Page 1

Edição N• 04 | Fevereiro 2012 | Ano 02

O SOM DA SAFRA O barulho da colheita soa como música aos ouvidos dos produtores que recolhem da lavoura os resultados de meses de trabalho e dedicação


Editorial José Marcelo Mestriner - Gerente de Negócios

O aumento

agrobusiness

brasileiro

em menos tempo.

experimenta um momento de grandes

Sendo assim, diante deste cenário,

oportunidades e

vendo esse crescimento no campo, com a

desafios. De um lado está o

tecnologia não podia ser diferente e para

da

demanda

mundial

por

acompanhar essa evolução, a ControlSoft

combustíveis renováveis, a crescente procura

possui

por grãos e carnes e a possibilidade de

multidisciplinar de especialistas na gestão do

atração de novos investidores. Do outro, está

agronegócio que estão à disposição para

a necessidade de investir em infra-estrutura,

auxiliar no desenvolvimento de soluções

aumentar a área plantada e aperfeiçoar a

especialmente elaboradas para os setores de

gestão dos negócios no setor.

Distribuição

O sucesso do agronegócio nacional

uma

equipe

de

Agroindústrias,

de

colaboradores

Insumos

Agrícolas,

Armazéns

Gerais,

depende do perfeito casamento entre as

Cooperativas,

possibilidades de expansão e a superação

empresas

que

dos gargalos que teimam em engessar o

facilitando

a

crescimento mais acelerado da atividade.

empresários antes mesmo que sua safra seja

Hoje o campo está cada vez mais

Fazendas atuam tomada

entre no

de

outras

agronegócio, decisões

dos

plantada.

equipado, mais potente, com colheitadeiras,

Diante do crescimento agrícola e

computadores de bordo, sensores ligados a

tecnológico, a ControlSoft inicia o ano de

satélites, fazendo assim com que tenham um

2012, com duas novas unidades de negócio,

maior

disso,

estando elas localizadas uma em Campo

sementes, adubos e agrotóxicos estão cada

Grande – MS e outra em Cuiabá – MT, esta

vez

última na qual me faço presente como

potencial mais

produtivo.

aprimorados

Além

melhorando

o

rendimento produtivo, já que se produz mais

gerente desta unidade. Faça-nos uma visita.

Boa leitura a todos.

Colheita, de Anna Brazão


06 - 1º Prêmio ControlSoft 2012 EXPEDIENTE

ControlSoft conquista o Prêmio Empresa Brasileira do Ano, oferecido pela Latin American Quality Institute

10 - Produtividade do país cresce Brasil tem a produtividade agrícola com maior crescimento que a mundial

12 - 7 pecados na hora da negociação Marcelo Cerutti mostra os erros geralmente vistos numa negociação

14 - Queremos ser referência ControlSoft Conheça a Contato Agrícola, cliente ControlSoft de Sinop e Sorriso MT

Diretoria Geral João Nestor Mayer Leandro Antônio Alba Roberto Romancini Departamento de Marketing Romário Jales

Realização ControlSoft Magazine - ControlSoft Assessoria e Desenvolvimento LTDA. Av. Natalino João Brescansin, 2753 Centro / CEP: 78890-000 Sorriso MT Fone: +55 66 3544-4364 controlsoft@controlsoft.com.br www.controlsoft.com.br

Envie sua sugestão, crítica ou elogio:

marketing@controlsoft.com.br ---

16 - Infraestrutura em TI Entenda a importância da Tecnologia de Informação nas empresas e como a ControlSoft pode auxiliá-lo

Missão:

17 - Setor Comercial Conheça o setor da ControlSoft responsável pelas negociações comerciais com os clientes

Proporcionar aos parceiros, clientes e colaboradores, soluções que melhorem o seu desempenho e seus resultados, através da busca constante da evolução que a tecnologia oferece.

A partir dessa edição, a ControlSoft Magazine contará com matérias de Marcelo Cerutti. Nos sentimos honrados pela confiança e parceria estabelecida.

Marcelo Cerutti é consultor e palestrante, sócio diretor da empresa MC Consultoria e Treinamentos. Para saber mais sobre ele, acesse http://www.marcelocerutti.com.br/ .

Visão: Ser reconhecida como a melhor empresa de Soluções em Gestão para o Agronegócio do Brasil.


Entre em contato conosco! A ControlSoft, buscando sempre aprimorar seu relacionamento com o cliente, disponibiliza a ferramenta de comunicação mySuite. Através dela os clientes podem entrar em contato com o atendimento técnico e com o departamento financeiro.

Entre no site controlsoft.com.br, clique em Contato na opção Central do Cliente, e escolha o setor que deseja atendimento. No ERP ControlSoft Agro basta pressionar a tecla F2 que a página é aberta para a comunicação.

4

Revista ControlSoft Magazine

ANO II - Nº 04 | 2012


A ControlSoft tem a solução ideal para os desafios do seu negócio! O módulo possui um completo gerenciamento das atividades contempladas pelo segmento, aumentando a competitividade da sua empresa. Possibilita a economia de recursos financeiros através da análise dos dados, trazendo segurança para as tomadas de decisões. Com a diversidade dos controles que o ControlSoft Agro disponibiliza à sua empresa, você pode gerenciar: 

Pedidos de Compra e Venda;

Emissão de Receituário Agronômico;

Impressão de Ficha de Emergência;

Ordens de Carregamento;

Controle Diversificado de Comissões;

Informativo das devoluções de embalagens de defensivos agrícolas, de acordo com as exigencies dos órgãos competentes;

Controle de Lotes de Insumos e Sementes;

Formação de Preço de Vendas;

DAC - Desenvolvimento de Atividades Comerciais;

DRE - Demonstrativo de Resultados dos Exercícios; Integrado aos módulos Gestão Financeira, Gestão de Patrimônios,

Escrita Fiscal e NFe.

www.controlsoft.com.br

Revista ControlSoft Magazine

5


ControlSoft será premiada por seu compromisso com a qualidade Latin American Quality Institute reúne os empresários líderes de todo o país para a entrega do Prêmio Empresa Brasileira do Ano.

A

ControlSoft será reconhecida por seu notável crescimento e compromisso com seu recurso humano, o que lhe permite ser uma empresa de sucesso. Este prêmio, outorgado pela Latin American Quality Institute, será entregue às empresas que demonstraram fortaleza, visão e tenacidade para obter notoriedade em seu

contexto atual. A ControlSoft cria um ambiente de trabalho positivo, que possibilita melhores condições na

execução das tarefas e uma cultura empresarial que apoia as iniciativas de seus colaboradores, além do trabalho árduo para alcançar a rentabilidade e sua posição atual como líder do mercado. “O recurso humano é um fator chave para o sucesso de uma empresa, não só por sua contribuição positiva para com os resultados comerciais, mas também porque é responsável pela construção da identidade corporativa ou institucional, assim como ocorre na ControlSoft”, afirma o Dr. Daniel Maximilian da Costa, CEO & Founder da LAQI. O Brazil Quality Summit 2012 desenvolverá uma série de conferências, entre as quais contará com o tema Gestão de Talento, que possibilitará uma ampliação do conhecimento dos empresários presentes, os quais poderão transmitir uma ética de trabalho excelente, liderança e o sucesso impulsionado pela estratégia de gestão. “O Prêmio Empresa Brasileira reconhece destacados empresários que estão contribuindo e liderando negócios dinâmicos e em crescimento. A ControlSoft mantém um compromisso de estimular sua melhoria contínua mediante a criação de um bom ambiente de trabalho, a capacitação de seus colaboradores e a oportunidade de progredir dentro da empresa ou instituição”, acrescenta o Dr. Daniel Maximilian da Costa. As empresas brasileiras membros da LAQI vêm sendo reconhecidas como agentes inovadores no fomento do equilíbrio trabalho-vida entre seus funcionários. Como resultado, formam-se colaboradores fiéis, o que se traduz em boas relações com os clientes, a consequente retenção dos mesmos e uma identidade corporativa.

6

Revista ControlSoft Magazine

ANO II - Nº 04 | 2012


Plantão ControlSoft

Na busca constante de um melhor atendimento aos nossos clientes,

disponibilizamos mais um canal de comunicação.

A partir de agora, além dos telefones de nossos consultores temos uma linha específica de plantão. Caso nossos consultores não sejam localizados fora do horário normal de trabalho (à noite e aos fins de semana), esta linha estará à disposição. No momento que existir alguma necessidade que deve ser solucionada com urgência fora de horário, basta ligar (066) 9211-3355 e teremos um de nossos profissionais à disposição de sua empresa.

www.controlsoft.com.br

Revista ControlSoft Magazine

7


Agronegócio Fonte: Portal do Agronegócio

Colheita de soja deve ganhar ritmo com tempo favorável

A

colheita de soja da temporada

Centro-Oeste do Brasil, porque o plantio foi

2011/12 no Brasil, que avançou

antecipado este ano. Mas chuvas constantes

lentamente no Centro-Oeste até

impediram a entrada das máquinas nos

a semana passada, deverá se

campos em várias regiões.

acelerar nos próximos dias, devido à previsão de

que

ocorram

chuvas

em

forma

"Os primeiros dez dias de fevereiro vão

de

estar bastante favoráveis à colheita em Mato

pancadas, o que permite os trabalhos nas

Grosso, porque não tem um padrão das

lavouras, avaliou a Somar Meteorologia nesta

chuvas que vimos nas últimas semanas. A

segunda-feira (30).

previsão de chuvas é na forma de pancadas",

A colheita de soja no Brasil havia sido

disse o agrometeorologista da Somar Marco

realizada até o final da semana passada em 3

Antônio dos Santos.

por cento da área total do país, à frente do

Outras

áreas

do

Brasil,

segundo

registro de 1 por cento na mesma época do

produtor global de soja, deverão contar com

ano passado e em linha com a média histórica

tempo favorável para a colheita.

dos

últimos

cinco

anos,

segundo

"As chuvas não vão vir na forma de

levantamento divulgado nesta segunda-feira

invernada (vários dias seguidos de chuvas). Vai

pela consultoria AgRural.

ter tempo suficiente para o produtor colher a

Esperava-se, no entanto, que a colheita

soja sem maiores problemas. O que aconteceu

estivesse mais adiantada especialmente no

em janeiro (no Centro-Oeste) é que chovia

8

Revista ControlSoft Magazine

ANO II - Nº 04 | 2012


todo dia e toda a hora. Continuam as

no Centro-Oeste, o ciclo da soja teve um

previsões de chuvas, mas na forma de

alongamento entre cinco e dez dias. Por isso,

pancadas."

o volume de grãos prontos para a colheita é

O

agrometeorologista

da

Somar

menor que o normal", observou a consultoria.

ressaltou que há grandes áreas com soja

O potencial produtivo da safra do

pronta para colher. "Vamos ver um incremento

Centro-Oeste, entretanto, é bom, disse a

muito forte na colheita da soja nos próximos

AgRural.

dias, tem muita soja dessecada e pronta para

No Paraná, afetado fortemente por uma

colher, o que estava acontecendo é que os

seca em dezembro e início de janeiro, a

produtores não conseguiam ir a campo, então

colheita se concentra no oeste do Estado, que

vai ter um incremento alto", declarou.

planta antes e teve quebra por causa da

Um

novo

período

de

invernada,

estiagem. Segundo a AgRural, cerca de 6 por

segundo o meteorologista da Somar, só

cento da área está colhida na região, mas o

deverá vir na segunda quinzena de fevereiro.

índice poderia ser maior, não fosse a chuva em alguns dias desta semana.

COLHEITA

"No

resto

do

Estado

(Paraná),

e

especialmente nas regiões sul e leste, onde o A AgRural informou que a colheita já atinge 7 cento da área de soja em Mato

plantio é mais tarde, as chuvas favorecem as lavouras", pontuou a consultoria.

Grosso, maior produtor da oleaginosa do

Diferentemente do Centro-Oeste, o Sul

Brasil, ligeiramente abaixo da média dos

do país teve problemas com a falta de chuva

últimos cinco anos para esta época (8 por

nesta safra, o que resultou em quebra da

cento), mas à frente dos 5 por cento

produção brasileira. A AgRural estima a

verificados ao final de janeiro de 2011.

colheita

Em Goiás, a colheita também está 1 ponto percentual atrás da média histórica, mas também

está

à

frente

nacional

em

70,2

milhões

de

toneladas, queda 5,1 milhões de toneladas na comparação com a temporada passada.

da

temporada passada, quando a semeadura

atrasou

e

os

trabalhos da safra demoraram mais para serem finalizados. "Mas não são apenas as chuvas acima da média que tornam a colheita mais lenta que o esperado. Devido à longa

sequência

nublados

de

durante

dias o

desenvolvimento das lavouras www.controlsoft.com.br

Revista ControlSoft Magazine

9


Agronegócio Fonte: Ministério da Agricultura

Produtividade agrícola do país cresce mais que a mundial

O

Brasil

lidera

a

produtividade

abaixo da média histórica de 1,48% ao ano,

agrícola na América Latina e

verificada no período que compreende os anos

Caribe e apresenta índices de

de 1961

crescimento

média

crescimento produtivo agrícola na América

mundial, segundo estudo da Organização para

Latina. O crescimento anual da produtividade

Cooperação e Desenvolvimento Econômico

do Brasil é de 3,6 % ao ano, comparativamente

(OCDE) de 2011. Os dados da OCDE mostram

aos 2,6% da América Latina, 0,86 % dos países

também que junto com o Brasil, China, África

desenvolvidos e 1,98% para o conjunto de

do Sul e países do Leste Europeu são os que

países em desenvolvimento.

acima

da

apresentam as maiores taxas de crescimento da produtividade. O movimento é contrário ao verificado no

e

2007,

o

Brasil

pressiona

o

Pelo menos três fatores contribuem para esses resultados, na avaliação do coordenador geral

de

Planejamento

Ministério

desenvolvidos que apresentam decréscimo nas

Abastecimento (Mapa), José Garcia Gasques. O

taxas de produtividade. Enquanto países como

avanço na área da pesquisa, liderada pela

França, Inglaterra e Estados Unidos crescem

Embrapa, é considerado preponderante no

Revista ControlSoft Magazine

Agricultura,

Pecuária

do

resto do mundo, especialmente entre os países

10

da

Estratégico

e

ANO II - Nº 04 | 2012


aumento

da

produtividade

da

agricultura

brasileira. Aliado a isso, o aumento das exportações também contribuiu, assim como a variação

positiva

dos

preços

internos

e

ampliação do crédito rural. O Ministério da Agricultura está atento a esse cenário positivo e vem trabalhando na implementação de políticas para a área. Resultados ainda preliminares sobre as projeções mostram que, até 2022, a produção de grãos deverá aumentar 22%. A soja é a cultura que vai puxar esse crescimento, com média de 2,3% ao ano, seguida do trigo (1,9%) e do milho (1,8%). O segmento de carnes também terá desempenho positivo, com incremento na produção de 40% nos próximos 10 anos. A carne de frango deverá liderar o ranking com estimativa de crescimento de 4,2% ao ano, seguida da carne bovina e suína, com 2% ao ano,

cada

segmento.

“Esses

dados

são

importantes porque exigem um conjunto de ações e medidas que o governo deverá adotar para

que

as

projeções

se

concretizem,

especialmente no aprimoramento da política agrícola e no direcionamento dos instrumentos para a concessão de crédito”, salienta. O técnico destaca também o fato de o crescimento da produtividade agrícola ocorrer sem a ampliação, nas mesmas proporções, da área cultivada, reforçando a importância do incentivo à inovação e pesquisa que o Mapa vem dando à área. Um exemplo disso é o Plano de Emissão de Agricultura de Baixo Carbono (ABC), que incentiva a produção de várias culturas numa mesma área. Hoje, o país detém 65,3 milhões de hectares de áreas plantadas, sendo 50 milhões em grãos e o restante em hortaliças. www.controlsoft.com.br

Revista ControlSoft Magazine

11


Marcelo Cerutti

Gestão em Vendas:

7 pecados na hora da negociação 1. Não fazer a lição de casa – Existe coisa mais triste que um vendedor despreparado na frente de um comprador preparado? Se você seguiu os passos da venda, identificou o real motivo da compra (motivador) em seguida “uniu” a necessidade do cliente ao seu produto/serviço e, por fim, construiu o “desejo” do cliente em saber QUAL É O PREÇO, então, você está no controle. Essa técnica dará mais valor ao seu produto. Se você não souber de tudo isso, tenha certeza de que o cliente sabe e vai usar sua ignorância para fazer com que diminua seu preço. Antes de entrar na negociação tenha certeza que os outros fundamentos da venda foram realizados.

2. Não ser agressivo no fechamento Agressividade em negociações geralmente é uma coisa boa. Não estou falando de comportamentos agressivos, e sim de metas agressivas de negociação. Imagine um produto com preço de tabela de 500 reais. Quem você acha que vai pagar menos: a pessoa que aceitar a oferta de pagar os 500 reais sem reclamar ou aquela que ameaçar, dizendo que vai pagar 450 reais e nem um centavo a mais ou nada feito? A verdade é que a maioria dos negócios sairá num valor intermediário entre 450 e 500 reais, é nessa hora que o vendedor tem que se posicionar na negociação, pois do que valeu toda a apresentação dos benefícios do produto? Mais uma vez, sabendo disso, um vendedor pode se preparar para negociar de maneira

agressiva, mas educada. Pegar a caneta e o talão de pedido e começar a preencher, ou iniciar o lançamento do pedido no sistema para o fechamento, mostra o quanto o vendedor é agressivo.

3. Não jogar para ganhar – Embora seja fundamental garantir que o outro lado sinta que está ganhando também, no fundo o que realmente importa é que você feche o negócio que pensa em fechar. Se o outro lado acha que está bom, quem é você para dizer que não? O cliente não sabe que você poderia ter dado mais desconto, prazo ou qualquer outro benefício se tivesse apertado um pouco mais. Alguns vendedores, quando o gerente diz “dê até o máximo de 10% de desconto”, assumem automaticamente que o desconto a ser dado é de 10%. E Não é. Esse é o máximo! Se você der 4% e o cliente ficar feliz, qual é o problema? Um estudo comprova que a campanhas de vendas com máximo de 10 % de desconto, a média final é de 11 % de desconto.é de arrepiar!

4. Passar o preço e não parar de falar – Esse é um erro clássico de vendas. O cliente nem perguntou quanto custa e o vendedor não só sai falando sobre o preço, como ainda por cima anuncia que pode negociar um “descontinho” e que o produto é bom e funciona e blábláblá... (não para de falar...). Fale o preço e cale a boca. Ouça o que o cliente tem a dizer. Você passa o preço o


cliente tem dois caminhos: primeiro, ele fecha o pedido, faz a compra e aí você vai para o abraço; e segundo o cliente cria uma objeção (preço, prazo, entrega) então você retoma a negociação contornando a objeção através da técnica dos cinco passos (um outro assunto). Mas lembre-se, vender é 75 % ouvir e 25 % perguntas.

5. Não pensar na empresa, não pensar no cliente e não pensar em você - É comum encontrarmos vendedores focados exclusivamente em um campo, se estiver bom para o cliente, legal. Se estiver bom para o meu bolso, ótimo. Mas se estiver bom para a empresa, melhor. Para começo de conversa, existem somente dois campos em uma negociação: a empresa e o cliente. Você representa a empresa e você faz parte desse time. Costumo dizer o que vale é TUDO PARA A EMPRESA, TUDO PARA O CLIENTE. Trabalho o conceito de VENDER, como o ato de ajudar as pessoas. E essas pessoas são o seu chefe, o seu cliente e você, é claro, não necessariamente nessa ordem.

6. Não reconhecer que não existe venda sem negociação - Se um vendedor disser “isto custa 10, à vista”, pode ter certeza de que o cliente pedirá 8 ou pedirá 60 dias ou pedirá uma vantagem ou vai pedir tudo isso junto. Se tivesse falado 12, o cliente pediria 10 e assim por diante. Para negociar o vendedor deve estar preparado. Se realmente quiser fechar uma venda, você precisa conhecer muito bem seus produtos/serviços e como são usados, assim como os benefícios que espera dele, negociações anteriores, prós e contras do seu produto/serviço/empresa em relação à concorrência, clientes do seu cliente, até onde você pode ir nas concessões, o que espera em troca, etc. Informação é poder e em negociação isso é indispensável.

7. Não negociar pequenas concessões – No mercado competitivo e com concorrentes que também estão se preparando, é importante o vendedor ter a opção de negociar pequenas concessões, que não seja somente o desconto, e por falar nisso quero recomendar o livro do Marcelo Caetano que acabei de ler, CHEGA DE DESCONTO!, da editora Landscape. Voltando, podemos pensar que, tudo é negociável: prazos de pagamento são flexíveis, volumes são flexíveis e prazos de entrega são flexíveis. Deixar o cliente sair da revenda sem fechar o negócio e acreditar que ele vai voltar... humm.é suicídio. Depois não adianta querer negociar a redução da sua meta. Entender qual o objetivo final do cliente, onde ele quer chegar e o que realmente ele quer é fundamental para que o vendedor coloque em prática a sua habilidade de bom negociador. Esses são os 7 pecados mais comuns na negociação, com certeza existem outros. Recomendo que você identifique quais são as suas principais falhas, registre-as em uma folha, busque soluções com colegas mais experientes e, o principalmente, após uma negociação “exigente” avalie seu posicionamento, a nossa maior virtude está em reconhecer nossos limites e superá-los.

BOAS VENDA$ E SUCESSO!

*Marcelo Cerutti é veterinário e pós-graduado em Gestão Empresarial, Marketing e Recursos Humanos. Campo Grande - MS Contatos: ceruttimarcelo@yahoo.com.br Cel: 67 8124-6558


Conhecendo nosso cliente “Queremos ser uma empresa referência em uso ControlSoft”

N

essa quarta edição de nossa

Grosso, região em que o agronegócio é a base

revista trazemos nosso cliente

da economia.

Agrocontato

Comércio

Representações

Atualmente

com

duas

unidades

Produtos

fortemente atuantes, a empresa conta com 13

Agropecuários Ltda, a Contato Agrícola. A

colaboradores, sendo 8 em Sinop e 5 em

empresa

inicialmente

Sorriso. Sendo um mercado em constante

instalada no município de Nova Ubiratã MT.

crescimento, a revenda de insumos agrícolas

Seus fundadores, Lucivan José de Souza e

têm se mostrado um nicho muito lucrativo

Gustavo Zimmermann se conheceram na

especialmente

época da faculdade. Lucivan era colaborador

agronegócio possui muita força.

surgiu

em

2002,

de

e

de uma multinacional e Gustavo já possuía

numa

região

em

que

o

Alesandro Visoli iniciou seus trabalhos na

uma empresa. Juntaram-se e fundaram a

Contato

Agrícola

oito

meses

após

sua

Contato Agrícola, atuando no segmento de

fundação, ainda em 2002, e hoje atua como

revenda de insumos, defensivos, adubos e

Gerente Administrativo na unidade de Sinop,

fertilizantes agrícolas.

sendo quem nos concedeu essa entrevista.

Vendo as oportunidades de mercado, a

Alesandro Visoli é formado em Gerenciamento

Contato Agrícola abriu uma nova filial em

de Redes de Computadores pela UNIC de

2005 no município de Sinop e em 2010

Sinop. Nos disse que desde o princípio a

transferiu a unidade de Nova Ubiratã para

Contato Agrícola firmou parceria com a

Sorriso, ambas cidades no norte de Mato

ControlSoft e essa parceria tem se mostrado

14

Revista ControlSoft Magazine

ANO II - Nº 04 | 2012


muito eficiente desde então.

bom em 2012. “Nossa meta é aumentar nosso

“Nossa empresa passou ano passado por

faturamento em 20% esse ano e desenvolver

uma consultoria que inclusive analisou o

um projeto para abertura de uma nova

software

unidade da Contato Agrícola em breve”, nos

de

gestão

que

utilizamos

(o

ControlSoft) e nos parabenizou pela escolha, depois de conhecerem a ferramenta”, nos disse

Alesandro

Visoli.

Com

um

disse Alesandro. A ControlSoft se sente honrada em fazer parte dessa história de sucesso.

relacionamento muito próximo entre as duas empresas, Contato Agrícola e ControlSoft fazem da parceria uma história de sucesso. “Nunca

tivemos

surpresas

desagradáveis

quando o assunto é sistema. Sempre que precisamos de suporte somos prontamente atendidos, seja por telefone, meios virtuais ou visitas, essas que acontecem periodicamente mesmo sem termos acionado por problemas. Isso chamou muito a atenção do pessoal da

Faixada antiga da Contato Agrícola de Sinop

consultoria, nos afirmando que na maioria dos sistemas a principal dificuldade é a demora no atendimento, problema esse que nós não temos”, declarou o gerente. “Sabemos que o sistema tem muito a oferecer quando o assunto é ferramentas de gestão. Queremos até o meio desse ano, sermos uma referência no uso de ferramentas do ControlSoft”, afirmou Alesandro, referindose às inúmeras ferramentas disponíveis para a gestão

dos

negócios

oferecidas

Lucivan José de Souza, um dos diretores

pela

ControlSoft.

“Na maioria dos sistemas a principal dificuldade é a demora no atendimento, problema esse que nós não temos” Segundo afirmou o gerente, a Contato Agrícola têm expectativa de um ano muito www.controlsoft.com.br

Entrevista: Alesandro, Rodrigo e Romário

Revista ControlSoft Magazine

15


Serviços Texto: Leandro Sassi Especialista em Redes de Computadores, ControlSoft

Infraestrutura de TI

I

nfraestrutura de TI basicamente é a organização

estratégica

do

ambiente

computacional, a fim de ir ao encontro das atividades

realizadas

pela

empresa.

Preocupa-se com o funcionamento das redes de computadores

e

comunicação configurações

seus entre

de

sistemas

dispositivos,

a

computadores, operacionais

e

dispositivos, configurações de segurança, os hardwares, servidores, equipamentos, dentre outros.

Pode-se afirmar que sem a infraestrutura de TI é impossível o

funcionamento de qualquer sistema de informação. Para que uma infraestrutura de TI proporcione resultados positivos é importante que seja dimensionada ao negócio da empresa, bem como ser bem implementada. A ControlSoft é uma empresa de tecnologia comprometida com os resultados de seus clientes, onde busca constantemente alternativas que possam agregar benefícios que proporcione qualidade e eficiência em suas atividades. Preocupada em ser ainda mais completa, a ControlSoft, além das soluções para o agronegócio, também disponibiliza serviços especializados em consultoria de infraestrutura de TI, tais como Projetos de Redes Estruturadas e Configuração de Servidores, sendo um grande diferencial perante as demais empresas atuantes no mercado. A ControlSoft conta com um profissional altamente experiente e capacitado na área, com graduação, pós-graduação e certificações Microsoft e Furukawa , que irá propor as melhores soluções em infraestrutura de TI para sua empresa.

Entre em contato com a ControlSoft para obter maiores detalhes sobre soluções e serviços especializados em infraestrutura de TI oferecidos. 16

Revista ControlSoft Magazine

ANO II - Nº 04 | 2012


Conhecendo a ControlSoft

A

desenvolver

presentamos nessa edição de nossa revista a equipe comercial da ControlSoft. São os colaboradores responsáveis

por

realizar

prospecção,

vendas,

promoções e negociações com clientes, além de planejamento

estratégico

das

áreas

de

comercialização. Estão sempre em contato com nossos clientes pois também atuam contribuindo com possíveis dúvidas que surgem e oferecendo a melhor opção no uso das ferramentas ControlSoft. Nosso gerente de negócios José Marcelo Mestriner atua na ControlSoft desde 2003, é graduado em Matemática e em Ciências

José Marcelo Mestriner Gerente de Negócios

da Computação e está cursando MBA em Gestão Empresarial. Atua na unidade de Cuiabá MT, e é um dos principais responsáveis pelo sucesso e crescimento de nossa empresa. Marlon Augusto Engelman Teixeira é colaborador ControlSoft desde julho de 2011. É graduado em Administração e atua na unidade de negócios de Sorriso MT. Ronaldo Arf trabalha conosco desde janeiro de 2011 e é graduado em Sistemas de Informação. Franco Costa trabalha conosco desde maio de 2010 e é graduado em Redes de Computadores. Cristiano Kowaleski está conosco desde outubro de 2001 e é formado em Ciências Contábeis. Ronaldo, Franco e Cristiano atuam no Mato Grosso do Sul. Leonardo José Hubes é bacharel em Ciências Contábeis, está conosco desde janeiro de 2004 e atua em Santarém - PA.

Ronaldo Arf Consultor de Negócios www.controlsoft.com.br

Franco Costa Consultor de Negócios

Marlon Augusto E. Teixeira Consultor de Negócios

Cristiano Kowaleski Consultor de Negócios

Leonardo José Hubes Consultor de Negócios

Revista ControlSoft Magazine

17


ControlSoft

SAIU NA MIDIA Gostaríamos de agradecer ao colunista Wisley Tomaz do jornal A Gazeta de Cuiabá MT, que na edição do dia 30 de janeiro desse ano publicou uma matéria sobre a ControlSoft e sua soluções para a gestão do agronegócio. Segue a matéria:

Soluções de tecnologia de informação no campo

P

ara

aqueles

que

ainda

não

ControlSoft conquistou 6 importantes prêmios

acreditam que o desenvolvimento

no

tecnológico

ao

empreendedorismo, qualidade e inovação. São

campo, muitas empresas têm se

eles: Prêmio Internacional Empreendedores da

despontado neste setor e uma quantidade

América Latina (SP), Prêmio Top of Business

considerável de produtores rurais já trocaram

(RJ),

seus “cadernos de anotações” por modernos

American

computadores. Uma delas é a ControlSoft, que

Argentina), Top Empreendedor 2011 (SP) e,

iniciou

no

por último, o Prêmio MPE Brasil (MT). Deste,

o

participaram 1082 empresas do Esta do, 45

gerenciamento de empresas do segmento do

delas passando por auditoria para assim

agronegócio,

atuar

escolher as 17 finalistas. Ao todo 7 empresas

posteriormente na prestação de serviços de

foram contempladas com o prêmio, sendo a

consultoria e assessoria junto aos agricultores

ControlSoft campeã na categoria Serviços de

e empresários do segmento.

Tecnologia de Informação.

suas

desenvolvimento

possa

atividades de

chegar

atuando

softwares

passando

a

para

ano

de

Prêmio

Top

Quality

2011

em

ramos

of Quality (SP), Awards

(Buenos

de

Latin Aires/

Atuando ha 14 anos no mercado, trata-

O supervisor de consultoria técnica da

se de uma empresa que desenvolve sistemas e

ControlSoft, Elton Martins, explica que as

soluções para o agronegócio, com clientes em

premiações são fruto de muito trabalho, que é

8 estados do país e conta com 7 unidades,

feito por toda a equipe. Isso porque eles

sendo a central de negócios localizada em

contam com profissionais formados e pós-

Sorriso (420 Km ao Norte de Cuiabá). A

graduados em diversas áreas, entre elas

18

Revista ControlSoft Magazine

ANO II - Nº 04 | 2012


Na próxima edição... análise e Desenvolvimento de Sistema, MBA Gestão Empresarial, MBA Gestão de Projetos, Administração

de

Empresa,

Sistema

de

Vamos apresentar nosso Setor Programação, gerenciado pelo colaborador Kurt Schneider.

Informação, Contabilidade, Tecnologia em Agronegócios, Gerente de Redes, Tecnologia em Logística, Gestão em Agronegócio, Gestão Financeira entre outros. Segundo desenvolve

Martins,

soluções

a

para

empresa

satisfazer

as

necessidades de cada proprietário rural, além daqueles que também atuam nos setores de armazéns gerais, revenda de defensivos e peças

agrícolas,

cerealistas,

cooperativas

agroindústrias,

agrícolas,

propriedades

e

condomínios rurais, centrais de recebimento de embalagens, entre outras do segmento.

Teremos uma matéria especial com tudo o que você precisa saber sobre Plano de Contas, desenvolvida pela analista de consultoria Ana Maria Renner.

“Com uma abordagem prática e orientada para a excelência dos resultados, o princípio que rege o trabalho da ControlSoft baseia-se

Edições Anteriores:

na forte relação de confiança com cada um dos seus clientes. Na verdade, procuramos além do trabalho profissional estabelecer uma relação de amizade e confiança”. A

ControlSoft

Agro

atende

simultaneamente segmentos do agronegócio em um único sistema, sendo uma ferramenta indispensável para administrar e controlar a empresa

com

qualidade,

eficiência

e

segurança, visando atender as necessidades de mercado. Entre suas características, estão a

Edição 03

fácil operacionalização, módulos totalmente integrados;

personalizado

conforme

a

necessidade

e

customizado do

cliente;

comunicação online entre unidades; acessos autorizados de acordo a com função do usuário e ferramentas de inteligência para análise de resultados.

www.controlsoft.com.br

Edição 0119 EdiçãoRevista 02 ControlSoft Magazine


ControlSoft Magazine 04  

Revista Eletrônica da ControlSoft Sistemas e Soluções para a Gestão do Agronegócio

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you