Page 1

#0037 > 2 JULHO . 2010 NEWSLETTER PERIÓDICA CNJ

juvenews actividade cnj Cortes nos apoios à inserção no mercado de trabalho por parte do/as jovens e Estágios PEPAC – Pedido de esclarecimentos. O CNJ enviou a 22 de Junho, uma carta endereçada à Ministra do Trabalho e da Solidariedade Social, onde pediu esclarecimentos quanto às dúvidas existentes em volta da colocação de menos de 3000 jovens no programa de estágios na administração central (PEPAC). Outro dos assuntos focados prendeu-se com fim do programa de requalificação de cinco mil jovens licenciados em áreas de baixa empregabilidade. Esta carta foi igualmente dada a conhecer ao Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, aos grupos parlamentares e à Comissão de Educação e Ciência na AR. Ainda não obtivemos resposta. Contudo sabemos que a ela foi dado seguimento por alguns grupos parlamentares. Estamos atentos/as e continuamos a acompanhar este processo procurando sempre defender os interesses dos/as jovens. Lê a carta aqui http://www.cnj.pt/images/stories/pdf/carta_ministra_do_trabalho_solidariedad e_social.pdf

CNJ convidado a pronunciar-se sobre Agenda Digital ´ para a Europa O Conselho Nacional de Juventude foi convidado a participar numa sessão de trabalho sobre a Agenda Digital para a Europa, organizada pela representação da Comissão Europeia em Portugal, nos dias 28 e 29 de Junho, contando com a presença da da DG Sociedade da Informação e da UMIC. Esta iniciativa insere-se na “Tour de Capital” que a Comissão Europeia está a promover para discutir com os responsáveis políticos, as administrações e stakeholders pertinentes as modalidades de implementação da Agenda Digital para a Europa.A Agenda enumera sete domínios de acção: criação de um mercado único digital, maior interoperabilidade, reforço da confiança na Internet e da sua segurança, acesso muito mais rápido à Internet, mais investimento na Investigação e Desenvolvimento (I&D), melhoria da literacia, das qualificações e da inclusão digitais e aplicação das Tecnologias da Informação e das Comunicações (TIC) para responder a determinados desafios societais como as alterações climáticas e o envelhecimento da população. De acordo com a Comissão Europeia “a implementação da ambiciosa Agenda Digital para a Europa daria um contributo significativo para o crescimento económico da UE e distribuiria os benefícios da era digital por todos os estratos


juvenews da sociedade (…).Alguns exemplos de benefícios incluem os pagamentos electrónicos e a facturação electrónica facilitados, a implantação rápida da telemedicina e os sistemas de iluminação eficientes do ponto de vista energético.” Para o CNJ, a educação mediática, o acesso à internet, segurança, literacia digital, interoperabilidade, inclusão digital, certificação dos conteúdos, entre outras questões devem ser prioritárias para que as Tecnologias de Informação e Comunicação contribuam para uma efectiva melhoria da qualidade de vida da população.

CNJ foi à antestreia do Filme A Flor do Deserto sobre Mutilação Genital Feminina O CNJ foi a 23 de Junho, a convite da Amnistia Internacional - Portugal e da Associação para o Planeamento da Família, à antestreia do filme a Flor do Deserto que trata de um grave problema de saúde pública e de violação dos direitos humanos: a mutilação genital feminina.

CNJ reúne com "Do Something Portugal" Do Something.pt é um projecto da TESE – ONG para o Desenvolvimento, que teve início agora, neste mês de Julho e visa mobilizar os jovens para a participação. Trata-se de uma iniciativa de grande sucesso no envolvimento dos jovens nos EUA (www.dosomething.org) e que terá a sua primeira internacionalização em Portugal, contando com diversos parceiros nas áreas da participação e juventude. O CNJ, em reunião com a TESE, esteve a debater a possibilidade de vir a fazer parte do Conselho de Experts do Do Something, assim como do Conselho Consultivo de Jovens. Estão ainda em análise outras possibilidades de colaboração, que irão além da divulgação do projecto e apelo à participação das organizações do CNJ nesta iniciativa. O lançamento do projecto passa por um tour nacional, que percorrerá as principais capitais de distrito, durante os meses de Julho e Agosto. O tour terá a cobertura da SIC e do Jornal i que irão reportar as acções de dinamização. Os jovens são convidados a promover iniciativas locais que respondam às suas necessidades, assumindo-se assim como agentes transformadores da realidade local. A TESE convida as associações a aderirem a este projecto inovador em Portugal e a apoiarem a mobilização dos jovens portugueses. Os interessados poderão entrar em contacto com: Do Something.pt, Virgílio Varela (+351) 963807431 Telf.:213 868404

2ª Sessão “Participação Juventude 2010 - 100 anos, 100 Ideias para participar” No passado dia 26 de Junho de 2010, decorreu na cidade de Fafe a 2ª Sessão da iniciativa “Participação Juventude 2010 - 100 anos, 100 Ideias para participar", com a participação da Bolsa de Formadores do CNJ que facilitou 6 grupos de trabalho com jovens do Concelho, a saber: - Cooperação Internacional; - Ambiente e Urbanismo; - Educação; - Diversidade Cultural; - Desporto; - Turismo;


juvenews No seguimento da 1ª Sessão este segundo dia contou também com o objectivo primordial de auscultar os jovens face às suas necessidades e expectativas locais dentro destes diferentes temas. Desta vez a iniciativa teve uma outra diversidade de participantes, desde jovens organizados e não organizados, representantes de juntas de freguesias e uma docente, o que acabou por dar uma dimensão e uma amplitude diferente no trabalho desenvolvido com os jovens.Assim como a presença de interlocutores locais e Nacionais, Dr. Pompeu Martins – Vereador da Câmara de Fafe, o qual abordou a realidade do Concelho e perspectivas a desenvolver pelo município no futuro; Dr. Victor Dias – Director Regional do Norte do IPJ – que deu uma perspectiva da participação juvenil ao nível da região norte e nacional; Madalena Sousa – Conselho Nacional de Juventude – que apresentou a equipa de facilitadores e contextualizou o papel da Bolsa de Formadores do CNJ.

CNJ debate Interculturalidade e Associativismo Juvenil com mais de 150 jovens O CNJ esteve presente no III Encontro organizado pelo Olá Jóvem, centro de atendimento na área da saúde juvenil e parceiro do Projecto Academia Escola Mais no qual o CNJ está integrado. Denominado “Para além da Saúde”, este encontrou que decorreu no dia 18 de Junho, nos Recreios da Amadora, juntou mais de 150 jovens estudando em escolas do Concelho de Amadora e com os quais o Olá Jovem tem trabalhado na área da saúde juvenil. Este ano o tema escolhido para o painel de discussão e para as actividades culturais e artísticas a serem desenvolvidas pelos/as jovens era o das Relações interpessoais e multiculturais. Esse mote permitiu a alunos/as das escolas Pedro D´Orey da Cunha, José Cardoso Lopes, Cardoso Pires, Mães de Água e a escola Seomara Costa Primo, de abordar através da dança, do teatro, da ginástica, de pequenos filmes e debates, os temas do racismo , da xenofobia, do não respeito pela diferença mas também o da gravidez na adolescência, da violência de género, da inclusão e exclusão social. No painel no qual participou o CNJ também estiveram presentes a Drª Yasmine Gonçalves, da Associação para o Planeamento da Família, para falar com os jovens sobre sexualidade e práticas tradicionais e a Dr.ª Maria Vasconcelos, nutricionista da Câmara Municipal da Amadora, sobre "Comer bem na diversidade".

CNJ participou no Seminário "Gender Equality in Youth Projects" Miguel Araújo, membro da direcção do CNJ responsável pela área do emprego e assuntos participou no Seminário "Gender Equality in Youth Projects" promovido pelo Conselho da Europa. Realizado em Estrasburgo, no Centro Europeu de Juventude, durante 4 dias foram promovidas trocas de experiências sobre projectos desenvolvidos em bairros sociais com o enfoque na temática da igualdade de género, abordados os vários conceitos subjacentes ao tema e foi feito igualmente um ponto de situação sobre a evolução da igualdade de género nos vários países europeus. Esta temática é muito cara ao CNJ e sobre ela temos procurado reforçar a nossa acção focando, nomeadamente, a necessidade de assegurar o mainstreaming de género nas políticas de juventude nacionais, europeias mas também as desenvolvidas nos espaços em que o CNJ participa como o espaço iberoamericano ou a CPLP. O associativismo juvenil tem nesta temática um papel de particular relevância. Cabe nos a nós jovens, enquanto agentes de mudança, contribuir para a promoção da igualdade de oportunidades mas também para a desconstrução e denúncia de estereótipos de género, e o combate a problemas cujos rostos são maioritariamente marcados pela desigualdade e/ou violência de género. No decorrer da próxima semana serão publicadas as conclusões deste seminário e posteriormente procederemos à sua divulgação.


juvenews CNJ emitiu comunicado no "Dia Mundial do Refugiado" A dia 20 de Junho assinala-se o Dia Mundial do Refugiado. Instituído em 2000, pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, os seus objectivos prendem-se com o relembrar e reafirmar os acordos internacionais de protecção dos/as refugiados/as e sensibilizar decisores/as públicos/as, políticos/as e sociedade em geral para este grave problema social que, anualmente, faz com que milhares de homens e mulheres sejam forçados/as a sair do seu país face ao desconhecido. Um relatório da Global Trends de 2009 aponta para o número alarmante de 43,3 milhões de pessoas que foram obrigadas a deslocar-se. Este dado representa o maior número de pessoas desenraizadas por conflitos e perseguição desde meados da década de 90. Paralelamente, o número de refugiados/as que voluntariamente retornam aos seus países de origem caiu para o seu nível mais baixo em 20 anos. Os motivos que impelem indivíduos e famílias a evadirem-se das suas terras de origem/residência são as guerras e os conflitos armados, bem como a perseguição por motivos de religião, nacionalidade, raça, grupo social, orientação sexual, opinião política. Importa ainda lembrar que dois relatórios sobre este tema, da autoria do eurodeputado português Rui Tavares, foram recentemente aprovados com uma expressiva votação em sede de Comissão das Liberdades Cívicas, da Justiça e dos Assuntos Internos (LIBE) do Parlamento Europeu. Este é um sinal inequívoco da necessidade urgente em se assumir um efectivo compromisso político para com estas milhares de pessoas que personificam, diariamente, um claro problema de direitos humanos. Os relatórios "Fundo europeu de refugiados para o período de 2008-2013” e “Estabelecimento de um programa conjunto da UE para reinstalação" apontam ainda para 200 mil refugiados/as no mundo que, anualmente, não podem voltar aos seus países de origem, nem ficar nos países de trânsito, vivendo em campos de refugiados/as numa situação prolongada, sem possibilidades de trabalhar, estudar ou recomeçar a vida. Para além do mais, eles demonstram que o número de refugiados/as na Europa é muito baixo, pois dos/as 65.596 refugiados/as de todo o mundo reinstalados/as em 2008, apenas 4.378 (6,7%) foram acolhidos/as em países europeus. António Guterres,Alto Comissários das Nações Unidas para os/as Refugiados/as, tem reiterado sucessivos alertas e apelos à necessidade de um maior compromisso internacional, europeu, de todos, na procura de soluções para com a grave situação de milhares de refugiados/as que perdem as suas casas e tudo o que este desenraizamento implica - família, amigos/as, trabalho, comunidade e cultura. É, aliás, por estes motivos que o ACNUR escolheu o tema da HOME - "Eles tomaram minha casa, mas eles não podem tirar meu futuro", para assinalar, este ano, o Dia Mundial do/a Refugiado/a . O Conselho Nacional de Juventude associa-se à Agency for Refugee Education, Skills Training and Advocacy (ARESTA) e à Unity for Tertiary Refugee Students (UTRS), da África do Sul, para, no dia 20 de Junho, relembrar estes dados e a urgência de uma resposta efectiva e concertada face à dramática situação de milhares de pessoas de todo o mundo. As imagens recentes do Quirguistão mostram o drama vivido por homens, mulheres, crianças e jovens, quando são privadas das condições básicas da sua sobrevivência e o seu futuro é colocado em causa.Apenas a solidariedade entre os povos e a defesa dos valores democráticos da pluralidade e da liberdade podem mitigar e prevenir acontecimentos semelhantes que representam um atentado à dignidade humana. Enquanto defensores/as de um mundo em que a paz, a liberdade, a dignidade da vida humana e a solidariedade sejam valores máximos da nossa acção, importa que nenhum de nós fique indiferente a fenómenos de clara violação dos direitos e liberdades individuais. Porque sempre que os direitos humanos, os direitos de


juvenews qualquer pessoa, são postos em causa ou colocados em perigo, somos todos nós, enquanto sociedade, que ficamos profundamente diminuídos. É, portanto, nosso dever expor e combater o discurso do ódio e a acção violenta que impele os indivíduos e as populações à condição de refugiados. É também nosso dever relembrar as consequências devastadoras para as vidas de milhões de jovens e suas famílias.

Comissão de Associativismo e Participação Juvenil reuniu no CNJ A Comissão de Associativismo e Participação Juvenil reuniu no dia passado dia 1 de Julho contando com a participação de 10 organizações. Associação Académica de Lisboa - AAL, Associação de Escoteiros de Portugal AEP, Associação Nacional de Estudantes de Medicina - ANEM, Associação Nacional de Ex-Voluntários Europeus - ANEVE, Associação Jovem Valor – AJOV, Associação PAR – Respostas Sociais, Corpo Nacional de Escutas - CNE, International Friendship League - IFL e Juvemedia animaram o debate e concentraram atenções nos temas dos apoios do IPJ às Associações Juvenis bem como nas actividades a desenvolver no Ano Europeu doVoluntariado - 2011. Além destas questões, a Comissão também abordou o II Fórum da Diáspora (em preparação), o Seminário República e Associativismo que está a ser organizado pelo IPJ, o Portal da Juventude e o Roteiro do Associativismo, a participação do CNJ nos Colóquios do Centenário da República – eixo cidadania, a necessária continuidade a dar ao Grupo de Trabalho dos CRJs, o Projecto Do Something Portugal da TESE (ONGD). Foram pedidas informações sobre o Ano Internacional da Juventude, bem como os eventos de juventude que decorrerão durante a presidência belga. A constituição de um Grupo de Trabalho sobre Voluntariado e o Inquérito às organizações sobre os apoios do IPJ foram ideias bem acolhidas e que terão uma implementação a curto prazo.

info UE sob Presidência Belga Começou no dia 1 de Julho, a Presidência Belga da UE. Acompanha os seus trabalhos no site da presidência http://www.eutrio.be/ e consulta também o microsite específico para os assuntos relativos à juventude http://www.youtheutrio.be/

Direitos Humanos. Uma nova ferramenta de comunicação O Comissário para os Direitos Humanos lançou uma nova ferramenta de comunicação, a "Human Rights Comentário" (Human Rights Comment). Nesta plataforma, o comissário publicará regularmente artigos, podcasts e vídeos incidindo sobre as principais questões relativas aos Direitos Humanos. Os artigos estarão disponíveis em Inglês, Francês e Russo.A “Human Rights Comentário” inclui todas ferramentas de partilha de informação através das redes sociais, bem como um feed RSS. Assim, convidamos-te a inscrever-te para receberes informações sobre as actividades do comissário Mais informações em: http://www.coe.int/t/commissioner/Media/HRComment_en.asp


juvenews Bolsas Jovens Criadores 2010 Está aberto concurso para atribuição de Bolsas de criação e/ou formação nas áreas de: Literatura, Música, Artes do Espectáculo e ArtesVisuais. Os destinatários são jovens de nacionalidade portuguesa até aos 30 anos, que tenham já apresentado publicamente um trabalho na área em que concorrem. Trata-se de uma iniciativa do Centro Nacional de Cultura (CNC) apoiada pelo Instituto Português da Juventude que tem como objectivo estimular o trabalho criativo dos jovens nas diversas áreas das Artes e das Letras. Para concorreres, deves apresentar a tua candidatura até ao dia 30 de Julho. Mais informações em: http://www.juventude.gov.pt/Eventos/Cultura/Paginas/BolsasJovensCriadores2010.aspx

Prémio Jacques Delors - Distinção de trabalhos universitários em língua portuguesa sobre temas europeus. O conceito inclui teses de mestrado e doutoramento que não tenham sido objecto de publicação, privilegiando-se, ainda, as obras que incidam sobre temas actuais e inovadores da realidade europeia: Prémio: - Edição da obra e uma compensação pecuniária de 5 000 € Prazo de envio dos trabalhos candidatos 16.11.2010 (data do carimbo dos correios) Sabe mais aqui: http://ciejd.eurocid.pt/premiojacquesdelors Regulamento 2011: http://ftp.infoeuropa.eurocid.pt/web/documentos/ciejd/2010/20100608_Regulamento_PJD_2011.pdf

Concurso “Citizen Ambassadors to the United Nations” E se pudesses dizer o que pensas sobre os ODM aos líderes políticos de todo o mundo? Porque são importantes para ti, o que está a tua comunidade a fazer por eles ou como pode a comunidade internacional agir para que sejam cumpridos. Para participares no concurso “Citizen Ambassadors to the United Nations” escolhe o teu enfoque e pega numa câmara. Depois é só disponibilizares o vídeo no canal da ONU noYouTube. Tens até ao dia 23 de Agosto para submeteres o teu vídeo, com a duração máxima de dois minutos. Os vencedores terão a oportunidade de visitar a sede da ONU no mês de Outubro. Não percas esta oportunidade para influenciares decisões importantes! Torna-te num verdadeiro embaixador. Mais informações em http://www.agenciaodm.org/

Concurso: Picture this: We can end Poverty O Picture this: we can end poverty é um concurso internacional de fotografia que pretende mostrar, de uma forma positiva, o que está a ser feito pelos ODM por todo o mundo.As fotografias vencedoras serão exibidas na cimeira da ONU que se realiza em Setembro, em Nova Iorque, para discutir os progressos dos ODM. Participa! Agarra na máquina fotográfica, sai para a rua e envia as tuas fotos até ao dia 16 de Julho.

Juventude no cerne da presidência belga da UE Na próxima semana ocorrerão, no âmbito da presidência belga da UE, dois eventos sobre o trabalho dos jovens e com jovens (youth work). Acompanha passo a passo estes dois eventos através do blog criado para o efeito http://www.euroblog.be/?lang=en.


juvenews “Juventude em Movimento”, esperamos que na boa direcção O Programa "Juventude em Movimento" proposto pela Comissão Europeia e aprovado a 17 de Junho pelo Conselho Europeu no âmbito da Estratégia UE 2020 visa "melhorar o desempenho dos sistemas de ensino e facilitar a entrada dos/as jovens no mercado de trabalho" (Europa, 2020, p.3). A iniciativa pretende fazê-lo através da promoção da mobilidade dos/as estudantes e estagiários/as e da melhoria da situação no emprego para os/as jovens europeus/eias.. Além disso, a Comissão irá trabalhar no sentido de favorecer o empreendedorismo juvenil através de programas de mobilidade para jovens profissionais, da promoção do reconhecimento da educação não-formal e das aprendizagens informais. A delineação de um Quadro de Cooperação europeia para o emprego jovem definindo políticas destinadas a reduzir as taxas de desemprego desta categoria da população é outro dos objectivos no âmbito desta iniciativa. O Fórum Europeu da Juventude acredita que a União Europeia e o seu Programa “Juventude em Movimento” tem o potencial para se tornar uma arma eficaz no combate ao nível inaceitável de desemprego dos/as jovens. Contudo, salienta que a sua aplicação terá de ser acompanhada de perto e regularmente avaliada para assegurar que está a ter, de facto, um efeito real e positivo na vida dos/as jovens, dotando-os/as com os saberes e as competências suficientes para entrarem com confiança e competitivos/as para tomar o seu lugar na sociedade. Para isso, é igualmente necessário colocar em cima da mesa algumas medidas concretas: O Fórum Europeu da Juventude, plataforma na qual o CNJ se integra, propôs uma “Garantia da Juventude” para garantir o apoio aos/às jovens desempregados/as, uma “Carta Europeia de Qualidade sobre os Estágios” (European Quality Charter on Internships), iniciativas para reforçar a mobilidade dos/as jovens, incluindo estágios, e uma forte aposta no programa de acção e de apoio à aquisição de competências transversais através da educação não-formal, da participação, da cidadania. Mais informações em http://euractiv.blogactiv.eu/2010/06/21/europe-2020-and-youth-a-partnership-for-thefuture/

Estratégia UE 2020 foi adoptada A 17 de Junho, o Conselho Europeu, reunido em Bruxelas, aprovou a Estratégia " UE 2020" - Estratégia para o Crescimento e o Emprego. Há vários aspectos desta Estratégia que adquirem particular relevância para os/as jovens.A maior novidade (em relação à proposta da Comissão Europeia) nas conclusões do Conselho é a inclusão dos/as jovens como um grupo alvo específico no objectivo mais geral de aumentar para 75% a taxa de emprego das mulheres e dos homens entre os 20 e 64 anos de idade. Além disso, o Conselho Europeu adoptou o Programa "Juventude em Movimento" iniciativa emblemática de que te falamos um pouco mais noutra notícia; acordou metas na área da educação e metas para o tema das alterações climáticas. Depois de muito debate político sobre o direito legal da União Europeia para estabelecer tais metas, os/as decisores/as políticos/as conseguiram comprometer-se com uma redução de 10% dos casos de abandono escolar precoce e um aumento de 40% do número de pessoas tendo concluído uma formação universitária ou uma formação profissional superior. Contudo, os Estados Membros também incluíram uma nota salientando a competência dos Estados-Membros para definir e implementar metas quantitativas. Os/as líderes europeus/eias também concordaram com o objectivo de reduzir as emissões de gases com efeito de estufa em 20% (em relação aos níveis de 1990), sendo que é possível que esse compromisso aumenta para o valor de 30% se outros países desenvolvidos assumirem compromissos semelhantes. Foi igualmente decidido o aumento da quota das energias renováveis no consumo final de energia em 20 % e um aumento de 20% na eficiência energética. Para mais informações sobre a Estratégia EU 2020 lê o documento http://ec.europa.eu/eu2020/pdf/council_conclusion_17_june_en.pdf

II CURSO DE FORMAÇÃO POLICIAL - DECIDE Decorrerá na Escola Prática de Polícia de Torres Novas, de 16 a 18 de Julho próximo, o II Curso de Formação Policial. O curso tem um custo de 50 euros para associados e de 70 euros para não associados. A entrada no curso deve ser feita até às 10 da noite, de preferência antes de jantar na sexta-feira e saída depois de almoço no Domingo. Informações e inscrições para direccao@decideportugal.org. Até 10 de Julho!!!


juvenews publicações/relatórios Relatório 2010 sobre Direitos Humanos O Relatório Anual da Agência da União Europeia para os Direitos Fundamentais apresenta um panorama da evolução na área dos direitos fundamentais para o ano de 2009. Apresenta os desafios nesta área, bem como exemplos de boas práticas. Aqui: http://fra.europa.eu/fraWebsite/news_and_events/infocus10_10-06_en.htm

Relatório Sobre os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio No dia 23 de Junho foi divulgado pelo Secretário Geral das Nações Unidas – Ban Ki Moon – o relatório sobre os progressos alcançados e o caminho ainda por percorrer no cumprimento das metas estabelecidas para 2015 quanto aos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio. O relatório denominado The Millennium Development Goals Report 2010 pode ser lido aqui h t t p : / / w w w. u n . o r g / m i l l e n n i u m g o a l s / p d f / M D G % 2 0 R e p o r t % 2 0 2 0 1 0 % 2 0 E n % 2 0 r 1 5 % 2 0 low%20res%2020100615%20-.pdf

Estudo sobre O(s) impacto(s) e os contributos dos/as jovens no território Estudo original pelo tema abordado e pela abordagem. Este estudoVIVRE ET FAIREVIVRE SON TERRITOIRE Initiatives jeunesse et dynamiques de territoire de Bernard Bier do Instituto Francês da Juventude e da Educação Popular e de Olivier Gratacap, sociólogo, e membro da associação Cap Berriat procurou conhecer e analisar os contributos sociais e culturais dos jovens e o seu impacto nos territórios em que se inserem. Quais as iniciativas desenvolvidas? Quais os seus efeitos? Como possibilitar uma maior presença e dinâmica dos jovens nos territórios e que boas práticas existem? Estas são algumas das perguntas às quais o estudo procura responder. Disponível online aqui: http://www.injep.fr/IMG/pdf/vivre_et_faire_vivre_son_territoire_DEF.pdf

Eurobarómetro divulgado pelo Eurostat com dados preocupantes no que respeita à pobreza Segundo este Eurobarómetro , cerca de 91% dos portugueses considera que a pobreza no país aumentou ao longo do último ano. É a segunda percentagem mais elevada de toda a união.A sondagem mostra ainda que um em cada seis europeus/eias declara ter constantemente dificuldade para pagar as despesas correntes e três quartos consideram que a pobreza aumentou no seu país no último ano. Este inquérito surge quando já decorreu a primeira metade do Ano Europeu de Combate à Pobreza e à Exclusão Social e após o compromisso assumido no passado dia 17, pelos/as dirigentes da UE, de retirar 20 milhões de europeus/eias da pobreza e da exclusão social na próxima década. Em Portugal foram questionadas 1005 pessoas, 695 através de telefone fixo e 310 via telemóvel.As entrevistas foram feitas entre 18 e 22 de Maio. Consulta o relatório aqui http://ec.europa.eu/public_opinion/flash/fl_289_en.pdf

Para um mercado de trabalho mais inclusivo A Rede Europeia contra o Racismo (ENAR) divulgou um relatório com recomendações para tornar o mercado de trabalho mais inclusivo para as minorias étnicas. Vê aqui: http://ec.europa.eu/ewsi/en/news/newsdetail.cfm?ID_ITEMS=14192


juvenews Relatório sobre segurança nas escolas O número de casos de violência e indisciplina baixou no ano último ano lectivo nas escolas em todo o país. Este é um dos factos realçados no Relatório de Segurança Escolar 2008/2009, divulgado pelo Ministério da Educação. São animadores os dados que constam no último relatório sobre segurança nas escolas. Quando os casos de violência e indisciplina ganham cada vez mais espaço mediático, o Observatório para a Segurança Escolar, um organismo que estuda o fenómeno da insegurança nos estabelecimentos de ensino, refere que "cerca de 92% das escolas portuguesas não reportaram qualquer incidente", durante o último ano lectivo. Entre os dados divulgados no Relatório de Segurança Escolar está a diminuição do número de ocorrências: os 6039 casos registados em 2007/2008 deram lugar a cerca de 5134 em 2008/2009. Sendo que um terço dos casos foi registado na área exterior da escola e dois terços no interior do estabelecimento de ensino. De salientar ainda que as zonas mais afectadas pela insegurança no espaço escolar são as Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto. Consulta o aqui: http://www.educare.pt/educare/Actualidade.Noticia.aspx?contentid=7803CEAC76253686E0400A0AB80025 53&opsel=1&channelid=0

juvenews_037  

juvenews_037

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you