cidade de Periquito, ficou muito satisfeita com o trabalho da cooperativa “Quando eu

entrei na cooperativa eu achava um movimento muito fechado, sem acesso e fui convidada pelo presidente da comunidade para participar de uma reunião na sede da Cooperativa. Lá vi o interesse da cooperativa com o cooperado. Acho que essas reuniões com a diretoria são de extrema importância para nossa comunidade. Eu estou achando o trabalho excelente, pois está aumentando a autoestima da comunidade e a equipe que está trabalhando está agindo de forma excelente.” O cooperado Wanderson Sabino de Andrade participou da reunião na comunidade da Poaia. “Descobri coisas que não sabia, foi muito bom porque pude me informar mais.” A experiência deveria se repetir, segundo o cooperado Geraldo Magela Borges. que participou da reunião na cidade de Virgolândia “Foi ótima, muito boa. Deveria acontecer mais vezes porque abre mais cabeças. Ainda foi muito pouco tempo.”

Alvarenga

CooperJornal Janeiro • 2015

19


Retrospectiva 2014

Fertilização In Vitro A Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce tem como

vas tecnologias, a Cooperativa sentiu que era hora de dar

missão institucional em seu planejamento estratégico promo-

mais um passo e implantar a Fertilização In Vitro. O objeti-

ver o desenvolvimento tecnológico dos cooperados, oferecen-

vo da Cooperativa é trazer sempre o que existe de mais

do produtos e serviços inovadores, que aprimorem a sua pro-

avançado no segmento, para todos os cooperados. Demo-

dução e contribuam para o desenvolvimento sustentável da

cratizar o acesso ao que existe de mais moderno e permitir

cadeia produtiva do leite. Assim, a Cooperativa trabalha cons-

que todos os 1.350 cooperados possam ter nas suas pro-

tantemente em busca de novas tecnologias, para aumentar a

priedades a melhor genética do Brasil.

produção e garantir maior rentabilidade à cada cooperado.

Em março de 2014, uma comitiva formada por diretoria,

Com um investimento inicial de mais de meio milhão de

conselheiros, cooperados e corpo técnico da Cooperativa

reais, utilizando recursos da própria Cooperativa e subsí-

visitou a Fazenda São Francisco, e fechou parceria e o for-

dios de parceiros, a Cooperativa implantou em 2009 o Pro-

mato de trabalho. A In Vitro Brasil, que é a maior empresa

jeto Crê$er Genética, que é o incentivo à realização de In-

de produção de embriões FIV do mundo, presente em 11

seminação Artificial em Tempo Fixo, a IATF. O corpo

países e que domina 45% do mercado mundial, se tornou

técnico da cooperativa atende o cooperado, seleciona as

a mais nova parceira da Cooperativa e a responsável por

vacas com capacidade de prenhez, faz a orientação quanto

coordenar, em conjunto com o Departamento de Campo da

à aplicação de hormônios para o sucesso do procedimento

Cooperativa, a implantação do projeto.

e finaliza com a realização da IATF, sempre com sêmen de

O resultado do projeto de FIV em 2014 foi um sucesso,

touros geneticamente superiores e com alto potencial em

com mais de 300 prenhezes sexadas de fêmea, todas filhas

produção de leite. Desde a implantação do projeto Crê$er

de vacas selecionadas e dos melhores touros do Brasil e até

Genética já foram feitas mais de doze mil inseminações.

do exterior. Com a FIV é possível produzir animais altamen-

Esse foi um importante passo da Cooperativa, para ga-

te produtivos, obtendo em 3 anos o que outras técnicas le-

rantir mais lucro a médio e longo prazo aos cooperados.

variam até 15 anos para atingir. Em 2015 o projeto está ain-

Também foi implantado o projeto de Cria e Recria de be-

da mais dinâmico e o objetivo da Cooperativa é um número

zerras, para que os animais fruto da inseminação tivessem

ainda maior de prenhezes. Participe também desse projeto,

manejo e alimentação adequados, e chegassem a produzir

melhore a genética do seu rebanho e aumente sua produ-

com todo o potencial.

ção.

Com a consolidação da IATF, difusão da tecnologia

Inscrições no Departamento de Campo (33) 3202-8300.

bem aplicada e mais receptividade dos produtores para no-

20

CooperJornal Dezembro • 2015


Aniversários

Parabéns! Cooperados JANEIRO

Eliana Machado de Almeida........................1/1 Eliezer Lourenço dos Santos......................1/1 João Fernandes Neto...................................1/1 Juraci Alves do Amaral...................................1/1 Antônio Carlos Martins Guedes.................2/1 Edilson Ribeiro dos Santos..........................2/1 José Moisés do Nascimento.......................2/1 Renato Leite Silva.............................................2/1 Nilceia Gonçalves de Souza........................3/1 Nilza Aparecida Moreira Silva.....................3/1 Airton Machado dos Santos........................4/1 João Albano de Souza...................................4/1 Marcos Augusto Soares Quitete...............4/1 Admilson Garbrete Kliper.............................5/1 Andreia Araújo Campos Menezes.............5/1 Erlon Pereira Gualberto.................................5/1 Gilmar Lopes Fraga..........................................5/1 José Albino de Carvalho...............................6/1 Darci Luciano de Pinho..................................7/1 José Maria de Souza.......................................8/1 Manoel Lopes Fraga........................................8/1 Andressa Marques Roella..........................10/1 Humberto de Oliveria Farias....................10/1 Creuza Luduvino de Oliveira.................... 13/1 Marcos Faustino Soares............................. 13/1 Maria Aires Andrade..................................... 13/1 Sueli dos Reis Rezende............................... 13/1 João Domingos Ferreira Neto..................14/1 José Eurico Luiz de Almeida......................14/1 Maria da Conceição Rocha Rezende....14/1 Paulo Afonso Pereira.....................................14/1 Adélcio Caldeira dos Santos.....................15/1 Davi Cruz.............................................................15/1 Edigar Fraga......................................................15/1 Eunedil José de Santa Rita.........................15/1 Geraldo Magela Borges...............................15/1 José Machado Pereira..................................15/1 Lucas Márcio Fernandes Apolônio........15/1 Mauro Lopes Botelho...................................15/1 Marcelo de Matos Ferreira......................... 16/1 Sebastiana Martins da Silva..................... 16/1 Antônio da Silva Costa.................................17/1 Juarez Ruy Barbosa......................................17/1 Geraldo Dias Leão......................................... 18/1 Moacir Marques Ferreira............................ 18/1 Adalto de Souza Coelho............................. 19/1 José Batista Bastos...................................... 19/1 Lucineia Gomes da Silva............................. 19/1 Manoel Cassundé de Oliveira.................. 19/1 Nelson Claret Soares................................... 19/1 Pedro Perpétuo Soares............................... 19/1 Roberto Carlos de Oliveira........................ 19/1 Vaisman Celestino Miranda..................... 19/1 Hildebrando Cabral Filho...........................20/1 Jardelison Gilany da Silva..........................20/1 Marcos Moreira da Silva..............................20/1 Pedro Pereira Cardoso Júnior..................20/1 Vitalina Marcelina Romão.........................20/1 Osvaldo Vicente dos Santos.................... 21/1 Airton Bessa Souto.......................................22/1 Gerri Cristóvão Lucas..................................22/1 Neide Alves de Souza...................................22/1 Valdecir Pinto de Farias..............................22/1 Gislei Alves dos Santos...............................23/1 Vantuil Teixeira de Souza...........................23/1

Welington Silva Barros................................23/1 Everaldo Silveira Barbosa.........................24/1 Herson de Oliveira........................................24/1 Josias da Paz de Cristo................................24/1 Kenner Viana Coelho...................................24/1 Adair Soares dos Anjos...............................25/1 Edna Aparecida Silveira..............................25/1 Joaquim Raposo Barbosa.........................25/1 Joventino Nunes...........................................25/1 Ailton Alves Costa.........................................26/1 Rusembergue Martins Gualberto.........26/1 Abel de Oliveira Filho....................................27/1 Hélio Macedo de Queiroz..........................27/1 José Ferreira de Souza................................27/1 Leónidas da Silva Pereira...........................27/1 Ademar Cândido Avelino...........................28/1 Erika Fane Vidal..............................................28/1 Gil Kampke........................................................28/1 Pedro Gonçalves Chaves...........................28/1 Francisco Pires de Sales.............................29/1 Maria de Lourdes Pereira...........................29/1 Wilson Albares de Sa....................................29/1 Celma Gonçalves de Andrade Silva......30/1 Geraldo Lopes Vasconcelos....................30/1 Nilson dos Santos.........................................30/1 Fernando Luiz Pardini Alhais.................... 31/1 Gilberto Antônio Braga Garcia................. 31/1 Liene Moreira Case....................................... 31/1 Cândido Garcia de Oliveira..........................1/2 Daniel Vieira dos Santos...............................1/2 José Leandro Filho..........................................1/2 Valério Geraldo.................................................1/2 Estela Nunes Reis.............................................2/2 Laerte de Oliveira.............................................2/2 Agnaldo Marins Rocha...................................4/2 Altamiro Reis Brum..........................................4/2 José Batista Lage.............................................4/2 José Martins Andrade....................................4/2 Edelson Gualberto da Silva........................5/2 Jair Soares Pereira...........................................5/2 Jandison Alves de Freitas.............................5/2 José Carlos de Araújo.....................................5/2 Nonato Lins Dantas.........................................6/2 Paulo César de Oliveira..................................6/2 Virgilio da Silva Duarte...................................6/2 Andreia Garcia de Sousa Pomaroli...........7/2 Geraldo Ferreira Chaves...............................7/2 Ivo Gonçalves de Oliveira..............................7/2 José Geraldo da Costa...................................7/2 Afonso Miguel de Almeida............................8/2 Reginaldo Antônio Vilela..............................8/2 Ademir Paulino Neves....................................9/2 Genserico Barroso Filho................................9/2 Geraldo Rodrigues dos Santos..................9/2 Helena Irany Fernandes da Silva Paes.....9/2 Maurício Dias Gonçalves..............................9/2 Devair Francisco da Silva...........................10/2 Edézio Ferreira da Cunha...........................10/2 Edimar Aparecida Queiroz Reis..............10/2 Vagner Martins Andrade............................10/2 David Pinto Coelho.......................................11/2 Geraldo Ramos Silvério...............................11/2 Rodrigo Coelho Fava....................................11/2 Ailson de Sousa Pimentel.......................... 12/2 Faride Alves dos Santos............................. 12/2 JoséAntônio Ramos dos Santos............ 12/2 Silas Dias Costa Júnior............................... 12/2 Gilberto Dias Ruela Filho............................ 13/2 João Faustino Braz....................................... 13/2 Luiz de Almeida e Silva................................. 13/2 Matheus Pigoretti de Sousa...................... 13/2 Daniel Gualberto Albergaria......................14/2 Ervano Lopes Botelho..................................14/2 Flávio Antônio de Oliveira...........................14/2 Iolanda Quintão de Sa Marinho...............14/2 Jorge Ferreira Lopes.....................................14/2 José de Oliveira Filho....................................14/2 Marcelo Soares de Andrade......................14/2 Adenir Ventura da Silva................................15/2 Geraldo Pinto Pereira................................... 16/2 Milton José Gusmão.................................... 16/2 Helcio Santos de Souza...............................17/2 Herberto Raasch............................................17/2 Eudes da Silva Pinto...................................... 18/2

FEVEREIRO

01 DE JANEIRO A 28 DE FEVEREIRO

Gilberto Dias Ruela....................................... 18/2 Silvio Matheus de Araújo............................ 18/2 Francisco Martins de Souza..................... 19/2 Nelson Paulo da Silva................................... 19/2 Amiro Caldeira da Costa............................20/2 Arilson Campos de Sousa.........................20/2 Faustino Xavier Soares...............................20/2 Márcio Pimenta de Figueiredo.................20/2 Thiago dos Santos Figueiredo................20/2 Marcos Fernando de A. Vendramine.... 21/2 Mauricio Francisco de Sousa................... 21/2 Mauro Francisco de Sousa........................ 21/2 Adilio Gomes de Brito..................................22/2 Elpidio Carlos dos Santos..........................22/2 Ricardo Tertuliano de Souza....................22/2 Serafim Ferreira Bruno................................22/2 Aulemar Leite Ribeiro..................................23/2 Geovane Pais Dias.........................................23/2 Geraldo de Souza Perpétuo......................23/2 Geraldo Gonçalves de Souza...................23/2 Roberto Yvan Lemos Pereira....................23/2 Warlen da Silva Xavier.................................23/2 Antônio Modesto Aguiar Neto.................24/2 Antônio da Mata Rezende.........................25/2 Geraldo Magela de Paula...........................25/2 Helbas dos Santos Motta...........................25/2 João Gripp Neto.............................................25/2 José Luiz Teodoro Alves.............................25/2 Geraldo Magela Soares..............................26/2 José Antônio Neto........................................26/2 Wandeli Borchardt........................................26/2 Isaias Wilde Rumao......................................27/2 José Augusto da Fonseca.........................27/2 José Gonçalves Filho...................................27/2 José Rinaldo Pereira....................................27/2 Marcius Gomes de Oliveira Costa..........27/2 Olyntho Esteves Vieira................................27/2 Carlos Machado Pereira.............................28/2 Luiz Contim......................................................28/2 Sebastião Soares de Souza......................28/2

COLABORADORES

Armando de Oliveira Tavares...................24/1 Onofre Pereira de Carvalho.........................9/2 Adriana Ferreira Lopes...............................28/2 Donisete Sousa de Siqueira ........................7/3 Albino Enézio dos Santos ..........................16/3


Matéria

2º Concurso Leiteiro de Marilac

A Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce, em parceria com a Prefeitura Municipal de Marilac, realizou nos dias 17 e 18 de setembro o 2º Concurso Leiteiro de Marilac. O torneio foi realizado a nível de fazenda, e contou com a participação de onze cooperados. Para o prefeito de Marilac, que também é cooperado, Aldo França, o concurso leiteiro representa desenvolvimento para a cidade “Estamos muito felizes com a realização deste torneio que este ano foi ainda melhor que o ano passado. É um evento que já entrou para a agenda de Marilac,” destaca França. Foram disputadas duas categorias: Individual e Conjunto (a soma da produção dos três animais de cada competidor). A esgota aconteceu às 17h do dia 17, e foram feitas duas ordenhas no dia 18, às 7h e às 17h. O presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto Re-

22

sende, explica que o torneio é um incentivo para que os produtores invistam cada vez mais em genética, alimentação e manejo. “Este concurso com certeza foi melhor que o realizado ano passado, e esperamos que o do próximo ano seja ainda melhor. Estamos cada vez com animais de genética melhor, avançando no manejo e alimentação, e aqui vemos que é grande nosso potencial de produção,” avalia Resende. A premiação aconteceu na noite do dia 19 de setembro, na arena do rodeio, durante a XX Festa do Cavalo de Marilac. Cada cooperado participante foi premiado com um kit do Sicoob Crediriodoce e os campeões, premiados com ração Guabi e troféu. Confira a classificação:


Matéria O concurso é fruto de uma parceria entre a Cooperativa e a Prefeitura de Marilac. Na foto o prefeito de Marilac, Aldo França, e o presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto.

João Marcos Pereira Neto recebe o prêmio de campeão das mãos da esposa Silvana Mourão e do filho Matheus Marques

Bruno Campos recebe o troféu de reservado campeão, das mãos do conselheiro Geraldo Birro

Categoria Individual

Categoria Conjunto

Campeã: Tosinha Cooperado: João Marques Produção Total: 50,220 kg

Conjunto Campeão: João Marques Produção Total: 129,760 kg

Reservada Campeã: Alemanha Conjunto Reservado Campeão: Bruno Campos Pereira Cooperado: Bruno Campos Produção Total: 122,240 kg Produção Total: 44,715 kg

Mario Leão recebe o troféu de terceiro lugar das mãos do padre Febiano Leite.

Terceiro Lugar: Sabrina Cooperado: Mário Leão Produção Total: 44,620 kg

Conjunto Terceiro Lugar: Mário Dias Leão Produção Total: 121,660 kg

23


Retrospectiva 2014

Presidente da Cooperativa é destaque no cenário nacional G100 Em maio o presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto Abreu Lima Resende, foi eleito em Brasília-DF, presidente da Associação Brasileira das Pequenas e Médias Cooperativas e Empresas de Laticínios - G100, para o período de maio de 2014 a maio de 2015.

Fiemg Marcos Antônio Guedes passou a presidência do G100 para Guilherme Olinto.

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) celebrou o Dia da Indústria no dia 15 de maio em Belo Horizonte. Na ocasião, o presidente Guilherme Olinto Resende assumiu o cargo de diretor adjunto da instituição.

Silemg Em agosto foi empossada a nova diretoria do Sindicato da Indústria de Laticínio do Estado de Minas Gerais (Silemg). O diretor-presidente da Laticínios Porto Alegre, João Lúcio Barreto Carneiro, assumiu a gestão da instituição para os próximos três anos. O ex-presidente do sindicato, Guilherme Olinto, presidente da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce, continua na diretoria como vice-presidente.

Mérito Legislativo João Lucio Barreto Carneiro e Guilherme Olinto assumiram a diretoria do Silemg

Guilherme Olinto recebeu em Belo Horizonte a medalha da Ordem do Merito Legislativo concedida pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Em novembro, o presidente da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce, Guilherme Olinto Abreu Lima Resende, recebeu em Belo Horizonte a medalha da Ordem do Mérito Legislativo concedida pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) a pessoas que se destacaram pelos serviços prestados ao Estado. Criada em 1982, a Ordem do Mérito Legislativo é concedida pelo presidente da ALMG, e pelos membros do Conselho da Ordem, nos graus de Grande Mérito e Mérito Especial. Além da medalha, os agraciados recebem diplomas assinados pelo presidente da Assembleia.


Novos Cooperados

Novos Cooperados

A Cooperativa deseja felicidades a todos os novos cooperados Denilson Mariano de Paula

Conceição do Mato Dentro

José Geraldo Sant Ana

Fernandes Tourinho

Herberto Raasch

Itueta Itueta

Coroaci

Jovelino Bonicenha

Santa Rita do Itueto

Ademir Dias da Silva

São José da Safira

José Ferreira de Almeida Filho

Governador Valadares

Sebastião Augusto de Oliveira

Governador Valadares

Edilon Nogueira

Campanário

Jairo Gonçalves Medina

Helbas dos Santos Motta

Açucena

William Gomes de Castro

Governador Valadares

Nivaldo de Lima Pereira

São Geraldo da Piedade

Samuel de Oliveira Pimenta

Governador Valadares

Faustino Xavier Soares

Galiléia

José Roberto Ribeiro Cortes

Governador Valadares

Silony José de Paula

Central de Minas

Gil Kampke

Itueta

Adilson de Paula

São João do Manteninha

Herson de Oliveira

Governador Valadares

Sebastião Machado

Alpercata

Fernando de Aquino Coelho

Governador Valadares

Ivan de Almeida

Central de Minas

Marlyto Frederico

Itueta

Associação Com. R. do Campo dos Henrique

Nova Módica

Adriano Piske

Itueta

Daniel Vieira dos Santos

Virgolândia

Balduino Borchardt

Itueta

Eduardo Neitzel

Itueta

Admilson Garbrete Kliper

Itueta

Adenir Ventura da Silva

Itabirinha de Mantena

Ademar Sarter Fink

Itueta

Carlindo Piske

Itueta

Clair Kampke

Itueta

Cláudio Anastácio de Andrade

OUTUBRO

Mendes Pimentel

Zilma Maffessoni Lemke

Itueta

Deoclêcio Kampke

Itueta

Dervaldo Borchardt

Itueta

Elismar Fink

Itueta

João Batista Alves Pereira

Itueta

Marciele da Silva Gatti Neitzel

Itueta

Wandeli Borchardt

Itueta

Marcélio de Oliveira Martins

Açucena

Jandison Alves de Freitas

Açucena

Hélio Alves de Souza

Resplendor

Fábio Ribeiro Augusto

Itambacuri

Christian Avelar Sendas

Alpercata

Cornélio de Souza Filho

Mendes Pimentel

Francisco Martins de Souza

Mendes Pimentel

João Braz da Silva

Mendes Pimentel

João Patrício da Costa

Mendes Pimentel

Juvercino Pedro da Silva

Mendes Pimentel

Laudison Alves de Oliveira

Mendes Pimentel

Mário Gomes de Souza

Mendes Pimentel

Hélcio Santos de Souza

Galiléia

Saet Ottoni Aredes

Mendes Pimentel

DEZEMBRO NOVEMBRO

SETEMBRO

Sejam bem-vindos!

Vagmar Dias Aredes

Marilza Alves Pereira de Paula

Itueta

Joaquim Lima Sampaio

Itabirinha de Mantena

Anildo Luiz Neto

Açucena

Juracy Fernandes de Rodriguez

Governador Valadares

José Guilherme Barbosa

Governador Valadares

Hildebrando Cabral Filho

Campanário

Olyntho Esteves Vieira

Jampruca

Gelcimar Pereira de Morais

Inhapim

Clério Marcelino de Souza Filho

Mendes Pimentel

Maria da Conceição R. Rezende

Frei Inocêncio

Adjuto dos Reis

Pescador

Gastão José Vitor Pereira Neto

Naque

Romilda Franca da Silva

Açucena

Geraldo Martins da Costa

Governador Valadares

José Nazareno de Pinho

Sabinópolis

Antônio Lacerda Filho

São José da Safira

Silvani Aparecido do Nascimento

Central de Minas

Anísio Melo de Oliveira

Frei Inocêncio

Elimar Alves dos Santos

Açucena

Polianderson Ferreira Barbosa

Açucena

Virgílio da Silva Duarte

Fernandes Tourinho

Washington Martins da Costa

Itambacuri

Hilda Piske Krause

Itueta

Agenor Braga Leal

Governador Valadares

Aline Leão de Oliveira

Governador Valadares

Agesandro Carrijo Costa

Goiabeira

25


Pitadas

Bônus Fidelidade O cooperado Afonso Bretas, que também é presidente do Sindicato Rural de Governador Valadares, recebeu simbolicamente o Bônus Fidelidade, em nome de todos os cooperados no encerramento do CFC, dia 19 de dezembro de 2014.

Seminário em Araxá

O conselheiro administrativo da Cooperativa, Geraldo Birro, e o gerente geral Gilmar Oliveira participaram, em novembro do ano passado, da 10ª edição do Seminário Sicoob Sistema Crediminas, com o tema Inteligência Cooperativa: Evolução Estratégica de Líderes, que aconteceu no Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá.

Armazém A equipe de vendas do Armazém assistiu em novembro à palestra “Atendimento Mágico — O Modelo Disney de Surpreender Clientes”, promovida pela Fiemg Regional Rio Doce, o Sebrae e o Sindicato das Indústrias do Vestuário de Governador Valadares-Sinvest/ GV. O nosso Armazém está sempre em busca de melhor atender a todos os cooperados e clientes!

26


Social

O vice-presidente da Cooperativa, João Marques, fez um churrasco na Fazenda Baixa do Bugre, em novembro, logo após o encerramento do 2º Concurso Leiteiro de Marilac. Ele e os outros dois vencedores, do concurso tiveram o tradicional banho de leite.

A diretoria da Cooperativa homenageou o ex-presidente da Associação dos Pecuaristas Produtores de Sabinópolis José Nazareno, que durante anos prestou um belo trabalho de dedicação, zelo e esforço, em conjunto com a Cooperativa.

O presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto Abreu Lima Resende, fez aniversário em dezembro e ganhou uma festa surpresa no auditório da Cooperativa. Familiares, amigos e colaborados, fizeram questão de parabenizá-lo.


Profile for cooperativagv

COOPERJORNAL JANEIRO DE 2015  

O Cooperjornal é a revista da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce que mantém seus cooperados e públicos de interesse informados sobre...

COOPERJORNAL JANEIRO DE 2015  

O Cooperjornal é a revista da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce que mantém seus cooperados e públicos de interesse informados sobre...

Advertisement