__MAIN_TEXT__

Page 1

Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce Fundada 25/1/59

Armazém Matriz reinaugurado pág. 3 •10 •11

CooperJornal Fevereiro • 2014

Bônus Fidelidade

pág. 4 e 5

Projetos 2014

pág. 6 e 7

As chuvas 2013

pág.12 e13

Ano XXX Nº 292 Fev / 2014


Editorial Palavra do Presidente

Amigo Cooperado

Guilherme Olinto Abreu Lima Resende P/ Conselho de Administração

O início de 2014 foi marcado por perdas e conquistas. Foram muitos os prejuízos acumulados com as chuvas do final de 2013, já que muitos cooperados perderam o leite por causa da falta de estradas e/ou pelas quedas de pontes. Mesmo assim, começamos o ano de 2014 comemorando. Afinal, fizemos 55 anos e reinauguramos o nosso armazém matriz, que foi completamente reformado e ampliado, para atender a você com mais conforto e com um mix maior de produtos. Uma conquista desejada há muito tempo por nós diretores, e também por vocês cooperados. Por tudo isso acreditamos, por sermos otimistas, que é melhor comemorar e agradecer. Tenho certeza que ao final deste ano teremos muito mais a comemorar, porque estamos investindo em oportunidades que vão ajudar você a melhorar o plantel ainda mais, e aumentar a produção, o que significa na prática mais lucratividade. Acreditamos em 2014 como um ano positivo para a cadeia produtiva do leite, onde vamos produzir mais e recuperar nossos resultados e, a menos que haja uma mudança radical no cenário, vamos ampliar nossa produção, mesmo na entressafra, acreditamos em dias melhores para este ano que se inicia. Temos certeza de que a força do cooperado está aqui e nós estamos trabalhando para que ela seja cada dia maior.

Princípios cooperativistas

Autonomia e Independência

Assembléia Geral 2014

Expediente Conselho Administrativo Edson Constantino Ramos Fernando Antônio Ferreira Francisco Pires Neto Guilherme Olinto Resende Geraldo Antônio Birro João Marques Pereira Neto José Luiz Teixeira Mário Dias Leão Sílvio Matheus de Araújo

Guilherme Olinto A. Lima Resende Diretor-presidente João Marques Pereira Neto Vice-presidente

Conselho Fiscal

Eduardo Fernandes Pessoa José Soares Teixeira Turíbio Alves Modesto Edézio Ferreira da Cunha Maurício Francisco de Souza Moisés Bicalho de Pinho

Edição

Óbvio Comunicação Integrada Valéria Alves MG-08849JP

Textos

Gabriela Fernandes Valéria Alves

Revisão

Tarciso Alves

Fotos

Leonardo Morais Arquivo Cooperativa Gabriela Fernandes Ronaldo Pardin

Colaboração Técnica

Gilmar Oliveira Pedro Júnior (Veterinário) Ricardo Luiz Cunha (Eng. Agrônomo) Marciano de Jesus (Ed. Cooperativista)

Projeto Gráfico (33) 3277-9766 Tiragem - 2.500 exemplares Impressão - Gráfica Nacional (33) 3271-7589

Rua João Dias Duarte, 1371/1395 Bairro São Paulo – 35030-220 Governador Valadares – MG Fone: (33) 3202 8300 cooperjornal@coaperiodoce.com.br www.cooperativa.coop.br

24 de março • 11h Tatersal de Leilões Parque de Exposições


Capa

Um novo Armazém para comemorar

anos O ano de 2014 é de conquistas com muitos motivos para comemorar. No dia 25 de janeiro, a Cooperativa completou 55 anos de história e celebrou com a reinauguração do Armazém Matriz, reformado e ampliado para oferecer mais variedade, conforto e agilidade aos clientes. “Não podemos deixar de festejar essa data, com muita alegria, pois é uma caminhada longa e bastante vitoriosa para a Cooperativa. Ser produtor de leite hoje é uma dádiva, e permanecem somente os apaixonados pelo segmento. É um caminho difícil, e reunir mais de 1.300 deles para fazer a força e construir uma bacia leiteira é, sem dúvida alguma, uma conquista muiCooperJornal Fevereiro • 2014

to grande”, afirma o vice-presidente da empresa, João Marques. A nova estrutura do Armazém Matriz, que fica na BR-116, passou de 300 para 3.000 m2. A área de vendas dobrou de tamanho, o que permitiu ampliar o mix de produtos expostos, com 1.020 m2. O Armazém agora conta com um galpão para estoque de 1.165 m2 e uma nova câmara fria, adequada à portaria 1.258 do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), além de uma ampla área para carga e descarga. “Isso era um anseio antigo da Cooperativa — poder entregar um armazém que desse conforto ao produtor, que estivesse à altura dele. Agora conseguimos fazer isso: entregar um

armazém que vai ser um marco daqui para frente”, afirma Fernando Ferreira, conselheiro administrativo que acompanhou toda a obra, “A Cooperativa tem uma demanda que cresce anualmente e nosso espaço físico já não atendia mais ao cooperado como ele precisa. Ensaiamos essa obra durante um tempo, e estudamos o melhor projeto para ela. Começamos há seis meses e a entregamos como presente de aniversário aos nossos cooperados”, explica Armando Tavares, gerente do Departamento Comercial.

3


Vinheta Matéria

Cooperativa entrega

BÔNUS FIDELIDADE

em regiões de novas atuações

4

O mês de dezembro para a Cooperativa foi de muita comemoração. Pela primeira vez, a entrega do Bônus Fidelidade saiu da sede, como vinha sendo realizado nos últimos três anos, e viajou até duas novas regiões, que entraram no quadro de cooperados em 2013. Cooperados e produtores de leite de Goiabeira, Cuparaque, Ferruginha e Aldeia se reuniram no Carrijo`s Club, em Goiabeira, no dia 17 de dezembro, e os de Central e Limeira se reuniram no Recanto do Leão, em Central de Minas, no dia 18. Todos foram recebidos pela diretoria executiva, colaboradores e conselheiros.

Além da entrega do bônus, eles tiveram a oportunidade de um bate-papo animado sobre cooperativismo e fidelidade, com e educador cooperativista Flávio Gouvêa, que atua na Ocemg e esteve em Valadares a convite da diretoria executiva da Cooperativa. O presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto, falou aos cooperados sobre a relação de fidelidade. “A fidelidade só se concretiza se ela é emanada de ambos os lados. Para uma Cooperativa ter sucesso é fundamental que seus membros, antes de todas as coisas, lhe sejam fiéis”, afirmou.


O produtor

Pedro Paulo Bacelar, da região de Goiabeira, representou a esposa Marilza de Almeida Bacelar, que é cooperada há sete meses. “Esse Bônus Fidelidade é uma novidade, mesmo no ambiente de uma cooperativa. Entreguei muitos anos para outra empresa, e nunca ouvi falar de um benefício desses. É uma coisa maravilhosa para a gente!” O cooperado

Carlos José Rodrigues, da região de Central de Minas, disse que o Bônus muda por completo a relação do cooperado com a Cooperativa. “É uma confiança ainda maior que se estabelece. A Cooperativa cumpre tudo o que diz”, explicou Rodrigues. Há 45 anos no ramo, o produtor João Carrijo Freitas, que ainda não é cooperado, foi ao evento com um grupo de produtores que trabalham juntos. “Viemos conhecer melhor a Cooperativa”, disse.

CooperJornal Fevereiro • 2014

Cooperados participam de encerramento do CFC e Bônus Fidelidade No dia 20 de dezembro, cooperados lotaram o auditório do Parque de Exposições em Valadares para o encerramento do 5º CFC e a entrega do Bônus Fidelidade. Os cooperados que participaram da vista à Embrapa Gado de Leite receberam certificado, e todos os presentes assistiram a palestra do educador cooperativista Flavio Gouvêa, sobre “Cooperativismo e fidelização”, além de receberem o Bônus. “A Cooperativa é uma base sustentada por três pernas: os cooperados, os dirigentes e os colaboradores. Se um desses falhar, a crise se instala. Mas o fundamental desse grupo são os cooperados, e eles precisam ter plena consciência disso. Aqui é uma sociedade de pessoas, não há como dar certo se uma

desistir”, explicou Gouvêa na palestra. O Centro de Formação do Cooperado é um projeto de capacitação desenvolvido para garantir que o cooperado aprimore seus conhecimentos, dentro e fora das porteiras. “Ano que vem, se possível for, eu desejo retornar à Embrapa Gado de Leite. O CFC é um projeto maravilhoso!”, afirmou a cooperada Maria Lourenço Xavier Cunha, dona de propriedade em São José do Divino. O vice-presidente, João Marques, falou aos cooperados sobre a fidelidade que gerou o Bônus. “A Cooperativa é possível porque vocês caminham ao nosso lado. Esse bônus é mais do que merecido e é para mostrar que a relação de fidelidade é correspondida, principalmente quando ela é respeitada”.


Vinheta Matéria

2014

e os projetos da Cooperativa

Lançamento do Educampo como mais um passo do Cre$êr Leite

O ano começou com novidades e conquistas para a Cooperativa. Os projetos técnicos que a empresa oferece ao cooperado estão de vento em popa e neste ano se ampliam, visando atender aos anseios dos associados. “A Cooperativa se empenha a cada ano para atender às necessidades e desejos do cooperado. Trabalhamos para oferecer a melhor solução em pecuária leiteira para nosso público, e para melhorar cada dia mais a qualidade de vida da família cooperativista”, garante o presidente, Guilherme Olinto. Para o gerente do Departamento de Campo, Pedro Repossi Jr., o mais importante é a aproximação. “Nossa intenção é de que o cooperado sinta que a Cooperativa é a verdadeira extensão da fazenda dele, onde ele se sente parte desse todo, e acredita que seus investimentos valem a pena”, afirma Repossi.

Visitas técnicas

6

A Cooperativa manterá a assistência veterinária e agronômica ao cooperado, bem como o direito à vacinação contra brucelose. O associado tem direito a duas visitas gratuitas por ano, sendo uma por semestre.

As visitas agronômicas continuam voltadas para a produção de alimentos. O agrônomo da Cooperativa está à disposição dos cooperados, para orientar no que se refere à produção de volumoso (plantação de sorgo, milho, soja e capineira), análise de solo, piquete rotacionado e outras culturas que o cooperado necessitar.

Cre$êr Leite: Educampo

Em dezembro de 2013, os cooperados puderam conhecer melhor sobre um projeto que voltou a ser parceiro da Cooperativa, após 17 anos: o Educampo. Criado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Educampo visa proporcionar aos produtores rurais um entendimento sobre o gerenciamento de fazendas que permite o aumento de produção leiteira, pelo tempo que o produtor necessitar, numa fusão das gestões técnica e econômica, simultaneamente. Há 17 anos, quando a Cooperativa aderiu ao Educampo pela primeira vez, o conselheiro Geraldo Birro integrou o programa. Satisfeito com os resultados, ele


Matéria

garante que hoje administra sua propriedade com outra visão. “Aprendi a entender meu lucro por causa do projeto. O Educampo abre a mente do produtor. Eu o recomendo aos colegas da Cooperativa. Hoje conheço meu negócio por completo”, disse. O cooperado Gerri Adriani Ferreira assistiu à apresentação do Educampo e ficou interessado. “Gostei muito do que ouvi e dos resultados que vi aqui. Me agrada a possibilidade de conhecer melhor meu próprio negócio, e poder evoluir”.

Cre$êr Genética:

Fertilização In vitro (FIV) A principal novidade de 2014 é a Fertilização In vitro (FIV), técnica de reprodução que consiste em programar prenhez por meio de doadoras que vão garantir um melhoramento genético do rebanho. O cooperado pode usar o embrião de uma vaca de alto padrão genético que componha seu rebanho, e pode também comprar o embrião ou genética de plantéis de alto valor (que será vendido em até 12 vezes para o cooperado). “Foi necessário trazer para o cooperado algumas técnicas modernizadas, porque existe a demanda. O produtor rural está sempre buscando algo que vai aprimorar e facilitar a produção dele. A Cooperativa faz essa ponte sempre que possível”, explica o gerente do CooperJornal Fevereiro • 2014

Departamento de Campo, Pedro Repossi. Segundo o gerente, estão programadas 500 prenhezas para 2014. “Estamos catalogando os interessados, basta procurar o Departamento de Campo para esclarecer dúvidas”. Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) Em vigor na Cooperativa desde 2010, a IATF permite predeterminar o momento da inseminação, o que vem garantindo aos cooperados ter animais parindo na seca e nas chuvas. É importante lembrar ainda que animais com melhor condição corporal e, principalmente, em balanço energético positivo respondem melhor às tentativas de IATF, atingindo taxas de gestação superiores, quando comparados a bovinos com déficit nutricional. Dessa forma, pode-se saber que rebanho bem nutrido e saudável apresenta melhor resposta à IATF.

Leite Legal

Como parte das melhorias que a Cooperativa busca para atender ao cooperado, está o programa Leite Legal. O setor de Qualidade do Leite foi ampliado com a criação de um laboratório de análise no Armazém Matriz, o que permite triar a matéria-prima quando ela chega à Cooperativa. “As indústrias estão cada vez mais exigentes, e

com isso nós também entendemos a necessidade dessa análise mais cautelosa”, explica o encarregado do departamento de Qualidade do Leite, Lívio Coura. O trabalho de qualidade de leite já vinha sendo realizado pela equipe do Departamento de Campo da Cooperativa, que sempre orienta o cooperado sobre o assunto, em Tardes de Campo ou em visitas técnicas. O programa Leite Legal consiste em treinamentos técnicos focados em qualidade do leite para o cooperado. Em parceria com a empresa neozelandesa QConz, a Cooperativa tem realizado capacitação da mão de obra. São selecionados 15 produtores em uma determinada região, para fazer aulas teóricas do programa, e depois essas propriedades são visitadas por técnicos da empresa e, na sequência, o pessoal da Cooperativa faz um acompanhamento para garantir que o cooperado esteja prezando e trabalhando para garantir a qualidade do leite em suas propriedades. “Para 2014, programamos trabalhar com seis turmas, gerando um total de 90 propriedades, podendo cada uma ter dois participantes capacitados em qualidade do leite”, explica o veterinário Pedro Repossi.

7


3 4 5 6 10 11 12 13 18 19 20 25 26

Reunião do Comitê Educativo toda 1ª segunda-feira do mês

Comitê Educativo, Sede da Cooperativa, 13h Capitão Andrade, Salão Paroquial, 13h Boa União, propriedade de Elias, 14h Sobrália, Salão do Sindicato Rural, 14h Tarumirim, Salão do Sindicato Rural, 13h Poaia, propriedade de Turíbio, 14h São José do Divino, Câmara Municipal, 14h Sabinópolis, Salão do Sindicato Rural, 14h Nacip Raydan, Clube Alvorada, 15h Itaúna, propriedade de José Nunes, 14h Sta Efigênia de Minas, Sede da Associação, 14h Pingo D’Água, propriedade de Rangel, 14h Cuparaque

10 11 13 14 18 19 20 21 24 25 26 27 31 28

Comitê Educativo, Sede da Cooperativa, 13h Itabirinha, propriedade de José Preto, Córrego Rico, 14h

Abril

Fevereiro

Comunidade

Março

Reuniões de

Alvarenga, Banco de Alimentos, 13h Central de Santa Helena, Salão Paroquial, 14h Mendes Pimentel, Salão Paroquial, Baixa das Oliveiras, 16h Fernandes Tourinho, Centro Cultural, 13h São Geraldo da Piedade, Salão Paroquial Vila Nova Floresta, 14h Golconda, Igreja Presbiteriana, 14h Central de Minas , Câmara de Vereadores, 14h Lavrinha Jampruca, Câmara de Vereadores, 14h Beija Flor, propriedade de Mário Viana, 14h Marilac, Salão Paroquial, 14h Bugre/Cassimiro, propriedade de Sebastião Leão, 14h

Novos Cooperados

Dezembro

Virgolândia, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, 14h Coroaci, Salão Paroquial, Córrego dos Procópios, 14h Comitê Educativo, Sede da Cooperativa, 13h Córrego dos Prazeres, Igreja Católica, 14h São Vicente, propriedade de Joaquim Carapina, 14h Vila São Bernardo, Salão Paroquial, 14h Capitão Andrade, Salão Paroquial, 13h Pontal, propriedade de Zé Mariano, 14h Itapinoã, Sede da Associação, 14h Boa União, propriedade de Elias, 15h Periquito, propriedade de Ricardo Alves, 14h São José do Divino, Câmara Municipal, 14h Krenak, Tribo Indígena Pingo D’água, propriedade de Rangel, 14h Poaia, propriedade de Turíbio, 14h Marilac, Salão Paroquial, 14h Bugre/Cassimiro, propriedade de Sebastião Leão, 14h

Janeiro

Nilza Aparecida M. Silva

Campanário

Walter Caetano Martins

Galiléia

Cleber Lopes de Oliveira

Sao José da Safira

Geraldo Magela Soares

Governador Valadares

Juvenal Antônio Fonseca

Sobrália

Marcela de Sousa Martins

Tarumirim

Nivaldo Cassemiro de Paiva Sobrália

Josevane Soares P. da Silva

Sta Efigênia de Minas

José Ramos

Governador Valadares

Mauro Lopes Botelho

Córrego Novo

Rui José Soares

Alvarenga

Divino Adão Pereira

Resplendor

Marilac

Edvaldo Antônio de Oliveira

Resplendor

Sao João do Manteninha

Elias Máximo Damasceno

Resplendor

Central de Minas

Eustáquio Jose Neto

Resplendor

Mantena

Jucimar Cândido da Silva

Resplendor

Erminio do Prado Leal

Resplendor

Iranilda Pereira de O. Chaves

Central de Minas

Ernane Bagli de Sousa

Tarumirim

Lucas Ayala Caldeira Ramos

Divino das Laranjeiras

Sebastião Viana Junior Antônio Lopes Nelson Henrique da Silva Alexandre Villela Carneiro

Janeiro Maria de Lourdes Rezende

Governador Valadares

Otto Martins da Silveira Filho

Governador Valadares

Erika Fane Vidal

Sao José do Divino

Sidineuza da Meces A. Alves

Resplendor

Francisco Antônio C. Brandão

Coroaci

Antônio Luiz do Nascimento

Resplendor

Nilton Borges

Periquito

Sebastião Ricardo G. Ramos

Resplendor

Ronaldo Vieira Peres

Governador Valadares

Anedino Antônio da Silva

Resplendor

Francisco Borges A. Pereira

Pescador

Jobis Pena

Resplendor

Dinaldo de Oliveira

Mathias Lobato

Maria José Vanil

Resplendor

Coroaci

Claudinei Dias Tadino

Resplendor

Governador Valadares

Élio Wilson Rosa Costa

Resplendor

Governador Valadares

Ednilda Rosa Costa

Resplendor

Elias Lopes de Vasconcelos

Itanhomi

Jaime Batista de Almeida

Resplendor

Odilon Costa de Oliveira

Governador Valadares

Antônio Marcos M. da Silva

Resplendor

Lucas Márcio F. Apolonio

Marilac

Marilene Oliveira da Silva

Resplendor

Antônio Carlos M. Guedes Eunilson Oliveira Costa Junior Liassi Rosa de Souza

8

2 3 7 8 9 10 14 15 16 17 22 23 24 25 28 29 30


Perfil

João Diamantino Perfil João Batista Diamantino, nascido em 1º de maio de 1966, é natural de Nacip Haidan – Minas Gerais, mas há 22 anos mora em Marilac. Criado na fazenda do avô materno, andando a cavalo e em meio à criação de vaca leiteira, decidiu ainda cedo que gostaria de seguir no ramo. Aos 22 anos, no auge da juventude, em 1988, se mudou para Boston, nos Estados Unidos, em busca de uma oportunidade que lhe rendesse boas condições financeiras. “Me aventurei nessa mudança na certeza de que voltaria ao juntar o dinheiro. Queria comprar uma fazenda e abrir um bom negócio por aqui, o que sem a oportunidade no exterior não seria possível. Gostei muito da experiência”, conta Diamantino, que em terras norte americana trabalhou como ajudante de garçom. Retornou ao Brasil em 1991, se casando dois anos depois com Edilaine Dias Silva, com quem tem três filhos. Os planos de prosperar no Brasil deram certo. Diamantino é proprietário de duas fazendas (“Fazenda Diamantino” em Nacip Raidan e “Sítio Bela Vista” em Marilac) e possui outras duas atividades: o posto de gasolina Marilac e os tratores que fazem o preparo do plantio e da silagem, prestando serviço a outros produtores. Atualmente, Diamantino possui um rebanho de 96 animais, sendo 46 vacas, 20 novilhas e 30 vacas em lactação – as vacas em produção ficam no Sítio Bela Vista. Com uma produção de 150 litros de leite ao dia, e uma média de 4.000 litros ao mês, Diamantino se lembra de como chegou à Cooperativa. “A região de Marilac tem muitos cooperados e eu observava essa relação. Sempre ouvia os produtores elogiando a empresa, e desfrutando dos benefícios. Então, em abril de 2011, eu decidi me associar”. Apaixonado pela agropecuária, Diamantino dividiu a paixão pelo setor rural com a política. Foi vereador em sua terra natal de 2002 a 2006. A visão política proporcionou entendimento para admirar a gestão atual da Cooperativa. “Gosto muito da maneira como Guilherme Olinto e João Marques conduzem a Cooperativa. São gestores extremamente atenciosos e dedicados, e estão sempre pensando em capacitações e recursos para aprimorar os negócios. Como cooperado só tenho a agradecer!”, concluiu Diamantino.

9 CooperJornal Fevereiro • 2014


Capa

Reinauguração

10


A reinauguração do Armazém Matriz foi marcada por uma cerimônia e a bênção das novas instalações seguida de um brunch no dia 25 de janeiro pela manhã, data em que a Cooperativa completou 55 anos, com a presença da imprensa, autoridades, conselheiros e convidados. O presidente Guilherme Olinto discursou sobre a emoção de liderar uma empresa que há 55 anos está na história da cidade e de toda a região, fortalecendo a economia e protagonizando uma forte bacia leiteira. “O sentimento hoje é inexplicável. Eu era um garoto de 11 anos quando tudo isso começou e hoje é gratificante fazer parte dessa trajetória de sucesso. Reformar nosso estabelecimento comercial era um desejo antigo, e hoje se tornou realidade”, disse o presidente Guilherme Olinto. O cooperado e conselheiro fiscal Maurício Francisco de Souza estava radiante diante da reforma. “O Armazém ficou parecendo um shopping para o produtor, com tecnologias que nós precisamos para evoluir nossa produção. A Cooperativa é assim mesmo, evolui sempre e com transparência!”.

CooperJornal Fevereiro • 2014


Matéria

As fortes chuvas e o trabalho da Cooperativa

Porto das Canoas

12

No mês de dezembro, Governador Valadares e grande parte da região do Vale do Rio Doce foram castigadas com fortes chuvas que destruíram muitos patrimônios, deixando famílias desabrigadas e empresas sem poder executar seus trabalhos de maneira adequada. Segundo a Defesa Civil de Valadares, o número total de afetados pelas chuvas na cidade foi de 35.124, entre desalojados e desabrigados. “Para recuperarmos a cidade as obras imediatas custam cerca de 15 milhões de reais, e as de médio e longo prazo, como recuperação total de vias, canais e construção de pontes, (afinal foram 15 danificadas na Zona Rural) precisaremos fazer investimentos da ordem de mais de R$ 100 milhões, recursos que não temos e que esperamos receber do Governo do Estado e Federal”, afirmou a prefeita Elisa Costa, em discurso na reinauguração do Armazém. A Cooperativa também sofreu com

as chuvas, teve algumas salas invadidas pela água, e foi necessário um verdadeiro espírito de equipe para driblar esses transtornos. Porém, os problemas não ficaram somente na sede. As estradas rurais, que em alguns casos já não possuem excelentes condições, durante as chuvas ficaram intransitáveis, obstruídas por barreiras, pontes caídas, e falta de energia. E, diante desses obstáculos, surgiu a dificuldade em buscar o leite do cooperado. “Foi um período difícil para todos nós, e não somente para o produtor. A preocupação tomou conta da empresa e todos os setores se mobilizaram para buscar o leite nas propriedades. A Cooperativa comprou quatro novos tanques rodoviários e disponibilizou duas carretas para ampliar a frota de coleta. Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance”, explica o gerente do Departamento de Logística, Heber Marques. Mesmo com esse trabalho em rit-


José de Souza Salgado

Wilson Maria de Figueiredo

Matias Lobato

Governador Valadares

Governador Valadares CooperJornal Fevereiro • 2014

mo diferenciado, não foi possível atender com a excelência que a Cooperativa tem costume. Mas, graças ao espírito cooperativista, houve cooperado que também fez um trabalho diferenciado para trazer seu leite até os pontos de acesso, sem deixá-lo na fazenda. Wilson Maria de Figueiredo, cooperado com propriedade no município de Governador Valadares, foi um desses. “Desde as chuvas eu baldeio entre 1.400 e 2.000 litros de leite por dia. Carrego nas costas esse leite em vasilhames por 600 metros até a ponte para entregar ao caminhão da Cooperativa. Chuva é coisa da natureza e ninguém pode evitar, então temos que unir forças e trabalhar em equipe. Acredito que esse é o sentido de uma empresa como a Cooperativa”. Com José de Souza Salgado não foi diferente. A estrada que leva até a propriedade dele também está com difícil acesso. A ponte que permite entrar na Fazenda Coqueiral, no município de Matias Lobato, está debilitada, e o caminhão não consegue entrar. “Foi necessário manter a fé e pensar em alternativas para ajudar a nossa Cooperativa a realizar o trabalho. Sei da dedicação da empresa, que sempre faz o melhor por nós. Comprei mangueiras e passamos o leite para os tambores. Agora já consigo passar para o tanque do caminhão. Só vou poder iniciar a recuperação da minha ponte em março, e até lá o trabalho vai ter que ser dessa forma”, afirma, otimista com o trabalho de equipe.

13


Parabéns, Cooperados!

MARÇO

FEVEREIRO

15 DE FEVEREIRO A 15 DE ABRIL

14

Milton José Gusmao ............................ 16/02 Geraldo Pinto Pereira .......................... 16/02 Jaldemir Alvarenga Pena ..................... 16/02 Eula Magalhães da Silva...................... 17/02 Sílvio Matheus de Araújo ...................... 18/02 Marcos Caixeta de Carvalho ................ 18/02 Gilberto Dias Ruela .............................. 18/02 Eudes da Silva Pinto ............................ 18/02 Nelson Paulo da Silva .......................... 19/02 Márcia Nazareth Moreira da Cruz ........ 19/02 Thiago dos Santos Figueiredo.............. 20/02 Amiro Caldeira da Costa ...................... 20/02 Márcio Pimenta de Figueiredo ............. 20/02 Hélio Ferreira dos Santos ..................... 20/02 Mauro Francisco de Sousa................... 21/02 Marcos Fernando de A. Vendramine .... 21/02 Geraldo Sanches Brandão................... 21/02 Maurício Francisco de Sousa ............... 21/02 Adílio Gomes de Brito........................... 22/02 Serafim Ferreira Bruno ......................... 22/02 Elpídio Carlos dos Santos .................... 22/02 Samuel Dias Costa ............................... 22/02 Ricardo Tertuliano de Souza ................ 22/02 Francisco Sérgio Silvestre.................... 22/02 Geraldo Gonçalves de Souza .............. 23/02 Geovane Pais Dias ............................... 23/02 Geraldo de Souza Perpétuo ................. 23/02 Aulemar Leite Ribeiro ........................... 23/02 Warlen da Silva Xavier .......................... 23/02 Roberto Yvan Lemos Pereira ................ 23/02 Antônio Modesto Aguiar Neto .............. 24/02 Geraldo Magela de Paula..................... 25/02 Cristiano de Castro Alves ..................... 25/02 Antônio da Mata Rezende .................... 25/02 José Luiz Teodoro Alves ...................... 25/02 José Antônio Neto ................................ 26/02 Geraldo Magela Soares ....................... 26/02 José Rinaldo Pereira ............................ 27/02 José Augusto da Fonseca .................... 27/02 Marcius Gomes de Oliveira Costa ........ 27/02 José Gonçalves Filho ........................... 27/02 Sebastião Soares de Souza ................. 28/02 Monique Rodrigues Oliveira................. 28/02 Luiz Contim .......................................... 28/02 Carlos Machado Pereira ...................... 28/02 Hélio da Silveira Leite ........................... 01/03 Marineth Andrade Soares .................... 01/03 Reginaldo Cecilio de Souza ................. 01/03 José Alves Junior ................................. 01/03 Geraldo Carlos Turco ........................... 01/03 José Rodrigues de Paula ..................... 01/03 Aristóteles Gomes Neto ....................... 01/03 Silvério Alberto de Carvalho ................. 01/03 Enéias Ferreira Braga .......................... 01/03 Manoel dos Santos Pereira................... 02/03 Silas Santos Velasco Filho .................... 02/03 Idésio Alvarenga de Pinho ................... 02/03 Vanderlei José da Costa ...................... 02/03 José Felipe da Rocha ........................... 03/03 Eustáquio Nunes dos Santos ............... 03/03 Uberaldo Felipe Hoffmann ................... 03/03 Expedito Calazanz de Souza ............... 04/03 Maria José Augusto Andrade Vilela...... 04/03

Jozias Moreira da Silva......................... 04/03 Adelídio Albino da Costa ...................... 04/03 Milton Edgard Reis ............................... 05/03 Douglas Bezerra Adilson ..................... 05/03 Lair Machado Madrona ........................ 05/03 Afonso Gomes ..................................... 05/03 Antônio Vitor San Severino ................... 06/03 Hermínio Pinto de Carvalho .................. 07/03 Antônio Alves dos Santos ..................... 07/03 Márcio José de Freitas Martins ............. 07/03 Cazerina Cal Soares ............................ 08/03 Waltrude Vicente Vieira ........................ 09/03 José Olimpio Rosa ............................... 09/03 Clemilson Fernandes ........................... 09/03 Jair Modesto ........................................ 10/03 Amilton Caio de Figueiredo .................. 10/03 Geraldo Moreira de Oliveira ................. 10/03 José Neto Ferreira ................................ 10/03 Jabes Sabino Gonçalves ..................... 10/03 Geraldo Alves Pereira .......................... 10/03 João Ferreira dos Santos...................... 10/03 João Marques Pereira Neto .................. 11/03 Flancismar Adriano da Rocha .............. 11/03 Sebastião Luiz Gonzaga da Silva ......... 11/03 José Mario Rezende Toledo ................. 12/03 Oldair Martins Soares Filho .................. 13/03 Domingos Temponi Filho ..................... 13/03 Sebastião Pereira de Jesus .................. 14/03 José Evangelista .................................. 14/03 Antônio Pedro Braga Neto.................... 14/03 Dinah Rezende de Macedo.................. 14/03 Ozéias Batista Ramos .......................... 14/03 Cordovil Alves da Fonseca................... 15/03 Ozélio Ferreira Barbosa ....................... 15/03 Oliveiro Meireles Mendes..................... 15/03 Jasmo Antônio Braga ........................... 16/03 João Carlos Ramos .............................. 16/03 Pauliano Heriberto da Silva .................. 16/03 Waldir Torres........................................ 16/03 Catharina Gonçalves Porcaro .............. 17/03 Lindolfo Emílio Viana ............................ 17/03 César Augusto Rodrigues Pifano ......... 17/03 Aleandro Lima da Silva......................... 18/03 Ely Leite Ribeiro Sobrinho .................... 18/03 Cristina Maria Oliveira .......................... 18/03 José Francisco de Lima ....................... 19/03 Milton Dias Godinho ............................. 19/03 Vicente Loxe Madrona ......................... 19/03 Edson de Pinho Turco .......................... 20/03 Dirceu Rodrigues Soares ..................... 20/03 José Soares Leite ................................. 20/03 Pedro Nunes Almeida .......................... 20/03 Elvécio Souto de Almeida..................... 20/03 Walter Ferreira Neto ............................. 20/03 Vicente Matola Tomaz .......................... 20/03 Domingos Gomes Sampaio ................. 20/03 Elivardo Procópio dos Santos .............. 21/03 Luiz Bento de Carvalho ........................ 21/03 Diana Meyerfreund .............................. 21/03 Eusania Karla Miranda da Costa .......... 22/03 Moisés Bicalho de Pinho ...................... 22/03 Joaquim Marçal Neto ........................... 23/03 Edson Inácio Fernandes ...................... 23/03 Rubens Ferreira Neves ........................ 23/03 Serafim José da Cunha ........................ 23/03 Willian Clebson de Souza ..................... 23/03 Linaldo Barbosa Goularte .................... 23/03 Athaides Luiz da Silveira ...................... 23/03 Otacílio José Pires................................ 23/03 Márcio Santos Figueiredo .................... 24/03 Sérgio Barbieri Biscotto ....................... 24/03 Carminha Oliveira Sousa...................... 25/03 Grimaldo Leite ..................................... 25/03 José de Freitas da Costa ...................... 25/03 Jorge Nunes de Oliveira ....................... 25/03 Ilmo Coelho da Silva ............................. 26/03 Edmar Dias de Andrade ....................... 27/03 Célio Coutinho Junior ........................... 27/03 Izaias Soares Coelho ........................... 27/03 Marilda Lidya Soares Teixeira .............. 27/03 Edward Mariante.................................. 28/03 Joaquim Serafino da Rocha ................. 28/03 José Perpétuo Lacerda ........................ 28/03 Jonatan Machado ................................ 29/03 Antônio Lúcio Pereira ........................... 29/03 Lyrio Nunes Coelho .............................. 30/03 Neomiza Maria Pereira Andrade .......... 30/03

ABRIL

Aniversários

Elenilton Ferreira da Silva ..................... 30/03 Itamar Barreto dos Reis ........................ 30/03 Lindomar Castelane............................. 31/03 Kelyene Sued Leite Rabelo .................. 31/03 Flávio Vinícius Guimares ...................... 31/03 Gilfarley Madrona da Silva ................... 01/04 Divino Ribeiro Gonçalves ..................... 01/04 José Teodoro Leite............................... 01/04 Evaldo Santiago de Oliveira ................. 01/04 Roberto Santos Coelho ........................ 01/04 Nestor Batista Ramos........................... 02/04 Sebastião Pereira Garcia ..................... 02/04 Rilza de Castro Silva............................. 02/04 Elis Gonçalves Mendes........................ 02/04 Elias Máximo Damasceno .................... 03/04 Roosevelt Moreira Rocha ..................... 03/04 Marilza de Almeida Bacelar ................. 03/04 José Francisco de Souza ..................... 03/04 Ronaldo de Souza Farias ..................... 03/04 Ernani Alves Santiago .......................... 04/04 Wilson de Carvalho Nunes ................... 04/04 Hildo Valim ........................................... 05/04 Vicente José Cardoso .......................... 05/04 Conceição Aparecida de Oliveira ........ 05/04 José Andrade ...................................... 05/04 Marcos Vinícius Matias de Melo ........... 05/04 Valdemar Marques Pereira .................. 05/04 José Antônio de Araújo ........................ 06/04 Celso Botelho da Silva.......................... 06/04 Domingos Ramos de Carvalho............. 07/04 Ademir Rocha Netto ............................. 07/04 Nelson Rodrigues de Oliveira............... 07/04 Wanderson Salvino de Andrade........... 07/04 Agenor Martins .................................... 07/04 Hemerson Gonzaga da Silva................ 08/04 José Mariano Pires Viana ..................... 08/04 Sadi Rodrigues Garajau ....................... 08/04 José Flávio Andrade Quintão ............... 08/04 Wesley Oliveira Moura ......................... 09/04 Gedeão de Souza Braga ...................... 09/04 Enio Celso Gomes Batalha ................... 10/04 Vivaldo Marques Pereira ...................... 10/04 João Damião da Silva ........................... 10/04 Mário de Paula Dias ............................. 10/04 Josémar Romualdo de O. Coelho......... 11/04 Abraão Roldao Saraiva ........................ 11/04 José Schiavo Pereira............................ 11/04 Ataide Leão Campos ........................... 11/04 Vera Lúcia Pereira dos Santos.............. 11/04 Manoel José Ribeiro............................. 11/04 Epaminondas de Freitas Sobrinho ....... 12/04 Cipriano Francisco dos Reis Neto ........ 12/04 Júlio Marinho de Oliveira ...................... 12/04 Itamar Soares....................................... 12/04 Cleusa Cecílio D. de Souza .................. 12/04 Antônio Rodrigues de Aguiar ............... 12/04 Francisco Pires Neto ............................ 13/04 Marta Maria de Oliveira Araújo ............. 13/04 Merquiades José Miranda ................... 14/04 Ani Cristiano Dias ................................. 14/04 Otacílio Nunes da Silva ........................ 14/04 Alvino Moreira da Silva ......................... 14/04 Washington Domingues Motta ............. 14/04 Getúlio Ferreira de Castro .................... 15/04 José Geraldo Soares Salles ................. 15/04 Paulo Vergílio ....................................... 15/04 Onofre Pereira Rocha........................... 15/04 José Laurenço de Lima ........................ 15/04 Hermógenes Generoso dos Santos ..... 15/04

Colaboradores Márcio Luis Martins de Almeida ............. 18/2 Adriana Ferreira Lopes .......................... 28/2 Delvair Pires de Sousa ............................. 3/3 Donisete Sousa de Siqueira ..................... 7/3 João Marques Pereira Neto .................... 11/3 Marcos Roberto dos Santos ................... 11/3 Albino Enézio dos Santos ....................... 16/3 Rubens de Souza Neto........................... 18/3 Jaqueline da Silva Souza ....................... 22/3 Adailton de Souza Pereira ...................... 24/3 Judson do Carmo Pimentel ...................... 9/4


Artigo Jurídico

Participação e educação cooperativista: ingredientes

básicos para a sobrevivência de uma cooperativa

Marciano Adalberto de Jesus*

Um dos fatores marcantes que nos tem afetado nas ultimas décadas é a instabilidade econômica. Mudanças relacionadas ao mercado de forma em geral têm levado as organizações (empresas, cooperativas, poder público, ONGS e outros) a elaborarem a cada dia novos planos e estratégias para sobreviverem de forma sólida e competitiva, perante às oportunidades e ameaças que o meio onde atuam oferece. Diante dessa arena competitiva onde as organizações atuam é extremamente difícil e arriscado um dirigente assumir sozinho os rumos de uma empresa. Pois o que é certo hoje amanhã pode não ser. Se isso é válido para as empresas, muito mais vale para as cooperativas, que são um empreendimento coletivo, voltado exclusivamente para a prestação de serviço dos seus associados, tendo o compromisso de garantir a eles maior qualidade de vida e inserção no mercado. Para que isso aconteça, é preciso que haja o envolvimento, dedicação e participação do cooperado nos rumos da cooperativa, uma vez que ele é o sócio (dono). O que seria de um empreendimento se o dono do mesmo não participasse das ações, ajudando nos rumos das metas, defendendo-o a fim de que sejam atendidas a suas necessidades? Por mais eficientes que sejam os funcionários, com certeza essa empresa não atenderia à total necessidade desse dono. O fato de uma pessoa associar-se a uma cooperativa não indica que ela tenha pleno conhecimento sobre cooperativismo. Não é possível nos tornarmos cooperativistas de um “dia para o outro”, pois vivemos em uma realidade cujos valores adquiridos são outros, e dentre eles a competição. A cooperação, participação e envolvimento só se aprendem na prática. Esses conhecimentos se adquirem através da Educação Cooperativista que se dá por meio de reuniões de comunidades, encontros, seminá-

rios, dias e tardes de campos, diálogos, cursos e outros envolvimentos nas atividades da cooperativa. É através da prática e da vivência que a pessoa vai descobrindo os valores que compõem a cooperação: a liberdade, a igualdade, a participação, a democracia, a solidariedade, a justiça social, a cidadania. Precisamos nos envolver o máximo possível, para conhecermos de perto o que é e para que serve realmente uma cooperativa. A Educação Cooperativista é o quinto princípio do cooperativismo, o qual se consolida somente através da participação dos sócios da cooperativa, dirigentes, funcionários e outros prestadores de serviços que estejam ligados a esse empreendimento coletivo. Não há educação sem participação, e nem participação sem educação. São fatores interligados que juntos garantem a permanência sólida de uma cooperativa no mercado. Na medida em que associados, dirigentes, funcionários e demais envolvidos passam a compreender o que é e o que pode o cooperativismo e sua cooperativa, eles assumem com mais autenticidade o seu papel cumprindo-o com mais eficiência. Portanto, principalmente você que é associado, não deixe de participar das ações de sua cooperativa! Participe das reuniões de comunidades, de outros eventos participativos e de programas e projetos oferecidos por ela. A sua contribuição através da participação, gerando opinião, é muito importante. Não se esqueça de que a cooperativa é o reflexo das ações de seus associados. A resposta está em suas mãos. Participe! Sua cooperativa precisa de você. Saudações cooperativistas!

* Graduado em Gestão de Cooperativas • Educador Cooperativista da cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce

15


Artigo Campo

Leite Legal na Cooperativa* Pedro Repossi Jr.* A pecuária de leite nacional e internacional está passando por diversas adequações técnicas, principalmente as que dizem respeito à qualidade do leite. Nosso cenário local permite-nos vislumbrar grandes oportunidades para o Cooperado, uma vez que a Cooperativa incrementou em 2013 o pagamento pela qualidade, saindo de R$ 0,05 para R$ 0,12 por litro pago diretamente ao cooperado. Em função do peso que a qualidade possui na formação do preço do leite, a Cooperativa está trazendo para seus cooperados o Programa “Leite Legal” que está sendo desen-

volvido em todo Brasil pela CNA/SENAR em parceria com o SEBRAE que pretende criar possibilidades para que os pequenos e médios produtores produzam leite de qualidade, atendendo aos padrões exigidos pela legislação (Instrução Normativa 62), tendo como foco a redução da Contagem Bacteriana Total (CBT) e da Contagem de Células Somáticas (CCS). O SENAR MG firmou parceria com a QCONZ America Latina e juntos implantarão o Leite Legal em Minas Gerais, onde está prevista a capacitação de 15 mil produtores em 2014. O treinamento pressupõe o acompanha-

mento individual para verificação do aprendizado das boas práticas da produção de leite. FORMAÇÃO DAS TURMAS Cada turma será composta por um grupo de 15 produtores indicados pela Cooperativa, cujas análises de leite mostrem que estes produtores se encontram fora do padrão da normativa IN62 (que exigirá em 2016 de Contagem Bacteriana Total (CBT) menor que 100.000/ml e da Contagem de Células Somáticas (CCS) menor que 400.000/ml.

ATIVIDADE

DURAÇÃO

Treinamento teórico em qualidade do leite

8 horas

Orientações sobre os procedimentos realizados nas propriedades dos participantes (Prática)

4 horas por propriedade

APÓS 3 MESES - 1ª AVALIAÇÃO DE RESULTADOS

METODOLOGIA E CRONOGRAMA

Reunião com o grupo dos produtores, a agroindústria e o instrutor. Certificação de participação por participante

2 – 4 horas por propriedade

2ª Visita nas fazendas que não alcançarem os índices da IN 62 e repasse das novas orientações sobre os procedimentos

4 horas por propriedade

RETORNO - UM MÊS APÓS 1ª AVALIAÇÃO DE RESULTADOS

Reunião final com o grupo dos produtores e da agroindústria. As propriedades que não alcançarem os limites estabelecidos pela IN 62 poderão ser encaminhadas para assistência

16

A Cooperativa fez um compromisso de treinar 6 turmas para 2014, totalizando 90 propriedades até dezembro deste ano. De forma prioritária serão selecionados os pontos de coleta que historicamente apresentam-se fora dos padrões exigidos da IN 62, ou seja, CBT e CCS acima de 600 mil/ml.

2 – 4 horas por propriedade

Mais informações poderão ser adquiridas nas reuniões de comunidade através do Educador Cooperativista e diretamente no Departamento de Campo nos números 33-32028331/32028317/32028300 ou nos e-mails: pedro.junior@cooperativa.coop.br; mayara.lemos@cooperativa.coop.br; marciano.jesus@cooperativa.coop.br.

* Médico Veterinário, graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), especialista em Pecuária Leiteira, gerente do Departamento de Campo de Cooperativa. Bibliografia: Material Técnico do Programa Leite Legal


Pitadas

Carreteiros

Treinamento

Os carreteiros que prestam serviço à Cooperativa também receberam cestas de Natal para marcar o final do ano de 2013. Após uma reunião do setor, quando foi realizada a entrega das cestas, o carreteiro Marcone Pomarolli recebeu como brinde um pneu, por estar sempre presente e participando das reuniões.

Exames A Cooperativa estará realizando exames sorológicos de vacas e novilhas leiteiras para diagnóstico das doenças reprodutivas. A Vetex/Vencofarma disponibilizou gratuitamente 400 exames para serem utilizados pelos veterinários. Com o diagnóstico em mãos o cooperado poderá direcionar uma vacinação preventiva das doenças e ter futuramente ganhos evitando repetições de cio, abortos, absorções embrionárias e disseminação das doenças no rebanho. A solicitação deverá ser feita diretamente no Departamento de Campo.

Ultrassom Na manhã do dia 20 de janeiro a Cooperativa recebeu um novo aparelho de ultrassom. A entrega foi realizada em prol da parceria com a Ouro Fino Saúde Animal. O corpo técnico de veterinários da Cooperativa tem ainda outros dois aparelhos para atender aos cooperados que necessitarem desse serviço.

Pensando em atender a grande demanda que será gerada em 2014, quando começar a trabalhar com Fertilização In Vitro (FIV), entre os dias 16 e 18 de dezembro, três veterinários da Cooperativa participaram do curso de “Ultrassonografia Reprodutiva Bovina”, oferecido pela empresa Ouro Fino, por meio dos representantes Elesandre Clemente e Cristiane de Lima. O curso foi realizado na Fazenda da Ouro Fino, em Guatapará, interior de São Paulo e ministrado pelo veterinário especialista em Reprodução Bovina, Rafael Rodrigues. Participaram do curso a veterinária Ana Cristina Paes (Qualivet), o veterinário Rodrigo Santana (Rodrigo Santana ME), o gerente do Departamento de Campo Pedro Repossi JR, o veterinário Henrique Zampier (filho do conselheiro Geraldo Birro) e Leonardo Ferreira.


Social

Confraternização de final de ano

Flashs

Na noite do dia 6 de dezembro colaboradores, terceirizados, conselheiros e a diretoria da Cooperativa se reuniram no Taj Mahal Complexo de Entretenimento, para celebrar o ano de 2013. Ao som da Banda Ativa, formada por alguns colaboradores da empresa (especialmente para a ocasião), a diversão esteve garantida por toda a noite. Ao final, foram sorteados vários eletrodomésticos. Na ocasião, a diretoria agradeceu a dedicação de todos durante o ano. “Sem esse trabalho em equipe, de vocês, não seria possível obtermos uma trajetória de sucesso como a da Cooperativa! Vocês são peças fundamentais nesse processo”, disse o presidente, Guilherme Olinto.

O presidente Guilherme Olinto, o gerente Gilmar Oliveira e a coordenadora do RH Regiane Souza, presenteando o colaborador Lucas França da Logística

18

Colaboradores que se uniram para formar a Banda Ativa e animar a confraternização de final de ano da Cooperativa ao lado dos diretores

Gilmar Oliveira, Guilherme Olinto e Thiago Lemos, do Armazém Matriz, recebendo o brinde das mãos do vice-presidente João Marques

Eli de Souza, do Armazém Filial, sendo presenteado pelos diretores executivos da Cooperativa

Regiane Souza, João Marques e Guilherme Olinto presenteando a colaboradora Aline Nunes do Armazém Filial

Guilherme Olinto, Regiane Souza e Gilmar Oliveira com a colaboradora Mayara Lemos do Departamento de Campo

Presidente, coordenadora do RH e o gerente geral com o colaborador Marcos Roberto dos Santos do setor de Transporte

Guilherme Olinto, Regiane Souza e Gilmar Oliveira presenteando o colaborador Heber Marques da Logística e Captação


Regiane Souza do RH também foi sorteada e recebeu o brinde das mãos do diretores executivos

Conselheiro Edson Constantino também foi sorteado e recebeu o prêmio da diretoria executiva e da coordenadora do RH

Lider do Comitê Executivo cooperado Francisco Pires foi presenteado pela diretoria e gerentes

Conselheiro Turíbio Alves Modesto foi outro sortudo na noite de confraternização

Colaborador Edninho Pereira da Controladoria levou para casa um grill das mãos dos diretores executivos

Gilson Mendes do setor de Transportes foi presenteado pelos diretores Guilherme Olinto, João Marques e Regiane Souza

Estagiário Pedro Augusto Silveira recebeu o brinde das mãos dos diretores executivos e do gerente geral

A prestadora de serviços da Tigres, Islanea Mariano, recebendo seu prêmio das mãos dos diretores e do RH

Colaboradora Franscislene Moreto do RH com Regiane Souza, Guilherme Olinto e João Marques

Robson Campos do Armazém Matriz foi mais um dos colaboradores premiados na noite de confraternização da Cooperativa

Luciana da Tigres recebendo o premio das mãos do presidente, vice-presidente e do RH da Cooperativa

Noite animada pela banda Ativa, formada por colaboradores, na confraternização da Cooperativa


www.cooperativa.coop.br

Profile for cooperativagv

COOPERJORNAL FEVEREIRO DE 2014  

O Cooperjornal é a revista da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce que mantém seus cooperados e públicos de interesse informados sobre...

COOPERJORNAL FEVEREIRO DE 2014  

O Cooperjornal é a revista da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce que mantém seus cooperados e públicos de interesse informados sobre...

Advertisement