Issuu on Google+

Número 1 [28 Nov.09]

W W W . E CON QU E S T . E U

Editorial A economia mundial na encruzilhada Na sequencia da anterior divulgação pela Comissão Europeia das suas previsões de Outono, a OCDE divulgou na passada semana o seu cenário para as principais economias mundiais, que parece confirmar que as nuvens se adensam sobre a sustentabilidade da recuperação económica.

CONQUEST.NEWSLETTER

A tímida recuperação económica mundial está a ser liderada pela China, também ela a reboque de um ambicioso pacote público de fomento; Europa e EUA continuam entretanto a exibir indicadores anémicos de recuperação

necessidade de fazer face à despesa pública No caso português, o nosso pais sofre a incorrida; esta exposição ao seu principal parceiro possibilidade é real e externo, a Espanha, mergulhada numa está a ser vivida profunda crise económica. desde logo também em Espanha. Nos próximos meses a necessária Num contexto como o actual a retirada dos planos de estímulo continuidade do investimento em I&D, que temporário à actividade económica fomenta a entrada em novos sectores de coloca pois um desafio suplementar à actividade económica, é particularmente recuperação económica na Europa e nos importante, e também aqui os países EUA, que se encontram entre um cenário emergentes têm liderado o esforço de de sustentabilidade e o risco de que a investimento ao nível mundial, conforme conjuntura de crise se agrave mercê da adiante detalhado. económica.

Cimeira entre Barack Obama e Hu Jintao A Caminho de Copenhaga – 07 a 18 Dezembro 2009 Depois de, há poucas semanas atrás, os Presidentes da República da França, Nicolas Sarkozy, e Lula da Silva do Brasil terem reunido para definir um compromisso comum para a cimeira de Copenhaga, Barack Obama reuniu em Pequim com o seu homologo chinês, Hu Jintao, tendo reafirmado igualmente a sua firme intenção de alcançar um

encetar medidas de redução de paralela e independentemente do acordo que venha O Presidente dos EUA salientou que a ser concluído em Copenhaga. Copenhaga deverá ter “efeitos operacionais” ainda que um acordo legalmente vinculativo ainda deva tardar uns meses mais. EUA e China, que conjuntamente representam cerca de 40% das emissões mundiais, comprometeram-se autonomamente a acordo efectivo em Copenhaga.

Inovação e investimento em tempo de crise Esta semana foi publicada pela Comissão Europeia a edição de 2009 do “Scoreboard” sobre investimento em Investigação & Desenvolvimento no sector industrial

As empresas líderes europeias em I&D Industrial estão nomeadamente ligadas ao sector automóvel e das telecomunicações, mas vêm ganhando destaque as empresas ligadas ao sector das energias renováveis e outras tecnologias de Apesar da conjuntura de crise, os dados intensidade carbónica reduzida. relativos a 2008 são encorajadores, registando-se um acréscimo de 8,1% Ao nível mundial, as indústrias farnos investimentos neste sector na União macêutica, da biotecnologia e automóvel Europeia, um número superior ao dos são as principais condutoras em I&D restantes blocos desenvolvidos (EUA e industrial. Japão) mas muito inferior aos países Mais informações podem ser consultaemergentes – China com cerca de 40% das no relatório em http:// de crescimento, Índia com 27% e Brasil iri.jrc.ec.europa.eu/research/ com 16%. scoreboard_2009.htm.

Senhora e Senhor Europa Os nomes dos titulares dos novos cargos criados pelo Tratado de Lisboa são já conhecidos. Herman von Rompuy abandona a liderança do governo belga passando a ocupar a Presidência do Conselho Europeu, enquanto a até aqui Comissária do Comércio, Catherine Ashton, ficará encarregue dos Negócios Estrangeiros da União enquanto Alta-Representante para a Política Externa.

Numa matéria relacionada, teve esta semana lugar em Lisboa a Semana do Empreendedorismo, integrada na iniciativa mundial Global Entrepreneurship Week. Em destaque esteve o apelo ao investimento em inovação, designadamente por parte do Estado, pelo seu papel de particular fomento sobretudo daqueles sectores onde assentará o crescimento económico do futuro, não só no domínio da ciência e da indústria, como das necessidades sociais.


Número 1 [28 Nov.09]

W WW. EC ONQU ES T.EU

Cimeira da FAO debateu a crise alimentar Há pouco mais de um ano atrás, a escalada no preço dos alimentos tornou-se motivo transversal de preocupação , num alarme propiciado pela situação humanitária de grande gravidade criada em alguns países subdesenvolvidos.

CONQUEST.NEWSLETTER

A eclosão da crise financeira e da forte recessão económica que se seguiu retirou esta questão das prioridades da agenda ; na cimeira da Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO) das Nações Unidas realizada na semana

passada em Roma, este problema esteve em não estiveram presentes, com excepção do anfoco. fitrião, o Primeiro-Ministro de Itália. O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki Moon, relevou o compromisso dos países do G8 com o reforço das ajudas e apelou ao seu cumprimento; José Manuel Barroso reafirmou o compromisso da UE com um reforço dos apoios a disponibilizar nos próximos 3 anos. O Papa Bento XVI censurou o papel da especulação financeira na escalada do preço dos alimentos e por conseguinte o acesso a bens essenciais à vida humana. Os líderes do G8

Política Comum de Pescas e Política Marítima Europeia em debate no Porto e Açores organizar seminários em duas cidades que intervenção de cunho estratégico, situou a acolhem importantes regiões costeiras no discussão em torno destas Políticas numa política europeia de desenvolvimento em que o mar ocupa nosso pais: Porto e Ponta Delgada. enquanto recurso um lugar central, já não apenas Para a maioria dos intervenientes, não é ainda pela vertente piscícola ou de aproveitamento de claro em que moldes este poder de co-decisão energias tradicionais, mas nos domínios da poderá vir a ser exercido. Para a Presidência aquacultura, das eólicas “offshore”, do transporte Sueca, dado o carácter eminentemente marítimo de curta distância e da protecção técnico de muitas das discussões em torno da ambiental, seja do meio marinho, seja das emissões PCP, a primazia deverá continuar no Conselho, de gases com efeito de estufa. Para tanto, o instituição mais habilitada e conduzir a planeamento espacial marítimo afigura-se negociação detalhada. fundamental, assim como o papel dos Conselhos Cármen Fraga, coordenadora do Grupo Consultivos Regionais (RAC – Regional Advisory Parlamentar do PPE no PE, destacou dois Councils) – na definição da estratégia europeia. temas: o rendimento sustentável dos O sector marítimo e piscatório português, pescadores e a necessidade de uma amplamente representado nesta conferência, perspectiva ecossistémica no sector das saudou a iniciativa da parlamentar portuguesa e pescas. reiterou o descontentamento com o

Com a aprovação do Tratado de Lisboa vigorará o princípio da co-decisão nos domínios da política marítima e das pescas. Aproveitando o debate em curso no Parlamento Europeu sobre a proposta de Livro Verde sobre a Reforma da Política Comum de Pescas acompanhamento que o Governo tem dedicado ao (PCP), a eurodeputada açoriana e Esta visão mais abrangente foi igualmente sector nos últimos anos. enfatizada por Tiago Pitta e Cunha, membro do relatora parlamentar Maria do Céu gabinete do Comissário Joe Borg, que, numa Patrão Neves assumiu a iniciativa de

A semana que virá: Parlamento Europeu Esta semana o Parlamento Europeu reúne em sessão plenária em Estrasburgo. O destaque vai claramente para a votação final do chamado Pacote Telecomunicações que, à semelhança do anteriormente sucedido no domínio energético, visa balizar a regulamentação comunitária do sector nos próximos anos. Também esta semana, estará em alteração à regulamentação dos direitos dos passageiros de aviação comercial em casos de cancelamento e atrasos significativos nas partidas.

Subscribe newsletter To subscribe, simply send us your details [email]. We also ask that you provide some optional information to help us better tailor our newsletter. You can unsubscribe at any time.

@: info@econquest.eu

Conquest is a EUROPEAN NETWORK PROJECT bringing together experienced advisors in the fields of agriculture, environment, fisheries, maritime and economic affairs. www.econquest.eu


Newsletter