Page 1

Comunidade News Connecticut - New York - New Jersey

O Jor nal da Comunidade Brasileira

comunidadenews.com Caso Jackeline Ruas

Nº 294 - 18 a 24 de agosto de 2009

Free/Grátis

Imigração aprova Danbury no programa 287g

pag. 30

Família de brasileira morta em voo dos EUA ao Brasil vai à justiça

Um ano e meio depois de aprovado pela câmara dos vereadores, Departamento de Imigração aprova o treinamento de dois policiais para atuarem como agentes do ICE. Página 31 Jackeline Ruas, 16, morreu durante um voo de Miami para São Paulo.

Imigração

pag. 09

Legalização beneficiaria economia, diz estudo Imigração II

pag. 10

Coyote brasileiro é condenado por travessia ilegal entre EUA e Canadá

Em fevereiro de 2008, mais de cinco mil pessoas protestaram contra a parceria da polícia local e da Imigração. Ação da prefeitura provocou a saída de milhares de imigrantes da cidade.

Banana Brasil Market

Banana Brasil Restaurant Buffet: $7.99 all you can eat! Buffet com churrasco: $9.99 Promoção: Marmita por $7.00 91 Main Street - Danbury, CT (203) 748-5656

Confira nossa promoção da semana Sob nova Direção

Café Pilão: $3.99 Arroz Prato Fino 5kg: $6.99 Carvão para churrasco 8kg: $9.99 Agora com toda a linha O Boticário 87 Main Street - Danbury, CT (203) 778-1700


Página 2|18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Comunidade News


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 3


Página 4|18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Comunidade News


Comunidade News

Festival de música em Connecticut

Acontece no dia 29 de agosto no Simsbury Performing Arts Center em Simsbury, Connecticut, o The Reach Music Festival 2009. O evento vai beneficiar organizações e programas que ajudam as crianças necessitadas. Entre os beneficiados estão o Hospital St. Jude de Pesquisa para as Crianças, a Fundação de Fibrose Cística de Connecticut e o YMCA da Grande Hartford. As bandas que vão animar o evento são a antológica Earth, Wind and Fire, Little River Band, Max Creek, Kory Montgomery Band e 3 Penny Acre. A admissão geral custa $55, mesa para 8 pessoas $100, mesa VIP $150. Informações pelo telefone 1-888-98-MUSIC (68742), pelo e-mail info@thereachfoundation.org ou pelo website oficial www. reachmusicfestival.com. O endereço do Simbsbury Performing Arts Center é 933 Hopmeadow Street, Simbsbury, telefone (860) 658-3200.

Ritmos bem brasileiros no Lincoln Center em NY O Lincoln Center em Nova Iorque traz duas noites bem brasileiras em agosto. Na quinta-feira (20), às 7pm, o grupo Harlem Samba Brasil da Frederick Douglass Academy, sob a direção de Dana Monteiro, traz os tradicionais ritmos das escolas de samba do Rio de Janeiro. E na sexta-feira (21), também às 7pm, é a vez do Frevo Bombástico. Artistas vão fazer a platéia pular com o tradicional ritmo pernambucano. O melhor de tudo é que os dois eventos são totalmente grátis. Informações adicionais pelo telefone (212) 721-6500 ou pelo www.LCoutofdoors.org. O endereço do Lincoln Center é 70 Lincoln Center Plaza.

Mudança de data O Hispanic Advisory Council of Greater Stamford (HACGS) em Stamford, Connecticut, comunica que a reunião do dia 13 de agosto foi transferida para o dia 20 próximo. O horário permanece o mesmo, das 12pm às 2pm. As reuniões acontecem na segunda quinta-feira de todo o mês e são abertas a todos os interessados em criar um ambiente de cooperação para a comunidade imigrante da cidade. O endereço do HACGS é 90 Faifield Avenue. Informações pelo telefone (203) 324-2133.

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 5

Encontro reúne associações brasileiras dos EUA Objetivo é levar novas idéias para a 2ª Conferência das Comunidades Brasileiras no Exterior, no Rio de Janeiro

As Associações Comunitárias Brasileiras dos EUA realizam um encontro no dia 30 de setembro (quarta-feira), às 7pm, no Holliday Inn em Somerville, Massachusetts. O evento é promovido pelo Comitê Pró-Cidadania e acontece antes da 2ª Conferência das Comunidades Brasileiras no Exterior, a ser realizado nos dias 14, 15 e 16 de outubro próximo, no Rio de Janeiro. O grupo quer levar novas idéias para o segundo encontro no Brasil. Para isso, as associações particiapantes tentarão entrar num consenso quanto às reivindicações ou proposições apresentadas durante a 1ª Conferência. As proposições consideradas urgentes ganharão ênfase ou mudanças. O grupo planeja também uma reunião entre os brasileiros da América do Norte e dos demais continentes, durante a 2ª Conferência, e estuda a criação da “Rede de Brasileiros na América do Norte”. Entre as seis associações já inscritas estão a O’brien Brazilian Translations Services (OBTS) de Atlanta (GA) o Centro do Imigrante Brasileiro (CIB) de Allston e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), ambas localizadas no estado de Massachusetts. O evento conta com o apoio da mídia brasileira. Entre os veículos estão o jornal Comunidade News e Metropolitan, os sites www.agitto.com e www.ofavorito.com e a WebTV Impacto. Informações pelo telefone (617) 284-3706 ou pelo e-mail cmtprocidadania@gmail.com. O endereço do Holliday Inn é 30 Washington Street.

Consulado Itinerante em Long Branch

O Consulado Itinerante estará em Long Branch (NJ), no dia 27 de agosto para atender à comunidade brasileira. Os formulários podem ser adquiridos antecipadamente na Alto Astral Services, 550 Broadway, telefone (732) 222-0482 e na Jaqueline’s Time Travel, 279 Broadway, telefone (732) 2293006. O local do itinerante de Long Branch é a Holy Trinity School, 408 Prospect Street (estacionamento pela Willow Avenue).

Tempo

* Temperatura ºFahrenheight

em

Terça Quarta Quinta

Sexta

69° - 91°

65° - 85° 68° - 82° 69° - 82°

Sábado Domingo Segunda

Fonte:

64° - 81°

62° - 79°

Dólar

63° - 77°

* Cotação para venda do dia 17 de agosto de 2009

US$ Paralelo.............. R$ 1,900 US$ Turismo............... R$ 1,780 US$ Comercial ......... R$ 1,867

Índice Local.......................05, 22, 24, 25 Local.....................26, 28, 30 e 31 Brasil............................................ 8 Celebridades............................15 Social . .............................. 32, 33 Cultura . .........................16 e 20 Imigração . ....................... 9 e 10 Classificados ....................... 36 Religião ................................... 12 Esportes ...................................35


Comunidade News

Página 6 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Editorial

CHARGE

Racismo que cega

U

m ano e meio após a Câmara de Vereadores de Danbury votar a participação da cidade no programa conhecido como 287g, o qual prevê o treinamento de policiais locais junto ao ICE, o Departamento de Imigração finalmente aprova o pedido. Enquanto a notícia coloca um sorriso cínico no rosto dos anti-imigrantes, como Elise Marciano, a comunidade imigrante não deixa de se sentir em parte traída pelo governo Obama. Muitos esperavam

A

coisa mais difícil é a gente aceitar um conselho, ou uma crítica, por mais que ela seja construtiva. A gente ouve, reflete e decide se executa ou não o conselho do amigo que só pensa em te ajudar. Mesmo que a crítica venha de uma pessoa que não goste de você, muitas vezes vale à pena ouvir e pensar: “Acho que ele está certo, se eu tentar melhorar este meu lado, eu posso conquistar mais amigos e melhorar o meu desempenho no trabalho”. Eu mesmo, o China do jornal Comunidade News, venho durante anos criticando vários brasileiros que cometeram alguma coisa errada na nossa comunidade, seja crime grave, como falsificar dinheiro, dar golpes em pessoas, assassinar alguém, ou pequenas falhas como jogar baralho apostado em lugares proibidos pela lei, e colocar canários para brigar.

que a nova administração agisse justamente no sentido oposto do que se tem observado. Pesquisas de entidades independentes comprovam que o programa foi usado para prender imigrantes por ofensas menores, como uma infração de trânsito, indo de encontro com o propósito principal que é deter e deportar aqueles que cometem crimes sérios, como assassinato por exemplo. Ironicamente, mesmo sem a implantação do programa, a cidade de Danbury é cotada como uma das mais seguras do país. A mensagem que o prefeito, os vereadores e a polícia enviaram aos imigrantes, somente provocou medo e desconfiança, motivando um número incontável de pessoas a deixarem a cidade. O já tão sofrido comércio brasileiro, que nos últimos dois

anos viu sua clientela encolher algo em torno de 50%, corre o sério risco de não sobreviver a médio prazo. Mark Boughton, prefeito de Danbury, pensa diferente. Para ele, a parceria da polícia com a Imigração não causou impacto nenhum na comunidade imigrante. Essa declaração prova duas coisas: ou ele continua na sua tarefa diária de mentir, pouco se importando com o que acontece, ou ele nada conhece de uma comunidade que vive na cidade que administra há cerca de oito anos. Eu fico com a primeira hipótese. Pior ainda é o apoio que ele recebe de alguns brasileiros que publicamente fingem retirar o apoio, mas que na surdina colocam dinheiro na campanha, ajudando a eleger um prefeito que praticamente acabou com a nossa comunidade. Um estudo do Instituto

Cato, nos EUA, concluiu que o país perderá a cada década US$ 80 bilhões continuando na política de apertar a segurança e que, se promovesse uma legalização, o PIB do país poderia aumentar em 1.27%, o equivalente a US$ 180 bilhões no mesmo período de tempo. O ódio das pessoas contra os imigrantes não somente causa um prejuízo social grande, como também está ajudando a afundar ainda mais a tão complicada economia do país. Mas nem assim eles abrem mão de gritar “fora imigrantes!” Um abraço, Breno da Mata Editor/Diretor

Apologia Não importa o grau dos crimes que alguns brasileiros executaram neste país, eu, ou você, não temos o direito de julgálos por isto. Talvez eu não tenha usado as frases certas, ou mesmo não tenha usado as palavras adequadas nos meus comentários sobre alguns acontecimentos nesta comunidade, claro, quem sempre sofre com os maus comentários sobre um crime, ou uma pequena falha de um brasileiro na comunidade, é o parente, o verdadeiro amigo, e por último o próprio cara. Criticando-o pelo crime ou pela a sua falha, só vamos machucar ainda mais os sentimentos, dele e dos familiares. Não quero com este texto tentar mudar o mundo, ou fingir ser um cara bonzinho, mas, apenas provar para mim mesmo, que eu também posso ouvir uma crítica ou um conselho de um casal de amigos, - e

aceitar a crítica - executandoa em público sem nenhuma vergonha. Vou evitar escrever críticas nesta página - tão lida por tantos amigos, e também criticada por outros. Aos meus críticos, peço paciência, com o tempo ainda vou conquistá-los, aos leitores que gostam de ler meus simples textos, agradeço a fidelidade semanal. De coração, eu digo para vocês que agora me sinto muito aliviado em publicar este texto. Acredito que se cada um reconhecer que pode melhorar, aos poucos poderemos viver bem melhor a cada dia. Bom, eu estou fazendo minha parte, com isto pretendo conquistar bem mais amigos do que já tenho por aí. Para terminar, quero agradecer as críticas de algumas pessoas, que parecem não gostar de mim, e aos amigos que sempre me aconselham. Desta vez estou aceitando as

Você, Repórter

Tem algum vídeo interessante? Publique na TV-CN

criticas e os conselhos, e afirmando em público. O que é mais difícil. Aliás, como é que eu posso criticar alguém se também já cometi inúmeros erros nesta vida? É sempre bom usar a consciência e, desta vez, estou usando de todas as formas. Críticas ou sugestões favor ligar (203) 449-8818, Lúcio Souza (China). Obrigado pela atenção e até a próxima. Lúcio Souza (China) Diretor

A partir de agora, você poderá publicar os seu vídeo na TV do Comunidade News. Mande um e-mail para cntv@ comunidadenews.com e o seu vídeo poderá fazer parte da nossa TV. Mais informações, ligue para a redação (203) 449 - 8818 ou mande um e-mail para: sugestao@comunidadenews.com

Faça parte do jornal que já é parte de você

Aviso: o editorial reflete a opinião pessoal de quem o assina, e não necessariamente a posição do jornal Comunidade News

Comunidade News

Redação: 155 Main Street, Suite 202 Danbury, CT 06810 Fone: (203) 748-0123 Fax: (203) 748-0143 Website: www.comunidadenews.com Email: info@comunidadenews.com

Diretor/Editor Chefe: Breno da Mata brenodamata@comunidadenews.com Diretor de Marketing: Lúcio Souza luciosouza@comunidadenews.com Repórter: Angela Schreiber angela@comunidadenews.com Correspondente no Brasil: Ana Carolina da Mata Revisão: José Sarmento Agência de Notícias: FolhaPress

All editorials are intended to reflect the position of the publishers and not of any individual editorial writer. Signed columns, on the other hand, reflect the opinions of the author and not necessarily those of the publishers. The advertiser and/or the advertising agency is responsible for all content and will assume responsibility resulting from the publication of said advertisement in Comunidade News.

Comunidade News é publicado semanalmente todas as terças-feiras pela Comunidade News LLC. Todos os direitos reservados. Nenhum material poderá ser reproduzido em parte ou na totalidade sem a autorização por escrito da direção do jornal.

Sugestão de pauta: pauta@comunidadenews.com


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 7

Opinião

Cartas Endereço: 155 Main Street #202 Danbury, CT 06810

Telefone: (203) 748-0123 Fax: (203) 748-0143 E-mail: cartas@comunidadenews.com

Agradecimento, Quero dar os parabéns pelo jornalismo sério que vocês têm feito. Com as matérias que estão acontecendo na nossa comunidade, se alguns andam reclamando das notícias publicadas pelo jornal, pense antes de fazer algo de errado, pois nós sabemos o que é certo ou errado. Obrigado pela atenção, sucesso.

de lá. A meu ver, se você errar terá que pagar! É por isso que alguns americanos acham os latinos ignorantes e não dão oportunidades para crecermos! Agenor Via comunidadenews.com

ERRATA

Roni Machado Via email Morte em Bridgeport, Se alguém nos convida para visitarmos a casa dele, teremos que agir de acordo com as regras do mesmo. Ou seja, se você veio para os Estados Unidos terá que seguir as leis e regras do país. Sei que não são a maioria, mas muitas pessoas residem nos USA, mas pensam que ainda estão no Brasil e com as leis

Na edição de nº 293, foi publicada incorretamente a foto do brasileiro Israel da Silva (acima) como sendo de Wanderson Marques. O Comunidade News esclarece que Israel não tem nenhum relação com a matéria.

Leia todos os comentários no website www.comunidadenews.com Todas as cartas devem conter nome completo, endereço e telefone para fins de verificação. O Comunidade News reserva-se o direito de publicar as cartas na íntegra, ou em partes, de acordo com a disposição de espaço.

Comunidade News Connecticut - New York - New Jersey

O Jornal da Comunidade Brasileira

comunidadenews.com Suicídio

Nº 293 - 11 a 17 de agosto de 2009

pag. 28

Paranaense se mata em Mount Vernon

Free/Grátis

Polícia procura por brasileiro que matou americano a tiros

O brasileiro Wanderson Marques, residente de Bridgeport, CT, está foragido desde o último dia 2 de agosto, quando ele teria assassinado a tiros o norte-americano Harold Gantt. Página 31

Ezequiel da Silva foi encontrado morto dentro do próprio apartamento. Família e amigos desconhecem motivo que o levou a se enforcar.

Acusações

pag. 28

Acusados da rinha de canários comparecem à Corte Busca

pag. 25

Mãe procura pela filha deixada nos EUA há mais de 40 anos

Wanderson Marques, conhecido como Negão, teria cometido o crime devido a desavenças por causa de estacionamento no prédio onde ele e a vítima moravam.

Banana Brasil Market

Banana Brasil Restaurant Buffet: $7.99 all you can eat! Buffet com churrasco: $9.99 Promoção: Marmita por $7.00 91 Main Street - Danbury, CT (203) 748-5656

Confira nossa promoção da semana Sob nova Direção

Café Pilão: $3.99 Arroz Prato Fino 5kg: $6.99 Carvão para churrasco 8kg: $9.99 Agora com toda a linha O Boticário 87 Main Street - Danbury, CT (203) 778-1700

“Novamente o nome da nossa comunidade é manchada de sangue. Espero que um dia isso pare de acontecer e que possamos viver com mais dignidade.” Mônica Alves Via email

Os morcegos do andar de cima

T

emos em casa um telhado proeminente, planejado para ocupar os altos da residência com a biblioteca. Como moramos no Rio Grande do Sul, terra que acomoda temperaturas desde siberianas até caribenhas durante as mudanças de estação, deixamos um generoso espaço entre as telhas e o forro, com estratégicas entradas de ar. Isso atenua um pouco o elevado pé direito da sala (bom para o inverno) e promove uma refrigeração para tornar suportáveis os dias de sol escaldante. Porém, tal generosidade foi muito bem recebida pelos morcegos, animais capazes de penetrar por risíveis frestas entre as telhas. Em pouco tempo, habitavam as dezenas (centenas?) sobre nossos livros. Enquanto somavam uns poucos, os morcegos eram até suportáveis – eles lá, nós aqui. O problema começou a se tornar grave com a proliferação: ruídos, odor, revoadas ao anoitecer, invasões. Como tenho a audição diminuída nas frequências agudas, considerava exageradas as queixas sobre seus grunhidos. Até o momento em que se somaram, multiplicaram e tornaramse evidentes até para mim. O cheiro dos excrementos, também, começou a ultrapassar a barreira do tolerável. Sem falar no fato de vermos nossa sacada se transformar em intenso aeroporto ao pôr-do-sol, com partidas de aeronaves a cada dez segundos. Por duas vezes, também, tivemos morcegos dentro de casa. E não é tão fácil tirá-los, com a uma aranha, sapo ou lagartixa (para ficar nos tradicionais ingredientes das poções de bruxas). Providências já, pedia a esposa. Fui para a internet e descobri aparelhos que, ligados às tomadas, emitiam ruídos inaudíveis aos humanos e desagradáveis para morcegos. Compramos logo dois, na esperança de sumirem os bichos. Pura ilusão... Ou fomos iludidos pelo fabricante, ou nossos morcegos se habituaram ao desconforto sonoro. Então, chamei um empreiteiro: seria possível lacrar o telhado? Talvez sim,

mas sairia muito caro e com tênue a garantia de sucesso – os morcegos são especialistas em procurar novas fendas. Por fim, falei com um biólogo: posso colocar veneno no telhado? Não: os morcegos são importantíssimos na cadeia alimentar e, assim, estão protegidos pela legislação ambiental. Quando tudo parecia perdido, uma oportuna reportagem de jornal jogou uma luz sobre o tema. Morcegos precisam se abrigar em ambientes sombrios durante o dia, para dormir. Indicava, então, intercalar algumas telhas transparentes com o objetivo de tornar iluminado o espaço acima do forro. Como em um passe de mágica, sem grandes investimentos, os morcegos nos deixaram em paz. A lógica, de tão simples, me fez estupefato: como não pensei nisso antes? Livre dos morcegos reais, leio sobre a política nacional, sobre nossos poderes, nossas estatais. O Brasil é um enorme telhado crivado de fendas, algumas até protegidas por lei. Somos um criadouro de morcegos, alimentando-se de nosso sangue à noite e protegidos na escuridão durante o dia. Finda a ditadura, a imprensa passou a emitir sons que, ao menos na teoria, deveriam espantar os morcegos. Mas eles não dão bola. Muitos cidadãos perguntam se não é possível reconstruir o Brasil sem frestas, blindado contra tais morcegos. Impossível, é a resposta. Em nenhum lugar no mundo existe telhado assim. Os radicais adorariam envenenar-lhes a pizza, e só não o fazem por ser ilegal. Agora que a quantidade, os excrementos, os danos provocados pelos morcegos já alcançam o nível do insuportável; sabedores que somos da natureza dessa espécie – que precisa necessariamente habitar a escuridão –; livres para pensar e fazer nossas escolhas, fica a pergunta: o que falta para se fazer o óbvio? Contra todos os morcegos, para que eles não existam ao nosso redor, como bem apregoa Cláudio Weber Abramo, basta transparência e luz.


Comunidade News

Página 8 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Brasil Uberlândia - MG

Florianópolis - SC

Polícia civil de Uberlândia prende acusado de homicídio no Tocantins

A Polícia Civil de Uberlândia prendeu o desempregado Cristiano, 31 anos, acusado de matar no dia 11, no bairro Tocantins, o auxiliar de serviços gerais Julismar Batista de Souza, 26 anos, e ferir, com um

tiro Ezequias Nunes Moreira, 19 anos. O crime aconteceu na porta da casa da vítima, na rua Dr. Manoel Thomaz Teixeira de Souza, 379, naquele bairro. Julismar levou cinco tiros e morreu no local. Ezequias continua internado no Hospital de Clínicas. Cristiano foi preso durante investigação comandada pelo delegado de Homicídios, Rogério Martinez. Os agentes da repartição policial obtiveram as pistas e conseguiram prendê-lo no bairro. Segundo Rogério, o acusado teria agido em companhia de um outro homem, que ainda não foi identificado. “Após os disparos, os autores fugiram a pé, para o interior do bairro”, relata o policial que lavrou o boletim de ocorrência. Cristiano, que já tem antecedentes criminais, encontra-se recolhido na carceragem da 16ª DRPC. O delegado Rogério Martinez informou que o homicídio e a tentativa de homicídio teriam como motivação um acerto de contas entre as pessoas, por desentendimentos anteriores.

Cianorte - PR

Outro acusado de assalto é preso em Cianorte Uma abordagem de suspeito levou a prisão de mais dois acusados de assaltos praticados na cidade. Géferson dos Santos Galdino, 30 anos, conhecido como “Palhaço”, e o menor J.M.C., 14 anos, vulgo “Zezinho”, foram apontados pela polícia como autores de pelo menos quatro assaltos em Cianorte. Géferson disse à polícia que roubava para manter o vício em crack. Segundo informações da Polícia Militar, a prisão começou com a abordagem a um GM Vectra, cor prata, que era conduzido por T.F.S., 19 anos, conhecido como “Tati”. Ele estava acompanhado dos adolescentes “Zezinho” e W.J.C.S., o “Juninho”,

15 anos. Na abordagem eles informaram que o veículo era de um amigo e que teriam emprestado para dar uma volta. Desconfiados da história, os policiais se deslocaram até a rua Irani, Vila Sete, onde o suposto dono do carro estaria, um rapaz conhecido como “João do Liro”. A versão foi confirmada, mas durante as buscas na casa de “João do Liro”, o proprietário do veículo foi identificado e apreendido com um cachimbo para consumo de crack. Os policiais também encontraram Galdino escondido dentro do guarda roupas. Ele tinha contra si um mandado de prisão. Com o acusado, a política também encontrou seis pedras de crack.

‘Levei mais de 20 tapas no rosto’, diz professora agredida por mãe de aluna Caso ocorreu no maior colégio estadual de Santa Catarina Professores não deram aula na sexta como forma de repúdio

A professora da maior escola pública de Santa Catarina que foi agredida pela mãe de uma aluna conta que recebeu mais de 20 tapas no rosto e, depois, caída, levou ainda pontapés. Como forma de repúdio à agressão, os professores do Instituto Estadual de Educação (IEE), em Florianópolis, onde estudam cinco mil alunos, decidiram não dar aula na sexta-feira (14). O caso aconteceu no começo da tarde de quinta-feira. A professora disse que, ao se aproximar da agressora, que queria falar com ela, em vez de cumprimento, ela recebeu tapas no rosto e pontapés. A cena aconteceu na frente de alunos. A agressão ocorreu antes de as aulas do turno da tarde começarem. A professora, que há 12 anos trabalha na Escola de Aplicação do IEE e pediu para não ser identificada, estava na sala de professores

quando foi chamada por um colega para atender a mãe da aluna. “Eu fui colocar a mão no ombro dela, e ela pegou a minha mão, não deixou eu falar e começou a me bater. Acho que levei mais de 20 tapas no rosto. Caí no chão e ela ficou me chutando”, relembra a professora, que é contadora de histórias e há dois anos trabalha com 36 turmas de ensino infantil. Em quase duas décadas de profissão, nunca havia passado por situação semelhante. “O que mais me entristeceu é que tudo aconteceu na frente das duas filhas dela e de outras crianças. Fiquei mais machucada por causa disso.” A professora atacada acredita que a agressão teve origem em uma aula sua na qual sorteou um chiclete e uma tatuagem entre os estudantes e que a menina, filha da mulher que a agrediu, sentiu-se contrariada por não ter sido sorteada.

Guarulhos - SP

Acidente envolve caminhão e van escolar em Guarulhos Um caminhão betoneira e uma van escolar se envolveram em um acidente pouco depois das 12h30 desta segundafeira (17) na esquina da Avenida Otávio Braga de Mesquita com a Avenida Monteiro Lobato, em Guarulhos, na Grande São Paulo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ao menos 10 pessoas ficaram feridas. Não há informação sobre a gravidade dos ferimentos e nem mesmo informação sobre morte no local. Os feridos foram levados aos hospitais Geral de Guarulhos, Bom Clima e Carlos Chagas. A Secretaria Municipal de Saúde de Guarulhos informou por volta das 14h25 que o Samu atendeu outras sete vítimas, nenhuma delas em estado grave. Entre as vítimas atendidas pelo Samu há três adultos, com 70, 50 e 30 anos, três

jovens com 19, 18 e 16 anos e uma criança de 6 anos. Ainda de acordo com informações da Secretaria de Saúde da cidade, as vítimas foram levadas também para os hospitais Geral de Guarulhos, Carlos Chagas, Municipal de Urgências, Municipal da Criança, Policlínica Paraíso e Bom Cllima.


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 9

Imigração

Economia seria beneficiada por legalização de imigrantes, aponta estudo Programa de trabalhadores temporários poderia ter um impacto de 1.27% no PIB do país

A

legalização de aproximadamente 8,3 milhões de trabalhadores estrangeiros ilegais nos Estados Unidos teria como consequência um aumento de 1,27% da produtividade - e do PIB - do país, aponta um relatório divulgado nesta quinta-feira pelo instituto Cato. “O impacto positivo para as famílias americanas da legalização, acompanhada de um visto, seria de 1,27% do PIB, o que equivale a 180 bilhões de dólares”, afirma o estudo. O relatório apresenta o impacto de seis cenários de diferentes políticas migratórias. Na primeira hipótese, que prevê o endurecimento dos controles na fronteira, sem outras medidas adicionais, o mercado de trabalho registraria uma diminuição de ilegais de 28,6% em 2019. “Isso reduziria a qualidade de vida das famílias americanas em 0,55%

do PIB, ou 80 bilhões de dólares na economia atual”, indica o texto. No segundo cenário, no qual o governo perseguiria os trabalhadores clandestinos no interior do país, o impacto seria de 0,45% do PIB por causa dos gastos adicionais para as empresas em termos de burocracia e custos legais, entre outros. Um amplo programa de concessão de vistos de trabalho temporário (cenário 3), sem abordar a legalização dos que já estão dentro do país, aumentaria o PIB em 0,57%. Já um programa de trabalho temporário para estrangeiros que provocasse a substituição de funcionários americanos teria um impacto na economia semelhante ao do cenário anterior, da ordem de 0,56% de aumento do PIB. O estudo constata que os ilegais apresentam baixa produtividade, mas atribui este fato basicamente à “falta de confiança”, ou seja à crença

na “possibilidade de que possam desaparecer de repente”. No cenário 5, no qual os ilegais passam gradualmente a se integrar em um programa de trabalhadores estrangeiros temporários, sua produtividade aumentaria 14,3%. O impacto no PIB seria de 1,19%. Se o governo, no entanto, decidir cobrar um imposto do programa de trabalhadores temporários da ordem de 31% individualmente (caso 6), o impacto benéfico se reduziria para 1,15% do PIB. Se o imposto fosse de apenas 14%, mantendo o resto das vantagens para empregadores e trabalhadores, o lucro seria de 1,27%, ou 180 bilhões de dólares. O presidente americano, Barack Obama, já pediu publicamente a líderes do Congresso que preparem propostas para uma reforma migratória, que pode ser debatida já no próximo ano.

Americano que deixava garrafas com água na fronteira dos EUA com o México é condenado

A

Justiça do Arizona, nos Estados Unidos, condenou um ativista de direitos humanos que deixava galões de garrafas plásticas de água na fronteira com o México para prestar assistência a imigrantes entrando no país ilegalmente. Walt Staton, da organização No More Deaths (Sem mais mortes, em tradução livre), foi condenado por poluir a reserva nacional de Buenos Aires, perto de Tucson, no sudoeste do país. Ele terá de cumprir pena de um ano em liberdade condicional, durante o qual deve completar 300 horas de trabalho comunitário recolhendo lixo. A sentença, entretanto, reflete pouco do acirramento de ânimos que o caso gerou, para além da questão ambiental. Os procuradores federais haviam pedido que o ativista fosse multado em US$ 5 mil e condenado à prisão em liberdade condicional de cinco anos. Na peça de acusação, eles notaram que o grupo escrevia, em espanhol, as palavras “Buena suerte”. “A conclusão óbvia é que o réu e o grupo No More Deaths querem ajudar imigrantes ilegais em sua tentativa de entrada”, disseram. “Suas ações não foram uma questão de esforço humanitário, mas de protestar contra as políticas migratórias dos Estados Unidos.” Para os acusadores, Staton “acidentalmente deixou água para imigrantes ilegais, narcotraficantes e criminosos perigosos”. ‘Politização’

Staton é o segundo membro da ONG No More Deaths a ser processado por poluir a reserva. O primeiro havia sido condenado e foi colocado em liberdade condicional. No mês passado, 13 ativistas da ONG foram multados pela mesma razão. A organização diz que deixa as garrafas de plástico na reserva, mas depois as recolhe.

Walt Staton deixava dezenas de galões de água para os imigrantes que atravessavam a fronteira dos EUA com o México. Staton, por sua vez, se recusou a pagar a multa de US$ 175 e insistiu no julgamento, que custou cerca de US$ 50 mil e gerou um grande debate público. Durante o processo, outras organizações escreveram à Justiça em defesa de Staton, afirmando que é a política americana - e não as garrafas de plástico - a maior ameaça ao meio-ambiente ao longo da fronteira EUA-México. O advogado de defesa do ativista, Bill

Walker, disse que o episódio ilustrou uma suposta perseguição política contra aqueles a favor de uma política migratória mais branda, e anunciou que apelará da decisão. “Estamos apelando porque não achamos que Walt cometeu nenhum crime ao deixar garrafas de água fresca e limpa para salvar vidas humanas na reserva”, disse o advogado à afiliada local da rede de TV NBC.

Dentro da lei O gerente da reserva Buenos Aires, Mike Hawkes, disse esperar que a sentença leve a No More Deaths a buscar uma maneira de realizar seu trabalho humanitário sem prejudicar o meio-ambiente. Segundo ele, outras ONGs realizam o mesmo tipo de trabalho de maneira sustentável. “Apoiamos e entendemos o trabalho humanitário, e simpatizamos com ele. Mas eles têm de fazê-lo dentro da lei”, afirmou Hawkes, também à NBC local. Após receber a sentença, Staton foi aplaudido por um grupo de cerca de 30 pessoas, segundo a ONG, que o esperavam com cartazes dizendo “Água é vida, não lixo”. O voluntário, que começou a trabalhar para a ONG em 2004 recolhendo garrafas plásticas vazias da reserva Buenos Aires, disse que ficou contente com a pena de trabalho comunitário infligida a ele, e que não se arrepende do que fez. “Sou orgulhoso do trabalho que a No More Deaths está fazendo e que eu fiz. Com prazer vou lá recolher o lixo.”


Comunidade News

Página 10 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Imigração ilegal

Coyote brasileiro preso na fronteira do Canadá pega cinco meses de prisão Renato Soares de Almeida tentava entrar nos EUA com outros quatro brasileiros

O

Da redação

brasileiro Renato Soares de Almeida, 25, foi sentenciado a cinco meses de prisão. Ele foi apanhado na fronteira com o Canadá, quando tentava trazer outros três brasileiros para os Estados Unidos, em 19 de março último. Depois de cumprir a pena, Renato será deportado.

Segundo o The Vancouver Sun, os brasileiros tentavam entrar pelo país através do estado de Washington. Eram 9pm quando ele tropeçou em um sensor, próximo ao Rio Sumas, o que alertou os agentes da patrulha fronteiriça. A busca resultou na prisão de três homens e uma mulher, todos brasileiros que tentavam ingressar ilegalmente nos EUA. Em abril último, Renato assumiu a culpa no esquema. Segundo o acusado, ele próprio devia $5,000 a um coiote conhecido como “Caio”, por ter

sido atravessado. Para pagar a dívida, estava trazendo os outros brasileiros, os quais tomariam um táxi para entrar no país. Segundo os documentos da corte, Renato conheceu o coiote canadense “Douglas” em um bar na região leste do Canadá. Douglas, por sua vez, colocou-o em contato com outro coiote, “Caio”. Para Caio atravessar Renato ele pediu inicialmente a quantia de $1,000, e propôs que o débito restante fosse pago com o dinheiro ganho na travessia de outras pessoas. Por cada um dos brasileiros, Renato ganharia $500. A quantia seria abatida da dívida que ele tinha com Caio. Fugindo da pobreza Renato confessou ao ICE (agência de imigração americana) que a ‘viagem’ de 19 de março era a última para pagar a dívida. Em outras palavras, ele já havia

atravessado outras pessoas antes da prisão. Ainda segundo o acusado, ele trabalhou para Caio durante dois meses antes de ser preso, mas disse que não o conhece pessoalmente. Ainda de acordo com os registros da corte, Renato levava uma vida difícil no Brasil. Ele nasceu quando a mãe tinha apenas 13 anos de idade. Para escapar da pobreza, veio para os EUA. Alter-

nou a morada durante 4 anos entre a Terra das Oportunidades e o Canadá. Em ambos os países realizou trabalhos na construção civil. Nos últimos tempos estava trabalhando para um homem chamado “George”, de Vancouver, o qual desapareceu e levou junto o dinheiro que devia aos funcionários brasileiros. Por causa disso, Renato decidiu, no início deste ano, aceitar uma proposta de emprego no estado de Connecticut. Conheceu “Douglas” nesta época. Falando através do advogado, o acusado disse que pretende se tornar um agricultor no Brasil. Os asiáticos e sul-americanos são os que mais fazem travessias entre a província canadense de British Columbia e o estado de Washington. Segundo o website de Imigração e Cidadania do Canadá, os brasileiros que quiserem entrar no país precisam solicitar um visto de turista.


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 11


Comunidade News

Página 12 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Reflexão

C

Olhando para trás

ulpar não é um método educativo, nem tampouco gerador de crescimento, mas um meio de induzir as pessoas a não se res­ponsabilizar por seus atos e atitudes. Em muitas oportunidades encontramos indivíduos que teimam em culpar os outros, acreditando ser muito cômodo re­ presentar o papel de injustiçados e perseguidos. Colocam seus erros sobre os ombros das pessoas, da sociedade, da religião, dos obsessores, do mundo enfim. No entanto, só eles poderão decidir se reconhecem ou não suas próprias falhas, porque apenas dessa forma se libertarão da prisão mental a que eles mesmos se confinaram. Dar importância às culpas é focalizar fatos passados com certa regularidade, sempre nos fazendo lembrar de alguma coisa que sentimos, ou deixamos de sentir, falamos ou deixamos de falar, permitimos ou deixamos de permitir, desperdiçando momentos valiosos do agora, quando poderíamos operar as verdadeiras bases para nosso desenvolvimento intelecto-moral. “Ninguém que lança mão ao arado e olha para trás é apto para o reino de Deus”. (1) Olhando para trás, a alma não caminha resoluta e, conse­qüentemente, não se liberta dos grilhões do passado. Todos nós fomos criados com possibilidades de acertar e errar; por isso, temos necessidade de exercitar para aprender as coisas, de colocar as aptidões em treino, de repeti-las várias vezes entre ensaios e erros. A culpa se estrutura nos alicerces do perfeccionismo. Ali­mentamos a idéia de que não seremos suficientemente bons se não fizermos tudo com perfeição. Esquecemo-nos, porém, de que todo o nosso

comportamento é decorrente de nossa idade evolutiva e de que somos tão bons quanto nos permite nosso grau de evolução. A todo o momento, fazemos o melhor que podemos fazer, por estarmos agindo e reagindo de acordo com nosso “senso de realidade”. O “arrependimento” resulta do quanto sabíamos fazer melhor e não o fizemos, enquanto que a culpa é, invariavelmente, a exigência de que devería­ mos ter feito algo, porém não o fizemos por ignorância ou impotência. A Divina Providência sempre “concede ao homem a faculdade da reparação e não o condena irrevogavelmente”. Não há, razão, portanto, para culpar-se sistematicamente, pois ele será cobrado pelo “muito” ou pelo “pouco” que lhe foi dado, ou mesmo, “muito se pedirá àquele que muito recebeu”. (2) Assevera Paulo de Tarso: “a mim, que fui antes blasfemo, perseguidor e injuriador, mas alcancei misericórdia de Deus, porque o fiz por ignorância, e por ser incrédulo”.(3) Tem-se, dessa forma, um ensinamento claro: a culpa é sempre proporcional ao grau de lucidez que se possui, isto é, nossa ignorância sempre nos protege. Não guardemos culpa. Optemos pelo melhor, modificando nossa conduta. Reconheçamos o erro e não olhemos para trás, e sim, para frente, dando continuidade à nossa tarefa na Terra. (1) Lucas 9:62. (2) Lucas 12:48. (3) I Timóteo 1:13. * * * Mensagem do livro “Renovando Atitudes”, psicografado por Francisco do Espírito Santo Neto.

ALUGA-SE ACF Properties tem ótimas opções para você. COMERCIAL

RESIDENCIAL

(203) 739-0019 Centro Comercial Brasileiro de Danbury EMPRESS PROFISSIONAL CENTER

Veja quem já está aqui!

Oferecemos diversos

Comunidade News

tipos de imóveis:

O Jornal da Comunidade Brasileira nos EUA

Apartamentos Duplex com garagem Apartamentos com suite

391 Coleman Street, Bridgeport, CTendereço Breve em novo Reuniões públicas às sextas-feiras às 20h

Escritório da Barbara Leite

Skill Faith

Escola de teologia

Assembléia de Deus

Apartamentos de 1, 2 e 3 quartos

7 New Street - Suite 3 - Danbury, CT - Fone: (203) 739-0019 155 Main Street - Danbury, CT


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 13


Página 14|18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Comunidade News


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 15

Quando cheguei na Globo não sabia fazer tevê direito. Aí me chamaram e disseram: ‘Aqui você tem dois caminhos: para cima ou para fora.

Luciano Huck, apresentador do “Caldeirão do Huck”, sobre as dificuldades de quando entrou na Globo.

Na TV, Mike Tyson se diz traumatizado pela morte de filha

O ex-boxeador Mike Tyson, que perdeu a filha de quatro anos em um acidente em maio. O ex-boxeador Mike Tyson disse que ainda não sabe como lidar com a morte acidental de sua filha de quatro anos, que aconteceu em maio, e chamou o incidente de um “momento negro na minha vida”. Mas, em seus primeiros comentários públicos sobre a morte da filha, Tyson afirmou ao programa de TV “Entertainment Tonight” que sua nova carreira como ator está lhe ajudando. Ele aparece como ator convidado na próxima comédia da Fox “Brothers”.

Victoria Beckham no American Idol Victoria Beckham apareceu na maior animação para as gravações do “American Idol”, programa do qual será jurada. As gravações aconteceram nessa quintafeira, em Boston, e a mulher de David Beckham também falou com a imprensa. A ex-Spice Girl disse que quer ser legal com os competidores e que sabe muito bem como é ser testada pelo público. “Não quero acabar com o sonho de ninguém, mas acho que ouvir crítica construtiva é sempre bom”.Opa... Vale dizer que Victoria faz de tudo para ser aceita pelos norte-americanos e o fato de querer ser boazinha com os calouros pode não ser mera vontade do coração...

Gente

Jean Paul Belmondo e ex-mulher denunciam ameaças de morte

“Eu realmente estava me flagelando pelo que aconteceu com a minha filha. Eu ficava em casa, deprimido. Foi um momento negro na minha vida. (Atuar) me mantém funcionando como um ser humano saudável”, disse em entrevista transmitida na quinta. Exodus, filha de Tyson, morreu em maio após se enforcar com uma corda presa a uma esteira ergométrica na casa da mãe, no Arizona. Ela era um dos seis filhos que Tyson teve com diferentes mulheres. “Eu estou trabalhando para lidar com isso. Eu falei com muita gente. Eu me tornei membro de um clube exclusivo, que ninguém quer entrar”, disse Tyson. “Me falaram que a dor nunca acaba, mas você precisa superar isso. Eu vou passar por um processo, tentar me curar. Eu estou em um estado de negação, porque eu não sei lidar com isso. Eu não sei o que dizer ou o que falar. Eu fico feliz com todos que me apoiaram”. Pouco após a morte de Exodus, Tyson, de 43 anos, se casou com Lakiha Spicer em Las Vegas. Foi seu terceiro casamento. Ele se aposentou do boxe em 2005, após uma carreira marcada pela polêmica.

O ator francês Jean Paul Belmondo e sua ex-esposa, Natty Tardivel, apresentaram em separado uma denúncia depois de terem recebido cartas com ameaças de morte. A polícia judicial de Paris, onde o ator apresentou uma denúncia, está encarregada das investigações, segundo fontes ligadas ao caso, que confirmaram uma informação divulgada pelo jornal francês Le Parisien. Natty Tardivel explicou à AFP que, no início de agosto, fez uma primeira queixa ao receber uma carta com ameaças, assim como seu marido e a filha de ambos, Stella, de 6 anos, receberam. “Desde então estou sob proteção policial. Estou vivendo um pesadelo e estou preocupada. A polícia me informou que Jean Paul recebeu uma carta parecida e que também apresentou queixa”, explicou. Segundo Tardivel, estas ameaças têm sua origem no conflito em relação à guarda da

Xuxa Meneghel ganha prêmio em festival

Christopher McQuarrie assinou contrato para escrever o roteiro da sequência de ‘’Wolverine’’, no qual Hugh Jackman voltará como o personagem da Marvel Comics --um mutante que tem poderes de cura e um esqueleto envolvido com o metal indestrutível, conhecido como adamantium. A história do filme da 20th Century Fox usará como gancho a minissérie do início da década de 1980 de Chris Claremont e Frank Mille. A história é passada no Japão e traz Wolverine lidando com ninjas, enquanto ele luta para decidir se seguirá seu instinto animal de matar ou se viverá sob o código de conduta de honra e respeito de um samurai. O estúdio desenvolveu a sequência após ‘’X-Men Origens: Wolverine’’, que arrecadou 180 milhões de dólares nas bilheterias dos Estados Unidos e 363 milhões de dólares no mundo todo. McQuarrie é familizarizado com o personagem. O roteirista, que ganhou um Oscar pelo filme ‘’Os Suspeitos’’, entrou de novo no grupo do diretor do filme, Bryan Singer, para escrever ‘’X-Men’’. McQuar-

O ator Jean Paul Belmondo em 2004, com a sua então esposa Natty Tardivel. filha que mantém com Belmondo, que ela reprova por não respeitar o regime de visitas à menina. “Esta recusa está diretamente ligada a estas ameaças de morte”, afirmou. “Nunca me opus que Stella visse seu pai, mas quero que seja em um ambiente sereno e seguro. Acho que agora não é o caso”, enfatizou a ex-esposa do ator francês.

McQuarrie assina roteiro de sequência de “Wolverine”

rie poderia ter recebido créditos, mas ele voluntariamente tirou seu nome do filme quando a versão final estava mais na linha com o roteiro de David Hayter do que com o seu.

Ator Miguel Magno morre aos 58 anos em São Paulo; velório será no Teatro Bibi Ferreira

A apresentadora Xuxa e o ator Luciano Szafir foram juntos ao Rio Grande do Sul, nesta quinta-feira, dia 13, para o 37º do Festival de Cinema de Gramado, lembra? Pois a loira saiu feliz da vida do evento. A Rainha dos baixinhos foi homenageada pela sua contribuição ao cinema nacional, e não escondeu a emoção ao receber o Kikito, exibindo o troféu aos convidados, acompanhado por um belo sorriso.

O ator Miguel Magno, falecido aos 58 anos em decorrência de um câncer no fígado.

O ator Miguel Magno morreu na manhã desta segunda-feira (17) em decorrência de um câncer no fígado, no hospital Paulistano, em São Paulo. Internado desde o início de julho, o ator interpretava atualmente a Dra. Percy, no humorístico “Toma Lá Dá Cá”, da Globo. O último episódio do programa com a participação de Magno vai ao ar amanhã (18). O corpo de Miguel Magno será velado hoje, a partir das 18h, no Teatro Bibi Ferreira, em São Paulo. Nascido no Rio de Janeiro, em 28 de março de 1951, o ator começou sua carreira no teatro, em 1984, onde, além de ator, era autor e diretor. Seu primeiro trabalho na Rede Globo foi na novela “Top Model”, em 1989.


Comunidade News

Página 16 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Música

Cantora brasileira homenageia Bill Evans em show O repertório de Eliane Elias também tem Bossa Nova

Por: Angela Schreiber

D

e 12 a 16 de agosto últimos, o Iridium Jazz Club em Nova Iorque se rendeu a um grande talento brasileiro. Acompanhada do contrabaixista Marc Johnson e do baterista Adam Nussbaum, a cantora Eliane Elias realizou um tributo ao grande Bill Evans. Fã declarada do músico, a cantora preparou o show com extremo carinho. Uma feliz coincidência marcou a apresentação: Bill Evans completaria 80 anos no último dia do evento. A presença de Marc Johnson também evoca o nome do músico. Os dois tocaram juntos nos três últimos anos da carreira dele. Exata uma semana antes de morrer, Bill presenteou Marc com uma fita cassete, contendo composições próprias. O show teve músicas do início da carreira de Evans e as compostas por ele nos anos 50. “Até a última composição na qual ele trabalhava antes de morrer”, explicou a cantora. Bill Evans nasceu em New Jersey e é considerado um dos maiores músicos de jazz da história. Seu estilo influenciou pianistas como Herbie Hancock e Chick Corea e o guitarrista de jazz britânico John McLaughlin. O uso contínuo de cocaína e heroína provocou a morte de Evans, ocorrida em Nova Iorque em 1980. Não é a primeira vez que Eliane presta uma homenagem ao músico. O CD “Something for You”, lançado em 2008, é outro tributo a Bill Evans. O ano foi marcado pela minuciosa seleção do material que fez parte do álbum, incluída a fita cassete dada a Marc. Admiradora de Bill

A cantora é fã de Bill Evans e traz a MPB no sangue. Evans desde a infância, Eliane confidenciou que os tributos dão a sensação de ser criança outra vez.

Ricas influências Mas em algum momento do show a cantora trouxe um pouco do Brasil, mais

especificamente a Bossa Nova. “A música brasileira é parte do meu DNA”. A carreira de Eliane é influenciada tanto pela MPB quanto pelo jazz, ritmo responsável pelo início da carreira, como instrumentista. Natural de São Paulo, Eliane começou a trabalhar ao lado de ninguém menos que Vinicius de Moraes e Toquinho. Nos EUA, onde está radicada há 25 anos, foi indicada ao Grammy (Oscar da música) na categoria Melhor Performance Solo de Jazz, em 1995, pelo álbum “Solos and Duets”. Seis anos depois receberia nova indicação por “Impulsive” na categoria Melhor Álbum pelo Conjunto de Jazz. O fato de ser mais conhecida nos EUA, Europa e Ásia do que no Brasil deixa Eliane um pouco triste. “Às vezes o Brasil não está prestando atenção às coisas que estão acontecendo fora”. A cantora já participou do Heineken Festival e cantou no Canecão, no Rio de Janeiro. Entre os brasileiros dos Estados Unidos, a cantora é bastante conhecida. As influências brasileiras na carreira de Eliane vão de Tom Jobim à Tropicália. Já cantou com Gilberto Gil, Caetano Veloso e Gal Costa. Em setembro último fez um show com Maria Rita, e em dezembro cantou com Ivan Lins. O mais recente CD, “Bossa Nova Stories”, é um tributo ao ritmo. “Vai desde as músicas que começaram a Bossa Nova até as mais modernas”. Para a justa homenagem, Eliane foi até o famoso estúdio Abbey Road, em Londres, para gravar acompanhada de membros da Orquestra Sinfônica da capital britânica. A carreira completa de Eliane Elias pode ser conhecida no website oficial www. elianeelias.com.

Ana Paula Pavão é formada em Letras, com especialização em português e inglês pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Cinéfila, Ana Paula mora em NY, onde leciona ESL.

Cine News By: AnaPaula Pavão email: cnewscine@hotmail.com The Time Traveler’s Wife, estréia desta sexta-feira 14 de agosto, mistura sci-fi e romance na medida certa para apreciadores de ambos os gêneros. Com Eric Bana e Rachel McAdams (a mesma de The Notebook - O Caderno), o filme tem direção de Robert Schwentke que se baseou no best seller de 2007 da autora Audrey Niffenegger, além de ter o mesmo roteirista (Bruce Rubin) de “Ghost - O Outro Lado da Vida”, sucesso nos cinemas em 1990. The Time Traveler’s Wife conta a história de um rapaz que por predisposição genética é capaz de viajar no tempo em momentos de extrema pressão, o que quase impossibilita a convivência com o amor de sua vida. Um romance até certo ponto interessante, mas segundo os críticos mais exigentes falta um pouco de profundidade nos personagens. Só assistindo para saber!

Seguindo a onda da ficção científica deixo a dica para District 9, sci-fi que também estréia dia 14. Dirigido por Neil Blomkamp, jovem sul- africano de 29 anos que já traz no currículo prêmios de animação como o famoso comercial da Citroen “Alive with Technology”, animação 3D para o seriado Smallville e curtas metragens animados como “Halo”, dentre outros trabalhos que dão uma breve visão do trabalho do rapaz. Com District 9, Blomkamp conseguiu sem muita verba mas bastante criatividade arrancar elogios pelo mundo todo além de chamar atenção para a África do Sul, onde nasceu. Lá se passa o filme que conta a história da invasão alienígena há 28 anos atrás e as ações do governo em isolar a região invadida, evitando ataques. Na atualidade, ainda contidos no District 9, os aliens passam a ser descobertos pela crescente presença de humanos, e a partir de então uma corporação chamada MNU deve protegê-los ( o que certamente não o fazem mas começam a pesquisar suas armas), desencadeando uma série de acontecimentos que prometem grudar o espectador na cadeira. Esta visão de Apartheid aliens x humanos logo na África do Sul também marca bastante o filme. Vale a pena conferir!


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 17


Página 18|18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Comunidade News


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 19

Comunidade Católica Brasileira de Danbury

Igreja de São Pedro 104 Main Street Centro Pastoral Pastor Fr. Gregg Mecca Assistente para brasileiros Padre Pedro Diniz 61 Liberty Street Danbury, CT Tel.: (203) 730-9071 Tel/Fax: (203) 791- 9910 Missas aos sábados e domingos às 7:30pm


Comunidade News

Página 20 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Arte

Liberdade de expressão é marca de artista plástico brasileiro De traço em traço, Júlio Alves constrói a própria história, enquanto persiste na idéia de expor nos Estados Unidos

L

Por: Angela Schreiber

inhas livres que revelam traços sutis. Assim é a arte de Júlio Alves, revelada ao público na primeira exposição individual no Brasil. “No princípio era a figura...” mostra porque o artista ainda persiste na idéia de expor nos Estados Unidos. A exibição está na Galeria de Arte Paulo Campos Guimarães da Biblioteca Pública Luiz de Bessa, em Belo Horizonte (MG), desde o dia 3 de agosto, e permanece no local até o dia 30 de agosto. A mostra ganhou a curadoria do professor Luiz Flávio e foi muito elogiada pelo escultor Israel Kislansky. As mais de 20 obras expostas foram inspiradas na figura humana. Produzidas a partir de leves pinceladas e traços, pretendem transportar os visitantes para o doce encontro de sentimentos e emoções. Não importa se a obra é um simples desenho ou uma tela com coloridos retoques. Em todos os trabalhos, Júlio permite que o traço chegue naturalmente: sem pedir licença e sem o mínimo de controle. Por isso, a liberdade dos traços, aliada à emoção contida em cada figura, é imediatamente reconhecida pelos observadores de plantão. A preferência pela figura feminina é vi-

Escultura representando uma imagem feminina. ça, considerada o berço do renascimento italiano. Como Diretor de Criação da Pro Brasil Propaganda, também patrocinadora da exposição, vai anualmente à Europa. As viagens a trabalho compreendem ainda os Estados Unidos, onde o artista aproveita para visitar galerias. “Com a pretensão de levar o meu trabalho a este país um dia”, declarou Júlio. Disposto a sempre

Tela do artista Júlio mostra liberdade de expressão. sível. Rostos e corpos sem definição instigam a imaginação pela beleza sutil. O artista jura que não tem uma influência específica. No entanto, não consegue sequer esconder que traz um pouquinho de Boticelli, Van Gogh e Giacometti, entre outros grandes nomes, em cada traçado. Mas o mestre maior, com certeza, é Israel Kislansky. O gosto pelas artes remonta à infância. Sem formação artística, declara que não sabe desenhar. Viajando através das artes Natural do Rio de Janeiro, Júlio adotou a capital mineira como casa. Graduado em Design pela Universidade do Estado de Minas Gerais, fez especialização na Universitá Internazionale del’arte UEA em Floren-

falar através da arte, acredita que artistas do hemisfério sul, como ele, ganhem pouco espaço. Mas, como ele mesmo disse, a ‘pretensão’ permite ver a excelente formação cultural dos países do hemisfério norte, onde a compreensão pelas artes fala mais alto. Quem sabe de viagem em viagem, as telas de Júlio ‘aterrissem’ nas galerias da Terrinha do Tio Sam. “No princípio era a figura...” é aberta ao público de segunda à sexta-feira, das 8am às 8pm, e aos sábados, das 8am à 1pm. Entrada franca. O endereço da exposição é Rua da Bahia, 1889, 2º piso, Passarela Cultural. Conheça a obra de Júlio Alves através do website oficial www.jalves.com.br.

Telas do artista retratam em traços imagens femininas.


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 21

Inauguração da loja de calçados Womens Fashion Shoes

Aconteceu no último dia 31 de julho, a inauguração da primeira loja de calçados de Danbury de propriedade de brasileiros. Localizada na 35 White Street Plaza, a Womens Fashion Shoes, de propriedade de Márcia e Cristina, oferece uma grande variedade em sandálias, sapatos, bolsas, óculos e carteiras femininas. Venha fazer uma visita! Telefone: (203) 743-3955.

Tudo em calçados femininos


Página 22|18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Cinema

Comunidade News

Brazilian Day em NY completa 25 anos com programação especial A TV Globo transmite o Brazilian Day de Nova Iorque, num misto de “Brazilian Day” e “Planeta Brasil”

O

Da redação

Brazilian Day de Nova Iorque, maior festa brasileira no exterior, traz uma novidade para comemorar os 25 anos. Pela primeira vez no comando da transmissão da festa, o diretor Luiz Gleiser dirige uma equipe técnica para levar o evento aos lares brasileiros. É uma mistura de “Brazilian Day” com “Planeta Brasil”. Os 50 profissionais especialmente escalados para registrar as imagens vão mostrar a história de alguns imigrantes, junto com os grandes momentos da festa verde-amarela. “É o público que faz essa festa ficar tão bonita, então resolvemos mostrar quem é esse público”, afirmou o Diretor da Globo Internacional, Amauri Soares. Com certeza a experiência de Gleiser vai fazer toda a diferença. Ele foi um dos responsáveis pela direção e lançamento da primeira edição do “Big Brother Brasil”, em janeiro de 2002. Três anos depois, dirigiu o megashow em celebração aos 40 anos da TV Globo. A apresentação da grande festa também ganhou cara nova. Este ano, a animação fica por conta da irreverente e talentosa Regina Casé. O público não vai ficar parado com a “Marrom” Alcione e o sambista Arlindo Cruz, junto com o rapper e ex-vocalista do Planet Hemp, Marcelo D2. No dia anterior ao evento acontece a Lavagem da Rua 46, onde baianas derra-

mam perfumadas águas sobre a chamada “Little Brazil”, simbolizando a lavagem da famosa escadaria da Igreja do Nosso Senhor do Bonfim em Salvador (BA). E por falar em Bahia, quem chega cheio de ‘axé’ para participar da lavagem é o cantor Carlinhos Brown. “Agora não temos só um show, temos um fim de semana verde-amarelo”, afirmou Edilberto Mendes, da coordenação do Brazilian Day de Nova Iorque. Data marcante Tantas novidades que chegam para marcar o evento deste ano vem acompanhadas da dupla Victor e Leo, uma das grandes revelações da música sertaneja da atualidade. Na opinião de João de Matos, idealizador da festa, este conjunto de atrações é para tornar o evento deste ano uma data inesquecível. “Não é qualquer festa que completa 25 anos de tamanho sucesso. O imigrante brasileiro merece algo assim, grandioso. Por isso, o Brazilian Day vai ser cada vez melhor”, disse Matos. Agora é só se preparar para a festa. Os melhores lugares estão reservados para quem chega mais cedo. Além dos artistas já mencionados, a festa conta também com a cantora e compositora paraibana Elba Ramalho. O Brazilian Day de Nova Iorque acontece no dia 6 de setembro, na esquina da Rua 46 com a 6ª Avenida. Informações adiconais através do website oficial www.brazilianday.com/2009.


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 23


Comunidade News

Página 24 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Pesquisa

Pesquisa quer identificar as necessidades da comunidade brasileira A ONG Cidadão Global pretende traçar um mapa dos brasileiros nos EUA

A

Da redação

ONG Cidadão Global de Nova Iorque quer saber o número exato de brasileiros que moram nos Estados Unidos. Para tanto, vai comandar uma pesquisa que tem início no dia 6 de setembro, durante a festa do Brazilian Day na Big Apple. Os dados coletados ajudarão a identificar quais as maiores necessidades da comunidade brasileira no país. O Ministério das Relações Exteriores estima que o número de brasileiros nos EUA é de 1,5 milhão e estão espalhados por vários estados. Segundo Ramona Ortega, Diretora Executiva e Fundadora da ONG, o estudo vai durar dois meses e compreenderá

a região chamada “Tri-State”: Connecticut, New Jersey e Nova York. Ainda de acordo com ela, a Cidadão Global quer saber que tipo de imigrante é o brasileiro que mora no país, no que trabalha e se usa os serviços de saúde. A importância de responder à pesquisa pode ser comparada à mesma em responder ao Censo, que acontece no ano de 2010. Segundo Ramona, a ONG está educando os brasileiros neste sentido. Muitos já expressaram o temor em fornecer os dados para o Census 2010, por medo de ter as informações repassadas para o governo federal. A voluntária e membro da Cidadão Global, Rosana Marques, tranquiliza os brasileiros quanto à pesquisa da organização.

“É para o próprio bem dos brasileiros”, explicou Rosana. Segundo ela, as perguntas tiveram a ajuda de brasileiros documentados e indocumentados para ser formuladas. Questões sobre o status imigratório ou o salário não fazem parte da pesquisa. Buscando soluções O imigrante brasileiro será perguntado se já teve problemas com o patrão para receber o salário ou quais os serviços que gostaria de ter disponíveis, por exemplo. De posse destes e de outros dados, a Cidadão Global vai até as prefeituras, hospitais e agências comunitárias, a fim de efetuar parcerias para melhor servir aos imigrantes brasileiros. O estudo estará disponível no estan-

de da Cidadão Global no Brazilian Day em Nova Iorque e também através do website www.cidadaoglobal.org. Depois da festa, o trabalho de distribuição da pesquisa se dará através da igrejas e de outros lugares frequentados por brasileiros do “Tri-State”. Fundada em 2007, a Cidadão Global surgiu a partir da necessidade de ajudar a comunidade brasileira a lutar pelos direitos, e também conhecer os deveres como morador dos EUA. A organização também ministra aulas grátis de inglês e dá dicas nas áreas de imigração e saúde, entre outros serviços. Quem tiver interesse em participar da pesquisa deve contatar a Cidadão Global através do telefone (718) 619-8529 ou do e-mail ramona.ortega@cidadaoglobal.org.

Imigrantes têm mais chances de desenvolver tumor, diz estudo Os hispânicos que se mudam para os Estados Unidos têm 40% mais chances de desenvolver certos cânceres do que aqueles que ficam em seus países de origem, de acordo com estudo da Escola Miller de Medicina, na Universidade de Miami. O estudo foi conduzido na Flórida, Estado que abriga po-

pulação hispânica diversificada. Os pesquisadores especularam que um possível motivo para o maior risco de câncer é que os imigrantes rapidamente adotam estilos de vida e dieta novos e menos saudáveis, como consumo elevado de álcool, depois de chegar aos Estados Unidos. Também é

possível que as medidas agressivas de diagnóstico nos Estados Unidos resultem em índice de detecção superior ao constatado nos países de origem. O estudo analisa dados sobre 301.944 casos de câncer reportados na Flórida entre 1999 e 2001 e foi publicado pela revista Cancer Epidemio-

logy, Biomarkers and Prevention. A despeito da incidência mais alta de cânceres, os norte-americanos de origem hispânica vivendo na Flórida como imigrantes de primeira geração ainda apresentam menos risco de câncer do que os brancos e negros do Estado.


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 25

Concurso

Cachaça brasileira promove concurso nos Estados Unidos O vencedor do “Shake Their Way to Brazil” vai conhecer de perto a destilaria da Cuca Fresca

A

Da redação

cachaça orgânica Cuca Fresca está com as inscrições abertas até o dia 15 de setembro para o concurso “Shake Their Way to Brazil”. Os bartenders e mixologistas (criadores de drinques) que fizerem as melhores bebidas com a cachaça ganham uma viagem ao Brasil, patrocinada pela Cuca Fresca. A competição é aberta a bartenders e mixologistas de todos os Estados Unidos. Quatro finalistas serão escolhidos por juízes, e um quinto finalista ganhará o voto popular através do “People’s Choice”. As receitas devem conter até cinco ingredientes adicionais, além é claro da Cuca Fresca ou da “Pura Gold”, uma variante da Cuca Fresca. O melhor vai competir no “Shake Off” em Chicago, Illinois. Segundo Phoenix Kelly-Rappa, Managing Partner da Cuca Fresca, o grande vencedor irá ao Brasil, com um acompanhante, para realizar um tour pela destilaria da Cuca Fresca em Socorro (SP). O período da visita é de 4 a 9 de março de 2010. A programação inclui um intercâmbio cultural, onde um mixologista brasileiro vai ensinar aos americanos drinques feitos com a cachaça. A idéia principal do concurso é de divulgar mais a cachaça orgânica entre os bartenders dos EUA, bem como a forma como ela é usada nos drinques. Os participantes devem colocar a receita no menu do bar onde trabalham, e também postála no website oficial da competição. A brasileira Lua Botani criou o “Açaí na Cuca”, que leva ainda suco de maracujá e xarope de agave, feito de cactus. Os antioxidantes do açaí e a química da cachaça, segundo ela, são bastante energéticos. Lua espera realmente vencer o concurso. Já são cinco gerações que usam os métodos de fabricação da Cuca Fresca. Araci Ferreira Slasinski é neta de Carlos de Paula Ferreira, um dos primeiros fazendeiros a obter a licença da cachaça. Ela também é uma das proprietárias da Cuca Fresca. Há três anos e meio, a família Ferreira se

juntou à também brasileira Aguardente Caribena LTD, a fim de criar a Cuca Fresca especialmente para o mercado americano e internacional. Cachaça com “jeitinho bem brasileiro” A expectativa de Araci é de que o nome Cuca Fresca se expanda a partir da competição. O diferencial da marca, segundo ela, pode estar justamente no nome alegre. “A gente se conecta com a cultura brasileira, somos alegres, criativos e gostamos de nos divertir”, disse ela. A Cuca Fresca é totalmente orgânica: a cana não leva nenhum tipo de veneno para limpar as pragas. Além disso, a fermentação é natural, feita de milho. A chamada “Ready to drink”, espécie de batida da Cuca Fresca, é 95% orgânica. De acordo com Araci, não é possível ter controle sobre a fruta que compõe a bebida, por isso a bebida, produzida em Minas Gerais, não obteve certificação 100%. As receitas para o “Shake Their Way to Brazil” devem ser postadas no www.cucafrescaspirit/ contest, onde também estão as regras da competição. O público pode votar na melhor até o dia 31 de outubro, através do “People’s Choice”. No dia 15 de outubro serão anunciados as 20 semi-finalistas, as quais ficarão no website por duas semanas. Em 1º de novembro serão conhecidos os 4 finalistas escolhidos pelo júri e 1 finalista do “People’s Choice”. Todos competem no “Shake Off” Chicago, no dia 30 de novembro.

Promoção da cachaça Cuca Fresca vai levar o criador de uma nova bebida ao Brasil.

Perdeu alguma edição do Comunidade News? Não tem problema. Acesse

www.comunidadenews.com 24 horas por dia, na tela do seu computador


Comunidade News

Página 26 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Local

Entidade brasileira de NY promove encontro para unificar organizações “Brasil-USA em Painel”, promovido pela Casa do Brasil-USA, visa unificar representações brasileiras nos EUA

A

Divulgação

Da redação

contece no dia 7 de setembro, das 5pm às 10pm, na Casa do BrasilUSA em Nova Iorque, o “Brasil-USA em Painel”. Além de comemorar a Independência do Brasil, o evento tem por objetivo criar uma parceria entre as várias organizações brasileiras espalhadas pelos Estados Unidos. O evento abre com show de brasileiro e as boas vindas de Benito Romero, Fundador e Presidente da Casa do Brasil-USA. A mesa redonda, constituída por organizações representantes da comunidade brasileira, terá como tema “Brasileiros no Mundo: Problemas e Estratégias para um Desenvolvimento Sustentável”. Segundo Verônica Medina, Diretora de Operações da instituição, a meta é unificar as organizações brasileiras dos Estados Unidos, criando a chamada “networking”, ou rede de relacionamentos. “Muitas organizações prestam serviços e o brasileiro não sabe”, explicou. A rede de relacionamentos fará com que uma organização ajude a outra. Consequentemente, ajuda a comunidade brasileira a melhorar a qualidade de vida. Como exemplo desta unificação, Verônica citou o excelente trabalho da Cooperativa Vida Verde de Massachusetts, dizendo que o grupo poderia vir à Nova Iorque

O Cônsul do Brasil em Nova Iorque, ao centro, durante visita à Casa do Brasil-USA. para realizar workshops. A melhoria na qualidade de vida do brasileiro poderá começar pela independência dele. No encontro, as organizações querem criar formas de dar mais qualificação profissional aos nossos conterrrâneos.

Apoio O encontro é o pontapé inicial para o plano de longo prazo da Casa do BrasilUSA: preparar melhor o brasileiro para o mercado de trabalho, através da realização de workshops e treinamentos. O pro-

grama inclui também prestar ajuda ao brasileiro no sentido de lidar com o choque cultural e aprimorar a auto-estima dele. “É fácil se deixar levar pelas dificuldades”. A caminho do aniversário de dois anos, a Casa do Brasil-USA pretende, através destas iniciativas, se tornar um ponto de referência da comunidade brasileira dos Estados Unidos. O programa está tendo o total apoio do Cônsul-Geral do Brasil em Nova Iorque, Embaixador Osmar Chohfi. Devido a compromissos anteriormente assumidos, ele enviará um representante ao evento. Organizações dos estados de Connecticut, New Jersey, Massachusetts e Nova York foram convidadas. A Casa do Brasil-USA terá um estande no Brazilian Day de Nova Iorque, onde brasileiros de qualquer parte dos EUA podem se cadastrar, a fim de tomar conhecimento das atividades da organização. Entre as atividades já agendadas para os próximos 6 meses está o desfile do estilista brasileiro Geová Rodrigues. O evento acontece em setembro. O evento “Brasil-USA em Painel” é aberto a toda a comunidade. A entrada é franca. Informações adicionais através do telefone (212) 730-0888 ou do e-mail casadobrasilusa@gmail.com. O evento será no Salão de Eventos da Casa do BrasilUSA, 4 West 43rd Street, Térreo.


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 27


Comunidade News

Página 28 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Situação inusitada

Freira brasileira persegue suspeito no estado do Kansas A coragem de Irmã Catarina surpreendeu a polícia

G

Reprodução

Da redação

raças à coragem de uma freira brasileira, um suspeito foi preso na semana passada no estado do Kansas. Acompanhada da Irmã Connie Boulch, 59, a Irmã Catarina da Silva, 49, correu atrás de um homem que carregava um rifle. Segundo o The Kansas City Star, pouco antes das 6am da quinta-feira (13), as duas freiras se preparavam para as orações, no Convento de São Francisco da Santa Eucaristia, quando olharam pela janela. No meio de uma plantação de soja, um homem carregava uma serra, um par de luvas de boxe e um rifle. As duas acharam o fato estranho. Segundo a Irmã Connie, ninguém vai até lá. “A não ser que saibam onde estão indo ou estejam perdidos”, disse ela. Na dúvida, as duas freiras decidiram então dirigir até o campo, o qual é propriedade do convento. “Ele se viu em apuros com duas freiras na direção dele”, disse Irmã Catarina. Quando as duas se aproximaram, o suspeito correu já estava sem fôlego. Perguntado pela Irmã Connie o que ele fazia

Irmã Catarina da Silva, à esquerda, e irmã Connie Bouch perseguiram um homem suspeito de arrombar uma casa no Kansas. naquela área, o homem respondeu que cortou caminho ao sair da casa de um amigo, de quem não soube dizer o nome.

Além do mais, há poucas casas nas redondezas, o que aumentou a desconfiança das irmãs.

Coragem e orações O homem largou tudo o que tinha nas mãos e começou a correr. Irmã Catarina não pensou duas vezes. Mesmo de chinelos e com o longo hábito, correu atrás dele por cerca de um quarto de milha. “Por alguma razão não tínhamos medo dele”, disse Irmã Connie. “Pensei que ela (Irmã Catarina) poderia apanhá-lo porque é uma corredora e ele já estava cansado”. A esta altura, Irmã Connie já havia chamado o 911 (serviço de emergência) pelo telefone celular. O homem foi preso numa área arborizada a leste do convento. Apesar de aplaudir os esforços das duas freiras, a polícia não recomenda que o público confronte os criminosos. “Foi um grande esforço de todas as partes, a comunidade se juntando”, disse o porta-voz da polícia de Independence, Tom Gentry. Até a tarde do mesmo dia, o suspeito não havia sido acusado de nada. Os planos de Irmã Connie e Irmã Catarina eram de somente orar pelo suspeito. “Vou rezar para que a vida dele mude, assim ele não chega ao ponto de precisar roubar ou entrar nas casas das pessoas”, disse a Irmã Connie.

Jovem promessa do futebol treina em clube brasileiro “Ronaldinha” ensaia os primeiros passos rumo à Seleção Brasileira

U

Da redação

m convite formulado pelo time de futebol feminino do Santos (SP), rendeu a uma brasileira o status de celebridade. Além de treinar no clube, Kathleen Silva, 11, mais conhecida como “Ronaldinha”, ganhou um convite para conhecer o Cruzeiro Esporte Clube de Belo Horizonte, o time do coração. Foi provavelmente em uma das aparições na imprensa brasileira que Ronaldinha chamou a atenção do técnico do Santos, Kleiton Lima. Convidada para treinar e conhecer o clube, a jovem craque está há cerca de 15 dias no Brasil. “Eles me receberam com muito carinho”, disse ela, acrescentando que o desejo do clube era de que os treinos durassem um ano. “Mas eu tenho que voltar e continuar meus estudos e treinos no Wildcats”. Para completar a alegria da promessa do futebol brasileiro, o Cruzeiro também formulou um convite. Ronaldinha teve en-

tão a oportunidade de conhecer o atacante Kléber. “Ele é um dos melhores jogadores do meu time”, derrete-se. A felicidade não é pra menos. Paparicada até dizer chega, Ronaldinha ganhou muitos presentes, uma enorme bandeira e até direito a autógrafos na camiseta. “E tinha o meu nome escrito atrás! Adorei a surpresa”. Acompanhando tudo do estado de New Jersey, a mãe, Marlene Silva, se revela a maior fã da jogadora. “Estou aqui para apoiá-la”, disse. A filha, segundo ela, cumpre à risca os horários dos treinos, e deixa a mãe emocionada. “Se ela fizer o que gosta, estou feliz”. Um pé na bola e outro no futuro Apelidada de Ronaldinha por conta da semelhança física com Ronaldinho Gaúcho, a jogadora não cansa de avisar que quer ser titular da Seleção Brasileira. Para isso, já tratou de ir direto à fonte, conversando com algumas jogadoras. “Elas também me

Divulgação

incentivaram muito a não desistir”. Marta, Formiga e Rosana são alguns dos nomes atualmente contratados por times norteamericanos. “Admiro muito a Marta. Sonho em ser uma jogadora como ela”. Tanto amor ao futebol não impede que Ronaldinha ainda encontre espaço para brincar como qualquer outra menina da idade dela. Com tudo acontecendo tão rápido, já pensa com cabeça de ‘gente grande’. “Quero primeiro terminar os estudos, depois vou pensar na carreira profissional. Por enquanto ainda sou muito nova, mas sei que meu futuro é o esporte”. Enquanto a torcida das arquibancadas ensaia a ‘ola’, a torcida dos amigos não pára, acompanhando de perto as matérias da imprensa e até mesmo pedindo autógrafos. “Virei celebridade”, diz Ronaldinha, aos risos. E a jogadora que se prepare. Segundo a mãe, o Wildcats já prepara uma festa de boas-vindas para ela. É a Kathleen Silva, a “Ronaldinha”, fez um treino na Toca da Rapoza, em Belo Horizonte. hora da estrela.


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 29


Comunidade News

Página 30 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Tragédia

Família de adolescente morta durante voo à Disney busca justiça Os pais e a tia de Jacqueline Ruas questionam atendimento da agência Tia Augusta Por: Angela Schreiber

A

morte da adolescente Jacqueline Ruas, 15, durante um vôo de volta de uma excursão da Disney, continua causando polêmica. A família não se conforma e quer punição aos responsáveis. Já existe um advogado representando a família para obter os documentos no Hospital Celebration em Orlando, Flórida. A agência Tia Augusta, através da qual a menina fez o passeio, nega que houve negligência no atendimento. A menina deu entrada no hospital no dia 31 de julho, onde ficou por cerca de seis horas. Foi receitado o medicamento Hydocan, para tosse, que deveria ser ingerido a cada quatro horas, sempre que necessário. Ela já estava medicada com Tamiflu e Zithromax mas deveria voltar ao hospital, caso os sintomas piorassem. Em entrevista por telefone ao Comunidade News, a tia de Jacqueline, Magda da Paz Santos disse que o Escritório Tucunduva em São Paulo vai tentar obter as receitas médicas, a radiografia e o exame de sangue do hospital, através de uma procuração. Ainda segundo Magda, a Tia Augusta teria solicitado uma procuração para a retirada dos documentos do hospital, mas a família

da menina recusou. “Eles omitiram o estado de saúde da minha sobrinha, quem me garante que vão realmente me entregar os exames dela?”, questionou. Magda disse que a Tia Augusta não estaria prestando nenhum auxílio. De acordo com ela, o diretor da agência, Luis Felipe Fortunato ligou e enviou uma coroa de flores no dia em que Jacqueline morreu. Através de telegrama, o diretor informou que poderia enviar a mãe de Jacqueline, Maria Aparecida dos Santos Ruas aos Estados Unidos, para a retirada dos exames. A família preferiu usar os meios legais. Jacqueline teve tosse e febre no dia 28 de julho e foi atendida no próprio hotel por uma médica americana, segundo a agência. Segundo Magda, 15 das 29 crianças de 14 a 16 anos que estavam no grupo tiveram os mesmos sintomas. Ainda conforme ela, nenhum dos pais teria sido alertado. Magda diz que foi negado direito de acompanhamento do estado de saúde de Jacqueline. Segundo Magda, na volta, durante a conexão no Panamá a sobrinha teria reclamado de falta de ar, e embarcou no outro avião de cadeira de rodas porque estava muito debilitada. No vôo, por volta das 4am, uma amiga percebeu que Jacqueline estava gelada, tinha vomitado e

Sonhos interrompidos No aeroporto, a família de Jacqueline foi comunicada pelo supervisor Fernando de que ela tinha tido uma parada cardíaca e que tinha falecido durante o vôo. A mãe da menina entrou em estado de choque. Jacqueline foi enterrada na segunda-feira (3) em São Caetano do Sul (SP). Segundo Magda, mães das crianças que ficaram doentes durante a viagem também reclamaram de falta de assistência. A família não quer que o caso fique impune e quer achar o responsável. “Pela negligência, pela falta de informação, neste aspecto que estamos buscando esta justiça”. O sonho de Jacqueline em visitar a Disney virou um pesadelo. O fato da menina ter realizado o sonho não conforta a família. “O que nos magoa é a omissão de socorro”. Magda disse que a guia sabia que Jacqueline estava com sintomas de pneumonia, no Panamá, e sabia que ela precisava ter chamado socorro médico. “Porque ela não fez isso?”. Os outros sonhos de Jacqueline eram cursar uma faculdade e fazer intercâmbio. A adolescente guardou segredo sobre o curso superior desejado, pois não queria influência de ninguém. Segundo a tia, tudo indicava que Jacqueline cursaria comunicação e faria o intercâmbio na Austrália. Ainda conforme Magda, a sobrinha só trouxe felicidades para a família inteira. “Não existe uma foto dela brava ou triste”. O atestado de óbito de Jacqueline diz que ela morreu de choque séptico, empiema pleural e bron-

Jackeline Ruas, de 15 anos, morreu durante um voo de Miami para o Brasil. Família diz que houve negligência médica quando ela foi atendida em hospital nos EUA. espumava pela boca. A guia chamou um médico a bordo e a tripulação para reanimá-la, sem sucesso. A tia da menina disse ainda

que as ligações para os pais tinham que ser feitas a partir de um orelhão. Maria Aparecida, irmã de Magda, teria assinado um contrato na agência, mas ain-

da não havia recebido a 2ª via, de acordo com Magda. Ela disse também que a agência verbalizou a Maria Aparecida e ao marido, Danilo Elias Ruas Jr., que os pais seriam comunicados de qualquer problema em relação aos filhos. Na volta da viagem, segundo Magda, a guia Monalisa ficou nos EUA por conta de overbooking (lotação no avião). O grupo então voltou somente com a guia Gisele Martins dos Santos. Magda disse que a sobrinha estava em perfeita saúde quando saiu do Brasil. Ainda segundo ela, a guia teria pedido para Jacqueline se maquiar e colocar óculos de sol para o vôo de volta. Magda informou que a própria Jacqueline ligou para os pais, dizendo que tinha tido febre e vomitado. Na quinta-feira (30), a menina havia dito à mãe que tinha ficado deitada durante o dia, por conta de uma virose, mas que foi visitada pelo médico e estava bem. No dia seguinte, a família falou com a guia Monalisa pelo rádio, a qual comunicou que Jacqueline tinha feito o exame do vírus H1N1, da gripe suína. O resultado deu negativo. A guia Gisele teria dito que sentaria ao lado de Jacqueline para cuidar dela. Segundo Magda, amigas estariam próximas a Jacqueline, e a guia estaria no fundo do avião.

a ação for conduzida perante os tribunais norte-americanos, os valores são bem maiores historicamente do que nos tribunais brasileiros, de acordo com o advogado. Nos EUA, segundo ele, os juízes analisam a teoria do forum non convenience, ou seja, a maior quantidade de pontos de contato do caso com o território norte-americano. Segundo o Dr. Renato, alguns colegas de Jacqueline tiveram resultado positivo para a gripe suína, e ela foi diagnosticada negativa pelo hospital. De acordo com ele, será verificada a ocorrência da culpa do hospital, até no sentido de Jacqueline não ter sido internada e ter ganho alta. “São questões que precisam ser mais aprofundadas”, disse ele. Avó da garota morta em voo reclama de atitude da empresa de turismo e da companhia aérea. copneumonia. Análises Por telefone ao Comunidade News, o advogado Renato Tucunduva disse que contataria o hospital por telefone para tentar obter a documentação médica. Caso não consiga, fará uma notificação, seguida de procedimento judicial. Segundo o advogado, o objetivo é evitar a repetição do caso Jacqueline. Caso seja punida, a Tia Augusta está sujeita a indenizar a família. Segundo ele, a indenização é variável. Se

Agência nega acusações O Comunidade News não conseguiu falar diretamente com o diretor Fortunato. A Linhas e Laudas, empresa que presta assessoria de imprensa à Tia Augusta, disse que ele deu uma entrevista coletiva há cerca de duas semanas, e que não falaria mais com a imprensa sobre o assunto. Em comunicado oficial, a Tia Augusta disse que adotou todos os procedimentos médicos necessários para Jacqueline, e nega que tenha omitido quaisquer informações sobre a saúde da menina. A empresa tem mais de 35 anos de história e já transportou mais de 300 mil turistas aos EUA. Segundo a agência, jamais havia ocorrido um problema semelhante ao caso Jacqueline.


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 31

Polêmica

Imigração aprova Danbury para receber programa 287g A lei prevê a prisão apenas de imigrantes criminosos

A

Arquivo CN

Da redação

cidade de Danbury, Connecticut, foi aprovada pela agência de imigração (ICE) para receber o programa 287g, o qual autoriza dois policiais treinados a atuarem como agentes de imigração, prendendo imigrantes criminosos. Alguns comerciantes brasileiros já temem os efeitos da lei. A proposta, enviada ao Departamento de Segurança Interna (DHS) em fevereiro de 2008, provocou muita controvérsia na cidade. No dia da votação pela Câmara de Vereadores, milhares de imigrantes se reuniram em frente à prefeitura, para protestar contra a lei, aprovada por 19 votos a 2. A Secretária do DHS, Janet Napolitano, teria revisado todos os programas 287g, para que eles sigam o real objetivo, ou seja, prender imigrantes criminosos, e não se basear em perfil racial. Segundo o porta-voz do DHS, Matt Chandler, o novo acordo é claro no objetivo. O assunto foi falado em reunião na terça-feira (11), no Centro Cívico Equatoriano de Danbury. O vice-presidente, Wilson Hernandez, ainda acha que o programa não é necessário para a cidade. “Esperamos que os policiais sigam as instruções do DHS e do ICE, e que respeitem as pessoas que não são criminosas e sem envolvimento com atividades ilegais”, disse ele. Em entrevista ao The News Times, o presidente do Centro Cívico Equatoriano, Luis Bautista, disse que os imigrantes estariam menos temerosos por conta do real objetivo da parceria, pegar imigrantes criminosos. Na opinião de Hernandez, Bautista quis dizer que as pessoas agora estão melhor informadas porque o próprio DHS está dando mais informação a respeito do programa. Questionado pelo Comunidade News sobre as declarações, Bautista disse que houve um mal entendido. Segundo o presidente, ele aprova a prisão de imigrantes criminosos, mas não aprova a implantação da lei porque isto pode ‘mandar os imigrantes embora’, a exemplo do ocorrido no ano de 2008. Bautista disse

Em fevereiro de 2008, cerca de 5 mil pessoas protestaram na frente da prefeitura de Danbury contra a aprovação do programa 287g. que a preocupação agora é orientar os imigrantes. O Centro Cívico Equatoriano enviaria nota à imprensa, expressando os reais sentimentos em relação à implantação, de acordo com Wilson Hernandez. Comerciantes temem consequências Comerciantes brasileiros locais ficam agora apreensivos com as consequências da 287g. Vânia Moreno, proprietária da Vania’s Travel e do Nosso Brazil Store, aprova o real objetivo de prender imigrantes criminosos, mas ainda tem dúvidas. “Eles querem tirar os indocumentados, tanto faz ser gente boa como ruim”, disse. Ela teme que o movimento caia mais ainda. “Acho que essa cidade vai acabar”. Para Cátia, da Mirante Agency, não há mais nada a fazer. Ela só recomenda aos indocumentados que evitem ser parados pela polícia. “Não tem mais como voltar atrás”, disse. Ela não acredita que

OFICINA MECÂNICA EM GERAL VS TECH AUTO REPAIR Bom preço Danbury, CT (203) 743-9600.

prenderão somente criminosos. “Não acredito mesmo. Tem policial que não gosta de imigrante, se ver uma brecha, vai querer pegar”. Márcia, dona da recém aberta Women’s Fashion Shoes, disse que a lei vai dificultar muito a vida dos imigrantes. “Acho que isto leva muitos embora”. Com 95% dos clientes brasileiros, a comerciante disse que não há como ignorar a situação. Ela não generaliza, mas acredita que há imigrantes legalizados que são egoístas, ou seja, torcem para que realmente os indocumentados vão embora, a partir da implantação da 287g. A ativista americana Jean Hislop não acredita que a lei tenha sido aprovada na cidade para pegar criminosos. Para ela, trata-se de jogada política do prefeito Mark Boughton. “Para fingir que ele está fazendo algo em termos de imigração”, disse, lembrando das eleições de 2010. Ela disse que os ativistas pró-

imigrante estarão vigiando as eventuais violações dos direitos dos imigrantes. O comerciante José Carlos, proprietário da Epoch Language School, também acredita em jogo político. Ferramenta extra Em entrevista por telefone ao Comunidade News, o chefe de polícia Al Baker disse que a aprovação foi comunicada através de carta. Para finalizar e assinar o Memorandum of Agreement (MOA), Baker se reunirá com os advogados da cidade. De acordo com ele, dois detetives serão treinados para prender os imigrantes criminosos. A 287g, ainda segundo Baker, é um recurso a mais para as investigações criminais, as quais ocorrerão exatamente como qualquer outra, e vão abranger os imigrantes que cometeram algum crime no país de origem. Ele afirmou no entanto que não vai haver batidas, e as paradas no trânsito serão por violações, e não baseadas em status imigratório. Baker disse que polícia de Danbury está aberta a conversações com a comunidade, uma vez assinado o MOA. O processo dever ser finalizado em aproximadamente quatro semanas. O Comunidade News solicitou uma cópia do MOA, mas ele estará disponível somente depois de assinado. Opiniões divididas A aprovação da 287g dividiu a cidade. Em entrevista ao The News Times, o advogado de imigração Michael Boyle declarou que ninguém é contra a caça aos criminosos. “Mas se chegar ao ponto de qualquer um que for preso ter o status imigratório checado e ser encaminhado ao ICE, pode criar um temor e se tornar contraprodutivo”, alertou. A presidente da organização anti-imigrante USCILE, Elise Marciano, se mostrou descontente com o novo acordo, o qual exclui as prisões por ofensas menores. “As pessoas aqui ilegalmente estão quebrando nossas leis e tirando os empregos dos americanos. Temos que nos utilizar da força de nossa polícia para ajudar o governo federal a consertar isto”, disse ela.

COMIDA NATURAL NUTRITIVA DELIVERY “Saúde é poder viver bem com disposição e alegria” “Experimente a comida natural nutritiva” E observe melhorias no:

·Colesterol ·Pressão ·Desânimo ·Problemas de intestino

·Peso ·Problemas digestivos ·E muito mais

Ligue e receba na sua porta Eliane Nutrition Food e Oliveira’s Deli

Danbury (203) 297-2880 Naugatuck (203) 723-1558


Comunidade News

Página 32|18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Tempo Real

By: Arilda Costa

europeanart33@hotmail.com

P

Bridgeport e Fairfield

Perspectiva

erspectiva na vida é tudo. Quando você perde perspectiva, sua visão da realidade quase sempre cai no medo de não dar certo e de falta de controle da situação. Encontrar soluções para os desafios da vida nestas circunstâncias fica mais difícil, sem falar do estresse, na ansiedade. Quando perdemos perspectiva, o copo ao meio parece meio vazio. Como seres humanos é inevitável passar por periodos de ansiedade, depressão, perder o trabalho, terminar uma relação importante e muito mais. Problemas e tristezas fazem parte do preço que pagamos pelo presente da vida. Precisamos ver a vida como um todo, sempre existem pessoas em piores situações que a nossa. Nestes momentos precisamos ter consciência e tentar mudar o quadro vivendo e procurando ver situações sob perspectivas diferentes. Sair um pouco do ambiente que está causando estresse é uma boa alternativa. Ler um livro ou artigos que podem ajudar a ver a vida de forma diferente é também uma ótima ajuda para quem não pode se dar o luxo de fazer uma terapia. Ajudar outras pessoas. Tem sempre pessoas no mundo inteiro e mesmo perto de você, que precisam de ajuda. Religiosidade é muito importante, nunca esque-

cer que Ele esta sempre lá, zelando por nós. Conversar com pessoas que passaram ou passam por situações piores nos ajuda a ver a vida sob diferente perspectiva. Pensa no que você tem, nos presentes que a vida já te deu e suas conquistas. Não podemos deixar os problemas e as tristezas nos dominar. Temos que treinar nossa mente para sempre enfrentar as situações e tentar sempre ver sob diferentes perspectivas. Na verdade, tudo depende muito de como vemos e vivemos cada situação. ------------------------------------------------Fui convidada a participar no Hamptons, este final de semana, de uma festa entre amigos e parentes na casa dos Valliades. John e sua esposa, Maria, são pessoas fantásticas e receberam com muito carinho a todos que por lá estiveram. A festa foi animada com música brasileira e grega. O menu foi Grego. Vale lembrar que os Valliades são de procedência grega, adoram o Brasil e os brasileiros. Foi muito bom reencontrá-los e fazer parte da festa. Deixo aqui meu grande abraço e agradeço o convite. Belas mulheres no Hamptons.

Gina Valliades e uma amiga.

Luciana, linda presenca na festa dos Valliades.

George, grego bacana este rapaz!


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 33

Social

Glauberto Wanderley curtindo o verão 2009.

Esta foto retrata um pai feliz e muito orgulhoso, parabéns meu amigo Gilvan pelo seu níver e pelo lindo filho.

Saudade da nossa amiga e repórter Liliane Pólvora, parabéns amiga pelo seu níver, vindo de todos os que fazem o Comunidade News.

Parabéns à nossa amiga Tânia, na foto com o seu maridão Aquias.

Nosso amigo Cláudio comemorando seu níver com suas duas paixões, Lize e a camisa do Atlético MG. Parabéns amigo!

Herakton ao lado do seu querido pai, seu velho, seu amigo. Parabéns pelo seu aniversário.


Comunidade News

Página 34 |18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Esotérico

Apague as más recordações de sua casa

N

o Feng Shui aprendemos que a energia tem que fluir de uma forma suave e equilibrada pelos ambientes da casa e trabalho, deixando o local energeticamente saudável. Mas nem sempre é isso que encontramos. Muitas pessoas reclamam que sentem um peso nos ombros, um desânimo ou mal-estar. Isto ocorre porque estes cômodos estão “pesados” – uma conseqüência da memória das paredes, ou seja, os registros de pensamentos, ações, atitudes e palavras negativas que ali foram vivenciadas - pelos moradores atuais ou antigos. O mesmo ocorre em nossas vidas, seja pessoal ou profissional. Dependendo de nossas ações, pensamentos e atitudes podemos receber sucessos ou fracassos. Temos que mudar essa situação! E corrigir os erros - ou se preferirem, acertar o passo - é a tradução literal do HO’OPONOPONO, uma antiga técnica de cura havaiana que propõe mudar os padrões negativos, trabalhando os processos de perdão, arrependimento e transmutação em nós mesmos. Seja qual for o problema, no Ho’oponopono temos e somos 100% responsáveis por tudo e todos. No entanto, quando pedimos perdão ao universo, estamos nos libertando do problema e libertando o próximo. Segundo o Dr. Len, divulgador da téc-

nica, no Ho’oponopono você assume a completa responsabilidade por sua vida. Tudo o que você olha, escuta, saboreia ou toca é sua responsabilidade, simplesmente porque está em sua vida. Isto significa que a atividade terrorista, o presidente, a economia ou qualquer coisa que você experimenta e não gosta, está ali para que seja curada. Tudo isto não existe, em realidade, exceto como projeções que saem do seu inte-

rior. O problema não está “neles”, está em você. E, para mudá-lo, é preciso mudar sua essência. Sei que pode parecer difícil de entender, mais ainda de aceitar e vivenciar. Colocar a culpa em outra pessoa é muito mais fácil. A base do ho’oponopono significa amar a si mesmo. Se você deseja melhorar a sua vida, deve curar a sua vida. Se você deseja curar alguém, mesmo um criminoso mentalmente doente, você o faz curando a si mesmo. Seu desejo é mudar a energia de um ambiente? Assuma 100% de responsabilidade, aplique ho’oponopono, peça perdão e liberte-se. Quer mudar sua vida pessoal ou profissional? Assuma 100% de responsabilidade, aplique ho’oponopono, peça perdão e liberte-se. Seu objetivo é mudar o padrão de perdedor, de uma pessoa fracassada, sem amor, com problemas financeiros? Assuma 100% de responsabilidade, aplique ho’oponopono, peça perdão e liberte-se. Fácil assim? Nem um pouco. Você não vai mudar sua vida radicalmente ou deixar a energia do ambiente completamente sadia. Mas irá notar que grandes mudanças vão ocorrer na sua vida quando começar a cura. Para isso, é necessário realizar constantemente as afirmações e mentalizações

do ho’oponopono. E quais seriam estas afirmações? São muitas. Quando comecei a aplicar o ho’oponopono na minha vida, optei pelas mais simples; confira algumas abaixo: “Divindade limpe em mim o que está contribuindo para este problema.” “Amo vocês minhas memórias! Sou grato pela oportunidade que liberta vocês e a mim!” “Divindade limpe o que há em mim o que possa ser a causa de algum conflito ou problema no caminho do trabalho” “Divino Criador, perdoe-me por isso que está em mim e que está criando essa situação indesejável” Para fortalecer o processo, o ho’oponopono propõe que, no final de cada afirmação, devemos pronunciar quatro frases poderosas: “Sinto Muito. Me Perdoe. Te Amo. Sou Grato”. São quatro mantras. Quando você diz “Sinto Muito”, está assumindo o 100% de responsabilidade e mostra o desejo de mudar. Ao pedir “Perdão”, é iniciada a limpeza. “Te Amo” é a afirmação de que você colocou energia positiva no processo. “Sou grato” finaliza o ritual e é o agradecimento pelo poder de alterar a situação. Mentalize estas quatro frases. Repita-as constantemente, em qualquer situação. Por: Franco Guizzetti

Horóscopo ^

Câncer

a

Libra

m toque de arte e de beleza em sua postura são ingredientes essenciais hoje. Expresse-se com equilíbrio e propriedade e vencerá muitas paradas difíceis. Viagens e deslocamentos serão bons desafios; obrigam-no a ver as coisas de um jeito novo! Você estará mais atraente.

d

Capricórnio

ocê começa a semana sob as ótimas vibrações da Lua e de Vênus em conjunto, favorecendo assuntos amorosos, domésticos e familiares. Um bom dia para apaziguamento geral e foco no futuro. Finanças em destaque - pode surgir um bom negócio para investir seu dinheiro.

umplicidade baseada no hábito tem mais força hoje do que o companheirismo nascido de ideais semelhantes. Saiba lidar bem com essa vibração nada racional e muito instintiva. Com ela poderá dar passos largos em direção a uma ambição pessoal. Família tem algo a ver.

ons ventos no setor financeiro abrem a semana com certeza de seu valor, conhecimento de seu potencial e acolhimento de oportunidades. Pessoas de prestígio estão em seu caminho. Mas alguém de Câncer pode ajudar você a crescer ainda mais. Em prol do bem, aliás. Ame.

Touro

_

Leão

Escorpião

semana começa sob o signo do poder da tribo. Se você fizer o gênero lobo solitário tem muito a perder. Junte-se aos seus, procure sua turma. Espírito de clã está em alta, uma energia a ser trabalhada com equilíbrio e propriedade. Não se refugie nas mágoas e temores passados.

e

Aquário

m dia especial, mágico até, para você. Aproveite bem a simpatia e a popularidade com que vai contar. Use seu poder de tocar a alma das pessoas. Colha informações confiáveis e com conhecimento de causa, defenda suas teses e causas. Amor em tom maior à tarde e à noite.

b

aboreie um clima astral poderoso para você em todos os sentidos. Em casa, um anjo protege você de todos os males. No trabalho, a luz do Sol ilumina tudo e permite ver onde é preciso tomar pulso e que situação deve dominar. No amor, sonhos anunciam rotas suaves e novas.

emana agitada e positiva, muito recortada com pequenos eventos que agitam seu cenário profissional e seu trabalho. Fique de olho nas informações, confira tudo. Amizades em destaque trazem mais confiança em si mesmo. Você está sendo valorizado por seus talentos.

Gêmeos

`

Virgem

c

Sagitário

f

Peixes

Áries

V

U

C

om Marte em seu signo lançando raios energéticos a Júpiter e a Netuno, você tem mais é que dirigir bem sua energia combativa, para colher os frutos de uma posição mais ampla, a ser consolidada ainda esta semana. Amplidão, expansão, sorte, proteção. Sentimentos florescem.

U

A

S

ociabilidade e desenvoltura são armas para se dar bem num negócio de envergadura e futuro. Sua experiência e seriedade serão bem acolhidas em associações e grupos. Aí, será bemvindo e querido. Esperanças colorem o amor e as amizades. Projete sonhos conjuntos.

C

S

M

arte, Júpiter e Netuno reforçam inicio de semana voltado ao combate pela vida, pela ampliação de espaço, pelo aproveitamento das oportunidades. Tudo dentro da ética. Esportes continuam em destaque positivo. Lua e Vênus sinalizam parceiros felizes em seu caminho.

B

S

L

g

h

i

ua e Vênus adoçam sua alma com presentinhos delicados de muitas origens- criatividade pessoal reconhecida, filhos e notícias boas, vitórias e sucesso. Um anjo protege você - se permanecer nos bastidores agitando o espetáculo sem chamar a atenção sobre si. Siga.


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 35

Esporte

Em clássico ‘brasileiro’, Milan vence Juventus nos pênaltis O San Siro viveu um dia de ‘clássico brasileiro’ nesta segunda-feira. Milan e Juventus empataram em 1 a 1 com gols brasucas e Thiago Silva decidiu nos pênaltis a vitória do time rubro-negro no Troféu Silvio Berlusconi. O primeiro gol da partida foi marcado por Diego, com ajuda do ex-zagueiro do Fluminense. Depois, Pato empatou para o Milan e levou a partida para os pênaltis. Yago foi o único a desperdiçar a cobrança e Thiago Silva fechou a decisão em 5 a 4 para os donos da casa. O Milan teve a primeira chance para marcar quando Pirlo acertou o travessão aos 18 minutos, mas quem balançou a rede antes foi o Juventus. Aos 28, Diego arriscou de fora da área, a bola bateu em Thiago Silva e encobriu o goleiro Storari. Gol brasileiro. Aos 36, o atacante Huntelaar recebeu de Ronaldinho na entrada da área e chutou forte, mas Buffon pegou. O Milan só chegou ao empate aos 23 do segundo tempo: Abate cruzou da direita e Pato tocou de cabeça, sem defesa para Buffon. Outro gol brasileiro. Ronaldinho quase fez um golaço no último minuto, depois de entrar driblando na área, mas bateu para fora. Ainda no primeiro tempo, outro brasileiro chamou a atenção. Felipe Melo se estranhou com Gattuso em uma dividida, os dois discutiram no gramado e selaram as

Marcos está fora contra o Coritiba Goleiro sente dores no tornozelo esquerdo e agora é dúvida para sábado

Autor do gol do Juventus, Diego foi o melhor jogador na partida em Milão. pazes com um aperto de mão “forçado”. Esta foi a nona partida de Leonardo como técnico do Milan. Nos 90 minutos, o brasileiro só conseguiu uma vitória, logo na estreia, por 1 a 0 sobre o Varese. Depois, empates com Los Angeles Galaxy, Boca

Juniors, Benfica e Juventus, além de derrotas para América do México, Chelsea, Inter de Milão e Bayern de Munique. O clube disputou ainda um torneio de jogos de apenas 45 minutos e perdeu os dois: 1 a 0 para Inter e Juve.

Abaixo da meta no primeiro turno, Andrade lamenta tropeços fora de hora Há duas semanas, o técnico do Flamengo Andrade estipulou em 30 pontos a meta para o Flamengo ao fim do primeiro turno. Mas o time somou só 27 e inicia a segunda metade do Campeonato Brasileiro “devendo três”. O treinador atribui a posição intermediária – décimo - à falta de uma arrancada convincente. Em 19 rodadas, o Flamengo só conseguiu duas vitórias consecutivas em dois momentos: entre a terceira e quarta rodadas, contra Santo André e Atlético-PR, e entre a 14ª e 15ª rodadas, contra Santos e Atlético-MG. - No momento em que vamos dar o salto na tabela, pular para a beira do G-4, vem o tropeço. Temos que trabalhar para consertar algumas coisas que porventura deram erradas

Palmeiras

no primeiro turno – declarou o comandante. O Flamengo inicia o segundo turno contra o Cruzeiro, quinta-feira, no Maracanã. E, como de praxe em quase toda a campanha, a equipe terá desfalques a granel. Juan, Léo Moura, Toró, Kleberson, Willians estão fora. Petkovic talvez. Ainda há a chance de Emerson ser negociado. Diante de tantos problemas, Andrade age em duas frentes. Conversa com a diretoria para reforçar o elenco e pede “ajuda” para o departamento médico esvaziar. - Converso diariamente com o Marcos Braz para ver reforços que estejam dentro das nossas possibilidades. E vamos ver se os jogadores que estão machucados voltam rápido. A ausência deles faz falta – afirmou o técnico.

O Palmeiras perdeu uma peça importante para o jogo desta quarta-feira, contra o Coritiba , fora de casa, pelo Brasileiro . Marcos, que sofreu entorse no tornozelo esquerdo desde o empate por 1 a 1 com o Botafogo , no último sábado, não poderá jogar e ainda passa a ser dúvida para a partida contra o Internacional, no sábado, no Palestra Itália. O goleiro nem foi para o campo da Academia de Futebol nesta segunda-feira. Enquanto o grupo corria no gramado, ele fazia tratamento com os fisioterapeutas do Verdão. - O Marcos sofreu entorse no tornozelo esquerdo ainda no jogo contra o Botafogo, mas como estava aquecido, não sentiu imediatamente. Depois vieram as dores e o inchaço. O exame comprovou a contusão. Ele não joga na quarta e é precipitado dizer se poderá atuar no fim de semana - explicou Otávio Vilhena, médico do Verdão. O técnico Muricy Ramalho já não poderá contar com Wendel e Diego Souza, suspensos, e Edmilson, machucado. Além destes, Marquinhos, com um problema crônico no púbis, e Figueroa, que faz um trabalho de fortalecimento muscular, seguem afastados. Em contrapartida, existe a chance de Obina voltar contra o Coxa. Após sentir dores no tornozelo direito antes do jogo diante do AtléticoMG, o atacante foi liberado pelos médicos e agora recupera a parte física.

Primeiro turno termina com líder real, virtual e um tricampeão ameaçador Quando o árbitro Carlos Eugênio Simon apitou o fim de Atlético-PR 3 x 0 Barueri, neste domingo, encerrou-se o primeiro turno do Campeonato Brasileiro de 2009. Mas só extraoficialmente. Por causa de competições internacionais há três jogos adiados. Enquanto não ocorrem, o torneio tem um líder em pontos ganhos e outro em perdidos. A liderança real, factível, está com o Palmeiras, de Muricy Ramalho. Apesar dos três empates consecutivos por 1 a 1 na reta final, o último contra o Botafogo, sábado, o time segurou a ponta, com 37 pontos. Mas há uma ameaça, por enquanto, virtual.

O Internacional ausentou-se por uma semana para disputar a Copa Suruga, no Japão, e ficou com dois jogos a menos. Mas a passadinha no Oriente revigorou a equipe. A decadência e a possibilidade de demissão de Tite foram trocadas por vitórias que deixam a equipe na terceira colocação, com 33 pontos. Se vencer os compromissos pendentes, o Colorado chega a 39 e ultrapassa os paulistas. A situação incomum de um turno (quase) terminado dificulta comparações com os anos anteriores. De 2003 a 2008, apenas o Grêmio, no ano passado, terminou a primeira

metade à frente (41 pontos) e não levou a taça no fim do ano. A edição anterior também tem outra semelhança nas primeiras posições. Depois de um início assustador, com eliminação da Libertadores, demissão de Muricy Ramalho e flerte à curta distância com a zona de rebaixamento, o São Paulo foi tachado como “acabado”. Mas o tricampeão voltou. O Tricolor ressurgiu, arrancou da 14ª posição e fecha a 19ª rodada no G-4, com 33 pontos. Neste domingo, derrotou o Sport por 2 a 1, na Ilha do Retiro e conseguiu a sexta vitória consecutiva.

Dois pontos e duas posições acima está o Goiás, que ganhou do Vitória por 3 a 2, no Serra Dourada. A voz grossa e contundente de Hélio dos Anjos ecoou nos jogadores. Júlio César, Iarley, Felipe Menezes... Jogo a jogo alguém aparece para garantir pontos e manter os esmeraldinos nas cercanias do topo. E ainda há Fernandão por estrear. Perder para o Corinthians por 2 a 0, em São Paulo, seria até um resultado “normal” para o Atlético-MG. Porém, depois de liderar por oito e fincar a bandeira no G-4 por 15 rodadas, o Galo caiu para a quinta posição (32 pontos), mas com 18 jogos realizados.


Comunidade News

Página 36|18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Classificados serviços AULAS de inglês e italiano. Classes individuais ou em grupo. Tratar pelo telefone (203) 292-6109. Perca ou ganhe peso sem perder a saúde não é remédio! Entregas a domicílio para todo o país. Contate (203) 947-8393 COSTURA PROFISSIONAL. Alterações, reparos e roupas sob medida. Vendas de roupas. Telefone (203) 947-8393.

VENDE-SE VENDE-SE bonito salão de unhas, completo, com licença. Negociamos o preço. Tratar pelo telefone (203) 702-3947.

aluga-se ALUGA-SE um apartamento de dois quartos em Danbury (CT). Vaga para dois carros. Valor: $900 + utilidades. Informações com Carlos pelo telefone (203) 5123534. ALUGA-SE apartamento de um quarto em Danbury, CT. Imóvel com sala, cozinha, banheiro e deck. Valor: $720. Tratar pelo telefone (203) 417-8879. ALUGA-SE apt. em Danbury, CT, com dois quartos, cozinha pequena e banheiro, sala de estar e sala de jantar, pequeno deck, condomínio com piscina, estacionamento para dois carros. Valor: 1,250 (incluído o aquecimento) Contato: (203) 733-0588 ou 203-790-4495.

Classificados do Comunidade News. a melhor maneira de vender, comprar ou anunciar seus serviços. (203) 748-0123. ALUGA-SE APARTAMENTO EM DANBURY (CT):

- Studio com ótima localização. Vaga reservada para carro, piscina, lavanderia no prédio. Valor: $700.00 mensais + um mês de depósito. - Apartamento de dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Todo renovado. Aquecimento, ar condicionado e cable incluido e em ótima localização. Estacionamento para mais de dois carros. Valor: $1150 + um mês de depósito. - Outros apartamentos estao disponiveis, favor ligar para conferir ou acessar o nosso site.Interessados ligar para MarinaBlue Realty, falar com Júlio Canto ou Marie Torres no telefone (203) 648-4607 ou (203) 982-4748. Cheque o website www.MarinaBlue.listingbook.com para estes ou outros imóveis para vender ou alugar. Checar o credito e referencias sao necessario para applicacoes. “Equal housing opportunity”.

VENDE-SE

Padaria na cidade de Danbury (CT). Totalmente equipada e aprovada com licenças (de marketing/deli). Amplo estacionamento próprio. Boa renda. Facilidades de negociação de pagamento. Ligar para (203) 748-1965 das 9am às 9pm. ORAÇÃO MILAGROSA:

Confio em ti meu Deus, Pai, Filho e Espírito Santo. Meu único Salvador, com todas as minhas forças peço que me conceda esta graça que tanto desejo (peça três desejos, um de negócios e dois impossíveis). Reze nove vezes a Ave-maria, durante nove dias, no último dia publique este anúncio e serão concebidos os desejos (mesmo que não acredite). Observe o que acontecerá no quarto dia de sua publicação. Dou graças pelos favores recebidos. Teu devoto I.S.

VENDE-SE Cinco lotes na Br-259, entre Sardoá e Santa Efigênia, na região de Governador Valadares (MG). Cada lote mede 10m x 20m (200 metros quadrados). Valor: R$ 12.500 cada. Uma área de 800 metros quadrados com uma casa de 15m x 8m, semi acabada, na mesma localidade. A área do terreno é de 20m x 40m. Valor: R$32.000. Aceita-se oferta. Tratar com Wânia pelo telefone (914) 396-6520.

PROCURA-SE

na área de Connecticut procura por artesãos com criações na área infantil, que estejam interessados em colocar seu material à venda por consignação. Entraremos em contato após avaliar se os produtos estão de acordo com a linha da empresa (favor fornecer telefone ou e-mail). Interessados podem enviar fotos com boa resolução do produto para o e-mail coracarolina@ comcast.net ou para PO Box 3542 Danbury, CT 06813-3542.

JOB Portable toilet company looking for experienced dispatcher to work in the Bronx, NY. Must speak Portuguese and Spanish. Great pay and benefits. E-mail resumes to Fábio at fabio@aroyalflush. com or call 877-234-6545.

Coloque seu anúncio nos classificados mostre o seu anúncio para mais de 40 mil pessoas por mês!

Ligue agora mesmo!

A maior fonte de notícias da comunidade brasileira nos Estados Unidos

(203) 748-0123


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 37


Página 38|18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Comunidade News


Comunidade News

Edição 294|18 a 24 de agosto de 2009|Página 39


Página 40|18 a 24 de agosto de 2009| Edição 294

Comunidade News

Comunidade News #294  

The Weekly Newspaper for the Brazilian Community

Advertisement