Issuu on Google+

AS ELEI ÇÕES PARA OS CONSELHOS DA PUC CHEGARAM! da en t En mo : co nam o ci n u f

Nor mahi pot ét i ca “ f undament al ”

Consel ho Uni ver si t ár i o. Onde são t omadas deci sões r el at i vas a t oda a uni ver si dade ( car át er acadêmi co) .

CONSAD

CONSUN

Consel hoAdmi ni st r at i vo. Tr at adet odasasquest õesque envol vem o financei r o,é compost opordoi s r epr esent ant es daFundaçãoepel a“ Rei t or a” . Consel hodePesqui sae Ext ensão. Assunt osi mpor t ant esdebat i dos:edi t al debol sapesqui sa, quest ões do Escr i t ór i o Model oepossí vei snovospr oj et osdeext ensão.

CONPLAD CEPE CECCOM Consel ho de Desenvol vi ment o, Pl anej ament o e Gest ão.Di t a aspol í t i casdepl anej ament o e desenvol vi ment oi nst i t uci onal . Debat ese o r epasse mensal do nosso Cent r oAcadêmi co.

CONSELHO DE FACULDADE

Onde são debat i das t odas as quest ões da nossa f acul dade: aument odamédi aesemanade pr ovas por exempl o.Os Est udant es ocupam 5 cadei r as, por ém só2vot am.

construÇÃocoleti va

Consel ho de Cul t ur ae Rel ações Comuni t ár i as. Debat es r el at i vos ao espaço f í si co, event os cul t ur ai s,pal est r asesemi nár i os. Responsável pel a quest ão do PROUNI .

f acebook. com/ const r ucaocol et i vaofici al


CRI SE NA PUCSP Deondevi emos?

Par aondequer emosi r ? amos? Ondeest

APUCconst i t ui usehi st or i cament ecomoumauni ver si dadedemocr át i ca. Est i vemosna vanguar da dasuni ver si dadesbr asi l ei r as– al ém de r eceberpr of essor es per segui dospel adi t adur a,el egemosdef or madi r et aesem l i st at r í pl i ceapr i mei r a mul herr ei t or aem umauni ver si dadecat ól i ca,asaudosaNadi rKf our i .I ssonosmost r a que,em umaépocaqueopaí smai scar eci adedemocr aci a( per í ododor egi memi l i t ar ) ,dent r odaPUCel apodi aserencont r ada,nãoporumasor t equal quer ,maspr i nci pal ment epor queacomuni dadeest avaat i va,em l ut aper manent e. Ok,masoquet udoi ssot em avercom aat ual cr i sedaUni ver si dade?O model o comuni t ár i oefil ant r ópi codaPUCSP( auxi l i adoporfinanci ament opúbl i co)t i nhacomo baseademocr aci ai nt er nadauni ver si dade,um ampl oacessoamesma,epr i nci pal ment e,mensal i dadescom pr eçosnãoabusi vos.Nadécadade90,t r i unf aomodel o econômi codoneol i ber al ,mar cadopel oscor t esem gast ossoci ai s,eaeducaçãonão f oi umaexceção.Com ofim dasver baspúbl i cas,del ápar acá,auni ver si dadef oi adqui r i ndoumagr andequant i dadededí vi das,sendooápi cedacr i sefinancei r aem 2006,nagest ãoMaur aVer as.Foiaíque,sobopr et ext odesal varaPUC,est endeuseot apet ever mel hopar aai nt er vençãodaI gr ej a. Éní t i doqueamant enedor a( FundaçãoSãoPaul o)háum t empoj áabandonou suami ssãocomuni t ár i a.Seuobj et i vonopr esent et em si domai semai st or nara PUCSPl ucr at i va.Nãoset r at adeum del í r i o,oudeum exager o,por quepodemosver est amudançanapr át i ca–cr i açãodoCONSAD,demi ssãodepr of essor eset er cei r i zaçãodef unci onár i os,mensal i dadescar í ssi mas,st andsdepr odut osebancosque em nadaser el aci onam com aeducação,et c.Nest at oada,podemosobser varque,a escol hapel apr of . AnnaCi nt r anãoéal eat ór i a,massi m,mai sumai mposi çãodaFUNDASP,que,al ém dei nt er vi rnoâmbi t oeconômi co,agor at ambém i nt er vém noâmbi t o acadêmi coenasr el açõescomuni t ár i as,comoporex. ,apr oi bi çãodedet er mi nados debat es,apr oi bi çãodemani f est ações,et c. O cenár i oi mpost ot or naur gent equeomovi ment oest udant i l ,j unt ocom pr of essor esef unci onár i os,f or mul eumaal t er nat i vaaest epr oj et oi nt er venci oni st a,oquesó ser ápossí velseconst r ui r mosumar ealmobi l i zaçãodauni ver si dade.Dessaf or ma, nósdaConst r uçãoCol et i vaacr edi t amosseri mpr esci ndí vel uni raat uaçãocot i di anae aat uaçãonosConsel hos,enquant ooposi çãoài nt er vençãodaI gr ej aedaGOLPI STA AnnaCi nt r a.Lut andosempr epel ademocr aci a,aut onomi ael ai ci dadedaUni ver si dade!For aAnnaCi nt r a!


Temosbol saspar ai ni ci ação ci ent í ficasufici ent espar ao númer odeest udant es?

Vocêj ápassoucal ornasuasal a? A Facul dadefiscal i zaosest ági os?

A Bi bl i ot ecaest áat ual i zada? A est r ut ur af í si cacondi zcom o quant opagamos?

Afinal ,pr aondevaiabol adaque pagamost odososmeses??

NOSSAS PRI NCI PAI S I DEI AS: PESQUI SA: Par a uma f or mação compl et a, é necessár i oqueoest udant epensenovas f or masdeut i l i zarodi r ei t o,quepodeser pormei odepesqui saset r abal hosdeext ensão.Pesqui sarsi gni ficadescobr i redesenvol verseuest udocom amai orampl i t ude possí vel ,sem l i mi t açõesdeconheci ment o.Pori sso,éi mpor t ant equeaf acul dade est i mul e a pesqui sa, gr upos de est udoeout r osmei osdepr át i caj ur í di ca. Pr opomosqueum mai ornúmer odeedi t ai s par abol sasdei ni ci açãoci ent i ficasej adi sponi bi l i zadopel aPUCequesej am mel hor di vul gados.Pr opomost ambém oi ncent i vo àout r asf or masdepr oduçãoacadêmi ca, comogr uposdeest udo,r evi st asej or nai s.

ESTÁGI O: Apr át i caj ur í di cacot i di anat ambém f az par t edenossaf or mação.Em al gum moment ot odososest udant esvãoest agi ar ; aFacul dadet em um papel i mpr esci ndí vel defiscal i zarqueasnor masdaLei doEst ági osej am r espei t adas.Noent ant o,sabemosquepoucossãoaquel esquecumpr em a Legi sl ação. A car ga hor ár i a máxi madesei shor aseal i cençapar a per í odosdepr ovassãoexempl osdedi r ei t osdoest agi ár i o,quedevem serassegur ados,assi m comoaf unçãopedagógi ca doest ági o.Pr opomosquepr essi onemos a uni ver si dade a fiscal i zaros est ági os, par a que a secr et ar i a de est ági o si r va par aal goal ém def or mal i zaroscont r at os.

CONTI NUI DADE DA GRADE: Par amai orcompr eensãodamat ér i aé pr eci soumagr adecur r i cul arquet enha umasequênci al ógi caeumacont i nui dade.Porexempl o,t emosDi r ei t oPr evi denci ár i oant esde t er mosDi r ei t oTr i but ár i o.Pori ssopr opomosum r epl anej ament odagr adecur r i cul arque t enhaem suaconst r uçãoapar t i ci paçãodosest udant es!

E OS PROFESSORES. . . Acondi çãodet r abal hodospr of essor esaf et aosest udant esdi r et ament e.Ar emuner açãopar apesqui saepr oduçãoacadêmi capar aospr of essor esr eflet ena aul adada.Pori ssoamaxi mi zaçãodocont r at odospr of essor es,ousej a,adi mi nui çãodashor aspesqui saeoaument odashor asaul a,f azcom queopr of essort r abal hemai st empopel amesmar emuner ação.Pr opomosadef esadaqual i dadedeensi nopel aconci l i açãodapr oduçãoacadêmi cacom asaul as.E pel o combat eàmaxi mi zaçãodoscont r at os!


QUEM SOMOS: Somosdomovi ment oest udant i l .Aci madet udo,vi samosal cançarumauni ver si dade que pr oponha f or marser eshumanoscr í t i cose com pensament o aut ônomo,e não apenaspr epar adospar aomer cadodet r abal ho. Mesmoant esdagr evej ál ut ávamosporumauni ver si dademai sdemocr át i ca.Hoj e, mai sdoquenunca,f azsenecessár i aapar t i ci paçãoest udant i lnoConsel hoda Facul dadepar aqueasdemandasdosest udant essej am consi der adas. At uandonosConsel hos,aConst r uçãoCol et i vat evevi t ór i assi gni ficat i vaspar at odoo cor poest udant i l ,aexempl odar eal i zaçãode2semanasdepr ovas( enãoapenas1) ,a vol t ados5r epr esent ant eseamanut ençãodaqual i dadedeensi nopar aosi nt egr ant es dovest i bul ardei nver no. Cont i nuamossendo TodasasCor es,poi sacr edi t amosque t odososest udant es podem t ervozat i vaer ei vi ndi caramel hor i adocur sodeDi r ei t oedaUni ver si dade.

PROPOSTAS: Acadêmi co: -MudançadoPl anoPedagógi co -Pl anosemest r al depr ogr amaçãodeaul a -At ual i zaçãodosl i vr osdabi bl i ot eca. -Ref or mul açãodomét ododeaval i ação docur so. -Semi nár i oscr í t i coscom apossi bi l i dade dosest udant essuger i r em t emas Par aosest udant esbol si st as: -Cot asdexer ox -Auxi l i onacompr adel i vr os -Auxi l i oal i ment ação -Regul ar i zaçãodasmat r i cul aspr ouni st as -Fi scal i zaçãodasar bi t r ar i edades,comoa apr esent ação de novas document ações

NOSSOS CANDI DATOS:

I dei asCol et i vas! -Assembl ei aper i ódi casquedebat am as paut asdosconsel hos. -Bol et i mi nf or mat i vonomai l i ngdosest udant es. -Audi ênci apúbl i caanualcom adi r eção. Consel hodaFacul dadedeDi r ei t o: -Rei vi ndi caçãodeci ncovot osnar epr esent ação di scent e da f acul dade ( e não apenas2) Pr of essor es: -Cont r aamaxi mi zação,aper segui ção pol i t i caeademi ssãodepr of essor es. Est ági o: -Fi scal i zaçãodosest ági os.

Pr i mei r oano: Dougl asGodi nhoeGabr i el Ar anha Segundoano: Pedr oMuni zeCát i aKi m Ter cei r oano: Ti agoGui mar ãeseCat her i neFani zzi Quar t oano: Paul aNuneseBeat r i zBr anco Qui nt oano: Debor ahSmi t heMar i ahSi l va


Eleições para representantes discentes 2013 - Construção Coletiva