Page 1

ESCOLA REGIONAL DR. JOSÉ DINIS DA FONSECA CERDEIRA DO CÔA

MARÇO DE 2013

Ano IX

Nº 2

(50 CEREJAS)


Índice Editorial

Pág. 2

A solidão do idoso

Pág. 2

Educar em tempo de crise...

Pág. 3

(Des)igualdade de género

Pág. 3

Plantação de árvores

Pág. 4

A biblioteca da nossa escola

Pág. 4

Parlamento dos jovens

Pág. 4

A Palavra do Pastor

Pág. 5

Ser professor

Pág. 5

O regicídio

Pág. 6

Aldeia de Malcata

Pág. 6

Corta Mato - fase distrital

Pág. 6

diretores de turma, vigilantes, com o daquelas com as quais parece ninguém se preocupar, a não ser no final de cada período letivo, ou mesmo no final do ano. Talvez não seja um número significativo, Conforta-nos a certeza de que todas mas a verdade é que existe e há que elas possuem uma raiz sólida, numa famí- extingui-lo. É tão bom sentir um apoio! É tempo de renovação. Vamos todos lia ou numa instituição, que cuidam delas dar as mãos, e, mais uma vez, redobrar de a tempo inteiro, mas de uma forma mais próxima todas as noites ou cada fim de esforços para atingirmos o objetivo comum semana. É ali que são regadas, podadas, a que nos propomos, que é ver o nosso que recebem a maior parte dos nutrientes, “campo” com “árvores” capazes de darem tendo em vista o seu frutificar harmonio- ao mundo o verdadeiro oxigénio, isto é, so, num futuro mais ou menos próximo. De tudo o que ele, realmente, precisa? E facto, nós acreditamos e confiamos no será: cristãos conscientes, cidadãos unipapel da família, embora valorizemos, e versais honestos, trabalhadores, responsáveis, bons profissionais, políticos compemuito, a sua colaboração com a escola! Não tem nada a ver a evolução das nos- tentes. Em suma, homens e mulheres com sas “plantazinhas”, cujos encarregados de letra maiúscula, Somos operários num campo de pequenas plantas em processo de desenvolvimento. Mais frágeis umas, mais robustas outras, mas todas vão desabrochando e crescendo um pouco, no seu dia a dia.

Para isto, vale a pena trabalhar! Caso educação se preocupam em proporcionar-lhes “fertilizantes”, junto de docentes, contrário, o nosso tempo será perdido! Felicidade Ramos

Segurança na Internet

Pág. 7

Ângulos - Sabias que

Pág. 7

O AMOR

Pág. 8

Sonhos

Pág. 8

O sorriso

Pág. 8

Os desertos

Pág. 8

No confessionário com a professora Sílvia Brites

Pág. 9

Carnaval - Sabias que

Pág. 9

Carnaval nas nossas terras

Pág. 9

Mergulho na cor

Pág. 10

A Festa de Natal

Pág. 10

Carnaval

Pág. 11

Escola Viva...

Pág. 11

Ilusões óticas - retas

Pág. 11

Curiosidades, humor e passatempos

Pág. 12

mesmo ali ao lado, pois estamos cheios de Um dia acompanhei a minha mãe no saúde e rodeados de amigos e família! trabalho. A um dado momento, apercebiMas eu gostava de vos alertar para a me de que, enquanto no nosso lar há ale- sociedade incompleta de hoje, onde os gria, felicidade e companheirismo, ali, idosos, cheios de sabedoria, não ensinam mesmo ao lado, há tristeza, desânimo e o que tinham para ensinar e não vivem uma solidão extrema. com a alegria e a felicidade com que Estou a falar de pessoas idosas que deveriam viver! vivem sozinhas dias, semanas e até meses, sem uma única visita dos seus velhos amigos ou dos seus familiares que, por diversos motivos, os abandonaram. Devido às dificuldades próprias da sua idade já avançada, estão isolados do mundo e ficam assim, sozinhos e infelizes, entre quatro paredes. E esperam, ansiosos, que a porta se abra com um sorriso, um abraço ou umas palavras doces que lhes aqueçam o coração, mas isso nem sempre acontece. Os dias vão passando e a tristeza e a solidão vão-se acumulando. A esperança de um carinho vai-se desvanecendo. E nós lá continuamos no nosso dia-a-dia atarefado, sem reparar no que se passa

E tanto que poderíamos aprender, se olhássemos para os mais velhos, visitandoos e convivendo com eles. Assim, todos sairíamos beneficiados: as crianças enriqueciam os seus conhecimentos e vivências e eles sairiam da sua solidão, recebendo a nossa atenção e carinho! Pensem nisto: os nossos pais serão os idosos de amanhã e nós… bem, nós também o seremos, se Deus quiser! E eu gostaria muito que a palavra solidão não fizesse parte do vocabulário meu futuro... Raquel Neto, 5º Ano

2


Educar não é coisa fácil e, infelizmente, não traz manual de instruções, como a maior parte dos equipamentos que utilizamos no dia-a-dia. Por isso, quando fazemos algo errado, não existe nenhuma solução pré-definida. E apetece-me dizer: ainda bem! Cada família tem o seu ritmo, a sua rotina, as suas regras, o importante é ser firme e coerente, o que nem sempre é fácil, porque somos todos pessoas muito ocupadas e todos nos queixamos do mesmo: a falta de tempo. E, quando temos pouco tempo, procuramos atalhos. Na educação isso traduz-se, muitas vezes, por dizer ‘sim’ quando o correto era dizer não. Permitir que não se coma a sopa (frequentemente) e, finalmente, comprar muitas prendas, mesmo sem ocasião especial. O problema é que a metade do preço ao fim-de-semana, por exemplo. estamos agora em tempo de crise… Teremos que deixar de (Podem encontrar outras sugestões a baixo preço nesta página: http://estrelaseouricos.familia.sapo.pt/) oferecer presentes e mimar os nossos filhos? E depois, existem todas aquelas atividades que podeA resposta é: obviamente que não! Isto porque, em mos desenvolver perto de casa como caminhar, praticar primeiro lugar, o mimo e o carinho ainda são grátis e, em desporto em família, cozinhar… segundo lugar, ainda existem ofertas baratinhas… Em jeito de conclusão, não há crise na educação porPor isso, agora que se aproxima o final do período e os tão desejados resultados escolares, em vez de prometer o que educar é fazer o nosso melhor e, para isso, não precitelemóvel de última geração ou o mais recente jogo para samos de dinheiro, mas sim de muito AMOR, e isso todos a consola, podemos prometer um fim-de-semana diferen- os pais têm de sobra para dar aos filhos! Magda Pereira te, com atividades em família. Os bilhetes de comboio são

Durante muitos anos as mulheres foram tratadas de forma desigual em relação aos homens. Até aos anos 20 do século passado, só eram atribuídos às mulheres três papéis: esposa, mãe e dona de casa. Mas isto só durou até que a mulher se afirmou e começou a lutar pelos seus direitos. Decidiu começar a usar as roupas que queria, a frequentar os mesmos lugares que os homens e a trabalhar. Isto aconteceu durante os chamados “loucos anos 20”.

as mulheres foram adquirindo, a pouco e pouco, os direitos que todos nós lhes reconhecemos hoje em dia. E é para lembrar esta luta que se celebra, todos os anos a 8 de março, o Dia Internacional da Mulher.

Contudo, em alguns países, o homem pode ter várias mulheres mas, se uma mulher trair o marido, é apedrejada, maltratada, humilhada e morta. Apesar de entendermos que isto acontece em países com culturas completamente diferentes da nossa, é horrível pensar que ainda há mulheres tratadas desta forma terrível. De qualquer maneira, é bom ver que a evolução dos tempos nos trouxe, Mas a mulher não era só descriminada no acesso ao tra- e soube valorizar, a palavra IGUALDADE. balho e na forma de vestir. A mulher era vista como infeMarta e Andreia 9º ano rior ao homem até em termos de capacidades intelectuais. Coisas tão banais para nós, como prosseguir os estudos e votar, eram coisas vedadas ao sexo feminino. Apesar de ainda existir alguma descriminação e desigualdade, para com as mulheres, em alguns países, a mulher já desempenha papéis importantes na sociedade pois, por exemplo, já tem acesso aos mesmos postos de trabalho que os homens. Um trabalho que antigamente era atribuído apenas a homens, já deixou, hoje em dia, de ser exclusivo desse género.

Depois de uma luta intensa, que nem sempre foi fácil,

3


e um castanheiros. Quando lá chegamos, vimos enormes buracos para plantar as árvores. Alguns professores também auxiliaram os alunos. Por volta das 16 e trinta, fomos para a margem do rio plantar cinco choupos, um por cada turma.

No dia 15 de fevereiro de 2013, os alunos e alguns professores participaram numa atividade amiga do ambiente: plantação de árvores. Começamos esta atividade às 14 horas e 30 minutos. Deslocamo-nos para a quinta pertencente ao colégio, onde recolhemos algumas alfaias agrícolas, e seguimos para a Ramalheira, onde plantamos trinta

A biblioteca da nossa escola

Esta atividade não só foi muito importante para o nosso planeta, como também nos ajudou a perceber a importância que o contributo de cada um de nós tem na sua preservação e recuperação. Marco e Telmo, 7º ano

• desenvolver o espírito critico e a imaginação dos

alunos; A biblioteca é um verdadeiro local de trabalho para os • facilitar o acesso à informação e à cultura; alunos estudarem, fazerem as suas tarefas de pesquisa, ou Com tudo isto, não há maneira de os alunos dizerem apenas desfrutarem de um livro, num momento de relaxaque não têm um ótimo local para estudar e pesquisar. É mento. um local que privilegia o silêncio e que promove um bom A nossa biblioteca, tal como tantas outras, tem livros, ambiente de estudo. enciclopédias, programas informáticos, dicionários, etc.… A nossa biblioteca abre todos os dias à hora de almoço, tudo isto tem de estar à disposição de toda a comunidade exceto, à quarta-feira. escolar. Convido toda a comunidade educativa a frequentá-la e Tem como objetivos: a tirar proveito do tempo e dos recursos de que nela dis• promover a autonomia na aprendizagem; põem. • desenvolver o gosto pelo estudo, pela leitura e A professora que está presente e que ajuda em tudo pelos livros; aquilo que é preciso, é a nossa professora de História e • despertar o interesse pela escrita e por outras for- Geografia, a professora Sandra Silvestre. mas de expressão; Alexandre Pedro 6ºA debateram-se algumas ideias, com a colaboração do deputado professor João Prata, que se deslocou à nossa escola, e nos deu algumas dicas de como funciona o Parlamento e como No período passado, organizaram- as leis do nosso país são debatidas. se listas para o Parlamento dos Jovens No passado dia 11 de janeiro, rea(Listas C, D, E e P). Posteriormente, lizaram-se as eleições para este parlamento. As quatro listas defenderam diferentes ideias subordinadas ao tema “A crise”. A vencedora foi a lista P, liderada pela Sónia Ascensão, do 9º ano, com uma maioria de 45 votos. escola realize um trabalho eficiente, Os alunos têm aprofundado os reflexo de uma preparação exigente assuntos respeitantes ao tema supraci- mas muito enriquecedora. tado, que deverão ser debatidos na fase distrital, no dia 4 de março. O nosso maior desejo é que a nossa

Magda, 9º ano 4


Não obstante os múltiplos afazeres de D. Manuel Felício, enquanto prelado da imensa diocese da Guarda, que não lhe dá tréguas em termos de tempo, em alturas festivas gosta de marcar presença na nossa escola. Foi o que aconteceu, antes do encerramento das atividades letivas, do primeiro período do ano em curso. É a palavra do Pastor que encoraja, enriquece e transmite os valores evangélicos a esta juventude tão ocupada anúncio do seu nascimento foi feito, em primeiro lugar, com as solicitações e ofertas desta era moderna em que aos homens considerados mais humildes, naquele tempo: vive, juventude permeável a informações provenientes de os pastores! tantos e tão diversificados canais! Como Jesus e Maria, também nós devemos esquecerEm tempo de Natal, bem necessário se torna que nos de nós mesmos para pensarmos nos outros, nos necesalguém nos alerte para o que faz sentido vivenciar. sitados. Natal é isto e não um acumular de presentes, Foi na eucaristia, que nos foi explicada a razão por que quando em muitos lares até escasseia o pão de cada dia. o Menino Jesus quis encarnar e fazer-Se um como nós, Após a eucaristia, os alunos fizeram uma receção calopara Se tornar mais acessível ao homem. “Tomou a nossa rosa ao ilustre visitante, entoando cânticos adequados à condição humana e fez-Se, em tudo, igual a nós, exceto quadra litúrgica, o Advento. O senhor bispo agradeceu no pecado”. com palavras de amizade. Sabendo que, sem Ele, a humanidade não podia salvarSeguiu-se um almoço convívio e o sr D. Manuel ainda se, veio à terra, depois de ter solicitado o SIM generoso de arranjou uns minutos para reunir com as irmãs da comuniMaria, por intermédio do arcanjo, que enviou a comunicar- dade. Lhe que ia ser Mãe de Deus. Maria aceitou ser co redentoVenha sempre, sr bispo! A sua presença, nesta escola, é ra com o seu Filho. como a brisa suave, na qual o profeta afirmou encontrar a Jesus quis nascer pobre, apesar de ser Deus Criador e o Deus! Felicidade Ramos tudo, hoje as exigências são mais vastas, as competências necessárias ao exercício Ser professor é ser muito mais do que alguém que da profissão são muito mais diversificadas. Ser professor, numa sociedade em pertransmite um conjunto de saberes. Acredito que a personalidade dos adultos é o reflexo dos professores que se manente mudança e constantemente cruzaram com eles enquanto crianças/alunos. Atualmente, transformada pela inovação científica, teca escola é o agente de socialização por excelência. Neste nológica e pedagógica, é uma profissão que exige uma sentido, ser professor acarreta muito mais responsabilida- constante atualização de conhecimentos, de práticas, de estratégias e de reflexão. des. Não nos podemos confinar ao cumprimento do programa da disciplina, temos que dar, simultaneamente, grande ênfase às normas, aos valores e aos comportamentos. Ao professor é exigida uma ação decisiva em tudo o que diga respeito aos alunos, num ambiente em constante mudança, ao qual tem que se adaptar permanentemente.

Apesar de tudo, foi a profissão que escolhi e que me orgulho de ter. Gosto de ensinar e de aprender e é neste devir constante, nesta relação permanente, que está a magia desta profissão (que tem vindo a ser tão desrespeitada pela sociedade em geral e pelos governos em particular).

E continuo a sorrir, a cada dia que chega, a cada semaO meu maior desafio é não deixar que o excesso de na que torna, a cada ano que nunca se repete, apesar do burocracias se sobreponha à essência da minha profissão, é não deixar que a indisciplina e a falta de educação me cansaço e do stress que vão ficando acumulados, com o perturbem nos meus juízos e decisões. É não perder o tempo que vai passando. entusiasmo, a criatividade e a paixão com que vivo e exerAs razões deste Sorrir? São três: ço a minha profissão! A Primeira; Ao contrário do que acontece com outras profissões, A Única; um professor nunca deixa de ser professor. Não sai da E a Última, os alunos… escola e esquece os alunos e o trabalho que está a desenAos meus alunos: sois, definitivamente, a razão do meu volver. sorrir!!! O que é ser professor hoje em dia? Poderia dizer que é o mesmo que ser professor em qualquer outra época. Con-

Professora Paula Tavares 5


O regicídio Aconteceu no dia 1 de fevereiro de 1908, no Terreiro Portuguesa. do Paço, um evento marcante para a nossa História. Curiosidades: Regressava a família real a Lisboa, vinda de Vila Viçosa, onde estivera de férias. Quando chegaram ao Terreiro do Paço, havia uma multidão para os receber, entre os quais se encontravam Manuel Buíça e Alfredo da Costa. A população estava descontente, pois passava dificuldades e a família real gastava o dinheiro do Reino em proveito próprio. Por isso, em segredo, planearam matar o rei, D. Carlos, e o príncipe herdeiro D. Luís Filipe, para que ninguém lhe pudesse suceder. Pelas 16h, um senhor de barba preta (Manuel dos Reis Buíça), e o seu companheiro (Alfredo Luís Costa) mataram o rei e o seu sucessor.

- Nos tempos livres, D.Carlos praticava uma série de desportos: hipismo, esgrima e automobilismo. As suas modalidades favoritas eram o bilhar e a caça. O rei também apreciava touradas e era um “bom garfo”, ou seja, gostava muito de comer bem.

Passados 2 anos de tentativas de instaurar a República, no dia 5 de Outubro de 1910, foi proclamada a República

David, 7º ano

Aldeia de Malcata Em Malcata há muitos sítios para visitar.

- O irmão do rei D.Carlos, de seu nome D.Afonso, adorava automóveis e teve vários da marca Fiat. Quando aparecia, gritava “arreda”, para as pessoa se afastarem e não serem atropeladas. Ao fim de algum tempo, o príncipe passou a ser conhecido pela alcunha de “O Arreda”.

Porém, o lugar mais conhecido é a Serra da Malcata, onde existem vários tipos de plantas e espécies animais. Um deles é conhecido por toda a Europa: o Lince Ibérico. Para além de todas estas atrações, é um lugar maravilhoso para relaxar e espairecer.

Podes começar por visitar o Forno comunitário, que se encontra no centro da aldeia. Existe ainda um moinho, onde antigamente se moía o centeio para fazer pão, um parque de Gostávamos muito que nos viesmerendas, chamado S. Domingos e sem visitar. uma pequena capela que se encontra Leonor e Bruno, 6ºano no parque.

Corta mato - fase distrital No dia 1 de fevereiro de 2013, (sexta-feira), realizou-se o corta mato escolar a nível distrital, no Parque Polis, na Guarda. Todos os alunos que ficaram classificados até ao sexto lugar na nossa escola, foram, mais uma vez, mostrar a sua vontade de ganhar. Saímos da escola ás 9:15. Éramos muitos e, por isso, uns foram no autocarro da escola e outros foram na carrinha, também da escola. Connosco foi o nosso professor de Educação Física, professor Paulo, que foi também o nosso condutor! O Sr. Fernando conduziu o autocarro e foi o nosso fã número um, juntamente com a professora Paula, que foi ter connosco bem classificada. Porém, ao longo deste ano letivo, havepara nos dar força! E para que ninguém se perdesse foi rá outras atividades, e só temos de as aproveitar para mostrar o quanto gostamos do desporto, e para dar a também a nossa “vigilante”, a menina Celine. conhecer os pequenos /grandes atletas que esta escola Foi um dia de mais uma prova, mas, acima de tudo, um tem. dia para nos divertirmos e reencontrarmos alguns dos nosFica aqui, também, o convite a todos quantos quiserem sos amigos. Não ficámos em primeiro lugar, mas as classificações não foram nada más. Para o ano haverá mais, e ver a fase nacional. Esta terá lugar no fim de semana de 1 faremos melhor, uns nesta escola, outros noutra, mas e 2 de março, em Coimbra. Sónia, 9ºano faremos sempre o melhor para que a nossa escola fique 6


No dia 11 de janeiro, vieram à nossa escola os inspetores da Polícia Judiciária, Ricardo e Alexandre Branco, falar-nos sobre os cuidados que devemos ter com a Internet. Começaram por referir que a Internet é uma ferramenta muito importante para a sociedade de hoje, chegando a ser um meio indispensável. Mas, como tudo, também tem alguns perigos dos quais nós nos devemos proteger muito bem, pois podem arruinarnos a vida. Disseram que devemos ter sempre o nosso computador protegido com um bom antivírus atualizado, devemos certificar-nos que o nosso firewall está atualizado, verificar o remetente do correio eletrónico e fazer pesquisas em sites protegidos. Referiram alguns vírus como os Trojans (Cavalos de Troia), o fenómeno de Phishing (uma forma de roubo de identidade na internet) e o Cyberbullying (agressão ou violência via internet). Que devemos ter muito cuidado com as redes sociais como o Facebook e nunca devemos aceitar pedidos de amizade de pessoas que não conhecemos. Devemos ter cuidado com o que publicamos, especialmente com as fotografias, e devemos ter o nosso perfil privado. Se alguma vez marcarmos um encontro com

Ângulos - Sabias que … Em qualquer livro de Matemática encontramos afirmações de que o ângulo reto tem de amplitude 90º e que o ângulo raso tem de amplitude 180º. Mas qual é a razão para os valores serem justamente 90 e 180? Para compreendermos melhor, recuemos ao ano de 4000 a.C., quando os egípcios e os árabes estavam a tentar elaborar um calendário. Nessa época, acreditava-se que o Sol girava em torno da Terra numa órbita que levava 360 dias para completar uma volta. Desse modo, a cada dia o Sol per-

pessoas que não conhecemos, devemos ir acompanhados ou que seja em locais públicos, pois nunca sabemos o que nos espera. Também devemos ter cuidado com as compras que fazemos pela Internet e, quando quisermos aceder á nossa conta bancária, devemos ter cuidado, pois podem ser sites perigosos que depois nos tiram os nossos dados pessoais. Os inspetores ainda nos falaram de um caso real, de um médico que acedeu á sua conta pela Internet e, como o site era uma fraude, retiraramlhe os dados e todo o seu dinheiro da conta. Para concluir, referiram que, por mais que nos protejamos, não conseguimos eliminar o perigo que corremos na Internet, por completo, por isso todo o cuidado é pouco. Nós achamos esta palestra muito importante, porque nunca é demais avisar as pessoas para que estes casos não aconteçam com tanta frequência. Neste dia, aprendemos várias coisas importantes mas, sobretudo, fez-nos abrir os olhos em relação a algumas coisas perigosas sobre as quais nunca tínhamos pensado. Foi muito interessante. Marco e Telmo, 7º ano e Ana Matilde, Joana e Cristiana Mendes, 9ºAno

corria uma parcela dessa órbita, ou grau do arco de circunferência mede seja, uma pequena parte do arco de um grau quando corresponde a 1/360 circunferência da sua órbita. A esse dessa circunferência. arco fez-se corresponder um ângulo Prof. Gabriel cujo vértice era o centro da Terra e cujos lados passavam pelas extremidades de tal arco. Assim, esse ângulo passou a ser uma unidade de medida e foi chamado de grau ou ângulo de um grau. Pode-se concluir, então, que para os antigos egípcios e árabes o grau era a medida do arco que o Sol percorria em torno da Terra, durante um dia. Hoje, sabemos que é a Terra que gira em torno do Sol, mas, contudo, manteve-se a tradição e convencionou-se dizer que um ângulo de 1 7


O AMOR

SONHOS A vida está cheia de sonhos, ilusões e fantasias. Cada sonho está relacionado com o dia-a-dia de cada pessoa.

Porque, segundo se diz, fevereiro é o mês do amor, e o dia dos namorados foi no dia 14 desse mês, decidimos fazer uma pesquisa na internet sobre frases que alguns escritores dedicaram a este tema. Aqui estão as escolhidas: «A consciência de amar e ser amado traz um conforto e riqueza à vida que nada mais consegue trazer.» Oscar Wilde «Ser amado é consumir-se na chama. Amar, é luzir com uma luz inesgotável. Ser amado é passar; amar é durar.» Rainer Rilke «Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?» Fernando Pessoa «Amor não é envolver-se com a pessoa perfeita, aquela dos nossos sonhos. Não existem príncipes nem princesas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos. O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.» Autor desconhecido «Purifica o teu coração, antes de permitires que o amor entre nele, pois até o mel mais doce azeda, num recipiente sujo.» Pitágoras «Lutar pelo amor é bom, mas alcançá-lo sem luta é melhor.» William Shakespeare «A amizade é um amor que nunca morre.» Mário Quintana Telma e Inês, 5º ano

OS DESERTOS No início dos tempos, toda a terra era verdejante e muito bonita, com grandes florestas, muitos pássaros a voar e a chilrear…

Talvez sonhemos demasiadas coisas que não chegam a realizarse. São uma espécie de fantasias que acabam por não se concretizar. Costuma dizer-se que sonhar três vezes a mesma coisa é sinal de que vai realizar-se. Mas isso é pura ilusão… Eu já sonhei alto de mais mas… penso que tenho que me mentalizar que os sonhos não são a vida, são apenas fantasias… Alexandra Manuela, 8º ano

O SORRISO... Porque sorrir é tão importante e todos precisamos de o fazer, decidi pesquisar na internet algumas frases que mostram como é bom sorrir!! Um sorriso não custa nada e produz muito. Enriquece os que o recebem, sem empobrecer os que o dão. Não dura senão um instante, mas a sua lembrança, por vezes, é eterna. Ninguém é tão rico para poder passar sem ele. Ninguém é tão pobre que não o possa dar . Ele cria a felicidade no lar. É um sinal sensível de amizade. Um sorriso dá repouso à pessoa fatigada, dá coragem à pessoa desencorajada. Raquel, 5º ano

começaram a discutir por causa de um camelo. Quando disseram a primeira palavra de ódio, caiu um minúsculo grão de areia. De repente, outras palavras se prenunciaram e más ações se praticaram, e cada vez caíam mais grãos de areia e a terra ficaria cobergrãos de areia. Os homens que discutiam, preocu- ta. Os homens não acreditaram e conpados, perguntaram ao Senhor o que tinuaram a praticar o mal e, desta era aquilo. Ele disse-lhes, firmemen- forma, formaram-se os desertos.

No início dos tempos, o Senhor Deus tinha dito aos homens que aquele espaço iria ser o jardim deles. O Senhor Deus disse-lhes que, sempre que fizessem uma má ação, deixaria Catarina e Sara 6º ano - Adapdato te, que era o resultado da maldade cair um grão de areia. da Revista Juvenil de Janeiro que faziam e acrescentou que, cada Passados alguns dias, dois beduínos vez que assim agissem, iriam cair mais de 2013. 8


NO CONFESSIONÁRIO COM… A PROFESSORA SÍLVIA BRITES cias. Aqui está a Gosto muito de música. segunda ediO meu clube de futebol é o Benção de ‘no confessionário fica, claro!! com…’! Desta vez decidimos Estou a ler ‘Sense and Sensibifazer uma entrevista à nossa professo- lity’, de Jane Austen… outra vez. Sim, ra de Inglês, Sílvia Brites, de modo a em inglês! conhecermos um pouco mais sobre os Em poucas palavras: seus hábitos, gostos e interesses. Vale a pena ler! Beatriz e Vanessa, 7º ano Acabe a frase: Ser feliz é estar bem comigo e com os outros. Um programa preferido para um sábado à noite é um grupo de amigos, um bom filme e pipocas. Se fosse um animal seria um gato. Gostava de conhecer o mundo. Não suporto mentiras e prepotên-

Sol, calor, praia, boa companhia, um bom livro e tranquilidade. O que faz nos tempos livres? Leio, vejo séries, estou com amigos, chateio o meu gato, vou à praia e faço nada… gosto muito! Tudo isto sempre com música! O que faria se ganhasse o euromilhões?

Um retiro espiritual numa ilha no O que mais aprecia numa pessoa? pacífico.

Sentido de humor, sinceridade, humildade e sagacidade. O que melhor já disseram de si?

Verdadeiro ou falso? Tenho um mau acordar Falso

Tenho sentido de humor VerdaQue era uma boa amiga, inteligendeiro te e divertida. E o pior? Que tenho mau feitio… não percebo…

Tenho hábitos de leitura Verdadeiro Gosto de praticar desporto Falso Gosto de cozinhar Verdadeiro

O que não pode deixar de fazer Gosto da escola onde trabalho neste dia? Verdadeiro Dormir e comer. Já fiz uma viagem ao estrangeiro As férias ideais?

Verdadeiro

antes do domingo do festejo, que é a soma dos 40 dias que antecedem o Domingo de Ramos com os 6 dias da O Carnaval é uma festa que teve origem na Grécia, em Semana Santa. meados dos anos 600 a 520 a.C.. Através dessa festa, os Em 1855 aconteceu aquele que foi considerado o prigregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deumeiro desfile de Carnaval no Brasil. Uma comissão de ses, pela fertilidade e produção dos solos. intelectuais formou um bloco chamado “Congresso das No Brasil, o princípio da festa é conhecido como “grito Sumidades Carnavalescas”. Os participantes foram até ao de carnaval”. Antigamente os clubes promoviam festas palácio de São Cristóvão pedir para que a família real pré-carnavalescas com este nome. Nessas festas, as pes- assistisse ao desfile. Dom Pedro II aceitou o convite. A soas iam mascaradas e cantavam e dançavam ao som de guarda do Rio de Janeiro permitiu o desfile de blocos marchinhas de Carnaval. pelas ruas em 1889. Adaptado de: pt.wikipedia.org/wiki/ A data em que se comemora o Carnaval é definida com Carnaval e lista10.org/especial/10-curiosidades-sobre-obase na Páscoa. A quarta-feira de Cinzas é sempre 46 dias carnaval/ Bruna e Ricardo Carvalho, 7º

Carnaval - sabias que ...

Carnaval nas nossas terras

Há também o baile de máscaras, onde há muita diversão, ao longo da noite e, no fim. é realizada a eleição da melhor máscara e do melhor fato. E há prémios para os 1º, 2º e 3º lugares.

O carnaval, na minha terra, realiza-se apenas por um dia e é marcado por uma grande festa, em que se come, se bebe e se participa em alegres celebrações. Esta festa de carnaval é realizada pelos idosos no lar da 3ª idade e é muito divertida! A festa começa com muita música carnavalesca, embelezada pelas divertidas e coloridas máscaE é assim o carnaval na ras, feitas pelos idosos. E depois realiza-se um lanche conminha terra. vívio, no qual idosos, funcionários e voluntários particiÉrica Moiteiro, 5º A pam com alegria.

9


MERGULHO NA COR Desafiadas pela nossa professora de Educação Visual e de Educação Tecnológica, Paula Tavares, decidimos escrever um texto bastante original!

Nos quadros que vou pintando Existem muitas cores

Com o pincel da minha vida

Branco ou preto, vermelho ou roxo

Vejo um mundo implantado

Cor da noite, cor do dia

Que às vezes me passa ao lado

Qual é a cor da felicidade e da alegria?

Com o pincel as combino

Quando era criança queria ver

Para encontrar a cor perfeita

Vejo cores por todo o lado

O mundo de mil cores

Mas é no teu destino

Verde, vermelho, amarelo-torrado…

Inspiração perfeita

Que encontro a eleita

Emoções nunca antes sentidas

Que jamais será satisfeita…

Experiências nunca mais vividas

A minha escola tem cor

Num quadro ou escultura

A cor da sabedoria

Um mundo colorido

A cor cria a ilusão

Onde aprendo dia a dia

Para além do normal

Uma beleza clara e pura

As cores com alegria

Caminhos percorridos

O amor e a paixão

Mariana Lages e Inês Nobre, 7º ano

Sem qualquer ira ou mal

‘acompanhados’ pelo Michael Bublé. Pois é, o Natal já passou e o ano já Uma verdadeira não é novo! Mas é uma altura tão honra! importante que deveria ser relembrada O 6º e o 8º estidiariamente. Não só porque marca o veram fantásticos nascimento de Jesus, mas também por- nas suas represenque é nessa altura que todos estamos tações teatrais, mais abertos aos sentimentos de solida- muito aplaudidas riedade e entreajuda, de altruísmo e pelo público. Pelo de paz. E são estes sentimentos que meio, fomos brindeveriam marcar e reger as nossas dados com três músicas cantadas e vivências diárias. Ajudar os outros não tocadas pelos meninos do 5º e do 6º deve ser exclusivo da época natalícia. É ano, preparadas nas aulas de música. certo que nessa altura as pessoas se Parabéns a eles e ao professor. O 9º encontram mais predispostas para tal, ano, juntamente com o Clube de Teafruto de toda a envolvência emocional. tro, teve a cargo a representação da Contudo, muitas pessoas esquecem o peça “O Espírito de Natal”. Estiveram verdadeiro espírito de Natal, andam de todos soberbos: o anjo, a gatinha, a tal forma envolvidas na compra de pre- menina sem-abrigo, os velhinhos, e sentes que se esquecem que Jesus nas- todos os apressados em vésperas de ceu num estábulo, sem nada, deitado Natal. Durante esta peça, até os espeem palhinhas, e não precisou de pre- tadores puderam participar e cantar sentes de grande valor para se tornar o juntamente com os pequenos/grandes nosso Rei. atores. Parece-me que foi um sucesso.

A Festa de Natal

Foi com a intenção de relembrar os verdadeiros sentimentos de solidariedade e de dádiva que preparei a festa de Natal. Não foi difícil porque pude contar com a ajuda dos meus alunos, que desde o início se predispuseram a ajudar no que fosse necessário, imbuídos eles próprios de um enorme espírito de Natal. Até os pequeninos do 5º ano estavam entusiasmadíssimos e aprenderam a cantar a música ‘Silent Night’ em inglês, acompanhada de linguagem gestual. Estiveram maravilhosos.

Houve ainda lugar para a poesia e, não podemos esquecer as apresentadoras que, à boa moda das grandes galas televisivas, seguiram o guião à risca e arrancaram algumas gargalhadas aos presentes.

Também o 7º ano cantou, tão animadamente, o ‘Let it snow’,

Depois da festa, seguiu-se a cele-

No final da nossa festa, houve ainda tempo para homenagear e parabenizar os melhores alunos da nossa escola, no ano letivo anterior. Eles que são um exemplo para todos e um orgulho para os seus pais, professores, vigilantes, Irmãs e direção do nosso Colégio.

bração eucarística, momento solene e importante, onde os alunos puderam participar e demonstrar o seu amor a Deus. Foi uma missa muito bonita, como já estamos habituados aqui no nosso Colégio. No final da tarde, todos estavam felizes… não sei se foi por gostarem muito muito da festa ou se era só porque iam de férias… A verdade é que foi uma festa bem bonita e uma tarde muito bem passada, que ajudou a acordar consciências para os verdadeiros valores não só de Natal, mas que devem reger o nosso modo de viver. Em meu nome, quero agradecer, em primeiro lugar, aos meus alunos, por toda a ajuda que me deram, à professora Paula Tavares pela decoração do pavilhão e ao professor Paulo Lacerda e às vigilantes que também ajudaram a preparar a logística da festa. De uma forma especial, queria agradecer ao professor Armando Almeida, pela disponibilidade imediata para estar presente e emprestar o som, que fez a nossa festa parecer grandiosa. A todos um muito obrigada! Prof. Sílvia Brites

10


fevereiro, o carnaval na nossa escola.

CARNAVAL

Apontamento fotográfico

Aqui fica um pouco dessa criativiNo âmbito da comemoração do dade... carnaval, foi lançado aos alunos, nas Parabéns a todos pelo empenho! aulas de Educação Visual e de Educação Tecnológica, um desafio: elaborar máscaras e mascarilhas carnavalescas.

Ficaram muito bonitos os trabalhos desenvolvidos pelos alunos do 5º e 6º anos para comemorar, no dia oito de

Sr. Bispo a ler o Jornal “O Cerejinhas” Professora Paula Tavares

Aconteceram muitas coisas boas durante o segundo período, sinal de uma Escola viva e participativa e, por isso, nada melhor do que compila-las para mostrar à Comunidade Educativa. Fazendo um balanço do trabalho realizado, ao longo do segundo período, é com grande satisfação que se constata que a nossa Escola está viva! Quero com isto dizer que nos empenhamos em muitas e sexta-feira, muito útil. As atividades extracurriculares: a Natação, o Clube de bonitas atividades; vejamos: Em janeiro, assistimos a uma palestra alusiva ao tema Teatro e o Clube de Música, também correram muito bem! O Parlamento dos Jovens está em ação.

“Utilização Segura da Internet”.

Fizeram-se visitas de estudo. No âmbito da comemoração do Carnaval, foi lançado, Muitas outras iniciativas foram organizadas, realizadas aos alunos, nas aulas de Educação Visual e de Educação Tecnológica, um desafio: elaborar máscaras e mascarilhas e consumadas com êxito, ao longo do período passado, o carnavalescas. Ficaram muito bonitos os trabalhos desen- que enriquece, sem dúvida, o quotidiano da vida escolar. volvidos pelos alunos do 2º ciclo. Vamos continuar em ação, já que é de tudo isto que se faz a vida na nossa Escola. Temos orgulho em alcançar Fizeram-se Testes Intermédios para aferir saberes. Nas atividades de Desporto Escolar, realizou-se o corta- sucesso nas diversas atividades em que nos empenhamos, mato escolar, que apurou vários alunos desde o 5º até ao pois somos a vida da Escola e esta é… uma Escola com 9º ano para o corta-mato escolar distrital. Aproveito para vida. Professora Paula Tavares

dar os parabéns a todos. Em fevereiro, plantaram-se árvores. Foi uma tarde de

Ilusões óticas - paradoxos

11


Para colorir:

Anedota - Duas pulgas à conversa: - O que farias se ganhasses o Euromilhões? A amiga diz, com ar de sonhadora: - Ahhh… eu comprava um cão só pra mim!…

Forma palavras relacionadas com a Páscoa

Páscoa - Sabias que: O Coelho Por pertencer a espécies animais com capacidade de gerar grandes ninhadas, simboliza a renovação e a vida nova.

Adivinha Uma árvore tem dez ramos, cada ramo tem dez ninhos, cada ninho tem dez ovos. Quantos vão ser os passarinhos?

Publicidade: Ficha técnica: Diretora: Felicidade Ramos Redatores: Professores e alunos Equipa coordenadora, edição e design gráfico: Bruno Gabriel, Sílvia Brites e Paula Tavares Tiragem: 250 exemplares

Caracol Real Cerdeira do Côa, 6320-131 Sabugal Tel.: 271 581 552 Fax: 271 581 549 * Telms.: 966 107 335 e 963

E.N. 324, Nº 42, 6320-131 Cerdeira do Côa Tel.: 271 585 182 * Fax: 271 580 170

12

cerejinhas 2 periodo  

jornal cerejinhas

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you