Issuu on Google+

Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

01/03/2012

16:03

Página 1

março/abril - 2012 - Belo Horizonte/MG - 20a edição - Ano IV - Distribuição Gratuita - www.conexaonoticias.com.br

“Minha filha Magali mora em Belo Horizonte. Portanto, conheço e sempre que posso visito a cidade. Aliás, logo soube o porquê da Magali escolher Minas Gerais para viver: a comida aqui é muito boa e farta (risos)”. Maurício de Souza

Doar sangue

Quer ajudar? Saiba como, quem pode, e onde fazer sua doação. PÁGINA 6

Reajuste salarial para vereadores de BH

Pressão popular interfere na decisão do prefeito de Belo Horizonte.

PÁGINA 9

Artrose

Conheça um pouco sobre a doença que afeta 15 milhões de brasileiros. PÁGINA 10


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

2

01/03/2012

16:03

www.conexaonoticias.com.br

A

Educação

cada ano que se passa podemos presenciar o crescimento da violência não somente em nosso país, mas no mundo todo. Profissionais da saúde defendem o aumento de incidência de transtornos que levam muitas vezes a justificativa de crimes bárbaros. É fato que o mundo moderno desencadeou muitos novos transtornos, até mesmo pela condição de vida do homem contemporâneo em que a beleza requer padrões difíceis de serem atingidos, a disputa pelo mercado é cada vez mais selvagem, os bens materiais se confundem com o caráter. Pais preocupados com a vida profissional e social e se esquecem de educar os filhos, colocando essa responsabilidade nas escolas. A consequência desse cenário são crianças criadas distantes dos princípios básicos de educação e civilidade, acostumadas a possuírem tudo que desejam. Sem saber, ou não, os pais acabam por ajudar a criar personalidades destoantes, favorecendo o surgimento dos delinquentes mimados. A cada dia presenciamos pais que ao contrário de educar seus filhos na condução do certo e errado ou dos direitos e deveres os superprotegem de tal forma que eles se julgam os intocáveis e crescem dentro deste contexto. Pais ausentes ou submissos que vêem seus filhos cometendo crimes e ao invés de exercerem o papel de educador são cúmplices em fugas, mentiras e subornos. Dizer o “sim” aos nossos filhos é muito mais fácil do o “não”, mas na formação do caráter o “não” é fundamental, pois ele vai ensinar, desde cedo o que é certo e o que é errado. Caso nada seja feito, continuaremos a ver adolescentes cometendo crimes bárbaros na certeza de que não serão punidos.

Cida Gregori - RG 1512 MG Editora Responsável / Jornalista / Relações Públicas - RG 1512 MG Fotografia: Cida Gregori

O Jornal Conexão Notícias é produzido pela Stillus Comunicação Razão social: Gregori e Araújo Webdesign Ltda.

Gráfica: Sempre Editora LTDA Tiragem: 15000 exemplares

Página 2

É hora do lanche

A

março/abril/2012 ARQUIVO PESSOAL

lém de ensinar o dever de casa, dar banho, aprontar os filhos para ir à escola, os pais ainda precisam se preocupar com o lanche. Segundo Joyce Andrade Batista, coordenadora de alimentação escolar da Prefeitura de Belo horizonte, um lanche “ideal” para os pequenos seria os que tivessem as frutas, os sucos naturais, pães e biscoitos sem recheios. A obesidade infantil é um problema que assombra lares brasileiros. De acordo com Joyce Batista a obesidade é o acúmulo excessivo de gordura corporal em extensão que acarreta prejuízos à saúde dos indivíduos. A nutricionista diretora do Conselho Regional de Nutricionista de Minas Gerais foi convidada pelo Jornal Conexão Notícias para esclarecer dúvidas e dar dicas aos pais na hora de arrumar a lancheira das crianças. Conexão Notícias - O que os pais devem priorizar na hora de arrumar a “merendeira” das crianças? Joyce Batista - Colocar frutas, sucos naturais, biscoitos sem recheios, de preferência integral, iogurte, bolos sem recheio como bolo fubá, de mandioca.

Conexão Notícias - A obesidade infantil é um problema mundial. Como os pais devem mudar esta realidade? Joyce Batista - A obesidade infantil está se tornando um problema cada vez maior no mundo e no Brasil, o número de crianças obesas vem aumentando a cada ano. Além de favorecer o surgimento de enfermidades potencialmente letais como dislipidemias, doenças cardiovasculares, Diabetes Não-Insulino-Dependente (Diabetes Tipo II) e certos tipos de câncer. A obesidade ainda acarreta dificuldades respiratórias, problemas dermatológicos e distúrbios do aparelho locomotor. Os pais são os exemplos para os filhos, portanto, quando os pais possuem hábitos alimentares saudáveis os filhos também o terão. Conexão Notícias - Pães, bolos e biscoitos podem fazer parte de um lanche saudável? Joyce Batista - Sim. Alimentos fonte de carboidrato (como pães, bolos e biscoitos) devem fazer parte do consumo de alimentos diários. Devemos evitar os produtos recheados que contém altas quantidades de gorduras trans e açúcar simples. Conexão Notícias - Como atrair as crianças para lanches mais saudáveis? Joyce Batista - Um prato ou um sanduíche colorido atrai as crianças. Também é interessante

Redação / Comercial: Telefax: (31) 3418-1222 / 2516-1879 Celular: (31) 8477-6743

contato@conexaonoticias.com.br

www.conexaonoticias.com.br @conexaonoticias

Jornal Conexão Notícias

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, a opinião do jornal. www.conexaonoticias.com.br

montar no prato com legumes e verduras com formas de palhacinho, casinhas entre outros para atrair as crianças.

Conexão Notícias - É possível alimentar bem uma criança, mesmo quando ela não aceita, ou não coma, frutas e verduras? Joyce Batista - Primeiramente, é importante que sempre haja incentivo para as crianças consumirem verduras e frutas. É durante a infância que os hábitos alimentares estão sendo formados. Quando houver dificuldade com as verduras e frutas, uma dica é oferecer sucos naturais, vitaminas e legumes picadinhos. Ou usá-los no preparo de bolos com frutas, no arroz ou macarrão. Conexão Notícias - E as escolas como entram neste cenário? Existe algum programa parceiro? É obrigatório um nutricionista nas cantinas das escolas públicas? E nas particulares? Joyce Batista - Sim. Programa de Alimentação Escolar (PNAE) tem por objetivo contribuir para o crescimento e o desenvolvimento biopsicossocial, a aprendizagem, o rendimento escolar e a formação de práticas alimentares saudáveis dos alunos, por meio de ações de educação alimentar e nutricional e da oferta de refeições que cubram as suas necessidades nutricionais durante o período letivo. Compete ao nutricionista responsável-técnico pelo Programa, e aos demais nutricionistas lotados no setor de alimentação escolar, coordenar o diagnóstico e o monitoramento do estado nutricional dos estudantes, planejar o cardápio da alimentação escolar de acordo com a cultura alimentar, bem como propor e realizar ações de educação alimentar e nutricional nas escolas.


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

março/abril/2012

Q

01/03/2012

16:03

Página 3

Uma história de sucesso

www.conexaonoticias.com.br FOTOS: DIVULGAÇÃO

3

Mauricio de Sousa fala sobre os projetos e a infância no interior de São Paulo

uando os pais querem incentivar a leitura dos filhos qual é a primeira opção? Comprar revistinhas em quadrinhos. A turma da Mônica já fez parte da adolescência de vários adultos brasileiros. Mauricio de Sousa criou os personagens e participou da evolução cultural de muitas crianças no Brasil. Os pais Antônio Mauricio de Sousa e Petronilha Araújo de Sousa eram habituados com a leitura e apresentaram os livros e gibis ao filho. “Hoje sempre ouço pais dizerem que eles e seus filhos se alfabetizaram pelos meus quadrinhos. Não há dúvida de que as revistas em quadrinhos são um estímulo à leitura”. Nascido em Santa Isabel, interior de São Paulo, o jornalista (atuou por cinco anos como repórter policial) começou cedo com os desenhos. Morou em Mogi das Cruzes e finalmente em São Paulo capital. No inicio, através do desenho de cartazes e pôsteres, o jovem ajudava a ampliar a renda familiar, no entanto já havia o desejo de transformar o dom em profissão. “Cada um de nós tem vários dons. Cabe à nossa percepção seguir alguns deles. O caminhar, depois disso, é natural se houver persistência no que acredita”, diz Mauricio. O avô coruja conta ao jornal Conexão Notícias que adora conversar com os netos. “Não abro

mão de reunir minha família nos fins de semana na minha chácara”. Dedicado, Mauricio de Sousa chama o trabalho de “prazer” e após 52 anos de publicações, ele pode ser apontado como o maior cartunista brasileiro. Sobre o sucesso Sousa diz que as mensagens positivas, a diversão e o humor são os diferenciais. “O problema sempre é resolvido. Há solidariedade e respeito às diferenças de cada um”, concluí. Turma da Mônica jovem Desde 2008 a turma da Monica

jovem é um projeto para evitar a perda dos leitores para o mangá (quadrinho japonês). Visando adolescentes de 12 a 15 anos uma espécie de “mangá caboclo” foi criado para atender os jovens que achavam que as revistinhas “eram coisa de criança”. A turma da Mônica, agora com 15 anos, conta para o público ao qual é direcionado dramas vividos por adolescentes brasileiros. Namoros, drogas e a escola são temas abordados nas histórias. Mais um sucesso para Mauricio de Sousa que comemora o aumento do número de leitores.

“Hoje é a revista de maior sucesso no Ocidente”., conta.

Instituto Cultural Mauricio de Sousa O Instituto Cultural Mauricio de Sousa foi criado a mais de uma década e executa projetos para levar adiante as ações educativas para cidadania, saúde e cultura. De acordo com Sousa os personagens fazem parte da vida de milhares de crianças e podem passar mensagens de motivação, já que são próximos da realidade de muitos brasileiros.

R APIDINHAS

Data de Nascimento: 27 de outubro de 1935  Livro: “Qualquer um” de Monteiro Lobato.  Música: Clássica.  Família: Melhores momentos.  Cidade: Onde estou.  Hobby: Fotografia  Ídolos: O desenhista Will Eisner, criador do Spirit, que fez muito sucesso nos anos 50. Também o Osamu Tezuka (pai do mangá) com personagens como ‘Astro Boy’ e ‘Princesa e o Cavaleiro’.  Daqui pra frente: Sempre novas ideias. 

www.conexaonoticias.com.br


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

4

01/03/2012

16:03

Página 4

março/abril/2012

www.conexaonoticias.com.br

A linguagem corporal

MANEIRA DE CAMINHAR Quando se caminha de ombros caídos, a imagem que se passa é a de uma pessoa cansada, desanimada e atormentada por algum problema;  Quem é confiante caminha com passos firmes e decididos e ombros no lugar certo. O APERTO DE MÃOS  Quem aperta as mãos das pessoas com mão mole demonstra falta de segurança em si mesmo;  O “triturador de ossos” demonstra desprezo pela integridade física dos outros;  Quem oferece só a ponta dos dedos demonstra que o cumprimento não foi bem-vindo;  Não se aperta a mão de quem está à mesa de refeições;  Deixar alguém com a mão estendida perante outras pessoas é uma afronta. Mesmo entre pessoas cujas relações estão estremecidas;  É prerrogativa do mais idoso estender a mão para o mais jovem;  mulher estende a mão para o homem;  O superior hierárquico é quem detém a precedência do aperto de mãos;  Com o cliente, a iniciativa deve ser dele. O OLHAR  Medir as pessoas da cabeça aos pés denota extrema grosseria e falta de personalidade;  Da mesma forma, os homens que se viram para olhar os traseiros das mulheres projetam uma imagem de vulgaridade e de extremo mau gosto;  Durante a conversa, devemos direcionar o nosso olhar para os olhos do interlocutor, estabelecendo uma espécie de triângulo imaginário, cujo vértice seria o nariz. Ampliando um pouco mais, nosso olhar pode percorrer um triângulo cujo vértice seria o queixo. Assim demonstramos apreço e fazemos com que o outro se sinta importante e prestigiado;  Também é gafe conversar usando óculos escuros. POSTURA EM PÉ  Quando conversamos com alguém de braços cruzados, revelamos que estamos na defensiva, querendo nos resguardar de algo;  As mãos sempre escondidas nos bolsos também revelam insegurança;  Mãos na cintura, tanto em homens como em mulheres, revelam falta de classe;  Devemos evitar que as pernas fiquem afastadas. POSTURA SENTADO  Pessoas elegantes não se jogam nos assentos;  Também não emitem ruídos e murmúrios ao se levantar;  Homens devem cruzar as pernas procurando não mostrar a sola do sapato;  Mulheres devem se cuidar para não deixar à mostra suas partes íntimas ao cruzarem as pernas;  As pessoas que gostam de se sentar nas pontas das cadeiras dão a entender que estão querendo fugir, que estão pouco à vontade;  Não se balança o pé demonstrando nervosismo. 

Fonte: Carla Maria Lima Leiróz

Não Faça Tempestade em Copo D’água

Pessoas eficientes não são necessariamente pessoas que não têm mãos a medir, na quantidade de tarefas que escolhem para si mesmas, ou que acham que sua capacidade de administrar o estresse é ilimitada. Pessoas eficientes são aquelas que conseguem encontrar, em suas vidas, espaço para o prazer, o lazer em família, tempo para meditar, tempo para reservar para suas próprias e exclusivas necessidades como ler um livro, ou ouvir música. Não faça tempestade em copo d’água... não é um livro de receitas, mas de estratégias, que juntam o melhor da filosofia oriental, com o melhor da psicologia ocidental. Autor: Carlson, Richard Editora: Rocco Categoria: AutoAjuda / Mentalismo 1998 / NOVEMBRO

BARÃO DE COCAIS

Diversão pertinho de Belo Horizonte

De trem ou de ônibus Barão de Cocais é roteiro para quem gosta de belas paisagens

B

arão de Cocais, ou Portal do Caraça, está localizada a 93km da capital de Minas Gerais, na Serra da Cambota, e faz fronteira com os municípios de Caeté, Santa Bárbara, Bom Jesus do Amparo e São Gonçalo do Rio Abaixo. Graças as suas belezas naturais a cidade recebe turistas de várias regiões do estado.

O clima ameno é um convite para um mergulho nas águas que purificam o espírito. Os mais ousados podem se divertir nos esportes radicais como o mountain bike, o rapel de cachoeiras e o trekking. Fundada em 29 de agosto de 1704, no século XVIII, a cidade tem atrativos naturais, igrejas, museus e o artesanato. Uma das mais belas obras da natureza a cachoeira de Cocais, também conhecida como cachoeira da Pedra Pintada, tem dez quedas d’água e fica a 10km da vila de Cocais. Com 30 metros de altura, o visual é bastante bonito e convidativo. A temperatura das águas da

cachoeira do Cume, ou Cambota, são mornas chegam a 20º graus. A flora ao redor proporciona uma sensação de prazer são espécies de orquídeas que recriam um mosaico feito pela natureza. A serra da Cambota tem grande influência no clima da região, já que está situada em uma área de transição entre dois biomas. Os adeptos do ecoturismo podem aproveitar para caminhar, praticar o ciclismo de montanha e as escaladas. Um passeio quase obrigatório é o Sitio Arqueológico Pedra Pintada, uns dos 780 do Brasil, localizado na Serra da Conceição. Lá o visitante pode co-

www.conexaonoticias.com.br

nhecer pinturas rupestres de seis mil anos em quatro diferentes estilos de grafismos. A Pedra Pintada faz parte do circuito da Estrada Real e com certeza é uma boa opção para quem quer cultura e diversão em um só lugar. Os que se interessam por arquitetura devem conhecer as igrejas da cidade. Em 1764 iniciou-se a construção do Santuário de São João Batista, a primeira obra projetada por Aleijadinho. Os altares da paróquia são foleados a ouro e a pintura do teto é assinada por Manoel da Costa Ataíde , pintor barroco reconhecido nacionalmente. A igreja de Santana foi construída na segunda metade do século XVIII e serve de túmulo para Feliciano Pinto Coelho o Barão de Cocais.


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

01/03/2012

16:04

Página 5

março/abril/2012

* Gabriella de Castro Vieira

www.conexaonoticias.com.br

Guarda compartilhada

Troca de produtos

O consumidor deve ficar atento na hora das compras para evitar surpresas desagradáveis. A troca de produtos só está prevista na legislação em caso de produtos com defeitos, entretanto o fornecedor poderá, promover a troca de quaisquer produtos. Esta pratica é realizada no mercado para conquistar novos clientes e aumentar as vendas, já que o cliente retorna ao estabelecimento para efetivar a troca. Em relação aos produtos com defeitos (artigo 18 da Lei Consumerista) o fornecedor tem prazo de 30 dias, caso contrário o consumidor poderá exigir, alternativamente e à sua escolha: 1) a substituição do produto por outro da mesma espécie e em perfeitas condições de uso; 2) a restituição imediata do valor pago, monetariamente atualizado, sem prejuízo de eventuais perdas e danos; 3) o abatimento proporcional do preço, quando possível. É importante esclarecer que caso o consumidor opte pela substituição do produto e não sendo esta possível, a substituição poderá ser realizada por produtos diversos da mesma espécie, marca ou modelo, mediante o complemento ou restituição de eventual diferença de preço. Recomenda-se ao Consumidor que no momento da compra, principalmente de presentes, que questione ao vendedor se aquele estabelecimento comercial efetua a troca de produtos sem defeito, bem como se há algum prazo determinado pela loja para a sua realização. Em caso afirmativo é importante formalizar o comprometimento da troca por escrito, seja na nota fiscal, na etiqueta ou embalagem dos produtos, evitando, assim, que o presenteado seja surpreendido com a negativa da troca. Cumpre informar que havendo o compromisso da loja em possibilitar a troca de produtos sem defeito, esta estará obrigada a cumprir com a promessa, caso não cumpra p estabelecimento será enquadrado no artigo 35 do Código de Defesa do Consumidor (CDC), que trata do descumprimento de oferta. Compras realizadas pela internet, de um modo geral, também estão resguardadas pelo CDC e o artigo 49 resguarda o consumidor. Sendo assim, se por ventura o consumidor se arrepender da compra poderá devolver (para quaisquer dos responsáveis) o produto no prazo de sete dias, além de solicitar a devolução das quantias desembolsadas, inclusive do frete. *Advogada do MDC/MG (Movimento das Donas de Casa e Consumidores de Minas Gerais)

5

* Thiago Cavaca Moura

Com as mudanças atuais da estrutura familiar são criadas novas modalidades de guarda capazes de garantir uma repartição equitativa da autoridade, bem como uma forma de amenizar os efeitos das separações causados aos filhos. Dessa maneira, a guarda se revela um ponto delicado na mudança da estrutura familiar, influenciando diretamente no futuro dos filhos. Nesse contexto, surgiu a guarda compartilhada, com advento da lei 11.698/08, que estabelece que quando não houver acordo entre a mãe e o pai quanto à guarda dos filhos, sempre que possível, será aplicada a guarda compartilhada. Tal instituto, nada mais é que uma maneira de ambos os pais exercerem a autoridade parental, conjuntamente, mantendo assim uma relação de autoridade com os filhos mesmo após a fragmentação da família. Garantindo dessa maneira a igualdade constitucional aos pais, assegurando o melhor interesse da criança e igualando a responsabilidade dos filhos aos pais. Como já ressaltado anteriormente, o bem estar da criança sempre foi fato preponderante para orientar qualquer decisão acerca da guarda. Nesse contexto, e diante dos inúmeros embates entres os pais, a guarda compartilhada se amolda bastante benéfica aos filhos, já que amenizam as perdas que um divórcio pode causar, já que ambos os pais estarão igualmente envolvidos na criação e educação, diminuindo assim os efeitos causados pela saída de um dos pais da sua convivência diária. Tal entendimento, recentemente foi invocado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que ao julgar determinado caso afirmou que como regra geral deve ser utilizada a guarda compartilhada, demonstrando o quão importante é a convivência entre pais e filhos, independentemente do conflito existente entre o pai e a mãe. Todavia, em que pese à posição do venerando STJ, deve-se analisar o caso concreto, pois que em determinadas situações esse tipo de guarda pode não atender ao melhor interesse dos filhos, no entanto é importante salientar que é sempre relevante a opinião de profissionais que detenham conhecimento para um estudo psicossocial das partes envolvidas.

* LBC&T Advogados Associados. Tel:(31) 3024-2699 - thiagocavaca@hotmail.com

Jovens começam aulas de línguas para a Copa de 2014

GIL LEONARDI/SECOM MG

O Governo de Minas pretende capacitar jovens socialmente vulneráveis para a Copa do Mundo e a Copa das Confederações

No mês de fevereiro, jovens entre 14 a 22 anos iniciaram as primeiras aulas de inglês e espanhol dentro do núcleo Laboratório de Culturas do Mundo, do Plug Minas, para atender as demandas que virão. Em uma parceria da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) foram selecionados 240 alunos de um total de quatro mil inscritos de escolas públicas de Belo Horizonte e região metropolitana. “Essa é uma grande oportunidade de formar e inserir jovens desassistidos à sociedade, reforçando a importância da educação e nossa responsabilidade social com vistas à Copa do Mundo de 2014. A capacitação desses jovens carentes será um dos maiores lega-

dos desse grande evento”, comemora Sergio Barroso, secretário da Secopa. O projeto se divide em dois idiomas: o inglês, oferecido pelo Instituto Cultural Brasil Estados Unidos – ICBEU; e o espanhol, resultado de parceria com o Instituto Cervantes. No total, são 180 vagas para espanhol e 60 para inglês. Os cursos têm duração de cinco semestres, com previsão de conclusão da primeira turma em junho de 2014. O Plug Minas oferece atividades de formação, produção e experimentação em diversas áreas, pautadas pela cultura digital e pelas artes. O projeto atendeu cerca de 15 mil pessoas em 2010. Acordos Até o final de 2012, Cerca de 4.500 pessoas serão capacitadas através de vá-

rios acordos firmados com parceiros do Estado. Serão oferecidas mais de 1.800 vagas para diversos cursos em BH, arredores e destinos turísticos do interior do estado. Os cursos são de agentes de informação turística, guia de turismo, auxiliar de cozinha, camareira, garçom, recepcionista e inglês para agentes de segurança, o que inclui policiais civis, militares, bombeiros e defesa civil. Outra iniciativa é o Programa Taxista Nota 10, em conjunto com o Sest-Senat/ Sebrae, para ensinar inglês e espanhol a distância a dois mil taxistas. Haverá ainda cursos de planejamento de emergência hospitalar externa e princípios de medicina de catástrofe, através da Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos, da Sociedade Mineira de Terapia Intensiva e

www.conexaonoticias.com.br

Secretário Sergio Barroso

da Associação de Medicina Intensiva Brasileira. Na área de hotelaria, serão oferecidas 154 vagas para cursos de camareira em meios de hospedagem, agente de informações turísticas, planejamento e coordenação de eventos sociais e recepcionista em meios de hospedagem através de acordo feito com a Prefeitura de Belo Horizonte e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Fonte: Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

01/03/2012

16:04

Página 6

Doações de sangue sempre são bem vindas 6

março/abril/2012

www.conexaonoticias.com.br

“Sangue é um “remédio” diferente dos outros: não se fabrica em laboratórios, não se compra em farmácia - somente pode ser obtido por meio de doação de um ser humano a outro”. Conscientizar a população. Esta é a meta para 2012

Não dói, não demora e salva vidas. Doar sangue é simples, mas o aumento do número de doadores depende da conscientização de cada um. Em 2011 a Fundação Hemominas registrou cerca de 274 mil doações. Ainda assim é um número baixo, já que apenas 2% da população é doadora em Minas Gerais. O Hemominas realiza um cadastro dos possíveis doadores. É feita uma triagem rigorosa, com entrevistas e exames e o doador tem acesso à sala de coleta, somente após a constatação de boa saúde. O processo é rápido e existe ainda o agendamento, que diminui o tempo de espera. No ano passado 340 mil pessoas foram ao centro para realizar a doação. Alguns critérios são avaliados como: peso, se o doador teve uma boa noite de sono e se consumiu bebida alcoólica no dia anterior. De acordo com médicos do Hemoninas a doação não traz nenhum prejuízo ou risco para quem a realiza. Marco Túlio Santerio, 27, é doador e contou que a curiosidade e a ideia de amparar o próximo foi o que mais o estimulou a doar sangue. “Não há motivo para temer. É um processo simples, rápido e a sensação posterior, de estar contribuindo, vale a pena”, afirma. Segundo Heloísa Machado, assessora de comunicação do Hemominas, geralmente, são os jovens entre 19 e 39 anos que procuram a fundação para doar. Marco Túlio afirma não ter tido nenhum efeito colateral pós-doação e se diverte: “Dor só a da picada da ag-

ulha, que não mata ninguém”, risos. Nos períodos de carnaval, férias e feriados a situação se agrava. É quando o banco de sangue fica vazio. Para Marco somente um estímulo financeiro diminuiria a escassez de doadores. “As pessoas dão mais valor e fazem com mais frequência o que tem retorno palpável, nem sempre a sensação de bem-estar por ajudar o próximo é valorizada como se deveria”, opina. As exigências são boa saúde e idade entre 18 e 55 anos. O transplante de medula óssea é um procedimento seguro, realizado em ambiente cirúrgico, feito sob anestesia geral, e requer internação de, no mínimo, 24 horas. São entre 25% e 30% as chances de se encontrar um doador compatível entre os irmãos, e cai de 1 a cada 100 mil para pessoas sem parentesco algum. Daí a necessidade do crescimento do número de cadastros. Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde e idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas. Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site: www.hemominas.mg.gov.br.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos. Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue acessarhttp://www.hemominas.mg.gov.br/h emominas/menu/cidadao/doacao/condicoes_doacao. Em Belo Horizonte, as doações podem ser feitas no Hemocentro Belo Horizonte, localizado na Alameda Ezequiel Dias, nº 321, bairro Santa Efigênia, telefone (31) 3248-4500, e na Unidade de Coleta do Hospital Júlia Kubitschek localizado na avenida Dr. Cristiano Rezende, nº 2505, bairro Araguaia, telefones (31) 3390-8013 / 8014. O atendimento para doação no Hemocentro Belo Horizonte pode ser agendado previamente pelo telefone 0800-0310101. Para os jovens, principalmente, o hotsite www.projetonaveia.com.br promove interatividade e participação também na divulgação da doação. Acesse e conheça o Projeto na Veia.

Medula óssea A doação de medula óssea é necessária e salva pessoas até de outras par-

www.conexaonoticias.com.br

tes do mundo. Esta medula se encontra no interior dos ossos e pacientes com doenças que causam a produção anormal de células sanguíneas (leucemia cancêr no sangue) são os que mais necessitam das doações. De acordo com a assessoria de comunicação do Hemominas o Brasil é o terceiro país com mais números de cadastros. Minas Gerais é o terceiro estado brasileiro, com quase 42 mil cadastros, somente em 2010. Existe um banco o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), no Rio de Janeiro, que recebe os dados das pessoas interessadas em serem doadoras. A Fundação Hemominas executa o cadastro em Minas e encaminha ao Redome. De acordo com o Instituto Nacional de Cancêr (Inca) atualmente foram alcançados a marca de dois milhões de candidatos à doação. O procedimento é simples o médico faz o cadastro e aparecendo um paciente compatível são iniciados os testes de compatibilidade. Caso não haja nenhum impedimento, a doação é feita no hospital mais próximo da casa do paciente, em Minas, é o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais.


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

01/03/2012

16:04

Página 7

março/abril/2012

Dividido em vários setores, dos quais se destacam a Casa do Caminho com 100 crianças e adolescentes com paralisia cerebral, a Casa da Esperança com 60 idosos carentes e o Centro de Educação Especial com 200 alunos matriculados, o Núcleo Assistencial Caminhos para Jesus faz um trabalho social de enorme importância para Belo Horizonte. Comemorando 43 anos de existência e visando, sempre, a melhoria na qualidade de vida de seus assistidos, o Núcleo iniciou suas atividades na região da Pampulha, graças à iniciativa dos casais Maria Zacharias e Célio Trópia, já falecidos, e Aracy e Alberico Passos que distribuíam diariamente sopa para pessoas carentes. Sinônimo de assistência, o Núcleo cresceu e conta hoje com um quadro de 400 em-

www.conexaoconticias.com.br

7

Ajudar o próximo faz bem ao corpo, à mente e, sobretudo, ao coração

pregados mais o apoio incondicional de centenas de voluntários colaboradores e voluntários doadores que ajudam de diversas maneiras, doando à casa, que é referência no Estado, sua atenção e carinho ou recursos financeiros e bens materiais. Uma das assistidas da Casa do Caminho, Patrícia da Silva, estudante do Curso de Comunicação Assistiva da PUC Minas, é um exemplo de sociabilização e superação. Segurando um aparelho de celular, destes que têm entrada para as redes sociais, fotografando e, claro, fazendo ligações, Patrícia mostra que está sempre ligada nas novidades. Outra pessoa que nos chamou a atenção foi Dona Raimunda, 86 anos, da Casa da Esperança, fã do cantor Leonardo é uma das assistidas mais receptivas e proativas. Durante a conversa, ela contou histórias de seus aniversários, comemorados

com os amigos do Caminhos para Jesus. “Gosto de tudo aqui dentro”, resume ela. O Núcleo funciona 24 horas e vive de doações, sendo que 97% dessas vêm de pessoas físicas que confiam e conhecem o trabalho da instituição. Os 3% restantes vêm de repasses governamentais e doações de pessoas jurídicas. É meta da Diretoria e do Conselho Consultivo do Núcleo, todos colaboradores voluntários, poder contar com um apoio maior do setor

empresarial. As visitas são liberadas, para todos aqueles que desejarem conhecer a instituição, nos horários de 9 h às 11 h e 12 h às 17 h. Um carinho, uma conversa ou mesmo um passeio empurrando uma das cadeiras de rodas dos pacientes já ajuda e gratifica a quem faz e a quem recebe. Além disso, materiais como fraldas descartáveis, itens de limpeza e alimentos como biscoitos e leite são bem vindos.

Núcleo Assistencial Caminhos para Jesus

Rua José Ferreira Magalhães, 341, Floramar – Belo Horizonte – MG Para doar - www.caminhosparajesus.org.br ou ligue 08000315600 e saiba mais sobre o trabalho

Alimentos que dono pode e o cão e o gato não podem comer

*Ronaldo Moreira Vieira

Cães e gatos vêm ganhando espaço na vida dos seus proprietários e a interação entre eles está cada vez mais próxima e íntima, sendo que muitos animais já são considerados membros da família. Essa relação estreita entre o homem e os animais de companhia é sem dúvida nenhuma muito benéfica para ambas as partes. Pesquisas apontam que o convívio entre pessoas e animais proporciona relacionamentos saudáveis e estreitos e cria vínculos fortes e duradouros que trazem benefícios à saúde física e/ou mental. Contudo, em alguns casos essa relação tão íntima pode acarretar consequêcias desagradáveis e inesperadas. Uma delas diz respeito à alimentação dos animais. Muitos proprietários não sabem que nem tudo o que comemos pode ser oferecido aos cães e gatos, pois estes apresen-

tam um metabolismo diferente de humanos. Com certeza o alimento mais oferecido a cães e gatos e que pode acarretar sérios transtornos, é o chocolate. Ele possui a teobromina, uma substância que não é bem processada pelo organismo desses animais, sendo que os chocolates mais escuros normalmente os amargos, são os que contém uma quantidade maior desse componente. Os sintomas mais comuns de intoxicação por teobromina são vômito, diarréia, falta de ar, inquietude, perda de controle urinário e aumento da produção de urina. Para evitar situações como

essas o ideal é não oferecer chocolate a cães e gatos e também guardá-los sempre em lugares inacessíveis aos animais. A cebola e o alho são outros alimentos não recomendados, pois quando ingeridos em grandes quantidades podem ser tóxico. Eles promovem alterações nas células vermelhas do sangue e consequentemente o desenvolvimento de anemia. Muitas vezes a cebola e o alho podem estar presentes em algum alimento e passarem despercebido pelos proprietários. É o caso das papinhas prontas destinadas a bebês que podem conter em sua composição esses temperos na versão desidratada. Outro ali-

mento não aconselhável é a uva e sua versão desidratada (uva passa). A fruta contém uma substância que pode causar danos aos rins e assim acarretar sérios prejuízos à saúde dos animais. Deve-se atentar que os panetones costumam estar presentes na mesa de muitas pessoas em épocas de fim de ano e eles geralmente apresentam quantidades significativas de uva passa, portanto, não é recomendável oferecê-lo a cães e gatos. È possível que existam outros alimentos destinados a humanos que apresentam substâncias potencialmente tóxicas para cães e gatos. Portanto, o ideal é ter muita cautela quando fornecê-los e lembrar sempre que eles nunca devem substituir ou compor de maneira significativa a dieta usual de cães e gatos.

*Médico Veterinário CRMV-MG.5411

www.conexaoconticias.com.br


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

8

01/03/2012

16:04

Página 8

março/abril/2012

www.conexaonoticias.com.br

“Como passei em 15 concursos?”

Ocupações clandestinas

O livro conta como ser bem sucedido nas provas de concursos públicos e traz dicas para os interessados em uma carreira profissional bem sucedida

José Roberto Lima é morador do bairro Castelo há cinco anos e recentemente lançou o livro “Como passei em 15 concursos?”. A história, no mínimo, curiosa foi contada em detalhes para que as pessoas que desejam a estabilidade de um concurso público possam conhecer os macetes e as dicas de um expert no assunto. Modesto, José Roberto diz que não existe fórmula pronta para o sucesso que ele obteve. “Qualquer prova de concurso ou vestibular é composta de 70 a 80% de conteúdos fáceis. Engana-se quem pensa que os conteúdos difíceis é que diferem os aprovados dos reprovados”, assegura. De acordo com Roberto, no livro constam quatro dicas importantes e que fazem a diferença na hora das provas. São elas: tomar gosto pelos estudos, escolher uma boa escola preparatória, nunca menosprezar os conteúdos considerados fáceis e estudar pouco. Como assim, estudar pouco? José Roberto explica fazendo uma analogia. “ A lógica de condicionamento mental é a mesma para condicionamento físico, ou seja, quem começa a malhar durante dez horas diárias não aguentará nada no dia seguinte e desistirá da atividade. Mas quem malha uma hora todos os dias, começa a perceber os resultado uns dois meses após, o que faz com que a malhação se transforme numa fonte de prazer”, diz. A dica estudar pouco que o autor se refere, deve ser entendida da seguinte maneira: Estudar todos os dias, durante um longo período de tempo, sem se sobrecarregar. “ Esqueça esse negócio de estudar muito faltando três semanas para a prova”, aconselha. Professor de direito José Roberto disse que a habilidade do “concurseiro” lidar com seus próprios sentimentos é de grande importância na hora das provas. “ É preciso que as pessoas aprendam a aprender”. O nosso vizinho contou ao jornal Conexão Notícias que há quase dez anos ele acompanha o crescimento da região . “Escolhi este bairro pela segurança que ele proporciona. Gosto de ser vizinho do Sr. Dorgival, o “eterno prefeito” de nosso bairro”, risos. A família do autor teve participação fundamental no sucesso profissional e pessoal. Para ele o apoio incondicional dos filhos e da mulher o estimulou a lutar e conquistar sempre mais. “Minha esposa e meus filhos são o meu patrimônio afetivo. Sem o apoio deles, eu não teria forças para persistir até vencer”, conta. Durante o bate papo com José Roberto ele contou que a esposa dele foi quem o ensinou a língua espanhola. Além do sucesso profissional, os estudos lhe deram mais um presente : “Eu me casei (com a professora) e somente depois me tornei aluno. Sou um marido privilegiado”.

PAMPULHA

Obras na orla da Lagoa

Fraternidade e Saúde Pública

* Sérgio Fernando Pinho Tavares

Até o final de 2013 três pontos da Lagoa estarão em obras de revitalização e melhorias. De acordo com o Diário Oficial do Município (DOM) a praça Dino Barbieri, a praça do Mirante e Aleijadinho e o calçadão da ponte da lagoa, sobre o vertedouro, receberão novos pisos, iluminação e equipamentos públicos como aparelhos de ginástica e novos bancos. Desde 2007, inspirada na cidade de Pequim, na China, que Prefeituras de várias cidades brasileiras instala nas praças e parques aparelhos de ginástica, que servem como alternativa para a pratica de esportes. Os aparelhos ajudam a reproduzir exercícios de baixo impacto e pode ser usado por pessoas de todas as idades. As obras de revitalização começam no final de 2012 e serão gastos cerca de R$198 mil para conclusão do projeto. No restante da orla da Lagoa não terá nenhum tipo de reforma. Pontos de reforma: Praça Dino Barbieri – entre a Igreja São Francisco de Assis e Parque Guanabara  Praça do Mirante e Aleijadinho - junção das avenidas Pedro I e Otacílio Negrão de Lima  Ponte da lagoa - sobre o vertedouro 

Estas fotos flagram um problema que vêem crescendo nas ruas do bairro Castelo: a migração de muitos moradores de rua. São na maioria catadores de papel que chegam com seus carrinhos, logo constroem seus barracos e rapidamente fazem das calçadas, marquises e lotes vagos o seu espaço privado. A foto ilustra um flagrante na avenida Tancredo Neves bem de frente a um condomínio de casas onde até uma escada de madeira já foi construída para facilitar o acesso ao barraco. Também na avenida Altamiro Avelino Soares em plena calçada um fogão de alvenaria e muita madeira e papelão ao redor. Além da obstrução das calçadas que nos impede de trafegar livremente, alguns desses moradores movidos pelo álcool se tornam agressivos e perigosos quando se trafega em frente a ocupação clandestina. Gostaria de deixar meu manifesto porque se as autoridades não tomar nenhuma providência, em breve, outros moradores construirão seus barracos nas redondezas e além dos transtornos para os moradores, teremos que assistir indenizações sendo feitas com o dinheiro público. José Bonifácio Azevedo Morador da região

Saúde não significa apenas a ausência de doenças, mas um completo bem estar em todos os sentidos. Escolhida como tema da Campanha da Fraternidade 2012, o problema da Saúde Pública em nosso país não poderia vir à tona em melhor momento. Faltam leitos nos hospitais, a maioria da população sofre com a falta de atendimento e, para complicar, o governo federal promoveu cortes. Como diz o velho ditado “nada é tão ruim que não possa piorar”. A precariedade na área assusta e nos remete a outras questões, como por exemplo, a Copa do Mundo. Como receber visita, com tantos problemas em casa? Não dá para fingir que está tudo bem. O governo precisa estar ciente da carência no setor e tomar providências. Quanto à sociedade, deve fiscalizar para reivindicar melhorias. A ação é conjunta. E já que o assunto é saúde, vale lembrar os cuidados especiais que precisamos reservar àquelas que são, acima de tudo, vitoriosas - as mulheres. Em março, elas celebram o Dia Internacional. A elas, todo o mérito por suas conquistas sociais, políticas e econômicas e a contribuição do legislativo municipal, pois o nosso mandato está se empenhando para expandir o atendimento à saúde da mulher. Queremos garantir atendimentos ambulatoriais, exames e a ampliação dos equipamentos básicos nos Centros de Saúde da capital. Mas, para isso, precisamos somar forças com você, fazendo com que cada cidadão seja assistido pelo poder público

www.conexaonoticias.com.br

* Assessoria de Comunicação Vereador Sérgio Fernando (31) 3555-1330


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

01/03/2012

16:04

Página 9

Reajuste salarial para vereadores da capital foi vetado, graças a pressão popular março/abril/2012

A

ESPECIAL PARA O CONEXÃO NOTÍCIAS

www.conexaonoticias.com.br

9

Até onde a mobilização social interfere na política de um país

s revoltas populares foram assuntos recorrentes nos jornais e na TV no ano passdo, graças a derrubada de governos ditatoriais na Líbia, Irã e Egito. Aqui em Belo Horizonte, um evento contra o aumento do salário de vereadores, causou um frenesi e mostrou como uma sociedade unida e organizada pode mudar algumas realidades. Desde os 14 anos Cecília Reis de Aquino, hoje com apenas 21, é engajada nas questões envolvendo a política do país. Estudante do 7º período do Curso de Ciências do Estado da UFMG, a jovem comandou as manifestações contra o aumento de 61,8% dos salários dos vereadores da capital. Ela é a responsável pela criação do “Veta Lacerda” nas redes sociais, que mobilizou pessoas que saíram para as ruas para reivindicar. O prefeito Márcio Lacerda (PSB) vetou o reajuste salarial no mês de janeiro e o presidente da Câmara Municipal assumiu que a pressão popular pesou na decisão do prefeito.

Conexão Notícias - Qual o papel da sociedade civil na política do país? Cecília - A sociedade civil no Brasil é muito importante em todas as esferas da política, sendo nos setores de educação, saúde e outros, uma vez que tem o poder de reivindicar os seus direitos e condições melhores de vida. Porém, grande parte da população não detém conhecimento da força que uma sociedade civil organizada pode vir alcançar nas decisões políticas. Entretanto, no sentido mais local, podendo assim dizer de Belo Horizonte, entendo que está havendo uma eclosão de manifestações e consequentemente uma tomada de consciência por parte da população, onde vão às ruas para mostrar sua indignação e sua força. E o papel da sociedade civil é devidamente esse, devendo pressionar e cobrar dos governantes políticas mais justas, ao passo que possibilita na inserção de uma gestão democrática. Desse modo, há uma aproximação da população perante às decisões dos governantes.

Conexão Notícias - A internet e as redes sociais realmente são importantes neste tipo de ação popular? Cecília - Acredito que atualmente o

meio de comunicação mais utilizado é a internet, onde as informações não são filtradas como acontece em outros meios. Dessa forma, permite o acesso de inúmeros dados, com isso, para que haja uma mobilização grande da população, acredito que a ferramenta mais importante são as redes sociais, onde permite o acesso de informação de forma mais fácil e dinâmica. Conexão Notícias - E os jovens? Você acredita que hoje os jovens continuam com a mesma preocupação dos “caras pintadas” do impeachment do Fernando Collor? Cecília - É importante a gente se atentar que os “caras pintadas” do impeachment do Fernando Collor viviam em um contexto diferente do que vivemos hoje, desse modo acho delicado comparar essas duas gerações. Mas pelo o que estou vendo hoje, acredito que os jovens estão mais proativos, mais participativos e questionadores.

Conexão Notícias - As universidades e faculdades brasileiras incentivam os jovens a participar mais da vida política? Cecília - Não vejo muito incentivo de universidades e faculdades aos jovens, para que estes participem mais da vida política do país ou de sua cidade. Acredito que muitas faculdades privadas não têm participação nesse contexto de

Uma Frase que você segue no dia a dia:

“Quem acredita sempre alcança”

O que é o projeto “Veta Lacerda” e como iniciou o trabalho de mobilização? O Projeto “Veta Lacerda” surgiu a partir do dia 16 de dezembro de 2011 e a ideia inicial era mobilizar a população para que fossem até a porta da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte no dia 21 de dezembro às 9 horas, para mostrar sua indignação e pedir ao Prefeito Márcio Lacerda, o veto ao aumento do salário dos vereadores. Nos dias 05 e 20 de janeiro, ocorreu o “telefonaço”, onde as pessoas ligavam para o gabinete do prefeito, pedindo que vetassem o Projeto de Lei proposto pelos vereadores. Cidadãos assinaram um abaixo assinado contra o aumento, formando dessa forma um caderno com mais de cinco mil assinaturas. É importante ressaltar que a partir da primeira manifestação muitas pessoas aderiram à causa e se uniram na luta, uma vez que temos um grupo formado, onde as decisões são feitas em conjunto. Em entrevista exclusiva ao Conexão Notícias, Cecília Aquino fala sobre a importância da mobilização social e descreve como iniciou as atividades.

política. Mas como experiência própria, vejo que a Universidade Federal de Minas Gerais, juntamente com seu corpo docente fomenta a participação do jovem na política cotidiana. Inclusive no curso de Ciências do Estado podemos ver isso com muita clareza, onde estuda-se a história sócio política do Brasil e inúmeros movimentos sociais que foram importantes para formar a sociedade em que hoje vivemos. Há também noções da Administração Pública e do funcionamento do Terceiro Setor, e debates de temas atuais; sendo fundamental o papel dos professores que instigam e fomentam a participação e amadurecimento dos alunos. Conexão Notícias - Márcio Lacerda vetou o aumento. Na sua opinião, a atitude do prefeito se deve aos protestos dos civis ou por causa do ano eleitoral? Cecília - É importante dizer que fiquei surpresa com o veto do prefeito Márcio Lacerda, foi uma surpresa muito boa inclusive. Acredito que os dois fatores foram cruciais para a tomada de decisão do prefeito e de sua base aliada; devemos lembrar que a decisão não partiu somente dele, uma vez que tem uma equipe por trás dele. Por ser um ano eleitoral, ano muito sensível aos políticos, acredito que isto influenciou muito; mas devemos também dar créditos às manifestações que foram feitas com o intuito de cobrar e pressionar o Márcio Lacerda.

Conexão Notícias - Recentemente houve uma manifestação contra maus tratos aos animais na Praça da Liberdade. Protestos de civis “derrubaram” ditadores em outros países. Você julga outras causas importantes, que necessitariam da participação popular? Quais? Você coordenaria em uma nova manifestação?

www.conexaonoticias.com.br

Cecília - Ocorreu a manifestação contra maus tratos aos animais no dia 22 de janeiro de 2012, que infelizmente não soube com antecedência a respeito dela, senão com certeza teria ido e defendido essa causa. Acho que toda manifestação é válida, toda reivindicação por meio da população. Temas como transporte coletivo, saúde, educação, moradia, classe de trabalhadores, meio ambiente devem estar embutidos em movimentos sociais, para que os problemas tenham visibilidade e se possa começar uma nova era, onde a população tem poder de decisão da aplicação do dinheiro público, onde possa conduzir melhor as decisões políticas. Estou envolvida com manifestações desde que tinha 14 anos, dessa forma, posso afirmar veementemente que coordenaria outra manifestação.

Conexão Notícias - Os mineiros tem a fama de “come quieto” e observador. Essa característica ainda faz parte da personalidade dos belorizontinos? Você acha que está foi só a primeira de muitas “movimentações” populares? Cecília - Acredito que essa fama de “come quieto” e observador dos belorizontinos não influência muito na questão de manifestações sociais; não vejo essas características intrínsecas aos cidadãos de Belo Horizonte. E tenho certeza que a mobilização contra o aumento do salário dos vereadores não foi a primeira movimentação popular e não será a última. O ano de 2010 e 2011 foi muito importante nesse quesito, onde ocorreram inúmeras mobilizações: artesãos da Feira Hippie, professores estaduais, Ocupação Dandara, Praia da Estação, entre outros. Acredito que estamos no início de um processo onde a população deseja e luta para participar das decisões da esfera política.


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

10

01/03/2012

16:04

Página 10

www.conexaonoticias.com.br

Artrose afeta a saúde de 15 milhões de brasileiros

março/abril/2012

Tratamento realizado com Hidroterapia melhora a qualidade de vida dos pacientes e a formação integral da saúde

As doenças reumáticas, que afetam 10% da população mundial, estão entre os principais problemas de saúde da atualidade. A mais comum delas é a osteoartrose, popularmente conhecida como artrose. Segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), 20% dos adultos brasileiros são acometidos pela doença, que é uma das principais causas de incapacidade e afastamento do trabalho. A enfermidade está diretamente ligada ao envelhecimento, evoluindo de forma degenerativa pelo desgaste da cartilagem. Mais de 70% das pessoas acima de 70 anos tem evidência radiográfica desta doença, mas apenas parte destas desenvolvem sintomas. O processo ocorre em homens e mulheres e atinge, sobretudo, as articulações que dão sustentação ao peso, como joelhos, coluna e quadris. De acordo com o fisioterapeuta Rogério Celso Ferreira, da Clínica

Hidrodinâmica, em Belo Horizonte (MG), os principais sintomas da artrose são dores e limitações nos movimentos da articulação. Para a prevenção e tratamento dos pacientes com a doença, o especialista indica a Hidroterapia, também conhecida como fisioterapia aquática.

Sintomas “Os primeiros sintomas apresentados pelo paciente com artrose são as sensações de incômodo nas articulações, geralmente pela manhã, e dores no joelho ao fazer movimentos de subir e descer escadas. Em casos mais avançados, as dores tornam-se mais frequentes e podem acarretar, inclusive, deformações nas articulações, como por exemplo, nos dedos das mãos”, explica Rogério. O especialista alerta, principalmente, para a questão do sobrepeso como potencializador da doença. “Um dos fatores que favorece o aparecimento da artrose é o excesso de peso, que produz uma sobrecarga

Dez dicas para o cuidador familiar

*Dr. Márcio Borges

Lembro-me de um grande livro sobre cuidar de idosos com Alzheimer chamado Quando o dia tem 36 Horas. O dia não tem somente 24 horas para um cuidador familiar! Não tem sábado, domingo, feriados ou até mesmo férias. Cuidar, cuidar, cuidar… Incessantemente! Abaixo, temos dez dicas para que os cuidadores familiares entendam como é importante o descanso, o apoio da família e o próprio cuidado com a sua saúde:  Cuide de si mesmo – você não conseguirá cuidar bem do idoso, se você estiver doente ou esgotado(a).  Faça exercícios e cuidado com o que come. Tenha um estilo de vida saudável.  Esforce-se para alcançar o equilíbrio em sua vida. Lembre-se de pedir ajuda.  Faça suas visitas ao médico, regularmente. Arranje tempo para cuidar também da sua saúde.  Reduza seu ritmo. Não dá para ficar trabalhando 24 horas por dia e sete dias por semana. Peça ajuda!  Confira os serviços de apoio em sua comunidade. Grupos como a ABRAz, Brasil Parkinson ou grupos religiosos de apoio podem ajudar a aliviar a carga de seu trabalho com o idoso dependente.  Cuidado com a depressão!  Busque o apoio da família e dos amigos, se você precisar de ajuda.  Tire finais de semana ou férias para descansar . Procure relaxar e fazer coisas diferentes.  Criar uma rede de apoio de amigos, familiares e profissionais. Você nunca deve ficar sozinho(a) ou cuidar do idoso sozinho(a)! Nunca!

*Geriatra e editor de conteúdo do site www.cuidardeidosos.com.br

nas articulações. Como prevenção, é importante manter uma dieta balanceada e sem excesso de gorduras e a prática constante de atividade física”, destaca.

Como tratar A Hidroterapia é um tratamento com finalidade terapêutica, realizado em piscina aquecida e coberta, em ambiente seguro, conduzido por fisioterapeutas qualificados, com o objetivo de prevenção de doenças e reabilitação física. A modalidade tem sido utilizada com sucesso no tratamento da artrose, pois contribui para aliviar a dor, melhorar a funcionalidade dos movimentos e a qualidade de vida do paciente. “Como a água reduz a pressão interna das articulações, associamos

exercícios específicos, propiciando melhor condicionamento muscular e com isso o alívio de dores ao longo do dia. Os exercícios e os procedimentos são personalizados com o objetivo de promover e facilitar a reabilitação de maneira individualizada”, completa Rogério Celso Ferreira. Ele esclarece que o paciente não precisa saber nadar para fazer o tratamento.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam a dengue não deixa de ser preocupação apenas nos períodos de chuva, mas também em períodos de estiagem como o que estamos vivendo agora. É importante lembrar que os ovos do mosquito podem viver até 450 dias, mesmo se o local onde foi depositado o ovo secar com o tempo. Algumas precauções podem se tomadas para evitar a proliferação do mosquito, como: não deixar a água parada, mesmo que limpa em qualquer recipiente. Deixar, permanentemente, fechados as caixas d’água, tambores, cisternas e tanques. Não deixar acumular entulhos nos quintais como garrafas, latas, vidros, vasos de plantas, pneus, calhas, telhas e coisas onde os mosquitos possam depositar seus ovos.

A dengue está muito mais presente do que se divulga e o mosquito Aedes aegypti está matando continuamente em Belo Horizonte. De acordo com Cristiano Fernandes da Costa, gerente de zoonoses da Pampulha, a região apresentou um aumento significativo de casos na região da Pampulha. Segundo ele as características ambientais da Pampulha favorecem a manutenção do mosquito vetor da doença ao longo do ano, porque a ocupação horizontal onde existem muitos quintais, jardins e piscinas facilitam o acúmulo de água e a proliferação do mosquito. O crescimento dos casos de dengue na região a cada ano se apresenta mais preocupantes. Confira no site os últimos dados parciais fornecidos pela Secretaria de Estado da Saúde – SES.

Rogério Celso Ferreira Fisioterapeuta - Clínica Hidrodinâmica

Região da Pampulha favorece proliferação do mosquito Aedes aegypti

www.conexaonoticias.com.br


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

01/03/2012

16:04

Página 11

março/abril/2012

www.conexaonoticias.com.br

11

No mês da mulher o Shirley Magalhães Studio Make Hair traz novidades para as futuras esposas de BH

WxÄ|vtwtá x ÜÉÅúÇà|vtá

M

ulheres gostam de comemorar ocasiões especiais e não se esquecem de datas importantes. Sonham com o matrimônio e filhos, mesmo sem ter um namorado. Mulheres são fortes e decididas, mas quando ouvem o pedido de casamento se tornam noivas preocupadas e inseguras! Será que este vestido é perfeito? Tenho que emagrecer! Preciso cuidar da pele e fazer clareamento dos dentes! Será que vai chover? Meu cabelo precisa estar perfeito e minha maquiagem durar

até o fim da festa! Preciso ficar como uma princesa! Para evitar problemas no tão sonhado dia, o Shirley Magalhães Studio Make Hair criou um pacote especial e exclusivo para noivas. O “Special Day” é um dia peculiar, em um es-

www.conexaonoticias.com.br

paço reservado, com atendimento personalizado onde a futura esposa e suas convidadas poderão desfrutar de todos os mimos, pois cada mulher possui necessidades diferentes. O Shirley Magalhães entende que uma noiva é muito mais do que seu cabelo e maquiagem, ela é o resultado de cada momento, por isso trabalhamos para atende-las! Além do cuidado com a beleza nos preocupamos para que cada segundo do grande dia se torne especial e possa ser muito mais exclusivo do que você já sonhou!


Conexão Noticias-Edicao 20:Layout 1

12

01/03/2012

16:04

Página 12

março/abril/2012

www.conexaonoticias.com.br

Cores de inverno

Diário das Profissões

Analista de redes sociais

* Israel Scussel Degásperi

O Analista de redes sociais é o responsável pela presença e postura da empresa nas mídias sociais. É ele quem cuida do conteúdo que a empresa compartilha, do modo como responde e interage com os clientes, responde dúvidas, atende reclamações e elogios. Uma das características fundamentais para os profissionais é gostar de pessoas. Israel Scussel Degásperi é publicitário e atua neste novo segmento do mercado da comunicação. Segundo ele é fundamental que o profissional conheça marketing ou alguma de suas vertentes (jornalismo, publicidade e propaganda e relações públicas). “O conhecimento técnico também é interessante. Entender o funcionamento do wordpress e do Google e suas ferramentas (Google analytics, webmaster tools, SEO) são diferenciais”, diz. A revista Forbes divulgou uma pesquisa informando que as 100 maiores empresas do mundo já possuem um departamento de mídia social separadamente dos departamentos de marketing e marketing digital. “A área é ampla. Ele pode trabalhar em agências digitais, no departamento de marketing ou assessoria de imprensa, direto nas empresas ou por conta própria”, conta Israel. O inglês não é fundamental, mas se o jovem tem facilidade já pode ser considerado um diferencial. Segundo Israel Degásperi, que trabalha em uma empresa renomada, o tempo de experiência, conhecimento de gestão de pessoas e um MBA ajudam a média salarial aumentar podendo chegar a R$10 mil mensal. Para os “principiantes” o valor do salário é de R$2 mil. * Publicitário formado e pós-graduado pela Universidade Regional de Blumenau (FURB). Blogueiro fundador do blog especializado em mídias sociais: @midiasblog - http://midiassociais.blog.br.

“A vida é muito curta para se usar bege”

* Ana Paula Amaral

Foi esta a frase que circulou na inacompaternet nhada de um vídeo tutorial de Nicole Thompson, maquiadora de uma grande marca internacional. Nicole ensinou como usar as cores na hora de se maquiar. Os neutros são a escolha de muitas brasileiras, que tem medo de errar nas combinações de cores, mas a tal frase “ A vida é muita curta para se usar bege”, cativou muitas e acompanhando algumas tendências de passarela e estilos, é perceptível que a moda vem quebrando a monotonia dos tons pastéis, e traz cores chamativas em peças de roupas e acessórios.

A italiana Fendi, em seu desfile Fall Winter 2012/ 2013, se valeu de acessórios que mesclavam cores clássicas de inverno como o marrom e o preto, com outras mais abertas como o amarelo e o vermelho, para dar o toque descontraído que promete deixar mais alegre a moda austera dos dias frios. Aqui no Brasil, muito se fala em um novo uso do “Color Blocking” - mistura de tons vibrantes mesclando os tons vivos com o nude que simula cores de pele. Para as mulheres que não abrem mão de suas clássicas peças de inverno, nada como dar vida nova a aquele look que você sempre tira do armário quando o tempo esfria, apostando sempre em um clássico da maquiagem que chega – mais uma vez – com força total: o batom vermelho. * Jornalista e colunista de moda Contato: anaamaral82@gmail.com Blog: blogmariaarrumadeira.com

www.conexaonoticias.com.br


20 Edição Conexão Notícias