Page 1


001.4 Congresso de Iniciação Científica Trilíngue (1.:2014 : Chapecó, C749c SC) Pesquisas interdisciplinares, em três idiomas, dos alunos de 6º Ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio / organização, Colégio Trilíngue Inovação. Chapecó: Colégio Trilíngue Inovação, 2014. 1. Pesquisa interdisciplinar – Congresso. VI. Título. CDD 001.4 Catalogação Caroline Miotto CRB 14/1178


Revista do VI Congresso de Iniciação Científica Trilíngue1 Objetivo: propiciar aos alunos a oportunidade de disseminar o conhecimento construído com as pesquisas interdisciplinares, realizadas em três idiomas – português, inglês e espanhol – ao longo do ano letivo, por meio de apresentações orais e publicações dos artigos em uma revista de iniciação científica. Público-alvo: alunos do 6º Ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio, pais, professores, comunidade e convidados. Local, Datas e Horários: Colégio Trilíngue Inovação – Rua Mato Grosso, 420E – Bairro Jardim Itália – Chapecó – SC, dia 12 e 13 de novembro de 2014, das 17h às 19h. Banca Examinadora Gestora Me. Gislaine Moreira Nunes Vice-prefeito Luciano José Buligon Reitor Dr. Odilon Luiz Poli Profa. Dra. Rosiane Denardin Profa. Joice Carabagiale Prof. Me. Paulo Sergio Dietrich Profa. Magali Tonett Simioni Professores Orientadores Profa. Dra. Denise Ortigosa Stolf Prof. Me. Eduardo Dutra Prof. Me. Eron Paulo Favero Prof. Me. Fabio Martins Moreira Prof. Me. Paulo Sergio Dietrich Prof. Me. Rodrigo Kaminski Prof. Me. Arceni Marcelo Dal Piva Profa. Me. Liana Giachini Prof. Bruno de Azevedo Prof. Ignácio Manuel Gabis Prof. José Magalhães Júnior Profa. Silvana da Cunha

1

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta obra pode ser apropriada e estocada em sistema de banco de dados ou processo similar, em qualquer forma ou meio, seja eletrônico, de fotocópia, gravação, etc., sem a permissão dos detentores do copirraite.


Sumário Adolf Hitler

05

Antibióticos

06

A peste negra: entre o passado e a atualidade

07

Characteristics of the brazilian population

08

Coma

09

Intertextualidade nas imagens do Facebook

10

Inquisition

11

Era Medieval

12

Faraday’s Cage

13

Formação e Evolução do Universo

14

Histórias em quadrinhos

15

Meteorología

16

O Folclore do Litoral Catarinense representado nas Obras De Franklin Cascaes

17

Solos

18

Teorema de Pitágoras

19

Transtornos alimentares

20

The Gods of Greek Mythology

22


Adolf Hitler

Henrique Taffarel1

Resumo: Este artigo discute a vida e as realizações de Adolf Hitler. O objetivo é entender como ele chegou a governar a Alemanha e por que ele odiava os judeus. Os materiais pesquisados mostram que ele reestruturou a Alemanha da crise de 1929, mas ele matou milhões de judeus. É possível perceber que o ditador foi responsável pela segunda guerra mundial. Palavras-chave: Adolf Hitler, nazismo, Segunda Guerra Mundial, Holocausto.

Adolf Hitler foi o ditador nazista que dominou a Alemanha no contexto da Segunda Guerra Mundial, pela qual é considerado um dos principais responsáveis. Por ser uma das pessoas que mais modificaram o mundo no séc. XX, ele foi escolhido como tema deste trabalho. Adolf Hitler nasceu em 1889, na cidade de Braunau, Áustria. Era filho de Alois Hitler, funcionário aduaneiro, e Klara Hitler, sua prima. Na infância, ele queria ser pintor, profissão que seu pai o proibiu de seguir. Então, começou a boicotar as matérias escolares que seriam inúteis para sua futura vida artística, o que foi um problema quando chegou à juventude e descobriu que seus dons seriam melhor aproveitados na arquitetura, e que necessitaria de algumas daquelas matérias para seguir essa carreira. Fugiu do Alistamento Obrigatório Austríaco na Primeira Guerra Mundial para a Alemanha, onde se alistou como voluntário. Em 1923, é preso após tentativa de golpe em Munique com o partido nazista. Na cadeia, dita seu livro “Meim Kampf”. O partido ganha muitos adeptos após a Crise de 1929, e, em 1933, é chamado como chanceler pelo então presidente Hindenburg, que morre um ano depois. Inicia uma ditadura e, após incêndio do parlamento retira os direitos civis, desrespeita o Tratado de Versalhes, reestrutura a economia através dos Planos Quadrienais, forma o Eixo com a Itália e o Japão, aprova leis eugênicas (que mataram entre seis e 14 milhões de judeus, fora outros tipos de minorias) e coloca em prática a teoria do Espaço Vital (unir todos os germânicos em um território), que resulta na Segunda Guerra Mundial. Ele se suicida, em 1945, junto com sua mulher, Eva Braun, e o Chanceler Golbbels, após a visível derrota na guerra. Após os estudos realizados, percebe-se que Adolf Hitler é considerado por muitos o vilão do século XX. Suas ideias expansionistas, eugênicas e antissemitas causaram a morte de milhões. No entanto, foi também responsável pela reconstrução da economia alemã após a crise de 1929 e o Tratado de Versalhes. Referências Adolf Hitler. Disponível em: < http://educacao.uol.com.br/biografias/adolf-hitler.jhtm>. Acesso em: 08 set 2013. CARVALHO, Leandro, Segunda Guerra Mundial. Disponível em: < http://www.brasilescola.com/historiag/segunda-guerra-mundial.htm>. Acesso em: 08 set 2013. HITLER, Adolf, Minha Luta (Meim Kampf). 5ª edição. São Paulo: Centauro, 2005.

                                                                                                              1

16 anos. Aluno do 2º ano do ensino médio. Professor Eron Paulo Favero.2013


Antibióticos Isadora Tasca2 Resumo: este trabalho é sobre antibióticos. O objetivo é aprender o que são, como são seus mecanismos de ação e alguns tipos. Os materiais pesquisados mostram que as substâncias agem nas bactérias principalmente a fim de combater infecções no organismo. Uma das principais classes é a penicilina, porém existem diversas. Palavras-chave: antibiótico, antibiose, bactéria.

Antibióticos são substâncias, desenvolvidas a partir de fungos, bactérias ou elementos sintéticos, que agem em microrganismos causadores de infecções no organismo, a fim de combatê-los. Um dos primeiros antibióticos descobertos, e com certeza um dos mais importantes, foi a penicilina. Alexander Fleming, acidentalmente, em 1928, descobriu fungos do gênero Penicillium capazes de eliminar diversas bactérias. De forma geral, os antibióticos exibem ação em bactérias de diversos gêneros e espécies e o seu mecanismo de ação é condicionado pela anatomia e fisiologia bacteriana. Os antibióticos podem inibir a síntese da parede celular bacteriana, alterar a membrana celular, bloquear a síntese proteica ou inibir a replicação cromossômica. É possível, basicamente, classificar os antibióticos quanto seu mecanismo de ação em bactericidas, quando tem efeito letal sobre a bactéria, ou bacteriostáticos, se interrompe a sua reprodução ou inibe o metabolismo. Existem diversos tipos de antibióticos, cada um com um sistema de ação. Alguns exemplos são as penicilinas, as cefalosporinas, os fenicóis, as tetraciclinas, os macrolídeos, os aminoglicosídeos, as quinolonas, as sulfonamidas. Muitos alimentos e plantas podem ter uma ação de antibiose no organismo, como é o caso do alho, da cebola, do eucalipto e do mel. Com a realização dessa revisão bibliográfica, foi possível perceber que os antibióticos são importantes agentes contra infecções. Possuem quatro mecanismos de ação e existem de vários tipos, como as penicilinas, o primeiro a ser descoberto. Como ponto positivo da pesquisa, pode-se destacar o aprendizado adquirido, que foi o tópico mais relevante na realização do trabalho. Referências PAPINE, Juliana Miranda. CÉSAR, Francine Siqueira. 2008. Antibióticos. Disponível em: <https://professores.faccat.br/moodle/pluginfile.php/14267/mod_resource/content/1/modulo5. pdf>. Acesso em: 06 de setembro de 2013. HARAGUCHI, Toshio. Antibióticos: Classificação Geral. Disponível em: <http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?fase=r003&id_materia=69>. Acesso em: 06 de setembro de 2013. CABRAL, Marcelo. Fármacos antibióticos. Disponível em: <http://farmacolog.dominiotemporario.com/doc/cap_32_-_Farmacos_antibioticos.pdf>. Acesso em: 06 de setembro de 2013.

                                                                                                              2

Aluna do 2º ano do ensino médio. 16 anos. Mestre Arceni Marcelo Dal Piva. 2013.


A peste negra: entre o passado e a atualidade Odanor Ferretti Tombini Filho3 Resumo: Este trabalho é sobre a peste negra. O objetivo foi descrever a peste negra, contexto histórico e impactos que produziu no período em que se manifestou. A pesquisa demonstrou que a peste negra foi uma doença originada na Ásia e chegou à Europa por meio de navios. A enfermidade gerou uma catástrofe que matou cerca de 25 milhões de pessoas em um período de 3 a 4 anos - ¼ da população europeia na época - , o que desencadeou mudanças na economia, modelo de produção e também na área da saúde. Palavras-chave: Peste Negra, Causas, Consequências, Brasil, Europa.

Este trabalho interdisciplinar abordará a peste negra, o contexto histórico do surgimento da epidemia e suas consequências. Estudar a peste negra se torna importante para refletir sobre cuidados preventivos, pois, como evidenciado no estudo, a falta de higiene da população contribuiu para que a doença se espalhasse rapidamente. De acordo com Souza (2014), a peste negra se originou na Ásia Central. As pulgas infectadas contaminaram roedores que se encontravam nas caravanas e navios responsáveis por transportar especiarias e produtos até a Europa. Logo, entraram em contato com seres humanos e a epidemia se instalou. Frazão (2014) destaca que os principais sintomas da doença são febre alta, tremores pelo corpo, vertigens, cefaleia, cansaço, tosse, inicialmente seca e depois com sangue. O tratamento é com antibióticos. França et.al (2012) afirmam que a peste chegou ao Brasil em 1899, no Porto de Santos (SP). Após se estabelecer em Santos, a doença conseguiu chegar ao interior do país, através de ferrovias e rodovias, atingindo as cidades, bem como vilas e povoados. Com a produção de antibióticos e medidas preventivas, a epidemia foi controlada. Embora, atualmente não existem casos notificados de peste, a vigilância detectou nas áreas focais a existência da bactéria em cães e gatos domésticos, o que sugere que a bactéria ainda circula na natureza, e que os focos permanecem ativos. Dentre as consequências da peste negra, deve-se ressaltar, a diminuição da população, da produção e consumo, mudanças nos costumes e no comportamento da população. O trabalho contribuiu para o conhecimento do pesquisador e dos colegas em relação à peste negra e evidenciou que a informação é fundamental em qualquer trabalho de prevenção e a conscientização. Só o conhecimento constrói seres humanos mais participativos e cientes de seus deveres e direitos e, nesse sentido, os trabalhos do Colégio têm contribuído para uma nova consciência dos estudantes acerca do seu papel como cidadão. Referências FRANÇA, Camila Tenorio, et.al. Peste. Ciência Hoje. 49, 23-29, Jun de 2012. FRAZÃO, Arthur. Sintomas de peste bubônica. 2014. Disponível em: http://www.tuasaude.com/. Acesso em: 06 de maio de 2014. SOUZA, Rainer. Peste Negra. 2014. Disponível em: http://www.brasilescola.com/historiag/pandemia-de-peste-negra-seculo-xiv.htm. Acesso em: 05 de maio de 2014.

                                                                                                              3

Aluno do 1º ano do ensino médio. Idade: 14 anos Professor: Eron Paulo Favero. 2014.


Characteristics of the brazilian population Lucca Tessari Balbinott4 Abstract: This paper is about some characteristics of a beautiful and very diverse population, shaped per a lot of ethnicities and colors. Much time later, a lot of peoples mixed into the Brazilian and the colonization formed the Brazilian population, with their appearances, their customs and their characteristics, every person with their own choices. Keywords: Population, Brazil, Traditional

The Brazilian people is diverse and beautiful, because of the junction of the qualities of many different peoples turned one of the nicest population, if not the most beautiful, with its own cultures, traditions, characteristics, among others. Brazil has many inhabitants, but they are not distributed in a correct form in the Brazilian territory, added to that of many things if will be mentioned in this research. Brazil has been discovered by the Portuguese a long time ago, they came with other European populations to colonize and African people to work. With the marriage of these different people, new colors were formed in the Brazilian population, process called miscegenation. Brazil has 190 distributed by the Brazilian territory, that can be divided into 5 parts, North, South, Midwest, Southeast and Northeast, and Southeast is the most populous region, the last is the northeast, there is a large difference in population between the two regions.This large amount of people can be divided into some criteria, for example, half of Brazilian citizens are white, 43 % are mulatto ,black is 7% and less than 1% is indigenous. More than the half of citizens are women, 48 % men , but men are younger , women are mostly older . Currently, approximately 14 million Brazilians are analphabet, but the government does not invest what is necessary for a good education, especially with these beautiful and righteous politicians that Brazil has, it gets even harder for the country to be a developed country. A difference in the Brazilian population is on monetary condition, the Brazilian people can be divided into three parts, the lower class which is very present in the slums despite having declined, the middle class is also present and have a good life, and the rest has a life with a great monetary condition. Brazil is very beautiful, diverse, their people and their forests, their biodiversity, but there are some bad aspects, like their education, the difference between its social classes, racism, the government corruption and other problems. These problems must be solved with drastic actions for Brazil to be a better country and start to think about be a developed country. References GOMES, Cristiana. População no Brasil. Available at: th http://www.infoescola.com/demografia/populacao-do-brasil/. Accessed on: May 9 , 2014. NASCIMENTO, Oscar. Características da população brasileira. 2013. Available at: http://profoscargeografia.blogspot.com.br/2013/03/caracteristicas-da-populacaobrasileira.html. Accessed on: May 8th, 2014. PENA, Rodolfo Alves. População Brasileira. Available at: nd http://www.escolakids.com/populacao-brasileira.htm. Accessed on: May 2 , 2014

                                                                                                              4

Students of the 7th grade of Elementary School. 12. Cristiomar Golo. 2014.


Coma Diogo Pizzatto Pacheco de Oliveira5 Resumo: Este trabalho é sobre o coma e tem como objetivo relatar detalhes sobre como é causado e como tratar a pessoa nesse estado. Além disso, pretende-se mostrar o diagnóstico do estado vegetativo. O material pesquisado afirma que, a cada hora, quatrocentas pessoas entram em coma no Brasil. Através da pesquisa, foi possível observar fatos interessantes relacionados à eutanásia e o estado vegetativo. Palavras-chave: Coma, tratamento, estado vegetativo.

O tema do trabalho é o estudo do coma, principalmente da recuperação do paciente e, também, das causas desse estado. Os objetivos da pesquisa serão trazer o conceito de coma, as causas mais comuns que o ocasionam e observar o diagnóstico, isto é, como são classificadas. Além disso, serão incluídos conhecimentos sobre os diagnósticos e tratamentos que visam à recuperação do indivíduo. Por fim, será apontado como o ser humano é tratado pela equipe médica enquanto está em coma. Coma é o estado no qual o indivíduo está inconsciente e não se relaciona com o meio externo. Quando o cérebro é lesionado, devido a doenças, como meningite, fortes concussões, ou tumores, a pessoa poderá entrar em coma, sendo que causa mais comum é o acidente de trânsito. Geralmente, tal estado dura dias, até mesmo algumas semanas, até o indivíduo acordar. Entretanto, quando ele não acorda, deverá ser mantido vivo por máquinas que o fazem respirar e o alimentam. Os médicos fazem o melhor possível para garantir o bem estar do paciente, incluindo a prevenção de escaras, feridas que surgem quando se fica deitado do mesmo lado por muito tempo. Se o coma dura anos, décadas, a apreensão dos familiares aumenta, e muitos optam por desligar os aparelhos e deixar o paciente morrer. Todavia, alguns permitem que a pessoa avance para o estado vegetativo, que para ser diagnosticado, requer grande atenção da equipe médica, pois se diferencia do coma apenas por haver recuperação do estado de vigília e dos movimentos involuntários. Recentemente, descobriu-se que alguns pacientes vegetativos podem “responder” aos estímulos com atividades cerebrais. Assim, os médicos esperam modular os focos de atividade cognitiva, a fim de estabelecer uma comunicação com o paciente. O coma é um estado em que o ser humano não tem consciência do mundo externo, não reage aos estímulos e por isso não pode ser acordado. Apesar de se conhecer a maioria das causas de tal estado, a medicina considera a recuperação do coma uma incógnita, não se sabe qual o fator essencial para fazer um indivíduo acordar, por isso as pessoas são cuidadas da melhor forma possível pela equipe médica. A espera pelo despertar de um ente querido pode ser muito dolorosa para algumas famílias, que optam pela eutanásia. Referências LOPES, Adriana Dias. 2010. Coma - o dia em que morri. Disponível em < http://veja.abril.com.br/170310/coma-dia-em-que-morri-p-110.shtml>. Acesso em 29 set. 2013. VARELLA, Drauzio. s.d. Consciência no estado vegetativo. Disponível em < http://drauziovarella.com.br/drauzio/consciencia-no-estado-vegetativo/>. Acesso em 28 out. 2013. WATSON, Stephanie. s.d. Como funciona o coma. – Tradução por HowStuffWorks Brasil. Disponível em < http://saude.hsw.uol.com.br/coma.htm>. Acesso em 25 out. 2013.                                                                                                               5

Aluno do 2ºano do Ensino Médio. Professor Msc. Arceni Marcelo Dal Piva. 2013.


Intertextualidade nas imagens do Facebook Caroline Rissi6 Resumo: este trabalho é sobre intertextualidade nas imagens do facebook e tem como objetivo enriquecer o vocabulário e obter novos conhecimentos em várias áreas que abrangem esse conteúdo. Intertextualidade ocorre quando textos e imagens “dialogam” uns com os outros, ou quando são criados em base em outros já existentes. Palavras-chave: Facebook; intertextualidade; memória discursiva.

Este trabalho aborda um tema muito interessante e atual, por basear suas discussões em imagens coletadas da rede social Facebook. Os conceitos mobilizados nas discussões aqui apresentadas são intertextualidade e memória discursiva, além do histórico evolutivo do Facebook. Intertextualidade ocorre quando os textos “dialogam”, ou quando são criados textos que fazem menção a outros já existentes. Para a intertextualidade ser identificada, é necessário demonstrar uma interpretação ampla e diversificada e entendimento do mundo. Assim, por meio da memória discursiva, pode-se ressignificar um fato já ocorrido antes, associando-o a outros sentidos, sob outros ângulos. O Facebook foi criado no dia 04 de fevereiro de 2004, pelos ex-alunos da Universidade de Harvard, Mark Zuckerberg, Chris Hughes e Dustin Moskovitz. É uma rede social que tem como objetivo a funcionalidade de ser um espaço em que as pessoas possam encontrar outras e dividir opiniões, fotografias e conversas. Todas as imagens analisadas demonstraram relações com outros textos, com outras imagens, com filmes, músicas, protestos, com o discurso religioso da Bíblia e com a teoria de Darwin. Algumas delas fazem uma releitura bem-humorada, outras uma crítica social e outras anunciam seu produto ou exigem direitos por meio de protestos. Com a realização desse trabalho, foi possível compreender que a intertextualidade está presente nas redes sociais, em textos e imagens. Neste trabalho, foram identificadas menções ao discurso religioso presente na bíblia, a filmes, anúncios, críticas sociais e protestos. Entende-se, ainda, que as redes sociais são um objeto de análise produtivo, por representarem diferentes grupos sociais e ideais. Referências Observatório Brasil da Igualdade de Gênero. Marcha das vadias. http://www.observatoriodegenero.gov.br/menu/noticias/marcha-das-vadias-chega-ao-brasil/, acesso em 06 set 2013. RASSI, Amanda Pontes. Do acontecimento histórico ao acontecimento discursivo: uma análise da “Marcha das vadias”. Revista de História da UEG. V.1,n.1(2012). Disponível em:http://www.prp.ueg.br/revista/index.php/revistahistoria/article/view/599. Acesso em 06 set 2013. Só Biologia. A Teoria de Darwin. Disponível em: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/bioselecaonatural2.php. Acesso em 06 set 2013.

                                                                                                              6

14 anos. Aluna da 8ª série do ensino fundamental. Professor Liana Giachini. 2013.


Inquisition Júlia Wailand dos Santos7 Abstract: this paper is about inquisition. The objective is to understand this polemic historical period, as well as its embracive actuation. The researched materials show that the inquisitorial court has made a lot of victims, mainly in Spain. It is possible to see that despite it has, in its beginning, religious motivations, it was used on behalf of government. Key-words: Church, court, tortures.

This paper is about inquisition that means the search and it gives the name to the court that aimed to hunt heretic, or sinners, to judge and punish them. When it happened for the first time it was called Medieval inquisition, and that the Spanish, Portuguese and Roman ones were inspired by it. Before the court was formally created, the community was responsible for the punishment the Cathars that used to attack catholic churches. A while later, on request of Louis VII of France, it was created a court that resembled to what later became known as Holy Inquisition, but it was not so expressive. From a reunion occurred in Toulouse, in 1229, that the court was officially created. Pope Innocent IV allowed the use of tortures, so the faith could be promoted more truly. The Medieval Inquisition had its apex on XVI century and finished about 150 years later. During the kingdom of Ferdinand and Isabella the inquisition was established in Spain, motivated more by political issues than religious, it is known as the most treacherous one, but some historians believe that a big part of the history was changed to denigrate the country. Nevertheless, reports from that time show the cruelty of the tortures imposed to the heretics, many times without sufficient evidences. It only ended in 1820. The court also had versions in Portugal and Rome, both with lower expression, but still intense violence. In Portugal it was created by influence of the king John III and the Roman one was motivated almost only by religion. From this paper it was possible to understand that the inquisition court was an institution created by the catholic church to combat the growing number of protestants, that had the aid of the inquisitors to identify and punish potential heretics. With the hidden, incomplete or lost reports from that time it is almost impossible to conclude the exact number of victims, but it is known that thousands were killed on the fires or during the torture sessions. References FO, Jacopo et al. O livro negro do cristianismo. Rio de Janeiro: Ediouro, 2007. A inquisição em Portugal. Available at : < th http://www.geocities.ws/atoleiros/Inquisicao.htm>. Access on: May 5 . 2014. O que foi a inquisição? Available at: < http://mundoestranho.abril.com.br/materia/o-que-foia-inquisicao>. Access on: May 1st. 2014.

                                                                                                              7

Student of the second year of high school. Age: 15 years old. Teachers: Eron Paulo Favero and Bruno de Azevedo.


Era Medieval Carolina Kaempf Farret8 Resumo: este trabalho é sobre a Era Medieval e seus costumes, o objetivo do trabalho é conhecer mais sobre esta época, bem como questões arquitetônicas, culturais e costumes. Os assuntos abordados foram muito bem pesquisados e mostram a importância em conhecer mais sobre o tema. É possível perceber que a época medieval foi de extrema importância para o mundo pois, sem ela não existiriam coisas muito úteis atualmente para a sociedade. Palavras-chave: Costumes, cultura, mortes e medievalismo

A Idade Média foi uma época de dificuldades como a peste negra, a crise econômica, guerras e invasões, mas trouxe avanços como a criação de invenções que são comuns atualmente como desenvolvimento tecnológico de armamento. O trabalho visa mostrar a importância da Era Medieval, como seus costumes e culturas. Os castelos, muito simples na época, eram feitos de madeira e pedra encontradas na região, não possuíam nenhum luxo e conforto. As vestimentas eram finas e muito requintadas, com variedades de tecidos e cores vibrantes. As mulheres mais velhas deveriam se cobrir para não exibir seu corpo. A cavalaria servia à proteção dos nobres, os rapazes iniciavam sua carreira de cavaleiros aos sete anos de idade, com quatorze já iam a guerras e com dezoito já eram cavaleiros já a tortura era muito utilizada nessa época, ela servia para fazer com que as pessoas confessassem seus atos, muitas vezes as pessoas eram acusadas de bruxaria (principalmente as mulheres), também serviam para punir criminosos. Com o trabalho aprendemos que os castelos medievais foram criados em volta do X e V, e que aquela época era extremamente diferente de hoje em dia em questão de cultura e vestimenta, também foi um época em que houveram vários conflitos.

Referências Cavalaria medieval e castelos. 2014. Disponível em: www.brasilescola.com.br. Acesso em: 14 abri. 2014 Era medieval . 2014. Disponível em: www.suapesquisa.com.br. Acesso em: 25 abr. 2014 Mortes e roupas. 2014. Disponível em: www.idademediaamandadesi.com.br. Acesso em: 19 maio 2014

                                                                                                              8

Aluna do 8º ano do ensino fundamental. Professor Eron Paulo Favero. 2014.


Faraday’s Cage Luiza Scapinello Aquino9 Abstract: this paper is about the Faraday’s Cage. The goal is to understand its structure and uses. The materials studied show that Faraday was a great scientist who was successful in several areas of knowledge, and his greatest discovery was the Cage, which is commonly used. Keywords: Michael Faraday, cage, electrostatic.

This research is about the great scientist Michael Faraday. Besides mentioning a biography of the estimated scientist, the study will explain his discoveries, which caused a revolution in human thought and had consequences in diverse areas of knowledge, particularly in chemistry and physics, in the latter is more known his research in electrostatics. Michael Faraday (1791-1867) was a British physicist and chemist who made major contributions to the fields of electromagnetism and electrochemistry. Due to the fact he came from a humble family, Faraday studied alone and with great difficulty, nevertheless he became an important scientist. Much of the development in the electricity area is due to him. The Faraday’s Cage amount to a conductive surface, which covers and demarcates an area, avoiding, in some situations, the input oscillations produced by external electric or electromagnetic field. The shield is arranged with a conductive material, which works to prevent entry of electromagnetic or electrostatic field that has bigger waves than the mesh size. Some of the electromagnetic principles involved in it are the Faraday’s Laws. The first law says that the mass of a substance liberated in any electrode, as well as the mass of the decomposed substance, is directly proportional to the amount of electricity which passes through the solution during the electrolysis. Furthermore, his second law dictates that during the electric balance, the electric force in the interior of the completely closed conductors and devoid of electrified bodies is null. The Cage is used to protect great sensitivity instruments and appliances, ensuring the safety of accommodations as dangerous places for preparing explosives, and protecting buildings against lightning. Other applications include the case of a computer, a car, an airplane, and a microwave oven. The Faraday’s Cage is made of a metal shaped into a cylindrical or square contour, and the base is isolated by an acrylic support. Attached to the screen (on the outside and inside) by a nylon thread, there are small Styrofoam balls. When the Faraday’s Cage is connected to the Winshurt Machine, the Cage is electrified and the balls are repelled exterior, while the inner ones lie at rest. Through this research it was observed that Michael Faraday was an outstanding scientist, because, although he lived a poor childhood, he became an invaluable scientist. It is also interesting to note that Faraday's discoveries were not limited to just one area of expertise and they are still studied today. References ALVES, Luciano Calaça. Gaiola de Faraday. Available at: <http://www.mundoeducacao.com/fisica/gaiola-faraday.htm>. Accessed on September 7th, 2013. Gaiola de Faraday. Available on: <http://www.futureng.pt/gaiola-de-faraday>. Accessed on September 7th, 2013. HALLIDAY, David; RESNIK, Robert; KRANE, Denneth S. Física 3, volume 2. 5th edition. Rio de Janeiro: LTC. 2004. 384 p.                                                                                                               9

Student of the 2nd grade of high school. Teachers Paulo Sergio Dietrich and Giovana Didoné Piovezana. 2013.


Formação e Evolução do Universo Vitória Helena Almeida Schettini Ribeiro10 Resumo: este trabalho é sobre Astronomia, a formação e evolução do universo. Os objetivos são aquisição de conhecimentos sobre astronomia e uma compreensão sobre o universo. Os assuntos abordados foram a Teoria do Big Bang, aglomerados e Sistema Solar. Palavras-chave: astronomia, aglomerados, universo, galáxias.

O presente trabalho visa a uma breve análise de alguns assuntos científicos na área de astronomia. O objetivo da pesquisa é um levantamento de dados sobre a formação do universo e levar um pouco mais de conhecimento astronômico para o público leigo, sobre a formação do universo, das complexas estruturas do espaço sideral, a elaboração do sistema solar e o processo evolutivo de grupos de estrelas, além de salientar fundamentos de astronomia, sobre os primórdios do espaço-tempo e da própria civilização. O Big Bang consiste em uma teoria proposta no século XX, que dizia que toda a matéria do universo estaria concentrada em um único ponto, com altíssimas densidade e temperatura. Por motivos desconhecidos, esse ponto explodiu, gerando desde os pequenos átomos às maiores estrelas. As galáxias são grupos grandes de estrelas, planetas, gases, poeira e remanescentes estelares. O astrônomo estadunidense Edwin P. Hubble (1889 – 1953), classificou morfologicamente as galáxias de acordo com a suas formas, espirais, elípticas ou irregulares. As galáxias têm a tendência de estarem em grupos – os aglomerados galácticos – e se juntando, geram os superaglomerados de padrão filamentoso, dando origem a uma hierarquia. Os aglomerados estelares são coletivos de estrelas ligadas gravitacionalmente, que podem ser divididos em abertos e globulares. Os abertos têm estrelas novas e dispersas, enquanto os globulares possuem estrelas velhas, vermelhas que formam uma juntura, em forma de globo. O sistema solar é composto por uma estrela (Sol), oito planetas e uma série de corpos menores. O Sol é uma estrela anã amarela, de Sequência Principal (SP) e de tipo espectral G2V. Os oito planetas (Mercúrio, Vênus, terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno) giram ao redor dele, em órbitas elípticas, segundo a 1ª Lei de Kepler. Com esta pesquisa, pode-se compreender como o universo foi formado com o Big Bang e, com a expansão dele, evoluiu para complexas estruturas como estrelas, galáxias, aglomerados estelares e galácticos, o próprio sistema solar e, por fim, superaglomerados de galáxias, dando a perceber que há uma hierarquia. Referências ANDREOLLA, Tina. Big Bang – A Evolução de Uma Ideia. 2010. Disponível em: <http://educacaoespacial.files.wordpress.com/2010/10/big-bang-evoluc3a7c3a3o-de-umaidc3a9ia.pdf>. Acesso em: 09 jan. 2014. ROSENFELD, Rogerio. A Cosmologia. 2005. Disponível: <http://www.sbfisica.org.br/fne/Vol6/Num1/cosmologia.pdf>. Acesso em: 12 abr. 2014. ORTIZ, Roberto. Planetas Externos. 2014. Disponível em: <www.astro.iag.usp.br/~roberto/aga210/planetas_externos.pdf>. Acesso em: 12 fev. 2014.

                                                                                                              10

Aluna do 2º ano do ensino médio. Idade: 16 anos. Professor: Paulo Sergio Dietrich e Liana Cristina Giachini. 2014.


Histórias em quadrinhos Gustavo Forselius11 Resumo: este trabalho é sobre Histórias em Quadrinhos. O objetivo é investigar a origem e a evolução de gênero textual Histórias em Quadrinhos, compreendendo as condições de produção das obras e sua influência na constituição dos personagens. Com essa pesquisa, foi possível entender a origem dessas produções artísticas e literárias, percebendo a evolução entre uma história e outra, suas principais características e autores. Palavras-chave: Histórias em Quadrinhos, Heróis, Origem e Evolução.

As Histórias em Quadrinhos, ou HQs, surgiram há mais de um século, nos Estados Unidos. Entre 1895-1900, foram publicadas as primeiras tirinhas de jornais dominicanos, que tiveram como um dos primeiros personagens Yellow Kid, criado por Richard Outcault. A primeira história em quadrinhos que utilizou as características da tirinha moderna foi Katzenjammer Kids, produzida por Rudolph Dirks. Winsor McCay, que criou Little Nemo in the Slumberland, em 1905, foi o primeiro artista a mostrar a perspectiva nos desenhos. O escritor responsável por lançar Krazy Kat uma história poética, diferente, cômica e com um elenco de personagens - foi George Herriman. Essa história acabou dando origem a outros quadrinhos. Com o tempo, as tirinhas começaram a ficar mais violentas. Então, muitos legisladores europeus e americanos propuseram proibir a publicação das HQs, pois acreditavam que elas influenciariam as crianças. Dessa forma, o governo americano censurou as obras que tinham heróis como temática principal. Tal proibição fez com que surgissem novos personagens, que se distanciaram do perfil do herói popularizado ate então. Foi na década de 60 que as histórias em quadrinhos voltaram a ter popularidade, especialmente com o surgimento dos personagens da Marvel. Por meio da realização desta pesquisa, foi possível compreender que as histórias em quadrinhos têm origem antiga e que foram evoluindo em relação aos desenhos, personagens e gêneros, ou seja, suas características. Alguns quadrinhos passaram a promover a crítica social e outros alcançaram tanto sucesso que foram adaptados para o cinema. Referências Como surgiram as histórias em quadrinhos? 2012. Disponível em:<http://blogueirossaocarlos.wordpress.com/2011/09/14/como-surgiu-as-historias-emquadrinhos/>. Acesso em: 21 de abr. 2014. GANGORRA. Alexandre. Origem e evolução dos quadrinhos. 2012. Disponível em:<http://hqnautas.blogspot.com.br/2012/05/origem-e-evolucao-dos-quadrinhos.html>. Acesso em: 10 de mai. 2014. MIRANDA. Juliana. Qual a origem das histórias em quadrinhos? Disponível em:<http://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/qual-a-origem-das-historias-emquadrinhos.html>. Acesso em: 7 de mai. 2014.

                                                                                                              11

Aluno da 8ª série do ensino fundamental. Professora Liana Giachini. 2014.


Meteorología Estela Almeida Sandrin12 Resumen: Este trabajo es sobre la Meteorología. El objetivo de la pesquisa es “traer” al alumno un mayor conocimiento sobre el tema y proporcionarle un enorme aprendizaje. Los materiales investigados muestran que la Meteorología fue y es un estudio muy importante, su historia y muchos detalles importantes que ocurrieron a lo largo de su historia. Es posible comprender que la Meteorología es una ciencia que estudia la atmósfera terrestre y se centra en pronosticar el tiempo, además de estar presente en nuestras vidas como en la agricultura, en la pesca, etc. Palabras-clave: Previsión del tiempo, tiempo, clima, instrumentos y fenómenos meteorológicos, Aristóteles, red de estaciones.

El tema de mi trabajo es sobre la Meteorología. Los objetivos son “traer” al alumno, mayor conocimiento, detalles sobre el tema y que de esta manera pueda conseguir entender y desenvolver con mayor dominio el asunto, para que no le sea desconocido y también para que pueda desarrollar una gran percepción de su origen. Fue investigado sobre la historia de la Meteorología, que se basa en un estudio que tiene como foco la previsión del tiempo y también sobre detalles de esa jornada emocionante, donde muestra la importancia de este estudio tanto para los pueblos antiguos, como para la vida actual. Se sabe al respecto que esta ciencia, estudia la atmósfera terrestre, y existe hace más de dos milenios en la Tierra y viene haciendo su “papel” desde entonces. La Meteorología se ha iniciado cuando los antiguos egipcios preveían el tiempo con relación a los astros, como planetas, estrellas, etc. Sin embargo esta historia puede ser trazada a partir de la antigua Grecia que fue cuando Aristóteles comenzó realmente la historia con su libro llamado “Meteorológica”, donde describió mucho sobre el estudio, como por ejemplo qué el planeta tiene cinco zonas climáticas. Se sabe que la previsión del tiempo es realizada a través de datos observados de hora en hora en las estaciones meteorológicas de la superficie, convencionales o automáticas que existen en todo territorio nacional. De la investigación presentada se puede decir que se aprendió la importancia de este estudio para diversos sectores y, en particular en la agricultura, turismo, aeronáutica y marina. También, la meteorología utiliza conocimientos en diversos campos como física, química, matemáticas e informática para predecir fenómenos que ocurren en la atmósfera, relacionados con clima o tiempo. Referencias INMET. Instrumentos. 2014. Disponible <http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=home/page&page=instrumentos>. Acceso may. 2014. INMET. Previsão do tempo. 2014. Disponible <http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=home/page&page=sm_previsao_tempo>. Acceso el: 4 may. 2014. WIKIPEDIA. Metereologia. 2014. Disponible <http://pt.wikipedia.org/wiki/Meteorologia>. Acceso el: 9 may. 2014.

en: el: 7 en: en:

                                                                                                              12

Alumna de 6º año de la enseñanza fundamental. 11 años. Maestros: Silvana da Cunha, Giovana Reis Lunardi e Ignacio M. Gabis. 2014.


O Folclore do Litoral Catarinense representado nas Obras De Franklin Cascaes Giordano Gorham Miolo1 Resumo: Esta pesquisa interdisciplinar tem como temática principal o folclore do litoral catarinense, principalmente o de Florianópolis, cidade onde Franklin Joaquim Cascaes concentrou a maior parte de seus estudos sobre a cultura dos colonos açorianos e seus descendentes. O trabalho abordará o misticismo, a religiosidade e a fantasia presentes nas obras de Cascaes. Palavras-chave: Folclore, Florianópolis, Franklin Joaquim Cascaes, Colonos açorianos, misticismo.

Lendas, histórias e tradições constituem marcas dinâmicas do folclore, que permitem a preservação da cultura popular. Surgidas espontaneamente dos grupos sociais, tais expressões transportam um modo singular de vivenciar a cultura, construindo matrizes culturais que perpetuam a memória de uma determinada localidade. Este trabalho busca obter elementos sobre a vida e as obras do artista e folclorista Franklin Cascaes (1908-1983), que registrou em textos, desenhos e esculturas a herança do folclore açoriano no litoral catarinense e a sobrevivência das narrativas de bruxaria como um fenômeno da religiosidade popular. Nas narrativas de Cascaes, percebe-se seu envolvimento com a imaginação popular e com o enaltecimento da natureza, presentes nas práticas mágicas que as gerações mais antigas cultuavam. Além de histórias surpreendentes de bruxas, os escritos publicados em algumas de suas compilações, como “O fantástico na ilha de Santa Catarina” revelam, também, outros traços da cultura popular que mesclam o lúdico, o profano e o religioso, tais como informações sobre as atividades de subsistência, a religião, os hábitos alimentares, entre outros costumes trazidos pelos colonizadores açorianos. As obras de Franklin Cascaes têm um valor artístico e uma importância muito grande para preservação da cultura ilhoa e sua arte e genialidade são uma das maiores contribuições para a conservação da identidade cultural do litoral catarinense. Como legado, Cascaes deixou narrativas e anotações, desenhos em nanquim, figuras em argila e gesso, que compõem as histórias produzidas em seu trabalho de preservação do folclore e da cultura da ilha e região. Pelos registros de Cascaes e pelas memórias de moradores da ilha de Florianópolis, pode-se perceber a força do folclore, que mostra que as bruxas continuam a embruxar crianças, sair à noite nos barcos dos pescadores e usar seus poderes para provocar todo tipo de estrago nos lares, plantações e criações. É nessas narrativas que reside a representatividade da cultura popular, que, em seu processo dinâmico, preserva e atualiza as experiências e as tradições que constituem o folclore catarinense. Com esses registros, Franklin Cascaes foi um dos grandes responsáveis pela preservação da memória dessas e de outras histórias, lendas e crenças populares que, ainda hoje, além de serem lembradas pelos moradores mais antigos de Florianópolis, são consideradas obras de leitura obrigatória para muitos vestibulares catarinenses, como o da UFSC, como forma de valorização da herança cultural do estado de Santa Catarina. Referências: CASCAES, Franklin. O fantástico na ilha de Santa Catarina. Volume I. 5ª ed. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2003. COELHO, Gelci José. Franklin Cascaes e as bruxas. 1995. Disponível em: < www.museuvictormeirelles.gov.br >. Acesso em: 06 abr. 2014. KRUGER, Aline Carmes. Quem foi Franklin Joaquim Cascaes. 1987. Disponível em: < cascaes.exatosegundo.com.br >. Acesso em: 06 abr. 2014. 1

15 anos, Aluno do 1º ano do ensino médio. Professora Liana Cristina Giachini. 2014.


Solos Oscar Camatti Junior13 Resumo: O tema abordado é sobre o solo. O objetivo desta pesquisa é aprender sobre os diferentes tipos de solo, sua utilização e sua importância. Os assuntos abordados mostram a importância do solo para a sobrevivência dos seres vivos. É possível perceber que do solo depende a sobrevivência dos seres vivos e a sobrevivência do solo depende da ação do homem. Palavras-chave: solo, intemperismo, erosão.

O processo de formação do solo começa com os fenômenos físicos, químicos e biológicos que agem sobre o material de origem, chamados de intemperismo, ou seja, material de origem + ambiente + organismos + tempo. É composto de água, ar, matéria orgânica e parte mineral e a natureza leva cerca de 400 anos para formar um centímetro de solo. O intemperismo físico é quando há desintegração do material de origem (rocha ou sedimentação) sem alterações químicas dos materiais que o criaram, o intemperismo químico ocorre a partir da dissolução das aguas das geleiras e causando também a cristalização da água. E o intemperismo biológico é formado por bactérias que aumentam a consistência e o deixando mais forte. O solo é classificado em arenoso, argiloso, humoso e calcário e um solo com fertilidade é quando tem nutrientes para as plantas. A erosão é causada a partir do deslocamento de terra ou rocha, que pode ocorrer por ação natural e humana, podendo ser evitada pela preservação da cobertura vegetal (árvores e plantas existentes) e se plantando mais vegetação. Perdemos 2,5 bilhões de toneladas por ano de solo devido a erosão e temos quase 40% do solo do mundo degradado, sendo o homem um importante agente causador da perda do solo. A preocupação com a saúde do solo é muito grande porque é dele que depende a nossa sobrevivência, nossa alimentação, a qualidade da agua e do ar para a saúde dos seres vivos. Devemos planejar as construções de rodovias, prédios, hidrelétricas, túneis, entre outras para conservar o solo e evitar desastres e catástrofes. Assim, conclui-se que do solo depende a sobrevivência dos seres vivos e a sobrevivência do solo depende da ação do homem. Referências A composição do solo. Disponível em: http://geografianovest.blogspot.com .br/2011/09/osolo-e-composto-de-quatro-partes-ar.html. Acesso em 12 set. 2014. Erosão. Disponível em: http://www.suapesquisa.com/geografia/erosao.htm. Acesso em 15 set.2014. MENDES, Iêda e BUENO, Fábio. A saúde do solo e a sustentabilidade dos agroecossistemas. Disponível em: http://www.diadecampo.com.br/zpublisher/ materias/Materia.asp?id=20662&secao=Colunas%20e%20Artigos. Acesso em 15 set. 2014.

                                                                                                              13 11 anos. Aluno do 6º ano do ensino fundamental. Professora Silvana da Cunha. 2014.


Teorema de Pitágoras Paola Kohana Mignon Ogochi14 Resumo: O objetivo deste trabalho é demonstrar geometricamente o Teorema de Pitágoras e evidenciar sua utilização em diversas situações práticas envolvendo o uso da Matemática. Palavras-chave: Teorema de Pitágoras, Triângulo Retângulo, Hipotenusa, Catetos.

Pitágoras viveu aproximadamente de 570 a. C. a 475 a. C., foi um filósofo e matemático grego, nascido na ilha de Samos, na região da Ásia Menor (Grécia), provavelmente faleceu em Metaponto (região sul da Itália). A Escola Pitagórica tinha grande rigor ético e um caráter duplo. Por um lado, dedicava-se a questões espirituais, ou seja, os pitagóricos acreditavam na imortalidade, na reencarnação e tinham a autorreflexão como um dever consciente e imprescindível na espiritualização da vida. Por outro lado, como parte dessa espiritualização, incluía estudos de Matemática, Astronomia e Música, o que lhe imprimiu um caráter também científico, no sentido moderno da palavra. Os pitagóricos também fizeram grandes realizações na área de demonstração matemática. Além do famoso Teorema de Pitágoras, as seguintes realizações podem ser atribuídas aos pitagóricos como a classificação dos números em: primos e compostos, pares e ímpares, amigos, perfeitos e figurados; o máximo divisor comum e o mínimo múltiplo comum: Também foi proposto que a soma dos ângulos internos de um triângulo é igual a dois ângulos retos; se um polígono tem “n” lados, então a soma dos ângulos internos do polígono é igual a (2n - 4) ângulos retos; a fim de calcular a medida de três lados deste triângulo retângulo, basta empregar esta fórmula: “A soma da HIPOTENUSA ao quadrado é igual a soma dos CATETOS ao quadrado” (hip2 = cat2 + cat2). Após a pesquisa, foi possível compreender a importância do Teorema de Pitágoras, sua escola, bem como a história do matemático, que viveu antes de Cristo. O ponto negativo dessa pesquisa seria a dificuldade de aplicabilidade do conteúdo matemático no cotidiano. Os pontos positivos do trabalho são aprender sobre o Teorema de Pitágoras, o mais importante teorema de toda a matemática. Além da matemática, Pitágoras fez importantes contribuições à astronomia, música e filosofia. Referências Biografia de Pitágoras. Disponível em: www.e-biografias.net/pitagoras/. Acesso em: 12 abril 2014. LIMA, E.L., CARVALHO,P.C.P.,WAGNER,E.,MORGADO,A.C. Teoremas e Problemas Elementares. Sociedade Brasileira de Matemática, 2.ed, cap.4, 2005 Pitágoras – Biografia. Disponível em: www.suapesquisa.com/pesquisa/pitagoras.htm. Acesso em: 12 abril 2014.

                                                                                                              14

Aluna da 8° ano do ensino fundamental. Professora Denise Ortigosa Stolf. 2014.


Transtornos alimentares Cinthia Volmer Ferreira15 Resumo: este trabalho é sobre transtornos alimentares. O objetivo é reconhecer, identificar e caracterizar os comportamentos alimentares que provocam sérios prejuízos a saúde de um indivíduo. O assunto abordado mostra que os transtornos alimentares são doenças causadas por pessoas que querem estabelecer um padrão estético. É possível perceber que com esse trabalho foi possível analisar os transtornos alimentares e suas causas, por exemplo, quem sofre de anorexia desgasta emocionalmente, debilita os órgãos, provoca distúrbios associados a desnutrição, lesa o aparelho digestivo quando há vômitos constantes, provoca arritmia cardíaca. Palavras-chave: transtornos alimentares, anorexia, bulimia, obesidade, ortorexia, compulsão alimentar.

O tema do trabalho são os Transtornos Alimentares, sendo o principal objetivo reconhecer, identificar e caracterizar os comportamentos alimentares que provocam sérios prejuízos à saúde dos indivíduos. A importância deste trabalho é dar mais aprendizado para os alunos sobre o assunto abordado, com o trabalho é possível entender que os transtornos alimentares são doenças causadas por pessoas que querem estabelecer um padrão estético. Os benefícios do trabalho são compreender e reconhecer mais sobre o assunto. As etapas para realizar o trabalho são: projeto, relatório, Power Point e a tradução para as duas Línguas Estrangeiras. Os transtornos alimentares são um conjunto de doenças, em que a pessoa está tão preocupada com a comida e o seu peso que muitas das vezes não consegue pensar em outra coisa. Os principais tipos de distúrbios alimentares são a anorexia nervosa, bulimia nervosa e compulsão alimentar. Os distúrbios alimentares aparecem frequentemente na adolescência, mas também podem se desenvolver durante a infância ou até mais tarde. A anorexia é um distúrbio alimentar que provoca mais perda de peso nas pessoas do que é considerado saudável para a idade e altura. Pessoas com anorexia podem ter um medo intenso de ganhar peso, mesmo quando estão abaixo do peso normal. Elas podem abusar de dietas ou exercícios, ou usar outros métodos para perder peso. A bulimia é uma doença na qual uma pessoa exagera na ingestão de alimentos ou tem episódios regulares em que come em excesso e sente a perda de controle. Dessa forma, a pessoa com bulimia usa vários métodos, como vômitos ou abuso de laxantes, para impedir o ganho de peso. A ortorexia pode ser definida como uma obsessão por uma alimentação extremamente saudável. Diferentemente da anorexia ou da bulimia, pessoas que sofrem com ortorexia se o ao direito de comer, no entanto, elas são tão obcecadas com a qualidade do que comem que a maioria dos pensamentos se volta a isto. Compulsão alimentar é quando uma pessoa come uma quantidade de alimento muito maior em menos tempo do que ela normalmente comeria. Durante a compulsão alimentar, a pessoa também sente perda de controle. Obesidade é um distúrbio caracterizado pelo excesso de peso do indivíduo. Este, alimentando-se indiscriminadamente, adquire um peso muito acima do previsto para a sua altura, idade e sexo e desenvolve, a partir daí, outras complicações na sua saúde física e mental como: altas taxas de glicose no sangue, problemas de circulação, cardíacos e respiratórios, baixa autoestima, depressão, etc. Com esse trabalho foi possível analisar os transtornos alimentares e suas causas, por exemplo, quem sofre de anorexia desgasta emocionalmente, debilita os órgãos, provoca distúrbios associados a desnutrição, lesa o aparelho digestivo quando há vômitos constantes, provoca arritmia cardíaca. Referências                                                                                                               15

Aluna do 8º ano do ensino fundamental. 13 anos. Professora Silvana da Cunha.2014.


Bem estar. 2012. Disponível em: <http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2012/02/compulsaoalimentar-e-disturbio-quimico-nos-mecanismos-da-fome.html> Acesso em: 19 mai.2014 Minha vida saúde, alimentação e bem estar. 2006. Disponível em: <http://www.minhavida.com.br/saude/temas/compulsao-alimentar.Acesso em: 20 mai.2014. Transtornos alimentares. 2007. Disponível em: < http://transalimentares.blogspot.com.br/>. Acesso em: 19 mai.2014.


The Gods of Greek Mythology Narciso Giovane Nunes Baez16 Abstract: This paper is about the Greek Mythology. The objective of this study was to analyze the myths created in ancient Greece, to understand how they appeared and what was the importance that they had for the people who lived at that time. In addition, the paper presents a description of the 3 categories of Greek mythology’s gods. Keywords: Greek mythology, Greek gods, history of Greek mythology.

In Ancient Greece the Greeks created myths of gods, heroes, and about the world to pass messages to other people. This was so important that it was part of their religion and also influenced the life and behavior of the people. This set of practices was called Greek Mythology and arose from the union of doric and messenica cultures. The main sources of Greek Mythology were written by Hesiod's Theogony, which told the story of the Greek gods and by Homer, in works Iliad and Odyssey, describing the major events made by gods and heroes. In the book Percy Jackson and the Olympians written by Rick Riordan the author explains that the gods of Greek Mythology were divided into 3 categories: primary gods, Olympians gods and lesser gods. The primordial gods emerged from the creation of all things and their formats were the similar of the structure of the universe. The first god called Gaia come out of nowhere and all the other gods were born primary to him. Gaia was the mother earth, it began Uranus representing the sky and, also, the Chaos, that was a huge empty space where all things were mixed. In this confusion reigned Nix, that was the night and Erebo, god of darkness and son of Chaos. This last one also generated Tartarus, who was the black pit of the earth. As a result of the union of Chaos and Nix were born the Destination and the divinities Moiras, who established the fate of all, including the gods. After that, Eros was born, considered the goddess of love, causing everything began to come into order. The Olympian gods were the most important of the Greek Mythology. They lived at the top of Mount Olympus which was in the midst of clouds in a mysterious place in heaven. The palace was huge and made of crystal. The main Olympic gods were the children of Cronos, called Zeus, the god of gods and men; Hades (who lived in a mute bottom) and was the god of death; Poseidon, supreme god of the sea; Hera, goddess of marriage and childbirth; Demeter, goddess of cultivated land, and of the 4 seasons. Zeus had 8 sons who were Ares, god of war; Athena, the goddess of civilization, of wisdom and of justice; Apollo, god of the sun, the light and truth; Artemis, goddess of wildlife, hunting, moon and magic; Hermes, god of fertility, of roads and travel; Hefesto, god of fire, the volcanoes, the blacksmiths, craftsmen and the sculptors; and Dionisio god of vital cycles, the festivals and the wine. Finally also lived in Olimpio Aphrodite, daughter of Uranus, goddess of love, beauty and sexuality. The last category of gods of Greek Mythology was called lesser gods. They were less important than the gods of Olympus, because some of them were sons of the titans while others were children of their own gods of Olympus. Yet, they were very important in the ancient world. Among them are Typhon, god of drought; Persephone, goddess of spring; Nice, goddess of victory; Morpheus, god of dreams; among others. In conclusion, the study showed how the Greeks imagined the creation of the world and how the forces of nature and the universe were idolized, to the point that everything that they were not able to explain ended up being called a certain god or monster. These myths were so strong that they ended up influencing the religion, the life and habits of the Greeks.                                                                                                               16

10 years-old. Student for 6th grade of Elementary School. Teacher Eron Paulo Favero and Bruno De Azevedo, 2014.


REFERENCES RIORDAN, Rick. Percy Jackson e os olimpianos. Livro um: o ladrão de raios. Tradução Ricardo Gouveia. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2009 WIKIPÉDIA. Desenvolvido pela Wikimedia Foundation. Apresenta conteúdo enciclopédico. Available at: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Mitologia_grega> . Accessed on: 24 Jun 2014 WIKIPÉDIA. Desenvolvido pela Wikimedia Foundation. Apresenta conteúdo enciclopédico. Available at: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Deuses_ol%C3%ADmpicos>. Accessed on: 24 Jun 2014


Rua Mato Grosso, 420E – Bairro Jardim Itália Chapecó – SC – Brasil – 55 49 3322-4422 www.colegioinovacao.com.br

Revista do VI Congresso - 2014  
Revista do VI Congresso - 2014  
Advertisement