Issuu on Google+

DIRECÇÃO ARTÍSTICA LUÍSA TAVEIRA

JAN / JUL 2011

COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO


MAR / ABR COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO

© Alceu Bett

ROMEU E JULIETA LISBOA, TEATRO CAMÕES

De todas as peças escritas por William Shakespeare, Romeu e Julieta é indubitavelmente

MARÇO 2011 dias 17, 18, 19, 25 e 26 às 21h TARDES FAMÍLIA dias 20 e 27 às 16h ESCOLAS dias 24 e 31 às 15h

e Julieta Capuleto e o seu trágico e romântico destino, causado pela rivalidade entre as

a que mais tem sido utilizada como tema para a dança. A história do Romeu Montéquio

suas famílias, foi escrita nos finais do séc. XVI (1594-1595). Grande parte do sucesso que as inúmeras produções de bailado desta obra obtiveram no séc. XX não se deve somente à magnificência da obra de Shakespeare mas também à sua frequente associação com a música de Sergei Prokofiev, escrita em 1935, pouco após o seu regresso à União Soviética. Esta versão de Romeu e Julieta, coreografada pelo sul-africano John Cranko para o Teatro

ABRIL 2011 dias 01 e 02 às 21h TARDES FAMÍLIA dia 03 às 16h BILHETES 5€ a 25€

alla Scala de Milão em 1958, foi estreada pela Companhia Nacional de Bailado no ano de 2001 e é, ainda hoje, uma das versões coreográficas de referência. Coreografia John Cranko ◆ Música Sergei Prokofiev ◆ Argumento John Cranko segundo William Shakespeare ◆ Cenografia João Mendes Ribeiro ◆ Figurinos, Adereços,Decoração de carros, Panejamento e Quarto de Julieta António Lagarto Imagens Daniel Blaufuks ◆ Desenho de luz Cristina Piedade


ABR / MAI COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO

UMA COISA EM FORMA DE ASSIM Estreia Absoluta

LISBOA, TEATRO CAMÕES

Para assinalar o Dia Mundial da Dança, a 29 de Abril de 2011, a Companhia Nacional

ABRIL 2011 dias 28, 29 e 30 às 21h TARDE FAMÍLIA dias 30 às 16h

portugueses: Clara Andermatt, Francisco Camacho, Benvindo Fonseca, Rui Lopes

MAIO 2011 dias 06 e 07 às 21h TARDES FAMÍLIA dia 08 às 16h ESCOLAS dia 05 às 15h

sublinhar, pretende conjugar as qualidades dos corpos altamente disciplinados e

BILHETES 5€ a 20€

de Bailado estreia uma obra co-criada por alguns dos mais importantes coreógrafos

Graça, Rui Horta, Paulo Ribeiro, Olga Roriz, Madalena Vitorino e Vasco Wellenkamp. A união destes criadores, com percursos coreográficos muito diferentes, em torno da Companhia Nacional de Bailado, para além do simbolismo inerente que desejamos

tecnicizados dos intérpretes da Companhia, com a diversidade de entendimentos sobre a criação coreográfica contemporânea. A Bernardo Sassetti caberá não só a composição como a interpretação musical. uma coisa em forma de assim é o título de trabalho desta obra, descaradamente roubado a Alexandre O’Neil. Coreografia e Figurinos Clara Andermatt, Francisco Camacho, Benvindo Fonsenca, Rui Lopes Graça, Rui Horta, Paulo Ribeiro, Olga Roriz, Madalena Vitorino, Vasco Wellenkamp ◆ Música e Interpretação Musical Bernardo Sassetti (piano)


© Veríssimo Dias

MAI / JUN COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO

NOITE DE RONDA

Estreia Absoluta

LISBOA, TEATRO CAMÕES

As obras de Olga Roriz para a Companhia Nacional de Bailado têm sido, ao longo do

MAIO 2011 dias 26, 27 e 28 às 21h TARDE FAMÍLIA dias 29 às 16h

(2003) são disso exemplo.

JUNHO 2011 dias 03 e 04 às 21h TARDES FAMÍLIA dia 05 às 16h ESCOLAS dia 02 às 15h

Olga Roriz regressa em Maio à Companhia Nacional para a criação de uma obra original,

BILHETES 5€ a 20€

tempo, marcadas por assinalável êxito. Peças como As Troianas (1985) ou Pedro e Inês

À notável adequação do movimento e narrativa coreográfica de Olga Roriz ao elenco da Companhia, associa-se a escolha de equipas artísticas onde se destacam nomes como Constança Capdeville, Vitorino e Janita Salomé, Nuno Carinhas ou João Mendes Ribeiro.

revisitando um dos seus temas de eleição: o das paixões. “Noite de Ronda é uma noite de paixões onde homens e mulheres se espiam, se vigiam, se seduzem e desejam num ritual viciante e viciado. Os corpos atropelam-se patrulhados de segredos desnorteados, num impacto feroz onde as acções nunca se explicam. A insistência faz rolar o suor de unhas cravadas contra a pele. O espaço é íntimo, fechado, uma prisão perpétua repleta de sons compassados e violentos. Nasce o dia. Os pássaros cantam mais enervantes que nunca. O frenesi continua. O estore baixa.” Olga Roriz Janeiro 2011 Coreografia Olga Roriz ◆ Banda Sonora João Raposo ◆ Cenografia Pedro Santiago Cal Figurinos Olga Roriz e Pedro Santiago Cal ◆ Desenho de luz Cristina Piedade Assistente Cenografia e Figurinos Maria Ribeiro


JUN / JUL COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO

DIGRESSÃO NACIONAL Braga, Sta. Maria da Feira, Leiria, Aveiro, Évora, Beja, Portalegre, Funchal, Faial, S. Miguel e Caldas da Rainha

ANIVERSÁRIO DA CNB LISBOA, TEATRO CAMÕES JULHO 2011 dias 15 e 16 às 22h ENTRADA LIVRE

Uma performance/celebração, ao ar livre, pelos intérpretes da CNB e alguns artistas convidados das áreas da dança, da música e do vídeo.


JUNHO PROGRAMAÇÃO TEATRO CAMÕES

THE OLD KING

Estreia Absoluta

LISBOA, TEATRO CAMÕES

Uma obra escolhida de um artista plástico.

JUNHO 2011 dias 9 e 11 às 21h dia 12 às 16h

livro. Tem uma gravata, uma esferográfica no bolso da camisa e um relógio.

BILHETES 5€ a 15€

The Old King de Daniel Blaufuks. Um homem de cabeça baixa. Sentado. Agarra num

Um performer. Romeu Runa. Bailarino do Ballet Gulbenkian até à sua extinção. Trabalha com o criador Alain Platel. Trabalhou com diversos coreógrafos e encenadores. Um músico. Pedro Carneiro. Percussionista, compositor, chefe de orquestra. Um criador de vídeo. O artista plástico da obra escolhida. Daniel Blaufuks utiliza no seu trabalho a fotografia e o vídeo, apresentando o resultado através de livros, instalações e filmes. Os seus temas de predilecção são a ligação entre o tempo e o espaço e a representação da memória privada e pública. Um encenador. Miguel Moreira. Fundador do Útero em 1997. Criação Miguel Moreira a partir de uma fotografia de Daniel Blaufuks ◆ Interpretação e Co-Criação Romeu Runa ◆ Música Pedro Carneiro ◆ Vídeo Daniel Blaufuks Caracterização Nucha ◆ Ensaios Especiais Alain Platel Co-Produção Teatro Camões e Útero Associação Cultural ◆ Apoio Uferstudios em

© Inês D’Orey

Berlim ◆ Residência artística no Teatro Camões – Maio 2011


JUNHO PROGRAMAÇÃO TEATRO CAMÕES

MOÇAMBIQUE EM LISBOA

LISBOA, TEATRO CAMÕES

Uma semana dedicada à cultura Moçambicana, que culmina no dia 25 de Junho, dia

JUNHO 2011 de 20 a 25 às 21h

O programa incluirá literatura, poesia, música, cinema e uma obra original de Rui Lopes

de 20 a 23 Cinema, Poesia, Conferências e Palestras dias 24 e 25

de Moçambique.

Graça (coreografia) e João Lucas (música) para a Companhia de Canto e Dança de Moçambique. “Este projecto consubstancia um desafio tão temerário como fascinante: o cruzamento de uma obra referencial da historia da música ocidental, através dos registos gravados por Glenn Gould em 1955 e 1982 – só por si um testemunho ímpar sobre o poder de apropriação de uma obra e a sua maturação ao longo de uma prodigiosa vida artística

GOLD

- com a cultura musical popular de Moçambique por via de intérpretes de excelência

Nova coreografia de Rui Lopes Graça com música de João Lucas

Dança de Moçambique.”

reunidos na sua única companhia profissional – a Companhia Nacional de Canto e João Lucas


BILHETEIRAS TEATRO CAMÕES Em dias de espectáculo das 13h até meia-hora após o início do espectáculo Telef. 21 892 34 77 TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS Segunda a Sexta das 13h às 19h Telef. 21 325 30 45 / 6 TICKETLINE www.ticketline.pt Telef. 707 234 234

LOJAS ABREU, FNAC, WORTEN, EL CORTE INGLÉS, C.C. DOLCE VITA

TEATRO CAMÕES Passeio do Neptuno, Parque das Nações, 1990 - 193 Lisboa Telef. 21 892 34 70 www.cnb.pt www.youtube.com/cnbportugal twitter.com/cnbportugal www.facebook.com/cnbportugal


Programação CNB Jan/Jul 2011