Issuu on Google+

EDITORIAL ..............................................................................

Nosso Colégio Santo Agostinho completou, no ano passado, 75 anos. Esta data, com certeza, trouxe a oportunidade de refletir sobre a marca que imprimimos ao longo desse tempo. Tomar consciência de nossa história ajuda a nortear o futuro e dar continuidade a uma trajetória da qual somos herdeiros e responsáveis. Todos os que fazemos parte desta trajetória, desde mais cedo uns, outros desde mais tarde, devemos buscar tudo aquilo que nos une e fortalece essa identidade: a Educação Agostiniana. Constatamos que as tendências educacionais atuais, não sem algumas inseguranças, buscam desenvolver o potencial humanizador da escola. Porém o saber, que ocupa a maior parte do tempo escolar, só humaniza quando nos torna mais livres para viver nossa essência, quando nos torna mais críticos com as aparências da realidade que nos rodeia e quando nos torna sujeitos e protagonistas da própria história. Entenderemos, então, que devemos repartir com a família e com cada aluno a missão da educação. Com vocês, alunos, como protagonistas e responsáveis da própria história e com as famílias como núcleo de humanização primeiro, por isso educação é mais do que escola e segue pela vida toda. Uma vida que não será caracterizada pela permanência, mas pela mudança, pelos processos dinâmicos, uma busca inquieta, uma esperança que é a força que vem de dentro e que aprende em cada oportunidade que a vida lhe apresenta, para tornar-se, gradativamente, auto-educação. Pe. José Luis Arias - OSA - Diretor Geral


NOTÍCIAS E INFORMAÇÕES

Notícias 2007 Este ano de 2007 nos apresenta algumas novidades: primeiro, o Ensino Fundamental de 9 anos, decisão tomada em função da Lei no 11.114/05 de 16/5/2005, que determina o ingresso das crianças de 6 anos de idade no 1o ano do Ensino Fundamental, lembrando que no caso do nosso Colégio, a maior mudança ficou por conta da nomenclatura, pois de série passou para anos e o estágio que finalizava a Educação Infantil passou a ser o primeiro do Ensino Fundamental; segundo, a trimestralidade: para efeitos de registro da avaliação, implantamos a organização do currículo por trimestres, ampliando as possibilidades do processo de ensino-aprendizagem. Em terceiro lugar, visando uma maior preparação dos alunos do Ensino Médio, ampliamos a terceira série, introduzindo aulas no período da tarde, com o objetivo de atender o processo de revisão, estendida assim ao longo do ano letivo. Em quarto lugar, implantamos o laboratório de informática no 1o andar, para atender os alunos da Educação Infantil ao 3o ano do Ensino Fundamental, aproximando a demanda tecnológica, inserida cada vez mais cedo, no mundo da educação. Vale colocar também que os monitores do primeiro laboratório de informática foram trocados por novos, com telas de LCD, o que traz um conforto ótico para os nossos usuários. E, em quinto lugar, partilhamos com vocês a satisfação de podermos trazer para o mundo da aula a mais recente aquisição: uma lousa interativa, HetchBoard que, utilizada em conjunto com um projetor digital e um computador, permite ao seu usuário interagir com qualquer software instalado em seu computador, diretamente da lousa. O educador e o aluno poderão anotar sobre qualquer imagem projetada, bem como operar qualquer software diretamente da lousa. Continuamos trabalhando para que as oportunidades de crescimento não cessem. Aguardem, logo teremos novas notícias! A Direção

REALIZAÇÃO

COLÉGIO SANTO AGOSTINHO Praça Santo Agostinho, 79 - Liberdade Estação Vergueiro do Metrô CEP: 01533-070 - São Paulo - SP Fone: (11) 3388.2588 - Fax: (11) 3388-2578

www.csa.osa.org.br INFORMATIVO DO COLÉGIO SANTO AGOSTINHO Circulação Interna - Distribuição Gratuita Coordenação Geral: Pe. José Luis Arias Direção Pedagógica: Raquel C. S. Bohnstedt Criação e Arte: Wagner Rodrigues Revisão: Denise Elisabete dos Santos Colaboração: Patrícia Guimarães


FRATERNIDADE DOS EDUCADORES AGOSTINIANOS

O FILHO PREFERIDO (Sérgio Zambiasi) Certa vez perguntaram a uma mãe qual era seu filho preferido, aquele que ela mais amava. E ela, deixando entrever um sorriso, respondeu: “Nada é mais volúvel que um coração de mãe”. E, como mãe, lhes respondo: O filho dileto, aquele a quem me dedico de corpo e alma, é o meu filho doente, até que sare. O que partiu, até que volte. O que está cansado, até que descanse. O que está com fome, até que se alimente. O que está com sede, até que beba. O que está estudando, até que aprenda. O que está nu, até que se vista. O que não trabalha, até que se empregue. O que namora, até que se case. O que casa, até que conviva. O que é pai, até que os crie. O que prometeu, até que se cumpra. O que deve, até que pague. O que chora, até que se cale. E já com o semblante bem distante daquele sorriso, completou: o que já me deixou, até que o reencontre.

No dia 12 de maio, às 16h30min, na Igreja Santo Agostinho, celebramos a Missa em Ação de Graças pelo Dia da Mães.

Este encontro da Fraternidade dos Educadores Agostinianos realizado em 31 de março de 2007 possibilitou uma retomada da nossa caminhada e um convite a uma nova etapa que se caracteriza pelo trabalho de sistematização e registro do nosso Projeto Educativo. Presente no planejamento do nosso trabalho e nas nossas ações precisa ser periodicamente analisado para que possamos confirmar, ampliar e atualizar o que queremos. A partir deste referencial, analisarmos a nossa realidade por meio de uma investigação minuciosa e identificarmos a que distância nos encontramos destas referências e como programaremos a ação de aproximação deste real ao nosso ideal. Muito mais do que a elaboração de um documento, e relevância deste momento se refere ao movimento e envolvimento que produzirá em cada um de nós, integrante desta comunidade educativa assim como o resgate da vontade, do desejo de compartilhar os mesmos princípios. Irinilza Bellintani – Coord. Pedag. Educacional

“Gostei muito da minha primeira vez no FEAG, me senti parte do grupo verdadeiramente. É muito importante a integração Deus e trabalho, isso me dá mais tranqüilidade e alegria para trabalhar.” Prof. Wagner Luiz Ramos !

NOTÍCIAS E INFORMAÇÕES

XXXII FEAG


EDUCAÇÃO INFANTIL

A hora do lanche, no Colégio, não é somente um momento de saciar a fome. Ela vem recheada de conteúdos e aprendizados que, naturalmente, vão se expandindo para as diferentes áreas do conhecimento e para as práticas sociais. Abrir e fechar a lancheira, separar as embalagens descartáveis para serem jogadas no lixo seletivo, classificando entre latas, plástico, papel ou simplesmente organizar os alimentos em sua mesa, são os primeiros passos da conquista de uma autonomia desejada, são conquistas para os pequenos alunos, que os incentivam a continuar a crescer e aprender também com mais segurança. Além do mais, nada melhor do que aproveitar este momento do dia para falar de alimentação saudável, experimentar novos sabores, evitar desperdício, aprender de boas maneiras à mesa, sem contar a conversa tranqüila com os amigos. O lanche é assim, um momento de descontração, mas também de aprendizado. Em muitos sentidos, comer ajuda a crescer!

“Poesia é brincar com palavras, como se brinca com a bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio e pião, de tanto brincar se gastam. As palavras não: quanto mais se brinca com elas, mais novas ficam.” (José Paulo Paes)

A poesia aparece em nossa sala em vários momentos. E quando esta arte encantadora chega, com toda sonoridade que possui, é uma festa! A poesia encanta as crianças, uma vez que elas começam a descobrir o universo por detrás da dança das palavras, bem como as rimas que abordam a casa, a foca, os jardins, os peixes, os tubarões e tantos outros temas de maneira divertida e criativa. Assim, tivemos a idéia de elaborar um livro de poesias: “Todo dia, poesia”. Material este confeccionado com muita seriedade, já que os alunos memorizam e brincam com os poemas e fazem ilustrações utilizando diferentes técnicas e materiais. Tudo isso sem esquecer de usar a fantasia e os sonhos, que estão presentes no imaginário infantil. Queremos com isso, ensinar nossos alunos a apreciarem, a lerem e a gostarem de poesia. “Ter sonhos significa estar vivo. Imaginar e fantasiar são habilidades que devem ser alimentadas nas crianças, pois é necessário criar oportunidades para a continuidade do sonho, da fantasia e da criatividade.” (José Paulo Paes)

Profas Adriana, Denise e Ellen

Profa Regiane Marabello Aproveitamos os dias quentes de março para oferecermos aos nossos alunos uma aula de Educação Física diferenciada. Com exercícios psicomotores para o desenvolvimento da praxia fina e articulação oro-facial, utilizamos brincadeiras com água numa piscina especialmente montada e esguichos para trabalhar de forma descontraída e prazerosa. Com esponjas e garrafas, o trabalho de coordenação motora fina de torcer, espremer, encher e esvaziar foi estimulado. Os canudos serviram para exercícios de sopro e articulação facial. E aguçando a imaginação, a torneira tornou-se de faz-de-conta uma cachoeira muito refrescante! Valeu, criançada, pelo empenho e alegria. Adriana e Vivi prometem repetir esta atividade!!! Profas Adriana e Vivianni Educação Física "


BIBLIOTECA Há um tesouro na escola ao alcance de todos. Ele aumenta à medida que transfere sua riqueza (o conhecimento) para um número cada vez maior de professores e alunos. Por isso é preciso descobri-lo, torná-lo parte da vida de todos, melhorá-lo constantemente. Os ganhos são visíveis. Por meio da arte de contar e representar histórias mais recursos áudio visuais, nosso objetivo foi o de enriquecer as experiências infantis, desenvolver diversas formas de linguagem e estimular o gosto pela leitura/livros. Normalmente, as histórias são organizadas para que tenham um conteúdo moral e isso colabora para a construção da ética e da cidadania em nossos alunos. Além disso, as histórias estimulam funções importantes para o pensamento, tais como a comparação, o raciocínio lógico, as relações espaciais e temporais.

Pensar em criança e teatro é ser imediatamente transportado para a frente de um palco colorido, onde crianças encantadas estão boquiabertas e imóveis, atentas à movimentação dos personagens, sons e cores, imersas na fantasia e no faz de conta. Só isso já bastaria para levar nossos alunos à assistirem o espetáculo “Pinocchio”, pois ele é um personagem que, como todos nós, se alegra, brinca, comete enganos, sofre e quer fazer o melhor para chegar a ser gente. Mas, queremos mais, desejamos que descubram a importância do teatro, uma das primeiras expressões artísticas da humanidade, onde poderão com este recurso, além do prazer e diversão que ele propicia, ter contato com uma infinidade de sentimentos e conhecimentos que são transmitidos através desta forma de expressão artística. Profas Adriana, Denise e Ellen

Profa Patrícia Esteves

PINTURA COM SOPRO O trabalho com artes tem grande importância para os alunos, pois estimula a produção livre e criativa, bem como o acesso a uma grande variedade de materiais em um ambiente lúdico. Assim, há a oportunidade do aluno se integrar com o grupo e o mundo de forma agradável e prazerosa. Dentre as atividades desenvolvidas em nossas manhãs, destacou-se a “Pintura com Sopro”. As folhas de papel branco, com o auxílio de canudos plásticos e tintas guache, transformaramse em verdadeiras obras de artes! Profa Mônica Chapchap

ACONTECEU, VIROU NOTÍCIA... Semanalmente, os alunos do Período Integral entram em contato com os temas da atualidade que viraram notícia em jornais e revistas. Com o auxílio da professora e dos recursos tecnológicos do Colégio, eles buscam materiais em diferentes fontes, assistem vídeos e documentários, produzem textos e os expõem no corredor, para que seus colegas, dos diferentes anos, tenham acesso às informações. Atentar-se para os acontecimentos do nosso país e do mundo e preocupar-se com questões sociais, ambientais e políticas que afetam a todos, permite desenvolver em nós o pensamento crítico e uma postura atuante na sociedade. Profa Fernanda Volpi #

EDUCAÇÃO INFANTIL

PERÍODO INTEGRAL


ENSINO FUNDAMENTAL 1

“AMAZÔNIA DE MUITOS ENCANTOS” “Todas as coisas são números” (Pitágoras)

Inspirados pela Campanha da Fraternidade “Amazônia, vida e missão neste chão”, a Educação Infantil e o 1o ano do Ensino Fundamental optaram por desenvolver um projeto durante o ano com o tema “Amazônia de muitos encantos”. Esta proposta abre possibilidades enriquecedoras de trabalho. Com ela, é possível conhecer e discutir sobre a diversidade cultural ao tratarmos da questão indígena, valorizar os recursos naturais lá encontrados, despertar a consciência para recursos esgotáveis como a água, vegetação e a exploração indevida dos animais. Para cada série, realizamos uma proposta sem nunca deixar de lado as lendas, canções, culinária e brincadeiras. Assim, queremos também garantir a continuidade desses aspectos que são incorporados pelo nosso folclore e que devem ser garantidos às gerações futuras. Coord. Pedag. Educacional

O Geoplano foi criado por Caleb Gattegno, professor do Institute of Education, London University. Em seu artigo “A Pedagogia da Matemática”, ele explica: “...Todos os Geoplanos têm indubitável atrativo estético e podem proporcionar experiências geométricas a crianças desde cinco anos, propondo problemas de forma, dimensão, de simetria, de semelhança, de teoria dos grupos, de geometria projetiva e métrica que servem como fecundos instrumentos de trabalho, qualquer que seja o nível de ensino.” O Geoplano é um recurso didático pedagógico dinâmico e manipulativo (construir, movimentar e desfazer). Nele, é possível desenhar diferentes figuras com elásticos coloridos. Ao passarmos um elástico circular entre os pregos, polígonos são formados. Isso possibilita o aprofundamento de uma variedade de conceitos geométricos e de simetria. Os alunos do 1o ano, utilizando o geoplano, construíram diferentes formas geométricas, resolveram desafios mais complexos, individualmente ou em duplas, como formar um retângulo com 12 pinos (há pelo menos três soluções), transpuseram as formas do Tangran, bem como losangos e trapézios e compuseram livremente outras figuras. Este instrumento é utilizado como estímulo à criatividade, resolução de problemas e aprendizado de forma divertida. O uso de jogos, como o Geoplano, tem mostrado resultados no que diz respeito ao desenvolvimento das habilidades de exploração espacial, comparação, discriminação, seqüência e discriminação.

Experimentando e Aprendendo Ao longo deste período, os alunos do 2o ano vêm explorando o corpo humano: os sentidos e as suas funções. Procurando trabalhar de forma interdisciplinar, a equipe de Educação Física realizou uma série de atividades que possibilitaram a busca de integração entre as diversas áreas do conhecimento, já que elaboramos ações que envolvessem as formas de exploração do ambiente e também de locomoção. Em uma das atividades, uma cadeira de rodas foi a ferramenta para os alunos se movimentarem. Na outra, fones de ouvido dificultaram a audição e eles tiveram que se comunicar através de gestos. Em seguida, os olhos vendados serviram para que percebessem as limitações e dificuldades por que passam um deficiente visual e a função do tato para esta pessoa. Experimentando e vivenciando estas situações, procuramos mostrar aos alunos como são importantes as funções e os sentidos do nosso corpo, além do respeito que devemos ter com todos que possuem diferenças, em uma sociedade que, nem sempre, está preparada para atendê-los. Então, façamos a nossa parte!!!

Profas Andrea Vassallo, Carolina Moriguchi e Mônica Abdou

EXERCITANDO A CIDADANIA Ter uma idéia e poder expressá-la, usufruir os direitos assim como cumprir com os deveres, constituem aspectos da cidadania cuja vivência faz parte das nossas propostas educativas. Estendemos, então, em 2007 a escolha de representantes de sala também para os alunos do 4o e 5o anos que, por meio de uma votação, serão os porta-vozes das sugestões de seus colegas estabelecendo a comunicação entre esses alunos e a diretoria do Grêmio XXVIII de Agosto, eleita neste ano. (Coord. Pedag. Educacional)

Profas Adriana e Vivianni – Educação Física $


É no Ensino Fundamental que conceitos significativos para a compreensão do conhecimento matemático são formados. Um recurso para isso são os jogos e as brincadeiras. Brincar de supermercado é uma rica oportunidade de explorar as operações, quantificar elementos, ler, escrever, comparar e ordenar números, compreender as regras de agrupamentos e trocas, além de resolver situações-problema utilizando estratégias pessoais. Dando início a este trabalho, os alunos do 3o ano manipularam “nosso dinheiro”, o Real, ao registrarem no caderno o símbolo, as cédulas e as moedas. Em seguida, pesquisaram o nome das moedas do mundo, montaram um mural e vivenciaram diversas situações envolvendo o sistema monetário. O próximo passo foi montar o supermercado e classificar as embalagens trazidas de casa em produtos de higiene pessoal, limpeza, enlatados, congelados e laticínios. Logo após, foi colocado o preço real de cada produto nas prateleiras montadas. Pronto, agora é fazer a lista de compras, pegar o dinheiro (cédulas de brinquedo), preparar a máquina registradora, preencher cheques, dar troco, desenvolver melhor o cálculo mental e... ir freqüentemente ao supermercado. Este é um trabalho que será desenvolvido ao longo do ano, pois somas, divisões, subtrações e multiplicações estão presentes em várias situações do cotidiano: na compra do lanche na cantina, na bilheteria do cinema, na compra de um brinquedo e, claro, no mercado. Profas Juliana, Vanessa e Rosely

Encontro de Artistas!

O poema é resultado de uma elaboração sofisticada de linguagem, até mesmo quando aparenta apresentar simplicidade. Nele, ocorre um processo de manipulação das palavras com um determinado objetivo de expressar a visão da realidade. Assim sendo, quanto mais oportunidades os alunos do 2o ano do Ensino Fundamental I tiverem para analisar bons textos poéticos (de diversos autores e de diferentes épocas), mais processos de composição conhecerão. Isso favorecerá a ampliação de repertório de poemas, assim como permitirá aos alunos diversas possibilidades de produzirem seus próprios poemas. Além da leitura e da escrita, o projeto “VARAL DE POEMAS” possibilitou um trabalho com a oralidade, já que a forma e o ritmo proporcionaram a atividade com a leitura em voz alta e, simultaneamente, a escuta atenta dos textos lidos ou declamados pelos colegas. Durante este trabalho, procuramos estimular a sensibilidade e aprofundar a reflexão sobre a linguagem, bem como enriquecer e ampliar o universo cultural dos alunos.

Ao buscarmos a palavra ARTE no dicionário, temos inúmeras definições, mas há duas que se adaptam perfeitamente ao que os alunos do 5o ano experimentaram neste 1o trimestre: – capacidade que o homem tem de pôr em prática uma idéia; – utilização de tal capacidade, com vista a um resultado que pode ser obtido por meio diferentes. No trabalho com o 1o eixo temático: MÚSICA, DANÇA e CORES, ficou muito claro que nossos alunos estão realmente dispostos a colocar em prática suas idéias por diferentes meios de expressão. A partir de músicas eruditas e populares, utilizando cores e movimentos no papel, foi possível sentir a pulsação, o ritmo, a cadência, a velocidade de cada uma das melodias escolhidas. Uma busca de imagens na memória que pudessem retratar a seleção de músicas foi registrada por meio de um desenho. Como podemos usar diferentes formas de expressão e que arte vai além do papel, discutimos as várias possibilidades: pintura, escultura, desenho, grafite, teatro, dança e até “futebol arte”. Escolhemos a dança para iniciar nosso trabalho de 2007. Foi assim que, divididos em grupos, escolheram músicas e criaram coreografias super-originais, contando com a colaboração das professoras de Educação Física. O resultado foi um verdadeiro show que estará à disposição de todos em nosso site. Temos aqui uma pequena amostra dessa atividade artística. Aguardem que vem muito mais por aí!!

Profas Claudia, Daniela, Elen e Luciana

Profas Luisa e Kátia

Varal de Poemas

%

ENSINO FUNDAMENTAL 1

Vamos ao Supermercado?


ENSINO FUNDAMENTAL 2

TRABALHO DE HISTÓRIA As séries finais do Ensino Fundamental cumprem um importante papel no processo de aprendizagem porque introduzem os alunos no universo específico das diferentes disciplinas, que possuem, além de professores especialistas, linguagens e procedimentos próprios. Pensando na importância desta etapa no processo de escolarização, o Colégio Santo Agostinho alterou sua proposta de trabalho em História para valorizar o desenvolvimento de habilidades fundamentais na formação do aluno – estudante de História. O trabalho com a História Temática não despreza a linearidade histórica, mas permite “ir e vir” no processo de transformação vivido pelos diferentes grupos humanos, construindo conceitos e desenvolvendo procedimentos importantes para a formação de uma visão ampla e reflexiva acerca da realidade em que vivemos. Prof. Geraldo Vidal Com o objetivo de diversificar as atividades de aprendizagem, os alunos dos 8os anos foram estimulados a aplicar suas habilidades num exercício que reuniu observação, reconhecimento e transposição de informações geográficas. A atividade foi realizada na biblioteca, alunos foram reunidos em grupos e receberam material para montagem de quebra-cabeças, com o mapa do mundo e localização das placas tectônicas. A partir das orientações sugeridas, cada grupo organizou e dividiu as tarefas livremente, desenvolvendo cada etapa, até sua finalização. Foi uma excelente oportunidade de realização de trabalho coletivo e cooperativo, onde a participação de cada aluno foi fundamental para a conclusão da atividade proposta. Profa Fátima Blasi

Explorando Novos Caminhos para o Ensino de Matemática Muitos estudos de investigação vêm salientando que o processo ensino e aprendizagem de Matemática deveriam assumir um caráter mais experimental, direcionada para a resolução de problemas, exploração de conceitos, elaboração e testagem de conjecturas permitindo, desta forma, o desenvolvimento no aluno, da capacidade de exploração, raciocínio e de discussão. Partindo deste pressuposto acreditamos que o uso do computador é uma ferramenta poderosa no estudo da álgebra e da geometria na medida que permite a exploração dos conceitos matemáticos e possibilita que o aluno torne-se protagonista ativo no seu processo de aprendizagem. O “Cabri Géomètre”, a nova aquisição do Colégio Santo Agostinho, é um software de geometria dinâmica que permite a exploração dos objetos da geometria e suas relações. Este programa de geometria dinâmica não oferece apenas a possibilidade de construir figuras geométricas de modo mais rápido e preciso do que se for utilizado lápis e papel, mas possibilita que o aluno crie e explore figuras geométricas de forma interativa através da construção de pontos, retas, polígonos, círculos e outros objetos tornando as aulas mais dinâmicas e produtivas. Profa Maria Sueli &


ENSINO FUNDAMENTAL 2

VISITA À EXPOSIÇÃO: O CORPO HUMANO REAL E FASCINANTE “...O conhecimento do corpo humano, sua estrutura e função, são informações fundamentais para o homem, visto que carregamos nosso organismo do momento que nascemos até a nossa morte. Esse conhecimento grandioso nos permite tomar decisões mais informadas sobre seus cuidados e preservação...” Dr. Roy Glover - Universidade de Michigan (um dos responsáveis pela preparação da exposição)

Simplesmente fascinante! Corpos dissecados, sistemas completos preservados fora do contexto orgânico, órgãos... todas e quaisquer estrutura do corpo humano estavam ali, presentes e “vivas”. O processo de polimerização utilizado para a preservação dos corpos nos dá a oportunidade de enxergar, não através de ilustrações ou bonecos de plástico, mas observando um corpo humano real e autêntico. Além disso, em muitos alunos foi despertada a curiosidade científica. Em meio a muitas perguntas e exclamações, a proposta da exposição atendeu nossa expectativa, pois foi, de fato, Real e Fascinante. Profa Lilian Luchesi Tsonis

“A exposição foi maravilhosa! Seu principal objetivo é nos mostrar como nosso corpo funciona e como devemos cuidar da nossa saúde para preservá-lo.” (Ruana Manso Porfírio dos Santos, 8o ano B)

TEATRO: CONCENTRAÇÃO E CRIATIVIDADE O teatro, nesta etapa, possui por objetivo desenvolver a sensibilidade artística, outras formas de expressão e estreitar laços com a cultura. Para isto, muitos recursos são utilizados, principalmente os que exercitam a criatividade e o trabalho em grupo. A maquiagem, recurso utilizado pelos atores para caracterizar a personagem,foi trabalhada neste contexto com os alunos e os resultados foram inegavelmente deslumbrantes. “Eu adoro fazer teatro, pois as aulas ajudam a me expressar melhor. Durante as aulas, que são muito divertidas, exercitamos muito nossa criatividade, parece que voltamos a ser crianças!” (Bianca Vince Lauria, 9o ano A)

Solidariedade em Ação: Apresentação da Peça Teatral “A Tela e a Cela”

O Colégio Santo Agostinho e o Curso Ator de Teatro uniram esforços e reuniram quatrocentos espectadores no Espaço Cultural Santo Agostinho, no dia 12 de fevereiro, para assistir a peça “A Tela e a Cela”, de Gelson Tsonis, com direção de Lilian Luchesi Tsonis. O texto se reporta aos Anos de Chumbo no Brasil então governado pelos militares e faz uma reflexão sobre a época de então e a atual, considerando que, neste momento, vivemos uma outra ditadura, a da mídia. Além da importância da discussão gerada pelo tema, exercitamos a solidariedade, já que a renda do espetáculo foi integralmente revertida para o tratamento médico de um aluno do Curso Ator. Agradecemos a todos que colaboraram com este exemplo de ação cristã. Profa Lilian Luchesi Tsonis

Local: OCA - Parque do Ibirapuera Horários: de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h sábados, domingos e feriados, das 9h às 20h Classificação etária: Livre menores de 12 anos acompanhados do responsável.

'


ENSINO FUNDAMENTAL 2

LEONARDO

DA VINCI A EXIBIÇÃO DE UM

GÊNIO

Saída Cultural Leonardo da Vinci O Colégio Santo Agostinho levou os alunos dos 9os anos à exposição “Leonardo da Vinci – A Exibição de um Gênio”, que está ocorrendo na Oca, localizada no Parque do Ibirapuera. A visita teve com objetivo trazer para nós, alunos, um conhecimento a mais sobre esse famoso pintor e renomado cientista. Muitas vezes, quando se fala em Leonardo da Vinci, associamos apenas à pintura da Monalisa e não sabemos que ele foi muito mais que um pintor: foi um inventor, um gênio. Ele desenvolveu projetos que eram usados até poucos anos atrás. Projetos que hoje foram aperfeiçoados começaram a ser desenvolvidos por Leonardo, esse italiano bastardo, filho de mãe camponesa e pai nobre, que teve a chance de estudar arte. Todos aprendemos muito mais sobre ele. Corrigimos idéias equivocadas e descobrimos que ele atuou nas mais diversas áreas do conhecimento. Agora sei o porquê de a pintura Monalisa ser tão famosa. Foi muito bom aprender vendo de perto, descobrir quem desenhou coisas tão comuns hoje em dia. Após a morte de Leonardo, seus desenhos, projetos e pinturas espalharam-se entre amigos e pessoas interessadas. Hoje, descobertos e reunidos, são vistos e admirados pelo mundo todo, ainda que por réplicas. Camila S. Salvatore – 9o ano A “A exposição mostrou um pouco de cada área a que ele se dedicou: física e mecânica, aeronáutica, hidráulica, máquinas aquáticas, máquinas civis, estudos anatômicos, música, ótica, até ao setor militar.” Carolina Naomi - 9o ano B “Leonardo da Vinci fazia projetos e construía coisas com o objetivo de cada vez mais diminuir o esforço do homem.” Adriana Correa - 9o ano B “Achei Leonardo empenhado e muito avançado para sua época. De certa forma temos que dizer: Obrigado, da Vinci!” Bianca Vince - 9o ano B “Achei os barcos que ele inventou muito mais práticos que os de remo.” Raphael Freitas - 9o B “Os monitores explicaram as obras, os inventos e falaram sobre assuntos polêmicos e mistérios que envolveram Leonardo da Vinci.” Lisandra Lopes - 9o ano B “Vimos algumas réplicas de seus quadros, entre eles a famosa Monalisa, A Última Ceia e outros.” Luís F. Bolognesi - 9o ano A “Em muitos dos escritos de Leonardo percebe-se que ele escrevia ao contrário, não se sabe se é porque ele escrevia com a mão esquerda ou se era de propósito para que ninguém conseguisse ler.... As invenções de Leonardo foram base para a descoberta do pára-quedas, asa-delta, avião e helicóptero.” Anderson Kawaguti - 9o ano B “A principal lição que aprendemos nessa exposição foi que a arte de sonhar não tem limites.” Giovana Bomentre - 9o ano A 


No dia 10 de março, a equipe educativa recebeu os alunos aprovados nos Vestibulares 2007 e quanta alegria e entusiasmo nesta confraternização de sábado. Alunos que conviveram por muitos anos diariamente juntos e pela circunstância do ingresso na Universidade não se viam desde o dia da formatura, se reencontraram num clima de saudade, felicidade e com muitas novidades. Parabéns a cada um que buscou fazer o melhor possível e agora colhe os frutos do esforço, dedicação e determinação que foram bem plantados. Alguns alunos que foram destaques nos Vestibulares 2007:

USP - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Carolina Dias Alexiou Juliana Yoko Ayta de Castilho Letícia Sayuri Nihari Hashiura Lina Ishida Marcelo Henrique de Oliveira Marina Yumi Ayta de Castilho Nayara de Souza Araújo Taís Rodrigues P. Magalhães

Física Nutrição Publicidade Letras Administração Pedagogia Gestão Pol. Públicas Ciências Sociais

UNICAMP - UNIV. ESTADUAL DE CAMPINAS Helen Her Thalyse Rossignoli Pereira

Ciência da Comput. Enfermagem

UNIFESP - UNIV. FEDERAL DE SÃO PAULO Augusto Scrivano Coelho Helen Her Rachel Tamie V. Okazuka Taís Rodrigues P. Magalhães Thaïs Czarnobai Abuchalla

Farmácia Bioquímica Ciência da Comput. Ciências Biológicas Ciências Sociais Ciências Sociais

UFSCAR - UNIV. FEDERAL DE SÃO CARLOS Helen Her Rachel Tamie V. Okazuka

Ciência da Comput. Ciências Biológicas

UNESP - UNIV. ESTADUAL PAULISTA Helen Her Rachel Tamie V. Okazuka

Ciência da Comput. Ciências Biológicas

UNILUS E MEDICINA DE JUNDIAÍ Raphael Taha

Simulado Fuvest No dia 03 de maio, os alunos das 3as séries do Ensino Médio treinaram mais uma vez: foram 90 testes, exatamente como é a distribuição da 1a fase da FUVEST. Os professores preparam as questões e num clima de muita seriedade, no Espaço Cultural Santo Agostinho, os alunos tiveram 5 (cinco) horas, das 07h30 até 12h30 para resolverem as questões e trabalharem com a administração do tempo dedicado a cada questão; houve até lanches trazidos pelos alunos para fazerem seus pequenos intervalos. Este foi o primeiro Simulado - Fuvest. Haverá outras oportunidades para a simulação de provas importantes como o ENEM, Unicamp e exames das 2as fases dos Vestibulares, com questões dissertativas. Prof. David Orlando Silva

3a Série Integrada Ampliando o horizonte da nossa prática pedagógica, iniciamos neste ano de 2007, a 3a série integrada. Isso significa que, além das aulas do período regular, os alunos ficam no período da tarde, complementando a sua carga horária com aulas que revisam os conteúdos já trabalhados nos anos anteriores. Garantida a compreensão da não linearidade do desenvolvimento do aluno, buscamos respeitar seu ritmo, sua necessidade e sua história; desta maneira propiciamos no espaço escolar situações de aprendizagem significativas que, em tese, desafiam cada um em suas competências e habilidades. Com essa possibilidade, o aluno pode equilibrar no seu aprender a proporção dos próprios limites, interesses, compromissos, exigências pessoais, dentro da sua capacidade de pensar de modo crítico e da sua autonomia intelectual e moral. Entendemos ser nosso dever ajudá-los a descobrir suas potencialidades e compreender a sua dimensão humana. Portanto, na condição de estarmos mais presentes, faremos o possível para atender as demandas que forem se apresentando no decorrer deste processo, entendendo ser este, o ano, que encerra outra etapa da sua condição de estudante. Raquel C. S. Bohnstedt - Diretora Pedagógica

Aula Integrada Às quintas-feiras, após as aulas da manhã e mais algumas aulas da tarde, vários alunos permanecem no Santo Agostinho para discutirem temas importantes e pertinentes numa aula que integra conhecimentos de geografia e história, com os professores Antonio Machado e Geraldo Vidal. Assim, questões importantes do mundo são discutidas entre professor-aluno e professor-professor, sempre de uma forma dinâmica e com utilização de multimídia (apresentações, filmes e músicas). Parabéns pelo trabalho. Roberto Barbosa de Oliveira - Coord. Ensino Médio

Medicina 

ENSINO MÉDIO

Vestibulares 2007


ENSINO MÉDIO

PROJETO INTERDISCIPLINAR 2007

“O UNIVERSO ADOLESCENTE” “Eu não caibo mais nas roupas que eu cabia, Eu não encho mais a casa de alegria. Os anos se passaram enquanto eu dormia. E quem eu queria bem, me esquecia. Eu não tenho mais a cara que eu tinha, no espelho, essa cara não é a minha. Mas é que quando eu me toquei achei tão estranho: A minha barba estava desse tamanho. Será que eu falei o que ninguém ouvia? Será que eu escutei o que ninguém dizia? Não vou me adaptar, não vou me adaptar ...” (Titãs - Não Vou me Adaptar) Quais as perspectivas atuais do mercado de trabalho para os adolescentes? Como anda o comportamento sexual em tempos de globalização? Quais as práticas de lazer que os jovens mais cultuam? Como os adolescentes vêem a religiosidade? Qual a importância da ciência para os jovens? Como a mídia e a tecnologia interferem na vida dos adolescentes? Qual a percepção que o jovem tem da violência? Como a sociedade interfere na imagem corporal do adolescente? Afinal, o que é ser adolescente? Para tentar responder essas questões e muitas outras, os alunos das 9os anos do Ensino Fundamental e as primeiras e segundas séries do Ensino Médio já estão envolvidos nos grupos de trabalhos do Projeto Interdisciplinar 2007 cujo tema é “O UNIVERSO ADOLESCENTE”. Os inícios dos trabalhos começaram logo no início do ano, quando num primeiro momento foi implantada uma pesquisa de opinião sobre quais assuntos – dentro da temática do universo adolescente – os alunos gostariam de aprofundar no projeto. A partir daí – e levando em conta os temas preferidos por eles – foram definidos seis grupos de trabalho: Inserção no Mercado de Trabalho, Lazer e Movimentos Culturais, Ciência e Religiosidade, Mídia, Tecnologia e Comunicação, Violência e Exclusão, Construção da Identidade, Imagem Corporal e Sexualidade – orientados por professores de diferentes áreas de conhecimento. Foi realizada uma apresentação dos objetivos gerais do projeto, a metodologia e os professores envolvidos em cada grupo de trabalho, para que os alunos pudessem escolher livremente o tema que desejavam desenvolver ao longo do ano. Os grupos de trabalho do Projeto Interdisciplinar 2007 do Colégio Santo Agostinho já estão a todo vapor, e notase no Colégio uma movimentação e um debate bastante intenso sobre o “universo adolescente”. Até um blog foi criado para centralizar as atividades, disponibilizar material de pesquisa e facilitar a comunicação dos professores com os alunos. Será que conseguiremos responder algumas das questões que envolvem o universo adolescente? O desafio está lançado! Prof. Antonio Machado Veiga

Palestra com a Dr a Lia Mara Rossi No dia 3 de maio tivemos o imenso prazer de receber para uma palestra a Dra. Lia Mara Rossi, uma bióloga pesquisadora de reprodução assistida e célula tronco. Como neste 2o trimestre estamos trabalhando com o livro “Clonagem”, da autora Ligia da Veiga Pereira, a palestra se tornou ainda mais importante e enriquecedora para todos. Pudemos conhecer várias técnicas de reprodução desde as tradicionais até as mais modernas, assistimos filmes, debatemos sobre a ética e a importância da clonagem e pudemos perceber o quão importante é reconhecer que no futuro próximo não devemos desrespeitar as leis da vida e de Deus. Profa Pámela Paz

Eleições do Grêmio XXVIII de Agosto Este ano, inscreveram - se cinco chapas, compostas por alunos de diversos anos e séries. Em um clima de disputa ética, os presidentes puderam esclarecer suas propostas ao corpo discente. Os corredores do Colégio foram tomados por propagandas criativas, com o objetivo de divulgar idéias e propostas de atividades a serem desenvolvidas ao longo do ano, para alunos de todos os segmentos. No dia 16 de março ocorreram as eleições no espaço do CDC. De posse do cartão de identificação, ao assinarem a lista de presença, os alunos votaram e elegeram a Chapa Templários do Mança, com 46,9% dos votos. Os alunos que formaram a chapa tomaram posse de seus cargos e prometem atuar em benefício da comunidade. Olga Lima - Coord.Pedag. Educacional




JUDÔ NO SANTO AGOSTINHO

Iniciamos o ano de 2007 com um número muito grande de alunos inscritos nas modalidades esportivas, restando ainda poucas vagas para algumas turmas. Introduzimos mais uma modalidade, o Xadrez, com a Professora Cristiana, e que já é um sucesso. Em breve abriremos novos horários. Neste trimestre realizamos vários jogos com as turmas de Futsal e Handebol, além da participação no campeonato do Colégio Nossa Senhora Aparecida - CONSA-CELFRAN - no dia 5 de maio, onde a cooperação, amizade e respeito aos colegas e a si mesmo foram o ponto alto do evento. Mais uma vez nossos alunos demonstraram muita garra, vontade e dedicação e tornaram-se Campeões ao vencerem o Colégio Maria Imaculada por 3 x 2 no jogo final. Parabéns à equipe Sub-11 de Futsal.

1o Circuito do Ensino Fundamental Visando estimular a prática esportiva e o conhecimento de novas modalidades, realizamos no dia 14 de abril o 1o Circuito do Ensino Fundamental com a participação dos alunos do 2o ao 5o ano e seus familiares. O dia começou com um delicioso café da manhã oferecido pela A.P.M.. Em seguida, a apresentação de Wushu, uma modalidade que será introduzida nas Olimpíadas de 2008, encantou-nos com a habilidade dos atletas e seus movimentos que caminhavam entre a suavidade e a dança. Um animado aquecimento preparou todos os presentes para as esperadas oficinas: Freesbee com o prof. Wallace, Xadrez Humano com a profa Cristiana, Kung Fu com o prof. convidado Diego e a oficina de Badminton com o também convidado prof. Zito, uma modalidade pouco conhecida, porém Olímpica, que estará presente nos Jogos Pan-Americano de 2007. Ao final, todos os participantes foram presenteados com medalhas. Além de muito divertimento, nossos alunos puderam conhecer e praticar esportes diferentes. Parabéns a todos pelo entusiasmo e participação. Profas Adriana e Vivianni

PARTICIPE DO 7o ACAMPASANTO Nos próximos dias 29, 30 de junho e 01 de julho, estaremos realizando nosso 7o ACAMPASANTO, que está cheio de novidades para nossos alunos como a NOITE DA BARRACA (todos que gostarem poderão dormir em barracas próprias de acampamento), FUTEBOL DE SABÃO, CAMA ELÁSTICA, TOBOGÃ, além de pista e bicicletas para um “BICICROSS” emocionante. Local: Recanto Tagaste Rua José Roschel Rodrigues, 940 Recanto Campo Belo - São Paulo. (www.osa.org.br/osa/sis/recanto.html)

VOCÊ NÃO PODE FICAR FORA DESSA, INSCREVA-SE!!! !

Judoca Ilustre Visita o Santo Agostinho No dia 26 abril tivemos a presença do Judoca Paraolímpico Alessandro Fabiano de Oliveira, em uma aula aberta de judô. Os alunos dos outros cursos opcionais (Futebol, Basquete, Xadrez e Ballet) foram convidados para assistirem à aula. Todos puderam fazer perguntas e, ao final, os aprendizes de judô lutaram com o nosso importante convidado. Todos ficaram admirados com a força de vontade e garra desse grande atleta. E estamos na torcida para que em uma próxima visita do judoca ele possa trazer uma medalha conquistada nos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro.

Homenagem aos Medalhistas Pan-americanos No dia 17 de Abril de 2006, a Câmara Municipal de São Paulo entregou o prêmio “MEDALHISTA OLÍMPICO AURÉLIO MIGUEL”, a todos os atletas medalhistas na história dos Jogos PAN-AMERICANOS DE JUDÔ. A nossa professora Carla Letícia Duarte, medalhista em 1983 – Caracas, Venezuela, foi homenageada. “Foi muito importante para mim esta homenagem da Câmara, pois o esporte nos traz tantas felicidades, experiências, algumas oportunidades de conhecer diferentes culturas, conquistas de títulos e amigos. Alguns pude rever nesse momento, bem como conhecer muitos atletas que já foram e são ídolos. Dedico este prêmio, esta homenagem à minha família, meus mestres, meus alunos e a todos da família Agostiniana.” Profa Carla L. Duarte

ESPORTES E EVENTOS

EQUIPE DE ESPORTES


INTERCÂMBIO / A.P.M.

EMMA E A MINI-TRAVESSIA

APM - Associação de Pais e Mestres

“Quando entrei no ônibus para ir para a chácara, eu não tinha certeza se tinha feito boa escolha em participar do passeio da escola. Todos os meus amigos da escola estavam em casa estudando e me senti um pouco perdida. Mas isso logo passou, e todo mundo quis conversar comigo ou escutar minha seleção de músicas favoritas. De repente, eu me senti em casa e o tempo passou muito rápido. Depois de ouvir as regras e o programa do dia, nós fomos tomar o café da manhã. As refeições foram ótimas e deliciosas. Isso me fez feliz porque a comida que servem nos passeios da minha escola, na Austrália, não tem a melhor reputação. Participamos das atividades da Igreja e das outras preparada para o dia. A primeira é claro, foi nadar na piscina. Foi muito divertido. Eu comecei a tomar sol com as meninas, fui jogada na piscina pelos meninos e no final fizemos uma pirâmide humana. Quando nos secamos, alguns amigos e eu decidimos ver o equipamento de jogos e brincadeiras. Depois cada um escolheu algo para fazer sozinho, mas logo estávamos juntos em volta do flying fox tentando resolver o problema de como usá-lo sem destruí-lo. Tentamos várias e a maioria dos meninos acabou com os shorts sujos de tantas tentativas mal sucedidas. Mas, depois que descobrimos, foi muito divertido assistir os erros. Depois do almoço, alguns meninos decidiram tocar violão e cantar. Foi bem impressionante, e foi melhor ainda quando eles tocaram algumas músicas em Inglês para que eu pudesse também cantar. A diversão continuou quando deram balões como parte de uma dinâmica. Acho que eu não entendi muito o que ele estava falando, porque a única coisa que entendi foi que “O balão é sua vida”. Brinque com a sua vida. Ah! talvez eu peça a ele para explicar isso quando meu português estiver bem melhor. À tarde fui olhar os animais. Vi pôneis, vacas, muitas borboletas bonitas, patos e uma lagarta com aparência bem estranha. “Que é isso?!”, pensei. Com o resto do tempo, tentei vários esportes diferentes como badminton e pingue-pongue; não sou muito boa jogadora, mas, mesmo assim, me diverti e foi bom estar fora da cidade por um tempo. Num todo, foi um dia excelente. Quem teve a idéia de dar aos alunos um dia para relaxar e ficar ao ar livre merece uma medalha. Gostaria que minha escola na Austrália pensasse em fazer um dia assim também.”

No dia 19 de março, às 20h30, sob o comando da Sra. Annecy Isensee Saconi, Presidente da Associação de Pais e Mestres do Colégio Santo Agostinho, reuniram-se em Assembléia Geral Ordinária, membros da diretoria e famílias associadas, para deliberarem sobre a prestação de contas, leitura do relatório das atividades de 2006 e eleição da Diretoria Executiva e Conselho Fiscal para 2007. Após aprovadas as demonstrações de resultados do ano anterior por unanimidade, novos integrantes do Conselho Fiscal foram eleitos para o exercício de 2007, sendo: Silvia Maria Nogueira Gusmão, Sandra Gorete Matos Pereira Feitosa, Eveline Pravato Forestieri, Letícia Faria Serpa e Regina Maria Moura Vellucci. A Diretoria da A.P.M. para 2007 ficou assim constituída:

Emma Elizabeth Kelly Intercâmbio Cultural Austrália – Brasil

Moderador: Pe. José Luis Arias Alvarez CASAIS CONSTITUINTES Presidente: Annecy Isensse Saconi e Marcio José Verona Saconi Vice-Presidente: Raul Farah Júnior e Ana Lúcia Caetano 1o Secretário: José Cinji Miyazaki e Maria Lúcia Nohara 2a Secretária: Rosângela Skau Perino e Washigton Luiz Perino 1a Tesoureira: Patrícia Guimarães Santana e Carlos A. Constantino 2o Tesoureiro: David Orlando Silva e Adriana Leite Fernandes Silva

Annecy Isensse Saconi e Raul Farah Júnior

José Cinji Miyazaki e Rosângela Skau Perino

Em abril, a A.P.M., com o apoio de muitas mães, comemorou a Páscoa entregando ovos de chocolate para todos os alunos, funcionários e professores do Colégio. Nosso grande retorno foi Patrícia Guimarães, Pe. José Luis e David O. Silva ver a alegria de crianças e adolescentes. É com este espírito motivador que convidamos todas as famílias a se unirem em torno do trabalho voluntário, buscando, com maior eficiência, o entrosamento entre escola e família para melhor proveito dos nossos filhos. Patrícia Guimarães Santana

Depoimento Especial Viemos neste ano para o Santo Agostinho, na esperança de termos uma escola na qual nos sentíssemos bem, uma escola em que nós pudéssemos construir novas amizades e que pudéssemos ter um ensino de excelente qualidade. Vimos que poderíamos conquistar tudo isso. Fomos muito bem acolhidas por todos, alunos, professores e coordenação. Percebemos que aqui, se tivermos vontade, conseguiremos alcançar nossos sonhos inclusive o de estudar em uma grande Universidade. Estamos muito contentes com a nossa nova escola. Viemos, vimos e aprovamos o Colégio Santo Agostinho. Maria Isabel M. Silva e Maria Clara P. Garcia alunas da 1a série A/EM

"


Visita do Papa Bento XVI ao Brasil O Papa Bento XVI esteve em nosso meio de 9 a 13 de maio, onde tivemos a oportunidade de vivenciar, refletir e meditar por meio de encontros, palestras e celebrações. Esses momentos ajudarão cada cristão a questionar e meditar sobre a importância de ser discípulos e missionários na cidade de São Paulo, Brasil e no Mundo. Obrigada pela sua mensagem e testemunho de um verdadeiro seguidor de Cristo.

Bem-vindo Dom Odilo “Cada segunda-feira eu me sinto renovado, que não foi só mais uma tarde passada, mas sim um aprendizado que me engrandeceu.” (Luciano Murakami – 3a série A/EM) “Lugar onde eu me renovo todas as segundas-feiras.” (Juliana Almeida Silva – 3a série A/EM)

“O grupo de jovens tem sido para mim um lugar de reflexão, em que me sinto bem, com a presença de Deus, pensando em fazer o bem para todos e ser solidário.” (Melissa de O. Bragliroli – 2a série A/EM)

“O grupo de jovens para mim é um momento de reflexão onde buscamos trabalhar em conjunto e encontrar o caminho de Deus.” (Juan T. Kumagai Mendes – 9o ano A/EF)

O novo Arcebispo Metropolitano da Cidade de São Paulo, tomou posse no dia 29/04/07, às 15 horas na Catedral da Sé. Arcebispo Metropolita é o Bispo de uma arquidiocese. A arquidiocese, por sua vez, é uma divisão administrativa da Igreja Católica, sede de uma província eclesiástica, a qual é formada por várias dioceses. O nosso Colégio pertence à Região Episcopal Sé (O Bispo responsável por esta Região é Dom Manuel Parrado Carral) da Arquidiocese de São Paulo e Província Eclesiástica de São Paulo. Seja bem vindo, Dom Odilo Pedro Scherer!!!

Santo Antônio de Sant’Anna Galvão - Discípulo e Missionário de Jesus Cristo Primeiro santo nascido no Brasil, Frei Galvão, sacerdote franciscano que se destacou durante sua vida pelas virtudes foi beatificado em 1998 pelo Papa João Paulo II. Agora no dia 11/05/2007 foi canonizado (canonizado quer dizer declarado santo) pelo Papa Bento XVI, durante sua visita ao Brasil.

V Conferência Geral dos Bispos da América Latina e Caribe Ocorreu em Aparecida no período de 13 a 31 de maio de 2007 a V Conferência Geral dos Bispos da América Latina e Caribe. A abertura foi feita pelo Papa Bento XVI. A partir dos trabalhos e discussões desta Conferência surgiram novas diretrizes para a Igreja Latino-americana e Caribenha. “No dia da celebração de Páscoa, mostramos os valores que Jesus nos deixou através da partilha do ovo quando demonstramos a humildade, a solidariedade e o saber partilhar.” (Rodolfo Karuo Yusa Mendonça – 3a série B/EM) “A Celebração tinha por objetivo relembrar aos alunos do verdadeiro significado da Páscoa e despertar neles o ato da partilha. A entrega dos ovos no final da comemoração pode ter sido para alguns apenas chocolate, mas para muitos ficou a mensagem: desejar o bem e uma vida nova a todos os alunos.” (Tiago Goto Sala e Nikolas Hisaoka - 1 a série A/EM)

“O momento da celebração é a união das séries para compartilharmos nosso amor e compaixão. A Páscoa é um período de reflexão e nos lembra que Alguém muito importante sacrificou-se por nós, sentimento este que reflete o grupo agostiniano.”

Campanha da Fraternidade 2007: “Vida e Missão neste Chão” A Campanha nos convida a voltar nosso olhar para a região amazônica e de forma geral para nossas atitudes e convivência com o “Chão”, com a terra. Nós que somos, enquanto humanos, terra (homem vem de húmus = terra fértil) começamos a tomar consciência que nosso destino como humanos coincide com o da terra. A terra está doente! Nós nos sentimos também doentes? Agora todos nos perguntamos meio que estarrecidos: como chegamos a isso? A Campanha da Fraternidade é um chamado à conversão, à mudança para atitudes mais humanas no seu sentido mais verdadeiro. Equipe da Pastoral

(Nathália R. Pereira Magalhães - 2a série B/EM)

#

PASTORAL EDUCATIVA

Notícias da Pastoral


Convite a Autoria Entre os dias 18 e 19 de abril aconteceu o encontro de Diretores e Administradores dos Colégios Agostinianos, participantes da FABRA - Federação Agostiniana Brasileira. Esse é um momento de atualização, reflexões e trocas entre os participantes, que voltam para os seus respectivos colégios com a missão de propagar novas idéias nas comunidades em que estão inseridos. Pensando dessa forma percebo que, atualmente, somos convidados a buscar conhecimento e a refletir sobre os nossos “fazeres”, pois acreditamos que somos sempre aprendizes e para tanto nos obrigamos, vez ou outra, a sair da nossa rotina e nos voltarmos para a “posição” de alunos, sentar, ouvir, discutir, ponderar, comentar e refletir sobre os temas propostos em palestras, conferências, cursos, congressos, como o que vivemos no encontro citado. Importante conversar como isso ressoa no corpo, na forma de pensar e o que tudo isso provoca enquanto proposta de reflexão e ação. Registrando o que se faz, criamos uma outra forma de pensarmos as práticas educativas, o quanto podemos aprender através das trocas realizadas por meio das nossas conversas e o quanto ganhamos, ao escrevermos sobre o que foi significativo no nosso processo de construção da aprendizagem. Sendo assim, seremos propulsores daquilo que aprendemos de novas propostas e de novas reflexões, mas com o firme propósito de buscar o conhecimento, que é inerente ao ser humano, junto aos nossos estudantes. Essas questões nos remetem à filosofia da vida de Santo Agostinho, que contribui com os seus registros e com suas obras para a educação do mundo inteiro. Nele podemos ter o exemplo da importância em sermos autores das nossas obras. Enfim que você, leitor, escreva o que produz, independente da sua área de atuação, para que seu exemplo motive outros a fazerem o mesmo. Raquel C. S. Bohnstedt Diretora Pedagógica

COLÉGIO SANTO AGOSTINHO Praça Santo Agostinho, 79 - Liberdade Estação Vergueiro do Metrô CEP: 01533-070 - São Paulo - SP Fone: (11) 3388.2588 - Fax: (11) 3388-2578 www.csa.osa.org.br EDUCAÇÃO INFANTIL - ENSINO FUNDAMENTAL - ENSINO MÉDIO PERÍODO INTEGRAL ATÉ O 5o ANO / EF ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS DO 6o AO 9o ANO / EF $


Informativo CSA - Ano 11 | Nº 36