Issuu on Google+


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Mensagem do Pároco DEUS, O POETA SONHADOR (Homenagem a mulher) Alguém disse que parou a poesia Porque seu sonho, triste, sumia. Pode Deus omitir-se na beleza Escondida, de pelúcia, delicadeza... Tanta grandeza! Deus é meu poeta preferido. Deus é sonhador mais querido. E a mulher seu perfume preferido. Ele a fez do nardo mais fino, Maternidade! ó mel divino! A Tereza embebedou de amizade, A Terezinha de amor e caridade. Mônica, na oração, achou o caminho. Catarina, na sabedoria fez seu destino. Clara, Rosa de Lima, Tereza da Cruz, Madalena... Todas foram o sonho de Jesus. Com Rita, porém foi diferente: Ela é a rosa da nova criação, ardente. Rita cheira a flor de laranjeira. Casada, viúva, consagrada ou solteira. Ela agrada a Deus de todas as maneiras. Oh Rita, que levas no coração o ser humano. Carregando, solícita, seus sonhos mais nobres, Apresenta ao Pai as labutas dos pobres, ... Traz de volta aos corações a poesia. Tu és o canto de Deus e a sombra de Maria JUANCHO

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

3


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Vida Paroquial PARÓQUIA SÃO JOSÉ DE QUELUZ ORDEM DOS AGOSTINIANOS RECOLETOS Av. Cipriano Santos, 311 - Canudos CEP: 66.090-340 - Belém - Pará Fone: (91) 3226-2151 CENTRO SOCIAL SANTO AGOSTINHO Av. Cipriano Santos, 311 - Canudos CEP: 66.090-340 - Belém - Pará fone: (91) 3246-5835 SEMINÁRIO SANTO TOMÁS VILANOVA Av. Ceará, 226 - Canudos CEP´: 66.070-080 - Belém - Pará Fone: (91) 3266-5550 BERÇO DE BELÉM - IRMÃS PRECIOSINAS Av. José Bonifácio, 893 - São Brás CEP: 66.090-363 - Belém - Pará C.E.B. SANTA RITA DE CÁSSIA Trav. Humaitá, esquina c/ Pass. S. Marco, s/nº - Marco CEP: 66.083-340 - Belém - Pará C.E.B. SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS R. Nina Ribeiro, Pass. Cap. Reis, 48 - Canudos CEP: 66.070-050 - Belém - Pará C.E.B. SANTO AGOSTINHO DA ALDEIA Trav. Francisco Monteiro, Pass. Aldeia, 557 - Canudos CEP: 66.070-600 - Belém - Pará C.E.B SAGRADA FAMÍLIA Trav. 1º de Queluz, 171 - São Brás CEP: 66.090-520 - Belém - Pará C.E.B JOÃO PAULO II Trav. Juvenal Cordeiro, 567 - Canudos CEP: 66.070-300 - Belém - Pará COMUNIDADE BELÉM DE JESUS R. Dr. Américo Santa Rosa, 882 - Canudos CEP: 66.070-130 - Belém - Pará

4

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Santa Rita em nossa casa FAMÍLIA QUE ENTREGA Agradecemos a Deus a visita da imagem de Santa Rita de Cássia, abençoando nosso lar. Com muita alegria viemos hoje entregá-la a essa família, pedindo a Jesus as bênçãos e graças necessárias para a sua santificação, pela intercessão da Santa “ Advogada das Causa Impossíveis”.

FAMÍLIA QUE RECEBE Deus em sua sabedoria instruiu homens e mulheres de boa vontade para trazerem às nossas casa a Sua Palavra e o testemunho de sua serva Rita de Cássia. Pedimos que nesses encontros de oração, aprendamos a viver as suas virtudes da humildade, da fidelidade, da paciência e do amor-caridade. Amém!

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

5


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Ritos Iniciais ANIMADOR: Irmãos e irmãs invoquemos a Trindade Santa... Todos: Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém. (Pode ser cantado)

Canto Inicial A nós descei, Divina luz, a nós descei, Divina luz, em nossa almas acendei o amor, o amor de Jesus. (bis) Sem vós, Espírito Divino, que podemos nós fazer! depois de um triste desatino (bis) Teremos o destino/ de sempre padecer.

Oração Inicial Ó Santa protetora dos angustiados, potente advogada nos casos difíceis, Santa Rita: tu que és o sol brilhante da Santa Igreja Católica, o espelho da paciência, o flagelo dos demônios, a saúde dos doentes, a consolação dos pobres, a admiração dos Santos e o exemplar de cada virtude, tu esposa sagrada de Jesus Cristo, coroada pelo mesmo Jesus e marcada na testa com um dos seus Sagrados Espinhos, do alto dos Céus escuta a minha voz de mísero pecador: reza por mim, interceda-me graças. Recorro a ti, minha excelsa protetora nas atribulações presentes que me angustiam. Não permitas que eu tenha que sucumbir com o peso das penas que suporto. Vem em meu socorro, ó Santa Rita, tua proteção, reza por mim apoiando com a tua interceção , junto do trono do Altíssimo , à minha oração e alcance para mim as graças. Obténs para mim aumento de fé, de esperança e de caridade; Uma devoção sincera e filial à grande Mãe de Deus; A libertação de todos os males especialmente obténs para mim... (fazer aqui um breve silêncio, para que cada um pense - sem externar - na graça que deseja alcançar). Esta graça eu te peço e espero com confiança que seja para maior gloria de Deus e para o meu bem verdadeiro. E faz que vencidas as tentações e superados todos os obstáculos, possa um dia vir-te agradecer no Céu, e viver eternamente com o Pai, com o Filho e com o Espírito Santo. Amém.

6

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Ladainha de Santa Rita Senhor, tende piedade de nós, Jesus Cristo, tende piedade de nós, Senhor, tende piedade de nós, Maria, protetora amorosa de Santa Rita, Santa Rita, advogada e protetora nossa, Santa Rita, predestinada por Deus, Santa Rita, Dom escolhido do céu, Santa Rita, chamada à gloria, Santa Rita, admirável na infância, Santa Rita, amante da solidão, Santa Rita, modelo de pureza, Santa Rita, exemplo de amabilidade, Santa Rita, espelho de obediência, Santa Rita, exemplo de esposa e mãe, Santa Rita, viúva Santa, Santa Rita, invicta na paciência, Santa Rita, admirável na fortaleza, Santa Rita, heróica no sacrifício, Santa Rita, generosa no perdão, Santa Rita, mártir de penitência, Santa Rita, compassiva com os pobres, Santa Rita, pronta ao divino chamado, Santa Rita, espelho de vida religiosa, Santa Rita, levada prodigiosamente ao claustro, Santa Rita, milagre de mortificação, Santa Rita, enamorada da Paixão de Cristo, Santa Rita, ferida pelo Sagrado espinho, Santa Rita, pérola preciosa da Úmbria, Santa Rita, seguro conforto dos atribulados, Santa Rita, saúde dos doentes, Santa Rita, advogada dos impossíveis, Santa Rita, luz da igreja, Santa Rita, nossa constante intercessora. Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós (2x) Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

7


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Os Mistérios do Santo Terço Oferecimento Divino Jesus, nós vos oferecemos este terço que vamos rezar, contemplando os mistérios da Vossa Redenção. Concedei-nos, pela intercessão de Maria, Vossa Mãe Santíssima, a quem nos dirigimos, as virtudes que nos são necessárias para bem rezá-lo e a graça de ganhar as indulgências anexas a esta santa devoção.

MISTÉRIOS DA ALEGRIA GOZOSOS (Segunda-feira e Sábado) 1) - No primeiro mistério gozoso contemplamos a anunciação do anjo Gabriel a Nossa Senhora ( Pai Nosso - 10 Ave Marias - Glória - Ó meu Jesus) 2) - No segundo mistério gozoso contemplamos a visita de Nossa Senhora à sua prima Santa Isabel. 3) - No terceiro mistério gozoso contemplamos o nascimento de Jesus na gruta de Belém. 4) - No quarto mistério gozoso contemplamos a apresentação de Jesus no templo e a purificação de Nossa Senhora. 5) - No quinto mistério gozoso contemplamos o menino Jesus perdido e encontrado no templo entre os doutores.

MISTÉRIOS DA Luz Luminosos (Quinta-feira) 1) - No primeiro mistério luminoso contemplamos o Batismo de Jesus Nosso - 10 Ave Marias - Glória - ó meu Jesus)

( Pai

2) - No segundo mistério luminoso contemplamos a auto-revelação de Jesus nas Bodas de Caná. 3) - No terceiro mistério luminoso contemplamos Jesus anunciando o Reino de Deus com o convite à conversão. 4) - No quarto mistério luminoso contemplamos a Transfiguração de Jesus. 5) - No quinto Mistério luminoso contemplamos a Instituição da Eucaristia.

8

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

MISTÉRIOS DA DOR DOLOROSOS (Terça-feira e Sexta-feira) 1) - No primeiro mistério doloroso contemplamos a agonia de Jesus no Horto das Oliveiras (Pai Nosso - 10 Ave Marias - Glória - Ó meu Jesus) 2) - No segundo mistério doloroso contemplamos a flagelação de Jesus. 3) - No terceiro mistério doloroso contemplamos Jesus coroado de espinhos. 4) - No quarto mistério doloroso contemplamos Jesus carregando a cruz até o monte calvário. 5) - No quinto mistério doloroso contemplamos a crucificação e a morte de Jesus Cristo na cruz.

MISTÉRIOS GLORIOSOS (Quarta-feira e Domingo) 1) - No primeiro mistério glorioso contemplamos a ressurreição de Jesus triunfante (Pai Nosso - 10 Ave Marias - Glória - Ó meu Jesus) 2) - No segundo mistério glorioso contemplamos a ascensão de Jesus ao céu. 3) - No terceiro mistério glorioso contemplamos a vinda do Espírito Santo sobre Nossa Senhora e os Apóstolos. 4) - No quarto mistério glorioso contemplamos a assunção de Nossa Senhora ao Céu. 5) - No quinto mistério glorioso contemplamos a coroação de Nossa Senhora como Rainha do Céu e da Terra.

Agradecimentos Infinitas graças vos damos Soberana Rainha, pelos benefícios que todos os dias recebemos de Vossas mãos liberais. Dignai-vos agora e sempre, tomar-nos debaixo do vosso poderoso amparo e, em vosso louvor vos saudamos com uma Salve Rainha.

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

9


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

SALVE RAINHA

(recitado)

Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva. A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas. Eis, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, Bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém.

SALVE RAINHA

(cantada)

Salve Rainha, Mãe de Deus és Senhora nossa Mãe Nossa doçura, nossa luz, Doce Virgem Maria. Nós a Ti aclamamos Filhos exilados Nós a Ti voltamos nosso olhar confiante. Volta par nós, ó Mãe, teu semblante de amor Dá-nos teu Jesus, ó Mãe, quando a noite passar. Salve Rainha, Mãe de Deus És auxílio dos cristãos ó Mãe clemente, ó Mãe piedosa Doce Virgem Maria.

10

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Nascimento O dom da vida

1º ENCONTRO:

Acolhida e apresentação do tema ORAÇÃO INICIAL (Para todo os dias) PAG. 6 ANIMADOR: A serena alegria dos pais de Rita era perturbada por um doloroso segredo: não tinham filhos. Em sua casa, não foram ainda ouvido um só grito de criança, o melhor consolo para o coração dos pais. Os pais de Rita, Antônio Mancini e Amata Ferri eram modestos, de almas simples, já idosos, rogavam por Deus a vinda de um filho. Nasceu-lhes a pequena Margherita de Cássia, cujo diminutivo na Itália e Rita, em 22/05/1381, na região da Úmbria, num lugarejo chamado Rocca Porena. O nascimento de Santa Rita nos faz pensar no Dom da vida: todos recebemos misteriosamente de Deus. Somos um prodígio da Divina Providência. Canto: (Livre Escolha) Rezar o Terço ( Observar os mistérios do dia) A escuta da Palavra ( em pé) ANIMADOR: Aclamemos a Palavra do Senhor cantando... Canto (livre escolha) Leitor: Palavra do Senhor ( Lucas 1, 6-7. 11-13.24.57) Partilhando a Palavra (sentados) MEDITAÇÃO ANIMADOR: Quando Antônio e Amata iam trabalhar na lavoura, colocaram sua filhinha em um cesto de vime, que levavam consigo e abrigavam-na às sombras das árvores: a criança certa feita foi encontrada envolta com um grande enxame de abelhas brancas, fazendo um zumbido especial. Muitas delas entravam em sua boca e ali depositavam mel, sem ferroar. Nenhum gemido da criança para chamar a atenção de seus pais, ao contrário, dava gritinho de alegria. Prodígio observado, então com muita admiração, mas obscurecido em seguida por maravilhas maiores operadas pela serva de Deus.

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

11


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

MOMENTO DE REFLEXÃO: 01- O QUE MAIS CHAMA SUA ATENÇÃO NA HISTÓRIA DO NASCIMENTO DE RITA? 02- VOCÊ JÁ SENTIU O CHAMADO DE DEUS PARA CUMPRIR UMA MISSÃO NESTE MUNDO? SENTE-SE AMADO POR DEUS? Orações espontâneas (feitas pelos presentes) LADAINHA (PAG . 7 ) ORAÇÃO FINAL: (Todos): O santa Rita, flor crescida no místico jardim da Igreja, fostes dada por Deus aos vossos pais, como prêmio de sua fiel resignação à divina vontade. Obtendo-nos pois, tantas vezes iludidos pelas falsa esperanças, esta preciosa virtude, a fim de que no espontâneo sacrifício de nossa vontade, possamos com serena confiança submeter-nos as divinas disposições de Deus Nosso Senhor. Amém. CANTO FINAL ( LIVRE ESCOLHA

12

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Infância desenvolvimento da fé

2º ENCONTRO:

Acolhida e apresentação do tema ORAÇÃO INICIAL : (PAG. 6) ANIMADOR: Rita era para seus pais um precioso dom concedido a sua fé e as suas orações e com eles ignorava totalmente coisas profanas, esmeravam-se em educar a filha nos sentimentos religiosos. Assim desabrochava Rita, alvo dos cuidados, dos exemplos de tão bons pais, crescia em idade e virtude e se tornava a cada dia mais amável para os que a conheciam. Simples, piedosa e compassiva, tornou-se o anjo consolador de todos os pobres. Canto (livre escolha) Rezar o Terço ( Observar os mistérios do dia) A escuta da Palavra (em pé) ANIMADOR: Aclamemos a Palavra do Senhor cantando... Canto (livre escolha) Leitor : Palavra do Senhor (Lucas 2,41-42. 51-52) Partilhando a Palavra (sentados) MEDITAÇÃO ANIMADOR: É preciso testemunhar a fé com uma vida plenamente cristã, demonstrando que em toda ocasião somos servidores de Cristo. Peçamos a graça que desejamos alcançar por intermédio de Santa Rita. MOMENTO DE REFLEXÃO 01 - QUAL O TIPO DE INFORMAÇÃO E FORMAÇÃO QUE NOSSOS FILHOS RECEBEM HOJE: EM CASA, NA ESCOLA, NA RUA, NA TELEVISÃO, ETC...? 02 - O AMBIENTE FAMILIAR FORNECE O CRESCIMENTO NA FÉ DE NOSSOS JOVENS? QUAIS AS DIFICULDADES DENTRO DE CASA E O QUE FAVORECE ESSE CRESCIMENTO?

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

13


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Orações espontâneas ( feitas pelos presentes) LADAINHA (PAG. 7 ) ORAÇÃO FINAL: (todos) Ó admirável Santa Rita, em vós Deus se agradou desde o vosso nascimento, cumulando-vos dos sinais visíveis de sua predileção! Ó Cândido Lírio de pureza, o vosso perfume ainda hoje nos inebria e enche de admiração, obtende de Deus tão bela virtude, para que possamos, unida à vossa intercessão, alimentarmos a esperança ao perdão de Deus. Amém. CANTO FINAL (LIVRE ESCOLHA)

14

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Matrimônio Vida de amor cristão

3º ENCONTRO:

Acolhida e apresentação do tema ORAÇÃO INICIAL (PAG. 6) ANIMADOR: Enquanto a piedosa jovem só pensava em Deus e em seus velhos pais, estes que não compreendiam plenamente os segredos de sua alma virginal, procuravam casá-la. No declínio de suas vidas não queriam deixa-la só no mundo e talvez esperassem ver crescer ao seu redor os netos. Que lutas, que dores para o coração de Rita! Não sentia a coragem de dar a um homem o coração que desde a infância consagrara à Deus e Rita se dispunha a obedecer seus pais, pois assim estava acostumada a fazer. Conforme desejavam seus pais, Rita casou com um homem da nobreza de Cássia chamado Paulo Fernando, não demonstrando seu caráter violento, gênio duro, dado a farras e bebedeiras, aparentava ser um homem ideal para um a moça cristã. Rita passou por um processo de namoro, consciente e livre, vendo assim na vontade de seus pais a vontade de Deus. Canto ( livre escolha) Rezar o terço ( Observar os mistérios do dia) A escuta da Palavra ( em pé) ANIMADOR: Aclamemos a Palavra do Senhor cantando... Canto ( Livre escolha) Leitor: Palavra do Senhor (1Pedro. 3,1-4) Partilhando a Palavra: ( sentados) MEDITAÇÃO ANIMADOR: Rita aceitou o casamento e empenhou-se em viver a vida cristã com o homem que Deus colocara em seu caminho. Rita sempre meiga e habituada aos cuidados da casa, começou a viver em plenitude as lições do Evangelho, redobrando preces e penitências, e a cada nova ofensa do esposo mostrava um semblante humilde, em suave e profundo silêncio; dedicou-se com grande prudência a converter o marido. Em pouco tempo Paulo transformou-se, deixou de ser aquele marido, mudando o gênio violento em modo mais brando até chegar a pedir-lhe perdão. Deste casamento surgiram dois filhos. E naquele lar transformado pela piedade de Rita começou a reinar a paz.

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

15


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

MOMENTO DE REFLEXÃO 01- QUANTAS DIFICULDADES ENFRENTAMOS COMO ESPOSOS OU ESPOSAS? 02- QUAL ATITUDE DEVEMOS TER PARA SUPORTAR OS OBSTÁCULOS DO DIA-A-DIA? Orações espontâneas (feitas pelos presentes) LADAINHA ( PAG. 7 ) ORAÇÃO FINAL: (todos) Ó gloriosa Santa Rita vós que por obediência aos vossos pais vos sujeitastes nele o verdadeiro modelo de esposa cristã, eis-me aqui aos vossos pés para abrir meu coração que tanto precisa do auxílio do céu e de vossa proteção. Vós que, durante longos anos, tão imerecidamente sofrestes na vida conjugal, ainda que fosseis rica das maiores virtudes, impretrai-me do Senhor a força necessária par manter-me fiel à Deus e a meu esposo (a). Apresentai, Santa Rita, esta oração ao Senhor, obtende-me ser atendida (o) e fazei que um dia com a companheira (o) de minha vida eu chegue a louvar a Deus no paraíso. Amém. CANTO FINAL (LIVRE ESCOLHA)

16

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Rita, mãe dedicada

4º ENCONTRO:

Acolhida e apresentação do tema ORAÇÃO INICIAL (PAG. 6) ANIMADOR: A vida é o mais belo dom de Deus. E devemos amar este dom, aceitá-lo e valorizá-lo. É no amor, que a vida adquire sentido. Do casamento com Fernando, nasceram dois filhos João Tiago e Paulo Maria. Rita amava seu marido e seus filhos. Não imaginemos Rita aceitando o casamento como uma carga para ser levada com lamentos. Não pensemos que Rita aceitou o marido só como uma imposição. A partir do nascimento do primeiro filho, seu esposo foi melhorando seus modos, a dureza e arrogância se transformaram em mansidão e responsabilidade. Canto ( livre escolha) Rezar o Terço (Observar os mistérios do dia) A escuta da palavra (em pé) ANIMADOR: Aclamemos a Palavra do Senhor cantando... Canto ( Livre escolha) Leitor: Palavra do Senhor: (Colossenses 3, 19-21) Partilhando a Palavra (sentados) MEDITAÇÃO ANIMADOR: Por entre as atribulações inseparáveis da vida conjugal, o Senhor consolou duas vezes Rita com o dom da maternidade. Consagrou-se inteiramente à educação dos filhos, querendo que eles aprendessem a vida cristã a exemplo seu, tomou todos os cuidados maternos, para forma-los na piedade, na obediência e na modéstia, pois não era fácil para Rita orientar os filhos neste sentido já que eram herdeiros do gênio do pai. MOMENTO DE REFLEXÃO 01- QUAL DIFERENÇA DA MULHER MÃE NOS TEMPOS DE RITA E A MULHER MÃE NOS TEMPOS ATUAIS? 02 - QUE DIFICULDADES AS MÃES ENCONTRAM HOJE PARA EDUCAR SEUS FILHOS? 03 - VOCÊ CONHECE MÃES COM VIRTUDE DE RITA?

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

17


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Orações espontâneas ( feitas pelos presentes) LADAINHA: (PAG. 7 ) ORAÇÃO FINAL: (todos) Ó espelho da virtude, gloriosa Santa Rita, que soubestes corresponder com prontidão e disposições admiráveis à missão materna confiada pelo Senhor, e cheia de confiança em seu auxílio suportastes com fortaleza cristã todos os sacrifícios que a acompanharam, concede-nos o cumprimento de nossos deveres. Fazei que em nossas casas reinem sempre a harmonia, a paz e o bom exemplo, que todos encontrem em nós meios de servir mais santamente ao Senhor. Amém. CANTO FINAL (LIVRE ESCOLHA)

18

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Viuvez Vida de oração

5º ENCONTRO:

Acolhida e apresentação do tema ORAÇÃO INICIAL (PAG. 6) ANIMADOR: Seu marido não soube aprender da mansidão e da paciência de Rita o suficiente para colocar de lado a insolência e o orgulho. E assim terminou miseravelmente seus dias de vida com morte violenta, assassinado vitima de conflitos. Angustiada pelo acontecimento tão cruel, Rita buscou conforto na oração, pedia a Deus o perdão para os assassinos do marido. Com o assassinato do pai, surge o desejo de vingança por parte dos filhos. Rita entrega-se em oração tentando arrancar a vingança do coração dos filhos e os entregando ao Senhor, antes que eles cometessem um grave pecado. O céu atende seus rogos, e uma peste contagiante acaba repentinamente com a jovem vida de seus dois filhos. Canto ( Livre escolha) Rezar o Terço ( Observar os mistérios do dia) A escuta da Palavra (em pé) ANIMADOR: Aclamemos a Palavra do Senhor cantando... Canto ( livre escolha) Leitor: Palavra do Senhor: (1 Timóteo 5, 3-5) Partilhando a Palavra (sentados) MEDITAÇÃO ANIMADOR: Vestida de luto continuou vivendo em sua casa solitária. Sua única companhia era a imagem de Jesus crucificado que abria seus braços para ampará-la. Imersa na sua dor e nas tristes recordações, Rita seguia sua vida, só no mundo, sem seus pais, sem esposo, sem seus filhos... Na mais completa solidão, não podendo encontrar conforto senão na oração, se dedicou com maior entrega e intensidade às práticas religiosas do amor a Deus. MOMENTO DE REFLEXÃO 01 - AS PESSOAS SE ENTREGAM AO ABANDONO, A SAUDADE E A SOLIDÃO QUANDO ESTÃO SOZINHAS? 02 - NOSSA FAMÍLIA ESTÁ BUSCANDO VIVER EM ORAÇÃO? 03 - COMO É ENFRENTADA A SAUDADE COM A PERDA DE UMA PESSOA QUERIDA? Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

19


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Orações espontâneas (feitas pelos presentes) LADAINHA ( PAG. 7 ) ORAÇÃO FINAL: (Todos) De onde foi, ó heróica Santa Rita, que conseguistes tanta força para não sucumbir sob o peso da dor que vos atingia no íntimo do teu coração? Onde encontrastes tanta coragem para preferir a morte de teus filhos a vê-los culpados? Oh! foi com certeza naquele crucifixo que frequentemente contemplavas com tanto afeto. Por tua intercessão, conceda-nos Deus a graça de perdoar, para que possamos tirar do nosso coração todo o ódio e o rancor, que tantas vezes amarguraram a nossa vida. Amém. CANTO FINAL (LIVRE ESCOLHA)

20

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Rita religiosa Agostiniana -Fidelidade à Vocação

6º ENCONTRO:

Acolhida e apresentação do tema ORAÇÃO INICIAL (PAG. 6) ANIMADOR: A boa serva de Deus reconheceu na morte dos filhos a ação da divina clemência em favor de sua alma. Durante a experiência da viuvez, ressurge em Rita o desejo de sua adolescência: ingressar no convento para viver totalmente dedicada ao Senhor. Foi à Cássia, solicitou com grande humildade e fervor o hábito de monja no convento de Santa Madalena, sob regra do glorioso Pai Santo Agostinho. Os votos foram todos favoráveis, mais Rita não foi aceita, por que era de costume do convento aceitar somente as virgens, e as monjas não podiam receber uma viúva. Após várias tentativas, com a graça de Deus, Rita conseguiu entrar no convento. Canto ( Livre escolha) Rezar o Terço ( Observar os mistérios do dia) A escuta da Palavra ( em pé) ANIMADOR: Aclamemos a Palavra do Senhor cantando... Canto ( livre escolha) LEITOR: Palavra do Senhor: ( Mateus 19, 27-29) Partilhando a Palavra ( sentados) MEDITAÇÃO ANIMADOR: Deus a atraía com irresistível força e ela se abandonou à Santa vontade recomendando-se a seus santos protetores. Jesus não a rejeitava, mas tardava com a graça, para por a prova a sua fé e lhe dar oportunidade de novos méritos. Conta-se que certo dia, à noite, quando estava em oração, foi transportada para dentro do convento pelos seus três Santos protetores São João Batista, Santo Agostinho e São Nicolau de Tolentino. Diante dos prodígios, as irmãs reconheceram a mão de Deus, e acolheram com júbilo, Rita na comunidade. MOMENTO DE REFLEXÃO 01 - QUANDO DEMONSTRAMOS NOSSA OBEDIÊNCIA A DEUS? 02 - “PARA DEUS NADA É IMPOSSÍVEL”. QUAL O SIGNIFICADO DESTA FRASE EM NOSSA VIDA?

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

21


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Orações espontâneas (feitas pelos presentes) LADAINHA ( PAG. 7) ORAÇÃO FINAL: (todos) Inútil lutar contra os desígnios de Deus. Pela oração constante e cheia de muita confiança no poder de Deus, eu também poderei conseguir do Senhor as graças que necessito para minha vida. Jesus me disse:“ Pedi e recebereis, batei e abrir-se-á! Ele de mim quer apenas confiança em seu poder, e muita esperança em seu amor!”. Amém. CANTO FINAL ( LIVRE ESCOLHA)

22

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Rita, esposa de Cristo

7º ENCONTRO:

Acolhida e apresentação do tema ORAÇÃO INICIAL (PAG. 6) ANIMADOR: Rita estava feliz! Realizava o seu mais novo ardente desejo, o único que a havia preocupado durante toda a vida, revestida com seu Santo hábito agostiniano entregou-se inteiramente a Deus. No silêncio do claustro, Rita foi aprendendo a escutar com atenção a prece da Igreja. A grande lição que Rita aprendeu na escola de Santo Agostinho foi unir vida e oração. Rita amou ternamente o Cristo humano, o único rosto do Deus invisível, sentiu particular compaixão pelo Cristo sofredor, passava longas horas em profunda adoração diante de Jesus Sacramentado, mas também o venerava nas pessoas atingidas pela pobreza ou enfermidades. Canto ( Livre escolha) Rezar o Terço ( Observar os mistérios do dia) A escuta da Palavra ( em pé) ANIMADOR: Aclamemos a Palavra do Senhor cantando... CANTO ( livre escolha) LEITOR: Palavra do Senhor (Gal 6,17; Col 1,24) Partilhando a Palavra ( sentados) MEDITAÇÃO ANIMADOR: Não há cristianismo verdadeiro sem abnegação, assim como não há ressurreição sem crucificação e morte. Santa Rita nos ensina como tolerar as pequenas cruzes da vida com espírito de união com Cristo, ou seja, a permanecermos fiéis à bondade e do amor cristão, embora às vezes tenhamos de suportar a renúncia, o sacrifício e a dor não nos afastando do amor de Deus, mas bem nos ajude a nos assemelhar ainda mais ao Cristo Redentor. MOMENTOS DE REFLEXÃO 01 - QUANDO A DOR E O SOFRIMENTO ATINGEM A NOSSA VIDA, COMO DEVEMOS PROCEDER? 02 - QUANDO ESTAMOS DOENTES, NOS SENTIMOS UNIDOS A CRISTO CRUCIFICADO?

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

23


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Orações espontâneas ( feitas pelos presentes) LADAINHA( PAG. 7) ORAÇÃO FINAL: (todos) Ó esposa admirável do Crucificado, gloriosa Santa Rita, que na fronte trazes impresso o Sinal da caridade e da Paixão de Jesus Cristo, acende em nosso coração, até hoje tão cheio de vaidade e de pecado, este desejo de sofrer por Jesus, e em reparação do medo que sentimos pela Cruz, fazei que possamos daqui em diante fitar este santo lenho como única esperança de Salvação. Amém. CANTO FINAL (LIVRE ESCOLHA)

24

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Morte Santa Viver para Deus

8º ENCONTRO:

Acolhida e apresentação do tema ORAÇÃO INICIAL: (PAG.6) ANIMADOR: Chegou o dia 22/05/1457. Prostada num leito duro, numa cela pequena, escura, jazia a monja agostiniana Rita. Cercada pelos cânticos e orações de suas irmãs de hábito, entregou sua bela alma a Deus. No momento de sua morte, a chaga da fronte se fechou e começou a exalar um perfume celeste. Os sinos tangidos por mãos invisíveis, começaram a repicar sozinhos como celebração de uma festa! Mais uma alma santa entrava no céu, acolhida, festivamente pelos anjos e santos, numa apoteose eterna. Canto ( Livre escolha) Rezar o Terço (Observar os mistérios do dia) A escuta da Palavra (Em pé) ANIMADOR: Aclamemos a Palavra do Senhor cantando... CANTO (livre escolha) LEITOR: Palavra do Senhor (Rm 12,9-21) Partilhando a Palavra (sentados) MEDITAÇÃO ANIMADOR: A verdadeira doença de Rita começou no fim de 1453 e foi até sua morte, quatro anos depois. Anos de verdadeira vida de perdão e paz aceitando com resignação esta doença, suportou santamente todo o sofrimento, apesar da grande chaga na fronte que exalava mau cheiro, além da excessiva dor que provocava, mesmo assim, alegrava-se de padecer por assemelhar-se mais de perto a Jesus Crucificado. Seus sofrimentos, a chaga na fronte, suas dores, seu afastamento, sua vida aparentemente sem sentido no esquecimento do claustro, a união intima a Cristo Crucificado, são a fonte de sua glória, a forma de realizar seu ideal de amar toda a vida. MOMENTO DE REFLEXÃO 01 - VAMOS GUARDAR O SILÊNCIO POR ALGUNS INSTANTES LEMBRANDO DA MORTE DE RITA E SUA VIDA DE SOFRIMENTO. PEÇAMOS A GRAÇA QUE DESEJAMOS POR INTERMÉDIO DE SANTA RITA. 02 - QUAL O SIGNIFICADO DA EXPRESSÃO “ NÃO HÁ ROSAS SEM ESPINHOS”?

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

25


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Orações espontâneas (feitas pelos presentes) LADAINHA( PAG. 7) ORAÇÃO FINAL:(todos) Estou neste mundo só de passagem. Fui criada por Deus e para Deus. Meu fim não está aqui mas no céu, onde contemplarei face a face o Pai Eterno. Os sofrimentos e provações desta vida não são nada, face as alegrias do paraíso. Deus me guarda, para recompensar tudo o que de bom fiz neste mundo. Que sua graça me anime, me encoraje a sempre procurar fazer o bem e evitar o mal. Amém. CANTO FINAL (LIVRE ESCOLHA)

26

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Rita, Beatificada e Canonizada

8º ENCONTRO:

Acolhida e apresentação do tema ORAÇÃO INICIAL: (PAG. 6) ANIMADOR: Os Santos são pessoas comuns como nós. A Santidade não é privilégio de alguns e nem se limita a uma classe social. Ela pode florescer em qualquer lugar no silêncio de um convento, na solidão do deserto, no meio de uma família. O culto aos santos deve levar-nos a imitar suas virtudes. Esta é a melhor maneira de louva-los e consagrar-lhes nossa devoção. Nossa Padroeira Santa Rita de Cássia, deseja que cada um de nós procure realmente imitar, em nossas, suas virtudes cristãs. Canto (Livre escolha) Rezar o Terço ( Observar os mistérios do dia) A escuta da Palavra (em pé) ANIMADOR: Aclamemos a Palavra do Senhor Cantando... Canto ( livre escolha) LEITOR: Palavra do Senhor (Mateus 25, 34-36) Partilhando a Palavra (sentados) MEDITAÇÃO ANIMADOR: Logo que Rita expirou, o povo começou a render-lhe honras de Santa. Muitas eram as pessoas que recorriam a ela nos casos desesperados. A ela atribuiram muitos milagres. Assim, em breve ganhou do povo o título de “Advogada dos impossíveis”, “Advogada nos casos desesperados”, “Advogada na última hora”. Em 1628 é Beatificada na missa celebrada na Igreja de Santo Agostinho em Roma. No dia 24/05/1900 é canonizada na Basílica de São Pedro em Roma pelo Papa Leão XIII. Sua festa celebra-se no dia 22 de Maio. Seu corpo se conserva incorrupto dentro de uma urna de cristal, na nova Basílica de Cássia. MOMENTO DE REFLEXÃO 01 - COMO NASCEU MINHA DEVOÇÃO POR SANTA RITA? 02 - O QUE MAIS NOS CHAMA ATENÇÃO NA SANTIDADE DE RITA?

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

27


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Orações espontâneas ( feitas pelos presentes) LADAINHA (PAG. 7) ORAÇÃO FINAL:(todos) Ó admirável esposa do Crucificado, gloriosa Santa Rita, quanta luz derramaste sobre nossa almas nos dias que consagramos à meditação de vossa vida. Obtende-nos de Deus a misericórdia se ainda não soubemos retraçar em nós um só ato de vossa vontade. Impetrai-nos o perdão se ainda não soubemos atender às divinas e suaves inspirações. Hoje prometemos ser mais fiéis e zelosos imitadores das vossas virtudes, para suportar com merecimento as tribulações da vida. Amém. CANTO FINAL (LIVRE ESCOLHA)

28

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Cantos 01 - SANTA DAS CAUSAS IMPOSSÍVEIS Pétalas de rosa se derramam / sobre esse povo tão fiel / são bênçãos e são graças perfumadas / são bênçãos e são graças perfumadas - Santa das causas impossíveis / se corremos a tua intercessão / por nossa fé temos certeza / de que Deus ouvirá nossa oração. - Santa que traz a confiança, a certeza e a fé a todos nós / pois renova a esperança, quando é lá no Céu a nossa voz. - Olha os órfãos e as viuvas / que invocam a tua proteção / sê para eles fiel guia / nos momentos de tribulação. - Guarda também nossas famílias / e as consola nas horas de aflições / para que resistam sempre unidas / e assim possam vencer as provações. - estrela de Cássia os espinhos / de tua vida, transformaste em flor / que hoje exala o perfume / de Deus Jesus, nosso Cristo, o redentor. - Ó gloriosa protetora / doce exemplo de fé e de amor / sê do teu povo intercessora / leva à Deus, Santo Pai, nosso louvor.

02 -RITA DE CÁSSIA, A INTERCESSORA Rita de Cássia, a intercessora , predestinada, escolhida por Deus / leva até Jesus as nossas preces e traz contigo as bênçãos dos céus. - As rosas que aqui trazemos / para ofertar / são flores agradecidas, por graças recebidas de Deus neste altar. - O pão e o vinho oferecidos / vão se tornar em alimento e nova vida, que levou Santa Rita ao amor mais amar. - Que nossa vida, ó Santa Rita / possa brotar / os frutos de santidade que o teu sublime exemplo vai nos ensinar.

03- HINO À SANTA RITA - Glória cantemos á Rita / grande santa do senhor / aceita as nossas preces / Nossa fé e nosso amor!/ ó vinde fiéis devotos,/ de Rita as glórias cantai/ e num grito de fé ardente!/ Seus favores publicai. - Ouve excelsa padroeira/ nossos hinos de louvor/ e as graças que tu alcanças/ mitiguem a nossa dor!/ milagrosa Santa Rita/ salve esposa de Jesus/ pede que também amemos/ com fervor a sua cruz. Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

29


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

04 - Ó SANTA RITA, A PADROEIRA - Santa Rita de Cássia/ venho hoje te ofertar muitas rosas vermelhas/ tão lindas pro teu altar. - Santa Rita de Cássia peço que tu me ajudes/ olha o meu problema/ uma graça quero alcançar. - Ó Santa Rita, a padroeira/ intercessora dos oprimidos/ santa da igreja, o Deus bendito/ te escolheu para anunciar. - Na bênção das rosas/ todo teu povo vai cantar/ Santa Rita dos impossíveis/ tua novena quero rezar. - Santa Rita querida/ nossa igreja vai lembra/ para sempre o teu amor/ tuas graças queremos louvar.

05 - FICA SEMPRE - Dar um pouco que se tem/ a quem tem menos/ enriquece o doador faz sua alma ainda mais linda/ dar ao próximo alegria, parece coisa tão singela/ aos olhos de Deus, porém é das artes a mais bela. - Fica sempre um pouco de perfume nas mãos que oferece rosas nas que sabem ser generosas.

06 - AH! NÃO ROSAS SEM ESPINHOS - Ah! Não ha rosas sem espinhos/ não no canteiro de Jesus/ lá quem quiser ganhar a vida/ tem que levar a sua cruz/ neste jardim foi semeada Rita de Cássia Rosa Flor/ que deixou tudo porque entendeu o que é o amor/ nem sofrimento e família desiludiu sua decisão/ seguir somente a Jesus Cristo/ jamais trair seu coração. - Fostes a rosa preferida/ ó Santa Rita de Jesus/ ensinas-me a lição de vida/ sofrer, amar, levando a cruz. - Santa mulher dos impossíveis/ abençoai as nossas rosas/ para os momentos mais difíceis que sejam flores milagrosas/ remédio para as nossa dores/ bálsamo para o coração/ e quando desamores entre os casais haja união. - Dá-nos o teu Jesus querido pra que possamos caminhar/ e abraçando a nossa cruz também possamos nos salvar. - Na amargura vida ó Santa Rita/ quem sabe amar, sabe sofrer/ e no silencio que tortura aprende a arte de viver/ o teu semblante refletia/ da tua vida o esplendor/ a luz brilhante da alegria/ de expressar nosso senhor. - O teu perfume tão divino/ faz nosso povo então sonhar/ mesmo sofrendo nesta vida só é feliz quem sabe amar.

30

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

07 - MÍSTICA FLOR Mística flor/ divina sofredora/ enlaçada na cruz do redentor/ ó Santa Rita escuta a nossa prece rogai por nós a o Senhor. - Que bela estais ó Rita afortunada/ esposa de Jesus! reluzente tua fronte com seu espinho e abraçada à sua cruz. - Teu coração ardendo em seus amores/ sedenta de sua luz./ ó Santa Rita escuta nossa prece/ roga por nós ao Senhor.

08 - MEU CORAÇÃO - Meu coração transborda de amor - Porque meu Deus, é um Deus de amor - Minh’ alma está repleta de paz - Porque Jesus é minha alegria - Eu digo: Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! - Eu digo porque: - Eu digo: Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, - Aleluia, amém - Meu coração transborda de amor - Porque meu Deus, é um Deus de amor - Minh’ alma está repleta de paz - Porque Jesus é minha paz - Eu digo: Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! - Eu digo porque: - Eu digo: Aleluia. aleluia, aleluia, aleluia, aleluia, - Aleluia, amém

09 - RENOVA-ME - Renova-me, Senhor Jesus, já não quero ser igual. - Renova-me, Senhor Jesus, põe em mim teu coração. - Porque tudo que há dentro de mim precisa ser mudado, Senhor. - Porque tudo que há dentro do meu coração precisa mais de ti. (2x)

10 - T E AMAREI - Me chamaste para caminhar na vida contigo/ decidi para sempre segui-te/ Não voltar atrás/ me puseste uma brasa no peito e uma flecha na alma/ é difícil agora vivem sem lembrar-me de ti. - Te amarei senhor, te amarei senhor/ eu só encontro a paz e a alegria bem perto de ti (2x) - Eu pensei muitas vezes calar e não dar nem resposta/ eu pensei na fuga esconderme/ ir lonje de ti mas tua força venceu a ao final eu fiquei seduzido é difícil agora viver sem saudades de ti ( REFRÃO ) - Ó Jesus não me deixe jamais caminhar solitário pois conheces a minha fraqueza e o meu coração/ vem ensina-me a viver a vida na tua presença/ no amor dos irmãos/ na alegria, na paz, na união... Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

31


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

11 - ALMA MISSIONÁRIA - Senhor, toma essa vida nova/ antes que a espera/ me faça desgastar./ estou disposto ao que quiseres/ não importa o que seja/ tu chama-me a servir. - Leva-me aonde os homens necessitam tuas palavras./ necessitam tua força de viver./ onde falte a esperança./ onde tudo seja triste, simplesmente,/ por não saber de ti. - Te dou, meu coração sincero,/ para gritar sem medo:/ mais forte é teu amor./ senhor, tenho alma missionária,/ conduze-me à terra/ que anseia só por ti. (REFRÃO) - E assim, em marcha irei cantando/ aos povos teus pregando,/ que belo é teu amor./ terei minhas mãos já sem cansaço,/ tua história entre os lábios/ e a força de viver. (REFRÃO)

12 - VEM ESPÍRITO SANTO, VEM ILUMINAR - Vem Espírito Santo, vem, vem iluminar. (BIS) - Toda a Igreja vem iluminar./ Nossas famílias vem iluminar./ As nossas vidas vem iluminar./ Toda Terra vem iluminar. -(REFRÃO) - Nossos caminhos vem iluminar./ As nossas trevas vem iluminar./ Nosso encontro vem iluminar./ Nossa partilha vem iluminar.

13 - DEIXA A LUZ DO CÉU ENTRAR - Tu anseias, eu bem sei, por salvação,/ tem desejo de banir a escuridão/ abre, pois de par em par teu coração/ e deixa a luz do céu entrar/ deixa a luz do céu entrar (deixa a luz do céu entrar)2x - Abre bem as portas do teu coração e deixa a luz do céu entrar/ Cristo a luz do céu, em ti quer habitar/ para as trevas do pecado dissipar,/ teu caminho e coração iluminar/ e deixa a luz do céu entrar. - Que alegria andar ao brilho dessa luz/ vida eterna e paz no coração produz/ Oh! aceita agora o salvador Jesus/ deixa a luz do céu entrar.

32

Rita, a rosa da nova criação


Paróquia São José de Queluz • Canudos • Belém • Pará

Créditos

Colaboração:

Realização:

Festividade 2011 - Santa Rita de Cássia

33


Paróquia São José de Queluz • Ordem dos Agostinianos Recoletos

Créditos

(91) 3226-2612 / Ramal 204 pascom.queluz@hotmail.com www.saojosedequeluz.org.br

Elaboração: Fábio Silva, Raissa Beatriz, Marlucy Oliveira. Diagramação: Marajó Comunicação.

34

Rita, a rosa da nova criação


Colaboração:

Realização:


Rita, a rosa da nova geração: encontro de orações das casas