Page 1

RELATÓRIO SOCIAL 2013 | 2014


Relatório Social 2013 | 2014

2

Índice e conteúdo Palavras do presidente ...................................................................................................................................... 3 Administração do Hospital ................................................................................................................................ 4 História do Hospital ............................................................................................................................................ 5 Histórico de atividades ........................................................................................................................................ 8 Missão, Visão e Valores ....................................................................................................................................... 11 Nosso propósito .................................................................................................................................................. 12 Relacionamento com a sociedade ......................................................................................................................... 14 Diagnóstico e terapia .......................................................................................................................................... 15 Reconstrução mamária e deformidades da face ............................................................................................. 16 Correções oftalmológicas ................................................................................................................................... 17 Transplantes de medula óssea e renal ............................................................................................................ 18 Atendimento as entidades assistenciais ......................................................................................................... 19 Assistência Social Dom José Gaspar Ikoi-no-Sono .......................................................................................... 20 Curso de orientação a cuidadores de idosos ................................................................................................. 21 Sociedade Beneficente Casa da Esperança Kibô-no-Iê ............................................................................... 22 Associação Pró-Excepcionais Kodomo-no-Sono ....................................................................................... 23 Irmãs Cáritas de Jesus ....................................................................................................................................... 24 Campanha nacional de vacinação para idosos ............................................................................................ 25 Hospital Santa Cruz no Festival do Japão ........................................................................................................ 26 Centro de Ação Social ....................................................................................................................................... 27 Atendimento odontológico gratuito para idosos .......................................................................................... 28 Palestras realizadas .......................................................................................................................................... 29 Reabilitação física para pacientes vítimas de acidentes de trânsito .............................................................. 31 Campanha de doação de sangue ................................................................................................................... 32 Hospital recebe visitas ilustres ........................................................................................................................ 33 Encontro com o ministro da Saúde .................................................................................................................. 34 Hospital recebe homenagens ........................................................................................................................... 35 Palestra do professor Delfim Netto ................................................................................................................. 36 Check-up às vítimas da bomba atômica ......................................................................................................... 37 Doações da Fundação Kunito Miyasaka .......................................................................................................... 38 Multinacionais japonesas visitam o Hospital .................................................................................................. 39 Relacionamento com parceiros ........................................................................................................................ 40 Dia do Médico ..................................................................................................................................................... 42 Dia da Secretária ................................................................................................................................................ 43 Reabertura do serviço de hemodinâmica ....................................................................................................... 44 Relacionamento com os colaboradores ......................................................................................................... 45 Responsabilidade socioambiental .................................................................................................................. 50 • • • • •

Idealização e conteúdo: Gerência de Responsabilidade Social Coordenação da criação, produção gráfica e revisão: Diretoria de Marketing e Comunicação Projeto gráfico: Mediacts Impressão: Uppergraph Tiragem: 1.000 exemplares


Relatório Social 2013 | 2014

3

Palavras do presidente É com imensa satisfação que apresentamos o Relatório Social 2013/2014. Vencemos um período de transição quando introduzimos mudanças na nossa estratégia administrativa, planejadas com vistas ao futuro, na perenização do Hospital Santa Cruz e a sua manutenção como excelente entidade beneficente prestadora de serviços à população na área da saúde. Apresentamos neste Relatório muitas realizações de suma importância que somente foram possíveis de ser concretizadas com a sinergia e o esforço dos colaboradores de todos os setores do Hospital, do corpo de voluntários e com a participação ativa do corpo de diretores e administradores. Focamos as nossas atividades na eficiente prestação de serviços diferenciados, praticando a melhor e mais moderna medicina, com instalações e equipamentos de última geração. Instituímos e reforçamos uma governança corporativa eficiente, moderna, que respeita o meio ambiente e que abarca, no seu cotidiano, conceitos de sustentabilidade, valorizando o nosso colaborador, os clientes e os parceiros, em conjunção com as necessidades do governo, das outras entidades filantrópicas, da comunidade local. Coordenar essas premissas de forma harmônica, valorizando o nosso maior bem, que é o calor humano com que tratamos os nossos pacientes, foi o nosso esforço e é o desafio que estamos dispostos a enfrentar com competência e muita responsabilidade. Estamos otimistas e confiantes nessa missão e vamos incrementar, nos anos futuros, os nossos

dados sobre sustentabilidade com mais ações inovadoras e de grande capilaridade. Agradecemos antecipadamente a competente equipe de colaboradores e administradores que, com certeza, serão os responsáveis pelo êxito desta empreitada e também pelo promissor futuro do Hospital Santa Cruz.

Renato Ishikawa Diretor-presidente


Relatório Social 2013 | 2014

4

Administração do Hospital Sociedade Brasileira e Japonesa de Beneficência Santa Cruz – Gestão 2012-2015 Conselho Deliberativo Presidente: Masato Ninomiya Vice-presidente: Márcio Paschoal Conzo Monteiro 1º Secretário: Ruy de Oliveira Pereira 2º Secretário: Carmine Sposato Diretoria Diretor-presidente: Renato Ishikawa 1º Diretor vice-presidente: Renato Kenji Nakaya 2º Diretor vice-presidente: Leonardo Jun Sakamoto 3º Diretor vice-presidente: José Luiz Cuono 1º Diretor financeiro: Herberto Macoto Yamamuro 2º Diretor financeiro: Gerson Shitoshi Fukanoki Kunii 1º Diretor administrativo: Nagato Hara 2º Diretor administrativo: Léo Sussumu Ota Diretor: Itiro Suzuki Diretor: Orídio Kiyoshi Shimizu Diretor: Paolo Marcello Ré Diretor: Rafael Teruki Kanki Diretor: Sergio Takamitsu Nakada Diretor: Silvio Rubens Michelman Diretor: Toshi-ichi Tachibana Diretor suplente: Antonio Yoshiaki Sakaguti Diretor suplente: Sandra Hiroko Watanabe Diretor suplente: Paulo Roberto de Mello Gomes

Diretor suplente: Wilson Mendes da Veiga Diretor suplente: Abilio Augusto Fragata Filho Diretor suplente: Anita Piva Lorca CONSELHO MÉDICO – GESTÃO 2012-2015 Dr. Tony Kiyoshi Furuie – Presidente Dr. Paulino Salin Vasconcelos Dr. André Bezerra de Menezes Reiff Dr. Domingos Alberto Fernandes Dr. Yuwa Ishara SUPLENTES Dra. Edi Cabral Dr. Roberto Otsubo Dr. Antonio Monteiro Fonseca Neto Dr. Ricardo Limongi Fernandes CONSELHO FISCAL – GESTÃO 2012-2015 Nabor Bernardes Ferreira – Coordenador Roberto Yoshihiro Nishio Ricardo Bernardes Ferreira


Relatório Social 2013 | 2014

5

História do Hospital A história do Hospital Santa Cruz se confunde com a própria história da imigração japonesa no Brasil No início do século XX, o estado de São Paulo recebia imigrantes de todas as partes do mundo para trabalhar nas fazendas de café, em substituição à mão de obra escrava. Os japoneses começaram a chegar em 1908, no lendário navio Kasato Maru, e por volta de 1920, milhares de famílias estavam estabelecidas no interior, desiludidas com a promessa de enriquecimento rápido e vivendo em meio às agruras comuns a todo imigrante, com dificuldades de adaptação cultural e de comunicação. Acometidos pela malária e outras doenças que poderiam ser curadas com prevenção e tratamento, os japoneses morriam por falta de assistência e por não terem acesso aos agentes de saúde locais, em função da dificuldade de comunicação.

brasileira em 1926, quando foi adquirido o terreno de 14.100 metros quadrados no bairro da Vila Mariana, na Rua Santa Cruz. Estava consolidada a base para a construção do Hospital Santa Cruz, cuja pedra fundamental foi lançada em 1933. A partir daí, uma campanha memorável de arrecadação de fundos mobilizou todos os japoneses residentes no Brasil. A história conta que as famílias, mesmo em situação financeira precária, jamais deixaram de reservar um montante para doar ao fundo de construção do Nihon Biyoin (hospital japonês). Do

Nasce o Dojinkai

A união de dois povos

Documentos e artigos de época coletados pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão, disponíveis no site www.jacar.go.ip, atestam a preocupação dos dirigentes japoneses com o estado de saúde dos imigrantes no Brasil. O cônsul-geral do Japão em São Paulo, Iwataro Uchiyama, liderou um movimento de conscientização e incentivou a fundação, em 1924, da Sociedade Japonesa de Beneficência do Brasil – Dojinkai que, numa iniciativa pioneira, instalou consultórios nas cidades paulistas, onde era grande a concentração de imigrantes, enviando médicos japoneses e descendentes.

O Hospital Santa Cruz foi o primeiro empreendimento nipo-brasileiro construído antes da II Guerra Mundial que continua em pleno funcionamento. Seu projeto arquitetônico foi elaborado com a participação do professor Rezende Puech, juntamente com o arquiteto Takeshi Suzuki e o engenheiro japonês Shintaro Sakamoto. Os dirigentes japoneses do Dojinkai escolheram o consagrado médico e professor doutor Benedicto Montenegro, posteriormente diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, como o primeiro superintendente do Hospital Santa Cruz. Ilustres médicos brasileiros, como os doutores Alípio Corrêa Netto, José Maria de Freitas, Henrique Mélega, Antônio Prudente e Euryclides de Jesus Zerbini,

Aquisição do terreno A Dojinkai foi registrada oficialmente como entidade

Japão, vieram recursos de empresas, de pessoas físicas, e até Sua Majestade Imperial Hiroito fez uma doação pessoal, como forma de incentivar e encorajar os súditos nessa empreitada.


Relatório Social 2013 | 2014

6

trabalharam ativamente no Hospital Santa Cruz, ao lado de japoneses como o doutor Shizuo Hosoe e Yoshinobu Takeda, e nisseis como Motoaki Higuchi, Katsuro Yagui, Maçahiro Samejima e Massaki Udihara, entre outros. Era uma verdadeira escola de cirurgia de elevada importância na medicina brasileira, mesmo durante o período de administração federal, entre fevereiro de 1942 e novembro de 1944, e no pós-guerra. Muitos dedicaram quase a totalidade de suas vidas profissionais para o Santa Cruz. Dirigentes nikkeis participaram ativamente de toda a longa história do Hospital, mesmo nos sombrios períodos da guerra.

Volta as origens Só no início da década de 1990 é que se atingiu um acordo político estável que permitiu uma administração compartilhada do Hospital Santa Cruz, voltando a comunidade nikkei a participar mais ativamente da direção da instituição. Isso levou à elaboração do Projeto de Reforma e Modernização do Hospital Santa Cruz, totalmente implementado.

A reforma A campanha para levantar o fundo necessário para a realização deste projeto começou em julho de 1993. Ela foi liderada pelo então presidente da Yakult, Teruo Wakabayashi, eleito presidente do Conselho Superior de Mobilização de Recursos. A campanha, semelhante à desenvolvida durante a construção do Hospital na década de 1930, foi centrada na colaboração de toda comunidade, incluindo os governos brasileiro e japonês. Apesar das dificuldades, o Hospital recebeu um grande apoio e voltou a figurar como um empreendimento de cooperação nipo-brasileiro de destaque entre as instituições voltadas à promoção da saúde. Por conta de seu caráter filantrópico – a Diretoria Executiva e Conselho Deliberativo são compostos exclusivamente de voluntários –, o Hospital Santa Cruz realiza uma série de ações sociais.

Selo de Conformidade CQH

Em 1999 o Hospital conquistou o selo CQH – Compromisso com a Qualidade Hospitalar do Programa CQH, mantido pela Associação Paulista de Medicina e Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo. Desde então, a cada dois anos, realiza a renovação do título.

Dias atuais Em 2015 contará com uma estrutura para internação de 168 leitos e uma meta de aumentar a produção em 13%. Possui um corpo clínico aberto com mais de 2 mil médicos cadastrados, que utilizam as suas instalações e equipamentos para consultas, exames e cirurgias. São profissionais altamente qualificados que confiam nos serviços oferecidos pela instituição. Com plenas condições de realizar procedimentos de alta complexidade, o Hospital Santa Cruz apresenta indicadores que demonstram a sua excelência. Mas a qualidade de seus serviços também se traduz em um atendimento com muito profissionalismo, cordialidade e calor humano. Em 2014, o hospital completou 75 anos e para registrar o aniversário foram realizados quatro significativos eventos: 1 – Inauguração de uma vitrine expositiva doada pela NEC no hall principal do prédio do hospital, onde está exposto em caráter permanente o acervo que conta a história do Hospital Santa Cruz desde a


Relatório Social 2013 | 2014

7

Inauguração do HSC, em 1939.

instituição da Sociedade Brasileira e Japonesa de Beneficência Santa Cruz, em 1926, até a construção e início de operações em 1939. 2 – Renovação e inauguração de um espaço já existente nas dependências do Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Bunkyo). Essa vitrine está localizada no 7º andar do importante museu, referência para os pesquisadores da imigração japonesa. 3 – Concerto com o pianista e maestro João Carlos Martins que, acompanhado da camerata da Fundação Bachiana, brindou e cativou o público no auditório do Bunkyo. O maestro apresentou uma seleção de música abrangente, mesclando estilos e épocas. Do clássico ao popular, passou pelo tango chegando ao conhecido Trem das Onze. E para consolidar a ligação histórica do Hospital com a comunidade nipobrasileira, o grupo Kiendaiko, de São Bernardo do Campo, fez uma performance envolvente. 4 – Exposição de Cerâmica no Pavilhão Japonês no Parque do Ibirapuera durante todo o mês de setembro, com venda das peças expostas, doadas pelos expositores. Parte dessa renda foi

revertida em doação para o Hospital Santa Cruz. Além dos eventos mencionados foram realizados investimentos importantes na infraestrutura hospitalar, como: - instalações do novo conjunto de geradores de grande porte e alto grau de investimento, que garantirá o fornecimento de energia, caso ocorra a interrupção no suprimento da rede pública (Eletropaulo). - início de operação do segundo poço artesiano que já apresenta vazão, de acordo com as previsões técnicas, e dá suporte ao primeiro. - conclusão da instalação de um elevador no Pronto Atendimento de Ortopedia para dar acesso ao Ambulatório. O presidente Renato Ishikawa fez questão de compartilhar com os membros dos Conselhos, Diretoria e Gestão os recentes avanços conseguidos com melhorias de infraestrutura que garantem o nosso pleno funcionamento – obras que possibilitaram a autossuficiência em energia elétrica e água, a instalação do novo elevador e as áreas reformadas para os colaboradores –, convidando e recebendo-os para uma visita às novas instalações no dia 5 de novembro de 2014.


Relatório Social 2013 | 2014

8

Histórico de atividades Ano Ocorrência

Ano Ocorrência

1924 1926 1933 1934

80C/CAS/CAT, da Toshiba Medical 1995 R  eforma e instalação do serviço de tomografia com a importação de um aparelho de raio X para tomografia computadorizada de corpo inteiro, modelo X PEED/T, da Toshiba Medical. 1995 Reforma e ampliação da UTI, com acréscimo de nove leitos para a UTI Coronariana (UCO) 1995 Instalação do serviço de mamografia com mamógrafo, modelo MGU – 10A, marca Toshiba, doado pela Jica – Japan International Cooperation Agency 1995 Aquisição de esteira ergométrica e instalação do serviço de ergometria 1995  Aquisição de videolaparoscópio e início de cirurgias videolaparoscópicas 1995 Instalação do serviço de ecocardiograma 1995 Reforma e instalação da nova cabine de força 1995 Construção da entrada de veículos 1995 Reforma e instalação do serviço de necrotério e embalsamamento 1995 Instalação do serviço de audiometria/impedanciometria 1995 Instalação de um grupo gerador à diesel da Stemac 1995 Reforma e inauguração das alas de internação com ar-condicionado, banheiro privativo, frigobar e televisor no apartamento 1995 Início do serviço de check-up 1996 Instalação do novo PABX, modelo NEAX 2400SDS, da NEC 1996  Instalação do equipamento de cirurgia oftalmológica à laser Excimer Laser, da Nidek 1996 Reforma e instalação da recepção do Centro de Diagnóstico Santa Cruz

1939 1942 1944 1990

1992 1993 1993 1994 1994

1994 1994

1994 1995

Fundação Aquisição do terreno Lançamento da pedra fundamental do Hospital Doação de recursos do imperador do Japão para a construção Inauguração Administração federal Exclusão do regime de administração federal A  cordo celebrado pelos membros da Sociedade de Beneficência Santa Cruz, da Associação Beneficente Professor Henrique Mélega e do Movimento Cívico pela Reintegração do Hospital Santa Cruz à Comunidade Nipo-Brasileira Projeto de Reforma e Modernização do Hospital Santa Cruz Campanha em prol da modernização do Hospital Santa Cruz Conclusão do edifício do Instituto de Cirurgia  Plástica Reforma e inauguração da UTI com 12 leitos Instalação do serviço de endoscopia com  equipamentos Pentax e Olympus doados pela Jica – Japan International Cooperation Agency Instalação do serviço de ultrassonografia com dois equipamentos Toshiba doados pelo Grupo Yakult R  ecebimento e instalação de um equipamento de raio X modelo KY0-80F/DT – KDU, Toshiba, doado pela Jica – Japan International Cooperation Agency Iniciada a implantação do Sistema de Qualidade Total Reforma e instalação do serviço de hemodinâmica (cateterismo e angioplastia), com a importação de aparelho de raio X para angiografia modelo KX0 –


Relatório Social 2013 | 2014

9

Ano Ocorrência

Ano Ocorrência

1996 1996 1996 1997

2000 Instalação do serviço de doppler transcraniano 2000 Instalação do serviço de TV a cabo (TVA) 2000 A  quisição do sistema de ecocardiografia digital de alta resolução SONOS 4500 da Agilent 2001 Construção do novo auditório 2001 Reforma geral da radioterapia 2001 Reforma geral na câmara hiperbárica 2001 O  bras civis para instalação da ressonância magnética 2001 Recebimento e instalação de um sistema completo de diagnóstico por visualização (ressonância magnética) da Siemens, doado pela Jica – Japan International Cooperation Agency 2001 Instalação de sistema de digitalização de imagem de raio X NDT/FUJI 2002 E  xecução de obras civis e inauguração do Ambulatório II, com recursos doados em parte pelo Consulado Geral do Japão em São Paulo 2002 O  bras para instalação do serviço de transplante de medula óssea 2002 Instalação de serviço de cirurgia bariátrica (obesidade mórbida) 2002 Início de neurocirurgia com endoscópio flexível 2002 Aquisição de equipamento de endoscopia 2002 Instalação do pronto atendimento de ortopedia 2002 Instalação do serviço de check-up em novo espaço 2007 Implantação do serviço de polissonografia 2009 Implantação do Sistema de Gestão em Saúde Tasy 2011 Instalação do CAS – Centro de Ação Social do Hospital Santa Cruz 2012  Aquisição de novo equipamento de oftalmologia da Alcon

1997 1997 1997 1998 1998 1998 1998 1998 1998 1998 1999

1999 1999 2000 2000 2000 2000

Instalação do serviço de broncoscopia Início das cirurgias cardíacas Instalação do serviço de fisioterapia Instalação de lavanderia própria com aquisição de equipamentos da Electrolux R  eforma para unificação do posto de enfermagem Instalação do serviço de holter 24 horas Instalação do serviço de Monitoramento  Ambulatorial de Pressão Arterial (Mapa) Reforma e inauguração do novo pronto  atendimento R  eforma da entrada principal com, Frontal Blindex, do hall principal e do mobiliário Reforma do laboratório de análises clínicas Instalação do serviço de radiologia vascular Instalação do serviço de angiografia periférica Instalação do serviço de eletrofisiologia cardíaca Implantação da emissão eletrônica de nota fiscal Recebimento do Selo de Conformidade CQH – Compromisso com a Qualidade Hospitalar da Associação Paulista de Medicina e do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Reforma e instalação do serviço de oxigenoterapia hiperbárica (câmara hiperbárica) Reforma da cozinha (SND), despensa e câmara frigorífica Reforma da UTI Coronariana (UCO) atendendo as especificações da vigilância sanitária A  quisição e instalação de monitores da HP – Hewlett Packard na UTI Coronariana (UCO) Reforma e instalação do sistema de para-raios Reforma e unificação do posto de enfermagem


Relatório Social 2013 | 2014

10

Histórico de atividades

Angiógrafo digital adquirido em 2013

Ano Ocorrência 2012 Instalação do segundo equipamento de ressonância magnética da Philips 2013 Instalação do Centro de Apoio ao Médico – CAM 2013 Instalação do centro de diagnóstico oftalmológico 2013 Aquisição e Instalação de um novo equipamento de angiografia digital da Toshiba, modelo angiografia INFX8000V/W6 2013 Duplicação do serviço de oxigenoterapia hiperbárica (câmara hiperbárica) em novas instalações 2013 Aquisição e instalação de duas mesas cirúrgicas, para o centro cirúrgico, e cinco macas, com recursos doados pela Fundação Kunito Miyasaka 2014 Aquisição e instalação de equipamentos para utilização no centro cirúrgico: um aparelho de anestesia SAT 500 e um aparelho laser para urologia, com recursos doados pela Fundação Kunito Miyasaka 2014 Aquisição e instalação de nova central elétrica, com capacidade para suprir energia elétrica para toda a área do hospital em caso de interrupção

Ano Ocorrência

2014 2014 2014

2014 2014

2014

da rede pública Início de funcionamento do segundo poço artesiano assegurando a autossuficiência Instalação do elevador de acesso ao 2º andar do ambulatório Aquisição de um carro de anestesia com recursos doados pela Fundação Kunito Miyasaka Modernização da cabine primária com a troca do transformador nº 2 Instalação do espaço de convivência dos colaboradores, com refeitório, sala de descanso e de lazer Reforma e ampliação dos vestiários dos colaboradores


Relatório Social 2013 | 2014

11

Missão, Visão e Valores

Missão

Contribuir, como uma instituição beneficente, para a melhoria contínua da saúde da comunidade, superando expectativas nacionais e internacionais através de pesquisa e da educação; de medidas preventivas, curativas e de reabilitação; da utilização de alta tecnologia; e da competência e calor humano.

Visão

Ser uma instituição beneficente reconhecida pela comunidade como uma das primeiras opções na prestação de serviços em saúde com qualidade.

Compromisso com a qualidade, procura da excelência em seus serviços.

Valores

• E  spírito: servir a todos como gostaria de ser servido; • C  uidado com todos, como desejaria para si; • S  enso de propriedade: cuide do Hospital Santa Cruz como se fosse a sua casa; • O  rgulho de pertencer à instituição, diante de sua história, cultura e futuro; • E  spírito de equipe, reconhecimento da força de trabalho coletivo; • R  espeito com todos, como seres humanos sem distinção de nenhuma espécie; • Ter responsabilidade, honra no cumprimento dos compromissos assumidos; • E  spírito de justiça, transparência em todas as decisões.


Relatório Social 2013 | 2014

12

Nosso Propósito Mantido pela Sociedade Brasileira e Japonesa de Beneficência Santa Cruz, o Hospital Santa Cruz é um hospital geral e de alta complexidade, estruturado para prestar serviços de assistência médica nos níveis hospitalar e ambulatorial

O atendimento humanizado e personalizado, da admissão até a alta, é uma das principais características da instituição, desde a sua inauguração em 1939, e mantida com excelência e orgulho por todos os colaboradores e dirigentes nesses 75 anos de existência. Concebido para atender as pessoas que padeciam de males, por não saberem se comunicar e procurar um médico, modelo de empreendedorismo baseado no sentimento humanitário e concretização de uma grande manifestação de cooperação mútua, o Hospital Santa Cruz é uma entidade filantrópica voltada a atender a todos, sem qualquer distinção social ou econômica, investindo na capacitação dos seus colaboradores, na adequação e modernização dos equipamentos e instalações. Detém desde 1999 o selo CQH – Compromisso com a Qualidade Hospitalar. Localizado em uma área de aproximadamente 14.100 metros quadrados, na Vila Mariana, numa região privilegiada, com fácil acesso pela malha viária ou pelo sistema de transporte público, atende pacientes de toda a cidade. Conta com 168 leitos e com corpo clínico aberto com mais de 2 mil médicos cadastrados, profissionais altamente qualificados que confiam na capacidade técnica e atendimento humanizado do Hospital Santa Cruz para trazerem seus pacientes para todos os procedimentos oferecidos.

Fiéis ao nosso passado histórico, mantemos atendimento personalizado com colaboradores bilíngues (português e japonês) para atender os pacientes de origem japonesa, sejam eles do Brasil, sejam do Exterior. E, para os pacientes e acompanhantes, o nosso serviço de nutrição disponibiliza um cardápio especial, com pratos da culinária japonesa, para proporcionar mais conforto e bem-estar. Essa visão integral do paciente, presente em todos os momentos de nosso atendimento, e o sentido de acolhimento têm ajudado muito na recuperação desses clientes, muitos deles idosos. Referência nacional por dominar as mais modernas técnicas cirúrgicas e exames diagnósticos na área de oftalmologia, o Hospital Santa Cruz esmera-se em oferecer também os melhores equipamentos e profissionais no Centro de Diagnósticos. Na área de imagem, dispõe de moderno conjunto de equipamentos para ressonância magnética, tomografia computadorizada, mamografia digital, ultrassonografia (inclusive com doppler colorido), biópsias e punções guiadas por tomografia/ultrassonografia/raio X, além de radiologia geral e contrastados. O setor de endoscopia do Hospital Santa Cruz conta com uma equipe especializada e capacitada para dar atendimento aos pacientes na realização de broncoscopia (mais biópsias),


Relatório Social 2013 | 2014

colangiopancreatografia, colonoscopia, EED (Esôfago, Estômago e Duodeno com contraste), endoscopia digestiva alta (EDA), laringoscopia direta, polipectomia de estômago e de cólon, mucosectomia de estômago e de cólon, colocação de próteses endoscópicas, colangiopancreatografia endoscópica, nasofibrolaringoscopia e retossigmoidoscopia flexível. E o setor de exames cardiológicos do Hospital Santa Cruz mantém-se up to date em termos de equipamentos para oferecer ao médico imagens com alto padrão de qualidade. Mais de 2.500 opções de dosagens podem ser

13

realizadas no laboratório de análises clínicas instalado no Hospital Santa Cruz, nas áreas de hematologia, hormonologia, imunoquímica, imunologia, marcadores cardíacos, marcadores tumorais, uroanálise, microbiologia e citopatologia. Além do ambulatório geral, criado para agilizar o atendimento ao paciente, o Hospital Santa Cruz disponibiliza diversos serviços como o ambulatório de oftalmologia, bloqueio neuromuscular, câmara hiperbárica, centro de infusão, check-up, hemodiálise, hemodinâmica, medicina do sono, quimioterapia e cirurgia plástica.


14

Relatório Social 2013 | 2014

Relacionamento com a sociedade A Sociedade Brasileira e Japonesa de Beneficência Santa Cruz, mantenedora do Hospital Santa Cruz, foi constituída com caráter beneficente e filantrópico

Esse compromisso social motivou a criação e a manutenção de iniciativas e propostas permanentes para melhoria da qualidade de vida da população. Os programas sociais atualmente praticados pela instituição são: • Diagnóstico & terapia • Reconstrução mamária e deformidades congênitas da face • Correções oftalmológicas

• Transplantes • Atendimento à entidades assistenciais • Participação em eventos • Campanha anual de vacinação para idosos • Centro de ação social • Atendimento odontológico gratuito para idosos • Reabilitação física para pacientes vítimas de acidentes de trânsito • Apoio social aos pacientes internados


Relatório Social 2013 | 2014

15

Diagnóstico e terapia Parceria com a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo. A parceria do Hospital Santa Cruz com a Secretaria Municipal da Saúde atua na realização gratuita de exames e procedimentos aos pacientes encaminhados pela SMS. Essa iniciativa tem o objetivo de auxiliar o serviço público na diminuição das filas de

espera. Os procedimentos e exames realizados pelo Hospital Santa Cruz são: densitometria; endoscopia; holter; mapa; prova de função pulmonar; ressonância magnética; ultrassonografia; eco com dopller; teste ergométrico e estudo urodinâmico.

Nº de atendimentos 2014 = 471

Nº de procedimentos = 868

Nº de atendimentos 2013 = 509

Nº de procedimentos = 787

Parceria com a AACD – Associação de Assistência à Criança Defeituosa A AACD é uma associação filantrópica, que trata crianças e adultos portadores de deficiência física, na realização de diversos atendimentos, principalmente exames. O centro de diagnóstico da AACD não possui o

equipamento de ressonância magnética, e por isso estabelece parcerias com hospitais de São Paulo, inclusive o Hospital Santa Cruz, que oferecem gratuitamente a realização de alguns exames de ressonância magnética.

Nº de atendimentos 2014 = 7

Nº de procedimentos = 11

Nº de atendimentos 2013 = 7

Nº de procedimentos = 8

Parceria com o SUS – Sistema Único de Saúde Grupo procedimento

Qtd. produzida (2013)

Qtd. produzida (2014)

1) Procedimentos com finalidade diagnóstica

16.165

13.485

2) Procedimentos clínicos

18.094

15.114

3) Procedimentos cirúrgicos

61

79

4) Transplantes de orgãos, tecidos e células

205

335

5) Órteses, próteses e materiais especiais

75

89

34.600

29.102

Total


Relatório Social 2013 | 2014

16

Reconstrução mamária e deformidades congênitas da face O Hospital Santa Cruz oferece atendimento cirúrgico a pacientes encaminhados do Instituto de Cirurgia Plástica Santa Cruz. O atendimento é prestado a pacientes submetidas a mastectomia e àqueles que apresentam deformidades congênitas de face, entre as quais fissura lábio palatal A parceria visa atender pacientes que não possuem plano de saúde, têm uma condição socioeconômica vulnerável e aguardam atendimento em fila de espera do serviço de saúde público. As cirurgias são realizadas

pelos profissionais do Instituto de Cirurgia Plástica e o Hospital Santa Cruz é o responsável pelos custos hospitalares de internação e tratamento cirúrgico, bem como de alguns dos exames pré-operatórios.

Lábio leporino Nº de atendimentos 2014 = 1

Nº de procedimentos = 2

Nº de atendimentos 2013 = 7

Nº de procedimentos = 51

Reconstrução mamária e deformidades da face Nº de atendimentos 2014 = 1

Nº de procedimentos = 28

Nº de atendimentos 2013 = 1

Nº de procedimentos = 33


Relatório Social 2013 | 2014

17

Correções oftalmológicas O Hospital Santa Cruz como referência em atendimentos e procedimentos de oftalmologia e empenhado em contribuir para melhoria da qualidade de vida de pacientes que apresentam baixa acuidade visual relacionadas às doenças oculares,

firmou em 2009, o Termo de Cooperação com a SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina que viabiliza a realização de cirurgias diminuindo sua fila de espera.

Nº de atendimentos 2014 = 51

Nº de procedimentos = 647

Nº de atendimentos 2013 = 63

Nº de procedimentos = 674

Também estabeleceu parceria com médicos oftalmologistas do corpo clínico do hospital para a realização de cirurgias sociais a pacientes em condições de vulnerabilidade social. O Hospital arca com todos os custos hospitalares

(diária, materiais e medicamentos, inclusive lentes intraoculares quando necessário). O atendimento é voltado a pacientes sem meios financeiros e econômicos de custear o procedimento cirúrgico, conforme análise e critérios do Serviço Social.

Nº de atendimentos 2014 = 54

Nº de procedimentos = 222

Nº de atendimentos 2013 = 47

Nº de procedimentos = 266


Relatório Social 2013 | 2014

18

Transplantes de medula óssea e renal Transplantes são realizados em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS) Em parceira com o Sistema Único de Saúde (SUS), realiza transplantes de medula óssea e rim, permitindo aos pacientes uma nova condição de

saúde, com mais qualidade de vida e maior sobrevida. Pretendemos aperfeiçoar o atendimento aos transplantes SUS, realizados no HSC.

Procedimentos realizados (2014)

AIHs (2014)

0503020028 Nefroureterectomia unilateral p/ transplante

1

0505020106 Transplante de rim (órgão de doador vivo)

1

Total

2

Procedimentos realizados (2013)

AIHs (2013)

0503020028 Nefroureterectomia unilateral p/ transplante

4

0505020106 Transplante de rim (órgão de doador vivo)

4

0506020045 T  ratamento de intercorrência pós-transplante de órgãos / células-tronco hematopoéticas

1

Total

9


Relatório Social 2013 | 2014

19

Atendimento às entidades assistenciais Além do atendimento de saúde na unidade hospitalar, o Hospital Santa Cruz realiza anualmente um míni check-up nas entidades O compromisso social do Hospital Santa Cruz com a comunidade motivou a criação e a manutenção de novas iniciativas e propostas para melhoria da qualidade de saúde da população. Uma das iniciativas foi a formalização de termos de cooperação, estabelecidos desde 1993, entre o Hospital Santa Cruz e as seguintes entidades sociais: Sociedade Beneficente Casa da Esperança (Kibô-no-Iê); Assistência Social Dom José Gaspar (Ikoi-no-Sono); Associação PróExcepcionais Kodomo-no-Sono e a Congregação das Irmãs de Caridade do Japão (Cáritas). O termo de cooperação visa o atendimento assistencial em saúde, tais como: consultas, exames, internações, cirurgias, entre outros, de caráter gratuito, às pessoas atendidas pelas entidades. Além do atendimento de saúde na unidade

hospitalar, o Hospital Santa Cruz, realiza anualmente um míni check-up nas entidades. São realizados exames in loco e posteriormente enviados médicos de diversas especialidades para atendimento de consultas. O objetivo é facilitar o acesso a exames e consultas, tanto das pessoas institucionalizadas quanto dos funcionários da entidade. O Hospital Santa Cruz, comprometido com a coletividade, no que diz respeito à inclusão social, atua também em eventos (bazares) organizados pelas entidades. A participação do Hospital Santa Cruz visa atender os participantes dos eventos, com ações gratuitas voltadas para o atendimento médico de emergência e urgência, através de exames de glicemia capilar, e aferição de pressão arterial e orientação para prevenção de doenças.


Relatório Social 2013 | 2014

20

Assistência Social Dom José Gaspar Ikoi-no-Sono Entidade abriga pessoas idosas, acima de 60 anos dependentes ou semidependentes A Entidade Ikoi-no-Sono abriga pessoas idosas, acima de 60 anos, dependentes ou semidependentes e que necessitam de cuidados especializados. A entidade busca proporcionar condições favoráveis aos idosos para que possam continuar a se desenvolver até o fim da vida, valorizados e encorajados para fazer florescer o melhor de si mesmos, ainda que limitados por incapacidades ou estado de confusão mental. Trata-se de instituição de longa permanência para idosos, a qual abriga atualmente 80 pessoas, sendo 27 homens e 53 mulheres. Desses idosos, nem todos possuem suporte familiar, o que faz da entidade a única responsável pela manutenção de sua saúde.

Participação do Hospital Santa Cruz em evento promovido pela entidade - Campanha diabetes, pressão arterial e atendimento médico Nº de atendimentos 2014 = 959

Nº de procedimentos = 2.029

Nº de atendimentos 2013 = 909

Nº de procedimentos = 1.892

Míni check-up Nº de atendimentos 2014 = 82

Nº de procedimentos = 424

Nº de atendimentos 2013 = 248

Nº de procedimentos = 733

Atendimentos no Hospital Santa Cruz Nº de atendimentos 2014 = 80

Nº de procedimentos = 3.506

Nº de atendimentos 2013 = 83

Nº de procedimentos = 1.546


Relatório Social 2013 | 2014

21

Curso de orientação a cuidadores de idosos Apoio na realização do Programa Básico de Orientação a Cuidadores de Idosos ministrado pelo Ikoi-no-Sono O Hospital Santa Cruz sedia, em seu auditório, o curso de cuidadores de idosos realizado pela Assistência Social Dom José Gaspar – Ikoi-no-Sono no segundo semestre de cada ano. São formadas

duas turmas por ano, sendo que, no primeiro semestre, o curso é realizado na sede da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social.

Nº de alunos formados em 2014:

12ª turma: 52 formandos | 13ª turma: 51 formandos

Nº de alunos formados em 2013:

10ª turma: 36 formandos | 11ª turma: 55 formandos

11a turma 2013

13a turma 2014


Relatório Social 2013 | 2014

22

Sociedade Beneficente Casa da Esperança Kibô-no-Iê Entidade abriga adultos excepcionais Instituição que abriga adultos excepcionais, físicos e mentais, dando-lhes abrigo e amparo, em regime de internato e externato. Presta assistência a

idosos excepcionais e desamparados, dando-lhes o suporte necessário. A entidade possui 71 pessoas institucionalizadas (35 homens e 36 mulheres).

Equipe do HSC e Representantes do Kibô-no-Iê no Check-Up de 11/5/13 Participação do Hospital Santa Cruz em evento promovido pela entidade - Campanha diabetes, pressão arterial e atendimento médico Nº de atendimentos 2014 = 1.422

Nº de procedimentos = 2.919

Nº de atendimentos 2013 = 1.222

Nº de procedimentos = 2.533

Míni check-up Nº de atendimentos 2014 = 72

Nº de procedimentos = 408

Nº de atendimentos 2013 = 125

Nº de procedimentos = 500

Atendimentos no Hospital Santa Cruz Nº de atendimentos 2014 = 323

Nº de procedimentos = 1.302

Nº de atendimentos 2013 = 328

Nº de procedimentos = 3.147


Relatório Social 2013 | 2014

23

Associação PróExcepcionais Kodomo-no-Sono Entidade abriga jovens e adultos excepcionais A Associação Pró-Excepcionais Kodomo-noSono é uma entidade beneficente que abriga 75 excepcionais, jovens e adultos de ambos os sexos,

com problemas mentais (46 homens e 29 mulheres). Oferece educação e amparo baseados nos mais avançados métodos.

Participação do Hospital Santa Cruz em evento promovido pela entidade - Campanha diabetes, pressão arterial e atendimento médico Nº de atendimentos 2014 = 764

Nº de procedimentos = 1.591

Nº de atendimentos 2013 = 599

Nº de procedimentos = 1.271

Míni check-up Nº de atendimentos 2014 = 74

Nº de procedimentos = 498

Nº de atendimentos 2013 = 79

Nº de procedimentos = 327

Atendimentos no Hospital Santa Cruz Nº de atendimentos 2014 = 82

Nº de procedimentos = 213

Nº de atendimentos 2013 = 67

Nº de procedimentos = 1.668


Relatório Social 2013 | 2014

24

Irmãs Cáritas de Jesus A Congregação atende em suas obras sociais, crianças e jovens O padre Antonio Cavoli fundou a congregação Irmãs Cáritas de Jesus, no Japão em 1937. Hoje a congregação conta com mais de mil membros em vários países: Japão, Coreia, Bolívia, Itália, Alemanha, Papua-Nova Guiné, Sudão, Austrália, Filipinas, Estados Unidos, Peru, Argentina e Brasil. A congregação atende, em suas obras sociais,

crianças e jovens, enviadas pelo Juizado da Infância e da Juventude por estarem em situação de risco. Com uma média de 350 crianças e jovens em São Paulo. Em São Paulo, a casa provincial possui 25 irmãs, membros da congregação, as quais o Hospital Santa Cruz oferece todo o suporte no que se refere ao atendimento de saúde.

Atendimentos no Hospital Santa Cruz Nº de atendimentos 2014 = 56

Nº de procedimentos = 297

Nº de atendimentos 2013 = 79

Nº de procedimentos = 298


Relatório Social 2013 | 2014

25

Campanha nacional de vacinação para idosos Campanha é realizada pelo Ministério da Saúde. O Ministério da Saúde realiza anualmente a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso contra a gripe comum, com intuito de proteger esta população das complicações da gripe e de outras doenças provenientes, uma vez que essa faixa etária é mais suscetível a enfermidades. O HSC, em parceria com o

Ministério da Saúde, auxilia a prevenção e participa, ao aplicar vacinas contra gripe. O objetivo de 2014 foi a prevenção da gripe sazonal e H1N1, através da aplicação da vacina “anti-influenza trivalente” na população idosa, com idade a partir de 60 anos e grupos de riscos determinados.

Doses aplicadas em 2014 = 1.024 Doses aplicadas em 2013 = 1.284


26

Relatório Social 2013 | 2014

Hospital Santa Cruz no Festival do Japão Evento é o maior festival de cultura japonesa da América Latina O Festival do Japão é um dos maiores eventos de cultura japonesa no mundo e o maior da América Latina, com apresentação de shows musicais, atrações culturais, danças típicas, culinária, exposições especiais e atividades para as crianças. É realizado desde 1998, pelo Kenren (Federação das Associações de Províncias Japonesas no Brasil), entidade que reúne as 47 associações de províncias japonesas sediadas no Brasil. Tem como objetivo divulgar, preservar a cultura e as tradições japonesas e auxiliar entidades e projetos assistenciais. Ocorre anualmente, com público em torno de 200 mil pessoas e duração de três dias.

O Hospital Santa Cruz, com a colaboração de voluntários, participou das 16º e 17º edições, oferecendo exames de glicemia, aferição de pressão arterial e exames de colesterol a mais de 1.700 visitantes. Mais de 500 pessoas assistiram a palestras de temas variados – cirurgia plástica, nutrição, exames laboratoriais, saúde e bem-estar, entre outros. Patrocinadores: Fast Shop, Gocil e Delboni Auriemo. Apoiadores: Peg Mais, M.W. Serviço de Endoscopia, Hits Quimioterapia, Veritas, File Park, NEC, Banco de Sangue Paulista, Sakura e colaboração da Agência Conosenti.


Relatório Social 2013 | 2014

27

Centro de Ação Social Inaugurado em 21 de março de 2011, está localizado na Rua Santa Cruz, 539 O Centro de Ação Social da Sociedade Brasileira e Japonesa de Beneficência Santa Cruz (SBJBSC) tem a finalidade de planejar, desenvolver, executar e controlar os projetos sociais.

Centro desenvolve diversos projetos com a ampla participação da sociedade


Relatório Social 2013 | 2014

28

Atendimento odontológico gratuito para idosos Projeto atende às demandas encaminhadas pelo Cras – Centro de Referência de Assistência Social da Vila Mariana O atendimento odontológico gratuito para idosos é um dos projetos sociais do hospital realizado no Centro de Ação Social, desde março de 2012, e que atende a demanda encaminhada pelo Cras – Centro de Referência de Assistência Social da Vila Mariana. No projeto são executados todos os procedimentos odontológicos necessários e definidos no plano terapêutico para restabelecimento da saúde bucal dos idosos, incluindo o fornecimento de prótese, mas excluindo implantes dentários. Também são realizadas palestras mensais para abordagem de temas que levem a melhoria da qualidade de vida na

fase da melhor idade. Os benefícios do projeto para a comunidade (saúde/ social) são: • Melhora do ato alimentar (mastigação, digestão, paladar) • Diminuição dos riscos de doenças • Melhora da autoestima e redução da depressão • Possibilidade de reinserção social (evita o isolamento, melhora o convívio familiar e social: volta a sorrir, sair, falar e comer em público) • Possibilidade de geração de renda (podem voltar a ter uma atividade remunerada).

Nº de atendimentos 2014 = 1.871

Nº de procedimentos = 13.475

Nº de atendimentos 2013 = 1.541

Nº de procedimentos = 11.197


Relatório Social 2013 | 2014

29

Palestras realizadas Após as palestras o Hospital, oferece o lanche social a todos os seus convidados

Como lidar com o luto e como viver bem sem se sentir só 1º/2/13 Total de participantes: 69

Esquete: Autoestima 1º/3/13 Total de participantes: 61

Uso de medicamentos e automedicação 24/5/13 Total de participantes: 48


Relatório Social 2013 | 2014

30

Palestras realizadas Dança sênior 28/6/13 Total de participantes: 82

Oficina de bijuteria 19/7/13

Lanche social: Após as palestras, é oferecido um lanche com o intuito de promover a integração social do grupo.


Relatório Social 2013 | 2014

31

Reabilitação física para pacientes vítimas de acidentes de trânsito Com o objetivo de incrementar e consolidar ainda mais as suas ações sociais, a SBJBSC inaugurou em outubro de 2013 o projeto de atendimento de reabilitação física para pacientes vítimas de acidente de trânsito O projeto, também realizado no CAS – Centro de Ação Social, tem por objetivo atender vítimas de acidentes de trânsito, que tenham sofrido lesões ou se submetido a cirurgias ortopédicas que afetaram ossos, músculos e/ou ligamentos, de acordo com proposta terapêutica estabelecida para cada paciente. O atendimento multiprofissional gratuito dispõe de Nº de atendimentos 2014 = 233

fisioterapia, enfermagem e assistência social com a finalidade de recuperar, totalmente ou mais próximo disso, restabelecendo ou adaptando as funções necessárias dos pacientes para que possam realizar suas atividades. Os encaminhamentos são feitos através do gestor público e/ou entidades públicas. Nº de procedimentos = 1.524


Relatório Social 2013 | 2014

32

Campanha de doação de sangue

Sob a coordenação da Gerência de Responsabilidade Social e parceria do Banco de Sangue Paulista, de 19 a 23 de Maio de 2014, foi realizada uma campanha de

doação de sangue no CAS - Centro de Ação Social. Foram realizados 105 atendimentos, 735 procedimentos e captadas 99 bolsas de sangue.

Outros atendimentos gratuitos O Hospital também realizou atendimentos gratuitos solicitados por pessoas em condições de vulnerabilidade social em caráter ambulatorial, diagnóstico e terapêutico e cirúrgico. Nº de atendimentos 2014 = 33

Nº de procedimentos = 2.970

Nº de atendimentos 2013 = 48

Nº de procedimentos = 1.718

Apoio social aos pacientes internados O Hospital Santa Cruz tem como missão ser referência na prestação de serviços à comunidade. No atendimento dessa premissa, presta atenção integral às necessidades dos pacientes, através de equipe multiprofissional, assim como realiza o acompanhamento criterioso durante sua internação, juntamente com sua família e/ou cuidador. Em 2014, o serviço social realizou 7.552 atendimentos gratuitos de assistência social a todos os pacientes internados no hospital.


Relatório Social 2013 | 2014

33

Hospital recebe visitas ilustres 2014 foi um ano em que o Hospital recebeu várias visitas importantes

2

1

4

No dia 4 de julho, o embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda (fotos 1 e 2) esteve no Hospital para uma visita oficial, acompanhado da embaixatriz Keiko Umeda. Nessa ocasião, anunciou que, durante sua estada no Brasil, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e sua esposa, a primeira-dama Akie Abe, visitariam o Hospital Santa Cruz. Essa visita ocorreu em 2 de agosto (fotos 3 e 4) e a primeiradama Akie Abe ficou comovida com a história do Hospital, reconhecendo-o como um marco da

5

3

6

cooperação nipo-brasileira e o importante papel que vem cumprindo ao longo dos 75 anos, desde a inauguração, no atendimento médico-hospitalar às pessoas da comunidade e à sociedade paulistana. Visitaram o Hospital o deputado federal Arnaldo Faria de Sá (foto 5) e o deputado estadual Hélio Nishimoto (Foto 6). Em ambas as visitas, os deputados puderam conhecer melhor as instalações do Hospital e também a história da instituição.


34

Relatório Social 2013 | 2014

Encontro com o ministro da Saúde Encontro foi durante o anúncio das medidas de reestruturação e fortalecimento das entidades filantrópicas de saúde do Brasil

O sr. Renato Ishikawa, presidente do Hospital Santa Cruz, acompanhado do dr. Leonel Fernandes, superintendente geral, esteve em Brasília, em 31 de outubro de 2013, para participar do ato de anúncio das medidas de reestruturação e fortalecimento das entidades filantrópicas de saúde do Brasil, a convite do ministro de estado da Saúde, dr. Alexandre Padilha. Estavam presentes representantes de hospitais

filantrópicos e santas casas de todo o Brasil, o secretário da Saúde do estado de São Paulo, dr. David Uip, o deputado federal Antonio Brito e o presidente da Caixa Econômica Federal, sr. Jorge Hereda. Após o evento, sr. Renato teve a oportunidade de conversar com o ministro Alexandre Padilha e convidá-lo para visitar o Hospital Santa Cruz.


Relatório Social 2013 | 2014

35

Homenagens 75 anos do Hospital Santa Cruz na Assembleia Legislativa e homenagem ao presidente do Conselho Deliberativo na Câmara Municipal de São Paulo

Numa iniciativa dos deputados federais Junji Abe e Keiko Ota, dos deputados estaduais Hélio Nishimoto e Jooji Hato e dos vereadores Aurélio Nomura, Masataka Ota e George Hato, foi realizado ato solene na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo em homenagem aos 75 anos de inauguração do Hospital Santa Cruz, no dia 14 de agosto de 2014. Nessa mesma cerimônia, o Hospital teve a oportunidade

de homenagear algumas das pessoas que contribuíram para a fundação e o processo de reintegração do Hospital Santa Cruz. Outra importante homenagem recebeu o presidente do Conselho Deliberativo do Hospital Santa Cruz, dr. Masato Ninomiya, com o título de Cidadão Paulistano concedido pela Câmara Municipal de São Paulo, em cerimônia realizada no Salão Nobre, no dia 28 de agosto de 2014.


36

Relatório Social 2013 | 2014

Palestra do professor Delfim Netto Professor Delfim Netto proferiu palestra organizada pela JCI e Fecap, em prol do Hospital

A palestra Desafios da Economia Brasileira aconteceu no dia 4 de setembro de 2014, em caráter beneficente, e a arrecadação com a venda dos ingressos foi revertida em prol do Hospital Santa Cruz. Para uma atenta plateia composta por cerca de 350

pessoas, entre empresários, professores, alunos da Fecap e convidados do Hospital e das entidades organizadoras, o prof. Delfim Netto traçou um cenário do atual momento da economia brasileira, fez projeções para o futuro e ainda mostrou caminhos viáveis para a retomada do crescimento.


Relatório Social 2013 | 2014

37

Check-up às vítimas da bomba atômica Equipe médica japonesa vem ao Hospital para atendimento conjunto

As 40 vítimas da radiação das bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki, moradoras de São Paulo, e participantes da Associação Hibakusha Brasil pela Paz, foram atendidas no Hospital, no dia 30 de outubro de 2014, por uma equipe

de médicos vinda do Japão, especialmente para avaliar os resultados dos exames de laboratório, raio X e ultrassom de abdômen e exames ginecológicos para as mulheres, realizados a cada dois anos.


38

Relatório Social 2013 | 2014

Doações da Fundação Kunito Miyasaka Recursos possibilitaram agregar equipamentos modernos para proporcionar mais segurança e conforto a médicos e pacientes Um dos maiores parceiros do Hospital Santa Cruz, a Fundação Kunito Miyasaka, marcou sua presença com importantes doações em 2013 e 2014. A Fundação Kunito Miyasaka (FKM) é uma entidade originária do extinto sistema financeiro América do Sul, um dos maiores agentes de integração da comunidade japonesa no Brasil.

Em junho de 2013, com a doação de R$ 120 mil da FKM, o Hospital adquiriu duas mesas cirúrgicas para procedimentos gerais e dez macas para transporte de pacientes. Em junho de 2014, uma nova doação no valor de R$ 235 mil da FKM, possibilitou ao Hospital adquirir um carro de anestesia e um laser urológico, uma antiga reivindicação dos médicos.


Relatório Social 2013 | 2014

39

Multinacionais japonesas visitam o Hospital Representantes de várias empresas visitam as instalações do Hospital Santa Cruz e conhecem sua história de dedicação e atenção à comunidade nipo-brasileira Em fevereiro de 2014, estiveram no Hospital os representantes da Toshiba. Em novembro de 2014, foram recebidos representantes da Ajinomoto, NEC, Fuji e Hitachi. Essa movimentação reflete a diretriz do HSC, que começa a traçar planos de curto, médio e longo prazos de investimentos em modernização dos

Toshiba

NEC

equipamentos, bem como a orientação dada pelo primeiro-ministro Shinzo Abe, em sua recente visita ao Brasil, de tornar o Hospital Santa Cruz a “porta de entrada” para as empresas japonesas instalarem o que há de melhor e mais moderno em equipamentos e soluções para a área médica, transformando-o em uma vitrine e referência para o mercado brasileiro.

Ajinomoto

Hitachi

Fujifilm


Relatório Social 2013 | 2014

40

Relacionamento com parceiros Desde a sua inauguração, em 1939, adotou-se a premissa do valor de se conhecer, atender e superar as expectativas e necessidades das pessoas

Clientes Atuar com o foco no cliente é uma premissa básica do Hospital Santa Cruz, que busca no seu dia a dia o estreitamento e aprimoramento da relação clienteempresa. Desde a sua inauguração, em 1939, adotou-se a premissa do valor de se conhecer, atender e superar as expectativas e necessidades das pessoas que recebiam algum tratamento no hospital e, já nessa época, os médicos também foram considerados, juntamente com pacientes e acompanhantes, clientes do Hospital Santa Cruz. Em 1994, acompanhando o movimento de aplicabilidade dos modelos que fazem parte do processo de gestão da qualidade, o Hospital Santa Cruz passou a observar e adotar os critérios do programa CQH. Isso permitiu a oferta de serviços cada vez mais eficientes e a renovação dos tradicionais entendimentos da estrutura organizacional. Essa experiência culminou na definição da identidade organizacional e na elaboração do planejamento estratégico. Entre os benefícios obtidos com esses processos de gestão, estão a ampliação, a classificação e a segmentação do rol de clientes ativos e potenciais do Hospital Santa Cruz e a adoção de uma postura mais competitiva no mercado. A segmentação da clientela tem permitido atender de forma particular às peculiaridades de cada grupo. São considerados clientes do Hospital Santa Cruz: - Médicos, incluindo os profissionais do corpo clínico

fechado e aberto; - Pacientes, incluindo as pessoas que procuram o Hospital Santa Cruz se utilizando dos serviços disponíveis em todos os níveis de atenção; - Acompanhantes, incluindo familiares e/ou responsáveis pelo paciente durante a sua permanência no Hospital Santa Cruz; - Operadoras de saúde, incluindo cooperativas, seguradoras, autogestões, medicinas de grupo e administradoras de planos; - Sistema Único de Saúde (SUS), Ministério da Saúde, Secretarias Estadual e Municipal de Saúde, que administram o SUS; - Comunidade, incluindo os moradores da região onde se localiza o Hospital. Essa segmentação permite a criação de métodos específicos de levantamento de expectativas e necessidades, favorecendo a qualidade das informações e facilitando seu atendimento. Esse trabalho é motivado por uma premissa de próatividade e realizado da seguinte forma:

Médicos - Política de facilitação do acesso do corpo clínico diretamente à Diretoria Clínica e à Superintendência Geral, e incentivo da parceria entre equipes médicas e o Hospital. - Reuniões trimestrais do Conselho Hospitalar com os médicos credenciados; - Incentivo, apoio e realização de eventos sociais e científicos.


Relatório Social 2013 | 2014

Pacientes e acompanhantes - Pesquisa de satisfação realizada em todos os atendimentos; - Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) disponibilizando atendimento telefônico, por fax, por carta ou por e-mail, através do site do Hospital; - Contato diário realizado pelo serviço social, psicologia e o corpo de voluntários durante a permanência do paciente no hospital, verificando a satisfação, a insatisfação e as necessidades imediatas; - Contato permanente da equipe de atendimento; - Criação de grupos de estudo e atendimento a grupos de pacientes específicos.

Operadoras de saúde Realização de reuniões frequentes na sede das operadoras e no Hospital Santa Cruz a fim de estabelecer e rever os contratos comerciais de forma a atender às necessidades de ambas as partes, porém priorizando a qualidade e a resolutividade do atendimento dos pacientes.

Sistema Único de Saúde (SUS) Reuniões periódicas e extraordinárias com a Secretaria Municipal da Saúde para revisão dos

41

serviços ofertados e melhoria dos processos de operacionalização.

Fornecedores O bom relacionamento com os fornecedores começa pela sua seleção, que passa por processo padronizado e critérios definidos pela diretoria e auditoria. A cotação com no mínimo três fornecedores, as negociações pontuais com fornecedores exclusivos e a cotação na plataforma Bionexo nos garantem o melhor preço nas aquisições. A flexibilização de renegociação, atendimentos de urgências, disponibilização de treinamentos e suporte técnico in loco junto a área operacional, acompanhamento técnico do profissional da empresa em determinados procedimentos quando solicitados e suporte para identificar a causa de problemas em materiais (mau uso ou defeito no produto = tecnovigilância) são fatores de destaque em nossas parcerias.

Comunidade O Hospital Santa Cruz envolve sempre a comunidade convidando-a para participar das suas ações e projetos sociais.


42

Relatório Social 2013 | 2014

Dia do Médico Hospital Santa Cruz prepara comemoração para prestigiar todos os médicos que atendem na instituição Dia 18 de outubro, data comemorativa do Dia do Médico, não é esquecida pelo Hospital Santa Cruz. Todos os anos o Hospital prepara uma singela comemoração, homenageando todos os médicos que atuam na instituição. Em 2013 e 2014, o Hospital promoveu um dia de

confraternização em eventos realizados no CAM – Centro de Apoio ao Médico, em que os profissionais desfrutaram de um brunch elaborado especialmente para a data, ganharam brindes, participaram de sorteio e tiveram a oportunidade de um momento de descontração.


Relatório Social 2013 | 2014

43

Dia da Secretária Hospital Santa Cruz homenageia as secretárias dos médicos

30 de setembro é o Dia da Secretária e, para celebrar esta importante data, o Hospital realizou um evento especial na manhã do dia 2 de outubro de 2014. Foram convidadas as secretárias do HSC, dos consultórios dos médicos que atuam na instituição, dos serviços terceirizados e das operadoras de saúde. A comemoração iniciou com um delicioso café da manhã e, após as secretárias assistirem ao vídeo

institucional do Hospital, elas participaram de uma interessante palestra sobre “elegância, etiqueta e postura a qualquer tempo e qualquer hora”. Na despedida todas foram presenteadas com um pequeno “mimo”. Foi um momento especial, pensado com muito carinho para homenagear todas as secretárias e estreitar relacionamentos.


44

Relatório Social 2013 | 2014

Reabertura do serviço de hemodinâmica Espaço reabre com novo equipamento, um angiógrafo digital de última geração No dia 18 de dezembro de 2013, o Hospital Santa Cruz reabriu o serviço de hemodinâmica, com o novo angiógrafo digital de última geração com “Flat Panel”, 3D Angio e “CT like”. Com as obras de readequação, houve uma melhora signi-

ficativa no fluxo dos pacientes e das equipes médicas, que agora permanecem nas instalações da hemodinâmica durante toda a execução do exame, proporcionando mais agilidade, qualidade e segurança.


Relatório Social 2013 | 2014

45

Relacionamento com os colaboradores Gestão dos colaboradores é de extrema importância na Instituição

Colaboradores A gestão de colaboradores do Hospital é feita respeitando as legislações vigentes, as convenções trabalhistas e a normatização interna que é divulgada através da intranet, murais e do sistema de gestão hospitalar. O aprimoramento dos colaboradores é realizado através do Centro de Educação Continuada e do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar que ministram e promovem treinamentos de reciclagem e revisão de técnicas. O aprimoramento dos processos é constante e permite que os colaboradores contribuam com críticas e sugestões de melhoria.

Voluntários Desde 1990, o HSC conta com a colaboração de vários voluntários, entre eles: os membros da diretoria e assessoria, que conduzem a gestão do hospital; o grupo interno que realiza o acolhimento dos pacientes internados e ikebanas, que contribuem para embelezar e energizar os ambientes de internação; o grupo externo que confecciona artesanatos realiza e participa de eventos para

arrecadar fundos para o HSC; e o grupo que auxilia na captação e digitação de cupons fiscais.

Saúde dos colaboradores O Hospital Santa Cruz toma medidas relativas à saúde de seus colaboradores através dos setores de Medicina e Segurança do Trabalho, que buscam a promoção e a manutenção da saúde para o bem-estar físico e mental; a proteção contra os riscos ergonômicos, biológicos, físicos, químicos e psicossociais; o monitoramento dos colaboradores que apresentam doenças ocupacionais e não ocupacionais, bem como a sua reabilitação. O setor de Medicina de Trabalho monitora as principais moléstias que atingem os colaboradores, que são as doenças osteomusculares, e acompanha os seus tratamentos. O setor de Segurança do Trabalho monitora os tipos de acidentes ocorridos e a necessidade de intervenção e/ou orientação. O Hospital oferece a seus colaboradores acesso a plano médico e odontológico, convênio com restaurantes da região, estacionamento, farmácia, ótica, passaportes para parques de diversão, campanhas (de vacinação, prevenção da saúde e do estresse etc.).


46

Atendimento psicológico Em parceria com a Universidade FMU – Faculdades Metropolitanas Unidas, o Hospital Santa Cruz passou a oferecer atendimento psicológico aos seus colaboradores. Gratuito e sigiloso, os atendimentos visam oferecer ajuda para lidarem com os fatores emocionais do dia a dia do ambiente profissional e familiar.

Segurança dos colaboradores e clientes Proteção da radiação: os trabalhadores expostos, os pacientes e a sociedade são protegidos pela utilização de normas internacionais e nacionais que norteiam os procedimentos de proteção radiológica. O fornecimento de dosímetros para os colaboradores expostos, o programa de qualidade dos equipamentos hospitalares e os equipamentos de proteção individual em radiodiagnóstico é um exemplo dos cuidados da organização. O Serviço de Controle de Infecção Hospitalar atua rigorosamente na execução das práticas e no controle dos agentes infecciosos a fim de evitar surtos e contaminação cruzada (de paciente para colaborador, de paciente para acompanhantes, de paciente para visitantes). Os colaboradores utilizam os EPIs de acordo com os riscos de cada atividade. Durante as obras, a equipe de engenharia e manutenção executa as normas de barreira para contenção de poeira, entulhos e ruídos. Respeitam os horários de silêncio para descanso dos clientes e vizinhos. A qualidade da água é avaliada mensalmente. Os filtros dos bebedouros são limpos/trocados

Relatório Social 2013 | 2014

sempre que necessários e as caixas-d´água têm limpeza realizada semestralmente ou sempre que necessário. O controle de pragas é feito rigorosamente por empresa terceirizada, certificada, com procedimento interno específico. Para combater os princípios de incêndios, o Hospital dispõe de uma brigada de incêndio composta por colaboradores treinados para combater o sinistro.

Sociabilização dos colaboradores Para promover a sociabilização dos colaboradores o hospital realiza: • Acesso a gêneros de necessidade: vestuários, perfumes e cosméticos, calçados etc. através de parcerias com fabricantes e representantes. Promove a venda interna com facilidade de pagamento parcelado e descontado em folha de pagamento • Acesso a empréstimos financeiros: através de instituição financeira parceira oferece acesso a empréstimo consignado • Festas de confraternização (Dia do Médico, Festa de Final de Ano etc.) • Palestras (Semana da Enfermagem e Sipat – aberto para todos os colaboradores) e treinamentos • Missa de Ação de Graças • Coral • Campeonato de futebol • Tai chi chuan • Grupo de voluntariado • Mural e intranet (comunicação de funcionários em férias, aniversariantes, classificados etc.)


Relatório Social 2013 | 2014

Envolvimento dos colaboradores Os colaboradores do Hospital Santa Cruz são envolvidos nas ações relativas a responsabilidade socioambiental através da educação formal, por meio de treinamentos e divulgação de boletins via intranet e murais. Além disso, são estimulados a participar de trabalhos voluntários.

47

Check-Up são presenteadas com uma pequena lembrança.

Semana da Enfermagem

Dia Internacional da Mulher

Todo dia 8 de março o Hospital proporciona um dia especial para todas as colaboradoras, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. A programação conta com palestras sobre saúde e bem-estar, com temas do cotidiano do universo feminino, ministradas por profissionais das áreas de psicologia, terapia holística e pedagogia. Durante o evento são sorteados brindes para as participantes, além de exposição e vendas de produtos de estética e beleza, com a presença de uma maquiadora profissional que dá dicas e faz a maquiagem nas colaboradoras. O presidente da instituição, sr. Renato Ishikawa, faz questão de estar presente, parabenizando todas as mulheres que fazem parte da equipe do Hospital Santa Cruz, entregando-lhes um lindo botão de rosas e homenageando-as, por meio de seu canal de comunicação “Mensagem do presidente”, com uma linda mensagem repleta de carinho e admiração. Todas as pacientes internadas e que passaram em atendimento no Ambulatório, PA, Centro de Diagnóstico e

Já é tradição a equipe de enfermagem do Hospital Santa Cruz surpreender e emocionar todos na comemoração da Semana da Enfermagem. Em 2013, a XVIII Semana da Enfermagem ocorreu nos dias 16 e 17 de maio, e o tema foi “Enfermagem...juntos rumo à grande virada em busca da excelência”. Em 2014, a XIX Semana da Enfermagem ocorreu nos dias 15 e 16 de maio, com o tema: “Hospital Santa Cruz, 75 anos de tradição... Enfermagem, time sempre Campeão!”. Os eventos contam sempre com a presença de representantes do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP), do Conselho Federal de Enfermagem, do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo e da Associação Brasileira de Enfermagem. Apresentações de teatro e palestras com conteúdos que retratam o dia a dia dos profissionais de enfermagem e setores administrativos contribuem para momentos de descontração, mas, ao mesmo tempo, de reflexão sobre a importância desses profissionais. Patrocínio: CNL Empreendimentos Imobiliários - Renato Ishikawa, Rioquímica Ind. Famacêutica, ISO Medical, Qualific Homecare, Total Cuidados, Oxigênio Hiperbárico, ValleyLab, Road Treinamentos, MP Hospitalar, Troge Hamburg, Banco de Sangue Paulista, CMW Saúde, Fisioterapia Zacarelli, 3M, FilePark, FoxMed, Nutrii Liffe Nutrição Clínica, Serviço de Cardiologia Invasiva S. Arie Ltda.,


48

Relatório Social 2013 | 2014

Nestlé Health Science, AGR Surgical, Zammi, Baxter, Hemocat, GABMed, Santa Cruz Eye Institute, DBS, Impacto Medical.

Densitometria Óssea, MW Serviços de Endoscopia e Yuli Fujimura.

Sipat

Missa de Ação de Graças

Com o objetivo de orientar, mas também proporcionar momentos de descontração e interação, em todos os anos acontece a Sipat – Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho. Em 2013 o tema foi “Trabalhando com segurança e produzindo qualidade” e, em 2014, “Pensando na valorização da vida”. Além de palestras e oficina de relaxamento com várias atividades de bem-estar como escalda-pés, massagem, limpeza de pele, manicure e pedicure, em 2014 foi realizada uma semana de atividades esportivas com a disputa do torneio de tênis de mesa e caminhada rumo à saúde com circuito pelas ruas do bairro, com a participação de familiares dos colaboradores. Incluiu também o concurso de confecção de árvores de natal reciclável, que estimulou as crianças, filhos (as) dos colaboradores, a praticar de maneira criativa algumas ações sustentáveis. Patrocínio: CNL Empreendimentos Imobiliários – Renato Ishikawa, Grupo Oxigênio Hiperbárico, Santa Cruz Eye Institute, ED Equipe Diagnóstica Ecocardiograma, Véritas

A tradicional Missa de Ação de Graças, ocorrida em 2013 no auditório, no ano de 2014, teve sua celebração ao ar livre. No dia 12 de novembro, o frei Julio Ameuza da Igreja Nossa Senhora da Saúde, que, sempre que necessário, vem ao Hospital para prestar assistência religiosa aos pacientes internados, realizou a missa campal, na área externa em frente ao Centro de Diagnóstico, salientando a importância da união, sem desavenças e rivalidades. Neste ano, comemorando também os 75 anos de inauguração do


Relatório Social 2013 | 2014

Hospital, a Missa de Ação de Graças atraiu pacientes, acompanhantes, visitantes e diretores num momento de comunhão com a fé e de reflexão.

Coral do HSC

49

diversão com bingo, karaokê, sorteio de brindes, música e comes e bebes à vontade. Patrocinadores: ACF, Allergan, Associações Beneficente P H Melega, Banco de Sangue Paulista, Bauducco, Baviplast, Bionexo, Biotronik, Boticário, Cacau Show Vila Mariana, CNW, CNL Empreendimentos Imobiliários – Renato Ishikawa, Clínica de Fisioterapia Zaccarelli, Compacta, DASA, dr. Júlio Yamano, Ed Equipe Diagnóstica, Eye Institute, File Park, Gan Grupo de Apoio Nefrologico, GM Reis, Hemocat, Hits Serviços de Assessoria e Assistência Médica, HMS, Konimagem, Lindoia, Majela, Medicom, MW Serviços de Endoscopia, Natura, Oncoprod, Orthoneuro, Oxigenio Hiperbárico, PegMais, Plasac, Plastili, Rioquímica, Serviço de Cardiologia I.S.A., Tecnimed, Uniplas Cirurgiões Plásticos, Veritas Serviços Médicos, WOW, Yuli Fujimura.

Tai Chi Chuan O Coral do HSC, fundado em 1995, é composto por voluntários do HSC. Sob a regência da professora Silvia Regina Orfão e coordenação da sra. Yuli Fujimura, realizam suas apresentações em datas comemorativas e eventos especiais. Destacamos as emocionantes apresentações natalinas que acontecem todos os anos para colaboradores, pacientes e acompanhantes.

Festa de confraternização Conhecido pelos japoneses por Bonenkai, a Festa de Confraternização entre diretoria, colaboradores, voluntários e parceiros do HSC acontece a cada mês de dezembro, no Centro Administrativo, com horário estendido, permitindo que todos os turnos participem da festa. Nos últimos anos, a festa tem oferecido muita

O Tai Chi Chuan é uma arte milenar chinesa, que visa o equilíbrio do corpo e da mente, através de movimentos circulares e suaves, harmoniza a mente, o coração e flexibiliza o corpo, desenvolvendo a calma. Sua prática constante propicia: • Estímulo da circulação sanguínea • Aumento da capacidade pulmonar • Diminuição das tensões nervosas • Sensação de bem-estar • Fortalecimento de ossos, músculos e nervos Pensando no bem-estar dos colaboradores e comunidade e sob a coordenação da sra. Yuli Fujimura, o HSC sedia, desde 2003, a prática em suas instalações, sempre orientada e acompanhada por um mestre conhecedor e praticante do esporte.


Relatório Social 2013 | 2014

50

Responsabilidade socioambiental Preocupação constante com a sociedade e o meio ambiente O Hospital Santa Cruz é uma instituição que se preocupa com a sustentabilidade do meio ambiente e, por isso, monitora os indicadores de utilização de recursos naturais (água, luz e gás) e os indicadores dos processos que mais causam impacto no meio ambiente e na sociedade, tais como: segregação e descarte de resíduos, controle da infecção hospitalar, doenças e segurança dos colaboradores. E ainda: monitora a geração de ruídos, preserva a área verde interna, realiza o controle de pragas, só adquire produtos certificados e doa seus bens em desuso para outras entidades congêneres. Outras ações que realiza: • Programa de reciclagem dos resíduos: papel, plástico, vidro, metal, lâmpadas, pilhas e chapas de imagem • Tratamento dos resíduos de imagem • Contrato com empresas certificadas para o destino final dos resíduos • Embalagem e armazenagem adequada dos resíduos • Cardápio sem fritura de imersão, monitoramento dos indicadores de sobra limpa e retorno de bandejas • Instruções e treinamentos específicos • Informativos de orientação e incentivo para os colaboradores: segregação e descarte correto, redução do consumo e 5 R´s (reduzir, reutilizar, recuperar, reciclar, repensar). • Revisão dos processos/equipamentos que mais consomem os recursos naturais. Ex: esterilização de materiais – uso da autoclave em horários de menos pico de energia elétrica, substituição da caldeira por aquecedores a gás (mais seguros,

propiciam melhor temperatura para o banho dos pacientes e são mais econômicos), ajuste da temperatura do aquecedor conforme o clima, troca dos equipamentos de ar-condicionado (energia elétrica), troca das lâmpadas pelas que consomem menos energia, instalação de redutores nas torneiras (água), utilização da água do poço artesiano (menor consumo da Sabesp), exames de imagens digitalizados etc. • Aquisição de materiais e medicamentos somente com registro Anvisa • Equipe da brigada de incêndio devidamente treinada

Posto de coleta de chapas de imagem

Em junho de 2013, o Hospital Santa Cruz, exercendo mais uma de suas ações de responsabilidade socioambiental, implantou o posto de coleta de chapas de imagem (raio X, tomografia e ressonância magnética), garantindo assim a destinação correta desses materiais. As chapas de imagem possuem metais pesados e descartando-as corretamente, impedimos que contaminem o solo e o lençol freático.


Relat贸rio Social 2013 | 2014

51


CENTRAL DE AGENDAMENTO Tel. (11) 5080-2002 Atendimento também em japonês, das 7h às 19h. Rua Santa Cruz, 398 - Vila Mariana - São Paulo/SP Tel. (11) 5080-2000 www.hospitalsantacruz.com.br

Relatório Social  

Relatório Social 2013|2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you