Issuu on Google+

Boletim Informativo

comusan Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de São Paulo

Edição número 01 - 20 a 31 de Agosto de 2013

Editorial: Boletim Informativo Caro amigo leitor, Iniciamos uma nova etapa na jornada de trabalho do (Comusan-SP) Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de São Paulo). Durante esta década de existência pudemos observar os avanços e desafios postulados pela sociedade paulistana durante a caminhada. Sabemos que a garantia do direito humano à alimentação adequada saudável é premente e por isso está inerente às ações do conselho por meio da implantação e efetivação da Política de Segurança Alimentar e Nutricional. No entanto a violação deste direito ainda se faz presente em nosso cotidiano. Portanto, a participação democrática neste espaço é fundamental para que a sociedade por meio das suas mais diversas representações se faça presente na discussão. Para isso, o conselho iniciou uma série de atividades e projetos que objetivam estar cada vez mais perto dos anseios e para ouvir o clamor da população paulistana no que tange esta temática universal: Alimento Direito de Todos! Neste sentido, vale ressaltar que a pactuação entre governo municipal e sociedade civil pela garantia deste direto, se dará com a institucionalização da Política Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, por meio da Losan (Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional) que cria o Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional e todos os elementos necessários, para que a questão seja de fato tratada como política pública e não apenas como um aspecto individual e particular do cidadão. Enfim, este boletim tem por objetivo veicular as notícias sobre a atuação do conselho, suas ações e programas, assim como também, servir de espaço para ouvir sugestões e interagir com você.

Conselho inicia projeto Diálogos “Novos Canais de Comercialização”

“a

O Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de São Paulo, (Comusan-SP) iniciou no último dia 18 de julho, o projeto “Diálogos”, que tem como objetivo discutir e dialogar sobre os mais diversos temas que tangenciam a Política de Segurança Alimentar e Nutricional. A abordagem do tema “Novos Canais de Comercialização” foi fruto das recentes discussões acerca da proposta e uma oportunidade dos participantes conhecerem e aprofundarem o conhecimento sobre os canais de comércio de alimentos que fogem do convencional. Os interlocutores do evento foram a pesquisadora Natalie Rios, mestranda no programa de mestrado Eramus Mundus "Food Identity", financiado pela União Européia, com foco em desenvolvimento de produtos locais e típicos", e Juliana Gonçalves representante do Instituto Kairós, Ética e Atuação Responsável que tem como foco prioritário de trabalho a educação, assessoria e pesquisa em consumo responsável e comércio justo e solidário, entendidos como estratégias para combater a desigualdade social e contribuir na transformação da relação da sociedade com a natureza. Para o presidente do Comusan, Edgar William dos Santos, o projeto possibilita reinserir o conselho nas discussões que perpassam a sociedade com objetivo de estimular a participação da sociedade civil, entidades e instituições com encontros mensais. Este primeiro aconteceu no Espaço Mercado Gourmet, no Mercado Municipal Paulista. No entanto o projeto tem caráter itinerante e será promovido mensalmente.

garantia do direito humano à

alimentação Saudável”

Fotos: arquivo comusan

1ª Roda de Conversa discute Alimentação Saudável no Grajaú O Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de São Paulo, (Comusan-SP) realizou no último sábado, (20), de julho, no Centro Cultural do Grajaú, Zona Sul, o projeto “Roda de Conversa”. O evento teve como objetivo sensibilizar as pessoas quanto à garantia do direito ao alimento saudável e adequado, assim como as responsabilidades do poder público, e as implicações da violação deste direito. A proposta busca fomentar a implantação da Política de Segurança Alimentar e Nutricional na cidade de São Paulo. O encontro que reuniu mais de 30 participantes, abordou o tema “Alimentação Saudável, Saborosa e com preço Justo”, foi uma oportunidade para os moradores da região discutirem Segurança Alimentar e Nutricional, a partir das experiências do dia a dia. De acordo com o presidente do Comusan, Edgar William dos Santos o projeto pretende discutir temas ligados à garantia do Direito Humano a Alimentação Adequada. “Nossa idéia é estimular nas pessoas a reflexão sobre o que chega à mesa de suas famílias, além de fomentar a participação na construção das políticas públicas”, explicou. As Rodas de Conversa estão previstas para acontecerem de forma contínua no âmbito das 32 subprefeituras. Um diagnóstico sobre os hábitos alimentares será produzido com os participantes em cada encontro e servirá de instrumento para orientar as ações e propostas do conselho ao governo municipal.

Segurança Alimentar e Nutricional entra no Programa de Metas 2013-2016 da Cidade

A ao

Proposição

foi incorporada

documento

final do

A Prefeitura divulgou a versão final do Programa de Metas 2013-2016 na última sexta-feira, 16, após apresentação na Câmara Municipal. O novo plano incorporou uma das metas sobre Segurança Alimentar e Nutricional, proposta pelo COMUSAN – Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional. O primeiro objetivo do programa, que objetiva superar a extrema pobreza na cidade de São Paulo, elevando a renda, promovendo a inclusão produtiva e o acesso a serviços públicos para todos, destaca a meta de implantação de quatro Centros de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional, bem como o desenvolvimento de ações de apoio à agricultura urbana e periurbana. A partir de 24 de agosto, as Audiências Públicas Devolutivas do Programa de Metas 2013-2016 acontecerão nas subprefeituras. O Plano completo pode ser acessado pela página: http://migre.me/fOdmy

Programa, que prevê a implantação de Centros de

Referência

em

Segurança

Alimentar e Nutricional

fotos: arquivo comusan

FAO define tema do Dia Mundial da Alimentação 2013 A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) definiu como tema para o Dia Mundial da Alimentação 2013 o assunto “Sistemas Alimentares Saudáveis”. O Dia Mundial da Alimentação é celebrado anualmente em 16 de outubro. A data coincide com a criação da própria FAO, que, a cada ano, seleciona um tema com o objetivo de chamar atenção dos países

-

“Sistemas Alimentares Saudáveis”

para questões importantes envolvendo a segurança alimentar e nutricional em todo o mundo.

diversas fases e para isso utiliza muita água, cria gases de efeito estufa e termina afetando cada planta e animal do planeta.

O tema deste ano propõe uma análise dos impactos dos sistemas alimentares para o meio ambiente. Da plantação à colheita, do processamento às embalagens, do transporte até as prateleiras de comercialização, a comida que chega às nossas mesas passa por

Fonte: FAO Brasil

Expediente: Elaborado pela Assessoria de Comunicação comusan@prefeitura.sp.gov.br http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidades/secretarias/subprefeituras/abastecimento/comusan


Boletim comusan agosto de 2013