Page 1

Jornal

Jesus, em João 10.10

página dois

K P. 2

Editorial: Investindo em qualidade de vida

vida em foco

K P. 4

Prefeitura anuncia pavimentação de 146 ruas Obra de saneamento combate alagamentos Está chegando a hora do Natal Brasileiro

vida no litoral

K P. 4

Conheça a Congregação São Pedro, de Pontal do Paraná Parque Estadual Rio da Onça é boa opção para as férias

vida em cristo

K P. 5

Jesus não tinha sapatinhos...

vida acontece

K P. 6

JV agora também no litoral Feiras Especiais de Natal Culto encerra aulas de música de 2007 Conselho Diretor apresenta “raio-X” da IELB Casais realizam seu 3º Encontro do ano

vida da igreja

K P. 7

Confira a programação do mês de dezembro da Comunidade São Marcos

vida divertida

K P. 7

Rir (ainda) é o melhor remédio

vida cultural

K P. 8

100 desenhos de Di Cavalcanti são atração no Museu Oscar Niemeyer

Arquivo

Ano I • Edição nº 09 • Dezembro de 2007

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

vida em foco

Festas de fim de ano abrem vagas de trabalho temporário Temporada no Litoral também abre vagas de trabalho Página 3


DATAS COMEMORATIVAS 01 Dia do Imigrante Dia Mundial de Luta contra a Aids 02 Dia Nacional do Samba 03 Dia Internacional das Pessoas Portadoras de Deficiência 04 Dia do Orientador Educacional 05 Dia Internacional do Voluntário 08 Dia da Família Dia da Justiça 09 Dia do Fonoaudiólogo 10 Dia dos Direitos Humanos Dia do Palhaço 11 Dia do Engenheiro Dia do Arquiteto 13 Dia do Marinheiro Dia do Pedreiro 16 Dia do Teatro Amador Dia Nacional do Reservista 20 Dia da Bondade 21 Dia do Atleta Início do Verão Dia do Vizinho 25 Dia de Natal 28 Dia do Salva-Vidas Dia da Marinha Mercante 29 Dia Internacional da Biodiversidade 31 Dia da corrida de São Silvestre

ANIVERSARIANTES DO MÊS 07 Hildor Buchweitz 10 Fabiano Cardoso Ana Paula Pereira dos Santos 14 Sonia Regina Huf de Carvalho 15 Vanessa Lopes Izar 16 Lucas Guilherme Katzwinkel 21 Adriana de Oliveira Luiz Fernando Huf de Carvalho 25 Erena Olsen 26 Karina Passos Gulinelli 29 Cabira Papcke

FESTAS DA IGREJA CRISTÃ 21 São Tome, Apóstolo 25 A Natividade de Nosso Senhor - Véspera de Natal - Aurora de Natal - Dia de Natal 26 Santo Estêvão, O 1º Mártir 27 Os Santos Inocentes, Mártires 31 Véspera do Ano Novo - Véspera do Nome de Jesus

página dois

Jornal

Investindo em qualidade de vida Mona Liza Fuhrmann* O fim de ano é sempre um período propício aos balanços. É quando pensamos sobre nossas realizações no ano que passou, nossa situação no presente e nossos planos para o futuro. Em nossas metas, invariavelmente está uma melhora na qualidade de vida. Mas no que consiste exatamente a “qualidade de vida”? O primeiro passo para responder essa pergunta é saber quais são as nossas necessidades vitais fundamentais. As necessidades humanas podem ser divididas em seis grandes grupos, os quais precisam ser equilibradamente atendidos. 1. Vida fisiológica: Precisamos de uma alimentação balanceada que inclua, diariamente, uma porção de proteínas (carne, leite, ovos ou derivados), vitaminas (legumes, verduras ou frutas), carboidratos (pão, arroz, massas ou farinhas) e, no mínimo, a ingestão de um litro de água potável (filtrada, fervida ou mineral), para prover o organismo dos sais minerais necessários e possibilitar a absorção de todas as outras substâncias ingeridas. 2. Vida intelectual: Da mesma forma que precisamos alimentar regularmente nosso aparelho digestivo, também necessitamos de freqüente combustível para a mente. Ler bons livros ou artigos de revistas interessantes, assistir a programas educativos na TV, pesquisar na internet ou conversar com pessoas instruídas, etc.

necessidades gregárias. O ser humano precisa de vivências individuais solitárias, que não podem ser compartilhadas com mais ninguém (além de Deus!), mas também necessita de vida coletiva: integrar grupos de pessoas que possuam valores e objetivos de vida semelhantes aos seus. 5. Vida ocupacional: Neste item se concentram as necessidades vitais de produção. Todos os seres humanos, de qualquer idade, etnia ou classe social têm necessidade de empregar suas habilidades e conhecimentos na realização de tarefas úteis e construtivas, sejam ela as brincadeiras da infância, o estudo na puberdade e adolescência, ou o trabalho e as atividades sociais da vida adulta. 6. Vida espiritual: Nesta área da vida situam-se nossas necessidades transcendentais. Até os cientistas que se dizem ateus reconhecem, hoje em dia, que para alguém ser plenamente feliz precisa responder com tranqüilidade as perguntas: De onde vim? O que estou fazendo aqui? Para onde vou?

Arquivo

2 | Dezembro de 2007

3. Vida afetiva ou emocional: As necessidades deste grupo são dar e receber afeto, expressar desejos e sentimentos e sentir-se admirado. Parece bem simples, não? Mas é neste capítulo da vida humana que, via de regra, os psicoterapeutas encontram os maiores desvios e os motivos mais fortes de infelicidade entre seus pacientes. 4. Vida social: Aqui se situam nossas

Gostou? Quer saber mais? Então acesse o site www.comunidade saomarcos.org.br, e baixe o artigo completo. *Mona Liza é psicóloga e reside em Vitória, ES. E-mail: monatuhrmann@hotmail.com. Artigo publicado no Mensageiro Luterano, Dezembro 2006, páginas 8 a 11.

Coluna do Leitor Quer comentar uma matéria do JV? Quer dar sugestões? Quer relatar algum problema do bairro? O Jornal Vida abre espaço para você! Envie sua mensagem para jornalvida@yahoo.com.br ou Rua Nagib da Silva, 29 - Cajuru, Curitiba/PR - CEP 82930-445

EXPEDIENTE O Jornal Vida é uma publicação mensal da Comunidade Evangélica Luterana São Marcos - Rua Nagib da Silva, 29 - Centenário (Cajuru) Curitiba/PR - CEP 82930-445 Internet: www.comunidadesaomarcos.org.br E-mail: jornalvida@yahoo.com.br Telefone: (41) 3075-0390 Departamento de Comunicação: Claiton Iurk Jr., Gleisson Roberto Schmidt, João Antônio Lopes, Josemar da Silva Alves e Rodrigo Lopes Jornalista Responsável: Rodrigo Lopes (MT 4683-PR) Projeto Gráfico e Diagramação: Josemar da Silva Alves Impressão: Folha de Londrina Tiragem: 5 mil exemplares Distribuição Gratuita


Jornal

vida em foco

Dezembro de 2007 |

3

O

número de ofertas de vagas de trabalho temporário oferecidas pelo Sistema Público de Emprego do Paraná deve aumentar 30% em Curitiba até o fim do ano. Boa chance para quem está desempregado, especialmente porque, em muitos casos, quem consegue um serviço temporário durante o período de Natal e Ano Novo tem boas chances de ser efetivado em seguida. A estimativa de aumento é feita pela Agência do Trabalhador de Curitiba. Visando o fim do ano, as empresas, principalmente estabelecimentos comerciais, já vem ofertando essas oportunidade desde outubro. Somente em dezembro, a previsão é que a agência oferte entre 900 e 1 mil vagas temporárias. Geralmente, os empregadores exigem 2º grau completo e, dependendo do caso, experiência na área. O secretário estadual do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Nelson Garcia, afirma que esta forma de contratação pode representar uma boa possibilidade de o trabalhador se tornar efetivo na empresa, conseguindo um contrato de trabalho por tempo indeterminado. "É interessante que as pessoas não pensem apenas como um trabalho temporário, mas como uma oportunidade para uma futura contratação. se o trabalho desenvolvido for satisfatório, há uma grande chance do trabalhador temporário ser contratado definitivamente", diz. "Além disso, o trabalho temporário é também uma oportunidade do primeiro emprego, já que grande parte das vagas temporárias não exigem experiência", acrescenta o secretário. Além do comércio, a Agência do Trabalhador de Curitiba oferece um grande número de vagas temporárias para outros setores como: auxiliar na linha de produção de indústrias, embalador à mão, garçom, operador de telemarketing ativo e receptivo, promotor de vendas, repositor de supermercados, auxiliar de estoque, ajudante de carga e descarga de mercadorias, ajudante de motorista e também na área da construção civil. Para se candidatar às vagas, os interessados devem fazer um cadastro nas Agências do Trabalhador ou em postos de atendimento. O cadastro ficará atualizado no sistema e e passa a concorrer também às vagas definitivas oferecidas pela agência. A secretaria do Trabalho lembra que o contrato de trabalhador temporário pode ter duração máxima de três meses. Após esse períuodo, pode ser prorrogado por mais três. O trabalhador temporário tem direito a 13º salário (proporcional ao tempo trabalhado), ao saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), férias proporcionais, remuneração equivalente à recebida pelos empregados da mesma categoria de empresa e a jornada de oito horas.

Arquivo

Festas de fim de ano abrem vagas de trabalho

Temporada no Litoral também abre vagas de trabalho Durante as festas de fim de ano e nos primeiros meses de 2008, um grande número de vagas de empregos temporários também será aberto no Litoral do Estado. O verão esquenta o comércio nas praias do Paraná e o mercado de trabalho abre espaço para quem quer ganhar um dinheiro extra em serviços temporários. A Agência do Trabalhador oferece vagas para trabalho no litoral, também com duração de até três meses. As empresas dão alojamento e refeição e, para compensar a saudade de casa, os salários são bastante atrativos. Dono de uma pizzaria no balneário Xangri-lá, o empresário Cléverson José e Silva procurava, através

SERVIÇO Agência do Trabalhador de Curitiba Endereço: R. Pedro Ivo, 744, Centro Vagas por telefone: (41) 3322-4233 E-mail: agcuritiba@setp.pr.gov.br Internet: www.sine.pr.gov.br/setp/agencia/

da Agência, um padeiro, um cozinheiro e um pizzaiolo. Vagas que exigiam 24 meses de experiência comprovada em carteira e ensino fundamental, de 1ª a 4ª série, completo. Ele oferece alojamento, refeição e uniforme e é o quinto ano que a empresa contrata pessoas de Curitiba para trabalhar no litoral. “Durante o ano todo nosso expediente é de terça-feira a domingo, mas durante a temporada, com a chegada dos turistas, o movimento aumenta e por isso passamos a funcionar de segunda a segunda. Este ano o restaurante vai abrir todos os dias de dezembro, janeiro, até o dia 15 de fevereiro”, explicou ele. A cozinheira Rosane Nascimento se encaixa no perfil procurado por Cléverson e foi encaminhada para uma entrevista com o empresário. O que mais chamou atenção da trabalhadora foi o salário oferecido: R$ 1.000 por mês. “Se eu for contratada, vai ser difícil passar o natal ou o ano novo longe da minha família, mas com o salário eu vou poder comprar um bom presente para meu filho”, torce Rosane. Os interessados pelas vagas temporárias no litoral devem se inscrever no Sistema Público de Emprego, através das Agências do Trabalhador.


4 | Dezembro de 2007

Jornal

vida em foco

Prefeitura anuncia pavimentação de 146 ruas

vida no litoral

SEMA

Conheça a Parque Estadual Rio da Onça Congregação é boa opção para as férias São Pedro, de Com a chegada das férias, o paranaense começa a recePontal do Paraná litoral ber um grande número de turistas Arquivo

Fundada em 2002 por um grupo de cristãos luteranos residentes no litoral do Paraná, a Congregação Evangélica Luterana São Pedro fica na Rodovia PR 412, Km 9, em Balneário Carmery. Seus cultos acontecem sempre no 1º domingo do mês, às 19:00h, e são uma excelente oportunidade de comunhão com Deus para todos aqueles que moram ou “descem” para o litoral nos finaisde-semana e feriados. Participe! Você e sua família são nossos convidados. Nos meses de temporada os cultos acontecerão nos dias 6 de janeiro, 3 de fevereiro e 2 de março.

SERVIÇO Congregação São Pedro Endereço: Rodovia PR 412, Km 9 (Balneário Carmery) - Pontal Cultos: todo 1º domingo do mês, às 19:00h Informações: (41) 3075-0390 (Curitiba)

de todo o Estado para apreciar as praias. Mas o que alguns ainda não sabem é que no mesmo litoral paranaense há também outros locais onde se pode aproveitar o contato direto com a natureza: as unidades de conservação, como o Parque Estadual Rio da Onça, no município de Matinhos. O parque fica numa região de restinga a quatro quilômetros da área urbana de Matinhos, próximo aos balneários Riviera e Praia Grande (cerca de 600 metros da praia). Nesta unidade de conservação o visitante encontra mais de um quilômetro de trilhas em seus 118 hectares de área, onde podem ser observadas espécies diferentes da fauna paranaense como quatis, cachorros-do-mato e veados, e também da flora, como bromélias e orquídeas.

O parque conta com sanitários e estacionamento próprio. A entrada é franca, basta agendar a visita previamente no telefone (41) 3453-2472. Os grupos podem ser de no máximo 15 pessoas e o funcionamento é de terça a domingo, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h.

Obra de saneamento combate alagamentos Orlando Kissner/SMCS

R. Nodiran Gonçalves Cordeiro, R. Simão Guebur, R. ProfessorToshiaki Saito, R. A (Capão da Imbuia), R. B (Capão da Imbuia), R. C (Capão da Imbuia), R. D (Capão da Imbuia), R. Araguaia, R. Oscar Schrappe Sênior, Av. Florianópolis, R. 2 (Cajuru), R. Arsênio de Azevedo, R. Assma Karam Geara, R. Com. João Manoel da Cunha, R. Egito, R. João Getúlio R. dos Santos, R. José Fabiano Barcik, R. Lauro Pastre, R. Miguel Caluf, R. Salvador, R. Teodoro Alves, R. Teófilo Otoni, Tv. A (Cajuru), Tv. G (Cajuru), Tv. R ( Cajuru), Tv. 1, Tv. 2, Tv. 3, Tv. Bom Jesus, Tv. Carmelina, Tv. Curitiba, Tv. Dalvina e Tv. São Sebastião. Cesar Brustolin/SMCS

A prefeitura de Curitiba autorizou no fim do mês passado o início das obras para pavimentação de mais 146 ruas e trechos de calçadas nas nove regionais da cidade, incluindo o Cajuru. São ruas de saibro, que vão passar por drenagem e ganharão asfalto, rede de captação de águas pluviais e meio-fio. Serão 24 quilômetros de novas ruas, que deverão ser entregues até março de 2008. Os trabalhos nas 146 ruas e em 8 calçadas foram iniciados em novembro e vão beneficiar cerca de 300 mil pessoas. "São antigas ruas de saibro que ganharão asfalto, atendendo reivindicação de mais de 20 anos", afirma o secretário municipal de Obras Públicas, Mario Tookuni. A pavimentação de algumas destas ruas será feita com o asfalto da nova Usina do Abranches, inaugurada em outubro. Com a nova usina, a prefeitura aumentará a capacidade mensal de pavimentação de ruas, subindo de 5 quilômetros para 22 quilômetros. Algumas das ruas em pavimentação serão feitas pelo sistema de parceria. Neste processo, a Prefeitura custeia 70% da obras, com o fornecimento de asfalto, mão-de-obra e projeto, o restante fica ao encargo dos moradores. Confira ao lado a lista de ruas que serão pavimentadas na regional Cajuru:

A prefeitura de Curitiba trabalha para combater os problemas de enchentes no Cajuru, na região do Conjunto Mercúrio e da rua Esper Jorge Chueri, onde vivem 200 pessoas. Em janeiro, equipes da Secretaria Municipal de Obras Públicas deverão terminar a implantação das novas galerias pluviais na área. Na rua Esper Jorge Chueri, estão sendo trocados 25 metros de tubulações de 2 metros de diâmetros, por onde passa o córrego Jardim Natália. Novas galerias também estão sendo colocadas no Conjunto Mercúrio. Na rua Acyr José, perto da BR-277, e na rua José Giostri Sobrinho, próximo ao trilho de trem, estão sendo colocados 2.278 metros de novas tubulações. As obras beneficarão mais de 150 famílias, que enfrentam alagamentos desde o início do ano. As novas obras garantirão o escoamento dos córregos da região. Em toda a cidade, desde 2005, foram executados 190 quilômetros de novas galerias e 382 obras de saneamento.

Está chegando a hora do Natal Brasileiro O comércio já preparou toda a decoração de Natal, anunciando que essa data tão esperada do ano está próxima. Na igreja, a expectativa não poderia ser diferente, já que no Natal comemoramos a chegada do presente que o próprio Deus nos deu: Jesus Cristo, seu Filho, o Deus-menino que nasceu num curral da distante Belém para salvar a todos nós. Por isso, como em todos os anos, a Comunidade São Marcos promoverá, também em 2007, o seu tradicional programa de Natal mas com um detalhe bem especial: você já imaginou como seria se o primeiro Natal tivesse acontecido aqui no Brasil? Não? Então você e sua família são nossos convidados para participar

do Programa de Natal 2007 Um Natal Brasileiro. Ele vai acontecer no dia 24 de dezembro, às 19:30, no templo da igreja São Marcos. Toda a comunidade local está convidada para essa noite de alegria e paz.

Programa de Natal 2007 “Um Natal Brasileiro” Quando: 24 de dezembro, às 19:30h Onde: Comunidade São Marcos rua Nagib da Silva, 29 (a duas quadras da estação tubo Catulo da Paixão Cearense), Vila Centenário (Curitiba) Informações: (41) 3075-0390


Jornal

vida em cristo

Dezembro de 2007 |

“Jesus não tinha sapatinhos...” Rosemarie Kunstmann Lange*

Arquivo

Nosso Natal é festejado com muita aparência, muitas luzes, músicas, enfeites e presentes. Não costumamos examinar detalhadamente a situação do recém-Nascido Jesus ali, na manjedoura. Nossas atividades de fim de ano são tantas que pouco tempo sobra para sentar e meditar no grande amor que Deus tem para com cada ser humano.

Roberta estava conversando com sua irmã sobre o menino Jesus. Na frente delas uma gravura com Maria, José, Jesus e alguns animais. Roberta, que tinha seis anos e era mais velha que a Sônia, ia explicando cada detalhe e sua mana fazia os comentários e as perguntas. Depois de olharem tudo com detalhes, Sônia comentou: “Jesus parece feliz, mesmo sem sapatinhos...”, e seguiu-se a este comentário um profundo suspiro, próprio de quem chegou a uma grande conclusão após pensar intensamente a respeito do assunto. “Jesus não tinha sapatinhos...” Você já parou para pensar a respeito de Jesus? Você parou alguns minutos para imaginar o que significou para Jesus deixar o céu, um lugar lindíssimo, só de alegria, de luzes, de amor e vir a esse mundo, como nascido de mulher, num lugar acanhado, malcheiroso, escuro, sem o mínimo de conforto? Sônia, tão pequena, conseguiu interpretar toda a pobreza daquele lugar num suspiro profundo. Para ela, os sapatinhos ausentes representavam a falta de tudo: conforto, higiene, brinque dos, alegria, amor, amizades. Nosso Natal é festejado com muita aparência, muito requinte, muitas luzes, músicas, enfeites e presentes. Não costumamos dar “suspiros profundos” nem examinamos detalhadamente a situação do Rei dos reis ali, na manjedoura. Nossas atividades de fim de ano são tantas e tão intensas que pouco tempo sobra para sentar e meditar no grande amor que Deus tem para com cada ser humano.

Ele enfrentou tudo por amor As luzes que enfeitam as casas, fachadas dos prédios e praças, nos encantam e aparentemente dão o clima do Natal. Mas as luzes em si não transportam as pessoas para a estrebaria, não são o real motivo do encanto natalino. O mundo se satisfaz com estas luzes e tenta se alegrar reunindo os familiares, bebendo e comendo iguanas especiais e fazendo troca de presentes. As luzes, na verdade, são expressões de alegria e fé também dos cristãos quando simbolizam a luz - Jesus - que veio ao mundo para aniquilar as trevas do pecado e da perdição eterna. Aquela estrebaria deve ter sido iluminada pelos milhares de anjos que iluminaram também a noite nos campos de Belém. A imundície, o esterco do gado, o feno com sua poeira, o frio poderiam ter contaminado tanto a mãe quanto o menino Jesus. Mas isso não aconteceu porque Deus traçara o plano da salvação a partir dali, Jesus enfrentando bactérias e sujeira como qualquer ser humano, tendo fome,

chorando e sendo amamentado. Ele veio para limpar o ser humano da imundície do pecado, enfrentando tudo por amor a cada um de nós. Na estrebaria não havia música, nem cantos natalinos, apenas um mugido de boi, talvez um zurro de burro ou um balido de ovelha. Os anjos certamente fizeram o maior coral de louvor que se possa imaginar, valorizando a grande obra do amor de Deus. Os pastores que chegaram correndo foram as primeiras pessoas a entender o que o nascimento de Jesus significava. Os anjos haviam feito o anúncio, não pelo rádio, nem pela TV ou celular. Eles iluminaram o céu e anunciaram alegres e com canto o maior acontecimento da humanidade. Os pastores não se acharam indignos de adorar o Rei dos reis, mas confiantes, humildes e alegres se ajoelharam e o adoraram.

Festejar realmente o Natal Você já parou, olhou para a estrebaria e meditou a respeito desse imenso sacrifício que Jesus fez? Não? Então faça! Procure observar cada detalhe, procure sentir e apreciar o que se passou ali. Então, quando surgir em você aquele “profundo suspiro”, você terá vontade de festejar realmente o Natal, de levar a todos a boa nova, a maior notícia que o mundo já ouviu: Jesus veio ao mundo para buscar e salvar o ser humano perdido. “Jesus não tinha sapatinhos...”. Isto é verdade, mas tinha, e ainda tem, um amor imenso por todo o ser humano, por você e por mim também. Que o seu Natal seja completo e repleto de alegria e paz. *Rosemarie reside em Porto Alegre, RS. Matéria publicada no Mensageiro Luterano, Dezembro de 2006, páginas 12 e 13.

5


6

vida acontece

| Dezembro de 2007

Jornal

Desde seu início, o Jornal Vida tem circulado nos bairros Cajuru, Bairro Alto (Curitiba) e Guatupê (São José dos Pinhais), veiculando notícias de interesse de seus moradores. Agora, com o objetivo de ampliar sua área de abrangência e continuar promovendo melhorias da qualidade de vida de seus leitores por meio do acesso a informações úteis para o dia-a-dia, o Jornal Vida, a partir deste mês de novembro, passará a ser distribuído também em domicílios e estabelecimentos comerciais do litoral do Estado, principalmente em Paranaguá e Pontal do Paraná.

Graças ao apoio de um casal de empresários luteranos, membros da Congregação São Pedro, de Pontal, este veículo de comunicação terá parte de sua tiragem destinada àquela região, e passará a veicular notícias locais de utilidade pública. Se você é empresário ou profissional liberal e deseja investir numa mídia impressa de qualidade, com grande abrangência e reais possibilidades de retorno, anuncie no Jornal Vida! Entre em contato conosco pelos telefones (em Curitiba): (41) 8809-6580 (com Claiton) ou 3233-5732 (com João).

Na reunião anual do Conselho Diretor da Igreja Evangélcia Luterana do Brasil (IELB), realizado em Prudentópolis, PR, nos dias 15 a 18 de novembro, o secretário da Igreja, pastor Rony Marquardt, apresentou os dados estatísticos referentes ao ano de 2006. A IELB possui 230 mil membros participando em 2 mil lugares de culto. O maior índice de ielbianos está no Rio Grande do Sul com 49,4%. É no Norte, a região onde a IELB mais cresce, onde, em dez anos, o número de luteranos aumentou 41%. Já em Santa Catarina, devido a migração para outras regiões, o número de ielbianos caiu 1,71%. Candelária/RS é a cidade com mais luteranos da IELB no Brasil, com 7,2 mil membros. A IELB tem 610 pastores atuando em paróquias. Eles realizaram 58 mil cultos freqüentados por 3,2 milhões de pessoas. O percentual de luteranos por culto é 35,8%. A estatística revelou que o número de freqüência aos cultos está reduzindo.

Feiras Especiais de Natal Até o dia 24, quem quiser comprar artigos artesanais para presentear ou enfeitar a casa para o Natal tem a opção de três feiras organizadas pela prefeitura de Curitiba. Com preços que podem ser menores que R$ 1,00 ou passar de R$ 100, as feiras oferecem produtos como árvores de natal, guirlandas, presépios, enfeites, bordados em ponto-cruz, anjinhos, bonecos de neve, pinheirinhos, brinquedos em madeira, bonecas, panetones, biscoitos natalinos, arranjos para mesa, objetos de decoração, peças artísticas, doces e outros produtos artesanais. Foram selecionados 300 produtores, que ocuparão 150 vagas, com 57 barracas na Praça Osório, 80 Praça na Tiradentes e 13 na

Praça Generoso Marques. Algumas barracas serão compartilhadas. As feiras também oferecem variedades de alimentos típicos do Natal, como panetones, trufas e bombons de nozes.

SERVIÇO

120 líderes da igreja participaram do CD

Segundo o secretário, a redução na freqüência aos cultos tem relação com os estudos bíblicos, que estão diminuindo também. Se você deseja saber mais sobre o “raioX” da IELB, acesse o site www.comunidade saomarcos.org.br. Lá você poderá baixar o Relatório 2007 do Planejamento IELB 2010, que apresenta com detalhes os dados estatísticos da Igreja. vômito e coceira.

Casais realizam seu 3º Encontro Arquivo

Feiras Especiais de Natal Locais e horários de funcionamento: Praça Osório: segunda a sábado, das 10h às 22h / domingo, das 14h às 20h. Tiradentes: segunda a sábado, das 10h às 19h / domingo, das 10h às 14h. Generoso Marques: segunda a sábado, das 10 às 20 / domingo, das 10h às 14h.

Arquivo

JV agora também no litoral Conselho Diretor apresenta “raio-X” da IELB

Culto de Encerramento das Aulas de Instrumentos Musicais Quando: 13 de dezembro, 20:00h Onde: Comunidade São Marcos rua Nagib da Silva, 29 (esq. com Ceilão), Vila Centenário, Curitiba

Muita expectativa para o terceiro e último Casais presentes no 2º Encontro de encontro de casais do ano na Comunidade São Casais da Comunidade São Marcos Marcos. O evento acontecerá no dia 8 de dezembro, às 20:00h. 3º Encontro de Casais/2007 Como das outras vezes, dois casais ficaram incumbidos de organizar a programação, que deverá Quando: 8 de dezembro, 20:00h encerrar com uma grande confraternização para Onde: Comunidade São Marcos todos os casais presentes. Este encontro pretende ser Endereço: Rua Nagib da Silva, 29 uma prévia da criação de um Departamento de Casais (esquina com R. Ceilão), que funcionará na Comunidade a partir do próximo Centenário, Curitiba/PR ano. Informações: (41) 3075-0390 Você é nosso convidado. Venha e participe!

ivo

Um culto especial marcará o encerramento das Aulas de Instrumentos Musicais da Comunidade São Marcos neste ano. O culto acontecerá no dia 13 de dezembro, às 20:00h, contando com a participação dos alunos dos cursos de Flauta Doce e Teclado, os quais apresentarão o que aprenderam neste ano. Toda a comunidade está convidada. As Aulas de Instrumentos Musicais da Comunidade São Marcos acontecem às quartas-feiras a partir das 18:00h. Estão abertas a toda a comunidade local. Os alunos estarão de férias até março do ano que vem, quando reiniciarão as aulas. Interessados em participar podem obter informações pelo telefone 3075-0390 (Curitiba).

Arquivo

Culto encerra aulas de música


vida da igreja

Jornal

Comunidade Evangélica Luterana São Marcos R. Nagib da Silva, 29 • esquina com R. Ceilão, à duas quadras da estação tubo Catulo da Paixão Cearense • Vila Centenário (Cajuru) • Curitiba, PR Telefone: (41) 3075-0390 • www.comunidadesaomarcos.org.br Pastor: Rev. Gleisson Schmidt • Culto: domingo, às 09 horas da manhã

.: PROGRAMAÇÃO DO MÊS DE DEZEMBRO :. 1 - Sábado 12:00 SEGUE-ME, na FM 98,3 15:30 Encontro dos Jovens 2 - Domingo 9:00 Culto 13:45 Oficina para Professores de Escola Bíblica 18:00 CEL São Pedro - Instrução de Adultos 19:00 CEL São Pedro - Culto 4 - Terça-feira 19:30 Treinamento de Líderes do PEM 5 - Quarta-feira 20:00 Reunião do Conselho Distrital (São José dos Pinhais) 6 - Quinta-feira 20:00 Treinamento de Diáconos e Diaconisas 8 - Sábado 12:00 SEGUE-ME, na FM 98,3 15:30 Encontro dos Jovens 19:00 Culto - Guatupê 20:00 3º Encontro de Casais 9 - Domingo 9:00 Culto Sacolinhas das Servas Feirinha das Servas Concerto de Advento (CEL S. Paulo - Portão)

11 - Terça-feira 15:00 Encontro das Servas 20:00 Estudo Bíblico PEM - Guatupê 12 - Quarta-feira 18:00 Aulas de instrumentos musicais 19:50 Ensaios dos Coros Infantil e Adulto 13 - Quinta-feira 20:00 Culto Especial com apresentação dos alunos dos cursos de instrumentos musicais 14 - Sexta-feira 19:30 Reunião do Depto. de Comunicação 15 - Sábado 12:00 SEGUE-ME, na FM 98,3 15:30 Encontro dos Jovens 16 - Domingo 9:00 Culto 18 - Terça-feira 20:00 Reunião da Diretoria 19 - Quarta-feira 19:50 Ensaios dos Coros Infantil e Adulto

22 - Sábado 12:00 SEGUE-ME, na FM 98,3 17:00 Ensaio do Conjunto Instrumental Adulto 19:00 Culto - Guatupê 23 - Domingo 9:00 Culto 24 - Segunda-feira 19:30 Programa de Natal 2007 “Um Natal Brasileiro” 25 - Terça-feira Natal 27 - Quinta-feira Férias do Pastor 29 - Sábado 12:00 SEGUE-ME, na FM 98,3 30 - Domingo 9:00 Culto 1º de Janeiro de 2008 Ano Novo

20 - Quinta-feira 20:00 Treinamento de Diáconos e Diaconisas

Dezembro de 2007 |

TEXTOS BÍBLICOS E AUXILIARES DO CULTO

2 de dezembro - 1º Domingo no Advento Cor Litúrgica: Azul Leituras Bíblicas: Sl 50. 1 - 15 Is 2. 1 - 5 Rm 13. 11 - 14 Mt 24.37-44 ou 21.1-11

Leitores: Vinícius e Cristina Diaconisa: Clery Lopes Organista: Adriana Deckert Schmidt Acolhimento: Erena e Cristina Flores do Altar: Coroa de Advento Audiovisuais: Eduardo Huf

9 de dezembro - 2º Domingo no Advento Cor Litúrgica: Azul Leituras Bíblicas: Sl 72. 1 - 14 (15 - 19) Is 11. 1 - 10 Rm 15. 4 - 13 Mt 3. 1 - 12

Leitores: Josemar e Ângelo Felipe Diácono: Adir Stelle Organista: Aparecido Donizete Scottini Acolhimento: Dagmar e Felipe Flores do Altar: Coroa de Advento Audiovisuais: Josemar Alves

13 de dezembro - Culto alusivo ao 3º Domingo no Advento Cor Litúrgica: Azul Leituras Bíblicas: Sl 146 Is 35. 1 - 10 Tg 5. 7 - 10 Mt 11. 2 - 11

Música: Alunos de Instrumentos Musicais Audiovisuais: Felipe Huf

16 de dezembro - 3º Domingo no Advento Cor Litúrgica: Azul Leituras Bíblicas: Sl 146 Is 35. 1 - 10 Tg 5. 7 - 10 Mt 11. 2 - 11

Leitores Eduardo e Felipe Diácono: João Antonio Lopes Organista: Marta Deckert Acolhimento: João e Clery Flores do Altar: Coroa de Advento Audiovisuais: Cristina Olsen

23 de dezembro - 4º Domingo no Advento Cor Litúrgica: Azul Leituras Bíblicas: Sl 24 Is 7. 10 - 14 Rm 1. 1 - 7 Mt 1. 18 - 25

Leitores: Elza e Erica Diácono: Josemar da Silva Alves Música: Conjunto Instrumental Adulto Acolhimento: Cláudio e Marlene Flores do Altar: Coroa de advento Audiovisuais: Eduardo Huf

30 de dezembro - 1º Domingo após o Natal

vida divertida

Rir (ainda) é o melhor remédio Todo mundo já ouviu falar das “pérolas” dos vestibulares, do ENEM e das provas aplicadas por professores em sala-de-aula. O que pouca gente conhece são as “pérolas” dos boletins informativos das igrejas. Transcrevemos algumas delas abaixo citando o milagre, mas é claro, sem citar o santo... 1) “Teremos sorvetada na igreja próximo sábado; as irmãs que forem doar leite, cheguem mais cedo.” 2) “Para aquelas irmãs que têm filhos e não sabem o berçário fica no segundo andar”. 3) “Após a feijoada do próximo sábado teremos um período de meditação.” 4) “Os adolescentes apresentarão no dia 1° uma peça de Shakespeare. Venha assistir esta tragédia.” 5) “A irmã Laura agradece a todos os muitos irmãos que contribuíram para que finalmente ela engravidasse. Foi muito difícil, foi uma luta. Sem suas orações...” 6) “Precisamos orar intensamente pelo problema de saúde da irmã Cândida. Não tem Cristo que resolva.”

7) “Os irmãos e irmãs que não sabem ler devem devolver os boletins da igreja no final do culto, assim que já tiverem usado.” 8) “O novo zelador é o irmão Manuel. Não é casado, mas faz tudo que os outros mandam.” 9) “O pastor viajou para o enterro da mãe do irmão Paulo. No culto cantaremos Ouve-se o Júbilo de Todos os Povos.” 10) “A todos os irmãos que doaram alimentos à família da irmã Lurdes a igreja agradece, ela morreu em paz.”

7

Cor Litúrgica: Branco Leituras Bíblicas: Sl 111 Is 63. 7 - 9 Gl 4. 4 - 7 Mt 2. 13 - 15; 19 - 23

Leitores: Lauri e Alessandra Diácono: Clery Lopes Organista: Aparecido Donizete Scottini Acolhimento: Angelo e Miriam Flores do Altar: Clery Audiovisuais: Josemar Alves

aquecendo corações Em sua visita à Comunidade São Marcos, em agosto passado, o Coordenador Nacional do Movimento Aquecendo Corações, pastor Adilson Schünke, concedeu uma entrevista exclusiva falando sobre a história, objetivos e estratégias do movimento, além de esclarecer diversas dúvidas sobre o funcionamento do Programa de Evangelismo e Mordomia (PEM) da Igreja Evangélica Luterana do Brasil. Agora essa entrevista está disponível para todos aqueles que desejam tê-la em casa. As cópias podem ser adquiridas nos formatos VCD (formato suportado pela maioria dos aparelhos de DVD) ou áudio (para ouvir no carro ou no aparelho de somo). São também uma excelente alternativa de presente para este final de ano, podendo ser personalizadas com uma mensagem especial para a pessoa que vai recebê-las. Para informações e encomendas, entre em contato com o pastor Gleisson pelo telefone: (41) 3075-0390 (Curitiba).


8

vida cultural

| Dezembro de 2007

Jornal Jornal

O Museu Oscar Niemeyer abre ao público nesta quarta-feira (28) a mostra “Di Cavalcanti: Cronista de seu Tempo”. A exposição apresenta 100 desenhos produzidos por Di Cavalcanti entre 1921 e 1964. As obras revelam um pouco do dia-a-dia da época vivida por Di Cavalcanti e espelham temas recorrentes na obra do artista: caricaturas, cenas da vida noturna, carnaval, crítica social, retratos, cenas parisienses, tipos populares, figuras femininas, ilustrações e painéis para cenários de teatro. A exposição é um dos destaques da programação 2007 do Circuito Cultural Banco do Brasil e será aberta para jornalistas e convidados na terça-feira (27), às 20h. De 28 de novembro a 9 de dezembro, a entrada no Museu será gratuita. Nesse período, o público poderá contribuir doando dois quilos de alimentos nãoperecíveis, que serão destinados a instituições sociais da região. A curadoria da exposição é de Fábio Magalhães. É a primeira vez que estas obras, cedidas pelo acervo do Museu de Arte Contemporânea da USP, circulam pelo país. A mostra já passou pelas cidades de Porto Alegre, Belo Horizonte, Ribeirão Preto, Recife, Belém e Fortaleza, e tem patrocínio da BB Seguros. Emiliano Augusto Cavalcanti de Albuquerque e Mello ou Di Cavalcanti é um dos mais importantes nomes do modernismo brasileiro. Um dos articuladores da Semana da Arte Moderna, nasceu no Rio de Janeiro em 6 de setembro de 1897 e faleceu, na mesma cidade, em 26 de outubro de 1976. O desenho foi atividade ininterrupta na vida do artista. Desde os primeiros traços, em 1914, desenhar ou pintar foi a forma que ele encontrou para estabelecer relações com as pessoas, com a vida, com o seu tempo. Por isso, muitos de seus desenhos foram feitos nos bares, nos prostíbulos e nas ruas.

MON

100 desenhos de Di Cavalcanti são atração no Museu Oscar Niemeyer

Sem título (Rua de Mangaratiba), 1926

Artista de traço rápido e econômico, através de suas ilustrações, caricaturas e charges, Di Cavalcanti criticou, de modo bem-humorado, mas com ironia, os valores da burguesia urbana carioca e paulista, que procurava imitar hábitos parisienses. Seu desenho sublinhou as enormes diferenças existentes entre o modo de vida da elite e do povo brasileiro. O olhar sensual, a abordagem cordial, a preferência por tipos mestiços fazem de Di Cavalcanti o “pintor mais brasileiro dos artistas”, como afirmou o crítico Mário Pedrosa.

Exposição: Di Cavalcanti: Cronista de seu tempo De 28 de novembro a 27 de janeiro de 2008 Onde: Museu Oscar Niemeyer Endereço: Rua Marechal Hermes, 999 - Centro Cívico Telefone: (41) 3350-4400 Horário: de terça a domingo, das 10h às 18h Preços: R$ 4,00 adultos e R$ 2,00 estudantes (Não pagam crianças de até 12 anos, maiores de 60 anos e grupos agendados de estudantes de escolas públicas, do ensino médio e fundamental)

jornalvida_09  

...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you