Page 1

Edição:204 / Novembro 2019 Ano XXIII

(31)

99626-6253

cajornal

DISTRIBUÍÇÃO GRATUÍTA CIRCULAÇÃO BAIRROS: GUARANI - TUPI - FLORAMAR - AARÃO REIS

comunidadeemacaobh Desde Outubro de 1996 www.comunidadeemacao.com.br “Tudo posso Naquele que me fortalece”

Esportes Bem-Vindo é Adote um campo implantado ou uma quadra nos Centros Projeto prevê parceria com empresas para manutenção de de Saúde complexos esportivos Página 5

ACHEI!ZN entrega o primeiro prêmio

Convênio entre iniciativa privada e PBH

Página 8

Prática Sustentável

Aquecimento e energia solar gera economia COMUNIDADE ATUANTE, COMUNIDADE FORTE

As constantes alterações nos preços e cobrança extra de bandeiras tarifárias tem assustado à população no que se refere ao custo de energia elétrica. As alternativas têm sido adotar aquecimento e energia solar para conseguir economia na conta de luz.

Página 6

Foto: Marcos Silva / JCA

Foi sorteado o relógio Star Watch pelo aplicativo ACHEI!ZN. A ganhadora foi Bruna Cattoni moradora do bairro Tupi. O próximo sorteio em dezembro será de um tablet.

Página 7

BOM EXEMPLO X MAU EXEMPLO Foto: Marcos Silva / JCA

O trabalho sério dos voluntários que dedicam parte do seu tempo para amparar e acolher os animais abandonados. Sorte, têm os animais em situação de rua que contam com pessoas envolvidas em prol da causa animal. É o caso do mecânico Cláudio Miranda que junto com os colegas de trabalho adotaram a Pretinha que além de casa e comida recebe carinho.

Foto: reprodução de vídeo Rede Social

As imagens de cão pitbull atacando um cachorro vira-lata na Avenida Saramenha (4/9) na divisa do bairro Tupi com o Guarani, deixou a população indignada. A violência contra o animal foi registrada pelos moradores. O pior, quem instigou o pitbull atacar o vira-lata Negão, foi um sargento da PMMG segundo relata as testemunhas que também foram ameaçadas pelo militar.


2 dia a dia

Novembro - 2019 NOTÍCIAS DE DEST AQUE NA MÍDIA DESTA

Prefeitura amplia Esterilização de cães e gatos

Use WhatsApp para reclamar: 99626-6253

Foto: Leitor / Whatsapp

Rua Furquim Werneck Iluminação resolvida I Demorou, mas a iluminação da rotatória entre a Av. Waldomiro Lobo e Rua Dr. Benedito Xavier foi resolvida. Moradores entraram em contato com o Serviço de Apoio a Comunidade (SAC) do Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO denunciando o descaso do poder público para resolver a demanda. Segundo os relatos de moradores em torno da rotatória, por diversas vezes reclamaram na BHip da escuridão no local. Em uma das vezes que a nossa reportagem esteve no local, a pedido dos moradores, encontrou um técnico da empresa avaliando os “danos da iluminação” e segundo ele a suspeita é de furtos de cabos subterrâneos da rede elétrica no local. Mesmo assim levaram mais de dois meses, além do tempo que os moradores estavam reclamando, para resolver o problema.

Entulho na rua

Uma placa de sentido obrigatório na Rua Furquim Werneck (foto) no bairro Tupi está precisando de reparos. A placa esta fora do lugar e causa confusão na circulação de veículos, tem motorista descendo na contramão quando chega à esquina das Ruas Otávio

Tarquínio de Souza com Furquim Werneck. A informação já foi encaminhada para a Comissão Regional de Transporte e Trânsito que ficou de encaminhar a “turma do martelinho” para resolver o problema, e até agora nada.

Foto: Divulgação/Leitor

Iluminação Pública II É importante lembrar que a questão de iluminação pública não é mais de responsabilidade da CEMIG. Quem cuida desde dezembro 2015 é a Prefeitura de Belo Horizonte. Para isto foi criada a BHip que é a nova concessionária de iluminação pública da cidade. A empresa (criada por Lei nº 10.897) é uma gestão de Parceria Publica e Privada (PPP) entre a Prefeitura e um consórcio de empresa para atender às demandas de iluminação pública. Há três maneiras de abrir chamado para manutenção da iluminação pública; pelo site bhip.com.br ; pelo telefone 0800-941-6789 ou pelo aplicativo PBH app. Não adianta a SLU fazer Foto: Divulgação/Leitor chamando atenção da população para o descarte de entulho e móveis velhos nas URPV’s. Neste caso o descarte foi na Rua Pacaembu no Guarani. Segundo informações apurado pelo Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO, tem um carroceiro que é contra para levar o entulho até a URPV, ele recolhe o entulho e descarta em outra rua. Estamos de olho.

A Prefeitura da Capital aumenta o número de castrações gratuitas com a abertura de mais um Centro de Esterilização de Cães e Gatos. A unidade, foi instalada na regional Leste. No novo centro podem ser realizadas até 40 cirurgias por dia e a prioridade será o controle reprodutivo de animais de área de risco sanitário e de vulnerabilidade social. Belo Horizonte conta com cinco Centros de Esterilização de Cães e Gatos, localizados nas regionais Barreiro, Norte, Oeste e Noroeste. Por ano, são realizadas cerca de 24 mil cirurgias. O procedimento de castração é gratuito e classificado como cirurgia eletiva, ou seja, agendada. Para serem submetidos à cirurgia de castração, os animais devem ter no mínimo quatro meses de idade e no máximo oito anos. Todos recebem chip de identificação. Além dos cinco Centros de Esterilização de Cães e Gatos, a população conta com uma unidade móvel de castração, que atua em projetos especiais.

Menina que caiu do 9º andar A menina Clara Pereira, de 10 anos, que caiu do 9º andar de um prédio no bairro Heliópolis. O acidente foi no dia 13/10, enquanto a menina passava o feriado prolongado na casa de um casal de primos. Um laudo pericial da Polícia Civil descartou a possibilidade de que a criança tenha sido arremessada. Clara foi transferida do Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII para um hospital particular onde foi submetida a uma cirurgia no fêmur. De acordo com a família, apesar da gravidade dos ferimentos, a menina se recuperando muito bem já esta em casa. O pai conta que ela não se lembra do acidente, que a família acredita que tenha sido um episódio de sonambulismo. No dia da queda, Clara foi submetida a duas cirurgias de emergência, ela quebrou a perna e o braço esquerdos, além de parte do rosto. O inquérito policial que apura o que aconteceu no apartamento, naquela noite, ainda está em andamento. A delegada já ouviu nove pessoas, entre elas, os pais da menina. A investigação já descobriu que nenhuma porta do apartamento foi arrombada, mas aponta que debaixo da janela, de onde clara caiu, havia um sofá. Até o ponto investigado não há indícios de crime. A sobrevivência de Clara à queda chamou a atenção. Ela caiu dentro de uma área privativa do vizinho do 1º andar do prédio, após bater em uma cobertura de telha. O professor de física da Universidade Federal de Ouro Preto (UFMG), Eduardo de Campos Valadares, disse ao site G1, que Clara caiu em uma velocidade em torno de 80 km/h e, se a queda não tivesse sido amortecida, o desfecho poderia ser diferente. Wallace Paes, pai de Clara acredita que foi milagre de Deus a sobrevivência da filha.


comportamento 3

Novembro - 2019 Reportagem: Marcos Silva redacao1@comunidadeemacao.com.br

Bom e mau exemplos são determinantes para animais abandonados

A

s imagens de um cão pitbull atacando um cachorro vira-lata, na Avenida Saramenha (4/9) na divisa dos bairros Tupi e Guarani, deixaram a população indignada. A violência contra o animal foi registrada pelos moradores. No vídeo mostra que o dono não conseguia conter a fúria do pitbull contra um outro cachorro. É possível ver que o homem estava com a focinheira do cachorro na mão. Populares, que tentaram socorrer o cão que era atacado, foram ameaçados pelo dono do pitbull, segundo uma das testemunhas, que participou da tentativa de resgatar o vira-lata e que pediu anonimato temendo represálias. “Ele se identificou como polícia e não falou o nome

tratamento, em entrevista para Rede Globo, contou que Foto: Reprodução / site Tv Globo - MG recebeu ameaças pelas redes sociais após ter acolhido o cão para tratamento. As mensagens de um aplicativo demonstram que ela está sendo vigiada por um suposto policial. Já o motorista Wander Martins na mesma reportagem relata que viu o dono pitbull abaixando e tirando a focinheira do cão agressor. Por meio de declaração para imprensa a PMMG, por

Foto: Marcos Silva / JCA

Negão ficou muito machucado depois que foi atacado pelo pitbull instigado pelo dono que é um policial militar dono

dele não, entendeu? Só falou que era polícia e saiu andando (sic)”, disse uma testemunha relatando que o dono do pitbull ficou exibindo arma em público. Outra testemunha relata que no dia seguinte, o policial voltou fardado

Bons exemplos rar cães e gatos que estão

E

xistem várias ONG’s em diversa cidades do país que fazem um trabalho sério de proteção aos animais. Nas redes sociais e em conversa com algumas delas, identificamos o trabalho e o carinho dos voluntários que dedicam parte do seu tempo para amparar e acolher os animais abandonados. Porém, o custo, o espaço e a manutenção para cuidar é alto e elas dependem de doações. Sorte, têm os animais em situação de rua que contam com pessoas envolvidas em prol da causa animal. São pessoas anônimas que tem boas iniciativas para ampa-

meio do major Flávio Santiago, porta-voz da PM disse que “O militar, mesmo de folga, quando ele comete uma ação que fira valores institucionais, nós apuramos e tomamos providência também. E, dependendo da situação, pode caber até uma exclusão das fileiras da corporação”, em nota o 13º Batalhão confirmou que o dono do pitbull é militar e que está investigando o caso e que a Polícia Civil também abriu procedimento.

abandonados nas vias públicas. É comum, ao caminhar pelos bairros da Região Norte, encontrar nas calçadas vasilhas com água e porções de rações que são deixadas por moradores para alimentar os cães. O mecânico Cláudio Miranda, 50 anos, faz parte do contingente de voluntários que dedicam tempo e recursos para cuidar da Pretinha. Ele trabalha em uma oficina na Rua José Soares no bairro Floramar e encontramos a Pretinha no pátio da oficina deitada do lado dele enquanto ele fazia a manutenção de um carro. Miranda conta que a cadela convive há muito tempo com eles na oficina durante o dia. “ An-

ao bar e simulando uma ação policial. “Foi como para intimidar as pessoas que viram o que ele fez com o coitado do cachorro” disse uma das testemunhas ameaçadas. Bruna Azevedo, a protetora que recolheu o cão para

tes era um casal mas o macho adoeceu, levamos ao veterinário mas não teve jeito e acabou morrendo na clínica e ficou a despesa de R$800,00 que estamos pagando aos poucos”, diz o mecânico que mensalmente ele faz uma vaquinha com os colegas de trabalho e o dono da oficina para pagar a conta do veterinário. “Uma pessoa que nos ajuda nas despesas aqui é a Cida (Bar da Cida).” Miranda conta que a presença da Pretinha na oficina alegra o ambiente pois ela é muito dócil. Já a parte da alimentação é por conta do Henrique Pressotti, dono da oficina, que tem vários gatos que também foram adotados, “teve um que passou por ci-

Sorte dos animais em situação de rua que conta com amparo de voluntários anônimos

rurgia na perna e eu levei para minha casa”. Ele relata que no Floramar é comum ver cachorros em situação de rua. Segundo Pressotti é comum ver pessoas parando o carro e abrindo a porta e soltando o cão na rua, “o cachorro fica olhando para o dono que arranca o carro e deixa o cachorro pra traz”. Ambos, Miranda e Pressotti, cobram que as autoridades deveriam agir e punir pessoas que maltratam e abandonam os animais,

seja por estarem doentes, ou por falta de dinheiro para alimentar os animais. O caso do pitbull que foi instigado a atacar o vira-lata na Avenida Saremenha deixou Miranda e Pressotti indignados com atitude e comportamento do dono do cachorro. Pressotti relatou de um caso semelhante que aconteceu no bairro Floramar onde um pitbull também atacou um viralata na porta de uma loja e foi socorrido por pessoas da comunidade.


4 comunidade

Novembro - 2019

Fotos: Marcos Silva / JCA

Eleitos os Conselheiros

Foto: Facebook

De olho na Câmara Diante da falta de representatividade junto ao poder público, principalmente nas demandas junto a Prefeitura, o movimento popular da regional Norte, com a participação de moradores e lideranças Foi publicado no Diário Oficial do Município (dia comunitárias estão se 11/10), o resultado do 9º Processo de Escolha dos reunindo com a perspectiva Membros dos Conselhos Tutelares de Belo Horizonte. A de apresentar um candidato eleição foi no dia 6 de outubro. Os cinco candidatos que da região e elegê-lo para obtiveram o maior número de votos em cada regional vereador em 2020. Na foram eleitos. avaliação do grupo, a Belo Horizonte conta com nove Conselhos Tutelares, regional Norte sofre por um para cada regional da cidade. Cada unidade conta não ter alguém que possa com cinco conselheiros totalizando 45 no município. Os representar e dar mandatos têm a duração de quatro anos, e os eleitos neste encaminhamento nas processo terão direito a um salário mensal de R$ demandas da região. 3.775,13. A regional Norte é Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte, foram conhecida no meio político registrados 46.619 votos, número 46% maior do que em por ser terra de ninguém. 2015, quando aconteceu a última votação. No período que antecede às Na Regional Norte foram eleitos: Laurinda eleições, aparecem na Aparecida de Jesus (na foto com o Deputado Carlos região políticos em busca Henrique-PRB); Ângela Cristina Silva Souza; Rosilda dos votos. Por outro lado, Cardoso da Silva; Vanda Alexandra da Silva; Gabriela surgem pseudo lideranças Teixeira Amorim. Os suplentes: Robson Itamar da Silva; articulando movimentos Juliana Ivani Martins Damasceno; Paula Roberta de comunitários ou Paiva CurcioSônia Fernanda Amaral Medeiros; Edson de promovendo “festinhas” Moraes. no intuito de aproximar dos moradores e criar uma relação com segundas intenções. A Vale informou que acionou, (31/10), de forma A proposta do grupo é preventiva, o protocolo de emergência em Nível 1 da subverter esta ordem e barragem Forquilha IV, localizada na Mina Fábrica, em Ouro transformar a atual Preto (MG), o qual de acordo com a Agência Nacional de realidade. A Região Norte Mineração (ANM), não requer a evacuação da população a jusante da barragem. precisa ter voz e deixar de A decisão é uma medida preventiva acordada com órgãos ser submissa ao político de defesa civil, devido a uma anomalia identificada na oportunista.

Vale informa

barragem durante inspeção de rotina. A barragem Forquilha IV não recebe rejeitos desde fevereiro deste ano. Na edição do mês de abril, o Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO deu a notícia, com exclusividade, sobre a possibilidade do rompimento das barragens em Ouro Preto e, que caso ocorra afetará bairros das regionais Norte e Nordeste. Os rejeitos chegariam pelo Rio das Velhas Amolalamos afetando o bairro Maria Tereza Alicates ao reter o ribeirão do Onça. Chaves e Reparos Segundo Edmar Gonçalves, integrante da em liderança do bairro Maria Fechaduras Tereza, os moradores não foram avisados do protocolo Waldomiro Lobo, 55 pela Defesa Civil como ficou Guarani acertado durante a simulação em maio deste ano. Onix Mall

VENDE-SE Lote de 200 MTS², garagem 3 vagas; 1lojinha 1 banheiro na garagem. Barracão c/ quarto; cozinha; banheiro; Área de serviço. Espaço para construir

R$110 mil 99995-2206

O Sertanjão realizou a Rua de Lazer ao lado do campo

Na Rua Graciliano Ramos as atividades foram organizadas pelos moradores que teve oficinas com as crianças

Dia da Criança Dois eventos marcaram o Dia das Crianças no bairro Tupi. No campo do Tupinense o Sertanejão FC realizou o seu tradicional festival esportivo com a rua de lazer. Enquanto os jogos, valendo troféu, eram realizados no campo, as crianças desfrutavam dos brinquedos armados na rua. Outro momento de lazer foi realizado por moradores, pelo segundo ano consecutivo, na Rua Graciliano Ramos. Por iniciativa de três moradoras: Andreia, Efigênia e Vanessa, que mobilizaram os moradores da rua e conseguiram doações para proporcionar o momento de lazer das crianças. Além das brincadeiras de rua, o grupo também realizou oficinas com as crianças. Andreia destacou a importância da união dos moradores que de pronto contribuíram na organização. “Neste ano a organização foi meio de improviso, na última hora, mas no ano que vem vamos planejar com antecedência”, diz Andreia. Na Praça Cândido Portinari a Igreja Batista do Bairro Tupi realizou a sua festa com sorteios de brindes e brincadeiras para as crianças.


saúde

Novembro - 2019

5

Projeto Bem-Vindo é implantado nos Centros de Saúde Foto: Marcos Silva / JCA

Falta ginecologista Há mais de sete anos o Centro de Saúde Guarani não tem médica ginecologista. A última que esteve lotada naquela unidade de saúde, durante este período em que permaneceu, ficou quase todo tempo de licença-médica e depois não retornou mais ao trabalho. A demanda das usuárias que precisam de ginecologistas é atendida pela equipe de enfermagem que dão o encaminhamento para os Centros de Especialidade Médicas. Segundo uma usuária, que pediu anonimato, ela se sente prejudicada no controle da saúde da mulher devido à falta de profissional especializada. RecenO Centros de Saúde passam oferecer atendimento durante 12 horas/dia

A Prefeitura de Belo Horizote divulgou os resultados do projeto Bem-Vindo, que começou a ser implantado por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em 2017. Objetivo do projeto foi qualificar os profissionais para melhorar as relações entre os servidores e os usuários dos Centros de Saúde. Foram capacitados mais de seis mil profissionais da saúde em 267 turmas. O subsecretário de Promoção e Vigilância em Saúde, Fabiano Pimenta, destacou que “o Bem-Vindo é uma das iniciativas mais importantes sob o ponto de vista de aprimoramento do SUS-BH. A atual administração vem conduzindo e dando o exemplo em uma questão extremamente relevante, para a população e para os trabalhadores nos dias de hoje, que é a cultura da paz. Ela vem permeando todas as prestações de serviço da nossa rede. É de fundamental importância, não só pelo olhar do trabalhador, mas também do usuário”. Composto por um conjunto de ações educativas para melhor abordagem e atendimento ao público externo, o

Bem-Vindo está implantado nas regionais Norte, Oeste, Pampulha e Venda Nova e, parcialmente, na Noroeste. A qualificação dos trabalhadores tem sido feita por meio de cursos, divididos por temas, como bom atendimento, cultura da paz, escuta ativa, segurança e gestão de conflitos. Os problemas enfrentados pelas unidades eram semelhantes, como ruídos na comunicação, conflitos entre usuários e trabalhadores na recepção, e falta de fluxos definidos. Na avaliação da Prefeitura após o Bem-Vindo, as intervenções geraram bons resultados, como a redução de conflitos, satisfação da comunidade com o serviço prestado, redução de queixas nas ouvidorias e melhoria na comunicação entre os servidores e a população. A meta do projeto é capacitar cerca de 14 mil trabalhadores da saúde. Até o final deste ano, o projeto será implantado no Barreiro e, em 2020, nas regionais Leste, Nordeste e Centro-Sul.

Saúde na Hora A partir de 11 de novem-

bro o Centro de Saúde Guarani passa funcionar de 7h até às 19 horas de segunda à sexta-feira. O funcionamento estendido só foi possível depois que a Secretaria Municipal da Capital aderiu ao programa Saúde na Hora do governo federal. Depois da adesão, os centros de saúde que recebiam R$ 21,3 mil para custeio de até três equipes de Saúde da Família passam a receber R$ 44,2 mil caso optem pela carga horária de 60h semanais, o que representa um incremento de 106,7% ao incentivo de custeio. Ainda com a opção de funcionamento por 60h, caso a unidade possua atendimento em saúde bucal, o aumento pode chegar a 122%, passando de R$ 25,8 mil para R$ 57,6 mil. No Centro de Saúde Guarani o acréscimo foi destinado ao aumento de funcionários da área administrativa e de manutenção, no caso a unidade de saúde passará a contar com dois faxineiros. Os usuários têm reclamando que o centro de saúde está muito sujo. Atualmente só tem um faxineiro.

temente uma médica do Centro de Saúde do Campo Alegre manifestou interesse em ser transferida para o Centro de Saúde Guarani, porém teve o seu pedido indeferido. A Comissão Local de Saúde encaminhou um abaixo-assinado para o gabinete do prefeito Alexandre Kalil pedindo providências para solucionar o problema. Existia uma expectativa de que com a adesão da Prefeitura ao Projeto Saúde na Hora o problema fosse resolvido. O Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO solicitou informações junto à Secretaria de Saúde, mas até o fechamento desta matéria não tivemos resposta.


6

geral

Novembro - 2019

Como regularizar imóvel de pessoa falecida

Aquecimento e energia solar oferecem mais economia

Nayara Caetano Foto: Divulgação

A HM Aquecedores dá consultoria e instala aquecedores solar, também tem aquecedores a gás

As constantes alterações nos preços e cobranças extras de bandeiras tarifárias têm assustado a população no que se refere ao custo de energia elétrica. No dia 25 de outubro, a Agência Nacional de Energia Elétrica - (ANEEL) anunciou que as contas de luz passaram para patamar 1, bandeira tarifária vermelha. A cada 100 quilowatts serão somados mais R$ 4,19 de taxa extra. Anteriormente vigorava a bandeira amarela que com a taxa R$1,50 a cada 100 kWh hora consumidos. A alternativa para reduzir o custo de energia elétrica é o aquecimento e a energia solar, que tem conquistado os consumidores. O ferroviário aposentado Rui Santana recorreu ao aquecedor solar para minimizar as despesas da casa no consumo da conta de luz. Ele optou pelo sistema de banho que está instalado há seis meses na casa dele. “A minha conta de luz passou para R$ 70,00 por mês desde que instalei o aquecedor”, diz o morador do bairro Tupi ressaltando que valeu o investimento. Outro morador do Tupi que viu a redução no consumo de energia na sua residência foi Selvio de Paula. Ele conta que

o valor da conta da sua casa caiu 30% no preço final. Selvio aproveitou o embalo da economia e trocou as lâmpadas incandescentes da casa para de LED, para diminuir mais um pouco o consumo de energia.

Prática Sustentável Além de benéfica para o bolso dos consumidores, a iniciativa de uso da energia ou aquecimento solar é considerada uma prática sustentável. É importante ressaltar que energia solar e aquecimento solar são sistemas diferentes, explica Henrique Evandro Martins, diretor da HM Aquecedores que está no mercado há nove anos. “A energia solar será gerada em usinas fotovoltaicas e aquecimento solar, tem o nome técnico de Energia Térmica, que aquece a água mantida em reservatório térmico.” Ambas são geradas de forma limpa e renovável, reduzindo eventuais danos ao meio ambiente e diminuindo significativamente a emissão de CO2 na atmosfera. O cuidado com o meio ambiente é um compromisso da sociedade de um modo geral. Para instalar o equipamen-

to de aquecimento solar requer um procedimento tranquilo com pouquíssima intervenção de obras no banheiro, o que é mais usado, mas pode ser distribuída para cozinha ou lavanderia. A parte hidráulica é especial para receber a água quente porem não tem quebradeira na parede do banheiro. A maior parte do serviço de instalação é feita na parte externa da casa. Henrique dá uma dica para quem pretende construir ou reformar o banheiro, que é já fazer a instalação hidráulica para água quente “mesmo que não vai instalar o equipamento agora, nós damos todas as orientações técnicas, facilita o trabalho depois”. Henrique recomenda atenção na hora da escolha dos equipamentos e da empresa que vai executar o serviço. Importante conferir se é certificado pelo INMETRO, Procel e QualiSol, órgão este que certifica os equipamentos do setor. A durabilidade dos equipamentos é de até 20 anos, com as devidas manutenções, mas as garantias são de cinco anos, já os serviços de instalação têm garantia de seis meses. Para instalar um equipamento em uma residência são dois dias em média.

O imóvel de pessoa falecida deverá ser incluído em um Processo de Inventário, por ser esse o meio apropriado para tornar público o óbito do proprietário, bem como os bens que a pessoa deixou em seu nome, herdeiros e sucessores. O processo de inventário deve ser representado por um advogado, que vai orientar e ajudar a decidir sobre qual modalidade adotar, seja o Inventario Judicial ou Extrajudicial (realizado em cartório de notas – normalmente mais rápido). Deve-se ficar atento, pois a demora em dar início ao inventário pode acarretar prejuízo financeiro para a família do falecido, que terá que pagar multa, correção e juros de mora referentes ao ITCMD (imposto de transmissão causa mortis). Sendo assim, geralmente, o meio adequado para regularizar imóvel de pessoa falecida é a realização do Inventário. Porém, existem situações em que a pessoa compra o imóvel e antes de realizar a transferência de propriedade dele, o antigo proprietário vem a falecer. Existem, também, situações em que a pessoa quer vender um imóvel e não consegue porque é coproprietário de pessoa falecida. É necessário ter em mente que cada caso é um caso e somente um profissional adequado poderá, de posse de documentos e informações sobre o imóvel, determinar qual a melhor estratégia, de forma a minimizar os riscos e os custos de acordo com cada necessidade. Tem alguma dúvida? Entre em contato, envie sua dúvida por e-mail. Se você gostou do nosso conteúdo, compartilhe! Vamos levar informação aos nossos amigos e familiares. Advogada | (31) 99632-7794 nayaracaetano@caetanomoreira.com.br

Coluna do Altivo O CALDO DE CARNIÇA Moro a 19 anos na Rua Clovis de Castro Nº 125, bairro Floramar. Não passei um ano sem caldo de carniça na caixa d’água em minha casa. Caldo de carniça de cachorro morto, caldo de caniça de pessoas mortas, caniça que não deu para identificar, mas nunca passou um ano sem o caldo de carniça. Cancei. Como eu conheço o meu prefeito, bom administrador, onesto, inteligente, não deixa de falar e disposto a resolver os problemas que afligem a sociedade. Peçovos a gentileza de verificar a possibilidade de resolver essa pendência social. Aqui em Belo Horizonte eu não sei se existe segurança nos reservatórios de tratamento d’água, mas em muitas cidades grandes do Brasil, além da segurança para proteger o líquido precioso de prováveis maufeitores, os administradores colocam na boca dos grandes canos coletores e distribuidores uma grade, tipo peneira de aço para chupões não chupem os animais, nem os engraçadinhos que gostam de nadar em lugar que eles não tem direito nem passar perto. Como a água aqui vem de outros municípios, o senhor prefeito pode sugerir ao senhor diretor da Copasa criar uma lei estadual dura contra prováveis maus feitores que nadam e jogam animais mortos em reservatórios d’água. Como eu sei que a direção da Copasa talvez tem deixado a fiscalização nas mãos de pessoas em que ele confia e essas pessoas possam estar descuidando à noite e nós estamos pagando o pato como eu sei que vossa excelência tem autoridade para despertar o sono de alguém, puxando seu travesseiro quando o seu sono é profundo, peço providência junto ao Estado para alguém possa fiscalizar nosso precioso líquido e chegar puro em nossas caixas.

Altivo Alves - Poeta e escritor (31) 97179-2320 Publicado conforme original por orientação do autor/contratante


Novembro - 2019 Redação redacao1@comunidadeemacao.com.br

classificado 7 Saiu a primeira ganhadora do sorteio do Achei!ZN

Foto: Marcos Silva / JCA

Marco Aurélio, Lojão do 12, parceiro do ACHEI!ZN, com a Bruna Cattoni e família

O app ACHEI!ZN sorteou um relógio Star Watch entre aquelas pessoas que baixaram o aplicativo para o seu smatphone. O relógio, o Star Watch é um aparelho celular que funciona separado ou sincronizado com smartphone. A ganhadora da promoção foi Bruna Cattoni, moradora do bairro Tupi. A entrega do relógio foi no Lojão do 12, na Rua Furquim Werneck, parceira do Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO, que também presenteou Bruna com um vale-brinde da loja. O próximo sorteio será de um Tablet de 7 polegadas. Para participar é simples, baixe o app na Play Store para o seu smartphone. No ícone do sorteio preencha formulário e responda as perguntas. Importante que o usuário mantenha o aplicativo instalado no celular, pois será por ele que o ganhador será informado do sorteio. Para instalar o app ACHEI!ZN basta seguir estas instruções na imagem ao lado.

O que é o ACHEI!ZN O aplicativo (app) ACHEI!ZN é um guia comercial online que facilita ao consumidor encontrar vários segmentos do comércio e prestadores de serviços locais separados por seção. Tudo fica na palma da mão do consumidor que pode interagir pesquisando e negociando pelo smartphone. Das diversas funcionalidades do ACHEI!ZN, duas funções se destacam no aplicativo: o usuário pode interagir com o lojista/prestador de serviços pelo whatsapp sem precisar ter o número do lojista/prestador salvo na lista de contatos ou visitar as redes sociais. A outra, é que o aplicativo funciona em off-line, sem consumir a internet depois do primeiro acesso. O app ACHEI! ZN foi desenvolvido pelo Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO, trata-se de um aplicativo onde o consumidor interage diretamente com o lojista da Zona Norte. O aplicativo está disponível de graça no Play Store do Google em uma versão simples que será aperfeiçoada de acordo com as opiniões e sugestões dos usuários.

É FÁCIL INSTALAR


8

esporte

Novembro - 2019 Redação Esporte

Adote um Complexo Esportivo, Quadra e Campo de Futebol

Fotos: Marcos Silva / JCA

A Praça Cândido Portinari no Tupi tem quadra quadra poliesportiva está abandonada

U

ma parceria entre o município e a iniciativa privada poderá contribuir na conservação, recuperação e manutenção de quadras poliesportivas e campos de futebol da cidade. O Projeto de Lei 836/2019 recebeu parecer favorável em 1º turno da Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo da Câmara Municipal da Capital. A proposta é semelhante ao programa Adote o Verde, da Prefeitura em que empresários colaboram na manutenção de parques, praças e jardins e as empresas expõe suas marcas em placas. De acordo

com o projeto, as benfeitorias serão incorporadas ao patrimônio do Município que em contra partida cede paras as empresas o direito de expor suas marcas no local. Com esta atitude fortalece a boa convivência com a comunidade e a práticas esportivas. O projeto, que tramita em primeiro turno, foi aprovado pela Comissão de Legislação e Justiça, deverá receber emendas para estabelecer regras específicas para a implantação de publicidade da empresa ou instituição adotante no espaço adequado, uma vez que o texto permite a colocação de placa indicativa de convênio com a PBH.

esporte@comunidadeemacao.com.br

Torneio Corujão

Vasco é o campeão O time do Vasco venceu por 3X1 o Inter da Capital e levou pela segunda vez o título para Esmeraldas. Foram dois gols no primeiro tempo e um no segundo tempo. O Inter marcou o seu gol de honra cobrando a penalidade máxima aos 37 minutos do segundo tempo do jogo. Danielzinho e Luiz deram início à vitória da equipe de Esmeraldas. Na etapa final, Lili, de pênalti, fez o terceiro gol da partida. O Tupinense foi desclassificado em jogo da semifinal contra o Vasco em disputa de pênaltis, 4X2, depois do empate sem gols no tempo normal. O Tricolor da Zona Norte fez uma boa campanha no torneio, mas não foi o suficiente para chegar à final. Outro clube da Zona Norte que disputou o Torneio Corujão, torneio promovido pela Rede Globo com apoio da FMF, foi o Nacionalense do conjunto Felicidade. Com o título da 16ª edição o Vasco garantiu vaga para etapa nacional da 2ª Taça Kaiser Brasil em janeiro de 2020.

Profile for comunidadeemacaobh

Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO Edição 204 | Novembro 2019  

Jornal COMUNIDADE EM AÇÃO Edição 204 | Novembro 2019  

Advertisement