Page 1

Companheiros do Ano I.: Nº 7.: 2ª Quinzena

FEVEREIRO – 2010

VERDE

Produto brasiliense ecologicamente correto conquista mercado e premia empreendedor Seguindo a tendência mundial, a empresa Projetando Soluções investiu em um produto que não agride ao meio ambiente, aliado a uma tecnologia que resultou em um potente produto biológico que retira o mau cheiro dos sanitários: BQBio. A inovação rendeu ao empresário Fernando Luiz Lima o Prêmio Empresário Inovador 2009 de iniciativa da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF). “Os estudos comprovaram que o produto é tão eficaz quanto os químicos e, ainda, é menos agressivo à natureza, não é corrosivo e é mais barato”, explica Fernando.

Informativo do Meio Ambiente e Cidadania

Curso de biolavagem para lavadores de carro faz sucesso Pág. 5

Araras do Zoológico ganham casa nova Pág. 8

Acupuntura veterinária Pág. 9

Sesta melhora capacidades mentais Pág. 10

Para conquistar o mercado brasileiro, o empresário contou com o apoio do Sebrae para buscar representantes no país inteiro e expandir a sua comercialização para outros estados.

Pág. 6

Flor do Cerrado


Companheiros do

Contra a dengue

C

Fevereiro 2010

inco cidades brasileiras foram sinalizadas pelo Ministério da Saúde com um alerta sobre os riscos do aumento de casos da dengue desde novembro de 2009. Com o avanço significativo de ocorrências da doença nas seis primeiras semanas do ano, a situação das grandes cidades entra numa posição de “vulnerabilidade” como informam fontes do Ministério da Saúde. Um exército de pessoas, medicamentos, inseticidas e materiais para pulverização foram mobilizados pelas autoridades governamentais para controlar essa infestação que, neste momento, encontra vários fatores positivos à sua permanência, como o clima quente, as constantes chuvas e também a falta de cuidado da população. A nossa colaboração é necessária e urgente cuidando primeiramente da nossa própria casa, verificando vasos de plantas, garrafas e vasilhames sem utilização, que podem ter um pouco de água parada. O trabalho de cada um, vigiando a área de sua casa, surte um efeito enorme na ajuda para erradicar mosquito aedes aegypti. Não vamos deixar que a dengue entre em nossa casa! Boa leitura!

Christina Pedra Diretora

www.editoriaisdoverde.blogspot.com

TELEFONES PÚBLICOS DE EMERGÊNCIA Corpo de Bombeiros..............................193 Defesa Civil..........................................199 Disque-denúncia...................................181 Polícia civil..........................................197 Polícia Militar.......................................190 Secretaria dos Direitos Humanos............100 Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher.................................................180

EXPEDIENTE

TELEFONES ÚTEIS Central De Serviços Alcoólicos Anônimos..................................3226.0091

CVI – Centro de Valorização do Idoso.................................0800 644 1401 Delegacia de Proteção ao Menor e Adolescente..............................3361.1049 Promotoria de Defesa do Consumidor.............................. 3343.9851 SERVIÇOS DE UTILIDADE PÚBLICA CEB....................................0800 61 0196 CAESB................................................115 PROCON.............................................151 DETRAN..............................................154

COMPANHEIROS DO VERDE companheirosdoverde@gmail.com

Publicação: Solução Audio Visual Ltda. End.: Condomínio San Diego, Lt. 15, sobreloja 03 Jardim Botânico - CEP 71.680-362 Fone/fax: (61) 3335 3584 / 9666 2947 Email: companheirosdoverde@gmail.com dircompanheirosdoverde@gmail.com Direção Geral: Olga Christina Pedra Direção Administrativa e Financeira: Evelynne Pedra Jornalista Responsável: Helen Assumpção - Registro nº: 7618/DF Projeto Gráfico / Diagramação: Sérgio Linhares

Foto: Wilson Dias/ABr

EDITORIAL

VERDE

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, recebe a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, no Palácio do Itamaraty. O endontro tratou entre outros assuntos, meios de evitar mudanças climáticas e promoção da igualdade racial.

DEBATE

Helen Assumpção

Estão desmatando a Caatinga

D

ados divulgados recentemente pelo Ministério do Meio Ambiente sobre o monitoramento do Bioma Brasileiro da Caatinga é alarmante. Com uma área de 826.411,23 quilômetros quadrados, 45,39% não existem mais. A taxa anual de desmatamento da Caatinga entre 2002 e 2008 foi de 2.763 quilômetros quadrados (km²), com emissão média de 25 milhões de toneladas de carbono. O estudo mostrou que o principal fator de desmatamento da Caatinga é o energético - o uso da mata nativa para fazer lenha e carvão, seguido pela pecuária, principalmente a bovina, que está associada ao corte raso da Caatinga. Diante de revoltosos números, o Ministério do Meio Ambiente tratou logo de discutir ações que inibam essa lamentável tragédia ambiental. O órgão defende a criação do Fundo Caatinga, proposto pelo Banco do Nordeste do Brasil, e de um fundo de combate à desertificação, proposto pelo Banco do Brasil, além da destinação de metade do orçamento do Fundo de Mudanças Climáticas (R$ 1 bilhão) para o Nordeste. É preciso correr contra o tempo. A Caatinga tem uma flora riquíssima com 932 tipos de plantas e a fauna, com 148 mamíferos e 510 aves, e ocupa 11% do território nacional e é um ecossistema existente apenas no Brasil e compreende os estados do Piauí, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Sergipe, Bahia, Alagoas e Minas Gerais.

Foto: Werles Neves

Ano I.: Nº 7 – 2ª Quinzena

Foto: Jessé Vieira

2

Contatos para consultas sobre espaço publicitário: dircompanheirosdoverde@gmail.com Colaboradores: André Gubert e Leonardo Barreto. Webmaster: Felipe Gelbcke Fontes de pesquisas: Ag. Câmara, Ag. Senado, Ag. Brasil, Embrapa, Adasa e Ministério do Meio Ambiente.

AGENDA ECOLÓGICA

fevereiro

A imagem da flor do cerrado na capa pertence ao banco de imagens do IBAMA.

22 Distribuição gratuita: Órgãos do GDF, Administração do Lago Sul, Administração do Jardim Botânico, Câmara Legislativa, Câmara Federal e Senado, Esplanada dos Ministérios, Campus do Uniceub, Rodoviária do Plano Piloto e locais de grande circulação em Brasília e na cidade de Goiânia. *Os artigos assinados não traduzem a opinião do jornal ‘Companheiros do Verde’.

Dia da Criação do IBAMA


C

Companheiros do

VERDE

Senadores aprovam proposta para fortalecer o Fundo Nacional do Meio Ambiente

om o objetivo de fortalecer o Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA), a Comissão do Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) aprovou projeto de lei da Câmara que modifica a Lei dos Crimes Ambientais (Lei 9.605/1998) para direcionar a esse fundo recursos obtidos com o confisco de bens de empresas envolvidas em crime ambientais. De acordo com o projeto (PLC 23/05), o fundo passa a ser beneficiário de recursos provenientes de produtos e bens confiscados de pessoa jurídica envolvida na prática de crime contra o meio ambiente. A lei hoje em vigor destina tais recursos ao Fundo Penitenciário Nacional. O texto aprovado na comissão estabelece que o patrimônio dessas empresas será confiscado e, quando houver animais silvestres em cativeiro, os mesmos serão libertados em seu habitat ou entregues a jardins zoológicos ou fundações ambientalistas. No caso de apreensão de produtos pe-

recíveis ou madeiras, esses devem ser avaliados e doados a instituições científicas ou culturais. A proposta prevê ainda que os produtos perigosos para o meio ambiente ou para a saúde pública serão mantidos sob condições de segurança e, quando isso não for possível, deverão ser inutilizados ou destruídos. A avaliação dos produtos será efetuada pela autoridade responsável pela apreensão. A matéria segue para deliberação do Plenário do Senado.

Ibama identifica 150 empresas fantasmas de compra e venda de madeira no Pará

Raios ultravioleta atingem índice máximo de radiação em 12 capitais do país

A

Superintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Pará identificou mais de 150 empresas fantasmas de comercialização de madeira e outros produtos florestais. O número é um dos resultados parciais da Operação Caça-Fantasma, que rastreia a cadeia produtiva florestal no estado. As empresas flagradas pelo Ibama forneciam informações falsas sobre planos de manejo e guias florestais para justificar a compra de madeira ilegal. As notas fiscais apresentadas aos fiscais eram de empresas que não existiam. Em alguns casos, as placas dos veículos informados como responsáveis pelo transporte dos produtos florestais eram de carros de passeio e motos, e não de carretas ou caminhões como alegavam os compradores. Com o esquema, as empresas conseguiam esquentar a madeira extraída ilegalmente como se fosse produto de manejo. Além de autuar os responsáveis, o Ibama cobra o estorno do produtos florestais comercializados com a fraude. Os infratores terão que devolver 170 mil metros cúbicos de madeira, além de carvão e lenha. O total de produtos florestais seria suficiente para encher mais de 7,5 mil caminhões. De acordo com o Ibama, a operação continuará por tempo indeterminado.

B

rasília – Os raios ultravioleta atingiram o índice máximo de radiação na terça-feira (23), em 12 capitais brasileiras. A escala de medição vai de 1 a 14. Quando a medição passa de dez, é considerado um índice muito alto para a exposição ao sol. Em 12 capitais o índice foi de 14 e em duas ficou acima de 11. Segundo o meteorologista Jonathan Cologna, do Somar Meteorologia, índices elevados no verão são corriqueiros. “Nessa estação é normal um nível elevado de radiação solar em todo o país. A preocupação das pessoas neste período deve ser com o cuidado com a pele e com o tempo de exposição ao sol”, afirma. Para evitar problemas causados por raios solares, a população deve evitar a exposição ao sol no horário entre as 10h e as 16h. De acordo com o dermatologista Cristiano Velasco, é necessário adquirir o hábito de aplicar o protetor solar. “O ideal é passar o protetor três vezes ao dia e criar esse hábito”. O uso do protetor solar pode prevenir futuras doenças de pele. Por isso o cuidado com as crianças deve ser redobrado. “As pessoas que tiveram queimadura na infância aumentam em cinco vezes o risco de desenvolver um melanoma na vida adulta”. Segundo Cristiano, as pessoas usam uma quantidade de protetor solar abaixo do ideal. “Para quem frequenta a praia, é necessário reaplicar a cada duas horas e todas as vezes que sair da água”.

Ano I.: Nº 7 – 2ª Quinzena

3

Política sustentável! Lições de Ecologia Política

N

Leonardo Barreto – Cientista Político e autor do blog www.casadepolitica.blogspot.com

o meio ambiente político também há espécies em extinção. Por exemplo, há quanto tempo não temos um grande estadista no Congresso Nacional? Cada vez mais, o parlamento encontra-se dominado por políticos cuja única preocupação é atender às demandas locais ou corporativas do seu reduto eleitoral. O problema não é só dos políticos. Mas também de grande parte dos eleitores, que exige esse tipo de comportamento por parte dos seus representantes que são vistos como “despachantes de luxo” junto ao poder. O fato é que a maior parcela não vê o deputado como um agente de políticas públicas e desvaloriza o voto proporcional. Os resultados são parlamentos desgastados e mal qualificados. É preciso valorizar o legislativo e o voto proporcional. Afinal, eles possuem um papel importante no ecossistema político, fiscalizando o Executivo e dando capilaridade ao poder.

Foto: Jessé Vieira

MEU BRASIL Fevereiro 2010

O que é? Caminhada ecológica: → Atividade

de lazer, com intenção de se difundir a conscientização ambiental, constituída de passeio a local ou locais de interesse ecológico. O objetivo da caminhada ou outras atividades ecológicas, ou de ecoturismo, é motivar e educar as pessoas a preservarem o meio ambiente.


internacional

4

Companheiros do

VERDE

Ano I.: Nº 7 – 2ª Quinzena

Terremoto

Chile não está passando por crise de desabastecimento, diz Bachelet

A

presidente do Chile, Michelle Bachelet, afirmou que não há crise de desabastecimento de alimentos ou de combustíveis no país por causa dos terremotos do dia 28 de fevereiro. Segundo ela, há alimentos e combustíveis suficientes e a população precisa ter tranquilidade nos lugares onde haverá distribuição de alimentos. De acordo com informações da BBC Brasil, a presidente chilena disse que pediu aos empresários que mantenham os empregos para que o drama causado pelos terremotos à população não fique pior por causa da desocupação. Mais de 800 pessoas morreram após o terremoto de magnitude 8,8 que atingiu o país.

Michele Bachelet disse também que a meta do governo é atender primeiro as situações de emergência e depois fazer a reconstrução das áreas afetadas. Ela disse ainda que o serviço de energia elétrica

A

s compras feitas pelos governos de Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai poderão passar a privilegiar produtos “oriundos de processos produtivos ambiental e socialmente responsáveis”. Uma proposta de recomendação nesse sentido estará na pauta da próxima sessão do Parlamento do Mercosul, que será aberta no dia 8 de março em Montevidéu, no Uruguai. De acordo com a proposta, o parlamento recomendará ao Conselho do Mercado Comum - principal órgão decisório do bloco - a atualização do Acordo sobre Compras Governamentais, aprovado em 2003, para que o texto leve em conta a prioridade a produtos considerados social e ambientalmente sustentáveis. O acordo tem por objetivo garantir, em todo o espaço do Mercosul, “um tratamento não discriminatório nos processos de contratações efetuadas pelas entidades públicas” dos países que integram o bloco.

O

já está sendo restabelecido nas regiões de Maule e Bío-Bío. Contudo, o Porto de Tacahuano está paralisado e o desastre afetou setores da economia como agricultura, pesca e fábricas de celulose. Ela afirmou que o país estava passando por um forte desenvolvimento antes do terremoto e estava sendo elogiado pela redução da pobreza, apesar de ter ampliado a desigualdade entre os que ganham mais e os que ganham menos. O Chile foi o primeiro país da América do Sul a entrar para a Organização de Cooperação para o Desenvolvimento Econômico (OCDE), que agrupa os países mais industrializados da economia do mercado. Ajuda do Brasil A prioridade da ajuda brasileira às vítimas do terremoto no Chile será o envio de um hospital de campanha da Marinha e de equipes de busca e salvamento da Defesa Civil ao país. O hospital de campanha da Marinha é uma estrutura grande, com capacidade para atendimentos diários, posto de triagem e um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de sala cirúrgica. A estrutura hospitalar permite ainda atendimentos emergenciais e encaminhamento para outras unidades hospitalares. O hospital e os profissionais de saúde deverão permanecer no Chile o tempo que for necessário, conforme orientações do governo brasileiro. A proposta de recomendação já conta com parecer favorável da Comissão de Desenvolvimento Regional Sustentável do parlamento. Seu relator é o deputado José Paulo Tóffano (PV-SP), atual presidente da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul. Entre as oito outras iniciativas que estão em pauta e contam com pareceres favoráveis estão as propostas de declaração de interesse por maior aproximação com blocos parlamentares de países africanos e de satisfação pela “histórica resolução” da Organização dos Estados Americanos (OEA) por meio da qual foram suspensas as restrições até então impostas a Cuba. A 22ª sessão plenária do Parlamento do Mercosul estava inicialmente marcada para o dia 2 de março, um dia após a posse do novo presidente do Uruguai, José Pepe Mujica. A pedido da representação brasileira, a sessão foi adiada por uma semana. Durante a última reunião da representação, em Brasília, diversos parlamentares argumentaram que a abertura da sessão no dia 2, uma terça-feira - e não na segunda-feira, como de costume -, causaria atraso em suas viagens de volta à capital brasileira.

Fevereiro 2010 Aliança das Capitais - Inscrições estão abertas Estão abertas as inscrições para o 7º Encontro da Aliança das Capitais, que será realizado entre os dias 22 e 25 de março, no Museu da República. O evento, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Seduma), faz parte das comemorações do cinquentenário de Brasília, e tem como tema “Transporte e Mobilidade Urbana”. Dez capitais já confirmaram presença no encontro: Brasília (Brasil), Canberra (Austrália), Ottawa (Canadá), Washington (Estados Unidos), Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), Abuja (Nigéria), Cidade do México (México), Copenhague (Dinamarca), Paris (França) e Pequim (China). Entre os palestrantes estão Robert Cervero, professor em Berkeley (EUA), especialista em transporte urbano, e Larry Beasley, arquiteto e chefe do escritório de planejamento urbano — responsável pela remodelação de Vancouver (Canadá) e também pelo projeto da nova capital dos Emirados Árabes, Abu Dhabi. Outras presenças são a do arquiteto e designer Guto Índio da Costa, Marcel Beaudry, ex-prefeito de Hull, no Canadá, Michael White, Planejador da Urban Planning Council, de Abu Dhabi, Thierry Lansier, Representante da RATP (Operadora Autônoma de Transportes Parisienses) e Cassio Taniguchi, ex-secretário de desenvolvimento urbano e meio ambiente do Distrito Federal. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site no encontro no endereço:www. seduma.df.gov.br/aliancadascapitais/pt . Dúvidas e mais informações podem ser obtidas pelo twitter no endereço: twitter.com/ aliancacapitais.

Israel reage a enriquecimento de urânio pelo Irã

Estado de Israel não vai aceitar o projeto de enriquecimento de urânio desenvolvido pelo Irã e está preocupado com os anúncios sobre o programa nuclear iraniano, feitos recentemente pelo presidente Mahmoud Ahmadinejad. As declarações foram feitas pelo vice-diretor geral do Ministério de Relações Exteriores de Israel, Rafael Barak, que está em visita ao Brasil. De acordo com ele, “por enquanto, esta não é uma confrontação entre o Irã e Israel, mas sim entre o Irã e o mundo”. “A comunidade internacional já demonstrou que não vai aceitar isso [o programa nuclear iraniano] e vamos brigar ao lado das Nações Unidas contra isso também”, disse o vice-diretor do Ministério de Relações Exteriores israelense. Segundo Barak, o regime iraniano tem um “coquetel” de pontos negativos. Entre as questões problemáticas na relação com o país persa estão os direitos humanos, o programa nuclear, a construção de mísseis que podem atingir a Europa e o fomento ao terrorismo. “É um líder que diz que gostaria que Israel sumisse do mapa e nega o Holocausto. Isso é muito sério para nós”, afirmou Barak sobre Ahmadinejad. Ele também comentou a aproximação entre o Brasil e o Irã. Disse que isso não causou mal-estar nos israelenses. “Acreditamos nas boas intenções do governo brasileiro.” Essas boas intenções, assinalou, se refletem no diálogo que o Brasil tenta promover na Palestina e em outros pontos do Oriente Médio. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva promove o diálogo, na opinião de Barak, e é uma força para distensão na região. Barak afirmou ainda que o governo de Israel é favorável à criação do Estado Palestino, mas que está tentando tornar a sociedade palestina mais forte do ponto de vista econômico e de segurança. “Isso é importante para eles e para nós”, completou o diplomata.


cidadania Fevereiro 2010

I

Companheiros do

VERDE

Ano I.: Nº 7 – 2ª Quinzena

5

Curso de biolavagem atrai mais de 100 participantes

niciativa tem o objetivo de economizar água e evitar o uso de produtos químicos prejudiciais ao meio ambiente. Lavadores e guardadores de carros assistem aulas no Guará. Mais de cem lavadores e guardadores de carros participaram recentemente do segundo Curso de Biolavagem Automotiva. A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial e do sindicato da categoria. As aulas são realizadas no Centro de Treinamento e Capacitação, no Guará. A Biolavagem Automotiva ou “lavagem a seco” é uma técnica utilizada para lavar um veículo sem o uso da água. A solução utilizada contém uma mistura de ingredientes, incluindo agentes lubrificantes, surfactantes e protetores. Os surfactantes permitem que os agentes umectantes cerquem as partículas de sujeira, levando a emulsificação – a sujeira fica dispersa no líquido. Depois que o produto é pulverizado sobre a lataria, ele é retirado com uma toalha limpa e seca. Outra uma toalha é utilizada para polir o carro. Este tipo de lavagem é bastante utilizado nos Estados Unidos e na Europa. Ao lavar o carro usando balde e esponja, usa-se mais de 10

litros de água potável. Com uma mangueira, são gastos mais de 180 litros por lavagem. Um frasco de 1 litro da solução Aqualess economiza água e apresenta a vantagem de não ter adição de agentes químicos prejudiciais a natureza. Lavadores com registro profissional, cadastrados pela Sedest e que já atuam nos estacionamentos públicos do Guará estão habilitados a participar Foto: Helen Assumção do curso.

MAIS PR PRÁT CO DE O JEITO MAIS ÁTIIC O DE MA NTER SUA AIXA DE GORDURA M ANTE RS UA CA IXA D E GORDU OU FOSSA LIIMPA. MPA.

PRODUTO BIOLÓGICO • Elimina mau cheiro • Não é corrosivo • Fácil aplicação • Evita insetos • Evita entupimentos • Recupera o poder de permeabilidade de fossas e sumidouros Pontos de venda: Lago Sul: CIA DA TERRA - QI 15 - Bl E Lj 7/63, QI 29 - Bl A Lj 10 e QI 25 - Bl E Lj 21/66 . Lago Norte: CIA DA TERRA - QI 03/04 Conj. 2 Bl E Lj 6, QI 13 - Conj. 2 - Bl B Lj 7. Asa Norte: PHD - PRODUTOS DE HIGIENE E DESCARTÁVEIS - SHCN 314 - Bl C - Lj 25 Ss - FONE: 61-3340-2601 Leia mais, conheça e participe do companheiros

do verde também na Internet: www.companheirosdoverde.com.br

www.totallimp.com.br


ciência

6

Companheiros do Ano I.: Nº 7 – 2ª Quinzena

Q

VERDE

Fevereiro 2010

Produto ecologicamente correto rende prêmio a empresário brasiliense

uem já viajou em ônibus interestadual sabe que os banheiros são uma grande tormenta e preocupação durante as longas horas na estrada. O mau cheiro perturba e incomoda bastante. Foi justamente pensando em resolver esse problema, que o empresário Fernando Luiz Lima lançou o “BQ-Bio” um produto totalmente inovador que foi desenvolvido por dois anos, com apoio do Sebrae no Distrito Federal, e resultou em um produto biológico que retira o mau cheiro dos sanitários e causa menos danos ao meio ambiente do que os produtos químicos usados normalmente. A inovação rendeu ao empresário o segundo lugar no Prêmio Empresário Inovador 2009. O prêmio é uma iniciativa da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF) para estimular a inovação, revelar talentos e investir em empreendedores que procuram alternativas para problemas que podem ser melhorados ou sanados com ciência, tecnologia e inovação. “Os estudos comprovaram que o produto é tão eficaz quanto os químicos e, ainda, é menos agressivo à natureza, não é corrosivo e é mais barato”, enfatiza Fernando. O empresário já participava de capacitações em gestão empresarial oferecidas pelo Sebrae e de ações de apoio ao acesso a mercado, buscando representantes no país inteiro para expandir a sua comercialização para outros estados brasileiros. “O Sebrae nos prestou consultoria para conseguirmos o registro da Anvisa e para adequar o produto para comercialização. O mercado tem certa resistência às novidades, mas quando conhecerem as vantagens do produFernando Lima to, temos certeza que vamos 2º Lugar Prêmio FAPDF – Empresário Inovador deslanchar nas vendas”, disdo Distrito Federal – 2009 se otimista. Fernando Luiz Lima foi servidor do Banco do Brasil por muitos anos e aderiu ao Programa de Demissão Voluntária (PDV) em 2000 para abrir um negócio próprio. O empreendedor soube aproveitar as oportunidades que surgiram e investiu em lançar novos produtos no mercado. Além do BQ-Bio, a empresa Projetando Soluções tem como carro chefe um produto também inovador: o Total Limp, que é uma bactéria que degrada matérias orgânicas de águas servidas, industriais e esgotos.


UniCEUB: A INSTITUIÇÃO PRIVADA DE ENSINO SUPERIOR MAIS DESEJADA PELOS VESTIBULANDOS. A Opinião Consultoria ndos perguntou aos vestibulautras da UnB: “Para quais o des a faculdades ou universid nde você prestou ou prete ” prestar vestibular?

UniCEUB 2ª. Colocada 3ª. Colocada 4ª. Colocada 5ª. Colocada 6ª. Colocada

23,2% 6,6% 5,0% 4,6% 4,2% 3,5%

O Diretor Superintendente do CEUB agradece ao corpo docente e a seus colaboradores por este excelente resultado. Afinal, são vocês que fazem do UniCEUB o Melhor Centro Universitário do Centro-Oeste conforme o INEP/MEC e o Guia do Estudante, pela 4ª vez consecutiva, e o segundo Centro Universitário do Brasil com mais estrelas, conforme o Guia do Estudante, pela 3ª vez consecutiva. Professor Edevaldo Alves da Silva Diretor Superintendente Metodologia: pesquisa quantitativa amostral, com candidatos ao vestibular da UnB, com idade inferior a 22 anos, residentes em Brasília. Conheça mais dados da pesquisa acessando www.uniceub.br

Doutor Getúlio Américo Moreira Lopes Diretor Presidente


comunidade

8

Companheiros do

VERDE

Ano I.: Nº 7 – 2ª Quinzena

O

Araras do Zoológico ganham casa nova

Zoológico de Brasília já inaugurou os quatro novos recintos para abrigar, cada um, um casal de araras. Cada espaço tem 60 metros quadrados e 6 metros de altura – tamanho cinco vezes maior do que o exigido pela legislação brasileira. Foi feito também um projeto de paisagismo e de ambientação, que atende a todas as necessidades das aves. O público vai poder conferir bem de pertinho os vôos das espécies Arara Vermelha, Canindé, Tricolor e da Bolívia. Os visitantes poderão apreciar as aves sem muita pressa. Duas pracinhas foram construídas ao lado dos recintos. Cada uma contém três bancos e uma mesa. Quem quiser poderá utilizar as praças para piqueniques. Os novos recintos ficam perto da Ilha dos Macacos, bem em frente à pista de carros. O ingresso para o Zoológico custa R$ 2. Crianças até 10 anos e adultos acima de 60 não pagam a entrada. O zoo está aberto de terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

Conheça os moradores dos novos recintos:

• 1 casal de Arara Vermelha. Nome Científico: Ara chloroptera. Peso: até 1,5 kg. Tamanho: até 90 cm. Tem uma alimentação baseada em sementes, frutas e coquinhos. É uma ave típica de florestas do Panamá, Santa Catarina, Paraguai e Argentina. Está sob ameaça de extinção. • 1 casal de Arara Canindé. Nome Científico: Ara ararauna. Peso: Até 1,3 kg. Tamanho: de 75 a 86 cm. Na natureza, a arara se alimenta de frutas e castanhas. É alvo do contrabando e do comércio ilegal de aves. No Brasil, podem ser vistas na região norte, centro-oeste, Bahia, Minas Gerais e São Paulo. • 1 casal de Arara Tricolor. Nome Científico: Ara macao. Peso: até 1,5 kg. Tamanho: até 89 cm. Pode ser encontrada na Amazônia, no Mato Grosso, Sudeste do Pará e Maranhão. Alimentam-se de frutas, sementes e vegetais. Também é conhecida pelo nome de aracanga. Está sob ameaça de extinção. • 1 casal de Arara-da-Bolívia. Nome Científico: Ara rubrogenys. Peso: até 1,5 kg. Tamanho: até 60 cm. Ave de origem da Bolívia, vive em regiões montanhosas de clima seco. Possui uma plumagem bem colorida, mistura tons de verde, azul, amarelo e vermelho. Está sob ameaça de extinção. Com informações do Zoológico.

Marque na agenda

Conferência Internacional Infanto-Juvenil - Vamos Cuidar do Planeta Descrição:

Esta é uma iniciativa do Governo Federal do Brasil, que reunirá 850 pessoas de cerca de 50 países, sendo 600 adolescentes de 12 a 15 anos, para discutir e propor soluções para as mudanças socioambientais globais.

Saiba mais !

Local: Brasília; Data do Evento: 05/06/2010; Data de término do evento: 10/06/2010.

TAMANDUÁ BANDEIRA

Mamífero, pode atingir 40 kg de peso e um comprimento de 1,80 m, incluindo a cauda. É encontrado nas Américas Central e do Sul. Possui coloração cinza acastanhada, com uma banda preta que se estende do peito até a metade do dorso, cauda comprida e peluda, focinho longo e cilíndrico, pés anteriores com três grandes garras e pés posteriores com cinco garras pequenas. Alimenta-se de formigas e cupins, capturados pela língua comprida e aderente.

BICHO AMIGO

Fevereiro 2010 Inaugurada nova ponte no Parque Águas Claras

O

s usuários do Parque Águas Claras comemoraram a inauguração da ponte para pedestres que estava quebrada havia três meses. Sem a ponte – que liga a parte norte e sul do parque e fora derrubada em decorrência de fortes chuvas – os usuários não podiam fazer o principal percurso do local, atravessando o parque de ponta a ponta. A obra custou R$ 147 mil e inclui ainda uma pista de 500 metros para o acesso de veículos. A administradora da unidade, Maria Elba Leite, explicou que a passagem era o principal percurso dos atletas e eram constantes as reivindicações para o conserto. “A obra atende ao que pedimos. Agora nossos usuários podem desfrutar do percurso tradicional”, conta. O administrador de Águas Claras, Athayde Passos da Hora, disse durante a inauguração que além dos atletas, a passagem também beneficia os moradores das chácaras que circundam Águas Claras. “Esta ponte também serve de acesso para os pedestres que moram ou trabalham nessa região”, afirmou. Além disso, Athayde destacou que a obra foi realizada pela Novacap com todas as normas de segurança e qualidade. “A erosão do solo não mais afetará a ponte. Os usuários estão com a segurança garantida”, conta. O presidente da Associação dos Amigos do Parque, Eduardo de Melo, também agradeceu a construção da nova ponte. “Durante a semana passam por aqui cerca de três mil pessoas. A associação reforçou o pedido e agora todos estamos comemorando”, disse. Submeter um animal a maus-tratos é crime previsto no Artigo 32, da Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605), e pode acarretar em multa ou pena de três meses a um ano de prisão. Denunciar é simples e quem procura ajuda não fica exposto a represálias do agressor. No Distrito Federal, é possível denunciar maus tratos na Associação Protetora dos Animais do Distrito Federal (ProAnima) pelo telefone 3032 3583 ou na Delegacia do Meio Ambiente da Polícia Civil, pelo número 3234 5481.

Meu nome é NHOQUE, igual aquela saborosa massa. Sou muito legal e brincalhão, adoro correr atrás da minha bolinha. Quando minha dona chega em casa, corro e pego o chinelo dela, só para aparecer! Lourdes

•Envie a foto e a história do seu bicho amigo para companheirosdoverde@gmail.com

“Nos chamam de loucos, num mundo em que os certos fazem bombas.”

Bob Marley


comunidade Fevereiro 2010

A

Companheiros do

VERDE

Comunidade debate preservação de Brasília

partir do dia 10 de março, a comunidade poderá debater questões relativas à preservação de Brasília. Aspectos do patrimônio cultural, diretrizes de ocupação do território e outros temas serão abordados nas reuniões plenárias que fazem parte da primeira etapa de elaboração do Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília. As reuniões serão abertas ao público e acontecerão nas regiões administrativas de Brasília, Cruzeiro, Candangolândia e Sudoeste/Octogonal. O plano trará as diretrizes de uso e ocupação do solo da área tombada de Brasília. Transformada em Patrimônio Cultural da Humanidade em 1987, a capital do Brasil possui apenas um documento que rege os parâmetros de preservação: a portaria 314 do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, publicada em 1992. O texto, no entanto, não é completo com relação a vários aspectos que serão abordados pelo Plano de Preservação. Toda a evolução do trabalho e o cronograma das reuniões podem ser acompanhados por meio do site da Seduma – www.seduma.df.gov.br.

Acupuntura Veterinária:

O passado de mãos dadas com o futuro.

A

acupuntura tem seus primeiros registros datados 2695 a.C. sendo que os princípios dessa terapia foram citados na China antiga, no livro do Imperador Amarelo e continuam sendo atuais e modernas, são elas: Estar em harmonia com a natureza, cultivar emoções saudáveis, permitir o fluxo equilibrado da energia pelo corpo. Os animais de estimação se tornaram membros da família ou muitas vezes o único amigo confiável e, por estarem mais ligados à natureza, pelo seu estado evolutivo, percebem os desequilíbrios energéticos do ambiente, captando-os e sofrendo as consequências. O resultado mais comum é o estresse que pode levar a várias doenças como câncer, gastrite, obesidade, depressão... A acupuntura é uma ciência que tem por finalidade buscar a harmonização energética do organismo, permitindo que este se recupere e expulse os fatores patogênicos que promovem a doença.

Dengue, tô fora!

P

elo segundo ano consecutivo, o Supermercado Baratudo vem fazendo uma campanha de alerta contra a dengue junto aos moradores de Santa Maria. O estabelecimento utiliza seus carros de som e o trio elétrico Titanic para levar mensagens de conscientização sobre a importância de não deixar água parada em pneus velhos e garrafas vazias, por exemplo. Para chamar a atenção dos clientes, todos os sábados, em frente ao supermercado, acontece uma encenação com um mosquito da dengue e um caçador. O trono da dengue foi construído com um pneu velho de trator e outros objetos reciclados. Vale a pena conferir! O Supermercado Baratudo fica na CL 202.

O

Feira de Artesanato Árabe no Pátio Brasil

mês de março começa com ares orientais no Pátio Brasil. De 1º a 21, o shopping recebe a 15ª edição da Feira itinerante de Artesanato Árabe. Nos estandes instalados na Praça Central do shopping, o público poderá encontrar os mais diferentes objetos feitos em cobre, madrepérola ou marchetaria por artesãos da Síria, do Líbano e Marrocos. Tradicional em Brasília, a feira itinerante começou em 1972 e já percorreu países do Oriente Médio, África, Europa, Américas do Norte e Sul. No Brasil, a caravana de artesãos já esteve nas principais capitais do país, como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba. O público pode visitar o evento no Pátio Brasil de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h. Entrada Franca.

Ano I.: Nº 7 – 2ª Quinzena

9

Adultos de 30 a 39 anos também serão vacinados contra a gripe suína

B

rasília - O Ministério da Saúde anunciou que adultos saudáveis com idade entre 30 e 39 anos também vão receber a vacina contra a influenza A (H1N1) – gripe suína. A campanha de imunização começa no dia 8 de março e inclui ainda profissionais de saúde da rede de atenção básica e envolvidos na resposta à pandemia, indígenas, gestantes, crianças de 6 meses a 2 anos, jovens de 20 a 29 anos e pessoas com doenças crônicas (como diabetes, obesidade, asma e cardiopatias). De acordo com a pasta, a ampliação do público-alvo a ser imunizado antes do início do próximo inverno, em junho, representa um aumento de 30 milhões de doses da vacina, totalizando 113 milhões. Para a compra das novas doses, foram destinados R$ 300 milhões, liberados por medida provisória. “Em novembro, quando fizemos a compra da vacina, houve um aumento de oferta no mercado internacional. Sobrou vacina e pudemos ter acesso a um número de doses maior”, explicou o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. “Vamos ter estoque estratégico, monitorando o que vai acontecer durante o processo para tomar outras medidas”, acrescentou. A definição da nova faixa etária, segundo o ministério, considerou o grupo com maior número de hospitalizações e mortes, além dos que já haviam sido priorizados. A expectativa é imunizar 91 milhões de pessoas contra a doença. Parte das 113 milhões de doses será reservada para o caso de haver alterações epidemiológicas ao longo do inverno no país.

Confira o calendário de vacinação divulgado pelo Ministério da Saúde: Profissionais de saúde e indígenas - 8 de março a 19 de março. Gestantes, doentes crônicos e crianças de 6 meses a dois anos - 22 de março a 2 de abril. Jovens de 20 a 29 anos - 5 de abril a 23 de abril. Idosos (mais de 60 anos) com doenças crônicas - 24 de abril a 7 de maio. Pessoas de 30 a 39 anos - 10 de maio a 21 de maio.


saúde e bem viver

10

S

Companheiros do

Ano I.: Nº 7 – 2ª Quinzena

VERDE

Fevereiro 2010

Sesta melhora capacidades mentais

an Diego, EUA — Fazer a sesta não apenas renova o cérebro, como também melhora as capacidades mentais, afirma um estudo divulgado na conferência anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS), celebrada no fim de semana na cidade americana de San Diego. “O sono tem efeitos reparadores após um prolongado período de vigília, mas também aumenta as capacidades neurocognitivas em comparação com as que existiam antes de dormir”, disse Matthew Walker, professor de psicologia da Universidade de Berkeley e coordenador do estudo. A pesquisa examinou 39 adultos jovens divididos em dois grupos: um deles dormiu a sesta e outro não. Ao meio-dia, todos os participantes foram submetidos a exercícios mentais destinados principalmente a ativar o hipocampo, uma região do cérebro que ajuda a armazenar informações. Os dois grupos tiveram rendimento similar. Às 14h00, o grupo selecionado para a sesta dormiu por 90 minutos, enquanto os outros permaneceram acordados. Mais tarde, às 18h00, todos os participantes do estudo foram submetidos novamente a uma série de exercícios mentais, nos quais deveriam memorizar informações. Os que ficaram acordados o dia todo tiveram queda de rendimento na comparação com os exercícios anteriores. Já os participantes que tiraram um cochilo registraram um rendimento consideravelmente melhor e também melhoraram as habilidades. Os resultados apóiam a hipótese de que o sono é necessário para apagar a memória em curto prazo no cérebro e abrir espaço para novas informações, segundo Walker.

Casos de dengue crescem mais de 100% nas primeiras seis semanas do ano

N

as primeiras seis semanas deste ano, o número de casos de dengue cresceu mais de 100% em relação a 2009. Entre 1° de janeiro e 13 de fevereiro foram registrados 108.640 casos em todo país, contra 51.873 do ano passado. Apesar do aumento, os casos estão concentrados em cinco estados. De acordo com o Ministério da Saúde, as chuvas e as altas temperaturas contribuem para o aumento de casos, já que facilitam a reprodução do mosquito Aedes aegypti. Outro fator que ajudou a elevar o número de casos é a recirculação da dengue do tipo 1, que teve mais intensidade no fim da década de 80, segundo o coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue, Giovanini Coelho. “Quando você tem uma população que nunca foi exposta a determinado tipo de vírus, a chance de epidemia é muito grande. E temos uma parcela da população que não teve contato com esse vírus. São crianças e adultos jovens que nasceram após esse período em que houve maior circulação do tipo 1”, explicou Coelho. Foram registradas no período 21 mortes, contra 32 em 2009. Mas os números podem aumentar porque alguns óbitos ainda não foram confirmados como casos de dengue.

Canteiro Medicinal

O

Banana

riginária da Ásia meridional, difundiuse para África e a América. Crua, assada,cozida é um alimento de primeira para todas as idades. No Brasil, são conhecidas 30 variedades de bananas, as mais comuns são a nanica, prata, ouro e maçã. A banana contém vitaminas A, B1, B2 e C. Entre os sais minerais estão o potássio, fósforo, cloro, magnésio, enxofre, silício e o ferro. Curiosidade Na Idade Média, durante o inverno na Alemanha, o escorbuto fazia muitas vítimas por falta de vitamina C e milhões de pessoas morreram de beribéri no Oriente, sobretudo no Japão, devido à carência de vitamina B. O consumo liberal de banana ajuda“O ria a evitar esses problemas.

Hortelã

E

rva utilizada desde a antiguidade, com sua origem confundida com os mitos. Usada pelos egípcios, hebreus, gregos, medievais, romanos e americanos, durante o século IX, foram introduzidas na Europa muitas variedades. Ela aparece em todas as listas de ervas que chegaram até nós. Na Bíblia, aparece como dízimo. Os árabes regavam as mesas de banquete com menta antes das festas e limpavam o chão com a erva para estimular o apetite dos convidados. Todas as hortelãs encerram em suas folhas vitaminas A, B, C e minerais (cálcio, fósforo, ferro e potássio); exercem ação tônica e estimulante sobre o aparelho digestivo, além de propriedades anti-sépticas. Usada na culinária, chás, infusões e cosméticas.

único homem que não erra é aquele que nunca faz nada.”

Franklin Delano Roosevelt


gastronomia Fevereiro 2010

Companheiros do

VERDE

11

Ano I.: Nº 7 – 2ª Quinzena

CURIOSIDADES DA GASTRONOMIA

N

História da faca

com André Gubert

andre.bistrot@gmail.com

a história da humanidade, as facas sempre tiveram um papel muito importante, inicialmente na sobrevivência e, atualmente, na praticidade dos equipamentos de cozinha. As facas foram as mais primitivas ferramentas da humanidade e as primeiras evidências encontradas na história foram na Região de Afar, na Etiópia, e datam de aproximadamente 2 milhões de anos atrás, na Idade da Pedra, onde eram feitas com lascas de pedra e utilizadas para a caça, corte e defesa. Durante toda época antiga, os instrumentos similares às facas eram feitos de madeira, pedra, ossos e chifres até a chegada da época do bronze e cobre, onde os artefatos começavam a ser feitos de metal. Na Idade Média, esses objetos adquiriram características que se mantém até os dias de hoje que são lâminas afiadas e cabo de material diferente para facilitar o manuseio. A evolução da faca acontecia de acordo com as necessidades de cada um; surgiram facas maiores, menores, com ponta fina, ponta arredondada, para carne, peixe, etc. O cardeal francês Richelieu foi o grande precursor das boas maneiras à mesa e dentre algumas de suas exigências ao sentarem-se, os convidados só poderiam usar facas com pontas redondas para minimizar a violência das brigas à mesa. Há quem defenda que atualmente as melhores facas são as inglesas, as alemãs ou até mesmo as americanas. Eu acredito que as melhores facas são as japonesas, como por exemplo, as Aritsugu que agregam no seu histórico mais de 400 anos de experiência na arte da cutelaria. As facas mais caras da atualidade são assinadas por Buster Warenski, um norte americano que mesclava cutelaria com joalheria. A sua criação mais famosa e sofisticada chama-se ra u d or g m a co “Gema do Oriente” que levou 10 anos para ficar pronta e é feita de ouro, cravejada por esmeralde picanha bovin • - 1 peça das e diamantes em seu cabo e custa um pouco mais de dois milhões de dólares. 5 kg)

Ingredientes

(aproxim. 1, osto • - Sal a g sopa de salsa verde picada de • - 1 colher chá de mostarda em pó de • - 1 colher louro cortadas pela metade s de • - 2 folha chá de cominho em pó de • - 1 colher chá de alecrim de • - 1 colher alho finamente fatiados de s • - 2 dente randes em fatias sg • - 3 cebola tiados tes fa das e • - 2 toma d e- m o ça p ic a o ed d s ta en • - 2 p im se m se m en te s nagre balsâmico vi e d a p so e d es • - 3 colher de azeite de oliva es • - 4 colher


Espaço da Água

12

Ano I.: Nº 7 – 2ª Quinzena

Companheiros do

VERDE

Projeto de monitoramento das nascentes de Mestre D’Armas chega à terceira etapa

U

m ano depois de sua implantação, o Projeto de Monitoramento das Nascentes da Unidade Hidrográfica de Mestre D’Armas chega a sua terceira etapa totalizando 50 nascentes mapeadas. Sob a coordenação da Superintendência de Estudos, Programas, Monitoramento e Educação Ambiental (SUPEM) do Instito Brasília Ambiental (IBRAM), o estudo realizou a localização geográfica e o diagnóstico das nascentes de córregos como Brejinho, Cascarra, Tabatinga, Serandi e Pindaíba, localizados nas Unidades Hidrográficas de Mestre D’Armas e Vereda Grande. “As nascentes estão situadas em parques, áreas rurais ou urbanas que, de maneira geral, são locais estratégicos para se pensar, futuramente, em providências quanto aos impactos da expansão agrícola, por exemplo, ou ainda no direcionamento de atividades de educação ambiental”, destacou Vandete. A partir de agora, o Projeto irá se dedicar ao monitoramento hidrológico das nascentes mapeadas. Assim, será possível avaliar a vazão e qualidade da água destas nascentes. A previsão é de que o estudo seja concluído até julho deste ano. Em dezembro do ano passado, foi concluída a segunda etapa do estudo. Na ocasião, 17 nascentes de Mestre D’Armas foram diagnosticadas. De acordo com a coordenadora do Projeto, Vandete Maldaner, a escolha das nascentes se deu com base na representatividade das áreas onde elas se localizam.

Evolução

Contemplado em um edital público da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF), o Projeto de Monitoramento das Nascentes da Unidade Hidrográfica de Mestre D’Armas teve início em 2009. De janeiro a abril, a equipe – que também trabalha no desenvolvimento do Programa Adote uma Nascente se dedicou à elaboração da metodologia do projeto, o que incluiu, por exemplo, a escolha dos locais a serem estudados. Já na primeira etapa, realizada de abril a setembro de 2009, foram mapeadas 33 nascentes localizadas na Estação Ecológica de Águas Emendadas (ESEC-AE). Treze delas compõem a Unidade Hidrográfica de Vereda Grande. Em seguida, outras 17 nascentes da Unidade Hidrográfica de Mestre D’Armas completaram o total de 50 previsto inicialmente no Projeto. Segundo Vandete Maldaner, a inexistência de estudos anteriores impede a elaboração de análises comparativas capazes de avaliar a evolução do estado destas nascentes. “O monitoramento hidrológico é um procedimento de longo prazo. Por isso, o intuito da equipe agora é continuar realizando novos estudos anualmente”, concluiu ela.

“Só é lutador quem sabe lutar consigo mesmo.”

Carlos Drummond De Andrade

Fevereiro 2010

Companheiros do verde 07  

Companheiros do verde número 07

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you