Page 1

Pág. 04

VENDAS DE NATAL

O comércio varejista capixaba está mais confiante para as vendas do Natal.

Pág. 06

Pág. 06

REFORMA X EMPREGO Reforma trabalhista vai gerar 2 milhões de empregos até 2019, diz ministro.

Região Metropolitana de Vitória - ES

Pág. 07

FALTA TRABALHO

26,8 milhões de pessoas estão sem trabalho adequado no Brasil, diz IBGE.

Fundado em 24/08/11

Pág. 09

NOVOS EMPREGOS

O comércio foi o setor que mais se expandiu no último mês.

Edição nº 76, Ano VII, Novembro de 2017

VITÓRIA Vitória é a terceira melhor cidade do Brasil para empreender. A capital capixaba subiu no Índice de Cidades Empreendedores (ICE), elaborado pela organização Endeavor. Pág. 10

SERRA

FINANÇAS E PREVIDÊNCIA NO ES

Em entrevista, o Secretário de Estado de Economia e Planejamento do Espírito Santo, Régis Mattos Teixeira, falou sobre a situação financeira e previdenciária capixaba.

ROYALTY DE MINÉRIO X COMPETITIVIDADE

Pág. 08

No dia 27 e novembro, começou a funcionar o sistema de estacionamento rotativo nas ruas dos bairros Parque Residencial Laranjeiras e em Serra-Sede. Pág. 11

VILA VELHA A I Conferência Municipal de Gestão das Praias Marítimas Urbanas foi realizada no último dia 25, em Vila Velha. O evento foi realizado de forma pioneira no Estado. Pág. 11


02

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

Opinião

O mundo está cheio de opiniões. Só as melhores são encontradas aqui! contato@jornalcorreiocapixaba.com.br

EXPEDIENTE J L MAZOLINI SERVIÇOS LTDA. ME

CORREIOCAPIXABA.COM

Saúde

Informações sobre saúde e qualidade de vida passadas por especialistas.

contato@jornalcorreiocapixaba.com.br

Para Leitores e Anunciantes exigentes

Cuidado com os novos “CUIDADORES” Entre as muitas mudanças de conduta individual e social ocorridas nas últimas décadas, certamente as que afetaram a dinâmica da vida familiar foram as mais importantes. Elas produziram imenso impacto no comportamento de crianças, adolescentes e, já agora, numa inteira geração de indivíduos adultos e nas famílias que constituem. Ao saírem as mães de casa para trabalhar, houve uma primeira tentativa de compensar o menor tempo dedicado aos filhos com recompensas possibilitadas pelo aumento da renda familiar. Foi o tempo dos presentes melhores e concessões maiores. Num segundo momento, pais conscientes trataram de qualificar os reduzidos tempos de convivência com redobrada atenção, enquanto novos “cuidadores” ingressavam no território negligenciado pela educação familiar. Entre as muitas consequências da ação desses novos personagens, inclui-se a prevalência de impulsos primários em prejuízo do bem e dos valores que a ele conduzem. Contratados pelos pais ou disponibilizados pelo Estado, ou ainda viabilizados pelas modernas tecnologias eletrônicas, estão, em grande parte, a serviço de suas próprias pautas e visões de mundo. E estas, comumente, se relacionam com a construção de uma “nova sociedade” que nada guardará da mais alta civilização que a huma-

nidade conheceu. Terrível desdobramento da persistência e da determinação com que se atacam valores essenciais ao desenvolvimento integral da pessoa humana e à harmonia da sociedade! A chamada guerra cultural escolheu seu público preferencial entre os vulneráveis pela imaturidade e promove, ali, um massacre impiedoso da verdade, do bem, do belo e do justo. Pediram-me, outro dia, que discorresse sobre o tema “Como podem os pais influenciar positivamente seus filhos?”. Embora a receita seja a mesma de sempre - amor, diálogo, atenção, zelo e exemplo - há que reconhecer que os resultados podem ser insuficientes, pois o conjunto das influências nocivas a que a juventude está sujeita envolve, supera e muitas vezes destrói os melhores influxos que possa receber. Só uma ação conjunta de pais, escolas, autoridades, Igrejas e meios de comunicação social, conscientes, todos, de suas responsabilidades, pode minimizar o estrago. A que influências nocivas me refiro? Refiro-me à escola com partido e com ideologia de gênero, tão na moda. Refiro-me às novelas de TV (que jamais valorizam qualquer coisa que tenha valor) e às franquias da internet impropriamente utilizada.

* Percival Puggina (71), membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina. org, colunista de Zero Hora e de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. integrante do grupo Pensar+.

Av. Eudes Scherer de Souza, nº 519, sala 101, P R LARANJEIRAS CEP: 29.165-680 SERRA-ES CNPJ: 31.822.356/0001-34 Inscrição Municipal: 1-008.518-0

Dores nas costas podem afetar quem corre

TELEFONES 27 3328.5969 27 99991.5729 27 99745.7868 27 99238.7548 DIREÇÃO GERAL

José Luiz Mazolini

diretoria@jornalcorreiocapixaba.com.br

ADMINISTRATIVO FINANCEIRO

Ana Maria B Mazolini

financeiro@jornalcorreiocapixaba.com.br

COMERCIAL & MARKETING

Pedro Augusto P Mazolini

comercial@jornalcorreiocapixaba.com.br marketing@jornalcorreiocapixaba.com.br

PAUTA

Rayane S Moreira

contato@jornalcorreiocapixaba.com.br

SOCIAL

social@jornalcorreiocapixaba.com.br

JURÍDICO

juridico@jornalcorreiocapixaba.com.br

REVISÃO

Ana Maria B Mazolini PERIODICIDADE

Mensal

ESTRUTURA 05 colunas CIRCULAÇÃO

Região Metropolitana da Grande Vitória-ES e adjacências. MUNICÍPIOS

Vitória Vila Velha Serra Viana Cariacica Fundão Ibiraçu João Neiva

IMPRESSÃO Gráfica Metro

FONTES: Citadas nas matérias

RAQUEL CASTANHARO

As lesões mais comuns em corredores são nos membros inferiores, como a canelite, a condromalácia e a tendinite de Aquiles. Porém, outras partes do corpo também sofrem nesse esporte, e dores nas costas, no ombro e até no pescoço podem acontecer ou piorar devido à corrida. Essas lesões fora das pernas geralmente começam com um problema postural que piora com a sobrecarga que a corrida impõe ao corpo. Por exemplo, pessoas com fraqueza nos músculos do tronco tem a coluna lombar instável, o que a deixa desprotegida durante a corrida, levando a dor e até processos inflamatórios. ESTATÍSTICAS As estatísticas mostram que até 70% dos corredores se machucam. A prevenção

deve ser multifatorial, ou seja, intervir na biomecânica, no volume de treinamento, na educação do corredor, condicionamento muscular, etc. E todo o corpo precisa de atenção. Os cuidados dever ir da cabeça aos pés. O impacto a cada passada é transmitido para todas as partes do corpo. O pé é o primeiro a recebe-lo, e mesmo dissipando-se ao longo do caminho, ele chega até a cabeça. Sendo assim, se a coluna cervical estiver instável e fraca, ela também irá sentir os efeitos da corrida e apresentar dor. “CAÍDA” Caso a pessoa tenha um problema postural nos ombros, como por exemplo uma prostração, onde essa articulação fica muito “caída” para frente, ela pode desenvolver uma lesão como a tendinite, ou uma tensão muscular aumentada, por causa da corrida.


-

Cenário Empreendedor

- EDIÇÃO CORREIO CAPIXABA“Seja 76 - NOVEMBRO 2017 como os pássaros que,

CORREIOCAPIXABA.COM

Prof. José Luiz Mazolini, palestrante e diretor da Mazolini Consultoria & Marketing (www.mazoliniconsultoria.com.br)

diretoria@mazoliniconsultoria.com.br / professormazolini@gmail.com

ao pousarem um instante sobre ramos muito leves, sentem ceder, mas cantam! Eles sabem que possuem asas.” (Victor Hugo)

Lições que ensinam “Como aumentar o seu próprio salário” A maioria das pessoas reclama que ganha pouco, salário não dá para fazer quase nada, etc. Mas poucos são aqueles que se preocupam em otimizar o próprio salário, se aprofundando no assunto e usando da criatividade para fazer render aquilo que ganha. Esses, não fazem por onde melhor, afinal, reclamar é mais fácil de que estabelecer um controle, ou fazer algo mais promissor e produtivo. Para começar a virar esse jogo, é preciso ter atitude, disciplina e equilíbrio para fazer o dinheiro render – é basicamente o que chamamos de “Educação Financeira”. Acreditamos que todos deveriam estimular o hábito de aprender a controlar a saúde financeira, seja pessoal ou familiar, pontuando receitas de um lado e despesas do outro. No final do

mês, fazer uma análise detalhada sobre o que aconteceu, já pensando no que pode e precisa ser melhorado. Certamente, haverá um aperfeiçoamento sobre a melhor forma de controle sobre o quanto se tem e o quanto se pode gastar. Isso nos faz aprender e, ao mesmo tempo, conter o consumo por impulso e também, pode acender o alerta sobre a necessidade de aumentar a renda, ou mesmo de construir outras formas de ganhos. Sobre este excitante assunto, remeto-me ao clássico “Como aumentar o seu próprio salário”, livro de Napoleon Hill, inédito no Brasil, que apresenta técnicas infalíveis para se obter a independência financeira e, muito mais que isso, atingir a realização pessoal e profissional. O livro, que é o registro de uma série de

“Redigido no formato de perguntas e respostas, “Como aumentar o seu próprio salário” apresenta em detalhes os princípios fundamentais que Carnegie utilizou para construir seu império.” conversas entre Napoleon Hill e seu mentor, o americano e magnata do aço, Andrew Carnegie, um dos homens mais ricos da história da humanidade, traz um riquíssimo conteúdo que nos permite compa-

rá-lo a um curso completo de “doutorado” em administração das finanças e construção do sucesso pessoal, profissional e empresarial. Redigido no formato de perguntas e respostas, “Como aumentar o seu próprio salário” apresenta em detalhes os princípios fundamentais que Carnegie utilizou para construir seu império. Andrew foi o líder da fenomenal expansão da indústria do aço norte-americana no final do século 19. Para que tenhamos uma ideia sobre a capacidade intelectual associada ao extraordinário potencial criativo de Carnegie, em valores atuais, sua fortuna equivaleria a cifras volumosas em torno de US$ 80 bilhões, o que faria dele o homem mais rico do mundo. Foi o “Rei do Aço”, Carnegie, quem estimulou o então jovem Napoleon Hill a estudar, dedi-

Conteúdo dinâmico.

CORREIOCAPIXABA.COM

cadamente e continuamente, até chagar ao nível de conhecimento ideal para entrevistar homens bem-sucedidos e ricos para descobrir os segredos de suas realizações. Obediente, Hill fez disso o trabalho de sua vida. Colocou em prática os ensinamentos que coletou e construiu uma carreira de sucesso como empreendedor. Estou certo de que essas lições servirão de estímulos aos nossos estimados e valiosos leitores a encontrarem o aperfeiçoamento gerencial necessário, capaz de aumentar o seu próprio salário; descobrir como estabelecer objetivos de vida e atingi-los; receber a justa compensação pelo esforço e dedicação; desenvolver habilidades e atitude mental corretas para alcançar o sucesso; conquistar riquezas, poder e prestígio.


04

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

CORREIOCAPIXABA.COM

Vendas de Natal no comércio capixaba terão alta de 2,3%

Produzimos e entregamos o melhor PÃO de ALHO do Espírito Santo

O ICEC de Vitória no mês de outubro, mostrou melhora nas expectativas para os próximos meses. MÔNICA CASER/ASCOM

ATACADO e VAREJO É SÓ LIGAR:

27 3341.7166 27 99242.2225 www.DELICIASDIKASA.com.br

Av. Brasília nº 879, Porto Canoa

QUEM ANUNCIA VENDE +MAIS. (27) 3328-5969 / 99991-5729 99745-7868 / 99238-7548

O empresário do comércio varejista está mais confiante para as vendas do Natal 2017. É o que diz a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Espírito Santo (Fecomércio-ES), que diante de um cenário mais favorável, em comparação ao ano passado, estima uma alta de 2,3% nas vendas do comércio varejista no Natal 2017. O valor representa um faturamento real em torno de R$ 2,7 bilhões, após dois anos consecutivos de perdas. Em 2016, a retração registrada foi de 7,9%, e em 2015, a redução foi de 10,4% em relação ao ano anterior. Além disso, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) de Vitória no mês de outubro, mostrou melhora nas expectativas para os próximos meses, o que tem entusiasmado os comerciantes. Quando questionados sobre a expectativa de contratação de funcionários, 71,2% afirmaram que pretendem aumentar o quadro de funcionários para os próximos meses.

MAIS CONFIANÇA O presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, avalia que à medida que a confiança dos empresários aumente, eles estarão mais dispostos a investir e contratar. “Com o aumento dos investimentos e as contratações, a “roda” do emprego volta a girar e, aos poucos, as pessoas também recuperam a capacidade de consumo. O grande desafio continua sendo a retomada da disposição do consumo das famílias, que depende da recuperação dos empregos. E isso vale também para todos os setores produtivos da economia”, explica Sepulcri. Devido ao apelo emocional da data, as pessoas não deverão deixar de presentear. Porém, é esperado que o consumidor opte por presentes de valores mais acessíveis e o valor desembolsado deverá ficar entre R$ 80 a R$ 120. Entre os segmentos que registram maior movimento no período são os de vestuário, brinquedos, eletroeletrônicos e telefonia celular, aponta o levantamento. CONTRATAÇÕES Com a expectativa de aumento na demanda, as contratações temporárias (sazonais) também aumentam. A entidade prevê a criação de 5 mil empregos temporários até o fim do ano, considerando setembro a dezembro, e que acontecem com mais expressividade nos dois últimos meses. Destes, aproximada-

www.PORTALFLEX.com

O seu portal de negócios 27 3318.2222 LARANJEIRAS

Imobiliária CORRESPONDENTE

CRECI: 5550-J

mente 1.500 dos temporários (30%), podem ser efetivados para o ano que vem. A expectativa mais otimista para as vendas do Natal deste ano foi influenciada por uma soma de fatores. Entre eles está a melhora no mercado de trabalho no Espírito Santo, que movimentou cerca de R$ 3,5 bilhões em salários no terceiro trimestre de 2017. Número é 5,5% maior do que o registrado para o mesmo período de 2016, representando R$ 184 milhões a mais em circulação na economia do Estado. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua - Trimestral), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A redução na taxa de juros também contribuiu para uma percepção mais positiva quanto às vendas no fim de ano. SEGMENTOS EM ALTA Outro fator importante foi à queda da inflação no país e no estado, que refletiu nos itens típicos consumidos nessa época. Nos últimos 12 meses houve recuos significativos, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) medido para a Grande Vitória, entre os quais se destacam: alimentação no domicílio (-5,92%), Eletrodomésticos e Equipamentos (-5,77%), TV, som e informática (-7,28%), aparelhos telefônicos, incluindo celulares, (-7,06%) e brinquedos (-0,99%). Por outro lado, o vestuário (+3,79%) e as passagens de ônibus intermunicipais (+6,67%) e aéreas (+32,74%), são os que tiveram inflação mais expressiva. A redução na taxa de juros também contribuiu para uma percepção mais positiva quanto às vendas no fim de ano.


04CORREIOCAPIXABA.COM

Oportunidades & Negócios Pedro Augusto: Conectado com o universo dos negócios, apresenta as grandes oportunidades e novidades dos mercados.

marketing@jornalcorreiocapixaba.com.br

Cai inadimplência

A inadimplência do consumidor brasileiro caiu 2,5% nos ovalores acumulados no ano até outubro, frente ao mesmo período do ano anterior, de acordo com dados nacionais da Boa Vista SCPC. Na análise acumulada em 12 meses, entre novembro de 2016 e outubro de 2017, frente aos 12 meses antecedentes, houve retração 4,0%. Na avaliação mensal com ajuste sazonal, a inadimplência apresentou crescimento ade 5,1% quando comparado a setembro. Já quando com-

i

- EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017 CORREIO CAPIXABA “Persistir e alcançar o sucesso,

parado o resultado contra o mesmo mês de 2016, o indicador caiu 9, Regionalmente, na análise acumulada em 12 meses, ocorreu queda nas regiões Nordeste (-5,2%), Sudeste (-4,8%), Norte (-4,2%) e Centro-Oeste (-2,7%), enquanto na região Sul houve crescimento de 0,2%. As adversidades ocorridas na economia ao longo dos últimos dois anos geraram grande cautela nas famílias, inibindo o consumo e consequentemente contribuindo para a diminuição do fluxo de inadimplência.

QUEM ANUNCIA VENDE +MAIS 27 3328.5969 - 27 99991.5729

comercial@jornalcorreiocapixaba.com.br

Chinesa CNOOC visita ES

O governador Paulo Hartung recebeu no último dia 23, no Palácio Anchieta, os representantes da empresa chinesa CNOOC Petroleum. A visita teve como objetivo estreitar os laços com repressentantes da petrolífera que arrematou um bloco marítimo na Bacia do Espírito Santo, no valor de R$ 23,5 milhões, duarante a 14ª Rodada da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP),

em 27 de setembro deste ano. A empresa, que tem negócios em vários países, inclusive no Brasil, está presente no contrato de partilha em Libra, onde a Petrobras é operadora. A reunião contou com a presença dos secretários de estaduais de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo, da Casa Civil, José Carlos da Fonseca Júnior, além da subsecretária estadual de Desenvolvimento, Cristina Vellozo Santos.

ou desistir e aceitar o fracasso, é questão de escolha.” (Prof. José Luiz Mazolini)

Friopeças inaugura CD

Happy Hour da Acaps O tradicional Happy Hour, evento realizado anualmente pela Associação Capixaba de Supermercados (Acaps), em comemoração ao Dia Nacional dos Supermercados aconteceu no último dia 22, no Centro de Convenções de Vitória. Empresários supermercadistas e demais lideranças do setor de alimentos tiveram a oportunidade de assistir à palestra “Liderança em Tempos Velozes e Furiosos”, ministrada por Luciano Pires, inspirando os presentes a uma série de reflexões acerca do tema liderança e comunicação. O evento ainda contou com degustação de produtos, apresentação da próxima Super Feira 2018 e a entrega do Troféu Estande de Ouro, que elege os melhores estandes da feira e convenção da Acaps.

No último dia 9, a empresa de origem mineira Friopeças – solução em refrigeração, ar condicionado e eletrodomésticos, inaugurou seu novo e moderno Centro de Distribuição (CD), localizado no Centro Industrial de Vitória, setor I (CIVIT I), em Serra, Espírito Santo. O empreendimento possui 10.000 m², com 14 metros de pé-direito, permitindo a possibilidade de expansão. “Hoje, estamos realizando

MATRÍCULAS ABERTAS 3051.1478 99601.7494

Rua Paratí, 02 Morada de Laranjeiras SERRA-ES

Setor de serviços volta a cair As incertezas políticas e econômicas pressionaram com força as empresas de serviços do Brasil em outubro e jogaram o setor de volta em território de contração diante da demanda contida, mostrou a pesquisa Índice Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) divulgada no último dia 20. O PMI do setor de serviços brasileiro apurado pelo IHS Markit caiu a 48,8 em outubro contra 50,7 em setembro, quando foi acima da marca de 50 --que indica crescimento-- pela primeira vez em cinco meses.

Shopping Mestre Álvaro

Seu grelhado já tem lugar certo. Aqui tem tudo que você gosta.

www.pecadodacarne.com.br (27) 3341-9477

um sonho. Quando iniciamos esse projeto, não imaginávamos que iria chegar a este tamanho, tão rápido. O novo Centro de Distribuição foi planejado para trazer ganhos de produtividade, que permitirão qualificar e ampliar a oferta da nossa empresa para diversas regiões do Brasil. Agradeço a Deus, minha família, colaboradores, fornecedores, clientes, imprensa e amigos”, comemorou o diretor presidente da Friopeças, Daniel Prado.

(31) 9 9795-0100

“A queda refletiu um otimismo contido dos consumidores em meio às incertezas políticas e econômicas”, explicou em nota, o que levou o volume de novos negócios a diminuir em outubro pela primeira vez em quatro meses. Isso, segundo os entrevistados, se deveu tanto a um ambiente competitivo quanto à demanda fraca dos setores público e privado. Diante desse cenário, as empresas acabaram reduzindo o número de funcionários em outubro pelo 32º mês seguido.


06

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

Reforma trabalhista vai gerar 76.599 2 milhões de empregos novas vagas MADEPORTAS formais Trabalhamos com esquadrias e telhados coloniais.

CORREIOCAPIXABA.COM

Falta trabalho para 26,8 milhões de pessoas

AGÊNCIA BRASIL

__

Imagens ilustrativas

(ACEITAMOS ENCOMENDAS)

AV. EUDES SCHERER DE SOUZA, 1.267

P. R. LARANJEIRAS - SERRA - ES.

MATEUS MAIA/REUTERS

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, disse no último dia 20, que espera a criação de 2 milhões de empregos no Brasil, até 2019, com a regulamentação de contratos de teletrabalho, jornada intermitente e jornada parcial, parte da reforma trabalhista que entrou em vigor neste mês. Para o ministro, esse número de pessoas está atualmente na informalidade e, com as mudanças na legislação, passarão a ter empregos formais. “Nós temos a convicção que em 2018 e 2019, só com a regulamentação desses contratos, dessas pessoas que sairão da informalidade sendo recepcionadas por essa nova modalidade de contrato de trabalho, nós te-

27-3228.1415 27-99716.8761

remos a oportunidade de gerar aí 2 milhões de empregos formais no Brasil”, afirmou o ministro. A PREVISÃO A previsão veio logo após o anúncio do Caged de outubro nesta segunda-feira, que trouxe um saldo positivo de 76.599 novos postos de trabalho, o melhor resultado para o mês desde 2013. Nogueira ainda comentou sobre a recuperação de setores-chaves para a economia, como o automobilístico e o da construção civil. Nesse segundo caso, o ministro afirmou que espera resultados positivos já para o primeiro semestre de 2018. “Nós acreditamos que a construção civil também já no primeiro semestre de 2018 começará a dar resultados efetivamente positivos na geração de empregos”, completou.

O Brasil registrou criação líquida de 76.599 vagas formais de emprego em outubro, melhor dado para o mês desde 2013 (+94.893), no sétimo resultado positivo consecutivo no ano, cravado em meio à gradual recuperação econômica. O desempenho contrasta fortemente com o fechamento de 751.816 empregos no mesmo período do ano passado, na série com ajustes. De todos os oito setores analisados no mês, três ficaram no azul. Enquanto no comércio foram abertas 37.321 vagas em outubro, a indústria da transformação ficou com saldo positivo de 33.200 postos e o setor de serviços de outros 15.915. LADO NEGATIVO Do lado negativo, os principais destaques ficaram com construção civil (-4.764 empregos) e agropecuária (-3.551). Num retrato da melhora do mercado de trabalho, o número de desempregados no Brasil foi abaixo de 13 milhões no trimestre encerrado em setembro pela primeira vez desde o início do ano, conforme dados mais recentes do IBGE.

NIELMAR OLIVEIRA/EBC

A taxa de subutilização da força de trabalho no país ficou praticamente estável no terceiro trimestre do ano, fechando em 23,9% do mercado de trabalho – crescimento de apenas 0,1 ponto percentual frente aos 29,8% relativos ao segundo trimestre. Os números, no entanto, significam que ainda representa 26,8 milhões de pessoas sem trabalho adequado no país. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados no último dia 17, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de subutilização, segundo os parâmetros do IBGE, agrega a população desocupada, os subocupados por insuficiência de horas e os que fazem parte da força de trabalho potencial.

SUBOCUPAÇÃO Deste total, 18,5% (o equivalente a 19,2 milhões de pessoas) diziam respeito à taxa combinada de subocupação por insuficiência de horas trabalhadas e desocupação (pessoas ocupadas com uma jornada de menos de 40 horas semanais, mas que gostariam de trabalhar em um período maior, somadas às pessoas desocupadas). Em relação ao segundo trimestre, essa taxa combinada mostrou estabilidade, uma vez que equivalia a 18,6% do total da força de trabalho. Quando a comparação se dá com o 3º trimestre de 2016, de 16,5%, há um aumento da taxa de 2,1 pontos percentuais. No terceiro trimestre de 2017, as maiores taxas foram verificadas na Bahia (30,8%), no Piauí (27,7%), em Sergipe (25,2%), no Maranhão (24,9%) e em Pernambuco (24,5%).


CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

CORREIOCAPIXABA.COM

07

Novos empregos foram puxados por comércio, indústria e serviços, em outubro OLGA BARDAWIL/EBC

O aumento do número de empregos formais criados no mês de outubro foi puxado pelos setores de comércio, indústria de transformação e serviços. De acordo com números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados no último dia 20, pelo Ministério do Trabalho Emprego e Renda, 76.599 vagas foram criadas no mês passado. O resultado de outubro é o melhor do ano até agora. O comércio foi o setor que mais se expandiu no último mês, com 37.321 novos empregos formais, dos quais 30.187 no comércio varejista. A indústria de transformação teve o segundo melhor desempenho, com 33,2 mil novos postos de trabalho, graças sobretudo ao desemprenho da indústria de produtos alimentícios, que abriu 20.565 vagas.

Olá, tem alguma cotação de suprimentos para copiadoras, impressoras e papelaria? *Liga que entregaremos:

27-3051.0541

*Consultar condições e regiões de entregas

Locação de impressoras a partir de R$150,00

INFORMÁTICA E PAPELARIA

ACUMULADO DO ANO Já o setor de serviços criou 15.915 vagas de emprego formal em outubro. No acumulado do ano, o saldo de empregos chega a 302.189 novas vagas, crescimento de 0,79% em relação ao mesmo período de 2016. Para o ministro do Trabalho,

Ronaldo Nogueira, os resultados de outubro do Caged indicam consolidação da recuperação econômica. “Mostra que as politicas adotadas pelo governo estavam corretas”, destacou. Segundo Nogueira, a entrada em vigor da nova legislação trabalhista vai influir

“Para se adaptar às novas modalidades de contratação, o sistema de dados do Caged passará a incluir informações sobre salário/ hora/atividade.” positivamente no mercado de trabalho formal do país. “Em que pese os 45 milhões de trabalhadores na informalidade, nós temos a convicção de que só os contratos nas novas modalidades, como a jornada parcial, jornada de trabalho intermitente e teletrabalho, teremos mais 2 milhões de empregos novos.”

Palestras Workshop Treinamentos Consultoria Empresarial

27 99991.5729 www.mazoliniconsultoria.com.br professormazolini@gmail.com diretoria@mazoliniconsultoria.com.br

_______________

CONTATO: 27 3328.5969 -

ACADEMIA DE SUCESSO

JORNADA INTERMITENTE De acordo com o ministro, os empregos com jornada intermitente, por exemplo, devem surgir em setores de serviço como bares e restaurantes e de Tecnologia da Informação (TI). Em relação à contagem dos empregos formais com jornada intermitente, uma vez que o trabalhador poderá ter mais de um contrato, Nogueira disse que a regra será “um trabalhador, uma vaga [computada pelo Caged]”. Para se adaptar às novas modalidades de contratação, o sistema de dados do Caged passará a incluir informações sobre salário/hora/atividade. Nogueira reconheceu que o trabalhador intermitente ainda não pode ser contado na série histórica do Caged, e disse que, em dezembro, quando forem incluídas as modalidades criadas pela nova lei trabalhista, a divulgação dos números do cadastro será feita separadamente.


08

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

CORREIOCAPIXABA.COM

Vale considera que alta do royalty de minério de ferro afeta a competitividade

Foto: Jeremy Bigwood

MARTA NOGUEIRA

O Senado aprovou no dia 22 de novembro e enviou à sanção presidencial texto que eleva a alíquota do minério de ferro em 75%, como parte de um pacote que busca uma profunda reforma no setor. A mineradora Vale, maior produtora mundial de minério de ferro, destacou em nota que a proposta original do governo federal de mudança da chamada Compensação Financeira pela Exploração Mineral (Cfem) era coerente com a capacidade contributiva total das empresas. No entanto, para a Vale, o Congresso Nacional fez modificações profundas no texto original, “diante da enorme pressão dos municípios”. “O resultado foi um modelo que afeta a nossa competitividade especialmente em um momento de preços mais deprimidos”, disse a companhia.

ESTRATÉGIAS A mineradora vem fazendo um grande esforço para reduzir custos e melhorar sua competitividade, e uma de suas estratégias tem sido reduzir a produção em unidades menos rentáveis, no Sudeste do Brasil, enquanto promove o crescimento da produção no Pará, onde as minas têm mais qualidade e menores custos. A empresa reiterou acreditar que também não é o momento ideal para o país aumentar royalties e frisou que a medida do governo aumenta as suas desvantagens em relação aos seus concorrentes. “Como exportadora de commodities, já enfrentamos uma alta carga tributária, superior a de nossos concorrentes, que têm a vantagem de estar a dez dias de distância do principal mercado consumidor de minério de ferro, a Ásia, enquanto o Brasil está a 45 dias de distância”, afirmou. Além da Vale, atuam na produção de minério de ferro no

Brasil empresas como a Anglo American. A MUDANÇA A mudança aprovada, paradoxalmente, integrou uma ampla reforma do setor de mineração em curso, que busca atrair um maior número de investidores. No mesmo dia, os deputados também aprovaram a criação da Agência Nacional de Mineração (ANM) para substituir o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) nas atribuições de regulação e fiscalização do setor. Nesse caso, a Vale afirmou que a medida “valoriza o setor e assegurará mais celeridade a todos os processos capazes de fomentar os investimentos na atividade mineral”. Uma terceira MP que altera dispositivos do código de mineração, cujas regras estão em vigor desde a década de 1960, foi retirada da pauta da Câmara. Se não for votada no Congresso até o dia 28 de novembro, a proposta perde a validade.


CORREIOCAPIXABA.COM

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

09

Secretário de Economia e Planejamento do ES fala da situação previdenciária capixaba “Cada dia que passa sem a reforma esse buraco vai aumentando e a reforma quando acontecer mais dura vai ser”.

CRISTIANO CARLOS - ARM

A

reforma da Previdência continua em pauta no Congresso Nacional. Nesta semana, as discussões sobre o tema se intensificaram ainda mais. Isso porque o governo federal trabalha para montar um texto mais enxuto, que seja aprovado pelos parlamentares antes do recesso de final de ano. Para entender melhor como a reforma pode ter um impacto na vida dos capixabas, a reportagem da Agência do Rádio Mais entrevistou com exclusividade o Secretário de Estado de Economia e Planejamento do Governo do Espírito Santo, Régis Mattos Teixeira, como segue: Secretário Régis Mattos Teixeira, qual a situação das finanças do Espírito Santo e, em especial, das contas da previdência estadual, nesse momento? “Bom, a primeira parte da pergunta: as finanças do estado hoje estão em equilíbrio, ou seja, as despesas estão equilibradas com as receitas. O estado passou por um momento de déficit muito grande, em 2013 e 2014, foi feito um esforço de ajuste. Ajuste no orçamento, redução nos gastos e custeios, que nos permitiu alcançar o equilíbrio já em 2015. De lá para cá, nas contas globais do estado, nós estamos mantendo o equilíbrio, com todos os pagamentos dos servidores em dia, todos os pagamentos dos fornecedores em dia. Então, há um equilíbrio. Agora, quando nós olhamos, especificamente, para as contas da previdência estadual, aí tem um déficit muito grande. Somente no poder Executivo, o déficit estimado para o ano de 2017, que nós já estamos aí caminhando para o final, é de um bilhão e 750 milhões de reais. Quer dizer, para um estado do tamanho do Espírito Santo é um déficit muito grande”.

para a Previdência. O estado tem a chamada contribuição patronal que é de duas vezes a contribuição do servidor. Portanto, 22%. Então vão 11 do servidor, 22 do governo do estado, 33% da folha para a Previdência. Esse valor não é suficiente para pagar as aposentadorias atuais. Então, o estado tem de complementar esse déficit. Aquilo que faltou para pagar os aposentados. E, quando eu falo estado significa que não é apenas o servidor. Mas, cada cidadão, no nosso caso aqui cada cidadão capixaba, no caso nacional cada brasileiro, por meio dos impostos que cada um de nós paga tem que cobrir esse déficit. Então é um recurso que sai do tesouro estadual, ou seja, sai do bolso dos capixabas e dos brasileiros para cobrir o déficit da Previdência”.

Por que a previdência do Espírito está registrando déficit tão alto? “O que é o déficit da previdência? Para que a gente possa entender. Cada servidor público tem uma contribuição para a Previdência. No caso daqui do Espírito Santo equivalente a 11% de seu salário, 11% vão

O que pode ser feito para acabar, de uma vez por todas, com esse rombo? “Bom, primeiro a gente tem que entender porque acontece o déficit, porque que tem esse déficit que é grande e a cada ano, a cada dia que passa é maior, cada ano que passa é maior. Porque nós brasileiros

Secretário de Estado de Economia e Planejamento do Governo do Espírito Santo, Régis Mattos Teixeira

“Mesmo com a reforma, nós vamos demorar 20, 30 anos para caminhar em direção ao equilíbrio.” estamos, felizmente, isso é muito bom, vivendo cada vez mais. Na metade do século passado a expectativa de vida era de pouco mais de 40 anos e a expectativa de vida agora já se aproxima de 80 anos. Para as mulheres já supera os 80 anos. Então estamos vivendo cada vez mais, ou seja, recebemos a aposentadoria por mais tempo. Por outro lado, a taxa de natalidade está diminuindo, ou seja, as famílias, cada vez, têm menos filhos. Então são menos jovens entrando no mercado de trabalho que vão contribuir para a previdência, ou seja, cada vez mais aposentados recebendo recursos da previdência e cada vez menos contribuintes ativos, jovens e adultos, contribuindo para

a previdência. Então, o déficit aumenta a cada ano. Para te responder o seguinte: qual a solução para isso? É a reforma da Previdência. Há um debate nacional, tem uma proposta tramitando hoje no Congresso Nacional que estabelece uma idade mínima para a previdência. E o principal ponto dessa reforma é estabelecer uma idade mínima para que a gente possa buscar em longo prazo, não tem solução mágica e nem solução imediata para o déficit da Previdência. Mesmo com a reforma, nós vamos demorar 20, 30 anos para caminhar em direção ao equilíbrio. Agora, cada dia que passa sem a reforma esse buraco vai aumentando

e a reforma quando acontecer mais dura vai ser”.

Secretário Régis Mattos Teixeira, e no âmbito estadual? Quais as medidas que o governo do Espírito Santo adota para administrar o déficit da Previdência? “Não há medida que resolva sem a reforma da Previdência, mas tem algumas medidas que nós vamos tomando para diminuir o crescimento do buraco. O buraco vai aumentando mais devagar. Por exemplo: um controle muito rígido na concessão de benefícios, a revisão de benefícios que foram concedidos no passado verificando toda a documentação para ver se não tem nenhum problema, um recadastramento periódico de todos aqueles beneficiários. Eles têm que comparecer perante ao instituto de previdência para demonstrar que está tudo em ordem, se estão recebendo adequadamente a aposentadoria. Então são medidas que reduzem o crescimento do déficit, mas não há nenhuma medida que seja suficiente para estancar o déficit que não seja por meio da reforma da Previdência”.

“Não há medida que resolva sem a reforma da Previdência, mas tem algumas medidas que nós vamos tomando para diminuir o crescimento do buraco”.


10

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

Conra Nossas Promoções. Cabelereira em geral, Manicura, Estéticas, Pacotes de Noivas. ___________________

________

Av. Paulo Pereira Gomes, nº 803, Sala 05 Morada de Laranjeiras - SERRA - ES

27 3080.2280 27 99608.1248

RESP. TÉCNICO

Dr. Douglas Lobo CIRURGIÃO DENTISTA (CRO-ES 3583)

Equipe completa. Diversas áreas de atuação.

Vitória está entre as três cidades mais empreendedora do Brasil SECOM/PMV

CIDADES

ÍNDICE

POSIÇÃO

Vitória é a terceira melhor cidade do Brasil para empreender. A capital capixaba subiu no Índice de Cidades Empreendedores (ICE), elaborado pela organização Endeavor, em relação a 2016, quando ocupou a 5ª colocação. O resultado foi divulgado pelo jornal Valor Econômico. Já em 2015, o município foi 3º no ranking.

SÃO PAULO

8,49

FLORIANÓPOLIS

8,18

VITÓRIA

7,31

“Queremos ser a principal cidade para se investir no País. Mas esse momento tem que ser comemorado por todos.”

Luciano Rezende, Prefeito de Vitória.

Temos NOVIDADE! Toxina Botulínica (Botox)

Pode abrir o sorriso. AGENDAMENTO:

27

3318.7117 -

27

99909.3284

Av Brasília, 879 - Loja 2 - PORTO CANOA - SERRA Facebook: Doctor D Consultório Odontológico

Alvará Mais Fácil “Mais de 37 mil consultas de viabilidade para abertura de novos negócios, 6.585 empresas licenciadas.” Mais de 37 mil consultas de viabilidade para abertu-

ra de novos negócios, 6.585 empresas licenciadas, sendo 1.725 novos negócios e 4.860 renovações, e redução pela metade do tempo médio para abertura das empresas: de 125 para 53,4 dias. Esses são dados sobre empreendedorismo alcançados em Vitória nos últimos meses, que ainda conta com 4.840 alvarás de cinco anos emitidos e 17.677 microempreendedores individuais formalizados.

CORREIOCAPIXABA.COM

O ranking leva em conta as cidades com melhores condições para abrir e desenvolver negócios. Estudo divulgado este ano, também pela Endeavor, mostra que a burocracia é um dos grandes entraves para o empreendedorismo, no País. As empresas levam, em média, 80 dias só para abrir uma empresa. Vitória obteve a nota 7,31, enquanto São Paulo, que lidera a lista, ganhou 8,49. “Nos últimos anos, empreender em Vitória ficou muito facilitado. O poder público – a Prefeitura de Vitória e a Câmara de Vereadores –, todos os órgãos que têm se relacionado com a Prefeitura nesse sentido têm facilitado isso, através de diminuição de regras, da burocracia que sufoca quem quer empreender e precisa fazer isso com velocidade. Ainda não estamos no cenário ideal. Queremos ser a principal cidade para se investir no País. Mas esse momento tem que ser comemorado por todos. A nossa gestão é compartilhada e isso tem sido construído com críticas, sugestões e elogios. Tudo isso são ‘irmãs trigêmeas’, que têm que andar juntas”, comemorou o prefeito de Vitória, Luciano Rezende. OUTRAS ÁREAS O prefeito ainda lembrou os resultados alcançados em áreas como saúde e educação em

é uma cidade com qualidade de vida já em grande destaque entre as principais do País. Saúde e educação são considerados os melhores sistemas públicos do país por várias instituições. São indicadores que levam à construção de um cenário de uma cidade que está avançando muito”, disse. Ele ainda agradeceu aos servidores de Vitória: “Cada sucesso e cada passo que a cidade dá são motivos de comemoração. Estou muito feliz e honrado. Quero agradecer aos servidores da Prefeitura, que trabalham muito para poder melhorar o ambiente, e aos empreendedores, que têm exigido e feito a interlocução conosco e o resultado está aí”. TODO APOIO A secretário municipal de Turismo, Trabalho e Renda, Leonardo Krohling, disse que a administração municipal vem acompanhando os resultados da pesquisa da Endeavor, inclusive envolvendo as entidades de jovens empreendedores do Estado, que estão desenvolvendo como meta trabalhar cada item que compõe o estudo da entidade para melhorar, cada vez mais, o ambiente empreendedor na capital. “A Prefeitura de Vitória tem dado todo o apoio nesse sentido e buscado, junto com es-

sas parcerias, desenvolver atividades que facilitem a vida do empreendedor e sejamos uma capital que respira empreendedorismo e que apoia o morador que queira criar um negócio, gerar emprego para avançar por todo o país e também para o mundo”, apontou. SIMPLIFICAÇÃO “Cada vez mais, a Secretaria de Desenvolvimento da Cidade (Sedec) simplifica procedimentos, trazendo a autodeclaração do investidor como ferramenta de licenciamento. Nesse sentido, o empresário declara a necessidade de adequação e faz os ajustes com sua atividade em andamento”, afirmou a secretária de Desenvolvimento da Cidade, Lenise Loureiro. O ICE é o principal instrumento de avaliação de ecossistemas empreendedores nos municípios brasileiros. o objetivo é ajudar gestores públicos e a sociedade civil a construir melhores ações para o fomento da atividade empreendedora, além de contribuir para que mais empreendedores consigam crescer. A análise foi feita em 32 cidades, avaliadas por meio de 56 indicadores, distribuídos em sete pilares que mais impactam a vida do empreendedor: ambiente regulatório, infraestrutura, mercado, acesso a capital, inovação, capital humano e cultura empreendedora.


CORREIOCAPIXABA.COM

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

11

Vila Velha debate a “Gestão das Praias Marítimas Urbanas” no município pela Prefeitura de Vila Velha, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade (SEMDU).

SECOM/PMVV

A I Conferência Municipal de Gestão das Praias Marítimas Urbanas foi realizada no último dia 25, em Vila Velha e teve como tema geral “O Brasil na era das concessões e Parcerias Público Privadas: Vila Velha e o modelo de gestão das praias marítimas urbanas no Município”.

O evento, realizado de forma pioneira no Estado, teve como objetivo informar à comunidade sobre a gestão das Praias Marítimas Urbanas por meio de Concessão da Superintendência Patrimonial da União (SPU) ao Município e definir os instrumentos legais para gestão da orla, inclusive estabelecendo direitos e deveres dos usuários. A Conferência foi realizada

MODELO DEMOCRÁTICO “É um modelo democrático participativo muito bom que o prefeito tem adotado em todas as suas decisões para levar informações para a sociedade de forma geral e ouvir também sugestões A gestão da praia ela vai instituir direitos, mas também deveres. Na orla, existem muitas questões a serem discutidas, como a organização e realização de eventos, funcionamento de quiosques, restinga, a parte de práticas esportivas também tem que ser regulamentada, além dos ambulantes que vendem e tem o seu sustento mensal através dessa renda”, destaca o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade (SEMDU), Antônio Marcus Machado.

EIXOS TEMÁTICOS Os temas foram debatidos em quatro eixos temáticos, abordando os seguintes conteúdos: I - Eixo Temático I – Sustentabilidade ambiental: projeto de recuperação da restinga; áreas de interesse ambiental localizadas nas praias marítimas municipais; Projeto Tamar; Projeto Jubarte; instalação de estação de pesquisas oceânicas; outros projetos municipais. II – Eixo Temático II - Atividades Econômicas, Culturais e Esportivas: Concessão de uso para exploração comercial em modelo de quiosques; realização do festival gastronômico “Kioskweek”; realização de festival de cinema na praia; realização de outras feiras e negócios; instalação de centro de referência de incentivo à economia criativa; instalação de unidade da guarda municipal para orientação ao turista; regulamentação da publicidade nas praias; regulamentação dos eventos de final de ano. adequa-

ção do projeto Praia Legal e estações de salva-vidas; instalação de destacamento de atendimento da PMVV; realização de campeonatos municipais, estaduais e nacionais de futebol de areia, vôlei de praia, triatlon, frescobol, pipas e outras atividades esportivas. III – Eixo Temático III – Mobilidade, Uso e Ocupação: Ciclovias e Bike VV; faixa compartilhada; estacionamento rotativo; adequação de paradas de ônibus, táxis e demais modalidades de transporte. IV – Eixo Temático IV – Modelo Jurídico de Gestão: Modelos de gestão e orçamento municipal; Direitos e deveres: SPU, Município, quiosques, ambulantes, empresas, moradores; regulamentação para concessão de uso; regulamentação de publicidade e eventos; relação com a SPU - fornecimento de cadastro imobiliário municipal; composição de Comissão de Acompanhamento da Gestão das Praias Marítimas Municipais.

Estacionamento rotativo começa a funcionar em Laranjeiras e Serra-Sede SECOM/PMS

No dia 27 e novembro, começou a funcionar o sistema de estacionamento rotativo nas ruas do bairro Parque Residencial Laranjeiras, Serra, o primeiro passo do projeto que vai contemplar, também, Serra-Sede. No total, serão duas mil vagas nessas duas regiões. O aplicativo para pagamento já está disponível para download e cadastro. Para baixar o aplicativo, que está disponível nas lojas virtuais Apple Store e Play Store, é só digitar na busca pelo nome “Serra Estacionamento Rotativo”. O aplicativo é gratuito. Para se cadastrar é preciso informar número de telefone, e-mail e Cadastro de Pessoa Física (CPF). Depois, é só informar a placa do veículo. É possível cadastrar quantos veículos o usuário desejar. CADASTRAR OS CARTÕES Feito o registro, o motorista terá de cadastrar os cartões.

Se for cartão de crédito, o motorista terá, então, de comprar créditos. Se o cadastro for feito com cartão de débito, ele vai debitar o valor somente no momento de usar a vaga. O estacionamento rotativo vai funcionar das 8 às 18 horas, de segunda a sexta-feira; e aos sábados, das 8 às 14 horas. Também haverá cobrança em épocas de promoções ou datas comemorativas. O valor cobrado será de R$ 1,00 nos primeiros 30 minutos, com acréscimo de R$0,25 a cada 15 minutos, até R$ 3,50 por três horas. Pelo aplicativo, também é possível adicionar alarme, que vai avisar ao motorista quando estiver próximo do tempo ser expirado. O tempo máximo de permanência na mesma vaga será de 2 ou 3 horas, dependendo da rua.

Com a primeira opção, o motorista vai comprar pelo cartão de crédito um determinado valor em crédito (exemplo: R$ 50). A cada vez que ele usar o estacionamento rotativo, a tarifa correspondente será abatida do valor comprado. Quando todo o crédito for usado, é só o motorista adquirir nova “cota”. Para comprar no débito, vai depender se o motorista possui aplicativo do seu banco instalado e das regras de cada banco.

PRINCIPAIS DÚVIDAS: - Como é feito o pagamento pelo aplicativo? O pagamento pode ser feito com cartão de crédito ou débito.

- Qual o tempo de tolerância para o pagamento? A tolerância é de 5 minutos. Todos estarão identificados com o símbolo do estacionamento rotativo.

Foto: Arquivo/CCNews

- Quais as outras formas de pagamento? Não haverá parquímetro. É possível realizar o pagamento em pontos de vendas próximos ao estacionamento ou com monitores, que estarão percorrendo as ruas. Nesses dois casos, o pagamento é feito somente em dinheiro.

O estacionamento rotativo vai funcionar das 8 às 18 horas, de segunda a sexta-feira.


CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

Doutor Animal

Especialistas dão dicas relevantes sobre o universo animal das mais diferentes raças e espécies. comercial@jornalcorreiocapixaba.com.br

Padaria Pet para cães e gatos em Vila Velha PAULO LIMA

Imagine ter um espaço para convivência entre donos e seus animais de estimação, sendo possível comprar para o consumo do bichinho gelatina diet, sorvetes, bolo de caneca para micro-ondas e de aniversário, cookies, waffers, muffins, cerveja, chocolate? Levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), revela que o País tem a segunda maior população de pets do mundo, com 132 milhões de animais, sendo 52 milhões de cães e 22 milhões felinos, perdendo apenas para os Estados Unidos com 164 milhões. O número de cães já supera o número de crianças de até 12 anos. AGRADAR BICHOS Diante desse mercado promissor e que nem mesmo a crise afetou, a Padaria Pet – franquia de petiscaria e confeitaria para cães e gatos -, abre a primeira rede franqueada em Vila Velha, no Espírito Santo, comandada pelo empreendedor capixaba Elzir

de Macedo. Ele e sua esposa, Flávia Queiroz, apaixonados por animais, buscaram um negócio que aliasse produtos e serviços inovadores e oportunidade de agradar bichos de estimação e seus donos. “Como amantes dos animais, sentíamos falta de um espaço em que tivesse a interação entre os peludos e seus tutores. Em nossa cidade, não existe nada parecido com este conceito.”, explica Macedo. PRODUTOS E SERVIÇOS Inaugurada em 26 de outubro, a loja que está localizada na Rua São Paulo, 2331, Itapoa, oferecerá pães, sucos, linha de baleiros e petiscos naturais, bolo de aniversário, docinhos, bolinhas de cereal, molho para ração, biscoitos funcionais de linhaça, hambúrguer, patê de carne bovina, cordeiro, frango, comida congelada e a linha natural para animais diabéticos, com problema renal ou obesidade. Na parte de serviços, terá um lounge para festas de aniversário e buffet, piscina de bolinhas, centro estético com banho e tosa, hidratação dos pelos, bem como uma boutique para venda de acessórios de marcas de renome do mercado pet. Além disso, um espaço para café humano será oferecido para os tutores.

Célulastronco LARISSA OLIVEIRA

Tratamentos com células-tronco ajudam não só os seres humanos, mas também os animais. Segundo Jorge Morais, veterinário e diretor da rede especializada em cuidados para pets Animal Place, a terapia celular já é largamente utilizada para a cura de enfermidades em cães e gatos e também em outras espécies, como equinos e coelhos, por exemplo. “As células-troncos dão origens a todas as outras e possuem um enorme poder anti-inflamatório”, explica. As células-mães, como também são chamadas, são retiradas do corpo do animal, levadas para um laboratório onde serão separadas e transformadas em novas células para então serem implantadas novamente diretamente na enfermidade ou através da via endovenosa. “Elas regeneram as células doentes. Os resultados são sentidos após três sessões, em média. A melhora é gradativa e contínua mesmo após o término do tratamento, já que continuam atuando nos tecidos após as aplicações”, comenta Morais.

CORREIOCAPIXABA.COM “Podemos julgar o coração de um homem pela forma como ele trata os animais.” (Immanuel Kant /Pensador)

Como lidar com cadelas e gatas prenhas RENÉ RODRIGUES JR

A gestação é um momento muito especial para fêmeas de qualquer espécie. No caso das cadelas e gatas, não poderia ser diferente: requer cuidados específicos e uma mudança brusca na rotina dos pets, desde o início do cio até o parto. Para entender como isso ocorre, é fundamental que os donos tenham conhecimento de algumas informações, principalmente sobre a alimentação. O período do cio ocorre nas cadelas de pequeno porte e de grande porte, respectivamente, a partir do sétimo mês e do primeiro ano de vida. Já para as gatas, essa etapa chega a partir do sexto mês. Para ambas espécies, a duração do cio é de 21 dias. SEMELHANÇA Outra semelhança entre as duas fêmeas está no tempo da gestação, que dura aproximadamente dois meses e pode ser dividida em duas etapas. A primeira engloba os primeiros 40 dias, quando ocorre a formação básica dos fetos, dos órgãos, do sistema neural etc. Nesta fase, é essencial que o dono mantenha um equilíbrio nutricional e sempre ofereça água fresca. Já na segunda etapa (os úl-

timos 20 dias), é quando ocorre o desenvolvimento do feto, que cresce cerca de 75%. Durante o período de gestação, é importante que o dono ofereça uma alimentação com maior teor de energia, minerais e vitaminas o que normalmente se faz com um alimento para filhotes. Mas, atenção, não é indicado a suplementação de cálcio, porque isso pode causar hipocalcemia pós parto – ou seja, deficiência de cálcio provocando convulsões nas fêmeas durante ou logo após o parto. DICA IMPORTANTE Outra dica importante é controlar o peso das cadelas e gatas durante a gestação. É natural que, com a alimentação mais frequente, elas ganhem alguns quilos, no entanto isso não pode ultrapassar os 30% do peso anterior à prenhez. Assim como é com as mulheres, engordar demais pode prejudicar no momento do parto e a saúde dos pets no futuro. Portanto a suplementação utilizando um alimento para filhotes nas cadelas prenhes é indicado a partir do 400 dia de gestação, quando ocorre o maior ganho de peso . Já nas gatas prenhes o aumento do peso é linear, durante toda gestação, fazendo necessário a introdução do novo alimento.


13 - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017 CORREIO CAPIXABA “Reunir é um começo, manter-se

Mundo Automotivo

CORREIOCAPIXABA.COM

A criatividade das montadoras, o desenvolvimento de novos e arrojados modelos e lançamentos automotivos. comercial@jornalcorreiocapixaba.com.br

Venda de veículos novos Os licenciamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Brasil em outubro subiram 1,83% sobre setembro e avançaram 27,56% sobre um ano antes, para 202.860 unidades, segundo dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). As vendas de carros e comerciais leves novos somaram 196.635 unidades em outubro, crescimento de 1,6% ante setembro e alta de cerca de 27% ante outubro de 2016, disse a Fenabrave. Já os licenciamentos de caminhões somaram 5.055

unidades, expansão mensal de 11,3% e anual de quase 48%. As vendas de ônibus novos somaram 1.170 unidades no mês passado, alta de cerca de 6% ante setembro e avanço de aproximadamente 55% na comparação anual. O desempenho geral de vendas de outubro passado foi o melhor para o mês desde 2014 e levou o total acumulado no ano para 1,822 milhão de unidades. Faltando apenas dois meses para o término do ano, as vendas estão perto de cumprir estimativas da Fenabrave, de licenciamentos de 2,247 milhões de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus.

“Adote uma Estrela”

- 10,00 CM -

Com o tema “Adote uma Estrela”, a Vitória Motors Mercedes-Benz se une à Fundação Beneficente Praia do Canto (FBPC) para promover uma campanha de Natal com o objetivo de arrecadar presentes para crianças e adolescentes atendidos pela Fundação. A instituição, localizada na Grande São Pedro, em Vitória, oferece atualmente apoio social e cultural a 150 crianças. O lançamento da campanha foi realizado último dia 11, na concessionária Vitória Motors Mercedes-Benz, na avenida Nossa Senhora da Penha, em

Vitória. Foi apresentada a árvore de Natal da ação, que será preenchida no decorrer da campanha na medida em que as crianças forem “adotadas”. Os presentes frutos das adoções serão entregues às crianças na própria fundação em comemoração ao Natal, no dia 29 de novembro. “Ficamos felizes em poder contribuir com a fundação, que a 34 anos realiza um trabalho importante para a comunidade”, diz Patrícia Asseff, diretora executiva da Vitória Motors Mercedes-Benz.

Volkswagen revela o Virtus A Volkswagen mostrou um modelo inédito no Brasil no último dia 16: o Virtus. Com base na plataforma e mecânica do novo Polo, o sedã começa a ser vendido primeiro no mercado brasileiro, em janeiro de 2018, mas será também um produto global. Depois dele, no segundo semestre do ano que vem, a marca lançará um SUV inédito, o T Cross. Além disso, também produzirá uma nova picape. Todos os modelos feitos sobre a mesma plataforma do Polo, a MQB A0, que é uma versão simplificada da arquitetura do Golf. A novidade ficará acima do Voyage e abaixo do Jetta, brigando com Honda City e Chevrolet Cobalt, por exemplo. O mesmo segmento deve ter novos competidores em breve, como a versão sedã do Argo, chamada de Cronos, e o Toyota Yaris, que já foi confirmado para o Brasil na carroceria hatchback.

junto é um progresso e trabalhar juntos é Sucesso.” (Henry Ford)

Caoa relança Chery no Brasil Nos últimos anos, a China não tem medido esforços para ultrapassar as fronteiras de sua famosa Muralha. A cada ano, um volume crescente de recursos vem sendo destinado a aquisições e fusões que traduzem o apetite da gigante asiática para consolidar sua liderança global. Nessa jornada, as empresas do Brasil são um alvo recorrente, nas mais variadas indústrias, das hidrelétricas ao setor financeiro. No último dia 11, no entanto, um acordo desafiou essa

corrente. Maior rede de concessionárias do País, a Caoa pagou US$ 60 milhões por 50% da operação local da montadora chinesa Chery. O pacote inclui a fábrica da companhia em Jacareí, São Paulo. Com a transação, que vinha sendo negociada há 18 meses, a marca será rebatizada como Caoa Chery. A parceria prevê ainda um investimento de US$ 2 bilhões nos próximos cinco anos e boa parte desse montante será de responsabilidade do grupo brasileiro.

Kwid no teste de colisão O Renault Kwid recebeu 3 estrelas em teste de colisão realizado pelo Latin NCap, divulgou a entidade no último dia 16. O modelo recebeu nota mais alta que Chevrolet Onix e Ford Ka, que foram reprovados em proteção para adultos. “É bom ver quão rápido podem reagir os fabricantes em relação com o primeiro Kwid avaliado (versão fabricada na Índia e testada pelo Global NCAP) e esse Kwid brasileiro de três estrelas”, disse Alejandro Furas, secretário-geral do Latin NCap. Em 2016, o Kwid indiano recebeu nota zero em teste

de colisão feita pela Global NCap, organização global à qual o Latin NCap ligado. De acordo com a montadora, o carro teve a estrutura reforçada para a versão brasileira. Em seu novo teste, o Kwid recebeu 3 estrelas em proteção para adultos e também 3 estrelas em proteção para crianças. Apesar de serem reprovados em proteção para adultos, Onix e Ka também receberam 3 estrelas no quesito proteção para crianças. O modelo utilizado do Kwid neste teste é feito no Brasil, tem 4 portas e 4 airbags, que são de série no hatch.

VISIBILIDADE COM EXCLUSIVIDADE Espaço exclusivo para anunciar sua MARCA CONSULTE: 273328.5969 -

2799991.5729

comercial@jornalcorreiocapixaba.com.br - 25,5O CM -


14

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

Educação

CORREIOCAPIXABA.COM “Todos nós temos que sofrer uma das seguintes dores: a dor da disciplina ou a dor do arrependimento.” (Jim Rohn - Filósofo)

Abordagens sobre temas relevantes à formação acadêmica e carreira profissional. contato@jornalcorreiocapixaba.com.br

3ª Teachers Camp Brasil UCL Quem deseja participar ativamente do processo de revolução na educação não pode ficar de fora desse treinamento internacional que a Faculdade UCL trouxe para o Espírito Santo com o objetivo de transformar o processo de ensino/aprendizagem. Estamos falando da terceira edição do “Teachers Camp Brasil”. Desta vez, a convocação é para professores de ensinos fundamental e médio. Professores de química e física de escolas públicas e particulares de todo o Estado que atuam em sala de aula devem ficar atentos! O treinamento é gratuito e será realizado entre os dias 29 de janeiro e 02 de

fevereiro de 2018. A programação ficará concentrada, em grande parte, no campus da UCL Manguinhos, na Serra. Serão cinco dias de aulas, experimentos e visitas técnicas. O Teachers Camp Brasil III propõe o estudo das Ciências dos Materiais (metais, cerâmicos, polímeros e compósitos) pela associação entre teoria e prática, em uma linguagem acessível aos alunos do ensino médio, através das disciplinas Física, Matemática e Química. O treinamento é gratuito, as inscrições estão abertas, e as vagas são limitadas. Mais informações pelo telefone (27) 3434-0100.

Renovação do Fies até dia 30 Os estudantes poderão renovar os contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) até 30 de novembro. Originalmente, o prazo terminaria no último dia 20 e foi estendido por mais 10 dias. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), esta é a última prorrogação do prazo e chance dos interessados em continuar com o financiamento. A portaria com a prorrogação do prazo foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), no dia 21. Até o dia 30 de novembro, os estudantes poderão fazer a transferência integral de curso

ou de instituição de ensino e de solicitar mais prazo para uso do financiamento. O MEC alerta que os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. Inicialmente, o pedido de renovação é feito pelas faculdades e, depois, os estudantes devem validar as informações no Sistema Informatizado do Fies (SisFies). Conforme levantamento do MEC, do total de 1,28 milhão de contratos previstos para o segundo semestre deste ano, 1.067.568 alunos já haviam feito o aditamento até a última sexta-feira, o equivalente a 83%.

Matrícula para cursos técnicos A Secretaria de Estado da Educação (Sedu) anunciou, No último dia 21, a abertura de 2.109 vagas de educação profissional técnica de nível médio nas escolas estaduais. São 15 diferentes cursos que serão ofertados em 15 municípios do Estado já no início no primeiro semestre de 2018. Serão abertas vagas para os cursos: Administração, Agronegócio, Eletrotécnica, Informática, Informática para Internet, Logística, Manutenção e Suporte em Informática e outros. Poderão solicitar vaga, em um dos cursos, os candidatos que tenham concluído o Ensino Médio ou a Educação de Jovens e Adultos de escolas públicas ou privadas; alunos da 3ª série, cursando em 2017, do Ensino Médio Regular, da Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou do Ensino Médio Integrado, desde que assinem termo de compatibilidade de horário no ato da matrícula. O processo seletivo será para o ingresso em 2018 e as aulas terão início no dia 05 de fevereiro. As inscrições estarão abertas até 30 de novembro, e poderão ser realizadas no site: www.selecaoaluno.es.gov.br.

VERÃO EM Outono emBOA boaFORMA! forma!

+NOVIDADE: PILOXING

Ouro para estudantes capixabas Nove estudantes capixabas receberam, no último dia 14, a medalha de ouro em cerimônia aos vencedores da 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Entre eles, quatro estudantes são da rede pública estadual. A cerimônia de entrega das medalhas foi realizada no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Na 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Entre os medalhistas, 192 são do Espírito Santo: nove conquistaram a medalha de ouro; 51 de pra-

ta e 132 de bronze. Participaram da competição alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e estudantes do Ensino Médio das escolas públicas municipais, estaduais e federais, que foram premiados de acordo com a sua classificação nas provas. Professores, escolas e secretarias municipais de educação dos alunos participantes também foram premiados. Mais de 196 mil estudantes de 359 escolas estaduais do Espírito Santo participaram da 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

MEC mantém vagas para medicina Apesar de ter sugerido que o presidente Michel Temer decrete uma moratória de cinco anos na liberação de novos cursos de medicina, o Ministério da Educação (MEC) ainda prevê autorizar a criação de 1,5 mil vagas de graduação na área. Isso vai ocorrer porque a proposta do MEC para colocar um freio na expansão do setor inclui o cumprimento de dois editais já previstos. Ao anunciar o envio do decreto para apreciação de Temer, o MEC disse que defende a qualidade do ensino.

“A medida visa a sustentabilidade da política de formação médica no Brasil, preservando a qualidade do ensino, já que o Brasil é referência na formação médica”, justificou o MEC. O governo justifica ainda a medida com o fato de ter alcançado, na visão do governo, o ponto de equilíbrio na oferta de vagas. A gestão do ministro Mendonça Filho também apontou que vai cumprir a meta anunciada em 2014. Ela previa criar, ao todo 11,4 mil vagas em cursos de medicina dentro do programa Mais Médicos.

MUSICALIZAÇÃO

Aulas com horários exclusivos

ANUAL PLANO ANUAL

SCULAÇÃO E GINÁSTICA E HORÁRIOS LIVRES

4,0064,00 MÉDIA MENSAL

R$

R$109,71 - Plano anual.

MUSCULAÇÃO E GINÁSTICA HORÁRIOS LIVRES

*

* Média mensal: 1 + 6 x 109,71 - Plano anual

SOB NOVA DIREÇÃO!

(27) 3066-8648

Av. Copacabana, nº 809 Morada de Laranjeiras - SERRA

27-3011.6060 27-3011.7041 27-99714.6254 27-99856.9396

facebook.com/lunzedmusical

UNIDADES: - Morada de Laranjeiras - Parque Resid. Laranjeiras


o o e o s s

15 - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017 CORREIO CAPIXABA “O talento vence jogos, mas, somente

Esporte

CORREIOCAPIXABA.COM

o trabalho em equipe permite ganhar campeonatos.” (Michael Jordan - NBA)

Trazendo as notícias mais importantes sobre o mundo dos esportes nacionais e internacionais. contato@jornalcorreiocapixaba.com.br

Hum! Carnes variadas e fresquinhas, todos os dias, das 08 às 20h. Domingos, das 08 às13h.

27-2141.2373 27-99720.1323

AV. COPACABANA, 407 s MORADA DE LARANJEIRAS o a s

“Ao lado de empresas como Coca-Cola, Gazprom e Visa, a Adidas é uma das principais parceiras da Fifa.” REUTERS

Perdeu, demite o presidente

O presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC), Carlo Tavecchio, renunciou ao cargo na segunda-feira (20), uma semana após a seleção nacional não ter conseguido se classificar para a Copa do Mundo, informou a mídia local. O presidente da associação de árbitros, Marcello Nicchi, disse a repórteres que Tavecchio pediu demissão

Adidas prevê problemas com a Fifa

durante reunião da federação italiana, em Roma, segundo a agência de notícias AGI. Tavecchio, 74 anos, esteve sob pressão para renunciar após um empate sem gols em casa contra a Suécia deixar a seleção italiana fora da Copa do Mundo pela primeira vez desde 1978. O técnico Gian Piero Ventura foi demitido na quarta-feira passada (15).

A Adidas, patrocinadora de longa data da Fifa, “terá um problema” com o órgão máximo do futebol mundial caso se comprove que ela infringiu lei durante investigação dos Estados Unidos sobre suborno, disse o presidente da empresa a um jornal alemão. “Nós esperamos de nossos

27 27

3251.1530 3103.4846

parceiros que eles respeitem as leis. Se um parceiro é condenado, temos um problema com isso. Então precisamos resolver isso”, disse Kasper Rorsted ao jornal alemão Bild am Sonntag, sem dar mais detalhes. Ao lado de empresas como Coca-Cola, Gazprom e Visa, a Adidas é uma das principais parceiras da Fifa contribuindo a cada quatro anos no patrocínio à Copa do Mundo. O

contrato atual da Adidas com a instituição vale até 2030. A Fifa, com sede em Zurique, tenta reformular suas operações na sequência da pior crise de sua história, provocada em 2015 pela acusação nos Estados Unidos de várias dezenas de autoridades do futebol sobre acusações relacionadas a corrupção. O presidente da entidade, Gianni Infantino, foi eleito em fevereiro de 2016 para reconstruir a Fifa depois que o órgão se viu envolvido no escândalo. Uma testemunha da acusação na semana passada disse que o Grupo Televisa do México e a TV Globo pagaram propina de 15 milhões de dólares para um executivo da Fifa para garantir os direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2026 e 2030. Os acusados negam!

Copa do Catar 2022 O Catar está pedindo aos quatro países que estão lhe impondo boicote diplomático e comercial para que permitam que seus cidadãos participem da Copa do Mundo em 2022, disse um organizador do evento nesta segunda-feira. “Nós separamos política de esportes”, disse Hassan Al Thawadi, secretário-geral do comitê responsável pelo planejamento e operações do torneio, a repórteres em Doha. A Arábia Saudita, o Barein,

os Emirados Árabes Unidos e o Egito cortaram os laços diplomáticos, de transporte e de comércio com o Catar em junho, acusando o país de financiar o terrorismo. Doha nega as acusações. Doha teve que encontrar novos fornecedores de materiais de construção para seus projetos da Copa do Mundo desde que o boicote foi imposto, mas o cronograma para esses projetos não mudou, disse Thawadi.

Padaria

Confeitaria

Romário e Bebeto nas urnas (PTN). Romário, autor, segundo sua própria contabilidade, de mais de mil gols na carreira, é pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro pela legenda. Já o atual deputado estadual Bebeto, hoje no PDT, vai tentar “atacar” em uma outra frente. A posição mais cotada é uma vaga no Senado.

Caldos

Agora em Laranjeiras

Padaria Laranjeiras:

Av. Civit n°653, Laranjeiras Tel: 3065-6725 (em frente a Dalla Bernardina) Segunda à Sábado das 06h às 20h - Domingo das 06h às 12h

______

Dupla fundamental na conquista do tetracampeonato mundial de futebol pelo Brasil nos Estados Unidos, em 1994, Romário e Bebeto atuarão novamente no “mesmo time”, só que agora no campo político, juntos a partir da última sexta-feira (24) no mesmo partido, o Podemos, antigo Partido Trabalhista Nacional

Lanchonete

Padaria Aldeia:

Centro Comercial da Aldeia Rua Aldeia, 76, Laranjeiras Serra - Tel: 3066-0444


16

CORREIO CAPIXABA - EDIÇÃO 76 - NOVEMBRO 2017

Giro Social

Ana Maria: Os eventos mais marcantes da sociedade capixaba e do mundo dos negócios passam por aqui. social@jornalcorreiocapixaba.com.br

No ultimo dia 23, tivemos a honra de recepcionar amigos empresários, na mesa da equipe do Correio Capixaba, na entrega do Prêmio Mérito Empresarial 2017, da Associação dos Empresários de Serra (Ases).

CORREIOCAPIXABA.COM “A felicidade é como uma borboleta que, quando perseguida, parecerá inatingível. No entanto, se você for paciente, ela poderá pousar no seu ombro”. (Nathaniel Hawthorne, escritor)

Feliz Aniversário! “A vida é um milhão de novos começos movidos pelo desafio sempre novo de viver e fazer nosso sonho brilhar.” Feliz Aniversário! Heryka Mattos – 04/11 Diretoria no Hostel Tropical, Jacaraípe. Sandro Marinho – 15/11 Diretor de Comunicação e Marketing na Podium/Fiat.

Hilda Penha – 17/11 Diretora na Kito Moda Praia e Fitness. Lucimar Aparecida Moschen e Douglas Andrade de Amorim, diretores na Imobiliária Portalflex Corretores Associados. Telma Stein – 19/11 Diretoria na Pausada Recante Verde Marechal Floriano. Roberta Simões – 19/11 Gerente de Marketing na Faculdade Multivix.

Gerson Furlani 23/11 Diretor comercial no Hotel Jardins, Serra.

Conceição Paganotte – 29/11 Estudante, em Viana. Augusto Sérgio Andrião, diretor de Logística e Ester Madalena Ferreira Silva, psicóloga e gestora de Recursos Humanos, na Friopeças Brasil.

Roberta Verttuani – 30/11 Jornalista, em Vitória.

Luzia Lírio Duque e Ronaldo da Frota Duque, diretores na Madeportas Esquadrias de Madeiras.

Fundado em fevereiro de 1968, o Clube Grêmio Atlético Estrelinha, do Bairro Jucutuquara, está organizando um encontro reunindo antigos e atuais diretores, atletas e familiares, para uma confraternização de final de ano. Será no dia 9 de dezembro, às 10 horas, no Campo Society‎ da Ilha de Santa Maria, Vitória. Vai rolar um churrasquinho e o ingresso custa R$30,00 (trinta reais), por pessoa. Mais informações com Mauro Calado, pelo telefone: 3223.9638.

A Assembleia Legislativa do Espírito Santo abriu as portas para receber a II Exposição Internacional de Arte Naif “Universo da Alma Ingênua”, que está acontecendo desde o dia 10 e vai até 30 de novembro, nas Galerias Marien Calixte e Francisco Schwartz, com entrada gratuita e classificação livre. A mostra reúne trabalhos de artistas brasileiros e de várias outras partes do mundo.

Expositores de diferentes regiões do Espírito Santo se encontrarão novamente na Feira Sabores da Terra, que terá uma segunda edição neste ano, entre os dias 8 e 10 de dezembro, na Praça do Papa, com produtos e serviços do agronegócio disponíveis para a população. Em sua oitava edição na Grande Vitória, 12ª em nível estadual, a expectativa é de 45 mil visitantes nos três dias de evento. É a primeira vez que acontece duas Sabores da Terra no mesmo ano.

76 jornal correio capixaba  
Advertisement