Issuu on Google+

ExĂŠrcito na rua! Chico Alencar (chicoalencar comunica@gmail.co m)

01:15

Boletins Informativos Para:

seg_joel.segundo@hotmail.com


Boletim do Mandato Chico Alencar #547 Rio, 22 de maio de 2014. Veja este email no seu navegador

Derrota Militar Lembra aquela portaria do Ministério da Defesa que possibilita o Exército de reprimir as manifestações durante a Copa? Que, nas entrelinhas, considera movimento social como inimigo? Pois é. O PSOL entrou com um projeto que anulava esse absurdo. Esta semanas o projeto foi lamentavelmente derrotado na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara por 4 votos a 11. O Projeto segue agora para a Comissão de Constituição e Justiça. Vamos atuar por lá. Mas a derrota é pra lá de preocupante. Reflete uma perspectiva militar do parlamento, em consonância com as ações do Executivo. Para nós, exército não existe para combater a população civil. As recentes páginas infelizes de nossa História mostram o perigo que é dar poder de polícia às nossas Forças Armadas.

Povo nas ruas, sim! É por aí: a população não pode se sentir intimidada de ir às ruas durante a Copa. A resposta deve ser a afirmação da democracia e da luta popular. Ir às ruas durante a Copa é torcer pelo Brasil. Em diversas cidades, movimentos sociais, coletivos e categorias de trabalhadores já estão organizando mobilizações unificadas. No Rio, cerca de 200 pessoas reunidas no IFCS/UFRJ decidiram: Nossa Copa vai ser na Rua! O grande ato de abertura está sendo organizado para acontecer no Centro do Rio, no dia 12 de junho - data do primeiro jogo, em São Paulo. A próxima reunião plenária de organização será também no IFCS, no dia 3 de junho.



Exército na rua