Page 1

Diário de Bordo

Ano 3 - nº 03 - Março - 2011

Por que é importante brincar

Passatempo ou aprendizagem? Entenda como a brincadeira é decisiva para o desenvolvimento da criança. Pág. 4

Virtudes em fascículos

Agenda do NAUTAS

A cada edição, o Diário de Bordo vai apresentar uma virtude, desde o significado até as formas de aplicação prática de uma ação positiva.

O ano de 2011 está cheio de novidades no Nautas. A comemoração do Carnaval animou a garotada na primeira semana de março.

>> Encarte

>> Página 2

Divirta-se em família O final da semana pode ter um sabor diferente com as dicas de passeio do Diário de Bordo. Veja as sugestões do roteiro e divirta-se! >> Página 4

www.nautas.org.br


Editorial

Aconteceu no NAUTAS

Tarde das Avós O Grupo das A v ós preparou um Chá Especial para as vovós d o N a u t a s . A h o m e n a g e m aconteceu no dia 3 de março e cada vovó recebeu uma surpresa dos netinhos.

Formando para ler Palestra do professor Eduardo Gama, em 1º de março, mostrou que através de um bom livro a criança adquire uma consciênci a mais aguçada das grandes e duradoras verdades da vida humana.

Folia no Nautas A canção Prato Fundo, de Noel Rosa, animou o Carnaval das crianças no dia 4 de março. O som de tampa de panela e colher de pau deu ritmo à festa.

Em 2009 nasceu este pequenino jornal . E nasceu sem nome... Lembro-me que naquela época promovemos um concurso entre as famílias do colégio para a escolha de um “nome bem bonito”, e Diário de Bordo foi o favorito. Três foram as vencedoras, e para a alegria das crianças, foram premiadas com interessantes jogos para a diversão em família. Na correria do dia-a-dia, o nosso jornal fora deixado de lado em 2010... Mas neste ano, voltou com toda a força. E como o próprio nome sugere, será o nosso instrumento enquanto navegamos para deixar registrado para vocês os acontecimentos mais importantes do nosso Nautas! Nessa edição remodelada você confere todos os detalhes sobre os principais eventos que aconteceram desde o início do ano letivo. Na matéria de capa, uma reflexão sobre a importância do brincar e as orientações da Lu para as habilidades que o ‘passatempo’ pode despertar. O Diário de Bordo traz também um especial sobre as Virtudes. A cada edição você recebe um fascículo para ler, praticar e colecionar. Espero que aproveitem ! Com carinho, Flaviana Fiorin

Obrigado...... Para a Regina e Paulo Santini, pais do Miguel (Maternal 2), pela doação dos livros de virtudes e à Aurea Regina de Sá, mãe do Luiz Felipe (5º ano) pela produção do jornal Diário de Bordo.

2

Expediente: O Informativo Diário de Bordo é uma publicação do Colégio Nautas para distribuição interna, dirigida às famílias dos alunos. Coordenação: Ana Paula Longatti. Direção geral: Flaviana Fiorin. Diagramação: Escritório de Comunicação. Imagens: Arquivo e Banco de Imagens Pixmac. Para sugestões e críticas, envie e-mail para anapaula@colegionautas.net.


Atividade extracurricular

Alimentar-se deve ser uma alegria Desde os tempos remotos, a humanidade se reúne para comer. Afinal comer sozinho não é muito legal, acho que, mais do que isso, comer é uma forma de estar com quem você gosta, seja a sua família ou seus amigos. O ato de comer tem algo de mágico há muito tempo. Vale lembrar que nossas vidas estão cada vez mais agitadas, e muitas vezes nos alimentamos mal e quando digo isso, quero dizer que comemos muito rapidamente. Muitas vezes, nem sabemos o que estamos comendo, e nossa atenção deve ser redobrada, pois uma má alimentação afeta adultos e crianças. Alimentar-se deve ser antes de tudo algo consciente. Em países da Europa uma grande parcela da sociedade questiona a origem dos alimentos, pois querem saber se o produto possui agrotóxico, se ele foi cultivado de forma correta e com respeito à natureza. Mesmo o Brasil sendo o "celeiro do mundo", devido à sua alta produtividade agrícola e pecuária, produzindo e exportando de tudo, precisamos evoluir. Isso começa nas escolhas mais básicas, como os ingredientes da nossa alimentação: legumes e verduras que muitas vezes utilizam processos que não valorizam a qualidade do alimento e sim o tamanho dele.

Faça um teste: Vá até uma feira de orgânicos e compre cenouras, batatas, alho-poró, brócolis, couve-flor, alface, rúcula, enfim, compre aquilo que você está acostumado. Chegando em casa compare não só o tamanho, mas o formato da cenoura que se encontra nos supermercados. É praticamente "deformado", não parece aquela ce noura do Pernalonga. Compare também a cor da cenoura orgânica que é muito mais intensa. Por último coma um pedaço da cenoura do supermerc ado e de pois d a cenoura orgânica. Voc ê se surpreenderá. Olha que só falei da cenoura! Não digo isso para você mudar radicalmente seus hábitos de compra, mas dê uma chance de adicionar ingredientes de melhor procedência e você sentirá uma diferença radical, seja no sabor ou na saúde da sua família. Alimentar-se é uma necessidade fisiológica, portanto, temos que nos alimentar várias vezes por dia. Aproveite estar à mesa com a família e faça de cada refeição um momento especial. Emerson Donadon, professor de Culinária do Nautas

FEIRAS DE PRODUTOS ORGÂNICOS - 4ª feira: Estacionamento do Bosque dos Jequitibás - 6ª feira: Centro de Convivência - Domingo: Parque Ecológico

Pais Navegantes

Matrimônio é tema de evento no Nautas No dia 26 de fevereiro, aconteceu no Colégio Nautas uma palestra p a r a c a s a i s : “Matrimônio, um empreendimento ambicioso”. Ambição, pois é o impulso que move o ser humano a conquistar algo grande. Quando mais jovem, junto com meus amigos, que até hoje o são, sinceramente, eu não me via formando família e criando filhos. Só que em um determinado momento da vida fica claro para algumas pessoas a ideia de que tudo vai acontecer.

Como disse a palestrante Águeda, você olha pra pessoa e diz: “É você a escolhida para ao meu lado buscar a felicidade, ou seja, você foi a escolhida para ser a minha esposa.” Entre outras informações interessantes, ela citou a palavra sucesso algumas vezes, mas como um alerta: para atingí-lo, devemos nos entregar à nossa parceira e temos que ceder todos os dias, além de transformar nossa rotina em momentos agradáveis. A palestra foi muito divertida e agradável de assistir. Com muita sutileza a palestrante transmitiu ensinamentos que irei levar e relembrar constantemente. A lição que tive nessa manhã tão boa para meu conhecimento é que temos que a cada dia nos superar e surpreender as outras pessoas com atitudes boas e sinceras. E ser gentil sempre. Paulo Henrique - marido da professora Ana P.

3


Artigo do professor

A brincadeira como um trabalho pedagógico

Diversão em Família Programe-se com antecedência para passear com a criançada. Na agenda do Diário de Bordo você confere as principais atrações em cartaz na cidade:

TEATRO TEATRO SOTAC

Os Três Porquinhos 19 e 20 de março Sábado, às 17h Domingo, às 11h e 16h

Rua Barão de Jaguara, 2 19 3235.2266 Ingressos: inteira: R$ 16,00 meia: R$ 8,00

O Patinho Feio 26 e 27 de março Sábado, às 17h Domingo, às 11h e 16h A brincadeira às vezes é vista como um passatempo, como algo que não tem relação com a aprendizagem, quando se tem uma visão de que aprender é receber um conteúdo de uma forma sistemática. Damos pouca atenção ao brincar, e hoje quando falamos em brincar, pensamos em brinquedos. Ao mesmo tempo, as crianças estão perdendo o seu espaço de brincadeiras, as ruas, os quintais e dependendo de cada vez mais espaços propiciados pelos adultos. Mas, principalmente com crianças pequenas, podemos ver como a brincadeira desenvolve a criança, devendo fazer parte do trabalho diário; e como brincar é uma atividade com a qual se aprende. Nas brincadeiras, podemos perceber como as crianças enxergam o mundo, como elas se posicionam em relação ao outro. Aprendem a dominar o corpo e a conviver com as relações sociais. O brincar é decisivo na formação do ser humano e as crianças se integram no meio social e aprendem a se relacionar, a emprestar, a esperar a vez, aprendem as primeiras regras, aprendem conceitos, a usar seu corpo, a fantasiar, a imitar o que vêem, a construir objetos para usar nas brincadeiras, aprendem novas palavras, aprendem a compartilhar com o outro e a ouvir novas ideias. As crianças também aprendem a ler, ouvir e ver. Nas brincadeiras passam por um desenvolvimento que é plenamente agradável, pois elas aprendem brincando e aprendem a brincar com as experiências que cada uma trás do grupo em que convive. Assim, brincando a criança explora o mundo e explora as suas possibilidades nesse mundo.

Profª Luciana de Andrade Tambascia, Infantil I - Pedagoga Pós graduada em Psicopedagogia.

4

Cinderela 2 e 3 de abril Sábado, às 17h Domingo, às 11h e 16h

EVENTOS Bola de Sabão 22 e 29 de março Terças, das 19h às 20h30 SESC Hora do Conto Zastras 10 de abril Domingo, às 15h Livraria Cultura

ONDE FICA A Livraria Cultura fica no Iguatemi Campinas e o S E S C f i c a rua Dom José Primeiro, perto da Rodoviária.

Pérolas da Educação Infantil Pedro Rocha passeando com a família, vê um pássaro e diz: - Mãe, olha o PINTASSíLVIO, ele tem o peito amarelo! A mãe questiona: - PINTASSíLVIO? Com quem você aprendeu o nome desse pássaro? Pedro responde: - Foi a Fer, ela mostrou os bits dos pássaros! Confira os novos nomes dos pássaros, segundo o Infantil I:

De: Pintassilgo

Para: Pintassílvio (Pedro Rocha)

De: Periquito da Campina

Para: Periquito das Campinas (Carolina)

De: Periquito da Campina

Para: Periquito da Cantina (Eric)

De: Tucano Toco

Para: Tucano Torto (todos)


V

I

R

T

U D E

S

PARA LER, PRATICAR E COLECIONAR

Diário de Bordo lança fascículos sobre as virtudes A cada edição do informativo, você recebe uma parte da série Para que cada um de nós entenda o que é virtude, é preciso conhecer o significado de cada uma e praticar. A repetição da atitude positiva pode tornar a virtude algo natural em nosso dia a dia e à medida em que percebemos os resultados positivos, compreendemos a importância da prática da virtude.

Compartilhe as informações em casa e discuta as virtudes com os filhos. Neste primeiro número, você confere tudo sobre a virtude da Ordem. Artigos que orientam como educar as crianças motivando-as para a organização e dicas para deixar a casa mais arrumada com a ajuda dos pequenos.

A partir desta edição do Diário de Bordo você vai receber um fascículo especial sobre cada uma das virtudes.

Os fascículos fazem parte de uma série sobre as virtudes. Colecione!

Artigo da família

4 dicas para arrumar o guarda-roupas do seu filho Organização de guarda-roupas parece mesmo não ser especialidade de crianças. Pelo menos o meu filho nunca se interessou em manter a ordem no espaço em que guarda o figurino para uso diário, também conhecido como uniforme, e também as roupas para as brincadeiras e passeios. Cansada de ter que passar de novo as camisetas que ele se arrependia de tirar da gaveta e guardava daquele jeito, resolvi propor uma tarefa divertida. Arrumamos as gavetas, de acordo com o tipo de roupa, e etiquetamos cada espaço. É isso mesmo, grudamos etiquetas adesivas em cada gaveta do guarda-roupa. Quer fazer o mesmo? Use o passo a passo, divirta-se e livre-se do retrabalho.

* Organize espaços diferentes para guardar o uniforme de verão e de inverno. O ideal é ter uma gaveta para camisetas manga curta, regata e os shorts, e outra para camisetas de manga longa e calças compridas.

* Nas outras gavetas ou espaços do armário, separe as roupas de acordo com o uso: roupas para brincar e se sujar, roupas para ir à igreja, aniversários ou à casa dos avós. Tem que haver um espaço também para os pijamas, cuecas/calcinhas e meias.

* No cabideiro, pendure os casacos, calças jeans e camisas de tecido para mantê-las sem dobras.

* Depois de tudo separado, é hora de identificar cada área. Mesmo que visualmente dê para encontrar as roupas, elabore etiquetas adesivas, como as usadas para os cadernos, e cole na frente das gavetas e onde mais quiser, dentro do armário. Pode imprimir os tipos de roupas, como 'Uniforme de Verão', 'Uniforme de Inverno' e etc. e até dar as etiquetas para o seu filho colorir. A receita deu certo lá em casa. Depois dessa super arrumação, o Luiz Felipe ficou muito motivado e não bagunçou mais o guarda-roupa. Ele até tem se esforçado para dobrar as camisetas daquele jeito difícil, que a gente só aprende quando cresce. Aurea Regina de Sá é mãe do Luiz Felipe - 5º ano.

www.nautas.org.br


Saiba mais

As crianças e a virtude da Ordem As crianças devem aprender a ser ordenadas com todas as suas coisas: livros, roupas, brinquedos, CD, etc. Devem aprender dos pais que tem que colocar no seu lugar tudo que utilizam depois que usam. Estabeleça tarefas da casa para cada membro da família para evitar que tudo recai sobre a mãe ou mesmo a empregada. Afinal o serviço feito por esta deve ser de limpeza, arrumação etc., e não de “alimentar” comodismos das crianças. Quando estão muito ociosas, as crianças desenvolvem-se achando que devem ser servidas, ou com tal liberdade de tempo que se afundam em manias, consumismos, horas de vídeo games. Podem chegar a pensar que são melhores do que os outros e que as outras pessoas existem para servi-las, atendê-las ou distraí-las com presentes, ou fazendo o que elas desejam. Muitas delas são esses “maridos-filhos” que esperam que suas esposas continuem fazendo-lhes o papel de mãe, ou dos que se irritam quando as mulheres não os atendem a tempo e a hora chegando a extremos de violência. É preciso compreender que todo pequeno gesto contém uma Ideia para organização de brinquedos no quarto mensagem emocional, mais profunda e cultural com ela. Escolha as mensagens subliminares que passa aos seus filhos em cada gesto e que elas não sejam para torná-lo mole, dependente, insubordinado, crítico de tudo, insatisfeito. Um pouco de disciplina não fará mal. Em geral fazer algo de que não se gosta muito, com obrigação e hora, ajuda a solidificar força, coragem, prontidão e uma série de outras virtudes que criam caráter. Só fazer o que se quer e quando se quer amolece o caráter. Fazer o que se deve porque se deve, da melhor maneira possível, sem adiamentos, seja guardar a roupa passada, ou fazer um dever de casa solidifica o caráter da criança. A ordem deve ser um valor que as crianças cedo aprendam a valorizar e não deixar para falar sobre a ordem quando os pais encontram já tudo bagunçado e começam a reclamar,porque sentem que vão ser eles os que têm que fazer a arrumação. Só sai se tudo estiver arrumado, etc. Fonte: http://vidaemsociedade-sa.blogspot.com

Artigo

O que os alunos dizem

As virtudes humanas na infância Ser ordenado, arrumado, conseguir usar bem o tempo é lembrarmo-nos das nossas responsabilidades. As crianças gostam e precisam de rotinas, e as rotinas ajudam-nos muito na virtude da ordem. É preciso ajudar as crianças a não desperdiçar tempo, a saber usar o seu tempo livre com produtividade. É preciso ajudar os nossos filhos a pensar antes de agir, fomentar que ordenem as suas ideias e clarifiquem os seus pensamentos. É bom que as crianças percebam que tudo tem um principio, um meio e um fim, isto passa por exemplo quando são pequenas entender um jogo, pensemos num puzzle, retiram-se as peças da caixa, constrói-se o puzzle, arruma-se no fim. Este processo é educativo a longo prazo e permite que a criança tire mais proveito das suas brincadeiras. Por vezes as crianças tiram um brinquedo, depois outro e mais outro e não exploram nenhum na verdade. A virtude da ordem pode inclusive ajudá-las a fazer melhor aquilo que fazem tão bem: BRINCAR! As virtudes formarão uma base sólida para que a seguir a criança adquira mais virtudes na próxima etapa. Todas as outras virtudes não podem nem devem ser descuradas da educação, no entanto devemos ser sensíveis ao fato da criança pequena não ter capacidade de entendimento para desenvolver a humildade, por exemplo. Digamos que até a entrada para a escola se conseguirmos que as crianças sejam verdadeiras, ordenadas e obedientes não é mesmo nada mau!

A ordem ajuda a ficar organizada, quando possível, para que sempre possa achar as coisas. Quando fui pegar minhas coisas estava tudo bagunçado, mas fiz uma arrumação. Antes eu demorava 20 minutos para achar as minhas coisas, agora demoro 5 minutos. Foi muito bom, agora eu vi que faz diferença. Meu guarda-roupa era uma bola, agora está super arrumado. Meus materiais eram uma bagunça, agora são super arrumados. Notei a diferença e foi muito grande. Eu também organizei meus materiais de escola. Maria Clara - 4º ano

O meu pai fez uma tabela para eu e minha irmã Nina pegarmos o estojo e verificarmos os materiais. A tabela era assim: MATERIAL

QUANTIDADE

OK

Lápis

5

Borracha

1

Eu não podia ter X nos quadradinhos. E se eu conseguisse uma semana, eu ganharia um chocolate. Obrigada pessoal, eu gostei de falar sobre isso! Até!

Fonte: http://vidaemsociedade-sa.blogspot.com

www.nautas.org.br

Elena - 4º ano

Diário de Bordo Edição 03  

Boletim informativo do Colégio Nautas.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you