Issuu on Google+

Janeiro / 2011

www.cdlbm.com.br

Ano XIV - Nº172

Gerente da Caixa Econômica Federal confere todos os cupons sorteados.

Uma ganhadora que conquista a todos com um show de simpatia.

Saiba tudo sobre o sorteio dos 21 prêmios da Campanha de Natal da CDL!

pág. 04

Retrospectiva

Balanço e ações do que a CDL Barra Mansa realizou em 2010. pág. 06 e 07


2

Informativo do Comércio de Barra Mansa

Palavra da

Presidente

olim

aR Julian

Que venha2011! E com muita energia! Que comecemos um novo

ano em nossas vidas, cheio de energia, com muita saúde, para conseguirmos realizar nossos trabalhos por mais 365 dias. Após dois anos frente à presidência da CDL Barra Mansa, assumiremos o compromisso por novos três anos. Neste tempo de trabalho já concluído, pudemos reforçar o resgate de nossos associados, a transparência total das ações empreendidas e comemo-

r. a l o c s e l a i r e t ao ma das do ano de 2011. a ç a c e d s ê Janeiro é mse preparam para as próximas grandes ven e r produtos d

traze l, lojistas também ao o em âmbito naam st o Após o Nata ap s e el rcad o frenético mídia, novidades de me onagens de filmes, ia com ritm rs ic e p r. in e la d o 11 0 sc as 2 e p mo ca aterial co m e al O ano de d n o o ci sicos pops. m ú ra m os e o lojis tas do para os lojis ros meses trazem, para nes- desenhos animad ores acabam ei as os consumid , so is Os dois prim oportunidades de vend a o Paralel s bastante. ta, excelente ém para o carnaval. nto e evitar pesquisando b m a ta r e ti n o se m s do orçame ta o cona ra to te m as g ra s ça o e ar m st CON orien o mês Para aju erciantes co Alguns com produtos escolares, já n atal. endividamentos, o PRO as: s N dic procura pelo em meio às vendas de ados sumidor com algumas da a lista é , e ro m b escola se to à ntecer em de dezem o to n ac ju al e av ta rm rn ian ca nfi E, devido ao itos consumidores já ad s es- - Co o necessária; u o sm m lh lista você e fi , m s ço u ar se de m a que produtos da r reaproar s p o s s ão ai ra n u p q , m o e ir ssam se ram suas co o pronto para fevere as, a - Verifiqu sa e que po utra M tud possui em ca os já utilizados por o já tejam com m, para a última hora. ve as si u cl ara si deixando, as r movimento mesmo p nda veitados, in o gu ai ra se m ; a e d d ça r n ti ca ia cr épo a par a uma comp livrarias será utros pais par s concedem o e s m ia co ar e el -s a ap p eún ento janeiro. s - R va; alguns estabelecim s em grandes quinzena de ti as estão mai o ra le p ss co e m p co as a o io do an ontos par postos Como no iníc os pagamentos de im iam bons desc m cr es. envolvidas co culas escolares, lojistas en- quantidad rí s, at vo m si u as s excl e com parcelamento valer uma oporr promoções, ze fa forma, ivas para fim, alternat rtante do ano. Dessa o p im tunidade

rar muitas vitórias em favor do

Antes da compra :

varejo. Vamos começar um novo

Comprar mater iais escolares é um cuidados, este investimento de a atividade de extrema impo verá estar prev mília. Lembran rt isto no orçamen ância que requer do que um do s maiores inve to estudos que e financeiro da fa stim exemplos que eles receberão! entos oferecidos aos filhos são os

ano reforçando tudo isso e agradecendo à participação e ao empenho de todos no objetivo de fazer mais e melhor pelo Movimento Lojista, principalmente, o

Importante:

voto de confiança que foi deposi-

tem o , telefone ou catálogo, o consumidor a Nas compras realizadas pela internet tado con ser a eça com o praz O desistir. direito de um prazo de sete dias para cecan O . da data da assinatura do contrato partir do recebimento do produto ou mente pre por escrito, e os valores, eventual sem lamento da compra deve ser feito eção monetária. pagos, devem ser devolvidos com corr

tado a esta Diretoria, a qual vem, dia a dia, cumprindo fielmente os compromissos assumidos e agindo, voluntariamente, em todas as frentes contribuindo, assim, para o desenvolvimento econômico e social de nossa cidade. Chegou 2011, vamos juntos

E x p e d i e n t e

recomeçar, agir e lutar!

DIRETORIA EXECUTIVA

- Comercial

Heraldo Vianna Nogueira

Coordenador de Responsabilidade

Redação

Presidente

Ricardo F. de Castro

Conselho Consultivo

Social

Thaís de Mattos

Juliana Lanes Rolim

- Divulgação e Políticas Públicas

Alberto Aldet

André Oliveira da Silva

André Oliveira

Vice-Presidentes

Vivaldo Moreira Ramos

Antônio Feris Filho

Christiane Mohalem Corrêa

Jornalista Responsável

Alício José V. de Camargo

- Eventos

Almir Esteves Corrêa

Coordenador de Mobilização

Thaís de Mattos

Xisto Vieira Neto

Maria Zélia dos Santos

Rilmo Vieira de Souza

Beatriz de Paula Viveiros

MTb 22776

Diretores:

- Propaganda e Promoções

Samir Jorge Arbex

Luiz Carlos Ribeiro Macedo

Revisão deTexto

- Tesoureiros

Thaís de M.O. Coelho

Magno Andrade

Coordenador de Capacitação

Mª Letícia de M. Coelho

José Romário M. Rocha

- Jurídico

Jair Francisco Gomes

Renato Teixeira Figueiredo

Editoração eletrônica

Maria Tereza Mohalem

Almir Esteves Corrêa

Luis Antônio Nogueira Feris

Leander Golfetto Lopes

Communix

- Secretários

- CDL Jovem

Coordenadora de Comunicação

Tel: (24) 3324.0684

Francisco Ramundo

Márcio Melo Viveiros

Flora Suarez P. Menezes

Conselho Fiscal

DIRETORIA CDL JOVEM

Coordenador de Sustentabilidade

- Patrimônio

Rilmo Vieira de Souza

Presidente

Wallace Rennan Gomes

Impressão

Maria das Graças F. Marcelino

Jair Francisco Gomes

Carolina P. dos Santos Ferreira

Iago Victor Silva Pereira

Gráfica Ano Bom

- Produtos e Serviços

Márcio D. da Silva

Coordenador Financeiro

José Márcio da Silva

Suplentes do Conselho

Rafael Roxo de Souza

- Informática e Telecomunicações

Magno Andrade

Coordenadora Jurídica

Gerente Executiva

Agnaldo S. Raymundo

Paulo Roberto de Castro

Hellen Cristina Oliveira Lima

Aucenir Torres (24) 3325.8152

Renata Machado de Abreu

1.700 exemplares

Contato CDL Barra Mansa Rua Rotary Club, 26 Ano Bom - Barra Mansa CEP: 27323-290 Tel.: (24)3325-8150 cdlbm@cdlbm.com.br


3

Informativo do Comércio de Barra Mansa

Empresários que atuam na diretoria da CDL Barra Mansa. Com um segundo mandato consecutivo, a empresária Juliana Rolim continua no comando da entidade. A CDL de Barra Mansa completará, este ano, 48 anos de fundação. Criada com o objetivo de desenvolver o comércio da cidade, a cada ano a entidade se fortalece pela sua credibilidade, atuação junto às esferas municipais, regionais e nacionais e apresenta de forma positiva,

representações e resultados que beneficiam lojistas e empresários da cidade, trabalhando em prol do desenvolvimento econômico e social. Para dar andamento a esses trabalhos, é necessário que os empresários, atuem de forma voluntária, muitas vezes abdicando

1º Vice-presidente: Alício José Vilena de Camargo, proprietário da Casa Camargo, atua há 10 anos na diretoria da CDL, atuando voluntariamente na pasta da tesouraria e atualmente representa a entidade quando a presidente estiver ausente.

de seus negócios para participar de encontros e reuniões que definam ações para a cidade. A partir desta edição, apresentaremos, aos poucos, a chapa eleita para a nova diretoria que atuará no triênio 2011/2013.

2º Vice-presidente: Xisto Vieira Neto, proprietário da Loja Traje, atua há 6 anos na diretoria da CDL contribuindo bastante para o andamento do departamento comercial. Assim como o 1º vice, representa a entidade quando a presidente estiver ausente.

Dia a dia da

Presidente 01/12 - Palestra Professor Pachecão 02/12 - Reunião de diretoria 02/12 - Confraternização da diretoria e equipe de funcionários 03/12 - Abertura do Natal na cidade 11/12 - Carreata da Campanha de Natal 16/12 - Lançamento do Hotsite do CMDCA 16/12 - Jantar da Metalsul 27/12 - Reunião de pauta do jornal 28/01 - Entrevista no programa de rádio “Fazendo a Diferença” 28/01 - Sorteio da Campanha de Natal

Novo Estatuto da CDL é entregue, impresso, aos associados! A reforma do documento foi feita em 2010 a fim de ampliar as diretrizes de produtos e serviços oferecidos pela CDL. O estatuto da Câmara de Dirigentes Lojistas de Barra Mansa foi reformado, inicialmente, em outubro de 1996. Posteriormente, foi submetido a duas revisões e em 2010 passou por nova modificação para adaptar-se ao atual contexto associativo, bem como aos estatutos da CNDL e FCDL/RJ. A modificação foi aprovada em Assembléia Extraordinária realizada no dia 17 de junho de 2010, na sede da CDL Barra Mansa. A comissão responsável por esta reforma estatutária foi formada por: Juliana Lanes Rolim (Presidente), Xisto Vieira Neto (2º Vice-presidente), Almir Esteves Corrêa (Diretor de Departamento Jurídico e Membro do Conselho Consultivo), Francisco Ramundo (1º Secretário) e Ronaldo Maia Salgado Ferreira (Membro do Conselho Fiscal). No mês de janeiro, a CDL entregou a todos os seus associados o estatuto

impresso, gratuitamente. A nova publicação dele também pode ser acessada pelo site da entidade: www.cdlbm.com.br Conheça os temas que integram o índice do estatuto: - “Da denominação, sede e finalidade” - “Dos sócios, seus direitos e deveres” - “Dos órgãos diretivos e consultivos” - “Das eleições e posse” - “Do patrimônio, dos recursos financeiros e despesas” - “Das prestações de contas” - “Da previsão orçamentária e do balanço financeiro” - “Dos serviços mantidos pela CDL” - “Da CDL Jovem” - “Das disposições gerais, finais e transitórias”


4

Informativo do Comércio de Barra Mansa

A loja Mobiliária Santa Mônica premia consumidora com um carro 0Km da Campanha de Natal! A manicure Maria Silene foi a grande premiada da Campanha de Natal da CDL e levou para casa o Novo Uno 0Km. A CDL de Barra Mansa, realizou no dia 28 de dezembro, na Praça da Liberdade, centro da cidade, o sorteio do carro Novo Uno OKm, das 10 Tvs de LCD 32” e 10 netbooks, da campanha Natal dos Sonhos 2010. Centenas de pessoas acompanharam ansiosas cada sorteio. Uma piscina de cupons foi montada no palco e mais de 600 mil cupons eram remexidos a cada instante, levando expectativas ao público presente. “Cada vez que eles mexiam e levantavam aqueles papéis, eu pensava que a qualquer hora, meu nome seria anunciado. Estava torcendo por isso, mas não foi desta vez”, lamentou Paula Correia, auxiliar de enfermagem. Primeiramente, os diretores da CDL e representantes da Prefeitura Municipal, fizeram o sorteio dos 10 netbooks. Em seguida, foi a vez das 10 TVs de LCD e, por último, em clima contagiante e de muita energia, foi sorteado o carro 0Km. Foi, então, anunciada a grande vencedora: Maria Silene de Carvalho, manicure por profissão e moradora do bairro Vila Nova. “Como em todos os anos, procuramos falar ao vivo com o vencedor do carro e ela nos atendeu com uma alegria enorme,contagiando a todos que a receberam no palco com um forte abraço. É gratificante

ver que conseguimos valorizar nosso consumidor e que ele possa levar um pouco de esperança para sua casa”, afirma Juliana Lanes Rolim. Maria Silene, fez a compra na loja Mobiliária Santa Mônica e depositou, em média, sete cupons. Surpresa e muito feliz, ela declarou que iniciará um 2011 de uma maneira bem diferente.”Um prêmio como este muda nossa vida. Quem sabe eu aprenda a dirigir. Meu marido, que tem um fusquinha, é quem ficará ainda mais feliz”. A CDL agradece mais uma vez às lojas que aderiram à campanha, acreditando nesta ação que tem o intuito de fomentar as vendas nessa época do ano, fazendo com que o consumidor tenha preferência pelo comércio de Barra Mansa e se sinta valorizado por ele. O sorteio da Campanha Natal dos Sonhos, da CDL, foi acompanhado e auditado por Jefferson Sarmento Pereira, gerente geral - substituto - da Caixa Econômica Federal, demonstrando a credibilidade deste trabalho e a transparência com que a CDL promove suas campanhas. A entrega dos prêmios será feita no dia 14 de janeiro, na sede da entidade. Um 2011 bem feliz aos ganhadores e aos lojistas que prestigiaram seus clientes!

Ganhadores da Campanha Natal dos Sonhos 2010 Novo Uno Okm • Maria Silene de Carvalho - Vila Nova Empresa participante: Mobiliária Santa Mônica Netbook Intel • Viviane Caroline da Costa Galocha - Nova Esperança Empresa participante: Sapataria Troca Tênis • Leide Ferreira Mendonça - Piteiras Empresa participante: Kika Modas • Luciana Augusta Laurinda Empresa participante: Supermercado Vitória • Marcos C. Camargo - Roselândia Empresa participante: Floresta Supermercados • Gleiseane Santos Matos - Vila Nova Empresa participante: A Japonesa • Thiago Franklin Proença - Conforto VR Empresa participante: Lojas ED+ • Renato David Rodrigues - Jardim Belmonte Empresa participante: Relojoaria Melo • Karen da Silva Oliveira - Santa Clara Empresa participante: Bahall • Vanessa Leal B. Moraes - Vila Rica VR Empresa participante: Lojas ED+ • Maria Alice A. Baltazar - Centro Empresa participante: Cereais Bramil TV LCD 32” • Flávio Custódio da Silva - Passa Três Empresa participante: Lojas ED+ • Alexsandro Ribeiro dos Santos - Ano Bom Empresa participante: Joalheria Regina • Marco Antônio R. Mendonça - Vila Principal Empresa participante: Lojas ED+ • Ailton de Souza Neto - Vila Nova Empresa participante: Pingo de Gente • Dilma dos Santos Dutra - Vila Ursulino Empresa participante: Alice Modas • José de Paula Rodrigues - Roberto Silveira Empresa participante: Zoom Moda Infantil • Josiene de Mendonça P. e Silva - Ano Bom Empresa participante: Styllu’s Móveis • Maria das Graças O. Fonseca - Vila Nova Empresa participante: Cereais Bramil • Márcia Arneiro Lanes - Vila Nova Empresa participante: Sacolão Rei das Frutas •Cileide Barcelos R. da Silva - Centro Empresa participante: Lojas ED+


5

Informativo do Comércio de Barra Mansa

Balanço 2010: e-commerce

passa à frente

Valor bruto vendido pela internet supera o comércio tradicional e o pequeno lojista também pode ingressar no comércio eletrônico. Muitas pesquisas são feitas ao final do ano para medir o desempenho do comércio em vários setores. O ano de 2010 foi bom para toda a economia, incluindo o comércio. Mas, neste setor, a vedete do ano foi o comércio eletrônico que, mais uma vez no país, superou as vendas do comércio tradicional. Segundo a Fecomércio – SP, as vendas no comércio tradicional no país alcançaram R$ 11 bilhões. A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, por sua vez, traz um total de R$ 15 bilhões em vendas pela Internet. Registrando um aumento de 40% em relação ao valor vendido em 2009. É uma marca que, sem dúvida, supera a mais otimista das expectativas. Contudo, as estimativas de vendas para este setor chegarão aos R$ 36 bilhões em 2011. Se isso vai se confirmar ou não, só o tempo dirá, mas uma coisa é certa: aquele pequeno lojista que sempre disputou a freguesia com a loja do vizinho precisa estar alerta para uma questão. O concorrente agora é outro. A Internet vende na casa do cliente. O produto é entregue pelos correios ou direto pelas transportadoras. Assim como ocorreu com o mercado fonográfico, uma grande transformação

está acontecendo no comércio em si. Possivelmente até mesmo a legislação tributária mudará no futuro próximo, devido à esta nova realidade. Afinal, no comércio eletrônico a venda é registrada sempre nas capitais, onde ficam as sedes da maioria das empresas. Os impostos, circulação de capital e empregos vão para os grande centros. Mas os novos tempos sempre trazem algo bom a acrescentar. Hoje, o processo de vendas on-line ficou muito mais simples. Mesmo uma pequena loja pode montar seu site de vendas e, aos poucos, iniciar suas vendas também pela Internet. Há também o cliente que pesquisa pela Internet e compra na loja de rua. Enfim, o comércio eletrônico abre todo um universo de novas possibilidades. Cabe agora ao lojista do comércio tradicional se posicionar diante desta nova dimensão de futuro que se apresenta. Vale lembrar que, na década de 90, houve manifestações para proibir o uso do e-mail no país, pois ele decretaria a falência dos correios. De fato, o fluxo de cartões de natal diminuiu drasticamente, mas nunca os correios faturaram tanto quanto na era do comércio digital, entregando produtos na casa dos clientes.

Seja bem vindo, você é de casa! A cada mês o trabalho da CDL torna-se mais abrangente graças a força de cada empresário que faz parte do nosso movimento. A partir de agora, estas empresas também fazem parte desta vitória.

Novos Associados Open Masculina

Felipe e Flávio Modas Masculina Ltda ME

Mercado Bom Retiro

Mercado Bom Retiro de Rio Claro Ltda ME

M M Magazine

Márcia de Paula do Nascimento

Selma Modas e Acessórios Selma dos Santos

R9 Eventos

Marcellus Vinícius Santos Dantas


6

Informativo do Comércio de Barra Mansa

Balanço e ações do que a CDL Barra Mansa realizou em 2010. Ju Há dois anos, a empresária Juliana Lanes Rolim, iniciou sua experiência no comando da CDL Barra Mansa, no cargo de presidente. Uma responsabilidade, segundo ela, gigante, de grande representatividade, tendo em vista que a CDL BM é uma instituição que atua fortemente no movimento lojista em âmbito municipal, regional e nacional. Um compromisso diário, voluntário e incansável, que traz a cada dia retornos positivos para o desenvolvimento do setor comercial na cidade, e retornos

pessoais, por meio de cada experiência e contatos firmados. Após concluir sua missão, Juliana aceitou o desafio de continuar seu trabalho junto a uma diretoria atuante, para o triênio 2011/2013. Num breve balanço dessa diretoria, nos últimos dois anos, destacamse algumas ações como a realização da Caravana CDL nos Bairros, a reformulação do estatuto da entidade, buscando novas abrangências para ampliar o quadro de associados e produtos a serem oferecidos, inves-

timento para captação dos Empreendedores Individuais, novas parcerias e convênios beneficiando os associados, realização de campanhas promocionais com ações nas ruas para atrair consumidores e valorizar o comércio da cidade, missões empresariais e ações políticas, até mesmo em âmbito nacional, projetos para o retorno da cobrança do estacionamento rotativo e, como bandeira atual da entidade, a adequação da lei geral das micro e pequenas empresas. Esses foram alguns dos trabalhos

realizados pela CDL na última gestão e que terão continuidade, agregados a muitos outros que estão por vir. O “O Lojista”, entrevista a presidente Juliana para saber o que significa toda essa experiência e quais serão as metas da entidade para os próximos anos. O Lojista: O que representa a CDL em sua vida, tanto pessoal quanto profissionalmente? Juliana Rolim: São anos à frente de uma entidade que me fez crescer


Informativo do Comércio de Barra Mansa

7

uliana Lanes Rolim fala sobre seu mandato que seguirá até 2013. dia a dia como pessoa e empresária. Começa pelas amizades criadas, pelas experiências que trocamos diariamente e transita, a cada instante, pela vontade de querer algo mais para nossa cidade, para o nosso setor lojista e para a comunidade como um todo. Quando nos envolvemos de verdade, com união e dedicação de todos, acreditamos que teremos voz e vez. É isto que nos faz crescer. É isto que representa a CDL. O Lojista: Foram dois anos de resultados positivos para a entidade. O

que mais se destacou neste período? Juliana Rolim: Tivemos diferentes fases na CDL. Sempre digo que cada presidente, que por aqui passou, plantou uma sementinha e conseguiu trazer suas características, e hoje, a CDL de Barra Mansa é um conjunto de todas elas, por isso é tida como forte. Neste mandato, o que se destacou foi o jeitinho feminino e de mãe para conseguir “cuidar” um pouquinho de cada um. De fato, estivemos mais próximos de nossos associados, ouvindo mais deles, falando mais

para eles e lutando juntos. O Lojista: Projeções para 2011 até 2013. Quais são elas? Juliana Rolim: Vamos, certamente, dar continuidade aos trabalhos de capacitação do lojista nos bairros, além de fortalecer nossos produtos e serviços para encontrar propostas cada vez melhores para o associado. Nossa bandeira deste ano é lutar pela adequação da lei geral das micro e pequenas empresas. Vamos novamente à Brasília, vamos expor para o poder legislativo nossas opiniões

e, por meio de ofícios, documentos e muita união, vamos lutar por melhores condições de negócios para o lojista. Afinal, somos os maiores geradores de empregos, no país, e é preciso fazer valer tais condições. Abaixo, acompanhe algumas dessas ações de êxito realizadas nos dois últimos anos pela diretoria da CDL de Barra Mansa.


8

Informativo do Comércio de Barra Mansa

Carolina Ferreira assume a presidência da CDL Jovem de Barra Mansa Um balanço do trabalho da CDL Jovem feito pelos dois presidentes: aquele que deixa o cargo e aquela que assume a liderança do grupo. No final do ano passado, foi eleita a nova diretoria da CDL de Barra Mansa. E junto com ela, no final deste mês assume também a nova diretoria da CDL Jovem, que complementou muito o trabalho da instituição nos últimos 10 anos. Márcio Melo deixa a presidência da CDL Jovem, mas não abandona o grupo. Ele assume agora uma cadeira recém criada na diretoria executiva para a direção de CDL Jovem. Um departamento especificamente criado para dar suporte às ações dos jovens. Em seu lugar, assume Carolina Ferreira, a vice-presidente da CDL Jovem no último mandato. É um momento de renovação. “Não é a troca de diretores que promove o crescimento do grupo, mas sim a renovação que cada um promove a si mesmo. É o amadurecimento da equipe”, diz Márcio. Nos últimos dois anos a CDL Jovem mudou muito. O trabalho social, tópico preponderante nas reuniões, passou a dividir espaço com novos programas. Desfiles de moda, palestras e cursos gratuitos foram somados ao Campeonato de Futsal, Venha Brincar Conosco e outros projetos tradicionais. Dois deles, selecionados para apresentação como “casos de sucesso” na Convenção Nacional do Comércio Lojista. Ao lado, os dois presidentes, o ex e a atual, falam sobre questões e desenham o futuro da CDL Jovem de Barra Mansa.

Márcio Melo, deixando a presidência da CDL Jovem.

O apoio incondicional da Presidente Juliana e a infra-estrutura de apoio da CDL foram pontos fundamentais em minha gestão. Sou muito grato a todos por isso. Procuro o aprendizado e aperfeiçoamento sempre, e a CDL Jovem é uma escola de líderes. Quebrar paradigmas e dogmas existentes é a parte mais difícil do trabalho e considero isso também como um ponto fraco. Para que possamos progredir em um trabalho, é preciso estar disposto a mudar. O movimento lojista jovem está em acentuado crescimento. Há atualmente uma Coordenação Nacional ativa com diretores jovens nas cadeiras das federações estaduais. Defino o jovem de hoje com uma frase: “O que importa não são os anos vividos e sim a vivência nestes anos”. Apesar de pouca idade ele vive mudanças com muito dinamismo, com amadurecimento precoce. Está mais flexível, comparado às gerações anteriores. Uma fonte de leitura que me inspira é a Bíblia Sagrada. O livro mais completo em minha opinião. Possui história, biologia, sociologia, poesia... É um código de ética. Na gestão de equipes, gosto de lidar com os diferentes tipos de personalidades, aprendendo um pouco da qualidade de cada um e procuro aplicar o que cada um, faz de melhor, na necessidade de cada projeto. Estou certo de que a gestão da Carolina será um sucesso. Ela é muito capaz e preparada para liderar o grupo. A liderança feminina na CDL Jovem e na CDL Executiva será um marco histórico, tenho certeza.

Carolina Ferreira, assumindo a liderança do grupo em 2011.

O dinamismo da equipe de trabalho, planejamento cuidadoso na execução dos projetos e a persistência diante dos obstáculos são minhas principais características. Gosto do trabalho com equipes e vejo o desafio à frente da CDL Jovem como uma grande oportunidade. O aprendizado com a experiência da diretoria executiva e a experiência dos novos desafios com a diretoria jovem são o que mais me motiva. A dificuldade maior que vejo no momento é conciliar a gestão da CDL Jovem com a administração da empresa, pois a liderança na CDL é algo que requer trabalho e atenção. Vejo o movimento lojista jovem em expansão, com projeção nacional e foco bastante amplo. Porém com um objetivo comum: o desenvolvimento de novas lideranças. Isso é muito bom. O jovem de nossa geração está mais focado e determinado. Tem seus objetivos bem definidos e sabe como alcançá-los. Talvez precise de mais oportunidades. Acho que são as características mais marcantes de nosso grupo. Como fonte de leitura, gosto de “O Monge e o Executivo – Uma História sobre a Essência da Liderança” de James Hunter. Uma história simples que trouxe uma revolução aos métodos modernos de liderança, por priorizar o caráter humano nos relacionamentos. Gosto de trabalhar com várias pessoas, diferentes personalidades e visões. Espero que, nos próximos três anos de gestão da CDL Jovem possamos tocar adiante os projetos bem sucedidos que temos e desenvolver ainda novos programas.

Barra Mansa já tem sua primeira sala de cinema Digital 3D Com venda de ingressos pela Internet, a sala especial em 3D do Cine Show traz equipamentos de alta tecnologia, superando até mesmo os já existentes em muitas capitais brasileiras. Até o fim do ano, muito se São óculos com lentes de cristal ouvia falar em 3D, mas não havia fumê. Não alteram as cores ou muita ideia do que se tratava. Entexturas da imagem e permitem a fim, a espera terminou e o público real percepção do objeto apresenpoderá conferir, no Cine Show, tado. A partir daí, os elementos da em Barra Mansa, o porquê desta imagem se dividem em diversos tecnologia ter se tornado uma feplanos. Alguns muito próximos bre em todo o mundo. do espectador, parecendo saltar da tela em sua direção. Outras se A sala foi reformada, com aprofundam perdendo-se com a novas poltronas numeradas relinha do horizonte. vestidas em couro ecológico. O equipamento digital apresenta um Os filmes em 3D posnovo conceito em cinema. As imasuem o custo de ingresso diferengens são em alta definição e geciado. Um pouco acima, mas com radas digitalmente. Com isso, não uma novidade: a promoção do Uma experência para aguçar os sentidos. Boa opção de lazer para a cidade. há mais aquela sensação de “tela Cine Show em Barra Mansa conpiscando” que se tinha ao assistir inclusive, ouvir telefones celulares tempo. Uma para ser vista pelo tinua valendo. Todo mundo paga a filmes na película. O som, no tocarem, no filme, e algumas pes- olho esquerdo e outra pelo direi- meia entrada. Agora os ingressos formato Dolby Digital 3D, divide soas, na plateia, lançarem mão, to. Um óculos especial faz esta são vendidos também pela intertodos os ruídos da cena em vários rapidamente, de seus aparelhos. separação. Muitos estão pensando net. Para saber mais, acesse o site pontos espalhados por toda a sala. em www.cineshownet.com.br e Mas a vedete da sala é a que são como aqueles da década A impressão que se tem é a de clique em Barra Mansa. de 80, em papelão e papel celofaestar imerso na cena. É comum, imagem em 3D. O sistema digital ne azul e vermelho. Não é assim. projeta duas imagens ao mesmo


9

Informativo do Comércio de Barra Mansa

Vantagens em ser um associado CDL Você realmente sabe o que a CDL Barra Mansa pode fazer por você? Medicina do Trabalho: SEMART

Descontos especiais ao associado.

Software para o Varejo: SAV

Descontos especiais para associados CDL.

Saúde e Odontologia: UNIMED

Descontos especiais nas mensalidades ao associado e a seus colaboradores.

UNIODONTO

Descontos especiais nas mensalidades ao associado e a seus colaboradores.

Lazer: SESI

30% - SESI Clube; 10% - Escola SESI e Consultas Médicas e Odontológicas.

Serviços Bancários SICOOB

Pacote Exclusivo de Benefícios ao Associado.

Seguro e Previdência Porto Seguro

Condições especiais para associados da CDL e seus funcionários.

Educação: UBM

Descontos especiais nas mensalidades ao associado e a seus colaboradores.

CIEE

Progr. de Estágio, acompanhamento in loco e descontos especiais.

CNA

40% desconto para associados e seus colaboradores.

Capacitação: IDE

Primeira Mensalidade Gratuita ao Associado.

Segurança na aprovação de crédito: Consulta de Cheque: Consulta na base local e nacional dos cheques sem fundo, extraviados e roubados, alertas de extravio ou roubo de documentos e confirma o endereço do cliente pelo número do telefone fornecido.

Consulta OK: Verifica o endereço do cliente segundo o número de telefone fornecido por ele.

SEBRAE

Palestras Gratuitas.

MICROLINS

Programa inteligente de seleção de pessoal gratuitamente. E 40% de desconto em cursos.

Verifica a situação do cliente nas bases local e nacional do Serviço de Proteção ao Crédito, além das últimas consultas realizadas em nome do cliente.

Lig-Crédito: Pesquisa pessoas físicas e jurídicas no SPC Nacional e Serasa, ações, protestos, pendências financeiras, CCF do Banco Central, consultas anteriores e registros em Barra Mansa.

Programas da CDL ao associado: Festas e eventos: Locação do salão de festas e eventos da CDL com desconto exclusivo de 30% ao associado CDL.

SENAC

Desconto de 20% - Programas de Qualificação Profissional.

SPC Nacional:

Campanhas de Marketing: Campanhas gratuitas ou com preços extremamente reduzidos para promoção de vendas da loja.

Treinamento: Cessão do salão de treinamentos da CDL com equipamento audiovisual e ar climatizado.

Telefones da CDL: Atendimento Recepção - 3325-8150 Fax - 3325-8160 Consultas Cadastrais URA - Atendimento Automático - 3325-8181 Call Center - 3325-8166

Administração Contas a Pagar - 3325-8154 Contas a Receber e Suporte de Sistema de SPC - 3325-8155 Setor Comercial - 3325-8158 e 3325-8168 Gerência - 3325-8152


10

Informativo do Comércio de Barra Mansa

Espaço

Sicomér cio Sicomércio SICOMÉRCIO apoia implantação de coleta seletiva no comércio O comércio de Barra Mansa será beneficiado com a implantação de Coleta Seletiva nas lojas. A coleta, que hoje é feita em vários bairros da cidade pelo Saae, contará com o apoio do SICOMÉRCIO. A medida faz parte do foco sócio ambiental do plano de trabalho do SICOMÉRCIO. De acordo com o coordenador de Resíduos Sólidos da Prefeitura de Barra Mansa, Jackson Rabelo, o Saae está procurando um local no centro da cidade para um armazenamento provisório do material coletado, para que, em seguida, seja levado para a Cooperativa de Catadores (Coopcat). “Estamos também vendo pessoas pra trabalhar na coleta”, informou Jackson. A previsão é de que a coleta seja feita por um caminhão com duas ou três pessoas, no período das 18h30min às 21 horas. “Antes de iniciar a coleta, faremos um trabalho de divulgação no comércio através da entrega de folderes e orientação dos comerciantes e funcionários sobre como deverá ser separado o lixo para a coleta seletiva. A ideia é de que as lojas utilizem os sacos de lixo preto para colocar o lixo comum (não reciclável) e sacos de qualquer outra cor para o material reciclável, podendo ser usada ainda caixa de papelão para o material. Durante a coleta seletiva, não serão coletados os sacos pretos”, informou o engenheiro Sergio Antonio da Silva, responsável pelo Programa de Coleta Seletiva de Barra Mansa. De acordo com Sergio, a coleta seletiva no comércio tem uma importância muito grande por vários pontos de vista: “Vai propiciar a coleta de muito material reciclável que hoje vai para o lixo, pois os catadores do centro não dão conta de recolher; gerar renda para mais catadores, pois quanto mais material reciclável a Cooperativa coleta, mais pessoas podem se formalizar como cooperadas; melhorar a limpeza da cidade, pois com a coleta separada, a cidade ganha agilidade na retirada do material; reduzir os custos com a limpeza pública, permitindo investimentos em outros setores deficientes; criar consciência ambiental nos comerciantes e comerciários e ainda organizar a coleta de lixo nessas áreas”. por Chrystine Mello

Itens de segurança do novo Real: Um Euro com cara de floresta amazônica Cédulas da moeda brasileira foram reformuladas, seguindo os últimos padrões internacionais de segurança contra falsificação, ficando muito parecido com o Euro, mas com um toque do país tropical. Entraram em circulação, no final do ano, as novas cédulas do Real. São 24 milhões de cédulas de R$ 100 e 42 milhões de cédulas de R$ 50, segundo o Banco Central. Em data ainda não informada serão distribuídas as notas de menor valor. O novo real dispõe dos mais modernos sistemas de segurança contra falsificação e, por conta disso, custa 37% mais caro aos cofres públicos. Mas o investimento é compensado pela segurança que ele oferece ao usuário. Veja no quadro quais os itens de segurança e como verificá-los. A mais marcante das mudanças é o tamanho das notas. Adotando ideias já testadas e bem sucedidas na Europa, as cédulas aumentam de tamanho à medida que aumenta o seu valor. A nota de R$1 também desaparece, restando apenas moedas. As cédulas antigas continuam valendo e serão substituídas aos poucos. Até lá, as duas famílias de notas do real serão aceitas em todo o país.


11

Informativo do Comércio de Barra Mansa

Agradecimento A CDL agradece a todos os lojistas que acreditaram e participaram da Campanha Natal dos Sonhos 2010, ajudando a fortalecer o comércio, fomentando as vendas e prestigiando os consumidores que passaram pela cidade. Parabéns às empresas que premiaram seus clientes e levaram um pouco mais de alegria a eles! Esse é o objetivo da CDL Barra Mansa!

Bola da Vez

Café da CDL

“Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção.” Antoine de Saint-Exupéry

O primeiro café do ano será de comemoração. No dia 26 de janeiro, a CDL convida seus associados para um café festivo de posse da CDL Executiva e CDL Jovem de Barra Mansa. Esperamos por você, às 7h30.

A ganhadora do carro, Maria Silene, entre Juliana Rolim e a colunista Maria Emília: Muita emoção!

Sorteio da campanha de Natal: Uma das consumidoras premiadas se emociona após receber a notícia no palco e, ao lado, o gerente da Caixa Econômica, Jefferson Sarmento conferindo cada cupom.

Parte do grupo que compõe a nova diretoria da CDL Jovem.

Fim de ano na CDL: Confraternização reúne funcionários e diretores.

Carreata da campanha “Natal dos Sonhos” agitou o centro de Barra Mansa.

A atual presidente da CDL Jovem, Carolina Ferreira, junto a dois novos diretores do grupo.


12

Informativo do Comércio de Barra Mansa

Temporada de olho vivo no SPC! Após as festas e compras de fim de ano, janeiro é tempo de ficar alerta às consultas de SPC, pois é comum o descontrole no orçamento familiar.

Dezembro é temporada de vendas, disso todos sabem, mas janeiro e fevereiro são temporadas de receber as primeiras prestações. E de férias, volta às aulas, IPVA, carnaval entre outros “eventos financeiros” na família. É preciso cuidado ao aprovar o crédito, pois pequenas dívidas podem deixar o consumidor inadimplente. Um dos principais argumentos de venda, no fim de ano, é o parcelamento. Entusiasmado com as chances de comprar o presente tão sonhado, o cliente assume a dívida em pequenas prestações por muitos meses. Na próxima loja, o fato se repete. Na outra também e por aí vai. É difícil quem, nessas horas, se lembra da enxurrada de despesas extras que chegam com o Ano Novo. E são despesas pesadas, incluindo matrícula de filhos, material escolar e impostos anuais como o IPVA e Imposto de Renda.

Dessa forma, o orçamento familiar fica inteiramente comprometido por três ou quatro meses. Por isso, o lojista deve ser muito cauteloso ao aprovar o crédito. Mesmo que o cliente esteja sem registros no SPC, há o risco deste descontrole no orçamento resultar no atraso das prestações.

Uma boa dica é conversar com o cliente antes de definir o valor e o número de parcelas. Após a consulta no SPC, devese verificar a disponibilidade do cliente para o pagamento das mesmas. Algumas lojas possuem um plano especial de Ano Novo: as parcelas até março ou abril são amortizadas em valores me-

nores, enquanto os pagamentos mais “gordos” começam a partir de maio. Além de facilitar, isso inspira confiança no cliente, servindo também como uma ferramenta de fidelização. Mas, cuidado com o capital de giro! É preciso haver dinheiro em caixa para o pagamento das duplicatas de fornecedores que nem sempre são tão compreensivos assim. Outra questão importante é incentivar um número menor de parcelas. Estatísticas demonstram que, quanto mais longo é o prazo do parcelamento, maior é a possibilidade de inadimplência. Sendo assim, fique de olho. Mesmo que as consultas de SPC estejam em dia no fim de ano, é prudente dar uma última conferida na situação de cada cliente ao aprovar o crédito no início de ano.


O Lojista (AnoXIV - Nº172 - janeiro/ 2011)