Page 1

Conexão Noticias:Layout 1

29/10/2010

17:35

Página 1

Castelo - Ouro Preto - Pampulha

Dois anos do Conexão otícias

novembro / dezembro - 2010 - Belo Horizonte/MG - 12 a edição - Ano II - Distribuição Gratuita | www.conexaonoticias.com.br

Confira matéria especial de dois anos do Conexão.

Página 11

Sacolas plásticas

Lei Municipal n0 9.529/2008 começa a vigorar a partir de 27 de fevereiro de 2011.

Página 7

Carlos unes

“Toda noite eu envelheço um pouquinho porque eu me dou demais quando estou em cena”.

Retrospectiva 2010

Confira alguns dos acontecimentos que marcaram o ano.

Página 6

Av. Tancredo eves mais segura

Redutores de velocidade foram instalados na via.

Página 10


Conexão Noticias:Layout 1

29/10/2010

17:35

Página 2

2 CONEXÃO NOTÍCIAS

EDITORIAL

Vamos completar, em dezembro, dois anos de circulação do Jornal Conexão Notícias na região e não poderíamos deixar de agradecer a você, nosso leitor, que é o verdadeiro responsável pelo nosso sucesso. Sem você não faria sentido algum a existência deste informativo. Cada edição que colocamos na rua tem a participação de muitos, como você, no envio de sugestões de pautas, críticas construtivas, solicitação de espaço para a publicação de artigos, enfim, leitores participantes nos ajudando a aprimorar cada vez mais a nossa linha editorial, que hoje, já virou referência, não apenas na categoria jornal de bairro, mas também na nossa forma de fazer jornalismo. Acreditamos que, a periodicidade bimestral, é o nosso diferencial para manter a qualidade do nosso conteúdo. Esse tempo de produção para cada uma de nossas edições nos permite levar a você um conteúdo confiável em que nossas apurações passam por criteriosas pesquisas e seleção das melhores fontes. Nossa linha editorial não prioriza os fatos factuais. Não que eles não tenham importância, mas, em vários outros veículos de grande circulação estes podem ser encontrados. Assim, os assuntos de interesse local e geral, com mais detalhamento, é o nosso principal objetivo na nossa versão impressa. Porém, preparamos para você, leitor, e anunciantes, um novo espaço de notícias: o PORTAL CONEXÃO NOTÍCIAS, onde você terá acesso às informações factuais com atualizações diárias acerca das principais notícias do dia a dia e vários outros serviços, como: postagens de links, como complementações das publicidades veiculadas nas edições, espaço de diálogo entre os colunistas e os leitores, intertextualidade das matérias da versão impressa e, outros serviços que, além de manter você muito mais informado, também estenderá a abrangência do Jornal Conexão Notícias para muito além das nossas fronteiras. Desta forma, estamos divulgando o que a nossa região tem de bom para mostrar, os problemas que enfrentamos no nosso cotidiano, e assim, obteremos retornos mais rápidos junto aos órgãos competentes e nossos anunciantes terão muito mais visibilidade. Parabéns ao Conexão Notícias! Parabéns a você leitor! Conexão Notícias, O Jornal da Região!

EXPEDIENTE

Cida Gregori

Cida Gregori - RG 1512 MG Editora Responsável / Relações Públicas / Jornalista Fotografia: Cida Gregori

O Jornal Conexão Notícias é produzido pela Stillus Comunicação Razão social: Gregori e Araújo Webdesign Ltda. Gráfica Sempre Editora LTDA Tiragem:15000 exemplares

Redação / Comercial: Av. dos Engenheiros, 300, sala 06 - Castelo Belo Horizonte - MG - CEP: 30.840-300 Telefax: (31) 3418-1222 / 2516-1879 Celular: (31) 8477-6743 contato@conexaonoticias.com.br www.conexaonoticias.com.br www.twitter.com/conexaonoticias DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Economia mineira registra melhor crescimento econômico NOVEMBRO / DEZEMBRO/ 2010

Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, a opinião do jornal.

H

ilton Manoel Dias Ribeiro - economista e professor de Economia possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Viçosa - UFV, Pós-graduação em Gestão Pública pela Universidade Federal de Santa Maria e Mestrado em Economia pela UFV. Atualmente está colaborando com as pesquisas e políticas públicas para o desenvolvimento das regiões do norte e do nordeste de Minas Gerais, apoiadas pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SECTES/MG.

Conexão otícias: o segundo trimestre deste ano, o Produto Interno Bruto – PIB, de Minas Gerais teve alta de 11,2%, impulsionado por setores produtivos. Comente. Hilton Manoel: A economia mineira voltou a crescer acima da média do país. Neste período o Estado registrou expansão de 11,2% na comparação com igual período de 2009, frente à alta nacional de 8,8% no mesmo período. A expansão acima da média nacional é resultado de uma base mais deprimida em Minas Gerais. Enquanto a economia nacional registrou variação de -1,6% no segundo trimestre de 2009, o tombo em Minas havia sido bem maior: -5,1%.

Conexão otícias: A que se deve esse aquecimento na economia mineira? Principalmente a quais setores? Hilton Manoel: Apesar da crise mundial nos mercados financeiros, verifica-se que as medidas adotadas pelo Governo Federal para amenizar os efeitos têm apresentado bons resultados. Isto pode ser verificado especificamente na economia mineira. Segundo dados da Fundação João Pinheiro, a taxa de 11,2% apresentada para o segundo trimestre deste ano se deve principalmente ao crescimento do setor industrial, em 19,5%. Setores como mineração e siderurgia são o destaque.

Conexão otícias: Quais fatores externos costumam interferir no aquecimento econômico? Hilton Manoel: Dada a interdependência entre as nações, fator agravado, por sua vez, pelos processos de globalização das atividades comerciais e financeiras, deve-se considerar que as crises internacionais, principalmente ligadas ao capital financeiro, refletem diretamente no crescimento da economia dos países. Em se tratando de países em desenvolvimento, como é o Brasil, dependendo dos setores atingidos, como mineração ou agronegócio, os reflexos são piores, como observado durante o mesmo período, em 2009.

Conexão otícias: Qual a consequência desse aquecimento para o Estado? Hilton Manoel: De forma simplificada, pensando sobre a dinâmica macroeconômica, esse ritmo de crescimento pode representar também uma redução do nível de desemprego e elevação dos investimentos, contudo, a pressão sobre o nível geral de preços da economia mineira deve ser acompanhada. Com o aquecimento da economia, existe uma tendência inflacionária que é prejudicial à população. Conexão otícias: Qual a consequência desse aquecimento para o trabalhador? Hilton Manoel: Para o trabalhador estão relacionadas outras variáveis. Por exemplo, se a inflação estivesse aumentando acima do nível de aumento dos salários, estes trabalhadores estariam passando por uma queda de salário real. Ou seja, o aquecimento da economia pode ter reflexos

ARQUIVO PESSOAL

positivos, mas também, dependendo das outras variáveis relacionadas, como a inflação, esse aquecimento pode ter efeitos negativos.

Conexão otícias: Fatores externos como a eleição, também interfere? Hilton Manoel: Apesar da falta de dados estatísticos em mãos para se analisar de fato essa relação, percebe-se que, de maneira geral, os mercados financeiros sofrem influência durante período eleitoral, sendo que o capital especulativo representa uma ameaça à qualquer economia, principalmente as menos desenvolvidas, como no nosso caso.

Conexão otícias: o atual período, qual setor está mais promissor? Hilton Manoel: Em Minas Gerais os setores tradicionais da economia, como mineração e siderurgia, continuam em destaque. Os cenários macroeconômicos traçados para 2025 por especialistas do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional CEDEPLAR/UFMG confirmam que a economia mineira poderia estar numa situação menos favorável do que o cenário atual. Necessita-se investir em novos setores mais dinâmicos, com maior valor agregado, sendo que os setores tradicionais acabam tornando a economia mineira mais vulnerável, como se observa em períodos de crise.

Conexão otícias: Fim de ano a economia costuma mesmo aquecer? Este ano está igual, ao ano passado? Hilton Manoel: O comportamento do consumidor se reflete de forma sazonal, sendo que no final do ano o setor de comércio e serviços se aquece por conta dos períodos de férias e datas festivas. Com o 13º salário em mãos, o consumidor vai às compras durante esse período, o que se manifesta claramente nas estatísticas econômicas. As previsões para este ano apontam para um ritmo maior de vendas, em relação ao período anterior, por conta dos efeitos da crise ainda presentes no final de 2009.

Conexão otícias: Quais cuidados o consumidor deve tomar, mesmo com o aquecimento? Hilton Manoel: Uma dica básica, mas válida, dita por muitos economistas – Não gaste além do que ganha! Apesar do aquecimento e do período que se aproxima, tenha cuidado com os gastos desnecessários, com os juros do cartão de crédito e com os parcelamentos infinitos. Assumir um comportamento cauteloso é sempre bom para aqueles que planejam outras ações para o próximo ano.


Conexão Noticias:Layout 1

29/10/2010

17:35

Página 3

“Nasci em outubro e em dezembro eu já representava o Menino Jesus na manjedoura, nunca mais parei de fazer teatro”. Este é o ator e diretor mineiro Carlos Nunes que dispensa maiores apresentações, pois escolheu Belo Horizonte como seu palco principal, onde ficou com a proeza, em 10 anos, de uma mesma peça em cartaz: Como sobreviver em festas e recepções com buffet escasso e, também, com o grande sucesso: Pérolas do Tejo. Começou a carreira a cerca de 20 anos. Já fez diversos personagens de vários estilos, mas se destaca indiscutivelmente por seu talento na comédia. Como tantos outros artistas, não foi nada fácil a caminhada. Quando ainda pequeno, aos sete anos, a família passou por grandes dificuldades financeiras em Serro, região central da Serra do Espinhaço, onde nasceu, e vieram para Belo Horizonte. Aqui, os pais distribuíram os filhos aos demais familiares e Carlos Nunes foi para Vitória, no Espírito Santo, morar com uma tia velha e solteirona. Ficou lá um ano e não aguentou mais, voltou para Belo Horizonte. Aqui, foi tentar o que sempre sonhou: ser um ator galã. As dificuldades foram muitas para o ator iniciar sua carreira no teatro profissional em Belo Horizonte: “A gente não tem ídolos em Minas Gerais. A Globo só faz jornalismo, não faz novela, não faz nada. As outras emissoras a mesma coisa. A gente não tem uma programação local, embora a regionalização da televisão seja uma coisa exigida por lei e também uma grande reivindicação por parte dos atores há mais de 30 anos”, reclama o ator. Sem perder a piada, Nunes inclusive brinca com esse problema no espetáculo: Pérolas do Tejo:“Conta a história de um ator que queria muito fazer um galã, como eu que nasci sonhando em ser galã, hoje se regionalizar a televisão, só posso fazer papel de avó, no caso Abraão porque eu já to muito velhinho”. O ator acredita que as dificuldades são muitas para todo profissional quando no início da carreira que não quer se ingressar num serviço público e não tem dinheiro para montar seu escritório, seu consultório ou coisas do tipo. “Se você se forma em jornalismo seu pai não é dono de um jornal e você não tem amigos que te colocam em evidência no mercado, aí vai ser difícil pra você também. Assim é o ser ator”, revela. Falando nas dificuldades de ser ator, Nunes já se encrencou logo no primeiro teste. “Eu estava servindo o exército e fiquei sabendo da prova para o teatro no Palácio das Artes e fui fardado. Era regime militar na época e as pessoas me olharam com péssimos olhos porque o ambiente artístico era um ambiente muito liberal. Então já viu né. Comecei mal”, lembra.

O maior sucesso é a gente ser feliz

CONEXÃO NOTÍCIAS 3

NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

RIO DE JAEIRO No início da carreira, por influência de alguns atores foi tentar a sorte no Rio de Janeiro, por acreditarem ter um mercado muito mais diversificado e de fácil penetração. Sua adaptação não foi nada fácil. Aqui, Carlos Nunes era presidente do Grupo de Jovens da Legião de Maria, da Sociedade São Vicente de Paula, e ao chegar ao Rio sentiu uma diferença muito grande da cultura carioca. “Cheguei lá e caí na zona sul numa putaria, numa boemia danada e me fechei um pouco com isso. Não era a minha praia, mas mesmo assim fiquei lá quatro anos, e ao voltar para cá eu me encontrei no teatro. Depois que eu voltei do Rio eu nunca mais parei de fazer teatro”.

PAIXÃO “Represento todos os dias da minha vida, faço muito trabalho para empresas, estou sempre no teatro, viajando com espetáculos. Eu não paro de fazer o que eu amo que é o teatro”. Quantas peças Carlos Nunes já fez? Nem ele sabe dizer: “É uma conta que ainda preciso fazer”, diz modesto. Mas há 12 anos passou a fazer um espetáculo por ano. E isto se deve ao sucesso delas que se mantêm por muito mais tempo em cartaz, do que o programado. É o caso da peça: Como Sobreviver em Festas e Recepções com Buffet Escasso. Uma adaptação do “Manual de sobrevivência em recepções e coquetéis com Buffet escasso” de autoria do professor Ângelo Machado que levou mais de 600 mil pessoas em seis estados brasileiros ao teatro, faltando apenas São Paulo para terminar. A peça é uma espécie de deboche satírico da sociedade que está sempre se valendo de pretextos para beber e comer. Carlos Nunes não esconde a sua eterna paixão pelo teatro. Segundo ele, não existe nenhuma outra coisa mais mágica, maravilhosa e interessante que o teatro. Ele adora o contato com público e se pudesse fazia seus espetáculos de luz acesa. “Tem ator que fala que detesta ver a plateia, tem vergonha, não gosta. Eu não, eu adoro ver a

plateia e tenho um respeito muito grande por ela. Tudo o que tenho hoje eu devo a ela. Quisera eu poder olhar no olho de cada um e dizer: obrigado, muito obrigado!”, destaca. Outra gratidão que o ator tem para com o público é o fato das pessoas deixarem o conforto das suas casa, enfrentar a violência da cidade e a falta de estacionamento para ir ao teatro. “A televisão joga milhares de imagens lindas na casa das pessoas e mesmo assim elas saem de casa e vão me ver. A gente pode fazer teatro sem tudo só não pode fazer teatro sem público e sem ator. Por isso, toda noite eu envelheço um pouquinho porque eu me dou demais quando estou em cena”.

ATOR X DIRETOR Como diretor ele costuma dizer que não é diretor e sim está diretor. De vez em quando ele se aventura na área. Atualmente, está dirigindo o espetáculo “Os homens querem casar, as mulheres querem sexo” e o “Stand Up em Cena”, com o humorista Thiago Alves. “Eu aceitei a dirigir porque ainda não estava no processo de aprender a dizer “não”. Descobri que para ser querido é preciso saber dizer “não”. Hoje, eu te digo com certeza que se alguém me chamar para dirigir um espetáculo eu vou dizer “não” porque vai fazer bem pro espetáculo e pra mim. Quero ser ator ou talvez dirigir os meus espetáculos porque eu sei o que eu quero em cena. Também depois dos 30 anos de carreira se eu não soubesse era melhor parar, né?”, brinca.

CARREIRA Na televisão, Carlos Nunes, atuou na TV Globo com diversas participações, nos programas: Zorra Total, Minha ada Mole Vida, Flora encantada-Angel Mix, Sai de Baixo e, como contratado, nos programas: osso Povo Brasileiro- do Telejornalismo MGTV, Álbum de figurinhas, Globo Esporte e, A diarista, com Cláudia Rodrigues amiga do ator há mais de dez anos. No SBT, foi contratado para trabalhar no programa Ô Coitado com a Filomena e, em          

São Paulo, pela Record, onde trabalhou no Show do Tom. “A televisão é uma coisa que me dá prazer, qualquer uma que me chama eu vou. Uma vez fui gravar “O Sítio do Pica Pau Amarelo” eu era o lobo do “Sítio” e o Ary Fontoura também tinha um papel. Eu cheguei lá às 7h e o Ary às 9h e quando deu 17h eles liberaram a gente e falaram que a gravação ia ser só no outro dia”. Ele cita um caso famoso, em que uma vez perguntaram para o Orson Welles, grande ator e diretor americano, quanto ele cobrava pra fazer um filme ele disse que não cobrava nada, intrigados, perguntaram como ele não cobrava nada se ele era um dos atores mais bem pagos de Hollywood. Ele respondeu que não cobrava nada para fazer o filme, cobrava pra esperar. “A televisão é isso, esperar, esperar, esperar...”, diz unes. Muitas dificuldades, muitas idas e vindas, mas hoje, com 30 anos de carreira, Carlos Nunes está tranquilo. Há dez anos seus espetáculos são patrocinados pela “Magnesita Refratário” que deposita nele total confiança. Muitas vezes sem nem ler o texto já se prontificam a patrocinar o espetáculo, como foi o caso da peça: “Comi uma Galinha e paguei o Pato”. Há 25 anos atrás, Carlos Nunes ganhou o Prêmio Cauê, como melhor ator coadjuvante, voltando pra casa, dentro do ônibus, deixou o troféu cair e foi aí que percebeu que o seu trabalho era mais do que prêmios: “Com a queda vi como é efêmero o troféu, o aplauso, o que fica de verdade é o que você guarda no coração, é o carinho das pessoas. Eu faço o impossível para não esquecer o quão é efêmero o sucesso, a fama e essas coisas todas, o mais importante é você ter carinho das pessoas e é isso que eu persigo e guardo pra mim, porque o maior sucesso é a gente ser feliz”, se emociona. O prêmio Cauê quebrou, mas o discurso que ele fez na hora de pegar o troféu foi tão criativo que o dono da Cauê na época colocou num quadro em sua sala: “Eu queria agradecer a Cauê que arregaçou as mangas botou a mão na massa e fez algo de concreto pelo teatro mineiro”.

RAPIDINHAS Futebol: não é a minha paixão Um ator: Marco Nanine Humorista: Chico Anísio Cidade: Zurick Humor é: tudo Uma mania: entrar em cena após conversar com São Francisco Um sonho: de paz e de justiça Uma realização: poder cuidar da minha mãe Família: complicado Felicidade: é o caminho

CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA NO PORTAL CONEXÃO NOTÍCIA WWW.CONEXAONOTICIAS.COM.BR


Conexão Noticias:Layout 1

29/10/2010

17:35

Página 4

4 CONEXÃO NOTÍCIAS

ova Lei do Divórcio

NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

* Thiago Cavaca

No dia 13 de julho de 2010, o Congresso Nacional promulgou a emenda constitucional nº 66/2010, Nova Lei do Divórcio, a tornando IMEDIATA. A nova lei tem como objetivo acelerar o processo de dissolução do casamento civil, ajudando a desafogar as pautas de julgamento dos tribunais, desburocratizando e agilizando os processos judiciais que antes demoravam mais de um ano para serem finalizados. Menos burocracia e mais eficiência, estes são os fatores que caracterizam a ova Lei do Divórcio. Em 1977, foi aprovada a lei que tornava possível o divórcio no Brasil. Contudo, este processo se revelou lento, burocrático e minucioso, tornando demorada a efetivação do divórcio. Diante da necessidade foi criada a nova lei. Lei, que continua rigorosa e valoriza os direitos de ambas as partes, porém, a emenda inova o desenrolar do pedido de divórcio: os casais que desejarem se divorciar poderão fazê-lo sem a necessidade de separação judicial prévia, podendo o processo ser realizado logo que o casal decidir colocar um ponto final no matrimônio. Importante ressaltar algumas críticas que vem sendo feitas em relação à nova lei. A primeira delas seria o fato de que geraria um “casa e descasa” constante, algo que não contribuiria com a sociedade. E mais, algumas discussões a cerca da interpretação da nova lei, quanto a supressão do instituto da separação judicial. Em contrapartida, argumentos favoráveis no sentido de que nenhuma norma legal pode obrigar os casais a se manterem casados, devendo a separação ser algo fácil, possível e sem burocracia. Entre os benefícios do divórcio direto, pode-se destacar a facilidade para os processos de guarda de filhos e divisão de bens. Se alguém insistir em se separar judicialmente, não poderá transformar mais tal separação em divórcio, se o quiser, terá que propor o divórcio direto. Não podemos perder o contexto, a história e o sentido jurídico. Portanto, a emenda constitucional, suprimiu a prévia separação como requisito para o divórcio, bem como eliminou qualquer prazo para se propor o divórcio, seja judicial ou administrativo. Dessa maneira, a ÚNICA condição para requerer o DIVÓRCIO DIRETO, é estar casado. No intuito de esclarecer aqueles que já tinham processos de separação judicial, em andamento e outras situações específicas, entendo que todos os processos de separação judicial se transformaram em divórcio, automaticamente. Aqueles em que o estado civil já era o de “separado judicialmente” continua sendo o mesmo, pois não é possível simplesmente transformá-los em divorciados. O estado civil “separado judicialmente/administrativamente” continua existindo para aqueles que já o detinham quando o novo texto constitucional entrou em vigor. São exceções, necessárias e justificáveis, para compatibilizar com o respeito aos princípios constitucionais da coisa julgada e do ato jurídico perfeito. Assim, o que se percebe é uma tendência de menor intervenção do Estado na vida do cidadão. Por fim, sem mais delongas, é importante destacar a possibilidade de requerimento do divórcio junto aos cartórios, quando não houver filhos menores, pré-requisito básico, bastando ao advogado, presença indispensável, um representante do casal se dirigir a qualquer tabelionato de notas com a certidão de casamento, o RG e o CPF, sendo que em alguns locais, o processo é concluído em algumas horas. Com relação ao preço, é preciso pagar uma taxa ao cartório, que varia de estado para estado, excetuado o valor tratado com o advogado. Ressalvadas algumas dúvidas quanto à interpretação da nova emenda e independentemente das críticas apresentadas, deverão os serviços notoriais seguir as novas determinações, sem entrarem no mérito das questões surgidas a partir das críticas. Devendo os cartórios cumprirem a nova norma de maneira imediata. *Advogado, OAB/MG 122.009

Cartão de Crédito: o verdadeiro vilão dos créditos rotativos

* Gabriella de Castro Vieira

Comprar hoje e pagar depois é cada vez mais fácil. As ofertas de cartões de crédito e crédito pré-aprovado nas contas correntes, o chamado “cheque especial”, são cada vez maiores. Para se adquirir um cartão de crédito nem sempre há a exigência de ser correntista de uma Instituição Financeira. Já, no que tange, o “cheque especial”, basta abrir uma conta corrente e logo em seguida visualizará no extrato um crédito que disponível. Não há dúvidas de que ambos podem ser muito úteis, mas o problema ocorre quando o consumidor entra na armadinha dos juros. Especificamente nos cartões de crédito, estes podem ser bons se o pagamento se der na hora certa, caso contrário, o consumidor entrará no rotativo, podendo pagar quase 600% de juros. O termo rotativo se refere ao fato de que esta é uma linha de crédito automaticamente renovada e não há um prazo definido para quitação do devedor, ao contrário, do que ocorre nos empréstimos pessoais. Após entrar em um crédito rotativo ou num parcelamento, as chances de sair são poucas por causa das altas taxas de juros que as Instituições cobram. Uma dívida pode quadruplicar em pouco tempo devido aos encargos cobrados. O Instituto de Defesa do Consumidor – IDEC pesquisou as taxas de juros que o consumidor paga no rotativo do cartão de crédito, no “cheque especial” e no crédito pessoal. Constatou-se que o crédito pessoal é a melhor opção, sendo o cartão de crédito a pior, visto que os juros mensais deste podem chegar a mais de 15%. Um grande problema referente aos cartões de crédito diz respeito à dificuldade para obter qualquer tipo de informação. Ninguém sabe informar sobre as taxas cobradas. No máximo, as atendentes sabem informar o valor da anuidade. Dessa forma, o consumidor fica completamente desamparado e sem condições de escolher o melhor. Todos falam que as taxas são informadas na fatura, ou seja, é preciso, contratar o cartão para saber quanto será cobrado. É lamentável esta prática abusiva das Instituições Financeiras. O que é vedado pelo Código de Defesa do Consumidor, ao estabelecer que o consumidor tem o direito de ser informado previamente sobre todas as condições contratuais. O consumidor ao adquirir algum empréstimo precisa tomar cuidados importantes, pois diante dos juros elevados e da enorme variedade de linhas de crédito, toda precaução é benéfica: evite o rotativo do cartão de crédito e a utilização do limite do cheque especial, que possuem taxas altíssimas; analise os juros, o prazo as condições e as despesas de contratação; compare as modalidades das linhas de créditos ofertadas, pois muitas induzem o consumidor a erro; tente deixar pelo menos 30% da sua renda livre - imprevistos acontecem. Agindo com cautela ao utilizar o crédito a prazo, controlando as finanças e ajustando o orçamento, o consumidor evitará as armadilhas embutidas nos créditos rotativos.

*Advogada do MDC/MG (Movimento das Donas de Casa e Consumidores de Minas Gerais)


Conexão Noticias:Layout 1

29/10/2010

NOVEMBRO / DEZEMBRO /

17:36

Página 5

CONEXÃO NOTÍCIAS 5

2010

Esperança de um trânsito melhor

Licenciatura em Desenho e Plástica

* Sérgio Fernando

Agora é realidade. Podemos comemorar a nossa tão esperada e necessária obra de intervenção no trânsito do bairro Ouro Preto. Após grandes debates e empenho de nossa comunidade, percebemos, ao longo de toda a extensão das ruas Conceição do Mato Dentro e Monteiro Lobato, principais vias de acesso da região, que saíram do papel e começaram a ser executadas as obras para melhorar a fluidez do trânsito em nossa região. No total, três etapas serão efetuadas até o final do projeto. A primeira, o recapeamento, já foi cumprida com sucesso. A segunda, a sinalização, com o remanejamento de alguns semáforos, já está sendo desenvolvida e, a terceira e última fase, envolve algumas ruas que cortam as mesmas, adequando as calçadas e os acessos dessas vias à principal. É importantíssimo ressaltar o valor dessa vitória que a nossa comunidade conquistou. Enquanto agente público, entendo que, somente o trabalho em parceria com os cidadãos poderá trazer resultados que gerem benefícios concretos para a comunidade. Após constantes negociações junto à PBH – Prefeitura de Belo Horizonte, e aos órgãos responsáveis, conseguimos encontrar medidas que minimizem um dos grandes problemas que enfrentamos na região, o trânsito. Considero esta obra mais uma conquista de uma série que almejamos. Devemos, sim, comemorar, mas sem abandonar nossa mobilização pela continuidade de aplicação de medidas que melhorem a mobilidade e, consequentemente, a condição de vida de nossa comunidade. Continuemos, pois, somando forças nesse sentido.

Bariloche *Vereador (PHS), Presidente da Comissão de Legislação e Justiça da Câmara Municipal Tel.: 2531-1330 / www.sergiofernando.com

*Maíra Savoi

O curso de graduação Licenciatura em Artes Visuais (ou Licenciatura em Desenho e Plástica) forma professores de Educação Artística para atuar nas quatro últimas séries do ensino fundamental, médio e profissionalizante. Ele pode também ministrar oficinas culturais e cursos livres ou dedicar-se à pesquisa acadêmica. Durante o curso, o aluno aprende desenho artístico, técnico, geométrico e arquitetônico, perspectiva, história da arte, teoria e técnica da pintura, gravura e expressão tridimensional, teoria e técnica de teatro, psicologia da educação, dentre outras. O curso tem duração média de oito semestres (quatro anos). Os profissionais estão capacitados a exercer atividades de expressão e criação estética, atuando na área das artes visuais. É importante que se tenha um bom raciocínio abstrato e espacial, coordenação motora, criatividade, síntese gráfica, memória visual e percepção de movimento. O salário de um professor de Educação Artística gira em torno de R$ 800 a R$ 2.500. Esse valor pode melhorar se o profissional se dedicar ao trabalho com cursos livres. O mercado de trabalho vem oscilando nos últimos anos, face à elaboração da Lei de Diretrizes e Bases da Educação que diz que o conteúdo de Desenho é obrigatório na grade escolar do ensino fundamental e médio, como disciplina independente, ora integra a matemática ou a educação artística. O bom professor deve ensinar, orientar, inspirar, cativar, trazer à tona e dirigir o aluno rumo ao conhecimento, despertando nele o interesse e o desenvolvimento da criatividade e da consequente aptidão artística. Um bom professor de artes pode ajudar os alunos a compreender outras matérias, principalmente a matemática, história, geografia e literatura. Alguns componentes obrigatórios: História das Artes, Metodologia do Estudo, Plástica A, Desenho à Mão Livre 1, Desenho Geométrico, Ciclo Profissional, Desenho Técnico Básico, Geometria Descritiva A, Geometria Descritiva B, Geometria Descritiva 1C e Estética.

TURISMO

*Graduada em Artes Visuais pela ewton Paiva

Em férias pela Argentina, nossa editora, conheceu as belezas de San Carlos de Bariloche, mais conhecida como Bariloche. Diante de tanta beleza ela decidiu escrever esta edição de nosso turismo e dividir com você, leitor do Conexão, a experiência, que ela mesma resume em uma palavra: fantástico!

Bariloche é uma cidade Argentina que fica localizada na Cidade da Patagônia, Província de Rio Negro junto à Cordilheira dos Andes, fronteira com o Chile. A cidade é rodeada por lagos e montanhas e possui uma população de aproximadamente 130 mil habitantes. Como não poderia deixar de ser, o turismo é a principal atividade econômica local. O local atrai visitantes de todas as partes do mundo, mas em maior quantidade os da América do Sul, principalmente os brasileiros. Não é a toa que é apelidada carinhosamente de Brasiloche. Esquiar, brincar na neve, andar de trenó, praticar “snowboard” são muitas as opções para curtir um inverno em grande estilo. Ainda é possível fazer passeios de barco, praticar caminhadas ecológicas, mountain bike, windsurf, visitar o Parque Nacional Nahuel Huapi, a travessia dos lagos indianos até o Chile e os percursos chamados Circuito Chico e Circuito Grande, com paradas em vários pontos de onde se têm vistas panorâmicas dos bosques e montanhas ao redor da cidade, entre outros. O clima frio e os hotéis e restau-

rantes aconchegantes também são muito convidativos. E mesmo no verão, Bariloche oferece diversas opções de lazer e aventura. Edila Joanez, nascida em Buenos Aires é guia turística em Bariloche há 13 anos, em períodos de temporadas de inverno, e dá uma dica para as pessoas que vão à cidade pela primeira vez: o citytour básico. Uma vez que se passa nos principais pontos turísticos de Bariloche, e assim, permite ao visitante fazer as opções dos locais que ele deseja ir com mais tempo. A vista do Cerro Campanário é sem dúvida o mais deslumbrante de Bariloche. É possível avistar até à divisa com o Chile. Para chegar ao topo, existe um teleférico com cadeiras duplas que levam a uma altura de mais de mil metros. A cidade tem um centro comercial com muitas galerias, restaurantes e preços para lá de acessíveis, já que o real vale o dobro do peso argentino. Os chocolates e alfajores, marca registrada da cidade, são encontrados por toda a parte, assim como

os chocolates quentes e deliciosas tortas doces, fazendo dos passeios um atrativo a mais. Depois de curtir um dia repleto de aventura nada melhor do que curtir a noite de Bariloche. Você pode optar por um jantar e, desvendar os temperos da gastronomia local, que tem o famoso cordeiro patagônico ou esquentar o clima nos bares e discotecas da cidade, que fervem com pessoas do mundo todo. É ou não é fantástico? Renê Arancibia é gerente de um hotel na cidade e diz: “Para aqueles que pensam que Bariloche recebe turista somente no inverno se enganam. Recebemos visitantes praticamente o ano inteiro. São muitas

as opções oferecidas na primavera e no verão época em que o sol se põe às 21 horas com temperaturas que atingem 31 graus durante o dia”. Ainda segundo Arancibia, Bariloche é o destino também dos turistas que apreciam o ar puro das montanhas e gostam de aventuras, assim, a cidade oferece opções de “rafting”, cavalgadas, “para-pente”, caça e ciclismo de montanha. Portanto, se você deseja conhecer Bariloche, já sabe o que encontrar, tanto no inverno quanto em outras estações do ano.

CONFIRA OUTRAS DICAS NO PORTAL CONEXÃO NOTÍCIA WWW.CONEXAONOTICIAS.COM.BR


Conexão Noticias:Layout 1

29/10/2010

6 CONEXÃO NOTÍCIAS

17:36

Página 6

Restrospectiva 2010

NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

O ano em que o mundo assistiu a conquista espanhola na copa, a ascensão dos fracos, a queda dos favoritos. Ano em que o Brasil sentiu a perda do hexa, e se agarrou na esperança do novo título como sede em 2014. Tempo do esporte, da expectativa para os jogos olímpicos como um país anfitrião. 2010 chegou erguendo paredes, duplicando avenidas, trazendo aos mineiros uma nova Antônio Carlos, Cristiano Machado, e as belas curvas de Niemyer, na Cidade Administrativa. Período em que a política cerceou o humorismo e limitou as condições da candidatura com a criação do projeto “Ficha Limpa”. REVIRAVOLTA A COPA 2010 celebrou uma disputa inédita entre Espanha e Holanda na final da copa do mundo. A consagração da Espanha, campeã pela primeira vez no mundial, a classificação de nações desacreditadas como o Uruguai, na semi final, e quatro seleções sul-americanas nas quartas de final, foram pontos que ficarão na memória do futebol. A primeira copa em continente africano foi marcada pela derrota prematura de constantes finalistas, e pela eliminação precoce do Brasil em meio a inúmeros cartões, faltas e expulsões.

BRASIL SE PREPARA PARA RECEBER O MUDO A perda do hexa não deixou para trás o aroma gostoso do futebol. A quatro anos de sediar a Copa e a seis das Olimpíadas, o Brasil se prepara fervorosamente para receber o mundo. Em Minas Gerais, avenidas importantes foram reestruturadas com o intuito de melhorar o trânsito, propiciar a escolha da Fifa como uma das sedes da Copa e, consequentemente, receber os torcedores. A inauguração da Linha Verde, em 2008, terá grande importância no trafego de veículos durante a copa. O complexo viário liga o centro da capital ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins. Constituída por três grandes intervenções na MG-10, nas avenidas Cristiano Machado e dos Andradas, a proposta demandou investimento de R$ 380 milhões e foi concebida para se tornar uma via expressa.

OVA ATÔIO CARLOS A duplicação da Avenida Antônio Carlos deu nova arquitetura ao corredor. A via ganhou, no total, seis viadutos conjugados com passarelas, tornando-se o corredor mais movimentado da cidade. Homens e máquinas trabalharam em ritmo acelerado para a conclusão dentro do cronograma. O empreendimento, orçado em R$ 250 milhões (R$ 190 milhões do Estado e R$ 60 milhões da prefeitura de Belo Horizonte), abrange o trecho que vai da Rua dos Operários, no Bairro Cachoeirinha, até o complexo de viadutos e túneis da Lagoinha. Segundo o engenheiro Cláudio Lima do Nascimento, coordenador das obras, apesar da liberação, a empreiteira contratada continua a execução do projeto paisagístico da nova via e a construção de dois viadutos que farão a travessia entre bairros em frente ao complexo do IAPI, no Bairro São Cristóvão. Apesar da retirada das escoras e da liberação do trânsito de veículos e pedestres na avenida, nos viadutos a circulação será liberada somente em maio de 2011.

OVO VISUAL Para os mineiros, 2010 deixou a mais recente obra de Oscar Niemyer. O complexo administrativo de 804 mil metros quadrados que conta com cinco imponentes edifícios, é considerada a “obra do século”. Inaugurada em março deste ano, no bairro Serra Verde (região norte), a obra é uma das mais ousadas de Niemeyer, e um verdadeiro desafio para a engenharia. As belas curvas da Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, são sede do Governo do Estado de Minas Gerais e de 16 secretarias regionais. Uma de suas principais edificações é o Palácio Tiradentes, onde fica o novo gabinete do governador. O prédio, suspenso por mais de mil cabos de aço, tem 26 metros de largura e 147 metros de comprimento de espaço entre a construção e o solo. Estão inclusos ainda dois edifícios idênticos - o “Minas” e o “Gerais” -, um centro de convivência em formato redondo que conta com lojas, restaurantes e bancos, e um auditório em forma côncava com capacidade para 490 pessoas. O complexo possui um conjunto de edificações, passarelas, lagos artificiais, jardins e estacionamento para cinco mil veículos. Toda a obra ergueu-se do chão em menos de 15 meses. As obras tiveram início em janeiro de 2008 e foram inauguradas por Aécio Neves no dia 4 de março, data do centenário de nascimento de Tancredo Neves (morto em 1985), que dá nome aos prédios. Do ponto de vista da Engenharia, o Palácio Tiradentes é o edifício mais complexo. O prédio de 146 metros de comprimento e 26 metros de largura aparece suspenso por “alças” metálicas presas à cobertura. A construção possibilita um vão livre duas vezes maior do que o do Museu de Arte de São Paulo (Masp), até então, o maior do mundo.

ELEIÇÕES BLIDADAS Este ano, as eleições foram marcadas por restrições. A indefinição do projeto Ficha Limpa gerou polêmicas, e junto à censura do humor político, colocou em tese a liberdade de imprensa e expressão. Sancionada em junho, pelo presidente Lula, a lei “ficha limpa” proíbe a candidatura de políticos condenados pela Justiça em decisão colegiada mesmo que o processo ainda não tenha chegado ao fim, além de ter tornado mais rígidas as normas para a inelegibilidade.

O U T R O S F AT O S

JAEIRO

M A R C A R A M 2010

QUE

Desabamento em Angra dos Reis

O desastre que matou centenas de pessoas em Angra dos Reis, Rio de Janeiro, foi destaque mundial. O que era pra ser a comemoração de um ano novo foi uma tragédia. Devido às chuvas constantes no estado do Rio, a Praia do Bananal, na Ilha Grande foi alvo de um deslizamento de terra, chocando todo o país.

Tremor no Haiti

ABRIL

Um grande terremoto de magnitude 7,0 na escala Richter atingiu o Haiti, o país mais pobre da América, no dia 12 de janeiro. Morreram mais de 200 mil pessoas e deixou 1,5 milhão de pessoas desabrigadas no país caribenho.

Vazamento de petróleo no Golfo do México

Um vazamento de petróleo no Golfo do México, EUA, ocorreu no dia 20 de abril, causado pela explosão da plataforma Deepwater Horizon da petroleira inglesa BP (British Petroleum). Foi o maior desastre natural da história daquele país. MAIO

Resgate dos 33 mineiros no Chile

Durante mais de dois meses, 33 mineiros ficaram soterrados há 700 metros de profundidade em uma mina no norte do Chile. Uma operação de resgate que contou com a ajuda de vários países e inclusive da NASA resgatou no dia 11 de outubro todos os 33 homens com vida. O resgate que durou mais de 22 horas foi acompanhado por todo o mundo. JUHO

Imprensa omite estupro de uma menina de 14 anos

Filho de um diretor da RBS, filiada da Rede Globo de Televisão, estupra uma menina de 14 anos. As informações vieram à tona depois que o Domingo Espetacular, da Rede Record noticiou o caso. O garoto admitiu o estupro pela internet e ainda zombou da condição de ser preso. As investigações foram encerradas e encaminhadas à Justiça. JULHO

Caso Bruno

Ídolo do Flamengo, o goleiro é acusado de tramar o sequestro e o assassinato brutal da ex-amante Eliza Samudio, de 25 anos, desaparecida no início de junho. Eliza pedia na Justiça que o jogador reconhecesse a paternidade de Bruninho. O goleiro nega todas as acusações, mas não convence: é preso, indiciado pela polícia e denunciado pelo Ministério Público, assim como sua mulher e amigos. OUTUBRO

Minas tem novo governador

Antônio Augusto Anastasia (PSDB), foi reeleito para mais um mandato de quatro anos. O advogado Antonio Augusto Junho Anastasia (PSDB), vice-governador de Aécio Neves, eleito em 2006, com seu afastamento em março de 2010, assumiu o governo, e seguirá governador, agora eleito.


Conexão Noticias:Layout 1

29/10/2010

17:36

Página 7

ão às sacolas plásticas

CONEXÃO NOTÍCIAS 7

NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

Lei Municipal nº. 9.529/2008 será obrigatória a partir de fevereiro de 2011

Até 27 de fevereiro de 2011, todos os estabelecimentos privados, além de órgãos e entidades do Poder Público em Belo Horizonte, deverão substituir o uso de sacolas plásticas por sacolas ecológicas. A Lei Municipal nº. 9.529/2008 será obrigatória a partir dessa data, mas alguns estabelecimentos já começaram a adotar soluções como as sacolas oxibiodegradáveis. A sacola plástica utilizada no comércio leva até 400 anos para desaparecer no meio ambiente e representa 9,7% do lixo produzido em todo o país que vão para os rios, mares, bueiros e etc. O artigo 4º da lei prevê a aplicação de penalidades, que variam de R$ 1 mil até a cassação do alvará de funcionamento dos estabelecimentos que não fizerem a substituição, no prazo determinado. A lei é originada do projeto 1.332/07, de autoria do vereador Arnaldo Godoy, que afirma que as sacolas e sacos plásticos jogados nos bueiros entopem as redes de esgoto, causam enchentes e dificultam a compactação e decomposição dos detritos nos lixões. Em alguns estabelecimentos já é possível ver a substituição gradativa das sacolas plásticas por material biodegradável, é o caso da rede de supermercado mineira Verdemar. Nos últimos anos, Verdemar tem sido um exemplo. Adotou princípios e inves-

tiu em ações direcionadas à sustentabilidade. Assim foi ao adotar para uso dos clientes as sacolas oxibiodegradáveis, que se decompõem em 18 meses. Também, ao implantar em suas lojas pontos de coleta seletiva de resíduos recicláveis - como metal, óleo de cozinha, vidro, garrafas pet e embalagens tetrapack - e de resíduos perigosos, como pilhas e baterias, além de destinação correta para os produtos recolhidos. Mensalmente, cerca de duas toneladas de resíduos são destinadas a associações de catadores, gerando emprego e renda. Em 2008 a rede lançou as sacolas recicláveis e retornáveis produzidas com banners. Lucimar da Costa já tem

o hábito de frequentar a rede e se confessa muito satisfeita: “É bacana você ver que tem pessoas que se preocupam com o meio ambiente e eles são formadores de opinião. Eu teria vergonha de ter um estabelecimento e usar a plástica, sabendo que não é o correto”, revela. A rede de supermercados lançou, recentemente, sacolas modernas e ecologicamente corretas, com cinco diferentes estampas assinadas pelo estilista Ronaldo Fraga. O objetivo é promover o consumo responsável, reduzir o uso de sacolas plásticas e incentivar o uso das retornáveis. Muitos outros comércios menores, também vêm aderindo à lei, antes mesmo

do prazo estipulado. Caso de padarias que voltaram com os saquinhos de papel.

SACOLAS RETORÁVEIS: O MEIO AMBIETE AGRADECE A Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria, lançou o projeto nacional “Sacola ecológica permanente”. A associação estimula os donos de padarias a venderem sacolas de pano ou papel com a logo da campanha e o marketing do estabelecimento e proporcionarem descontos de até 10% no preço do pão e do leite para os clientes que as estiverem usando. Segundo o vereador Arnaldo Godoy, autor do projeto é a vez de cada um de nós fazer a sua parte. “BH saiu na frente aprovando uma medida inteligente para substituir os sacos plásticos por sacolas alternativamente ecológicas como de pano, de palha ou de lona”, destaca o vereador. A lei que obriga a substituição de sacolas plásticas pelas biodegradáveis é pioneira no país e também exige a substituição de sacos plásticos de lixo pelos similares ecológicos. Apenas no Paraná já existe lei similar. CONFIRA A LEGISLAÇÃO NA ÍNTEGRA NO PORTAL CONEXÃO NOTÍCIA WWW.CONEXAONOTICIAS.COM.BR


Conexão Noticias:Layout 1

29/10/2010

17:36

Página 8

8 CONEXÃO NOTÍCIAS

SHOWS

NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

EXALTASAMBA

Apresentação do DVD “Exalta 25 anos” Dias: 10 e 11 de dezembro, às 23h. Onde: Chevrolet Hall – Impróprio para menores de 16 anos. Informações: 3209-8989

Jogo dos 7 erros

ARLIDO CRUZ

Onde: Chevrolet Hall Dia: 12 de novembro, às 23h. Valores: Mesas 1º lote: R$ 240/ 2º lote: R$ 280/ 3º lote: R$ 320// Camarote - arquibancada superior: (água, cerveja, refrigerante e frozen liberados) 1º lote: R$ 70/ 2º lote: R$ 80// Pista/arquibancada: 1º lote: R$ 40 (inteira) / R$ 20 (meia) / 2º lote: R$ 50, (inteira) / R$ 25 (meia).

Senna

Data prevista de estréia: 12 de novembro O documentário mostra a trajetória do piloto brasileiro Ayrton Senna, passando por sua estréia, a Fórmula 1, em 1984, até sua morte, em 1994. Brasileiro.

Bróder

Data prevista de estréia: 12 de novembro de 2010 Focada na amizade, a história, passada em 24 horas, traça o reencontro de três amigos que dividiram a infância no Capão: Jaiminho (Jonathan Haagensen), um jogador de futebol em ascensão no exterior; Pibe (Silvio Guindane), um sacrificado corretor de imóveis e Macu (Caio Blat), o jovem protagonista que se mantém no bairro, flertando com a criminalidade. Brasileiro.

ETIQUETA COTEMPORÂEA Presentes de atal: um dilema que se renova a cada ano

7 Erros 1 - Uma estrela acima da casa à esquerda 2 - A cor da janela na lateral da casa 3 - Um presente na porta da casa

4 - Brinquedos junto com os presentes debaixo da árvore 5 - O tamanho do saco do Papai Noel 6 - A estrela da Árvore de Natal 7 - A grama na parte de cima do lago

Piadas

* Um político honesto, um advogado generoso e Papai Noel estavam andando pela rua quando viram uma nota de R$ 50 reais. Qual dos três a pegou? - Papai Noel, porque os outros dois não existem!”

*ADVOGADO O TRÂSITO Estava um advogado indo em alta velocidade em uma estrada. Quando percebe, vem uma viatura da polícia rodoviária perseguindo o advogado. Este para no acostamento e o policial diz: - Você sabia que a velocidade está altíssima? o advogado diz: - Vou lhe contar a verdade! É que eu roubei uma arma, dei um tiro na cabeça de um cara, coloquei a arma aqui no meu porta-luvas, coloquei o corpo no porta-malas e estou indo para algum lugar para me desfazer do corpo!! O policial desesperado, chama reforço no rádio, quando chegam mais 5 viaturas, o policial conta que o advogado matou um cara e está fugindo! Os outros policiais olharam o porta-luvas, e nada de arma, olharam o porta-malas e não tinha corpo nenhum!! E então eles viram para o policial que atendeu primeiramente e diz: - Que palhaçada é essa, não tem nada aqui!! Então o advogado fala: - Pronto, agora só falta esse maluco dizer que eu estava em alta velocidade!!

Alô, Chics! Enquanto bate o sino pequenino, sino de Belém, bate também a dúvida sobre a etiqueta dos presentes de Natal. Dar ou não dar? E a sogra? E os porteiros do prédio? A época exige soluções rápidas para todas as perguntas que vêm à cabeça na hora de responder a um convite para um jantar na casa do(a) namorado(a), na hora de comprar uma lembrança, na hora de fazer a lista dos presentes. Deixe que a gente facilite sua vida respondendo às inúmeras perguntas que nos mandaram; garanto que muitas delas também passaram pela sua cabeça. ão gostei do presente. Que cara eu faço? Faz cara de linda e de quem adorou. A intenção da pessoa foi agradar e é isso o que você tem que considerar. Depois você leva à loja e troca por outra coisa. Como presentear os porteiros? Com dinheiro ou com uma lembrança bem pessoal, que mostre que você sabe quem ele é. Porteiros, garçons e tantos outros prestadores de serviço se queixam de que são “invisíveis”. Aproveite a data e dê uma camisa no tamanho certo dos porteiros do seu prédio, mostrando que eles não só não são invisíveis, como foram tratados com muita consideração por você ao receber um presente na medida certa. Como presentear as empregadas domésticas? Com dinheiro ou com alguma coisa parecida com uma bolsa, uma canga, uma bijuteria sua que você sabe que ela acha o máximo. Não se esqueça de dar também um presente para os filhos dela, caso sejam crianças ou adolescentes (quem agrada ao filho agrada à mãe). Como tornar o panetone um presente diferente? Até um panetone vira um presente simpático se você colocar nele um bilhetinho bem pessoal. Tenho que presentear o namorado novo? Claro! Não precisa ser nada caro, mas uma lembrancinha que seja vai muito bem. Você acharia graça em não receber nada dele nesta data? Presente bom é presente caro? Vamos inverter a situação: o difícil é achar um presente bom e muito barato. Mas, com imaginação e boa vontade, até isso a gente acha. Você acha que, assim como na moda, há presentes clássicos, que agradam sempre? Presentes clássicos são flores, bombons, bebidas, CDs, livros e não desagradam nunca. São seguros, embora um pouco neutros. Deixe-os de reserva para a mãe do namorado novo, o pai da amiga que convidou para jantar, o amigo secreto do patrão e outras pessoas que inesperadamente aparecem e que vão ter que ser presenteadas de última hora.

Fonte: Alô, Chiks! a linha com Glória Kalil


ConexĂŁo Noticias:Layout 1

29/10/2010

17:46

PĂĄgina 9

NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

COLUA SOLIDĂ RIA

Aparelhos OrtodĂ´nticos em adultos

*Dr. JĂşnior Frogeri

Nos dias atuais, o foco da Ortodontia não Ê somente no atendimento de crianças e adolescentes. Cada vez mais os adultos estão percebendo as vantagens e os benefícios no uso do aparelho ortodôntico para a correção dos dentes nessa fase da vida. Com o avançar da idade, Ê natural o aparecimento ou a piora do apinhamento dentårio (dentes tortos) e inclinaçþes dentårias, devido a perdas de dentes ao longo da vida. Como consequência, temos uma maior dificuldade na higienização de certas regiþes, gerando maior acúmulo de placa bacteriana, resultando em inflamaçþes gengivais (gengivite), maior chance de aparecimento de lesþes de cårie, tårtaros e atÊ perdas ósseas por problemas periodontais (gengivas e estruturas de suporte) podendo inclusive, em alguns casos, levar à perda do elemento dentårio. Ao alinhar os dentes, percebemos uma facilidade maior na higienização bucal, sem contar na melhora indiscutível na estÊtica dentåria e facial, ajudando na autoestima desses pacientes. Muitos adultos ainda resistem ao uso de aparelhos ortodônticos por puro preconceito. Imaginam que Ê um tratamento só para crianças e adolescentes. Hoje, dispomos de aparelhos modernos e estÊticos para quem prefere a discrição do sorriso durante o tratamento. Os materiais estÊticos variam de fibra, porcelana e atÊ safira, tudo irå depender da exigência do paciente. O mais importante Ê ter em mente que a ortodontia Ê para todas as idades, devendo o paciente fazer uma avaliação criteriosa com um profissional especializado que irå avaliar se hå indicação para o tratamento ortodôntico e expor as possibilidades de tratamento e benefícios possíveis dentro de cada caso. *MÊdico Ortodontista pela Clínica Patrícia Viana

CONEXĂƒO NOTĂ?CIAS 9

Como controlar o peso do seu animal de estimação *Carolina Barros

Os mimos na alimentação do seu animal de estimação, como dar carne ou pĂŁo, podem atĂŠ agradar, mas muitas vezes resultam em uns quilos a mais. A obesidade em animais, apesar de nĂŁo causar tanta preocupação nos donos, pode acarretar sĂŠrios riscos Ă  saĂşde do seu cĂŁo ou gato. Aliado Ă s guloseimas ingeridas, o fato de muitos “paisâ€? nĂŁo levarem seus pets para passear nem brincar acabam deixando os bichinhos meio gordinhos, quando nĂŁo obesos. O ganho de peso se dĂĄ, principalmente, por causa da diferença entre a quantidade de calorias consumidas e gastas. Se o bichinho se alimenta bem, mas nĂŁo gasta energia, ele pode ficar gordo. TambĂŠm nos casos em que o animal queima bastante gordura, mas come muitas guloseimas, os quilos a mais podem aparecer. As consequĂŞncias da obesidade, sĂŁo: diabetes, câncer, doenças de pele e menor expectativa de vida, alĂŠm de problemas cardiovasculares, articulares e respiratĂłrios. Apesar dos possĂ­veis danos, muitos proprietĂĄrios acabam nĂŁo reconhecendo o excesso de peso e nĂŁo levam os animais ao veterinĂĄrio. Identificar se o seu bichinho estĂĄ gordinho ĂŠ fĂĄcil: nos animais de raça pura, as proporçþes entre o peso, tamanho e idade do pet ajudam a diagnosticar se ele estĂĄ ou nĂŁo acima do peso; jĂĄ nos vira-latas, o mĂŠtodo mais fĂĄcil para verificar a quantidade de gordura no corpo dele ĂŠ passando a mĂŁo sobre o tĂłrax e musculatura abdominal. Se as costelas estiverem visĂ­veis e a cintura es-

tiver bem definida ĂŠ sinal que ele estĂĄ muito magro. Se for possĂ­vel apalpar as costelas e visualizar bem a silhueta da curvatura abdominal, significa que estĂĄ no peso ideal. Agora, no caso de, ao passar a mĂŁo sobre as costelas, nĂŁo sentir os ossos por causa da gordura que os encobre, ele deve estar acima do peso. Mas para se certificar se o bichinho realmente estĂĄ acima do peso ĂŠ recomendĂĄvel o acompanhamento veterinĂĄrio. Ă€ primeira vista, o profissional irĂĄ avaliar as condiçþes de saĂşde do animal, para sĂł depois passar as orientaçþes necessĂĄrias para a recuperação do pet. O primeiro passo ĂŠ cortar as guloseimas que o animal ingere, trocando, inclusive, o tipo de ração da qual ele se alimenta para uma que seja prĂłpria para o emagrecimento com baixa quantidade de calorias, mas que nĂŁo tenha defasagem em vitaminas e minerais. Esses alimentos “dietĂŠticosâ€?, por assim dizer, tĂŞm tambĂŠm maior porcentagem de proteĂ­nas e fibras, que mantĂŞm a massa magra e ajudam a eliminar as gorduras. Os exercĂ­cios fĂ­sicos complementam o tratamento, mas ĂŠ bom lembrar que, por o animal estar acima do peso, ele pode sentir dificuldades para longos passeios ou corridas. Por isso, se a lĂ­ngua estiver para fora, a respiração excessivamente ofegante e ele rejeitar continuar, ĂŠ preciso respeitar o limite do pet. O ideal ĂŠ ir aumentando, aos poucos, a intensidade das atividades e continuar frequentando o veterinĂĄrio para conferir os resultados. *MĂŠdica VeterinĂĄria CRMV - MG 8657


ConexĂŁo Noticias:Layout 1

29/10/2010

17:46

PĂĄgina 10

Melhoria da acessibilidade no bairro Ouro Preto 10 CONEXĂƒO NOTĂ?CIAS

Obras prometem melhoria da acessibilidade na rua Conceição do Mato Dentro

Para dar uma solução na difícil acessibilidade ao bairro Ouro Preto e outros bairros pela Rua Conceição do Mato Dentro, a Regional Pampulha, atravÊs da Gerência de Regulação Urbana e a BHTrans promoveu diversas reuniþes com comerciantes e moradores da região. O diagnóstico foi detectado: Ê o uso do afastamento frontal dos passeios como estacionamento. AlÊm do grande número de estabelecimentos comerciais na rua, Ê grande o fluxo de veículos que utilizam a via para ter acesso aos bairros da região, fatores que aumentam o número de automóveis no local. Nesse sentido, jå foram tomadas algumas medidas para melhoria do fluxo como implantação de sistema de mão única em algumas ruas para ampliar o número de vagas para veículos e tambÊm a adequação de calçadas para que o afastamento frontal possa servir de estacionamento seguindo o que a lei determina. Em seguida, a engenheira Maria Luiza Gruger Viana, da Gerência de Regulação Urbana da Regional Pampulha, apresentou os aspectos exigidos pela lei para que os comerciantes possam se adequar às normas e não sofram penalidades. A legislação exige que o proprietårio construa e mantenha um passeio em perfeito estado que permita a circulação de pedestres e cadeirantes. O Código de Posturas proíbe o uso de passeios e do afastamento frontal para estacionamento ou manobra de carros, exceto nos casos previstos em lei como daqueles que são levados a postos de combustíveis. TambÊm pode ser

CLAUDIANA COSTA

permitido o uso em terrenos que ficam à margem de vias arteriais, como Ê o caso dos imóveis da Rua Conceição do Mato Dentro, desde que atendendo a exigências, a exemplo da autorização prÊvia da BHTrans que Ê o setor responsåvel pelo trânsito na cidade. Ao final do último encontro, foi sugerido que os comerciantes verifiquem se dispþem de um passeio com tamanho compatível para abrigar o estacionamento de veículos e que se reunissem para viabilizar projeto urbanístico para os passeios da avenida. A gerente de Regulação Urbana da Regional Pampulha, Míriam Terezinha Barreto, disponibilizou consultoria e suporte institucional para todos os interessados na melhoria de acessibilidade da Conceição do Mato Dentro. Explicou a todos que não haverå notificação e possibilidade de multa atÊ que sejam feitas as intervençþes da BHTrans no local e apresentou a todos o fiscal das Posturas na região, Alex Starling, que ficarå à disposição para os esclarecimentos que julgarem necessårios.

Mais segurança na Avenida Tancredo eves

Avenida movimentada e ponto de vårios restaurantes e casa noturna, a Tancredo Neves sempre Ê motivo de reclamação por parte, principalmente dos moradores próximos a ela. Foram muitas as reclamaçþes dos leitores em nossa coluna: Boca do Povo. Diante disso, vårios ofícios foram encaminhos para a Prefeitura de Belo Horizonte, solicitando a instalação de redutores de velocidade no cruzamento da Avenida Presidente Tancredo Neves com a Rua Castelo de Alenquer, tambÊm reivindicado pelo vereador SÊrgio Fernando, morador da região. A solicitação Ê uma tentativa de reduzir o número de acidentes que acontecem com frequência no local, como batidas e atropelamentos, tendo alguns casos, inclusive, sido noticiados pela imprensa, como o de um motociclista que perdeu uma perna em um acidente em que se envolveu nesse cruzamento.

Para o construtor civil, Gerson Francisco Bueno, que trabalha na regiĂŁo, a avenida precisava de um redutor de velocidade. “Achei Ăłtimo quando vi que colocaram nesta avenida quebra-molas, pois aqui os carros sempre passam em alta velocidadeâ€?. JĂĄ o aposentado Paulo SĂŠrgio Viana diz que presenciou vĂĄrios acidentes no local. “HĂĄ pessoas que nĂŁo respeitam sinalização nem limite de velocidade. Falta consciĂŞncia dos motoristas. No caso da Avenida Tancredo Neves, esse quebra-molas irĂĄ ajudar muito. Apesar de nĂŁo morar na regiĂŁo, transito muito por aqui e jĂĄ vi vĂĄrios acidentesâ€?, alega o aposentado. A BHTrans colocou, no local, faixas informando Ă s pessoas sobre a instalação dos redutores, que jĂĄ foram construĂ­dos. TambĂŠm na Avenida Tancredo Neves, recentemente foi construĂ­da uma passarela, que visa mais comodidade e segurança aos moradores.

NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

FIQUE POR DETRO

ovidade na Zooboteca

A exposição “Biodiversidade: A Vida que se Manifesta nas Mais Variadas Formas e Coresâ€? ĂŠ a nova atração da Zooboteca, espaço interativo da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte (FZBBH), que permite descobertas sobre a fauna e a flora, especialmente dos biomas brasileiros. As 29 fotos em tamanho A3 sĂŁo de autoria do biĂłlogo Humberto Mello e da jornalista Suziane Fonseca que retratam algumas espĂŠcies do acervo do Jardim Botânico e do Jardim ZoolĂłgico da FZB-BH, alĂŠm de outras fotografadas em ambiente natural. A Zooboteca funciona de terça a sexta-feira, de 9h Ă s 11h, e de 14h Ă s 16h. Aos domingos e no primeiro sĂĄbado de cada mĂŞs, de 10h Ă s 12h e de 13h30 Ă s 15h30. Informaçþes pelos telefones: 3277-7284 e 3277-7286.

Parque Ursulina oferece trilhas e opçþes de lazer para visitantes O Parque Municipal Ursulina de Andrade Mello Ê uma das maiores åreas de floresta tropical de Belo Horizonte e uma opção de lazer e descanso para os moradores do bairro Castelo. Suas trilhas no meio da mata são um atrativo para os visitantes. De acordo com Paulo Henrique Milani, agente de visitaçþes do parque, em mÊdia cem pessoas visitam o parque diariamente. Quando forem grandes grupos para fazer trilhas, pode-se fazer um agendamento prÊvio para uma visita orientada na trilha, pelo telefone: 3277-7112. Visite o parque!

BH Resolve: mais de 600 serviços em um único lugar

Belo Horizonte ganhou a Central de Atendimento Presencial – BH Resolve, que concentra no mesmo endereço cerca de 600 serviços públicos para facilitar a vida das pessoas. A unidade fica na avenida Santos Dumont, 363 (com entrada tambÊm pela rua dos CaetÊs, 342). Políticas Sociais, Orçamento Participativo e Limpeza Urbana são alguns dos diversos serviços disponibilizados pela Central, que contarå tambÊm com atendimento pelo telefone 156, via internet, web chat e pelo portal da Prefeitura. Funciona de segunda a sextafeira, de 8h às 19h. Cerca de R$ 20 milhþes foram investidos.

Avenida Tancredo eves abrigarå estação mista de ônibus A Avenida Tancredo Neves abrigarå uma estação mista de ônibus municipais e do chamado Transporte Råpido por Ônibus (BRT, bus rapid transit, em inglês). A futura estação São JosÊ ocuparå uma årea de 20 mil metros quadrados, próximo ao Anel Rodoviårio. O estudo, que serå entregue em janeiro de 2011, prevê que seja construído tambÊm um centro comercial ou um shopping. O bus rapid transit Ê um sistema de ônibus, mas com eficiência e características espelhadas no do metrô, pois os veículos têm pistas exclusivas, o embarque e o desembarquesão feitos em miniestaçþes e a tarifa Ê cobrada antes de o passageiro entrar.

G

CARTAS DE LEITORES

ostaria de parabenizar o jornal Conexão pelo trabalho feito nestes dois anos. E falar que sempre aguardo ansioso pelas próximas ediçþes. Agnaldo Souza

M

anter um jornal eu creio que nĂŁo ĂŠ nada fĂĄcil. ParabĂŠns ao jornal ConexĂŁo NotĂ­cias que a cada dia que passa continua com mais qualidade. Evandro Carvalho


ConexĂŁo Noticias:Layout 1

29/10/2010

17:46

PĂĄgina 11

CONEXĂƒO NOTĂ?CIAS 11

NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

Aniversårio do Jornal Conexão otícias Reclamaçþes Linha 54 Suplementar. Boca do Povo – 2ª Edição

CÊsar Menotti e Fabiano. Destaque - 1ª Edição

Obras de duplicação da Avenida Pedro II - 1ª Edição

U

Informativo completa 2 anos e ĂŠ referĂŞncia entre os jornais de bairro

m projeto audacioso, mas que deu certo. SĂŁo dois anos de muito trabalho, pesquisa, entrevistas, crĂ­ticas, elogios e orgulho. Orgulho de ver o quanto cresceu e se solidificou a linha editorial deste jornal: o jornal ConexĂŁo NotĂ­cias, que ĂŠ tudo isso e muito mais. É muito importante para nĂłs recordar a primeira edição, cuja capa estampou a dupla de cantores sertanejos, CĂŠsar Menotti e Fabiano, que residem no bairro Castelo. Nossa! Sucesso absoluto. SabĂ­amos que era um Ăłtimo começo. A partir daĂ­, nos atentamos para os temas que realmente chamam a atenção dos leitores da regiĂŁo. EntĂŁo, o sucesso do jornal estĂĄ na abordagem de temas e fatos locais. O pĂşblico se interessa mais por aquilo que se identifica. Atualmente, conquistamos leitores fiĂŠis que a cada edição, nos pautam, cobram e ajudam a fazer do ConexĂŁo, o Jornal da regiĂŁo. “Acho o ConexĂŁo uma maravilha. É Ăłtimo pegar um jornal que tem muita informação da sua regiĂŁoâ€?, contempla Daniela Fonseca, leitora fiel do jornal, que passou Prefeito MĂĄrcio Lacerda. Destaque - 6ÂŞ Edição HĂŠlio De La PenĂŁ. Ping Pong - 8ÂŞ Edição por aqui na nona edição, reclamando dos carros em fila dupla. Acertamos em cheio na abordagem de fatos como a duplicação da Pedro II, os animais na pista no bairro Castelo, o crescimento saturado da Pampulha e a implantação da praça no Ouro Preto. Era disso que a regiĂŁo precisava. É por isso que a coluna BOCA DO POVO tem lugar cativo em todas as ediçþes, aqui nĂŁo tem restrição, todo mundo pode reclamar e nĂłs corremos em busca da solução. Outra conquista muito relevante para os moradores do bairro Castelo foi a contratação de profissionais para fiscalizar a circulação da linha de Ă´nibus Suplementar 53. Para Ana Pereira, domĂŠstica que trabalha no bairro Caiçara e mora na regiĂŁo, esta mudança favoreceu bastante o seu deslocamento. Inauguração 23Âş AISP – Ă rea de Segurança PĂşblica. SolidĂĄrio. Promoção AniversĂĄrio de um ano “Ficava muito tempo esperando o Ă´nibus no ponto, sem saber Campanha atal Fique por Dentro – 8ÂŞ Edição Jornal ConexĂŁo otĂ­cias - 7ÂŞ Edição a hora certa que ele passava. Cheguei atrasada muitas vezes no trabalhoâ€?, conta. Segundo Daniela Fonseca, o ConexĂŁo proporciona a ela um maior conhecimento sobre as fatos da sua regiĂŁo. “Como trabalho na Savassi, raramente sei das coisas que acontecem no bairro. AtravĂŠs do jornal sei quando tem novidade no Museu de Arte, evento no Parque EcolĂłgico ou inauguração de um bar novoâ€?, comenta. Para SĂŠrgio Fernando, vereador da regiĂŁo e tambĂŠm colunista desde as primeiras ediçþes do ConexĂŁo NotĂ­cias, o jornal exerce um papel fundamental para a divulgação de informaçþes importantes sobre a Pampulha. “ É muito mais do que um veĂ­culo de comunicação: ĂŠ um grande Marcelo Tas. Destaque -7ÂŞ Edição Saulo Laranjeira . Destaque - 9ÂŞ Edição aliado na defesa dos interesses da comunidade localâ€?, explica. É um orgulho fazer parte do ConexĂŁo. ParabĂŠns Ă  Cida Gregori e a toda a equipeâ€?, completa. AtĂŠ esta edição foram muitas conquistas, mas nosso objetivo ĂŠ sempre aprimorar para levar as melhores informaçþes a vocĂŞs, caros leitores. Contamos sempre com sua colaboração para que cresçamos cada vez mais.

ilo Gomes da Costa, fiscal contratado após reportagem de reclamaçþes da Linha 54 Suplementar

Lixo na Avenida dos Engenheiros. Boca do Povo – 2ª Edição

Animais na pista. Boca do Povo - 4ª Edição


ConexĂŁo Noticias:Layout 1

29/10/2010

17:46

PĂĄgina 12

Apoiando o prĂłximo e valorizando a vida

12 CONEXĂƒO NOTĂ?CIAS

CAPEC – CASA DE APOIO ÀS PESSOAS COM CÂNCER

“Acenar com avanço no caminho pelo cumprimento de seus ideais, transformando-se em um lugar seguro e provedor de recursos para todos que chegam Ă  instituiçãoâ€?. Isso tem sido o gracioso papel desempenhado pela CAPEC - Casa de Apoio Ă s Pessoas com Câncer, uma organização nĂŁo governamental, sem fins lucrativos e que atua no patrocĂ­nio e administração de recursos provenientes unicamente de doaçþes, garantindo uma vida com mais dignidade aos portadores de câncer e a seus familiares. Ainda jovem, foi criada em 2007 e atende aproximadamente 165 pessoas diretamente e mais de 650 indiretamente. O pĂşblico atendido, sĂŁo crianças, jovens, adultos e idosos em tratamento de câncer e em situação de

carĂŞncia financeira. Seu lema ĂŠ acreditar que ĂŠ possĂ­vel inserir o portador de câncer em um quadro o n d e possa encontrar estĂ­mulo, carinho e motivação para prosseguir com seu tratamento ĂŠ o objetivo primordial da CAPEC. Daniel Luiz Sales Pires, gerente administrativo e um dos idealizadores do projeto, revela o quĂŁo prazeroso ĂŠ fazer um trabalho capaz de amenizar o sofrimento causado por uma doença tĂŁo cruel: “Vimos aqui a esperança de uma qualidade de vida melhor se renovar a cada atendimento que realizamosâ€?, diz. O diferencial da instituição vai alĂŠm. SĂŁo oferecidos tratamentos

Como economizar? CEIA

DE

N ATA L

O Natal ĂŠ tempo de reunir a famĂ­lia e os amigos em volta da mesa, mas vocĂŞ nĂŁo precisa gastar uma fortuna para fazer uma ceia de Natal saborosa e de bom gosto. Siga essas dicas para uma ceia de atal que nĂŁo pesa no bolso!

Compre com antecedência O preço dos alimentos típicos da ceia de Natal sobe conforme a data se aproxima, por isso, vale a pena planejar a sua ceia com antecedência e tirar vantagem de promoçþes durante o ano. - Frutas secas podem ser compradas com bastante antecedência e mantidas em recipiente hermÊtico. - Nozes e castanhas tambÊm podem ser compradas com atÊ 3 meses de antecedência e mantidas na geladeira. Se você tem espaço no seu congelador ou freezer, vale a pena comprar o seu peru de Natal alguns meses antes da temporada, você irå economizar bastante. Muitos supermercados têm opçþes de compra online, onde Ê mais fåcil encontrar o peru fora de Êpoca.

Use e abuse das frutas Tire proveito das frutas frescas e baratas como abacaxi, melancia, laranja, banana, limĂŁo. Use-as para fazer doces e sobremesas refrescantes e tambĂŠm para decorar a mesa.

Sirva carne com moderação Escolha um prato principal com carne – um lombo de porco, peixe ou frango assado – e planeje o resto dos pratos com muitas verduras e legumes, que são mais em conta. As opçþes são inúmeras, você pode fazer um cuscuz paulista, uma massa caprichada, um risoto ou arroz de forno com bastante queijo e ervas aromåticas, ou uma deliciosa lasanha de berinjela. Fonte: Allrecipes

psicolĂłgicos para a famĂ­lia e inĂşmeros recursos indispensĂĄveis para os portadores de câncer, tais como sondas, medicamentos especĂ­ficos, curativos, fraldas geriĂĄtricas, itens bĂĄsicos de higiene pessoal a complementos alimentares (Sustagem e Nutren 1.0), caixas de leite, vales-transporte, cadeiras de roda e de banho. “AlĂŠm de recursos que possam suprir suas necessidades bĂĄsicas e financeiras, como transporte para consultas e tratamento, vale para compras de hortifruti e medicamentos, entre outrosâ€?, lista o gerente. Estes recursos na maioria das vezes sĂŁo de valor muito alĂŠm das condiçþes dos assistidos, o que faz com a CAPEC trabalhe ainda mais FOTOS: DIVULGAĂ‡ĂƒO

NOVEMBRO / DEZEMBRO / 2010

para tentar suprir toda a demanda que recebe. SĂŁo realizadas reuniĂľes junto aos familiares dos assistidos, promovidas pela CAPEC, focadas na educação solidĂĄria e ensinando-os a maneira mais adequada de se comportar diante da sociedade e para com o membro da famĂ­lia portador de câncer, estes muitas vezes vĂ­timas do preconceito. AlĂŠm de orientar como proceder no tratamento. É assim, resgatando a valorização humana, a autoestima dessas pessoas tĂŁo especiais que a CAPEC tem orgulho do trabalho desenvolvido. “E convida vocĂŞ tambĂŠm a abraçar essa causa, seja atravĂŠs do telefone: (31) 3454-2045, ou site: www.capec.org.br e www.capec.org.br/publividaâ€?, finaliza Daniel.

BOCA DO POVO AGRADECIMETO

Jå passei por aqui para reclamar dos buracos que eram constantes em minha rua, aqui no bairro Castelo. Graças a este jornal, feito para divulgar as coisas da nossa região, vejo que muitas ruas do bairro não estão mais esburacadas. Agradeço a divulgação da minha reclamação, na ocasião, e hoje parabenizo o trabalho de vocês. Clåudio Monteiro

FISCALIZAĂ‡ĂƒO JĂĄ vi essa reclamação e a prefeitura nĂŁo faz nada. CadĂŞ as fiscalizaçþes? A Av. Altamiro, mais conhecida como Avenida das Torres, virou depĂłsito de resĂ­duos de construtoras, que acabam com o meio ambiente local, sujam tudo. E, ainda por cima, despejam seus entulhos por sobre a avenida, de qualquer forma. AtĂŠ quando nĂłs cidadĂŁos vamos ser punidos, em detrimento de empresĂĄrios que a cada dia ganham mais dinheiro? Jane S. MIEIRĂƒO

Gostaria de saber se Ê correta a invasão dos veículos de autoescolas no entorno do mineirão e nos bairros São Luis e São JosÊ. O trânsito jå Ê intenso e diariamente são dezenas de veículos na região. NinguÊm respeita mais o cartão postal de Belo Horizonte. Que pena! AndrÊa Fernanda


12ª Edição  

12 www.conexaonoticias.com.br

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you