Page 1

JORNAL DA

Notícias do Comércio, Serviços e Indústria de Imperatriz

ACII novos associados

Conheça o perfil dos quatro novos associados do mês de julho . pÁGINA 06

Agosto de 2013

Impostos

CACB lamenta veto presidencial ao fim da multa sobre o FGTS pÁGINA 02

Ano III. Edição 26 Jornal da ACII Distribuição Dirigida

Mercado imobiliário de Imperatriz continua aquecido "O bom momento tem proporcionado a criação de eventos e espaços voltados ao setor, como o HabitaSim da Fecoimp 2013"

Secretário Estadual do Desenvolvimento da Indústria e Comércio fala sobre o apoio a Fecoimp 2013. pÁGINA 08

Projeto da Suzano avança no Maranhão pÁGINA 10

Senai e Sesi lançam edital para incentivar projetos de inovação pÁGINA 07


2 | jornal da acii | agosto de 2013

Economia INDÚSTRIA

Confiança na indústria do Maranhão recua em julho, aponta pesquisa

Estudo da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão - Fiema mostra que o índice de confiança na Indústria maranhense recuou em julho, em comparação ao mês anterior. Numa escala que vai até 100, a pesquisa apontou índice de confiança de 55,7 pontos, corres-

pondente a “otimismo moderado”, em quanto em junho o índice foi de 61,9. Índices abaixo de 50 pontos sinalizam pessimismo. De acordo com a pesquisa, esse índice reflete o atual momento econômico do País, quando se dá a retração das atividades dos setores

das indústrias de extração, transformação e construção. No Brasil, o índice de confiança foi menor, de 49,9 pontos, apontando, portanto, pessimismo; no Nordeste, o índice é de 53,3 pontos. Os dados fazem parte da pesquisa “Índice de Confiança do Empresário Industrial do Maranhão”, elaborada mensalmente pela Fiema, por meio do Núcleo de Pesquisas Econômicas. O estudo utiliza os resultados da Sondagem Industrial da Confederação Nacional da Indústria - CNI, aplicada no Maranhão e nos demais estados da Federação. O índice é obtido a partir da pon-

deração dos resultados referentes às condições atuais e expectativas dos empresários em relação à economia brasileira, ao estado e à empresa. (com informações da FIEMA) Gráficos: FIEMA

TRIBUTOS

CACB lamenta veto presidencial ao fim da multa sobre o FGTS A Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) lamenta o posicionamento do governo federal quan-

to ao fim da multa de 10% sobre o FGTS dos demitidos sem justa causa. A entidade mantém seu posicionamento na luta pela derrubada

da multa. O presidente José Paulo Dornelles Cairoli enviou posicionamento para todas as filiadas nesta

quinta-feira (25) a fim de manter a mobilização e discutir os próximos passos do movimento pela reforma tributária.

Carta do Presidente da CACB Apesar de nossa mobilização, esforço e pressão para derrubar a multa de 10% sobre o FGTS dos demitidos sem justa causa, numa vigorosa corrente de união, a presidenta Dilma Rousseff vetou a decisão dos deputados e manteve a multa. Lamentamos a posição do

governo federal e vamos nos reorganizar para continuar lutando pela causa, justa e necessária para nossos filiados e pela manutenção dos empregos. Indícios apontavam para o veto da presidenta Dilma. Mesmo assim não desanimamos e continuamos a fazer pressão. Este assunto

PRESIDÊNCIA

DIRETORES

Euclides Antonio Viêra Presidente

Ademar Mariano Ribeiro Alair Chaves Miranda Antonio Raimundo da S. Torres Armando Machado Cardoso Carliomar Viana Barros Carlos Alcione Lopes Lucena Carston Costa Holthouser Celso Tomé Rosa Júnior Dircilene L. Cavalcante Angnes Edmar de Oliveira Nabarro Ely Puente dos Santos Filho Francisco de Assis Miranda Gilson de Sousa Kyt Guilherme Maia Rocha Hélio Rodrigues Araújo Joanas Alves da Silva

Jairo Almeida dos Santos Vice-Presidente jornal INFORMATIVO DA ACIi. Ano 3. N.26 Distribuição Dirigida. Agosto de 2013. Venda Proibida. ACII - Rua Bom Futuro, 455. Centro. Imperatriz (MA). CEP: 65.901-390 Tel: (99) 3525.3400

Ricardo Germano Zenkner 1º Secretário Euvaldo Lopes de Sousa Secretário Adjunto André Luís Cal Muiños 1º Tesoureiro Sued S. de Vasconcelos Tesoureiro Adjunto

não sai de nossa pauta e, oportunamente, vamos traçarmos os próximos passos do nosso movimento em busca do fim da multa. Quero agradecer a todos pelo empenho e mobilização, com a tranquilidade de quem fez sua parte e fazer uma nova convocação no sentido de continuarmos mobiliza-

João Neto Franco Joçara Felipe de Paula José Almir de Sousa José Francisco Borsoi Toledo José Roberto Fernandes José Zanchett Jurandir Teixeira da Silva Kleiton Roberto Lira Silva Leornado Leocádio de Sousa Luiz Carlos Salani Marcos Antônio Silva Camelo Solange Zavarize de Almeida Conselheiros Fiscais Titulares: Vilson Estácio Maia Hassen Yusuf Atenágoras Reis Batista

Suplentes: Pedro Carlos Duarte Paulo Jusenir Giacomim Absay Macedo Rocha Jaidelice Leles Gerente Executiva Adriano de Almeida Jornalista Responsável Oséias Miranda Executivo da ACII Textos, Revisão e Fotos: Adriano de Almeida Linara Fernanda Tasso Assunção

dos.

É importante reforçar nossa posição de lamento pela decisão da presidenta e lembrar que a representação de nossas entidades deve se manter em sintonia com as nossas lutas. José Paulo Dornelles Cairoli Presidente

Venda de Espaços Publicitários Maria Delma (99) 9109.4550

CONTATO ASCOM - ACII (99) 3525 - 3400

WWW.ACIIMA.COM.BR

Eva Nascimento (99) 9109.4517 Rosy Cesar (99) 9109-4472

WWW.FECOIMP.COM.BR Impressão: Gráfica Tauá (99) 3523-3228


agosto de 2013 | jornal da acii | 3

Festividades comércio

Dia dos Pais movimenta comércio local Confira os números da pesquisa da Fecomércio para a data Pesquisa realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão - Fecomércio prevê um cenário otimista para o Dia dos Pais. Quase 85% dos entrevistados planejam comprar algum presente na data. Entre os itens mais procurados estão sapatos, carteiras e cintos, que representam 14,8% das intenções de compras, seguidos por relógios e outros itens de vestuário, que ficaram empatados em segundo lugar, com 12,4% das intenções cada. As mulheres foram as que mais demonstraram disposição para presentear os pais (85,5%), seguidas de perto pelos homens (84,3%). No que se refere à idade, os mais jovens são, segundo a pesquisa, os mais dispostos a comprarem. Na faixa etária entre os 18 e 25 anos, 90% declara-

ram que pretendem presentear os pais. Esse número diminui a medida que a idade avança. Na faixa entre os 25 e 34, o percentual cai para 87,7%, chegando a 81,2% entre os entrevistados acima de 35 anos. A pesquisa mostrou, ainda, que o preço médio dos presentes é 167 reais. Mais da metade dos entrevistados (50,9%) afirmaram que comprarão presentes de valor entre 100 e 150 reais. Os que pretendem gastar de 151 a 200 representam 24,5% do total de entrevistados. Os locais mais citados para compras foram o centro comercial (calçadão) e os shopping centers, com 42,7% e 23,2%, respectivamente. A pesquisa ouviu seiscentas pessoas acima de 18 anos nos principais pontos comerciais de Imperatriz. A margem de erro é de

3,7% para mais ou para menos. A pesquisa de Intenção de compras é organizada pela Fecomércio - MA, com o apoio da Associação Co-

mercial e Industrial de Imperatriz, da Faculdade Santa Terezinha e de sindicatos da região.


4 | jornal da acii | agosto de 2013

Feira EVENTO

Sebrae leva empresários de Imperatriz a feira internacional de panificação

No período de 22 a 25 de julho, uma caravana formada por 12 empresários de Imperatriz participou da Feira Internacional de Panificação, Confeitaria e Varejo Independente de Alimentos – Fipan 2013, que foi realizada durante o período na capital paulista. A Fipan é uma das principais feiras voltadas para a promoção de negócios do setor de alimentação fora de casa, constituindo um importante meio entre a indústria e as áreas transformadoras. Durante os três dias de realização do evento, os empresários ficaram por dentro

das novidades sobre inovação, tecnologia, atualização empresarial e modernidade nos modelos de gestão. O gestor do projeto Desenvolvimento da Indústria na Região Tocantina, desenvolvido pela Regional do Sebrae em Imperatriz, Marcos Chagas, informa que o setor da panificação cresce expressivamente a cada ano, representando 2% do PIB brasileiro, crescendo mais de 11% ao ano. Segundo ele, a edição 2013 da Fipan ultrapassou os R$ 800 milhões em negócios, recebendo um público visitante estimado em mais de 62 mil pessoas.

“A missão foi muito proveitosa, com reuniões diversas com instituições e empresas de todo o Brasil, que buscaram nos fornecer informações necessárias para a realização de um trabalho de parceria, além de negócios”, destacou o gestor do Sebrae. Os empresários imperatrizenses chegaram a fechar negócios alcançando a cifra de R$ 70 mil em aquisição de equipamentos para as suas empresas e fizeram uma visita técnica a Empresa Le Bom Pain, indicada pelo Sebrae Nacional como referência em processos tecnológicos e empresa modelo na

área de congelados. “Esta visita foi uma demanda solicitada pelos empresários”, observa Chagas. O presidente do Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria de Imperatriz, Clinewton Dias dos Santos, ressalta que o evento teve seu foco voltado para os negócios, visando atender as demandas do setor, apresentando novidades para os profissionais presentes. “Os resultados foram proveitos, conseguimos atingir os nossos objetivos e fecharmos importantes negócios”. (Assessoria SEBRAE).


agosto de 2013 | jornal da acii | 5

Educação TRÂNSITO

Dia do motociclista é comemorado com ações de incentivo a educação no trânsito Na data de 27 de julho foi comemorado o Dia do Motociclista. Para celebrar a data, algumas concessionárias do Brasil incentivam os pilotos com dicas visando educação para a melhoria no trânsito. A representante da marca Honda em Imperatriz, a Motoca, compartilhou essas ideias e investiu na campanha “Harmonia no Trânsito”, que consiste em dicas de pilotagem, manuseio básico da motocicleta e questões de segurança para os colaboradores da empresa. O piloto Dellan Dias se-

gue de perto o trabalho da Motoca e diz que aprova a iniciativa. “Eu aprovo, pois harmonia no trânsito preserva vidas e tranquilidade para andar de moto”. A motociclista Aureatriz Guedes tem a mesma opinião. “Eu aprovo a nobre iniciativa e creio que seria muito interessante envolver mais empresas nessa ideia”. A data comemorativa é incluída no calendário nacional por meio do projeto de Lei de autoria do Deputado Federal Alcides Franciscatto, no início da década de 1980. Hoje, mais

de trinta anos depois da criação, a data é lembrada ainda pelas vantagens e facilidades de ter uma moto. A moto é muito mais leve do que o carro, consequentemente, é muito mais ágil aos comandos do piloto. Além disso, o piloto tem uma visão panorâmica de toda a via, enquanto que dentro do carro, o motorista tem uma visão muito limitada. As motos são econômicas, tanto no consumo quanto na manutenção. São mais rápidas no trânsito urbano, são peque-

nas, podem ser estacionado em qualquer lugar. Vendas - Só no mês de Junho foram vendidas mais de 100 mil motocicletas em todo o Brasil, número este que representa um aumento de 0,84% se comparado ao mesmo período de 2012. Além desse fator, comemoram-se também as facilidades das linhas de crédito oferecidas ao consumidor e planos que ofertam até mesmo o emplacamento gratuito.


6 | jornal da acii | agosto de 2013

Associados BOAS VINDAS

ACII dá as boas vindas aos novos associados A Associação Comercial e Industrial de Imperatriz dá as boas-vindas a três novos as-

sociados nesse mês de julho. Confira um pouco de cada empresa:

Bem Estar Comércio e Serviços

E-comércio

Com seis meses de atuação, a empresa é especializada em limpeza comercial, residencial e predial. Realizando ainda, trabalho de tratamento de pisos e terceirização de mão de obra na área de limpeza para micro, pequenas e médias empresas. Atualmente a Bem Estar conta com 6 profissionais que trabalham na parte operacional, fora o administrativo. Para a Diretora Comercial, Cristiana Araújo, a empresa surgiu num momento que Imperatriz passa por mudanças, com a vinda de pessoas de fora e a chegada de grandes empresas que demandam esse tipo de serviço. Para ela a nova lei das empregas domésticas contribui, também, para que a Bem Estar fosse criada, uma vez que o serviço de limpeza é necessário, mas nem todo mundo precisa ou pode pagar uma empregada doméstica com todos os encargos que a nova lei trouxe. Em relação, a escolha por se associar a ACII, Cristiana Araújo afirma que é importante para as empresas que queiram se firmar no mercado, que o associativismo traz muitas vantagens “Como associado à Associação Comercial temos acesso a toda uma network de empresas, além dos contatos, queremos fazer parte da transformação que Imperatriz está vivendo, e a associação permite que participemos disso”.

Fundada em 2012, a empresa é uma agência digital voltada para o atendimento de empresas que queiram expor sua marca na rede mundial de computadores. A E-comércio oferece, ainda, serviços digitais, tais como a criação de peças e campanhas on line, a criação de websites e o gerenciamento de redes sociais, entre outros. A empresa é especializada em listas digitais e mantém um guia on line, o www.ecomercio.com, onde é possível localizar empresas de vários segmentos de Imperatriz. A E-comércio se prepara para lançar, também, em breve, aplicativos voltados para sua área de atuação. Para o diretor-executivo da empresa, Washington Oliveira, o mercado de Imperatriz tem crescido muito nos últimos anos, com o aumento do acesso a internet. Para ele, associar-se à Associação Comercial e Industrial de Imperatriz é um passo importante para quem quer empreender na cidade “A associação é umas das principais entidades do mercado regional. Hoje se você quer colocar qualquer empreendimento na cidade, o lugar que deve procurar, com as pessoas mais qualificadas, com informações do mercado de Imperatriz, é a Associação Comercial; então, com isso, tivemos a iniciativa de nos associar para entrar de fato no mercado de Imperatriz”, afirma Washington.

Equipe da Unifutura, empresa é uma das quatro novas empresas associados

Flex Viagens Com sede em Açailândia - MA, a empresa atua há quatro anos no mercado. Especializada em planejamento e gerenciamento de viagens, a Flex Viagens possui uma filial em Santa Inês e se prepara para abrir nova unidade em Imperatriz. A empresa atende tanto clientes individuais como corporativos. A Flex viagens disponibiliza serviços exclusivos para empresas, como acompanhamento de viagens realizadas por colaboradores de empresas e elaboração de relatórios de despesas.

Unifutura

Presente há um ano em Imperatriz, a Unifutura é especializada em capacitação profissional. A escola oferece cursos de formação nas áreas da administração, informática e tecnologia e marketing. As aulas são interativas e presenciais,

os cursos são de curta duração, variando de 4 a 15 meses, dependendo do pacote escolhido pelo aluno. Além das aulas e do material didático, a Unifutura oferece ainda orientação profissional, com cursos e palestras sobre como planejar a carreira, marketing pessoal e sobre como proceder em entrevistas de emprego. Os interessados nos cursos da escola podem realizar aulas demonstrativas e orientação profissional de forma gratuita. Para a coordenadora pedagógica da Unifutura, Daniela Rodrigues Sousa, a parceria com a Associação Comercial traz muitos benefícios para empresa. “É muito importante essa parceria para a divulgação da nossa marca. Ser associado tem muitos benefícios, toda a estrutura e serviços da associação ajudam no nosso trabalho”, declara.


agosto de 2013 | jornal da acii | 7

Inovação Incentivo

Senai e Sesi lançam edital para incentivar projetos de inovação FOTO: Veruska Oliviera/Ascom-Fiema

Senai e Sesi lançam edital para incentivar projetos de inovação O Sistema Fiema, por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Serviço Social da Indústria (Sesi), abriu inscrições para o edital Senai Sesi de Inovação. O edital foi lançado nacionalmente no final de julho, por meio de uma videoconferência. O edital disponibiliza R$ 30,5 milhões para financiar de projetos de inovação desenvolvidos por empresas em parceria com o Senai e com o Sesi e para bolsas de pesquisa em Desenvolvimento Tecnológico e Industrial (DTI) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Desse total de recursos do edital, R$ 20 milhões são para projetos com o Senai; R$ 7,5 milhões para projetos com o Sesi; e R$ 3 milhões em bolsas de pesquisa. A ação visa incentivar a inovação tecnológica em saúde, segurança, qualidade de vida e educação, por meio do desenvolvimento de produtos, processos e serviços inovadores em toda e qualquer empresa do

setor industrial, além de despertar a cultura da inovação na indústria brasileira. O edital Senai/Sesi de Inovação está dirigido às empresas que desejam desenvolver e implementar um projeto inovador que gere novos negócios, promova a melhoria na produtividade ou impacte positivamente nas condições de trabalho e qualidade de vida dos seus trabalhadores. O aporte de recursos por projeto pode chegar a R$ 300 mil. Já os projetos em parceria, ou seja, aqueles desenvolvidos conjuntamente com Senai e Sesi, têm limite de recursos de até R$ 400 mil por projeto. Para o presidente da Fiema, Edison Baldez das Neves, o edital Senai Sesi de Inovação é uma ferramenta que serve para ampliar a competitividade da indústria maranhense. “A missão do Sistema Fiema é promover ações para a competitividade e desenvolvimento sustentável da indústria maranhense por meio da ampliação de um ambiente favorável aos interesses industriais. E este edital é uma das ferramentas que estamos usando para isso”, Observou Baldez.

Representantes de mais de 60 entidades e empresas no lançamento do Edital Senai Sesi de Inovação

No Maranhão, a meta do Senai é inscrever pelo menos 15 projetos neste edital. “Estamos investindo fortemente para que o Senai também seja referência em tecnologia e inovação no Maranhão. Para chegar a este patamar é investir na qualificação do nosso pessoal, na identificação de quem tem perfil para inovação e nos aproximando mais da academia para estabelecer canais e diálogo, numa interação com o Instituto Euvaldo Lodi (IEL)”, afirmou o diretor regional do Senai e superintendente do IEL, Marco Antonio Moura. Para a superintendente do

Sesi, Rosely Ramos, a inovação deve estar presente em todos os processos que resultam ganho de qualidade de vida. “Vamos inscrever projetos de inovação transversais, que gerem transformações no trabalhador da indústria de hoje e do futuro.”, disse. As inscrições estão abertas até o dia 30 de setembro e podem ser feitas no site www.portaldaindustria.com.br Serão avaliados o potencial inovador, o plano de negócio e a viabilidade econômica dos projetos inscritos. Os vencedores serão conhecidos em 13 de dezembro. (Assesoria FIEMA)


8 | jornal da acii | agosto de 2013

Fecoimp PARCERIA

Sedinc participará da 13° edição da Fecoimp FOTO: sedinc

Os principais investimentos em implantação no Maranhão, além dos programas Maranhão Profissional e ProMaranhão, serão apresentados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Sedinc), durante a 13ª Feira do Comércio e Indústria de Imperatriz (Fecoimp), a ser realizada no período de 18 e 21 de setembro, no Centro de Convenções de Imperatriz. Considerada a maior feira de negócios da região tocantina, a Fecoimp é promovida pela Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII). O evento tem por objetivo oferecer um ambiente de negócios por meio da exposição de produtos do comércio, indústria, serviços locais, regionais e nacionais, além de estimular a capacitação por meio de palestras de cursos. Para o secretário de Estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Maurício Macedo, a Fecoimp é um estímulo aos negócios em uma região que apresenta forte crescimento econômico. “Esta é uma feira reconhecida nacionalmente entre as feiras realizadas no

Secretário Estadual do Desenvolvimento da Industria e do Comércio, Maurício Macedo

Brasil e é uma oportunidade para se realizar grandes negócios”, observou. O secretário destacou, ainda, que Imperatriz é um grande centro econômico, muito importante para o Estado, pois está recebendo investimentos de grande porte, como exemplo a Suzano Papel e Celulose, que investe cerca de R$ 5 bilhões, em projeto de produção de celulose; o Centro de Servi-

ços da Mesto; Eka Chemicals; Air Liquide - as duas últimas contam com incentivos do Governo por meio do programa ProMaranhão. A cidade de Imperatriz já conta com um Distrito Industrial, que foi revitalizado em 2011 pela Sedinc com o objetivo de atrair empresas para o município. Mauricio Macedo cita importantes empreendimentos como o complexo de

produção de suplemento mineral do Grupo Matsuda, a indústria de cerâmicas Icenossa, Topázio Estofados, Metso, além da unidade regional da Embrapra, todos instalados no distrito industrial. O estande da Sedinc é com a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) que administra o Porto do Itaqui. (Assessoria SEDINC)


agosto de 2013 | jornal da acii | 9

Fecoimp habitasim

Mercado Imobiliário de Imperatriz continua aquecido O bom momento tem proporcionado a criação de eventos e espaços voltados ao setor, como o HabitaSim da Fecoimp 2013.

Imperatriz tem despontado nos últimos anos no cenário regional na área da construção civil. Quem anda pelas ruas da cidade não tem muita dificuldade em encontrar obras comerciais e residenciais em andamento. Anúncios de novos empreendimentos estão presentes em outdoors, jornais e panfletos distribuídos nas ruas. Esse cenário positivo tem propiciado a criação de espaços e eventos específicos para o setor. Nesse ano, por exemplo, a cidade ganhou a primeira feira dedicada a esse mercado. Realizada em maio, a I Feira de Imóveis de Imperatriz movimentou 16 milhões de reais e deve ganhar uma segunda edição em 2014. A tradicional Feira do Co-

mércio e Indústria de Imperatriz - Fecoimp, o maior evento do gênero na região, também investirá nesse segmento. O evento, que acontece entre 18 e 21 de setembro, terá nesse ano um espaço dedicado exclusivamente ao setor de habitação e construção civil. Chamado HabitaSim, o ambiente vai reunir grandes construtoras, imobiliárias e demais empresas do setor. A expectativa é grande em torno do HabitaSim, os participantes apostam nos bons resultados do mercado atual e esperam que a Feira atraia novos clientes. A Fecoimp deve receber aproximadamente 35 mil pessoas. Para Ademar Mariano, empresário e Diretor para Assuntos Imobiliários da ACII,

que atua há mais de 35 anos nesse mercado, a cidade vive um bom momento econômico. O empresário credita o bom momento à consolidação da cidade como polo universitário e aos investimentos públicos e privados que a cidade vem recebendo nos últimos cincos anos. Ademar Mariano ressalta a importância de eventos e espaços próprios voltados ao setor “Eu acho que o espaço é oportuno, nós devemos participar. Acreditamos que é uma mostra importante do mercado imobiliário. Quem participar com certeza terá um retorno assegurado”, afirma o

empresário. Os números da Imobiliária Ademar Mariano e Ronierd Barros confirmam o boom imobiliário que Imperatriz está vivendo. Para se ter uma ideia, a empresa vendeu, em apenas 19 dias, 60 unidades de um condomínio de alto padrão e, em cinco meses, todas as salas de um empreendimento comercial de escritórios. Nesse cenário, as empresas precisam investir em divulgação e o espaço como o HabitaSim proporciona visibilidade e, consequentemente, novas vendas e clientes.


10 | jornal da acii | agosto de 2013

Indústria Projeto da Suzano no Maranhão avança Construção da fábrica já atinge quase 88% e a colheita do eucalipto já começou FOTO:Assessoria suzano

A construção da nova unidade industrial da Suzano Papel e Celulose na cidade de Imperatriz, no Maranhão, atingiu 87,4% do avanço físico geral da obra em junho. A unidade está com 95,3% das obras de infraestrutura concluídas; 94,1% da construção civil já implantada e 59,9% da montagem eletromecânica implementada. Com o início da operação previsto para o quarto trimestre deste ano, a fábrica terá capacidade de produção de 1,5 milhão de toneladas de celulose de eucalipto, volume que será direcionado, prioritariamente, para abastecer os mercados europeu e norte-americano. O investimento industrial estimado é de US$ 2,3 bilhões. Colheita de madeira A Suzano Papel e Celulose acaba de iniciar a colheita de madeira para suprir a nova Unidade Imperatriz. Ao todo, já são 45 colaboradores atuando em campo nos municípios de Vila Nova dos Martírios e São Francisco do Brejão (MA) na operação de 15 máquinas – 10 Harvesters e 5 Forwarders. Parte do eucalipto que está sendo colhido será encaminhado à Unidade Industrial, onde ficará no pátio de madeira até o início das operações, previsto para o quarto trimestre deste ano, e outra parte ficará no próprio campo para transporte posterior à fábrica. No início da operação da fábrica, serão 44 equipamentos de colheita movimentando 300 mil m3 de madeira por mês.

Vista áerea da obra da unidade industrial de Imperatriz-MA

“Todos os colaboradores envolvidos no processo foram formados pelo Programa de Formação de Operadores de Máquinas Florestais no Maranhão”, reforça Julio Ohlson, Diretor da Unidade Florestal do Maranhão. Ao todo, serão treinados 200 alunos na modalidade operação de máquinas de colheita e 40 em abastecimento (operação das máquinas do pátio de madeira), e serão contratados 140 e 26 operadores para cada modalidade, respectivamente. A base florestal do projeto será composta por aproximadamente 70% de plantios próprios e de 30% de plantios

de eucalipto do Programa Vale Florestar e de outros produtores locais na forma de parcerias florestais. Serão necessários 167 mil hectares plantados para atender a fábrica. Os investimentos florestais previstos são de cerca de US$ 575 milhões. Com o início da operação previsto para o quarto trimestre deste ano, a fábrica terá capacidade de produção de 1,5 milhão de toneladas de celulose de eucalipto, volume que será direcionado, prioritariamente, para abastecer os mercados europeu e norte-americano. O investimento industrial estimado é de US$ 2,3 bilhões.

Treinamento - No último dia 26/07, foi realizada no município de Açailândia a 3° Formatura do Programa de Formação de Operadores de Máquinas Florestais e de Abastecimento. Na ocasião, foram certificados mais 45 novos operadores de máquinas florestais. Ao todo, já são 113 alunos formados na modalidade. Há ainda em treinamento 87 operadores de máquinas florestais e 40 de máquinas de abastecimento de madeira. (Com informações da Assessoria da Suzano)


agosto de 2013 | jornal da acii | 11

Entrevista

"A defesa das crianças e adolescentes é uma responsabilidade social" recebendo novas empresas, novos investimentos. O que as empresas podem fazer para ajudar no combate a exploração sexual?

Formado pela UFMA de São Luiz, Delvan Tavares atua há 15 anos como juiz de direito. Desde 2007 está à frente da Vara da Infância e Juventude de Imperatriz. Nessa entrevista, o juiz fala sobre sua atuação, esclarece dúvidas e ressalta a importância e as responsabilidades das empresas e da sociedade em geral na defesa dos direitos das crianças e adolescentes.

Como se organiza a defesa da infância e juventude? Temos a Promotoria, Conselho Tutelar, entre outros órgãos? Qual é o trabalho do Dr. Delvan nesse contexto? O Conselho Tutelar é a porta das reclamações referentes violação de direitos das crianças e adolescentes. Exemplo, agressões físicas, agressões sexuais, abandono e maus tratos. Sempre que isso ocorre o primeiro órgão para quem se busca apoio é o Conselho Tutelar. O órgão imediatamente intervém no caso, se for necessário, toma providência imediata para tirar a criança da situação de risco e comunica o fato ao juiz, que em Imperatriz sou eu, ou ao Ministério Publico ou a ambos. Então vamos agir em conjunto, tomar medidas para a proteção dessa criança ou adolescente. Além dessa função de proteção, a Vara da Infância tem a função de processar os adolescentes. Se alguém entre 12 e 18 anos

comete algum ato infracional, é encaminhado a DAI – Delegacia do Adolescente Infrator. O promotor inicia o processo, o juiz analisa, marca audiência, ouve testemunhas e aplica medidas socioeducativas, existem várias medidas, a mais drástica é a internação. Além disso, temos toda a parte de adoção, a pessoa que deseja adotar alguém, a primeira providência é procurar a Vara da Infância. Em relação à punição a maior de 18 anos que cometem crime contra crianças e adolescente, a Vara da Infância atua nesse caso? A Vara da Infância atua quando o adolescente é o autor do crime, da infração. Quando o adolescente é vítima, quem atua é 4ª Vara Criminal. Então se um pai comete abuso sexual contra uma filha, ele vai responder um processo criminal perante a 4ª vara criminal. Mas a Vara da Infância não fica alheia a isso, se precisar

de alguma medida protetiva, nós realizamos, como afastar o agressor da casa. No que diz respeito ao abuso sexual, quando ele ocorre? É preciso que haja um contato físico, sexual? Quando é considerado que uma criança e adolescentes sofreu esse tipo de agressão? Existem vários crimes de natureza sexual. O mais grave deles é o estupro. O que é o estupro? É qualquer relacionamento de natureza sexual realizado com uma pessoa, sem o consentimento dela. Agora se essa pessoa tenha menos de 14 anos, mesmo com consentimento é considerado estupro. Mas existem outros crimes de natureza sexual, como a pornografia infantil e a exploração sexual. O agressor geralmente é sempre alguém próximo da família, é um padrasto, pai, tio, primos. A cidade de Imperatriz está

As empresas ao vim, precisam trazer paralelamente, projetos e atividades de proteção, através da educação, da conscientização. A Suzano, por exemplo, instituiu o projeto Proteger, uma campanha que visa minimizar esse impacto, conscientizar. É preciso que outras empresas participem desse movimento, que é uma forma de proteção as nossas crianças e adolescentes, independentemente da empresa está ou não contribuindo diretamente ou indiretamente para a exploração. As empresas possuem responsabilidades na defesa das crianças e adolescentes, do ponto de vista ético? A proteção às crianças e adolescentes uma questão de responsabilidade social, de toda a sociedade. É do Estado, da família, é da sociedade. E quando se fala em sociedade, estamos incluídos associações, organizações e empresas. Então todos tem um compromisso com a comunidade onde desenvolve uma atividade econômica ou profissional. Se a empresa é de Imperatriz, se explora comercialmente a sua atividade na cidade, o compromisso dela é com a infância e adolescência de Imperatriz, deve colaborar e contribuir com todos os movimentos e atividades que venham proteger os direitos da infância e adolescência.


12 | jornal da acii | agosto de 2013

Educação


Jornal ACII - edição de agosto de 2013  

Jornal mensal produzido pela Assessoria de Comunicação da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz - ACII.

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you