a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

1

www.cooperativa.coop.com.br


EXPEDIENTE:

EDITORIAL

Palavra do Presidente Caros amigos cooperativistas,

Finalmente, estamos no tempo das águas! Iremos preparar o solo, plantar as sementes e fazer com que o nosso melhor se reflita em produção. Passamos um ano difícil, com poucas chuvas e na expectativa de reação do mercado. Houve crescimento na produção em escala mundial, e trabalhamos muito, para ver esse aumento com qualidade no leite em que entregamos. Objetivos foram traçados, metas alcançadas e a recompensa começa a ser colhida agora. Com grande satisfação faremos a entrega do Bônus Fidelidade, um símbolo de orgulho para Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce.

COOPERJORNAL | Dezembro 2017

Neste Cooperjornal trazemos as primeiras amostras dos resultados de 2017. Fazemos um balanço do trabalho agronômico, mostramos a atuação do Educampo e trazemos as expectativas para 2018. Estamos confiantes no planejamento estratégico que temos realizado, e no caminho que traçamos há 10 anos. Produzir mais, com qualidade, com genética acessível, sem adição de custos, buscando lucro. Essa é a qualidade de vida que buscamos e que queremos celebrar em nosso Encerramento Anual.

Diretoria Executiva Diretor-presidente: Guilherme Olinto Abreu Lima Resende Vice-presidente: João Marques Pereira Neto Conselho Fiscal Jasmo Antônio Braga José Soares Teixeira Otacílio Nunes da Silva José Ferreira dos Santos Orlando Pereira Mendes Ilmo Coelho da Silva Textos Departamento de Comunicação e Eventos Juliana Pio – 12.137/MG Luciely Elorrany Revisão Tarciso Alves Fotos Arquivo Cooperativa Luciely Elorrany Colaboração Técnica Gilmar Oliveira (Gerente Geral) Alexandre Coelho (Gerente Dep. de Política Leiteira) Roberto O. Costa Filho (Eng. Agrônomo) Marciano de Jesus (Educador Cooperativista) Wilian Salvador (Controller) Projeto Gráfico e Diagramação Pop Comunicação Inteligente Impressão Gráfica Arco-Íris

Que venha 2018, com novas formas de fazer e ser Cooperativa! A nossa força está em cada um que acredita neste caminho. A nossa força está aqui!

Saudações cooperativas!

2

Conselho Administrativo Antônio Carlos Brandão Edson Constantino Ramos Fernando Antônio Ferreira Geraldo Antônio Birro Costa Guilherme Olinto Abreu Lima Resende João Marques Pereira Neto Mário Dias Leão Elias de Oliveira Alves Maurício Francisco de Souza

Rua João Dias Duarte, 1371/1395 Bairro São Paulo – 35030-220 Governador Valadares – MG Fone: (33) 3202-8300vv

Guilherme Olinto Abreu Lima Resende.

Sumário


Em mais um ano superamos as expectativas e no dia 18 de dezembro, a partir das 13h, no Parque de Exposições de Governador Valadares, será realizado o Encerramento Anual da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce 2017. Um evento tradicional, muito esperado por todos os cooperados. É durante esse evento que acontece a entrega do Bônus Fidelidade. O Bônus Fidelidade é uma premiação concedida ao cooperado pela fidelidade depositada na Cooperativa, ao entregar regularmente sua produção de leite entre 1º de janeiro e 30 de novembro de 2017. Além da entrega do Bônus Fidelidade teremos a palestra “Perspectivas do Mercado Lácteo 2018”, ministrada por Valter Bertini Galan, engenheiro agrônomo, formado pela ESALQ/USP em 1995, com mestrado em Administração pela FEA/USP em 2000. Trabalhou como Gerente, para a América do Sul, da área de Milk Sourcing da Nestlé/DPAM, tendo grande experiência na operação de compras de leite e na inteligência de empresas do setor, e mais de 20 anos de experiência no mercado lácteo. Também atuou na Pepsico e no Grupo Tereos, sempre na área de Procurement e desenvolvimento de ferramentas de relacionamento das indústrias junto aos seus fornecedores de matérias-primas agrícolas. E a palestra “Cooperativas felizes, pessoas engajadas, resultados que fazem a diferença”, ministrada por Benedito Nunes Rosa. Benedito é Graduado em Direito UBM, Especialista em Gestão de Organizações do Terceiro Setor (UFMG), Especialista em Gestão Estratégica de Cooperativas (Fundação Pedro Leopoldo), Especialista em Biopsicologia (Instituto Visão Futuro). Instrutor de Cursos e Professor; Idealizador e Fundador do Instituto Movimento pela Felicidade; Consultor em Desenvolvimento de Projetos

do Sistema OCB Nacional, Ocemg, Ocepar, Ocesp e Moderador de Grupos de Trabalho. Produzir Mais, Qualidade do Leite, Sustentabilidade da Atividade, Melhoramento Genético, Reduzir Custos, Lucratividade e Qualidade de Vida. São os pilares que norteiam a gestão da Cooperativa. E pensando na “Qualidade de Vida”, de vida da família cooperativista, foram escolhidos temas que representam esses pilares. O Encerramento Anual é um momento de reflexão do ano que está terminando, e de planejamento do ano que se inicia.

Chegamos à conclusão de mais um ciclo, mostrando o diferencial que buscamos. Neste Encerramento Anual, iremos aproximar o cooperado das expectativas do mercado e refletir sobre os resultados que realmente fazem a diferença. Será celebrado no dia 18, a força de uma Cooperativa sólida que entrega a cada cooperado fiel a consagração do esforço realizado ao longo do ano. Esse é o objetivo do Bônus Fidelidade, fruto de um trabalho que desenvolvemos juntos.” João Marques Pereira Neto (Vice-presidente da Cooperativa)

www.cooperativa.coop.com.br www.cooperativa.coop.com.br

Resultados que fazem a diferença

3

3


COOPERJORNAL | Dezembro 2017

4

3° Workshop Crê$er Cooperativa supera expectativas

A 3° edição do Workshop Crê$er Cooperativa proporcionou um dia de conhecimento. Com o tema “O futuro da produção de leite no Vale do Rio Doce”, o evento aconteceu no dia 24 de outubro e contou com a participação de mais de 300 pessoas, entre cooperados e produtores rurais, no Parque de Exposições de Governador Valadares.

O evento veio no momento certo, principalmente no atual cenário da pecuária leiteira. As palestras foram muito bem ministradas e escolhidas, com temas abordados bastante interessantes. O que me chamou a atenção também foi a participação muito grande da plateia e a forma como as respostas foram dadas, de modo muito preciso e informativo. Com certeza será tirado muito bom aproveito daqui.” Júlio Cezar de Almeida Mendonça (Cooperado da comunidade Pingo d’Água)

Nesse Workshop o Sebrae Educampo apresentou cases de sucesso da nossa região, que evoluíram a partir das consultorias que receberam do projeto da Cooperativa. Um deles foi o cooperado, Elias Oliveira Alves, líder da comunidade de Boa União e participante desde o início.

Pelos dados apresentados pudemos verificar que houve uma melhora significativa dentro destes três anos que participo do Educampo. A expectativa é que, junto com o acompanhamento do projeto, continue evoluindo ainda mais na atividade. Hoje, dou muito mais atenção ao manejo, a genética e a alimentação, de forma que consigo ser autossuficiente dentro dos períodos críticos que estamos atravessando. Elias Oliveira Alves (Cooperado da comunidade Boa União)


3° WORKSHOP CRÊ$ER COOPERATIVA SUPERA EXPECTATIVAS

O nosso principal objetivo foi alcançado, que era despertar o interesse de buscar melhorarias nos indicadores dos produtores e nas condições atuais de rentabilidade nas fazendas da região. Isso fortalece a parceria com a Cooperativa, fazendo com que os produtores queiram ampliar os fatores custo-benefício presentes na própria fazenda. Ao mesmo tempo contribui para que surjam novas oportunidades para cooperados que queiram entrar no grupo do Educampo. Pessoas que precisam estar dispostas a ter um trabalho refinado de gestão a longo prazo. Bruno Magalhães (Consultor do Sebrae Educampo)

Um dos temas que também foi abordado no Workshop foram as dificuldades enfrentadas pela escassez hídrica. Segundo o agrônomo AlexAndré Sylvio, o período é de alerta mesmo com início das chuvas.

Aqui na região não temos um regime hídrico muito favorável. Temos períodos secos mais extensos e períodos chuvosos com uma quantidade menor de chuvas, além de serem mal distribuídos. Isso tudo tem comprometido todos os processos produtivos ao longo da Bacia do Rio Doce, principalmente do homem do campo, que depende da água para produzir. Se não mudarmos o nosso comportamento, com relação às questões ambientais, a tendência é piorar. AlexAndré Sylvio (Engenheiro agrônomo)

www.cooperativa.coop.com.br

O médico veterinário e consultor do Educampo na Cooperativa, Bruno Magalhães, reforça que a realização do Workshop é um incentivo para mais produtores buscarem suporte técnico no desenvolvimento da atividade.

5


3° WORKSHOP CRÊ$ER COOPERATIVA SUPERA EXPECTATIVAS

COOPERJORNAL | Dezembro 2017

O diretor-presidente do Instituto BioAtlântica (IBIO), Eduardo Figueiredo, também esteve no Workshop para discutir a importância do Comitê de Bacias Hidrográficas e a Importância do Produtor no Processo de Recuperação de Nascentes

6

O comitê é formado pela sociedade civil e poder público. Então, quando surgem iniciativas como esta da Cooperativa, temos a oportunidade de estabelecer uma relação direta com aquelesque são dependentes do rio. A Cooperativa, pela característica de organização de um determinado setor e espírito de colaboração, é uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento econômico e ambiental da região. Sem dúvida, é fator chave neste projeto. Eduardo Figueiredo (Diretor-presidente do Instituto BioAtlântica - IBIO)

Para falar sobre “O futuro da produção no Vale do Rio Doce”, quem esteve presente no Workshop foi o coordenador técnico no Estado de Minas Gerais, do projeto Sebrae Educampo, Christiano Nascif. Através de dados e cases, Nascif, mostrou que o caminho é através de um gestão eficiente.

O grande objetivo de qualquer negócio é ganhar dinheiro com a atividade, de forma sustentável. A gestão é a maneira de quantificar, conhecer de fato os números de sua empresa, e saber se está ganhando ou não dinheiro com a atividade. Por muito tempo sempre se deu muita prioridade à parte técnica, no aumento da produção e da produtividade sem englobar a gestão. Agora o desafio é fazer o produtor ganhar mais de forma sustentável, por um longo período. E a gente consegue fazer isso somente através da gestão técnica e econômica da propriedade, tendo o planejamento de onde o produtor está e aonde ele quer chegar e como deve ir.” Christiano Nascif (Coordenador técnico estadual do Sebrae Educampo)


3° WORKSHOP CRÊ$ER COOPERATIVA SUPERA EXPECTATIVAS

Tivemos um dia de bastante proveito. Discutimos temas que precisam urgentemente de nossa atenção. Estamos cada vez mais suscetíveis a situações que fogem ao nosso controle, mas que podem ser superadas através de uma boa preparação. Somos capazes de melhorar a forma de gerir o nosso negócio, de ter um melhor manejo, de planejar para não sair no prejuízo, entre outras coisas. Para a Cooperativa fica o sentimento de dever cumprido na realização do Workshop. Que todos possamos compartilhar e aplicar aquilo que aprendemos nesse dia de conhecimento.

sementes pastagens

``de Produtor pra Produtor´´ ``de ``deProdutor Produtorpra pra Produtor´´ Produtor´´

7

``AMaier MaierSementes Sementesapoia apoiaos os ``A ``A Maier Sementes apoia os produtoreseeeooocooperativismo cooperativismo produtores cooperativismo produtores agradeçeàààCooperativa CooperativaAgropecuária Agropecuária eeeagradeçe Agropecuária agradeçe Cooperativa doVale Valedo doRio RioDoce Docepela pelaconfiança confiançaeee do Doce pela confiança do Vale do Rio parceria.´´ Montagner Maier - -Diretor parceria.´´ Antonio AntonioCarlos Carlos Montagner Maier - Diretor parceria.´´ Carlos Montagner Maier Diretor

www.maiersementes.com

www.maiersementes.com www.maiersementes.com

www.maiersementes.com

sementespastagens pastagens sementes

Maier Sementes apoia os utores e o cooperativismo radeçe à Cooperativa Agropecuária ale do Rio Doce pela confiança e eria.´´ Antonio Carlos Montagner Maier - Diretor

Guilherme Olinto Resende (Presidente da Cooperativa)

www.cooperativa.coop.com.br

Ao final do Workshop foram sorteados prêmios que juntos, somaram mais de 10 mil reais. Para o presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto Resende, o saldo do Workshop foi bastante positivo.


Coordenador do Educampo avalia indicadores de crescimento do grupo da Cooperativa

Os integrantes do projeto Sebrae Educampo se reuniram, no auditório da Cooperativa, no dia 14 de outubro, para discutir os indicadores, dados estatísticos sobre cada fazenda participante do projeto, do ano de 2017. Ao total, são 20 cooperados participantes que têm acompanhamento técnico do consultor do projeto, Bruno Magalhães, que tem o objetivo melhorar o negócio de forma sustentável.

COOPERJORNAL | Dezembro 2017

O bate-papo contou com a presença de Christiano Nascif, coordenador técnico do Sebrae Educampo, no Estado de Minas Gerais. Segundo ele, numa avaliação geral dos indicadores, o grupo da Cooperativa se destaca nos resultados a nível estadual.

8

É muito difícil uma pequena, média ou uma grande empresa ser lucrativa ou com resultados positivos, sem uma assistência técnica adequada. No nosso caso, que é o leite, é quase impossível. Porque todos os dias defrontamos com situações adversas. Então, procuramos contar com pessoas treinadas e capacitadas para nos auxiliar. O Educampo é um deles. Estou confiante nos resultados que vou conseguir dentro das metas que buscamos. Hoje o grupo de produtores que participam do Educampo em parceria com a Cooperativa tem uma diferença gritante diante dos demais grupos. Os resultados melhoraram muito. Os produtores estão com maior volume de leite e melhor qualidade, com uma produtividade por vaca maior, com grande parte dos produtores operando no positivo em termo econômico. Mesmo num momento de crise de preço de leite, eles estão operando com o caixa positivo, com custos menores que o preço, o que é extremamente favorável. Christiano Nascif (Coordenador técnico estadual do Sebrae Educampo)

Antes da reunião, Nascif, esteve visitando a propriedade do cooperado Nilton Borges, da comunidade de Periquito. Para Nilton é uma satisfação estar no projeto.

Nilton Borges (Cooperado da comunidade de Periquito)

O consultor do Educampo na Cooperativa, Bruno Magalhães vê o grupo com otimismo, para o ano de 2018.

Estamos diante de propriedades que têm grande potencial, o que nos possibilita realizar um trabalho amplo, de acordo com a realidade de cada fazenda. O nosso objetivo é difundir o desenvolvimento gradativamente, de forma que, não fique maçante para o produtor e que ele possa ver o benefício no bolso a médio prazo. Acredito que o grupo está evoluindo conforme o planejamento. Esperamos que no próximo encontro mostremos indicadores superiores aos de 2017. Bruno Magalhães (Consultor do Sebrae Educampo)


Nascido e criado na fazenda. José Barreto Lopes tem 78 anos e há mais de 50 trabalha com atividade leiteira. Iniciou ainda pequeno com o pai, e passou a ganhar do próprio esforço com o sogro. Anos depois, dedicou-se a comprar as próprias terrinhas e o que começou no município de Tarumirim hoje se expandiu para quatro propriedades, administradas por ele, a esposa e os quatro filhos. São mais de 40 anos dentro do Cooperativismo. Se dedica ao Educampo, ao melhoramento genético e à produção de qualidade. Participa do Concurso Leiteiro da Cooperativa há mais de 20 anos, ainda quando era realizado a nível de fazenda, pois, segundo ele, possui interesse em apresentar aquilo que vive na fazenda. José Barreto Lopes tem a convicção de que a Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce é uma grande parceira em seu negócio. São anos de dedicação, que resultam em mais de 20 mil litros/mês entregues integralmente na cooperativa. Com satisfação, afirma que acredita no leite, mesmo em altas e baixas, pois tudo e todos que possui vieram deles. Hoje, o leite é o sustento, a dedicação e a força de seu negócio. Para ele, a motivação em continuar é como se fosse um velho ditado: “O que ganha pouco, mas não joga fora, vai crescendo”.

www.cooperativa.coop.com.br

Perfil Cooperado: José Barreto Lopes

9


Balanço agronômico: os benefícios do investimento em alimentação Já é comprovado que o maior custo dentro da propriedade atualmente é com a alimentação. São mais 50% do lucro voltados em alimentos para o gado. Pensando nisso, a Cooperativa oferece a todos os cooperados, dentro do departamento de Política Leiteira, o suporte técnico agronômico. Assim o cooperado passa a produzir comida de qualidade, melhorando a dieta dos animais e equilibrando os gastos. Desde 2014, é desenvolvido esse trabalho nas propriedades, e os resultados têm sido impressionantes.

COOPERJORNAL | Dezembro 2017

Na propriedade do cooperado José Maria de Souza tem sido desenvolvido o plantio de cana de açúcar, milho, sorgo e capim elefante.

10

Para mim foi excelente a participação da Cooperativa, principalmente com o acompanhamento do agrônomo durante todo processo. Quando solicitado, ele vem à propriedade e dá o apoio a mim e aos meus funcionários da forma correta de fazer, seja com equipamentos, com adubação, etc. Porque muda totalmente o conceito da gente, em termo de plantio. Eu estou muito satisfeito com o apoio da Cooperativa, e pelo projeto que tem sido desenvolvido aqui. Tenho certeza que ano que vem terá bastante comida para os animais.” Martinho Magno de Souza (filho do cooperado José Maria de Souza - Fazenda Santa Edwiges)

Na propriedade do cooperado José Lucca, tem sido desenvolvido o plantio de milho, sorgo e cana-de-açúcar.

Tem sido simplesmente espetacular, sendo das três primeiras lavouras de milho do projeto, a minha está entre elas. O resultado da minha silagem, indiscutivelmente melhor. Muito melhor. E todas essas melhorias na minha fazenda, na parte de produtividade, na produção de volumoso, melhorou infinitamente depois desta assistência agronômica da Cooperativa. Há 3 anos, eu tirava de 600 a 700 litros de leite, e hoje, passei para mais de 2.000 litros. Durante a seca não tenho problemas com comida, graças ao planejamento que é feito pelo agrônomo. Hoje a administração de uma fazenda deve ser pensada primeiramente na comida, pois sem a alimentação não se consegue nada. Essa é a nova mentalidade da fazenda depois da assistência que recebemos.” José Lucca (Fazenda Monte Verde)


BALANÇO AGRONÔMICO: OS BENEFÍCIOS DO INVESTIMENTO EM ALIMENTAÇÃO

Eu tive ajuda no desenvolvimento de um piquete rotacionado. Eu tirava 80 litros de leite, e hoje estou tirando 300 litros. Um ano e meio depois que foram implantados os piquetes aqui na fazenda. Tive orientação na divisão dos piquetes, na irrigação, e na adubação. Melhorou a qualidade do meu gado, melhorou a produção de leite, melhorou o stress do gado e outros fatores. Consigo rodar o gado todo com estes piquetes rotacionados. São 3.8 hectares, com 26 vacas tirando 300 litros de leite. Para mim, a assistência agronômica tem sido uma das melhores da Cooperativa.” Marcelo Magela (Fazenda da Paca)

Na propriedade do cooperado Geraldo Birro, tem sido desenvolvido o trabalho de piquetes rotacionados e plantio de milho.

Tem sido desde 2015 desenvolvido um trabalho de piquete rotacionado e milho irrigado. E estou muito satisfeito, principalmente de 2016 pra cá em que comecei a colher os frutos desse projeto. Também tenho outra área em que já penso em expandir este trabalho junto à assistência agronômica da Cooperativa.” Geraldo Birro (Fazenda Almenara)

O departamento de Política Leiteira conta com um agrônomo e um técnico agronômico. De janeiro a novembro de 2017, já foram realizados os seguintes serviços pela assistência agronômica:

Tipo de Trabalho Análise de solo Projetos Total de Cooperados Atendidos

Tipos de Irrigação Milho Capineira Piquetes Rotacionados Total

Quantidade 210 84 80

Hectare 319,25

Hectare 53,36 11,71 234,67 299,74

www.cooperativa.coop.com.br

Na propriedade do cooperado Marcelo Magela é realizado o trabalho de piquete rotacionado.

11


rosa azul

COOPERJORNAL | Dezembro 2017

outubro

12

A sexta-feira do dia 27 de outubro foi reservada para falar da saúde no auditório da Cooperativa. A Clínica AliMente, através da nutricionista Maria Emília de Abreu e da psicóloga Marcela Becho, ministrou uma palestra sobre a nutrição comportamental. A ação contou com participação das colaboradoras do administrativo, Armazéns e terceirizadas. Na oportunidade foi desenvolvida a técnica Mindful Eating e sorteada uma sessão de auriculoterapia. A campanha mundial do Outubro Rosa foi criada para lembrar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, (INCA), em 2016, quase 58 mil casos foram identificados no Brasil.O câncer de mama é uma doença decorrente da multiplicação de células anormais nas mamas, resultando em um tumor, que pode ou não chegar a outros órgãos. O tratamento pode ser bastante eficaz quando o tumor é diagnosticado e tratado rapidamente. Raro antes dos 35 anos, o câncer de mama tem incidência maior em mulheres acima de 50 anos.

novembro

Durante a reunião do Comitê Educativo, no dia 6 de novembro, foi realizada em parceria com a Unimed para os cooperados presentes: aferição de pressão e exames de glicemia como parte da ação Novembro Azul da Cooperativa. Com o objetivo de conscientizar a população masculina, motivá-la a fazer exames preventivos, combater a doença e diminuir a taxa de mortalidade, o Instituto Lado a Lado pela Vida e a SBU desenvolvem a campanha Novembro Azul, iniciativa que já faz parte do calendário nacional das campanhas de prevenção no Brasil. O câncer de próstata é o mais frequente no sexo masculino, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma, que afeta homens e mulheres. De acordo com estatísticas, a cada seis homens, um é portador da doença. A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) estima que, em 2014, 69 mil novos casos tenham sido diagnosticados, ou seja, um caso a cada 7,6 minutos.


13

www.cooperativa.coop.com.br


Homenagem a Armando de Oliveira Tavares

COOPERJORNAL | Dezembro 2017

Antes do início das palestras do 3° Workshop, aconteceu a consagração de mais de 30 anos de trabalho na Cooperativa, ao Sr. Armando de Oliveira Tavares. Ele recebeu a entrega de uma placa de homenagem, pela função que exerceu de gerente comercial do Armazém, entre 2008 e 2017. No dia 21 de outubro os colaboradores do Armazém da Cooperativa (Matriz e Filial) e parceiros comerciais também prestaram uma homenagem simbólica, quando foi anunciada a sua aposentadoria.

14

Para dar sequência aos trabalhos desenvolvidos nos Armazéns da Cooperativa, o antigo gerente júnior, Thiago Lemos, assume a função de gerente total do Armazém, Matriz e Filial.

Além disso, o Sr. Armando recebeu o título de Cidadão Valadarense no dia 30 de novembro na Câmara Municipal de Governador Valadares, pela história que desenvolveu dentro da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce.

Fico contente de continuar uma história que teve total dedicação ao cooperativismo. São anos de aprendizado e admiração pelo exemplo que é o Sr. Armando. Estarei sempre à disposição de todos os cooperados e clientes para garantir a qualidade e o serviço prestado, com o objetivo de entregar a todos o melhor de nossos armazéns.”

Thiago Lemos (Gerente comercial do Armazém da Cooperativa)

A Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce é honrada pelo companheirismo e paixão do Sr. Armando em fazer acontecer, sendo um modelo de colaborador e amigo, que permite afirmar que “a força do cooperado está aqui!”


Pitadas ABLV completa 23 anos No dia 18 de outubro a Associação Brasileira da Indústria de Leite Longa Vida completou 23 anos. Em comemoração, aconteceu um jantar de confraternização e o presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto Resende, esteve presente.

Conselheiros Aniversariantes No dia 16 de outubro foi comemorado o aniversário dos conselheiros de administração Geraldo Birro e Edson Constantino. Parabéns!

25 Anos do IMA No dia 19 de outubro o vicepresidente da Cooperativa, João Marques Pereira Neto, participou da homenagem de 25 anos ao Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

Foram certificados na OCEMG o vice-presidente da Cooperativa, João Marques Pereira Neto, e o diretor da Unimed, Paulo Fontes, pela realização do Lidercoop (Programa de Gestão Avançada para Lideranças). O curso teve duração de um ano e é realizado pelo Sistema OCEMG em parceria com a Fundação Dom Cabral. Na foto o vicepresidente da Cooperativa, João Marques, o presidente do Sistema OCEMG, Ronaldo Sucato, o superintendente da OCEMG, Alexandre Gatti e o professor da Fundação DomCabral, José Pedro Lins.

www.cooperativa.coop.com.br

LIDERCOOP

15


PITADAS

Programa Capacitação para Gestores de Cooperativas Agropecuárias O presidente da cooperativa, Guilherme Olinto Resende, participou nos dias 06 e 07 de novembro do Programa Capacitação para Gestores de Cooperativas Agropecuárias, ministrado pelo Sistema OCEMG.

Mudas de canas-de-açúcar para os cooperados O departamento de Política Leiteira está disponibilizando a compra de mudas de canas-deaçúcar para os cooperados. A variedade é RB 867515 e o incentivo faz parte do Projeto Cre$er Leite.

COOPERJORNAL | Dezembro 2017

Para mais informações, entre em contato no Departamento de Política Leiteira (33) 3202-8331

II Semana Acadêmica do Curso de Cooperativismo na UFV No dia 06 de outubro, o educador cooperativista, Marciano Adalberto de Jesus representou a Cooperativa na II Semana Acadêmica do Curso de Cooperativismo na Universidade Federal de Viçosa (UFV). Além de ministrar uma palestra sobre o case da Cooperativa com as Reuniões de Comunidade, também participou da mesa redonda sobre cooperativismo.

16

Qualidade superior em Qualidade em sementessuperior forrageiras. sementes forrageiras. sementesantafe.com.br

sementesantafe.com.br


br

PITADAS

I Fórum de Empreendedorismo O educador cooperativista Marciano Adalberto de Jesus representou a Cooperativa no I Fórum de Empreendedorismo, em Tarumirim. O educador cooperativista ministrou uma palestra sobre Cooperativismo, Associativismo e Sindicalismo como oportunidade no Empreendedorismo.

Posse Associação Médica No dia 23 de novembro, no Espaço Cultural La Vitta, o presidente da Cooperativa Guilherme Olinto Rezende esteve na cerimônia de posse da nova diretoria da Associação Médica de Governador Valadares. Na foto, Guilherme Olinto com o presidente da CDL-GV, Dênis Ribeiro Leite e Roberto Machado, presidente da Associação Médica.

O vice-presidente da cooperativa, João Marques Pereira Neto participou no dia 29 de novembro do Censo das Cooperativas de Leite, organizado pelo Sistema OCB e da Embrapa Gado de Leite. O objetivo do evento foi conhecer a realidade do setor leiteiro, além de buscar soluções para que as cooperativas ampliem e fortaleçam sua relação com os produtores e com o mercado consumidor. Na foto João Marques e Samuel José de Oliveira, representante da Embrapa.

www.cooperativa.coop.com.br

Censo das Cooperativas de Leite

17

Aniversário Guilherme Olinto No dia 02 dezembro completou 70 anos o presidente da Cooperativa, Guilherme Olinto de Abreu Lima Resende. Na foto Guilherme, junto à esposa Aguimar Zanon Resende e os filhos Edberto Zanon Resende e Amanda Zanon Resende.


COOPERJORNAL | Dezembro 2017

DEZEMBRO

18

1/12 1/12 1/12 1/12 2/12 2/12 2/12 4/12 6/12 6/12 6/12 7/12 7/12 7/12 8/12 8/12 9/12 9/12 10/12 10/12 10/12 11/12 11/12 11/12 12/12 12/12 12/12 13/12 14/12 14/12 14/12 15/12 16/12 16/12 17/12 17/12 19/12 19/12 20/12 20/12 20/12 21/12 21/12 21/12 21/12 22/12 22/12 22/12 22/12 23/12 24/12 24/12 25/12 25/12 26/12 26/12 27/12 27/12 28/12 29/12 29/12 30/12 31/12 31/12 31/12 31/12

Célio LEITE CELSO CHAVES DE SÁ RONALDO BATISTA DE CARVALHO SALVADOR PEREIRA DOS SANTOS GUILHERME OLINTO A. L. RESENDE José CAMPOS MADRONA Raimundo Dornelas Filho ADEMAR FELICIANO LEITE Fabiano Alves Moura MARIA Gonçalves DE SOUZA LEITE OTACíLIO DE SOUZA PERPéTUO ADEILTON GOMES DA SILVA EDNILDA ROSA COSTA PABLO José ANDRADE José AFONSO CAMELO Milton Joviano Pereira FERNANDES José DE OLIVEIRA ZILDA BATISTA DE FIGUEIREDO GERALDO SOUZA GOURLARTE José LAVIOLA NETO DE LIRA WILSON FERREIRA DE Sá CARLOS José RODRIGUES JUAREZ PEDRO SALES DA SILVA WEMERSON José SOARES ANTONINO ANDRADE Gonçalves JOãO GOMES DE OLIVEIRA Sebastião DE ALMEIDA Márcio Geovany Ferreira ANADéLIA PIRES DE SOUZA COSTA ANDERSON FERREIRA DA SILVA VALDEMAR GESTEIRA DE SANTANA Manoel Vicente Ferreira FLáVIO ALVES DE LIMA Gilmar da Silva Antônio Carlos Braga Filho DOUGLAS RIBEIRO Gonçalves RAMOS CLóVES ANDRADE SILVA WALDEMAR CAMILO DA SILVA CARLOS SOUZA CARVALHO Gilberto Martins de Andrade José FIGUEIREDO DOS REIS ADILSON MARTINS DE OLIVEIRA DANIEL Antônio LUCAS MARIA APARECIDA FERREIRA SOUZA MAXWELL OLIVEIRA TERTO DA COSTA CELSO Gonçalves DIAS Genilson da Silva Dias GERSONEY RUELA DE OLIVEIRA José BARRETO LOPES JUNIOR Dilson Pieper José PEDRO DE OLIVEIRA LUIZ MOURA DA SILVA EUDES TADEU DO NASCIMENTO WANDERLEI PEDRO BARBOSA José Daniel Zeferino PAULO ROBERTO MARTINS REGINO João ROSA Sebastião Celso de Aguiar Guerra LUZIA REIS DE SOUZA ELIAS DE OLIVEIRA ALVES JOAQUIM FERREIRA NETO FERNANDO FERNANDES André AUGUSTO DE OLIVEIRA Áurea Alves de Sousa Daiany Suellen de Lima Machado SILVESTRE INáCIO DE OLIVEIRA

JANEIRO 1/1 1/1 1/1 1/1 2/1 2/1 2/1 2/1 3/1 4/1 4/1 5/1 5/1 7/1 7/1 8/1 9/1 10/1 11/1 11/1 12/1 12/1 12/1 12/1 13/1 13/1 14/1 14/1 14/1 14/1 15/1 16/1 16/1 16/1 16/1 17/1 17/1 18/1 19/1 19/1 20/1 20/1 20/1 21/1 21/1 22/1 22/1 23/1 24/1 25/1 25/1 25/1 25/1 25/1 25/1 26/1 27/1 27/1 28/1 28/1 29/1 29/1 29/1 30/1 30/1 30/1 31/1

ELIANA MACHADO DE ALMEIDA ELIEZER LOURENCO DOS SANTOS João FERNANDES NETO José GARCIA VALADARES Antônio CARLOS MARTINS GUEDES Dnalva de Almeida Coqueiro EDILSON RIBEIRO DOS SANTOS José MOISéS DO NASCIMENTO NILCéIA Gonçalves DE SOUZA Geraldo Magno Pacheco João ALBANO DE SOUZA ERLON PEREIRA GUALBERTO GILMAR LOPES FRAGA DARCI LUCIANO DE PINHO Maria Lúcia Tavares José MARIA DE SOUZA Joaquim Coelho Pinheiro AndréSSA MARQUES ROELLA IDáRIO DOS SANTOS PENA Nair Elgita de Oliveira Elizeu Ton Marcela SpInola Simoes Maria Verônica Goulart Lopes Osenilda de Souza Valverde MARIA AIRES ANDRADE SUELI DOS REIS REZENDE João DOMINGOS FERREIRA NETO José EURICO LUIZ DE ALMEIDA Marcos Antônio de Araújo PAULO AFONSO PEREIRA ADéLCIO CALDEIRA DOS SANTOS José Faria da Silva MARCELO DE MATOS FERREIRA SEBASTIANA MARTINS DA SILVA Sebastião Eloi da Silva Antônio DA SILVA COSTA JUAREZ RUY BARBOSA GERALDO DIAS LEãO ROBERTO CARLOS DE OLIVEIRA Sebastião de Almeida Torres César Romero e Silva JARDELISON GILANY DA SILVA PEDRO PEREIRA CARDOSO JúNIOR Carlos Quirino Vieira OSVALDO VICENTE DOS SANTOS GERRI CRISTóVãO LUCAS VALDECIR PINTO DE FARIAS VANTUIL TEIXEIRA DE SOUZA HERSON DE OLIVEIRA ADAIR SOARES DOS ANJOS Antônio Carlos de Aguiar CERVO PAULO DO CARMO EDNA APARECIDA SILVEIRA JOAQUIM RAPOSO BARBOSA JOVENTINO NUNES RUSEMBERGUE MARTINS GUALBERTO José FERREIRA DE SOUZA LEôNIDAS DA SILVA PEREIRA ADEMAR CâNDIDO AVELINO PEDRO Gonçalves CHAVES FRANCISCO PIRES DE SALES MARIA DE LOURDES PEREIRA WILSON ALBARES DE SÁ CELMA Gonçalves DE ANDRADE SILVA GERALDO LOPES VASCONCELOS NILSON DOS SANTOS GILBERTO Antônio BRAGA GARCIA

FEVEREIRO 1/2 1/2 1/2 1/2 2/2 2/2 2/2 4/2 4/2 4/2 4/2 4/2 5/2 5/2 6/2 6/2 6/2 6/2 6/2 7/2 7/2 8/2 8/2 9/2 9/2 11/2 11/2 12/2 12/2 12/2 13/2 13/2 13/2 13/2 13/2 14/2 14/2 14/2 14/2 14/2 16/2 16/2 17/2 18/2 19/2 19/2 19/2 20/2 20/2 20/2 20/2 20/2 21/2 21/2 21/2 22/2 22/2 22/2 22/2 22/2 23/2 23/2 23/2 23/2 24/2 25/2 25/2 25/2

CâNDIDO GARCIA DE OLIVEIRA DANIEL VIEIRA DOS SANTOS Evaldo Soares Muniz José LEANDRO FILHO EDISSON FLAUSINO ALVES Hélio Wilson Correa da Costa Tales Porto Batista AGNALDO MARINS ROCHA ALTAMIRO REIS BRUM Antônio Francisco Sobrinho José BATISTA LAGE José MARTINS ANDRADE JAIR SOARES PEREIRA José CARLOS DE ARAúJO ALDINEI Gonçalves BARBOSA Jacy Eugênio de Paula José Tito Diogo NONATO LINS DANTAS PAULO CéSAR DE OLIVEIRA AndréIA GARCIA DE SOUSA POMAROLI IVO Gonçalves DE OLIVEIRA AFONSO MIGUEL DE ALMEIDA REGINALDO Antônio VILELA HELENA IRANY F. DA SILVA PAES Sirlene Ferreira da Silva Garcia GERALDO RAMOS SILVéRIO RODRIGO COELHO FAVA AILSON DE SOUSA PIMENTEL FARIDE ALVES DOS SANTOS SILAS DIAS COSTA JúNIOR Gerson Pereira Arruda João FAUSTINO BRAZ LUIZ DE ALMEIDA E SILVA MATHEUS PIGORETTI DE SOUSA Silvano Silveira Ribeiro ABEL LUCAS EVANGELISTA IOLANDA QUINTãO DE Sá MARINHO José DE OLIVEIRA FILHO MARCELO SOARES DE ANDRADE Vilma Augusta de Paulo GERALDO PINTO PEREIRA MILTON José GUSMãO LUIZ HENRIQUE DE ANDRADE SíLVIO MATHEUS DE ARAúJO FRANCISCO MARTINS DE SOUZA Julimar Francisco de Souza NELSON PAULO DA SILVA ARILSON CAMPOS DE SOUSA Júlio César de Almeida Mendonça Márcio PIMENTA DE FIGUEIREDO THIAGO DOS SANTOS FIGUEIREDO Vicente Goulart Lopes José Marcelo Pereira MAURíCIO FRANCISCO DE SOUSA MAURO FRANCISCO DE SOUSA ADíLIO GOMES DE BRITO ELPíDIO CARLOS DOS SANTOS Ivan Moura da Silva RICARDO TERTULIANO DE SOUZA SERAFIM FERREIRA BRUNO GEOVANE PAIS DIAS GERALDO Gonçalves DE SOUZA José Ciqueira de Oliveira WARLEN DA SILVA XAVIER Antônio MODESTO AGUIAR NETO Antônio DA MATA REZENDE HELBAS DOS SANTOS MOTTA José LUIZ TEODORO ALVES

25/2 26/2 26/2 26/2 27/2 27/2 27/2 27/2 27/2 28/2 28/2 28/2

LUIZ EUSTáQUIO SOUZA FRANCO Eliomar Rodrigues da Silva José Antônio NETO Marcus Eduardo Diniz Figueiredo José Alves Soares José AUGUSTO DA FONSECA José Gonçalves FILHO José RINALDO PEREIRA MARCIUS GOMES DE OLIVEIRA COSTA CARLOS MACHADO PEREIRA Gilmar Ferreira dos Santos LUIZ CONTIM

PARA BENS

Colaboradores DEZEMBRO

2/12 7/12 8/12 16/12 24/12 26/12 30/12

GUILHERME OLINTO ABREU LIMA RESENDE FáBIO SOARES MIRANDA Antônio RODRIGUES PINHEIRO MAYARA LEMOS CASTELAR ERLAINE DE OLIVEIRA DRUMOND SéLIO FRANCISCO ALVES FRANCIELLY DA CUNHA REIS

JANEIRO 4/1 6/1 7/1 13/1 13/1 16/1 19/1 22/1

ELIOMAR RODRIGUES VENTURA LAURINDA DE ALMEIDA ARAúJO FABIANE CRISTINA DA SILVA BRAN ISAC MOURA DOS SANTOS DAVID OLIVEIRA SANTOS ISMAEL BARBOSA CLéBER GOMES SILVA KELE CRISTINA SANTOS OLIVEIRA

FEVEREIRO 9/2 12/2 18/2 25/2 28/2

DIRLAN ALVES PRATES JúNIOR FRANCIELI VIEIRA DAMACENO Márcio LUIS MARTINS DE ALMEIDA ROBERTO DE OLIVEIRA COSTA FILHO ADRIANA FERREIRA LOPES


19

www.cooperativa.coop.com.br


20 COOPERJORNAL | Dezembro 2017

Profile for cooperativagv

COOPERJORNAL DEZEMBRO DE 2017  

O Cooperjornal é a revista da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce que mantém seus cooperados e públicos de interesse informados sobre...

COOPERJORNAL DEZEMBRO DE 2017  

O Cooperjornal é a revista da Cooperativa Agropecuária Vale do Rio Doce que mantém seus cooperados e públicos de interesse informados sobre...

Advertisement